ANEXO V-D Usos e Atividades. Enquadramento das atividades nos usos do solo, obedecendo a Legislação Federal, Estadual e Municipal pertinente

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ANEXO V-D Usos e Atividades. Enquadramento das atividades nos usos do solo, obedecendo a Legislação Federal, Estadual e Municipal pertinente"

Transcrição

1 ANEXO V-D Usos e Atividades Quadro Enquadramento das atividades nos usos do solo, obedecendo a Legislação Federal, Estadual e Municipal pertinente Usos CORRESPONDÊNCIA COM A CLASSIFICAÇÃO NACIONAL DE Instalações hidráulicas, sanitárias, de gás e de sistema de prevenção contra incêndio ECONÔMICAS - CNAE Reparação e manutenção de objetos pessoais, domésticos e eletrodomésticos Reparação e manutenção de máquinas e de aparelhos eletrodomésticos Reparação de calçados Reparação de outros objetos pessoais e domésticos. Fornecimento de comida preparada Somente preparação de refeições ou pratos cozidos, inclusive congelados, entregues ou servidos a domicílio. Atividades de Correio Nacional Aluguel de objetos pessoais e domésticos Educação pré-escolar Educação pré-escolar. Creches sociais sem alojamento. Somente atividades das creches, inclusive creches com alojamento. Cabeleireiros e outros tratamentos de beleza Comércio varejista de artigos em geral, por catálogo ou pedido pelo correio (representação comercial) Sem depósito. Estabelecimentos hoteleiros, com restaurante /05 Outros tipos de alojamento Exceto acampamentos. Fornecimento de comida preparada Somente serviços de buffet e organização de banquetes, coktails, recepções. Sede de empresa Transporte rodoviário de passageiros, não regular. - Somente nos estabelecimentos sem garagem.

2 Transporte rodoviário de cargas, em geral. Usos CORRESPONDÊNCIA COM A CLASSIFICAÇÃO NACIONAL DE ECONÔMICAS - CNAE SEDE DE EMPRESA TRANSPORTE RODOVIÁRIO DE PRODUTOS PERIGOSOS. - SOMENTE NOS ESTABELECIM. SEM 2

3 TRANSPORTE RODOVIÁRIO DE MUDANÇAS. GARAGEM AUXILIARES AOS TRANSPORTES TERRESTRES. - SOMENTE EXPLORAÇÃO DE CENTRAIS DE CHAMADAS, RESERVA DE TÁXIS E ESTACIONAMENTO DE AGÊNCIAS DE VIAGENS E ORGANIZADORES DE VIAGEM RELACIONADAS À ORGANIZAÇÃO DO TRANSPORTE DE CARGAS. - EXCETO AGRUPAÇÃO E ACONDICIONAMENTO DE CARGAS. DE SERVIÇOS RELACIONADOS COM A AGRICULTURA SOMENTE SEDE DE EMPRESA, SEM DEPÓSITO. OUTRAS DE CORREIO TELECOMUNICAÇÕES EXCETO A MANUTENÇÃO DAS REDES DE TELECOMUNICAÇÕES. INTERMEDIAÇÃO FINANCEIRA, INCLUSIVE BANCO CENTRAL. SEGURO E PREVIDÊNCIA PRIVADA BANCOS COMERCIAIS BANCOS MÚLTIPLOS (COM CARTEIRA COMERCIAL) CAIXAS ECONÔMICAS COOPERATIVAS DE CRÉDITO BANCOS MÚLTIPLOS (SEM CARTEIRA COMERCIAL) BANCOS DE INVESTIMENTO BANCOS DE DESENVOLVIMENTO CRÉDITO IMOBILIÁRIO SOCIEDADES DE CRÉDITO, FINANCIAMENTO E INVESTIMENTO ARRENDAMENTO MERCANTIL AGÊNCIAS DE DESENVOLVIMENTO OUTRAS DE CONCESSÃO DE CRÉDITO FUNDOS MÚTUOS DE INVESTIMENTO SOCIEDADES DE CAPITALIZAÇÃO OUTRAS DE INTERMEDIAÇÃO FINANCEIRA, NÃO ESPECIFICADAS ANTERIORMENTE SEGUROS DE VIDA SEGUROS NÃO-VIDA RESSEGUROS PREVIDÊNCIA PRIVADA FECHADA PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA PLANOS DE SAÚDE ADMINISTRAÇÃO DE MERCADOS BURSÁTEIS. 3

4 Usos CORRESPONDÊNCIA COM A CLASSIFICAÇÃO NACIONAL DE IMOBILIÁRIAS. ECONÔMICAS - CNAE DE INTERMEDIÁRIOS EM TRANSAÇÕES DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS OUTRAS AUXILIARES DE INTERMEDIAÇÃO FINANCEIRA, NÃO ESPECIFICADA ANTERIORMENTE AUXILIARES DOS SEGUROS E DA PREVIDÊNCIA PRIVADA INCORPORAÇÃO DE IMÓVEIS POR CONTA PRÓPRIA ALUGUEL DE IMÓVEIS INCORPORAÇÃO DE IMÓVEIS POR CONTA DE TERCEIROS ADMINISTRAÇÃO DE IMÓVEIS POR CONTA DE TERCEIROS. SEDE DE EMPRESA ALUGUEL DE AUTOMÓVEIS. - SEM GARAGEM OU DEPÓSITO ALUGUEL DE OUTROS MEIOS DE TRANSPORTE TERRESTRE ALUGUEL DE EMBARCAÇÕES ALUGUEL DE AERONAVES ALUGUEL DE MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS AGRÍCOLAS ALUGUEL DE MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS PARA CONSTRUÇÃO E ENGENHARIA CIVIL ALUGUEL DE MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS DE OUTROS TIPOS, NÃO ESPECIFICADOS ANTERIORMENTE. SEDE DE EMPRESA ALUGUEL DE MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS PARA ESCRITÓRIOS. DE INFORMÁTICA COM REPARO ALUGUEL DE OBJETOS PESSOAIS E DOMÉSTICOS. - SEM GARAGEM OU DEPÓSITO CONSULTORIA EM SISTEMAS DE INFORMÁTICA DESENVOLVIMENTO DE PROGRAMAS DE INFORMÁTICA PROCESSAMENTO DE DADOS DE BANCO DE DADOS MANUTENÇÃO E REPARAÇÃO DE MÁQUINAS DE ESCRITÓRIO E DE INFORMÁTICA. PESQUISA E DESENVOLVIMENTO PESQUISA E DESENVOLVIMENTO DAS CIÊNCIAS FÍSICAS E NATURAIS. - SEM LABORATÓRIO. SEDE DE EMPRESAS E UNIDADES ADMINISTRATIVAS LOCAIS PESQUISA E DESENVOLVIMENTO DAS CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS JURÍDICAS DE CONTABILIDADE E AUDITORIA PESQUISAS DE MERCADO E DE OPINIÃO PÚBLICA GESTÃO DE PARTICIPAÇÕES SOCIETÁRIAS (HOLDINGS). SEDES DE EMPRESAS E UNIDADES ADMINISTRATIVAS LOCAIS. 4

5 Usos CORRESPONDÊNCIA COM A CLASSIFICAÇÃO NACIONAL DE SEDE DE EMPRESAS E UNIDADES ADMINISTRATIVAS LOCAIS. ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E SEGURIDADE SOCIAL. ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E SEGURIDADE SOCIAL. ENSINO SERIADO. ECONÔMICAS - CNAE DE ASSESSORIA EM GESTÃO EMPRESARIAL SERVIÇOS DE ARQUITETURA E ENGENHARIA E DE ASSESSORAMENTO TÉCNICO ESPECIALIZADO PUBLICIDADE SELEÇÃO, AGENCIAMENTO E LOCAÇÃO DE MÃO-DE-OBRA PARA SERVIÇOS TEMPORÁRIOS DE INVESTIGAÇÃO, VIGILÂNCIA E SEGURANÇA DE LIMPEZA EM PRÉDIOS E DOMICÍLIOS FOTOGRÁFICAS OUTRAS DE SERVIÇOS PRESTADOS PRINCIPALMENTE ÀS EMPRESAS, NÃO ESPECIFICADAS ANTERIORMENTE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA EM GERAL REGULAÇÃO DAS SOCIAIS E CULTURAIS REGULAÇÃO DAS ECONÔMICAS DE APOIO À ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA RELAÇÕES EXTERIORES SEGURIDADE SOCIAL EDUCAÇÃO FUNDAMENTAL EDUCAÇÃO MÉDIA DE FORMAÇÃO GERAL EDUCAÇÃO MÉDIA DE FORMAÇÃO TÉCNICA E PROFISSIONAL. ENSINO NÃO SERIADO ENSINO EM AUTO-ESCOLAS E CURSOS DE PILOTAGEM. - EXCETO DOS CURSOS DE EDUCAÇÃO SUPLETIVA EDUCAÇÃO CONTINUADA OU PERMANENTE E APRENDIZAGEM PROFISSIONAL ENSINO À DISTÂNCIA. EDUCAÇÃO ESPECIAL SAÚDE DE ATENÇÃO AMBULATORIAL DE SERVIÇOS DE COMPLEMENTAÇÃO DIAGNÓSTICA OU TERAPÊUTICA. PILOTAGENS DE BARCOS E AERONAVES PARA FINS NÃO PROFISSIONAIS. 5

