PREFEITURA MUNICIPAL DE CANOAS Gabinete do Prefeito

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PREFEITURA MUNICIPAL DE CANOAS Gabinete do Prefeito"

Transcrição

1 MINUTA DE CONVÊNIO Convênio que celebram entre si o Município de Canoas e o Centro Integração Empresa Escola (CIEE/RS). O MUNICÍPIO DE CANOAS, pessoa jurídica de direito público interno, com sede na Rua XV de Janeiro, n 11, Bairro Centro, Canoas, RS, a seguir denominado MUNICÍPIO, neste ato representado por seu Prefeito Municipal, Senhor JAIRO JORGE DA SILVA, residente e domiciliado neste Município e o CENTRO INTEGRAÇÃO EMPRESA ESCOLA (CIEE/RS), doravante denominado CONVENENTE, entidade jurídica de direito privado, inscrito no CNPJ n / , com sede na Rua Domingos Martins, 261, lj. 03, Canoas, RS, neste ato representado por seu Supervisor Executivo CRISTIANO ARRUÉ FELIX, portador da Cédula de Identidade nº , CPF n , resolvem firmar o presente Convênio, em conformidade com o art. 116, da Lei n 8.666, de 21 de junho 1993, Lei n , de 25 de setembro de 2008, e fundamentado nos processos n 413, de 19 de janeiro de 2009 e n 9897, de 16 de abril de 2009, sujeitando-se, os partícipes, mediante as cláusulas e condições a seguir: CLÁUSULA PRIMEIRA DO OBJETO Constitui objeto do presente Convênio a cooperação entre os partícipes, visando o desenvolvimento de atividades conjuntas capazes de proporcionar a plena operacionalização da Lei Federal n , de 25 de setembro de 2008, acerca das atividades de estágios desenvolvidas no Município de Canoas, de interesse curricular, obrigatório ou não, como forma de complementação do processo de ensino e aprendizagem realizados nas instituições de ensino. 1º O Convenente, por seu papel de integração, fica autorizado a representar formalmente o Município junto às instituições de ensino, com vistas a realizar os procedimentos legais, técnicos, burocráticos e administrativos necessários à realização dos estágios. 2º Os estágios oferecidos pelo Município se realizarão nas dependências da administração pública e serão complementares a formação escolar e profissional, mediante treinamento prático em situações reais de trabalho. 3º A oportunidade concedida se traduz pelo conjunto de fatores que, durante o período de realização do estágio, são colocados à disposição do estudante, sob forma de tempo, espaço físico operacional, recursos humanos, técnicos e instrumentais. CLÁUSULA SEGUNDA DAS OBRIGAÇÕES DO MUNICÍPIO concedidas; O Município compromete-se a: I - proporcionar condições para a boa execução do Convênio; II - identificar e quantificar as oportunidades de estágio a serem

2 Cont.Minuta de Convênio fl.2 III - formalizar as oportunidades de estágio, conciliando, em conjunto com o Convenente, suas condições/disponibilidades com as condições dadas pela instituição de ensino; IV - receber os estudantes encaminhados pelo Convenente, dando ciência das condições de realização do estágio; V - informar ao Convenente o nome dos estudantes selecionados para a realização do estágio; VI - celebrar com os estudantes os respectivos termos de compromisso de estágio, com a interveniência obrigatória da instituição de ensino, bem como fiscalizar se as atividades desenvolvidas são compatíveis com as descritas no referido termo; VII - acompanhar, supervisionar e avaliar a realização dos estágios, fornecendo, quando for o caso, dados à instituição de ensino, diretamente ou por meio do Convenente; VIII - informar, mensalmente, o Convenente sobre a frequência dos alunos nas atividades de estágios; IX - transferir ao Convenente, especificamente para o Fundo Interno de Bolsa Auxílio (FIBA), o valor global da importância correspondente à Bolsa Auxílio Estágio, por estagiário, acrescida de um valor unitário de 3% (três por cento), mensalmente, para a cobertura dos custos operacionais efetuados pelo Convenente, quantia esta paga diretamente ao Convenente, até o dia 10 (dez) do mês subsequente a que a mesma se referir; X - exigir recibo da Convenente referente ao pagamento dos estagiários; XI - exigir para fins de aceitação nos estágios, se estudante de nível médio, estar frequentando plenamente às aulas; se estudante de nível técnico, estar matriculado, no mínimo, em 3 (três) disciplinas (ou equivalente); se estudante de nível superior, estar matriculado, no mínimo, em 12 (doze) créditos (ou equivalente); XII - indicar servidor do Município, com formação ou experiência profissional na área de conhecimento desenvolvida pelo estagiário, para ser o supervisor responsável pela fiscalização do estágio, nos termos do art. 9, inciso III, da Lei nº , de 2008, dando vistos nos relatórios das atividades; XIII - solicitar, quando necessário, o desligamento ou substituição do estagiário; XIV - efetuar controle de assiduidade do estagiário; XV - preencher termo de realização do estágio com indicação resumida das atividades desenvolvidas, dos períodos e da avaliação de desempenho, por ocasião do desligamento do estagiário; XVI - manter, sempre à disposição, os documentos que comprovem a relação de estágio; XVII - enviar à instituição de ensino, por intermédio do Convenente, com periodicidade mínima de 6 (seis) meses, relatório de atividades, com vistas obrigatória ao estagiário. CLÁUSULA TERCEIRA DAS OBRIGAÇÕES DO CONVENENTE O Convenente compromete-se a:

3 Cont.Minuta de Convênio fl.3 I - proporcionar condições para a boa execução do Convênio; II - relacionar-se com as instituições de ensino e com elas celebrar convênios específicos, contendo condições exigidas para a caracterização e definição dos estágios de seus alunos; III - informar o Município das condições mencionadas no inciso II, desta cláusula, e definidas pelas instituições de ensino; IV - obter do Município a quantificação das oportunidades de estágios possíveis de serem concedidas, com a identificação dos possíveis cursos; V - promover o ajuste das condições de estágio, definidas pela instituição de ensino, com as condições/disponibilidade do Município; VI - firmar contratos de estágios somente com estudantes que preencham os seguintes requisitos: se estudante de nível médio, estar frequentando plenamente as aulas; se estudante de nível técnico, estar matriculado, no mínimo, em 3 (três) disciplinas (ou equivalente); se estudante de nível superior, estar matriculado, no mínimo, em 12 (doze) créditos (ou equivalente); VII - encaminhar ao Município os estudantes cadastrados pelo Convenente e identificados com as opções de estágios concedidas; VIII - preparar e providenciar para que o Município e o estudante assinem o respectivo termo de compromisso de estágio, com a interveniência obrigatória da instituição de ensino; IX - preparar toda a documentação legal referente ao estágio, bem como efetivar o respectivo seguro contra acidentes pessoais em favor dos estudantes estagiários que realizam atividades junto ao Município, em decorrência desse Convênio; X - efetuar, por meio do Fundo Interno de Bolsa Auxílio (FIBA), o pagamento de Bolsa Auxílio mensal aos estudantes estagiários que tiverem seus requerimentos deferidos pelo Município; XI - fornecer formulário ao Município para que este preencha termo de realização do estágio com indicação resumida das atividades desenvolvidas, dos períodos e da avaliação de desempenho, por ocasião do desligamento do estagiário; XII - entregar aos estudantes os respectivos certificados de realização de estágios; XIII emitir boleto bancário e, posteriormente, fatura referente ao pagamento dos estagiários; XIV - não requerer vínculo do estagiário com agência bancária específica; XV - emitir relatórios, até o dia 20 (vinte) de cada mês, contendo o nome e o valor da hora correspondente do estagiário; XVI - observar, auxiliar e informar o Município, sempre que houver necessidade, de concessão de benefícios aos estagiários, bem como qualquer suspeita de irregularidade na documentação apresentada pelo mesmo.

