Viagem ao rio Arapiuns - 05 dias Santarém, Pará, Amazônia 2010

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Viagem ao rio Arapiuns - 05 dias Santarém, Pará, Amazônia 2010"

Transcrição

1 Viagem ao rio Arapiuns - 05 dias Santarém, Pará, Amazônia 2010

2

3

4 1º dia, Santarém - Anã café da manhã no barco saída de Santarém as 06:30, em direção a comunidade de Anã (de 3 a 4 horas de navegação) chegada em Anã, banho de praia, almoço a bordo 16:00 - visita a comunidade e ao projeto de criação de abelhas 19:00 - jantar no barco 20:00 noite livre

5 ANÃ

6 ANÃ Subindo o rio Arapiuns é a primeira comunidade na margem esquerda, na Reserva Extrativista Tapajós-Arapiuns, a cerca de quatro horas de navegação de Santarém. O acesso é exclusivamente por via fluvial. Por via terrestre, podem ser alcançadas algumas outras comunidades da RESEX, percorrendo trilhas na mata. O território da comunidade, com uma extensão de cerca hectares, apresenta um solo bastante arenoso, de origem fluvial e uma vegetação composta de capoeiras e matas secundárias, resultado da exploração madeireira e da agricultura de corte e queima. Em uma região tradicionalmente ocupada por populações de descendência indígena, as comunidades ribeirinhas se formaram a partir das antigas vilas que resultavam de velhas missões e de lugares de antigas aldeias indígenas. As principais noticias históricas sobre a comunidade de Anã, na sua organização atual, são relacionadas a igreja católica. Começou a se estruturar entre 1954 e Em 1963 foi celebrada a primeira missa no barracão comunitário. Em 02 de setembro de 1966 foi realizado o primeiro casamento. Atualmente é composta por 82 famílias (cerca 480 moradores). Na comunidade não existem fornecimento de energia elétrica, mas alguns moradores organizados utilizam geradores particulares, durante algumas horas do dia. Existe um micro sistema de abastecimento de água, acionado a diesel, que atende a maioria das famílias. Estão instalados na comunidade 03 telefones públicos e em alguns pontos é possível conseguir o sinal da operadora de celular Vivo. Funciona uma escola municipal de ensino fundamental com cerca 140 alunos e o ensino médio no sistema modular.

7 ANÃ

8 2º dia, Anã - Atodí 07:30-10:00 - visita a criação de peixes e a produção de ração 11:00-12:00 - banho de praia 12:00-14:00 piracaia com a comunidade 14:30 - saída para Atodí (01 hora e meia de navegação) 16:00-17:30 - visita a comunidade de Atodí 19:00 - jantar no barco 20:00 - noite livre

9 ATODÍ Situada a margem esquerda do rio Arapiuns, no Assentamento Agroextrativista Lago Grande, a cerca de cinco horas de navegação de Santarém, é uma comunidade composta de 52 famílias. Quem chega à Atodí é recebido pela frondosa mangueira, que no início do ano presenteia quem passa pela comunidade com seus frutos abundantes. Fundada em 1944, é uma comunidade que mantém seus costumes tradicionais no plantio da mandioca, feitio da farinha, pesca, festas religiosas e os divertidos jogos de futebol que encerram as tardes, onde homens, mulheres e crianças se divertem e confraternizam! Os visitantes tem a oportunidade de conhecer o processo de fabricação d farinha de mandioca, base da alimentação das populações tradicionais da Amazônia, de percorrer a trilha dos castanheiros e em seguida tomar banho em refrescantes igarapés. No final das atividades é oferecido um almoço comunitário.

10 Atodí

11 3º dia, Atodí - Arimum 07:00 - Trilha dos castanheiros na mata da comunidade de Atodí (03 horas e meia) Banho de igarapé (01 hora) Farinhada (apresentação do processo de produção da farinha de mandioca) (01 hora) 13:00 - Almoço comunitário 15:00 - Navegação pelo rio Arapiuns até a comunidade de Arimum (01 hora e meia) 16:30 banho de praia 19:00 - Jantar na praia

12 Arimum

13 ARIMUM Aqui chama Arimum porque no princípio do principio do principio, existia apenas um velhinho aqui. Um velhinho que era Pajé, curador, curandeiro, e então as pessoas que moravam mais afastado, em outros lugares ai pra cima, quando ficavam doentes, vinham se tratar com ele, porque nele baixava uma entidade que se chamava Arimum e essa entidade morava embaixo dessa aldeia. Por essa razão ficou o nome de Arimum, por causa da entidade que se manifestava nele. Minha mãe sempre contava essa história. Depoimento de Rosa Edinelma Pereira, moradora de Arimum O início do processo de ocupação pelas atuais famílias data do início da década de À época, uma família formou, na ponta do Jutaí (margem esquerda do lago), uma fazenda de lavoura de jutaí, para a qual mobilizou trabalhadores, que, a partir de então, começaram a ficar na região: ainda Rosa Edinelma Pererira: Aqui o Arimum foi formado era uns No princípio só existiam algumas famílias. Uma família ficava nessa ponta, que a gente antigamente chamava ponta do Cigarro, agora chama Ponta do Jutaí, eles tinham uma propriedade e exploravam a lavoura de juta. Meu pai, o falecido Faustino, foi um dos fundadores aqui do Arimum. Ele chegou e como precisava de pessoas, e não tinha pessoas aqui pra trabalhar, vinha gente pra trabalhar na juta lá do Lago Grande, Jacaré, Itacumiri, trabalhar, dava muito gente aqui pra trabalhar vindo de outros lugares, mas aqui mesmo, pouquíssimos. Minha mãe contava que dava muito gente, mas muita gente pra trabalhar na lavoura de juta. Trabalhava muito aqui, no jutaizal, da terra preta. Em Arimum ocorre uma segmentação entre brancos e índios em torno da questão da terra, iniciada em fins da década de Segundo os Arapium de Arimum, as diferenças e a divisão observável atualmente não haviam emergido à tona porque eles próprios não tinham consciência da importância de suas origens e tradições.

14 Conforme contam, por muito tempo viveram tentando ser brancos, até que se decidiram por assumir e valorizar sua condição, em meio ao processo de reconhecimento indígena mais amplo em curso na região do Baixo Tapajós e Arapiuns, e aqui, mais especificamente nas aldeias que demandam a formação da TI Cobra Grande. Em meio à isso, porém, houve o racha entre os moradores. Os Arapium de Arimum contam que passaram a se reconhecer e a valorizar sua condição indígena a partir da mobilização iniciada pelos Tapajó do Garimpo, com quem compartilham laços de parentesco, territórios, lagos e valores tradicionais. Acreditam que os brancos da aldeia são índios, com quem compartilham do mesmo histórico e práticas culturais, e, deste modo, eles não estão querendo se tornar índios como argumentam seus opositores, são aqueles que se identificam como brancos que estão negando sua identidade devido a estímulos externos. Informações extraídas do Relatório Circunstanciado de Identificação e Delimitação da Terra Indígena Cobra Grande (Santarém/PA) janeiro de 2009 Situada a margem esquerda do rio Arapiuns, no Assentamento Agroextrativista Lago Grande, a cerca de quatro horas de navegação de Santarém, é uma comunidade composta por 33 famílias (cerca de 118 habitantes), sendo que só uma parte mora na sede da comunidade, enquanto os outros moram em sítios isolados. Na comunidade funciona uma escola de ensino fundamental, mas não existem abastecimento de água e energia e não tem telefone público. O Saúde & Alegria acompanha um grupo de artesanato, composto por 09 mulheres e 01 homem, que pertencem a parte da comunidade que não se reconhece como indígena e que moram na sua maioria em uma localidade chamada Ponta de são Geraldo. Promove com o mesmo grupo uma iniciativa de ecoturismo comunitário.

