ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA"

Transcrição

1 ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA 1. Introdução O presente Termo de Referência pressupõe a realização de Análise de Viabilidade da contratação, bem como a elaboração da sua respectiva estratégia (de contratação), sendo identificáveis, nas passagens abaixo descritas, conforme a pertinência ao objeto licitado, todos os requisitos constantes dos artigos 10, 11, 13, 14 e 16 da Instrução Normativa-MPOG nº 04, de 19 de maio de Do Objeto Contratação de empresa, sob regime de empreitada por preço global, para prestação de serviços de reestruturação do Centro de Operações de Rede, com fornecimento de todo material necessário para a execução, conforme as características, condições, obrigações e requisitos contidos no Termo de Referência e demais anexos do edital, englobando os seguintes serviços: a. Instalação do Cabeamento Estruturado Lógico do COR b. Instalação de rede elétrica do COR; c. Fornecimento e instalação de 01 (um) No-Break, 02 (dois) Switch Gerencial, 02 (dois) Patch Panel, 01 (uma) Fechadura Biométrica e 02 (dois) Rack para servidores. 3. Objetivo e justificativa da contratação O Centro de Operações de Rede do setor de Tecnologia do Conselho Federal de Medicina necessita de manutenção preventiva e corretiva. Os problemas apresentados atualmente é falta de padronização das tomadas de energia elétrica, mau organização do cabeamento lógico, falta de manutenção preventiva do nobreak de 10KvA, inexistência de estabilizador/no-break para contingência, ausência de documentação a respeito da infra-estrutura do CPD e falta de rack de apoio para novos equipamentos (servidores) do Centro de Processamento de Dados CPD, do Setor de Tecnologia da Informação. 1

2 4. Fundamentação do objeto da contratação A motivação para a contratação é a necessidade de adequar à estrutura física e lógica bem como a alta disponibilidade dos serviços prestados com segurança e confiabilidade do Centro de Processamento de Dados (CPD) do Conselho Federal de Medicina Cabeamento elétrico O não balanceamento das cargas utilizadas nos circuitos pode gerar quedas dos disjuntores, correndo o risco de paralisação dos serviços. Daí a necessidade de acréscimo de novos pontos elétricos e dimensionamento da distribuição correta de carga, além da criação de dois quadros de energia estabilizada, com a instalação de um novo No-break de 10KVA, para que seja feita a redundância dos circuitos elétricos que alimentam os Servidores. Adequar as instalações seguindo as normas nacionais e internacionais obedecendo os padrões da ABNT, inclusive no que diz respeito a proteção de equipamentos e pessoas. Com os ajustes propostos, espera-se elevar a performance e a disponibilidades dos sistemas e serviços que atendem aos clientes diretos e indiretos. Para melhor visualizar o problema da estrutura elétrica, segue abaixo algumas fotos do COR: 2

3 4.2. Cabeamento Lógico Atualmente o Centro de Operação de Rede COR possui 18 servidores em redes interligados de forma inadequada; Há uma desorganização generalizada do ambiente, deixando a equipe técnica sem controle em tempo real da situação de conectividade dos elementos de conexão e com dificuldades para atualização da documentação, gerando assim problemas operacionais para a manutenção do cabeamento; Para adequação às melhores práticas serão necessários a organização e criação de novos pontos lógicos, instalados em leitos apropriados (eletrocalhas e canaletas metálicas com seus devidos acessórios), para suportar os servidores atuais e os novos servidores que serão adquiridos futuramente. Para melhor visualizar o problema da estrutura lógica, segue abaixo algumas fotos do COR: 4.3. Fechadura biométrica Com a necessidade de controlar o acesso de pessoas indevidas no Centro de Operações de Redes, para garantir a segurança das informações contidas no COR, será necessária aquisição de uma fechadura biométrica que permita o controle de acesso ao mesmo, acesso esse permitido somente às pessoas autorizadas pelo SETIN; 3

4 Essa Fechadura, para um melhor aproveitamento, deve funcionar por impressão digital e painel de senha Rack para servidores A falta de local apropriado para acomodação dos servidores dentro do (Equipamento Rack) compromete o espaço físico do COR, tendo em vista a aquisição de pelo menos 8 servidores que deverão ser instalados no mesmo; Esses (Equipamentos Racks) se fazem necessários, sendo o equipamento próprio e adequado, para, além de melhorar a organização da sala, ajudar a proteger os equipamentos e, conseqüentemente, seu tempo de vida. As acomodações hoje dos servidores do COR Os Racks existentes não possuem espaço físico para receber os servidores 4

5 4.5. Patch Panel de servidores É comum, durante uma ativação ou remanejamento de pontos, a desconexão de pontos ativos nos blocos de interconexão, o que causa transtorno aos seus usuários. Mas, quando é o cordão de servidores que está em foco, o transtorno pode se tornar em prejuízos ainda maiores. Com o intuito de evitar tais falhas e, ainda, prover os servidores de cabeamento independente, os pontos que serão instalados para atender aos servidores e demais equipamentos no centro de operações de rede serão originados em patch pannel do tipo RJ-45 com 24 portas. Todo o conjunto deverá ser identificado, testado e certificado com equipamento adequado e aferido 4.6. Switch Com a ampliação do número de postos de trabalho e com a segmentação da rede dos servidores, será necessário a aquisição de dois switchs gerenciáveis de 48 portas, que possibilite a criação da redundância do mesmo para que não haja paralisação dos serviços disponíveis. Situação atual do switch: 5

6 4.7. No-Break Há atualmente instalado um equipamento No-Break de 10 KVA para a alimentação dos servidores e ativos localizados na sala de Centro de Operações de Rede e na área do Circuito Interno de Energia Elétrica. A paralisação desse equipamento deixaria, conseqüentemente, todos os serviços de rede fora de operação; Por isso da necessidade de aquisição de um novo No-break que sirva como backup do equipamento existente, atuando como equipamento redundante. 5. Resumo da análise de impacto da contratação A execução total deste projeto garante: Redundância da rede elétrica e ativos de rede; Aumento da vida útil dos equipamentos, melhoria na segurança e operação da rede ; Correção de falhas no cabeamento estruturado do COR; Correção proativa do quadro elétrico e dos pontos de energia elétrica; Montagem de servidores rack 19 em ambiente específico com aproveitamento e redistribuição de espaço físico; Implementação de plano de contingência de infra estrutura de servidores em produção e infra estrutura eficiente para constante crescimento do parque de servidores; Melhoria de layout, documentação da infra-estrutura existente; Implantação de um método de gestão da infra-estrutura de informática de forma a melhorar a sua operação; 6

7 Suportar a demanda futura de banda que as novas tecnologias irão requerer. 6. Resumos da análise de viabilidade da contratação Na análise de viabilidade foi levantada a quantidade de servidores, pontos elétricos e lógicos e switchs existentes em utilização no COR do CFM. 7. Referências a estudos preliminares No planejamento estratégico realizado pela direção da Instituição e no alinhamento elaborado pelo Setor de Tecnologia da Informação, foi detectada a necessidade de reestruturar o Centro de Operações de Rede (COR), necessários às atividades desta Instituição. 8. Normas Técnicas De forma a garantir a aderência aos padrões internacionais técnicos e de segurança, os materiais a serem fornecidos deverão estar em conformidade com as seguintes normas e procedimentos enumerados abaixo: I. ANSI/TIA-568-C-0, e ABNT/NBR 5410/97 e 14565, que regulamentam o planejamento, instalação e testes de um sistema de cabeamento estruturado para suportar independentemente do provedor e sem conhecimento prévio, os serviços e dispositivos de telecomunicações que serão instalados durante a vida útil do edifício. II. ANSI/TIA-568-C.1 Standard ; Commercial Building Telecommunications Cabling III. ANSI/TIA-569-C.2 - "Balanced Twisted-Pair Telecommunication Cabling and Components Standard" IV. ANSI/TIA/EIA-569-B Commercial Building Standard for Telecomunications Pathways and Spaces, que padroniza práticas de projeto e construção dentro e entre edifícios, como são construídos os suportes de mídia e/ou equipamentos de telecomunicações nos espaços, tais como canaletas e 7

8 guias, facilidades de entrada no edifício, ponto de demarcação, armários e/ou salas de telecomunicações e sala de equipamentos. V. ANSI/EIA/TIA-606A Administration Standard for the Telecomunications Commercial Building, que instrui como nomear, marcar e administrar os componentes de um sistema de Cabeamento Estruturado. VI. J-STD-607A Commercial Building Grounding (Earthing) and Bonding Requeriments for Telecomunications e ABNT/NBR 5410/97, 5419, 14039, 14306, 14565, IEC , UTE C , EN que descrevem os métodos de compatibilidade, potencialização de equipamentos e vinculação a sistemas de aterramento para equipamentos ativos e passivos de telecomunicações instalados em edifícios. VII. EIA 310D Cabinets, Racks, Panels, and Associated Equipment, IEC 297-x, e DIN41494 que descrevem a construção e dimensionam as capacidades mecânicas de racks, painéis e equipamentos associados. VIII. UL 94 Standard da Underwriters Laboratories que atesta a Resistência à Propagação de Chama em produtos de telecomunicações. IX. BICSI Telecommunications Distribution Methods Manual R.11, que contem recomendações gerais e melhores praticas em construção de cabeamento estruturado. X. RoHS (Restriction of Certain Hazardous Substances), que define condições e proíbe que certas substâncias perigosas sejam usadas em processos de fabricação de produtos como cádmio (Cd), mercúrio (Hg), cromo hexavalente (Cr(VI), bifenilos polibromados (PBBs), éteres difenil-polibromados (PBDEs) e chumbo (Pb). XI. ABNT NBR 15465, que define características e níveis de desempenhos de sistemas de eletrodutos plásticos para instalações elétricas de baixa tensão. XII. Resolução Anatel nº 242, de 30 de novembro de 2000 da Agência Nacional de Telecomunicações ANATEL, que garantem conformidade de funcionamento no Brasil através de processo de Certificação e Homologação 8