6 Usos CORRESPONDÊNCIA COM A CLASSIFICAÇÃO NACIONAL DE SAÚDE. ECONÔMICAS - CNAE DE OUTROS PROFISSIONAIS DA ÁREA DE SAÚDE. SERVIÇO SOCIAL. ADMINISTRATIVAS OUTRAS RELACIONADAS COM A ATENÇÃO À SAÚDE. EXCETO SERVIÇOS DE AMBULÂNCIAS E SERVIÇOS SOCIAIS COM ALOJAMENTO SERVIÇOS SOCIAIS SEM ALOJAMENTO. BANCOS DE LEITE MATERNO E BANCOS DE ESPERMA E DE ÓRGÃOS PARA TRANSPLANTE. 9.- DE ORGANIZAÇÕES EMPRESARIAIS E PATRONAIS DE ORGANIZAÇÕES PROFISSIONAIS DE ORGANIZAÇÕES SINDICAIS DE ORGANIZAÇÕES RELIGIOSAS. SOMENTE DE ORGANIZAÇÕES RELIGIOSAS OU FILOSÓFICAS DE ORGANIZAÇÕES POLÍTICAS OUTRAS ASSOCIATIVAS, NÃO ESPECIFICADAS ANTERIORMENTE. DISTRIBUIÇÃO DE FILMES E DE VÍDEOS LOCADORA PROJEÇÃO DE FILMES E VÍDEOS SOMENTE DE PROJEÇÃO DE FILMES, DVD`S E FITAS DE VÍDEO EM SALAS PRIVADAS. DE TEATRO, MÚSICA E OUTRAS ARTÍSTICAS E LITERÁRIAS SOMENTE DE GESTÃO DE DIREITOS AUTORAIS DE OBRAS ARTÍSTICAS, LITERÁRIAS E MUSICAIS E A RESTAURAÇÃO DE OBRAS DE ARTE, COMO QUADROS, ESCULTURAS ETC. DE MUSEUS E CONSERVAÇÃO DO PATRIMÔNIO HISTÓRICO LAUDO DO CORPO DE BOMBEIROS GESTÃO DE SALAS DE ESPETÁCULOS SOMENTE DE AGÊNCIAS DE VENDA DE INGRESSOS PARA SALAS DE TEATRO E PARA OUTRAS ARTÍSTICAS. DE BIBLIOTECAS E ARQUIVOS OUTRAS RELACIONADAS AO LAZER SOMENTE SALAS DE JOGOS. 6

7 Usos CORRESPONDÊNCIA COM A CLASSIFICAÇÃO NACIONAL DE Atividades relacionadas ao lazer Atividades de manutenção do físico corporal. Organismos internacionais e outras instituições extraterritoriais. Sede de empresa com garagem ou depósito. Defesa (Brigada Militar) Justiça Segurança e ordem pública Defesa civil Educação superior Ensino em auto-escolas e cursos de pilotagem ECONÔMICAS - CNAE Clube desportivo, recreativo, social, centro de musculação, centro de aeróbica, atividades esportivas, arbitro de futebol Clinica de emagrecimento com uso de equipamento; de Estética; de Alongamento Corporal, Ioga; Massagem Estética, Sauna, Spa sem serviços de alojamento Aluguel de automóveis Aluguel de outros meios de transporte terrestre Aluguel de embarcações Aluguel de aeronaves Aluguel de máquinas e equipamentos agrícolas Aluguel de máquinas e equipamentos para construção e engenharia civil Aluguel de máquinas e equipamentos de outros tipos, não especificados anteriormente. Prédio com características que impeçam a propagação de barulho. Prédio com características que impeçam a propagação de barulho. Atividades de atendimento a urgências e emergências. Sem internação Fabricação de Produtos Farmacêuticos e Fabricação de produtos farmoquimicos Farmácia de Manipulação Fabricação de medicamentos para uso humano Fabricação de medicamentos para uso veterinário. Atividades de organizações religiosas. Templos Prédio com características que impeçam a propagação de barulho. 7

8 Projeção de filmes e de vídeos Atividades de rádio e televisão Atividades de rádio Atividades de televisão. Usos CORRESPONDÊNCIA COM A CLASSIFICAÇÃO NACIONAL DE ECONÔMICAS - CNAE Atividades de teatro, música e outras atividades Podendo ser ao ar livre artísticas e literárias. Gestão de salas de espetáculos Prédio com características que impeçam a propagação de barulho. Atividades de agências de notícias. Atividades de museus e conservação do patrimônio histórico Atividade de Agências e de Notícias e Fotografo de Imprensa

9 9

Subclasse CNAE 2.0 DENOMINAÇÃO

Subclasse CNAE 2.0 DENOMINAÇÃO Anexo I da Resolução CGSN nº 6, de 18 de junho de 2007 - Códigos previstos na CNAE impeditivos ao Simples Nacional (Vigência a partir de 1º de dezembro de 2010) Subclasse CNAE 2.0 DENOMINAÇÃO 0910-6/00

Leia mais

ATIVIDADES IMPEDITIVAS AO SIMPLES NACIONAL

ATIVIDADES IMPEDITIVAS AO SIMPLES NACIONAL CNAE ATIVIDADES IMPEDITIVAS AO Para verificar se a ME ou EPP atende aos requisitos pertinentes quando da opção ao Simples Nacional, serão utilizados os códigos de atividades econômicas previstos na Classificação

Leia mais

AS MELHORES OPORTUNIDADES DE EMPREGO NO SETOR DE SERVIÇOS

AS MELHORES OPORTUNIDADES DE EMPREGO NO SETOR DE SERVIÇOS AS MELHORES OPORTUNIDADES DE EMPREGO NO SETOR DE SERVIÇOS O setor de serviços é, tradicionalmente, a principal porta de entrada no mercado de trabalho. Responsável por aproximadamente 60% do produto interno

Leia mais

PURP 62 PLANILHA DE PARÂMETROS URBANÍSTICOS E DE PRESERVAÇÃO SETOR DE HABITAÇÕES COLETIVAS SUDOESTE - QUADRAS MISTAS QMSW E CENTRO COMERCIAL - CCSW

PURP 62 PLANILHA DE PARÂMETROS URBANÍSTICOS E DE PRESERVAÇÃO SETOR DE HABITAÇÕES COLETIVAS SUDOESTE - QUADRAS MISTAS QMSW E CENTRO COMERCIAL - CCSW Folha 1 / 19 PLANILHA DE PARÂMETROS URBANÍSTICOS E DE PRESERVAÇÃO Folha 2 / 19 DISPOSITIVOS DE USO E OCUPAÇÃO DO SOLO VALOR PATRIMONIAL PLANILHA DE PARÂMETROS URBANÍSTICOS E DE PRESERVAÇÃO A ATRIBUTOS

Leia mais

Notas técnicas. Definição e classificação de produtos do turismo

Notas técnicas. Definição e classificação de produtos do turismo Notas técnicas Definição e classificação de produtos do turismo A Organização Mundial de Turismo - OMT (World Tourism Organization - UNWTO) define turismo como o conjunto de atividades que as pessoas realizam

Leia mais

Correspondência entre a CNAE e a CNAE 1.0 (sintética)