15 Arimum

16 4º dia, Arimum 07:30 - Trilha das ervas medicinais (03 horas) 10:30 banho de igarapé 10:30 oficina de artesanato 12:00 piracaia na beira do igarapé 14:00 tarde livre na praia 19:00 jantar na praia

17 Vila amazonas

18 VILA AMAZONAS Comunidade situada a margem direita do rio Amazonas, no Assentamento Agroextrativista Lago Grande, a cerca de quatro horas de navegação de Santarém, é uma comunidade composta de 47 famílias. Fundada em 1973, em local de antiga ocupação indígena, viveu intensamente o Ciclo da Borracha, hoje lembrados pelos moradores mais antigos e representados pela floresta de seringueiras que acolhe quem chega à comunidade. Esteve diretamente ligada ao movimento da cabanagem em Santarém, uma vez que a área onde hoje ela está localizada serviu de abrigo e ponto estratégico de proteção para os cabanos. A diversidade e abundância de frutas como o uxi, banana, côco, taperebá, mari, cacau, entre outras, chamam a atenção de quem visita à comunidade, que preserva um cacauzal com mais de 100 anos. Sua principal fonte de renda é a pesca, abundante, no Rio Amazonas, sendo que esta prática se intensifica entre os meses de agosto e outubro, quando os pescadores trabalham durante o dia e a noite. Hoje o artesanato começa a figurar como atividade alternativa de renda, através do apoio do PSA na consolidação do grupo de artesãos. O cipó Jacitara é a matéria prima que dá origem às peças utilitárias, tecidas pelo grupo. Os visitantes têm a oportunidade de caminhar pela mata e pela extensa área da comunidade, dependendo da época do ano podem passear de canoas nos lagos da várzea, participar das pescarias, de oficinas de artesanato. A comunidade serve também um almoço típico a base de peixe e produtos da terra e da mata.

19 5º dia, Arimum, Vila Amazonas, Alter do Chão 06:00 - saída para Cuipiranga (1:30 de navegação) 08:00-9:00 passeio até Vila Amazonas (1 hora) 09:30-12:00 Visita a comunidade e apresentação dos trabalhos de artesanato (2 hora e meia) 12:00 - Almoço comunitário 14:00 - retorno para Cuipiranga (1 hora) 15:00 - navegação até Alter do Chão e Santarém (4 horas de navegação)

20 Vila amazonas

6ª CONFERÊNCIA ESTADUAL DE SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL SUSTENTÁVEL TEXTO BASE 4 QUEM SOMOS NÓS OS POVOS E COMUNIDADES TRADICIONAIS

6ª CONFERÊNCIA ESTADUAL DE SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL SUSTENTÁVEL TEXTO BASE 4 QUEM SOMOS NÓS OS POVOS E COMUNIDADES TRADICIONAIS 6ª CONFERÊNCIA ESTADUAL DE SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL SUSTENTÁVEL TEXTO BASE 4 QUEM SOMOS NÓS OS POVOS E COMUNIDADES TRADICIONAIS Somos os guardiões das origens, somos os conhecedores das tradições

Leia mais

Reveillon - Alter do Chão - 6 dias 27 de Dezembro de 2015 a 01 de Janeiro de 2016

Reveillon - Alter do Chão - 6 dias 27 de Dezembro de 2015 a 01 de Janeiro de 2016 Lago Verde: areia branca, água fresca e cristalina Comece 2016 com o pé direito em meio à tranquilidade e paz da natureza! Alter do Chão localiza-se na margem direita do rio Tapajós, a 32 km de Santarém,

Leia mais

SUSTENTABILIDADE NA AMAZÔNIA. Profa. Dra. Therezinha de Jesus Pinto Fraxe Coordenadora do Núcleo de Socioeconomia

SUSTENTABILIDADE NA AMAZÔNIA. Profa. Dra. Therezinha de Jesus Pinto Fraxe Coordenadora do Núcleo de Socioeconomia SUSTENTABILIDADE NA AMAZÔNIA Profa. Dra. Therezinha de Jesus Pinto Fraxe Coordenadora do Núcleo de Socioeconomia Introdução A formação social amazônica foi fundamentada historicamente em tipos variados

Leia mais

duração: duas horas e meia

duração: duas horas e meia Atividades Caminhada para Caraíva duração: duas horas e meia Caraíva fica a 9 quilômetros de distância da Pousada, pela praia. São aproximadamente duas horas e meia de caminhada andando na areia, entre

Leia mais

A Uwê uptabi Marãiwatsédé buscam o bem viver no território tradicional. Palavras-Chaves: Território Sustentabilidade- Bem Viver.

A Uwê uptabi Marãiwatsédé buscam o bem viver no território tradicional. Palavras-Chaves: Território Sustentabilidade- Bem Viver. A Uwê uptabi Marãiwatsédé buscam o bem viver no território tradicional. Este trabalho tem o objetivo de discutir a sustentabilidade do território A uwe- Marãiwatsédé, mediada pelas relações econômicas,

Leia mais

Há cabo-verdianos a participar na vida política portuguesa - Nuno Sarmento Morais, ex-ministro da Presidência de Portugal

Há cabo-verdianos a participar na vida política portuguesa - Nuno Sarmento Morais, ex-ministro da Presidência de Portugal Há cabo-verdianos a participar na vida política portuguesa - Nuno Sarmento Morais, ex-ministro da Presidência de Portugal À margem do Fórum promovido pela Associação Mais Portugal Cabo Verde, que o trouxe

Leia mais

UNIÃO DOS ESCOTEIROS DO BRASIL V JAMBOREE NACIONAL ESCOTEIRO. 15 a 20 de julho de 2012. Rio de Janeiro RJ Brasil BOLETIM 3

UNIÃO DOS ESCOTEIROS DO BRASIL V JAMBOREE NACIONAL ESCOTEIRO. 15 a 20 de julho de 2012. Rio de Janeiro RJ Brasil BOLETIM 3 UNIÃO DOS ESCOTEIROS DO BRASIL V JAMBOREE NACIONAL ESCOTEIRO 15 a 20 de julho de 2012 Rio de Janeiro RJ Brasil BOLETIM 3 EQUIPE DE SERVIÇO, PROGRAMA e TRANSLADO 1. EQUIPE DE SERVIÇO Programa de Turismo

Leia mais

[ meio ambiente ] 68 ecoaventura l Pesca esportiva, meio ambiente e turismo. Por: Oswaldo Faustino

[ meio ambiente ] 68 ecoaventura l Pesca esportiva, meio ambiente e turismo. Por: Oswaldo Faustino [ meio ambiente ] Ameaçado de extinção, o Pirarucu, o maior peixe de escamas de nossas águas, ganhou programa de manejo e seus exemplares voltam a atingir número e tamanhos que permitem anualmente sua

Leia mais

COMO LIDAR COM O POTENCIAL DA FLORESTA, SEM TIRAR A FLORESTA?