9 de Produtos para Telecomunicações para uso no território nacional. 9. Orçamento detalhado e modo de licitação Projeto Orçamentário para o Exercício 2011 SETIN nº 02 Projeto 02 - Reestruturação da sala dos servidores alinhados ao planejamento estratégico no seguinte item: 54. O custo estimado da contratação, o valor máximo global estabelecido em decorrência da identificação dos elementos que compõem o preço pode ser definido da seguinte forma: Por meio de fundamentada pesquisa de preços praticados no mercado em contratações similares, ou ainda por meio da adoção de valores constantes (REFERENCIAL DO MENOR PREÇO apresentado na cotação de preços para formação do processo licitatório), indicadores setoriais, ou outros equivalentes; Neste caso os custos foram levantados em pesquisa de preço no mercado e o valor médio total para o fornecimento apurado na pesquisa foi de: TEM EQUIPAMENTO / SERVIÇO QUANTIDADE VALOR PREVISTO(R$) 01 Serviço de cabeamento estruturado 01 R$ ,00 02 Serviço de cabeamento elétrico 01 R$ ,00 03 Aquisição e instalação de um nobreak 01 R$ ,00 10 KVA ou superior 04 Aquisição de 02 switch gerenciável 02 R$ 3.800,00 05 Aquisição e instalação de 02 Patch 02 R$ 460,00 Panel 06 Aquisição e instalação de 01 rack 02 R$ ,00 para os servidores 07 Aquisição e instalação de uma 01 R$ 900,00 fechadura biométrica 10. Especificação técnica Plano de Projeto a) Apresentar o Plano de Projeto e o novo layout do Centro de Operações de Rede no prazo de 10 dias após assinatura do contrato; 9

10 b) Apresentar o cronograma de execução do projeto no prazo de 15 dias após assinatura do contrato. c) Execução do serviço. Prazo para execução: Após autorização do Coordenador do Setor de Tecnologia da Informação. A execução do serviço deverá ser realizada fora do horário de expediente do CFM (08h00min 18h00min). d) Entrega da documentação do projeto. Prazo de entrega: 7 dias após a execução do serviço Documentação do Projeto A documentação especificada neste item deverá ser entregue impressa e encadernada e em arquivo digital. a) Documentação do projeto: b) Projeto elétrico; c) Projeto Lógico; d) Apresentação do layout. e) Cronograma do projeto; f) Memorial dos serviços executados contendo marca e modelo dos equipamentos utilizados Serviço de cabeamento estruturado a) Elaboração de projeto da rede lógica reorganizando e redistribuindo os pontos do COR; b) Instalação e reestruturação do cabeamento lógico: Reorganização estruturada do cabeamento do CPD substituição e adição novos cabos e pontos; c) Instalação de 48 pontos lógicos. Os pontos da rede lógica sairão do rack existente e serão ligados na mesa dos servidores localizada na sala do CPD e no novo rack que será instalado. A partir desse rack, 10

11 serão efetuados lançamentos e conectorização de cabos UTP categoria 6. As conectorizações no lado do rack serão efetuadas em 02 patch panel de 24 portas categoria 6, e na outra extremidade em tomada RJ 45 fêmea categoria 6, devidamente acomodados em porta equipamentos e fixada em canaletas; d) Deve ser fornecidos 96 patch cords categoria 6 que farão a ligação do patch panel ao switch e da tomada RJ 45 fêmea para os servidores; e) Todos os pontos lógicos deverão ser identificados e certificados com a emissão de relatório de certificação conforme recomendações das normas para cabeamento de comunicação de dados e voz categoria 6; f) Instalação de canaletas para o cabeamento lógico; g) Organização dos patch painel e dos pontos do rack; h) Organizar o cabeamento lógico existente nos 03 racks; i) Todo o material deverá ser fornecido pela empresa contratada Serviço de cabeamento elétrico a) Avaliar estrutura elétrica do COR do CFM. Apresentar projeto executivo contendo a especificações elétricas atuais e proposta de instalação de novos pontos; b) Instalação de 48 pontos de rede elétrica; c) Instalação de 48 tomadas elétricas na mesa dos servidores ao lado do rack e no novo rack, com circuitos independentes. Todas as tomadas devem ser identificadas; d) As tomadas elétricas devem ser 2P+T; e) Instalação de canaletas para o cabeamento elétrico; f) Fornecer e Instalar 2 iluminárias iguais as existente; g) Distribuição de rede elétrica do COR; h) Instalar 1 (um) No-Break de 10 KVA ou superior, para atender a contingência dos servidores e monitores da sala do COR e interligá-lo, juntamente, como chaveamento do quadro de energia com o no-break existente no COR. 11

12 i) Substituir o cabeamento da rede elétrica que atende os servidores do COR, instalando dois pontos de energia elétrica para cada ponto lógico de rede; j) Instalar estabilizadores e Quadros de Distribuição de Força Estabilizada (QDFE) e disjuntores de proteção de saída dos No-breaks k) Os circuitos de saída dos QDFE's deverão alimentar através de tomadas 2p + T, os equipamentos localizados no CPD; l) Preparação de aterramento constituído de Sistema de Aterramento Equipotencial para o COR, com o objetivo de manter o mesmo nível de tensão quando ocorrerem descargas atmosféricas; m) Montar na sala da Telefonia localizada no pavimento térreo do CFM, uma barra em cobre para conexão dos cabos terra, se necessário,da malha de aterramento a ser executada, da malha atual e neutro do CFM; n) Garantir Rede Estabilizada para salas de laboratórios de informática do 1º Andar a partir dos estabilizadores e Quadros de Distribuição de Força Estabilizada (QDFE); o) Todos os quadros, com seus respectivos circuitos (disjuntores) e tomadas, deverão ser identificados utilizando-se plaquetas em acrílico na cor preta com letras e números gravados nas mesmas, obedecendo a nomenclatura do projeto. p) A identificação dos cabos deverá ser através de marcadores tipo "oval grip" e obedecer a padrão de cores: Fase Preto, Neutro Azul e Terra-Verde. q) As tomadas deverão ser identificadas com dizeres "110 Volts" e "Rede Local". r) Todo o material deverá ser fornecido pela empresa contratada Aquisição e instalação de um no-break 10 KVA a) Faixa de Potência: 10 a 15 KVA; b) Banco de baterias deverá suportar por 20 minutos; 12

13 c) Configurações: trifásico d) Sistema Ininterrupto de Potência (UPS) do tipo on-line, dupla conversão (de acordo com NBR 15014:2003); e) Inversor e retificador/boost usando PWM de alta freqüência, com transistores IGBT s de alta velocidade, com baixo nível de ruído; f) Controle totalmente microprocessado; g) Painel de fácil operação, incluindo display LCD com backlight para medição dos parâmetros de entrada, saída e baterias; h) Modo Silencioso - configurado via display/teclado ou remotamente via CP Ctrl 5.0 / CP Agent, inibe a emissão de todos os alarmes sonoros; i) CP Agent - Interface ethernet / RJ 45 (opcional), viabilizando gerenciamento completo do nobreak via rede TCP/IP, via protocolos SNMP, SMTP, HTTP (inclusive acesso WAP); j) Software para execução de shutdown servidores e estações Windows e Linux (opcional); k) Detecção preditiva de falha no carregador de baterias; l) Transformador Isolador na Entrada do No Break (disponível no modelo AI); m) Desligamento no final da autonomia das baterias, com religamento automático no retorno da rede; n) Instalação do no-break no quadro de energia existente com chaveamento entre o novo no-break e o já existente; o) Porta para automação Aquisição de 02 switch gerenciável a) Deve possuir clusters ethernet de 10/100/1000 e oferece conectividade lan flexível e segura; b) Deve possui recursos avançados de otimização para tráfego de voz, como auto-voice vlan e qos. os uplinks opcionais de 10 gigabit, através dos módulos de conexão local ou dos transceivers xfp,que conexões de alta velocidade para outros dispositivos com recursos semelhantes; 13

14 c) Deve possuir switching na camada 2 e roteamento dinâmico na camada 3, assim como segurança robusta, qualidade de serviço (qos) e recursos de gerenciamento para oferecer conectividade inteligente à periferia da rede e para as aplicações de negócios essenciais. este switch oferece escalabilidade de empilhamento com gerenciamento através de um único endereço ip; d) Deve possuir garantia limitada pelo tempo de vida, com Substituição de Hardware, para reposição de equipamento com defeito em no máximo 48 horas; e) Power over Ethernet; f) Deve possuir tecnologia Power over Ethernet (PoE) com alimentação elétrica através de um único cabo Ethernet; g) Deve possuir recursos de segurança de classe corporativa com login de rede IEEE 802.1X, login do dispositivo protegido por SSH/SSL, Access Control Lists e RADIUS Authenticated Device Access (RADA; h) Deve possuir 48 portas 10BASE-T/100BASE-TX/1000BASE-T com auto-negociação suportando PoE IEEE 802.3af in-line; 4 destas portas devem ser 10/100/1000 de personalidade dual ou portas SFP Gigabit; i) Deve possuir Switching na Camada 2 e o roteamento dinâmico na Camada 3; j) Deve possuir Alimentação in-line IEEE 802.3af em todas as portas 10/100/1000; k) Deve possuir Desempenho com capacidade de switching de Gbps com taxa de encaminhamento de Mpps (máxima); l) Deve possuir Switching camada 2 com full-rate sem bloqueio em todas as portas, auto-negociação full-/half duplex, controle de fluxo, filtragem multicast, suporte a VLAN IEEE 802.1Q, priorização de tráfego IEEE 802.1p. Protocolo de Controle de Agregação de Link IEEE 802.3ad, snooping IGMP; m) Deve possuir Switching camada 3 com roteamento dinâmico baseado em hardware; 14