Correspondência entre a CNAE e a CNAE 1.0 (sintética) Correspondência entre a CNAE e a CNAE 1.0 (sintética) A tabela de correspondência, a seguir, indica apenas os códigos que sofreram alterações na CNAE 1.0. Todas as classes não listadas têm o mesmo conteúdo

Leia mais

Quadro 1 - Intercâmbio Comercial de Serviços por Setor CNAE - Brasil e Argentina

Quadro 1 - Intercâmbio Comercial de Serviços por Setor CNAE - Brasil e Argentina Ficha 02 - Estatísticas de Comércio Exterior de - Argentina Quadro 1 - Intercâmbio Comercial de por Setor CNAE - e Argentina CORRENTE DE COMÉRCIO ENTRE O BRASIL E A ARGENTINA SALDO Argentina Argentina

Leia mais

ANEXO 6 ENQUADRAMENTO DAS ATIVIDADES NOS USOS NÍVEL 1 USOS DE BAIXÍSSIMO IMPACTO E INCOMODIDADE

ANEXO 6 ENQUADRAMENTO DAS ATIVIDADES NOS USOS NÍVEL 1 USOS DE BAIXÍSSIMO IMPACTO E INCOMODIDADE ANEXO 6 ENQUADRAMENTO DAS ATIVIDADES NOS USOS NÍVEL 1 USOS DE BAIXÍSSIMO IMPACTO E INCOMODIDADE Serviços profissionais domiciliares: serviços profissionais liberais, técnicos ou universitários e outras

Leia mais

http://www2.camara.gov.br/internet/homeagencia/materias.html?pk=95334

http://www2.camara.gov.br/internet/homeagencia/materias.html?pk=95334 http://www2.camara.gov.br/internet/homeagencia/materias.html?pk=95334 (Reprodução autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara') Agência Câmara Tel. (61) 3216.1851/3216.1852 Fax. (61) 3216.1856

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE VENDA NOVA DO IMIGRANTE ESTADO DO ESPÍRITO SANTO

PREFEITURA MUNICIPAL DE VENDA NOVA DO IMIGRANTE ESTADO DO ESPÍRITO SANTO PREFEITURA MUNICIPAL DE VENDA NOVA DO IMIGRANTE ESTADO DO ESPÍRITO SANTO LEI Nº668/2005 DISPÕE SOBRE ALTERAÇÃO NO CÓDIGO TRIBUTÁRIO MUNICIPAL - LEI Nº513/2001. O Prefeito Municipal de Venda Nova do Imigrante,

Leia mais

Anexo 6 Tabela de Códigos de Tributação da DES-IF

Anexo 6 Tabela de Códigos de Tributação da DES-IF Anexo 6 Tabela de Códigos de Tributação da DES-IF CÓDIGO DE 01.01.01-000 Análise e desenvolvimento de sistemas 0101 01.02.01-000 Programação 0102 01.03.01-000 Processamento de dados 0103 01.05.01-000 Licenciamento

Leia mais

Anúncio de pré-informação para contratos no domínio da defesa e da segurança

Anúncio de pré-informação para contratos no domínio da defesa e da segurança União Europeia Publicação no suplemento do Jornal Oficial da União Europeia 2, rue Mercier, 2985 Luxembourg, Luxemburgo +352 29 29 42 670 ojs@publications.europa.eu Informação e formulários em linha: http://simap.europa.eu

Leia mais

CAU - PE. Comparativo da Despesa Paga. Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Estado do Pernambuco CNPJ: 14.944.213/0001-86.

CAU - PE. Comparativo da Despesa Paga. Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Estado do Pernambuco CNPJ: 14.944.213/0001-86. Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Estado do Pernambuco CNPJ: 14.944.213/0001-86 Comparativo da Paga CRÉDITO DISPONÍVEL DA DESPESA 1.135.578,36 505.388,09 CRÉDITO DISPONÍVEL DESPESA CORRENTE 845.084,13

Leia mais

QUADROS SUPERIORES DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA, DIRIGENTES E QUADROS SUPERIORES DE EMPRESA

QUADROS SUPERIORES DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA, DIRIGENTES E QUADROS SUPERIORES DE EMPRESA GRANDE GRUPO 1 QUADROS SUPERIORES DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA, DIRIGENTES E QUADROS SUPERIORES DE EMPRESA Os quadros superiores da administração pública, dirigentes e quadros superiores de empresa dão pareceres

Leia mais

Unidade de Gestão Estratégica. Perfil Socioeconômico. Regional Noroeste

Unidade de Gestão Estratégica. Perfil Socioeconômico. Regional Noroeste Unidade de Gestão Estratégica Perfil Socioeconômico Regional Noroeste Sebrae em Goiás Conselho Deliberativo Pedro Alves de Oliveira Presidente Diretoria Executiva Igor Montenegro Diretor Superintendente

Leia mais

ANEXO X TABELA DE CÓDIGOS DE TRIBUTAÇÃO DA DES-IF. Definição dos códigos de tributação e correspondência com os subitens da lista de serviços da LC

ANEXO X TABELA DE CÓDIGOS DE TRIBUTAÇÃO DA DES-IF. Definição dos códigos de tributação e correspondência com os subitens da lista de serviços da LC ANEXO X TABELA DE CÓDIGOS DE TRIBUTAÇÃO DA DES-IF Definição dos códigos de tributação e correspondência com os subitens da lista de serviços da LC 116/03. Informação Descrição Oc Obr Tipo Tam Cod Trib

Leia mais

PURP 33 PLANILHA DE PARÂMETROS URBANÍSTICOS E DE PRESERVAÇÃO AP7 UP4 SETOR DE CLUBES ESPORTIVOS SUL SCES ESCALA PREDOMINANTE: BUCÓLICA

PURP 33 PLANILHA DE PARÂMETROS URBANÍSTICOS E DE PRESERVAÇÃO AP7 UP4 SETOR DE CLUBES ESPORTIVOS SUL SCES ESCALA PREDOMINANTE: BUCÓLICA AP7 UP4 Folha 1 / 14 AP7 AP7 UP4 UP4 SETOR DE CLUBES ESPORTIVOS SUL SCES ESCALA PREDOMINANTE: BUCÓLICA Folha 2 / 14 VALOR PATRIMONIAL A ATRIBUTOS DE CONFIGURAÇÃO URBANA: TECIDO (MALHA / PARCELAMENTO DO

Leia mais

Cód. Curso Área CNAEF Curso ESEC. Técnicas de Intervenção Social em Toxicodependências Técnico de Intervenção Social em Toxicodependência 1/7

Cód. Curso Área CNAEF Curso ESEC. Técnicas de Intervenção Social em Toxicodependências Técnico de Intervenção Social em Toxicodependência 1/7 7224 Acolhimento em Instituição 761 - Serviços de Apoio a Crianças e Jovens Animação Socioeducativa 7257 Acompanhamento de Crianças e Jovens 761 - Serviços de Apoio a Crianças e Jovens Animação Socioeducativa

Leia mais

DESCRIÇÃO DO CÓDIGO DE TRIBIBUTAÇÃO DESIF

DESCRIÇÃO DO CÓDIGO DE TRIBIBUTAÇÃO DESIF CODIGO DA LISTA SERVIÇOS CÓDIGO DE TRIBUTAÇÃO ABRASF DES-IF CÓDIGO DE TRIBIBUTAÇÃO DES-IF DESCRIÇÃO DO CÓDIGO DE TRIBIBUTAÇÃO DESIF ALÍQUOTA 101 10199001 10100001 Análise e desenvolvimento de sistemas

Leia mais

ANEXO I - Obrigatoriedade da NFS-e a partir de 01/09/2009 CÓDIGO DE ATIVIDADE CNAE 2.0

ANEXO I - Obrigatoriedade da NFS-e a partir de 01/09/2009 CÓDIGO DE ATIVIDADE CNAE 2.0 ANEXO I - Obrigatoriedade da NFS-e a partir de 01/09/2009 CÓDIGO DE ATIVIDADE CNAE 2.0 Código Descrição 1830-0/03-00 REPRODUCAO DE SOFTWARE EM QUALQUER SUPORTE 6190-6/01-00 PROVEDORES DE ACESSO AS REDES

Leia mais

PURP 37 PLANILHA DE PARÂMETROS URBANÍSTICOS E DE PRESERVAÇÃO AP7 UP8 SETOR DE CLUBES ESPORTIVOS NORTE SCEN ESCALA PREDOMINANTE: BUCÓLICA