4 Cont. Minuta de Convênio fl.4 CLÁUSULA QUARTA DO VENCIMENTO E RENOVAÇÃO DO CONTRATO DE ESTÁGIO Faltando 20 (vinte) dias para o vencimento do contrato de estágio, o estagiário deverá apresentar a documentação referente à renovação ao Convenente, tendo este 5 (cinco) dias para emití-lo. 1º O estagiário deverá encaminhar o contrato renovado, ao Convenente, devidamente assinado pela instituição de ensino, até o limite de término do contrato anterior. 2º Os estagiários que não respeitarem o prazo serão considerados desligados, em caráter definitivo, do Município. 3º Para fins de renovação contratual, será exigida aprovação mínima de 100% (cem por cento) para os estagiários de ensino médio; 3 (três) disciplinas (ou equivalente) para os estagiários de nível técnico; 12 (doze) créditos ou equivalente para os estagiários de nível superior. 4º Os estagiários lotados no Município, na data de assinatura deste instrumento, terão um prazo de 3 (três) meses, a partir da data da assinatura, para se adequarem às exigências do 1º desta cláusula, sob pena de desligamento. 5º Caberá as partes conveniadas observar os limites de duração dos estágios, observado o disposto na Lei Federal nº , de CLÁUSULA QUINTA DO VALOR DA BOLSA AUXÍLIO O valor da Bolsa Auxílio será: Nível Grau Valor/hora 4h/dia 88h Total 4h 6h/dia 132h Total 6h A Médio/Técnico R$ 3,70 R$ 325,60 R$ 418,00 R$ 488,40 R$ 580,80 B 1 /4 Superior R$ 4,23 R$ 372,24 R$ 464,64 R$ 558,36 R$ 650,76 C 5 /6 Superior R$ 5,05 R$ 444,40 R$ 536,80 R$ 666,60 R$ 759,00 D 7 em diante R$ 6,14 R$ 540,32 R$ 632,72 R$ 810,48 R$ 902,88 CLÁUSULA SEXTA DA JORNADA DE ATIVIDADE A jornada de atividade será de 30 (trinta) horas semanais, ou seja, 6 (seis) horas por dia, para todos os estágios realizados, excetuando-se os casos autorizados pelo Município, observando-se o limite estabelecido pela Lei Federal nº , de º O estágio não poderá exceder 2 (dois) anos, exceto quando se tratar de estagiário portador de deficiência. 2º É assegurado ao estagiário, sempre que o estágio tenha duração igual ou superior a 1 (um) ano, período de recesso de 30 (trinta) dias, a ser gozado preferencialmente durante suas férias.

5 Cont. Minuta de Convênio fl.5 CLÁUSULA SÉTIMA DO VÍNCULO Os estagiários não terão, para quaisquer efeitos, vínculo empregatício com as partes aqui conveniadas. CLÁUSULA OITAVA DA DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA Servirão para o presente Convênio as dotações orçamentárias de códigos: SMS: (548); SME: (333); PCM: (168). Parágrafo único. Quando se tratar de verba vinculada à demanda extraordinária, poderá ser utilizada dotação específica para este fim, desde que autorizada pelo Município. CLÁUSULA NONA DA VIGÊNCIA O presente Convênio terá vigência a partir da data de sua assinatura, por um período de 12 (doze) meses, podendo ser prorrogado por iguais e sucessivos períodos até o limite de 5 (cinco) anos. CLÁUSULA DÉCIMA DA ALTERAÇÃO O Convênio poderá ter suas cláusulas alteradas mediante acordo entre as partes, por meio de termo aditivo, exceto quando a alteração envolver modificação no objeto. CLÁUSULA DÉCIMA PRIMEIRA DA DENÚNCIA Este Convênio poderá ser denunciado pelos partícipes, a qualquer tempo, desde que haja comunicação prévia, por escrito, de, no mínimo, 60 (sessenta) dias. CLÁUSULA DÉCIMA SEGUNDA DO FORO Fica eleito o foro de Canoas para dirimir as questões decorrentes da execução deste Convênio, com renúncia expressa de qualquer outro. de igual teor e forma. E, por estarem de acordo, firmam o presente Convênio em 2 (duas) vias PREFEITURA MUNICIPAL DE CANOAS, JAIRO JORGE DA SILVA Prefeito Municipal CRISTIANO ARRUÉ FELIX Supervisor Executivo do CIEE

6 Of./GP/CM/136/09 Canoas, 21 de maio de 2009 Senhor Presidente, Vimos respeitosamente encaminhar a essa Egrégia Casa Legislativa a minuta em anexo que dispõem sobre o Convênio que celebram entre si o Município de Canoas e o Centro Integração Empresa Escola (CIEE/RS). Através do presente convênio a Administração Municipal quer oportunizar, de forma autêntica, uma política de concessão de oportunidades de aprendizagem aos estudantes, no âmbito de sua estrutura, modernizando a relação à luz da Lei Federal nº , de 25 de setembro de O convênio firmado entre o Poder Executivo e a Fundação para o Desenvolvimento de Recursos Humanos (FDRH) apresenta dificuldades na sua execução e é oneroso do ponto de vista financeiro, além disso, seu prazo final esta se esgotando, não sendo permitido o seu aditamento. Face à necessidade de um novo convênio, o Poder Executivo procedeu a realização de uma seleção pública para uma nova instituição, atendendo todos os requisitos legais e processuais. Essa seleção, além de visar uma modernização na política de estágio, através de um processo transparente e ético, constitui-se também numa oportunidade de qualificação e redução financeira na relação com o convenente. A comprovação da economia é verificada com precisão quando analisamos o percentual investido na contribuição institucional. Enquanto que com a FDRH o percentual é de 10%, com o CIEE ele cai para o percentual de 3%. O convênio é autoexplicativo e possui todos os elementos que justificam a sua aprovação. Diante do exposto, solicitamos a autorização dessa Casa Legislativa, com base no art. 18, VI, da Lei Orgânica Municipal, para a realização do convênio que ora vai encaminhado. Atenciosamente, JAIRO JORGE DA SILVA Prefeito Municipal Excelentíssimo Senhor NELSON LUIZ DA SILVA DD. Presidente da Câmara Municipal de Canoas Nesta

PREFEITURA DO MUNICIPIO DE PORTO VELHO PROCURADORIA GERAL CONVÊNIO Nº 018/PGM/2013 - PROCESSO Nº 16.00068-00/2013

PREFEITURA DO MUNICIPIO DE PORTO VELHO PROCURADORIA GERAL CONVÊNIO Nº 018/PGM/2013 - PROCESSO Nº 16.00068-00/2013 CONVÊNIO QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICÍPIO DE PORTO VELHO, POR INTERMÉDIO SECRETARIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE/SEMA, DE UM LADO, E DE OUTRO O CENTRO DE INTEGRAÇÃO EMPRESA ESCOLA CIEE, PARA OS FINS QUE

