MEIA MARATONA DE ÉVORA

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MEIA MARATONA DE ÉVORA"

Transcrição

1 MEIA MARATONA DE ÉVORA Medição Efectuada Por João Cândido e Cláudia Viegas 31 de Outubro de 2015 Página 1 de 18

2 Índice Relatório técnico pág. 3 Mapa do percurso pág. 5 Altimetria do percurso pág. 6 Pressupostos pág. 7 Descrição do percurso pág. 7 Localização base de calibragem.km1/km pág. 11 Localização km 8/ pág.12 Localização km 20/21 e meta pág.13 Fotografias Partida /km1/km pág.14 Km 6/km pág.15 Km 12/km 16 e retorno pág.16 Km 17/km21 e meta pág.17 Base de calibragem (ponto A e ponto B) pág.18 Página 2 de 18

3 RELATORIO TÉCNICO 1.Assunto Relatório técnico da prova meia maratona de Évora edição de 2015 para efetuar no dia 22 de novembro de Equipa De Medidores Foram nomeados pela federação portuguesa de atletismo os medidores de grau nacional João Cândido e estagiária Cláudia Viegas. 3.Base De Calibragem Foi construída uma base de calibragem em Évora com 300m. 4.Percurso a) distância A distância a obter seria de 21097,5m. b) Trajetória de medição. A medição iniciou- se no ponto de partida que coincide com a meta. A medição seguiu o mesmo percurso e trajetórias que os atletas efetuarão no dia da corrida. Para esta medição respeitaram- se os critérios descritos nos pressupostos. c) itinerário O itinerário da medição e o mesmo do mapa da pagina 6. d) resultados da medição Após a medição obtiveram- se os seguintes resultados: m e 21318,5m respectivamente. Para efeitos de acertos a medição de menor valor foi a considerada. e) acertos De acordo com a organização o acerto foi efectuado no ponto de retorno. Página 3 de 18

4 Atrasou- se o ponto de retorno fictício em 102m,acrescentando o dobro desta distância a todos os quilómetros depois do retorno menos a correcção que havia a fazer depois de se alterar a constante do dia depois da Pós calibragem. Todos os km s foram corrigidos. F) Itinerário definitivo O percurso medido foi considerado. G) Conclusões O acerto foi efectuado com Bicicleta calibrada. A partida e a chegada são coincidentes. A medição e respectivo acerto permitem concluir que a prova tem a distância de 21097,5m.A partida a meta e o km 20 estão marcados com tinta. Retorno e quilómetro 15 com prego e anilha no solo Todos os restantes km s estão marcados com tinta. 5.Outros A) Contactos com a organização Os contactos com a organização foram efectuados com o Sr. Edgar Silvano. Fácil o contacto e coordenação entre ambas as partes. Excelente apoio prestado aos medidores. B) Segurança Batedores da PSP de Évora realizaram um excelente Trabalho. C) Apoio Uma carrinha da Organização acompanhou a medição. Página 4 de 18

5 PERCURSO Página 5 de 18

6 ALTIMETRIA Página 6 de 18

7 PRESSUPOSTOS A medição da teve por base os seguintes pressupostos: Durante a competição os atletas não podem utilizar os passeios e/ou zonas para estacionamento de viaturas, se por esse facto resultar qualquer vantagem para os próprios. Nos passeios interiores e/ou zonas para estacionamento de viaturas serão colocadas grades, fitas ou outros obstáculos, que interditem aos Atletas a sua utilização. Durante a competição não existirão viaturas estacionadas, ou outros obstáculos na parte interior das curvas. Durante a competição o trânsito será cortado. Durante a competição as bermas da estrada serão utilizadas para passagem de atletas,mas nunca serão utilizados os passeios. DESCRIÇÃO DO PERCURSO PARTIDA- Praça do Giraldo FRENTE- Rua João de Deus até ao fim da rua DIREITA- Rua do Salvador ESQUERDA- Rua de Olivença até ao final da rua DIREITA Rua Dona Isabel ESQUERDA- Rua Vasco da Gama ESQUERDA - Templo de Diana DIREITA - Rua do Menino Jesus DIREITA Largo dos Colegiais DIREITA Rua Conde da Serra de Toureg. FRENTE Rua da Misericórdia ESQUERDA Rua Miguel Bombarda DIREITA Tv. Das Pêras Página 7 de 18

8 FRENTE Rua da Rampa ESQUERDA Av. Fundação Calouste de Gulbenkian até este ponto Utiliza- se toda a largura da estrada ROUNDA DO IP2 - Sentido contrario ao Transito (pelo lado esquerdo) segunda saída UTILIZA- SE A PARTIR DESTE PONTO A BERMA DA ESTRADA (REFERENCIA DA MEDIÇÃO) SEMPRE PELO LADO ESQUERDO DO SENTIDO DO TRANSITO (CONTRAMÃO) 2 ROTUNDA IP2EM CONTRAMÃO CONTINUA EM FRENTE CONTINUA EM FRENTE ATE A PROXIMA ROTUNDA 3 ROTUNDA QUEDA PARA A ESTRADA DE BEJA 8sentido do transito) lado direito antes do km 4 FRENTE 4 ROTUNDA DO IP2 SENTIDO DO TRANSITO (LADO DIREITO DIREITA Estrada R254 no sentido do transito FRENTE - Estrada R254 ROTUNDA A DIREITA ESTRADA CM 1094 No sentido do transito km 6 FRENTE Estrada CM1094 ROTUNDA A DIREITA SENTIDO DO TRÂNSITO EM FRENTE NA ESTRADA CM 1094 ROTUNDA LADO ESQUERDO DO SENTIDO DO TRÂNSITO CONTINUA EM FRENTE NA ESTRADA CM 1094 ROTUNDA A ESQUERDA SENTIDO CONTRARIO AO TRANSITO (CIRCULAR D E ÉVORA) FRENTE ATE A PROXIMA ROTUNDA A ROTUNDA E FEITA PELO LADO DO TRANSITO (EM FRENTE NA CIRCULAR DE ÉVORA) Página 8 de 18

9 ROTUNDA PELO LADO DIREITO SENTIDO DO TRÂNSITO EM FRENTE (CIRCULAR DE ÉVORA ROTUNDA PELO LADO DIREITO SENTIDO DO TRÂNSITO EM FRENTE (CIRCULAR DE ÉVORA FRENTE ESTRADA NACIONAL 114 ROTUNDA LADO ESQUERDO DO SENTIDO DO TRÂNSITO ESQUERDA - Av. Do Dique ESQUERDA - Av. Da Malagueira DIREITA - Rua do Arrife DIREITA Av. Engenheiro Arantes de Oliveira ROTUNDA SENTIDO CONTRARIO AO TRANSITO (CONTRA MÃO) 2 SAIDA Ç FRENTE - Av. Arquitecto Rui Couto (até ao final da Av.) ESQUERDA Estrada R Em contramão (lado esquerdo do transito) ˉ RETORNO EM CONTRAMÃO ESTRADA R ROTUNDA IP2 Em contramão (lado esquerdo do trânsito) FRENTE IP2 (em contramão) ROTUNDA EM CONTRAMÃO MAS LOGO A SEGUIR A ROTUNDA AVANÇA NO SENTIDO DO TRÂNSITO FRENTE - Estrada Penedo do Ouro ROTUNDA Direita sentido do trânsito (1ª saída a direita) ROTUNDA Sentido do trânsito direita (1ª saída a direita) perto do km 17 ROTUNDA Frente sentido do trânsito (IP2) ROTUNDA Direita sentido do Trânsito (IP2)!ª saída a direita no sentido do trânsito ROTUNDA SENTIDO DO TRANSITO IP2 A DIREITA Página 9 de 18

