TERMO DE REFERÊNCIA PARA MELHORIA NO SISTEMA ELÉTRICO DO PARQUE SANTANA.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "TERMO DE REFERÊNCIA PARA MELHORIA NO SISTEMA ELÉTRICO DO PARQUE SANTANA."

Transcrição

1 TERMO DE REFERÊNCIA PARA MELHORIA NO SISTEMA ELÉTRICO DO PARQUE SANTANA. JUSTIFICATIVA Adequação dos sistemas elétricos, luminotécnico e de aterramento existente no interior do Parque Santana. Os sistemas mencionados vêm apresentando inconsistência em seu funcionamento; falhas nas distribuições dos circuitos elétricos existentes, desligamentos involuntários, postes com sistema luminotécnicos danificados e peças metálicas não energizadas ocasionando choques elétricos. 1) OBJETO DA CONTRATAÇÃO O Instituto de Desenvolvimento e Gestão IDG, Organização Social de Cultura informa que até às 14:00 do dia 04 de Agosto de 2015, receberá propostas para contratação de empresa de engenharia elétrica para melhoria no sistema elétrico do Parque Santana, localizado na rua Jorge Gomes de Sá s/n, Bairro Santana Recife PE. 2) DO PRAZO CONTRATUAL A Vigência do Contrato será de 120 (Cento e vinte dias) dias, contados a partir da assinatura do contrato; O Contrato deverá ser assinado no prazo de 05 (cinco) dias úteis da notificação para assinatura por parte da Contratante. 3) MODALIDADE DE CONTRATAÇÃO O regime de contratação será na modalidade de TOMADA DE PREÇO Tipo Melhor Preço. 4) DAS ATIVIDADES A SEREM DESENVOLVIDAS 4.1. Elaboração de projeto elétrico, eletromecânico e proteção contra descargas atmosféricas, do sistema interno ao parque (quadros de distribuição, sistema de iluminação e tomadas) Elaboração do projeto de uma subestação aérea de 225 kva com aprovação na CELPE e todas as tratativas necessárias para energização desta subestação, remoção da subestação existente e toda tratativa para energização dos quiosques localizados na praça central do parque, todos os 06 (seis) quiosques deverão ter sua alimentação elétrica a partir do quadro de medição localizado na entrada do parque e os mesmos deverão ser atendidos pela CELPE, ou seja, a subestação deverá ser do tipo COMPARTILHADA e todos os quiosques terão sua alimentação monofásica;

2 4.2. Todos os quadros de distribuição, deverão ser substituídos do sistema quando da implantação do novo sistema elétrico. Os quadros deverão possuir além dos disjuntores, interruptores tipo DR e os protetores de surtos adequados a sua utilização; 4.3. Todos os elementos ligados ao sistema elétrico deverão ter sua identificação associada ao quadro que o alimenta e o circuito ao qual pertence. O poste por exemplo, deverá ter sua identificação fixada ao seu corpo e de acordo com seu ponto de energização (circuitos e quadros de distribuição); 4.4. Todas as caixas de passagens deverão sofrer adequações estruturais quando necessário, limpezas, corte dos conduites rentes as paredes das caixas evitando assim que o mesmo ocupe espaço no interior da caixa e fornecimento de tampas. Após a conclusão dos serviços todas as tampas deverão ser fixadas às caixas de maneira que sua abertura seja dificultada; 4.5. Para este projeto estamos considerando que o sistema de aterramento a ser implantado será do tipo TN-S (no qual o condutor neutro e o condutor de proteção são distintos) neste sistema de aterramento, o condutor de proteção será do tipo cabo bi metálico, que deverá interligar todo sistema elétrico do parque; 4.6. Adequação dos postes metálicos, com abertura de janelas de inspeção e novo ponto de aterramento; 4.7. Adequação dos condutores elétricos pertencente ao sistema, incluindo os cabos no interior dos postes; 4.8. Remoção dos quadros de distribuição, condutores e demais equipamentos que não serão aproveitados no novo sistema elétrico; 4.9. Substituição de todos os elementos do sistema luminotécnico (cabos, lâmpadas, reatores e luminárias) dos campos de futebol e quadras de esportes do parque. Neste caso deveremos substituir os atuais elementos por outros de maior potência conforme mostra o desenho E-SANTANA-02; Os elementos substituídos do item acima, que apresentarem bom estado de funcionamento, deverão ser aplicados aos postes de iluminação geral localizado no interior do parque (refletores, reatores e luminárias); (próximo ao prédio dos banheiros e na área da 3ª. idade); Fornecimento e instalação de 4 conjuntos de painéis com tomadas blindada, que deverão ser instalados próximos aos quadros de distribuição que estarão distribuídos pelo interior do parque; Remoção da subestação e toda infraestrutura existente para sua conexão elétrica. Que compreende em (transformador, 3 postes, cabos, quadros distribuição, etc.) Todos os postes de concreto circulares localizado no interior do parque deverão ser removidos, em alguns casos deverão ser inseridos postes metálicos em seu lugar, em outros casos deverão simplesmente serem removidos. Sofrerão substituição aqueles que possuírem luminárias Quando da abertura de valas ou buracos para construção do sistema em questão, a CONTRATADA deverá recompor a região danificada deixando-a nas mesmas condições a qual encontrou ou em condição melhor Substituir o sistema luminotécnico existente no centro da praça central por outro sistema contendo poste metálico de 16m de altura, com luminária tipo pétala contendo 4 pétalas e com capacidade de cada pétala de 2 x 400W ou 1 x 1000W, com lâmpada vapor metálico de alta pressão; Inserir 4 conjuntos luminotécnico com postes de 12m com 4 pétalas com capacidade de cada pétala de 400W, com lâmpada vapor metálico na entrada principal do parque sua locação deverá ser definida no projeto;

3 4.17. No interior do parque existem alguns prédios de apoios de serviços e administrativos, faz parte deste escopo de fornecimento a adequação as normas dos sistemas elétricos dos mesmos. Os serviços se refere relocação de luminárias fluorescentes, inserir condutor de aterramento nas tomadas, troca-las quando necessário, etc Todos os postes de concreto serão retirados de dentro do parque exceto os postes de iluminação dos campos e quadras; estes postes permanecerão apenas serão feitos nos mesmos, adequações quando necessário e pintura As mudanças estruturais descritas neste documento, fará com que seja necessário a construção de uma rede de dutos para acondicionamento dos cabos de dados, voz e imagem existente no interior do parque, no desenho E- SANTANA-002, apresentamos uma sugestão de trajeto do referido duto; Em todos os postes de concreto deverão ser colocadas uma haste de aço carbono galvanizada com dimensões de 1.1/2 x 1.1/2 x 1,5m no topo do mesmo, interligando a referida haste ao cabo de aterramento existente nas caixas de passagem localizado na base do poste Os sistemas elétricos das bombas existente no interior do parque deverá sofrer reforma de forma que os mesmos possam operar de maneira satisfatórias, os serviços aqui previstos são os seguintes: (troca e adequação dos condutores conforme demais cargas deste documento, inserir chaves de comando automático quando conveniente); A estrutura de construção civil existente na entrada do parque onde existe os quadros de medição precisará ser modificada para recebimento da subestação e dos quadros de tomadas e quadro geral de distribuição. 5) DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES A SEREM DESENVOLVIDAS: O sistema elétrico do PARQUE SANTANA, é um sistema construído há muito tempo, equipamentos e materiais em péssimo estado de conservação, inadequado as necessidades atuais do parque. Sendo assim faremos um descritivo abaixo das ações que deverão ser tomadas para colocarmos este sistema elétrico em boas condições operacionais eliminando totalmente o risco constante de choques elétricos. Segue a relação de serviços a serem executados Elaborar um projeto elétrico e eletromecânico executivo do sistema elétrico, sistema de aterramento e de SPDA, tomando como base as instalações existentes e as premissas aqui apresentadas. A adequação dos quadros de distribuição faz parte do escopo do fornecimento do projeto Elaborar projeto de uma subestação elétrica de 225 kva aérea a ser construída próximo ao centro de medição localizada na entrada principal do parque; 5.3. O projeto da subestação deverá ser submetido à aprovação da CELPE, quanto aos demais projetos a CONTRATADA deverá submeter a aprovação da CONTRATANTE; 5.4. Inserir em todos os quadros de distribuição nos circuitos de iluminação e tomadas o dispositivo de proteção contracorrente de fuga DR com sensibilidade de 30mA Identificar todos os quadros; circuitos alimentadores (disjuntores) e barramentos de neutro e terra com placas de acrílicos de fundo preto com letras brancas do tipo autocolante. É obrigação da CONTRATADA, fazer todas as adequações pertinentes as instalações e adequações dos painéis de acordo com as normas, não se limitando as executar apenas as ações mencionadas neste documento. (NBR5410)

4 5.6. Todos os postes de iluminação, deverão ser identificados de acordo com seus elementos alimentadores, ou seja; sua identificação deverá ser feita pela identificação do quadro que o alimenta e pelo número do circuito ao qual está associado. Exemplo (QD-01/C1). A identificação deverá ser feita em placa de alumínio na cor amarela e com letras pretas e fixada a uma altura de 2m em relação a base do poste, situada no lado oposto da luminária Verificar se todos os condutores neutros e terra que chegam aos quadros estão devidamente fixados aos seus respectivos barramentos. Substituir todos os terminais do tipo PRESSÃO por terminais do tipo COMPRESSÃO Substituir todos os terminais pré-isolados do tipo GARFO por terminais pre-isolados do tipo ANEL. Não será admitido que nos barramentos dos condutores de neutro e terra em único parafuso (ponto de fixação) sejam fixados mais de um terminal do tipo Anel. No caso em que o barramento seja pequeno para quantidade de circuitos caberá a CONTRATADA substituir o referido barramento por um de maior capacidade As caixas de passagens do sistema elétrico são construídas em concreto no formato quadrada, porém existe grande quantidade de tampas quebradas e/ou rachadas, desta forma caberá a CONTRATADA a substituição de todas as tampas. Caso seja necessária a construção de novas caixas, a CONTRATADA deverá construir. (No item especificação serão apresentadas as características que as tampas deverão possuir). Todas as caixas deverão ser aproveitadas, porem será necessário executar os seguintes serviços em seu interior: retirar todos os objetos (pedras, lixos, resto de construção de seu interior), cortar todos os tubos sanfonados rente as paredes internas das caixas de maneira que os referidos tubos fiquem ocupando espaço desnecessário no interior da mesma. Quando necessário fazer um arremate com argamassa entre o tubo sanfonado e a parede das caixas O sistema de aterramento este sistema será totalmente modificado conforme descrito a seguir: - Construir uma malha de aterramento na subestação de 225 kva que está localizada próximo ao prédio da medição. Conforme mostra o desenho de N E-SANTANA Lançar um condutor bimetálico (vê especificação abaixo) ao longo de todo parque acompanhando a distribuição das caixas de passagens dos circuitos de iluminação. Este condutor deverá ser lançado diretamente enterrado sempre ao lado dos tubos sanfonado que acondicionam os condutores vivos dos respectivos circuitos. - Neste condutor deverão ser conectados todos os quadros elétricos de distribuição. - Em todas as caixas de passagens onde serão feitas derivações para alimentação dos pontos luminotécnico (luminárias), neste ponto será necessário fazer uma derivação através de conectores apropriados para que o poste metálico possa ser devidamente aterrado em um ponto interno ao poste, garantindo assim sua proteção contra descargas atmosférica e contra choques elétricos. Nestas condições o condutor de aterramento (bimetálico) deverá ser conectado a haste de cobre existente no interior da caixa e deverá ser lançado um ramal de igual condutor que deverá ser ligado ao poste e a referida haste existente. - A haste de aterramento será ligada ao cabo da malha de aterramento que percorre todo o sistema elétrico e o cabo que fará o aterramento do poste. - Todas as estruturas metálicas deverão ser ligadas ao condutor de aterramento que percorre todo o parque independente da estrutura metálica estar ligada ou não a elementos elétricos, faz parte desta classe de elementos os seguintes componentes (torres metálicas, quiosques, postes do sistema de câmeras, alambrados, cercas etc. - Os componentes elétricos tais como; reatores de lâmpadas e suportes, localizados no interior das luminárias deverão ser ligados diretamente ao condutor de aterramento que serão lançados no interior de todos os