Leia mais

MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO

MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO CONVÊNIO DE COLABORAÇÃO FIRMADO ENTRE O MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO E A ANHANGUERA EDUCACIONAL LTDA mantenedora da UNIVERSIDADE ANHANGUERA UNIDERP Pólo de Passo Fundo 038/2012 PGM O MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO,

Leia mais

MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO

MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO CONVÊNIO DE COLABORAÇÃO FIRMADO ENTRE O MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO E A FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DE PASSO FUNDO mantenedora da UNIVERSIDADE DE PASSO FUNDO 019/2009 PGM O MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO, pessoa jurídica

Leia mais

ESTADO DE MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE DO NORTE MT CNPJ.: 03.238.672/0001-28

ESTADO DE MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE DO NORTE MT CNPJ.: 03.238.672/0001-28 DECRETO Nº. 810/2015, DE 03 DE FEVEREIRO DE 2015 Regulamenta o estágio de estudantes em órgãos municipais, com base na Lei Federal nº 11.788, de 25 de setembro de 2008, e dá outras providências. O PREFEITO

Leia mais

MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO

MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO CONVÊNIO DE COLABORAÇÃO QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO E O CENTRO DE INTEGRAÇÃO EMPRESA-ESCOLA DO RIO GRANDE DO SUL CIEE/RS 091/2007- SEF O MUNICIPIO DE PASSO FUNDO, pessoa jurídica de

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CANOAS Gabinete do Prefeito

PREFEITURA MUNICIPAL DE CANOAS Gabinete do Prefeito Of. GP/CM/501/09 Canoas, 3 de novembro de 2009. Senhor Presidente, Vimos respeitosamente encaminhar a essa egrégia Casa Legislativa a minuta, de Convênio que O Município de Canoas, o Conselho Comunitário

Leia mais

CONVÊNIO DE CONCESSÃO DE ESTÁGIO Nº / EM FORMA DE BOLSA DE COMPLEMENTAÇÃO EDUCACIONAL, DE ACORDO COM A LEI Nº 11.788 DE 25 DE SETEMBRO DE 2008

CONVÊNIO DE CONCESSÃO DE ESTÁGIO Nº / EM FORMA DE BOLSA DE COMPLEMENTAÇÃO EDUCACIONAL, DE ACORDO COM A LEI Nº 11.788 DE 25 DE SETEMBRO DE 2008 CONVÊNIO DE CONCESSÃO DE ESTÁGIO Nº / EM FORMA DE BOLSA DE COMPLEMENTAÇÃO EDUCACIONAL, DE ACORDO COM A LEI Nº 11.788 DE 25 DE SETEMBRO DE 2008 Pelo presente instrumento, de um lado o (a) situado (a) à

Leia mais

Manual de Estágio Não Obrigatório

Manual de Estágio Não Obrigatório Manual de Estágio Não Obrigatório Faculdade Antonio Meneghetti Recanto Maestro, 2010 1 Introdução A lei nº 11.788/2008 define estágio como o ato educativo escolar, supervisionado, desenvolvido no ambiente

Leia mais

ANEXO II - MINUTA DE CONVÊNIO

ANEXO II - MINUTA DE CONVÊNIO ANEXO II - MINUTA DE CONVÊNIO CONVÊNIO QUE ENTRE SI FAZEM O MUNICÍPIO DE BELO HORIZONTE, ATRAVÉS DA SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE E O PRESTADOR DE SERVIÇOS DE SAÚDE... PROCESSO Nº: 04.001368.06.32 O MUNICÍPIO

Leia mais

LEI MUNICIPAL Nº 4.567, DE 29 DE JULHO DE 2011

LEI MUNICIPAL Nº 4.567, DE 29 DE JULHO DE 2011 - Autoriza o Poder Executivo Municipal, a Câmara Municipal, o TATUIPREV e a Fundação Manoel Guedes a celebrarem convênio com o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Tatuí e Região e dá outras

Leia mais

Observação: os dados em vermelho devem ser OBRIGATORIAMENTE preenchidos pelo concedente. EXEMPLO DE CONVÊNIO PREENCHIDO CORRETAMENTE

Observação: os dados em vermelho devem ser OBRIGATORIAMENTE preenchidos pelo concedente. EXEMPLO DE CONVÊNIO PREENCHIDO CORRETAMENTE Observação: os dados em vermelho devem ser OBRIGATORIAMENTE preenchidos pelo concedente. EXEMPLO DE CONVÊNIO PREENCHIDO CORRETAMENTE CONVÊNIO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO TERMO DE CONVÊNIO Nº001/2011 QUE ENTRE

Leia mais

RESOLUÇÃO CEG nº 12/2008

RESOLUÇÃO CEG nº 12/2008 RESOLUÇÃO CEG nº 12/2008 Normas para o Estágio 1) Considerando a Lei 11.788 de 25 de setembro de 2008, que trata de Estágios de Estudantes; 2) Considerando a não existência de resolução geral que normatize

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO Não Remunerado

TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO Não Remunerado TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO Não Remunerado..., inscrito(a) no CNPJ sob o n.º..., com sede profissional à..., bairro..., no município de..., Estado..., CEP..., doravante denominado(a) CONCEDENTE,

Leia mais

MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO

MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO CONVÊNIO ENTRE O MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO, FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DE PASSO FUNDO E O CENTRO DE ENSINO MÉDIO INTEGRADO - UPF 081/2006 - SEPLAN O MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO, pessoa jurídica de direito público,

Leia mais

Fundação de Ensino e Engenharia de Santa Catarina. MANUAL DE ESTÁGIO NÃO-OBRIGATÓRIO: Procedimentos e Obrigações Legais

Fundação de Ensino e Engenharia de Santa Catarina. MANUAL DE ESTÁGIO NÃO-OBRIGATÓRIO: Procedimentos e Obrigações Legais Fundação de Ensino e Engenharia de Santa Catarina MANUAL DE ESTÁGIO NÃO-OBRIGATÓRIO: Procedimentos e Obrigações Legais 2009 APRESENTAÇÃO Este manual tem por objetivo disciplinar, orientar e facilitar os

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º 59/2015, DE 20 DE JULHO DE 2015.

PROJETO DE LEI N.º 59/2015, DE 20 DE JULHO DE 2015. PROJETO DE LEI N.º 59/2015, DE 20 DE JULHO DE 2015. AUTORIZA A CONCESSÃO DE INCENTIVOS À EMPRESA METAL MARC INDÚSTRIA METALÚRGICA LTDA E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O PREFEITO MUNICIPAL DE GUAPORÉ-RS faz saber,

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 396, DE 02 DE OUTUBRO DE 2014.

