Ferramenta para conversão texto-fala de aplicações Windows Forms. Acadêmico: Fernando Erhardt Orientadora: Joyce Martins

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Ferramenta para conversão texto-fala de aplicações Windows Forms. Acadêmico: Fernando Erhardt Orientadora: Joyce Martins"

Transcrição

1 Ferramenta para conversão texto-fala de aplicações Windows Forms Acadêmico: Fernando Erhardt Orientadora: Joyce Martins

2 Roteiro Introdução Objetivos Fundamentação teórica Desenvolvimento da ferramenta Conclusão Extensões

3 Introdução Definição de sistemas de conversão textofala Utilidades destes sistemas Dificuldades no desenvolvimento de sistemas de conversão texto-fala Desenvolvimento da ferramenta focada em uma tecnologia específica

4 Objetivos Identificar aplicações Windows Forms que podem ser interpretadas Obter informações textuais destas aplicações Processar estas informações em português e em inglês Converter o texto processado em áudio

5 Fundamentação teórica Processamento textual Pré-processamento Análise linguística Identificação dos fonemas Processamento prosódico Síntese do texto em áudio

6 Fundamentação teórica Gramáticas das línguas portuguesa e inglesa Regras que definem a forma mais correta de utilização de uma língua Fonologia e morfologia Sintaxe e semântica

7 Fundamentação teórica Ferramenta ManagedSpy e bibloteca ManagedSpyLib ManagedSpy mostra os componentes que formam a interface de uma aplicação Características da ManagedSpyLib Identificação de componentes de interface Obtenção de informações destes componentes Interceptação de eventos ocorridos na interface da aplicação

8 Fundamentação teórica Biblioteca System.Speech Bibloteca padrão do Microsoft.Net Framework Utiliza-se do recurso de fala nativo do Sistema Operacional Simples utilização Aceita o formato SSML como entrada de dados

9 Fundamentação teórica Trabalhos correlatos FurbTTS (Thiago M. Oechsler FURB) Sistema para conversão de textos em fonemas (Dimas T. Chbane USP) Sistema para conversão texto fala para a língua portuguesa (Leandro C. Gomes UNICAMP)

10 Desenvolvimento da ferramenta Especificação Requisitos Relação de componentes de interface suportados Lista de siglas, abreviações e pronúncias diferenciadas Diagramas UML Implementação da ferramenta

11 Especificação: Requisitos Funcionais: identificar aplicações que possam ser interpretadas permitir que o usuário escolha qual aplicação deve ter seu conteúdo sintetizado permitir configurar o idioma: português ou inglês obter informação textual da interface da aplicação fazer a conversão texto-fala permitir entrada manual de textos para testes visualizar o resultado do processamento textual executar a conversão de forma assíncrona

12 Especificação: Requisitos Não funcionais: funcionar com o sistema operacional Windows XP ou superior utilizar a linguagem de programação C#

13 Especificação: relação de componentes Componentes do framework: Componente Componente Componente Componente Button FlowLayoutPanel NumericBox TableLayoutContainer CheckBox GroupBox Panel TabPage CkeckedListBox Label ProgressBar TextBox ComboBox LinkLabel RadioButton TrackBar DateTimePicker ListBox SplitContainer TreeView DomainUpDown ListView TabControl Componentes criados pelo usuário

14 Especificação: siglas, abreviações Siglas: e pronúncias diferenciadas sequência de duas ou mais letras maiúsculas utiliza dicionário de siglas dicionários diferenciados para português e para inglês pronúncia letra a letra caso não se encontre no dicionário

15 Especificação: dicionário de siglas Exemplo de algumas siglas em português: Sigla Forma extensa Sigla Forma extensa EUA 1 Estados Unidos da América SC Santa Catarina FURB Furb ABNT Abêene Tê PM Polícia Militar CD Cedê DVD Devedê RW Regravável TV Televisão PC Personal Computer

16 Especificação: dicionário de siglas Exemplo de algumas siglas em inglês: Sigla Forma extensa Sigla Forma extensa USA United States of America CD Cd DVD Dvd RW Re-writable TV Television NY New York

17 Especificação: dicionários de abreviações Exemplo de algumas abreviações em português: Abreviação Forma extensa Abreviação Forma extensa apto. apartamento estr. Estrada apart. apartamento fig. figura av. avenida hab. habitante bel. bacharel kg. quilogramas cg. centigrama km. quilômetros cia. compania pagto. pagamento cm. centímetro tel. Telefone

18 Especificação: dicionários de abreviações Exemplos de algumas abreviações em inglês: Abreviação Forma extensa Abreviação Forma extensa abbr. abbreviation min. Minutes dr. doctor hr. Hours ed. edition wk. Week ave. avenue mo. Months kg. kilograms yr. Years km. kilometers mg. miligrams cm. centimeters mi. miles

19 Especificação: dicionários de pronúncias diferenciadas Pronúncias diferenciadas em português: Palavra Pronúncia adaptada Palavra Pronúncia adaptada Google gu gou personal pêrsonal c# cêchárp computer compiuter Dicionário de pronúncias diferenciadas em inglês é vazio por padrão

20 Especificação: Diagrama de casos de uso

21 Especificação: Diagrama de classes

22 Especificação: Diagrama de classes

23 Especificação: Diagrama de classes

24 Especificação: Diagrama de classes

25 Especificação: Diagrama de classes

26 Implementação: técnicas e Linguagem C# ferramentas utilizadas Visual Studio Voz em português Nuance Raquel Brazilian Portuguese Female 22khz

27 Implementação: interpretação da interface Carregar aplicações compatíveis Carregar componentes que formam a aplicação selecionada Carregar componentes filhos recursivamente quando necessário

28 Implementação: interceptação de eventos São subscritos os eventos que devem ser interceptados ao instanciar cada componente Cada componente específico descreve seus eventos Cada componente específico manipula seus eventos

29 Implementação: processamento de texto Etapas: substituir abreviações substituir siglas substituir datas substituir números substituir pronúncias diferenciadas

30 Implementação: processamento de texto Substituição de abreviações, siglas e pronúncias diferenciadas: utilizadas expressões regulares dicionários específicos para cada idioma procuradas entre caracteres de quebra

