PAUTA DE REIVINDICAÇÃO PESSOAL DA CS BRASIL DATA-BASE VIGÊNCIA A

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PAUTA DE REIVINDICAÇÃO PESSOAL DA CS BRASIL DATA-BASE 01.07.2011 VIGÊNCIA 01.07.2011 A 30.06.2012"

Transcrição

1 PAUTA DE REIVINDICAÇÃO PESSOAL DA CS BRASIL DATA-BASE VIGÊNCIA A CLÁUSULA 1ª - VIGÊNCIA E DATA-BASE As partes fixam a vigência do presente Acordo Coletivo de Trabalho no período de 1º de julho de 2011 e 30 de junho de 2012 e a data-base da categoria em 1º de julho. CLÁUSULA 2ª - ABRANGÊNCIA O presente Acordo Coletivo de Trabalho, aplicável no âmbito da empresa acordante, abrangerá a categoria profissional dos condutores de veículos rodoviários e todos os empregados vinculados às atividades rodoviárias, com abrangência territorial no Rio de Janeiro. SALÁRIOS, REAJUSTE E PAGAMENTO PISO SALARIAL CLÁUSULA 3ª - PISO SALARIAL Fica ajustado que os empregados que exerçam a função de MOTORISTA, seja de CAMINHÃO (Compactador ou Basculante) e TRATORISTA, terão o PISO SALARIAL atualmente praticado, reajustado pelo percentual de 10,70% (dez virgula setenta por cento) e fixado em R$ 920,00 (novecentos e vinte reais) mensais. O MOTORISTA DE UTILITÁRIO e o MONOTRATORISTA terão o PISO SALARIAL atualmente praticado reajustado em 14,28% (quatorze vírgula vinte e oito por cento) e fixado em R$ 800,00 (oitocentos reais) mensais. CLÁUSULA 4ª: AJUSTE SALARIAL: Para as DEMAIS CATEGORIAS, o índice a ser adotado para o ajuste salarial será de 10,70% (dez vírgula setenta por cento), incidente, a partir de , sobre o salário de cada empregado, para ser pago a partir de 01 de julho de PARÁGRAFO 1º: Aos empregados admitidos após 01 de julho de 2010, o percentual concedido nessa cláusula será aplicado proporcionalmente na razão de 1/12 por cada mês trabalhado. PARÁGRAFO 2º: A empresa anotará na CTPS do empregado o cargo de MOTORISTA DE CAMINHÃO e UTILITÁRIO. DESCONTOS SALARIAIS CLÁUSULA 5ª - DESCONTOS A empresa descontará as mensalidades associativas, devidas por seus empregados ao Sindicato dos trabalhadores, em folha de pagamento, decorrentes de uma listagem mensal que lhe será fornecida, observando o disposto no art., 545 da CLT. GRATIFICAÇÕES, ADICIONAIS, AUXILIOS E OUTROS ADICIONAL DE HORAS EXTRAS 1

2 CLÁUSULA 6ª: HORAS EXTRAS: Na prestação de serviços extraordinários, as horas extras serão pagas com acréscimo de 50% (cinqüenta por cento), calculadas sobre a hora normal. PARÁGRAFO 1º: Os empregados terão ao direito à uma hora para refeição e descanso, conforme art. 71 da CLT. PARÁGRAFO 2º: No caso do MOTORISTA que tem serviço externo, sem nenhum controle por parte da empresa, este está autorizado a tirar UMA HORA DE REFEIÇÃO E DESCANSO, a seu critério e de acordo com a disponibilidade dentro do serviço, dentro de sua jornada de trabalho diária. PARÁGRAFO 3º: O empregado fará diariamente, a marcação do ponto, eletronicamente, pelo seu crachá, no início e no término de sua jornada diária, restando disponibilizada e prevista, a hora de intervalo intrajornada. CLÁUSULA 7ª - PARTICIPAÇÃO NOS LUCROS E RESULTADOS 2011/2012 A empresa pagará a todos os empregados que estiverem com seus contratos vigentes nas respectivas funções, a título de PARTICIPAÇÃO NOS LUCROS E RESULTADOS, semestralmente, nos meses de janeiro de 2012 e julho de 2012, independente de qualquer avaliação o valor de R$ 2.400,00 (dois mil e quatrocentos reais). PARÁGRAFO ÚNICO - ocorrendo rescisão de contrato de trabalho o empregado, antes dos meses de janeiro e julho de 2012, este terá direito ao recebimento proporcional da participação nos lucros e resultados, em valor equivalente a 1/6 por mês, considerando-se como mês, a fração igual ou superior a 15 (quinze) dias. ADICIONAL DE INSALUBRIDADE CLÁUSULA 8ª - INSALUBRIDADE: A empresa pagará adicional de insalubridade aos motoristas de caminhão, no percentual de 20% (vinte por cento) sobre o salário mínimo, conforme determina a lei. AUXÍLIO ALIMENTAÇÃO CLÁUSULA 9ª - VALE REFEIÇÃO: A empresa, fornecerá aos seus empregados, cartões de refeição no valor facial de R$ 13,00 (treze reais), por dia, perfazendo o valor mensal de R$ 338,00 (trezentos e trinta e oito reais) através de CARTÕES MAGNETIZADOS. Estes poderão ser substituídos por vale alimentação, no mesmo valor, no caso de impossibilidade do uso do cartão magnético. PARÁGRAFO 1º - O empregado que adotar a dobra terá direito a receber mais um vale refeição por cada dia de dobra. PARÁGRAFO 2º - Durante as férias gozadas pelo empregado a empresa pagará normalmente o tíquete refeição de R$ 13,00 (treze reais), perfazendo o total de R$ 338,00 (trezentos e trinta e oito reais). CLÁUSULA 10ª - CESTA BÁSICA: 2