RESOLUÇÃO Nº 396, DE 02 DE OUTUBRO DE 2014. RESOLUÇÃO Nº 396, DE 02 DE OUTUBRO DE 2014. O PRESIDENTE DO CONSELHO DE CÂMPUS DO CÂMPUS DO PANTANAL, da Fundação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, no uso de suas atribuições legais, e Considerando

Leia mais

TORRES E MOCCHETTI SOCIEDADE MEDICAS SS

TORRES E MOCCHETTI SOCIEDADE MEDICAS SS CONTRATO 235/2013 CREDOR VALOR 81.000,00 DATA 04/11/2013 VENCIMENTO 04/05/2014 TORRES E MOCCHETTI SOCIEDADE MEDICAS SS A PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MEDICO-HOSPITALAR NA ESPECIALIZAÇÃO DE ORTOPEDIA ENTRE

Leia mais

RESOLUÇÃO ADMINISTRATIVA nº 03/2009

RESOLUÇÃO ADMINISTRATIVA nº 03/2009 RESOLUÇÃO ADMINISTRATIVA nº 03/2009 Dispõe sobre o estágio de estudantes no âmbito do Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região. O ÓRGÃO ESPECIAL DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 4ª REGIÃO, no uso

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS JURÍDICOS ESPECIALIZADOS Nº 005/2013

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS JURÍDICOS ESPECIALIZADOS Nº 005/2013 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS JURÍDICOS ESPECIALIZADOS Nº 005/2013 Que entre si celebram o Município de CACHOEIRA ALTA, Goiás e o Escritório JOÃO LUIZ E LEANDRO, ADVOGADOS ASSOCIADOS S/S. I PREÂMBULO

Leia mais

CONVÊNIO REFERENTE AO PROGRAMA DE APRENDIZAGEM PROFISSIONAL

CONVÊNIO REFERENTE AO PROGRAMA DE APRENDIZAGEM PROFISSIONAL ANEXO 06 CONVÊNIO REFERENTE AO PROGRAMA DE APRENDIZAGEM PROFISSIONAL EMPRESA: (Empresa) - Razão social, com endereço na..., nº andar, bairro:, na Cidade/Estado de..., CEP.:..., telefone:, Fax:, e-mail:,

Leia mais

INSTRUMENTO PARTICULAR DE TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO

INSTRUMENTO PARTICULAR DE TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO FACULDADES INTEGRADAS DE ARACRUZ Mantenedora: Fundação São João Batista INSTRUMENTO PARTICULAR DE TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO Pelo presente INSTRUMENTO PARTICULAR DE TERMO

Leia mais

EDITAL DE CREDENCIAMENTO

EDITAL DE CREDENCIAMENTO EDITAL DE CREDENCIAMENTO I. REGÊNCIA LEGAL LEI FEDERAL N 8.666/93 E ALTERAÇÕES II. ÓRGÃO INTERESSADO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE REGIONAL DE BLUMENAU III. MODALIDADE CREDENCIAMENTO IV. PROCESSO ADMINISTRATIVO

Leia mais

ANEXO III DA PORTARIA Nº 0946, DE 26 DE SETEMBRO DE 2013 TERMO DE COMPROMISSO PARA ESTÁGIO OBRIGATÓRIO

ANEXO III DA PORTARIA Nº 0946, DE 26 DE SETEMBRO DE 2013 TERMO DE COMPROMISSO PARA ESTÁGIO OBRIGATÓRIO ANEXO III DA PORTARIA Nº 0946, DE 26 DE SETEMBRO DE 2013 TERMO DE COMPROMISSO PARA ESTÁGIO OBRIGATÓRIO Pelo presente instrumento, de um lado, (NOME DA CONCEDENTE), inscrita no (TIPO E NÚMERO DO DOCUMENTO),

Leia mais

Decreto Nº 13.840 de 21/09/2009

Decreto Nº 13.840 de 21/09/2009 Decreto Nº 13.840 de 21/09/2009 Dispõe sobre estágios no âmbito da Administração Pública Direta e Indireta do Estado do Piauí para estudantes regularmente matriculados e com frequência efetiva, vinculados

Leia mais

TERMO DE CONVÊNIO Nº 60/2014. Cláusula Segunda DAS OBRIGAÇÕES DAS PARTES

TERMO DE CONVÊNIO Nº 60/2014. Cláusula Segunda DAS OBRIGAÇÕES DAS PARTES TERMO DE CONVÊNIO Nº 60/2014. Termo de Convênio que entre si celebram de um lado, o MUNICÍPIO DE CARLOS BARBOSA, com sede na Rua Assis Brasil, nº 11, neste ato representado por seu Prefeito, Sr. Fernando

Leia mais

AUDICONTAS AUDITORIA E CONSULTORIA CONTABIL LTDA

AUDICONTAS AUDITORIA E CONSULTORIA CONTABIL LTDA CONTRATO N.º. 25/2016 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS TÉCNICOS ESPECIALIZADOS EM ASSESSORIA E CONSULTORIA CONTÁBIL, CELEBRADO ENTRE O MUNICÍPIO DE MORROS E A EMPRESA AUDICONTAS AUDITORIA E CONSULTORIA

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO NO INSTITUTO FEDERAL DE RONDÔNIA

REGULAMENTO DE ESTÁGIO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO NO INSTITUTO FEDERAL DE RONDÔNIA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RONDÔNIA REGULAMENTO DE ESTÁGIO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO NO INSTITUTO FEDERAL

Leia mais

Parágrafo Primeiro. O fornecimento do material para veiculação do informativo será de responsabilidade da contratante.

Parágrafo Primeiro. O fornecimento do material para veiculação do informativo será de responsabilidade da contratante. CONTRATO Nº 004/2015 REFERENTE À PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS QUE ENTRE SI CELEBRAM A CÂMARA MUNICIPAL DE QUERÊNCIA E A EMPRESA RÁDIO LÍDER SERVIÇOS E PUBLICIDADE LTDA ME. A Estado de Mato Grosso, Pessoa Jurídica

Leia mais

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE TECNÓLOGO EM PRODUÇÃO DO VESTUÁRIO (com ênfase em calçados)

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE TECNÓLOGO EM PRODUÇÃO DO VESTUÁRIO (com ênfase em calçados) Mantenedora: Fundação Educacional Fausto Pinto da Fonseca - CNPJ : 04.149.536/0001-24 Av. Dom Cabral, 31 Centro - CEP: 35.519-000 - Nova Serrana - MG Fone: (37) 3226-8200 - Site: www.fanserrana.com.br

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO ESTÁGIO OBRIGATÓRIO

TERMO DE COMPROMISSO ESTÁGIO OBRIGATÓRIO TERMO DE COMPROMISSO ESTÁGIO OBRIGATÓRIO Termo de compromisso para realização de estágio obrigatório que entre si fazem a concedente, inscrita no CNPJ sob o nº, estabelecida na e o estagiário (a), documento

Leia mais

REGULAMENTO DOS ESTÁGIOS DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ARQUIVOLOGIA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

REGULAMENTO DOS ESTÁGIOS DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ARQUIVOLOGIA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES REGULAMENTO DOS ESTÁGIOS DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ARQUIVOLOGIA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1 Este regulamento fixa as normas para o estágio do Curso de Graduação

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 236/2005-CAD/UNICENTRO

RESOLUÇÃO Nº 236/2005-CAD/UNICENTRO RESOLUÇÃO Nº 236/2005-CAD/UNICENTRO Celebra Termo de Convênio n 245/2005 firmado entre a UNICENTRO e Fundação Araucária. O REITOR DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE, UNICENTRO: Faço saber que o Conselho

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EDUCACIONAIS

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EDUCACIONAIS CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EDUCACIONAIS CENTRO REGIONAL DE CULTURA, inscrito no CNPJ/MF sob o nº 17.860.164/0001-91, com sede na Av. Presidente Tancredo de Almeida Neves nº 45, bairro Avenida, CEP

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE RIO VERDE

PREFEITURA MUNICIPAL DE RIO VERDE CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS, QUE ENTRE SI, CELEBRAM O MUNICÍPIO DE RIO VERDE, ATRAVÉS DO FUNDO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO - FME E A SRª HELENA DA SILVA GUIMARÃES DE SOUZA,

Leia mais

3. O que é estágio não obrigatório? É uma atividade opcional, acrescida à carga horária regular e obrigatória. ( 2º do art. 2º da Lei nº 11.

