UNICAMP - UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "UNICAMP - UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS"

Transcrição

1

2 UNICAMP - UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS REITOR José Tadeu Jorge Coordenador Geral da Universidade Alvaro Penteado Crósta Pró-Reitora de Desenvolvimento Universitário Teresa Dib Zambon Atvars Pró-Reitora de Pesquisa Gláucia Maria Pastore Pró-Reitor de Graduação Luís Alberto Magna Pró-Reitor de Extensão e Assuntos Comunitários João Frederico da Costa Azevedo Meyer Pró-Reitora de Pós-Graduação Ítala Maria Loffredo D Ottaviano Vice-Reitor Executivo de Administração Oswaldo da Rocha Grassiotto Vice-Reitor Executivo de Relações Institucionais e Internacionais Luis Augusto Barbosa Cortez Chefe de Gabinete Paulo Cesar Montagner ANUÁRIO ESTATÍSTICO Realização Assessoria de Economia e Planejamento - AEPLAN Coordenador Antonio Félix Duarte Equipe Técnica Claudia Aparecida Salvuchi José Eduardo Dutra do Valle Matheus Francilino Sobrinho Diagramação e Editoração Eden Miki Suetake

3 Apresentação O objetivo deste Anuário é oferecer à comunidade da UNICAMP e à opinião pública em geral por meio desta edição impressa e de sua versão eletrônica um panorama dos principais indicadores de desempenho da instituição no ensino, na pesquisa e na extensão referentes ao ano que passou e aos anos precedentes, seriação histórica que remonta, sempre que possível, ao início da vigência da autonomia plena em No ano de 2013 base deste Anuário a UNICAMP contava com alunos matriculados em 68 cursos de graduação e 156 programas de pós-graduação oferecidos nos campi de Campinas, Piracicaba e Limeira. Seus docentes, dos quais 99% com titulação mínima de doutor e 92% atuando em regime de dedicação exclusiva, seguiram liderando a produção per capita de artigos científicos publicados em revistas internacionais indexadas, com o número de publicações por docente chegando a 1,8 em Esse indicador mantém a UNICAMP como a primeira universidade estadual paulista em produção per capita. Na graduação, o número de alunos matriculados subiu de em 2012 para em Houve ainda avanços significativos no vestibular, com destaque para o Programa de Ação Afirmativa e Inclusão Social (PAAIS), que aumentou a bonificação concedida a estudantes que cursam o ensino médio integralmente em escolas públicas. Com a alteração, a pontuação foi dobrada, passando de 30 para 60 pontos a mais na nota final do vestibular. Já os estudantes de escolas públicas autodeclarados pretos, pardos e indígenas (de acordo com a nomenclatura utilizada pelo IBGE) passaram a receber, ao final da segunda fase, além dos 60 pontos, outros 20 (antes eram 10), pela cor/etnia, totalizando 80 pontos. Na pós-graduação, praticamente metade dos cursos (47,14%) apresenta nível de excelência internacional, melhor resultado obtido por uma universidade brasileira até o momento. Esse é um dos vários indicadores positivos relacionados ao desempenho da Universidade nesse segmento apontados pela Avaliação Trienal 2013 da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). Segundo o levantamento, dos 70 cursos da instituição avaliados, 16 receberam conceito 7 e outros 17 referência 6, os mais altos da escala empregada pela CAPES. Além disso, outros 19 cursos mereceram nota 5, o que representa um padrão muito bom de qualidade. Em 2013, a UNICAMP ocupou a 24ª posição no ranking da publicação britânica Times Higher Education (THE), que avaliou as 100 melhores instituições de ensino superior do bloco BRICS (Brasil, Rússia,

4 Índia, China, África do Sul) e de outras 17 economias emergentes, incluindo países latino-americanos como México e Chile. A Universidade também subiu 13 posições no ranking da QS World Universities, organização que avalia o desempenho de instituições de ensino internacionalmente, e agora ocupa a 215ª posição entre as 800 melhores universidades do mundo. No campo da internacionalização, foi criada a Vice-Reitoria Executiva de Relações Internacionais (VRERI), visando incrementar as parcerias internacionais. Um dos destaques foi o lançamento de um amplo programa que deve prosseguir até Sete linhas serão contempladas por meio de editais internos. São elas cooperação mundial; humanas sem fronteiras; internacionalização dos colégios técnicos; mobilidade de funcionários; mobilidade em redes de universidades; Faepex internacional; e Workshop Internacionalização em pauta. Outro aspecto a ser mencionado é o notável desempenho da UNICAMP no ambiente de inovação nacional. Solidificando sua atuação nessa área, a Universidade, com o apoio de sua Agência de Inovação (INOVA UNICAMP), registrou 71 pedidos de patentes em 2013, o que a coloca em posição de destaque no cenário nacional. Outros números poderiam ser alinhados, denotando crescimento qualitativo e quantitativo, mas é preferível remeter ao próprio Anuário, cujo conteúdo constitui importante base de informação para a comunidade da UNICAMP e para a sociedade em geral, não apenas como reflexo dos níveis de produtividade e desenvolvimento acadêmico, científico e administrativo da Universidade, mas também como valioso instrumento para o planejamento estratégico da instituição. José Tadeu Jorge Reitor

5 ÍNDICE 1. INFORMAÇÕES GERAIS...1 Tabela Informações Gerais... 3 Tabela Orçamento a Gráfico Dotação Orçamentária a Tabela Indicadores de Desempenho a Tabela Indicadores Gerais das Unidades de Ensino em VESTIBULAR...9 Tabela Vestibular a Tabela Perfil do Ingressante no Vestibular a Tabela Demanda por Curso a Tabela Opção por Ingresso (Diurno e Noturno) a Tabela Evolução do Número de Vagas Oferecidas em Cursos Noturnos a Tabela Cursos Noturnos Criados a Programa de Ação Afirmativa e Inclusão Social (PAAIS) a 2014 Tabela Candidatos Inscritos e Alunos Matriculados Tabela Candidatos Oriundos de Escolas Públicas Tabela Candidatos Pretos, Pardos e Indígenas (PPI) Tabela Candidatos Isentos de Taxa de Inscrição Tabela Candidatos Pretos, Pardos e Indígenas (PPI) no PAAIS Programa de Isenções de Taxa de Inscrição no Vestibular Tabela Isenções Oferecidas / Concedidas a Programa de Formação Interdisciplinar Superior (ProFIS) Tabela Programa de Formação Interdisciplinar Superior (ProFIS) a GRADUAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO...27 Alunos Matriculados por Unidade Tabela Graduação a Tabela Mestrado a Tabela Doutorado a Tabela Especialização a Tabela Total de Alunos Matriculados: Graduação, Mestrado, Doutorado e Especialização a Graduação Tabela Vagas na Graduação a Tabela Cursos de Graduação (Diurno e Noturno) a Tabela Cenário da Graduação em Gráfico Vagas Oferecidas no Vestibular Gráfico Vagas Oferecidas no Vestibular (Diurno e Noturno) Gráfico Número de Ingressantes e Vagas Oferecidas no Vestibular Gráfico Número de Alunos Regulares e Total de Alunos Matriculados em Cursos de Graduação Gráfico Número de Formados por Curso e Modalidade de Graduação Tabela Evasão na Graduação em Tabela Concluintes por Unidade na Graduação a Tabela Concluintes por Área na Graduação a Gráfico Concluintes por Área na Graduação a

6 Pós-Graduação Tabela Ingressantes por Unidade no Mestrado a Tabela Ingressantes por Unidade no Doutorado a Tabela Total de Ingressantes por Unidade no Mestrado e Doutorado a Tabela Ingressantes e Matriculados na Pós-Graduação em Tabela Alunos Matriculados por Curso na Pós-Graduação a Tabela Alunos Matriculados por Curso na Especialização a Tabela Concluintes de Mestrado por Unidade a Tabela Concluintes de Doutorado por Unidade a Tabela Concluintes de Especialização por Unidade a Gráfico Total de Matriculados em Cursos de Pós-Graduação Gráfico Total de Concluintes em Cursos de Pós-Graduação Tabela Concluintes por Área na Pós-Graduação a Gráfico Concluintes por Área na Pós-Graduação a Tabela Avaliação CAPES - Cursos Stricto Sensu - Triênio a Tabela Avaliação CAPES - Cursos Stricto Sensu (Conceitos obtidos) a Tabela Avaliação CAPES - Cursos Stricto Sensu - Cursos Novos Recomendados em Tabela Avaliação CAPES - Mestrado Profissional - Triênio a Tabela Avaliação CAPES - Mestrado Profissional (Conceitos obtidos) a Programas Interinstitucionais Tabela Mestrado Interinstitucional (MINTER) Tabela Doutorado Interinstitucional (DINTER) Programa de Formação Interdisciplinar Superior (ProFIS) Tabela Programa de Formação Interdisciplinar Superior (ProFIS) a PROGRAMA DE INTERNACIONALIZAÇÃO...83 Tabela Alunos Regulares e Especiais Estrangeiros Matriculados na Graduação por País de Origem em Tabela Matrículas de Alunos Regulares e Especiais Estrangeiros na Graduação por País de Origem em Tabela Alunos Regulares Estrangeiros Matriculados no Mestrado por País de Origem em Tabela Alunos Regulares Estrangeiros Matriculados no Doutorado por País de Origem em Tabela Alunos Regulares e Especiais Estrangeiros Matriculados na Pós-Graduação por País de Origem em Tabela Matrículas de Alunos Regulares Estrangeiros no Mestrado por País de Origem em Tabela Matrículas de Alunos Regulares Estrangeiros no Doutorado por País de Origem em Tabela Matrículas de Alunos Regulares e Especiais Estrangeiros na Pós-Graduação por País de Origem em Tabela Alunos Regulares de Graduação da UNICAMP em Programas de Intercâmbio em Instituições de Ensino no Exterior em Centro de Ensino de Línguas (CEL) Tabela Demonstrativo do 1º Semestre de Tabela Demonstrativo do 2º Semestre de Tabela Demonstrativo do 1º Semestre de Tabela Demonstrativo do 2º Semestre de ENSINO TÉCNICO-MÉDIO...97 Tabela Cursos Técnicos - Unidades / Modalidades / Cursos Tabela Colégio Técnico de Campinas (COTUCA) a Tabela Colégio Técnico de Campinas (COTUCA) em Tabela Colégio Técnico de Limeira (COTIL) a Tabela Colégio Técnico de Limeira (COTIL) em Gráfico Vagas Oferecidas no Vestibulinho a Gráfico Matriculados a Gráfico Concluintes a Tabela Cursos Técnicos da Faculdade de Odontologia de Piracicaba (FOP) a