COMO LIDAR COM O POTENCIAL DA FLORESTA, SEM TIRAR A FLORESTA? COMO LIDAR COM O POTENCIAL DA FLORESTA, SEM TIRAR A FLORESTA? SOLUÇÕES QUEM EXECUTA Unidades de Conservação Pública Unidades de Conservação Privada (RPPN/RPDS) ONGs e Governo PF / PJ (EBCF) A EBCF O modelo

Leia mais

Desafio para a família

Desafio para a família Desafio para a família Família é ideia de Deus, geradora de personalidade, melhor lugar para a formação do caráter, da ética, da moral e da espiritualidade. O sonho de Deus para a família é que seja um

Leia mais

** O texto aqui reproduzido é de propriedade do MUD - Museu da Dança e não pode ser copiado ou reproduzido sem a autorização prévia.

** O texto aqui reproduzido é de propriedade do MUD - Museu da Dança e não pode ser copiado ou reproduzido sem a autorização prévia. * Este texto corresponde à visão da autora Marcia Dib e todas as informações aqui contidas são de inteira responsabilidade da autora. ** O texto aqui reproduzido é de propriedade do MUD - Museu da Dança

Leia mais

Urbis, Peri, peri-urbano

Urbis, Peri, peri-urbano Urbis, Peri, peri-urbano Aquela cidade que você habita, aquilo que foi tomado como sonho de progresso, de civilidade. As tensões e interações intersocietárias. Aquele idealizado que está em busca de um

Leia mais

AS RESERVAS DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL COMO ALTERNATIVA PARA A CONSERVAÇÃO DO MEIO AMBIENTE E MANUTENÇÃO DA CULTURA CAIÇARA.

AS RESERVAS DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL COMO ALTERNATIVA PARA A CONSERVAÇÃO DO MEIO AMBIENTE E MANUTENÇÃO DA CULTURA CAIÇARA. AS RESERVAS DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL COMO ALTERNATIVA PARA A CONSERVAÇÃO DO MEIO AMBIENTE E MANUTENÇÃO DA CULTURA CAIÇARA. Ana Carolina de Campos Honora 1 Presentes na região costeira dos Estados

Leia mais

POLÍTICAS PÚBLICAS DE SAÚDE INDIANISTAS; EXPERIÊNCIA NO MÉDIO SOLIMÕES E AFLUENTES

POLÍTICAS PÚBLICAS DE SAÚDE INDIANISTAS; EXPERIÊNCIA NO MÉDIO SOLIMÕES E AFLUENTES 197 POLÍTICAS PÚBLICAS DE SAÚDE INDIANISTAS; EXPERIÊNCIA NO MÉDIO SOLIMÕES E AFLUENTES DUSILEK, Alessandra 1 INTRODUÇÃO: Este relato de experiência é fruto de participação de um projeto de oferta de atendimento

Leia mais

O Caminho das Águas - Lagoas e Mares do Sul e Costa dos Corais

O Caminho das Águas - Lagoas e Mares do Sul e Costa dos Corais O Caminho das Águas - Lagoas e Mares do Sul e Costa dos Corais 04 dias e 03 noites no litoral de Alagoas 1º dia Maceió / Barra de São Miguel É fácil gostar de Maceió. Lazer, cultura, gastronomia, turismo,

Leia mais

OS MEMBROS DA MINHA FAMÍLIA

OS MEMBROS DA MINHA FAMÍLIA NOME OS MEMBROS DA MINHA FAMÍLIA ESTABELEÇO RELAÇÕES DE PARENTESCO : avós, pais, irmãos, tios, sobrinhos Quem pertence à nossa família? Observa as seguintes imagens. Como podes observar, nas imagens estão

Leia mais

Roteiros de Passeios CBIE. II - City Tour Dourados - Tour Aldeias Indígenas & Passeio à. Fronteira Brasil Paraguai cultura, lazer e compras

Roteiros de Passeios CBIE. II - City Tour Dourados - Tour Aldeias Indígenas & Passeio à. Fronteira Brasil Paraguai cultura, lazer e compras Roteiros de Passeios CBIE I - City Tour Dourados - Tour Aldeias Indígenas & Passeio à Fronteira Brasil Paraguai cultura, lazer e compras Data: 02/Novembro- Domingo ou 07/Novembro Sexta-Feira Valor por

Leia mais

MANUAL SERVIÇOS AMBIENTAIS NO CORREDOR ETNOAMBIENTAL TUPI MONDÉ CADERNO DE ATIVIDADES

MANUAL SERVIÇOS AMBIENTAIS NO CORREDOR ETNOAMBIENTAL TUPI MONDÉ CADERNO DE ATIVIDADES MANUAL SERVIÇOS AMBIENTAIS NO CORREDOR ETNOAMBIENTAL TUPI MONDÉ CADERNO DE ATIVIDADES MÓDULO I Corredor Etnoambiental Tupi Mondé Atividade 1 Conhecendo mais sobre nosso passado, presente e futuro 1. No

Leia mais

Festas em honra da Nossa Senhora da Piedade Póvoa de Sta. Iria. Procissão fluvial nocturna - Barcos Avieiros benzidos no Tejo

Festas em honra da Nossa Senhora da Piedade Póvoa de Sta. Iria. Procissão fluvial nocturna - Barcos Avieiros benzidos no Tejo FOLHA INFORMATIVA Nº 23-2010 Festas em honra da Nossa Senhora da Piedade Póvoa de Sta. Iria Procissão fluvial nocturna - Barcos Avieiros benzidos no Tejo No dia 4 de Setembro de 2010, às 22 horas, realizou-se

Leia mais

AGUAS PROFUNDAS. Lc 5

AGUAS PROFUNDAS. Lc 5 1 Lc 5 AGUAS PROFUNDAS 1 Certo dia Jesus estava perto do lago de Genesaré, e uma multidão o comprimia de todos os lados para ouvir a palavra de Deus. 2 Viu à beira do lago dois barcos, deixados ali pelos

Leia mais

Segundo os Evangelhos, Jesus teria vivido toda sua infância, adolescência e juventude em Nazaré com sua família e com o povo dessa pequena aldeia.