5 postes de cor verde. Que será um dos condutores do cabo tripolar 3x2,5 mm, ou 3 x 4,0 mm², este cabo terá um ponto conectado na parte inferior do poste no ponto onde o mesmo será conectado a malha de aterramento e a outra extremidade será conectada no ponto de aterramento da luminária. NOTA: neste projeto deveremos lançar um condutor bi metálico ao longo de todo parque para construção do sistema de aterramento do parque, interligando todas as estruturas metálicas, porém este condutor deverá ser conectado em dois pontos na malha da subestação de maneira que o condutor de aterramento seja lançado em forma de anel com conexão na malha dos dois pontos. O condutor que irá ligar os postes metálicos ao condutor de aterramento será o mesmo que o bi metálico do sistema de aterramento Postes metálicos Os postes existentes no interior do parque são metálico e alguns são de concreto, com alturas variadas, com engastamento em base de concreto através de chumbadores de aço. Em todos os postes não foram feitas o acabamento da base de concreto com a base metálica de fixação dos postes, ficando o mesmo apoiado sobre os chumbadores metálicos. Estes postes não possuem janelas de inspeções em seu corpo. Neste equipamento deveremos fazer as seguintes ações: - Retirar o poste de sua base, e fazer uma janela de inspeção no corpo do poste com dimensões de 40 x 80 mm (largura x altura). Esta janela deverá ser construída a 50 cm da base do poste em relação a face inferior da janela. Após a abertura da janela a CONTRATADA deverá aplicar produto anticorrosivo denominado de GALVANITE nas faces cortadas. A referida abertura deverá receber uma tampa fabricada em aço galvanizado com dimensões de 60 x 100 mm e que será fixada ao poste fechando totalmente a janela e fixada ao mesmo, por arrebites aço galvanizados. Para os postes de concreto, deverá ser observada outra solução de maneira que nenhuma emenda do sistema elétrico possa ficar no interior da caixa de passagem. - Nesta etapa deverá ser colocado nos postes sua identificação, substituição dos cabos de energia, conforme mencionado abaixo. Fazer acabamento da base dos postes. - Logo abaixo da janela de inspeção deverá ser fixado o ponto de conexão do aterramento do poste com o cabo da rede de aterramento bem como o aterramento dos equipamentos do sistema de iluminação Sistema elétrico - O sistema elétrico de distribuição (condutores que saem dos disjuntores dos quadros e seguem para alimentar conjuntos de luminárias/postes, são os condutores que estão localizados nas caixas de passagens de onde são derivados para alimentar as luminárias) serão totalmente aproveitados nas condições descritas abaixo. - Apenas os cabos com bitolas acima de 4mm² nesta função e que estão localizados nas caixas de passagens deverão ser aproveitados. No caso de circuitos com cabos de 2,5 e 4mm² estes deverão ser totalmente trocados pelos especificados abaixo. - Os condutores vivos (fase e neutro) dos circuitos quando derivados do circuito de distribuição citado no item logo acima, deverão ter suas emendas feitas no interior do poste na altura da janela mencionada no item anterior. Não será aceito nenhum tipo de emenda feita no interior da caixa de passagem. - Todos os condutores elétricos (fase, neutro e terra) localizados no interior dos postes, cabos que interligam o circuito de distribuição aos equipamentos de iluminação, deverão ser substituídos pelos especificados abaixo. Todas as emendas deverão ser realizadas no interior do poste na altura da janela de inspeção. - Os quiosques localizados no interior do parque, localizados na praça central, estão com suas instalações elétricas pendentes, faz parte deste processo o seu complemento e sua devida adequação quanto ao sistema elétrico.

6 5.13. Na entrada principal do parque lado direito (sentido de quem entra) existe uma infraestrutura de elétrica composto de várias caixas de medição de energia. Este sistema deverá ser parte do sistema geral de entrada de energia onde a esta estrutura deverá ser ligada uma subestação de 225 kva, que faz parte deste escopo de fornecimento Elaborar o projeto de uma subestação de 225 kva, (projeto tipo medição compartilhada) fornecimento de todos os materiais e equipamentos desta subestação, fornecimento e materiais e equipamentos necessários para interligação da subestação com o sistema existente (ainda não em funcionamento) No interior do parque existem 6 quiosques na praça central que precisam ser atendidos com energia elétrica, porém seus pontos de medição estão localizados na região citada no item Faz parte deste escopo de fornecimento toda construção de infraestrutura e fornecimento de materiais além das tratativas junto a Celpe para sua conexão Recuperar os sistemas de iluminação e tomadas internas de todos os prédios localizados no interior do parque faz parte do escopo deste fornecimento, adequando as tomadas para 3 pinos e consequentemente com a distribuição do condutor terra em todos os pontos, incluindo as luminárias e acessórios; 6) CONSIDERAÇÕES GERAIS: 6.1. Sob nenhuma condição será aceito emendas de condutores elétricos (condutores vivos) no interior da caixa de passagem, exceto para o sistema de aterramento; 6.2. Quando da colocação da tampa na janela de inspeção do poste que deverá ser fixado com arrebite, deverá ser colocado SILICONE para selar a tampa No fundo da caixa de passagem deverá ser colocado 5cm de brita tamanho Quando a emenda realizada for do tipo convencional (condutor enrolado sobre condutor) neste caso será necessário a utilização de fita tipo AUTOFUSÃO sobre os condutores com no mínimo duas voltas em todo comprimento da área decapada e depois sobre esta fita deverá ser aplicada a fita isolante de baixa tensão com no mínimo duas voltas Todas as estruturas metálicas sem exceção deverão ser conectadas ao sistema de aterramento do parque; 6.6. Após a conclusão dos trabalhos deverão ser apresentados a CONTRATANTE um relatório técnico com a medição de resistência elétrica do sistema implantado e o projeto elétrico na condição de AS BUILT; 6.7. Medição do Aterramento - Devem ser feitas medições para verificar os valores da resistência ôhmica do eletrodo de aterramento, dos valores dos potenciais de passo e toque, visando: - Verificar a eficiência do eletrodo em dispersar corrente elétrica no solo em que está inserido; - Detectar tensões superficiais que ofereçam riscos as pessoas; - A medição deverá ser feita por profissional qualificado, utilizando terrômetro, devidamente calibrado e ser emitido relatório com as informações levantadas em campo e o certificado de aferição do instrumento.

7 6.8. A CONTRATADA antes de emitir a autorização de compra dos materiais deverá enviar para a CONTRATANTE para que este possa analisar as características dos mesmos Todas as hastes de aterramento existentes no sistema atual deverão ser REMOVIDAS. O cabo de aterramento que será lançado ao longo de todo o parque deverá ser lançado a uma profundidade mínima de 60m sob o solo, passando por dentro das caixas de passagens O sistema luminotécnico localizado na praça central em frente ao prédio da administração deverá ter seus elementos: poste, luminárias, reatores e lâmpadas por um conjunto de 3 x 1000W Ao lado dos banheiros, próximo a quadra de tênis, deverá ser criada uma estrutura em alvenaria para receber o quadro de distribuição denominado de (QD-APOIO), vide (anexo) desenho E-SANTANA Nos circuitos de alimentação da iluminação das quadras e campo, deverá ser instalado um circuito para atendimento a uma lâmpada em cada poste (denominaremos de circuito vigia) seu objetivo é o de manter a área iluminada mesmo quando não houver jogos na região) Os quadros de tomadas mencionados acima deverá ser para uso ao tempo com dimensão aproximada de 600 x 400 x 250mm contendo em seu interior disjuntores monofásicos e trifásico e fixado as suas lateraiss os seguintes elementos: 2 tomadas para uso externo tipo blindada industrial linha brasikon da STECK, com 3P+T+N, de 32A, 2 tomadas com 2P+T, 16 A e 2 tomadas modelo universal residencial com 2P+T pinos redondos 10 A (todas as tomadas acompanhadas de plugues). Cada tomada deverá ter seu próprio disjuntor localizado no interior do quadro. O quadro de tomadas deverá ser em número de 4 unidades, um ao lado de cada quadro de distribuição e um localizado ao lado do quadro geral na subestação Nas caixas de passagens situadas logo abaixo de todos os postes com altura superior a 5m deverão ser instaladas uma haste de aterramento e interligada ao condutor bimetalico do sistema de aterramento Os desenhos apresentados anexos a este termo são projeto básico com objetivo de orientação ao participante na elaboração de suas propostas. 7) ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS: As especificações técnicas abaixo definidas são as especificações mínimas exigidas para as implantações que deverão ser fornecidos pela empresa contratada, não será admitido o fornecimento e consequentemente aplicação de materiais com características inferiores ao descrito abaixo: 7.1. Condutores Os condutores elétricos a serem utilizados neste processo deverão ter as seguintes características: - Cabos para interligação do circuito de distribuição, com os equipamentos (lâmpadas e reatores utilizado no interior dos postes) - Cabo de cobre, com têmpera mole, classe encordoamento 5, com ISOLAÇÃO, ENCHIMENTO E COBERTURA formado por composto termoplástico de PVC sem chumbo e antichama. Com veias coloridas 3 x 2,5 mm², classe tensão 0,6/1 kv, 70 C.

