[ meio ambiente ] 68 ecoaventura l Pesca esportiva, meio ambiente e turismo. Por: Oswaldo Faustino

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "[ meio ambiente ] 68 ecoaventura l Pesca esportiva, meio ambiente e turismo. Por: Oswaldo Faustino"

Transcrição

1 [ meio ambiente ] Ameaçado de extinção, o Pirarucu, o maior peixe de escamas de nossas águas, ganhou programa de manejo e seus exemplares voltam a atingir número e tamanhos que permitem anualmente sua pesca comercial, até novembro, para sustento de milhares de famílias ribeirinhas amazônicas Por: Oswaldo Faustino foto: tefé 68 ecoaventura l Pesca esportiva, meio ambiente e turismo

2 Odeclínio, em rios e lagoas da Amazônia, dos estoques do Pirarucu (Arapaima gigas), o tamanho cada vez menor dos espécimes comercializados, o relato de pescadores sobre o aumento das dificuldades na captura e as constatações dos pesquisadores indicaram, na década de 1990, que a espécie estava em vias de extinção. Endêmica tanto da bacia Amazônica quanto da Araguaia-Tocantins, essa espécies pode atingir cerca de três metros de comprimento e 250 quilos uma das que atingem maior peso e porte entre as espécies de água doce do mundo [vide matéria na edição 29 da ECOAVENTURA]. Outro dado a se destacar foi o nível de pressão sobre esse peixe, cuja captura se tornou incontrolável, em consequência dos incentivos federais, ocorridos na década de 1970, para o aumento da produção pesqueira, com financiamento de insumos, como as malhadeiras (redes de monofilamento), os motores a diesel, as caixas isotérmicas para serem fixadas nas embarcações de grandes proporções. Esses incentivos atraíram para a pesca um grande número de trabalhadores que abandonaram a exploração da juta, à época, a principal atividade econômica da região, mas em franca decadência. Essa migração de atividade, estimulada pelos incentivos resultou numa pressão sem limites sobre o pescado, em especial, sobre o Pirarucu. A situação alarmista com relação a esse peixe, na segunda metade dos anos de 1990, levou o Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) a proibir a pesca dessa espécie, primeiro por seis meses e depois durante o ano todo. Há que se lembrar que o Pirarucu é uma das poucas espécies que possuem dois aparelhos respiratórios: as brânquias, pelas quais consegue respirar submerso, e a bexiga natatória modificada, que funciona como pulmão e lhe permite praticar a respiração aérea. Nos períodos de seca, principalmente, quando emerge para respirar o que ocorre a cada 20 minutos, em média, é quando o espécime é arpoado. Essa facilidade o transformou em alvo certeiro da pesca predatória. O que era um mal para a população de Pirarucus se tornou a principal estratégia para sua defesa nas Reservas de Desenvolvimento Sustentável Amanã e Mamirauá que somam quase 3,5 milhões de hectares foto: joão paulo bp, na região do Médio Solimões, no Estado do Amazonas, graças aos programas de pesquisa, manejo e assessoria técnica desenvolvidas pelo Instituto de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá, vinculado ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação. Os pescadores foram sensibilizados e passaram a atuar em favor da espécie que lhes dá sustento. Ao subir para respirar, nos remansos e lagos, em vez de ser arpoado, o peixe adulto, com mais de um metro e meio e cerca de 40 quilos, é contado. Com essa contagem, o Ibama estabelece uma cota limite para pesca, equivalente a 30% dos espécimes adultos contados naquela área, o que garante manutenção e renovação do estoque da espécie. Nada disso seria possível não fosse a iniciativa do primatólogo paraense José Márcio Corrêa Ayres, graduado pela USP (Universidade de São Paulo) e doutorado pela University of Cambridge, que faleceu em Nova York, em Ele iniciou seus estudos no Médio Solimões, em 1980, e depois de dez anos de luta conseguiu que fosse criada a Estação Ecológica Mamirauá, transformada em Reserva de Desenvolvimento Sustentável. ecoaventura 69

3 [ meio ambiente ] Como funciona o manejo? Filha de pescador, Ana Claudia Torres coordena o Programa de Manejo de Pesca, no Instituto Mamirauá, cuja sede fica na cidade de Tefé, região central do Estado do Amazonas, à margem do rio Solimões, a 663 quilômetros de Manaus por via fluvial, 521 quilômetros por via aérea. Ela lembra que a pressão de pesca dessa espécie era muito grande, pois essa é a principal atividade econômica dos ribeirinhos. Era comum ver nessas áreas, que se tornaram reserva ambiental, barcos com capacidade de até 100 toneladas de pescados. Uma primeira portaria do Ibama, em 1999, fechou os rios para pesca do Pirarucu, por seis meses e outra complementar, pelo ano todo. Foi aí que nosso instituto desenvolveu o programa de manejo, primeiro para Mamirauá e depois para Amanã, explica Ana Claudia. Os barcos, antes utilizados para a caça ao Pirarucu, hoje servem para a contagem da espécie Ana Claudia Torres, coordenadora do Programa de Manejo de Pesca do Pirarucu do Instituto Mamirauá 70 ecoaventura l Pesca esportiva, meio ambiente e turismo

4 Feita a contagem pelo pescador, a assessoria técnica informa o Ibama, para se determinar a cota a ser pescada foto: ruiter braga A qualidade de vida dos ribeirinhos melhorou muito nos últimos tempos Dessa forma, foi restrito o acesso aos pescadores urbanos nas reservas. E o manejo realizado por etapas, a partir do conhecimento tradicional dos ribeirinhos. Eles são responsáveis pelo levantamento do estoque de espécimes, referência para o estabelecimento das cotas, e pela proteção de suas áreas. É estabelecida uma padronização da contagem: com a baixa do nível da água, formam-se as lagoas, que isolam os lotes de peixes. Assim, o mesmo exemplar não é contado mais de uma vez. Nosso instituto atua na sensibilização, e os orienta na contagem, esclarece a coordenadora. O manejo nas duas reservas é praticado por ribeirinhos sob orientação do Instituto Mamirauá ecoaventura 71

5 [ meio ambiente ] Vida melhor para os ribeirinhos No ano passado, o programa assessorou seis sistemas de manejo de Pirarucu, que envolveram 21 comunidades ribeirinhas de cinco setores das Reservas de Amanã e Mamirauá e três colônias de pescadores dos municípios de Tefé, Alvarães e Maraã, que beneficiaram 959 pescadores. Foram capturados Pirarucus com média de 52,40 quilos e comprimentos de 1,76 metro, num total de quilos, 99,2% da cota autorizada pelo Ibama para o período. Cada pescador teve um faturamento médio de R$1.350,34, o que proporciona melhor qualidade de vida para ele e seus familiares. Com apoio do instituto, já se desenvolve também, na Reserva Mamirauá, um programa de ecoturismo. Como o defeso do Pirarucu se inicia em 1º de dezembro, a pescaria é permitida de 1º de junho a 30 de novembro. Na nossa região, não é muito comum a prática de pesca esportiva, o chamado pesque e solte. Há, porém, a pesca amadora praticada nos finais de semana por pescadores urbanos, que têm a finalidade de consumo. Essa também tem de ser controlada. O defeso acontece durante a época da reprodução, na cheia. Já a contagem e a pesca se realizam durante o período em que as águas estão mais baixas, explica Ana Claudia. Segundo ela, nos 14 anos de manejo, já se constata um aumento significativo nos estoques de Pirarucu, com tendência a alta, não só nas áreas de atuação do programa de manejos, mas também em seu entorno, o que tem sensibilizado e provocado mudança de comportamento em pescadores dessas regiões. Antigos predadores se tornaram manejadores, conclui a coordenadora. foto: ruite braga A rede, agora, já não é um instrumento de predação, e o pescador consciente fatura muito mais 72 ecoaventura l Pesca esportiva, meio ambiente e turismo