3 A empresa fornecerá aos seus empregados, CESTA BÁSICA no valor de R$ 96,00 (noventa e seis reais) mensalmente, em espécie, através de cartões magnetizados ou em produtos conforme composição, mantida a quantidade e a qualidade dos produtos atualmente disponibilizados. No caso do empregado ficar em gozo de auxílio doença ou auxílio acidente durante os 3 (três) primeiros meses de afastamento fará jus a CESTA BÁSICA. CLÁUSULA 11ª - CAFÉ DA MANHÃ A empresa fornecerá a todos os seus funcionários representados pelo Sindicato dos trabalhadores, café da manhã, com alimentos de qualidade, respeitando a qualidade alimentar e nutricional para a atividade desenvolvida. AUXÍLIO TRANSPORTE CLÁUSULA 12ª - VALE TRANSPORTE: A empresa, de comum acordo com o Sindicato obreiro, objetivando a simplificação dos procedimentos, em cumprimento das obrigações oriundas da Lei nº 7.418, de , regulamentada pelo Decreto nº , de , concederá vale transporte através de cartões magnetizados, integrantes do sistema de bilhetagem eletrônica (RIOCARD) AUXÍLIO SAÚDE CLÁUSULA 13ª - PLANO DE SAÚDE A empresa., subsidiará um Plano de Saúde, indicado pela Comissão, em comum acordo com o Sindicato, com custo mensal fixado em até R$ 90,00 (noventa reais), para todos os seus empregados. PARÁGRAFO 1º - Os dependentes participarão como integrantes do plano de saúde com subsidio de 50% (cinqüenta por cento) do valor fixado na cláusula para cada dependente inscrito. PARÁGRAFO 2º: Fica ajustado que, mesmo que não seja aplicado o PAT (Programa de Alimentação do Trabalhador) para concessão do tíquete refeição (cláusula 9ª) e, com relação ao plano de saúde (cláusula 13ª), essas parcelas não serão consideradas como salário in natura, não tendo caráter salarial, não se integram por isso,m a remuneração do empregado, para nenhum efeito legal. OUTROS AUXÍLIOS CLÁUSULA 14ª - DIA DO RODOVIÁRIO A empresa, reconhece o DIA 25 DE JULHO como Dia do Rodoviário e pagará em dobro as horas que trabalharem neste dia. CLÁUSULA 15ª - PAGAMENTO DE HORAS EXTRAS MANUTENÇÃO E TRÁFEGO: A empresa pagará aos empregados que prestam serviço na manutenção e tráfego as horas extras efetivamente trabalhadas na forma da lei. CLÁUSULA 16ª - CONVÊNIO COM DROGARIAS: 3

4 A empresa estabelecerá e divulgará o Convênio com drogarias através de cartazes que serão afixados nos quadros de avisos das gerencias, para atendimento de seus empregados, com limite de compras a ser estipulado durante as negociações do presente acordo e permitirá que os valores dos medicamentos sejam descontados em folha de pagamento. CLÁUSULA 17ª: AUXÍLIO PARA FILHOS ESPECIAIS: A empresa concederá aos seus empregados que tenham filhos especiais ou portadores de paralisias irreversíveis de quais quaisquer membros superiores ou inferiores, um auxílio pecuniário no valor de R$ 108,00 (cento e oito reais) mensalmente, para cada filho naquelas condições, cuja comprovação deverá ser atestada por profissional médico e mediante laudo e/ou documentos específicos. RELAÇÃO DE TRABALHO CONDIÇÕES DE TRABALHO, NORMAS DE PESSOAL E ESTABILIDADES CLÁUSULA 18ª - CONVÊNIO/CURSOS TÉCNICOS E SUPERIORES A empresa se compromete a assinar Cursos Técnicos e Superiores com estabelecimentos de ensino, a fim de proporcionar desconto nas mensalidades para seus funcionários e seus dependentes. ESTABILIDADE PROVISÓRIA CLÁUSULA 19ª - PRÉ APOSENTADORIA: Fica assegurado ao empregados que estiver a 12 (doze) meses para sua obtenção voluntária de sua aposentadoria, a garantia do emprego por igual período, contados da data em que comunicar por escrito a empresa, sua intenção de se aposentar. PARÁGRAFO 1º - Dentro do prazo acima, ou que restar dele, se for do interesse da empresa, rescindir o pacto laboral, poderá fazê-lo, mesmo sem justa causa. Nesse caso, ficará responsável pelo pagamento das contribuições previdenciárias do empregado, como CONTRIBUINTE FACULTATIVO, pelas cotas correspondentes ao empregado e ao empregador, com base no último salário percebido na empresa, aplicados a partir do afastamento, todos os aumentos da categoria, até a efetivação da sua aposentadoria. PARÁGRAFO 2º: A responsabilidade do ressarcimento do recolhimento das cotas previdenciárias ficará limitada ao período de 12 (doze) meses, ou o que restar dele, CONDICIONADA à apresentação do respectivo comprovante da guia de recolhimento. OUTRAS NORMAS REFERENTE A CONDIÇÕES PARA O EXERCÍCIO DO TRABALHO CLÁUSULA 20ª - TRABALHO AOS DOMINGOS E FERIADOS: As horas trabalhadas aos Domingos e feriados serão pagas, obrigatoriamente, com acréscimo de 100% (cem por cento) sobre o valor da hora normal. OUTRAS NORMAS DE PESSOAL CLÁUSULA 21ª - REUNIÕES PERÍÓDICAS 4