8 - Cabos para o circuito de distribuição - Cabo de cobre, com têmpera mole, classe encordoamento 5, com ISOLAÇÃO, ENCHIMENTO E COBERTURA formado por composto termoplástico de PVC sem chumbo e antichama. 4 mm², classe tensão 0,6/1 kv, 70 C. Cabo de cobre nu, com têmpera mole, classe encordoamento 5, com ISOLAÇÃO, ENCHIMENTO E COBERTURA formado por composto termoplástico de PVC sem chumbo e anti chama. 6 mm², classe tensão 0,6/1 kv, 70 C. Cabo de cobre nu, com têmpera mole, classe encordoamento 5, com ISOLAÇÃO, ENCHIMENTO E COBERTURA formado por composto termoplástico de PVC sem chumbo e antichama. 10 mm², classe tensão 0,6/1 kv, 70 C. Cabo de cobre nu, com têmpera mole, classe encordoamento 5, com ISOLAÇÃO, ENCHIMENTO E COBERTURA formado por composto termoplástico de PVC sem chumbo. - Cabo de aterramento Cabo bimetálico de aço carbono com revestimento em cobre eletrolítico meio duro, classe encordoamento 2A, bitola de 50mm² NOTA: os condutores mencionados acima em cobre poderão ser utilizados em alumínio porém, na bitola equivalente e com mesmas características de isolamentos. Nas caixas de passagens de todos os postes com altura superior a 5m deverá ser instalada uma haste de aterramento e interligada ao condutor bimetalico mencionado acima Hastes de aterramento As especificações técnicas abaixo definidas são exigidas para as hastes de aterramentos que deverão ser fornecidas e instaladas pela empresa contratada: - Haste de aterramento formado por núcleo de aço carbono 1010/1020, com revestimento em cobre eletrolítico com pureza mínima de 99,95% sem zinco, com espessura mínima de 254µm, com diâmetro de 5/8 x 3.000m. Fab. INTELLI (Ref. IH1058) com grampo de terra duplo com parafuso tipo U, com porcas e arruelas de pressão em liga de cobre. Fab. INTELLI (Ref. GTDU 3/8 IPS 4-2/0). 8) NORMAS A SEREM OBEDECIDAS Na execução dos serviços, a CONTRATADA deverá obedecer além das normas pertinentes à atividade, as normas descritas abaixo: - NBR 5410/2004 Instalações elétricas de Baixa Tensão; - NBR 5101/ Iluminação Pública. - NBR 5419/2009 Descargas atmosféricas. - SM ed Fornec Ind 15kV 9) DAS CONDIÇÕES PARA PARTICIPAÇÃO 9.1. As empresas proponentes deverão apresentar as propostas de preços considerando os quantitativos dos serviços relacionados nas planilhas de referência definidas no anexo desse Termo de Referência e ainda, deverá realizar visita ao Parque para que possa verificar e fazer sua avaliação quanto aos quantitativos. Lembramos que

9 este processo é na modalidade de Tomada de Preço. Não serão aceitas reivindicações posteriores relacionadas a aditivos financeiros A empresa proponente que apresentar proposta de preço parcial ou de parte dos serviços e/ou do fornecimento de materiais será desclassificada O IDG julgará e classificará as propostas até cinco dias após o prazo final de apresentação da documentação, de acordo com a coerência do conjunto dos itens necessários para o objeto do contrato. 10) RECEBIMENTO DA DOCUMENTAÇÃO E PROPOSTAS As propostas deverão ser entregues e protocoladas no escritório do IDG, localizado na Rua Padre Roma nº 120, sala 401 Parnamirim Recife/PE CEP: , em envelopes lacrados até o dia 04 de Agosto de 2015 às 14: A Documentação para Habilitação e a Proposta de Preço serão apresentadas em dois envelopes distintos, fechados e indevassáveis, formando um conjunto único, a saber: ENVELOPE Nº 1 DOCUMENTAÇÃO PARA HABILITAÇÃO; ENVELOPE Nº 2 PROPOSTA DE PREÇO No anverso de cada envelope deverá constar nome e endereço da empresa, Objeto do Termo de Referência, nº e título do envelope, considerando os seguintes títulos: (i) Documentação para Habilitação e (ii) Proposta de Preço. 11) DA DOCUMENTAÇÃO PARA HABILITAÇÃO (ENVELOPE Nº 1): O proponente deverá apresentar junto com a sua proposta, em envelope separado e lacrado, a seguinte documentação: a) Declaração de visita técnica que deverá conter a assinatura de um dos membros integrantes da equipe da CONTRATANTE; b) Declaração de no mínimo duas empresas atestando a realização dos serviços prestados; e/ou atestado de capacidade técnica, emitido por órgão público ou privado, que comprovem desempenho de atividade pertinente e compatível em características, quantidades e prazos com o objeto do Termo de Referência; c) Alvará/Autorização de funcionamento emitido por órgão competente; d) Registro ou inscrição da empresa e dos responsáveis técnicos, junto ao Conselho Regional de Engenharia e Agronomia - CREA, com jurisdição sobre o domicilio da sede proponente com suas anuidades devidamente quitadas; e) Ato constitutivo da pessoa jurídica; f) Comprovante de Inscrição e Situação Cadastral CNPJ;

10 g) Inscrição estadual e/ou municipal; h) Certidão Negativa, ou positiva com efeito negativo, de Débitos Tributários Mobiliários ou Fazendários, ou da Dívida Ativa do Estado ou do Município, dependendo do objeto a ser contratado; i) Certidão Conjunta Negativa, ou positiva com efeito negativo, de Regularidade Fiscal Federal emitida pela Receita Federal/PGFN; j) Certificado de Regularidade do FGTS; k) Certidão Negativa de Débitos Trabalhistas; l) Poderão participar desta TOMADA DE PREÇO os interessados que atenderem a todas as exigências deste Termo de Referência, inclusive quanto à documentação Ficarão impedidas de participar entidades que não possam ceder mão-de-obra em regime de subordinação previsto no art. 3º da Consolidação das Leis do Trabalho e, consequentemente, não possam assegurar aos trabalhadores prestadores de serviços todos os direitos sociais, trabalhistas e previdenciários estabelecidos no art. 7º da Constituição Federal É vedada a subcontratação de outra empresa para prestação dos serviços contratados. 12) DA PROPOSTA DE PREÇO (ENVELOPE Nº 2): 12.1 A proposta de preço deverá conter as seguintes informações: a) Nome e assinatura do responsável pela empresa em sua parte final, bem como devem ser rubricadas todas as folhas, pelo representante legal; b) Preço em moeda nacional, com duas casas decimais, escrito em algarismo e por extenso, compatíveis com os preços correntes no mercado; c) Preços unitários e totais de todos os itens que compõem o objeto, com duas casas decimais, escritos em algarismos e por extenso. Em caso de divergência entre os preços unitários e os totais, prevalecerão os primeiros e entre os valores em algarismos e os expressos por extenso, serão levados em conta estes últimos; d) Prazo de validade da proposta de, no mínimo, 60 (sessenta) dias, a contar da data do protocolo. As propostas que omitirem os prazos de validade das mesmas serão entendidas como válidas pelo período supracitado; e) Declarar que conhece todos os dados dos serviços para a execução do objeto contratado; f) Apresentar os seguintes dados da Empresa: Razão Social, endereço, telefone/fax, número do CNPJ/MF, e- mail (se houver), banco, agência, número da conta-corrente e praça de pagamento. g) Será desclassificada a proposta em desacordo com os termos deste Termo de Referência, a que se oponha a qualquer dispositivo legal vigente, ou a que consigne valores excessivos ou manifestamente inexequíveis. h) A proposta deverá apresentar preços correntes e de mercado, sem quaisquer acréscimos em virtude de expectativa inflacionária ou custo financeiro, devendo incluir todas as despesas, tais como tributos, seguros e demais

11 custos incidentes sobre o objeto contratado, sendo considerados como inclusos esses preços independentemente de declaração da Empresa Proponente. 13) DA FORMA DE PAGAMENTO: a) Somente poderão ser considerados para efeito de medição e pagamento os serviços efetivamente executados e ou fornecidos pela CONTRATADA. b) O regime de contratação é caracterizado como EMPREITADA POR TOMADA DE PREÇO. Os pagamentos dos serviços acima especificados, correspondentes às medições, estão sujeitos às seguintes condições: c) Após a execução dos serviços ou do fornecimento de materiais, a CONTRATADA deverá apresentar sua medição ao responsável pela FISCALIZAÇÃO dos serviços para que este ateste e libere a emissão da respectiva NF e, após seu recebimento, a CONTRATANTE terá 15 dias para liquidar o pagamento. 14) OBRIGAÇÕES E RESPONSABILIDADES DA CONTRATADA a) Manter durante toda a execução do Contrato, em compatibilidade com as obrigações assumidas, todas as condições de habilitação e qualificação apresentadas no Termo de Referência; b) Admitir e gerir, sob sua inteira e exclusiva responsabilidade trabalhista, previdenciária, civil e fiscal, inclusive por acidentes de trabalho, o pessoal que necessitar para execução do objeto do presente certame; c) Observar todas as normas, mesmo às de caráter administrativo impostas pela CONTRATANTE, e aplicável a execução dos serviços objeto do presente certame; d) Atender todas as obrigações de natureza fiscais e tributárias que incidam sobre os serviços ora contratadas; e) Emitir notas fiscais e faturas na forma prevista na legislação vigente e quitar, nos respectivos vencimentos, os tributos devidos; f) Será vedada a CONTRATADA a subcontratação total ou parcial do objeto do contrato; g) Correrá por conta exclusiva da CONTRATADA, a responsabilidade por uso indevido de patentes e/ou direitos autorais; h) A CONTRATADA é obrigada a efetuar registro (ART) e a obedecer às exigências do CREA, bem como as prescrições das normas da ABNT, demais especificações e normas de execução dos serviços, que a CONTRATANTE venha a exigir por razões de ordem técnica ou de conveniência a coletividade; 15) RESPONSABILIDADE DA CONTRATANTE:

12 a) Proporcionar livre acesso aos técnicos e prepostos da CONTRATADA onde for necessário para a efetiva instalação dos equipamentos contratados, e para à execução dos serviços previstos no contrato; b) Interceder junto às autoridades competentes no sentido de facilitar a execução dos serviços contratados; c) Efetuar o pagamento dos serviços executados dentro dos prazos previstos d) Exercer a fiscalização dos serviços por técnicos especialmente designados 16) FISCALIZAÇÃO E CONTROLE DA EXECUÇÃO DOS SERVIÇOS Não obstante a CONTRATADA seja a única e exclusiva responsável pela execução de todos os serviços, à CONTRATANTE é reservado o direito de, sem que de qualquer forma restrinja a plenitude dessa responsabilidade, exercer a mais ampla e completa fiscalização sobre os serviços, diretamente ou por prepostos designados, podendo para isso: a) Ordenar a imediata retirada do local, bem como a substituição de funcionário da CONTRATADA que estiver sem uniforme ou crachá, que embaraçar ou dificultar a sua fiscalização ou cuja permanência na área, a seu exclusivo critério, julgar inconveniente; b) Examinar as Carteiras Profissionais dos funcionários colocados ao seu serviço, para comprovar o registro de função profissional; c) Solicitar aos supervisores/encarregados da CONTRATADA o reparo/correção de eventual imperfeição na execução dos serviços. 17) DAS PENALIDADES A inexecução total ou parcial do contrato sujeitará a CONTRATADA às seguintes penalidades, assegurados o contraditório e a ampla defesa: a) Notificação; b) Advertência; c) Multa de 10% (dez por cento) sobre o valor total da contratação, devendo ser recolhida no prazo máximo de 05 (cinco) dias úteis a contar da notificação.

