Como Preparar Mensagens Bíblicas

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Como Preparar Mensagens Bíblicas"

Transcrição

1 Como Preparar Mensagens Bíblicas INTRODUÇÃO Há alguns anos, o número de rapazes e moças que subiam ao púlpito para pregar era maior que o de hoje. Na sua simplicidade, falavam do amor de Deus, da Salvação e davam testemunho sob a unção do Espirito Santo. Hoje, parece que a figura do "preletor oficial" inibiu muitos de falarem com ousadia a Palavra de Deus. Parece que há um receio de falar diante de um público que, certamente, é mais intelectualizado que há alguns anos. Jovens pregadores ficam embaraçados e cometem certos deslizes, que poderiam ser evitados. Neste modesto trabalho, vamos dar apenas algumas sugestões, e não um estudo sobre a Homilética (Arte de Falar em Publico). I -O QUE PREGAR? É a comunicação verbal da Palavra de Deus aos ouvintes. É a transmissão do evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo às pessoas que precisam ouvi-lo. II- QUAL A FINALIDADE DA PREGAÇÃO? É persuadir as pessoas a aceitarem a mensagem da Palavra de Deus para sua salvação (descrentes) ou para seu crescimento espiritual (crentes). Diante disso, o pregador precisa saber para quem esta falando: Para crentes ou para descrentes? III- QUE DEVE CONTER A PREGAÇÃO? Três coisas são básicas: 1. OBJETIVIDADE. 1 / 6

2 Refere-se ao alvo a atingir. Se pregamos para descrentes, desejamos que eles entendam que precisam crer em Jesus para ser salvos. Devemos orar muito, antes de pregar, para que o Espirito Santo convença as pessoas do seu pecado. Se isso acontecer, a pregação alcança seu alvo. O centro da pregação deve ser Cristo e não o pregador, como acontece em certas cruzadas ou movimentos evangelísticos. Há pregadores que se perdem no púlpito. Começam a falar do amor de Deus, e passam a divagar sobre o Apocalipse, vão até Gênesis, aos profetas e, ao final, não sabem como sair do emaranhado de palavras. É preciso ter objetividade. 2. TRANSMISSÃO. O pregador deve procurar transmitir a mensagem de Deus às pessoas. Paulo disse: "Porque eu recebi do Senhor o que também vos ensinei..." O mensageiro deve receber a mensagem de Deus e transmiti-la aos homens. Não deve ficar inventando mensagens, terias, filosofias para mostrar conhecimentos. 3. CONVICÇÃO. O pregador deve transmitir aquilo de que tem convicção, para que a mensagem seja aceita. Tem que viver aquilo que prega. IV - A BASE DA PREGAÇÃO (ou do sermão) 1. A PALAVRA DE DEUS A base da pregação deve ser a Palavra de Deus, a Bíblia Sagrada. Podemos dizer, em outras palavras que a base da pregação deve ser o TEXTO BÍBLICO. Ilustrações podem ser aproveitadas, desde que Que se relacionem com o tema da mensagem, mas não podem tomar o lugar da Palavra de Deus. Ouvimos um pregador que, não tendo êxito em "abalar" os ouvintes, apelou para uma história fantasiosa e tomou 80% do tempo destinado à mensagem. 2. QUE TEXTO ESCOLHER? O Pr. Elienai Cabral sugere (em resumo) 8 (oito) características para um bom tema a ser escolhido )p ). 1) De preferência textos que expressem um pensamento completo; 2) Textos claros. Devem-se evitar textos obscuros como Jd 6; Mt 27.52; 1 Pe (exigem estudo mais profundo). 3) Textos objetivos: que atendam às necessidades espirituais das pessoas (Com oração e unção). 4) Textos sobre os quais não haja dificuldade para a interpretação (hermenêutica). 5) Textos dentro dos limites de capacidade do pregador. 2 / 6

3 6) Textos que expressem o tema da pregação para não fugir ao objetivo. 7) Texto que desperte interesse (Com oração, o Espírito mostra o que deve ser pregado). 8) Textos cuja seqüência seja de fácil acompanhamento pelo pregador e pelo auditório. V - A ESTRUTURA DA PREGAÇÃO ( Do sermão) Toda pregação com esboço ou não, deve ser dividida, basicamente, em duas partes: 1. INTRODUÇÃO. É a parte inicial da mensagem, pela qual o pregador entra em contato com o auditório. Visa despertar o interesse pela pregação; "prepara a mente dos ouvintes, para que possam compreender o assunto do sermão e as idéias a serem desenvolvidas..." (Key, p. 31). Uma boa introdução deve ser BREVE, SIMPLES, INTERESSANTE E APROPRIADA. (Cabral, p. 66) Conhecemos um grande pregador que gasta 30 ou 40 minutos na introdução. Isso cansa, principalmente os descrentes. A introdução não deve ir além de 10 ou 15% do tempo da mensagem. (Normalmente, o pregador sabe de quanto tempo dispõe, exceto em casos especiais). 2. CORPO (ou desenvolvimento) DA MENSAGEM (Do sermão). É a parte mais importante da mensagem. Ela deve conter a seqüência das idéias a serem apresentadas. No corpo do sermão ou da mensagem, podemos ter: 1) Ordem ou divisões (1º, 2º, 3º, etc.); 2) Transição de um pensamento para outro. As divisões devem ser de acordo com os objetivos mensagem; devem-se evitar " excesso de floreios", "rodeios", ou "conversa fiada". O povo percebe. 3.CONCLUSÃO. É o auge da pregação. O seu clímax. Nela, o pregador faz a aplicação do que pregou no corpo do sermão. Nesse momento, o pregador e o auditório, pelo poder do Espirito Santo, devem chegar à conclusão de que a mensagem atingiu seu objetivo. Sem uma boa conclusão, o que foi dito pode perder o brilho. Uma conclusão pode ser feita através de: 1) Recapitulação. O pregador deve rever o que pregou, em resumo ou tópicos, evidenciando pensamentos-chave, pontos fortes da mensagem (Cabral, p. 70). 2) Narração. O pregador pode valer-se de um fato, uma rápida ilustração para comover o auditório, levando o descrente a uma decisão, na unção do Espírito Santo. 3) Persuasão. É a parte mais difícil da conclusão. Depende muito mais do Espírito Santo do que do pregador. Por isso, toda mensagem deve ter a unção do Espírito Santo. Para tanto, o pregador precisa orar muito, e até jejuar, diante de Deus, para que a mensagem atinja seu 3 / 6