5 A empresa, compromete-se a realizar reuniões nas gerencias, com a presença do responsável na garagem, a fim de corrigir eventuais erros que sejam constatados no cumprimento deste Acordo Coletivo. CLÁUSULA 22ª - COMISSÃO DE TRABALHADORES: A Comissão de Negociação dos trabalhadores eleita na Assembléia Geral Extraordinária da categoria, cujos nomes é do conhecimento da empresa, terá estabilidade provisória de emprego, durante a vigência do presente Acordo Coletivo. CLÁUSULA 23ª - COMISSÃO DE ACIDENTE: A empresa se compromete a instituir Comissão de Acidente, ficando assegurada à participação de um membro indicado pelo Sindicato, pertencente ao quadro de funcionários da empresa, que irá apurar a responsabilidade nos acidentes ocorridos. JORNADA DE TRABALHO DURAÇÃO, DISTRIBUIÇÃO, CONTROLE, FALTAS OUTRAS DISPOSIÇÕES SOBRE JORNADA CLÁUSULA 24ª - QUADRO DE ESCALA DE TRABALHO: As chefias ficam obrigadas a divulgar, com antecedência, quadro mensal contendo escala de trabalho, nos Domingos e feriados, assegurando a todos os trabalhadores, pelo menos, 2 (dois) Domingos de folga no mês. A escala mensal poderá ser revista mediante acordo entre trabalhadores e as respectivas chefias. SAÚDE E SEGURANÇA DO TRABALHADOR ACEITAÇÃO DE ATESTADOS MÉDICOS CLÁUSULA 25ª - ATESTADO MÉDICO E ODONTOLÓGICO: A empresa acatará os atestados médicos e odontológicos, emitidos pelos ambulatórios do Sindicato acordante, para justificativa de faltas, desde que antes, sejam submetidos e aprovados pelo médico da empresa, nas mesmas condições dos emitidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) PARÁGRAFO ÚNICO: Também serão aceitos os atestados médicos emitidos por médicos do plano de saúde e seus conveniados, nas mesmas condições da cláusula. RELAÇÕES SINDICAIS CONTRIBUIÇÕES SINDICAIS CLÁUSULA 26ª - CONTRIBUIÇÃO ASSISTENCIAL: A empresa descontará de todos os empregados beneficiados pelo presente Acordo Coletivo de Trabalho, um dia de salário reajustado no mês de julho de 2011, a título de Contribuição Assistencial, devidamente aprovada, por unanimidade, na Assembléia da categoria realizada em , que deverá ser descontada no salário do mês de julho de 2011 e recolhida a favor do Sindicato acordante, através da conta corrente nº , do Banco BRADESCO S/A., Agência 2013 até o décimo dia do mês subseqüente, ficando desde já estabelecido que a empresa encaminhará relação nominal dos empregados contribuintes e os valores de cada um. 5

6 PARÁGRAFO ÚNICO: Subordina-se este desconto assistencial a não oposição dos trabalhadores, manifestada perante o Sindicato, por escrito, até o décimo dia após o recebimento integral do salário. Rio de Janeiro (RJ), 08 de junho de ANTONIO ONIL DA CUNHA FILHO Presidente 6

CAPÍTULO I - VIGÊNCIA E ABRANGÊNCIA CAPÍTULO II - REMUNERAÇÃO E PAGAMENTO

CAPÍTULO I - VIGÊNCIA E ABRANGÊNCIA CAPÍTULO II - REMUNERAÇÃO E PAGAMENTO CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO, QUE ENTRE SI FAZEM, DE UM LADO O SINDICATO DOS CONDUTORES DE VEÍCULOS RODOVIÁRIOS E TRABALHADORES EM TRANSPORTES DE CARGAS EM GERAL E PASSAGEIROS NO MUNICÍPIO DO RIO DE

Leia mais

PROPOSTA DE CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015 / 2016. São fixados os seguintes salários para admissão a partir de 1º de maio de 2014:

PROPOSTA DE CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015 / 2016. São fixados os seguintes salários para admissão a partir de 1º de maio de 2014: PROPOSTA DE CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015 / 2016 CLÁUSULA 1ª - DO PISO SALARIAL São fixados os seguintes salários para admissão a partir de 1º de maio de 2014: a) Fica afixado o piso salarial da

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015/2016

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015/2016 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015/2016 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR029594/2015 DATA E HORÁRIO DA TRANSMISSÃO: 21/05/2015 ÀS 15:50 SINDICATO DOS EMP NO COM DE CONSELHEIRO LAFAIETE, CNPJ n. 19.721.463/0001-70,

Leia mais

I CLÁUSULAS ECONÔMICAS

I CLÁUSULAS ECONÔMICAS PAUTA PARA RENOVAÇÃO DA CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO CLÁUSULAS ECONÔMICAS - ENTRE O SINDICATO DOS AEROVIÁRIOS E O SINDICATO NACIONAL DA EMPRESAS AEROVIÁRIAS SNEA 2011-2012 01 ABRANGÊNCIA O SINDICATO

Leia mais

TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2015

TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2015 TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2015 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: CE000572/2015 DATA DE REGISTRO NO MTE: 23/04/2015 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR021807/2015 NÚMERO DO PROCESSO: 46205.005707/2015-00

Leia mais

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO PISO SALARIAL

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO PISO SALARIAL NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RS001498/2013 DATA DE REGISTRO NO MTE: 02/08/2013 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR039452/2013 NÚMERO DO PROCESSO: 46218.012508/2013-39 DATA DO PROTOCOLO: 01/08/2013 ACORDO COLETIVO

Leia mais

RESUMO DA CONVENÇÃO COLETIVA 2014 / 2015

RESUMO DA CONVENÇÃO COLETIVA 2014 / 2015 RESUMO DA CONVENÇÃO COLETIVA 2014 / 2015 Pelo presente instrumento particular, de um lado, o SINDICATO DOS PUBLICITÁRIOS, DOS AGENCIADORES DE PROPAGANDA E DOS TRABALHADORES EM EMPRESAS DE PROPAGANDA DO

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2012/2013

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2012/2013 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2012/2013 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RS000748/2012 DATA DE REGISTRO NO MTE: 22/05/2012 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR023675/2012 NÚMERO DO PROCESSO: 46218.006375/2012-81 DATA DO

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: SP004375/2011 DATA DE REGISTRO NO MTE: 04/05/2011 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR019011/2011 NÚMERO DO PROCESSO: 46262.001421/2011-39 DATA DO

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2014/2015 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: SP004794/2014 DATA DE REGISTRO NO MTE: 13/05/2014 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR024392/2014 NÚMERO DO PROCESSO: 46262.001835/2014-19 DATA DO