JUSTIFICATIVA PARA CONTRATAÇÃO DO SERVIÇO

JUSTIFICATIVA PARA CONTRATAÇÃO DO SERVIÇO TERMO DE REFERÊNCIA OBJETIVANDO A CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA EM SERVIÇOS DE CINEMATOGRAFIA E EDIÇÃO DE IMAGENS EM VIDEO E FOTO PARA O MUSEU DO AMANHÃ JUSTIFICATIVA PARA CONTRATAÇÃO DO SERVIÇO

Leia mais

confinados, sala de máquinas, berços pátios de estocagem, pátios de armazenamento, galpões, áreas externas, sistemas de esgoto.

confinados, sala de máquinas, berços pátios de estocagem, pátios de armazenamento, galpões, áreas externas, sistemas de esgoto. TERMO DE REFERÊNCIA OBJETIVANDO A CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE CONTROLE DE VETORES E PRAGAS A SER EXECUTADO NO MUSEU DO AMANHÃ. JUSTIFICATIVA O Museu do Amanhã será

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA OBJETIVANDO A AQUISIÇÃO DE ELEVADOR UNIPESSOAL QUICK UP 14 PARA UTILIZAÇÃO DA EQUIPE DE OPERAÇÕES NO MUSEU DO AMANHÃ.

TERMO DE REFERÊNCIA OBJETIVANDO A AQUISIÇÃO DE ELEVADOR UNIPESSOAL QUICK UP 14 PARA UTILIZAÇÃO DA EQUIPE DE OPERAÇÕES NO MUSEU DO AMANHÃ. TERMO DE REFERÊNCIA OBJETIVANDO A AQUISIÇÃO DE ELEVADOR UNIPESSOAL QUICK UP 14 PARA UTILIZAÇÃO DA EQUIPE DE OPERAÇÕES NO MUSEU DO AMANHÃ. JUSTIFICATIVA O Museu do Amanhã será uma das âncoras do plano de

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA FORNECIMENTO E INSTALAÇÃO DE CORTINAS PARA A BIBLIOTECA PARQUE ESTADUAL BPE

TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA FORNECIMENTO E INSTALAÇÃO DE CORTINAS PARA A BIBLIOTECA PARQUE ESTADUAL BPE TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA FORNECIMENTO E INSTALAÇÃO DE CORTINAS PARA A BIBLIOTECA PARQUE ESTADUAL BPE 1. OBJETO Aquisição, com instalação de cortinas para prover o auditório,

Leia mais

4.1. 15 (quinze) dias após a entrega do equipamento e aceite da respectiva nota Fiscal pelo CONTRATANTE;

4.1. 15 (quinze) dias após a entrega do equipamento e aceite da respectiva nota Fiscal pelo CONTRATANTE; TERMO DE REFERÊNCIA OBJETIVANDO A LOCAÇÃO DE GERADOR JUSTIFICATIVA PARA CONTRATAÇÃO DO SERVIÇO A realização dos eventos RECGASTRÔ Food Truck no Parque e Mercado do Artesão, ambos no Parque Santana, situado

Leia mais

2. DO PRAZO CONTRATUAL

2. DO PRAZO CONTRATUAL TERMO DE REFERÊNCIA OBJETIVANDO A CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA FORNECIMENTO DE BALDES DE CLORO GRANULADO PARA A MANUTENÇÃO E CONSERVAÇÃO DOS ESPELHOS D ÁGUA DO MUSEU DO AMANHÃ. JUSTIFICATIVA O Museu do

Leia mais

A entrada de energia elétrica será executada através de:

A entrada de energia elétrica será executada através de: Florianópolis, 25 de março de 2013. 1. CONSIDERAÇÕES INICIAIS O presente memorial tem como principal objetivo complementar as instalações apresentadas nos desenhos/plantas, descrevendo-os nas suas partes

Leia mais

USINA DE TRATAMENTO DE ESGOTO US3-RALF RESUMO

USINA DE TRATAMENTO DE ESGOTO US3-RALF RESUMO MEMORIAL TÉCNICO: TROCA DE TRANSFORMADOR, CONSTRUÇÃO DE SUBESTAÇÃO EM POSTE SIMPLES COM CABINA DE MEDIÇÃO INDIRETA EM BT DE ENERGIA ELÉTRICA E ADEQUAÇÃO AS NORMAS VIGENTES USINA DE TRATAMENTO DE ESGOTO

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA PARA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS Nº 021/2014 PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº: 041/2014

CHAMADA PÚBLICA PARA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS Nº 021/2014 PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº: 041/2014 CHAMADA PÚBLICA PARA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS Nº 021/2014 PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº: 041/2014 OBJETO: Contratação de empresa especializada na Prestação de Serviços de Segurança Eletrônica, com monitoramento

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO DO PROJETO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS EMPREENDIMENTO COMERCIAL AC GOIANÉSIA/DR/GO

MEMORIAL DESCRITIVO DO PROJETO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS EMPREENDIMENTO COMERCIAL AC GOIANÉSIA/DR/GO MEMORIAL DESCRITIVO DO PROJETO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS EMPREENDIMENTO COMERCIAL AC GOIANÉSIA/DR/GO 1. GENERALIDADES 1.1 O projeto refere-se às instalações elétricas do empreendimento comercial localizado

Leia mais

INCENTIVO AO ATERRAMENTO ELÉTRICO RESIDENCIAL RESUMO

INCENTIVO AO ATERRAMENTO ELÉTRICO RESIDENCIAL RESUMO INCENTIVO AO ATERRAMENTO ELÉTRICO RESIDENCIAL Fernando Nascimento 1-21370122 Gabriela Sampaio Rêma 2-21370051 Marcos Vinícius Lemos da Silva 3-21270116 Paula da Silva Nogueira 4-21370049 RESUMO Poucas

Leia mais

SESI - SERVIÇO SOCIAL DA INDÚSTRIA SESI DE SIMÕES FILHO QUADRA POLIESPORTIVA. Sistema de Proteção Contra Descargas Atmosféricas

SESI - SERVIÇO SOCIAL DA INDÚSTRIA SESI DE SIMÕES FILHO QUADRA POLIESPORTIVA. Sistema de Proteção Contra Descargas Atmosféricas SESI - SERVIÇO SOCIAL DA INDÚSTRIA SESI DE SIMÕES FILHO QUADRA POLIESPORTIVA Sistema de Proteção Contra Descargas Atmosféricas Memorial Descritivo Revisão - 1 Outubro / 2010 página 1 S U M Á R I O : 1

Leia mais

DEPARTAMENTO DE TRANSITO DE GOIAS PROJETO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS.

DEPARTAMENTO DE TRANSITO DE GOIAS PROJETO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS. MEMORIAL DESCRITIVO DEPARTAMENTO DE TRANSITO DE GOIAS PROJETO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS. 1 I INSTALAÇÕES ELÉTRICAS DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DE GOIÁS. 1.0 - DADOS BÁSICOS: 1.1 - Edifício: Prédio

Leia mais

Governo do Estado do Rio de Janeiro Secretaria de Estado de Fazenda Departamento Geral de Administração e Finanças TERMO DE REFERÊNCIA

Governo do Estado do Rio de Janeiro Secretaria de Estado de Fazenda Departamento Geral de Administração e Finanças TERMO DE REFERÊNCIA TERMO DE REFERÊNCIA Código de Classificação: 13.02.01.15 1 DO OBJETO: A presente licitação tem por objeto a contratação de empresa para prestação dos serviços de cobertura securitária (seguro) para assegurar

Leia mais

A DESATIVAÇÃO OU REMOÇÃO DA CHAVE SIGNIFICA A ELIMINAÇÃO DA MEDIDA PROTETORA CONTRA CHOQUES ELÉTRICOS E RISCO DE VIDA PARA OS USUÁRIOS DA INSTALAÇÃO.

A DESATIVAÇÃO OU REMOÇÃO DA CHAVE SIGNIFICA A ELIMINAÇÃO DA MEDIDA PROTETORA CONTRA CHOQUES ELÉTRICOS E RISCO DE VIDA PARA OS USUÁRIOS DA INSTALAÇÃO. Fornecimento de Energia Elétrica Nos banheiros deverão ser instalados um disjuntor bifásico no quadro de energia existente de cada quadrante conforme projeto. Deste quadro sairá a alimentação para os banheiros.

Leia mais

LIGAÇÃO NOVA E AUMENTO DE CARGA PARA UNIDADES CONSUMIDORAS COMPREENDIDAS EM ENTRADAS COLETIVAS EXISTENTES (PADRÃO ANTIGO)

LIGAÇÃO NOVA E AUMENTO DE CARGA PARA UNIDADES CONSUMIDORAS COMPREENDIDAS EM ENTRADAS COLETIVAS EXISTENTES (PADRÃO ANTIGO) LIGAÇÃO NOVA E AUMENTO DE CARGA PARA UNIDADES CONSUMIDORAS COMPREENDIDAS EM ENTRADAS COLETIVAS EXISTENTES (PADRÃO ANTIGO) Condições de atendimento Diretoria de Distribuição Gerência de Engenharia da Distribuição

Leia mais

Av. Presidente Vargas, 1261 CEP: 20071-004 - Centro - Rio de Janeiro Tel: +55 (21) 2532-2661

Av. Presidente Vargas, 1261 CEP: 20071-004 - Centro - Rio de Janeiro Tel: +55 (21) 2532-2661 TERMO DE REFERÊNCIA OBJETIVANDO A CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA PROJETO DOS SISTEMAS DE CFTV DA BIBLIOTECA PARQUE ESTADUAL DE MANGUINHOS BPM JUSTIFICATIVA A Biblioteca Parque Estadual de Manguinhos é um

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA OBJETIVANDO A AQUISIÇÃO E INSTALAÇÃO DE CATRACAS PARA O ACESSO A ÀREA DE SERVIÇOS DO MUSEU DO AMANHÃ