6 As reservas de Desenvolvimento Sustentável Amanã e Mamirauá têm também programa de ecoturismo fotos: edu coelho Serviço Informações pelo site Temos o que há de melhor para a pesca no Pantanal Sul. Conheçam os melhores barcos-hotéis da região e desfrutem de uma pescaria cheia de emoção Pescar com um grupo de amigos ou em família é privilegio de poucos, então não perca tempo e venha para o paraíso da pesca: Corumbá-MS tel :(67) / msn:

Cláudia Pereira de DEUS* *Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia INPA

Cláudia Pereira de DEUS* *Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia INPA Reserva de Desenvolvimento Sustentável Piagaçu-Purus Purus : Gestão, Biodiversidade e Conservação Cláudia Pereira de DEUS* *Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia INPA Instituto Piagaçu - IPi Os caminhos

Leia mais

Homem e natureza unidos pela vida

Homem e natureza unidos pela vida conservação Homem e natureza unidos pela vida texto André Gustavo A maior unidade de conservação da várzea amazônica, a Reserva de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá, prova que com leis, pesquisas e

Leia mais

PIRACEMA. Contra a corrente

PIRACEMA. Contra a corrente PIRACEMA A piracema é um fenômeno que ocorre com diversas espécies de peixes ao redor do mundo. A palavra vem do tupi e significa subida do peixe. A piracema é o período em que os peixes sobem para a cabeceira

Leia mais

Viagem ao rio Arapiuns - 05 dias Santarém, Pará, Amazônia 2010

Viagem ao rio Arapiuns - 05 dias Santarém, Pará, Amazônia 2010 Viagem ao rio Arapiuns - 05 dias Santarém, Pará, Amazônia 2010 1º dia, Santarém - Anã café da manhã no barco saída de Santarém as 06:30, em direção a comunidade de Anã (de 3 a 4 horas de navegação) chegada

Leia mais

Contagem e Censo Populacional de Pirarucu. Contar pirarucu não é história de pescador

Contagem e Censo Populacional de Pirarucu. Contar pirarucu não é história de pescador Contagem e Censo Populacional de Pirarucu Contar pirarucu não é história de pescador Contagem e Censo Populacional de Pirarucu Ruiter Braga da Silva Ana Cláudia Torres Gonçalves Jovane Cavalcante Marinho

Leia mais

Manejo Comunitário do Pirarucu Arapaima gigas na Reserva de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá Amazonas, Brasil

Manejo Comunitário do Pirarucu Arapaima gigas na Reserva de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá Amazonas, Brasil Manejo Comunitário do Pirarucu Arapaima gigas na Reserva de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá Amazonas, Brasil Manejo Comunitário do Pirarucu Arapaima gigas na Reserva de Desenvolvimento Sustentável

Leia mais

Boletim da Sociedade Brasileira de Limnologia n o 38 (1). NENHUM PEIXE É UMA ILHA

Boletim da Sociedade Brasileira de Limnologia n o 38 (1). NENHUM PEIXE É UMA ILHA NENHUM PEIXE É UMA ILHA Ronaldo Angelini 1 ; Léo Caetano Ferreira da Silva 2 ; Michel Lopes Machado 3 1 Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Departamento de Engenharia Civil. ronangelini@yahoo.com.br

Leia mais

Antonio Carlos Lago Analista Ambiental - IBAMA

Antonio Carlos Lago Analista Ambiental - IBAMA 3º Seminário de Comunicação Empresarial para o Desenvolvimento Sustentável P A L E S T R A COMUNICAÇÃO PARA A TRANSFORMAÇÃO SOCIAL Antonio Carlos Lago Analista Ambiental - IBAMA Relações Públicas P e Jornalista

Leia mais

PROJETO Avaliação dos impactos do manejo dos estoques pesqueiros sob diferentes sistemas de gestão.

PROJETO Avaliação dos impactos do manejo dos estoques pesqueiros sob diferentes sistemas de gestão. Rede de pesquisa Rede de pesquisa Manejo Integrado dos Recursos Pesqueiros na Várzea Amazônica. Estudo comparativo de duas regiões: Baixo Amazonas e Baixo Purus. PROJETO Avaliação dos impactos do manejo

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR GOVERNADOR DO ESTADO,

EXCELENTÍSSIMO SENHOR GOVERNADOR DO ESTADO, ESTADO DE RONDÔNIA ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA MENSAGEM N 183/2010. EXCELENTÍSSIMO SENHOR GOVERNADOR DO ESTADO, O PRESIDENTE DA ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE RONDÔNIA encaminha a Vossa Excelência para

Leia mais

TÍTULO: Validação e Introdução de Tecnologia Apropriada à Produção de Tambaqui (Piscicultura)

TÍTULO: Validação e Introdução de Tecnologia Apropriada à Produção de Tambaqui (Piscicultura) TÍTULO: Validação e Introdução de Tecnologia Apropriada à Produção de Tambaqui (Piscicultura) 1. IDENTIFICAÇÃO: Nome do Programa ao qual pertence: PROTA Data de início: Previsão de duração: Nome do responsável:

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA PRIMEIRA REGIÃO AGRAVO DE INSTRUMENTO N. 0025933-82.2015.4.01.0000/DF (d)

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA PRIMEIRA REGIÃO AGRAVO DE INSTRUMENTO N. 0025933-82.2015.4.01.0000/DF (d) ! RELATOR : DESEMBARGADOR FEDERAL JIRAIR ARAM MEGUERIAN AGRAVANTE : CONSELHO NACIONAL DE PESCA E AQUICULTURA E OUTROS(AS) ADVOGADO : ALICE BUNN FERRARI AGRAVADO : UNIAO FEDERAL PROCURADOR : JOSÉ ROBERTO

Leia mais

UNIDADES DE CONSERVAÇÃO NO SEMIÁRIDO BRASILEIRO: ESTUDO DA GESTÃO PÚBLICA DESSES ESPAÇOS PRESERVADOS

UNIDADES DE CONSERVAÇÃO NO SEMIÁRIDO BRASILEIRO: ESTUDO DA GESTÃO PÚBLICA DESSES ESPAÇOS PRESERVADOS UNIDADES DE CONSERVAÇÃO NO SEMIÁRIDO BRASILEIRO: ESTUDO DA GESTÃO PÚBLICA DESSES ESPAÇOS PRESERVADOS José Irivaldo Alves Oliveira Silva, Elizandra Sarana Lucena Barbosa Universidade Federal de Campina

Leia mais

Surgimento da Mandíbula. Sem mandíbulas, os cordados estavam restritos à filtração, à sucção de alimentos ou à captura de pequenos invertebrados.

