TRANSPETRO/PRES/RH 4.022/12 Rio de Janeiro, 09 de janeiro de 2012.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "TRANSPETRO/PRES/RH 4.022/12 Rio de Janeiro, 09 de janeiro de 2012."

Transcrição

1 TRANSPETRO/PRES/RH 4.022/12 Rio de Janeiro, 09 de janeiro de À Federação Nacional dos Trabalhadores em Transportes Aquaviários e afins - FNTTAA Av. Passos, 120 3º e 4º andares Centro Rio de Janeiro - RJ CEP: Prezados Senhores, Após reuniões realizadas com essa Federação, encaminhamos a proposta, visando fechamento do Acordo Coletivo de Trabalho A Companhia com essa proposição sinaliza ter alcançado o seu limite máximo. 1. Proposta econômica: Reajuste na tabela da Remuneração Mínima por Regime RMR de 10,71%; Reajuste das tabelas de salário básico em 6,97%; Aumento da etapa para R$ 382,89, considerando o índice de alimentação fora de domicílio do IPCA 11,48%; Aumento da etapa na prestação de serviço em terra, para R$ 636,46 (seiscentos e trinta e seis reais e quarenta e seis centavos), considerando o índice de alimentação fora de domicílio do IPCA 11,48%; Aumento do Adicional do Estado do Amazonas em 10,71%; Reajuste das tabelas dos Benefícios Educacionais em 10,71% a partir de 1º de janeiro de 2012; Reajuste da tabela do Programa Jovem Universitário em 10,71% a partir de 1º de janeiro de 2012; Reajuste das demais gratificações em 10,71%; Reajuste do auxílio para compra de uniforme para R$ 427,67 (quatrocentos e vinte e sete reais e sessenta e sete centavos); Criação de uma gratificação para contramestres no valor de R$ 340,60 (trezentos e quarenta reais e sessenta centavos). 1

2 2. Gratificação Contingente: A Companhia pagará de uma só vez a todos os empregados admitidos até 31 de outubro de 2011 e que estejam em efetivo exercício em 31 de outubro de 2011, uma Gratificação Contingente, sem compensação e não incorporada aos respectivos salários, no valor correspondente a 100% (cem por cento) da sua remuneração normal, excluídas as parcelas de caráter eventual ou médias, ou R$ 6.000,00 (seis mil reais), o que for maior; Não serão considerados naquela data como tempo de efetivo exercício os períodos de afastamentos por doença não ocupacional acima de 3 (três) anos, por acidente de trabalho ou doença ocupacional acima de 4 (quatro) anos e os referentes à licença sem vencimentos, exceto nos casos previstos conforme o disposto no parágrafo 2º, do artigo 543 da Consolidação das Leis do Trabalho CLT, e nos limites da Lei; Excepcionalmente, serão contemplados para o referido pagamento os empregados admitidos na Companhia por processo seletivo público entre 1º de novembro de 2011 e 13 de janeiro de 2012 e que estiverem em efetivo exercício em 13 de janeiro de Adiantamento PLR 2011: A Companhia, após a finalização da negociação do ACT mar, se compromete em efetuar o pagamento de um adiantamento da PLR 2011 no mês de janeiro de 2012, seguindo os preceitos legais sobre o assunto. 4. AMS: A Companhia se compromete a implantar a AMS em no máximo 120 dias para todos os empregados marítimos da ativa admitidos por processo seletivo público, nos mesmos moldes já praticados na Transpetro. 5. AMS para Aposentados e Pensionistas: A Companhia se compromete a constituir, no 2º semestre de 2012, um Grupo de Trabalho composto pela Transpetro e FNTTA com vistas a implantar a AMS aos seus empregados, aposentados e pensionistas com base em estudo técnico a ser realizado pela Companhia no 1º semestre de Parágrafo Único Compromete-se, ainda, a envidar todos os esforços para que o referido benefício esteja efetivamente implantado, no âmbito da Companhia, a partir de

3 6. Benefícios Educacionais e Programa Jovem Universitário: A Companhia reajustará, a partir de janeiro de 2012, as tabelas dos benefícios educacionais e do Programa Jovem Universitário em 10,71%; A Companhia contemplará no Programa Jovem Universitário, a partir de janeiro de 2012, todas as formações aceitas como requisitos nos processos seletivos para cargos de nível superior presentes no PCAC da Transpetro; A Companhia igualará, a partir de janeiro/2012, o valor das tabelas do Benefício Educacional e Programa Jovem Universitário para Escolas e Universidades Públicas dos demais Estados à tabela do Rio de Janeiro. 7. PETROS: Com o fim do Patrocínio do Plano TRANSPETRO em 30 de novembro de 2011, a adesão dos empregados admitidos por processo seletivo público ao Plano Petros 2 teve início a partir de 1º de dezembro de O Petros 2 assegura uma complementação salarial ao empregado participante, após os primeiros quinze dias de afastamento médico, desde que haja concessão do benefício pelo INSS. 8. Bonificação de Viagem ao Exterior BVE: Será assegurada ao empregado marítimo, quando em viagem de longo curso, uma Bonificação de Viagem ao exterior, em forma de diárias, conforme tabelas e critérios vigentes. Estas diárias serão devidas a partir do dia em que o navio deixar o ultimo porto brasileiro com destino a porto estrangeiro e cessarão no dia da chegada ao primeiro porto brasileiro na viagem de regresso ao Brasil. A entrada em vigor dessa medida estará condicionada à criação de um regime de 120 (cento e vinte) dias de embarque por 60(sessenta) dias de folga para os navios engajados em viagens de longo curso, exceto para os que operam em portos da América do Sul, que passarão a receber a Bonificação de Viagem ao Exterior na viagem de retorno ao Brasil, mas permanecerão no atual regime. 9. Ponto Eletrônico: A Companhia e Sindicatos, em consonância com a Portaria 373/2011 do MTE, acordam que os sistemas de ponto eletrônico utilizados para o registro e controle das marcações da jornada de trabalho são considerados e aceitos 3