10 ROTUNDA FRENTE SENTIDO DO TRTRÂNSITO IP2 ROTUNDA FRENTE SENTIDO DO TRTRÂNSITO IP2 ROTUNDA ( CONFUENCIA DA ESTRADA Nº 114 E A ESTRADA N 180) Contramão em frente sentido Ip2 ESQUERDA A. General Humberto Delgado ESQUERDA Rua da República FRENTE Praça do Giraldo META PRAÇA DO GIRALDO COINCIDENTE COM A PARTIDA. Página 10 de 18

11 Localização da base de calibragem Ponto A 38º 32,691 N - 007º 54,556 O Ponto B 38º 32,561 N - 007º 54,679 O Base de Calibragem de 300m. A base de Calibragem esta situada na zona Industrial de Évora junto ao armazém da Agriloja. Rua Dionísio Aires Monteiro. Ponto A- 1.40m antes do fim do portão da Agriloja,4 portão do armazém. Ponto B- No início da rua Dionísio Aires Moleiro. 71cm antes da passadeira. Frente ao armazém Bernardino e Sousa Dias Lda. A construção da base de calibragem teve inicio as 8:20 h a temperatura era de 16º,foi medida duas vezes teve um acerto de 1.4 cm pela diferença de temperatura. Tendo-se finalizado a mesma cerca das 8:55 h. LOCALIZAÇÃO DOS QUILÓMETROS E RETORNOS MARCA ARTÉRIA GPS - GARMIN ALT. (m) LOCAL Partida Praça do Giraldo. 38º 34, 264 N 007º 54, 568 O 299m Alinhado com a loja da companhia de seguros Tranquilidade,nº cm depois da tampa CATV. 1 Km Largo dos Colegiais. 38º 34, 384 N 007º 54, 331 O 300m 60 Cm antes da passadeira. Alinhado com a porta do Arquivo Distrital de Évora. 2 Km Rua Dr. António José de Almeida. 38º 33, 983 N 007º 54, 275 O 268m Alinhado com a entrada na Av. Dos Bombeiros Voluntários. 3 Km Na circular de Évora. 38º 33, 573 N 248m Antes do AKI,na rotunda que tem uma árvore no meio no sentido contrário ao trânsito (lado esqº) 007º 53, 888 O 4 Km Na circular de Évora. 38º 33, 501 N 007º 53,217 O 240m Antes da rotunda da Central Electrica.19.30m antes do sinal de trânsito perigo rotunda. 5 Km Na estrada que vai para a Embraier. 38º 33, 017 N 007º 53,139 O 243m 4.80m antes do sinal de Trânsito proibido ultrapassar. 6 Km Av. Da Embraier. 38º 32, 534 N 007º 53, 276 O 241m 7.30m depois do sinal de cedência de passagem a 100m no lado contrário ao sentido da corrida. 7 Km Av. Da Embraier. 38º 32, 956 N 231m Depois da Embraier.2.4m antes da passadeira. Página 11 de 18

12 8 Km Depois da rotunda do Fórum 38º 32, 807 N 007º 54, 228 O 240m 7.9m antes do sinal vertical de passadeira e velocidade máxima Km Na rotunda alinhada com o Staples (esqª) 38º 33, 219 N 007º 54, 658 O 250m Perto da saída da rotunda em Direcção a Arraiolos. 10Km Na estrada para o Continente. 38º 33, 398 N 007º 55, 258 O 250m 3 m antes do passeio da via que da acesso ao Continente.1m antes da arvore. 11Km Na circular de Évora 38º 33, 841 N 007º 55, 647 O 265m Junto a segunda arvore, depois do sinal vertical com indicações das saídas/direcções da rotunda. 12km Av. da Malagueira 38º 34, 183 N 007º 55, 444 O 275m 8.80m depois da paragem do Autocarro. 13km Na estrada que da ligação a estrada R º 34, 482 N 007º 55, 519 O 288m 8m antes da passadeira. 14km Estrada R º 34, 913 N 007º 55, 411 O 297m Depois do Aqueduto mesmo no fim da tampa CTT, Antes do retorno. Retorno Estrada R º 34, 988 N 007º 55, 534 O 298m Entre a placa que assinala Final de Évora e a placa com indicação de Arraiolos.2.5m depois da placa de passagem estreita.com prego e anilha no Eixo da via. 15km Estrada R º 34, 676 N 007º 55, 118 O 293m Depois da passadeira, 4m antes do entroncamento da Rua de Arraiolos. Com prego e anilha no Pavimento. 16km Estrada do Penedo de Ouro. 38º 34, 735 N 007º 54, 673 O 280m Alinhado com a porta nº 8 porta verde. 17km Na estrada que dá acesso ao Minipreço. 38º 34, 907 N 007º 54, 192 O 265m 12m antes do cruzamento do Minipreço. 18km Av. Lino de Carvalho 38º 34, 579 N 007º 54, 267 O 272m Frente a porta nº 17,antes da Century km Entre as portas de Avis e as portas de Alagoa. 38º 34, 568 N 007º 54, 834 O 288m 50m depois do Aqueduto. Alinhado com a paragem do autocarro que fica antes da torre. Página 12 de 18

13 Km20 Na entrada da Rotunda do Raimundo 38º 34, 069 N 007º 54, 810 O 272m 1m antes da rotunda do Raimundo. Km21 Rua da Républica 38º 34, 312 N 007º 54, 693 O 297m Antes da entrada da praça do Giraldo, alinhado com a umbreira da porta do Banco de Portugal. Meta Praça do Giraldo. 38º 34, 264 N 007º 54, 568 O 299m Alinhado com a loja da companhia de seguros Tranquilidade,nº cm depois da tampa CATV Página 13 de 18

14 Meia Maratona de Évora Página 14 de 18

15 Meia Maratona de Évora Página 15 de 18

16 Meia Maratona de Évora Página 16 de 18

17 Meia Maratona de Évora Página 17 de 18

18 BASE DE CALIBRAGEM 300 METROS Ponto A Ponto B Meia Maratona de Évora Página 18 de 18

LISTA DE DISTRIBUIÇÃO

LISTA DE DISTRIBUIÇÃO Cópia Nº 1 FPA LISTA DE DISTRIBUIÇÃO CÓPIA Nº 1 FPA CÓPIA Nº 2 ANUÁRIO DA CORRIDA CÓPIA Nº 3 MEDIDOR AMÉRICO CHAVES Efectuada por: Américo Chaves em 28-05-2011 PÁG. 1 1. Desde a partida até à entrada na

Leia mais

Federação Portuguesa de Atletismo

Federação Portuguesa de Atletismo PRESSUPOSTOS A medição da Volta à Cidade do Funchal Madeira (5850 metros) teve por base os seguintes pressupostos: Durante a competição os Atletas, nas Avenidas do Mar e Sá Carneiro, só podem utilizar

Leia mais

Federação Portuguesa de Atletismo

Federação Portuguesa de Atletismo PRESSUPOSTOS A medição da Corrida dos Reis Ilha do Pico Açores teve por base os seguintes pressupostos: Durante a competição os Atletas só podem utilizar toda a largura da estrada nos percursos entre:

Leia mais

Federação Portuguesa de Atletismo

Federação Portuguesa de Atletismo PRESSUPOSTOS A medição do percurso para o Grande Prémio de S. Pedro Póvoa do Varzim teve por base os seguintes pressupostos: Durante a competição os Atletas podem utilizar toda a largura da estrada, excepto