Segundo os Evangelhos, Jesus teria vivido toda sua infância, adolescência e juventude em Nazaré com sua família e com o povo dessa pequena aldeia. Jesus e sua vida Segundo os Evangelhos, Jesus teria vivido toda sua infância, adolescência e juventude em Nazaré com sua família e com o povo dessa pequena aldeia. Seu nascimento foi no meio de muitas

Leia mais

Cópia autorizada. II

Cópia autorizada. II II Sugestões de avaliação Português Compreensão de texto 3 o ano Unidade 1 5 Unidade 1 Compreensã de texto Nome: Data: A carta é uma forma de comunicação escrita que pode ser endereçada a uma ou a várias

Leia mais

Dicas para investir em Imóveis

Dicas para investir em Imóveis Dicas para investir em Imóveis Aqui exploraremos dicas de como investir quando investir e porque investir em imóveis. Hoje estamos vivendo numa crise política, alta taxa de desemprego, dólar nas alturas,

Leia mais

Era uma vez um príncipe que morava num castelo bem bonito e adorava

Era uma vez um príncipe que morava num castelo bem bonito e adorava O Príncipe das Histórias Era uma vez um príncipe que morava num castelo bem bonito e adorava histórias. Ele gostava de histórias de todos os tipos. Ele lia todos os livros, as revistas, os jornais, os

Leia mais

Reveillon na Amazônia - Arquipélago de Anavilhanas 6 dias 27 de Dezembro de 2015 a 01 de Janeiro de 2016

Reveillon na Amazônia - Arquipélago de Anavilhanas 6 dias 27 de Dezembro de 2015 a 01 de Janeiro de 2016 Anavilhanas, um dos maiores arquipélagos fluviais do mundo! A chegada de um novo ano é, sem dúvidas, um momento especial! Reflexões, retrospectiva de momentos importantes, novos planos, desejos e compartilhamento

Leia mais

GEOGRAFIA LISTA DE RECUPERAÇÃO - 7º ANO RECUPERAÇÃO FINAL 2015 1. Objetivas:

GEOGRAFIA LISTA DE RECUPERAÇÃO - 7º ANO RECUPERAÇÃO FINAL 2015 1. Objetivas: GEOGRAFIA Objetivas: 01 No último século, o Brasil deixou de ser um país essencialmente rural e se tornou um país urbano-industrial. Nesse processo, foram muitas as mudanças em seu espaço geográfico, especialmente

Leia mais

Os dois foram entrando e ROSE foi contando mais um pouco da história e EDUARDO anotando tudo no caderno.

Os dois foram entrando e ROSE foi contando mais um pouco da história e EDUARDO anotando tudo no caderno. Meu lugar,minha história. Cena 01- Exterior- Na rua /Dia Eduardo desce do ônibus com sua mala. Vai em direção a Rose que está parada. Olá, meu nome é Rose sou a guia o ajudara no seu projeto de história.

Leia mais

Homem e natureza unidos pela vida

Homem e natureza unidos pela vida conservação Homem e natureza unidos pela vida texto André Gustavo A maior unidade de conservação da várzea amazônica, a Reserva de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá, prova que com leis, pesquisas e

Leia mais

MATRIZ BÁSICA DO REFERENCIAL CURRICULAR DE BETIM 1 CICLO- GEOGRAFIA

MATRIZ BÁSICA DO REFERENCIAL CURRICULAR DE BETIM 1 CICLO- GEOGRAFIA PREFEITURA MUNICIPAL DE BETIM SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO SEMED DIVISÃO PEDAGÓGICA 2010 MATRIZ BÁSICA DO REFERENCIAL CURRICULAR DE BETIM 1 CICLO- GEOGRAFIA 06 ANOS 07 ANOS 08 ANOS COMPETÊNCIAS HABILIDADES

Leia mais

KLEIDYR BARBOSA: JUAZEIRENSE É O REI DO PLATINADO EM SÃO PAULO.

KLEIDYR BARBOSA: JUAZEIRENSE É O REI DO PLATINADO EM SÃO PAULO. KLEIDYR BARBOSA: JUAZEIRENSE É O REI DO PLATINADO EM SÃO PAULO. O Blog tem mantido contato nas últimas semanas com Cláudia Costa que reside em São Paulo e é amiga de Kleidyr Barbosa dos Santos que é natural

Leia mais

ROTEIRO DE ESTUDO I ETAPA LETIVA GEOGRAFIA 3.º ANO/EF 2015

ROTEIRO DE ESTUDO I ETAPA LETIVA GEOGRAFIA 3.º ANO/EF 2015 SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA MANTENEDORA DA PUC Minas E DO COLÉGIO SANTA MARIA ROTEIRO DE ESTUDO I ETAPA LETIVA GEOGRAFIA 3.º ANO/EF 2015 Caro(a) aluno(a), É tempo de conferir os conteúdos estudados na

Leia mais

O Local e o Global em Luanda Beira Bahia 1

O Local e o Global em Luanda Beira Bahia 1 Glauce Souza Santos 2 O Local e o Global em Luanda Beira Bahia 1 Resumo Esta resenha objetiva analisar a relação local/global e a construção da identidade nacional na obra Luanda Beira Bahia do escritor

Leia mais

"Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho"

Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho "Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho" Celebramos hoje a festa da Ascensão do Senhor... Os últimos momentos de Jesus junto aos apóstolos e a volta de Cristo ao Pai... As leituras bíblicas descrevem

Leia mais

!!!!! Castelo neuschwanstein/neuschwanenstein em Fussen. host family que recebeu minha irmã em 2010/2011 em Augsburg

!!!!! Castelo neuschwanstein/neuschwanenstein em Fussen. host family que recebeu minha irmã em 2010/2011 em Augsburg Alemanha Eu cheguei na Alemanha no dia 14 de Agosto de 2014, e desde então moro em Potsdam, a capital de Brandeburgo e 30 minutos de Berlim A minha host family me buscou no aeroporto e desde o primeiro

Leia mais

Navegar Amazônia em Serraria Pequena: uma casa brasileira-portuguesa com certeza

Navegar Amazônia em Serraria Pequena: uma casa brasileira-portuguesa com certeza Navegar Amazônia Fale conosco Projeto Navegar Amazõnia Principal Navegar Amazônia em Serraria Pequena: uma casa brasileira-portuguesa com certeza Navegar Amazônia em Serraria Pequena: uma casa brasileira-portuguesa

Leia mais

Reveillon na Amazônia - Arquipélago de Anavilhanas 6 dias 27 de Dezembro de 2015 a 01 de Janeiro de 2016

Reveillon na Amazônia - Arquipélago de Anavilhanas 6 dias 27 de Dezembro de 2015 a 01 de Janeiro de 2016 Anavilhanas, um dos maiores arquipélagos fluviais do mundo! A chegada de um novo ano é, sem dúvidas, um momento especial! Reflexões, retrospectiva de momentos importantes, novos planos, desejos e compartilhamento

Leia mais

Ciclo BIOTA-Educação SP, setembro de 2013. QUEIROZ, Helder L. Instituto de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá - IDSM

Ciclo BIOTA-Educação SP, setembro de 2013. QUEIROZ, Helder L. Instituto de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá - IDSM As Principais Ameaças a Conservação do Ecossistema de Várzea Amazônica, e a Experiência do Instituto Mamirauá (IDSM-OS) Ciclo BIOTA-Educação SP, setembro de 2013 QUEIROZ, Helder L. Instituto de Desenvolvimento

Leia mais

Entrevista Noemi Rodrigues (Associação dos Pescadores de Guaíba) e Mário Norberto, pescador. Por que de ter uma associação específica de pescadores?