4 alvo. 4) Convite. Toda pregação deve terminar com um convite ou apelo, seja para pecadores, seja para a igreja. Um convite na unção do Espírito tem maravilhoso efeito no coração das pessoas. De acordo com Braga (p ), a conclusão deve ser breve e simples, e com palavras adequadas. Um certo jovem pregou numa igreja. Ao fazer o apelo, não vendo ninguém atender, passou a contar que alguém ganhou um grande prêmio porque deu uma grande oferta para a Obra. Desviou totalmente o alvo da mensagem. VI - TIPOS DE SERMÕES 1. SERMÃO TEMÁTICO (Ou Tópico). É aquele "cujas divisões principais derivam do tema, independentemente do (Braga, p.17). Exemplo: Tema: "Causas para a Oração não Respondida": 1) Pedir mal. (Tg 4.3); 2) Pecado não confessado (S ); 3) Duvidar da palavra de Deus (Tg 1.6-7); 4) Vãs repetições (Mt 6.7); 5) Desobediência à Palavra (Pv 18.9); 6)Mal relacionamento conjugal (1 Pe 3.7); 2. SERMÃO TEXTUAL É aquele em que as divisões principais do derivadas de um TEXTO constituído de UMA BREVE PORÇÃO DA BÍBLIA ( Braga, p. 30). Exemplo: Titulo: "O Único Caminho Para Deus" (Jo 14.6). 1) Através de Jesus, o único caminho. 2) Através de Jesus, a verdade. 3)Através de Jesus, a vida. 3. SERMÃO EXPOSITIVO É aquele em que as divisões baseiam-se numa porção mais extensa (texto) da Bíblia, não abrangendo "um só versículo, mas uma passagem, um capítulo, vários capítulos, ou mesmo um livro inteiro" (Cabral, p. 78). Nele, é mostrada (exposta) uma verdade contida num texto bíblico. Exige tempo, estudo e conhecimento bíblico. Exemplo: Titulo: "O Cordeiro de Deus" (Ex ) 1)Foi um cordeiro divinamente determinado (vv ) 2) Foi um cordeiro perfeito (12.5); 4 / 6

5 3) Foi um cordeiro morto (12.6); 4) Foi um cordeiro redentor (12.7; 12-13); 5) Foi um cordeiro sustentador ( ). VII- QUALIDADES DO BOM PREGADOR 1. Personalidade É o que caracteriza uma pessoa e a torna diferente de outra. "É tudo quanto o indivíduo é". Na pregação, o pregador demonstra que tem personalidade, quando se expressa, falando ou gesticulando, de acordo com aquilo que ele é e não imitando outras pessoas. De vez em quando, percebe-se pregadores, imitando evangelistas famosos, dando gritos, pulando e correndo no púlpito, torcendo o pescoço, ajeitando a gravata, falando rouco ou estridente. Isso é falta de personalidade. É querer ser ator, imitador e não um instrumento nas mãos do Espírito Santo. 2. Espiritualidade. Nessa característica, podemos observar os seguintes aspectos: 1) Piedade. É o sentimento de devoção e amor pelos outros e pelas coisas de Deus. O pregador deve sentir pelo Espírito as necessidades do auditório, principalmente dos pecadores. (1 Tm 4.8; Hb 12.28). 2) Devoção É o sentimento religioso, de dedicação às práticas ensinadas na Palavra de Deus. Na devoção, o pregador busca inspirar-se na ORAÇÃO, na LEITURA DA BÍBLIA, e no LOUVAR A DEUS. Temos visto verdadeiros profissionais da pregação, técnicos, que sabem pregar, mas não sabem orar; sabem gritar, mas não sabem amar as almas. Pregam por interesse, por torpe ganância. Que os jovens pregadores (e os antigos) não entrem por esse caminho. Conta-se que Moody, o grande evangelista, orava uma hora para pregar cinco minutos. Enquanto isso, temos pregadores que oram cinco minutos para pregarem uma hora! 3) Sinceridade Reflete a verdade contida na própria alma. O pregador deve pregar aquilo que vive e viver aquilo que prega (Tg 2.12). Um jovem, dirigente de Mocidade, pregava bem. O povo se alegrava. Mas, um dia, uma jovem descrente procurou a direção da igreja para dizer que estava grávida dele e, o pior, o jovem não assumiu a paternidade. Por fim, confessou o pecado, foi excluído, e contribuiu para uma alma descrer do evangelho. 4) Humildade "Nenhum pregador pode subir ao púlpito sem antes ter descido, pela oração, os degraus da humildade. Na oração, o egoísmo se quebranta. O medo se desfaz, e a certeza da vitória 5 / 6

6 Powered by TCPDF (www.tcpdf.org) Portal da Teologia aparece clara como a luz do sol ao meio-dia" (Cabral, p. 43). (Ler Pv 15.33). Um jovem vivia criticando quem ia pregar, dizendo que, se fosse ele, pregaria muito melhor. Um dia, o pastor deu oportunidade ao moço para pregar. Ele subiu ao púlpito, orgulhoso, sorridente. Tentou achar um texto na Bíblia, de um lado para outro, e nada. Suou, pediu desculpa, e desceu cabisbaixo. Sentou noutro lugar, junto a um irmão experiente, que, percebendo sua tristeza, disse: "Moço, se você tivesse subido como desceu (humilde), teria descido como subiu (alegre)". E uma grande lição para todo pregador. 5) Poder O pregador (jovem ou não) precisa do Poder de Deus. S. Paulo disse que não pregava sabedoria humana, mas com poder (1 Co 1.4-5). É preciso ter unção e graça para pregar. Do contrário, ocupa-se o púlpito e o tempo para dizer coisas inoportunas. E melhor um sermão fora da Homilética, mas na unção de Deus, do que dentro da técnica, e sem poder. Isso só se consegue com oração, jejum, leitura bíblica, e vida consagrada. Não se obtém num curso de Homilética. BIBLIOGRAFIA BRAGA, James. como preparar mensagens bíblicas. S. Paulo, Ed Vida, CABRAL, Elienai. O pregador eficaz. Rio, CPAD, KEY, Jerry Stanley. José da SiIva, um pregador leigo. Rio, JUERP, (Natal, 7 de abril de 1995) Pr. Elinaldo Renovato de Lima www assembleiadedeus-rn.org.br 6 / 6

Neste modesto trabalho, vamos dar apenas algumas sugestões, e não um estudo sobre a Homilética (Arte de Falar em Publico).

Neste modesto trabalho, vamos dar apenas algumas sugestões, e não um estudo sobre a Homilética (Arte de Falar em Publico). TECNICAS E FORMAS DE PREGAÇÃO INTRODUÇÃO A maioria das pessoas, quando ouve falar sobre quem poderá pregar a Palavra de Deus, pensa logo em Pastores ou Pregadores que estudaram numa Escola Bíblica ou Instituto

Leia mais

TCC 2 ORIENTAÇÃO COMPLEMENTAR PASSOS

TCC 2 ORIENTAÇÃO COMPLEMENTAR PASSOS TCC 2 ORIENTAÇÃO COMPLEMENTAR O preparo de um sermão expositivo começa com a escolha de um texto. Embora todas as passagens das Escrituras sejam inspiradas por Deus, há diferenças entre elas. Algumas possuem

Leia mais

O Papel da Mulher Cristã

O Papel da Mulher Cristã O Papel da Mulher Cristã Hoje as mulheres estão bem mais interessadas em carreiras profissionais e menos desejosas do papel no lar. Porém cada um tem a sua importância. Qual será então, o papel da mulher

Leia mais

Princípios de Fé Estudo 1

Princípios de Fé Estudo 1 Estudo 1 1 Tema: A fé e a comunhão Texto Base: o que temos visto e ouvido anunciamos também a vós outros, para que vós, igualmente, mantenhais comunhão conosco. Ora, a nossa comunhão é com o Pai e com

Leia mais

AD Campinas- SP. Lição 2

AD Campinas- SP. Lição 2 TEXTO ÁUREO Escola Bíblica Dominical AD Campinas- SP Lição 2 12 de Abril de 2009 A Superioridade da Mensagem da Cruz "Porque a palavra da cruz é loucura para os que perecem; mas para nós, que somos salvos,

Leia mais

PREFÁCIO DA SÉRIE. estar centrado na Bíblia; glorificar a Cristo; ter aplicação relevante; ser lido com facilidade.