7 6. EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA Atividades de Extensão a 2013 Tabela Programa de Financiamento de Projetos em Extensão Comunitária - Editais PREAC Tabela Eventos - Organização da Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários (PREAC) Tabela Centro Cultural de Inclusão e Integração Social da Estação Guanabara (CIS-EG) Tabela Projeto Rondon Tabela Espaço Cultural Casa do Lago Tabela Laboratório de Estudos e Pesquisas em Artes e Ciências da UNICAMP em Paraty (LEPAC) Tabela Projeto de Educação Socioambiental Tabela Programa de Capacitação de Pescadores Artesanais para o Manejo da Pesca Tabela Incubadora Tecnológica de Cooperativas Populares da UNICAMP (ITCP) Tabela Programa Comunidade Quilombolas Tabela Programa Alfabetização Solidária (PAS) Tabela Programa de Gestão Estratégica em Políticas Públicas (PGEP) Tabela SOS - Ação Mulher e Família Tabela Coordenadoria de Assuntos Comunitários (CAC) Tabela Convênios / Contratos Aprovados pelo Conselho de Extensão (CONEX) Tabela Coordenadoria de Desenvolvimento Cultural (CDC) a Tabela Rádio e Televisão UNICAMP (RTV-UNICAMP) a Escola de Extensão (EXTECAMP) Tabela Cursos de Especialização Realizados em Modalidade Extensão Universitária - Escolaridade: Superior Completo Tabela Alunos Ingressantes na Extensão por Unidade e Modalidade de curso em Tabela Cursos Iniciados na Extensão por Unidade e Modalidade de curso em Tabela Cursos na Extensão Realizados a Tabela Alunos Matriculados em Cursos na Extensão a Gráfico Alunos Matriculados em Cursos na Extensão a Gráfico Cursos na Extensão Realizados a Gráfico Alunos Matriculados em Cursos na Extensão por Unidade em Gráfico Cursos na Extensão Realizados por Unidade em Tabela Valores Arrecadados a Tabela Arrecadação por Unidade em Gráfico Participação Percentual das Unidades na Arrecadação em COORDENADORIA DE CENTROS E NÚCLEOS INTERDISCIPLINARES DE PESQUISA (COCEN) Tabela Composição e Atividades em Centro Multidisciplinar para Investigação Biológica na Área da Ciência em Animais de Laboratório (CEMIB) Fornecimento de Animais em 2013 Tabela Quantidade de camundongos e ratos Specific Pathogen Free (SPF) fornecidos para as Unidades da Universidade Tabela Matrizes de camundongos e ratos Specific Pathogen Free (SPF) fornecidos para Instituições Externas Testes de Monitorização Sanitária realizados em 2013 Tabela Testes de monitorização sanitária das colônias de camundongos e ratos realizados no CEMIB para as Unidades da Universidade Tabela Testes de monitorização sanitária das colônias de camundongos e ratos realizados no CEMIB para Instituições Externas...129

8 8. PRODUÇÃO CIENTÍFICA E INOVAÇÃO TECNOLÓGICA Tabela Produção Científica a Tabela Produção Científica por Unidade em Agência de Inovação da UNICAMP (INOVA) a 2013 Tabela Patentes Gráfico Patentes Nacionais Requeridas - Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) Tabela Outras Atividades Tabela Royalties Recebidos de Licenciamentos Tabela Publicações Indexadas - Institute for Scientific Information (ISI) - Web of Science a Gráfico Publicações Indexadas - Institute for Scientific Information (ISI) - Web of Science a Tabela Publicações Indexadas - Institute for Scientific Information (ISI) por Docente (Doutor ou Maior Grau) a Gráfico Publicações Indexadas - Institute for Scientific Information (ISI) por Docente (Doutor ou Maior Grau) a PROGRAMA DE BOLSAS E ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL Graduação Tabela Programa de Apoio Didático (PAD) a Iniciação Científica Pós-Graduação Tabela Bolsas de Iniciação Científica e Trabalhos apresentados em Congresso a Tabela Trabalhos Apresentados em Congresso por Área a Tabela Detalhamento das Bolsas de Iniciação Científica em Programa de Estágio Docente (PED) e 2013 Tabela Número de Alunos Participantes do Programa (com e sem auxílio pecuniário) Tabela Número de Alunos Participantes do Programa que receberam auxílio pecuniário, por grupo de trabalho Tabela Bolsas Concedidas por Agências de Fomento a Gráfico Mestrado Gráfico Doutorado Bolsas e Auxílios a 2013 Tabela Bolsas Tabela Alunos Beneficiados Tabela Auxílios Tabela Bolsas - Tempo de Concessão Serviço de Apoio ao Estudante (SAE) a 2013 Tabela Serviço de Apoio ao Estudante (SAE) Serviço de Assistência Psicológica e Psiquiátrica ao Estudante (SAPPE) a 2013 Tabela Serviço de Assistência Psicológica e Psiquiátrica ao Estudante (SAPPE) Programa de Moradia Estudantil (PME) Tabela Informações Gerais Tabela Moradores a Gráfico Moradores a Gráfico Moradores em ORÇAMENTO Tabelas Liberações Financeiras do Tesouro do Estado - RTE para UNICAMP a Gráfico Liberações Financeiras do Tesouro do Estado - RTE para UNICAMP a Tabelas Arrecadação de Receita Própria a Gráfico Arrecadação de Receita Própria a Gráfico Participação Percentual dos Grandes Grupos de Despesa no Orçamento a Gráfico Participação Percentual da Folha de Pagamento Bruta sobre Liberações Financeiras a Tabela Dotação Orçamentária por Unidade em

9 Tabela Programa de Qualificação Orçamentária (PQO) a Gráfico Programa de Qualificação Orçamentária (PQO) a Gráfico Participação do Programa de Qualificação Orçamentária (PQO) no Orçamento de Custeio das Unidades de Ensino e Pesquisa a Gráfico Orçamento de Custeio X Orçamento do Programa de Qualificação Orçamentária em Gráfico Orçamento de Custeio X Orçamento do Programa de Qualificação Orçamentária (PAEG e PAQPP) em Tabela Programa de Manutenção Predial (PMP) - Distribuição por Unidade a Gráfico Programa de Manutenção Predial (PMP) a Gráfico Programa de Auxílio Alimentação - Evolução dos Investimentos a Gráfico Programa de Auxílio Alimentação - Quantidade de Servidores Beneficiados a Gráfico Programa de Auxílio Alimentação - Evolução das Faixas e Valores Individuais a Tabela Recursos Extra-Orçamentários Recebidos a Gráfico Recursos Extra-Orçamentários Recebidos a Tabela Recursos Recebidos da FAPESP a Tabela Recursos Recebidos da FAPESP por Unidade em Gráfico Participação Percentual dos Dispêndios com Pessoal Aposentado na Folha de Pagamento a Gráfico Quantidade de Servidores com Direito à Sexta-Parte a Artigo 129 da Constituição Estadual Gráfico Quotas de Adicional por Tempo de Serviço a Artigo 129 da Constituição Estadual Gráfico Participação Percentual dos Dispêndios com Sexta-Parte e Adicional por Tempo de Serviço na Folha de Pagamento a Gráfico Docentes Ativos por Regime Jurídico a Gráfico Servidores Não Docentes Ativos por Regime Jurídico a Gráfico Total de Servidores Ativos por Regime Jurídico a RECURSOS HUMANOS Não Docentes - Ativos Tabela Servidores Não Docentes por Unidade a Gráfico Servidores Não Docentes a Gráfico Servidores Não Docentes em Tabela Servidores Não Docentes por Unidade e Sexo a Tabela Servidores Não Docentes por Unidade e Segmento a Tabela Carreira Pesquisador (Pq) por Unidade, Regime de Trabalho, Referência e Sexo em Docentes - Ativos Tabela Docentes por Unidade a Magistério de Nível Superior (MS) Tabela Carreira MS por Unidade e Regime de Trabalho a Tabela Docentes MS por Unidade, Carreira e Regime de Trabalho em Tabela Carreira MS por Unidade, Regime de Trabalho e Sexo em Gráfico Carreira MS a Gráfico Carreira MS por Regime de Trabalho em Tabela Carreira MS - Distribuição por Referência a Gráfico Carreira MS - Distribuição Percentual por Referência em Tabela Carreira MS - Titulação Docente - Doutores ou Maior Grau Gráfico Carreira MS - Docentes com Título de Doutor ou Maior Grau Gráfico Percentual de Docentes da Carreira MS com Título de Doutor ou Maior Grau a Tabela Alunos Matriculados na Graduação e Pós-Graduação por Docente Ativo da Carreira Magistério de Nível Superior (MS) e Magistério Tecnológico Superior (MTS) a Gráfico Alunos Matriculados na Graduação e Pós-Graduação por Docente Ativo da Carreira Magistério de Nível Superior (MS) e Magistério Tecnológico Superior (MTS) a