Leia mais

EDP Meia Maratona de Évora

EDP Meia Maratona de Évora Templo de Diana Medição efetuada por António Freire em: 23/10/2016 NOTA PRÉVIA Este Relatório é um apêndice ao Relatório da medição efetuada em 31/10/2015, cuja localização dos km são os mesmos até ao

Leia mais

MEIA MARATONA DE SETÚBAL 2010

MEIA MARATONA DE SETÚBAL 2010 1. Desde o ponto de partida até à Av. Jaime Rebelo os atletas podem utilizar toda a largura da faixa de rodagem no sentido do trânsito. 2. Na Av. Manuel Maria Portela as rotundas são contornadas no sentido

Leia mais

S. SILVESTRE DE LISBOA 2010

S. SILVESTRE DE LISBOA 2010 Cópia Nº 1 FPA LISTA DE DISTRIBUIÇÃO CÓPIA Nº 1 FPA CÓPIA Nº 2 HMS CÓPIA Nº 3 MEDIDOR AMÉRICO CHAVES Efectuada por: Américo Chaves em 08/12/2010 1. A medição teve por base os seguintes pressupostos: a

Leia mais

ESTAFETA CASCAIS - LISBOA

ESTAFETA CASCAIS - LISBOA Cópia Nº 1 FPA LISTA DE DISTRIBUIÇÃO CÓPIA Nº 1 FPA CÓPIA Nº 2 XISTARCA CÓPIA Nº 3 MEDIDOR AMÉRICO CHAVES Efectuada por: Américo Chaves em 12-03-2011 PÁG. 1 1. Desde a partida até à entrada na Marginal

Leia mais

Federação Portuguesa de Atletismo

Federação Portuguesa de Atletismo PRESSUPOSTOS A medição do percurso para a teve por base os seguintes pressupostos: Durante a competição os Atletas só podem utilizar a faixa do lado direito da estrada. Durante a competição os atletas

Leia mais

Federação Portuguesa de Atletismo

Federação Portuguesa de Atletismo PRESSUPOSTOS A medição do percurso para o - Entrocamento teve por base os seguintes pressupostos: Durante a competição os Atletas podem utilizar toda a largura da estrada. Durante a competição os atletas

Leia mais

Federação Portuguesa de Atletismo

Federação Portuguesa de Atletismo PRESSUPOSTOS A medição do percurso para a Lousado Vila Nova de Famalicão teve por base os seguintes pressupostos: Durante a competição os Atletas podem utilizar toda a largura da estrada entre a segunda

Leia mais

Corrida da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa. 1. A medição teve por base os seguintes pressupostos:

Corrida da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa. 1. A medição teve por base os seguintes pressupostos: 1. A medição teve por base os seguintes pressupostos: a partida é feita no sentido do trânsito; desde a partida até à saída do túnel do Campo Pequeno os atletas utilizam toda a largura da estrada; desde

Leia mais

CIRCULAÇÃO EM ROTUNDAS

CIRCULAÇÃO EM ROTUNDAS CIRCULAÇÃO EM ROTUNDAS DEFINIÇÃO Define-se como rotunda um espaço de circulação rodoviária, com forma geralmente circular, de encontro de várias vias de tráfego onde o trânsito se processa em sentido giratório,

Leia mais

Directrizes para o exame de condução de automóveis ligeiros de. transmissão automática

Directrizes para o exame de condução de automóveis ligeiros de. transmissão automática Directrizes para o exame de condução de automóveis ligeiros de transmissão automática 1. Prova no parque de manobras (1) Antes de iniciar a marcha Antes de ligar o motor, o candidato deve verificar se

Leia mais

RELATORIO TÉCNICO. 1. OFICIAL MADIDOR A CNEC nomeou para esta medição o oficial Medidor PAULO BARREIROS.

RELATORIO TÉCNICO. 1. OFICIAL MADIDOR A CNEC nomeou para esta medição o oficial Medidor PAULO BARREIROS. Paulo Barreiros 27-1-2008 RELATORIO TÉCNICO 1. OFICIAL MADIDOR A CNEC nomeou para esta medição o oficial Medidor PAULO BARREIROS. 2. LOCALIZAÇÃO DA PROVA A prova realiza-se da Vila de GRANDOLA. 3. BASE

Leia mais

XVIII MEIA MARATONA E IV MINI CAMINHADA CEGO DO MAIO 2008 CENTRO OPERACIONAL DA PROVA

XVIII MEIA MARATONA E IV MINI CAMINHADA CEGO DO MAIO 2008 CENTRO OPERACIONAL DA PROVA CENTRO OPERACIONAL DA PROVA 18 PERCURSO DA MEIA MARATONA PARTIDA (N) - Av. dos Banhos frente ao Restaurante Farol Avenida dos Banhos - Passeio Alegre - Rotunda da Lota - Av. dos Descobrimentos Rotunda

Leia mais

REGULAMENTO DO XII PASSEIO DE BTT TRILHOS DE PONTÉVEL 2016

REGULAMENTO DO XII PASSEIO DE BTT TRILHOS DE PONTÉVEL 2016 REGULAMENTO DO XII PASSEIO DE BTT TRILHOS DE PONTÉVEL 2016 ARTIGO 1.º ORGANIZAÇÃO A prova XII PASSEIO TRILHOS DE PONTÈVEL é organizada pela ASSOCIAÇÃO DOS QUARENTÕES DE 2016 DE PONTÉVEL. ARTIGO 2.º DATA

Leia mais

CORRIDA DE SANTO ANTÓNIO

CORRIDA DE SANTO ANTÓNIO CORRIDA DE SANTO ANTÓNIO Medição Efectuada Por João Cândido 10 de MAIO de 2017 INDICE Capa........ Índice.......... Pág. 1 Pressupostos........ Pág. 2 Cálculos da 1ª medição..... Pág. 3 Cálculos da 2ª

Leia mais

CORRIDA MONTEPIO. Medição Efectuada Por João Cândido. 25 de AGOSTO de 2017

CORRIDA MONTEPIO. Medição Efectuada Por João Cândido. 25 de AGOSTO de 2017 CORRIDA MONTEPIO Medição Efectuada Por João Cândido 25 de AGOSTO de 2017 INDICE Capa........ Índice.......... Pág. 1 Pressupostos........ Pág. 2 Cálculos da 1ª medição..... Pág. 3 Cálculos da 2ª medição.......

Leia mais

Localização: Sines. Data: 4 de Julho de 2015. Tipologia de prova: Circuito com +- 6 Km / volta. Organização: Sines Surf Clube

Localização: Sines. Data: 4 de Julho de 2015. Tipologia de prova: Circuito com +- 6 Km / volta. Organização: Sines Surf Clube Localização: Sines Data: 4 de Julho de 2015 Tipologia de prova: Circuito com +- 6 Km / volta Organização: O evento será gerido por uma Comissão Geral que irá acompanhar o processo organizacional até à

Leia mais

NOTA TÉCNICA INSTALAÇÃO E SINALIZAÇÃO DE LOMBAS REDUTORAS DE VELOCIDADE

NOTA TÉCNICA INSTALAÇÃO E SINALIZAÇÃO DE LOMBAS REDUTORAS DE VELOCIDADE 1 - Introdução A construção de vias públicas com o objectivo primordial de maximizar o escoamento de grandes volumes de tráfego e o conforto dos ocupantes dos veículos, aliada aos progressos da industria

Leia mais

TESTE DE TEORIA DE CONDUÇ Ã O

TESTE DE TEORIA DE CONDUÇ Ã O DIRECÇ Ã O DOS SERVIÇ OS PARA OS ASSUNTOS DE TRÁ FEGO TESTE DE TEORIA DE CONDUÇ Ã O Fascículo I Sinais de Trânsito ADVERTÊNCIA Encontram-se publicadas, nestes 5 fascículos, todas as perguntas, e repectivas