PREFÁCIO DA SÉRIE. estar centrado na Bíblia; glorificar a Cristo; ter aplicação relevante; ser lido com facilidade. PREFÁCIO DA SÉRIE Cada volume da série A Palavra de Deus para Você o transporta ao âmago de um livro da Bíblia e aplica as verdades nele contidas ao seu coração. Os objetivos principais de cada título

Leia mais

A Bíblia nessa passagem a história de um homem que queria deixar de ser cego.

A Bíblia nessa passagem a história de um homem que queria deixar de ser cego. Mensagem: O HOMEM QUE ABRIU OS OLHOS PARA DEUS Pastor: José Júnior Dia: 22/09/2012 sábado AMAZON JOVENS Texto-base: Lucas 18:35-43 A Bíblia nessa passagem a história de um homem que queria deixar de ser

Leia mais

Natal do Senhor de 2015. Missa Solene da Noite

Natal do Senhor de 2015. Missa Solene da Noite Natal do Senhor de 2015 Missa Solene da Noite Caríssimos Irmãos e Irmãs: Acabamos de ouvir no Evangelho a palavra que os Anjos, na Noite Santa, disseram aos pastores e que agora a Igreja grita para nós:

Leia mais

O NASCIMENTO DO SALVADOR

O NASCIMENTO DO SALVADOR Mensagem pregada pelo Pr Luciano R. Peterlevitz no culto de natal na Igreja Batista Novo Coração, em 20 de dezembro de 2015. Evangelho de Lucas 2.8-20: 8 Havia pastores que estavam nos campos próximos

Leia mais

Perfil da Igreja que possui maturidade

Perfil da Igreja que possui maturidade Perfil da Igreja que possui maturidade TEXTO BÍBLICO BÁSICO Atos 2.7-45 7 - E, ouvindo eles isto, compungiram-se em seu coração, e perguntaram a Pedro e aos demais apóstolos: Que faremos, homens irmãos?

Leia mais

Comunidade Vida em Família Ministério de Intercessão Curso de Intercessão I.

Comunidade Vida em Família Ministério de Intercessão Curso de Intercessão I. Comunidade Vida em Família Ministério de Intercessão Curso de Intercessão I. Introdução. Na Carta aos Efésios 6.18, podemos perceber que há diversos tipos de oração, instruindo-nos o Espírito Santo que

Leia mais

Lição 07 A COMUNIDADE DO REI

Lição 07 A COMUNIDADE DO REI Lição 07 A COMUNIDADE DO REI OBJETIVO: Apresentar ao estudante, o ensino bíblico sobre a relação entre a Igreja e o Reino de Deus, para que, como súdito desse reino testemunhe com ousadia e sirva em amor.

Leia mais

O cristianismo que vivemos

O cristianismo que vivemos O cristianismo que vivemos TEXTO BÍBLICO BÁSICO Lucas 12.16-21,0-2 16 - E propôs-lhe uma parábola, dizendo: A herdade de um homem rico tinha produzido com abundância; 17 - E arrazoava ele entre si, dizendo:

Leia mais

Etimologia Honesto vem do latim honestus que se dizia de alguém honrado ou respeitado. Refere-se diretamente a dignidade, reputação de alguém.

Etimologia Honesto vem do latim honestus que se dizia de alguém honrado ou respeitado. Refere-se diretamente a dignidade, reputação de alguém. Cap. 2. 11-12 Sermão manhã IBFé 29Nov2015 Pr. Cantoca Introdução: O Apóstolo Pedro vai se tornar mais prático ainda em sua carta com relação a como devemos nos comportar durante nossa peregrinação / treinamento

Leia mais

Leiamos o Texto Sagrado:

Leiamos o Texto Sagrado: Um encontro com Jesus Mateus 14.22-32 Pr. Fernando Fernandes (PIB em Penápolis) Cristo em Casa Glicério, 27/08/2009 Leiamos o Texto Sagrado: Logo em seguida, Jesus insistiu com os discípulos para que entrassem

Leia mais

Lição 10. Como entender a realidade da morte? Texto Bíblico: 1Coríntios 15.20-28; 43-58

Lição 10. Como entender a realidade da morte? Texto Bíblico: 1Coríntios 15.20-28; 43-58 Lição 10 Como entender a realidade da morte? Texto Bíblico: 1Coríntios 15.20-28; 43-58 Introdução: O Apóstolo Paulo estava trabalhando algumas discrepâncias doutrinárias na Igreja de Corinto e, especificamente,

Leia mais

Geração João Batista. Mc 1:1-8

Geração João Batista. Mc 1:1-8 Geração João Batista Mc 1:1-8 Conforme acabamos de ler, a Bíblia diz que João Batista veio ao mundo com o objetivo de "preparar o caminho do Senhor" - V3. Ele cumpriu a sua missão, preparou tudo para que

Leia mais

2015 O ANO DE COLHER ABRIL - 1 A RUA E O CAMINHO

2015 O ANO DE COLHER ABRIL - 1 A RUA E O CAMINHO ABRIL - 1 A RUA E O CAMINHO Texto: Apocalipse 22:1-2 Então o anjo me mostrou o rio da água da vida que, claro como cristal, fluía do trono de Deus e do Cordeiro, no meio da RUA principal da cidade. De

Leia mais

COMO E ONDE OS DONS DE PODER SE MANIFESTAM

COMO E ONDE OS DONS DE PODER SE MANIFESTAM DONS DE PODER Lição 4-27 de Abril de 2014 Texto Áureo: I Coríntios 2.4 A minha palavra, e a minha pregação, não consistiram em palavras persuasivas de sabedoria humana, mas em demonstração de Espírito

Leia mais

Jesus declarou: Digo-lhe a verdade: Ninguém pode ver o Reino de Deus, se não nascer de novo. (João 3:3).