15 n) Deve possuir Segurança com login de rede IEEE 802.1X, autenticação local e servidor RADIUS, atribuição automática de VLAN através de servidor RADIUS, Listas de Controle de Acesso (ACLs); Aquisição de 02 Patch Panel a) Excede os requisitos estabelecidos nas normas para CAT.6; b) Performance garantida para até 4 conexões em canais de até 100 metros; c) 24 posições RJ-45; d) Painel frontal em plástico com porta etiquetas para identificação; e) Possui borda de reforço para evitar empenamento; f) Fornecido com parafusos e arruelas para fixação; g) Fornecido na cor preta; h) Fornecido com ícones de identificação e velcros para organização; i) Instalação direta em racks de 19"; j) Atende FCC part 68.5 (EMI - Indução Eletromagnética); k) Fornecido com guia traseiro para melhor organização dos cabos; l) Fornecido com organizador de cabos de 1U Aquisição de 02 rack para os servidores a. Rack para servidores - standard 93074rx padrão eia 310-d 19" 42U aço com console KVM x local de 8 portas cascateáveis e com 08 cabos, monitor TFT de 17", teclado e mouse (trackpoint), 02 PDUS do tipo universal e com 10 tampas cegas de 1U. b. Rack estrutural, fechado, padrão 19 com 42U s de altura útil; c. Deve apresentar as seguintes dimensões: Altura 2226mm, Largura 600mm, Profundidade 1100mm; d. Deve ser fornecido na cor preta; e. Deve suportar entrada de cabos pela parte superior ou inferior; f. Dever ter acabamento em pintura de epóxi pó de alta resistência à riscos, protegido contra corrosão, de acordo com as condições indicadas para uso interno, pela EIA 569; 15

16 g. Dever ser confeccionado em aço SAE 1020; h. Deve ser desenvolvido conforme norma DIN e IEC 297; i. Deve possuir soleira fixa anti tombamento, com blendes para passagem de cabo. j. Deve possuir porta frontal angular em aço perfurado SAE 1020 espessura 1,5mm. k. Deve possuir porta traseira bipartida perfurada de aço SAE 1020 espessura 1,2mm. l. Deve possuir teto fechado removível em chapa de aço SAE 1020 espessura 1,2mm. m. Deve possuir sistema de ventilação forçada com 06 ventiladores. n. Deve possuir Switch KVM local de 8 portas cascateáveis e com 08 cabos, monitor TFT de 17", teclado e mouse em bandeja telescópicas. o. Deve possuir duas calhas com 8 tomadas elétricas padrão NBR Bandeja 2U com fixação dupla. a) Deve possuir acabamento em pintura de epóxi pó de alta resistência à riscos, protegido contra corrosão, de acordo com as condições indicadas para uso interno, pela EIA 569; b) Deve ser confeccionada em aço SAE 1020; c) Deve possuir altura de 2U e capacidade máxima de carga de 50 kg; d) Deve apresentar as seguintes dimensões: Altura 88mm, Profundidade 482 mm, Largura 482mm; e) Deve possuir espessura de chapa 1,5mm; f) Deverá ser fornecido na cor preta; Aquisição de uma fechadura biométrica a) Abertura por escaneamento de impressão digital previamente cadastrada; b) Chave de emergência; c) Possibilidade de cadastro de no mínimo 20 impressões digitais; 16

17 d) Travamento automático após 8 segundos; e) Módulo off-line; 11. Condições gerais de habilitação técnica para o fornecimento de materiais e serviços. a) Declaração ou Carta do Fabricante dos componentes da solução de cabeamento estruturado que integram o objeto deste certame, emitida e dirigida ao Conselho Federal de Medicina, Centro de Processamento de Dados, contendo referência específica ao Edital xxx/2011, apresentada em original e papel timbrado do fabricante com firma reconhecida do representante legal do fabricante no país, não sendo aceitas cartas genéricas ou declarações emitidas por Distribuidores e Revendas, identificando a empresa licitante de seus produtos para este certame e afirmando: I.Que a empresa licitante é instalador autorizado de seus produtos e se encontra em perfeitas condições comerciais e técnicas para as ações de comercialização, entrega, montagem, instalação e certificação dos conjuntos formados a partir dos produtos de sua fabricação definidos neste edital; II.Que as soluções de cabeamento estruturado resultante de aquisição, montagem, instalação e certificação dos componentes de sua fabricação desfrutam de garantia estendida de fábrica integral por um prazo de 25 (vinte e cinco) anos; III.Que os produtos ofertados pela empresa licitante são de sua fabricação e estão em conformidade com as exigências técnicas deste edital; IV.Que todos os materiais e componentes ofertados pela empresa licitante, sem exceção, são novos e de primeiro uso, em plena conformidade com as especificações e normas de fabricação, uso e finalidades. 17

18 b) Atestados de Certificação e Homologação registrados na Agência Nacional de Telecomunicações ANATEL, na forma do processo de Certificação e Homologação de Produtos para Telecomunicações, aprovado pela Resolução Anatel nº 242, de 30 de novembro de 2000; válidos e expedidos em nome do fabricante, comprovando a certificação e homologação dos mesmos para os padrões desta agência governamental brasileira, relativos aos materiais, nos itens de relevância técnica para cabeamento estruturado, atendendo a devida conformidade com a legislação nacional de produtos de Telecomunicações definidos para este edital e seus anexos, quais sejam: 1. Cabo de Transmissão de Dados; c) Esquemas, desenhos técnicos e/ou catálogos completos do fabricante dos componentes da solução de cabeamento estruturado, contendo todas as especificações técnicas dos materiais ofertados para o cabeamento estruturado, possibilitando que a equipe do Conselho Federal de Medicina Centro de Processamento de Dados - CPD verifique a procedência quanto à fabricação do material que será fornecido em atendimento às especificações do edital. d) Cópia da Certidão de registro no Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia CREA da jurisdição da sede da licitante. e) Cópia de atestado(s) de capacidade técnica, devidamente registrado no CREA com sua respectivas Certidão(ões) de Acervo Técnico - CAT, emitido por pessoa jurídica de direito público ou privado, comprovando que a licitante prestou serviços de instalação para os itens de serviço de cabeamento estruturado, naqueles que apresentam maior relevância na composição deste conjunto de serviços técnicos, representado pelos seguintes atestados e quantidades: I. Implantação de trecho cabeamento estruturado de Categoria 6 na quantidade mínima de 24 (vinte e quatro) pontos instalados; 18

19 II. Implantação de certificação de pontos de cabeamento estruturado e de cabo óptico na quantidade mínima de 24 (Vinte e quatro) pontos certificados; III. Implantação de trecho de infra-estrutura, rede elétrica e rede de telefonia nos seguintes elementos e quantidades: IV. Instalação/Remanejamento de Racks Quantidade: 02 Unidades; V. Instalação de Infra-estrutura em eletrocalhas Quantidade: 20 metros; VI. Instalação de circuitos elétricos em quadro de distribuição Quantidade: 24 unidades; VII. Instalação/Remanejamento de Tomada de Rede Elétrica Quantidade: 96 unidades; f) Declaração indicando no mínimo 01 (um) profissional de nível superior na área de Engenharia Elétrica e 01 (um) profissional de nível superior na área de Arquitetura que efetivamente se responsabilizarão pela execução dos serviços técnicos, em declaração que contenha nome completo, título profissional, número do registro no CREA, área de atuação e comprovação de vínculo com a empresa licitante. A comprovação de vinculo com a empresa licitante poderá ser feita pelas seguintes formas: I. No caso de ser sócio-proprietário da empresa, por meio da apresentação do contrato social ou outro documento legal, devidamente registrado na Junta Comercial, juntamente com a Certidão de Registro de Pessoa Jurídica junto ao CREA, com prazo de vigência válido, no qual conste a inscrição do profissional citado no referido Instrumento Particular, como responsável técnico da empresa licitante. II. No caso de empregado da empresa, por meio da apresentação da Carteira de Trabalho e Previdência Social - CTPS comprovando o vínculo empregatício do profissional na empresa licitante, juntamente com a Certidão de Registro de Pessoa Jurídica junto ao CREA, com prazo de vigência válido, no qual conste a inscrição do profissional citado no referido Instrumento Particular, como responsável técnico da empresa licitante. 19

20 III. No caso de profissionais que detenham vínculo por meio de Contrato de Prestação de Serviços, a comprovação do vínculo do profissional de engenharia e arquitetura com a empresa se dará por meio da apresentação do Instrumento Particular de Prestação de Serviços celebrado entre o profissional e a empresa licitante até a data prevista para a apresentação da documentação, juntamente com a Certidão de Registro de Pessoa Jurídica junto ao CREA, com prazo de vigência válido, no qual conste a inscrição do profissional citado no referido Instrumento Particular, como responsável técnico da empresa licitante. g) Declaração com a indicação dos profissionais técnicos que serão alocados para a execução dos serviços técnicos especializados do cabeamento estruturado, comprovando sua capacitação técnica para a execução do serviço especificado, através de certificação técnica emitida pelo fabricante e demonstração de vínculo empregatício com a empresa. Deverá também, acessoriamente, anexar cópia de documentos que comprovem o vínculo trabalhista dos profissionais, apresentando também cópia de diplomas e/ou certificados de formação profissional que comprovem a qualificação técnica dos profissionais indicados na mesma. h) Cópia autenticada de 01 (um) certificado de calibração do equipamento de certificação de pontos de rede com data de validade de no máximo 12 (doze) meses; sendo que este certificado deverá ter sido emitido em nome da empresa licitante. O certificado válido deverá ser apresentado como parte integrante da habilitação deste certame e também deverá seguir anexado à documentação a ser entregue ao final da execução dos serviços de cabeamento estruturado. 12. Vistoria prévia a) Para a elaboração do orçamento, as empresas interessadas deverão realizar visita técnica, com levantamento pormenorizado do Centro de Processamento de Dados do Setor de Tecnologia da Informação do Conselho Federal de 20