4 como instrumentos válidos e legais para a aferição da freqüência dos empregados da Companhia, com reavaliação em 180 dias. 10. Seguro em Grupo: A Companhia manterá até o prazo final de adesão do Plano Petros 2, ou seja, 180 (cento e oitenta) dias a partir de 01/12/2011, o seguro em grupo para seus empregados admitidos por processo seletivo público, cobrindo os riscos de morte natural, morte acidental e invalidez permanente. A Companhia incluirá no seguro mencionado uma garantia de indenização Especial por Morte Acidental IEA, que proporciona indenização em dobro em caso de morte por acidente. O seguro de vida continuará sendo praticado para os marítimos admitidos na Transpetro através de contratos por prazo determinado 11. Recebimento de Novos Navios: A Companhia se compromete a constituir um Grupo de Trabalho composto pela Transpetro e Sindicatos com vistas a definir tanto o regime quanto procedimentos a serem adotados para os marítimos nomeados para receber novas unidades do PROMEF. O GT terá um prazo de 60 dias após a assinatura do ACT Mar para conclusão dos trabalhos. 12. Comissão de Acompanhamento do ACT: A Companhia compromete a criar uma Comissão Paritária para acompanhamento e interpretação das cláusulas do ACT, com reuniões a cada 2 (dois) meses. A pauta da primeira reunião, que deverá acontecer em até 15 dias após a assinatura do ACT Mar, será sobre o Grupo de Inspeção e Acompanhamento Operacional de Navios e Terminais - GIAONT. 4

5 13. Calendário de Pagamento: Calendário de Pagamento Até Assinatura do Acordo Coletivo 16/01/2012 Data de Pagamento da Gratificação Contingente e diferenças resultantes do reajuste salarial 30/01/2012 Calendário de Pagamento Até Assinatura do Acordo do Adiantamento da PLR 16/01/2012 Data de Pagamento do Adiantamento 30/01/ Data Base: A Companhia se compromete a partir de 2012 a iniciar a negociação do ACT Mar no dia 1º de novembro. 15. Vigência As cláusulas pactuadas no Acordo Coletivo de Trabalho 2011 terão vigência até 31 de outubro de 2013, exceto quanto às cláusulas que contiverem disposição expressa em contrário. Aguardamos posicionamento favorável dos empregados e das entidades sindicais em relação à proposição apresentada, objetivando a consolidação do Acordo Coletivo de Trabalho de Atenciosamente, Claudio Francisco Negrão Gerente Executivo de Recursos Humanos 5

TRANSPETRO/PRES/RH 4.543/11 Rio de Janeiro, 29 de novembro de 2011.

TRANSPETRO/PRES/RH 4.543/11 Rio de Janeiro, 29 de novembro de 2011. TRANSPETRO/PRES/RH 4.543/11 Rio de Janeiro, 29 de novembro de 2011. À Federação Única dos Petroleiros FUP Av. Rio Branco, 133/21º andar Centro Rio de Janeiro RJ CEP: 20040-226 Prezados Senhores, Após reunião

Leia mais

FEDERAÇÃO ÚNICA DOS PETROLEIROS Filiada à

FEDERAÇÃO ÚNICA DOS PETROLEIROS Filiada à PAUTA DO SISTEMA PETROBRÁS TERMO ADITIVO AO ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2013 2014, REAJUSTANDO CLÁUSULAS E CONDIÇÕES PARA VIGÊNCIA A PARTIR DE 1º DE SETEMBRO DE 2014. CLÁUSULA 1ª REAJUSTE SALARIAL Em 1º

Leia mais

PROPOSTA DE PAUTA PARA TERMO ADITIVO AO ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2014/2015

PROPOSTA DE PAUTA PARA TERMO ADITIVO AO ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2014/2015 PROPOSTA DE PAUTA PARA TERMO ADITIVO AO ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2014/2015 Cláusula 1ª Tabela Salarial As companhias praticarão os salários constantes da Tabela Salarial que vigorarão até 31/8/15. Com

Leia mais

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO Mediador - Extrato Instrumento Coletivo CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2008/2009 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: ES000053/2009 DATA DE REGISTRO NO MTE: 05/02/2009 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR001382/2009 NÚMERO

Leia mais

CLÁUSULA 1ª - DATA BASE Fica reconhecida e garantida como data-base da categoria a data de 1º de março.

CLÁUSULA 1ª - DATA BASE Fica reconhecida e garantida como data-base da categoria a data de 1º de março. PAUTA DO ACORDO COLETIVO DE TRABALHO FIRMADO ENTRE O SINDICATO DOS SERVIDORES EM CONSELHOS E ORDENS DE FISCALIZAÇÃO PROFISSIONAL E ENTIDADES COLIGADAS E AFINS DO ESTADO DO ESPIRITO SANTO SINDICOES-ES E

Leia mais

Encargos Financeiros 2016. Program a de Pó s - Gr adu ação La to Se ns u da FGV DIREIT O SP ( GV law)

Encargos Financeiros 2016. Program a de Pó s - Gr adu ação La to Se ns u da FGV DIREIT O SP ( GV law) Encargos Financeiros 2016 Programa de Pós-Graduação Lato Sensu da DIREITO GV (GVlaw) Valores dos cursos de 32 horas (para ingressantes no 1º semestre de 2016): R$ 3.045,00 (três mil e quarenta e cinco

Leia mais

I CLÁUSULAS ECONÔMICAS

I CLÁUSULAS ECONÔMICAS PAUTA PARA RENOVAÇÃO DA CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO CLÁUSULAS ECONÔMICAS - ENTRE O SINDICATO DOS AEROVIÁRIOS E O SINDICATO NACIONAL DA EMPRESAS AEROVIÁRIAS SNEA 2011-2012 01 ABRANGÊNCIA O SINDICATO