Jesus declarou: Digo-lhe a verdade: Ninguém pode ver o Reino de Deus, se não nascer de novo. (João 3:3). Jesus declarou: Digo-lhe a verdade: Ninguém pode ver o Reino de Deus, se não nascer de novo. (João 3:3). O capítulo três do Evangelho de João conta uma história muito interessante, dizendo que certa noite

Leia mais

12:00 Palestra: Jesus confia nos Jovens -Por isso entrega sua mãe - Telmo

12:00 Palestra: Jesus confia nos Jovens -Por isso entrega sua mãe - Telmo 2:00 Palestra: Jesus confia nos Jovens -Por isso entrega sua mãe - Telmo Amados de Deus, a paz de Jesus... Orei e pensei muito para que Jesus me usasse para poder neste dia iniciar esta pregação com a

Leia mais

O NOVO NASCIMENTO. Texto base: Jo 3: 1 a 21

O NOVO NASCIMENTO. Texto base: Jo 3: 1 a 21 O NOVO NASCIMENTO Texto base: Jo 3: 1 a 21 I. INTRODUÇÃO II. QUEM ERA NICODEMOS? Povo de Deus JUDEU MEMBRO DO SINÉDRIO FARISEU COM POSSES Instruído na Lei de Deus e Tradição Oral. Conhecido por ser puro,

Leia mais

O SENHOR JESUS CRISTO

O SENHOR JESUS CRISTO O SENHOR JESUS CRISTO I. SUA EXISTÊNCIA A) Provada pelo Antigo Testamento: (Mq 5.2; Is 9:6 Pai da Eternidade ) B) Provada pelo Novo Testamento: 1) João 1.1, em comparação com o versículo 14. 2) Jo 8.58

Leia mais

2 Timóteo 4.3 Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo grande desejo de ouvir coisas agradáveis, ajuntarão para si mestres, segundo os seus próprios desejos, Verdade Aplicada O

Leia mais

Façamos o bem, sempre!

Façamos o bem, sempre! Façamos o bem, sempre! Gl 6:9,10 "E não nos cansemos de fazer o bem, porque a seu tempo ceifaremos, se não houvermos desfalecido. Então, enquanto temos tempo, façamos o bem a todos, mas principalmente

Leia mais

Felizes os puros de coração porque verão a Deus (Mt 5, 8)

Felizes os puros de coração porque verão a Deus (Mt 5, 8) Janeiro e Fevereiro 2015 Editorial Esta é a Síntese dos meses de Janeiro e Fevereiro, assim como a Palavra de Vida, em que o nosso diretor espiritual, Pe. Pedro, fala sobre Felizes os puros de coração

Leia mais

MISSÕES - A ESTRATÉGIA DE CRISTO PARA A SUA IGREJA

MISSÕES - A ESTRATÉGIA DE CRISTO PARA A SUA IGREJA MISSÕES - A ESTRATÉGIA DE CRISTO PARA A SUA IGREJA 1 40 dias vivendo para Jesus 12/05/2013 At 1 4 Um dia, quando estava com os apóstolos, Jesus deu esta ordem: Fiquem em Jerusalém e esperem até que o Pai

Leia mais

ESTUDO 1 - ESTE É JESUS

ESTUDO 1 - ESTE É JESUS 11. Já vimos que Jesus Cristo desceu do céu, habitou entre nós, sofreu, morreu, ressuscitou e foi para a presença de Deus. Leia João 17:13 e responda: Onde está Jesus Cristo agora? Lembremo-nos que: Jesus

Leia mais

RENOVAÇÃO CARISMÁTICA CATÓLICA DO BRASIL MINISTÉRIO JOVEM NÚCLEO PREGADORES COMO PREGAR PARA JOVENS

RENOVAÇÃO CARISMÁTICA CATÓLICA DO BRASIL MINISTÉRIO JOVEM NÚCLEO PREGADORES COMO PREGAR PARA JOVENS RENOVAÇÃO CARISMÁTICA CATÓLICA DO BRASIL MINISTÉRIO JOVEM NÚCLEO PREGADORES COMO PREGAR PARA JOVENS - Esta formação não substitui em hipótese nenhuma a formação de pregadores do ministério de pregação,

Leia mais

O Espiritismo é a Luz do Cristo Jesus.

O Espiritismo é a Luz do Cristo Jesus. 2 1 O Espiritismo é a Luz do Cristo Jesus. Ele era manso como os cordeiros e a sua palavra tinha a doçura de uma brisa num dia quente. Nada queria dos humanos, tudo prometia e dava a humanidade. Sua palavra

Leia mais

LIÇÃO 6 A LEI, A CARNE E O ESPÍRITO

LIÇÃO 6 A LEI, A CARNE E O ESPÍRITO PORTAL ESCOLA DOMINICAL SEGUNDO TRIMESTRE DE 2016 ADULTOS MARAVILHOSA GRAÇA O evangelho de Jesus Cristo revelado na carta aos Romanos COMENTARISTA: JOSÉ GONÇALVES COMENTÁRIO: PR. JOSAPHAT BATISTA SOARES

Leia mais

COMO SE PREPARAR PARA ORAR

COMO SE PREPARAR PARA ORAR COMO SE PREPARAR PARA ORAR PR. OTILONE LOPES DE OLIVEIRA VEJA: COMO SE PREPARAR PARA ORAR A- HOJE TEMOS EM NOSSAS IGREJAS, ESCOLAS PARA TODOS OS FINS, MENOS PARA ENSINAR A ORAR. B- SEGUNDO PESQUISA, A

Leia mais

Apesar de toda diversidade a Bíblia toda contém uma só idéia central: Jesus Cristo, o Senhor, que ama e salva o homem pecador. Gn 3.15; Ap 19.

Apesar de toda diversidade a Bíblia toda contém uma só idéia central: Jesus Cristo, o Senhor, que ama e salva o homem pecador. Gn 3.15; Ap 19. Apresentação do Curso Existem duas formas de se estudar teologia, uma é através da Teologia Bíblica que extrai as verdades que formularão as doutrinas diretamente do texto. A outra maneira é através da

Leia mais

Décima Primeira Lição

Décima Primeira Lição 70 Décima Primeira Lição AUTORIDADE NA EDUCAÇÃO DOS FILHOS A EDUCAÇÃO DOS FILHOS NO LAR A) O lar tem suma importância na vida humana, pois é o berço de costumes, hábitos, caráter, crenças e morais de cada

Leia mais

O rei Davi e o seu palácio

O rei Davi e o seu palácio O rei Davi e o seu palácio 2 Sm 11:1-5 Estes versículos registram um terrível e assustador período na vida do rei Davi que poderia ter sido evitado, se o mesmo não escolhesse desprezar suas responsabilidades

Leia mais

ASSEMBLEIA DO RENOVAMENTO CARISMÁTICO DA DIOCESE DO PORTO 21 de Abril de 2012

ASSEMBLEIA DO RENOVAMENTO CARISMÁTICO DA DIOCESE DO PORTO 21 de Abril de 2012 ASSEMBLEIA DO RENOVAMENTO CARISMÁTICO DA DIOCESE DO PORTO 21 de Abril de 2012 Mantendo-vos, portanto, firmes, tendo cingido os vossos rins com a verdade, vestindo a couraça da justiça e calçando os pés

Leia mais

ESTUDO 5 A ORIGEM DO BEM A PALAVRA DA VERDADE!