21 Medicina, local em que serão realizados os serviços elencados neste Projeto Básico. b) Para tanto as empresas interessadas deverão entrar em contato com o CFM, para agendar data e horário em que a vistoria poderá ser realizada, no horário de 10h00min às 17h00min, até 2 dias úteis antes do Pregão Eletrônico, pelos telefones ou c) A vistoria em questão tem por objetivo promover o perfeito entendimento e dimensionamento dos trabalhos a serem efetuados. d) A vistoria prevista e os elementos técnicos fornecidos são suficientes para os levantamentos necessários à elaboração da proposta, bem como o desenvolvimento dos serviços a serem realizados, de modo a não incorrer em omissões. Não serão aceitas reclamações posteriores, sob alegação de aumento de serviços ou serviços não relacionados neste Projeto Básico. e) Os proponentes deverão apresentar, junto com sua proposta, o ATESTADO DE VISTORIA do local da intervenção descrita neste Projeto Básico. 13. Modelo de seleção de fornecedor O serviço de manutenção e aquisição de equipamentos pelo CFM é classificado como bens e serviços de TI, devendo ser adquiridas pela modalidade de licitação PREGÃO. 14. Condições gerais de execução dos serviços a) A CONTRATADA deverá indicar o engenheiro, responsável técnico pela execução dos serviços, que será também a pessoa responsável pelo contato da CONTRATADA com a FISCALIZAÇÃO do CFM. b) A CONTRATADA deverá entregar ao CFM no prazo máximo de 10 (dez) dias úteis após o início da execução dos serviços, a Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) relativa às atividades relacionadas nesta Especificação Técnica. c) As relações entre o CFM e a CONTRATADA serão mantidas prioritariamente por intermédio da FISCALIZAÇÃO. 21

PEDIDO DE COTAÇÃO - ANEXO I

PEDIDO DE COTAÇÃO - ANEXO I Folha: 0001 Objeto: Aquisição de Material de e Permanente (Equipamentos e Suprimentos de Informática), para 001 081266-9 CABO UTP CAT5E FLEXíVEL, CAIXA COM 300MT Lote 1- Destino: Uinfor CX 30 002 113294-5

Leia mais

Conselho Regional de Enfermagem de Mato Grosso do Sul Sistema Cofen/Conselhos Regionais - Autarquia Federal criada pela Lei Nº 5.

Conselho Regional de Enfermagem de Mato Grosso do Sul Sistema Cofen/Conselhos Regionais - Autarquia Federal criada pela Lei Nº 5. TERMO DE REFERÊNCIA I DO OBJETO 1.1. Contratação de pessoa jurídica especializada para prestação de serviço de limpeza e desinfecção de caixa d água para subseção de Dourados/MS do Coren/MS, conforme as

Leia mais

PEDIDO DE COTAÇÃO - ANEXO I

PEDIDO DE COTAÇÃO - ANEXO I Folha: 0001 001 111586 Nobreak Senoidal de Dupla Conversão de no mínimo 3.0 KVa 1. Todos os equipamentos deverão ser novos de primeiro uso e estar na linha de produção atual do fabricante; 2. A garantia

Leia mais

Av. Presidente Vargas, 1261 CEP: 20071-004 - Centro - Rio de Janeiro Tel: +55 (21) 2532-2661

Av. Presidente Vargas, 1261 CEP: 20071-004 - Centro - Rio de Janeiro Tel: +55 (21) 2532-2661 TERMO DE REFERÊNCIA OBJETIVANDO A CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA PROJETO DOS SISTEMAS DE CFTV DA BIBLIOTECA PARQUE ESTADUAL DE MANGUINHOS BPM JUSTIFICATIVA A Biblioteca Parque Estadual de Manguinhos é um

Leia mais

ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA AQUISIÇÃO DE DISPOSITIVOS MÓVEIS (TABLET)

ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA AQUISIÇÃO DE DISPOSITIVOS MÓVEIS (TABLET) ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA AQUISIÇÃO DE DISPOSITIVOS MÓVEIS (TABLET) IplanRio Empresa Municipal de Informática Janeiro 2012 1. OBJETO Registro de preço para aquisição de Dispositivos Móveis do tipo,

Leia mais

MENSAGEM PREGÃO ELETRÔNICO N. 45/2014 ESCLARECIMENTO N. 2

MENSAGEM PREGÃO ELETRÔNICO N. 45/2014 ESCLARECIMENTO N. 2 MENSAGEM Assunto: Esclarecimento Referência: Pregão Eletrônico n. 45/2014 Data: 06/3/2015 Objeto: Registro de Preços para fornecimento de equipamentos, componentes de solução de rede local, incluindo instalação

Leia mais

DISPENSA DE LICITAÇÃO ELETRÔNICA Nº. 18319

DISPENSA DE LICITAÇÃO ELETRÔNICA Nº. 18319 Processo nº. 200910267000429 Data da Realização: 09/12/2009 Horário: 09:00 horas Local: www.comprasnet.go.gov.br DISPENSA DE LICITAÇÃO ELETRÔNICA Nº. 18319 A FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA DO ESTADO DE

Leia mais

FICHA TÉCNICA PATCH PANEL 24 PORTAS C5e RoHS

FICHA TÉCNICA PATCH PANEL 24 PORTAS C5e RoHS FICHA TÉCNICA PATCH PANEL 24 PORTAS C5e RoHS 1- Aplicação: Este produto aplica-se a sistemas de cabeamento estruturado, para tráfego de voz, dados e imagens, do tipo 10BASE-T, 100BASE-Tx, 155M ATM, 4/16MB

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO 1. CABEAMENTO VERTICAL 1.1 INTRODUÇÃO

MEMORIAL DESCRITIVO 1. CABEAMENTO VERTICAL 1.1 INTRODUÇÃO MEMORIAL DESCRITIVO 1. CABEAMENTO VERTICAL 1.1 INTRODUÇÃO O cabeamento vertical, ou cabeamento de backbone integra todas as conexões entre o backbone do centro administrativo e os racks departamentais,

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA Prestação de Serviços de suporte técnico para a Ferramenta de Scanner de Vulnerabilidades de Aplicações Web Acunetix

TERMO DE REFERÊNCIA Prestação de Serviços de suporte técnico para a Ferramenta de Scanner de Vulnerabilidades de Aplicações Web Acunetix TERMO DE REFERÊNCIA Prestação de Serviços de suporte técnico para a Ferramenta de Scanner de Vulnerabilidades de Aplicações Web Acunetix, e, atualização de novas versões e das vulnerabilidades detectáveis.

Leia mais

MINUTA DO CONTRATO PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MOTO - BOY

MINUTA DO CONTRATO PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MOTO - BOY 1 MINUTA DO CONTRATO PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MOTO - BOY O CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO ESTADO DE SÃO PAULO, Autarquia Federal criada pelo Decreto-Lei nº. 9.295, de 27.05.1946, CNPJ /MF nº.

Leia mais

DSG/DLOG/SGF N. 014 /2014. Aquisição de Espera Telefônica

DSG/DLOG/SGF N. 014 /2014. Aquisição de Espera Telefônica N 014 /2014 1 DO OBJETO Aquisição de um equipamento de espera telefônica para central Siemens HIPATH 3000, incluindo instalação, para a Superintendência Regional de Montes Claros, situada à Av Major Alexandre

Leia mais

Termo de Referência. (Storage) do ambiente de Migração, composta pelo do subsistema de disco IBM DS8300.

Termo de Referência. (Storage) do ambiente de Migração, composta pelo do subsistema de disco IBM DS8300. Termo de Referência Expansão da solução s de armazenamento (Storage) do ambiente de Migração, composta pelo do subsistema de disco IBM DS8300. Termo de Referência Expansão da solução de armazenamento do

Leia mais

PREGÃO PRESENCIAL Nº 005/2014-EMAP

PREGÃO PRESENCIAL Nº 005/2014-EMAP PREGÃO PRESENCIAL Nº 005/2014-EMAP O Pregoeiro da Empresa Maranhense de Administração Portuária - EMAP, designado pela Portaria nº 149/2013-PRE, de 29 de agosto de 2013, em razão de solicitação da empresa

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA 1. OBJETO Reconstrução da coberta central da Promotoria de Justiça de Caruaru, com fornecimento e instalação de telhas onduladas do tipo isotérmicas. 2. JUSTIFICATIVA O atual

Leia mais

Anexo I TERMO DE REFERÊNCIA GEMAP 34/2008

Anexo I TERMO DE REFERÊNCIA GEMAP 34/2008 Anexo I TERMO DE REFERÊNCIA GEMAP 34/2008 1 DO OBJETO Visa à contratação de empresa especializada nos serviços de instalação/colocação de Isolamento Acústico com fornecimento de todos os materiais necessários