Leia mais

Rock n Roll Meia Maratona Santander Totta

Rock n Roll Meia Maratona Santander Totta Ponte Vasco da Gama Medição efectuada por João Cândido e João Antunes em: 14 / 09 / 2016 PRESSUPOSTOS A Medição da Meia Maratona ficou a dever-se à alteração do Percurso devido às obras na Zona de Braço

Leia mais

ROAD - BOOK AMIGOS DA MONTANHA

ROAD - BOOK AMIGOS DA MONTANHA 1 ROAD - BOOK AMIGOS DA MONTANHA 2 APRESENTAÇÃO Este Road-Book vai ajudá-lo nos trajetos para as Zonas de Assistência e dar-lhe todas as informações que precisa para chegar a esses locais. O percurso atravessa

Leia mais

Federação Portuguesa de Atletismo

Federação Portuguesa de Atletismo PRESSUPOSTOS A medição de um Percurso para a, teve por base os seguintes pressupostos: Durante a competição os Atletas podem utilizar toda a largura das Ruas Durante a competição os atletas não podem utilizar

Leia mais

NORMA 07 ANEXO I MEDIÇÃO DE PERCURSOS PARA PROVAS DE RUA

NORMA 07 ANEXO I MEDIÇÃO DE PERCURSOS PARA PROVAS DE RUA NORMA 07 ANEXO I MEDIÇÃO DE PERCURSOS PARA PROVAS DE RUA Art. 1º - Todas as provas de rua (corridas de rua ou provas de marcha) para serem reconhecidas pela CBAt devem ter o seu percurso medido e certificado

Leia mais

Cópia Nº 2 Anuário da Corrida

Cópia Nº 2 Anuário da Corrida Cópia Nº 2 Anuário da Corrida LISTA DE DISTRIBUIÇÃO CÓPIA Nº 1 FPA CÓPIA Nº 2 ANUÁRIO DA CORRIDA CÓPIA Nº 3 MEDIDOR AMÉRICO CHAVES Efectuada por: Américo Chaves em 09-04-2011 PÁG. 1 1. A partida e a meta

Leia mais

Meia Maratona de Conimbriga

Meia Maratona de Conimbriga PRESSUPOSTOS A medição da Meia Maratona de Conimbriga teve por base os seguintes pressupostos: Durante a competição os Atletas podem utilizar toda a largura da estrada, excetuando 119,77m do percurso entre

Leia mais

Estão assim reunidas todas as condições para mais uma grande Baja de Portalegre, só nos restando desejar a todos uma boa prova.

Estão assim reunidas todas as condições para mais uma grande Baja de Portalegre, só nos restando desejar a todos uma boa prova. Informação aos Concorrentes Caro concorrente, o Automóvel Club de Portugal agradece, desde já, a sua participação. Embora não seja comparável a 2011, a Baja de Portalegre 500, nesta sua 26ª edição, mantém

Leia mais

V Duatlo da Ponta do Sol - Canhas - 2016

V Duatlo da Ponta do Sol - Canhas - 2016 V Duatlo da Ponta do Sol - Canhas - 2016 Sábado, 23 de Janeiro de 2016 VI DUATLO JOVEM DA PONTA DO SOL - 2016 VI DUATLO DA PONTA DO SOL 2016 REGULAMENTO 1. ORGANIZAÇÃO / ENQUADRAMENTO O VI Duatlo da Ponta

Leia mais

EDITAL. José Manuel Pereira Pinto, Presidente da Câmara Municipal de Cinfães:- Cinfães e Câmara Municipal, 11 de Janeiro de 2002.

EDITAL. José Manuel Pereira Pinto, Presidente da Câmara Municipal de Cinfães:- Cinfães e Câmara Municipal, 11 de Janeiro de 2002. Postura Municipal de Trânsito-1 EDITAL José Manuel Pereira Pinto, Presidente da Câmara Municipal de Cinfães:- Torna Público, que a Assembleia Municipal, em sessão ordinária de 28 de Dezembro de 2001, deliberou,

Leia mais

1-O 10º BTT TÁBUA - MK MAKINAS é promovida e organizada pela MK MAKINAS Associação de Desportos e realiza-se no dia 07 de Junho de 2015.

1-O 10º BTT TÁBUA - MK MAKINAS é promovida e organizada pela MK MAKINAS Associação de Desportos e realiza-se no dia 07 de Junho de 2015. Organização 1-O 10º BTT TÁBUA - MK MAKINAS é promovida e organizada pela MK MAKINAS Associação de Desportos e realiza-se no dia 07 de Junho de 2015. 2-Esta é uma associação sem fins lucrativos, com o objetivo

Leia mais

Maratona do Porto. Ponte Dom Luís I

Maratona do Porto. Ponte Dom Luís I Ponte Dom Luís I Medição efectuada por João Antunes e Cláudia Carvalhido em: 05 / 07 / 2016 PRESSUPOSTOS A Medição da Maratona do Porto teve por base os seguintes pressupostos: Durante a competição os

Leia mais

Informação aos Concorrentes

Informação aos Concorrentes Informação aos Concorrentes Caro concorrente, o Automóvel Club de Portugal agradece, desde já, a sua participação. Embora não seja comparável a 2011, a Baja de Portalegre 500, nesta sua 26ª edição, mantém

Leia mais

d) Comissão organizadora nomes/contactos/funções Artigo 2º - Respeito e Solidariedade pelo Homem e Sociedade

d) Comissão organizadora nomes/contactos/funções Artigo 2º - Respeito e Solidariedade pelo Homem e Sociedade 1. ORGANIZAÇÃO a) Apresentação b) Inscrições c) Calendário d) Comissão organizadora nomes/contactos/funções 2. ÂMBITO/OBJECTIVO 3. DEFINIÇÕES 4. REGULAMENTAÇÃO Artigo 1º - Condições de Participação Artigo

Leia mais

Regulamento de Trânsito e Estacionamento de Veículos e Animais do Município de Mourão. Nota Justificativa

Regulamento de Trânsito e Estacionamento de Veículos e Animais do Município de Mourão. Nota Justificativa Nota Justificativa O Regulamento Municipal de Trânsito e Estacionamento de Veículos e Animais do Município de, encontra-se desajustado da actual realidade legislativa. Atendendo às várias e significativas

Leia mais

REGULAMENTO 5 CUMES. 2. Existirão em simultâneo 3 provas com 3 distâncias diferentes, com as seguintes denominações:

REGULAMENTO 5 CUMES. 2. Existirão em simultâneo 3 provas com 3 distâncias diferentes, com as seguintes denominações: REGULAMENTO 5 CUMES Organização 1. Os 5 cumes de Barcelos é organizado e promovido pelos Amigos da Montanha Associação de Montanhismo de Barcelinhos (Instituição de Utilidade Pública) e realiza-se no dia

Leia mais

Minirrotatória. Um projeto simples e eficiente para redução de acidentes

Minirrotatória. Um projeto simples e eficiente para redução de acidentes Minirrotatória Um projeto simples e eficiente para redução de acidentes Introdução A minirrotatória é um dispositivo de segurança utilizado em cruzamento não muito movimentado, para organizar a circulação

Leia mais

REGULAMENTO DO CAMPEONATO NACIONAL XCM 2009

REGULAMENTO DO CAMPEONATO NACIONAL XCM 2009 REGULAMENTO DO CAMPEONATO NACIONAL XCM 2009 1. INTRODUÇÃO 1.1- O CAMPEONATO NACIONAL XCM é um troféu oficial da UVP/Federação Portuguesa de Ciclismo e consta de uma prova única. A prova do Campeonato Nacional

Leia mais

REGULAMENTO PARTICULAR 2.ª PROVA DA TAÇA DA MADEIRA DE CICLISMO DE ESTRADA GRANDE PRÉMIO DO CLUBE NAVAL DO SEIXAL-ILHA PEIXE

REGULAMENTO PARTICULAR 2.ª PROVA DA TAÇA DA MADEIRA DE CICLISMO DE ESTRADA GRANDE PRÉMIO DO CLUBE NAVAL DO SEIXAL-ILHA PEIXE REGULAMENTO PARTICULAR 2.ª PROVA DA TAÇA DA MADEIRA DE CICLISMO DE ESTRADA GRANDE PRÉMIO DO CLUBE NAVAL DO SEIXAL-ILHA PEIXE 25 E 26 DE ABRIL DE 2015 PORTO MONIZ ÉPOCA 2015 PARTICULARIDADES DA PROVA: 1.