31 Implementação: processamento de texto Substituição datas em três possíveis formatos: dia/mês/ano dia/mês mês/ano diferenciação entre dia/mês para o idioma inglês

32 Implementação: processamento de texto São substituídos os seguintes tipos de números: valores monetários números decimais números ordinais ( º e ª ) números inteiros

33 Implementação: conversão de texto em áudio Processa qualquer texto antes da conversão Utiliza a voz selecionada para o idioma Utiliza a biblioteca System.Speech Faz a conversão de forma assíncrona com o auxílio da classe BackgroundWorker

34 Implementação: operacionalidade

35 Implementação: operacionalidade

36 Resultados e discussão

37 Conclusões Objetivos alcançados Importância dos assuntos estudados Limitações encontradas Principais pontos positivos

38 Extensões Interpretar os componentes de interface que não foram possíveis com a ManagedSpyLib Interpretar aplicações desenvolvidas com outra tecnologia Utilizar a conversão de texto de forma independente Conversão texto-fala em outros idiomas Desenvolver módulo de síntese de áudio próprio

39 Demonstração da ferramenta

Resumo Expandido. Resumo:

Resumo Expandido. Resumo: Resumo Expandido Título da Pesquisa: Desenvolvimento de Ferramenta de conversão de texto em fala Palavras-chave: Conversão Texto-Fala. Processamento textual. Microsoft. System.Speech. Síntese de texto.

Leia mais

Treinar - Cursos e Treinamentos C# Módulo I. Carga horária: 32 Horas

Treinar - Cursos e Treinamentos C# Módulo I. Carga horária: 32 Horas Treinar - Cursos e Treinamentos C# Módulo I Carga horária: 32 Horas Pré-requisito: Para que os alunos possam aproveitar este treinamento ao máximo, é importante que eles tenham participado dos treinamentos

Leia mais

FERRAMENTA PARA CONSTRUÇÃO DE INTERFACES DE SOFTWARE A PARTIR DE DIAGRAMA DE CLASSES

FERRAMENTA PARA CONSTRUÇÃO DE INTERFACES DE SOFTWARE A PARTIR DE DIAGRAMA DE CLASSES FERRAMENTA PARA CONSTRUÇÃO DE INTERFACES DE SOFTWARE A PARTIR DE DIAGRAMA DE CLASSES Aluno: André Luis Becker Orientador: Prof. Everaldo Artur Grahl. Mestre Orientador, FURB Roteiro da Apresentação Introdução;

Leia mais

Programa de Unidade Curricular

Programa de Unidade Curricular Programa de Unidade Curricular Faculdade Engenharia Licenciatura Engenharia Electrónica e Informática Unidade Curricular Linguagens de Programação Semestre: 3 Nº ECTS: 6,0 Regente Prof. Vítor Pereira Assistente

Leia mais

Estilos de Interação

Estilos de Interação Universidade Federal Fluminense Mestrado em Computação Interação Humano-Computador Prof Ana Cristina Adrielle Aparecida da Silva Linha de Comando Estilos de Interação A interação realizada por linha de

Leia mais

VISEDU-CG 3.0: Aplicação didática para visualizar material educacional Módulo de Computação Gráfica

VISEDU-CG 3.0: Aplicação didática para visualizar material educacional Módulo de Computação Gráfica VISEDU-CG 3.0: Aplicação didática para visualizar material educacional Módulo de Computação Gráfica SAMUEL ANDERSON NUNES ORIENTADOR: DALTON SOLANO DOS REIS FURB Universidade Regional de Blumenau DSC Departamento

Leia mais

#Criando Aplicações Web com o Delphi unigui

#Criando Aplicações Web com o Delphi unigui 1 Sumário Apresentação Apresentação do unigui. Instalação Instalação do unigui. Conhecendo os Componentes unigui Apresentação dos componentes das paletas Standard, Additional, Data Controls e Extra do

Leia mais

Protótipo de sistema de consultas utilizando a linguagem SPARQL

Protótipo de sistema de consultas utilizando a linguagem SPARQL Protótipo de sistema de consultas utilizando a linguagem SPARQL Aluno(a): André Luiz Nunes Orientador: Roberto Heinzle Roteiro Introdução Objetivos Web semântica Tecnologias para web semântica Trabalhos

Leia mais

Criando um projeto ASP.Net no Visual Studio 2008

Criando um projeto ASP.Net no Visual Studio 2008 Criando um projeto ASP.Net no Visual Studio 2008 Ao abrir o Visual Studio 2008, vá no menu File > New > Project (como mostra a imagem abaixo) ou simplesmente pressionando as teclas Ctrl + Shift + N. Nas

Leia mais

FERRAMENTA PARA CRIAÇÃO DE BASES DE CONHECIMENTO NA FORMA DE ONTOLOGIA OWL A PARTIR DE DADOS NÃO ESTRUTURADOS

FERRAMENTA PARA CRIAÇÃO DE BASES DE CONHECIMENTO NA FORMA DE ONTOLOGIA OWL A PARTIR DE DADOS NÃO ESTRUTURADOS FERRAMENTA PARA CRIAÇÃO DE BASES DE CONHECIMENTO NA FORMA DE ONTOLOGIA OWL A PARTIR DE DADOS NÃO ESTRUTURADOS Aluno: Allan Renato Sabino Orientador: Roberto Heinzle Roteiro Introdução; Objetivos; Fundamentação

Leia mais

LETRAS 1º PERÍODO. Código Disciplina C/H Curso Disciplina C/H Código Curso Ano do Conclusão

LETRAS 1º PERÍODO. Código Disciplina C/H Curso Disciplina C/H Código Curso Ano do Conclusão LETRAS 1º PERÍODO Disciplina A Disciplina B 62961 Língua Portuguesa A 68 Língua Portuguesa A 68 Ementa: Estuda os fundamentos Ementa: Estudo da base fonéticofonológica teóricos da análise lingüística,