ESTUDO 5 A ORIGEM DO BEM A PALAVRA DA VERDADE! ESTUDO 5 A ORIGEM DO BEM A PALAVRA DA VERDADE! Texto: Tiago 1: 16-27 Introdução: Todo o bem vem da parte de Deus; e todo o mal vem da depravação humana. Tiago enfatiza a prática da palavra de Deus. I Como

Leia mais

O ANÚNCIO DO EVANGELHO GUIÃO DE LEITURA #3 DO SÍNODO DIOCESANO 2016. Abril a Junho de 2015 - Síntese da reflexão efetuada

O ANÚNCIO DO EVANGELHO GUIÃO DE LEITURA #3 DO SÍNODO DIOCESANO 2016. Abril a Junho de 2015 - Síntese da reflexão efetuada O ANÚNCIO DO EVANGELHO GUIÃO DE LEITURA #3 DO SÍNODO DIOCESANO 2016 Abril a Junho de 2015 - Síntese da reflexão efetuada 1 INTRODUÇÃO Continuando a responder ao convite / desafio efetuado pelo Papa Francisco

Leia mais

Nós não estamos aqui para dizer que Davi foi o maior exemplo de pai

Nós não estamos aqui para dizer que Davi foi o maior exemplo de pai E há de ser que, se ouvires tudo o que eu te mandar, e andares pelos meus caminhos, e fizeres o que é reto aos meus olhos, guardando os meus estatutos e os meus mandamentos, como fez Davi, meu servo, eu

Leia mais

Etapas da maturidade de Eliseu

Etapas da maturidade de Eliseu Etapas da maturidade de Eliseu TEXTO BÍBLICO BÁSICO 2 Reis 2.5-11 5 - Então os filhos dos profetas que estavam em Jericó se chegaram a Eliseu, e lhe disseram: Sabes que o SENHOR hoje tomará o teu senhor

Leia mais

LIÇÃO 1 - COMEÇANDO A VIDA CRISTÃ

LIÇÃO 1 - COMEÇANDO A VIDA CRISTÃ 2015 MDA REDE JOVEM Tornar-se um cristão espiritualmente maduro é a ação de maior valor que podemos fazer por nós mesmos. LIÇÃO 1 - COMEÇANDO A VIDA CRISTÃ Jesus foi maior evangelista que o mundo já viu.

Leia mais

Olá amigo estamos iniciando mais um programa da série Através da Bíblia. Você sabe que

Olá amigo estamos iniciando mais um programa da série Através da Bíblia. Você sabe que Olá amigo estamos iniciando mais um programa da série Através da Bíblia. Você sabe que este programa tem por objetivo estudar a Palavra de Deus, comentando detalhadamente os 1 seus diversos textos, no

Leia mais

LEITURA BÍBLICA A BÍBLIA LER

LEITURA BÍBLICA A BÍBLIA LER LEITURA BÍBLICA A BÍBLIA LER INTRODUÇÃO: Qualquer que seja meu objetivo, ler é a atividade básica do aprendizado. Alguém já disse: Quem sabe ler, pode aprender qualquer coisa. Se quisermos estudar a Bíblia,

Leia mais

Manual Básico do Pregador Cristão

Manual Básico do Pregador Cristão Manual Básico do Pregador Cristão MANUAL BÁSICO DO PREGADOR CRISTÃO. PÁGINA INTRODUÇÃO. 03 I, O QUE É HOMILÉTICA? 03 II, O SERMÃO, O QUE É? 04 III, REQUISITOS NECESSÁRIOS AO PREGADOR DA PALAVRA DE DEUS.

Leia mais

Estamos começando um novo ano. É bom refletir sobre a natureza do nosso ministério.

Estamos começando um novo ano. É bom refletir sobre a natureza do nosso ministério. Por Bispo Paulo Lockmann. Bispo da Primeira Região Eclesiástica. 1) Pastor-Pastora Um Serviço Distinto Estamos começando um novo ano. É bom refletir sobre a natureza do nosso ministério. Tenho dito aos/às

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DAS ESCRITURAS Conforme registra, por exemplo, o salmo 19.1-6, é através da Criação

A IMPORTÂNCIA DAS ESCRITURAS Conforme registra, por exemplo, o salmo 19.1-6, é através da Criação 1 LIÇÃO 1 A IMPORTÂNCIA DAS ESCRITURAS Conforme registra, por exemplo, o salmo 19.1-6, é através da Criação que Deus tem Se revelado ao homem. Deus revela-se também através da Palavra Escrita, a Bíblia

Leia mais

Juniores aluno 7. Querido aluno,

Juniores aluno 7. Querido aluno, Querido aluno, Por acaso você já se perguntou algumas destas questões: Por que lemos a Bíblia? Suas histórias são mesmo verdadeiras? Quem criou o mundo? E o homem? Quem é o Espírito Santo? Por que precisamos

Leia mais

PERGUNTAS & RESPOSTAS - FONTE ESTUDOS BÍBLICOS 2015

PERGUNTAS & RESPOSTAS - FONTE ESTUDOS BÍBLICOS 2015 PERGUNTAS & RESPOSTAS - FONTE ESTUDOS BÍBLICOS 2015 1) A Cruz era um instrumento de execução. Para os romanos, que tipo de pessoa era executado na cruz? E para os judeus? Resposta: Os romanos a usavam

Leia mais

PARÓQUIA NOSSA SENHORA APARECIDA e SÃO LOURENÇO Em obediência à vossa palavra, lançarei as redes (Lc 5,5b)

PARÓQUIA NOSSA SENHORA APARECIDA e SÃO LOURENÇO Em obediência à vossa palavra, lançarei as redes (Lc 5,5b) Evangelho A palavra Evangelho significa: Boas Novas. Portando, não temos quatro evangelhos, mas quatro evangelistas que escreveram, cada um, conforme sua visão, as boas-novas de salvação, acerca do Senhor

Leia mais

Lição 9 Desafios de um ministério local Parte 1

Lição 9 Desafios de um ministério local Parte 1 Lição 9 Desafios de um ministério local Parte 1 Texto bíblico: 1Tessalonicenses 3.1-13 Todas as igrejas surgidas da missão apostólica de Paulo no mundo gentílico enfrentaram muitos desafios, por causa

Leia mais

CURSO DE INTRODUÇÃO À LEITURA DA BÍBLIA Autor: Padre Antônio das Mercês Gomes

CURSO DE INTRODUÇÃO À LEITURA DA BÍBLIA Autor: Padre Antônio das Mercês Gomes BÍBLIA CURSO DE INTRODUÇÃO À LEITURA DA BÍBLIA Autor: Padre Antônio das Mercês Gomes Esta palavra vem do grego. A forma Bíblia, em grego, está no plural e significa livros, pois a Bíblia é um conjunto

Leia mais

PERDOAR E PEDIR PERDÃO, UM GRANDE DESAFIO. Fome e Sede

PERDOAR E PEDIR PERDÃO, UM GRANDE DESAFIO. Fome e Sede PERDOAR E PEDIR PERDÃO, UM GRANDE DESAFIO HISTÓRIA BÍBLICA: Mateus 18:23-34 Nesta lição, as crianças vão ouvir a Parábola do Servo Que Não Perdoou. Certo rei reuniu todas as pessoas que lhe deviam dinheiro.