TERMO DE REFERÊNCIA OBJETIVANDO A AQUISIÇÃO E INSTALAÇÃO DE CATRACAS PARA O ACESSO A ÀREA DE SERVIÇOS DO MUSEU DO AMANHÃ TERMO DE REFERÊNCIA OBJETIVANDO A AQUISIÇÃO E INSTALAÇÃO DE CATRACAS PARA O ACESSO A ÀREA DE SERVIÇOS DO MUSEU DO AMANHÃ JUSTIFICATIVA O Museu do Amanhã será uma das âncoras do plano de revitalização da

Leia mais

CÓDIGO TÍTULO VERSÃO FORNECIMENTO DE ENERGIA ELÉTRICA EM TENSÃO SECUNDÁRIA EDIFICAÇÕES COLETIVAS COM SUBESTAÇÃO INSTALADA NO INTERIOR DA PROPRIEDADE

CÓDIGO TÍTULO VERSÃO FORNECIMENTO DE ENERGIA ELÉTRICA EM TENSÃO SECUNDÁRIA EDIFICAÇÕES COLETIVAS COM SUBESTAÇÃO INSTALADA NO INTERIOR DA PROPRIEDADE SISTEMA NORMATIVO CORPORATIVO PADRÃO TÉCNICO CÓDIGO TÍTULO VERSÃO PT.DT.PDN.03.14.009 SECUNDÁRIA EDIFICAÇÕES COLETIVAS COM SUBESTAÇÃO INSTALADA NO INTERIOR DA 01 APROVADO POR PAULO JORGE TAVARES DE LIMA

Leia mais

PRAÇA DOS ESPORTES E DA CULTURA MEMORIAL DESCRITIVO E ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA

PRAÇA DOS ESPORTES E DA CULTURA MEMORIAL DESCRITIVO E ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PRAÇA DOS ESPORTES E DA CULTURA MEMORIAL DESCRITIVO E ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PROJETO: ELÉTRICO Modelo: 3.000 m2 MAIO 2011 SUMÁRIO 1. GENERALIDADES... 03 2. DOCUMENTOS APLICÁVEIS... 04 3. DESCRIÇÃO DO PROJETO...

Leia mais

PROJETO DE SUBESTAÇÃO ABRIGADA DE

PROJETO DE SUBESTAÇÃO ABRIGADA DE PROJETO DE SUBESTAÇÃO ABRIGADA DE 750kVA DESTINADA AO PRÉDIO DA PROCURADORIA REGIONAL DO TRABALHO DE PERNAMBUCO, SITUADO NO MUNICÍPIO DE RECIFE NO ESTADO DE PERNAMBUCO. MEMORIAL DESCRITIVO 1. FINALIDADE:

Leia mais

TOMADA DE PREÇOS Nº 007/2014 UnC REFORMA TELHADO BLOCO D E ISOLAMENTO ACÚSTICO DE PAREDE GINÁSIO CAMPUS PORTO UNIÃO SC

TOMADA DE PREÇOS Nº 007/2014 UnC REFORMA TELHADO BLOCO D E ISOLAMENTO ACÚSTICO DE PAREDE GINÁSIO CAMPUS PORTO UNIÃO SC TOMADA DE PREÇOS Nº 007/2014 UnC REFORMA TELHADO BLOCO D E ISOLAMENTO ACÚSTICO DE PAREDE GINÁSIO CAMPUS PORTO UNIÃO SC 1 1 - PREÂMBULO 1.1 - A Fundação Universidade do Contestado, através do seu Departamento

Leia mais

INSTALAÇÕES ELÉTRICAS. Kathiane Queiroz

INSTALAÇÕES ELÉTRICAS. Kathiane Queiroz INSTALAÇÕES ELÉTRICAS Kathiane Queiroz ATERRAMENTO ELÉTRICO Sistema de aterramento elétrico ATERRAMENTO ELÉTRICO Mas o que é o terra? Qual a diferença entre terra, neutro, e massa(carcaça do Equipamento)?

Leia mais

PROJETO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS MEMORIAL DESCRITIVO

PROJETO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS MEMORIAL DESCRITIVO PROJETO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS MEMORIAL DESCRITIVO Instalação Nobreak 60 KVA - 380 V PROPRIETÁRIO: Procuradoria Geral de Justiça. 1 MEMORIAL DESCRITIVO 1. IDENTIFICAÇÃO DO PROJETO DADOS DO PROPRIETÁRIO

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO INSTALAÇÕES ELÉTRICAS

MEMORIAL DESCRITIVO INSTALAÇÕES ELÉTRICAS SITE: www.amm.org.br- E-mail: engenharia@amm.org.br AV. RUBENS DE MENDONÇA, N 3.920 CEP 78000-070 CUIABÁ MT FONE: (65) 2123-1200 FAX: (65) 2123-1251 MEMORIAL DESCRITIVO ELÉTRICO MEMORIAL DESCRITIVO INSTALAÇÕES

Leia mais

Infra-estrutura tecnológica

Infra-estrutura tecnológica Assessoria Técnica de Tecnologia da Informação ATTI Supervisão de Infra-estrutura Projeto de Informatização da Secretaria Municipal de Saúde do Município de São Paulo Infra-estrutura tecnológica Rede Lógica

Leia mais

SERVIÇO SOCIAL DO COMÉRCIO Administração Regional no Estado da Bahia. Criado e mantido pelos Empresários do Comércio de Bens, Serviços e Turismo

SERVIÇO SOCIAL DO COMÉRCIO Administração Regional no Estado da Bahia. Criado e mantido pelos Empresários do Comércio de Bens, Serviços e Turismo CONVITE N. 44/2012 MEMORIAL DESCRITIVO CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA PARA REALIZAÇÃO DE SERVIÇOS DE AJUSTES E CORREÇÕES EM INSTALAÇÕES ELÉTRICAS DO SESC COMÉRCIO, PARA INSTALAÇÃO DE MÁQUINAS DE

Leia mais

CADERNO DE ENCARGOS E ESPECIFICAÇÕES GERAIS

CADERNO DE ENCARGOS E ESPECIFICAÇÕES GERAIS CADERNO DE ENCARGOS E ESPECIFICAÇÕES GERAIS Instalação do sistema de geração de ozônio na piscina coberta do Centro de Atividades do SESC Ceilândia. Brasília-DF COMAP/DIAD Página 1 BASES TÉCNICAS PARA

Leia mais

Manual de Instruções de Instalação e Garantia. Aquecedor Universal Com Acionamento Digital

Manual de Instruções de Instalação e Garantia. Aquecedor Universal Com Acionamento Digital Manual de Instruções de Instalação e Garantia Aquecedor Universal Com Acionamento Digital Parabéns! Você acabou de adquirir um produto com a qualidade AQUAPLÁS Apresentação O Aquecedor AQUAPLÁS é utilizado

Leia mais

Responsavel Técnico: Kadner Pequeno Feitosa CREA 1600584594 Email-ativaprojetoseletricos@gmail.com

Responsavel Técnico: Kadner Pequeno Feitosa CREA 1600584594 Email-ativaprojetoseletricos@gmail.com Projeto Elétrico Padrão de Medição, fornecimento de energia em tensão primária 13.8kV, a partir da rede aérea de distribuição para atender Defensoria Pública do Estado da Paraíba. Responsavel Técnico:

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE EMPRESA DE MANUTENÇÃO PREVENTIVA E CORRETIVA DOS SISTEMAS DE SDAI E CFTV DA BIBLIOTECA PARQUE ESTADUAL BPE

TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE EMPRESA DE MANUTENÇÃO PREVENTIVA E CORRETIVA DOS SISTEMAS DE SDAI E CFTV DA BIBLIOTECA PARQUE ESTADUAL BPE TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE EMPRESA DE MANUTENÇÃO PREVENTIVA E CORRETIVA DOS SISTEMAS DE SDAI E CFTV DA BIBLIOTECA PARQUE ESTADUAL BPE 1. OBJETO Contratação de empresa especializada em serviços

Leia mais

SECRETARIA DE POLÍTICAS DE PROMOÇÃO DA IGUALDADE RACIAL SECRETARIA DE PLANEJAMENTO E FORMULAÇÃO DE POLÍTICAS PROJETO BÁSICO

SECRETARIA DE POLÍTICAS DE PROMOÇÃO DA IGUALDADE RACIAL SECRETARIA DE PLANEJAMENTO E FORMULAÇÃO DE POLÍTICAS PROJETO BÁSICO 1 SECRETARIA DE POLÍTICAS DE PROMOÇÃO DA IGUALDADE RACIAL SECRETARIA DE PLANEJAMENTO E FORMULAÇÃO DE POLÍTICAS PROJETO BÁSICO 1 DO OBJETO 1.1 Contratação de empresa especializada nos serviços de reforma

Leia mais

ANEXO XIII - MEMORIAL DESCRITIVO

ANEXO XIII - MEMORIAL DESCRITIVO ANEXO XIII - MEMORIAL DESCRITIVO 1 - APRESENTAÇÃO: O presente memorial visa descrever as diretrizes básicas que devem ser observadas na reformulação da iluminação pública do Parque Marinha do Brasil. 2

Leia mais

TREVO CARRION JUNIOR (VIADUTOS DO AEROPORTO) E ENTORNO REFORMULAÇÃO DA REDE DE DISTRIBUIÇÃO DE IP I L U M I N A Ç Ã O P Ú B L I C A

TREVO CARRION JUNIOR (VIADUTOS DO AEROPORTO) E ENTORNO REFORMULAÇÃO DA REDE DE DISTRIBUIÇÃO DE IP I L U M I N A Ç Ã O P Ú B L I C A ANEXO XIV - MEMORIAL DESCRITIVO 1 - APRESENTAÇÃO: O presente memorial visa descrever as diretrizes básicas que devem ser observadas na reformulação da iluminação pública do Trevo Carrion Junior (Viadutos

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO SISTEMA DE PROTEÇÃO CONTRA DECARGAS ATMOSFÉRICAS SPDA PROMOTORIAS DE JUSTIÇA DO MUNICÍPIO DE PRIMAVERA DO LESTE MT

MEMORIAL DESCRITIVO SISTEMA DE PROTEÇÃO CONTRA DECARGAS ATMOSFÉRICAS SPDA PROMOTORIAS DE JUSTIÇA DO MUNICÍPIO DE PRIMAVERA DO LESTE MT MEMORIAL DESCRITIVO SISTEMA DE PROTEÇÃO CONTRA DECARGAS ATMOSFÉRICAS SPDA PROMOTORIAS DE JUSTIÇA DO MUNICÍPIO DE PRIMAVERA DO LESTE MT CUIABÁ, ABRIL DE 2014 SUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO 3 2. METODOLOGIA E TIPO

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO E MEMORIAL DE CÁLCULO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS

ESPECIFICAÇÃO E MEMORIAL DE CÁLCULO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS ESPECIFICAÇÃO E MEMORIAL DE CÁLCULO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS OBRA: C.M.E.I TIA JOVITA LOCAL: RUA PARACATU C/ RUA 4 C/ AVENIDA CRUZEIRO DO SUL - VILA PEDROSO. GOIÂNIA / GO. 1 1.0 - MEMORIAL DESCRITIVO.