Leia mais

PAUTA DE REIVINDICAÇÃO PESSOAL DA CS BRASIL DATA-BASE 01.07.2011 VIGÊNCIA 01.07.2011 A 30.06.2012

PAUTA DE REIVINDICAÇÃO PESSOAL DA CS BRASIL DATA-BASE 01.07.2011 VIGÊNCIA 01.07.2011 A 30.06.2012 PAUTA DE REIVINDICAÇÃO PESSOAL DA CS BRASIL DATA-BASE 01.07.2011 VIGÊNCIA 01.07.2011 A 30.06.2012 CLÁUSULA 1ª - VIGÊNCIA E DATA-BASE As partes fixam a vigência do presente Acordo Coletivo de Trabalho no

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011 A Petrobras Transporte S.A. Transpetro, doravante denominada Companhia, representada neste ato pelo seu Presidente José Sérgio de Oliveira Machado, e os Sindicato dos Trabalhadores

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2013/2014 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: SP000495/2014 DATA DE REGISTRO NO MTE: 14/01/2014 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR065582/2013 NÚMERO DO PROCESSO: 46472.007775/2013-83 DATA DO

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2007/2008

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2007/2008 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2007/2008 BR 101 Km 205 Barreiros São José SC 1 Data-base - Maio/2007 BR 101 Km 205 Barreiros São José SC 2 Pelo presente instrumento, de um lado a Centrais de Abastecimento

Leia mais

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO PISO SALARIAL

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO PISO SALARIAL CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO, que entre si fazem, nos termos do artigo 611 e seguintes da Consolidação das Leis do Trabalho, artigos 7º, XXVI, e, 8º VI, da Constituição da República, SINDICATO DOS PROFESSORES

Leia mais

ACT2011/2013 TRABALHADORES DO SISTEMA PETROBRÁS. ACT 2011/2013 A vida, sim, é a nossa energia! Exploração, só de petróleo 1

ACT2011/2013 TRABALHADORES DO SISTEMA PETROBRÁS. ACT 2011/2013 A vida, sim, é a nossa energia! Exploração, só de petróleo 1 ACT2011/2013 TRABALHADORES DO SISTEMA PETROBRÁS ACT 2011/2013 A vida, sim, é a nossa energia! Exploração, só de petróleo 1 ACT 2011.pmd 1 Fazer valer nossas conquistas! Você está recebendo a integra do

Leia mais

CAMPANHA SALARIAL COPEL 2015 PAUTA UNIFICADA SEÇÃO I DO ACORDO COLETIVO DE TRABALHO

CAMPANHA SALARIAL COPEL 2015 PAUTA UNIFICADA SEÇÃO I DO ACORDO COLETIVO DE TRABALHO CAMPANHA SALARIAL COPEL 2015 PAUTA UNIFICADA SEÇÃO I DO ACORDO COLETIVO DE TRABALHO CLÁUSULAS ECONÔMICAS 01 REAJUSTE SALARIAL A partir de 1º de outubro de 2015, a Copel fará a correção salarial pelo índice

Leia mais

PAUTA DE REVINDICAÇÃO - 2015/2016 ELENCO DE REIVINDICAÇÃO DOS TRABALHADORES DO SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM RURAL AR/DF

PAUTA DE REVINDICAÇÃO - 2015/2016 ELENCO DE REIVINDICAÇÃO DOS TRABALHADORES DO SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM RURAL AR/DF PAUTA DE REVINDICAÇÃO - 2015/2016 ELENCO DE REIVINDICAÇÃO DOS TRABALHADORES DO SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM RURAL AR/DF CLÁUSULA PRIMEIRA VIGÊNCIA E DATA-BASE As partes fixam a vigência do presente

Leia mais

SINDICATO DOS TRABALHADORES EM EMPRESAS DE TELECOMUNICAÇÕES E OPERADORES DE MESAS TELEFÔNICAS NO ESTADO DE SÃO PAULO

SINDICATO DOS TRABALHADORES EM EMPRESAS DE TELECOMUNICAÇÕES E OPERADORES DE MESAS TELEFÔNICAS NO ESTADO DE SÃO PAULO REFERÊNCIA: GRUPO TELEFÔNICA / VIVO S/A PRÉ - PAUTA NACIONAL DE REIVINDICAÇÕES DOS TRABALHADORES DAS EMPRESAS CONCESSIONÁRIAS DE TELEFONIA FIXA E MÓVEL (OPERADORAS) PARA NEGOCIAÇÃO UNIFICADA DOS SINDICATOS

Leia mais

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO REAJUSTES/CORREÇÕES SALARIAIS

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO REAJUSTES/CORREÇÕES SALARIAIS ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2013/2015 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: SP015489/2013 DATA DE REGISTRO NO MTE: 27/12/2013 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR075920/2013 NÚMERO DO PROCESSO: 47998.009000/2013-86 DATA DO

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2007/2008

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2007/2008 CODESC Companhia de Desenvolvimento do Estado de Santa Catarina ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2007/2008 Pelo presente instrumento, de um lado a COMPANHIA DE DESENVOLVIMENTO DO ESTADO DE SANTA CATARINA CODESC,

Leia mais

PAUTA DE REIVINDICAÇÕES PATRONAL 2015 (Fetquim)

PAUTA DE REIVINDICAÇÕES PATRONAL 2015 (Fetquim) PAUTA DE REIVINDICAÇÕES PATRONAL 2015 (Fetquim) CLÁUSULAS PARA DISCUSSÃO CLÁUSULA PRIMEIRA - VIGÊNCIA E DATA-BASE As partes fixam a vigência da presente Convenção Coletiva de Trabalho no período de 1º

Leia mais

http://www3.mte.gov.br/internet/mediador/relatorios/imprimiricxml.asp?nrrequeri...

http://www3.mte.gov.br/internet/mediador/relatorios/imprimiricxml.asp?nrrequeri... Page 1 of 9 TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2012/2013 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: SP003860/2013 DATA DE REGISTRO NO MTE: 10/04/2013 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR072431/2012 NÚMERO DO PROCESSO:

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO - 2009/2011

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO - 2009/2011 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO - 2009/2011 Que entre si celebram, de um lado, E de outro lado, SINDICATO DOS AEROVIÁRIOS DE PORTO ALEGRE, com sede na Rua Augusto Severo, 82 - Porto Alegre RS, CEP 90.240-480,

Leia mais

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO PISO SALARIAL

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO PISO SALARIAL TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2015 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RJ002435/2014 DATA DE REGISTRO NO MTE: 23/10/2014 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR066097/2014 NÚMERO DO PROCESSO: 46215.023186/2014

Leia mais

Acordo Coletivo de Trabalho ABRANGÊNCIA MAIO/2008 A ABRIL/2009

Acordo Coletivo de Trabalho ABRANGÊNCIA MAIO/2008 A ABRIL/2009 Acordo Coletivo de Trabalho ABRANGÊNCIA MAIO/2008 A ABRIL/2009 Instrumento de Acordo Coletivo de Trabalho entre si celebram, de um lado a UNIMED REGIONAL SUL/GO, pessoa jurídica de direito privado, com

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2014/2014 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RJ000529/2014 DATA DE REGISTRO NO MTE: 04/04/2014 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR002949/2014 NÚMERO DO PROCESSO: 46215.003317/2014-97 DATA DO

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2014/2014 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RJ001437/2014 DATA DE REGISTRO NO MTE: 30/07/2014 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR018284/2014 NÚMERO DO PROCESSO: 46215.012545/2014-58 DATA DO

Leia mais

TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2015

TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2015 TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2015 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: CE000572/2015 DATA DE REGISTRO NO MTE: 23/04/2015 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR021807/2015 NÚMERO DO PROCESSO: 46205.005707/2015-00

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2014/2015

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2014/2015 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2014/2015 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RS000599/2015 DATA DE REGISTRO NO MTE: 23/04/2015 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR018559/2015 NÚMERO DO PROCESSO: 46218.005985/2015-18 DATA DO

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2011/2012 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: ES000068/2012 DATA DE REGISTRO NO MTE: 27/02/2012 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR073742/2011 NÚMERO DO PROCESSO: 46207.000791/2012-02 DATA

Leia mais

PAUTA ESPECÍFICA DOS TRABALHADORES DE FURNAS DATA BASE 2011-2012

PAUTA ESPECÍFICA DOS TRABALHADORES DE FURNAS DATA BASE 2011-2012 PAUTA ESPECÍFICA DOS TRABALHADORES DE FURNAS DATA BASE 2011-2012 CLÁUSULA 1ª POLÍTICA DE TRANSFERÊNCIA FURNAS manterá, na área de Recursos Humanos, uma Bolsa de Transferência para analisar as solicitações

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO que entre si celebram, de um lado, o SINDICATO DAS INDÚSTRIAS DE CELULOSE, PAPEL E PAPELÃO NO ESTADO DE MINAS GERAIS - SINPAPEL, e, de outro

Leia mais

PAUTA DE REIVINDICAÇÕES PATRONAL 2015 (Federação)

PAUTA DE REIVINDICAÇÕES PATRONAL 2015 (Federação) PAUTA DE REIVINDICAÇÕES PATRONAL 2015 (Federação) CLÁUSULAS PARA DISCUSSÃO CLÁUSULA PRIMEIRA - VIGÊNCIA E DATA-BASE As partes fixam a vigência da presente Convenção Coletiva de Trabalho no período de 1º

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2014/2014 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: PE000408/2014 DATA DE REGISTRO NO MTE: 17/04/2014 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR013582/2014 NÚMERO DO PROCESSO: 46213.008124/2014-42 DATA DO

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2012

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2012 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2012 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: DF000566/2010 DATA DE REGISTRO NO MTE: 20/12/2010 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR070788/2010 NÚMERO DO PROCESSO: 46206.014471/2010-70 DATA DO

Leia mais

ADITAMENTO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO - 2 0 0 4 / 2 0 0 6 INDAIATUBA

ADITAMENTO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO - 2 0 0 4 / 2 0 0 6 INDAIATUBA ADITAMENTO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO - 2 0 0 4 / 2 0 0 6 INDAIATUBA Por este instrumento, e na melhor forma de direito, de um lado, como representante da categoria profissional, o SINDICATO DOS

Leia mais

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO PISO SALARIAL

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO PISO SALARIAL Página 1 de 5 TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015/2016 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: SC001779/2015 DATA DE REGISTRO NO MTE: 27/07/2015 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR043262/2015 NÚMERO DO PROCESSO:

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2005/2006 EMPREGADOS EM SOCIEDADES DE FOMENTO MERCANTIL - FACTORING

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2005/2006 EMPREGADOS EM SOCIEDADES DE FOMENTO MERCANTIL - FACTORING CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2005/2006 EMPREGADOS EM SOCIEDADES DE FOMENTO MERCANTIL - FACTORING 1 - BENEFICIÁRIOS São beneficiários do presente instrumento todos os empregados em Sociedades de Fomento

Leia mais

LEI FEDERAL DO VALE TRANSPORTE

LEI FEDERAL DO VALE TRANSPORTE LEI FEDERAL DO VALE TRANSPORTE A LEI FEDERAL NÃO SE APLICA AOS SERVIDORES MUNICIPAIS LEI 7418/ 1985 Art. 1º Fica instituído o vale-transporte, (Vetado) que o empregador, pessoa física ou jurídica, antecipará

Leia mais

TERMO ADITIVO A ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2014/2015

TERMO ADITIVO A ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2014/2015 TERMO ADITIVO A ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2014/2015 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: DF000169/2015 DATA DE REGISTRO NO MTE: 09/03/2015 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR004633/2015 NÚMERO DO PROCESSO: 46206.002832/2015-40