Leia mais

919 935 994 / 915 978 208 VIII Meia Maratona na Areia. Regulamento Geral da Prova

919 935 994 / 915 978 208 VIII Meia Maratona na Areia. Regulamento Geral da Prova Associação Desportiva OMundodaCorrida.com Endereço: Rua Padre Cruz a Vale de Cavala, nº 3 2820 408 Charneca da Caparica Contactos: 919 935 994 / 915 978 208 Web: http://www.meianaareia.com VIII Meia Maratona

Leia mais

Meia Maratona da Nazaré

Meia Maratona da Nazaré Promontório do Sítio da Nazaré Medição efectuada por António Freire e João Antunes em: 28 / 10 / 2016 PRESSUPOSTOS A Medição da Meia Maratona da Nazaré ficou a dever-se à alteração do Percurso devido às

Leia mais

1º TRIATLO DA FLORESTA (Integrado na Expo Mortágua)

1º TRIATLO DA FLORESTA (Integrado na Expo Mortágua) REGULAMENTO DA PROVA 1º TRIATLO DA FLORESTA (Integrado na Expo Mortágua) APRESENTAÇÃO A ABAADV Associação Beira Aguieira de Apoio ao Deficiente Visual, propõe-se realizar uma prova desportiva a que deu

Leia mais

IV Aquatlo da Calheta 2015 IV Aquatlo Jovem da Calheta 2015 IV Aquabike do Paul do Mar 2015

IV Aquatlo da Calheta 2015 IV Aquatlo Jovem da Calheta 2015 IV Aquabike do Paul do Mar 2015 IV Aquatlo da Calheta 2015 IV Aquatlo Jovem da Calheta 2015 IV Aquabike do Paul do Mar 2015 07 e 08 de MARÇO de 2015 Distância Sprint: 700m Natação / 5 km corrida 1. ORGANIZAÇÃO / ENQUADRAMENTO REGULAMENTO

Leia mais

Federação Portuguesa de Atletismo

Federação Portuguesa de Atletismo PRESSUPOSTOS A medição do percurso para o - Ílhvo teve por base os seguintes pressupostos: Da Partida até ao Km 2,840 e do Km 7,160 até à Meta os Atletas podem utilizar toda a largura da estrada. Do Km

Leia mais

Prova de Conhecimentos. Questões de carater geral. (de entre 6 questões serão sorteadas 2 questões)

Prova de Conhecimentos. Questões de carater geral. (de entre 6 questões serão sorteadas 2 questões) PROCEDIMENTO CONCURSAL COMUM PARA CONSTITUIÇÃO DE RELAÇÃO JURÍDICA DE EMPREGO PÚBLICO POR TEMPO INDETERMINADO, TENDO EM VISTA O PREENCHIMENTO DE UM POSTO DE TRABALHO NA CARREIRA/CATEGORIA DE ASSISTENTE

Leia mais

Acessibilidades e Mobilidade Identificação e Seguimentos

Acessibilidades e Mobilidade Identificação e Seguimentos Acessibilidades e Mobilidade Identificação e Seguimentos Direcção da AMNO Baseado no DL nº 163 / 2006 de 8 de Agosto Nota : Entende-se por de a data referente ao início do processo com Nota : Entende se

Leia mais

VI DUATLO DE SÃO VICENTE 2016 VI DUATLO DE SÃO VICENTE - LAZER 2016

VI DUATLO DE SÃO VICENTE 2016 VI DUATLO DE SÃO VICENTE - LAZER 2016 VI DUATLO DE SÃO VICENTE 2016 VI DUATLO DE SÃO VICENTE - LAZER 2016 3 de ABRIL de 2016 Distância Standart: 10 Km Corrida / 38,6 Km Ciclismo / 5 km Corrida Distância Super Sprint: 2,5Km Corrida / 9,6 Km

Leia mais

Associação Portuguesa de Seguradores RAMO AUTOMÓVEL TABELA PRÁTICA DE RESPONSABILIDADES

Associação Portuguesa de Seguradores RAMO AUTOMÓVEL TABELA PRÁTICA DE RESPONSABILIDADES Associação Portuguesa de Seguradores RAMO AUTOMÓVEL TABELA PRÁTICA DE RESPONSABILIDADES Junho de 2000 ÂMBITO A tabela é aplicável aos sinistros ocorridos em todas as vias, abertas ou não à circulação pública.

Leia mais

Meia Maratona de Lisboa (Alteração ao Percurso Medido em 12/03/2016)

Meia Maratona de Lisboa (Alteração ao Percurso Medido em 12/03/2016) Ponte 25 Abril Medição efectuada por João Cândido e João Antunes em: 08 / 03 / 2017 PRESSUPOSTOS A remedição da Meia Maratona de Lisboa ficou a dever-se às obras no Cais do Sodré e à transformação dos

Leia mais

Certidão Permanente. Código de acesso: GP-1152-15077-151301-001581

Certidão Permanente. Código de acesso: GP-1152-15077-151301-001581 Certidão Permanente Código de acesso: GP-1152-15077-151301-001581 DESCRIÇÃO EM LIVRO: N.º 3140, Livro Nº: 10 DESCRIÇÕES - AVERBAMENTOS - ANOTAÇÕES URBANO SITUADO EM: Rua Miguel Bombarda, nºs 40, 42 e 44

Leia mais

Cicloperegrinação Aveiro - Fátima (Ourém) Ciclismo para todos/lazer 17 Março 2013

Cicloperegrinação Aveiro - Fátima (Ourém) Ciclismo para todos/lazer 17 Março 2013 Cicloperegrinação Aveiro - Fátima (Ourém) Ciclismo para todos/lazer 17 Março 2013 Artigo 1º - Organização Regulamento Particular: A Cicloperegrinação Aveiro-Fátima (Ourém) em Ciclismo para Todos, é uma

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DA PROVA

REGULAMENTO GERAL DA PROVA REGULAMENTO GERAL DA PROVA 1º O CENTRO DE TREINO MUNICIPAL DE VILA POUCA DE AGUIAR O Centro de Treino Municipal de Vila Pouca de Aguiar e a Câmara Municipal de Vila Pouca de Aguiar, vão realizar no próximo

Leia mais

Rock n Roll Meia Maratona Santander Totta

Rock n Roll Meia Maratona Santander Totta Praça do Comércio Medição efectuada por João Cândido e João Antunes em: 16 / 07 / 2017 PRESSUPOSTOS A Medição da Maratona de Lisboa teve por base os seguintes pressupostos: Durante a competição os atletas

Leia mais

REGULAMENTOS Rock n Roll Maratona de Lisboa EDP

REGULAMENTOS Rock n Roll Maratona de Lisboa EDP REGULAMENTOS Rock n Roll Maratona de Lisboa EDP REGULAMENTO GERAL 1. Numa organização do Maratona Clube de Portugal, vai realizar-se no dia 18 de outubro, com partida às 8:30, uma prova de atletismo denominada

Leia mais

A ambulância deve: Avançar, mas apenas se assinalar a marcha de urgência. Avançar. Ceder-me a passagem.