Surgimento da Mandíbula. Sem mandíbulas, os cordados estavam restritos à filtração, à sucção de alimentos ou à captura de pequenos invertebrados. Surgimento da Mandíbula Sem mandíbulas, os cordados estavam restritos à filtração, à sucção de alimentos ou à captura de pequenos invertebrados. O surgimento da mandíbula colocou os primeiros gnatostômios

Leia mais

CENTRO DE EDUCAÇÃO INTEGRAL DOS TRABALHADORES ESCOLA DE TURISMO E HOTELARIA CANTO DA IULHA

CENTRO DE EDUCAÇÃO INTEGRAL DOS TRABALHADORES ESCOLA DE TURISMO E HOTELARIA CANTO DA IULHA CENTRO DE EDUCAÇÃO INTEGRAL DOS TRABALHADORES ESCOLA DE TURISMO E HOTELARIA CANTO DA IULHA APRESENTA TRABALHO COLETIVO DOS EDUCANDOS (AS) ELABORADO NOS PERCURSOS FORMATIVOS EQUIPE PEDAGÓGICA E TURMAS DE

Leia mais

Peixes-boi retornam à natureza no interior do Amazonas Projeto patrocinado pela Petrobras recebe e trata filhotes de peixes-boi há quatro anos

Peixes-boi retornam à natureza no interior do Amazonas Projeto patrocinado pela Petrobras recebe e trata filhotes de peixes-boi há quatro anos Page 1 of 5 notícias esportes entretenimento vídeos rede globo e-mail central globo.com assine já Macapá editorias cultura especiais rede amazônica rádios 34 24 Portal Amazônia» Amazônia» Matéria 31 de

Leia mais

Ciclo BIOTA-Educação SP, setembro de 2013. QUEIROZ, Helder L. Instituto de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá - IDSM

Ciclo BIOTA-Educação SP, setembro de 2013. QUEIROZ, Helder L. Instituto de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá - IDSM As Principais Ameaças a Conservação do Ecossistema de Várzea Amazônica, e a Experiência do Instituto Mamirauá (IDSM-OS) Ciclo BIOTA-Educação SP, setembro de 2013 QUEIROZ, Helder L. Instituto de Desenvolvimento

Leia mais

Roça agroecológica das mulheres do Assentamento Dandara dos Palmares, Camamu (BA)

Roça agroecológica das mulheres do Assentamento Dandara dos Palmares, Camamu (BA) Produção de alimentos agroecológicos da roça das mulheres Roça agroecológica das mulheres do Assentamento Dandara dos Palmares, Camamu (BA) Ana Celsa Sousa, Carlos Eduardo de Souza Leite e Luciana Rios

Leia mais

INSTITUTO BRASILEIRO DO MEIO AMBIENTE E DOS RECURSOS NATURAIS RENOVÁVEIS - IBAMA

INSTITUTO BRASILEIRO DO MEIO AMBIENTE E DOS RECURSOS NATURAIS RENOVÁVEIS - IBAMA INSTITUTO BRASILEIRO DO MEIO AMBIENTE E DOS RECURSOS NATURAIS RENOVÁVEIS - IBAMA INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 26, de 2 de SETEMBRO de 2009 O PRESIDENTE DO INSTITUTO BRASILEIRO DO MEIO AMBIENTE E DOS RECURSOS

Leia mais

COMISSÃO DA AMAZÔNIA, INTEGRAÇÃO NACIONAL E DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL

COMISSÃO DA AMAZÔNIA, INTEGRAÇÃO NACIONAL E DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL COMISSÃO DA AMAZÔNIA, INTEGRAÇÃO NACIONAL E DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO N o 2.590, DE 2010 (MENSAGEM N o 921/2008) Autoriza a União a ceder ao Estado de Rondônia, a título

Leia mais

REFLEXÕES SOBRE O NOVO CÓDIGO FLORESTAL E SUAS IMPLICAÇÕES PRÁTICAS

REFLEXÕES SOBRE O NOVO CÓDIGO FLORESTAL E SUAS IMPLICAÇÕES PRÁTICAS REFLEXÕES SOBRE O NOVO CÓDIGO FLORESTAL E SUAS IMPLICAÇÕES PRÁTICAS Dr. Sergius Gandolfi www.lerf.esalq. 22/03/2012 19:30 20:30h - São Carlos-SP Escola Paulista da Magistratura Laboratório de Ecologia

Leia mais

18/5/2008 DEDICATÓRIA. Carmen Helena Moscoso Lobato CEFET-MA carmenlobato@superig.com.br A QUEM VIVE DA E NA PESCA,

18/5/2008 DEDICATÓRIA. Carmen Helena Moscoso Lobato CEFET-MA carmenlobato@superig.com.br A QUEM VIVE DA E NA PESCA, DEDICATÓRIA A QUEM VIVE DA E NA PESCA, QUE ME LEVA A SONHAR QUE, TALVEZ, UM DIA, COM ESTA MINHA ANDANÇA, EU POSSA DIZER QUE PESQUEI PELO MENOS UM SONHO, PARA ALIMENTAR OS TANTOS SONHOS, SEJA DE UM PESCADOR.

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE RONDÔNIA GOVERNADORIA

GOVERNO DO ESTADO DE RONDÔNIA GOVERNADORIA GOVERNO DO ESTADO DE RONDÔNIA GOVERNADORIA DECRETO Nº14. 084, DE 9 DE FEVEREIRO DE 2009 Estabelece diretrizes para proteção à pesca e estímulos à aqüicultura do Estado de Rondônia de que trata a Lei n

Leia mais

O ecoturismo como alternativa de desenvolvimento sustentável

O ecoturismo como alternativa de desenvolvimento sustentável O ecoturismo como alternativa de desenvolvimento sustentável (angcampos@yahoo.com.br) * Resumo O presente trabalho mostra que o desenvolvimento sustentável pode ser alcançado através do ecoturismo, pois

Leia mais

OS PAEs COMO POSSIBILIDADE DE REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA E SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL EM ÁREAS RIBEIRINHAS: O CASO DA ILHA CAMPOMPEMA (PA)

OS PAEs COMO POSSIBILIDADE DE REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA E SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL EM ÁREAS RIBEIRINHAS: O CASO DA ILHA CAMPOMPEMA (PA) OS PAEs COMO POSSIBILIDADE DE REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA E SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL EM ÁREAS RIBEIRINHAS: O CASO DA ILHA CAMPOMPEMA (PA) Ana Karolina Ferreira Corrêa Universidade Federal do Pará anageo.correa@gmail.com

Leia mais

Produto 3: Avaliação socioeconômica

Produto 3: Avaliação socioeconômica Fundo Para o Meio Ambiente Mundial Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente PROJETO GESTÃO INTEGRADA E SUSTENTÁVEL DOS RECURSOS HÍDRICOS TRANSFRONTEIRIÇOS NA BACIA DO RIO AMAZONAS, CONSIDERANDO

Leia mais

REGULAMENTO DE PESCA DESPORTIVA NA ALBUFEIRA DE VASCOVEIRO

REGULAMENTO DE PESCA DESPORTIVA NA ALBUFEIRA DE VASCOVEIRO REGULAMENTO DE PESCA DESPORTIVA NA ALBUFEIRA DE VASCOVEIRO Julho 2013 PREÂMBULO A Barragem de Vascoveiro foi construída com o objetivo de fornecer água à cidade de Pinhel e a algumas freguesias do Concelho.