Leia mais

Manual do Usuário. ccntelecom.com.br

Manual do Usuário. ccntelecom.com.br Manual do Usuário ccntelecom.com.br PD-FIBER (1 Gbps, 7 Ramais/Clientes) O PD-FIBER é um equipamento constituído de uma placa que concentra alguns produtos já conceituados da CCN Telecom, de forma a reduzir

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA 1. OBJETO A presente licitação tem como objeto a contratação de empresa, especializada e devidamente autorizada pela ANATEL - Agência Nacional de Telecomunicações, prestadora

Leia mais

Serviço Público Federal Conselho Regional de Corretores de Imóveis Estado de São Paulo

Serviço Público Federal Conselho Regional de Corretores de Imóveis Estado de São Paulo ANEXO VII PREGÃO PRESENCIAL Nº. 033/2015 Termo de Referência 1. OBJETO Renovação de licenças de Solução Corporativa do Antivírus Avast, com serviço de suporte técnico e atualização de versão, manutenção

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PREGÃO ELETRÔNICO Nº 13/2013 PROCESSO N 787-09.00/13-4

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PREGÃO ELETRÔNICO Nº 13/2013 PROCESSO N 787-09.00/13-4 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PREGÃO ELETRÔNICO Nº 13/2013 PROCESSO N 787-09.00/13-4 Contrato AJDG n.º 031/2013 O ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, por intermédio da PROCURADORIA- GERAL DE JUSTIÇA, órgão

Leia mais

MENSAGEM PREGÃO ELETRÔNICO N. 54/2008 ESCLARECIMENTO 1

MENSAGEM PREGÃO ELETRÔNICO N. 54/2008 ESCLARECIMENTO 1 MENSAGEM Assunto: Esclarecimento 1 Referência: Pregão Eletrônico n. 54/2008 Data: 08/09/2008 Objeto: Contratação de empresa para fornecimento e instalação do Circuito Fechado de Televisão CFTV digital,

Leia mais

Infra-estrutura tecnológica

Infra-estrutura tecnológica Assessoria Técnica de Tecnologia da Informação ATTI Supervisão de Infra-estrutura Projeto de Informatização da Secretaria Municipal de Saúde do Município de São Paulo Infra-estrutura tecnológica Rede Lógica

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE EMPRESA DE MANUTENÇÃO PREVENTIVA E CORRETIVA DOS SISTEMAS DE SDAI E CFTV DA BIBLIOTECA PARQUE ESTADUAL BPE

TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE EMPRESA DE MANUTENÇÃO PREVENTIVA E CORRETIVA DOS SISTEMAS DE SDAI E CFTV DA BIBLIOTECA PARQUE ESTADUAL BPE TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE EMPRESA DE MANUTENÇÃO PREVENTIVA E CORRETIVA DOS SISTEMAS DE SDAI E CFTV DA BIBLIOTECA PARQUE ESTADUAL BPE 1. OBJETO Contratação de empresa especializada em serviços

Leia mais

CONTRATO DE FORNECIMENTO DE GÁS NATURAL CANALIZADO CONTENDO AS CONDIÇÕES GERAIS DE FORNECIMENTO DE GÁS CANALIZADO REFERENTES AOS CLIENTES COMERCIAIS

CONTRATO DE FORNECIMENTO DE GÁS NATURAL CANALIZADO CONTENDO AS CONDIÇÕES GERAIS DE FORNECIMENTO DE GÁS CANALIZADO REFERENTES AOS CLIENTES COMERCIAIS CONTRATO DE FORNECIMENTO DE GÁS NATURAL CANALIZADO CONTENDO AS CONDIÇÕES GERAIS DE FORNECIMENTO DE GÁS CANALIZADO REFERENTES AOS CLIENTES COMERCIAIS DA CEG 1.º PARTES a) CEG: COMPANHIA DISTRIBUIDORA DE

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO E SUPORTE DO LICENCIAMENTO ATLASSIAN JIRA

TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO E SUPORTE DO LICENCIAMENTO ATLASSIAN JIRA TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO E SUPORTE DO LICENCIAMENTO ATLASSIAN JIRA Outubro de 2013 1 1 OBJETO Prestação de Serviço de Manutenção da licença

Leia mais

ANEXO III DAS OBRIGAÇÕES DA CONTRATADA

ANEXO III DAS OBRIGAÇÕES DA CONTRATADA CONCORRÊNCIA DIRAT/CPLIC 001/2007 1 ANEXO III DAS OBRIGAÇÕES DA CONTRATADA ESTABELECE, RESPONSABILIDADES DIVERSAS, TIPOS E HORÁRIO DE COBERTURA DE SUPORTE, E DEMAIS RESPONSABILIDADES DA CONTRATADA RELATIVAS

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA ITEM DESCRIÇÃO QUANT. UNIDADE DE MEDIDA III INFORMAÇÕES TÉCNICAS DOS PRODUTOS A SEREM ADQUIRIDOS ESPECIFICAÇÃO

TERMO DE REFERÊNCIA ITEM DESCRIÇÃO QUANT. UNIDADE DE MEDIDA III INFORMAÇÕES TÉCNICAS DOS PRODUTOS A SEREM ADQUIRIDOS ESPECIFICAÇÃO TERMO DE REFERÊNCIA I - OBJETO I.I Constitui objeto a aquisição de bandeiras oficiais do Brasil e do Distrito Federal e confecção de bandeira oficial do FNDE de acordo com as especificações, quantidades

Leia mais

FUNDAÇÃO THEODOMIRO SANTIAGO TERMO DE REFERÊNCIA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 201150067 TIPO: MENOR PREÇO

FUNDAÇÃO THEODOMIRO SANTIAGO TERMO DE REFERÊNCIA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 201150067 TIPO: MENOR PREÇO TERMO DE REFERÊNCIA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 201150067 TIPO: MENOR PREÇO A FUNDAÇÃO THEODOMIRO SANTIAGO, entidade privada sem fins lucrativos, inscrita no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica do Ministério

Leia mais

PAINEL DE ACESSO FRONTAL CATEGORIA 5 ENHANCED

PAINEL DE ACESSO FRONTAL CATEGORIA 5 ENHANCED PAINEL DE ACESSO FRONTAL CATEGORIA 5 ENHANCED Aplicações imagens, segundo requisitos da norma ANSI/TIA/EIA-568A, uso interno, para cabeamento horizontal ou secundário, em salas de telecomunicações (cross-connect)

Leia mais

FUNDAÇÃO THEODOMIRO SANTIAGO TERMO DE REFERÊNCIA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 201150062 TIPO: MENOR PREÇO

FUNDAÇÃO THEODOMIRO SANTIAGO TERMO DE REFERÊNCIA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 201150062 TIPO: MENOR PREÇO TERMO DE REFERÊNCIA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 201150062 TIPO: MENOR PREÇO A FUNDAÇÃO THEODOMIRO SANTIAGO, entidade privada sem fins lucrativos, inscrita no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica do Ministério

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE FRANCA Secretaria de Planejamento e Gestão Econômica Divisão de Licitações e Compras Convite nº 081/2007 Fls.

PREFEITURA MUNICIPAL DE FRANCA Secretaria de Planejamento e Gestão Econômica Divisão de Licitações e Compras Convite nº 081/2007 Fls. Convite nº 081/2007 Fls. 1 CARTA CONVITE Processo nº 11784/05 Convite nº 081/2007 Entrega Envelopes até o dia: 15 de junho de 2007, às 14h00. Abertura Envelopes dia: 15 de junho de 2007, às 14h30. A COMISSÃO

Leia mais

CONVITE N o 20/2010 DATA E HORÁRIO PARA RECEBIMENTO E ABERTURA DOS ENVELOPES Dia 16/07/2010 às 15 horas

CONVITE N o 20/2010 DATA E HORÁRIO PARA RECEBIMENTO E ABERTURA DOS ENVELOPES Dia 16/07/2010 às 15 horas CONVITE N o 20/2010 DATA E HORÁRIO PARA RECEBIMENTO E ABERTURA DOS ENVELOPES Dia 16/07/2010 às 15 horas 01. DISPOSIÇÕES INICIAIS 1.1 O Senac Departamento Nacional torna público que, na Seção de Material,

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE BIOMEDICINA 1ª REGIÃO

CONSELHO REGIONAL DE BIOMEDICINA 1ª REGIÃO 1 CARTA CONVITE n.º 001/2011 São Paulo, 20 de outubro de 2011. O CONSELHO REGIONAL DE BIOMEDICINA - 1ª REGIÃO, nos termos da autorização constante no Processo Administrativo em epígrafe, vem, por intermédio

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA GESER Nº 06/07 SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO

TERMO DE REFERÊNCIA GESER Nº 06/07 SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO Ministério da Fazenda SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS TERMO DE REFERÊNCIA GESER Nº 06/07 SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO 1- DO OBJETO Visa este Termo de Referência à contração de empresa especializada

Leia mais

PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br

PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br Curso Tecnológico de Redes de Computadores Disciplina: Infraestrutura de Redes de Computadores - 1º período Professor: José Maurício S. Pinheiro AULA 01 Conceitos

Leia mais

DECRETO N 001 A / 2015 De 02 de janeiro de 2015.