Leia mais

AMBIENTE PARA AUXILIAR O DESENVOLVIMENTO DE PROGRAMAS MONOLÍTICOS

AMBIENTE PARA AUXILIAR O DESENVOLVIMENTO DE PROGRAMAS MONOLÍTICOS UNIVERSIDADE REGIONAL DE BLUMENAU CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E NATURAIS CURSO DE CIÊNCIAS DA COMPUTAÇÃO BACHARELADO AMBIENTE PARA AUXILIAR O DESENVOLVIMENTO DE PROGRAMAS MONOLÍTICOS Orientando: Oliver Mário

Leia mais

GUIA PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO CURSO DE GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA UFSJ

GUIA PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO CURSO DE GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA UFSJ UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL-REI UFSJ CAMPUS CENTRO OESTE DONA LINDU GUIA PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO CURSO DE GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA UFSJ DIVINÓPOLIS MG 2009 O Trabalho de

Leia mais

ASP.NET. Guia do Desenvolvedor. Felipe Cembranelli. Novatec Editora. www.novateceditora.com.br

ASP.NET. Guia do Desenvolvedor. Felipe Cembranelli. Novatec Editora. www.novateceditora.com.br ASP.NET Guia do Desenvolvedor Felipe Cembranelli Novatec Editora www.novateceditora.com.br 1 Introdução à plataforma.net A plataforma Microsoft.NET.NET é uma nova plataforma de software para desenvolvimento

Leia mais

SISTEMA PARA AGENDAMENTO DE SERVIÇOS DE BELEZA ON-LINE

SISTEMA PARA AGENDAMENTO DE SERVIÇOS DE BELEZA ON-LINE FURB UNIVERSIDADE REGIONAL DE BLUMENAU CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E NATURAIS CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO BACHARELADO SISTEMA PARA AGENDAMENTO DE SERVIÇOS DE BELEZA ON-LINE APARECIDA CEZERINO ORIENTADOR:

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico Etec Etec: Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos-SP Eixo Tecnológico: Informação e Comunicação Habilitação Profissional: Técnico em Informática

Leia mais

Ferramenta de indexação e recuperação de documentos eletrônicos utilizando Oracle InterMedia

Ferramenta de indexação e recuperação de documentos eletrônicos utilizando Oracle InterMedia Ferramenta de indexação e recuperação de documentos eletrônicos utilizando Oracle InterMedia Acadêmico: Emerson Immianovsky Orientador: Prof. Alexander R. Valdameri Roteiro Introdução Objetivos Fundamentação

Leia mais

APLICAÇÃO MOBILE MARKETING COM COMUNICAÇÃO BLUETOOTH FOCADA EM BARES E RESTAURANTES. Acadêmico: Rafael Formento Orientador: Paulo Fernando da Silva

APLICAÇÃO MOBILE MARKETING COM COMUNICAÇÃO BLUETOOTH FOCADA EM BARES E RESTAURANTES. Acadêmico: Rafael Formento Orientador: Paulo Fernando da Silva APLICAÇÃO MOBILE MARKETING COM COMUNICAÇÃO BLUETOOTH FOCADA EM BARES E RESTAURANTES Acadêmico: Rafael Formento Orientador: Paulo Fernando da Silva 1 Roteiro Introdução Objetivos do trabalho Fundamentação

Leia mais

GUIA PARA ELABORAÇÃO DISSERTAÇÃO DE MESTRADO (SEGUNDO ABNT-NBR 14724) PROGRAMA DE PÓS GRADUAÇÃO EM BIOTECNOLOGIA - UFSJ

GUIA PARA ELABORAÇÃO DISSERTAÇÃO DE MESTRADO (SEGUNDO ABNT-NBR 14724) PROGRAMA DE PÓS GRADUAÇÃO EM BIOTECNOLOGIA - UFSJ UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL-REI UFSJ CAMPUS CENTRO-OESTE DONA LINDU CCO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIOTECNOLOGIA GUIA PARA ELABORAÇÃO DISSERTAÇÃO DE MESTRADO (SEGUNDO ABNT-NBR 14724) PROGRAMA

Leia mais

CONSTRUINDO MINHA MONOGRAFIA

CONSTRUINDO MINHA MONOGRAFIA CONSTRUINDO MINHA MONOGRAFIA 1 Prezado(a) aluno(a), Este roteiro foi preparado para auxiliá-lo na elaboração de sua monografia (TCC). Ele o apoiará na estruturação das etapas do seu trabalho de maneira

Leia mais

Ferramenta para conversão de interfaces gráficas desenvolvidas em Delphi para a biblioteca GTK+ Acadêmico: Josimar Zimermann

Ferramenta para conversão de interfaces gráficas desenvolvidas em Delphi para a biblioteca GTK+ Acadêmico: Josimar Zimermann Ferramenta para conversão de interfaces gráficas desenvolvidas em Delphi para a biblioteca GTK+ Acadêmico: Josimar Zimermann Orientadora: Joyce Martins Roteiro Introdução Objetivos Fundamentação teórica

Leia mais

Sistema de Reconhecimento de Voz Aplicabilidade

Sistema de Reconhecimento de Voz Aplicabilidade Sistema de Reconhecimento de Voz Aplicabilidade Luis Gustavo de Carvalho Uzai Prof. Mauricio Duarte Tecnologia em Informática para a Gestão de Negócios Faculdade de Tecnologia de Garça (Fatec) Caixa Postal

Leia mais

2.1 Tipos de dados... 25 2.1.1 Literais... 25 2.1.2 byte... 26 2.1.3 ushort... 27 PRÓLOGO... XIX COMO UTILIZAR ESTE LIVRO... XXI 1. INTRODUÇÃO...