Leia mais

Fina Flor Cosméticos obtém grande melhoria nos processos e informações com suporte SAP Business One

Fina Flor Cosméticos obtém grande melhoria nos processos e informações com suporte SAP Business One Fina Flor Cosméticos obtém grande melhoria nos processos e informações com suporte SAP Business One Geral Executiva Nome da Fina Flor Cosméticos Indústria Cosméticos Produtos e Serviços Desenvolve, fabrica

Leia mais

PROJETO EXECUTIVO DE DESEMBARQUE PESQUEIRO COMPANHIA DOCAS DO ESPÍRITO SANTO CODESA

PROJETO EXECUTIVO DE DESEMBARQUE PESQUEIRO COMPANHIA DOCAS DO ESPÍRITO SANTO CODESA PROJETO EXECUTIVO DE DESEMBARQUE PESQUEIRO COMPANHIA DOCAS DO ESPÍRITO SANTO CODESA Vitória Outubro/ LISTA DE ILUSTRAÇÕES Figura 1 Associação da Ilha das Caieiras (ASPEMADE)... 6 Figura 2 Associação de

Leia mais

DEDICAÇÃO DOS COLABORADORES E INCENTIVO DA SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO, ENERGIA, INDÚSTRIA E SERVIÇOS (SEDEIS)

DEDICAÇÃO DOS COLABORADORES E INCENTIVO DA SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO, ENERGIA, INDÚSTRIA E SERVIÇOS (SEDEIS) Newsletter nº 203 PQR em Foco - Outubro de 2008 HTTP://WWW.MBC.ORG.BR/MBC/RJ Qualidade Programa Qualidade Rio tem sua re-certificação ISO 9001:2000 renovada por mais 3 anos DEDICAÇÃO DOS COLABORADORES

Leia mais

Regulamento. Capítulo I Direção, Objetivos e Programação.

Regulamento. Capítulo I Direção, Objetivos e Programação. Regulamento Capítulo I Direção, Objetivos e Programação. Art. 1º - O 6º Festival de Pesca de Lucas do Rio Verde-MT 6º FEST LUCAS é uma iniciativa da Prefeitura do Município de Lucas do Rio Verde por meio

Leia mais

MALÁRIA, MEIO AMBIENTE E MUDANÇAS CLIMÁTICAS: A DINÂMICA AMBIENTAL E A TRANSMISSÃO NA AMAZÔNIA

MALÁRIA, MEIO AMBIENTE E MUDANÇAS CLIMÁTICAS: A DINÂMICA AMBIENTAL E A TRANSMISSÃO NA AMAZÔNIA Anais da 61ª Reunião Anual da SBPC - Manaus, AM - Julho/2009 MALÁRIA, MEIO AMBIENTE E MUDANÇAS CLIMÁTICAS: A DINÂMICA AMBIENTAL E A TRANSMISSÃO NA AMAZÔNIA Wanderli P. Tadei 1, Ilea B. Rodrigues 1, Joselita

Leia mais

Cenário positivo. Construção e Negócios - São Paulo/SP - REVISTA - 03/05/2012-19:49:37. Texto: Lucas Rizzi

Cenário positivo. Construção e Negócios - São Paulo/SP - REVISTA - 03/05/2012-19:49:37. Texto: Lucas Rizzi Cenário positivo Construção e Negócios - São Paulo/SP - REVISTA - 03/05/2012-19:49:37 Texto: Lucas Rizzi Crescimento econômico, redução da pobreza, renda em expansão e dois grandes eventos esportivos vindo

Leia mais

Entrevista Noemi Rodrigues (Associação dos Pescadores de Guaíba) e Mário Norberto, pescador. Por que de ter uma associação específica de pescadores?

Entrevista Noemi Rodrigues (Associação dos Pescadores de Guaíba) e Mário Norberto, pescador. Por que de ter uma associação específica de pescadores? Entrevista Noemi Rodrigues (Associação dos Pescadores de Guaíba) e Mário Norberto, pescador. Por que de ter uma associação específica de pescadores? Noemi: É a velha história, uma andorinha não faz verão,

Leia mais

INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL MAMIRAUÁ IDSM/OS/MCTI PROGRAMA DE MANEJO DE PESCA

INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL MAMIRAUÁ IDSM/OS/MCTI PROGRAMA DE MANEJO DE PESCA INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL MAMIRAUÁ IDSM/OS/MCTI PROGRAMA DE MANEJO DE PESCA EDITAL DO CURSO DE GESTÃO COMPARTILHADA DOS RECURSOS PESQUEIROS COM FOCO NO MANEJO PARTICIPATIVO DE PIRARUCU (Arapaima

Leia mais

Cenário Atual BACIA AMAZÔNICA

Cenário Atual BACIA AMAZÔNICA Cenário Atual BACIA AMAZÔNICA A Bacia Amazônica representa hoje uma das mais importantes áreas do planeta considerando questões ligadas à biodiversidade, sustentabilidade e mudanças climáticas. Geograficamente,

Leia mais

Até quando uma população pode crescer?

Até quando uma população pode crescer? A U A UL LA Até quando uma população pode crescer? Seu José é dono de um sítio. Cultiva milho em suas terras, além de frutas e legumes que servem para a subsistência da família. Certa vez, a colheita do

Leia mais

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Tocantins - IFTO

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Tocantins - IFTO Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Tocantins - IFTO Núcleo de Pesquisa Aplicada a Pesca e Aquicultura do Tocantins Núcleo Norte 5 Origem da criação do Núcleo de Pesquisa Termo de Cooperação

Leia mais

Plano de Educação Ambiental. 2º Biênio 2014/2016

Plano de Educação Ambiental. 2º Biênio 2014/2016 Plano de Educação Ambiental 2º Biênio 2014/2016 PROJETO JUNTOS PELO AMBIENTE Ações: Levantamento ambiental das áreas a atuar dos municípios envolvidos; Análise e discussão de resultados para os municípios

Leia mais

O Projeto de Energia da Maré na Foz do Rio Amazonas

O Projeto de Energia da Maré na Foz do Rio Amazonas O Projeto de Energia da Maré na Foz do Rio Amazonas - uma visão geral Visto de cima, a polia principal (no primeiro plano) e a turbina helicoidal na água. Nota: Esta tecnologia, que utiliza uma turbina

Leia mais

Limnoperna fortunei (Dunker, 1857) uma nova ameaça às águas brasileiras

Limnoperna fortunei (Dunker, 1857) uma nova ameaça às águas brasileiras Boas Práticas em Conservação e Manejo da Ictiofauna em Minas Gerais, Limnoperna fortunei (Dunker, 1857) uma nova ameaça às águas brasileiras Marcela David de Carvalho Gerência Estudos e Manejo da Ictiofauna

Leia mais

ecoturismo ou turismo. As faixas de APP que o proprietário será obrigado a recompor serão definidas de acordo com o tamanho da propriedade.

ecoturismo ou turismo. As faixas de APP que o proprietário será obrigado a recompor serão definidas de acordo com o tamanho da propriedade. São as áreas protegidas da propriedade. Elas não podem ser desmatadas e por isso são consideradas Áreas de Preservação Permanente (APPs). São as faixas nas margens de rios, lagoas, nascentes, encostas