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2015/2016 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: PR001597/2015 DATA DE REGISTRO NO MTE: 11/05/2015 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR024152/2015 NÚMERO DO PROCESSO: 46212.007124/2015-16 DATA DO

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2014/2014 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: PE000408/2014 DATA DE REGISTRO NO MTE: 17/04/2014 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR013582/2014 NÚMERO DO PROCESSO: 46213.008124/2014-42 DATA DO

Leia mais

SINDIOCESC Sindicato e Organização das Cooperativas do Estado de SC. Data-base 1º de maio de 2016

SINDIOCESC Sindicato e Organização das Cooperativas do Estado de SC. Data-base 1º de maio de 2016 COOPERATIVAS SINDIOCESC Sindicato e Organização das Cooperativas do Estado de SC PAUTA DE REIVINDICAÇÕES 2016-2017 Data-base 1º de maio de 2016 Florianópolis/SC, 15 de abril de 2016 PRÉ-ACORDO: CLÁUSULA

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2007/2008

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2007/2008 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2007/2008 BR 101 Km 205 Barreiros São José SC 1 Data-base - Maio/2007 BR 101 Km 205 Barreiros São José SC 2 Pelo presente instrumento, de um lado a Centrais de Abastecimento

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011 Pelo presente instrumento, de um lado o SINDICATO DOS TRABALHADORES EM TRANSPORTES RODOVIÁRIOS DE SOROCABA E REGIÃO, com sede à Rua Augusto Franco, nº 159, em Sorocaba/SP,

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2009/2010

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2009/2010 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2009/2010 Termo de CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO que entre si fazem, o Sindicato dos Empregados em Edifícios e em Empresas de Compra, Venda Locação e Administração de Imóveis

Leia mais

CONVENÇAO COLETIVA DE TRABALHO 2006/2008

CONVENÇAO COLETIVA DE TRABALHO 2006/2008 CONVENÇAO COLETIVA DE TRABALHO 2006/2008 ABRANGENCIA EMPRESAS E EMPREGADOS NO COMERCIO EM GERAL DOS MUNICIPIOS DE BRASNORTE, JUINA, CASTANHEIRA, JURUENA, COTRIGUAÇU E ARIPUANÃ. Por este instrumento, de

Leia mais

Easy PDF Creator is professional software to create PDF. If you wish to remove this line, buy it now.

Easy PDF Creator is professional software to create PDF. If you wish to remove this line, buy it now. CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO CELEBRADA ENTRE O SINDICATO DO COMÉRCIO VAREJISTA DE CONGONHAS E A FEDERAÇÃO DOS TRABALHADORES NO COMÉRCIO DO ESTADO DE MINAS GERAIS, CONFORME AS SEGUINTES CLÁUSULAS E CONDIÇÕES:

Leia mais

PAUTA DE REVINDICAÇÃO - 2015/2016 ELENCO DE REIVINDICAÇÃO DOS TRABALHADORES DO SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM RURAL AR/DF

PAUTA DE REVINDICAÇÃO - 2015/2016 ELENCO DE REIVINDICAÇÃO DOS TRABALHADORES DO SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM RURAL AR/DF PAUTA DE REVINDICAÇÃO - 2015/2016 ELENCO DE REIVINDICAÇÃO DOS TRABALHADORES DO SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM RURAL AR/DF CLÁUSULA PRIMEIRA VIGÊNCIA E DATA-BASE As partes fixam a vigência do presente

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2012

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2012 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2012 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: DF000566/2010 DATA DE REGISTRO NO MTE: 20/12/2010 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR070788/2010 NÚMERO DO PROCESSO: 46206.014471/2010-70 DATA DO

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2016 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: SRT00355/2014 DATA DE REGISTRO NO MTE: 03/11/2014 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR056083/2014 NÚMERO DO PROCESSO: 46000.007397/2014-75 DATA

Leia mais

SINDICATO DOS TRABALHADORES EM EMPRESAS DE TELECOMUNICAÇÕES E OPERADORES DE MESAS TELEFÔNICAS NO ESTADO DE SÃO PAULO

SINDICATO DOS TRABALHADORES EM EMPRESAS DE TELECOMUNICAÇÕES E OPERADORES DE MESAS TELEFÔNICAS NO ESTADO DE SÃO PAULO REFERÊNCIA: GRUPO TELEFÔNICA / VIVO S/A PRÉ - PAUTA NACIONAL DE REIVINDICAÇÕES DOS TRABALHADORES DAS EMPRESAS CONCESSIONÁRIAS DE TELEFONIA FIXA E MÓVEL (OPERADORAS) PARA NEGOCIAÇÃO UNIFICADA DOS SINDICATOS

Leia mais

Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação de Teresópolis, Guapimirim e Magé

Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação de Teresópolis, Guapimirim e Magé Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação de Teresópolis, Guapimirim e Magé Fundado em 01 de março de 1996 Entidade reconhecida no Arquivo de Entidades Sindicais do MTE sob o nº 46000-006947/96

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015/2016 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: GO000792/2015 DATA DE REGISTRO NO MTE: 15/10/2015 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR050907/2015 NÚMERO DO PROCESSO: 46208.011100/2015-21 DATA

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO ACORDO COLETIVO DE TRABALHO Por este instrumento, de um lado, representando os empregados, o SINDICATO DOS EMPREGADOS NO COMERCIO DE CUIABÁ e VARZEA GRANDE, e do outro lado, representando os empregadores

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2012/2013

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2012/2013 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2012/2013 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: SP012504/2012 DATA DE REGISTRO NO MTE: 09/11/2012 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR060006/2012 NÚMERO DO PROCESSO: 46261.005100/2012-02 DATA DO

Leia mais

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO PISO SALARIAL

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO PISO SALARIAL Page 1 of 6 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2014/2015 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: PR003056/2014 DATA DE REGISTRO NO MTE: 23/07/2014 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR039599/2014 NÚMERO DO PROCESSO: 46212.008706/2014-39