DECRETO N 001 A / 2015 De 02 de janeiro de 2015. DECRETO N 001 A / 2015 De 02 de janeiro de 2015. EMENTA: Regulamenta o Sistema de Registro de Preços SRP previsto no art. 15 da Lei nº 8.666/93, no âmbito do Município de Central Bahia. O PREFEITO DO MUNICÍPIO

Leia mais

AVISO DE LICITAÇÃO COTAÇÃO ELETRÔNICA nº 254/2008

AVISO DE LICITAÇÃO COTAÇÃO ELETRÔNICA nº 254/2008 ATENÇÃO: AS EMPRESAS QUE PARTICIPAREM DESTA COTAÇÃO, ALEM DAS ESPECIFICAÇÕES CONSTANTE NO TERMO DE REFERÊNCIA DESCRITO ABAIXO DEVEM ESTAR CIENTES TAMBÉM QUE OBRIGATÓRIAMENTE DEVERÁ CONSTAR NA PROPOSTA

Leia mais

Termo de Referência. Aquisição de servidores para camada de banco de dados. Diretoria de Infra-Estrutura de TIC DIT

Termo de Referência. Aquisição de servidores para camada de banco de dados. Diretoria de Infra-Estrutura de TIC DIT Termo de Referência Aquisição de servidores para camada de banco de dados. Termo de Referência Aquisição de Servidores Tipo 1A-1B para camada de Banco de Dados / Alta Disponibilidade RQ DEPI nº 11/2009

Leia mais

Av. Presidente Vargas, 1261 CEP: 20071-004 - Centro - Rio de Janeiro Tel: +55 (21) 2532-2661

Av. Presidente Vargas, 1261 CEP: 20071-004 - Centro - Rio de Janeiro Tel: +55 (21) 2532-2661 TERMO DE REFERÊNCIA OBJETIVANDO A CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA NO SERVIÇO DE MANUTENÇÃO DE TELHADOS VERDES/ECOTELHADO, JARDINS E CANTEIROS NA BIBLIOTECA PARQUE ESTADUAL RJ. JUSTIFICATIVA A Biblioteca

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA REGIONAL DO TRABALHO DA 13ª REGIÃO PRT13 DIVISÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA REGIONAL DO TRABALHO DA 13ª REGIÃO PRT13 DIVISÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO ANEXO I PROJETO BÁSICO/TERMO DE REFERÊNCIA 1) OBJETO: A presente Licitação tem como objeto Contratação de empresa especializada para prestação de serviços de manutenção preventiva e corretiva, com fornecimento

Leia mais

ANEXO 01 ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA ARMÁRIOS PARA CRMS

ANEXO 01 ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA ARMÁRIOS PARA CRMS Página 1 de 5 ÍNDICE DE REVISÕES REV. DESCRIÇÃO E/OU FOLHAS ATINGIDAS 0 PARA LICITAÇÃO ORIGINAL REV. A REV. B REV. C REV. D REV. E REV. F DATA 01.08.11 25.04.14 EXECUÇÃO JADR AF VERIFICAÇÃO JADR JADR APROVAÇÃO

Leia mais

CEP 2 100 99010-640 0 (XX) 54 3316 4500 0 (XX)

CEP 2 100 99010-640 0 (XX) 54 3316 4500 0 (XX) ANEXO 2 INFORMAÇÕES GERAIS VISTORIA 1. É obrigatória a visita ao hospital, para que a empresa faça uma vistoria prévia das condições, instalações, capacidade dos equipamentos, migração do software e da

Leia mais

ANEXO 1 TERMO DE REFERÊNCIA Fechamentos em gesso acartonado e placas cimentícias

ANEXO 1 TERMO DE REFERÊNCIA Fechamentos em gesso acartonado e placas cimentícias 1 OBJETO: ANEXO 1 TERMO DE REFERÊNCIA Fechamentos em gesso acartonado e placas cimentícias 1.1 Aquisição e instalação de fechamentos em gesso acartonado e em placas cimentícias, inclusive fornecimento

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA 1. INTRODUÇÃO

TERMO DE REFERÊNCIA 1. INTRODUÇÃO TERMO DE REFERÊNCIA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE ENGENHARIA PARA REPAROS E OBRAS EMERGENCIAIS DE IMOVEIS SITUADOS NA ÁREA DE ESPECIAL INTERESSE URBANISTICO DA REGIÃO DO PORTO MARAVILHA. 1. INTRODUÇÃO A Operação

Leia mais

2.2 - Prestação de Serviços de Suporte Técnico Assistido

2.2 - Prestação de Serviços de Suporte Técnico Assistido Anexo I TERMO DE REFERÊNCIA - TR Pregão Eletrônico nº 010/2011 1 DO OBJETO 1.1 - Contratação de empresa para o fornecimento de licenças de uso de software SAP, BusinessObjects Enterprise - BOE, com manutenção

Leia mais

RESOLUÇÃO N. TC-0090/2014

RESOLUÇÃO N. TC-0090/2014 RESOLUÇÃO N. TC-0090/2014 Dispõe sobre práticas e critérios destinados a defesa do meio ambiente e promoção do desenvolvimento nacional sustentável nas contratações de bens, serviços e obras, no âmbito

Leia mais

Ar Condicionado Split System Hi-Wall

Ar Condicionado Split System Hi-Wall COTAÇÃO ELETRÔNICA: 027/2013 COMPRASNET Termo de Referência Ar Condicionado Split System Hi-Wall Sala dos Administradores Almoxarifado Unidade Pedro de Toledo 1- OBJETO Contratação de empresa especializada

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, no uso da atribuição que lhe confere o art. 82, incisos V e VII, da Constituição do Estado,

O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, no uso da atribuição que lhe confere o art. 82, incisos V e VII, da Constituição do Estado, DECRETO N 42.434, DE 09 DE SETEMBRO DE 2003, DOERS. Regulamenta, no âmbito do Estado do Rio Grande do Sul, a modalidade de licitação denominada pregão, por meio eletrônico, para a aquisição de bens e serviços

Leia mais

TELECOMUNICAÇÕES BRASILEIRAS S.A. TELEBRÁS

TELECOMUNICAÇÕES BRASILEIRAS S.A. TELEBRÁS PÁG. 1 DE 13 PRÁTICA DE SERVIÇO DE BANDA LARGA REQUISITOS MÍNIMOS PARA OS PRESTADORES DE SERVIÇO DO PROGRAMA NACIONAL DE BANDA LARGA - PNBL Sumário 1.OBJETIVO... 2 2.CAMPO DE APLICAÇÃO... 2 3.DEFINIÇÕES...

Leia mais

ANEXO I - TERMO DE REFERÊNCIA

ANEXO I - TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I - TERMO DE REFERÊNCIA A B C D E OBJETO O presente Termo de Referência tem como objeto o fornecimento parcelado de combustíveis à frota dos veículos oficiais do Conselho Regional de Medicina do

Leia mais

PROJETO BÁSICO PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS ACADÊMICOS NA ÁREA DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA

PROJETO BÁSICO PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS ACADÊMICOS NA ÁREA DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA PROJETO BÁSICO PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS ACADÊMICOS NA ÁREA DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA IMPLEMENTAÇÃO DE PROJETO DE CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO LATU SENSO EM EFICIÊNCIA ENERGÉTICA PARA COMPOR O PROGRAMA DE EFICIÊNCIA

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. implantação e conectividade da rede de dados da EBSERH. 3 Módulo e cabo stack para switch de borda 12

TERMO DE REFERÊNCIA. implantação e conectividade da rede de dados da EBSERH. 3 Módulo e cabo stack para switch de borda 12 TERMO DE REFERÊNCIA I DEFINIÇÃO DO OBJETO O presente Projeto Básico tem por objeto a aquisição de equipamentos para implantação e conectividade da rede de dados da EBSERH. ITEM DESCRIÇÃO QUANTIDADE 1 Switch

Leia mais

PREGÃO N. 2014/47 ESCLARECIMENTOS. Tendo em vista as perguntas realizadas por empresas participantes da licitação, informamos:

PREGÃO N. 2014/47 ESCLARECIMENTOS. Tendo em vista as perguntas realizadas por empresas participantes da licitação, informamos: PREGÃO N. 2014/47 ESCLARECIMENTOS Tendo em vista as perguntas realizadas por empresas participantes da licitação, informamos: 1) No item 10.3.2 Documentação De Qualificação Econômico-Financeira, não é

Leia mais

CLÁUSULA SEGUNDA - DA VINCULAÇÃO AO EDITAL

CLÁUSULA SEGUNDA - DA VINCULAÇÃO AO EDITAL PROCESSO Nº 01550.000345/2009-46. PREGÃO Nº 26/2009. ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 1/2010. A FUNDAÇÃO CASA DE RUI BARBOSA, pessoa jurídica de direito público vinculada a Ministério da Cultura, com sede

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA CADASTRO DE EMPREITEIRAS PARA EXECUTAR SERVIÇOS DE PARTICULARES EM ÁREA DE CONCESSÃO DA CELESC SERVIÇOS DE TELECOM

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA CADASTRO DE EMPREITEIRAS PARA EXECUTAR SERVIÇOS DE PARTICULARES EM ÁREA DE CONCESSÃO DA CELESC SERVIÇOS DE TELECOM DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA CADASTRO DE EMPREITEIRAS PARA EXECUTAR SERVIÇOS DE PARTICULARES EM ÁREA DE CONCESSÃO DA CELESC SERVIÇOS DE TELECOM As empresas prestadoras de serviços (construção e/ou manutenção

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 005/2008 M I N U T A

CARTA CONVITE Nº 005/2008 M I N U T A IMPORTANTE : PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM ATÉ 24 HORAS DE ANTECEDÊNCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP:

Leia mais

Capítulo I Das Disposições Gerais

Capítulo I Das Disposições Gerais PLANO GERAL DE METAS DA QUALIDADE PARA O SERVIÇO TELEFÔNICO FIXO COMUTADO Capítulo I Das Disposições Gerais Art. 1º Este Plano estabelece as metas de qualidade a serem cumpridas pelas prestadoras do Serviço