10 Outras Carreiras Gráfico Docentes - Outras Carreiras a Tabela Docentes - Outras Carreiras por Unidade e Sexo a Tabela Docentes - Outras Carreiras por Unidade e Sexo em Tabela Carreira de Docente em Educação Especial e Reabilitação (DEER) por Unidade e Regime de Trabalho em Tabela Carreira de Docente em Ensino de Línguas (DEL) por Unidade e Regime de Trabalho em Tabela Carreira de Magistério Artístico (MA) por Unidade e Regime de Trabalho em Tabela Carreira de Magistério Secundário Técnico (MST) por Unidade e Regime de Trabalho em Tabela Carreira de Magistério Tecnológico Superior (MTS) por Unidade e Regime de Trabalho em Tabela Carreira de Técnico Especializado, Científico, Didática por Unidade e Regime de Trabalho em Aposentados Tabela Servidores não Docentes por Unidade a Tabela Docentes por Unidade e Carreira a Tabela Docentes por Unidade, Carreira e Regime de Trabalho em Tabela Carreira de Docente em Educação Especial e Reabilitação (DEER) por Unidade e Regime de Trabalho a Tabela Carreira de Docente em Ensino de Línguas (DEL) por Unidade e Regime de Trabalho a Tabela Carreira de Magistério Artístico (MA) por Unidade e Regime de Trabalho a Tabela Carreira de Magistério Secundário Técnico (MST) por Unidade e Regime de Trabalho a Tabela Carreira de Magistério Tecnológico Superior (MTS) por Unidade e Regime de Trabalho a Tabela Carreira de Técnico Especializado, Científico, Didática por Unidade e Regime de Trabalho a Gráfico Servidores Não Docentes a Gráfico Docentes - Carreira Magistério de Nível Superior (MS) a Gráfico Docentes - Outras Carreiras a Gráfico Total de Servidores a Tabela Docentes - Carreira Magistério de Nível Superior (MS) - Distribuição por Referência em Gráfico Docentes Carreira Magistério de Nível Superior (MS) - Distribuição Percentual por Referência em Gráfico Servidores em Folha de Pagamento - Não Docentes a Gráfico Servidores em Folha de Pagamento - Docentes a Gráfico Servidores em Folha de Pagamento - Quantidade Total a Tabela Professores Colaboradores Voluntários por Unidade a SISTEMA DE BIBLIOTECAS DA UNICAMP (SBU) Tabela Acervo de Livros a Tabela Acervo de Teses a Tabela Acervo de Teses Digitalizadas a Tabela Periódicos Correntes (em papel) a Tabela Periódicos não Correntes (em papel) a Tabela Empréstimos e Consultas a Tabela Acervo e Circulação em Tabela Renovação de Material Bibliográfico Via WEB a Tabela Biblioteca Digital - Acesso a Teses Tabela Recursos Eletrônicos - Periódicos Eletrônicos em Texto Completo (Títulos) a Tabela Recursos Eletrônicos - Base de Dados Referenciais a Tabela Recursos Eletrônicos - Visitas à Biblioteca Digital a Tabela Acesso aos Dados dos Documentos da Biblioteca Digital e Tabela Recursos Eletrônicos - E-Books (Títulos) a Tabela Recursos Eletrônicos - Acesso à Base ACERVUS via Web a Gráfico Acervo de Livros a Gráfico Acervo de Teses a Gráfico Empréstimos e Consultas a

11 13. PUBLICAÇÕES EDITADAS Tabela Editora a Gráfico Títulos Gráfico Tiragem SERVIÇOS À COMUNIDADE INTERNA Restaurantes Refeições Produzidas no RU a 2013 Tabela Refeições Servidas no RA, RU e RS Refeições Servidas à Área de Saúde Tabela Refeições Servidas no HC Tabela Refeições Servidas ao CAISM e Hemocentro (somente Almoço) Refeições Produzidas no HC e Fornecidas à Área de Saúde a 2013 Tabela Refeições Servidas no HC Tabela Refeições Servidas na Área de Saúde a Pacientes e Acompanhantes por Tipo de Refeição Refeições Servidas nos Campi de Limeira Tabela Refeições Servidas no Campus I (PFL) a Tabela Refeições Servidas no Campus II (FCA) a Refeições Servidas no Campus de Piracicaba (FOP) Tabela Refeições Servidas na FOP a Refeições Produzidas e Servidas a 2013 Tabela Consolidado das Refeições Produzidas e Servidas nos Campi de Campinas, Limeira e Piracicaba Gráfico Refeições Produzidas no RU e Servidas no RA, RU e RS Gráfico Refeições Produzidas no RU e Fornecidas ao HC Gráfico Refeições Produzidas no RU e Fornecidas ao CAISM Gráfico Refeições Produzidas no RU e Fornecidas ao Hemocentro Gráfico Refeições Produzidas no HC e Fornecidas à Área de Saúde Gráfico Refeições Servidas no Campus I de Limeira (PFL) Gráfico Refeições Servidas no Campus II de Limeira (FCA) Gráfico Refeições Servidas na FOP Gráfico Consolidado das Refeições Produzidas e Servidas nos Campi de Campinas, Limeira e Piracicaba Atendimento Médico e Odontológico Coodenadoria de Serviços Sociais (CSS/CECOM) a 2013 Tabela Consultas Realizadas Tabela Atendimentos Contabilizados por Procedimento Realizado Tabela Consultas Odontológicas Realizadas Tabela Número de Atendimentos por Vinculação do Usuário Tabela Ações de Prevenção e Promoção à Saúde Gráfico Atendimentos no CSS/CECOM em Gráfico Consultas Realizadas Gráfico Consultas Odontológicas Faculdade de Odontologia de Piracicaba (FOP) a 2013 Tabela Atendimento no Ambulatório Médico / Odontológico Programa de Assistência à Criança Creche da Área da Saúde (CAS) a 2013 Tabela Berçário: Crianças de 3 meses a 2 anos de idade Tabela Maternal I: Crianças de 1 a 2 anos de idade Tabela Maternal: Crianças de 2 a 4 anos de idade

12 Centro de Convivência Infantil (CECI) a 2013 Tabela Berçário: Crianças de 2,5 meses a 2 anos de idade Tabela Maternal: Crianças de 2 a 4 anos de idade Tabela Pré-Escola: Crianças de 4 a 6 anos de idade em Tabela Programa de Integração e Desenvolvimento da Criança e do Adolescente (PRODECAD) a Tabela Escola Municipal de Educação Infantil Maria Célia Pereira (EMEI) a Tabela Total de Crianças Atendidas a Transporte Tabela Transporte de Funcionários - Ônibus Fretado a Gráfico Passageiros Centro para Manutenção de Equipamentos (CEMEQ) Tabela Manutenção de Equipamentos a Gráfico Distribuição Percentual por Natureza do Serviço em Tabela Integração/Montagem de Microcomputadores e Servidores a SERVIÇOS À COMUNIDADE EXTERNA Área de Saúde a 2013 Tabela Prestação de Serviços Tabela Recursos em Hospital das Clínicas (HC) a 2013 Tabela Atendimentos Gráfico Transplantes em Gráfico Transplantes Gráfico Internações Gráfico Consultas Ambulatoriais Gráfico Consultas - Pronto Socorro Gráfico Cirurgias Cardíacas Gráfico Cirurgias Ambulatoriais Gráfico Radiologia Gráfico Exames Laboratoriais - Patologia Clínica Hospital da Mulher Professor Doutor José Aristodemo Pinotti - Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher (CAISM) a 2013 Tabela Atendimentos Gráfico Pacientes Internados Gráfico Cirurgias Gráfico Partos Gráfico Consultas Médicas Ambulatoriais Gráfico Exames Laboratoriais Gráfico Quimioterapias Centro de Hematologia e Hemoterapia (HEMOCENTRO) a 2013 Tabela Principais Procedimentos e Produtos Tabela Indicadores Institucionais de Qualidade Gráfico Candidatos a Doação / Coleta de Sangue Gráfico Produção / Transfusão / Distribuição de Hemocomponentes Gráfico Pacientes Atendidos / Exames Laboratoriais