2.1 Tipos de dados... 25 2.1.1 Literais... 25 2.1.2 byte... 26 2.1.3 ushort... 27 PRÓLOGO... XIX COMO UTILIZAR ESTE LIVRO... XXI 1. INTRODUÇÃO... PRÓLOGO... XIX COMO UTILIZAR ESTE LIVRO... XXI 1. INTRODUÇÃO... 1 1.1 Ambiente de desenvolvimento... 1 1.1.1 Iniciar o Visual Studio pela primeira vez... 2 1.1.2 Soluções e projetos... 3 1.2 Sensibilização

Leia mais

Aplicativo de referência em tecnologias Microsoft

Aplicativo de referência em tecnologias Microsoft Aplicativo de referência em tecnologias Microsoft André Luis Voltolini Sousa Prof. Everaldo Artur Grahl- Orientador Roteiro Introdução Objetivos Fundamentação teórica Especificação Implementação Operacionalidade

Leia mais

Delphi 7 Aula 02 Preço do Automóvel

Delphi 7 Aula 02 Preço do Automóvel Delphi 7 Aula 02 Preço do Automóvel Prof. Gilbert Azevedo da Silva I. Objetivos Conhecer os tipos de propriedades dos objetos, Utilizar a ajuda do Delphi (help), Utilizar os componentes: GroupBox, ComboBox,

Leia mais

Protótipo de um sistema para licenciamento de aplicativos Microsoft.NET baseado em assinatura digital XML

Protótipo de um sistema para licenciamento de aplicativos Microsoft.NET baseado em assinatura digital XML Protótipo de um sistema para licenciamento de aplicativos Microsoft.NET baseado em assinatura digital XML Acadêmico: Leonardo Chagas D Ippolito Orientador: Prof. Marcel Hugo Blumenau, Dezembro de 2004

Leia mais

MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE ARTIGOS CIENTÍFICOS DE ACORDO COM AS NORMAS DE DOCUMENTAÇÃO DA ABNT

MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE ARTIGOS CIENTÍFICOS DE ACORDO COM AS NORMAS DE DOCUMENTAÇÃO DA ABNT MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE ARTIGOS CIENTÍFICOS DE ACORDO COM AS NORMAS DE DOCUMENTAÇÃO DA ABNT HELENA DE CARVALHO SICSÚ 1 RESUMO Este trabalho apresenta os elementos que constituem a estrutura de um artigo

Leia mais

Gerador de aplicativos Oracle PL/SQL WEB baseado na estrutura das tabelas do. Wagner da Silva Orientando Prof. Alexander Roberto Valdameri Orientador

Gerador de aplicativos Oracle PL/SQL WEB baseado na estrutura das tabelas do. Wagner da Silva Orientando Prof. Alexander Roberto Valdameri Orientador Gerador de aplicativos Oracle PL/SQL WEB baseado na estrutura das tabelas do banco de dados Oracle Wagner da Silva Orientando Prof. Alexander Roberto Valdameri Orientador Roteiro Introdução e Objetivos;

Leia mais

Contribuição das Áreas da Linguística para a Organização da Informação. Disciplina: Fundamentos da Organização da Informação Profª: Lilian Alvares

Contribuição das Áreas da Linguística para a Organização da Informação. Disciplina: Fundamentos da Organização da Informação Profª: Lilian Alvares Contribuição das Áreas da Linguística para a Organização da Informação Disciplina: Fundamentos da Organização da Informação Profª: Lilian Alvares GRUPO 4 Alunos: Ernesto João Mallen Luziaro Michel Zane

Leia mais

GERADOR DE CÓDIGO JSP BASEADO EM PROJETO DE SGBD. Acadêmico: Maicon Klug Orientadora: Joyce Martins

GERADOR DE CÓDIGO JSP BASEADO EM PROJETO DE SGBD. Acadêmico: Maicon Klug Orientadora: Joyce Martins GERADOR DE CÓDIGO JSP BASEADO EM PROJETO DE SGBD Acadêmico: Maicon Klug Orientadora: Joyce Martins Roteiro Introdução Objetivos do trabalho Fundamentação teórica Desenvolvimento do trabalho Conclusão Extensões

Leia mais

IMPLEMENTAÇÃO DA TÉCNICA TEXT MINING APLICADO NO AMBIENTE DO EMPREENDEDOR. Acadêmico: Roger Erivan Gaulke Prof. Orientador: Dr.

IMPLEMENTAÇÃO DA TÉCNICA TEXT MINING APLICADO NO AMBIENTE DO EMPREENDEDOR. Acadêmico: Roger Erivan Gaulke Prof. Orientador: Dr. IMPLEMENTAÇÃO DA TÉCNICA TEXT MINING APLICADO NO AMBIENTE DO EMPREENDEDOR Acadêmico: Roger Erivan Gaulke Prof. Orientador: Dr. Oscar Dalfovo Roteiro da apresentação Introdução Objetivos do Trabalho Fundamentação

Leia mais

5 ESTRUTURA E APRESENTAÇÃO DE MONOGRAFIAS OU TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC)... 478 5.1 Ordenamento dos elementos da monografia ou TCC... 48 5.

5 ESTRUTURA E APRESENTAÇÃO DE MONOGRAFIAS OU TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC)... 478 5.1 Ordenamento dos elementos da monografia ou TCC... 48 5. 5 ESTRUTURA E APRESENTAÇÃO DE MONOGRAFIAS OU TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC)... 478 5.1 Ordenamento dos elementos da monografia ou TCC... 48 5.2 Capa... 48 5.3 Folha de rosto... 51 5.4 Errata... 53

Leia mais

Aula 11 Introdução ao Pseudocódigo. Disciplina: Fundamentos de Lógica e Algoritmos Prof. Bruno Gomes http://www3.ifrn.edu.

Aula 11 Introdução ao Pseudocódigo. Disciplina: Fundamentos de Lógica e Algoritmos Prof. Bruno Gomes http://www3.ifrn.edu. Aula 11 Introdução ao Pseudocódigo Disciplina: Fundamentos de Lógica e Algoritmos Prof. Bruno Gomes http://www3.ifrn.edu.br/~brunogomes Agenda da Aula Representação de Algoritmos em Pseudocódigo: Sintaxe;

Leia mais

UTILIZANDO ICONIX NO DESENVOLVIMENTO DE APLICAÇÕES DELPHI

UTILIZANDO ICONIX NO DESENVOLVIMENTO DE APLICAÇÕES DELPHI UTILIZANDO ICONIX NO DESENVOLVIMENTO DE APLICAÇÕES DELPHI Dr. George SILVA; Dr. Gilbert SILVA; Gabriel GUIMARÃES; Rodrigo MEDEIROS; Tiago ROSSINI; Centro Federal de Educação Tecnológica do Rio Grande do

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR Página 1/3 CURSO: LETRAS - GRADUAÇÃO - LICENCIATURA GRADE: INGRESSANTES 2015/1