Entrevista Noemi Rodrigues (Associação dos Pescadores de Guaíba) e Mário Norberto, pescador. Por que de ter uma associação específica de pescadores? Entrevista Noemi Rodrigues (Associação dos Pescadores de Guaíba) e Mário Norberto, pescador. Por que de ter uma associação específica de pescadores? Noemi: É a velha história, uma andorinha não faz verão,

Leia mais

CENTRO DE MEMÓRIA DO ESPORTE ESCOLA DE EDUCAÇÃO FÍSICA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL PROJETO GARIMPANDO MEMÓRIAS GEÓRGIA BALARDIN

CENTRO DE MEMÓRIA DO ESPORTE ESCOLA DE EDUCAÇÃO FÍSICA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL PROJETO GARIMPANDO MEMÓRIAS GEÓRGIA BALARDIN CENTRO DE MEMÓRIA DO ESPORTE ESCOLA DE EDUCAÇÃO FÍSICA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL PROJETO GARIMPANDO MEMÓRIAS GEÓRGIA BALARDIN (depoimento) 2014 CEME-ESEF-UFRGS FICHA TÉCNICA Projeto: Garimpando

Leia mais

OS PAEs COMO POSSIBILIDADE DE REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA E SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL EM ÁREAS RIBEIRINHAS: O CASO DA ILHA CAMPOMPEMA (PA)

OS PAEs COMO POSSIBILIDADE DE REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA E SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL EM ÁREAS RIBEIRINHAS: O CASO DA ILHA CAMPOMPEMA (PA) OS PAEs COMO POSSIBILIDADE DE REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA E SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL EM ÁREAS RIBEIRINHAS: O CASO DA ILHA CAMPOMPEMA (PA) Ana Karolina Ferreira Corrêa Universidade Federal do Pará anageo.correa@gmail.com

Leia mais

O mar de Copacabana estava estranhamente calmo, ao contrário

O mar de Copacabana estava estranhamente calmo, ao contrário epílogo O mar de Copacabana estava estranhamente calmo, ao contrário do rebuliço que batia em seu peito. Quase um ano havia se passado. O verão começava novamente hoje, ao pôr do sol, mas Line sabia que,

Leia mais

Belém e Ilha de Marajó 7 dias

Belém e Ilha de Marajó 7 dias A surpreendente paisagem das praias marajoaras Belém é encantadora por suas mangueiras centenárias que sombreiam as ruas da capital paraense, localizada em uma baía rodeada por água e floresta amazônica.

Leia mais

Pacote Seringueira (02 dias / 01 noite)

Pacote Seringueira (02 dias / 01 noite) Pacote Seringueira (02 dias / 01 noite) / cinza, e pesca de piranha. Jantar às 19h00. Após o Jantar focagem de jacarés e observação de animais noturnos. 2º dia: 05h30 - Observação do nascer do sol e pássaros.

Leia mais

Festa Mariri Yawanawá 2016 Terra Indígena do Rio Gregório, Acre - 16 a 22 de Julho

Festa Mariri Yawanawá 2016 Terra Indígena do Rio Gregório, Acre - 16 a 22 de Julho O encontro das comunidades Yawanawás na Aldeia Mutum, no Acre. A Festa Mariri chega a sua quarta edição em 2016. O encontro das comunidades indígenas da etnia yawanawá na Aldeia Mutum, território indígena

Leia mais

CARTA ABERTA DO SEMINÁRIO ESTADO E CAMPESINATO NA AMAZÔNIA: O DEBATE SOBRE O DISTRITO FLORESTAL DE CARAJÁS À SOCIEDADE BRASILEIRA

CARTA ABERTA DO SEMINÁRIO ESTADO E CAMPESINATO NA AMAZÔNIA: O DEBATE SOBRE O DISTRITO FLORESTAL DE CARAJÁS À SOCIEDADE BRASILEIRA CARTA ABERTA DO SEMINÁRIO ESTADO E CAMPESINATO NA AMAZÔNIA: O DEBATE SOBRE O DISTRITO FLORESTAL DE CARAJÁS À SOCIEDADE BRASILEIRA Nós, de diversos movimentos sociais e instituições da região do Bico do

Leia mais

FICHA PROJETO - nº 063-P

FICHA PROJETO - nº 063-P FICHA PROJETO - nº 063-P LOGO Instituição Parceira PADEQ Grande Projeto 1) TÍTULO: Xingu Vivo Para Sempre 2) MUNICÍPIOS DE ATUAÇÃO DO PROJETO: Porto de Moz- PA: Comunidades Mutuncaia, Cariá, Jussara, Carmelino,

Leia mais

Navegação Jauaperi-Xixuaú - 9 dias 25 de Setembro a 03 de Outubro de 2015

Navegação Jauaperi-Xixuaú - 9 dias 25 de Setembro a 03 de Outubro de 2015 A imensidão da natureza em uma das regiões mais preservadas da Amazônia. Se dentre todas as atrações que a Amazônia oferece, seu maior desejo é contemplar a vida selvagem, este é seu roteiro! Além das

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 40 Discurso no encontro com representantes

Leia mais

A discussão resultou nos pontos sintetizados abaixo:

A discussão resultou nos pontos sintetizados abaixo: Oficina em Ilhabela Relatoria da Plenária Final Esta oficina, realizada no dia 28 de março de 2012, no Hotel Ilhabela, na sede do município, faz parte do processo de escuta comunitária no âmbito do projeto

Leia mais

Projeto. Pedagógico QUEM MEXEU NA MINHA FLORESTA?

Projeto. Pedagógico QUEM MEXEU NA MINHA FLORESTA? Projeto Pedagógico QUEM MEXEU NA MINHA FLORESTA? 1 Projeto Pedagógico Por Beatriz Tavares de Souza* Apresentação O livro tem como tema o meio ambiente em que mostra o homem e a destruição da natureza,

Leia mais

chegaram há pouco tempo lá. Foi a partir deste trabalho que ocorreu a opção pela utilização da metodologia do Circo Social. No mesmo ano, foi criada

chegaram há pouco tempo lá. Foi a partir deste trabalho que ocorreu a opção pela utilização da metodologia do Circo Social. No mesmo ano, foi criada 3 Armando a lona Para o circo, a lona é de suma importância, pois é dentro dela que a mágica acontece. A lona de circo é inconfundível. Alta e colorida, erguida por cordas e pilares, ela anuncia de longe:

Leia mais

REVISTA ONE MÍDIA KIT 2014

REVISTA ONE MÍDIA KIT 2014 REVISTA ONE 2014 MÍDIA KIT 2014 Curitiba é feita de histórias. Para cada grande boa história, existe um ouvido nosso, uma caneta, um papel, um gravador. Para cada boa história, existe um espaço aqui. Curitiba

Leia mais

UNIDADES DE CONSERVAÇÃO lei 9.985/00. 1. Conceitos Básicos

UNIDADES DE CONSERVAÇÃO lei 9.985/00. 1. Conceitos Básicos UNIDADES DE CONSERVAÇÃO lei 9.985/00 1. Conceitos Básicos a) unidade de conservação: espaço territorial e seus recursos ambientais, incluindo as águas jurisdicionais, com características naturais relevantes,

Leia mais

2- (0,5) O acúmulo de lixo é um grave problema dos ambientes urbanos. Sobre o lixo responda: a) Quais são os principais destino do lixo?