Leia mais

SINDICATO DOS EMPREGADOS NO COMÉRCIO VAREJISTA DE GÊNEROS ALIMENTÍCIOS NO ESTADO DE GOIÁS - SECOM

SINDICATO DOS EMPREGADOS NO COMÉRCIO VAREJISTA DE GÊNEROS ALIMENTÍCIOS NO ESTADO DE GOIÁS - SECOM MINUTA DE REIVINDICAÇÃO SALARIAL APROVADA NA ASSEMBLEIA GERAL DA CATEGORIA PARA VIGORAR NO ANO 2013/2014, DATA BAS - 2013, OCORRIDA EM 15.03.2013. TERMO REIVINDICATÓRIO DE REAJUSTES E MELHORIAS SALARIAIS

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº 581/2007

PROJETO DE LEI Nº 581/2007 1 PUBLICADO DOC 09/02/2008, PÁG. 85 EMENDA Nº 01 AO PROJETO DE LEI Nº 581/2007 Altera-se redação do artigo 2º como segue Art. 2º. Ficam instituídas as carreiras dos servidores de nível superior da Prefeitura

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO/1994 BENECAP CAIXA BENEFICENTE DOS FUNCIONÁRIOS DA COMPANHIA URBANIZADORA DA NOVA CAPITAL DO BRASIL SINDAF/DF

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO/1994 BENECAP CAIXA BENEFICENTE DOS FUNCIONÁRIOS DA COMPANHIA URBANIZADORA DA NOVA CAPITAL DO BRASIL SINDAF/DF ACORDO COLETIVO DE TRABALHO/1994 BENECAP CAIXA BENEFICENTE DOS FUNCIONÁRIOS DA COMPANHIA URBANIZADORA DA NOVA CAPITAL DO BRASIL SINDAF/DF ACORDO COLETIVO DE TRABALHO QUE ENTRE SI FAZEM A CAIXA BENEFICENTE

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2014/2015 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: SC001249/2014 DATA DE REGISTRO NO MTE: 17/06/2014 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR030888/2014 NÚMERO DO PROCESSO: 46304.001732/2014-15 DATA DO

Leia mais

PAUTA DE REIVINDICAÇÃO DOS TRABALHADORES DA VIVO PARA ACORDO COLETIVO 2008/2009. CAPíTULO I DAS CONDIÇÕES ECONÔMICAS

PAUTA DE REIVINDICAÇÃO DOS TRABALHADORES DA VIVO PARA ACORDO COLETIVO 2008/2009. CAPíTULO I DAS CONDIÇÕES ECONÔMICAS PAUTA DE REIVINDICAÇÃO DOS TRABALHADORES DA VIVO PARA ACORDO COLETIVO 2008/2009 CAPíTULO I DAS CONDIÇÕES ECONÔMICAS Cláusula Primeira - Reajuste Salarial A Empresa reajustará em 1º de outubro/2008, os

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: BA000408/2011 DATA DE REGISTRO NO MTE: 12/07/2011 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR024953/2011 NÚMERO DO PROCESSO: 46204.006979/2011-03 DATA DO

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2015/2016 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: PR001597/2015 DATA DE REGISTRO NO MTE: 11/05/2015 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR024152/2015 NÚMERO DO PROCESSO: 46212.007124/2015-16 DATA DO

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2012/2013

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2012/2013 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2012/2013 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: SP012504/2012 DATA DE REGISTRO NO MTE: 09/11/2012 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR060006/2012 NÚMERO DO PROCESSO: 46261.005100/2012-02 DATA DO

Leia mais

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO Mediador - Extrato Instrumento Coletivo CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2011/2012 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: DF000367/2011 DATA DE REGISTRO NO MTE: 28/07/2011 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR041524/2011 NÚMERO

Leia mais

1.2. Os valores previstos nesta cláusula terão vigência a partir de 1º de junho de 2014.

1.2. Os valores previstos nesta cláusula terão vigência a partir de 1º de junho de 2014. ACORDO QUE ENTRE SI FAZEM A VALE S/A E O SINDIMINA SINDICATO DOS TRABALHADORES NAS INDÚSTRIAS DE PROSPECÇÃO, PESQUISA E EXTRAÇÃO DE MINÉRIOS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO A VALE S/A, inscrita no CNPJ sob

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2013/2014

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2013/2014 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2013/2014 1 Entre as partes, de um lado, representando a Categoria Profissional, o SINDICATO DOS EMPREGADOS DE AGENTES AUTONOMOS DO COMÉRCIO E EM EMPRESAS DE ASSESSORAMENTO,

Leia mais

Outras normas referentes a salários, reajustes, pagamentos e critérios para cálculo

Outras normas referentes a salários, reajustes, pagamentos e critérios para cálculo NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RJ000203/2015 DATA DE REGISTRO NO MTE: 11/02/2015 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR085273/2014 NÚMERO DO PROCESSO: 46215.001799/2015-21 DATA DO PROTOCOLO: 27/01/2015 ACORDO COLETIVO

Leia mais

RESUMO DA CONVENÇÃO COLETIVA 2014 / 2015

RESUMO DA CONVENÇÃO COLETIVA 2014 / 2015 RESUMO DA CONVENÇÃO COLETIVA 2014 / 2015 Pelo presente instrumento particular, de um lado, o SINDICATO DOS PUBLICITÁRIOS, DOS AGENCIADORES DE PROPAGANDA E DOS TRABALHADORES EM EMPRESAS DE PROPAGANDA DO

Leia mais

Parágrafo 3º - O benefício previsto na presente cláusula é limitado a um curso de graduação, por beneficiário.