PURP 37 PLANILHA DE PARÂMETROS URBANÍSTICOS E DE PRESERVAÇÃO AP7 UP8 SETOR DE CLUBES ESPORTIVOS NORTE SCEN ESCALA PREDOMINANTE: BUCÓLICA AP7 UP8 Folha 1 / 11 AP7 UP8 Folha 2 / 11 VALOR PATRIMONIAL PLANILHA DE PARÂMETROS URBANÍSTICOS E DE PRESERVAÇÃO A ATRIBUTOS DE CONFIGURAÇÃO URBANA: TECIDO (MALHA / PARCELAMENTO DO SOLO / CHEIOS E VAZIOS)

Leia mais

Fabricação de artigos do vestuário, produzidos em malharias e tricotagens, exceto meias

Fabricação de artigos do vestuário, produzidos em malharias e tricotagens, exceto meias CNAE Grupo CNAE Descrição CNAE Grau de risco 4.-8 4 Confecção de roupas íntimas 4.-6 4 Confecção de peças do vestuário, exceto roupas íntimas 4.3-4 4 Confecção de roupas profissionais 4.4-4 Fabricação

Leia mais

MPS PERIODO : JANEIRO A OUTUBRO - 2015/10/31 2015/11/16 2015 1 DOTAÇÃO MOVIMENTO DO PERIODO MOVIMENTO ACUMULADO SALDO

MPS PERIODO : JANEIRO A OUTUBRO - 2015/10/31 2015/11/16 2015 1 DOTAÇÃO MOVIMENTO DO PERIODO MOVIMENTO ACUMULADO SALDO MPS PERIODO : JANEIRO A OUTUBRO - 2015/10/31 2015/11/16 2015 1 010101 TITULARES DE ÓRGÃOS DE SOBERANIA E 94.610,00 94.610,00 94.610,00 70.063,47 70.063,47 94.610,00 94.610,00 70.063,47 70.063,47 24.546,53

Leia mais

Plano de Contas Referencial da Secretaria da Receita Federal 1 de 32

Plano de Contas Referencial da Secretaria da Receita Federal 1 de 32 Plano de Contas Referencial da Secretaria da Receita Federal 1 de 32 Plano de Contas Referencial da Secretaria da Receita Federal após a Lei 11638/07 Quando informado o registro: as instituições sujeitas

Leia mais

1 - Lista de produtos específi cos de turismo

1 - Lista de produtos específi cos de turismo Anexos 1 - Lista de produtos específi cos de turismo Economia do Turismo Análise das atividades características do turismo 2003 (continua) 63110.0 Serviços de alojamento em hotéis e motéis 63191.0 Serviços

Leia mais

Cód. Curso Área CNAF Curso ESEC. Arte e Design. Produção Assistida por Computador - Indústrias de Mobiliário. Arte e Design.

Cód. Curso Área CNAF Curso ESEC. Arte e Design. Produção Assistida por Computador - Indústrias de Mobiliário. Arte e Design. 7224 Acolhimento em Instituição 761 - Serviços de Apoio a Crianças e Jovens Animação Socioeducativa 7257 Acompanhamento de Crianças e Jovens 761 - Serviços de Apoio a Crianças e Jovens Animação Socioeducativa

Leia mais

Etapas. Inscrição dos projetos no site - inserção do pré-projeto 01 de abril a 05 de maio. Divulgação dos projetos finalistas - 11 de junho

Etapas. Inscrição dos projetos no site - inserção do pré-projeto 01 de abril a 05 de maio. Divulgação dos projetos finalistas - 11 de junho Regulamento Etapas Inscrição dos projetos no site - inserção do pré-projeto 01 de abril a 05 de maio Divulgação dos projetos finalistas - 11 de junho Inserção dos resumos para publicação 21 de julho Inserção

Leia mais

COMANDO DA AERONÁUTICA DEPARTAMENTO DE AVIAÇÃO CIVIL

COMANDO DA AERONÁUTICA DEPARTAMENTO DE AVIAÇÃO CIVIL COMANDO DA AERONÁUTICA DEPARTAMENTO DE AVIAÇÃO CIVIL 2003. do PORTARIA Nº 260/DGAC, DE 17 DE FEVEREIRO DE Aprova e Efetiva o Plano Específico de Zoneamento de Ruído Aeródromo Nacional de Aviação - Goiânia.

Leia mais

Boletim Informativo Emprego em Guarulhos: Panorama de 2014. Análise de Dezembro de 2014

Boletim Informativo Emprego em Guarulhos: Panorama de 2014. Análise de Dezembro de 2014 Boletim Informativo Emprego em Guarulhos: Panorama de 2014. Análise de Dezembro de 2014 2 Boletim Informativo - Emprego em Dezembro de 2014 Janeiro de 201 Análise e Redação Dr. Devanido Damião Suporte

Leia mais

COMENTÁRIOS TABELA 1 INDICADORES DE RECEITA NOMINAL DO SETOR DE SERVIÇOS, SEGUNDO GRUPOS DE ATIVIDADES BRASIL - JANEIRO 2015

COMENTÁRIOS TABELA 1 INDICADORES DE RECEITA NOMINAL DO SETOR DE SERVIÇOS, SEGUNDO GRUPOS DE ATIVIDADES BRASIL - JANEIRO 2015 COMENTÁRIOS No mês de janeiro de 2015, o setor de serviços registrou no Brasil um crescimento nominal de 1,6%, na comparação com igual mês do ano anterior, inferior às taxas dezembro (4,0% revisada) e

Leia mais

Regulamento das Unidades do Centro Paula Souza

Regulamento das Unidades do Centro Paula Souza Regulamento das Unidades do Centro Paula Souza 1. Cronograma Geral 2. Participação Período / 2013 03 de abril a 05 de maio Etapas Inscrição dos Projetos no site (www.feteps.com.br) Etecs e Fatecs 18 de

Leia mais

C L A S S I F I C A Ç Õ E S

C L A S S I F I C A Ç Õ E S C L A S S I F I C A Ç Õ E S 1. Abastecimento de Água 2. Abatedouros de Aves 3. Academia Militar 4. Academias de Ginástica 5. Aços Finos - Fundição 6. Açougues 7. Administração de Empresas 8. Adubos - Fabricação

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE LEI N. 156, DE 14 DE DEZEMBRO DE 1967 Estima a Receita e fixa a Despesa do Estado para o exercício financeiro de 1968. O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE FAÇO SABER que o Poder Legislativo decreta e eu sanciono

Leia mais

Faço saber, que a Câmara Municipal de Mangueirinha, Estado do Paraná, aprovou e eu, Izidoro Dalchiavon, Prefeito Municipal, sanciono a seguinte Lei:

Faço saber, que a Câmara Municipal de Mangueirinha, Estado do Paraná, aprovou e eu, Izidoro Dalchiavon, Prefeito Municipal, sanciono a seguinte Lei: LEI MUNICIPAL Nº 718/90 Súmula: Altera os artigos 29 e 34 da Lei Municipal nº 536/81, do Código Tributário Municipal e da outras providencias. Faço saber, que a Câmara Municipal de Mangueirinha, Estado

Leia mais

Anexos. 1 - Lista de produtos específicos do turismo. 2 - Lista de atividades e produtos característicos do turismo

Anexos. 1 - Lista de produtos específicos do turismo. 2 - Lista de atividades e produtos característicos do turismo Anexos 1 - Lista de produtos específicos do turismo 2 - Lista de atividades e produtos característicos do turismo Anexos (continua) 63110.0 Serviços de alojamento em hotéis e motéis 63191.0 Serviços de

Leia mais

IMPOSTO SOBRE SERVIÇOS DE QUALQUER NATUREZA

IMPOSTO SOBRE SERVIÇOS DE QUALQUER NATUREZA TABELA XVI IMPOSTO SOBRE SERVIÇOS DE QUALQUER NATUREZA LISTA DE SERVIÇOS 1. Médicos, inclusive análises clínicas, eletricidade médica, radioterapia, ultrasonografia, radiologia, tomografia e congéneres.