Leia mais

ATERRAMENTO ELÉTRICO 1 INTRODUÇÃO 2 PARA QUE SERVE O ATERRAMENTO ELÉTRICO? 3 DEFINIÇÕES: TERRA, NEUTRO, E MASSA.

ATERRAMENTO ELÉTRICO 1 INTRODUÇÃO 2 PARA QUE SERVE O ATERRAMENTO ELÉTRICO? 3 DEFINIÇÕES: TERRA, NEUTRO, E MASSA. 1 INTRODUÇÃO O aterramento elétrico, com certeza, é um assunto que gera um número enorme de dúvidas quanto às normas e procedimentos no que se refere ao ambiente elétrico industrial. Muitas vezes, o desconhecimento

Leia mais

ORIENTAÇÃO PARA USO DE EQUIPAMENTOS ELÉTRICOS

ORIENTAÇÃO PARA USO DE EQUIPAMENTOS ELÉTRICOS ORIENTAÇÃO PARA USO DE EQUIPAMENTOS ELÉTRICOS Anexo 3 do PRO-3209-74-24-03 Pág.: 1 de 5 RECOMENDAÇÕES GERAIS: - Não serão permitidos eletricistas da contratada intervirem nas instalações da contratante,

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS ANEXO A TERMO DE REFERÊNCIA GEMAP Nº 02/2008

MINISTÉRIO DA FAZENDA SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS ANEXO A TERMO DE REFERÊNCIA GEMAP Nº 02/2008 MINISTÉRIO DA FAZENDA SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS ANEXO A TERMO DE REFERÊNCIA GEMAP Nº 02/2008 1 DO OBJETO Visa à contratação de empresa especializada nos serviços de fornecimento, entrega e instalação

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA OBJETIVANDO A CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA EM TRANSPORTE DE VALORES.

TERMO DE REFERÊNCIA OBJETIVANDO A CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA EM TRANSPORTE DE VALORES. TERMO DE REFERÊNCIA OBJETIVANDO A CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA EM TRANSPORTE DE VALORES. JUSTIFICATIVA O Museu do Amanhã será uma das âncoras do plano de revitalização da região portuária da cidade

Leia mais

ANEXO I Condições gerais e Especificações Técnicas. Objeto.. A presente especificação técnica e condições gerais estabelecem os requisitos mínimos que deverão ser atendidos para a CONTRATAÇÃO DE EMPRESA

Leia mais

Conselho Regional de Enfermagem de Mato Grosso do Sul Sistema Cofen/Conselhos Regionais - Autarquia Federal criada pela Lei Nº 5.

Conselho Regional de Enfermagem de Mato Grosso do Sul Sistema Cofen/Conselhos Regionais - Autarquia Federal criada pela Lei Nº 5. TERMO DE REFERÊNCIA I DO OBJETO 1.1. Contratação de pessoa jurídica especializada para prestação de serviço de limpeza e desinfecção de caixa d água para subseção de Dourados/MS do Coren/MS, conforme as

Leia mais

Capítulo VI. Lista de verificação para prontuário, projetos e ensaios elétricos Por Marcus Possi* Inspeção de instalações elétricas

Capítulo VI. Lista de verificação para prontuário, projetos e ensaios elétricos Por Marcus Possi* Inspeção de instalações elétricas 44 Capítulo VI Lista de verificação para prontuário, projetos e ensaios elétricos Por Marcus Possi* Da mesma forma que se deve fazer com os elementos que formam uma instalação elétrica no seu sentido físico,

Leia mais

TERMOS DE REFERÊNCIA

TERMOS DE REFERÊNCIA 1. INTRODUÇÃO Para realização de suas atividades técnicas e administrativas a Agência Nacional de Telecomunicações Anatel utiliza-se de sistemas informatizados, sendo eles adquiridos no mercado ou desenvolvidos

Leia mais

Coordenadoria Regional de Desenvolvimento da Educação / CREDE 12 Quixadá/CE E-mail: gerlania.oliveira@crede12.seduc.ce.gov.br

Coordenadoria Regional de Desenvolvimento da Educação / CREDE 12 Quixadá/CE E-mail: gerlania.oliveira@crede12.seduc.ce.gov.br Carta Convite Nº 0017/2015 Natureza da Despesa: Manutenção e Conservação de Bens e imóveis Fonte do Recurso: Função Programática nº 22100022.12.122.500.28114.2200000.33903900.00.0.20-4816 Data da Emissão:

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS MANUTENÇÃO COM CUSTO REGRESSIVO E EFICIENTIZAÇÃO DO SISTEMA DE ILUMINAÇÃO PÚBLICA DO MUNICÍPIO DE ITAÚNA - MG

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS MANUTENÇÃO COM CUSTO REGRESSIVO E EFICIENTIZAÇÃO DO SISTEMA DE ILUMINAÇÃO PÚBLICA DO MUNICÍPIO DE ITAÚNA - MG ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS MANUTENÇÃO COM CUSTO REGRESSIVO E EFICIENTIZAÇÃO DO SISTEMA DE ILUMINAÇÃO PÚBLICA DO MUNICÍPIO DE - MG OUTUBRO DE 2.014 1 OBJETIVO: Especificar os materiais a serem empregados na

Leia mais

ü Não é permitido utilizar a tubulação da rede elétrica para passagem dos

ü Não é permitido utilizar a tubulação da rede elétrica para passagem dos VÍDEO PORTEIRO COLORIDO VIP COLOR 7 Manual de Instalação 1) APRESENTAÇÃO DO PRODUTO A Amelco, oferece cada vez mais soluções em segurança eletrônica para seus clientes e apresenta o Vídeo Porteiro com

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PREGÃO ELETRÔNICO Nº 13/2013 PROCESSO N 787-09.00/13-4

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PREGÃO ELETRÔNICO Nº 13/2013 PROCESSO N 787-09.00/13-4 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PREGÃO ELETRÔNICO Nº 13/2013 PROCESSO N 787-09.00/13-4 Contrato AJDG n.º 031/2013 O ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, por intermédio da PROCURADORIA- GERAL DE JUSTIÇA, órgão

Leia mais

DISPENSA DE LICITAÇÃO ELETRÔNICA Nº. 18319

DISPENSA DE LICITAÇÃO ELETRÔNICA Nº. 18319 Processo nº. 200910267000429 Data da Realização: 09/12/2009 Horário: 09:00 horas Local: www.comprasnet.go.gov.br DISPENSA DE LICITAÇÃO ELETRÔNICA Nº. 18319 A FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA DO ESTADO DE

Leia mais

CONVITE Nº 017/2006 Processo nº 05351/2006

CONVITE Nº 017/2006 Processo nº 05351/2006 CONVITE Nº 017/2006 Processo nº 05351/2006 O Tribunal de Contas do Estado do Tocantins, por intermédio da Comissão Permanente de Licitação, instituída pelas Portarias nº 1.262, de 14 de dezembro de 2005

Leia mais

ENDEREÇO: CIDADE: ESTADO:

ENDEREÇO: CIDADE: ESTADO: CONVIDADO / CGC: CARTA CONVITE CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA DE TELECOMUNICAÇÕES E COMUNICAÇÃO DE DADOS PARA A PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE FRAME-RELAY PARA CONECTIVIDADE DA REDE DE DADOS DO À DO SERPRO.

Leia mais

ND-2.009 Ligação de Edifícios com Transformadores

ND-2.009 Ligação de Edifícios com Transformadores ND-2.009 Ligação de Edifícios com Transformadores em Pedestal Norma Técnica Distribuição de Energia Elétrica ND-2.009 Ligação de Edifícios com Transformadores em Pedestal Autores: Plácido Antonio Brunheroto

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA ITEM DESCRIÇÃO QUANT. UNIDADE DE MEDIDA III INFORMAÇÕES TÉCNICAS DOS PRODUTOS A SEREM ADQUIRIDOS ESPECIFICAÇÃO

TERMO DE REFERÊNCIA ITEM DESCRIÇÃO QUANT. UNIDADE DE MEDIDA III INFORMAÇÕES TÉCNICAS DOS PRODUTOS A SEREM ADQUIRIDOS ESPECIFICAÇÃO TERMO DE REFERÊNCIA I - OBJETO I.I Constitui objeto a aquisição de bandeiras oficiais do Brasil e do Distrito Federal e confecção de bandeira oficial do FNDE de acordo com as especificações, quantidades

Leia mais

EEEP PROFESSOR GUSTAVO AUGUSTO LIMA E-mail: eeepgustavolima@escola.ce.gov.br Lavras da Mangabeira Ceará

EEEP PROFESSOR GUSTAVO AUGUSTO LIMA E-mail: eeepgustavolima@escola.ce.gov.br Lavras da Mangabeira Ceará MINUTA DO CONVITE Nº 030/2014. Natureza da Despesa: SERVIÇOS PESSOA JURÍDICA 3390390091 - REPASSE PARA MANUTENÇÃO DE ESCOLAS Data de Emissão: 29/09/2013 Data da Licitação: 09/10/2014 Hora da Licitação:

Leia mais

PROCESSO SELETIVO Nº 002/2015

PROCESSO SELETIVO Nº 002/2015 PROCESSO SELETIVO Nº 002/2015 INSTITUTO DE GESTÃO EM SAÚDE INSTITUTO GERIR, Associação sem fins lucrativos, inscrito no CNPJ sob o nº 14.963.977/0001-19, qualificado como Organização Social pelo Estado

Leia mais

FÓRUM DE POÇÕES MEMORIAL DESCRITIVO DO PROJETO DAS INSTALAÇÕES DE PROTEÇÃO CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO E SPDA

FÓRUM DE POÇÕES MEMORIAL DESCRITIVO DO PROJETO DAS INSTALAÇÕES DE PROTEÇÃO CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO E SPDA TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA FÓRUM DE POÇÕES MEMORIAL DESCRITIVO DO PROJETO DAS INSTALAÇÕES DE PROTEÇÃO CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO E SPDA EMPRESA RESPONSÁVEL: Senemig Engenharia LTDA RESPONSÁVEIS

Leia mais

a) MORTE POR ACIDENTE Garante aos beneficiários do segurado o pagamento do valor do capital contratado;

a) MORTE POR ACIDENTE Garante aos beneficiários do segurado o pagamento do valor do capital contratado; TERMO DE REFERÊNCIA Código de Classificação: 13.02.01.15 1 DO OBJETO: A presente licitação tem por objeto a contratação de empresa para prestação dos serviços de cobertura securitária (seguro) para assegurar

Leia mais

Estado do Rio Grande do Sul MUNICIPIO DE ERECHIM PREFEITURA MUNICIPAL Praça da Bandeira, 354 Fone: 54 520 7000 99700-000 Erechim RS

Estado do Rio Grande do Sul MUNICIPIO DE ERECHIM PREFEITURA MUNICIPAL Praça da Bandeira, 354 Fone: 54 520 7000 99700-000 Erechim RS MINUTA 175/2014 CONTRATO ADMINISTRATIVO N.º /2014 PROCESSO N.º 8287/2014 - PREGÃO PRESENCIAL N.º 153/2014 AQUISIÇÃO DE PEÇAS PARA CONSERTO DA MÁQUINA M-65 - SECRETARIA MUNICIPAL DE OBRAS PÚBLICAS E HABITAÇÃO

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA OBJETIVANDO A CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MARMORARIA A SEREM EXECUTADOS NO MUSEU DO AMANHÃ.