UNICAMP: 26 ANOS DE AUTONOMIA COM VINCULAÇÃO

UNICAMP: 26 ANOS DE AUTONOMIA COM VINCULAÇÃO UNICAMP: 26 ANOS DE AUTONOMIA COM VINCULAÇÃO ORÇAMENTÁRIA JOSÉ TADEU JORGE REITOR UNICAMP 26/08/2015 - ALESP 1 PRIMEIROS ANOS -CAMPUS CAMPINAS 2 MARÇO 2014 -CAMPUS CAMPINAS 3 HOJE -CAMPUS CAMPINAS UNIVERSIDADE

Leia mais

Programa para a Inclusão dos Melhores Alunos da Escola Pública na Universidade

Programa para a Inclusão dos Melhores Alunos da Escola Pública na Universidade Programa para a Inclusão dos Melhores Alunos da Escola Pública na Universidade Vestibular 2014 NÚMEROS DA UNESP Cidades: 24 Unidades: 34 Unidades Complementares: 7 Colégios Técnicos: 3 Carreiras: 69 CURSOS

Leia mais

Relatório do Vestibular Nacional Unicamp 2009

Relatório do Vestibular Nacional Unicamp 2009 Programa de Ação Afirmativa e Inclusão Social PAAIS Relatório do Vestibular Nacional Unicamp 2009 Conteúdo 1. O programa 2. A motivação para o programa 3. PAAIS 2005-2009 4. Cursos de alta demanda 5. Desempenho

Leia mais

Planes DGA. Objetivo Estratégico: Rever modelo de gestão. Ação: Centralização dos bens disponíveis. Grupo de trabalho Portaria 08/03

Planes DGA. Objetivo Estratégico: Rever modelo de gestão. Ação: Centralização dos bens disponíveis. Grupo de trabalho Portaria 08/03 Planes DGA Objetivo Estratégico: Rever modelo de gestão Ação: Centralização dos bens disponíveis Grupo de trabalho Portaria 08/03 Sistemática Atual IN 31/2002 Responsabilidades: Unidades destino dos bens

Leia mais

Vestibular Nacional 2006

Vestibular Nacional 2006 Programa de Ação Afirmativa e Inclusão Social PAAIS Vestibular Nacional 2006 O Programa de Ação Afirmativa e Inclusão Social da Unicamp PAAIS foi instituído em maio de 2004, por deliberação do Conselho

Leia mais

Lista de Quadros. Fundação Uniplac

Lista de Quadros. Fundação Uniplac Lista de Quadros Quadro 1 Dirigente dafundaçãouniplac... 22 Quadro 2 Matérias apreciadas no Conselho Curador... 23 Quadro 3 Nominata do Conselho Curador... 23 Quadro 4 Matérias apreciadas no Conselho de

Leia mais

N de cursos ofertados; % de vagas ocupadas/ formas de ingresso.

N de cursos ofertados; % de vagas ocupadas/ formas de ingresso. Anexo II Dimensões Elementos Indicadores quantitativos Indicadores qualitativos % de cursos com projeto pedagógico/ adequados ao Projeto Condições de implementação dos Projetos Projeto Pedagógico dos Institucional

Leia mais

Projeto de Reestruturação e Expansão REUNI - UFRN

Projeto de Reestruturação e Expansão REUNI - UFRN Projeto de Reestruturação e Expansão REUNI - UFRN Alguns indicadores I n d i c a d o r e s 2006 Acréscimo Número de Alunos Graduação (Regulares, Probásica e Educação a Distância) 23.924 Pós-Graduação (Mestrado

Leia mais

QS UNIVERSITY RANKINGS LATIN AMÉRICA 2013 64ª da América Latina, 19ª do Brasil, 5ª Estadual do Brasil e 1ª Estadual do Paraná

QS UNIVERSITY RANKINGS LATIN AMÉRICA 2013 64ª da América Latina, 19ª do Brasil, 5ª Estadual do Brasil e 1ª Estadual do Paraná 2012-2013 Referência no Brasil e destaque entre as universidades latino-americanas, a Universi-dade Estadual de Londrina- UEL foi fundada em 1971, com a junção de faculdades isoladas das áreas de Letras,

Leia mais

CURSOS DE PROGRESSÃO LINEAR (C P L)

CURSOS DE PROGRESSÃO LINEAR (C P L) CURSOS DE PROGRESSÃO LINEAR (C P L) (VESTIBULAR EM DUAS FASES) São aqueles tradicionalmente oferecidos pela UFBA, acrescidos de 26 novas opções de curso, das quais 18 no noturno, nas modalidades Licenciatura,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ REITORIA BIBLIOTECA UNIVERSITÁRIA RELAÇÃO DE CURSOS ATENDIDOS PELO SISTEMA DE BIBLIOTECAS DA UFC

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ REITORIA BIBLIOTECA UNIVERSITÁRIA RELAÇÃO DE CURSOS ATENDIDOS PELO SISTEMA DE BIBLIOTECAS DA UFC UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ REITORIA BIBLIOTECA UNIVERSITÁRIA RELAÇÃO DE CURSOS ATENDIDOS PELO SISTEMA DE BIBLIOTECAS DA UFC Biblioteca Curso de Graduação Curso de Pós-Graduação Biblioteca de Ciências

Leia mais

EGRESSOS AGOSTO DE 2015 Levantamento de 2008 a 2014. Fonte CPD Agosto 2015

EGRESSOS AGOSTO DE 2015 Levantamento de 2008 a 2014. Fonte CPD Agosto 2015 EGRESSOS AGOSTO DE 2015 Levantamento de 2008 a 2014 Fonte CPD Agosto 2015 EGRESSOS 2015 (INGRESSANTES 2008) CURSO A B C D UNIVERSAL TOTAL Administração Diurno - - 6-26 32 Administração Noturno - - 3-7

Leia mais

DESEMPENHO ACADÊMICO DOS ALUNOS DO PROFIS (UNICAMP) SEGUNDO CARACTERÍSTICAS DOS ALUNOS, DAS FAMÍLIAS E DAS ESCOLAS ONDE CURSARAM O ENSINO MÉDIO

DESEMPENHO ACADÊMICO DOS ALUNOS DO PROFIS (UNICAMP) SEGUNDO CARACTERÍSTICAS DOS ALUNOS, DAS FAMÍLIAS E DAS ESCOLAS ONDE CURSARAM O ENSINO MÉDIO DESEMPENHO ACADÊMICO DOS ALUNOS DO PROFIS (UNICAMP) SEGUNDO CARACTERÍSTICAS DOS ALUNOS, DAS FAMÍLIAS E DAS ESCOLAS ONDE CURSARAM O ENSINO MÉDIO NÚCLEO DE ESTUDOS DE POLÍTICAS PÚBLICAS NEPP - UNICAMP STELLA

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO REITORIA. EDITAL N.º 001/2015 de 07/01/2015 PROCESSO SELETIVO 2015

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO REITORIA. EDITAL N.º 001/2015 de 07/01/2015 PROCESSO SELETIVO 2015 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO REITORIA EDITAL N.º 001/2015 de 07/01/2015 PROCESSO SELETIVO 2015 O reitor em exercício da reitoria da Universidade Federal de Mato Grosso

Leia mais

Dispõe sobre normas para o Vestibular Unicamp 2015 e dá outras providências.

Dispõe sobre normas para o Vestibular Unicamp 2015 e dá outras providências. RESOLUÇÃO GR 25/2014 Dispõe sobre normas para o Vestibular Unicamp 2015 e dá outras providências. O Reitor da Universidade Estadual de Campinas, tendo em vista o aprovado na Câmara Deliberativa da Comissão

Leia mais

UnB adota SiSU como forma de ingresso

UnB adota SiSU como forma de ingresso UnB adota SiSU como forma de ingresso No total, 88 cursos de graduação foram ofertados. Medicina foi o mais concorrido do País Neste ano, a Universidade de Brasília (UnB) adotou, pela primeira vez, ao

Leia mais

Anexo 1 - Resolução 016/2011 - CONSUN. Plano de Desenvolvimento Institucional PDI

Anexo 1 - Resolução 016/2011 - CONSUN. Plano de Desenvolvimento Institucional PDI Plano de Desenvolvimento Institucional PDI 13 I ENSINO DE GRADUAÇÃO Objetivo 1 - Buscar continuamente a excelência nos cursos de graduação 1. Avaliar continuamente o processo educativo, em consonância

Leia mais

ANEXO I - Relação dos cursos oferecidos pela UFG no Processo Seletivo 2014-1

ANEXO I - Relação dos cursos oferecidos pela UFG no Processo Seletivo 2014-1 ANEXO I - Relação dos cursos oferecidos pela no Processo Seletivo -1 CURSOS OFERECIDOS EM GOIÂNIA Em que: sm: salário-mínimo; PPI: estudantes autodeclarados pretos, pardos ou indígenas; DC: Demais estudantes

Leia mais

UFRGS Concurso Vestibular 2009. Número de Candidatos por Curso em 1ª Opção

UFRGS Concurso Vestibular 2009. Número de Candidatos por Curso em 1ª Opção UFRGS Concurso Vestibular 2009 Número de Candidatos por Curso em 1ª Opção Código Nome do Curso Candidatos Vagas Densidade 01 Administração - Diurno 708 80 8,85 Acesso Universal 479 56 Ensino Público 206