Parágrafo 3º - O benefício previsto na presente cláusula é limitado a um curso de graduação, por beneficiário. P R O P O S T A Acordo Coletivo de Trabalho que entre si fazem o Sindicato dos Auxiliares de Administração Escolar do Estado do Rio de Janeiro, com sede a Rua dos Andradas, nº 96, grupos 802/803, Centro,

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO - 2012/2013

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO - 2012/2013 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO - 2012/2013 Que entre si celebram, de um lado, E de outro lado, SIMARJ SINDICATO DOS TRABALHADORES NAS EMPRESAS DE TRANSPORTE AÉREO DO MUNICÍPIO DO RIO DE JANEIRO, com sede

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2014/2015 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: SP004794/2014 DATA DE REGISTRO NO MTE: 13/05/2014 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR024392/2014 NÚMERO DO PROCESSO: 46262.001835/2014-19 DATA DO

Leia mais

Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação de Teresópolis, Guapimirim e Magé

Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação de Teresópolis, Guapimirim e Magé Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação de Teresópolis, Guapimirim e Magé Fundado em 01 de março de 1996 Entidade reconhecida no Arquivo de Entidades Sindicais do MTE sob o nº 46000-006947/96

Leia mais

SINDICATO DOS EMPREGADOS NO COMÉRCIO DE TRÊS RIOS, PARAÍBA DO SUL, COMENDADOR LEVY GASPARIAN E AREAL.

SINDICATO DOS EMPREGADOS NO COMÉRCIO DE TRÊS RIOS, PARAÍBA DO SUL, COMENDADOR LEVY GASPARIAN E AREAL. SINDICATO DOS EMPREGADOS NO COMÉRCIO DE TRÊS RIOS, PARAÍBA DO SUL, COMENDADOR LEVY GASPARIAN E AREAL. SINDICATO DO COMÉRCIO VAREJISTA DE TRÊS RIOS, PARAÍBA DO SUL, COMENDADOR LEVY GASPARIAN, AREAL E SAPUCAIA.

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012 Data-base - Maio/2011 BR 101 Km 205 Barreiros São José SC 1 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012 SINDICATO DOS TRABALHADORES EM EMPRESAS DE ASSESSORAMENTO, PERÍCIA,

Leia mais

PROPOSTA DE CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015 / 2016. São fixados os seguintes salários para admissão a partir de 1º de maio de 2014:

PROPOSTA DE CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015 / 2016. São fixados os seguintes salários para admissão a partir de 1º de maio de 2014: PROPOSTA DE CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015 / 2016 CLÁUSULA 1ª - DO PISO SALARIAL São fixados os seguintes salários para admissão a partir de 1º de maio de 2014: a) Fica afixado o piso salarial da

Leia mais

Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Metroviários do Estado do Rio de Janeiro - SIMERJ

Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Metroviários do Estado do Rio de Janeiro - SIMERJ Abertura da Campanha Salarial do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes e Concessão Metroviária Rio de Janeiro S/A - METRÔRIO. PAUTA DE REIVINDICAÇÃO ACORDO COLETIVO 2013/2014. CLÁUSULA

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2013/2014

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2013/2014 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2013/2014 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR035902/2013 SINDICATO DOS TRABALHADORES EM TRANSP RODOV NO EST GO, CNPJ n. 01.089.689/0001-35, neste ato representado(a) por seu Presidente,

Leia mais

CAPÍTULO I - DOS SALÁRIOS 3 CAPÍTULO II - DAS VANTAGENS 5 CAPÍTULO III - DOS BENEFÍCIOS 24 CAPÍTULO IV - DA SEGURANÇA NO EMPREGO 46

CAPÍTULO I - DOS SALÁRIOS 3 CAPÍTULO II - DAS VANTAGENS 5 CAPÍTULO III - DOS BENEFÍCIOS 24 CAPÍTULO IV - DA SEGURANÇA NO EMPREGO 46 Í N D I C E CAPÍTULO I - DOS SALÁRIOS 3 CAPÍTULO II - DAS VANTAGENS 5 CAPÍTULO III - DOS BENEFÍCIOS 24 CAPÍTULO IV - DA SEGURANÇA NO EMPREGO 46 CAPÍTULO V - DO PLANEJAMENTO, RECRUTAMENTO, SELEÇÃO E MOVIMENTAÇÃO

Leia mais

NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: DATA DE REGISTRO NO MTE: NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: NÚMERO DO PROCESSO: DATA DO PROTOCOLO: Página 1 de 8

NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: DATA DE REGISTRO NO MTE: NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: NÚMERO DO PROCESSO: DATA DO PROTOCOLO: Página 1 de 8 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO ENTRE A EMPRESA MOINHO CANUELAS LTDA E O SINDICATO DOS TRABALHADORES NAS INDÚSTRIAS DE ALIMENTAÇÃO E AFINS DO ESTADO DA BAHIA SINDALIMENTAÇÃO-BA 2013/2014 NÚMERO DE REGISTRO

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2015

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2015 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2015 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: BA000213/2014 DATA DE REGISTRO NO MTE: 09/06/2014 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR028602/2014 NÚMERO DO PROCESSO: 46204.005460/2014-42 DATA

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE BARRA DO CHOÇA ESTADO DA BAHIA

PREFEITURA MUNICIPAL DE BARRA DO CHOÇA ESTADO DA BAHIA LEI Nº 278, DE 17 DE OUTUBRO DE 2014. Altera e insere dispositivos na Lei Municipal nº 016, de 20 de janeiro de 2004, a qual dispõe sobre o Plano de Carreira e Remuneração dos Servidores do Magistério

Leia mais

O CONGRESSO NACIONAL decreta:

O CONGRESSO NACIONAL decreta: REDAÇÃO FINAL PROJETO DE LEI Nº 4.873-B, DE 2005 Dispõe sobre a criação da Gratificação de Desempenho de Atividade de Especialista Ambiental GDAEM e da Gratificação de Desempenho de Atividade Técnico-Administrativa

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2010/2012

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2010/2012 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2010/2012 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR061795/2010 NÚMERO DO PROCESSO: 46219.010162/2010-81 DATA DO PROTOCOLO: 27/10/2010 SINDICATO DOS EMPREGADOS EM CASAS DE DIVERSOES DE SAO

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2011-2012

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2011-2012 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2011-2012 Entre as partes, de um lado, SINDICATO NACIONAL DAS EMPRESAS DE ARQUITETURA E ENGENHARIA CONSULTIVA - SINAENCO, inscrito no CNPJ 59.940.957/0001-60, e de outro