2- (0,5) O acúmulo de lixo é um grave problema dos ambientes urbanos. Sobre o lixo responda: a) Quais são os principais destino do lixo? Data: /11/2014 Bimestre: 4 Nome: 7 ANO Nº Disciplina: Geografia Professor: Geraldo Valor da Prova / Atividade: 2,0 (DOIS) Nota: GRUPO 9 1- (0,5) Sobre o ecossistema da caatinga do sertão do Nordeste, responda.

Leia mais

Unidade I Tecnologia: Corpo, movimento e linguagem na era da informação.

Unidade I Tecnologia: Corpo, movimento e linguagem na era da informação. Unidade I Tecnologia: Corpo, movimento e linguagem na era da informação. 1.1 Conteúdos: Apresentação do Plano Didático Pedagógico; Classificação das orações coordenadas sindéticas e inferência. 1.1 Habilidade:

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA 7 ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª SHEILA RODRIGUES PROF.ª SHIRLEY VASCONCELOS

LÍNGUA PORTUGUESA 7 ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª SHEILA RODRIGUES PROF.ª SHIRLEY VASCONCELOS LÍNGUA PORTUGUESA 7 ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª SHEILA RODRIGUES PROF.ª SHIRLEY VASCONCELOS CONTEÚDOS E HABILIDADES Unidade III Trabalho- A trajetória humana, suas produções e manifestações. 2 CONTEÚDOS

Leia mais

PROJETO TRAVESSIA. Cidadânia e Responsabilidade Social

PROJETO TRAVESSIA. Cidadânia e Responsabilidade Social PROJETO TRAVESSIA Cidadânia e Responsabilidade Social PALMAS-TO 2014 Principais Parceiros das edições anteriores CONTATOS Projeto realizado pelo Grupo Pedais e Trilhas do Tocantins Coordenador do Projeto:

Leia mais

Casamento. Curiosidades, Tradições e Superstições

Casamento. Curiosidades, Tradições e Superstições Casamento Curiosidades, Tradições e Superstições Nesta publicação estaremos mostrando as origens do casamento cristão. Note que o casamento cristão tem suas origens no paganismo. Basta ler e comprovar.

Leia mais

A Ciência da Mecânica. Olá, estamos de volta com mais uma coluna sobre Ciência. Mês passado fiz a seguinte pergunta: Como um avião se sustenta no ar?

A Ciência da Mecânica. Olá, estamos de volta com mais uma coluna sobre Ciência. Mês passado fiz a seguinte pergunta: Como um avião se sustenta no ar? A Ciência da Mecânica Washington Braga, Professor Associado 13/ Ano II Departamento de Engenharia Mecânica - PUC - Rio Título: Avião Voa? Olá, estamos de volta com mais uma coluna sobre Ciência. Mês passado

Leia mais

Feriado de Páscoa Alter do Chão 5 dias - De 23 a 27 de Março

Feriado de Páscoa Alter do Chão 5 dias - De 23 a 27 de Março Passeio pelo igarapé de Jamaraquá: águas frescas e cristalinas. Alter do Chão localiza-se na margem direita do rio Tapajós, a 32 km de Santarém, no Pará. Apelidada pelos nativos de "Caribe brasileiro",

Leia mais

Quem tem medo da Fada Azul?

Quem tem medo da Fada Azul? Quem tem medo da Fada Azul? Lino de Albergaria Quem tem medo da Fada Azul? Ilustrações de Andréa Vilela 1ª Edição POD Petrópolis KBR 2015 Edição de Texto Noga Sklar Ilustrações Andréa Vilela Capa KBR

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 59 Discurso em ato comemorativo do

Leia mais

Carnaval 2014. A Sociedade Rosas de Ouro orgulhosamente apresenta o enredo: Inesquecível

Carnaval 2014. A Sociedade Rosas de Ouro orgulhosamente apresenta o enredo: Inesquecível Carnaval 2014 A Sociedade Rosas de Ouro orgulhosamente apresenta o enredo: Inesquecível Nesta noite vamos fazer uma viagem! Vamos voltar a um tempo que nos fez e ainda nos faz feliz, porque afinal como

Leia mais

ESCOLA SEMIPROFISSIONALIZANTE GRALHA AZUL DE SÃO JOÃO- PARANÁ O MEU JEITO DE MUDAR O MUNDO

ESCOLA SEMIPROFISSIONALIZANTE GRALHA AZUL DE SÃO JOÃO- PARANÁ O MEU JEITO DE MUDAR O MUNDO ESCOLA SEMIPROFISSIONALIZANTE GRALHA AZUL DE SÃO JOÃO- Vemos que o mundo está sofrendo e as pessoas e nós poluímos o Planeta Terra e nós temos que ajudar e não poluir os rios os lagos as ruas e as encostas

Leia mais

Passeios Amazon Explorers

Passeios Amazon Explorers Passeios Amazon Explorers Para os passeios de um dia, sem pernoite, lhe oferecemos a seguinte variedade, cada um com suas especificidades, que lhe proporcionam experiências diferentes e inesquecíveis,

Leia mais

Amazônia Viva - Expedição Detox Sabedoria ancestral na gastronomia crua gourmet

Amazônia Viva - Expedição Detox Sabedoria ancestral na gastronomia crua gourmet Amazônia Viva - Expedição Detox Sabedoria ancestral na gastronomia crua gourmet Expedição Detox na Amazônia - Raw Food com a chef Manuela Scalini. Uma viagem sensorial: aprendendo a usar a sabedoria ancestral

Leia mais

SÃO JOÃO/CAÔ: FESTA RELIGIOSA DOS XUKURU DO ORORUBÁ (PESQUEIRA-PE) Edson Silva

SÃO JOÃO/CAÔ: FESTA RELIGIOSA DOS XUKURU DO ORORUBÁ (PESQUEIRA-PE) Edson Silva 1 SÃO JOÃO/CAÔ: FESTA RELIGIOSA DOS XUKURU DO ORORUBÁ (PESQUEIRA-PE) Edson Silva Mulheres, crianças, jovens e homens xukurus, muitas pessoas curiosas se concentram por volta da três horas da tarde do dia

Leia mais

Ideas. Zero verba. Milhões de impactos.

Ideas. Zero verba. Milhões de impactos. Irene Knoth Ideas Zero verba. Milhões de impactos. Ideas Rua Fidalga, 76 Vila Madalena Ideas Rua Fidalga, 76 Vila Madalena Ideas Rua Fidalga, 76 Vila Madalena Ideas Rua Fidalga, 76 Vila Madalena Quem

Leia mais

PROJETO. MEMÓRIA LOCAL 3ºs anos Profªs Eliana Zoccoler Lamano e Priscila Gabanella Gomes

PROJETO. MEMÓRIA LOCAL 3ºs anos Profªs Eliana Zoccoler Lamano e Priscila Gabanella Gomes PROJETO MEMÓRIA LOCAL 3ºs anos Profªs Eliana Zoccoler Lamano e Priscila Gabanella Gomes Objetivos Nosso projeto tem como objetivo principal levar os alunos a construírem conhecimentos sobre o tempo histórico

Leia mais

Viaje na sustentabilidade

Viaje na sustentabilidade A Tory Viagens e Turismo constrói programas préformatados e também cria rotas e programações sob demanda, de acordo com os interesses de aprendizagem dos viajantes e das organizações/experiências visitadas.