A ambulância deve: Avançar, mas apenas se assinalar a marcha de urgência. Avançar. Ceder-me a passagem. A ambulância deve: Avançar, mas apenas se assinalar a marcha de urgência. Avançar. Ceder-me a passagem. A ambulância deve: Avançar. Ceder a passagem apenas ao meu veículo. Ceder a passagem apenas ao veículo

Leia mais

PRESSUPOSTOS. A medição da Maratona do Lisboa teve por base os seguintes pressupostos:

PRESSUPOSTOS. A medição da Maratona do Lisboa teve por base os seguintes pressupostos: PRESSUPOSTOS A medição da Maratona do Lisboa teve por base os seguintes pressupostos: Durante a competição os Atletas só podem utilizar o lado direito da faixa de rodagem. Durante a competição os atletas

Leia mais

Cliente: Infraestruturas de Portugal, S.A.

Cliente: Infraestruturas de Portugal, S.A. Infraestruturas de Portugal, S.A Plano de Ação Resumo Não Técnico EN6 Algés/S. João do Estoril EN6-3 Boa Viagem (EN6)/Queijas Relatório nº AG/08/0424-1RNT Página 1 de 15 EN6 Algés/S. João do Estoril EN6-3

Leia mais

Rock n Roll Maratona de Lisboa EDP

Rock n Roll Maratona de Lisboa EDP Praça do Comércio Medição efectuada por António Freire e João Antunes em: 16 / 09 / 2016 NOTA PRÉVIA Este Relatório é um apêndice ao da Maratona de Lisboa de 23 / 09 /2015 cujo traçado e localização dos

Leia mais

RESULTADOS RELATIVOS A GRÂNDOLA INDICADORES DO «CIDADES» (N = 306)

RESULTADOS RELATIVOS A GRÂNDOLA INDICADORES DO «CIDADES» (N = 306) RESULTADOS RELATIVOS A GRÂNDOLA INDICADORES DO «CIDADES» (N = 306) Inquiridos que assinalam (N) % Espaços públicos (Ex.: Jardins, Praças, etc...) 182 61,5% Passeio das ruas 203 68,6% Passadeiras 196 66,2%

Leia mais

III TRAIL TRANSFRONTEIRIÇO DE BARRANCOS

III TRAIL TRANSFRONTEIRIÇO DE BARRANCOS III TRAIL TRANSFRONTEIRIÇO DE BARRANCOS 28/11/2015 Regulamento Geral da Prova 1º - A ASSOCIAÇÃO DESPORTIVA OMUNDODACORRIDA.COM, com o apoio da Câmara Municipal de Barrancos e do Município de Encinasola

Leia mais

Medição efectuada por António Freire em: 20 / 03 / Corrida pela Paz Liberty Seguros Fátima (10km)

Medição efectuada por António Freire em: 20 / 03 / Corrida pela Paz Liberty Seguros Fátima (10km) Medição efectuada por António Freire em: 20 / 03 / 2017 Corrida pela Paz Liberty PRESSUPOSTOS A medição da Corrida pela Paz Liberty Seguros em Fátima, teve por base os seguintes pressupostos: Durante a

Leia mais

EDIFÍCIO APQ - REBOLEIRA / AMADORA

EDIFÍCIO APQ - REBOLEIRA / AMADORA EDIFÍCIO APQ - REBOLEIRA / AMADORA Setembro 2011 Edifício APQ Relatório de Caracterização 1. CARACTERIZAÇÃO DO EDIFÍCIO Composto por 4 fracções autónomas, contíguas e interligadas: Praça Félix Correia,

Leia mais

Descrição do Percurso. Altimetria

Descrição do Percurso. Altimetria Mapa do Percurso Descrição do Percurso Altimetria Agenda ENTREGA DE KITS: 02 de Março, das 13h as 18hs Local: Hotel Tulip Inn Santa Felicidade. EXPO K21: 02 de março, das 13h as 18hs Local: Hotel Tulip

Leia mais

II COASTAL CHALLENGE FUNCHAL TRIATHLON 2015 (TRIATLO OLÍMPICO) II COASTAL CHALLENGE FUNCHAL TRIATHLON 2015 (AQUATLO JOVEM)

II COASTAL CHALLENGE FUNCHAL TRIATHLON 2015 (TRIATLO OLÍMPICO) II COASTAL CHALLENGE FUNCHAL TRIATHLON 2015 (AQUATLO JOVEM) (TRIATLO OLÍMPICO) II COASTAL CHALLENGE FUNCHAL TRIATHLON 2015 (AQUATLO JOVEM) Sábado, 25 de Julho de 2015 Distância Olímpica: 1500m Natação / 40 km Ciclismo / 9 km Corrida Distância S.Sprint: 375m Natação

Leia mais

GUIA DO ESPECTADOR. Câmara Municipal de Ponte de Lima Câmara Municipal de Caminha Câmara Municipal de Viana do Castelo. 22 de Maio

GUIA DO ESPECTADOR. Câmara Municipal de Ponte de Lima Câmara Municipal de Caminha Câmara Municipal de Viana do Castelo. 22 de Maio Bem-vindo ao Vodafone Rally de Portugal! GUIA DO ESPECTADOR Câmara Municipal de Ponte de Lima Câmara Municipal de Caminha Câmara Municipal de Viana do Castelo 22 de Maio Nas próximas páginas vai encontrar

Leia mais

CIRCULAR DE INFORMAÇÃO AERONÁUTICA n PORTUGAL

CIRCULAR DE INFORMAÇÃO AERONÁUTICA n PORTUGAL CIRCULAR DE INFORMAÇÃO AERONÁUTICA n PORTUGAL INSTITUTO NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL TELEFONE 218423502 INFORMAÇÃO AERONÁUTICA AFTN - LPPTYAYI AEROPORTO DA PORTELA 25/03 TELEX 12120 - AERCIV P 1749-034 LISBOA

Leia mais

VISA Nº 006/CNRR/2016 em 05/02/2016 PROGRAMA

VISA Nº 006/CNRR/2016 em 05/02/2016 PROGRAMA VISA Nº 006/CNRR/2016 em 05/02/2016 PROGRAMA 1 SECRETARIADO DO RALI Clube de Automóveis Antigos de Castelo Branco Av. de Espanha 20 - r/c esq. (Lj. 1) 6000-078 Castelo Branco caacb@caacb.pt 272 337 702

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES PARA LEVANTAMENTOS TOPOGRÁFICOS

ESPECIFICAÇÕES PARA LEVANTAMENTOS TOPOGRÁFICOS ESPECIFICAÇÕES PARA LEVANTAMENTOS TOPOGRÁFICOS Versão 1.0 30 de Abril de 2003 Índice 1 INTRODUÇÃO... 1 2 LEVANTAMENTO TOPOGRÁFICO... 1 2.1 CONTEÚDO... 1 2.2 ESTRUTURA...1 2.2.1 Diferenciação de características

Leia mais

REQUALIFICAÇÃO DA BAIXA DE VILAMOURA

REQUALIFICAÇÃO DA BAIXA DE VILAMOURA REQUALIFICAÇÃO DA BAIXA DE VILAMOURA Designação Requalificação da Baixa de Vilamoura Função Espaço Público Localização Vilamoura - Quarteira - Loulé Data conclusão da obra Ano 2011 Gabinete Projectista