Leia mais

VAGAS NO CAMPUS MARCO ZERO, EM MACAPÁ-AP

VAGAS NO CAMPUS MARCO ZERO, EM MACAPÁ-AP UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ GABINETE DA REITORIA EDITAL Nº 12/2012 CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSOR EFETIVO ANEXO I VAGAS POR ÁREA DE CONHECIMENTO VAGAS NO CAMPUS MARCO ZERO, EM MACAPÁ-AP 1) Área de Conhecimento:

Leia mais

Todos os cursos da USP que não aderiram ao Enem

Todos os cursos da USP que não aderiram ao Enem Ano 23 - Junho 2015 Todos os cursos da USP que não aderiram ao Enem O Conselho Universitário da USP aprovou, em 23 de junho, em caráter experimental, com validade para o vestibular 2016, a adesão da universidade

Leia mais

UEM: Breve Contextualização

UEM: Breve Contextualização UEM: Breve Contextualização Campus Regionais, Bases de Pesquisa e Pólos de Ensino a Distância BASE PESQUISA PORTO RICO CAMPUS CIANORTE CAMPUS CIDADE GAUCHA FAZENDA EXPERIMENTAL IGUATEMI UEM MARINGA CAMPUS

Leia mais

UFRGS Concurso Vestibular 2011. Quadro de Lotação dos Candidatos em 1ª Opção

UFRGS Concurso Vestibular 2011. Quadro de Lotação dos Candidatos em 1ª Opção UFRGS Concurso Vestibular 2011 Quadro de Lotação dos Candidatos em 1ª Opção Código Nome do Curso Vagas Médias Ofer Ocup Primeiro Último 01 Administração - Diurno Acesso Universal 56 56 711,68 572,40 Ensino

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS PROCESSOS SELETIVOS PARA OCUPAÇÃO DE VAGAS NA UFG 2015

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS PROCESSOS SELETIVOS PARA OCUPAÇÃO DE VAGAS NA UFG 2015 PROCESSOS SELETIVOS PARA OCUPAÇÃO DE VAGAS NA UFG 2015 SISTEMA DE SELEÇÃO UNIFICADA SISU-2015 Total de vagas oferecidas 6285 Goiânia 3925 86 cursos Jataí 1080 25 cursos Catalão 990 21 cursos Goiás 290

Leia mais

VAGAS NO CAMPUS MARCO ZERO, EM MACAPÁ-AP

VAGAS NO CAMPUS MARCO ZERO, EM MACAPÁ-AP UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ GABINETE DA REITORIA EDITAL Nº 13/2013 CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSOR EFETIVO ANEXO I VAGAS POR ÁREA DE CONHECIMENTO VAGAS NO CAMPUS MARCO ZERO, EM MACAPÁ-AP 135-Área de

Leia mais

Boletim Informativo 0

Boletim Informativo 0 Boletim Informativo 0 ADMISSÃO 25.570 inscritos no 1º Vestibular de 2012 UnB ofereceu 2.343 vagas em 96 cursos nos quatro campi. Provas foram aplicadas nos dias 10 e 11 de dezembro de 2011 No dia 7 de

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO E PESQUISA RESOLUÇÃO N.º 3.046, DE 22 DE MAIO DE 2003.

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO E PESQUISA RESOLUÇÃO N.º 3.046, DE 22 DE MAIO DE 2003. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO E PESQUISA RESOLUÇÃO N.º 3.046, DE 22 DE MAIO DE 2003. Revoga a Resolução N.º 2.888/CONSEP, estabelece diretrizes e dispõe

Leia mais

Universidade Federal Do Triângulo Mineiro

Universidade Federal Do Triângulo Mineiro Universidade Federal Do Triângulo Mineiro UFTM está entre as dez melhores universidades do País. A UFTM, segundo o Índice Geral de Cursos - IGC, divulgado nesta quinta-feira, 17, pelo Inep - Instituto

Leia mais

- Cursos oferecidos: Agrárias: Agronomia Montes Claros Aquicultura Ciência de alimentos Medicina Veterinária Zootecnia Montes Claros

- Cursos oferecidos: Agrárias: Agronomia Montes Claros Aquicultura Ciência de alimentos Medicina Veterinária Zootecnia Montes Claros -Conceito no MEC: Pelo terceiro ano consecutivo, a UFMG obteve conceito máximo (5) no Índice Geral de Cursos da Instituição (IGC), que mede a qualidade das universidades brasileiras, considerando os cursos

Leia mais

Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 1ª edição de 2015

Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 1ª edição de 2015 Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 1ª edição de 2015 1 - Dados cadastrais da Instituição de Educação Superior - IES

Leia mais

EIXO III CRONOGRAMA DE IMPLANTAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DA INSTITUIÇÃO E DE CADA UM DE SEUS CURSOS

EIXO III CRONOGRAMA DE IMPLANTAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DA INSTITUIÇÃO E DE CADA UM DE SEUS CURSOS UNIVERSIDADE ESTADUAL DE LONDRINA EIXO III CRONOGRAMA DE IMPLANTAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DA INSTITUIÇÃO E DE CADA UM DE SEUS CURSOS EIXO III - CRONOGRAMA DE IMPLANTAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DA INSTITUIÇÃO

Leia mais

Área de Ciências Humanas

Área de Ciências Humanas Área de Ciências Humanas Ciências Sociais Unidade: Faculdade de Ciências Humanas e Filosofia (FCHF) www.fchf.ufg.br Em Ciências Sociais estudam-se as relações sociais entre indivíduos, grupos e instituições,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ GABINETE DA REITORIA EDITAL N 08/2015 CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSOR EFETIVO - MACAPÁ, SANTANA E MAZAGÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ GABINETE DA REITORIA EDITAL N 08/2015 CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSOR EFETIVO - MACAPÁ, SANTANA E MAZAGÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ GABINETE DA REITORIA EDITAL N 08/2015 CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSOR EFETIVO - MACAPÁ, SANTANA E MAZAGÃO ANEXO I - RELAÇÃO DAS VAGAS E REQUISITOS ESPECÍFICOS POR ÁREA DE

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ GABINETE DA REITORIA EDITAL Nº02/2014 PROCESSO SELETIVO PARA PROFESSOR EFETIVO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ GABINETE DA REITORIA EDITAL Nº02/2014 PROCESSO SELETIVO PARA PROFESSOR EFETIVO UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ GABINETE DA REITORIA EDITAL Nº02/2014 PROCESSO SELETIVO PARA PROFESSOR EFETIVO ANEXO I RELAÇÃO DAS VAGAS DO PROCESSO SELETIVO POR ÁREA DE CONHECIMENTO, REQUISITOS ESPECÍFICOS

Leia mais

Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Participação - 1º edição de 2012

Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Participação - 1º edição de 2012 Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Participação - 1º edição de 2012 1 - Dados cadastrais da Instituição de Educação Superior

Leia mais

CARTILHA DO INGRESSANTE U N I V E R S I D A D E E S T A D U A L D E C A M P I N A S

CARTILHA DO INGRESSANTE U N I V E R S I D A D E E S T A D U A L D E C A M P I N A S CARTILHA DO INGRESSANTE U N I V E R S I D A D E E S T A D U A L D E C A M P I N A S Bem-vindo a U N I V E R S I D A D E E S TA INTRODUÇÃO Prezado Servidor, Estamos felizes em tê-lo conosco, pois a partir

Leia mais

ENADE 2004/2013. Guia para o registro da situação do aluno no histórico escolar. Pró-Reitoria de Ensino

ENADE 2004/2013. Guia para o registro da situação do aluno no histórico escolar. Pró-Reitoria de Ensino ENADE Guia para o registro da situação do aluno no histórico escolar Pró-Reitoria de Ensino 2004/2013 Paulo César Pereira Reitor Diretoria Executiva José Sérgio Sarmento Garcia Pró-Reitoria de Administração

Leia mais

PROCESSO SELETIVO DE VERÃO 2016 EDITAL

PROCESSO SELETIVO DE VERÃO 2016 EDITAL U N I V E R S I D A D E D E P A S S O F U N D O V i c e - R e i t o r i a d e G r a d u a ç ã o S e c r e t a r i a G e r a l d o s C u r s o s Campus I Rodovia BR 285 Km 292,7 - Bairro São José CEP 99052-900

Leia mais

15º FÓRUM NACIONAL DA UNDIME. Política Nacional de Educação Infantil. Mata de São João/BA Junho/2015. Secretaria de Educação Básica

15º FÓRUM NACIONAL DA UNDIME. Política Nacional de Educação Infantil. Mata de São João/BA Junho/2015. Secretaria de Educação Básica 15º FÓRUM NACIONAL DA UNDIME Política Nacional de Educação Infantil Mata de São João/BA Junho/2015 Secretaria de Educação Básica CONCEPÇÃO DE EDUCAÇÃO INFANTIL É direito dos trabalhadores urbanos e rurais

Leia mais

UNIDADES DE ENSINO DE NITERÓI CLASSE A: ADJUNTO A - REGIME: 40H DE 1 - Escola de Arquitetura e Urbanismo Departamento de Arquitetura Área de