Leia mais

DA GOMA DE MANDIOCA A FÉCULA INDUSTRIALIZADA NO MUNICÍPIO DE TEFÉ - AM

DA GOMA DE MANDIOCA A FÉCULA INDUSTRIALIZADA NO MUNICÍPIO DE TEFÉ - AM DA GOMA DE MANDIOCA A FÉCULA INDUSTRIALIZADA NO MUNICÍPIO DE TEFÉ - AM Débora Mota da silva Acadêmica do Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Federal do Amazonas; e-mail de contato: demotas@gmail.com

Leia mais

Unidade Portugal. Ribeirão Preto, de de 2011. Nome: 3 o ano (2ª série) Tarde. AVALIAÇÃO DO CONTEÚDO DO GRUPO VII 3 o BIMESTRE DE HORA EM HORA...

Unidade Portugal. Ribeirão Preto, de de 2011. Nome: 3 o ano (2ª série) Tarde. AVALIAÇÃO DO CONTEÚDO DO GRUPO VII 3 o BIMESTRE DE HORA EM HORA... Unidade Portugal Ribeirão Preto, de de 2011. Nome: 3 o ano (2ª série) Tarde AVALIAÇÃO DO CONTEÚDO DO GRUPO VII 3 o BIMESTRE Eixo temático Culturas nativas Leia o texto a seguir. Disciplina/Valor Português

Leia mais

Trajetórias Leitura: atividades

Trajetórias Leitura: atividades Trajetórias Leitura: atividades RESPOSTAS 1. Miyako Asagoro C. 93 anos D. diretor industrial Kiyozi Ando Miti Ando D. mecânico D. lavradora D. lavrador Michiko Alfredo Fumio Ando A. Nara, Japão A. Cotia

Leia mais

Experiência na Amazônia Capítulo 4: Todos acamparão aqui, mas a Zero-Dez vai pro outro lado do rio

Experiência na Amazônia Capítulo 4: Todos acamparão aqui, mas a Zero-Dez vai pro outro lado do rio Experiência na Amazônia Capítulo 4: Todos acamparão aqui, mas a Zero-Dez vai pro outro lado do rio Por Karina Oliani Nosso próximo desafio era montar a rede de descanso. Enquanto todos se agrupavam, eu

Leia mais

O homem transforma o ambiente

O homem transforma o ambiente Acesse: http://fuvestibular.com.br/ O homem transforma o ambiente Vimos até agora que não dá para falar em ambiente sem considerar a ação do homem. Nesta aula estudaremos de que modo as atividades humanas

Leia mais

Nome: 5º ano (4ª série): AVALIAÇÃO DE ATIVIDADES DO CONTEÚDO DO GRUPO V 2º BIMESTRE PERÍODO DA TARDE

Nome: 5º ano (4ª série): AVALIAÇÃO DE ATIVIDADES DO CONTEÚDO DO GRUPO V 2º BIMESTRE PERÍODO DA TARDE Vila Velha, de de 01. Nome: 5º ano (4ª série): AVALIAÇÃO DE ATIVIDADES DO CONTEÚDO DO GRUPO V º BIMESTRE PERÍODO DA TARDE Eixo temático: Sabor de tradição regional Total de pontos Média Pontos obtidos

Leia mais

A História de azzeittum

A História de azzeittum A História de azzeittum Azeitão é palavra derivada de azzeittum, vocábulo de origem árabe, que refere os extensos olivais encontrados quando aquele povo chegou a esta região. A primeira delimitação que

Leia mais

Uma vez completa a matriz, podem ser anotados, eventualmente, os horários das. Receba ajuda de: Marido Os Meninos As Meninas

Uma vez completa a matriz, podem ser anotados, eventualmente, os horários das. Receba ajuda de: Marido Os Meninos As Meninas Como é feito: pode-se trabalhar com um grupo de mulheres ou repetir o exercício com várias mulheres. Ao início se explica o objetivo do exercício. Depois vão sendo anotadas na primeira coluna, cronologicamente,

Leia mais

Urakepe. Olá. Meu nome é Romel. Sou uma índia Chachi. Eu moro no vilarejo de São Salvador, no oeste do Equador. Eu tenho cinco irmãos, duas irmãs e

Urakepe. Olá. Meu nome é Romel. Sou uma índia Chachi. Eu moro no vilarejo de São Salvador, no oeste do Equador. Eu tenho cinco irmãos, duas irmãs e Urakepe. Olá. Meu nome é Romel. Sou uma índia Chachi. Eu moro no vilarejo de São Salvador, no oeste do Equador. Eu tenho cinco irmãos, duas irmãs e muitos primos. Existem cerca de 60 famílias em São Salvador

Leia mais

Projeto Festival de Forró

Projeto Festival de Forró Projeto Festival de Forró Giovanni Salera Júnior E-mail: salerajunior@yahoo.com.br Gurupi TO Fevereiro de 2009 1 Salera Júnior, Giovanni. Catalogação Projeto Festival de Forró. Giovanni Salera Júnior.

Leia mais

História. Programação 3. bimestre. Temas de estudo

História. Programação 3. bimestre. Temas de estudo História Olá, pessoal! Vamos conhecer, entre outros fatos, como era o trabalho escravo no Brasil? CHIQUINHA GONZAGA Programação 3. bimestre Temas de estudo O trabalho escravo na formação do Brasil - Os

Leia mais

Critérios de seleção. Tema do ano. Amor Infinito.

Critérios de seleção. Tema do ano. Amor Infinito. Edital para espaços abertos 2014 Apresentação O Espaço Aberto é um momento de integração do Design e da Arte com outros campos do conhecimento. Acontece de forma rápida e objetiva, atendendo grupos que

Leia mais

ecoturismo ou turismo. As faixas de APP que o proprietário será obrigado a recompor serão definidas de acordo com o tamanho da propriedade.

ecoturismo ou turismo. As faixas de APP que o proprietário será obrigado a recompor serão definidas de acordo com o tamanho da propriedade. São as áreas protegidas da propriedade. Elas não podem ser desmatadas e por isso são consideradas Áreas de Preservação Permanente (APPs). São as faixas nas margens de rios, lagoas, nascentes, encostas

Leia mais

ZONCACAU: COMO SUGESTÃO PARA A CAMARA SETORIAL DO CACAU. Alfredo Homma - Embrapa Amazônia Oriental. Brasília, 12 novembro de 2013

ZONCACAU: COMO SUGESTÃO PARA A CAMARA SETORIAL DO CACAU. Alfredo Homma - Embrapa Amazônia Oriental. Brasília, 12 novembro de 2013 ZONCACAU: COMO SUGESTÃO PARA A CAMARA SETORIAL DO CACAU Alfredo Homma - Embrapa Amazônia Oriental. Brasília, 12 novembro de 2013 Disciplinar a expansão da produção de cacau no Brasil e ofertar instrumentos