Leia mais

ANEXO I T E R M O DE R E F E R Ê N C I A EDITAL DE PREGÃO Nº 05/2015 CREMEB

ANEXO I T E R M O DE R E F E R Ê N C I A EDITAL DE PREGÃO Nº 05/2015 CREMEB ANEXO I T E R M O DE R E F E R Ê N C I A EDITAL DE PREGÃO Nº 05/2015 CREMEB 1 -DO OBJETO O objeto do Pregão Presencial é a contratação de empresa especializada para prestação de serviços de rádio-táxi

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA 1. DO OBJETO

TERMO DE REFERÊNCIA 1. DO OBJETO TERMO DE REFERÊNCIA 1. DO OBJETO 1.1 Contratação de serviço de fornecimento de assinatura de jornais impressos e revistas, assim como acesso às matérias on line dos respectivos jornais e revistas para

Leia mais

ANEXO I CONDIÇÕES GERAIS DE CONTRATAÇÃO

ANEXO I CONDIÇÕES GERAIS DE CONTRATAÇÃO 1 PRODUTOS 1.1 Serviço de manutenção preventiva mensal e corretiva, quando necessário, para o elevador da Unidade Operacional da Anatel no Estado de Santa Catarina UO031, situada à Rua Saldanha Marinho,

Leia mais

ANEXO VIII TOMADA DE PREÇOS Nº 001 /2012 MINUTA DO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Nº /2012

ANEXO VIII TOMADA DE PREÇOS Nº 001 /2012 MINUTA DO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Nº /2012 ANEXO VIII TOMADA DE PREÇOS Nº 001 /2012 MINUTA DO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Nº /2012 Contrato de prestação de serviços de engenharia que entre si celebram a JUNTA COMERCIAL DO ESTADO DE GOIÁS

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 023/2009

CARTA CONVITE Nº 023/2009 IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM ATÉ 24 HORAS DE ANTECEDENCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP:

Leia mais

"TERMO DE REFERÊNCIA ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

TERMO DE REFERÊNCIA ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS "TERMO DE REFERÊNCIA ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS I - OBJETO 1.1. Contratação de empresa especializada em serviços de Infraestrutura com manutenção corretiva, manutenção preventiva, instalações, desinstalações,

Leia mais

Procedimento de Segurança e Medicina do Trabalho na execução de obras e serviços por empresas contratadas

Procedimento de Segurança e Medicina do Trabalho na execução de obras e serviços por empresas contratadas 1. Objetivo Este Procedimento tem como objetivo fixar os requisitos de segurança e medicina do trabalho para as atividades de empresas contratadas, que venham a executar obras e/ou serviços nas dependências

Leia mais

PESQUISA DE PREÇO DE MERCADO Nº 001/2015 TIPO: MENOR PREÇO

PESQUISA DE PREÇO DE MERCADO Nº 001/2015 TIPO: MENOR PREÇO PESQUISA DE PREÇO DE MERCADO Nº 001/2015 TIPO: MENOR PREÇO O INSTITUTO PATRÍCIA GALVÃO, inscrito no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica do Ministério da Fazenda sob o nº CNPJ 05.408.004/0001-27, associação

Leia mais

DIRETORIA DE GESTÃO DG DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO - DGA TERMO DE REFERÊNCIA OBJETO

DIRETORIA DE GESTÃO DG DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO - DGA TERMO DE REFERÊNCIA OBJETO TERMO DE REFERÊNCIA Nº 010/2014 OBJETO Contratação de empresa especializada para execução dos serviços de instalação e fornecimento de vidros temperados incolor em imóveis da Eletrobrás Distribuição Rondônia,

Leia mais

CONTRATO DE COMPRA E VENDA PREGÃO ELETRÔNICO Nº 38/11 - REGISTRO DE PREÇOS PROCESSO N 2365-09.00/11-0 AJDG Nº 84/12

CONTRATO DE COMPRA E VENDA PREGÃO ELETRÔNICO Nº 38/11 - REGISTRO DE PREÇOS PROCESSO N 2365-09.00/11-0 AJDG Nº 84/12 CONTRATO DE COMPRA E VENDA PREGÃO ELETRÔNICO Nº 38/11 - REGISTRO DE PREÇOS PROCESSO N 2365-09.00/11-0 AJDG Nº 84/12 O ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, por intermédio da PROCURADORIA- GERAL DE JUSTIÇA, órgão

Leia mais

Comissão Permanente de Licitações TERMO DE COTAÇÃO ELETRÔNICA DE PREÇOS N.º 25/2014 CO. 29106

Comissão Permanente de Licitações TERMO DE COTAÇÃO ELETRÔNICA DE PREÇOS N.º 25/2014 CO. 29106 TERMO DE COTAÇÃO ELETRÔNICA DE PREÇOS N.º 25/2014 CO. 29106 A PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA, órgão administrativo do MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, torna público que realizará COTAÇÃO

Leia mais

Termo de Referência Manutenção Preventiva e Corretiva de Equipamentos Ativos de Rede de Dados do Palácio da Cidade

Termo de Referência Manutenção Preventiva e Corretiva de Equipamentos Ativos de Rede de Dados do Palácio da Cidade PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO Empresa Municipal de Informática S.A. - IplanRio Termo de Referência Manutenção Preventiva e Corretiva de Equipamentos Ativos de Rede de Dados do Palácio da Cidade

Leia mais

Ministério da Fazenda SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS

Ministério da Fazenda SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS PROJETO BÁSICO GESER Nº 04/07 FISCALIZAÇÃO DA OBRA DE IMPLANTAÇÃO DO SISTEMA DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO 1. OBJETO Contratação de empresa especializada para prestação de serviços de fiscalização

Leia mais

ENDEREÇO: CIDADE: ESTADO:

ENDEREÇO: CIDADE: ESTADO: CONVIDADO / CGC: CARTA CONVITE CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA DE TELECOMUNICAÇÕES E COMUNICAÇÃO DE DADOS PARA A PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE FRAME-RELAY PARA CONECTIVIDADE DA REDE DE DADOS DO À DO SERPRO.

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL SEÇÃO JUDICIÁRIA DO ESPÍRITO SANTO TERMO DE REFERÊNCIA

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL SEÇÃO JUDICIÁRIA DO ESPÍRITO SANTO TERMO DE REFERÊNCIA TERMO DE REFERÊNCIA REGISTRO DE PREÇO PARA EVENTUAL AQUISIÇÃO DE RÁDIOS PORTÁTEIS DIGITAIS (HT) PARA A DE PRIMEIRO GRAU. I - Objeto Registro de preço para eventual aquisição de rádios portáteis digitais

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO PROCESSO LICITATÓRIO N.º 005/2014 CARTA CONVITE Nº 002/2014

EDITAL DE LICITAÇÃO PROCESSO LICITATÓRIO N.º 005/2014 CARTA CONVITE Nº 002/2014 EDITAL DE LICITAÇÃO PROCESSO LICITATÓRIO N.º 005/2014 CARTA CONVITE Nº 002/2014 O CONSELHO REGIONAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA DA 7ª REGIÃO CREF7/DF, Autarquia Federal, criada pela Lei nº 9.696/98, torna público

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE PERNAMBUCO DIRETORIA DE SAÚDE PROJETO BÁSICO

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE PERNAMBUCO DIRETORIA DE SAÚDE PROJETO BÁSICO DIRETORIA DE SAÚDE PROJETO BÁSICO 1. JUSTIFICATIVA 1.1. A manutenção preventiva é necessária para ampliar a vida útil do equipamento, com aumento da sua segurança e desempenho, e consequente redução de

Leia mais

4.1. 15 (quinze) dias após a entrega do equipamento e aceite da respectiva nota Fiscal pelo CONTRATANTE;

4.1. 15 (quinze) dias após a entrega do equipamento e aceite da respectiva nota Fiscal pelo CONTRATANTE; TERMO DE REFERÊNCIA OBJETIVANDO A LOCAÇÃO DE GERADOR JUSTIFICATIVA PARA CONTRATAÇÃO DO SERVIÇO A realização dos eventos RECGASTRÔ Food Truck no Parque e Mercado do Artesão, ambos no Parque Santana, situado

Leia mais

ANEXO III PREGÃO PRESENCIAL SESC/MA Nº 15/0019-PG MINUTA DO CONTRATO

ANEXO III PREGÃO PRESENCIAL SESC/MA Nº 15/0019-PG MINUTA DO CONTRATO ANEXO III PREGÃO PRESENCIAL SESC/MA Nº 15/0019-PG MINUTA DO CONTRATO Instrumento Particular de Contrato referente ao PREGÃO PRESENCIAL SESC/MA Nº 15/0019-PG, que entre si fazem o Serviço Social do Comércio

Leia mais

CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES

CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES 1. CONSIDERAÇÕES INICIAIS: 1.1. Este roteiro serve como base às obras de Contratação de empresa especializada para o fornecimento de material e mão de obra para execução de rede

Leia mais

C E R T I F I C A Ç Ã O REGULAMENTO NACIONAL DE CERTIFICAÇÕES

C E R T I F I C A Ç Ã O REGULAMENTO NACIONAL DE CERTIFICAÇÕES C E R T I F I C A Ç Ã O REGULAMENTO NACIONAL DE CERTIFICAÇÕES Com o objetivo de melhorar o nível de confiabilidade e segurança das certificações emitidas pelas ASSESPRO REGIONAIS a favor de seus associados,

Leia mais

POLÍTICA NACIONAL DE GARANTIA

POLÍTICA NACIONAL DE GARANTIA POLÍTICA NACIONAL DE GARANTIA 1 Conteúdo Introdução... 3 Objetivo... 3 Esclarecimentos... 3 O que é considerado garantia... 4 O que são considerados itens de manutenção... 4 O que são considerados materiais