Leia mais

IV EDIPE Encontro Estadual de Didática e Prática de Ensino 2011

IV EDIPE Encontro Estadual de Didática e Prática de Ensino 2011 NATAÇÃO E DESEMPENHO ESCOLAR: EXPERIÊNCIA DE UMA EXTENSÃO DA UFG COM UMA ESCOLA PÚBLICA Poliana Siqueira Pedroza 1 Luís César de Souza 2 RESUMO Comunidade Aquática é um projeto de extensão do curso de

Leia mais

DECRETO N 517, DE 8 DE MAIO DE 1992 REGULAMENTA o art. 11, da Lei n 8.387, de 30 de dezembro de 1991, e regula a Área de Livre Comércio de Macapá e

DECRETO N 517, DE 8 DE MAIO DE 1992 REGULAMENTA o art. 11, da Lei n 8.387, de 30 de dezembro de 1991, e regula a Área de Livre Comércio de Macapá e DECRETO N 517, DE 8 DE MAIO DE 1992 REGULAMENTA o art. 11, da Lei n 8.387, de 30 de dezembro de 1991, e regula a Área de Livre Comércio de Macapá e Santana - ALCMS. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso da

Leia mais

CONSELHO ESTADUAL DE MEIO AMBIENTE DO AMAZONAS

CONSELHO ESTADUAL DE MEIO AMBIENTE DO AMAZONAS RESOLUÇÃO/CEMAAM/Nº01/08 Estabelece normas e procedimentos para regularização ambiental de TANQUES, VIVEIROS, BARRAGENS, PEQUENOS RESERVATÓRIOS, CANAIS DE IGARAPÉS E TANQUES REDE DESTINADOS PARA A AQÜICULTURA

Leia mais

AGRÍCOLA NO BRASIL. Prefácio. resultados do biotecnologia: Benefícios econômicos da. Considerações finais... 7 L: 1996/97 2011/12 2021/22...

AGRÍCOLA NO BRASIL. Prefácio. resultados do biotecnologia: Benefícios econômicos da. Considerações finais... 7 L: 1996/97 2011/12 2021/22... O OS BENEFÍCIOS ECONÔMICOS DA BIOTECNOLOGIA AGRÍCOLA NO BRASIL L: 1996/97 2011/12 O caso do algodão geneticamente modificado O caso do milho geneticamente modificado O caso da soja tolerante a herbicida

Leia mais

PLANO SAFRA DAS ÁGUAS 2010-2011

PLANO SAFRA DAS ÁGUAS 2010-2011 PLANO SAFRA DAS ÁGUAS 2010-2011 1 PLANO SAFRA DAS ÁGUAS - PESCA E AQUICULTURA BRASÍLIA-DF 2010 SUMÁRIO Pag. Apresentação...4 Novidades...5 Linhas de Crédito - Pronaf Pesca e Aquicultura...6 Linhas de Crédito

Leia mais

RELATÓRIO ATIVIDADE TECNICO ADMINISTRATIVO

RELATÓRIO ATIVIDADE TECNICO ADMINISTRATIVO RELATÓRIO ATIVIDADE TECNICO ADMINISTRATIVO Nome do Técnico Estado Número de Participantes KARYM RACHEL MAMI COLLESEL AMAZONAS 153 PARTICIPANTES ANEXAR AO RELATÓRIO Cópia da Lista de Presença Cópia do Cerimonial

Leia mais

ESTRUTURA POULACIONAL DE H. ancistroides (Ihering, 1911) EM RIACHOS URBANOS NO MUNICIPIO DE TOLEDO, PARANA

ESTRUTURA POULACIONAL DE H. ancistroides (Ihering, 1911) EM RIACHOS URBANOS NO MUNICIPIO DE TOLEDO, PARANA ESTRUTURA POULACIONAL DE H. ancistroides (Ihering, 1911) EM RIACHOS URBANOS NO MUNICIPIO DE TOLEDO, PARANA 1* Thales Serrano Silva, 2 Tiago Debona, 3 Vinicius Valiente do Santos, 4 Ricardo Soni, 5 Éder

Leia mais

Requerimento Nº /2011

Requerimento Nº /2011 Requerimento Nº /2011 (Da Sra. Deputada JANETE CAPIBERIBE) Solicita Audiência Pública a fim de debater os resultados parciais das ações planejadas resultantes do GT Naval, proposto no âmbito desta Comissão,

Leia mais

Estado do Rio Grande do Sul Município de Venâncio Aires

Estado do Rio Grande do Sul Município de Venâncio Aires PROJETO-DE-LEI Nº 010, DE 20 DE MARÇO DE 2015 Poder Executivo Autoriza o Poder Executivo a conceder repasse de recursos financeiros ao ESPORTE CLUBE GUARANI, com sede nesta Cidade, a celebrar convênio

Leia mais

Mogno o ouro verde da destruição da Amazônia

Mogno o ouro verde da destruição da Amazônia Mogno o ouro verde da destruição da Amazônia Nos últimos 30 anos, 15% da Amazônia Brasileira, foi completamente destruída. A área, maior do que o território da França, corresponde a mais de 590 mil quilômetros

Leia mais

EXPERIÊNCIA DE ASSESSORIA TÉCNICA A COOPERATIVA AGRÍCOLA MISTA DOS PRODUTORES RURAIS DO ASSENTAMENTO NOVA VIDA LTDA (COOPERVIDA), ATRAVES

EXPERIÊNCIA DE ASSESSORIA TÉCNICA A COOPERATIVA AGRÍCOLA MISTA DOS PRODUTORES RURAIS DO ASSENTAMENTO NOVA VIDA LTDA (COOPERVIDA), ATRAVES EXPERIÊNCIA DE ASSESSORIA TÉCNICA A COOPERATIVA AGRÍCOLA MISTA DOS PRODUTORES RURAIS DO ASSENTAMENTO NOVA VIDA LTDA (COOPERVIDA), ATRAVES DO PROGRAMA MAIS GESTÃO. Instituto de Assessoria a Cidadania e

Leia mais

COMO LIDAR COM O POTENCIAL DA FLORESTA, SEM TIRAR A FLORESTA?

COMO LIDAR COM O POTENCIAL DA FLORESTA, SEM TIRAR A FLORESTA? COMO LIDAR COM O POTENCIAL DA FLORESTA, SEM TIRAR A FLORESTA? SOLUÇÕES QUEM EXECUTA Unidades de Conservação Pública Unidades de Conservação Privada (RPPN/RPDS) ONGs e Governo PF / PJ (EBCF) A EBCF O modelo

Leia mais

Proposta de Criação da Floresta Estadual José Zago. Consulta Pública

Proposta de Criação da Floresta Estadual José Zago. Consulta Pública Proposta de Criação da Floresta Estadual José Zago Consulta Pública 2015 Base Legal Lei Federal nº 9.985 de 18 de julho de 2000 Regulamenta o artigo 225 da Constituição Federal e Institui o Sistema Nacional

Leia mais

Páginas: SARAU CULTURAL EM PRAÇA PÚBLICA. Sarau cultural em praça pública homenageia Semana do Folclore

Páginas: SARAU CULTURAL EM PRAÇA PÚBLICA. Sarau cultural em praça pública homenageia Semana do Folclore Páginas: 8 SARAU CULTURAL EM PRAÇA PÚBLICA Sarau cultural em praça pública homenageia Semana do Folclore As escolas municipais da sede e do interior de Canavieiras promoveram na noite deste sábado (29),