MATRIZ CURRICULAR Página 1/3 CURSO: LETRAS - GRADUAÇÃO - LICENCIATURA GRADE: INGRESSANTES 2015/1 Página 1/3 Período: 1 ENADE INGRESSANTE 0 ESTILÍSTICA 36 LITERATURA BRASILEIRA: CONTEMPORÂNEA 72 LITERATURA EM LÍNGUA INGLESA 72 LITERATURA EM LÍNGUA INGLESA: AS ÉPOCAS VITORIANA E CONTEMPORÂNEA 36 LÍNGUA

Leia mais

VÍTOR PEREIRA O GUIA PRÁTICO DO VISUAL BASIC 2005 EXPRESS

VÍTOR PEREIRA O GUIA PRÁTICO DO VISUAL BASIC 2005 EXPRESS VÍTOR PEREIRA O GUIA PRÁTICO DO VISUAL BASIC 2005 EXPRESS Portugal/2006 Microsoft is a registered trademark of Microsoft Corporation in the United States and/or other countries and is used by Centro Atlântico

Leia mais

Protótipo de uma aplicação rica de internet para monitoramento de vídeo através de streaming e Silverlight

Protótipo de uma aplicação rica de internet para monitoramento de vídeo através de streaming e Silverlight Protótipo de uma aplicação rica de internet para monitoramento de vídeo através de streaming e Silverlight Thiago da Silva Negherbon Acadêmico Roosevelt dos Santos Júnior Orientador Roteiro Introdução

Leia mais

4 ESTRUTURA E APRESENTAÇÃO DE ARTIGO CIENTÍFICO

4 ESTRUTURA E APRESENTAÇÃO DE ARTIGO CIENTÍFICO 4 ESTRUTURA E APRESENTAÇÃO DE ARTIGO CIENTÍFICO Este capítulo visa a orientar a elaboração de artigos científicos para os cursos de graduação e de pós-graduação da FSG. Conforme a NBR 6022 (2003, p. 2),

Leia mais

Um Sistema Texto-Fala Livre

Um Sistema Texto-Fala Livre Um Sistema Texto-Fala Livre Thales Sehn Körting 1, Rodrigo Mendes Costa 1, Felipe Castro da Silva 1 1 Engenharia de Computação Fundação Universidade Federal do Rio Grande Av. Itália, Km. 8 s/n o 96201-900

Leia mais

SISTEMA DE CONTROLE DE ACESSO, PARA AMBIENTE ACADÊMICO

SISTEMA DE CONTROLE DE ACESSO, PARA AMBIENTE ACADÊMICO SISTEMA DE CONTROLE DE ACESSO, FREQÜÊNCIA E GESTÃO DE PERMISSÃO PARA AMBIENTE ACADÊMICO LEONARDO DENARDI ORIENTADOR: JACQUES ROBERT HECKMANN SEQÜÊNCIA DA APRESENTAÇÃO Introdução Objetivos Fundamentação

Leia mais

Lingüística Código HL808 (turma A) Nome da disciplina Leitura Orientada em Sintaxe terça: 10h30h 12h10h

Lingüística Código HL808 (turma A) Nome da disciplina Leitura Orientada em Sintaxe terça: 10h30h 12h10h Lingüística Código HL808 (turma A) Nome da disciplina Leitura Orientada em Sintaxe terça: 10h30h 12h10h Luiz Arthur Pagani Programa resumido Analisadores gramaticais são procedimentos para se executar

Leia mais

USANDO RESPONSIVE WEB DESIGN PARA DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS WEB. Rodrigo Eduardo Boni orientado por Prof. Jhony Alceu Pereira Orientador - FURB

USANDO RESPONSIVE WEB DESIGN PARA DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS WEB. Rodrigo Eduardo Boni orientado por Prof. Jhony Alceu Pereira Orientador - FURB USANDO RESPONSIVE WEB DESIGN PARA DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS WEB Rodrigo Eduardo Boni orientado por Prof. Jhony Alceu Pereira Orientador - FURB ROTEIRO Introdução Objetivos Fundamentação teórica Especificação

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA GRADUAÇÃO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA E ESTATÍSTICA DATA MINING EM VÍDEOS

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA GRADUAÇÃO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA E ESTATÍSTICA DATA MINING EM VÍDEOS UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA GRADUAÇÃO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA E ESTATÍSTICA DATA MINING EM VÍDEOS VINICIUS DA SILVEIRA SEGALIN FLORIANÓPOLIS OUTUBRO/2013 Sumário

Leia mais

Flaviano José Angeli. Orientador: Dalton Solano dos Reis

Flaviano José Angeli. Orientador: Dalton Solano dos Reis SISTEMA DE MUNDO VIRTUAL PARA RELACIONAMENTO COM PARTICIPANTES DO INTERAÇÃO FURB Flaviano José Angeli Orientador: Dalton Solano dos Reis Roteiro Introdução; Objetivos do trabalho; Fundamentação teórica;

Leia mais

rio,gramática e funções a partir de textos em inglês DISAL Editora / Mark G. Nash & Willians R. Ferreira (2010) Sejam bem-vindos!

rio,gramática e funções a partir de textos em inglês DISAL Editora / Mark G. Nash & Willians R. Ferreira (2010) Sejam bem-vindos! Sejam bem-vindos!.:: DISAL / São Paulo, 18 de junho, 2010 ::. Estrutura da apresentação: 1) Contexto de produção de Real English 2) Apresentação do livro 3) Destaques 4) Sugestões de como melhor explorar

Leia mais

:: aula 11. :: Diagrama de Seqüência e Protótipos. :: Olá! Nesta aula, continuaremos a 4ª fase do Projeto Desenho.