Leia mais

PAUTA DE REVINDICAÇÃO - 2015/2016 ELENCO DE REIVINDICAÇÃO DOS TRABALHADORES DO SESC-AR/DF

PAUTA DE REVINDICAÇÃO - 2015/2016 ELENCO DE REIVINDICAÇÃO DOS TRABALHADORES DO SESC-AR/DF PAUTA DE REVINDICAÇÃO - 2015/2016 ELENCO DE REIVINDICAÇÃO DOS TRABALHADORES DO SESC-AR/DF CLÁUSULA PRIMEIRA VIGÊNCIA E DATA-BASE As partes fixam a vigência do presente Acordo Coletivo de Trabalho no período

Leia mais

PAUTA DE REIVINDICAÇÕES PATRONAL 2015 (Fetquim)

PAUTA DE REIVINDICAÇÕES PATRONAL 2015 (Fetquim) PAUTA DE REIVINDICAÇÕES PATRONAL 2015 (Fetquim) CLÁUSULAS PARA DISCUSSÃO CLÁUSULA PRIMEIRA - VIGÊNCIA E DATA-BASE As partes fixam a vigência da presente Convenção Coletiva de Trabalho no período de 1º

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015/2015

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015/2015 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015/2015 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR012087/2015 DATA E HORÁRIO DA TRANSMISSÃO: 06/03/2015 ÀS 08:38 FEDERACAO DOS EMPREGADOS NO COMERCIO E CONGENERES DO ESTADO DE MINAS GERAIS,

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2007/2008

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2007/2008 CODESC Companhia de Desenvolvimento do Estado de Santa Catarina ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2007/2008 Pelo presente instrumento, de um lado a COMPANHIA DE DESENVOLVIMENTO DO ESTADO DE SANTA CATARINA CODESC,

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2014/2015 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: PR003231/2014 DATA DE REGISTRO NO MTE: 31/07/2014 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR046809/2014 NÚMERO DO PROCESSO: 46212.009204/2014-25 DATA DO

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO - 2009/2011

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO - 2009/2011 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO - 2009/2011 Que entre si celebram, de um lado, E de outro lado, SINDICATO DOS AEROVIÁRIOS DE PORTO ALEGRE, com sede na Rua Augusto Severo, 82 - Porto Alegre RS, CEP 90.240-480,

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015/2016 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: GO000599/2015 DATA DE REGISTRO NO MTE: 23/07/2015 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR044135/2015 NÚMERO DO PROCESSO: 46208.008883/2015-65 DATA

Leia mais

PAUTA DE REIVINDICAÇÕES PATRONAL 2015 (Federação)

PAUTA DE REIVINDICAÇÕES PATRONAL 2015 (Federação) PAUTA DE REIVINDICAÇÕES PATRONAL 2015 (Federação) CLÁUSULAS PARA DISCUSSÃO CLÁUSULA PRIMEIRA - VIGÊNCIA E DATA-BASE As partes fixam a vigência da presente Convenção Coletiva de Trabalho no período de 1º

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2015 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RJ000797/2015 DATA DE REGISTRO NO MTE: 26/05/2015 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR024575/2015 NÚMERO DO PROCESSO: 46215.013979/2015-56 DATA

Leia mais

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO Mediador - Extrato Instrumento Coletivo CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2008/2009 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: ES000053/2009 DATA DE REGISTRO NO MTE: 05/02/2009 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR001382/2009 NÚMERO

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2013/2014

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2013/2014 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2013/2014 SINDICATO DOS EMPREGADOS VENDORES E VIAJANTES DO COMÉRCIO, PROPAGANDISTAS, PRPOAGANDISTAS-VENDEDORES E VENDEDORES DE PRODUTOS FARMACÊUTICOS NO ESTADO DE MINAS GERAIS,

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2015

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2015 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2015 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RS001991/2014 DATA DE REGISTRO NO MTE: 10/09/2014 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR031479/2014 NÚMERO DO PROCESSO: 46218.011147/2014-94 DATA

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2014/2014 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RJ000529/2014 DATA DE REGISTRO NO MTE: 04/04/2014 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR002949/2014 NÚMERO DO PROCESSO: 46215.003317/2014-97 DATA DO

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RS000685/2010 DATA DE REGISTRO NO MTE: 02/06/2010 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR026595/2010 NÚMERO DO PROCESSO: 46218.007774/2010-05 DATA DO

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2014/2015 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: SC001249/2014 DATA DE REGISTRO NO MTE: 17/06/2014 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR030888/2014 NÚMERO DO PROCESSO: 46304.001732/2014-15 DATA DO

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 1997 / 1998

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 1997 / 1998 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 1997 / 1998 A presente cópia foi registrada e arquivada na DRT/DF sob o n.º: 46206.006203/97-55 em 01/07/97 Sindicato Nacional dos Trabalhadores em Empresas Prestadoras de

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012 Data-base - Maio/2011 BR 101 Km 205 Barreiros São José SC 1 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012 SINDICATO DOS TRABALHADORES EM EMPRESAS DE ASSESSORAMENTO, PERÍCIA,

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 1999

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 1999 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 1999 O Sindicato dos Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Passo Fundo e Região e o Sindicato dos Trabalhadores em Hotéis, Bares, Restaurantes e Similares de Passo Fundo,

Leia mais

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO PISO SALARIAL

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO PISO SALARIAL ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2015/2017 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR067405/2015 DATA E HORÁRIO DA TRANSMISSÃO: 13/10/2015 ÀS 16:29 NÚMERO DO PROCESSO: 46218.016733/2015 14 DATA DO PROTOCOLO: 16/10/2015 SINDICATO

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015/2016 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RJ001839/2015 DATA DE REGISTRO NO MTE: 14/09/2015 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR052445/2015 NÚMERO DO PROCESSO: 46215.025322/2015-31 DATA

Leia mais

TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2011/2012

TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2011/2012 TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2011/2012 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: SP005258/2011 DATA DE REGISTRO NO MTE: 30/05/2011 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR022823/2011 NÚMERO DO PROCESSO: 46219.010185/2011-77