3. O que é estágio não obrigatório? É uma atividade opcional, acrescida à carga horária regular e obrigatória. ( 2º do art. 2º da Lei nº 11. 1. O que é o estágio? A Lei nº 11.788, de 25 de setembro de 2008, define o estágio como o ato educativo escolar supervisionado, desenvolvido no ambiente de trabalho, que visa à preparação para o trabalho

Leia mais

LEI Nº 11.788, DE 25 DE SETEMBRO DE 2008. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

LEI Nº 11.788, DE 25 DE SETEMBRO DE 2008. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei: LEI Nº 11.788, DE 25 DE SETEMBRO DE 2008. Dispõe sobre o estágio de estudantes; altera a redação do art. 428 da Consolidação das Leis do Trabalho CLT, aprovada pelo Decreto- Lei n o 5.452, de 1 o de maio

Leia mais

A Coordenação de Estágios informa:

A Coordenação de Estágios informa: A Coordenação de Estágios informa: I Informações gerais e Dúvidas frequentes sobre o Estágio: Tudo que você precisa saber sobre a nova lei de estágio 1. O que é o estágio? A Lei nº 11.788, de 25 de setembro

Leia mais

EDITAL DE CREDENCIAMENTO N.º 07/2015 PLANTÃO MÉDICO DE ESPECIALIDADES

EDITAL DE CREDENCIAMENTO N.º 07/2015 PLANTÃO MÉDICO DE ESPECIALIDADES EDITAL DE CREDENCIAMENTO N.º 07/2015 PLANTÃO MÉDICO DE ESPECIALIDADES O Município de Não-Me-Toque comunica aos interessados que está procedendo ao CHAMAMENTO PÚBLICO no horário das 8:15 às 11:33h e das

Leia mais

Normas Gerais de Estágios

Normas Gerais de Estágios Normas Gerais de Estágios NORMAS GERAIS DE ESTÁGIOS DA UNIVERSIDADE DE SANTO AMARO - UNISA O CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA e EXTENSÃO - CONSEPE, órgão normativo, consultivo e deliberativo da administração

Leia mais

MANUAL DO ESTAGIÁRIO

MANUAL DO ESTAGIÁRIO MANUAL DO ESTAGIÁRIO Informações à Empresa Concedente Os requisitos para a realização do estágio: O estagiário deve estar regularmente matriculado e frequentando o curso; Deve ser celebrado o Convênio

Leia mais

REGULAMENTAÇÃO DO ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO DO CURSO FISIOTERAPIA

REGULAMENTAÇÃO DO ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO DO CURSO FISIOTERAPIA REGULAMENTAÇÃO DO ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO DO CURSO FISIOTERAPIA Capítulo I - Do Conceito Art. 1º - O Estágio não obrigatório do Curso de Fisioterapia da Universidade Federal de Alfenas (UNIFAL-MG) é aquele

Leia mais

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA. Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA. Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei: LEI Nº 11.788 DE 25/09/2008 Dispõe sobre o estágio de estudantes, altera a redação do art. 428 da Consolidação das Leis do Trabalho - CLT, aprovada pelo Decreto-Lei nº 5.452, de 1º de maio de 1943, e a

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO DO ESTUDANTE* Nº /

TERMO DE COMPROMISSO DO ESTUDANTE* Nº / MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO CML 1ª RM HOSPITAL CENTRAL DO EXERCITO (Hospital Real Militar e Ultramar - 1769) TERMO DE COMPROMISSO DO ESTUDANTE* Nº / CONCEDENTE RAZÃO SOCIAL: Hospital Central

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE CAMPO GRANDE ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL CONTRATO

CÂMARA MUNICIPAL DE CAMPO GRANDE ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL CONTRATO PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 036/2015 CONVITE Nº 007/2015 CONTRATO CONTRATO QUE FAZEM ENTRE SI A CÂMARA MUNICIPAL DE CAMPO GRANDE, COM RESULT ASSESSORIA EMPRESARIAL LTDA, PARA A CESSÃO DE USO, NA FORMA DE

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MUNICÍPIO DE CANOAS

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MUNICÍPIO DE CANOAS PROJETO DE LEI Nº 4, DE 10 DE FEVEREIRO DE 2015. Dispõe sobre o estágio de estudantes de estabelecimentos de ensino público e particular, em órgãos da administração pública Direta, Autárquica e Fundacional

Leia mais

ESTADO DO AMAZONAS CÂMARA MUNICIPAL DE PARINTINS COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO

ESTADO DO AMAZONAS CÂMARA MUNICIPAL DE PARINTINS COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO CONTRATO Nº 002/2013-CMP TERMO DE CONTRATO QUE ENTRE FAZEM, DE UM LADO A CÂMARA MUNICIPAL DE PARINTINS-AM, E DE OUTRO LADO A EMPRESA R. N. SERVIÇOS DE TELECOMUNICAÇÕES LTDA, INSCRITA NO CNPJ Nº. 08.277.259/0001-96,

Leia mais

ESTÁGIO SUPERVISIONADO. Orientações Gerais

ESTÁGIO SUPERVISIONADO. Orientações Gerais ESTÁGIO SUPERVISIONADO Orientações Gerais CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS - Registro - 2009 1. Informações Segundo a Lei Nº 11.788 de 25 de setembro de 2008, dispõe

Leia mais

Prefeitura Municipal de Goiatuba

Prefeitura Municipal de Goiatuba Prefeitura Municipal de Goiatuba CONVÊNIO QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICÍPIO DE GOIATUBA, ESTADO DE GOIÁS E A FACULDADE DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS DE GOIATUBA Aos dois dias de janeiro do ano de dois

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO TERMO DE COMPROMISSO Termo de Compromisso que entre si celebram e o(a) (Pessoa Jurídica)... e o(a) estudante... com a interveniência da Universidade

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CACEQUI Estado do Rio Grande do Sul

PREFEITURA MUNICIPAL DE CACEQUI Estado do Rio Grande do Sul CONTRATO ADMINISTRATIVO Nº. 004/2015 DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS TÉCNICO DE CONSULTORIA DE INVESTIMENTO. Contrato celebrado entre o MUNICÍPIO DE CACEQUI RS, pessoa jurídica de direito público interno, com

Leia mais

MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO

MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO CONVÊNIO ENTRE O MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO E A SECÇÃO ESTADUAL DO RIO GRANDE DO SUL DO CIOFF, PARA A REALIZAÇÃO DO XI FESTIVAL INTERNACIONAL DE FOLCLORE DE PASSO FUNDO O36/2014 PGM O MUNICÍPIO DE PASSO

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DE ESTÁGIOS DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DO NORTE PAULISTA - UNORP

REGULAMENTO GERAL DE ESTÁGIOS DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DO NORTE PAULISTA - UNORP REGULAMENTO GERAL DE ESTÁGIOS DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DO NORTE PAULISTA - UNORP CAPÍTULO I DOS FUNDAMENTOS LEGAIS Artigo 1º- O presente regulamento de estágios do Centro Universitário do Norte Paulista

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO RESOLUÇÃO DO CONSELHO SUPERIOR Nº 28/2014, DE 27 DE JUNHO DE 2014

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO RESOLUÇÃO DO CONSELHO SUPERIOR Nº 28/2014, DE 27 DE JUNHO DE 2014 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CONSELHO SUPERIOR Avenida Rio Branco, 50 Santa Lúcia 29056-255 Vitória ES 27 3357.7500 RESOLUÇÃO DO CONSELHO SUPERIOR Nº 28/2014, DE 27 DE JUNHO

Leia mais

MINUTA DE CONTRATO DE CONVÊNIO

MINUTA DE CONTRATO DE CONVÊNIO MINUTA DE CONTRATO DE CONVÊNIO CONVÊNIO Nº / QUE ENTRE SI CELEBRAM CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DE GUANAMBI CESG, MANTENEDOR DA FACULDADE GUANAMBI FG, POR MEIO DO CURSO DE GRADUAÇÃO DE DIREITO DA FACULDADE

Leia mais

MINUTA CONTRATO DE FORNECIMENTO DF 2012 CPS XXX

MINUTA CONTRATO DE FORNECIMENTO DF 2012 CPS XXX ANEXO I MINUTA CONTRATO DE FORNECIMENTO DF 2012 CPS XXX Contrato de para fornecimento de Etiquetas de Endereçamento para reposição de estoque no almoxarifado do SESC/AR/DF que entre si celebram o SERVIÇO

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº. 01 CONSEPE, DE 5 DE MARÇO DE 2015.