:: aula 11. :: Diagrama de Seqüência e Protótipos. :: Olá! Nesta aula, continuaremos a 4ª fase do Projeto Desenho. :: Nome do Curso Sistemas da informação :: Nome da Unidade Curricular PI Sistemas orientados a objetos :: Tema da aula Diagrama de Seqüência e Prototipação :: Fase / Etapa Fase 4 Desenho do Projeto e Interligação

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico ETEC Paulino Botelho Extensão EE Arlindo Bittencurt Código: 091.07 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Habilitação Profissional: Habilitação

Leia mais

Linguística P R O F A. L I L L I A N A L V A R E S F A C U L D A D E D E C I Ê N C I A D A I N F O R M A Ç Ã O

Linguística P R O F A. L I L L I A N A L V A R E S F A C U L D A D E D E C I Ê N C I A D A I N F O R M A Ç Ã O Linguística P R O F A. L I L L I A N A L V A R E S F A C U L D A D E D E C I Ê N C I A D A I N F O R M A Ç Ã O U N I V E R S I D A D E D E B R A S Í L I A Conceito Ciência que visa descrever ou explicar

Leia mais

Delphi 7 Aula 01 Área do Triângulo

Delphi 7 Aula 01 Área do Triângulo Delphi 7 Aula 01 Área do Triângulo Prof. Gilbert Azevedo da Silva I. Objetivos Conhecer o Ambiente Integrado de Desenvolvimento (IDE) do Delphi 7, Desenvolver a primeira aplicação no Delphi 7, Aprender

Leia mais

Language Teacher Eletrônico Portátil, Sistema Completo de Tradução de Texto, Dicionário Falante, Tradutor e Áudio-livro de expressões

Language Teacher Eletrônico Portátil, Sistema Completo de Tradução de Texto, Dicionário Falante, Tradutor e Áudio-livro de expressões Language Teacher Eletrônico Portátil, Sistema Completo de Tradução de Texto, Dicionário Falante, Tradutor e Áudio-livro de expressões GUIA DE INÍCIO RÁPIDO Partner, itravl, jetbook, LingvoSoft, Language

Leia mais

Microsoft Access. Nível I. Pedro Fernandes

Microsoft Access. Nível I. Pedro Fernandes Microsoft Access Nível I Introdução Objectivos Introdução; Criar tabelas; Fazer consultas; Elaborar formulários; Executar relatórios. 2 Introdução aos Sistemas de Gestão de Bases de Dados (SGBD) Desde

Leia mais

MOLLIOREM: RECONSTRUÇÃO DO TÓRAX FEMININO

MOLLIOREM: RECONSTRUÇÃO DO TÓRAX FEMININO Departamento de Sistemas e Computação FURB Curso de Ciência da Computação Trabalho de Conclusão de Curso 2014/1 MOLLIOREM: RECONSTRUÇÃO DO TÓRAX FEMININO Acadêmico: Marina Uliano Marina.miyu@gmail.com

Leia mais

Manual de utilização GDS Touch PAINEL TOUCH-SCREEN CONTROLE RESIDENCIAL INTERATIVO. Versão: 1.0 Direitos reservados.

Manual de utilização GDS Touch PAINEL TOUCH-SCREEN CONTROLE RESIDENCIAL INTERATIVO. Versão: 1.0 Direitos reservados. Bem Vindo GDS TOUCH Manual de utilização GDS Touch PAINEL TOUCH-SCREEN CONTROLE RESIDENCIAL INTERATIVO O GDS Touch é um painel wireless touchscreen de controle residencial, com design totalmente 3D, interativo

Leia mais

Para testar seu primeiro código utilizando PHP, abra um editor de texto (bloco de notas no Windows) e digite o código abaixo:

Para testar seu primeiro código utilizando PHP, abra um editor de texto (bloco de notas no Windows) e digite o código abaixo: Disciplina: Tópicos Especiais em TI PHP Este material foi produzido com base nos livros e documentos citados abaixo, que possuem direitos autorais sobre o conteúdo. Favor adquiri-los para dar continuidade

Leia mais

PROFILE EM UML PARA MODELAGEM SIMPLIFICADA DE INTERFACES GRÁFICAS EM APLICATIVOS

PROFILE EM UML PARA MODELAGEM SIMPLIFICADA DE INTERFACES GRÁFICAS EM APLICATIVOS PROFILE EM UML PARA MODELAGEM SIMPLIFICADA DE INTERFACES GRÁFICAS EM APLICATIVOS André Sandri Prof. Me. Carlos Michel Betemps UNILASALLE - www.unilasalle.com.br 30 de junho de 2006 Curso de Ciências da

Leia mais

MasterTool Extended Edition

MasterTool Extended Edition Descrição do Produto O software MasterTool Extended Edition é a ferramenta de configuração e programação de equipamentos ALTUS (Série Grano, Série Ponto, Série PX e AL-2004), incluindo CPs e remotas. Esta

Leia mais

SIMULADOR DE FUTEBOL EM AMBIENTE WEB

SIMULADOR DE FUTEBOL EM AMBIENTE WEB SIMULADOR DE FUTEBOL EM AMBIENTE WEB Roberto Rocha Rodrigues Orientador: José Roque Voltolini da Silva Roteiro da apresentação Introdução Fundamentação Teórica Desenvolvimento Conclusão Introdução Futebol

Leia mais

Guia De Preparação Da Dissertação

Guia De Preparação Da Dissertação 2012/2013 Guia De Preparação Da Dissertação Direção Académica 1. ESTRUTURA E FORMATO DA DISSERTAÇÃO A dissertação, redigida em Língua Portuguesa ou em Língua Inglesa (e apenas em uma das línguas), deverá

Leia mais

ANEXO II PROCEDIMENTOS PARA ELABORAÇÃO DA MONOGRAFIA

ANEXO II PROCEDIMENTOS PARA ELABORAÇÃO DA MONOGRAFIA ANEXO II PROCEDIMENTOS PARA ELABORAÇÃO DA MONOGRAFIA A elaboração da monografia deve ter como referência a ABNT NBR 14724/ 2006, a qual destaca que um trabalho acadêmico compreende elementos pré-textuais,

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 CURSO: Letras MISSÃO DO CURSO O curso de Licenciatura em Letras do Centro Universitário Estácio Radial de São Paulo tem o compromisso de promover no estudante um

Leia mais

Acadêmica: Giselle Mafra Schlosser Orientador: Everaldo Artur Grahl

Acadêmica: Giselle Mafra Schlosser Orientador: Everaldo Artur Grahl AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DO CÓDIGO FONTE ESCRITO EM PL/SQL Acadêmica: Giselle Mafra Schlosser Orientador: Everaldo Artur Grahl Roteiro Introdução Objetivos do trabalho Fundamentação teórica Desenvolvimento