Leia mais

FM GROUP MARCA NACIONAL Nº 493270. Síntese do Processo. Tipo de Sinal: VERBAL

FM GROUP MARCA NACIONAL Nº 493270. Síntese do Processo. Tipo de Sinal: VERBAL MARCA NACIONAL Nº 493270 Síntese do Processo Nº do Pedido 1000000387 Data de Apresentação 02-01-2012 Data do Pedido 02-01-2012 Tipo de Modalidade NÃO APLICÁVEL A ESTA MODALIDADE FM GROUP Tipo de Sinal:

Leia mais

Fonte: http://www.sidra.ibge.gov.br/bda/pesquisas/pia/default.asp?o=16&i=p. Conceituação das variáveis (Dados a partir de 1996 - Empresa):

Fonte: http://www.sidra.ibge.gov.br/bda/pesquisas/pia/default.asp?o=16&i=p. Conceituação das variáveis (Dados a partir de 1996 - Empresa): Pesquisa Industrial Anual Fonte: http://www.sidra.ibge.gov.br/bda/pesquisas/pia/default.asp?o=16&i=p Conceituação das variáveis (Dados a partir de 1996 - Empresa): Aluguéis e arrendamentos Despesas com

Leia mais

Perspectiva Carreira Maio 15.xls. Cursos Técnicos

Perspectiva Carreira Maio 15.xls. Cursos Técnicos Perspectiva de Carreira - Níveis Tecnológicos e Técnicos País: Brasil / Cidade: Natal - RN Última atualização: Maio/2015 Cursos Técnicos * Os cursos relacionados correspondem a uma pesquisa através do

Leia mais

PURP 54 PLANILHA DE PARÂMETROS URBANÍSTICOS E DE PRESERVAÇÃO AP9 UP3 SETOR DE RECREAÇÃO PÚBLICA NORTE ESCALA PREDOMINANTE: BUCÓLICA

PURP 54 PLANILHA DE PARÂMETROS URBANÍSTICOS E DE PRESERVAÇÃO AP9 UP3 SETOR DE RECREAÇÃO PÚBLICA NORTE ESCALA PREDOMINANTE: BUCÓLICA AP9 UP3 Folha 1 / 7 AP9 UP3 Folha 2 / 7 VALOR PATRIMONIAL PLANILHA DE PARÂMETROS URBANÍSTICOS E DE PRESERVAÇÃO A ATRIBUTOS DE CONFIGURAÇÃO URBANA: TECIDO (MALHA / PARCELAMENTO DO SOLO / CHEIOS E VAZIOS)

Leia mais

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA PORTARIA N º 20, DE 27 DE JUNHO DE 2013. O SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA DO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO, no uso das atribuições que lhe

Leia mais

ANEXO Sétimo Aditamento e Revisão dos Compromissos Específicos do Interior da China no Domínio da Liberalização do Comércio de Serviços 1

ANEXO Sétimo Aditamento e Revisão dos Compromissos Específicos do Interior da China no Domínio da Liberalização do Comércio de Serviços 1 ANEXO Sétimo Aditamento e Revisão dos Específicos do Interior da China no Domínio da Liberalização do Comércio de Serviços 1 1. Serviços Comerciais A. Serviços Profissionais d. Serviços de Arquitectura

Leia mais

CHEFE DA SEÇÃO DE MANUTENÇÃO ESCOLAR compete acompanhar a tramitação de documentos e processos, observando o protocolo do mesmo; classificar, informar e conservar documentos; controle de matériais, providenciando

Leia mais

Ministério da Educação

Ministério da Educação Página 1 de 27 Ministério da Educação Nº 1612 - Terça feira, 2 de julho de 2013 PORTARIA Nº 576, DE 28 DE JUNHO DE 2013 - Dispõe sobre o Fórum de Avaliação do Financiamento da Educação Básica Nacional

Leia mais

Tabela para classificação de ações de extensão

Tabela para classificação de ações de extensão Tabela para classificação de ações de extensão Linha de Extensão 1. Alfabetização, leitura e escrita Formas mais freqüentes de operacionalização Alfabetização e letramento de crianças, jovens e adultos;

Leia mais

DADOS DOS CURSOS TÉCNICOS NA FORMA CONCOMITANTE. 1500 (1200 horas das disciplinas + 300 horas de estágio)

DADOS DOS CURSOS TÉCNICOS NA FORMA CONCOMITANTE. 1500 (1200 horas das disciplinas + 300 horas de estágio) INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO AMAZONAS PROGRAMA NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO TÉCNICO E EMPREGO PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO COMITE GESTOR CENTRAL DO PRONATEC DADOS DOS CURSOS TÉCNICOS

Leia mais

PROGRAMA DE COOPERAÇÃO TRANSNACIONAL

PROGRAMA DE COOPERAÇÃO TRANSNACIONAL PROGRAMA DE COOPERAÇÃO TRANSNACIONAL MADEIRA-AÇORES-CANÁRIAS 2014-2020 Angra do Heroísmo, 29 janeiro 2016 ASPECTOS PRÁTICOS DA EXECUÇÃO DE PROJETOS (REGULAMENTO DELEGADO (UE) N.º 481/2014 ) NORMAS DE ELEGIBILIDADE

Leia mais

LISTA DE CURSOS DE TECNOLOGIA COM BASE NAS RN's 374/2009, 379/2009, 386/2010, 396/2010 404/2011, 412/2011, 414/2011 DO CFA

LISTA DE CURSOS DE TECNOLOGIA COM BASE NAS RN's 374/2009, 379/2009, 386/2010, 396/2010 404/2011, 412/2011, 414/2011 DO CFA LISTA DE CURSOS DE TECNOLOGIA COM BASE NAS RN's 374/2009, 379/2009, 386/2010, 396/2010 404/2011, 412/2011, 414/2011 DO CFA Curso Superior de Tecnologia em Comércio Exterior Exportação e Importação Gerência

Leia mais

PORTARIA SETEC/MEC N 01, DE 29 DE JANEIRO DE 2014

PORTARIA SETEC/MEC N 01, DE 29 DE JANEIRO DE 2014 PORTARIA SETEC/MEC N 01, DE 29 DE JANEIRO DE 2014 Altera a Portaria SETEC/MEC nº 20, de 27 de junho de 2013, que aprova a Tabela de Mapeamento de cursos técnicos para oferta no âmbito do Programa Nacional

Leia mais

LEI Nº 836/87 ALTERA A LEI Nº 496/78 - CÓDIGO TRIBUTÁRIO DO MUNICÍPIO DE JOÃO MONLEVADE

LEI Nº 836/87 ALTERA A LEI Nº 496/78 - CÓDIGO TRIBUTÁRIO DO MUNICÍPIO DE JOÃO MONLEVADE LEI Nº 836/87 ALTERA A LEI Nº 496/78 - CÓDIGO TRIBUTÁRIO DO MUNICÍPIO DE JOÃO MONLEVADE O Prefeito Municipal de João Monlevade faz saber que a Câmara Municipal aprovou e ele sanciona a seguinte Lei : Art.1º

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 22/2006 Em 28 de dezembro de 2006.

LEI COMPLEMENTAR Nº 22/2006 Em 28 de dezembro de 2006. Estado do Rio Grande do Norte Prefeitura Municipal de Carnaúba dos Dantas Rua Juvenal Lamartine, 200 Centro 9374-000 Carnaúba dos Dantas-RN - (0 84) 479-2312/2000 CNPJ 08.088.24/0001-1 E-mail: pmcdantas@hotmail.com

Leia mais

1.1 Microempresa - ME A pessoa jurídica que tenha auferido, no ano-calendário, receita bruta igual ou inferior a R$ 240.000,00.

1.1 Microempresa - ME A pessoa jurídica que tenha auferido, no ano-calendário, receita bruta igual ou inferior a R$ 240.000,00. Índice 1 Conceitos básicos... 3 1.1 Microempresa - ME... 3 1.2 Empresa de Pequeno Porte - EPP... 3 1.3 Receita bruta... 3 2 Deduzidos da receita bruta:... 3 3 Definição... 4 4 TRIBUTOS NÃO ALCANÇADOS PELO

Leia mais

Direitos Autorais e a Hotelaria Câmara dos Deputados 05/11/2015

Direitos Autorais e a Hotelaria Câmara dos Deputados 05/11/2015 Direitos Autorais e a Hotelaria Câmara dos Deputados 05/11/2015 Sobre o FOHB Criado em 2002, o FOHB Fórum de Operadores Hoteleiros do Brasil é uma entidade associativa sem fins lucrativos que representa

Leia mais

INSCRIÇÃO (com upload do projeto) 25 DE FEVEREIRO A 25 DE MARÇO. Cronograma. Validação pelo Coordenador Pedagógico/Coordenador de Curso.