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2013/2014 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: PE001295/2013 DATA DE REGISTRO NO MTE: 27/11/2013 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR073196/2013 NÚMERO DO PROCESSO: 46213.022180/2013-17 DATA

Leia mais

CIRCULAR DA CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2011-2012 CONCESSIONÁRIAS E DISTRIBUIDORAS DE VEÍCULOS

CIRCULAR DA CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2011-2012 CONCESSIONÁRIAS E DISTRIBUIDORAS DE VEÍCULOS CIRCULAR DA CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2011-2012 CONCESSIONÁRIAS E DISTRIBUIDORAS DE VEÍCULOS A Federação dos Empregados no Comércio do Estado de São Paulo (FECOMERCIÁRIOS-SP) e o SINDICATO DOS CONCESSIONÁRIOS

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2014/2015 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: SP013466/2014 DATA DE REGISTRO NO MTE: 29/10/2014 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR065787/2014 NÚMERO DO PROCESSO: 46262.004239/2014-82 DATA DO

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2015/2016

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2015/2016 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2015/2016 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: SC002574/2015 DATA DE REGISTRO NO MTE: 28/10/2015 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR060689/2015 NÚMERO DO PROCESSO: 46220.006200/2015-77 DATA DO

Leia mais

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO PISO SALARIAL

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO PISO SALARIAL ediador - Extrato Convenção Coletiva 1 de 7 27/10/2015 11:23 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015/2015 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RJ001167/2015 DATA DE REGISTRO NO MTE: 08/07/2015 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO:

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO - 2012/2013

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO - 2012/2013 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO - 2012/2013 Que entre si celebram, de um lado, E de outro lado, SIMARJ SINDICATO DOS TRABALHADORES NAS EMPRESAS DE TRANSPORTE AÉREO DO MUNICÍPIO DO RIO DE JANEIRO, com sede

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO que entre si celebram, de um lado, o SINDICATO DAS INDÚSTRIAS DE CELULOSE, PAPEL E PAPELÃO NO ESTADO DE MINAS GERAIS - SINPAPEL, e, de outro

Leia mais

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO Mediador - Extrato Instrumento Coletivo CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2011/2012 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: DF000367/2011 DATA DE REGISTRO NO MTE: 28/07/2011 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR041524/2011 NÚMERO

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2010/2012

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2010/2012 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2010/2012 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR061795/2010 NÚMERO DO PROCESSO: 46219.010162/2010-81 DATA DO PROTOCOLO: 27/10/2010 SINDICATO DOS EMPREGADOS EM CASAS DE DIVERSOES DE SAO

Leia mais

Outras normas referentes a salários, reajustes, pagamentos e critérios para cálculo

Outras normas referentes a salários, reajustes, pagamentos e critérios para cálculo NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RJ000203/2015 DATA DE REGISTRO NO MTE: 11/02/2015 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR085273/2014 NÚMERO DO PROCESSO: 46215.001799/2015-21 DATA DO PROTOCOLO: 27/01/2015 ACORDO COLETIVO

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: MS000150/2011 DATA DE REGISTRO NO MTE: 23/05/2011 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR018764/2011 NÚMERO DO PROCESSO: 46312.002132/2011-14 DATA DO

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2013/2014 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: SP000495/2014 DATA DE REGISTRO NO MTE: 14/01/2014 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR065582/2013 NÚMERO DO PROCESSO: 46472.007775/2013-83 DATA DO

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2015/2016 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: CE001186/2015 DATA DE REGISTRO NO MTE: 14/09/2015 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR054961/2015 NÚMERO DO PROCESSO: 46205.013060/2015-81 DATA DO

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2008/2009

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2008/2009 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2008/2009 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: SP000528/2009 DATA DE REGISTRO NO MTE: 22/01/2009 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR024421/2008 NÚMERO DO PROCESSO: 46255.000080/2009-59 DATA DO

Leia mais

CAMPANHA SALARIAL COPEL 2015 PAUTA UNIFICADA SEÇÃO I DO ACORDO COLETIVO DE TRABALHO

CAMPANHA SALARIAL COPEL 2015 PAUTA UNIFICADA SEÇÃO I DO ACORDO COLETIVO DE TRABALHO CAMPANHA SALARIAL COPEL 2015 PAUTA UNIFICADA SEÇÃO I DO ACORDO COLETIVO DE TRABALHO CLÁUSULAS ECONÔMICAS 01 REAJUSTE SALARIAL A partir de 1º de outubro de 2015, a Copel fará a correção salarial pelo índice

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2011/2012

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2011/2012 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2011/2012 Suscitante: Sindicato dos Enfermeiros do Estado de São Paulo, com sede à Rua Rondinha, 72/78, Chácara Inglesa, São Paulo, S.P, CEP: 04140-010, inscrito no CNPJ/MF

Leia mais

PAUTA DE REIVINDICAÇÕES DOS TRABALHADORES DA ANGLO AMERICAN MINÉRIO DE FERRO BRASIL COM VISTA AO ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2015/2016

PAUTA DE REIVINDICAÇÕES DOS TRABALHADORES DA ANGLO AMERICAN MINÉRIO DE FERRO BRASIL COM VISTA AO ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2015/2016 PAUTA DE REIVINDICAÇÕES DOS TRABALHADORES DA ANGLO AMERICAN MINÉRIO DE FERRO BRASIL COM VISTA AO ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2015/2016 1.Reajuste salarial O salário base nominal dos empregados da empresa

Leia mais

TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015/2016

TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015/2016 TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015/2016 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR028371/2015 DATA E HORÁRIO DA TRANSMISSÃO: 21/05/2015 ÀS 11:07 NÚMERO DO PROCESSO DA CONVENÇÃO COLETIVA PRINCIPAL: 46473.003047/2014-73

Leia mais

CLÁUSULA 1ª - DATA BASE Fica reconhecida e garantida como data-base da categoria a data de 1º de março.