Leia mais

PROPOSTA I - PLR 2014

PROPOSTA I - PLR 2014 PROPOSTA A presente proposta, de acordo com o parágrafo 3º do artigo 614 da CLT, está estruturada em três módulos (i) PLR 2014; (ii) PLR 2015 e 2016; e (iii) Termo de Compromisso com Premissas Orientativas

Leia mais

PAUTA DE REVINDICAÇÃO - 2015/2016 ELENCO DE REIVINDICAÇÃO DOS TRABALHADORES DO SESC-AR/DF

PAUTA DE REVINDICAÇÃO - 2015/2016 ELENCO DE REIVINDICAÇÃO DOS TRABALHADORES DO SESC-AR/DF PAUTA DE REVINDICAÇÃO - 2015/2016 ELENCO DE REIVINDICAÇÃO DOS TRABALHADORES DO SESC-AR/DF CLÁUSULA PRIMEIRA VIGÊNCIA E DATA-BASE As partes fixam a vigência do presente Acordo Coletivo de Trabalho no período

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: DF000236/2011 DATA DE REGISTRO NO MTE: 26/05/2011 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR024204/2011 NÚMERO DO PROCESSO: 46206.006828/2011-27 DATA DO

Leia mais

PAUTA DE REIVINDICAÇÕES DOS ENGENHEIROS NAS EMPRESAS DA CONSTRUÇÃO CIVIL 2014/2015 CCT 2014/2015

PAUTA DE REIVINDICAÇÕES DOS ENGENHEIROS NAS EMPRESAS DA CONSTRUÇÃO CIVIL 2014/2015 CCT 2014/2015 PAUTA DE REIVINDICAÇÕES DOS ENGENHEIROS NAS EMPRESAS DA CONSTRUÇÃO CIVIL 2014/2015 CCT 2014/2015 A PRESENTE PAUTA PARA A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO que entre si celebram, de um lado o SINDICATO DE

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2014/2015 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: SP013466/2014 DATA DE REGISTRO NO MTE: 29/10/2014 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR065787/2014 NÚMERO DO PROCESSO: 46262.004239/2014-82 DATA DO

Leia mais

ADITAMENTO A ACORDO COLETIVO DE TRABALHO PARTES ACORDANTES

ADITAMENTO A ACORDO COLETIVO DE TRABALHO PARTES ACORDANTES ADITAMENTO A ACORDO COLETIVO DE TRABALHO PARTES ACORDANTES São partes signatárias do presente Termo Aditivo ao Acordo Coletivo de Trabalho, a Empresa INFRAMÉRICA - CONCESSIONÁRIA DO AEROPORTO DE BRASILIA

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2013/2014 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: PE001295/2013 DATA DE REGISTRO NO MTE: 27/11/2013 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR073196/2013 NÚMERO DO PROCESSO: 46213.022180/2013-17 DATA

Leia mais

LEI Nº 10.727, DE 4 DE ABRIL DE 2014. O Povo do Município de Belo Horizonte, por seus representantes, decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

LEI Nº 10.727, DE 4 DE ABRIL DE 2014. O Povo do Município de Belo Horizonte, por seus representantes, decreta e eu sanciono a seguinte Lei: LEI Nº 10.727, DE 4 DE ABRIL DE 2014 Concede reajuste remuneratório, altera as leis n os 7.227/96, 8.690/03, 9.240/06, 9.303/07 e 10.202/11, e dá outras providências. O Povo do Município de Belo Horizonte,

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2014/2016 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: MG002492/2014 DATA DE REGISTRO NO MTE: 09/07/2014 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR013014/2014 NÚMERO DO PROCESSO: 46504.002032/2014-83 DATA DO

Leia mais

PLANOS DE CARGOS E SALÁRIOS DOS SERVIDORES MUNICIPAIS

PLANOS DE CARGOS E SALÁRIOS DOS SERVIDORES MUNICIPAIS PLANOS DE CARGOS E SALÁRIOS DOS SERVIDORES MUNICIPAIS LEI COMPLEMENTAR MUNICIPAL N. 27/99 De 12 de Novembro de 1999 Aprova o Plano de Cargos dos Servidores do Poder Executivo Municipal e contém providências

Leia mais

TERMO ADITIVO AO ACORDO COLETIVO DE TRABALHO PARTES ACORDANTES

TERMO ADITIVO AO ACORDO COLETIVO DE TRABALHO PARTES ACORDANTES TERMO ADITIVO AO ACORDO COLETIVO DE TRABALHO PARTES ACORDANTES São partes signatárias do presente Acordo Coletivo de Trabalho, a Empresa CONCESSIONÁRIA AEROPORTOS BRASIL - VIRACOPOS S.A., com sede no Município

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2013/2014 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RJ000281/2014 DATA DE REGISTRO NO MTE: 17/02/2014 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR079269/2013 NÚMERO DO PROCESSO: 46334.000294/2014-11 DATA DO

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA 2005/2006

CONVENÇÃO COLETIVA 2005/2006 1 de 5 CONVENÇÃO COLETIVA 2005/2006 Convenção Coletiva de Trabalho que firmam entre si, de um lado, o SINDICATO DOS ESTABELECIMENTOS DE ENSINO DO ESTADO DA BAHIA, adiante denominado SINEPE-BA, e de outro

Leia mais

DO BANCO DO NORDESTE DO BRASIL S. A

DO BANCO DO NORDESTE DO BRASIL S. A MINUTA ESPECÍFICA DOS FUNCIONÁRIOS DO BANCO DO NORDESTE DO BRASIL S. A 2006/2007. I INTRODUÇÃO Os signatários, por este instrumento coletivo de trabalho, de um lado os legítimos representantes do Banco