INSCRIÇÃO (com upload do projeto) 25 DE FEVEREIRO A 25 DE MARÇO. Cronograma. Validação pelo Coordenador Pedagógico/Coordenador de Curso. Cronograma INSCRIÇÃO (com upload do projeto) 25 DE FEVEREIRO A 25 DE MARÇO Validação pelo Coordenador Pedagógico/Coordenador de Curso Ciência do Diretor da Unidade Seleção dos projetos Divulgação dos projetos

Leia mais

ANEXO II DO IMPOSTO SOBRE SERVIÇOS DE QUALQUER NATUREZA - I S S. 1 Lista de Serviços

ANEXO II DO IMPOSTO SOBRE SERVIÇOS DE QUALQUER NATUREZA - I S S. 1 Lista de Serviços ANEXO II DO IMPOSTO SOBRE SERVIÇOS DE QUALQUER NATUREZA - I S S 1 Lista de Serviços 1 - Médicos, inclusive análises clínicas, eletricidade médica, radioterapia, ultrasonografia, radiologia, tomografia

Leia mais

APRENDIZAGEM AO LONGO DA VIDA

APRENDIZAGEM AO LONGO DA VIDA 1 de Abril de 2004 População e Sociedade Educação e Formação 2003 (Dados provisórios) APRENDIZAGEM AO LONGO DA VIDA No último ano, mais de um milhão e meio de indivíduos com 15 ou mais anos, ou seja, 18,7,

Leia mais

DECISÃO Nº 119, DE 16 DE NOVEMBRO DE 2011.

DECISÃO Nº 119, DE 16 DE NOVEMBRO DE 2011. DECISÃO Nº 119, DE 16 DE NOVEMBRO DE 2011. Aprova o Plano Específico de Zoneamento de Ruído do Aeródromo de Paraty. A DIRETORIA DA AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL - ANAC, no exercício da competência

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DO PAULISTA

PREFEITURA MUNICIPAL DO PAULISTA ANEXO I QUADRO DE VAGAS I - PARA A SECRETARIA DE MEIO AMBIENTE EMPREGO / FORMAÇÃO TOTAL DE VAGAS VAGAS RESERVADA S P / PCD ANALISTA AMBIENTAL FORMAÇÃO EM ENGENHARIA CIVIL 01 - ANALISTA AMBIENTAL FORMAÇÃO

Leia mais

Demo - Centro de Estética Como Montar

Demo - Centro de Estética Como Montar 1 Centro de Estética Como Montar 2 Editora: Intercriar - Projetos de Inovação Empresarial. Copyright 2013 by Isa Pacheco Albuquerque. Todos os direitos desta edição são reservados a Intercriar. Dados Internacionais

Leia mais

BOLETIM INFORMATIVO LEI COMPLEMENTAR 123/2006 SIMPLES NACIONAL SUPERSIMPLES

BOLETIM INFORMATIVO LEI COMPLEMENTAR 123/2006 SIMPLES NACIONAL SUPERSIMPLES BOLETIM INFORMATIVO LEI COMPLEMENTAR 123/2006 SIMPLES NACIONAL SUPERSIMPLES O Simples Nacional é o regime de apuração instituído pela Lei Complementar nº 123 de 2006, destinado às empresas enquadradas

Leia mais

FINAME PSI Página 10 1. Para quem se destina o Finame PSI? 2. Qual a diferença entre o FINAME PSI MPME e o FINAME PSI BK?

FINAME PSI Página 10 1. Para quem se destina o Finame PSI? 2. Qual a diferença entre o FINAME PSI MPME e o FINAME PSI BK? 1 FINAME Agrícola PSI Página 3 1. Para quem se destina o Finame Agrícola PSI? 2. Existe algum limite de receita agropecuária para o cliente se enquadrar nesta linha? 3. Neste produto é cobrado flat e fundo

Leia mais

ANEXO 02 Tabela de Atividades dos Usos do Solo.

ANEXO 02 Tabela de Atividades dos Usos do Solo. Residencial, Comercial, Serviços, Atividades Especiais e Atividades Primárias USO RESIDENCIAL R.1 Residencial Tipo I Residencial unifamiliar R.2 Residencial Tipo II Residencial multifamiliar horizontal

Leia mais

DESENVOLVIMENTO LOCAL DE BASE COMUNITÁRIA LEADER PRORURAL +

DESENVOLVIMENTO LOCAL DE BASE COMUNITÁRIA LEADER PRORURAL + DESENVOLVIMENTO LOCAL DE BASE COMUNITÁRIA LEADER PRORURAL + Estratégia de Desenvolvimento Local Eixos Estratégicos Qualificação e diversificação da Economia Rural através da valorização do potencial económico

Leia mais

ÁREAS DE ATUAÇÃO, PERFIL E COMPETÊNCIAS DOS EGRESSOS DOS NOVOS CURSOS

ÁREAS DE ATUAÇÃO, PERFIL E COMPETÊNCIAS DOS EGRESSOS DOS NOVOS CURSOS ÁREAS DE ATUAÇÃO, PERFIL E COMPETÊNCIAS DOS EGRESSOS DOS NOVOS CURSOS 13. CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO Área de atuação O curso pretende formar o arquiteto pleno, capacitado a atuar nos diversos âmbitos

Leia mais

ANEXOS AO REGULAMENTO DO ICMS 1996

ANEXOS AO REGULAMENTO DO ICMS 1996 ANEXOS AO REGULAMENTO DO ICMS 1996 ANEXO 1 LISTA DE SERVIÇOS a que se refere o art. 8º do Decreto-Lei nº 406/68, com a redação introduzida pelo art. 3º, inciso VII, do Decreto-Lei nº 834/69, com as alterações

Leia mais

ANEXO ÚNICO DESCRIÇÃO DA ATIVIDADE. 1.01 Análise e desenvolvimento de sistemas. 01.09.2009. 1.02 Programação. 01.09.2009

ANEXO ÚNICO DESCRIÇÃO DA ATIVIDADE. 1.01 Análise e desenvolvimento de sistemas. 01.09.2009. 1.02 Programação. 01.09.2009 SUB ITEM DA LISTA DE SERVIÇOS ANEXO ÚNICO CRONOGRAMA DE INGRESSO DE ATIVIDADES (considerando a Lista de Serviços constante na Lei Complementar n 3.606/2006) DESCRIÇÃO DA ATIVIDADE INICIO DA EMISSÃO DA

Leia mais

Ministério d. da Presidência do Conselho, em 19 de Março de 2008. Registado com o n.º DL 116/2008 no livro de registo de diplomas

Ministério d. da Presidência do Conselho, em 19 de Março de 2008. Registado com o n.º DL 116/2008 no livro de registo de diplomas Registado com o DL 116/2008 no livro de registo de diplomas da Presidência do Conselho, em 19 de Março de 2008 No âmbito do programa de reformas da Administração Pública assume especial relevância o novo

Leia mais

ESTADO DO PARÁ MUNICÍPIO DE NOVA ESPERANÇA DO PIRIÁ PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVA ESPERANÇA DO PIRIÁ CONCURSO PÚBLICO - Edital N.