Leia mais

Microsoft Visual Studio 2010 C#

Microsoft Visual Studio 2010 C# Microsoft Visual Studio 2010 C# Apostila desenvolvida pelos Professores Ricardo Santos de Jesus e Rovilson de Freitas, para as Disciplinas de Desenvolvimento de Software I e II, nas Etecs de Francisco

Leia mais

INSTITUTO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DE POUSO ALEGRE MANUAL DE RELATÓRIO CIENTÍFICO (MRC) (GRADUAÇÃO)

INSTITUTO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DE POUSO ALEGRE MANUAL DE RELATÓRIO CIENTÍFICO (MRC) (GRADUAÇÃO) INSTITUTO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DE POUSO ALEGRE MANUAL DE RELATÓRIO CIENTÍFICO (MRC) (GRADUAÇÃO) O RELATÓRIO CIENTÍFICO 1. CONCEITO DE RELATÓRIO Exposição escrita na qual se descrevem fatos verificados

Leia mais

DEPARTAMENTO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO. PROFa. GILENE BORGES GOMES. Home page: http://www.gomeshp.com E-mail: gilene@gomeshp.com

DEPARTAMENTO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO. PROFa. GILENE BORGES GOMES. Home page: http://www.gomeshp.com E-mail: gilene@gomeshp.com APOSTILA DE DELPHI 7.0 DEPARTAMENTO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO. PROFa. GILENE BORGES GOMES. Home page: http://www.gomeshp.com E-mail: gilene@gomeshp.com 1. INTRODUÇÃO Delphi possui um ambiente de desenvolvimento

Leia mais

Prova Escrita de Aplicações Informáticas B

Prova Escrita de Aplicações Informáticas B EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março Prova Escrita de Aplicações Informáticas B 12.º Ano de Escolaridade Prova 703/1.ª Fase 10 Páginas Duração da Prova: 120 minutos.

Leia mais

universia.com.br/materia/img/tutoriais/ /01.jsp 1/1

universia.com.br/materia/img/tutoriais/ /01.jsp 1/1 5/12/2008 Monografias - Apresentação Fazer um trabalho acadêmico exige muito de qualquer pesquisador ou estudante. Além de todo esforço em torno do tema do trabalho, é fundamental ainda, adequá-lo às normas

Leia mais

Diagrama de Classes. Um diagrama de classes descreve a visão estática do sistema em termos de classes e relacionamentos entre as classes.

Diagrama de Classes. Um diagrama de classes descreve a visão estática do sistema em termos de classes e relacionamentos entre as classes. 1 Diagrama de Classes Um diagrama de classes descreve a visão estática do sistema em termos de classes e relacionamentos entre as classes. Um dos objetivos do diagrama de classes é definir a base para

Leia mais

PROPOSTA DE UM MODELO DE SISTEMA HIPERMÍDIA PARA APRESENTAÇÃO DO CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO

PROPOSTA DE UM MODELO DE SISTEMA HIPERMÍDIA PARA APRESENTAÇÃO DO CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO PROPOSTA DE UM MODELO DE SISTEMA HIPERMÍDIA PARA APRESENTAÇÃO DO CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO Fabiana Pacheco Lopes 1 1 Universidade Presidente Antônio Carlos (UNIPAC) fabipl_21@yahoo.com.br Resumo.Este

Leia mais

- TCC A/B - ORIENTAÇÕES PARA ESTRUTURAÇÃO E FORMATAÇÃO (Versão 1.3 Agosto de 2008)

- TCC A/B - ORIENTAÇÕES PARA ESTRUTURAÇÃO E FORMATAÇÃO (Versão 1.3 Agosto de 2008) Faculdade Dom Bosco de Porto Alegre Curso de Sistemas de Informação Trabalho de Conclusão de Curso Prof. Dr. Luís Fernando Garcia - TCC A/B - ORIENTAÇÕES PARA ESTRUTURAÇÃO E FORMATAÇÃO (Versão 1.3 Agosto

Leia mais

PROCEDIMENTOS PARA APRESENTAÇÃO DE ARTIGO EM PUBLICAÇÃO PERIÓDICA CIENTÍFICA (NBR 6022:2003)

PROCEDIMENTOS PARA APRESENTAÇÃO DE ARTIGO EM PUBLICAÇÃO PERIÓDICA CIENTÍFICA (NBR 6022:2003) PROCEDIMENTOS PARA APRESENTAÇÃO DE ARTIGO EM PUBLICAÇÃO PERIÓDICA CIENTÍFICA (NBR 6022:2003) Maio de 2012. UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA. Biblioteca Universitária. Programa de capacitação. 2 NORMAS

Leia mais

Programação I. Departamento de Engenharia Rural Centro de Ciências Agrárias

Programação I. Departamento de Engenharia Rural Centro de Ciências Agrárias Departamento de Engenharia Rural Centro de Ciências Agrárias Programação I Prof. Bruno Vilela Oliveira bruno@cca.ufes.br http://www.brunovilela.webnode.com.br Programas e Linguagens Para executar uma tarefa

Leia mais

EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE LETRAS INGLÊS E LITERATURAS DE LÍNGUA INGLESA (Currículo iniciado em 2010)

EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE LETRAS INGLÊS E LITERATURAS DE LÍNGUA INGLESA (Currículo iniciado em 2010) EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE LETRAS INGLÊS E LITERATURAS DE LÍNGUA INGLESA (Currículo iniciado em 2010) COMPREENSÃO E PRODUÇÃO ORAL EM LÍNGUA INGLESA I C/H 102 (2358) intermediário de proficiência

Leia mais

CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20

CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 Componente Curricular: LÍNGUA BRASILEIRA DE SINAIS - LIBRAS Código: ENF 405 Pré-requisito: Nenhum

Leia mais

Apresentação e formatação de artigo em publicação periódica científica:

Apresentação e formatação de artigo em publicação periódica científica: Apresentação e formatação de artigo em publicação periódica científica: Conforme NBR 6022:2003 Seção de atendimento ao usuário - SISBI Outubro 2013 Normas técnicas Norma técnica é um documento estabelecido