UNIDADES DE ENSINO DE NITERÓI CLASSE A: ADJUNTO A - REGIME: 40H DE 1 - Escola de Arquitetura e Urbanismo Departamento de Arquitetura Área de UNIDADES DE ENSINO DE NITERÓI CLASSE A: ADJUNTO A - REGIME: 40H DE 1 - Escola de Arquitetura e Urbanismo Departamento de Arquitetura Área de Conhecimento: PROJETO DE HABITAÇÃO SOCIAL (uma vaga). Provas

Leia mais

31. Enfermagem Gerontológica I e II (Enfermagem) 32. Gestão em Saúde I e II (Enfermagem) 33. Primeiros Socorros I (Enfermagem) 34. Primeiros Socorros

31. Enfermagem Gerontológica I e II (Enfermagem) 32. Gestão em Saúde I e II (Enfermagem) 33. Primeiros Socorros I (Enfermagem) 34. Primeiros Socorros CENTRO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA PAULA SOUZA ETEC PARQUE DA JUVENTUDE SÃO PAULO EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES PARA CONCURSO PÚBLICO DE DOCENTES nº 159/02/2007 O Diretor da Escola Técnica Estadual

Leia mais

SISU/UFMG 2ª EDIÇÃO DE 2015 Máximos e Mínimos por Curso/Modalidade

SISU/UFMG 2ª EDIÇÃO DE 2015 Máximos e Mínimos por Curso/Modalidade UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS Registro Discente Departamento de Registro e Controle Acadêmico SISU/UFMG 2ª EDIÇÃO DE 2015 Máximos e Mínimos por Curso/Modalidade 1ª Chamada Regular Informações geradas

Leia mais

Legenda: AC: Ampla Concorrência

Legenda: AC: Ampla Concorrência Em caráter meramente ilustrativo, veja abaixo as notas de corte relativas ao processo de seleção de 2014. Em 2014, a UFC adotou o percentual de reserva de vagas de 50%, nos termos da Lei nº 12.711/2012.

Leia mais

Processo Seletivo 2º semestre/2015 Graduação Presencial Regulamento de Bolsas de Estudos e Campanhas

Processo Seletivo 2º semestre/2015 Graduação Presencial Regulamento de Bolsas de Estudos e Campanhas Processo Seletivo 2º semestre/2015 Graduação Presencial Regulamento de Bolsas de Estudos e Campanhas A Cruzeiro do Sul Educacional S.A, entidade mantenedora da Universidade Cruzeiro do Sul, e controladora

Leia mais

XXV ENCONTRO NACIONAL DA UNCME

XXV ENCONTRO NACIONAL DA UNCME XXV ENCONTRO NACIONAL DA UNCME Os desafios da Educação Infantil nos Planos de Educação Porto de Galinhas/PE Outubro/2015 Secretaria de Educação Básica CONCEPÇÃO DE EDUCAÇÃO INFANTIL É direito dos trabalhadores

Leia mais

PROCESSO SELETIVO DE VERÃO 2015 EDITAL

PROCESSO SELETIVO DE VERÃO 2015 EDITAL U N I V E R S I D A D E D E P A S S O F U N D O V i c e - R e i t o r i a d e G r a d u a ç ã o S e c r e t a r i a G e r a l d o s C u r s o s Campus I Rodovia BR 285 Km 292,7 - Bairro São José CEP 99052-900

Leia mais

Modelos de Gestão da Qualidade da Pós-graduação e do Doutorado: Experiências Nacionais: BRASIL

Modelos de Gestão da Qualidade da Pós-graduação e do Doutorado: Experiências Nacionais: BRASIL Modelos de Gestão da Qualidade da Pós-graduação e do Doutorado: Experiências Nacionais: BRASIL Livio Amaral Diretor de Avaliação 17set13 A AVALIAÇÃO DO SISTEMA NACIONAL DE PÓS-GRADUAÇÃO (SNPG) (SNPG) -FUNDAMENTOS

Leia mais

Políticas para a Educação Superior

Políticas para a Educação Superior Políticas para a Educação Superior A experiência da UFERSA Prof. Augusto Carlos Pavão Pró-Reitor de Graduação A Universidade Políticas Públicas Expansão Acesso Interiorização SISU Lei das Cotas PIBID Bolsas

Leia mais

Processo Seletivo 1º semestre/2016 Graduação Presencial Regulamento de Bolsas de Estudos e Campanhas

Processo Seletivo 1º semestre/2016 Graduação Presencial Regulamento de Bolsas de Estudos e Campanhas Processo Seletivo 1º semestre/2016 Graduação Presencial Regulamento de Bolsas de Estudos e Campanhas A Cruzeiro do Sul Educacional S.A, entidade mantenedora da Universidade Cruzeiro do Sul, e controladora

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ

INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ RETIFICAÇÃO Nº 08 DO EDITAL Nº 12/2015 DO IFPR CONCURSO DE DOCENTE O Reitor Substituto do INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ IFPR, no uso da competência que lhe confere a Portaria

Leia mais

RESOLUÇÃO UnC-CONSUN 033/2012 (PARECER Nº 045/2012 CONSUN)

RESOLUÇÃO UnC-CONSUN 033/2012 (PARECER Nº 045/2012 CONSUN) RESOLUÇÃO UnC-CONSUN 033/2012 (PARECER Nº 045/2012 CONSUN) Dispõe sobre o quadro de cursos em funcionamento e respectivos números de vagas e da extinção dos cursos que não estão sendo ofertados. O Presidente

Leia mais

Pontos de corte do SiSU 2014 1ª chamada

Pontos de corte do SiSU 2014 1ª chamada COORDENADORIA DE ASSUNTOS E REGISTROS ACADÊMICOS - CDARA CAMPUS UNIVERSITÁRIO - MARTELOS - JUIZ DE FORA - MG CEP 36036-900 TEL. (32)2102-3733 FAX (32) 2102-3732 e-mail: cdara@ufjf.edu.br Pontos de corte

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 015/2008 CONSUNI

RESOLUÇÃO Nº 015/2008 CONSUNI RESOLUÇÃO Nº 015/2008 CONSUNI Aprova a Estrutura Organizacional da Universidade do Estado de Mato Grosso UNEMAT. O Presidente do Conselho Universitário CONSUNI, da Universidade do Estado de Mato Grosso

Leia mais

Ensino. Principais realizações

Ensino. Principais realizações Principais realizações Reestruturação dos Programas de ; Início do Projeto de Educação à Distância/EAD do INCA, por meio da parceria com a Escola Nacional de Saúde Pública ENSP/FIOCRUZ; Três novos Programas

Leia mais

64 pontos não remunerada.

64 pontos não remunerada. UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA FACULDADE DE COMUNICAÇÃO SOCIAL RESOLUÇÃO 001/2015 ESTABELECE PROCEDIMENTOS E PARÂMETROS AVALIATIVOS PARA PROGRESSÃO DE DOCENTES À CLASSE E PROFESSOR TITULAR ANEXO

Leia mais

UFG (Projetos) e seu conceito (MEC)

UFG (Projetos) e seu conceito (MEC) UFG (Projetos) e seu conceito (MEC) Dos cursos avaliados pelo Ministério da Educação (MEC) em 2007, a maioria obteve conceito bom (nota 4) ou excelente (nota 5) no Enade, no Índice de Diferença de Desempenho

Leia mais

3Uy5HLWRULDSDUD$VVXQWRVGH 3HVTXLVDH3yV*UDGXDomRGD8)3( 5HODWyULRGH$WLYLGDGHV. 0DUoR

3Uy5HLWRULDSDUD$VVXQWRVGH 3HVTXLVDH3yV*UDGXDomRGD8)3( 5HODWyULRGH$WLYLGDGHV. 0DUoR 3Uy5HLWRULDSDUD$VVXQWRVGH 3HVTXLVDH3yV*UDGXDomRGD8)3( 5HODWyULRGH$WLYLGDGHV 0DUoR $'0,1,675$d 2 Aprovação junto a CPPG da Resolução nº 01/2001 que dispõe sobre as atribuições da Comissão de Pós-Graduação

Leia mais

Universidade Federal da Bahia Serviço de Seleção, Orientação e Avaliação.VESTIBULAR UFBA 2013 RLSV006.1 - CONCORRÊNCIA

Universidade Federal da Bahia Serviço de Seleção, Orientação e Avaliação.VESTIBULAR UFBA 2013 RLSV006.1 - CONCORRÊNCIA Página 1 de 5 Campus: UFBA - Salvador 187140 Arquitetura e Urbanismo - Noturno - Salvador 327 36 9,08 101140 Arquitetura e Urbanismo - Salvador 987 96 10,28 189140 Bacharelado Interdisciplinar em Ciência

Leia mais

Universidade Federal do Maranhão Reitor Dr. Natalino Salgado Filho. Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação Pró-Reitor Dr. Fernando Carvalho Silva

Universidade Federal do Maranhão Reitor Dr. Natalino Salgado Filho. Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação Pró-Reitor Dr. Fernando Carvalho Silva 1 Universidade Federal do Maranhão Reitor Dr. Natalino Salgado Filho Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação Pró-Reitor Dr. Fernando Carvalho Silva Diretora do Departamento de Pós-Graduação Dra. Maria