Leia mais

Anti-Slippery Mouraria. Relatório

Anti-Slippery Mouraria. Relatório Anti-Slippery Mouraria Relatório 75833 Mário Afonso Silvestre Macias Mendes Pelicano 76329 Francisco de Lemos Cabral Granadeiro Martins 77043 Daniel Runa Soares Esteves Resumo: Após um breve estudo sobre

Leia mais

Princípio geral Regra geral Realização da manobra Obrigação de facultar ultrapassagem Proibição de ultrapassar e exceções

Princípio geral Regra geral Realização da manobra Obrigação de facultar ultrapassagem Proibição de ultrapassar e exceções FICHA TÉCNICA ULTRAPASSAGEM Níveis GDE: Nível 3 Nível Tático Temas Transversais: Tema 5 Conhecimento das Regras de Trânsito Tema 6 Domínio das Situações de Trânsito Síntese informativa: Princípio geral

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO BTT - XCO. (Revisto em Setembro 2014)

REGULAMENTO ESPECÍFICO BTT - XCO. (Revisto em Setembro 2014) REGULAMENTO ESPECÍFICO BTT - XCO 2013 2017 (Revisto em Setembro 2014) Índice 1. Introdução 2 2. Escalões Etários e variantes da Modalidade 3 2.1. Escalões Etários 3 2.2. Variantes da modalidade 3 3. Constituição

Leia mais

Guia do Participante

Guia do Participante Guia do Participante Caro Participante, Começamos por agradecer a tua presença nesta nova prova que pretende dar a conhecer novos trilhos na região do Vouga. Após o adiamento forçado da data inicial da

Leia mais

OS SISTEMAS DE INFORMATICA EMBARCADA COMO APOIO À GESTÃO DO SISTEMA RODOVIÁRIO E À ASSISTÊNCIA AOS UTENTES NA ESTRADA

OS SISTEMAS DE INFORMATICA EMBARCADA COMO APOIO À GESTÃO DO SISTEMA RODOVIÁRIO E À ASSISTÊNCIA AOS UTENTES NA ESTRADA OS SISTEMAS DE INFORMATICA EMBARCADA COMO APOIO À GESTÃO DO SISTEMA RODOVIÁRIO E À ASSISTÊNCIA AOS UTENTES NA ESTRADA DOLORES TORRES GESTORA DE PRODUTO TECMIC, SA. RESUMO Existem em Portugal várias soluções

Leia mais

NE 01: DIAS E HORÁRIOS (ART.9º DO REGULAMENTO GERAL)

NE 01: DIAS E HORÁRIOS (ART.9º DO REGULAMENTO GERAL) NORMAS ESPECÍFICAS ÍNDICE NE 01: DIAS E HORÁRIOS (ART.9º DO REGULAMENTO GERAL)... 2 NE 02: ACESSO DE VEÍCULOS AO MERCADO (ART.11º DO REGULAMENTO GERAL)... 3 NE 03: CIRCULAÇÃO INTERNA (ART.12º DO REGULAMENTO

Leia mais

Meia Maratona de Lisboa

Meia Maratona de Lisboa Ponte 25 Abril Medição efectuada por João Cândido e João Antunes em: 12 / 03 / 2016 PRESSUPOSTOS A remedição da Meia Maratona de Lisboa ficou a dever-se às obras no Cais do Sodré e à alteração do local

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DE SÃO JOÂO DO ESTORIL PLANO DE EMERGÊNCIA. S. João do Estoril, Janeiro de 2011 1

ESCOLA SECUNDÁRIA DE SÃO JOÂO DO ESTORIL PLANO DE EMERGÊNCIA. S. João do Estoril, Janeiro de 2011 1 PLANO DE EMERGÊNCIA S. João do Estoril, Janeiro de 2011 1 ÍNDICE Introdução 1 Contactos em caso de emergência.2 Ficha de caracterização da Escola Identificação do estabelecimento de ensino.3 Caracterização

Leia mais

Pedro Rocha 2015-10-15

Pedro Rocha 2015-10-15 Pedro Rocha 2015-10-15 Circulação O veiculo não pode sair do centro para se posicionar nas linhas ou áreas de inspeção Via de fuga Evitar o cruzamento de veículos 2 As linhas devem ser estruturadas para

Leia mais

Meia Maratona Estrada Real 2014 e prova de 10Km

Meia Maratona Estrada Real 2014 e prova de 10Km Meia Maratona Estrada Real 2014 e prova de 10Km *O presente regulamento está sujeito a possíveis modificações conforme o procedimento previsto no mesmo. Artigo 1 - O Evento A Meia Maratona Estrada Real

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE ESPINHO POSTURA MUNICIPAL DE TRÂNSITO DE ESPINHO

CÂMARA MUNICIPAL DE ESPINHO POSTURA MUNICIPAL DE TRÂNSITO DE ESPINHO CÂMARA MUNICIPAL DE ESPINHO POSTURA MUNICIPAL DE TRÂNSITO DE ESPINHO O significativo crescimento do trânsito em todo o Concelho justifica a necessidade premente de alargar a Postura a toda a sua área de

Leia mais

Prémio IMTT Acessibilidade aos Transportes

Prémio IMTT Acessibilidade aos Transportes Sessão de Entrega dos Prémios Lisboa, 1 de junho de 2012 Prémio IMTT Acessibilidade aos Transportes Agenda Enquadramento Objetivo do prémio 1ª edição 2ª edição Composição do júri e comissão técnica Critérios

Leia mais

Grande Prémio de Natal EDP

Grande Prémio de Natal EDP Grande Prémio de Natal EDP REGULAMENTO GERAL 1. Numa organização do Maratona Clube de Portugal, juntamente com a Associação de Atletismo, vai realizarse, no dia 13 de Dezembro, a 58.ª Edição do Grande

Leia mais

Regulamento do 3º Passeio de BTT WÜRTH Sintra

Regulamento do 3º Passeio de BTT WÜRTH Sintra Regulamento do 3º Passeio de BTT WÜRTH Sintra Artigo 1º (Âmbito) 1.1. O presente regulamento aplica-se ao evento desportivo 3º Passeio de BTT WÜRTH Sintra de caráter não competitivo, que irá realizar-se

Leia mais

EMERGÊNCIA 926 222 009

EMERGÊNCIA 926 222 009 1 RALI de VILA DO BISPO 28 e 29 de Março de 2015 CAMPEONATO FPAK DE RALIS SUL TAÇA FPAK DE RALIS TERRA TROFÉU RALI SPRINT DO SUL REGULAMENTO Nome do Rali: Clube organizador: RALI DE VILA DO BISPO CAS -

Leia mais

E N T I D A D E DOTAÇÕES INICIAIS MUNICIPIO VAGOS DO ANO 2009

E N T I D A D E DOTAÇÕES INICIAIS MUNICIPIO VAGOS DO ANO 2009 PÁGINA : 1 1. Funções gerais 674.458,82 124.591,58 1.509.000,00 1.509.000,00 2.617.000,00 2.662.000,00 995.000,00 8.582.050,40 1.1. Serviços gerais de 674.458,82 124.591,58 1.504.000,00 1.504.000,00 2.617.000,00

Leia mais

REPÚBLICA DEMOCRÁTICA DE TIMOR LESTE GOVERNO. DECRETO LEI N.º 8/2003, de 18 de Junho 2003 REGULAMENTO DE ATRIBUI ÇÃO E USO DOS VEÍCULOS DO ESTADO