Leia mais

Cristo e Este Crucificado (Mensagem entregue pelo irmão Stephen Kaung em Richmond- Virginia-USA no dia 11 de março de 2007)

Cristo e Este Crucificado (Mensagem entregue pelo irmão Stephen Kaung em Richmond- Virginia-USA no dia 11 de março de 2007) Cristo e Este Crucificado (Mensagem entregue pelo irmão Stephen Kaung em Richmond- Virginia-USA no dia 11 de março de 2007) Poderiam abri em primeira aos Coríntios capítulo 2, vamos ler todo o capítulo.

Leia mais

O Antigo Testamento tem como seus primeiros livros a TORÀ, ou Livro das leis. É um conjunto de 5 livros.

O Antigo Testamento tem como seus primeiros livros a TORÀ, ou Livro das leis. É um conjunto de 5 livros. O Antigo Testamento tem como seus primeiros livros a TORÀ, ou Livro das leis. É um conjunto de 5 livros. A Torá é o texto mais importante para o Judaísmo. Nele se encontram os Mandamentos, dados diretamente

Leia mais

Classe Adultos. Esperança e Glória para os Salvos

Classe Adultos. Esperança e Glória para os Salvos Classe Adultos Esperança e Glória para os Salvos OBJETIVOS OBJETIVO GERAL Explicar o real significado da Escatologia Bíblica. OBJETIVOS ESPECÍFICOS Após esta aula, o aluno deverá estar apto a: I. Definir

Leia mais

O primeiro sermão que preguei na PIB em Penápolis depois de empossado foi baseado neste texto, mas a mensagem de hoje não é uma reedição.

O primeiro sermão que preguei na PIB em Penápolis depois de empossado foi baseado neste texto, mas a mensagem de hoje não é uma reedição. Lições essenciais para nos tornamos vitoriosos em 2011 Êxodo 17.8-16 Pr. Fernando Fernandes PIB em Penápolis, 09/01/2011 O primeiro sermão que preguei na PIB em Penápolis depois de empossado foi baseado

Leia mais

O povo da graça: um estudo em Efésios # 34 Perseverando com graça - Efésios 6.18-24

O povo da graça: um estudo em Efésios # 34 Perseverando com graça - Efésios 6.18-24 Perseverando com graça Efésios 6.18-24 O povo da graça: um estudo em Efésios # 34 18 Orem no Espírito em todas as ocasiões, com toda oração e súplica; tendo isso em mente, estejam atentos e perseverem

Leia mais

Homilética homiletikos homileein homilos homilia

Homilética homiletikos homileein homilos homilia Homilética derivada de homiletikos sociável Do verbo homileein estar em compahia de Do substantivo homilos assembleia Na era cristã homilia pregação em tom familiar Literatura clássica conversação Áreas

Leia mais

LIBERTANDO OS CATIVOS

LIBERTANDO OS CATIVOS LIBERTANDO OS CATIVOS Lucas 14 : 1 24 Parábola sobre uma grande ceia Jesus veio convidar àqueles que têm fome e sede para se ajuntarem a Ele. O Senhor não obriga que as pessoas O sirvam, mas os convida

Leia mais

Perdão Marca de Maturidade

Perdão Marca de Maturidade Perdão Marca de Maturidade TEXTO BÍBLICO BÁSICO Mateus 18.15-22 15 - Ora, se teu irmão pecar contra ti, vai, e repreende-o entre ti e ele só; se te ouvir, ganhaste a teu irmão; 16 - Mas, se não te ouvir,

Leia mais

Você quer ser um Discípulo de Jesus?

Você quer ser um Discípulo de Jesus? Você quer ser um Discípulo de Jesus? A História do povo de Israel é a mesma história da humanidade hoje Ezequel 37:1-4 Eu senti a presença poderosa do Senhor, e o seu Espírito me levou e me pôs no meio

Leia mais

Lição 10 Batismo Mergulhando em Jesus

Lição 10 Batismo Mergulhando em Jesus Ensino - Ensino 11 - Anos 11 Anos Lição 10 Batismo Mergulhando em Jesus História Bíblica: Mateus 3:13 a 17; Marcos 1:9 a 11; Lucas 3:21 a 22 João Batista estava no rio Jordão batizando as pessoas que queriam

Leia mais

Ser ou não ser, eis a questão.

Ser ou não ser, eis a questão. Decisões Ser ou não ser, eis a questão. Será mais nobre sofrer na alma Pedradas e flechadas do destino feroz Ou pegar em armas contra o mar de angústias E, combatendo-o, dar-lhe fim? Hamlet de William

Leia mais

POR QUE BATISMO? PR. ALEJANDRO BULLÓN

POR QUE BATISMO? PR. ALEJANDRO BULLÓN POR QUE BATISMO? PR. ALEJANDRO BULLÓN "Pr. Williams Costa Jr.- Pastor Bullón, por que uma pessoa precisa se batizar? Pr. Alejandro Bullón - O Evangelho de São Marcos 16:16 diz assim: "Quem crer e for batizado,

Leia mais

Os Cânticos do Natal # 03 O Cântico de Zacarias Lucas 1.67-79

Os Cânticos do Natal # 03 O Cântico de Zacarias Lucas 1.67-79 Benedictus - O Cântico de Zacarias Lucas 1.67-79 67 Seu pai, Zacarias, foi cheio do Espírito Santo e profetizou: 68 Louvado seja o Senhor, o Deus de Israel, porque visitou e redimiu o seu povo. 69 Ele

Leia mais

AD Campinas- SP. Lição 5

AD Campinas- SP. Lição 5 Escola Bíblica Dominical AD Campinas- SP Lição 5 03 de Maio de 2009 A Imoralidade em Corinto TEXTO ÁUREO "Porque fostes comprados por bom preço; glorificai, pois, a Deus no vosso corpo e no vosso espírito,

Leia mais

A PRÁTICA DO PRECEITO: AMAR O PRÓXIMO COMO A SI MESMO

A PRÁTICA DO PRECEITO: AMAR O PRÓXIMO COMO A SI MESMO CURSO A PRÁTICA DA FRATERNIDADE NOS CENTROS ESPÍRITAS A PRÁTICA DO PRECEITO: AMAR O PRÓXIMO COMO A SI MESMO A PRÁTICA DO PRECEITO: AMAR O PRÓXIMO COMO A SI MESMO Vimos na videoaula anterior que nas diversas

Leia mais

JESUS, DEUS FILHO, É A 2a PESSOA DA TRINDADE

JESUS, DEUS FILHO, É A 2a PESSOA DA TRINDADE JESUS, DEUS FILHO, É A 2a PESSOA DA TRINDADE JESUS CRISTO: DEUS EM FORMA DE HOMEM A DIVINDADE DE CRISTO O Filho de Deus: A Pessoa e a Obra de Jesus Cristo Jesus Cristo, que é eternamente a segunda pessoa