RESOLUÇÃO Nº. 01 CONSEPE, DE 5 DE MARÇO DE 2015. RESOLUÇÃO Nº. 01 CONSEPE, DE 5 DE MARÇO DE 2015. Regulamenta o Programa de Monitoria da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM) e revoga as Resoluções CONSEPE nº 09/2013; 10/2014

Leia mais

CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO, CLASSIFICAÇÃO E RELAÇÕES DE ESTÁGIO

CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO, CLASSIFICAÇÃO E RELAÇÕES DE ESTÁGIO LEI N.º 11.788, DE 25 DE SETEMBRO DE 2008. Dispõe sobre o estágio de estudantes; altera a redação do art. 428 da Consolidação das Leis do Trabalho CLT, aprovada pelo Decreto-Lei no 5.452, de 1o de maio

Leia mais

CONTRATO ADMINISTRATIVO Nº 08/2015. Contrato celebrado entre a Câmara Municipal de São Simão e a Empresa

CONTRATO ADMINISTRATIVO Nº 08/2015. Contrato celebrado entre a Câmara Municipal de São Simão e a Empresa CONTRATO ADMINISTRATIVO Nº 08/2015 Contrato celebrado entre a Câmara Municipal de São Simão e a Empresa PUBLICENTER INFORMÁTICA COMÉRCIO E LOCAÇÃO LTDA-ME CONTRATANTE: A CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO SIMÃO,

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DOS CURSOS DO CEFET-SP

REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DOS CURSOS DO CEFET-SP REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DOS CURSOS DO CEFET-SP Capítulo I DA NATUREZA E SUAS FINALIDADES Art. 1º O estágio baseia-se na Lei nº. 11.788, sancionada em 25 de setembro de 2008. Parágrafo

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DE SÃO PAULO TERMO DE CONTRATO CT Nº 0008/2015

CONSELHO REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DE SÃO PAULO TERMO DE CONTRATO CT Nº 0008/2015 TERMO DE CONTRATO CT Nº 0008/2015 TERMO DE CONTRATO CT Nº 0008/2015 QUE ENTRE SI CELEBRAM O CONSELHO REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DE SÃO PAULO e a EMPRESA G & S IMAGENS DO BRASIL LTDA que tem por objeto contratação

Leia mais

- PROJETO CRESCER - - CONTRATO DE INCLUSÃO - QUE ENTRE SI CELEBRAM O SINDICATO DOS CONTABILISTAS DE PORTO ALEGRE SCPA E.

- PROJETO CRESCER - - CONTRATO DE INCLUSÃO - QUE ENTRE SI CELEBRAM O SINDICATO DOS CONTABILISTAS DE PORTO ALEGRE SCPA E. - PROJETO CRESCER - - CONTRATO DE INCLUSÃO - QUE ENTRE SI CELEBRAM O SINDICATO DOS CONTABILISTAS DE PORTO ALEGRE SCPA E. SINDICATO DOS CONTABILISTAS DE PORTO ALEGRE com sede na Rua Riachuelo 1.641 1º andar,

Leia mais

ANEXO II DA DEFINIÇÃO E OBJETIVO DO ESTÁGIO

ANEXO II DA DEFINIÇÃO E OBJETIVO DO ESTÁGIO ANEXO II NORMAS ESPECÍFICAS DO ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO E ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO - MODALIDADE BACHARELADO DA DEFINIÇÃO E OBJETIVO DO ESTÁGIO Art.

Leia mais

AGÊNCIA REGULADORA DE ÁGUAS ENERGIA E SANEAMENTO BÁSICO DO DISTRITO FEDERAL RESOLUÇÃO Nº. 07, DE 21 DE FEVEREIRO DE 2011.

AGÊNCIA REGULADORA DE ÁGUAS ENERGIA E SANEAMENTO BÁSICO DO DISTRITO FEDERAL RESOLUÇÃO Nº. 07, DE 21 DE FEVEREIRO DE 2011. AGÊNCIA REGULADORA DE ÁGUAS ENERGIA E SANEAMENTO BÁSICO DO DISTRITO FEDERAL RESOLUÇÃO Nº. 07, DE 21 DE FEVEREIRO DE 2011. Aprova o Regulamento do Estágio de Estudantes junto à Agência Reguladora de Águas,

Leia mais

Estado do Pará Governo Municipal de Tomé-Açu PREFEITURA MUNICIPAL DE TOMÉ-AÇU

Estado do Pará Governo Municipal de Tomé-Açu PREFEITURA MUNICIPAL DE TOMÉ-AÇU CONTRATO Nº 20150317 O(A) FUNDO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE TOMÉ-AÇU, neste ato denominado CONTRATANTE, com sede na AV. TRÊS PODERES, Nº738, inscrito no CNPJ (MF) sob o nº 05.196.530/0001-70, representado

Leia mais

MINUTA DE CONVÊNIO PADRÃO

MINUTA DE CONVÊNIO PADRÃO MINUTA DE CONVÊNIO PADRÃO CONSIDERANDO CONSIDERANDO CLÁUSULA PRIMEIRA DO OBJETO O presente convênio tem por objeto conceder vagas para estágio (obrigatório/não obrigatório) em Unidades de Saúde da SMSDC,

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSESORIA CONTABIL Nº 016/2013

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSESORIA CONTABIL Nº 016/2013 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSESORIA CONTABIL Nº 016/2013 Pelo presente instrumento público de Contrato de Prestação de serviços, que regula-se pelos preceitos de Direito Público aplicando-se-lhe,

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO NÃO REMUNERADO CURSO DE FISIOTERAPIA

TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO NÃO REMUNERADO CURSO DE FISIOTERAPIA TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO NÃO REMUNERADO CURSO DE FISIOTERAPIA Pelo presente Termo de Compromisso de Estágio, nos termos da Lei nº 11.788 de 25 de setembro de 2008, celebrado entre CLINICA

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE MIMOSO DO SUL

CÂMARA MUNICIPAL DE MIMOSO DO SUL . PREGÃO PRESENCIAL Nº 007/2015 Contrato que entre si celebram a Câmara Municipal de Mimoso do Sul e a Empresa E&L Produções de Software LTDA, na qualidade de CONTRATANTE e CONTRATADA, respectivamente,