ESTADO DO PARÁ MUNICÍPIO DE NOVA ESPERANÇA DO PIRIÁ PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVA ESPERANÇA DO PIRIÁ CONCURSO PÚBLICO - Edital N. CONCURSO PÚBLICO - Edital N.º 0/13 TABELA DE CARGOS CARGOS DE NÍVEL FUNDAMENTAL INCOMPLETO / ALFABETIZADO Cargo/Lotação Auxiliar de Serviços Gerais - Zona Urbana-sede Auxiliar de Serviços Gerais - Auxiliar

Leia mais

OFERTAS DE EMPREGO PROFISSÃO OUTROS TÉCNICOS DE CONTROLO DE PROCESSOS INDUSTRIAIS

OFERTAS DE EMPREGO PROFISSÃO OUTROS TÉCNICOS DE CONTROLO DE PROCESSOS INDUSTRIAIS 1 / 7 588668232 588674733 588665570 588662510 588672921 588671507 588670066 OUTROS TÉCNICOS DE CONTROLO DE PROCESSOS INDUSTRIAIS SIMILARES AOS ESTETICISTAS MOTORISTA DE VEÍCULOS PESADOS DE MERCADORIAS

Leia mais

UNIÃO DAS INSTITUIÇÕES DE SERVIÇOS, ENSINO E PESQUISA LTDA. PASTA P R O E R S

UNIÃO DAS INSTITUIÇÕES DE SERVIÇOS, ENSINO E PESQUISA LTDA. PASTA P R O E R S UNIÃO DAS INSTITUIÇÕES DE SERVIÇOS, ENSINO E PESQUISA LTDA. PASTA P R O E R S São Paulo ( ) / Minas Gerais ( ) 2011 1 P R O E R S 1. TÍTULO DO PROJETO (de acordo com a Linha de Extensão) : 2. ACADÊMICO:

Leia mais

LEI N 33, DE 28 DE DEZEMBRO DE 1987

LEI N 33, DE 28 DE DEZEMBRO DE 1987 LEI N 33, DE 28 DE DEZEMBRO DE 1987 SÚMULA: VISA dar nova Redação aos artigos 29 e 36 da lei 24/79 (Código Tributário Municipal), e altera a Lista de Serviços do Anexo I, da referida Lei 24/79. CÂMARA

Leia mais

LOCALIDADE: JUVENTUDE ASSISTÊNCIA À 1ª INFÂNCIA ASSISTÊNCIA

LOCALIDADE: JUVENTUDE ASSISTÊNCIA À 1ª INFÂNCIA ASSISTÊNCIA LOCALIDADE: IDADE: SEXO: ESCOLARIDADE: PROFISSÃO: ENUMERE POR ORDEM DE IMPORTÂNCIA AS ÁREAS PROBLEMÁTICAS EXISTENTES NO MUNICÍPIO. ENUNCIE SUCINTAMENTE O TIPO DE PROBLEMA ENCONTRADO E AS POTENCIALIDADES

Leia mais

CÓDIGO DE ATIVIDADE - PESQUISA PADRÕES DE VIDA -1996-1997. A relação dos Códigos de Atividade refere-se as seguintes seções:

CÓDIGO DE ATIVIDADE - PESQUISA PADRÕES DE VIDA -1996-1997. A relação dos Códigos de Atividade refere-se as seguintes seções: DE ATIVIDADE - PESQUISA PADRÕES DE VIDA -1996-1997 A relação dos Códigos de Atividade refere-se as seguintes seções: Seção 06 - Atividade Econômica Parte B: Trabalho Principal nos últimos 7 dias - Quesito

Leia mais

PROJETO DE LEI 01-0136/2003 do Vereador Gilberto Natalini (PSDB) "Altera o "caput" do art. 4º da Lei nº 10.423, de 29 de dezembro de 1987, com a

PROJETO DE LEI 01-0136/2003 do Vereador Gilberto Natalini (PSDB) Altera o caput do art. 4º da Lei nº 10.423, de 29 de dezembro de 1987, com a PROJETO DE LEI 01-0136/2003 do Vereador Gilberto Natalini (PSDB) "Altera o "caput" do art. 4º da Lei nº 10.423, de 29 de dezembro de 1987, com a redação que lhe foi conferida pela Lei nº 13.476, de 30

Leia mais

ANO 2006 ENTIDADE CMVM - MUNICIPIO DE VIEIRA DO MINHO PÁG. 1. (1) (2) (3) (4) (5) (6) (7) (8) (9) ( 10 = 7-9 ) (11=4+5-6-7) (12)a

ANO 2006 ENTIDADE CMVM - MUNICIPIO DE VIEIRA DO MINHO PÁG. 1. (1) (2) (3) (4) (5) (6) (7) (8) (9) ( 10 = 7-9 ) (11=4+5-6-7) (12)a MAPA DO CONTROLO ORÇAMENTAL DA RECEITA ANO 2006 ENTIDADE CMVM - MUNICIPIO DE VIEIRA DO MINHO PÁG. 1 CLA SIFICAÇÃO ECONÓMICA PREVISÕES RECEITAS POR RECEITAS LIQUIDAÇÕES RECEITAS REEMBOLSOS/RESTITUIÇÕES

Leia mais

LEI MUNICIPAL Nº 2955/87, DE 31-12-1987. JOSÉ HAIDAR FARRET, Prefeito Municipal de Santa Maria, Estado do Rio Grande do Sul.

LEI MUNICIPAL Nº 2955/87, DE 31-12-1987. JOSÉ HAIDAR FARRET, Prefeito Municipal de Santa Maria, Estado do Rio Grande do Sul. LEI MUNICIPAL Nº 2955/87, DE 31-12-1987 ALTERA A REDAÇÃO DOS ARTIGOS 21, 23 E 30 DA LEI MUNICIPAL Nº 2032/78 (CÓDIGO TRIBUTÁRIO MUNICIPAL). JOSÉ HAIDAR FARRET, Prefeito Municipal de Santa Maria, Estado

Leia mais

TABELAS DE ALÍQUOTAS A PARTIR DE 2015 ANEXO I DA LEI COMPLEMENTAR 123, DE 14 12 2006. Até 180.000,00 4,00% 0,00% 0,00% 0,00% 0,00% 2,75% 1,25%

TABELAS DE ALÍQUOTAS A PARTIR DE 2015 ANEXO I DA LEI COMPLEMENTAR 123, DE 14 12 2006. Até 180.000,00 4,00% 0,00% 0,00% 0,00% 0,00% 2,75% 1,25% ... Informativo 0 Página 0 Ano 2015 TABELAS DE ALÍQUOTAS A PARTIR DE 2015 ANEXO I DA LEI COMPLEMENTAR 123, DE 14 12 2006 Alíquotas e Partilha do Simples Nacional Comércio Receita Bruta em 12 meses (em

Leia mais

Universidade Presidente Antônio Carlos UNIPAC Pró-reitoria de Pesquisa, Extensão, Pós-graduação e Cultura Assessoria de Extensão PROGRAMA DE EXTENSÃO

Universidade Presidente Antônio Carlos UNIPAC Pró-reitoria de Pesquisa, Extensão, Pós-graduação e Cultura Assessoria de Extensão PROGRAMA DE EXTENSÃO Universidade Presidente Antônio Carlos UNIPAC Pró-reitoria de Pesquisa, Extensão, Pós-graduação e Cultura Assessoria de Extensão PROGRAMA DE EXTENSÃO EDITAL 01/2010 O Pró-reitor de Pesquisa, Extensão,

Leia mais

CATÁLOGO DE REQUISITOS PARQUE DA JUVENTUDE AVISO 159/01/2016 1- Aplicativos Informatizados (para a Habilitação Administração) (Administração

CATÁLOGO DE REQUISITOS PARQUE DA JUVENTUDE AVISO 159/01/2016 1- Aplicativos Informatizados (para a Habilitação Administração) (Administração 1- Aplicativos Informatizados (para a Habilitação ) ( Integrado ao Ensino Médio); (EII) - Ênfase em Análise de Sistemas - Habilitação em de Empresas - Habilitação em de Negócios - Habilitação em Hoteleira

Leia mais

EDIFICAÇÕES ELETROMECÂNICA

EDIFICAÇÕES ELETROMECÂNICA É importante que todo aluno tenha acesso às informações sobre os cursos e faça sua escolha para não haver dúvida no ato da inscrição para o concurso de 2012/2013: EDIFICAÇÕES O Técnico em Edificações é

Leia mais

Índice. 2. Alguns resultados 2.1. Universo 2.2. Cooperativas 2.3. Mutualidades. 3. Inquérito ao Trabalho Voluntário 24-10-2012 2

Índice. 2. Alguns resultados 2.1. Universo 2.2. Cooperativas 2.3. Mutualidades. 3. Inquérito ao Trabalho Voluntário 24-10-2012 2 título Autor Índice 1. Desenvolvimentos da Conta Satélite 1.1. Contas Nacionais (Base 2006) 1.2. Conta Satélite das Instituições Sem Fim Lucrativo (ISFL) - 2006 1.3. Conta Satélite da Economia Social -

Leia mais

REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL

REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL 1 de 5 22/02/2016 15:31 Comprovante de Inscrição e de Situação Cadastral Contribuinte, Confira os dados de Identificação da Pessoa Jurídica e, se houver qualquer divergência, providencie junto à RFB a

Leia mais

Profissionais formados em Cursos Superiores de Tecnologia ligados à área de Administração podem obter seu registro profissional no CRA/RJ

Profissionais formados em Cursos Superiores de Tecnologia ligados à área de Administração podem obter seu registro profissional no CRA/RJ 19/11/2009 Profissionais formados em Cursos Superiores de Tecnologia ligados à área de Administração podem obter seu registro profissional no CRA/RJ (fonte: CFA) Nos últimos anos cresceu significativamente

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01, DE 21 DE JANEIRO DE 2014.