Leia mais

LEIS - DECRETOS - PORTARIAS DECRETOS

LEIS - DECRETOS - PORTARIAS DECRETOS 28 de Março de 2014 - Página 1 D.O. Nº 023/2014-GP DE 28/03/2014 Guarulhos, Sexta-feira, 28 de Março de 2014 - Ano XIV - nº 1367 LEIS - DECRETOS - PORTARIAS www.guarulhos.sp.gov.br DECRETOS Em, 27 de Março

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: DF000378/2010 DATA DE REGISTRO NO MTE: 25/08/2010 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR038469/2010 NÚMERO DO PROCESSO: 46206.009306/2010-04 DATA DO

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: SP004375/2011 DATA DE REGISTRO NO MTE: 04/05/2011 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR019011/2011 NÚMERO DO PROCESSO: 46262.001421/2011-39 DATA DO

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015/2016

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015/2016 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015/2016 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR029594/2015 DATA E HORÁRIO DA TRANSMISSÃO: 21/05/2015 ÀS 15:50 SINDICATO DOS EMP NO COM DE CONSELHEIRO LAFAIETE, CNPJ n. 19.721.463/0001-70,

Leia mais

INSTITUTO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA AMBIENTAL NORMAS COMPLEMENTARES DE ESTÁGIO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA AMBIENTAL

INSTITUTO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA AMBIENTAL NORMAS COMPLEMENTARES DE ESTÁGIO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA AMBIENTAL INSTITUTO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA AMBIENTAL NORMAS COMPLEMENTARES DE ESTÁGIO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA AMBIENTAL Art. 1 o O Estágio regulamentado pela Lei N o 11.788, de

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. A imagem vinculada não pode ser exibida. Talvez o arquivo tenha sido movido, renomeado ou excluído. Verifique se o vínculo aponta para o arquivo e o local corretos. NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: MG003684/2013

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: AP000020/2012 DATA DE REGISTRO NO MTE: 16/03/2012 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR010024/2012 NÚMERO DO PROCESSO: 46203.000964/2012-14 DATA DO

Leia mais

FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS ESUDA Associação Recifense de Educação e Cultura

FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS ESUDA Associação Recifense de Educação e Cultura EDITAL DE RENOVAÇÃO DE MATRÍCULA PARA O SEGUNDO SEMESTRE DE 2011 O Diretor da Faculdade de Ciências Humanas ESUDA, no uso da suas atribuições, torna públicos o calendário e as normas para renovação de

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2009/2011

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2009/2011 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2009/2011 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: MG000613/2010 DATA DE REGISTRO NO MTE: 12/02/2010 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR000576/2010 NÚMERO DO PROCESSO: 46504.000250/2010-50 DATA DO

Leia mais

CNPJ 01.757.127/0001-12 SINDICATO DOS SERVIDORES EM CONSELHOS E ORDENS DE FISCALIZAÇÃO PROFISSIONAL DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO SINDICOES-ES 1/8

CNPJ 01.757.127/0001-12 SINDICATO DOS SERVIDORES EM CONSELHOS E ORDENS DE FISCALIZAÇÃO PROFISSIONAL DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO SINDICOES-ES 1/8 SANTO SINDICOES-ES 1/8 PAUTA DO ACORDO COLETIVO DE TRABALHO FIRMADO ENTRE O SINDICATO DOS SERVIDORES EM CONSELHOS E ORDENS DE FISCALIZAÇÃO PROFISSIONAL DO ESTADO DO ESPIRITO SANTO SINDICOES-ES E O CRC/ES

Leia mais

ACT-1997/1998. Cláusula Segunda - POLÍTICA DE CONCESSÃO DE ADICIONAIS, VANTAGENS E BENEFÍCIOS

ACT-1997/1998. Cláusula Segunda - POLÍTICA DE CONCESSÃO DE ADICIONAIS, VANTAGENS E BENEFÍCIOS ACT-1997/1998 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO COMPLEMENTAR que entre si estabelecem, de um lado Centrais Elétricas do Sul do Brasil S.A. - ELETROSUL, neste ato representada por seu Diretor Presidente e Diretor

Leia mais

CONSTRUIMOS A PROPOSTA FINAL E AGORA QUEM DECIDE É VOCÊ!

CONSTRUIMOS A PROPOSTA FINAL E AGORA QUEM DECIDE É VOCÊ! N Ú M E R O 169 DIÁRIO DE INFORMAÇÕES TECNICAS 2 9 d e J u n h o d e 2 0 1 1 Informativo Técnico Canal de Notícias dos Técnicos Industriais CONSTRUIMOS A PROPOSTA FINAL E AGORA QUEM DECIDE É VOCÊ! Na sétima

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA 2015/2016

CONVENÇÃO COLETIVA 2015/2016 CONVENÇÃO COLETIVA 2015/2016 A seguir reproduzimos as cláusulas da Convenção Coletiva de Trabalho entre o SINPROCIM e SINDPRESP, em relação a convenção anterior. REAJUSTE SALARIAL A partir de 1º de março

Leia mais

PAUTA DE REIVINDICAÇÕES DOS TRABALHADORES DA ANGLO AMERICAN MINÉRIO DE FERRO BRASIL COM VISTA AO ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2015/2016

PAUTA DE REIVINDICAÇÕES DOS TRABALHADORES DA ANGLO AMERICAN MINÉRIO DE FERRO BRASIL COM VISTA AO ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2015/2016 PAUTA DE REIVINDICAÇÕES DOS TRABALHADORES DA ANGLO AMERICAN MINÉRIO DE FERRO BRASIL COM VISTA AO ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2015/2016 1.Reajuste salarial O salário base nominal dos empregados da empresa

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2015

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2015 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2015 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RS002819/2014 DATA DE REGISTRO NO MTE: 26/11/2014 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR066405/2014 NÚMERO DO PROCESSO: 46271.004162/2014 31 DATA

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2014/2015 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: SRT00086/2015 DATA DE REGISTRO NO MTE: 25/03/2015 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR077692/2014 NÚMERO DO PROCESSO: 46000.001988/2015-10 DATA DO

Leia mais