Leia mais

CAPITULO III OS TERRITÓRIOS CAIÇARAS: EXPROPRIAÇÃO E RESISTÊNCIA

CAPITULO III OS TERRITÓRIOS CAIÇARAS: EXPROPRIAÇÃO E RESISTÊNCIA CAPITULO III OS TERRITÓRIOS CAIÇARAS: EXPROPRIAÇÃO E RESISTÊNCIA Um morro de Angra dos Reis que seria designado pelo nome de uma praia da Ilha Grande em razão da migração em massa dos respectivos moradores

Leia mais

Beleza. Tá certo. Aleluia. Gloria a Deus e amem. Você está certo e vou fazer tudo o que você está falando. Domingo está chegando e lá na igreja vou

Beleza. Tá certo. Aleluia. Gloria a Deus e amem. Você está certo e vou fazer tudo o que você está falando. Domingo está chegando e lá na igreja vou Consultoria LOG Eu não sei porque cada um de vocês trabalha e está aqui hoje. Se por dinheiro? Se porque está fazendo o que gosta? Se os seus pais não te querem em casa? Até mesmo se você não tem nada

Leia mais

Assunto: Estudo das várias leis que estavam em operação no tempo de Cristo. 1) Lei Romana = Lei que os cidadãos obedeciam

Assunto: Estudo das várias leis que estavam em operação no tempo de Cristo. 1) Lei Romana = Lei que os cidadãos obedeciam Lição 1 Leis no tempo de Cristo Assunto: Estudo das várias leis que estavam em operação no tempo de Cristo 1) Lei Romana = Lei que os cidadãos obedeciam 2) Lei Civil do A.T. = Tinha a ver com os costumes

Leia mais

RESERVA EXTRATIVISTA DE CANAVIEIRAS

RESERVA EXTRATIVISTA DE CANAVIEIRAS RESERVA EXTRATIVISTA DE CANAVIEIRAS Colônia de Pesca Z-20 Associação de Pescadores de Atalaia Associação de Pescadores de Puxim do Sul Associação de Pescadores dos Campinhos Associação de Pescadores de

Leia mais

Terra à vista! Nesta aula, utilizaremos os mapas para situar

Terra à vista! Nesta aula, utilizaremos os mapas para situar A U A U L L A Terra à vista! Nesta aula, utilizaremos os mapas para situar o lugar em que vivemos na superfície da Terra. Vamos verificar que os lugares são agrupados em grandes conjuntos chamados de continentes,

Leia mais

ASSOCIAÇÃO CULTURAL E EDUCACIONAL DE GARÇA FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS CURSO DE BACHARELADO EM TURISMO RA: 31.918

ASSOCIAÇÃO CULTURAL E EDUCACIONAL DE GARÇA FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS CURSO DE BACHARELADO EM TURISMO RA: 31.918 1 ASSOCIAÇÃO CULTURAL E EDUCACIONAL DE GARÇA FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS CURSO DE BACHARELADO EM TURISMO RA: 31.918 A REGIÃO TURÍSTICA DO ALTO CAFEZAL: DISCUSSÕES SOBRE AS POTENCIALIDADES DA PRÁTICA

Leia mais

Centro Educacional Souza Amorim Jardim Escola Gente Sabida Sistema de Ensino PH Vila da Penha. Ensino Fundamental

Centro Educacional Souza Amorim Jardim Escola Gente Sabida Sistema de Ensino PH Vila da Penha. Ensino Fundamental Centro Educacional Souza Amorim Jardim Escola Gente Sabida Sistema de Ensino PH Vila da Penha Ensino Fundamental Turma: PROJETO INTERPRETA AÇÂO (INTERPRETAÇÃO) Nome do (a) Aluno (a): Professor (a): DISCIPLINA:

Leia mais

Viagem a Dornes e Sertã

Viagem a Dornes e Sertã Viagem a Dornes e Sertã (19 e 20 de Março de 2011) Por: RuckFules 1 No fim de semana, aproveitando os belos dias de Sol com que a chegada da Primavera nos presenteou, decidi dar uma volta pelo interior,

Leia mais

CENTRO DE EDUCAÇÃO INTEGRAL DOS TRABALHADORES ESCOLA DE TURISMO E HOTELARIA CANTO DA IULHA

CENTRO DE EDUCAÇÃO INTEGRAL DOS TRABALHADORES ESCOLA DE TURISMO E HOTELARIA CANTO DA IULHA CENTRO DE EDUCAÇÃO INTEGRAL DOS TRABALHADORES ESCOLA DE TURISMO E HOTELARIA CANTO DA IULHA APRESENTA TRABALHO COLETIVO DOS EDUCANDOS (AS) ELABORADO NOS PERCURSOS FORMATIVOS EQUIPE PEDAGÓGICA E TURMAS DE

Leia mais

LEVANTAMENTO SOCIOECONÔMICO E AMBIENTAL

LEVANTAMENTO SOCIOECONÔMICO E AMBIENTAL LEVANTAMENTO SOCIOECONÔMICO E AMBIENTAL Resultado dos questionários aplicados Julho/2011 Índice 1. DADOS PESSOAIS... 3 2. DADOS SOCIOECONÔMICOS E CULTURAIS... 4 3. QUALIDADE DE VIDA... 5 ANEXO A QUESTIONÁRIO

Leia mais

. a d iza r to u a ia p ó C II

. a d iza r to u a ia p ó C II II Sugestões de avaliação Geografia 7 o ano Unidade 5 5 Unidade 5 Nome: Data: 1. Complete o quadro com as características dos tipos de clima da região Nordeste. Tipo de clima Área de ocorrência Características

Leia mais

GEOGRAFIA - 1 o ANO MÓDULO 56 A CIDADE DO RIO DE JANEIRO

GEOGRAFIA - 1 o ANO MÓDULO 56 A CIDADE DO RIO DE JANEIRO GEOGRAFIA - 1 o ANO MÓDULO 56 A CIDADE DO RIO DE JANEIRO Como pode cair no enem? Com base no mapa e na literatura sobre a região metropolitana do Rio de Janeiro, é correto afirmar: a) A cidade do Rio de

Leia mais

Antonio Carlos Lago Analista Ambiental - IBAMA

Antonio Carlos Lago Analista Ambiental - IBAMA 3º Seminário de Comunicação Empresarial para o Desenvolvimento Sustentável P A L E S T R A COMUNICAÇÃO PARA A TRANSFORMAÇÃO SOCIAL Antonio Carlos Lago Analista Ambiental - IBAMA Relações Públicas P e Jornalista

Leia mais

Salvador da Bahia Leitura: atividades RESPOSTAS. A festa é do povo

Salvador da Bahia Leitura: atividades RESPOSTAS. A festa é do povo Salvador da Bahia Leitura: atividades RESPOSTAS A festa é do povo 1. 2. A) O casamento na roça faz parte dos festejos juninos e antigamente era considerado um sacramento, já que em muitos locais isolados

Leia mais

A menina que queria visitar a tia

A menina que queria visitar a tia Cenas urbanas A menina que queria visitar a tia A menina, conversando com a jornaleira, na manhã de domingo, tinha o ar desamparado. Revolvia, com nervosismo, um lenço com as pontas amarradas, dentro

Leia mais