CLÁUSULA 1ª - DATA BASE Fica reconhecida e garantida como data-base da categoria a data de 1º de março. PAUTA DO ACORDO COLETIVO DE TRABALHO FIRMADO ENTRE O SINDICATO DOS SERVIDORES EM CONSELHOS E ORDENS DE FISCALIZAÇÃO PROFISSIONAL E ENTIDADES COLIGADAS E AFINS DO ESTADO DO ESPIRITO SANTO SINDICOES-ES E

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2013/2014

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2013/2014 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2013/2014 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR027995/2013 SINDICATO EMPREG.NO COMERCIO HOTELEIRO,BARES,RESTAUR.E SIMILARES DE MONTENEGRO, CNPJ n. 02.869.528/0001-27, neste ato representado(a)

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2007 / 2008 2008 / 2009. Enfermeiros

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2007 / 2008 2008 / 2009. Enfermeiros CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2007 / 2008 2008 / 2009 Enfermeiros O SINDICATO DOS ENFERMEIROS DO ESTADO DE MINAS GERAIS, CNPJ nº 21.854.005/0001-51, portador de Carta Sindical expedida pelo MTb (cópia

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2014/2015 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: CE001531/2014 DATA DE REGISTRO NO MTE: 27/10/2014 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR061722/2014 NÚMERO DO PROCESSO: 46205.018555/2014-16 DATA DO

Leia mais

Parágrafo Único: A presente condição não se aplica aos menores aprendizes.

Parágrafo Único: A presente condição não se aplica aos menores aprendizes. ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2013/2014 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR043980/2013 JOHN DEERE BRASIL LTDA, CNPJ n. 89.674.782/0010-49, neste ato representado(a) por seu Gerente, Sr(a). EDISON LUIS HAUSER e por

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO Pelo presente instrumento, de um lado o Sindicato dos Estabelecimentos de Serviços de Saúde do Estado de Alagoas, estabelecido na Rua Prof. José da Silveira Camerino, 930,

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2013

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2013 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2013 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RS000022/2013 DATA DE REGISTRO NO MTE: 08/01/2013 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR079004/2012 NÚMERO DO PROCESSO: 46273.001163/2013-23 DATA DO

Leia mais

ACORDO EM DISSÍDIO COLETIVO (Período de 1º de setembro de 2012 e término em 31 de agosto de 2013)

ACORDO EM DISSÍDIO COLETIVO (Período de 1º de setembro de 2012 e término em 31 de agosto de 2013) 1 ACORDO EM DISSÍDIO COLETIVO (Período de 1º de setembro de 2012 e término em 31 de agosto de 2013) SUSCITANTE: SINDICATO DOS BIOMÉDICOS PROFISSIONAIS DO ESTADO DE SÃO PAULO, entidade sindical profissional

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2011/2012 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: ES000068/2012 DATA DE REGISTRO NO MTE: 27/02/2012 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR073742/2011 NÚMERO DO PROCESSO: 46207.000791/2012-02 DATA

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO/1994 BENECAP CAIXA BENEFICENTE DOS FUNCIONÁRIOS DA COMPANHIA URBANIZADORA DA NOVA CAPITAL DO BRASIL SINDAF/DF

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO/1994 BENECAP CAIXA BENEFICENTE DOS FUNCIONÁRIOS DA COMPANHIA URBANIZADORA DA NOVA CAPITAL DO BRASIL SINDAF/DF ACORDO COLETIVO DE TRABALHO/1994 BENECAP CAIXA BENEFICENTE DOS FUNCIONÁRIOS DA COMPANHIA URBANIZADORA DA NOVA CAPITAL DO BRASIL SINDAF/DF ACORDO COLETIVO DE TRABALHO QUE ENTRE SI FAZEM A CAIXA BENEFICENTE

Leia mais

NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: DATA DE REGISTRO NO MTE: NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: NÚMERO DO PROCESSO: DATA DO PROTOCOLO: Página 1 de 8

NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: DATA DE REGISTRO NO MTE: NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: NÚMERO DO PROCESSO: DATA DO PROTOCOLO: Página 1 de 8 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO ENTRE A EMPRESA MOINHO CANUELAS LTDA E O SINDICATO DOS TRABALHADORES NAS INDÚSTRIAS DE ALIMENTAÇÃO E AFINS DO ESTADO DA BAHIA SINDALIMENTAÇÃO-BA 2013/2014 NÚMERO DE REGISTRO

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2005/2006 EMPREGADOS EM SOCIEDADES DE FOMENTO MERCANTIL - FACTORING

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2005/2006 EMPREGADOS EM SOCIEDADES DE FOMENTO MERCANTIL - FACTORING CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2005/2006 EMPREGADOS EM SOCIEDADES DE FOMENTO MERCANTIL - FACTORING 1 - BENEFICIÁRIOS São beneficiários do presente instrumento todos os empregados em Sociedades de Fomento

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2013/2014

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2013/2014 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2013/2014 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR035902/2013 SINDICATO DOS TRABALHADORES EM TRANSP RODOV NO EST GO, CNPJ n. 01.089.689/0001-35, neste ato representado(a) por seu Presidente,

Leia mais

Clausula 1ª VIGÊNCIA As partes concordam em firmar o presente acordo pelo período compreendido entre 1º de janeiro de 2010 e 30 de dezembro de 2010.

Clausula 1ª VIGÊNCIA As partes concordam em firmar o presente acordo pelo período compreendido entre 1º de janeiro de 2010 e 30 de dezembro de 2010. ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011, que entre si fazem, de um lado a Engelétrica Serviços Especializados de Engenharia Ltda, com sede na Rua Viúva Dantas, 760 Campo Grande Rio de Janeiro RJ, inscrita

Leia mais

CLÁUSULA PREIMEIRA - DATA-BASE E VIGÊNCIA

CLÁUSULA PREIMEIRA - DATA-BASE E VIGÊNCIA ACORDO COLETIVO DE TRABALHO que celebra o Serviço Social da Indústria Departamento Nacional - SESI/DN CNPJ-33.641.358/0001-52, Conselho Nacional - SESI/CN CNPJ - 03.800.479/0001-39, Serviço Nacional de

Leia mais

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2012/2013 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: MG002026/2012 DATA DE REGISTRO NO MTE: 10/05/2012 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR020428/2012 NÚMERO DO PROCESSO: 46211.004564/2012-89 DATA DO

Leia mais

Supermercados e Comércio Varejista de Gêneros Alimentícios de São José, Biguaçu e Palhoça.