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO INTERNO

TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO INTERNO TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO INTERNO CONCEDENTE e INSTITUIÇÃO DE ENSINO: A UNIVERSIDADE DE SANTO AMARO - UNISA, mantida pela OBRAS SOCIAIS E EDUCACIONAIS DE LUZ - OSEL, com filial na Rua Professor Enéas

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO

TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO Contrato de cooperação mútua que entre si celebram o PITÁGORAS SISTEMA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR SOCIEDADE LTDA FACULDADE PITÁGORAS CAMPUS BETIM e a. Através do presente instrumento particular, PITÁGORAS SISTEMA

Leia mais

CONVÊNIO. UNIDADE CONCEDENTE: Razão Social: CNPJ: Ramo de Atividade: Endereço: Cidade: Estado: CEP: Telefone: Fax: e-mail: Representado por : Cargo:

CONVÊNIO. UNIDADE CONCEDENTE: Razão Social: CNPJ: Ramo de Atividade: Endereço: Cidade: Estado: CEP: Telefone: Fax: e-mail: Representado por : Cargo: CONVÊNIO UNIDADE CONCEDENTE: Razão Social: CNPJ: Ramo de Atividade: Endereço: Cidade: Estado: CEP: Telefone: Fax: e-mail: Representado por : Cargo: UNIDADE DE ENSINO: Razão Social: CENTRO DE ENSINO SUPERIOR

Leia mais

CAPÍTULO I DA NATUREZA E DOS OBJETIVOS

CAPÍTULO I DA NATUREZA E DOS OBJETIVOS REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO NÃO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO DA FACULDADE ARTHUR THOMAS CAPÍTULO I DA NATUREZA E DOS OBJETIVOS Art. 1º. Este Regulamento estabelece as políticas

Leia mais

CENTRAL DE ESTÁGIO DO GOVERNO DECRETO Nº 8654-28/10/2010 Publicado no Diário Oficial Nº 8333 de 28/10/2010

CENTRAL DE ESTÁGIO DO GOVERNO DECRETO Nº 8654-28/10/2010 Publicado no Diário Oficial Nº 8333 de 28/10/2010 Súmula: Dispõe que os Órgãos e Entidades da Administração Pública Estadual Direta e Indireta, inclusive as Instituições Estaduais de Ensino Superior podem aceitar estagiários, na forma que especifica-seap...

Leia mais

CLÁUSULA PRIMEIRA DO OBJETO

CLÁUSULA PRIMEIRA DO OBJETO CONVÊNIO QUE ENTRE SI REALIZAM A JUSTIÇA FEDERAL DE PRIMEIRO GRAU - SEÇÃO JUDICIÁRIA DO MARANHÃO E A ASSOCIAÇÃO DE POUPANÇA E EMPRÉSTIMO POUPEX, PARA CONCESSÃO DE LINHAS DE CRÉDITO IMOBILIÁRIO A Justiça

Leia mais

www.leismunicipais.com.br

www.leismunicipais.com.br LEI Nº 4221, DE 13 DE MAIO DE 2011. AUTORIZA O MUNICÍPIO A FIRMAR CONVÊNIO COM O CENTRO ECOLÓGICO DE IPÊ/RS PARA PRESTAÇÃO DE ASSESSORIA TÉCNICA EM AGRICULTURA ECOLÓGICA A PRODUTORES RURAIS DO MUNICÍPIO

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº 20/2015, DE 20 DE ABRIL DE 2015.

PROJETO DE LEI Nº 20/2015, DE 20 DE ABRIL DE 2015. PROJETO DE LEI Nº 20/2015, DE 20 DE ABRIL DE 2015. AUTORIZA O MUNICÍPIO CONCEDER CONTRIBUIÇÃO AO GRUPO DA MELHOR IDADE PAZ E AMOR, FIRMAR CONVÊNIO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O PREFEITO MUNICIPAL DE GUAPORÉ-RS

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE JANDAIA DO SUL CNPJ: 75771204/0001-25

PREFEITURA MUNICIPAL DE JANDAIA DO SUL CNPJ: 75771204/0001-25 CONTRATO Nº. 48/2015 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS, QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICÍPIO DE JANDAIA DO SUL E A EMPRESA PORTO SEGURO COMPANHIA DE SEGUROS GERAIS O Município de Jandaia do Sul pessoa jurídica

Leia mais

Diretrizes Pedagógicas para a Educação Profissional

Diretrizes Pedagógicas para a Educação Profissional Foto: Arquivo MEC Ivone Marchi Lainetti Ramos Manual do Estágio Diretrizes Pedagógicas para a Educação Profissional Ivone Marchi Lainetti Ramos 1 Equipe Gestora Eliana Inês Wilder Coordenadora de Educação

Leia mais

LEI Nº 3601/2015, DE 19 DE MAIO DE 2015.

LEI Nº 3601/2015, DE 19 DE MAIO DE 2015. LEI Nº 3601/2015, DE 19 DE MAIO DE 2015. AUTORIZA O MUNICÍPIO CONCEDER SUBVENÇÃO SOCIAL AO CENTRO OCUPACIONAL BRUNO JOSÉ CAMPOS HORTA COMUNITÁRIA, FIRMAR CONVÊNIO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O PREFEITO MUNICIPAL

Leia mais

MINUTA CONTRATO DE FORNECIMENTO - SESC/AR/DF DF 2015 CF XXX

MINUTA CONTRATO DE FORNECIMENTO - SESC/AR/DF DF 2015 CF XXX MINUTA CONTRATO DE FORNECIMENTO - SESC/AR/DF DF 2015 CF XXX Contrato de Fornecimento que entre si celebram o SERVIÇO SOCIAL DO COMÉRCIO ADMINISTRAÇÃO REGIONAL DO DISTRITO FEDERAL SESC/AR/DF e a Empresa

Leia mais

CONVÊNIO N'. 00 43/2010

CONVÊNIO N'. 00 43/2010 PODER LEGISLATIVO SENADO FEDERAL CONVÊNIO N'. 00 43/2010 Que entre si celebram, de um lado, o SENADO FEDERAL a, de oulro, a UNIÃO DE ENSINO SUPERIOR DE BRAS lua S/A, mantedora da FACULDADE PROJEÇAO GUARÁ,

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DOS CURSOS DE NÍVEL MÉDIO PROFISSIONALIZANTE E DE GRADUAÇAO DO INSTITUTO FEDERAL DE BRASÍLIA - IFB

REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DOS CURSOS DE NÍVEL MÉDIO PROFISSIONALIZANTE E DE GRADUAÇAO DO INSTITUTO FEDERAL DE BRASÍLIA - IFB REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DOS CURSOS DE NÍVEL MÉDIO PROFISSIONALIZANTE E DE GRADUAÇAO DO INSTITUTO FEDERAL DE BRASÍLIA - IFB Brasília DF março/2011 Pró-reitoria de Ensino PREN Pró-reitoria

Leia mais

Prefeitura Municipal de Água Doce do Norte Estado do Espírito Santo

Prefeitura Municipal de Água Doce do Norte Estado do Espírito Santo PROGRAMA DE ESTÁGIO REMUNERADO NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA MUNICIPAL LEI Nº 034/23 05.03.23 EDITAL DE ABERTURA DO PROCESSO SELETIVO Nº 0/25 O Município de Água Doce do Norte, ES, comunica a abertura das inscrições

Leia mais

MG-2.734.267, CONTRATANTE

MG-2.734.267, CONTRATANTE CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Nº 007/CMSR/2015 QUE ENTRE SI CELEBRAM A CÂMARA MUNICIPAL DE SANTANA DO RIACHO E A EXAME AUDITORES & CONSULTORES LTDA - ME CONTRATANTE: CÂMARA MUNICIPAL DE SANTANA DO