Leia mais

PROJETO TRAVESSIA. Cidadânia e Responsabilidade Social

PROJETO TRAVESSIA. Cidadânia e Responsabilidade Social PROJETO TRAVESSIA Cidadânia e Responsabilidade Social PALMAS-TO 2014 Principais Parceiros das edições anteriores CONTATOS Projeto realizado pelo Grupo Pedais e Trilhas do Tocantins Coordenador do Projeto:

Leia mais

P Como foi essa experiência com o barco da Justiça no

P Como foi essa experiência com o barco da Justiça no VISITA AO AMAPÁ FÁTIMA NANCY ANDRIGHI Ministra do Superior Tribunal de Justiça A Justiça brasileira deve se humanizar. A afirmação foi feita pela ministra Nancy Andrighi, do Superior Tribunal de Justiça,

Leia mais

AVALIAÇÃO, MONITORAMENTO E COMPENSAÇÃO DE IMPACTOS DAS USINAS HIDRELÉTRICAS DO COMPLEXO MADEIRA

AVALIAÇÃO, MONITORAMENTO E COMPENSAÇÃO DE IMPACTOS DAS USINAS HIDRELÉTRICAS DO COMPLEXO MADEIRA AVALIAÇÃO, MONITORAMENTO E COMPENSAÇÃO DE IMPACTOS DAS USINAS HIDRELÉTRICAS DO COMPLEXO MADEIRA Nos últimos dias, a sociedade rondoniense assiste uma discussão acirrada sobre os fatores que teriam provocado

Leia mais

P R O J E T O D E P E S Q U IS A IDENTIFICAÇÃO DO PROJETO. Título: Projeto de Portos no Amazonas. Aluno Pesquisador:Ricardo Almeida Sanches

P R O J E T O D E P E S Q U IS A IDENTIFICAÇÃO DO PROJETO. Título: Projeto de Portos no Amazonas. Aluno Pesquisador:Ricardo Almeida Sanches P R O J E T O D E P E S Q U IS A IDENTIFICAÇÃO DO PROJETO Título: Projeto de Portos no Amazonas Aluno Pesquisador:Ricardo Almeida Sanches Curso: Engenharia Civil Duração: fevereiro de 2008 a junho de 2008

Leia mais

Discussões e Recomendações para o Decreto de Pesca da Bacia do Rio Negro (no. 27.012 de setembro de 2007)

Discussões e Recomendações para o Decreto de Pesca da Bacia do Rio Negro (no. 27.012 de setembro de 2007) Discussões e Recomendações para o Decreto de Pesca da Bacia do Rio Negro (no. 27.012 de setembro de 2007) Histórico Foi editado em 2001 o primeiro Decreto Estadual (no.22.304), proibindo a pesca comercial

Leia mais

PROJETO BICHOS DO PANTANAL Pesquisa ictiofauna julho/13 a setembro/13 PROJETO BICHOS DO PANTANAL

PROJETO BICHOS DO PANTANAL Pesquisa ictiofauna julho/13 a setembro/13 PROJETO BICHOS DO PANTANAL PROJETO BICHOS DO PANTANAL Pesquisa ictiofauna julho/13 a setembro/13 PROJETO BICHOS DO PANTANAL Mato Grosso - MT Julho/2013 a Setembro/2013 PROJETO BICHOS DO PANTANAL Pesquisa ictiofauna julho/13 a setembro/13

Leia mais

Os Benefícios Econômicos da Biotecnologia Agrícola no Brasil: 1996/97 a 2010/11

Os Benefícios Econômicos da Biotecnologia Agrícola no Brasil: 1996/97 a 2010/11 Céleres Os Benefícios Econômicos da Biotecnologia Agrícola no Brasil: 199/97 a 2010/11 O CASO DO ALGODÃO GENETICAMENTE MODIFICADO O CASO DO MILHO GENETICAMENTE MODIFICADO O CASO DA SOJA TOLERANTE A HERBICIDA

Leia mais

FAB tem novas UTI aéreas na Amazônia

FAB tem novas UTI aéreas na Amazônia FAB tem novas UTI aéreas na Amazônia A Força Aérea Brasileira aumentou no início de 2015 a sua capacidade de realizar missões humanitárias na região Amazônica. O Primeiro e o Sétimo Esquadrões de Transporte

Leia mais

Planejamento Turístico para Promoção do Turismo de Base Comunitária: experiências no Amazonas e no Pará

Planejamento Turístico para Promoção do Turismo de Base Comunitária: experiências no Amazonas e no Pará Capítulo do Livro: Série Integração, Transformação e Desenvolvimento: Áreas Protegidas e Biodiversidade Fundo Vale para o Desenvolvimento Sustentável. Rio de Janeiro. 2012. Planejamento Turístico para

Leia mais

BOLETIM DO LEGISLATIVO Nº 17, DE 2012

BOLETIM DO LEGISLATIVO Nº 17, DE 2012 BOLETIM DO LEGISLATIVO Nº 17, DE 2012 Rio+20: oceanos, mares e zonas costeiras Carmen Rachel Scavazzini Marcondes Faria Tarciso Dal Maso Jardim A Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável,

Leia mais

Projeto de Comunicação Integrada: ORVAM 1

Projeto de Comunicação Integrada: ORVAM 1 Projeto de Comunicação Integrada: ORVAM 1 Gustavo Antonio AGUIAR 2 Élida de CRISTO 3 Guilherme Guerreiro NETO 4 Rosane STEINBRENNER 5 Universidade Federal do Pará, PA RESUMO O trabalho descreve as atividades

Leia mais

Cadastro de Sítio de Coleta Programa de Pesquisa em Biodiversidade

Cadastro de Sítio de Coleta Programa de Pesquisa em Biodiversidade Nome Sítio: Trilha A Resex Canutama Sigla Sítio: A Núcleo: Cadastro de Sítio de Coleta Descrição Sítio: Trilha localizada na Reserva Extrativista Canutama, no município de Canutama, na margem esquerda

Leia mais

PERCEPÇÃO DO ESTADO ATUAL DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL EM RELAÇÃO AOS TURISTAS DA CIDADE DE SANTOS/SP COM ÊNFASE EM MANGUEZAL.

PERCEPÇÃO DO ESTADO ATUAL DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL EM RELAÇÃO AOS TURISTAS DA CIDADE DE SANTOS/SP COM ÊNFASE EM MANGUEZAL. PERCEPÇÃO DO ESTADO ATUAL DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL EM RELAÇÃO AOS TURISTAS DA CIDADE DE SANTOS/SP COM ÊNFASE EM MANGUEZAL. SANTOS, Joyce Mello*; ANTONELLI, Talita Proquere*; SANTOS, João Alberto Paschoa**

Leia mais

DEPARTAMENTO DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E SOCIOLOGIA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO ESCOLA SUPERIOR DE AGRICULTURA "LUIZ DE QUEIROZ"

DEPARTAMENTO DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E SOCIOLOGIA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO ESCOLA SUPERIOR DE AGRICULTURA LUIZ DE QUEIROZ Na média, pecuarista ganha da inflação em setembro Em setembro, o custo efetivo da pecuária, pesquisado pela CNA/Cepea-USP, teve alta de apenas 0,22%, enquanto que a inflação medida pelo IGP-M alcançou

Leia mais

Seminário: As Compras Institucionais a Serviço dos Agricultores Familiares. CSA, Bruxelas 23 de Abril de 2014.