REPÚBLICA DEMOCRÁTICA DE TIMOR LESTE GOVERNO. DECRETO LEI N.º 8/2003, de 18 de Junho 2003 REGULAMENTO DE ATRIBUI ÇÃO E USO DOS VEÍCULOS DO ESTADO REPÚBLICA DEMOCRÁTICA DE TIMOR LESTE GOVERNO DECRETO LEI N.º 8/2003, de 18 de Junho 2003 REGULAMENTO DE ATRIBUI ÇÃO E USO DOS VEÍCULOS DO ESTADO O Governo decreta, nos termos da alínea d) do artigo 116.º

Leia mais

REGULAMENTO PARTICULAR

REGULAMENTO PARTICULAR REGULAMENTO PARTICULAR 06 e 07 Novembro 2010 Visa FPAK Nº. : 1 ORGANIZAÇÃO A.C.P. COMISSÃO ORGANIZADORA Carlos Barbosa António Mocho João Torrado DIRECTOR DE PROVA Vasco Corrêa Mendes Lic. Desp. Nº 2557

Leia mais

Município de Alvaiázere

Município de Alvaiázere Empreitada de: Requalificação urbana da envolvente à Casa do Povo de Alvaiázere, incluindo parte da rua José Augusto Martins Rangel e rua Colégio Vera Cruz Dono de Obra: Município de Alvaiázere 1 SUMÁRIO

Leia mais

2º TRAIL RUN SOCORRO E ARCHEIRA

2º TRAIL RUN SOCORRO E ARCHEIRA 1º - O Clube TURRES TRAIL, com o apoio da Câmara Municipal de Torres Vedras, e APPSSA - Área de paisagem protegida da serra do Socorro e Archeira vai realizar no próximo dia 16 e 17 de Janeiro de 2016,

Leia mais

A ambulância deve: Avançar, mas apenas se assinalar a marcha de urgência. Avançar. Ceder-me a passagem.

A ambulância deve: Avançar, mas apenas se assinalar a marcha de urgência. Avançar. Ceder-me a passagem. A ambulância deve: Avançar, mas apenas se assinalar a marcha de urgência. Avançar. Ceder-me a passagem. A ambulância deve: Avançar. Ceder a passagem apenas ao meu veículo. Ceder a passagem apenas ao veículo

Leia mais

REGIÃO NORTE E A ALTA VELOCIDADE

REGIÃO NORTE E A ALTA VELOCIDADE REGIÃO NORTE E A ALTA VELOCIDADE Rui Rodrigues Site: www.maquinistas.org (Ver Opinião) Email rrodrigues.5@netcabo.pt Data: Público, 0 de Outubro de 003 A REGIÃO NORTE E A ALTA VELOCIDADE Independentemente

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS CIDADE DO ENTRONCAMENTO. Entroncamento Santarém

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS CIDADE DO ENTRONCAMENTO. Entroncamento Santarém NOME DA ESCOLA AGRUPAMENTO DE ESCOLAS CIDADE DO ENTRONCAMENTO LOCALIDADE E DISTRITO Entroncamento Santarém TEMAS - Fraca afluência à Biblioteca Municipal - Reduzida Mobilidade Urbana - Qualidade da água

Leia mais

«««CAMPEONATO NACIONAL DE KARTING»»» ««TROFÉU FUGUEIREDO E SILVA»»» ««TROFÉU ANTÓNIO DINIS»»

«««CAMPEONATO NACIONAL DE KARTING»»» ««TROFÉU FUGUEIREDO E SILVA»»» ««TROFÉU ANTÓNIO DINIS»» «««CAMPEONATO NACIONAL DE KARTING»»» ««TROFÉU FUGUEIREDO E SILVA»»» ««TROFÉU ANTÓNIO DINIS»» CIRCUITO DO SPORT CLUB DO PORTO REGULAMENTO PARTICULAR CATEGORIAS:» JUVENIS» JÚNIOR» X30» X30 Shifter» CADETES»

Leia mais

Ata da reunião ordinária da Câmara Municipal do Concelho de Vila Velha de Ródão levada a efeito em dez de outubro de dois mil e doze.

Ata da reunião ordinária da Câmara Municipal do Concelho de Vila Velha de Ródão levada a efeito em dez de outubro de dois mil e doze. FL_110 ATA DE 10/10/2012 Ata da reunião ordinária da Câmara Municipal do Concelho de Vila Velha de Ródão levada a efeito em dez de outubro de dois mil e doze. Ata º21 A os dez dias do mês de outubro de

Leia mais

5.3.26 IDENTIFICAÇÃO: ESTAÇÃO DE CORREIOS DE SANTARÉM. Designação: Localização: Largo Cândido dos Reis. Empresa que presta serviços de comunicações

5.3.26 IDENTIFICAÇÃO: ESTAÇÃO DE CORREIOS DE SANTARÉM. Designação: Localização: Largo Cândido dos Reis. Empresa que presta serviços de comunicações 5.3.26 IDENTIFICAÇÃO: Designação: Localização: Função: ESTAÇÃO DE CORREIOS DE SANTARÉM Largo Cândido dos Reis Empresa que presta serviços de comunicações Acesso exterior ao edifício Estacionamento Não

Leia mais

6ª CORRIDA DO FOGO DO CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DE LIMOEIRO DO NORTE/CE - 2012 (2ª SEÇÃO DE BOMBEIROS DO 4º GRUPAMENTO DE BOMBEIROS)

6ª CORRIDA DO FOGO DO CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DE LIMOEIRO DO NORTE/CE - 2012 (2ª SEÇÃO DE BOMBEIROS DO 4º GRUPAMENTO DE BOMBEIROS) 6ª CORRIDA DO FOGO DO DE LIMOEIRO DO NORTE/CE - 2012 (2ª SEÇÃO DE BOMBEIROS DO 4º GRUPAMENTO DE BOMBEIROS) 1 R E G U L A M E N T O Art. 1º - A 6ª corrida do fogo/2012 do Corpo de Bombeiros Militar de Limoeiro

Leia mais

CORRIDA DE SOLIDARIEDADE ISCPSI/APAV

CORRIDA DE SOLIDARIEDADE ISCPSI/APAV CORRIDA DE SOLIDARIEDADE ISCPSI/APAV RELATÓRIO DE MEDIÇÃO OFICIAL ELABORADO POR :João Cândido 12/11/2014 ÍNDICE Pressupostos Pág. 2 Guia-Itinerário do Percurso Pág. 3 Diagramas do Percurso Pág. 4, 5, 6

Leia mais

APÊNDICE N.º 48 II SÉRIE N.º 95 22 de Abril de 2004 CÂMARA MUNICIPAL DE VILA REAL DE SANTO ANTÓNIO. CAPÍTULO II Velocidade. CAPÍTULO III Peões

APÊNDICE N.º 48 II SÉRIE N.º 95 22 de Abril de 2004 CÂMARA MUNICIPAL DE VILA REAL DE SANTO ANTÓNIO. CAPÍTULO II Velocidade. CAPÍTULO III Peões APÊNDICE N.º 48 II SÉRIE N.º 95 22 de Abril de 2004 91 CÂMARA MUNICIPAL DE VILA REAL DE SANTO ANTÓNIO Edital n.º 240/2004 (2.ª série) AP. António Maria Farinha Murta, presidente da Câmara Municipal de

Leia mais

Planeamento Regional e Urbano RUA DO SÉCULO VIA DISTRIBUIDORA LOCAL CARACTERISTICAS

Planeamento Regional e Urbano RUA DO SÉCULO VIA DISTRIBUIDORA LOCAL CARACTERISTICAS RUA DO SÉCULO VIA DISTRIBUIDORA LOCAL PERFIL: sentido de trânsito apenas via nesse sentido; É permitido o estacionamento longitudinal de um dos lados em alguns troços da rua; O acesso e os cruzamentos

Leia mais