Leia mais

CELEBRAÇÃO DA FESTA DA PALAVRA

CELEBRAÇÃO DA FESTA DA PALAVRA PARÓQUIA DE SANTA MARIA DE BORBA CELEBRAÇÃO DA FESTA DA PALAVRA Feliz o homem que ama a Palavra do Senhor e Nela medita dia e noite (Sl 1, 1-2) 4º ANO da CATEQUESE 17 de Janeiro de 09 ENTRADA PROCESSIONAL

Leia mais

"Ajuntai tesouros no céu" - 1

Ajuntai tesouros no céu - 1 "Ajuntai tesouros no céu" - 1 Mt 6:19-21 "Não ajunteis tesouros na terra, onde a traça e a ferrugem tudo consomem, e onde os ladrões minam e roubam; Mas ajuntai tesouros no céu, onde nem a traça nem a

Leia mais

igrejabatistaagape.org.br [1] Deus criou o ser humano para ter comunhão com Ele, mas ao criá-lo concedeu-lhe liberdade de escolha.

igrejabatistaagape.org.br [1] Deus criou o ser humano para ter comunhão com Ele, mas ao criá-lo concedeu-lhe liberdade de escolha. O Plano da Salvação Contribuição de Pr. Oswaldo F Gomes 11 de outubro de 2009 Como o pecado entrou no mundo e atingiu toda a raça humana? [1] Deus criou o ser humano para ter comunhão com Ele, mas ao criá-lo

Leia mais

QUESTIONÁRIO DE TEOLOGIA SISTEMATICA (PERGUNTAS E RESPOSTAS)

QUESTIONÁRIO DE TEOLOGIA SISTEMATICA (PERGUNTAS E RESPOSTAS) QUESTIONÁRIO DE TEOLOGIA SISTEMATICA (PERGUNTAS E RESPOSTAS) 1. O que é Revelação segundo a Bíblia? Revelação segundo a Bíblia é trazer a luz aquilo que estava oculto, no que se refere ao programa de Deus

Leia mais

Currículo Cultura Cristã. Matriz curricular

Currículo Cultura Cristã. Matriz curricular Currículo Cultura Cristã Matriz curricular SÉRIE PASSOS (para crianças não alfabetizadas) PRIMEIROS PASSOS (2 e 3 anos) 1. O cuidado de Deus 2. Sou do Papai do céu 3. Tudo era bom 4. Tudo era muito bom

Leia mais

Sobre a profecia de 1977

Sobre a profecia de 1977 Sobre a profecia de 1977 Recebi uma pergunta na página que mantenho no orkut, http://www.orkut.com.br/main#home.aspx Nesta pergunta uma irmã dizia que William Branham errou ao dá uma profecia sobre a volta

Leia mais

FÉ SALVAÇÃO BAPTISMO - COMUNHÃO - CEIA ORAÇÃO - MEDITAÇÃO

FÉ SALVAÇÃO BAPTISMO - COMUNHÃO - CEIA ORAÇÃO - MEDITAÇÃO FÉ SALVAÇÃO BAPTISMO - COMUNHÃO - CEIA ORAÇÃO - MEDITAÇÃO Samuel Pereira 2005 CAPITULO II SALVAÇÃO Fundamentos base para uma vida cristã 1 O QUE É A SALVAÇÃO? Eis a palavra cujo significado para muitos

Leia mais

Como conseguir um Marido Cristão Em doze lições

Como conseguir um Marido Cristão Em doze lições Como conseguir um Marido Cristão Em doze lições O. T. Brito Pág. 2 Dedicado a: Minha filha única Luciana, Meus três filhos Ricardo, Fernando, Gabriel e minha esposa Lúcia. Pág. 3 Índice 1 é o casamento

Leia mais

2. Fé Cristã e Filosofias: enfocando a necessidade da apologia cristã no ambiente escolar e Universitário

2. Fé Cristã e Filosofias: enfocando a necessidade da apologia cristã no ambiente escolar e Universitário 2. Fé Cristã e Filosofias: enfocando a necessidade da apologia cristã no ambiente escolar e Universitário Apresentação dos participantes (nome; Escola, faculdade ou Univerdidade) Quem é o seu Deus? E qual

Leia mais

Pregação proferida pelo pastor João em 03/02/2011. Próxima pregação - Efésios 4:1-16 - A unidade do corpo de Cristo.

Pregação proferida pelo pastor João em 03/02/2011. Próxima pregação - Efésios 4:1-16 - A unidade do corpo de Cristo. 1 Pregação proferida pelo pastor João em 03/02/2011. Próxima pregação - Efésios 4:1-16 - A unidade do corpo de Cristo. Amados Irmãos no nosso Senhor Jesus Cristo: É devido à atuação intima do Espírito

Leia mais

A Identidade da Igreja do Senhor Jesus

A Identidade da Igreja do Senhor Jesus A Identidade da Igreja do Senhor Jesus Atos 20:19-27 (Ap. Paulo) Fiz o meu trabalho como Servo do Senhor, com toda a humildade e com lágrimas. E isso apesar dos tempos difíceis que tive, por causa dos

Leia mais

ERGUENDO UM ALTAR AO SENHOR

ERGUENDO UM ALTAR AO SENHOR ERGUENDO UM ALTAR AO SENHOR 12 Semanas de Oração Soraya de Lima Junker 1ª. Pedra OBJETIVO Restaurar a Oração no Altar do coração O que é Orar e Meditar? Orar Meditar ORAR É pedir, suplicar, rogar, fazer

Leia mais

Louvor com ênfase na soberania do Espírito Santo

Louvor com ênfase na soberania do Espírito Santo Louvor com ênfase na soberania do Espírito Santo A música tem forte influência na vida do Cristão Ensino de Música ensinando só teoria musical? Nossa música é diferente. Devemos ensinar os irmãos e irmãs

Leia mais

UM NOVO JEITO DE ORAR!

UM NOVO JEITO DE ORAR! Semana 13 a 18 de Julho célula@pibnet.com.br Momento 1-30 min- Quebra-Gelo e Lanche. Líder: nesse momento de chegada das pessoas priorize servir o lanche e ter um momento de descontração. Momento 2 - NOVA

Leia mais

Somos chamados a servir, não a sermos servidos, segundo a disposição do próprio Jesus, que serviu em nosso lugar, de livre e espontanea vontade.