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01, DE 21 DE JANEIRO DE 2014. INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01, DE 21 DE JANEIRO DE 2014. REGULAMENTA O REQUERIMENTO DE ADESÃO AO PROGRAMA DE DOMICÍLIO FISCAL, QUE SE REFERE À LEI COMPLEMENTAR Nº 66, DE 11 DE DEZEMBRO DE 2013. JOHN KENNEDY

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA C/3º CEB DE MANUEL DA FONSECA, SANTIAGO DO CACÉM

ESCOLA SECUNDÁRIA C/3º CEB DE MANUEL DA FONSECA, SANTIAGO DO CACÉM Módulo 1 - As empresas Turísticas Tipologia 1. Tipologia e classificação quanto ao segmento de mercado em que se enquadram 2. Tipologia dos Serviços prestados 2.1.Operadores turísticos 2.2.Transportadoras

Leia mais

LEI MUNICIPAL Nº 1561/92

LEI MUNICIPAL Nº 1561/92 LEI MUNICIPAL Nº 1561/92 Altera a redação dos índices constantes do anexo I, do Art. 166 do Código Tributário Municipal, Lei nº 720/76 em atenção os dispositivos da Lei Complementar nº 56, de 15.12.87,

Leia mais

SIMPLES NACIONAL. Regime Especial Unificado de Arrecadação de Tributos e Contribuições devidos pelas Microempresas e Empresas de Pequeno Porte.

SIMPLES NACIONAL. Regime Especial Unificado de Arrecadação de Tributos e Contribuições devidos pelas Microempresas e Empresas de Pequeno Porte. Regime Especial Unificado de Arrecadação de Tributos e Contribuições devidos pelas Microempresas e Empresas de Pequeno Porte. SIMPLES NACIONAL Estatuto Nacional da Microempresa e da Empresa de Pequeno

Leia mais

DESPORTO SUBSECTORES E PROFISSÕES

DESPORTO SUBSECTORES E PROFISSÕES DESPORTO SUBSECTORES E PROFISSÕES 1 Maior número de Act. Físicas/desportivas; Início das Act. Físicas/desportiva em idades cada vez mais novas; Act. Física/desportiva praticada durante mais tempo - aumento

Leia mais

TABELA DE REFERÊNCIA DE HONORÁRIOS PROFISSIONAIS. Registrada no CREA-PR Sessão Plenária n.º 741, de 10/06/1.997

TABELA DE REFERÊNCIA DE HONORÁRIOS PROFISSIONAIS. Registrada no CREA-PR Sessão Plenária n.º 741, de 10/06/1.997 TABELA DE REFERÊNCIA DE HONORÁRIOS PROFISSIONAIS Registrada no CREA-PR Sessão Plenária n.º 741, de 10/06/1.997 INTRODUÇÃO Há muito tempo o C.E.A.L. - Clube de Engenharia e Arquitetura de Londrina, pretende

Leia mais

CONTABILIDADE BÁSICA

CONTABILIDADE BÁSICA FACULDADE CATÓLICA SALESIANA DO ESPÍRITO SANTO CONTABILIDADE BÁSICA CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Conteúdo da Aula UNIDADE I Noções Básicas de Contabilidade a. Conceito b. Aplicação da contabilidade c. Usuários

Leia mais

Segundo o Cadastro Geral de Empregados e

Segundo o Cadastro Geral de Empregados e EMPREGO FORMAL Sorocaba 2 o trimestre de 2015 Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), os empregos formais celetistas no Estado de São Paulo,

Leia mais

Desenvolvimento Sustentável do Brasil INDICAR NESTE QUADRO EM QUE REVISÃO ESTÁ CADA FOLHA. APROVAÇÃO T.E Nome Rubrica Nome Rubrica E DIREX

Desenvolvimento Sustentável do Brasil INDICAR NESTE QUADRO EM QUE REVISÃO ESTÁ CADA FOLHA. APROVAÇÃO T.E Nome Rubrica Nome Rubrica E DIREX Nº Fls.: 01/16 INDICAR NESTE QUADRO EM QUE REVISÃO ESTÁ CADA FOLHA Rev/ Rev/ Fls. 01 02 0 04 05 06 07 08 09 Fls. 01 02 0 04 05 06 07 08 09 01 16 02 17 0 18 04 19 05 20 06 21 07 22 08 2 09 24 10 25 11 26

Leia mais

COMISSÃO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO Nº 1.283, DE 2008

COMISSÃO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO Nº 1.283, DE 2008 COMISSÃO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO Nº 1.283, DE 2008 (MENSAGEM Nº 242/07) Aprova Lista de Compromissos Específicos do Brasil resultante da VI Rodada

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL CONSELHO SECCIONAL DO DISTRITO FEDERAL CONSELHO PLENO RESOLUÇÃO Nº 4, DE 21 DE FEVEREIRO DE 2013

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL CONSELHO SECCIONAL DO DISTRITO FEDERAL CONSELHO PLENO RESOLUÇÃO Nº 4, DE 21 DE FEVEREIRO DE 2013 ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL CONSELHO SECCIONAL DO DISTRITO FEDERAL CONSELHO PLENO RESOLUÇÃO Nº 4, DE 21 DE FEVEREIRO DE 2013 Aprova o orçamento para o exercício financeiro compreendido entre 1º de janeiro

Leia mais

Instruções Gerais. Regras e convenções para o preenchimento:

Instruções Gerais. Regras e convenções para o preenchimento: Apresentação A PAEP (Pesquisa da Atividade Econômica Paulista) tem por objetivo obter informações sobre a atividade econômica do Estado de São Paulo. A PAEP está coletando dados de mais de 30.000 empresas

Leia mais

Divulgação: segunda-feira, 26 de janeiro de 2015 Publicação: terça-feira, 27 de janeiro de 2015. Tribunal Superior Eleitoral

Divulgação: segunda-feira, 26 de janeiro de 2015 Publicação: terça-feira, 27 de janeiro de 2015. Tribunal Superior Eleitoral Página 1 Divulgação: segunda-feira, 26 de janeiro de 2015 Publicação: terça-feira, 27 de janeiro de 2015 Tribunal Superior Eleitoral Ministro José Antonio Dias Toffoli Presidente Ministro Gilmar Ferreira

Leia mais

ORGÂNICA ECONÓMICA D E S I G N A Ç Ã O ORGÂNICA ECONÓMICA

ORGÂNICA ECONÓMICA D E S I G N A Ç Ã O ORGÂNICA ECONÓMICA ENTIDADE MUNICIPIO DE MOGADOURO ORÇAMENTO DA DESPESA ( POR CLASSIFICAÇÃO ORGÂNICA/ECONÓMICA ) DOTAÇÕES INICIAIS DO ANO 2009 PÁGINA : 1 01 01.01 ADMINISTRACAO MUNICIPAL OPERACOES FINANCEIRAS 5.094.863,00

Leia mais

Inclusão de novos serviços

Inclusão de novos serviços Inclusão de novos serviços Classe Nº de base Novas entradas 35 350127 indexação na web para fins comerciais ou publicitários 35 350128 administração de programas de viajantes frequentes 35 350129 serviços

Leia mais

CIRCULAR Nº 3.667, DE 11 DE SETEMBRO DE 2013

CIRCULAR Nº 3.667, DE 11 DE SETEMBRO DE 2013 CIRCULAR Nº 3.667, DE 11 DE SETEMBRO DE 2013 Documento normativo revogado, a partir de 3/2/2014, pela Circular nº 3.691, de 16/12/2013. Altera a Circular nº 3.626, de 19 de fevereiro de 2013, que altera

Leia mais

Regulamento de Compras :

Regulamento de Compras : Regulamento de Compras : Capítulo I: das Disposições Gerais Artigo 1º. O presente Regulamento estabelece normas para a contratação de obras e serviços e compras, no âmbito da Associação Fundo de Incentivo

Leia mais