Seminário: As Compras Institucionais a Serviço dos Agricultores Familiares. CSA, Bruxelas 23 de Abril de 2014. Seminário: As Compras Institucionais a Serviço dos Agricultores Familiares CSA, Bruxelas 23 de Abril de 2014. ESTRATÉGIA: SEGURANÇA E SOBERANIA ALIMENTAR X FORTALECIMENTO DA AGRICULTURA FAMILIAR Fortalecimento

Leia mais

Em resposta ao artigo intitulado De quem é a Culpa, publicado no site AC 24H no dia 30/11/2014

Em resposta ao artigo intitulado De quem é a Culpa, publicado no site AC 24H no dia 30/11/2014 ESTADO DO ACRE SECRETARIA DE ESTADO DE MEIO AMBIENTE SEMA Em resposta ao artigo intitulado De quem é a Culpa, publicado no site AC 24H no dia 30/11/2014 Em resposta ao artigo intitulado De quem é a Culpa,

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ENGENHARIA DE PRODUÇÃO

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ENGENHARIA DE PRODUÇÃO PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ENGENHARIA DE PRODUÇÃO PROVAS 3 ANTERIORES DE CUSTOS INDUSTRIAIS ENG 3040 1) Uma empresa asfáltica fechou com o Governo um contrato

Leia mais

Se você não é parte da solução, então é parte do problema. Eldridge Cleaver

Se você não é parte da solução, então é parte do problema. Eldridge Cleaver Se você não é parte da solução, então é parte do problema. Eldridge Cleaver Cenário Atual BACIA AMAZÔNICA A Bacia Amazônica representa hoje uma das mais importantes áreas do planeta considerando questões

Leia mais

PRONUNCIAMENTO SOBRE FORÇA-TAREFA PARA COMBATER MATANÇA DE BOTOS NA REGIÃO AMAZÔNICA DEPUTADO MARCELO SERAFIM (PSB-AM)

PRONUNCIAMENTO SOBRE FORÇA-TAREFA PARA COMBATER MATANÇA DE BOTOS NA REGIÃO AMAZÔNICA DEPUTADO MARCELO SERAFIM (PSB-AM) PRONUNCIAMENTO SOBRE FORÇA-TAREFA PARA COMBATER MATANÇA DE BOTOS NA REGIÃO AMAZÔNICA DEPUTADO MARCELO SERAFIM (PSB-AM) Senhoras Deputadas, Senhores Deputados, Povo do estado do Amazonas, Por várias vezes

Leia mais

Introdução. Gestão Ambiental Prof. Carlos Henrique A. de Oliveira. Introdução à Legislação Ambiental e Política Nacional de Meio Ambiente - PNMA

Introdução. Gestão Ambiental Prof. Carlos Henrique A. de Oliveira. Introdução à Legislação Ambiental e Política Nacional de Meio Ambiente - PNMA Gestão Ambiental Prof. Carlos Henrique A. de Oliveira Introdução à Legislação Ambiental e Política Nacional de Meio Ambiente - PNMA O mar humildemente coloca-se abaixo do nível dos rios para receber, eternamente,

Leia mais

Clipping de notícias. Recife, 27 de janeiro de 2016.

Clipping de notícias. Recife, 27 de janeiro de 2016. Clipping de notícias Recife, 27 de janeiro de 2016. 26/01/2016 Programas que beneficiarão agricultores serão lançados nesta quinta em Araripina O secretário de Agricultura e Reforma Agrária de Pernambuco,

Leia mais

Urban View. Urban Reports. O céu é o limite: até onde vão os valores para compra e aluguel de imóveis em São Paulo?

Urban View. Urban Reports. O céu é o limite: até onde vão os valores para compra e aluguel de imóveis em São Paulo? Urban View Urban Reports O céu é o limite: até onde vão os valores para compra e aluguel de imóveis em São Paulo? Programa Falando em dinheiro, coluna Minha cidade, meu jeito de morar e investir Rádio

Leia mais

Reservatórios periurbanos da RMBH. -É possível compatibilizar serviços ecológicos com o desenvolvimento urbano? Gustavo Soares Xavier

Reservatórios periurbanos da RMBH. -É possível compatibilizar serviços ecológicos com o desenvolvimento urbano? Gustavo Soares Xavier Reservatórios periurbanos da RMBH -É possível compatibilizar serviços ecológicos com o desenvolvimento urbano? Gustavo Soares Xavier O que é um reservatório: Um reservatório é uma construção formada pelo

Leia mais

Apêndice F-21C Relatório das Atividades de Dezembro do projeto de educação ambiental PPA para AJA Minas Gerais, Brasil

Apêndice F-21C Relatório das Atividades de Dezembro do projeto de educação ambiental PPA para AJA Minas Gerais, Brasil Apêndice F-21C Relatório das Atividades de Dezembro do projeto de educação ambiental PPA para AJA Minas Gerais, Brasil Groupo AJ na demonstração do modelo de bacia hidrográfica. Preparado para: Susan Kurbis,

Leia mais

22o. Prêmio Expressão de Ecologia

22o. Prêmio Expressão de Ecologia 22o. Prêmio Expressão de Ecologia 2014-2015 Vista do corte raso da vegetação sob a rede anterior ao Projeto. Unidade de Conservação e formação dos corredores vegetados após implantação do Projeto. Área

Leia mais

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2006

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2006 PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2006 Regulamenta o 4º do art. 225 da Constituição Federal, para instituir o Plano de Gerenciamento da Floresta Amazônica. O CONGRESSO NACIONAL decreta: Art. 1º Esta Lei

Leia mais

Pescador. A partir do trabalho do pescador, perceber a interferência do homem e de seu lixo no habitat dos animais aquáticos.

Pescador. A partir do trabalho do pescador, perceber a interferência do homem e de seu lixo no habitat dos animais aquáticos. Pescador 1) Objetivo Geral A partir do trabalho do pescador, perceber a interferência do homem e de seu lixo no habitat dos animais aquáticos. 2) Objetivo Específico Fazer os alunos perceberem que o lixo

Leia mais

Texto Carmen Figueiredo Ilustrações Adão Iturrusgarai

Texto Carmen Figueiredo Ilustrações Adão Iturrusgarai Texto Carmen Figueiredo Ilustrações Adão Iturrusgarai Texto Carmen Figueiredo Ilustrações Adão Iturrusgarai Revisão Técnica Dra. Miriam Marmontel Programação Visual Del Negro Design Figueiredo, Carmen.