Somos chamados a servir, não a sermos servidos, segundo a disposição do próprio Jesus, que serviu em nosso lugar, de livre e espontanea vontade. Somos chamados a servir, não a sermos servidos, segundo a disposição do próprio Jesus, que serviu em nosso lugar, de livre e espontanea vontade. Evangelho de Mateus, capítulo 20, versículo 28: "Assim como

Leia mais

Cinco ensinamentos da Páscoa para nossa vida pessoal

Cinco ensinamentos da Páscoa para nossa vida pessoal Cinco ensinamentos da Páscoa para nossa vida pessoal Contribuição de Pr. Oswaldo F Gomes 12 de abril de 2009 igrejabatistaagape.org.br Cinco ensinamentos da Páscoa para nossa vida pessoal. A celebração

Leia mais

APRESENTAÇÃO. Equipe Anep

APRESENTAÇÃO. Equipe Anep APRESENTAÇÃO A Edição do Currículo de Ensino religioso e Ética para a Educação Básica (Educação infantil, Ensino fundamental e Ensino médio) é o resultado de um laborioso esforço de um grupo de educadores

Leia mais

www.entrenacoes.com.br UMA IGREJA FORTE, SE FAZ COM MINISTÉRIOS FORTES

www.entrenacoes.com.br UMA IGREJA FORTE, SE FAZ COM MINISTÉRIOS FORTES www.entrenacoes.com.br UMA IGREJA FORTE, SE FAZ COM MINISTÉRIOS FORTES A RESPONSABILIDADE É PESSOAL A CEEN é uma igreja que tem a responsabilidade de informar e ensinar os valores e princípios de Deus,

Leia mais

KJV King James Bible Study Correspondence Course An Outreach of Highway Evangelistic Ministries 5311 Windridge lane ~ Lockhart, Florida 32810 ~ USA

KJV King James Bible Study Correspondence Course An Outreach of Highway Evangelistic Ministries 5311 Windridge lane ~ Lockhart, Florida 32810 ~ USA 1 Dois Pais Espirituais Lição 1 (volte para as páginas 4, 5 e 6) Durante a história, Deus tem dado todo individo uma chance para aceitar o seu eterno plano da salvação. É triste, muitas pessoas tem rejeitado

Leia mais

Vamos olhar para a igreja de Jerusalém como nosso exemplo e modelo. A melhor maneira de fazer isso é examinar Atos 2.42-47.

Vamos olhar para a igreja de Jerusalém como nosso exemplo e modelo. A melhor maneira de fazer isso é examinar Atos 2.42-47. 1 Uma igreja poderosa Bill Hybels, em uma de suas prédicas, perguntou: Qual é a igreja mais importante do mundo?. Ele mesmo respondeu: A igreja mais importante do mundo é a igreja que Deus está edificando

Leia mais

Prof. José Joaquim Fundador da Sociedade das Comunidades Catequéticas. Aprendendo com Jesus

Prof. José Joaquim Fundador da Sociedade das Comunidades Catequéticas. Aprendendo com Jesus Prof. José Joaquim Fundador da Sociedade das Comunidades Catequéticas Aprendendo com Jesus Apresentação É com a maior confiança na compreensão e aceitação dos nossos queridos catequistas que levo a público

Leia mais

Estes 20 dons mencionados por Paulo não são os únicos existentes, há outros dons que você pode descobrir em sua vida ou em sua igreja.

Estes 20 dons mencionados por Paulo não são os únicos existentes, há outros dons que você pode descobrir em sua vida ou em sua igreja. Lição 3 para o dia 17 de janeiro de 2009 Paulo nos dá quatro listas de dons espirituais: Romanos, 12: 6-8 I Coríntios, 12: 8-10 I Coríntios, 12: 28-30 Efesios, 4: 11-12 Profecia Sabedoria Apostolado Apostolado

Leia mais

Os encontros de Jesus. sede de Deus

Os encontros de Jesus. sede de Deus Os encontros de Jesus 1 Jo 4 sede de Deus 5 Ele chegou a uma cidade da Samaria, chamada Sicar, que ficava perto das terras que Jacó tinha dado ao seu filho José. 6 Ali ficava o poço de Jacó. Era mais ou

Leia mais

JESUS É A LUZ DO MUNDO João 8.12 Pr. Vlademir Silveira IBME 24/03/13

JESUS É A LUZ DO MUNDO João 8.12 Pr. Vlademir Silveira IBME 24/03/13 JESUS É A LUZ DO MUNDO João 8.12 Pr. Vlademir Silveira IBME 24/03/13 INTRODUÇÃO O Evangelho de João registra 7 afirmações notáveis de Jesus Cristo. Todas começam com Eu sou. Jesus disse: Eu sou o pão vivo

Leia mais

O Baptismo Bíblico (Mateus 3:13-17)

O Baptismo Bíblico (Mateus 3:13-17) O Baptismo Bíblico (Mateus 3:13-17) Tivemos esta manhã a alegria de testemunhar vários baptismos bíblicos. Existem outras coisas e outras cerimónias às quais se dá o nome de baptismo. Existe até uma seita,

Leia mais

Apostolado do Oratório Meditação dos Primeiros Sábados

Apostolado do Oratório Meditação dos Primeiros Sábados Apostolado do Oratório Meditação dos Primeiros Sábados 1º Mistério Luminoso Janeiro 2015 Batismo de Nosso Senhor Introdução: Vamos dar inicio à meditação reparadora dos primeiros sábados, que nos foi indicada

Leia mais

#93r. 11.7 O Apocalipse X Mateus 24

#93r. 11.7 O Apocalipse X Mateus 24 11.7 O Apocalipse X Mateus 24 #93r Há uma grande semelhança entre a sequência dos acontecimentos do período da Tribulação, descritos no livro do Apocalipse, com relação a Mateus 24. Vamos hoje, analisar

Leia mais

KJV King James Bible Study Correspondence Course An Outreach of Highway Evangelistic Ministries 5311 Windridge lane ~ Lockhart, Florida 32810 ~ USA

KJV King James Bible Study Correspondence Course An Outreach of Highway Evangelistic Ministries 5311 Windridge lane ~ Lockhart, Florida 32810 ~ USA 1 Lição 0 Já nasceu de novo? (volte para a página 5) Perguntaram a John Wesley porque razão ele pregava várias vezes, acerca de devem nascer de novo. Ele respondeu, porque vocês devem nascer de novo! Já

Leia mais

DECLARAÇÃO DE FÉ 27/06/15 PLANO DE SALVAÇÃO

DECLARAÇÃO DE FÉ 27/06/15 PLANO DE SALVAÇÃO DECLARAÇÃO DE FÉ Pr Josemeire Ribeiro CRM PR 2015 O que é credo? É o que eu creio. PLANO DE SALVAÇÃO QUEDA REDENÇÃO RESTAURAÇÃO Declaração de Fé da IEQ foi compilada por sua fundadora Aimeé Semple McPherson,

Leia mais

Atribuam ao Senhor glória e força (...) A voz do Senhor é poderosa; a voz do Senhor é majestosa. Salmos 29.1 e 4

Atribuam ao Senhor glória e força (...) A voz do Senhor é poderosa; a voz do Senhor é majestosa. Salmos 29.1 e 4 Precisa-se de Pais Espirituais Objetivo do Senhor: - Glorificar o nome de Deus, revelar Seu poder e beleza e atribuir a Ele toda glória. - Provocar o desejo de marcar significativamente a sua descendência/

Leia mais

Mosaicos #7 Escolhendo o caminho a seguir Hb 13:8-9. I A primeira ideia do texto é o apelo à firmeza da fé.

Mosaicos #7 Escolhendo o caminho a seguir Hb 13:8-9. I A primeira ideia do texto é o apelo à firmeza da fé. 1 Mosaicos #7 Escolhendo o caminho a seguir Hb 13:8-9 Introdução: Jesus Cristo é o mesmo, ontem, hoje e para sempre. Não se deixem levar pelos diversos ensinos estranhos. É bom que o nosso coração seja

Leia mais