TERMO DE REFERÊNCIA OBJETIVANDO A CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MARMORARIA A SEREM EXECUTADOS NO MUSEU DO AMANHÃ. TERMO DE REFERÊNCIA OBJETIVANDO A CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MARMORARIA A SEREM EXECUTADOS NO MUSEU DO AMANHÃ. JUSTIFICATIVA O Museu do Amanhã será uma das âncoras

Leia mais

Prefeitura Municipal de Floriano Peixoto 01.612.289/0001-62 Avenida Alfredo Joahnes Dücker - 99.910-000 - Floriano Peixoto/RS EDITAL DE LICITAÇÃO

Prefeitura Municipal de Floriano Peixoto 01.612.289/0001-62 Avenida Alfredo Joahnes Dücker - 99.910-000 - Floriano Peixoto/RS EDITAL DE LICITAÇÃO Prefeitura Municipal de Floriano Peixoto 01.612.289/0001-62 Avenida Alfredo Joahnes Dücker - 99.910-000 - Floriano Peixoto/RS EDITAL DE LICITAÇÃO Processo...: 8/2015 Modalidade.: Convite Número...: 6/2015

Leia mais

Ministério da Fazenda SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS

Ministério da Fazenda SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS PROJETO BÁSICO GESER Nº 04/07 FISCALIZAÇÃO DA OBRA DE IMPLANTAÇÃO DO SISTEMA DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO 1. OBJETO Contratação de empresa especializada para prestação de serviços de fiscalização

Leia mais

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 26/14

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 26/14 Processo n o. 59/14. ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 26/14 Pregão 34/14. ATA DE REGISTRO DE PREÇOS QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICÍPIO DE SANTA ROSA DE VITERBO E A EMPRESA SINASP SINALIZAÇÃO E ENGENHARIA LTDA.

Leia mais

ESTADO DO AMAZONAS CÂMARA MUNICIPAL DE PARINTINS COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO

ESTADO DO AMAZONAS CÂMARA MUNICIPAL DE PARINTINS COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO CONTRATO Nº 002/2013-CMP TERMO DE CONTRATO QUE ENTRE FAZEM, DE UM LADO A CÂMARA MUNICIPAL DE PARINTINS-AM, E DE OUTRO LADO A EMPRESA R. N. SERVIÇOS DE TELECOMUNICAÇÕES LTDA, INSCRITA NO CNPJ Nº. 08.277.259/0001-96,

Leia mais

MUNICÍPIO DE PORTO FERREIRA Estado de São Paulo DIVISÃO DE SUPRIMENTOS Seção de Licitações e Contratos

MUNICÍPIO DE PORTO FERREIRA Estado de São Paulo DIVISÃO DE SUPRIMENTOS Seção de Licitações e Contratos INSTRUÇÕES GERAIS PARA OBTENÇÃO DO C.R.C. (CERTIFICADO DE REGISTRO CADASTRAL), CONFORME DISPOSTO NA LEI Nº 8.666/93 1. CADASTRAMENTO 1.1 PROCEDIMENTO 1.1.1 A empresa interessada em obter o Certificado

Leia mais

INSTALAÇÕES ELÉTRICAS PREDIAIS

INSTALAÇÕES ELÉTRICAS PREDIAIS INSTALAÇÕES ELÉTRICAS PREDIAIS Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 8º Período Turmas C01, C02 e C03 Disc. Construção Civil II 1 O PROJETO ASPECTOS IMPORTANTES PARA O ELETRICISTA

Leia mais

ANEXO 1 - TERMO DE REFERÊNCIA Substituição das telhas de alumínio da marquise frontal do prédio sede da Justiça Federal ES

ANEXO 1 - TERMO DE REFERÊNCIA Substituição das telhas de alumínio da marquise frontal do prédio sede da Justiça Federal ES 1 ANEXO 1 - TERMO DE REFERÊNCIA Substituição das telhas de alumínio da marquise frontal do prédio sede da Justiça Federal ES 1 OBJETO: 1.1 Contratação de empresa para substituição de telhas de alumínio

Leia mais

Estado do Amazonas PREFEITURA MUNICIPAL DE TONANTINS CNPJ: 04.628.608/0001-16 Endereço: Rua Leopoldo Peres, s/n Centro, Tonantins AM

Estado do Amazonas PREFEITURA MUNICIPAL DE TONANTINS CNPJ: 04.628.608/0001-16 Endereço: Rua Leopoldo Peres, s/n Centro, Tonantins AM EDITAL CONVITE Nº 002/2015 1 PREÂMBULO 1.1. A, através da COMISSÃO MUNICIPAL DE LICITAÇÃO CML, adiante denominada simplesmente CML, CONVIDA essa firma para participar do certame licitatório, na modalidade

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA COORDENAÇÃO DE COMPRAS COSCOM (GESUS) 1 de 9 OBJETIVO: Este Termo de Referência tem por objetivo definir o escopo do processo licitatório de constituição de Registro de Preço para eventual contratação

Leia mais

Manual de Instalação e Operações

Manual de Instalação e Operações Manual de Instalação e Operações Acionador On/Off Bivolt Sistema de Aquecimento para banheira de hidromassagem PARA SUA SEGURANÇA: Antes de Instalar este produto, leia atentamente este manual de instruções.

Leia mais

Guia de instalação AC 2014 AC 2017

Guia de instalação AC 2014 AC 2017 Guia de instalação AC 2014 AC 2017 Antena Yagi Dual Band AC 2014 AC 2017 Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e segurança Intelbras. Este guia foi desenvolvido para ser utilizado

Leia mais

Jato suave e concentrado; Chuveiro com chave seletora para ajuste da temperatura (4 temperaturas); Inovação tecnológica;

Jato suave e concentrado; Chuveiro com chave seletora para ajuste da temperatura (4 temperaturas); Inovação tecnológica; 1 1. INFORMAÇÕES GERAIS Função O Chuveiro tem como função principal fornecer água com vazão adequada à higiene pessoal. Aplicação Utilizado para higiene pessoal em banheiros ou áreas externas como piscinas.

Leia mais

Aplicação de Condutores de Alumínio em Medição de Consumidor em BT

Aplicação de Condutores de Alumínio em Medição de Consumidor em BT Aplicação de Condutores de Alumínio em Medição de Consumidor em BT 1 Escopo Esta ITA Ampla, tem por objetivo estabelecer os procedimentos a serem adotados para aplicação de condutores de alumínio em substituição

Leia mais

MOD. 225-10.000-03/2009 - Gráfica Garilli - Agência PUC Propaganda

MOD. 225-10.000-03/2009 - Gráfica Garilli - Agência PUC Propaganda MOD. 225 -.000-03/2009 - Gráfica Garilli - Agência PUC Propaganda Rua Xavier de Toledo, 640 Vila Paulicéia São Bernardo do Campo, SP CEP: 09692-030 Geral: Tel.: (11) 4176-7877 Fax: (11) 4176-7879 E-Mail:

Leia mais

ESTADO DO RIO DE JANEIRO PREFEITURA MUNICIPAL DE VOLTA REDONDA SECRETARIA MUNICIPAL DE GOVERNO COORDENADORIA-GERAL DE LICITAÇÕES ATENÇÃO

ESTADO DO RIO DE JANEIRO PREFEITURA MUNICIPAL DE VOLTA REDONDA SECRETARIA MUNICIPAL DE GOVERNO COORDENADORIA-GERAL DE LICITAÇÕES ATENÇÃO 1 ATENÇÃO As empresas interessadas em participar deste Convite, deverão passar um fax para a Coordenadoria Geral de Licitação (24) 3339-9038/3339-9071 ou email cgl@vr.rj.gov.br, confirmando a retirada

Leia mais

DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA: 41.20.02 MOBILIÁRIO EM GERAL - R$ 16.000,00 (Dezesseis mil reais).

DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA: 41.20.02 MOBILIÁRIO EM GERAL - R$ 16.000,00 (Dezesseis mil reais). PROCESSO N.º 003/2013 LICITAÇÃO Nº 003/2013-CONVITE TIPO: MENOR PREÇO POR LOTE À EMPRESA: ENDEREÇO: O Conselho Regional de Administração-CRA, através de sua Comissão Permanente de Licitação, nos termos

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 017/2007 TIPO: MENOR PREÇO

CARTA CONVITE Nº 017/2007 TIPO: MENOR PREÇO CARTA CONVITE Nº 017/2007 TIPO: MENOR PREÇO PROCESSO Nº 017/2007 Tipo de Licitação: MENOR PREÇO DATA: 22/08/2007 HORÁRIO: 10:00 HORAS LOCAL: Universidade de Brasília Campus Universitário Darcy Ribeiro

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA PREGÃO ELETRÔNICO N.º 13/2011 PROCESSO MPT/MS-PRT- 24ª REGIÃO N.º 08154.0000253/2011 1. DO OBJETO 1.1 Contratação de empresa especializada na prestação de serviços de tratamento

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÕES PREGÃO ELETRÔNICO Nº 10/2008

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÕES PREGÃO ELETRÔNICO Nº 10/2008 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÕES PREGÃO ELETRÔNICO Nº 10/2008 ATA DO REGISTRO DE PREÇOS CONTRATAÇÃO DE EMPRESA DO RAMO DE PRESTAÇÃO DE

Leia mais

ESTADO DO RIO DE JANEIRO PREFEITURA MUNICIPAL DE VOLTA REDONDA SECRETARIA MUNICIPAL DE GOVERNO COORDENADORIA-GERAL DE LICITAÇÕES ATENÇÃO

ESTADO DO RIO DE JANEIRO PREFEITURA MUNICIPAL DE VOLTA REDONDA SECRETARIA MUNICIPAL DE GOVERNO COORDENADORIA-GERAL DE LICITAÇÕES ATENÇÃO 1 ATENÇÃO As empresas interessadas em participar deste Convite, deverão passar um fax para a Coordenadoria Geral de Licitação (24) 3339-9038/3339-9071, confirmando a retirada deste edital pela internet.