Leia mais

PLANO DE TRABALHO CAMPUS DE FRANCISCO BELTRÃO QUATRIÊNIO 2016-2019

PLANO DE TRABALHO CAMPUS DE FRANCISCO BELTRÃO QUATRIÊNIO 2016-2019 PLANO DE TRABALHO CAMPUS DE FRANCISCO BELTRÃO QUATRIÊNIO 2016-2019 Candidato Gilmar Ribeiro de Mello SLOGAN: AÇÃO COLETIVA Página 1 INTRODUÇÃO Considerando as discussões realizadas com a comunidade interna

Leia mais

CARREIRAS. Área de humanidades. CARREIRA 105 Arquitetura - FAU. CARREIRA 100 Administração - Ribeirão Preto. CARREIRA 110 Arquitetura - São Carlos

CARREIRAS. Área de humanidades. CARREIRA 105 Arquitetura - FAU. CARREIRA 100 Administração - Ribeirão Preto. CARREIRA 110 Arquitetura - São Carlos Área de humanidades CARREIRAS NOTA: A DURAÇÃO DOS CURSOS DA USP É COMPUTADA EM SEMESTRES. NA DURAÇÃO DOS CURSOS QUE ENVOLVEM ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO ESTÃO INCLUÍDAS TODAS AS ATIVIDADES NECESSÁ-

Leia mais

ensino médio em escolas públicas (Lei nº 12.711/2012). ensino médio em escolas públicas (Lei nº 12.711/2012).

ensino médio em escolas públicas (Lei nº 12.711/2012). ensino médio em escolas públicas (Lei nº 12.711/2012). UFAL / SiSU 2014.1 Página 1 de 15 ANÁLISE DIÁRIA DOS PONTOS DE CORTE DOS CURSOS DA UFAL - SISU 2014.1 Dados atualizados em 10/1/2014-14h00 LEGENDA AMPLA DEMAIS VAGAS (Ampla concorrência) PPI 1,5 Candidatos

Leia mais

Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 1º edição de 2013

Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 1º edição de 2013 Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 1º edição de 2013 1 - Dados cadastrais da Instituição de Educação Superior - IES

Leia mais

TOTAL DE VAGAS FURB 957

TOTAL DE VAGAS FURB 957 ANEXO I QUADRO DE CURSOS E VAGAS Universidade Regional de Blumenau - FURB FURB Campus Blumenau ADMINISTRAÇÃO Noturno 60 ARQUITETURA E URBANISMO Matutino 30 BIOMEDICINA Noturno 25 CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO

Leia mais

Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 1ª edição de 2014

Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 1ª edição de 2014 Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 1ª edição de 2014 1 - Dados cadastrais da Instituição de Educação Superior - IES

Leia mais

UNIVERSIDADE CAMILO CASTELO BRANCO UNICASTELO PROCESSO SELETIVO UNICASTELO EDITAL DO VESTIBULAR 2015/1

UNIVERSIDADE CAMILO CASTELO BRANCO UNICASTELO PROCESSO SELETIVO UNICASTELO EDITAL DO VESTIBULAR 2015/1 UNIVERSIDADE CAMILO CASTELO BRANCO UNICASTELO PROCESSO SELETIVO UNICASTELO EDITAL DO VESTIBULAR 2015/1 A UNIVERSIDADE CAMILO CASTELO BRANCO UNICASTELO, mantida pelo CÍRCULO DE TRABALHADORES CRISTÃOS DO

Leia mais

1 Ata da Sessão Extraordinária da Comissão de Planejamento

1 Ata da Sessão Extraordinária da Comissão de Planejamento 1 1 Ata da Sessão Extraordinária da Comissão de Planejamento 2 Estratégico Institucional COPEI da UNICAMP, realizada às 14h:30m do dia 3 24/02/2014, na sala de reuniões CONSU. 4 5 Ausências justificadas:

Leia mais

PROF. DR. CLODIS BOSCARIOLI

PROF. DR. CLODIS BOSCARIOLI PROF. DR. CLODIS BOSCARIOLI PLANO DE TRABALHO DIREÇÃO GERAL DO CAMPUS DE CASCAVEL QUADRIÊNIO 2012-2015 Cascavel set/2011. APRESENTAÇÃO Nasci em Umuarama/PR em 31/07/1973. Sou técnico em Contabilidade pelo

Leia mais

PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO. Esperidião Amin Helou Filho

PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO. Esperidião Amin Helou Filho PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO Esperidião Amin Helou Filho 1 PROJETO DE LEI Nº 8.035, DE 2010. Ementa: Aprova o Plano Nacional de Educação para o decênio 2011-2020 e dá outras providências. 2 PROJETO DE LEI

Leia mais

plano de metas gestão 2013-2017

plano de metas gestão 2013-2017 plano de metas gestão 2013-2017 Reitora Miriam da Costa Oliveira Vice-Reitor Luís Henrique Telles da Rosa Pró-Reitora de Graduação Maria Terezinha Antunes Pró-Reitor de Pesquisa e Pós-Graduação Rodrigo

Leia mais

PLANO DE TRABALHO DIREÇÃO DO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE. UNIOESTE - Campus de Francisco Beltrão. Quadriênio 2016-2019. Candidata

PLANO DE TRABALHO DIREÇÃO DO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE. UNIOESTE - Campus de Francisco Beltrão. Quadriênio 2016-2019. Candidata PLANO DE TRABALHO DIREÇÃO DO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE UNIOESTE - Campus de Francisco Beltrão Quadriênio 2016-2019 Candidata Franciele Ani Caovilla Follador Slogan: CCS em ação! 1 INTRODUÇÃO Em 1991,

Leia mais

Cadastro de denominações consolidadas para Cursos de Graduação (bacharelado e licenciatura) do Ministério da Educação

Cadastro de denominações consolidadas para Cursos de Graduação (bacharelado e licenciatura) do Ministério da Educação Cadastro de denominações consolidadas para Cursos de Graduação (bacharelado e licenciatura) do Ministério da Educação Justificativa Desde a edição da nova LDB (Lei nº 9.394/1996), promulgada em decorrência

Leia mais

PONTUAÇÃO MÁXIMA E MÍNIMA DOS CANDIDATOS CONVOCADOS PARA A 2ª FASE

PONTUAÇÃO MÁXIMA E MÍNIMA DOS CANDIDATOS CONVOCADOS PARA A 2ª FASE PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR - ª FASE / // PONTUAÇÃO MÁXIMA E MÍNIMA DOS CANDIDATOS CONVOCADOS PARA A ª FASE ª Fase ª Fase ª Fase ADMINISTRAÇÃO (MATUTINO),,,,,, ADMINISTRAÇÃO (NOTURNO),,,,,, AGRONOMIA

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS FACULDADE DE CIÊNCIAS DA SAÚDE

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS FACULDADE DE CIÊNCIAS DA SAÚDE MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS FACULDADE DE CIÊNCIAS DA SAÚDE PROPOSTA DE TRABALHO PARA FINS DE INSCRIÇÃO NO PROCESSO DE CONSULTA PRÉVIA PARA DIRETOR E VICE-DIRETOR DA FACULDADE

Leia mais

Art. 1º - A concessão de bolsas de estudo para os alunos regularmente matriculados no PPgCO terá a vigência de doze (12) meses.

Art. 1º - A concessão de bolsas de estudo para os alunos regularmente matriculados no PPgCO terá a vigência de doze (12) meses. RESOLUÇÃO N O 01/201 PPgCO Regulamenta a distribuição de bolsas de estudo no Programa de Pós-Graduação em Clínica Odontológica, quanto à concessão, manutenção, duração e cancelamento da bolsa. O Colegiado

Leia mais

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO AMAZONAS UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS Gabinete da Reitora EDITAL Nº 27/2009

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO AMAZONAS UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS Gabinete da Reitora EDITAL Nº 27/2009 FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO AMAZONAS UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS Gabinete da Reitora EDITAL Nº 27/2009 A FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO AMAZONAS torna público que o Processo Seletivo para preenchimento de

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS INEP

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS INEP MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS INEP Alunos apontam melhorias na graduação Aumenta grau de formação dos professores e estudantes mostram que cursos possibilitam

Leia mais

UFBA INGRESSO AOS CURSOS DE GRADUAÇÃO PELO ENEM /SISU ANO: 2014

UFBA INGRESSO AOS CURSOS DE GRADUAÇÃO PELO ENEM /SISU ANO: 2014 UFBA INGRESSO AOS CURSOS DE GRADUAÇÃO PELO ENEM /SISU ANO: 2014 LEGENDA: Categoria / Cotas Am: Candidatos pretos/pardos/índios de escola pública e renda familiar igual ou inferior a 1,5 salário mínimo.

Leia mais

Legenda: Campus Nome do Curso Turno Classe Vagas

Legenda: Campus Nome do Curso Turno Classe Vagas Em caráter meramente ilustrativo, veja abaixo as notas de corte relativas ao processo de seleção de 2013. Em 2013, a UFC adotou o percentual de reserva de vagas de 12,5%, nos termos da Lei nº 12.711/2012.