Supermercados e Comércio Varejista de Gêneros Alimentícios de São José, Biguaçu e Palhoça. SINDICATO DOS EMPREGADOS NO COMÉRCIO DE SÃO JOSÉ E REGIÃO Fundado em 09/08/1999 CNPJ: 03.392.229/0001-07 Base Territorial: São José, Biguaçu, Antonio Carlos, Governador Celso Ramos e São Pedro de Alcântara.

Leia mais

REGISTRADO NA DRT/OSASCO SOB Nº 46257.000293/2008-80

REGISTRADO NA DRT/OSASCO SOB Nº 46257.000293/2008-80 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2007-2008 REGISTRADO NA DRT/OSASCO SOB Nº 46257.000293/2008-80 Por este instrumento e na melhor forma de direito, de um lado, como representante da categoria profissional,

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2.004/2.005 (Empregados em Instituições Beneficentes, Religiosas e Filantrópicas)

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2.004/2.005 (Empregados em Instituições Beneficentes, Religiosas e Filantrópicas) CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2.004/2.005 (Empregados em Instituições Beneficentes, Religiosas e Filantrópicas) Pelo presente instrumento, de um lado o SINDICATO DOS TRABALHADORES EM TURISMO, HOSPITALIDADE

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2015

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2015 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2015 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: BA000213/2014 DATA DE REGISTRO NO MTE: 09/06/2014 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR028602/2014 NÚMERO DO PROCESSO: 46204.005460/2014-42 DATA

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2013/2014

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2013/2014 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2013/2014 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: GO000043/2014 DATA DE REGISTRO NO MTE: 05/02/2014 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR061195/2013 NÚMERO DO PROCESSO: 46208.014490/2013-29 DATA DO

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA 2005/2006

CONVENÇÃO COLETIVA 2005/2006 1 de 5 CONVENÇÃO COLETIVA 2005/2006 Convenção Coletiva de Trabalho que firmam entre si, de um lado, o SINDICATO DOS ESTABELECIMENTOS DE ENSINO DO ESTADO DA BAHIA, adiante denominado SINEPE-BA, e de outro

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2013/2014

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2013/2014 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2013/2014 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR026037/2013 SINDICATO DOS EMPREGADOS NO COMERCIO DE SAO JOSE E REGIAO, CNPJ n. 03.392.229/0001-07, neste ato representado(a) por seu Membro

Leia mais

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO Página 1 de 16 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2012/2013 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: PR002289/2012 DATA DE REGISTRO NO MTE: 18/06/2012 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR029012/2012 NÚMERO DO PROCESSO: 46212.007137/2012-42

Leia mais

DESCRIÇÃO DO CARGO EXIGÊNCIA VALOR

DESCRIÇÃO DO CARGO EXIGÊNCIA VALOR TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015/2016 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: DF000612/2015 DATA DE REGISTRO NO MTE: 18/08/2015 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR052450/2015 NÚMERO DO PROCESSO: 46206.015329/2015-54

Leia mais

TERMO ADITIVO AO ACORDO COLETIVO DE TRABALHO PARTES ACORDANTES

TERMO ADITIVO AO ACORDO COLETIVO DE TRABALHO PARTES ACORDANTES TERMO ADITIVO AO ACORDO COLETIVO DE TRABALHO PARTES ACORDANTES São partes signatárias do presente Acordo Coletivo de Trabalho, a Empresa CONCESSIONÁRIA AEROPORTOS BRASIL - VIRACOPOS S.A., com sede no Município

Leia mais

TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2013/2014

TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2013/2014 TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2013/2014 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR028129/2013 NÚMERO DO PROCESSO DA CONVENÇÃO COLETIVA PRINCIPAL: DATA DE REGISTRO DA CONVENÇÃO COLETIVA PRINCIPAL: 46261.003195/2012-11

Leia mais

Convenção Coletiva de Trabalho 2016/2016

Convenção Coletiva de Trabalho 2016/2016 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: SC000921/2016 DATA DE REGISTRO NO MTE: 30/05/2016 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR023133/2016 NÚMERO DO PROCESSO: 46220.002652/2016-61 DATA DO PROTOCOLO: 24/05/2016 Convenção Coletiva

Leia mais

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO PISO SALARIAL

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO PISO SALARIAL 1 de 6 22/03/2016 09:21 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015/2016 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: MS000216/2015 DATA DE REGISTRO NO MTE: 20/05/2015 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR016333/2015 NÚMERO DO PROCESSO: 46312.002016/2015-29

Leia mais

PAUTA DE REVINDICAÇÃO - 2014/2015 ELENCO DE REIVINDICAÇÃO DOS TRABALHADORES DO SERVICO SOCIAL DO DISTRITO FEDERAL

PAUTA DE REVINDICAÇÃO - 2014/2015 ELENCO DE REIVINDICAÇÃO DOS TRABALHADORES DO SERVICO SOCIAL DO DISTRITO FEDERAL PAUTA DE REVINDICAÇÃO - 2014/2015 ELENCO DE REIVINDICAÇÃO DOS TRABALHADORES DO SERVICO SOCIAL DO DISTRITO FEDERAL O SINDICATO DOS EMPREGADOS EM ENTIDADES DE ASSISTÊNCIA SOCIAL E DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2013/2014

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2013/2014 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2013/2014 1 Entre as partes, de um lado, representando a Categoria Profissional, o SINDICATO DOS EMPREGADOS DE AGENTES AUTONOMOS DO COMÉRCIO E EM EMPRESAS DE ASSESSORAMENTO,

Leia mais