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 002/2010

CARTA CONVITE Nº 002/2010 IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM ATÉ 24 HORAS DE ANTECEDENCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP:

Leia mais

PROJETO BÁSICO AQUISIÇÃO DE NOBREAKS

PROJETO BÁSICO AQUISIÇÃO DE NOBREAKS PROJETO BÁSICO AQUISIÇÃO DE NOBREAKS 1 FUNDAMENTO LEGAL 1.1 A contratação será realizada por meio do Sistema de Cotação Eletrônica de Preços, visto que os bens a serem adquiridos enquadram-se como bens

Leia mais

ANEXO 1 - TERMO DE REFERÊNCIA Substituição das telhas de alumínio da marquise frontal do prédio sede da Justiça Federal ES

ANEXO 1 - TERMO DE REFERÊNCIA Substituição das telhas de alumínio da marquise frontal do prédio sede da Justiça Federal ES 1 ANEXO 1 - TERMO DE REFERÊNCIA Substituição das telhas de alumínio da marquise frontal do prédio sede da Justiça Federal ES 1 OBJETO: 1.1 Contratação de empresa para substituição de telhas de alumínio

Leia mais

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE HANDEBOL

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE HANDEBOL EDITAL DE LICITAÇÃO nº 002/2012 TOMADA DE PREÇOS PARA PRESTADORES DE SERVIÇOS E PRESTAÇÕES DE CONTAS NA GESTÃO DE PROJETOS A CBHb, de acordo com a Lei 10.264 de 16 de julho de 2001 Lei Agnelo/Piva, regulamentada

Leia mais

REFORMA EDIFICAÇÃO PRINCIPAL INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE CÂMPUS AVANÇADO IBIRAMA IBIRAMA/SC

REFORMA EDIFICAÇÃO PRINCIPAL INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE CÂMPUS AVANÇADO IBIRAMA IBIRAMA/SC REFORMA EDIFICAÇÃO PRINCIPAL INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE CÂMPUS AVANÇADO IBIRAMA IBIRAMA/SC MEMORIAL DESCRITIVO PROJETO DE CABEAMENTO ESTRUTURADO ÍNDICE 1 Informativos gerais 2 Especificações e Tabelas

Leia mais

Nobreak. 160 e 300 kva. senoidal on-line trifásico PERFIL PROTEÇÕES

Nobreak. 160 e 300 kva. senoidal on-line trifásico PERFIL PROTEÇÕES Nobreak senoidal on-line trifásico dupla convers o 60 a 300 kva 60 kva de 80 a 120 kva 160 e 300 kva PERFIL Os nobreaks on-line de dupla conversão da linha Gran Triphases foram desenvolvidos com o que

Leia mais

DEPARTAMENTO GERAL DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS Coordenadoria de Apoio Logístico Departamento de Apoio Operacional TERMO DE REFERÊNCIA

DEPARTAMENTO GERAL DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS Coordenadoria de Apoio Logístico Departamento de Apoio Operacional TERMO DE REFERÊNCIA Processo n.º E-04/. /2012. Contratação de empresa para fornecimento e instalação de sistema de gerenciamento de tráfego para elevadores do prédio da SEFAZ, localizado na Avenida Presidente Vargas, 670

Leia mais

MUNICÍPIO DE SENGÉS CNPJ/MF 76.911.676/0001-07 TRAVESSA SENADOR SOUZA NAVES N. 95 SENGÉS PARANÁ

MUNICÍPIO DE SENGÉS CNPJ/MF 76.911.676/0001-07 TRAVESSA SENADOR SOUZA NAVES N. 95 SENGÉS PARANÁ DECRETO Nº 600/2014 Súmula:- Regulamenta a aquisição de Bens Permanentes, de Consumo e Serviços destinados a Administração Direta, Indireta e Fundacional do Município de Sengés, através de Pregão, tendo

Leia mais

Aula 5 Infraestrutura Elétrica

Aula 5 Infraestrutura Elétrica Aula 5 Infraestrutura Elétrica Prof. José Maurício S. Pinheiro 2010 1 Ruído Elétrico Os problemas de energia elétrica são as maiores causas de defeitos no hardware das redes de computadores e conseqüente

Leia mais

TERMOS DE REFERÊNCIA

TERMOS DE REFERÊNCIA 1. INTRODUÇÃO Para realização de suas atividades técnicas e administrativas a Agência Nacional de Telecomunicações Anatel utiliza-se de sistemas informatizados, sendo eles adquiridos no mercado ou desenvolvidos

Leia mais

REGULAMENTO DE COMPRAS

REGULAMENTO DE COMPRAS REGULAMENTO DE COMPRAS A SPDM /PAIS Associação Paulista Para O Desenvolvimento da Medicina, vem por meio deste dar publicidade ao Regulamento Próprio utilizado contendo os procedimentos que adotará para

Leia mais

NORMA DE SEGURANÇA PARA A UNIFAPNET

NORMA DE SEGURANÇA PARA A UNIFAPNET NORMA DE SEGURANÇA PARA A UNIFAPNET 1. Objetivo As Normas de Segurança para a UNIFAPnet têm o objetivo de fornecer um conjunto de Regras e Recomendações aos administradores de rede e usuários, visando

Leia mais

Projeto n 14593/2014 - Escritório Nacional do CATAFORTE - Negócios Sustentáveis em Redes Solidárias COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS Nº 06/2015

Projeto n 14593/2014 - Escritório Nacional do CATAFORTE - Negócios Sustentáveis em Redes Solidárias COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS Nº 06/2015 Projeto n 14593/2014 - Escritório Nacional do CATAFORTE - Negócios Sustentáveis em Redes Solidárias COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS Nº 06/2015 1. PREÂMBULO O CEADEC - Centro de Estudos e Apoio ao Desenvolvimento,

Leia mais

PROCESSO Nº. 650081044 EDITAL DE CREDENCIAMENTO Nº. 060/2011 RECEBIMENTO DAS PROPOSTAS DE CREDENCIAMENTO

PROCESSO Nº. 650081044 EDITAL DE CREDENCIAMENTO Nº. 060/2011 RECEBIMENTO DAS PROPOSTAS DE CREDENCIAMENTO PROCESSO Nº. 650081044 EDITAL DE CREDENCIAMENTO Nº. 060/2011 RECEBIMENTO DAS PROPOSTAS DE CREDENCIAMENTO Data: A partir do dia 22/06/2011 Local: FAPEU SETOR DE LICITAÇÃO (Campus Universitário s/nº, Trindade,

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA AUTOR MATRÍCULA RUBRICA LEONARDO ALEX COSTA ALVES 14.722-35 VALIDADOR MATRÍCULA RUBRICA ALEX TAKASHI YOKOYAMA 16.

TERMO DE REFERÊNCIA AUTOR MATRÍCULA RUBRICA LEONARDO ALEX COSTA ALVES 14.722-35 VALIDADOR MATRÍCULA RUBRICA ALEX TAKASHI YOKOYAMA 16. TERMO DE REFERÊNCIA AQUISIÇÃO DE SISTEMA ININTERRUPTO DE ENERGIA - NO-BREAK, PARA A SUPERINTENDENCIA REGIONAL DO NORTE, PELO SISTEMA DE REGISTRO DE PREÇOS. AUTOR MATRÍCULA RUBRICA LEONARDO ALEX COSTA ALVES

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 003/2011

CARTA CONVITE Nº 003/2011 CARTA CONVITE Nº 003/2011 O Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional da 10ª Região CREFITO-10, com jurisdição no Estado de Santa Catarina, através de sua Comissão Permanente de Licitações,

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA GEMAP 17/2009

TERMO DE REFERÊNCIA GEMAP 17/2009 TERMO DE REFERÊNCIA GEMAP 17/2009 1- DO OBJETO Visa o presente contratar empresa especializada para fornecimento e instalação de Circuito Fechado de TV- CFTV digital nas dependências da SUSEP, com fornecimento

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA - TR

TERMO DE REFERÊNCIA - TR TERMO DE REFERÊNCIA - TR Pregão Eletrônico nº 014/2009 ANEXO II 1. OBJETO 1.1. Prestação de serviços de suporte técnico assistido ao PRODERJ, sob demanda, para o desenvolvimento e implantação de soluções

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL SEÇÃO JUDICIÁRIA DO ESPÍRITO SANTO TERMO DE REFERÊNCIA

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL SEÇÃO JUDICIÁRIA DO ESPÍRITO SANTO TERMO DE REFERÊNCIA TERMO DE REFERÊNCIA CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA NA PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE VIGILÂNCIA MONITORADA, INCLUINDO A INSTALAÇÃO DE EQUIPAMENTOS E INSUMOS PARA A DE PRIMEIRO GRAU. I - Objeto II Especificações

Leia mais

Memorial Técnico para Aquisição de Solução modular escalável e móvel de Contêiner para Data Center

Memorial Técnico para Aquisição de Solução modular escalável e móvel de Contêiner para Data Center MUNICÍPIO DE SANTO ÂNGELO Memorial Técnico para Aquisição de Solução modular escalável e móvel de Contêiner para Data Center Projeto DATA CENTER José Fioravante Schneider 01/06/2015 Página 1 de 9 ÍNDICE

Leia mais

ANEXO 1 TERMO DE REFERÊNCIA Fornecimento e instalação de válvulas redutoras de pressão

ANEXO 1 TERMO DE REFERÊNCIA Fornecimento e instalação de válvulas redutoras de pressão 1 OBJETO: ANEXO 1 TERMO DE REFERÊNCIA Fornecimento e instalação de válvulas redutoras de pressão 1.1 Contratação de empresa de engenharia para fornecimento e instalação de válvulas redutoras de pressão

Leia mais