Leia mais

EDUCAÇÃO SUPERIOR NO CONTEXTO DO PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO 2011-2010

EDUCAÇÃO SUPERIOR NO CONTEXTO DO PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO 2011-2010 EDUCAÇÃO SUPERIOR NO CONTEXTO DO PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO 2011-2010 Contribuições para o Plano Municipal de Educação de Palmas Maio 22, 2012 DAS 20 METAS DO PNE, CINCO ESTÃO DIRETAMENTE LIGADAS ÀS INSTITUIÇÕES

Leia mais

PAS recebeu inscrições de 64,5 mil estudantes

PAS recebeu inscrições de 64,5 mil estudantes ADMISSÃO PAS recebeu inscrições de 64,5 mil estudantes Os candidatos fizeram provas nos dias 4 e 5 de dezembro de 2010. Aprovados em primeira chamada deverão efetuar registro nos dias 7 e 8 de fevereiro

Leia mais

Estatuto da UFPB. Parte II

Estatuto da UFPB. Parte II Estatuto da UFPB Parte II ESTATUTO - UFPB REGIME DIDÁTICO-CIENTÍFICO Indissociabilidade do ensino pesquisa extensão ENSINO Modalidades de Cursos e Programas Sequenciais por campo do saber, de diferentes

Leia mais

COMPROV UFCG Manual do Candidato Vestibular 2013

COMPROV UFCG Manual do Candidato Vestibular 2013 Dos Cursos Oferecidos Os Cursos de Graduação oferecidos pela UFCG têm funcionamento nos turnos: Matutino M (aulas pela manhã), Vespertino T (aulas à tarde), Noturno N (aulas à noite) e Diurno D (aulas

Leia mais

SISTEMA DE COTAS NO VESTIBULAR

SISTEMA DE COTAS NO VESTIBULAR UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO SERVIÇO DE SELEÇÃO, ORIENTAÇÃO E AVALIAÇÃO SISTEMA DE COTAS NO VESTIBULAR 2005 ANÁLISE DOS RESULTADOS SALVADOR, JUNHO DE 2005 VESTIBULAR

Leia mais

ANEXO I DAS ÁREAS, DA QUANTIDADE DE VAGAS, DOS PERFIS PARA INVESTIDURA NO CARGO, DO REGIME DE TRABALHO E DAS LOCALIDADES DAS VAGAS

ANEXO I DAS ÁREAS, DA QUANTIDADE DE VAGAS, DOS PERFIS PARA INVESTIDURA NO CARGO, DO REGIME DE TRABALHO E DAS LOCALIDADES DAS VAGAS ANEXO I DAS ÁREAS, DA QUANTIDADE DE VAGAS, DOS PERFIS PARA INVESTIDURA NO CARGO, DO REGIME DE TRABALHO E DAS LOCALIDADES DAS VAGAS CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE CRUZEIRO DO SUL CENTRO DE EDUCAÇÃO E LETRAS CEL

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO DIRETORIA DE PROCESSOS SELETIVOS. EDITAL Nº 203 - DIPS/UFLA, de 19 de maio de 2015

UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO DIRETORIA DE PROCESSOS SELETIVOS. EDITAL Nº 203 - DIPS/UFLA, de 19 de maio de 2015 UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO DIRETORIA DE PROCESSOS SELETIVOS EDITAL Nº 203 - DIPS/UFLA, de 19 de maio de 2015 SISTEMA DE SELEÇÃO UNIFICADA - SISU VERSÃO 2015/2 A Pró-Reitoria

Leia mais

Pré-Vestibular Social UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE - UFF

Pré-Vestibular Social UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE - UFF UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE - UFF I) A UNIVERSIDADE A UFF foi criada em 1960 com a junção de 5 faculdades federais que já existiam em. Inicialmente se chamava UFERJ Universidade Federal do Estado do

Leia mais

PROGRAMA DE BOLSAS PARA ESTUDOS DE DOUTORADO NA UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA (UNESP) DO BRASIL

PROGRAMA DE BOLSAS PARA ESTUDOS DE DOUTORADO NA UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA (UNESP) DO BRASIL PROGRAMA DE BOLSAS PARA ESTUDOS DE DOUTORADO NA UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA (UNESP) DO BRASIL PROGRAMA DE APOIO A ESTUDANTES DE DOUTORADO DO EXTERIOR (PAEDEX) CONVOCATÓRIA 2015 APRESENTAÇÃO O Programa

Leia mais

As nossas propostas de atuação para a Gestão 2013-2017 estão pautadas na Consolidação e expansão do Campus Centro-Oeste Dona Lindu.

As nossas propostas de atuação para a Gestão 2013-2017 estão pautadas na Consolidação e expansão do Campus Centro-Oeste Dona Lindu. As nossas propostas de atuação para a Gestão 2013-2017 estão pautadas na Consolidação e expansão do Campus Centro-Oeste Dona Lindu. Nosso Compromisso é trabalhar, junto à Reitoria, Discentes, Docentes

Leia mais

Unesc Universidade do Extremo Sul Catarinense

Unesc Universidade do Extremo Sul Catarinense Gestão da Ciência e da Tecnologia na Universidade Prof. Dr. Gildo Volpato (UNESC) Florianópolis - Dezembro 2014 Criciúma - SC Linha do Tempo 1968 1970 1974 1975 1991 1997 Lei Municipal n.697/1968 Criação

Leia mais

PONTOS FRACOS E PONTOS FORTES E PROPOSTA PARA SOLUCIONAR E/OU MINIMIZAR

PONTOS FRACOS E PONTOS FORTES E PROPOSTA PARA SOLUCIONAR E/OU MINIMIZAR PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO COORDENADORIA DE ACOMPANHAMENTO E AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL SÍNTESE DE RELATORIO DE AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL E DE AVALIAÇÃO EXTERNA PONTOS FRACOS E PONTOS FORTES E PROPOSTA

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS PRÓ-REITORIA DE GESTÃO DE PESSOAS E DO TRABALHO Coordenadoria de Desenvolvimento de Recursos Humanos

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS PRÓ-REITORIA DE GESTÃO DE PESSOAS E DO TRABALHO Coordenadoria de Desenvolvimento de Recursos Humanos ANEXO 1 CRITÉRIOS PARA AVALIAÇÃO DO FATOR IV PRODUTIVIDADE 1 A avaliação do Fator Produtividade será realizada de acordo com as atividades de Ensino, Pesquisa, Extensão e Produção Intelectual, e Gestão,

Leia mais

para a UFLA venha ufla.br/ CONHEÇA UM POUCO DA UNIVERSIDADE E FAÇA SUA ESCOLHA

para a UFLA venha ufla.br/ CONHEÇA UM POUCO DA UNIVERSIDADE E FAÇA SUA ESCOLHA venha para a UFLA ufla.br/ CONHEÇA UM POUCO DA UNIVERSIDADE E FAÇA SUA ESCOLHA A UFLA vem se consolidando como uma das mais importantes instituições de educação superior do Brasil, além de já alcançar

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO Programa de Pós-Graduação em Educação Física

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO Programa de Pós-Graduação em Educação Física EDITAL Nº. 003/2015 PPGEF-UNIVASF PROCESSO DE SELEÇÃO DE BOLSAS DE MESTRADO 1. PREÂMBULO A Coordenação do da Universidade Federal do Vale do São Francisco (PPGEF-UNIVASF), torna público o presente Edital

Leia mais

PLANO DE GESTÃO 2015-2017

PLANO DE GESTÃO 2015-2017 UNIFAL-MG FACULDADE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS PLANO DE GESTÃO 2015-2017 Profa. Fernanda Borges de Araújo Paula Candidata a Diretora Profa. Cássia Carneiro Avelino Candidata a Vice Diretora Índice Apresentação...

Leia mais

REFERENCIAIS ESTRATÉGICOS. PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO 2011-2020: metas que envolvem a Educação Profissional

REFERENCIAIS ESTRATÉGICOS. PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO 2011-2020: metas que envolvem a Educação Profissional REFERENCIAIS ESTRATÉGICOS Projeto de Lei nº 8.035, de 2010 PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO 2011-2020: metas que envolvem a Educação Profissional O PNE é formado por: 10 diretrizes; 20 metas com estratégias

Leia mais

ASSISTÊNCIA. AUFLA foi uma das instituições mapeadas ESTUDANTIL

ASSISTÊNCIA. AUFLA foi uma das instituições mapeadas ESTUDANTIL ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL AUFLA foi uma das instituições mapeadas por uma pesquisa realizada em 2010 pela Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes), que resultou

Leia mais

DIRETORIA DE CONCURSO VESTIBULAR

DIRETORIA DE CONCURSO VESTIBULAR DIRETORIA DE CONCURSO VESTIBULAR EDITAL Nº 001/2011-DCV PUBLICAÇÃO DA RELAÇÃO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO CONSIDERADOS COMO CURSOS AFINS DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UNIOESTE. O Diretor de Concurso Vestibular

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO ESCOLA DE EDUCAÇÃO FÍSICA E ESPORTE. Curso: Licenciatura em Educação Física Projeto Pedagógico

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO ESCOLA DE EDUCAÇÃO FÍSICA E ESPORTE. Curso: Licenciatura em Educação Física Projeto Pedagógico UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO ESCOLA DE EDUCAÇÃO FÍSICA E ESPORTE Curso: Licenciatura em Educação Física Projeto Pedagógico Ingressantes em 2007 Dados: Sigla: Licenciatura em Educação Física Área: Biológicas

Leia mais