Leia mais

NORMAS DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM GERONTOLOGIA

NORMAS DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM GERONTOLOGIA 1 NORMAS DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM GERONTOLOGIA Normas de estágio supervisionado do Curso de Graduação em Gerontologia delineado a partir: do Projeto Pedagógico do Curso de Graduação

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE COLORADO ESTADO DO PARANA

PREFEITURA MUNICIPAL DE COLORADO ESTADO DO PARANA DISPENSA Nº: DP 077/2013 ÓRGÃO SOLICITANTE: SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO. OBJETO: AQUISIÇÃO DE QUADROS COM IMAGENS AÉREAS DO MUNICÍPIO E CD DE IMAGEM DE ALTA RESOLUÇÃO PARA A SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

C O N V Ê N I O Nº 145/2014

C O N V Ê N I O Nº 145/2014 C O N V Ê N I O Nº 145/2014 Que entre si celebram de um lado o MUNICÍPIO DE ITABIRITO, pessoa jurídica de direito público interno, inscrição no CNPJ sob o nº 18.307.835/0001-54, com endereço a Avenida

Leia mais

Serviço Público Federal Conselho Regional de Corretores de Imóveis Estado de São Paulo ANEXO VII PREGÃO Nº. 006/2013 MINUTA DO CONTRATO

Serviço Público Federal Conselho Regional de Corretores de Imóveis Estado de São Paulo ANEXO VII PREGÃO Nº. 006/2013 MINUTA DO CONTRATO ANEXO VII PREGÃO Nº. 006/2013 MINUTA DO CONTRATO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS CELEBRADO ENTRE O CONSELHO REGIONAL DE CORRETORES DE IMÓVEIS CRECI 2.ª REGIÃO E A EMPRESA XXXXXXXXXXXXXXXXX CONSELHO REGIONAL

Leia mais

NOSSA FAMÍLIA Escola de Educação Infantil Ltda.

NOSSA FAMÍLIA Escola de Educação Infantil Ltda. CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EDUCACIONAIS Pelo presente instrumento particular de CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS, de uma lado, a NOSSA FAMÍLIA ESCOLA DE EDUCAÇÃO INFANTIL LTDA, com sede na Avenida

Leia mais

MANUAL DO SUPERVISOR DE ESTAGIÁRIO

MANUAL DO SUPERVISOR DE ESTAGIÁRIO MANUAL DO SUPERVISOR DE ESTAGIÁRIO Rua Dr. Alberto Ferreira, 179 - Centro - 13480-074 - Limeira/SP - (19) 3404.9634 SUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO:... 4 2. PERGUNTAS E RESPOSTAS:... 4 1. O que é estágio?... 4

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE COLETA SELETIVA SOLIDÁRIA DA FRAÇÃO SECA DOS RESÍDUOS SÓLIDOS: DOMICILIAR, COMERCIAL E INDUSTRIAL RECICLÁVEIS OU

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE COLETA SELETIVA SOLIDÁRIA DA FRAÇÃO SECA DOS RESÍDUOS SÓLIDOS: DOMICILIAR, COMERCIAL E INDUSTRIAL RECICLÁVEIS OU CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE COLETA SELETIVA SOLIDÁRIA DA FRAÇÃO SECA DOS RESÍDUOS SÓLIDOS: DOMICILIAR, COMERCIAL E INDUSTRIAL RECICLÁVEIS OU REUTILIZÁVEL. Abril de 2014 1 CONTRATO DE PRESTAÇÃO

Leia mais

TERMO DE HOMOLOGAÇÃO

TERMO DE HOMOLOGAÇÃO TERMO DE HOMOLOGAÇÃO Processo nº.: 0011605 Modalidade: Pregão Edital nº.: 18/2016 Tipo: Menor Preço Por Item Objeto: Referente a aquisição de materiais elétricos para as diversas Secretarias do município

Leia mais

ITEM QTD. UND. DESCRIÇÃO. Contratação de serviços de acesso dedicado à internet, plena da taxa de transmissão/recepção, utilizando protocolo

ITEM QTD. UND. DESCRIÇÃO. Contratação de serviços de acesso dedicado à internet, plena da taxa de transmissão/recepção, utilizando protocolo CONTRATO ADMINISTRATIVO Nº 237/2013 PARA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE PROVEDOR DE INTERNET COM IP DEDICADO E IP VÁLIDO, PARA ATEN- DER AS NECESSIDADES DE TODAS AS SECRETARIAS MUNICIPAIS, MODALI- DADE PREGÃO

Leia mais

Regulamentação Específica do Estágio de Interesse Curricular. Curso de Pedagogia

Regulamentação Específica do Estágio de Interesse Curricular. Curso de Pedagogia 1 Fone: (35) 3299-1000. Fax: (35) 3299-1063 Regulamentação Específica do Estágio de Interesse Curricular Capítulo I - Dos Objetivos Curso de Pedagogia Resolução No. 010/2007 do Conselho de Ensino, Pesquisa

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 006/2002-CAD/UNICENTRO

RESOLUÇÃO Nº 006/2002-CAD/UNICENTRO RESOLUÇÃO Nº 006/2002-CAD/UNICENTRO Celebra Termo Aditivo ao Termo de Convênio de Cooperação Técnica e Científica firmado entre a UNICENTRO e a FAU, e aprova Modelo de Contrato de Gestão Financeira de

Leia mais

INSTITUTO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA AMBIENTAL NORMAS COMPLEMENTARES DE ESTÁGIO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA AMBIENTAL

INSTITUTO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA AMBIENTAL NORMAS COMPLEMENTARES DE ESTÁGIO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA AMBIENTAL INSTITUTO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA AMBIENTAL NORMAS COMPLEMENTARES DE ESTÁGIO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA AMBIENTAL Art. 1 o O Estágio regulamentado pela Lei N o 11.788, de

Leia mais

EDITAL CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2015. VISANDO O CREDENCIAMENTO FISIOTERAPEUTA E NUTRICIONISTA,.

EDITAL CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2015. VISANDO O CREDENCIAMENTO FISIOTERAPEUTA E NUTRICIONISTA,. EDITAL CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2015. VISANDO O CREDENCIAMENTO FISIOTERAPEUTA E NUTRICIONISTA,. Município de Nova Iguaçu de Goiás, por seu PREFEITO MUNICIPAL DE NOVA IGUAÇU DE GOIÁS, faz saber pelo presente

Leia mais

ANEXO VII EDITAL 003/2015 PROEX/IFMS MODELO DE TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO INTERNO

ANEXO VII EDITAL 003/2015 PROEX/IFMS MODELO DE TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO INTERNO ANEXO VII EDITAL 003/2015 PROEX/IFMS MODELO DE TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO INTERNO As partes abaixo qualificadas acordam e estabelecem entre si as cláusulas e condições que regem o presente Termo de

Leia mais

ESTÁGIO SUPERVISIONADO DOS CURSOS PROFISSIONALIZANTES

ESTÁGIO SUPERVISIONADO DOS CURSOS PROFISSIONALIZANTES ESTÁGIO SUPERVISIONADO DOS CURSOS PROFISSIONALIZANTES Introdução Os cursos profissionalizantes incluem o estágio curricular supervisionado, por vezes denominado de Estágio de Prática Profissional. Especificar-se-á

Leia mais