Leia mais

ORIENTE E POMPÉIA GARÇA, VERA CRUZ, DO TRABALHADOR PATRIMONIO

ORIENTE E POMPÉIA GARÇA, VERA CRUZ, DO TRABALHADOR PATRIMONIO PATRIMONIO METALÚRGICOS DO TRABALHADOR DE MARÍLIA, GARÇA, VERA CRUZ, ORIENTE E POMPÉIA PATRIMONIO DO TRABALHADOR Expediente ORGÃO INFORMATIVO DO SINDICATO DOS TRABALHADORES NAS INDUSTRIAS METALÚRGICAS,

Leia mais

Desempenho da piscicultura de água doce

Desempenho da piscicultura de água doce Desempenho da piscicultura de água doce Epagri/Cedap: Fernando Soares Silveira, oceanógrafo, fernando@epagri.sc.gov.br; Fabiano Müller Silva, engenheiro-agrônomo, fabiano@epagri.sc.gov.br; Alex Alves dos

Leia mais

RESERVA EXTRATIVISTA DE CANAVIEIRAS

RESERVA EXTRATIVISTA DE CANAVIEIRAS RESERVA EXTRATIVISTA DE CANAVIEIRAS Colônia de Pesca Z-20 Associação de Pescadores de Atalaia Associação de Pescadores de Puxim do Sul Associação de Pescadores dos Campinhos Associação de Pescadores de

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADES. 41 anos: cuidando das pessoas e da Terra!

RELATÓRIO DE ATIVIDADES. 41 anos: cuidando das pessoas e da Terra! RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2013 41 anos: cuidando das pessoas e da Terra! Avenida João Batista Medina, 358 Embu - SP - CEP 06840-000 (11) 4781.6837 - www.seaembu.org SOCIEDADE ECOLÓGICA - SEAE 41 anos cuidando

Leia mais

A PRÁTICA DO ORÇAMENTO PARTICIPATIVO

A PRÁTICA DO ORÇAMENTO PARTICIPATIVO A PRÁTICA DO ORÇAMENTO PARTICIPATIVO François E. J. de Bremaeker Luiz Estevam Gonçalves Rio de Janeiro fevereiro de 2015 A PRÁTICA DO ORÇAMENTO PARTICIPATIVO François E. J. de Bremaeker Economista e Geógrafo,

Leia mais

Operação apreende duas toneladas de peixes e animais silvestres, no AM

Operação apreende duas toneladas de peixes e animais silvestres, no AM Page 1 of 6 22h15 - Atualizado em 22h21 Operação apreende duas toneladas de peixes e animais silvestres, no AM Ação foi realizada entre 18 e 27 de janeiro. Carne de jacaré, jabutis vivos e filhote de guariba

Leia mais

RIOS E LAGOS: A APROPRIAÇÃO DAS ÁGUAS PELOS CAMPONESES- RIBEIRINHOS NA AMAZÔNIA

RIOS E LAGOS: A APROPRIAÇÃO DAS ÁGUAS PELOS CAMPONESES- RIBEIRINHOS NA AMAZÔNIA RIOS E LAGOS: A APROPRIAÇÃO DAS ÁGUAS PELOS CAMPONESES- RIBEIRINHOS NA AMAZÔNIA Manuel de Jesus Masulo da Cruz UFAM masulo@bol.com.br Uso da água na várzea amazônica Os camponeses-ribeirinhos na Amazônia,

Leia mais

O Ser Humano como potencial destruidor do ecossistema marinho. Carlos Bastos

O Ser Humano como potencial destruidor do ecossistema marinho. Carlos Bastos O Ser Humano como potencial destruidor do ecossistema marinho Carlos Bastos Índice 1 - Introdução 2- As actividades marítimas como prática destrutiva do ecossistema marinho 2.1 - Como se caracteriza a

Leia mais

COMANDO DE OPERAÇÕES DE BOMBEIROS MILITARES COMANDO DE OPERAÇÕES DE BOMBEIROS MILITARES DO INTERIOR 5º GRUPAMENTO DE BOMBEIROS MILITAR - GBM

COMANDO DE OPERAÇÕES DE BOMBEIROS MILITARES COMANDO DE OPERAÇÕES DE BOMBEIROS MILITARES DO INTERIOR 5º GRUPAMENTO DE BOMBEIROS MILITAR - GBM COMANDO DE OPERAÇÕES DE BOMBEIROS MILITARES COMANDO DE OPERAÇÕES DE BOMBEIROS MILITARES DO INTERIOR 5º GRUPAMENTO DE BOMBEIROS MILITAR - GBM RELATÓRIO TÉCNICO DO LEVANTAMENTO DE ÁREAS DE RISCO NO MUNICÍPIO

Leia mais

Regulamentação do acesso territorial a tanques-rede em área de preservação permanente (APP), no Estado de São Paulo 1

Regulamentação do acesso territorial a tanques-rede em área de preservação permanente (APP), no Estado de São Paulo 1 Regulamentação do acesso territorial a tanques-rede em área de preservação permanente (APP), no Estado de São Paulo 1 Daercy Maria Monteiro de Rezende Ayroza 2 Fernanda de Paiva Badiz Furlaneto 3 Luiz

Leia mais

QUEDA DA PRODUTIVIDADE DE PESCADO NO RIO TOCANTINS: A PERCEPÇÃO DOS PESCADORES DE MARABÁ - PARÁ

QUEDA DA PRODUTIVIDADE DE PESCADO NO RIO TOCANTINS: A PERCEPÇÃO DOS PESCADORES DE MARABÁ - PARÁ QUEDA DA PRODUTIVIDADE DE PESCADO NO RIO TOCANTINS: A PERCEPÇÃO DOS PESCADORES DE MARABÁ - PARÁ Sandro Ferreira Nascimento 1 ; Andréa Hentz de Mello 2 ; Gustavo Ferreira de Oliveira 3 ; Verônica Danielle

Leia mais

SISTEMATIZAÇÃO DAS OFICINAS DE PROJETOS

SISTEMATIZAÇÃO DAS OFICINAS DE PROJETOS FUNDAÇÃO PARQUE TECNOLÓGICO ITAIPU - BRASIL ConectaDEL - Programa Regional de Formação para o Desenvolvimento Econômico Local com Inclusão Social Brasil SISTEMATIZAÇÃO DAS OFICINAS DE PROJETOS Foz do Iguaçu,

Leia mais

AVALIAÇÃO PRELIMINAR DO PROJETO DE LEI N O 4.855/2001

AVALIAÇÃO PRELIMINAR DO PROJETO DE LEI N O 4.855/2001 AVALIAÇÃO PRELIMINAR DO PROJETO DE LEI N O 4.855/2001 Emile Boudens Consultor Legislativo da Área XV Educação, Desporto, Bens Culturais, Diversões e Espetáculos Públicos ESTUDO JANEIRO/2002 Câmara dos

Leia mais

Assessoria de Assuntos Estratégicos e Relações institucionais ASAE Gabinete do Ministro

Assessoria de Assuntos Estratégicos e Relações institucionais ASAE Gabinete do Ministro Assessoria de Assuntos Estratégicos e Relações institucionais ASAE Gabinete do Ministro Roteiro Plano Amazônia de Pesca e Aquicultura Amazônia Legal Pesca e Aquicultura na Amazônia Legal Plano Amazônia

Leia mais

Diversificação, sustentabilidade e. dinheiro no bolso

Diversificação, sustentabilidade e. dinheiro no bolso Leitõezinhos se alimentam na mãe até os 22 dias de idade, quando seguem para engorda Diversificação, sustentabilidade e dinheiro no bolso Cooperativa em São Gabriel do Oeste, MS, tem faturamento quatro

Leia mais

Acesso Público a Informação de Saúde

Acesso Público a Informação de Saúde Acesso Público a Informação de Saúde Compartilhamento de experiências e possibilidades de associações O que queremos dizer com experiências? Examinemos um Estudo de Caso de Maláui (Malawi) Uma ONG organizou

Leia mais