Leia mais

EDITAL DE CARTA CONVITE N 06/2008

EDITAL DE CARTA CONVITE N 06/2008 EDITAL DE CARTA CONVITE N 06/2008 OBJETO: Contratação de empresa para PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE HOSPEDAGEM FONTE DOS RECURSOS: Convênio nº 046/2007 firmado com a Fundação Cultural Palmares Ministério da

Leia mais

PROCESSO Nº. 650081044 EDITAL DE CREDENCIAMENTO Nº. 060/2011 RECEBIMENTO DAS PROPOSTAS DE CREDENCIAMENTO

PROCESSO Nº. 650081044 EDITAL DE CREDENCIAMENTO Nº. 060/2011 RECEBIMENTO DAS PROPOSTAS DE CREDENCIAMENTO PROCESSO Nº. 650081044 EDITAL DE CREDENCIAMENTO Nº. 060/2011 RECEBIMENTO DAS PROPOSTAS DE CREDENCIAMENTO Data: A partir do dia 22/06/2011 Local: FAPEU SETOR DE LICITAÇÃO (Campus Universitário s/nº, Trindade,

Leia mais

Aquisição com instalação de Geradores e Nobreaks com ENTREGA ÚNICA conforme especificação abaixo para uso dos Postos de Fiscalização Interestaduais.

Aquisição com instalação de Geradores e Nobreaks com ENTREGA ÚNICA conforme especificação abaixo para uso dos Postos de Fiscalização Interestaduais. 1. DO OBJETO: Código de Classificação: 13.02.01.15 TERMO DE REFERÊNCIA Aquisição com instalação de Geradores e Nobreaks com ENTREGA ÚNICA conforme especificação abaixo para uso dos Postos de Fiscalização

Leia mais

Manual Técnico. Transformadores de Potência. Versão: 5

Manual Técnico. Transformadores de Potência. Versão: 5 Manual Técnico Transformadores de Potência Versão: 5 Índice 2 8 Página 1 1 INTRODUÇÃO Este manual fornece instruções referentes ao recebimento, instalação e manutenção dos transformadores de potência a

Leia mais

CENTRO DE EDUCAÇÃO E ESPORTES GERAÇÃO FUTURA

CENTRO DE EDUCAÇÃO E ESPORTES GERAÇÃO FUTURA MEMORIAL DESCRITIVO E JUSTIFICATIVO DE CÁLCULO PROJETO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS EM MÉDIA TENSÃO 13.8KV CENTRO DE EDUCAÇÃO E ESPORTES GERAÇÃO FUTURA RUA OSVALDO PRIMO CAXILÉ, S/N ITAPIPOCA - CE 1. INTRODUÇÃO

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO DE DISTRIBUIÇÃO Título CONDUTOR DE ALUMÍNIO MULTIPLEXADO

ESPECIFICAÇÃO DE DISTRIBUIÇÃO Título CONDUTOR DE ALUMÍNIO MULTIPLEXADO ESPECIFICAÇÃO DE DISTRIBUIÇÃO Título CONDUTOR DE ALUMÍNIO MULTIPLEXADO Código ETD-00.023 Data da emissão 28.12.1993 Data da última revisão 09.09.2009 Folha 1 SUMÁRIO 1 Objetivo 2 Normas Complementares

Leia mais

CONVITE Nº 11/2010. DATA E HORÁRIO PARA RECEBIMENTO E ABERTURA DOS ENVELOPES Dia 13 / 05 / 2010 às 15 horas

CONVITE Nº 11/2010. DATA E HORÁRIO PARA RECEBIMENTO E ABERTURA DOS ENVELOPES Dia 13 / 05 / 2010 às 15 horas CONVITE Nº 11/2010 DATA E HORÁRIO PARA RECEBIMENTO E ABERTURA DOS ENVELOPES Dia 13 / 05 / 2010 às 15 horas 01. DISPOSIÇÕES INICIAIS 1.1 O Senac Departamento Nacional torna público que, na Seção de Material,

Leia mais

FUNDAÇÃO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA GUAMÁ

FUNDAÇÃO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA GUAMÁ ANEXO I ATO CONVOCATÓRIO Nº 002/2012 TERMO DE REFERÊNCIA OBJETO: Contratação de Empresa para Recrutamento, Seleção e Contratação de Pessoal para Treinamento, Capacitação e Consultoria à Fundação de Ciência

Leia mais

ORIENTAÇÃO TÉCNICA - DISTRIBUIÇÃO OTD 035.03.04 REDE COMPACTA - TRANSFORMADOR. Sumário

ORIENTAÇÃO TÉCNICA - DISTRIBUIÇÃO OTD 035.03.04 REDE COMPACTA - TRANSFORMADOR. Sumário Sumário 1. Objetivo 2. Âmbito de Aplicação 3. Documentos de Referência 4. Requisitos Ambientais 5. Condições Gerais 6. Estrutura CE2H TR (2º Nível) Poste de Concreto de Seção Circular 7. Estrutura CE2H

Leia mais

1) Entendendo a eletricidade

1) Entendendo a eletricidade 1) Entendendo a eletricidade 1 2) Circuitos Modelix 2 3) Utilizando o Sistema Esquemático Modelix-G (Modelix-Grafix) 6 4) Fazendo montagens com os Circuitos Modelix 7 5) Exercícios para treinar 8 Objetivo:

Leia mais

SEGUNDA ATUALIZAÇÃO DA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº.006/2015 PREGÃO PRESENCIAL Nº.008/2015. VALIDADE: 01/04/2016

SEGUNDA ATUALIZAÇÃO DA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº.006/2015 PREGÃO PRESENCIAL Nº.008/2015. VALIDADE: 01/04/2016 SEGUNDA ATUALIZAÇÃO DA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº.006/2015 PREGÃO PRESENCIAL Nº.008/2015. VALIDADE: 01/04/2016 Aos três dias do mês de junho de 2015, o Município de Santo Antônio da Patrulha/RS, neste

Leia mais

ANEXO I. Caderno de Encargos de Infra-estrutura para Implantação de Estação Remota de Radiomonitoragem - ERM

ANEXO I. Caderno de Encargos de Infra-estrutura para Implantação de Estação Remota de Radiomonitoragem - ERM ANEXO I Caderno de Encargos de Infra-estrutura para Implantação de Estação Remota de Radiomonitoragem - ERM CIDADE: VOTORANTIM/SP 1. Serviços Preliminares 1.1. Acesso Existe estrada de acesso ao local

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA PROCESSO Nº: 21218.000183/2011-59

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA PROCESSO Nº: 21218.000183/2011-59 ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA PROCESSO Nº: 21218.000183/2011-59 1. DA JUSTIFICATIVA 1.1 Dotar de melhores condições de trabalho a sala 12, da SUREG/AM, na qual atuam os empregados designados para compor

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MUNICIPIO DE ITATIBA DO SUL COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÕES EDITAL DE TOMADA DE PREÇOS N 003/2013

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MUNICIPIO DE ITATIBA DO SUL COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÕES EDITAL DE TOMADA DE PREÇOS N 003/2013 EDITAL DE TOMADA DE PREÇOS N 003/2013 O Município de Itatiba do Sul, Estado do Rio Grande do Sul, torna público para o conhecimento dos interessados, que em conformidade com a Lei Federal n.º 8.666/93

Leia mais

REFORMA MEMORIAL DESCRITIVO ELÉTRICO

REFORMA MEMORIAL DESCRITIVO ELÉTRICO REFORMA MEMORIAL DESCRITIVO ELÉTRICO CAMPUS CAMPO LARGO 1 IDENTIFICAÇÃO Obra: Reforma de Laboratórios e Salas de Aula. Local: Rua Engenheiro Tourinho, 829 Vila Solenen. Campus: Instituto Fed. de Ciência

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. Contratação de empresa especializada para serviços de desmontagem, remoção e montagem

TERMO DE REFERÊNCIA. Contratação de empresa especializada para serviços de desmontagem, remoção e montagem Contratação de empresa especializada para serviços de desmontagem, remoção e montagem de 01 (um) Arquivo Deslizante, com acionamento mecânico, destinados ao armazenamento de documentos e acervos do SEBRAE

Leia mais

CONSIDENRANDO o frequente deslocamento dos gerentes e demais coordenadores entre os dois parques;

CONSIDENRANDO o frequente deslocamento dos gerentes e demais coordenadores entre os dois parques; TERMO DE REFERÊNCIA OBJETIVANDO A CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA PARA LOCAÇÃO DE VEÍCULO TIPO PASSEIO PARA OS EQUIPAMENTOS PARQUE SANTANA E PARQUE URBANO DA MACAXEIRA. JUSTIFICATIVA CONSIDENRANDO

Leia mais

ANEXO I CONVITE N 001/2008-ER02/RJ. Caderno de Encargos de Infra-estrutura para Implantação de Estação Remota de Radiomonitoragem - ERM

ANEXO I CONVITE N 001/2008-ER02/RJ. Caderno de Encargos de Infra-estrutura para Implantação de Estação Remota de Radiomonitoragem - ERM ANEXO I CONVITE N 001/2008-ER02/RJ Caderno de Encargos de Infra-estrutura para Implantação de Estação Remota de Radiomonitoragem - ERM 1.Serviços Preliminares 1.1.Acesso CIDADE: CAMPOS/RJ O local onde

Leia mais

EDITAL DE CREDENCIAMENTO N.º 07/2015 PLANTÃO MÉDICO DE ESPECIALIDADES

EDITAL DE CREDENCIAMENTO N.º 07/2015 PLANTÃO MÉDICO DE ESPECIALIDADES EDITAL DE CREDENCIAMENTO N.º 07/2015 PLANTÃO MÉDICO DE ESPECIALIDADES O Município de Não-Me-Toque comunica aos interessados que está procedendo ao CHAMAMENTO PÚBLICO no horário das 8:15 às 11:33h e das

Leia mais

CARTA CONSULTA Nº 008/2015

CARTA CONSULTA Nº 008/2015 CARTA CONSULTA Nº 008/2015 A Fundação de Apoio `Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação FAPEB, por intermédio do Chefe do Setor de Licitação, convida as empresas cadastradas a participar da licitação na modalidade

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO CONVITE Nº 08/2012 PROCESSO N.19.544/2012

EDITAL DE LICITAÇÃO CONVITE Nº 08/2012 PROCESSO N.19.544/2012 1 EDITAL DE LICITAÇÃO CONVITE Nº 08/2012 PROCESSO N.19.544/2012 1. PREÂMBULO 1.1 A FACULDADE ESTADUAL DE CIENCIAS E LETRAS DE CAMPO MOURÃO - FECILCAM, por seu diretor Antônio Carlos Aleixo, nomeado pelo

Leia mais