Leia mais

Clóvis Diego Schuldt. Orientador: Prof. Wilson Pedro Carli

Clóvis Diego Schuldt. Orientador: Prof. Wilson Pedro Carli SISTEMA DE GERENCIAMENTO DE MUDANÇAS DE AMBIENTES CORPORATIVOS BASEADO NA BIBLIOTECA ITIL Clóvis Diego Schuldt Orientador: Prof. Wilson Pedro Carli Roteiro da Apresentação Introdução Objetivos Fundamentação

Leia mais

GERADOR DE CÓDIGO JAVA A PARTIR DE ARQUIVOS DO ORACLE FORMS 6I

GERADOR DE CÓDIGO JAVA A PARTIR DE ARQUIVOS DO ORACLE FORMS 6I UNIVERSIDADE REGIONAL DE BLUMENAU CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E NATURAIS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS DA COMPUTAÇÃO ALUNO:CLAUDIO SCHVEPE ORIENTADORA: JOYCE MARTINS GERADOR DE CÓDIGO JAVA A PARTIR DE ARQUIVOS

Leia mais

ANEXO II Conteúdo Programático da Prova

ANEXO II Conteúdo Programático da Prova ANEXO II Conteúdo Programático da Prova CONHECIMENTOS GERAIS: ATUALIDADES Assuntos de interesse geral nas esferas: Municipal, Estadual e Nacional, Internacional, amplamente veiculados na imprensa escrita

Leia mais

TÍTULO DA QUALIFICAÇÃO

TÍTULO DA QUALIFICAÇÃO UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ - CAMPUS DE CASCAVEL CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM BIOCIÊNCIAS E SAÚDE NÍVEL MESTRADO NOME DO ALUNO DE MESTRADO

Leia mais

Modelo de interação humano-computador para analfabetos e pessoas com deficiência. Campinas, 26 de março de 2009

Modelo de interação humano-computador para analfabetos e pessoas com deficiência. Campinas, 26 de março de 2009 Modelo de interação humano-computador para analfabetos e pessoas com deficiência Campinas, 26 de março de 2009 Modelo de Interação Guia para projetistas de interfaces de usuários e desenvolvedores de sistemas

Leia mais

A música e a voz. A música e a voz. Síntese musical. A música e a voz. 2001 Wilson de Pádua Paula Filho. Tópicos: Definição:

A música e a voz. A música e a voz. Síntese musical. A música e a voz. 2001 Wilson de Pádua Paula Filho. Tópicos: Definição: A música e a voz Tópicos: A música e a voz Técnicas de síntese digital de som Definição: Técnicas de produção de seqüências de áudio a partir de uma seqüência de eventos musicais. Tipos de síntese: tempo

Leia mais

AUTOMATIZAÇÃO DE PROCESSOS EM APLICAÇÕES DE GESTÃO DE INCIDENTES UTILIZANDO BPMN

AUTOMATIZAÇÃO DE PROCESSOS EM APLICAÇÕES DE GESTÃO DE INCIDENTES UTILIZANDO BPMN UNIVERSIDADE REGIONAL DE BLUMENAU CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO AUTOMATIZAÇÃO DE PROCESSOS EM APLICAÇÕES DE GESTÃO DE INCIDENTES UTILIZANDO BPMN Eduardo Leopoldino de Souza Prof. Cláudio Ratke, Orientador

Leia mais

Introdução à Informática

Introdução à Informática Introdução à Informática Aula 6 http://www.ic.uff.br/~bianca/introinfo/ Aula 6-21/09/2007 1 Ementa Conceitos Básicos de Computação (Hardware, Software e Internet) Softwares Aplicativos Tutorial: Word Tutorial:

Leia mais

Sistema de Informação Gerencial baseado em Data Warehouse aplicado a uma software house

Sistema de Informação Gerencial baseado em Data Warehouse aplicado a uma software house Universidade Regional de Blumenau Centro de Ciências Exatas e Naturais Curso de Sistemas de Informação (Bacharelado) Sistema de Informação Gerencial baseado em Data Warehouse aplicado a uma software house

Leia mais

Exemplos Práticos de Programação Visual em C# por Paulo Cortez e Hélder Quintela

Exemplos Práticos de Programação Visual em C# por Paulo Cortez e Hélder Quintela Exemplos Práticos de Programação Visual em C# por Paulo Cortez e Hélder Quintela Unidade de Ensino Departamento de Sistemas de Informação Escola de Engenharia Universidade do Minho Guimarães, Portugal

Leia mais

Desenvolvimento de Aplicações Locais na Plataforma Microsoft

Desenvolvimento de Aplicações Locais na Plataforma Microsoft Desenvolvimento de Aplicações Locais na Plataforma Microsoft Profª. Angelina V.S. Melaré angelinamelare@gmail.com Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas 1ºsem/2008 Objetivo da Aula Saber diferenciar

Leia mais

Suporte à Engenharia Reversa para o ambiente SEA

Suporte à Engenharia Reversa para o ambiente SEA Otavio Pereira Suporte à Engenharia Reversa para o ambiente SEA Orientador: Ricardo Pereira e Silva Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC Departamento de Informática e Estatística - INE Florianópolis

Leia mais

Dim formulário As Object formulário = Me Me.Text = "Título"

Dim formulário As Object formulário = Me Me.Text = Título 1.1.1 OBJECT As variáveis do tipo Object representam referências a objectos alojados na memória, em endereços reservados. A partir do momento em que atribuímos um objecto a uma variável deste tipo, podemos

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA BIOMÉDICA Regulamento do TCC

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA BIOMÉDICA Regulamento do TCC ANEXO A TERMO DE COMPROMISSO DE ORIENTAÇÃO DO TRABALHO DE Nome do Aluno: Matricula: Título do TCC CONCLUSAO DE CURSO (TCC) Solicito que seja designado como meu Orientador do Trabalho de Conclusão de Curso

Leia mais

Coleção de Dicas sobre programação Delphi. Retiradas do E-Zine Grandes Dicas em Delphi

Coleção de Dicas sobre programação Delphi. Retiradas do E-Zine Grandes Dicas em Delphi Coleção de Dicas sobre programação Delphi. Retiradas do E-Zine Grandes Dicas em Delphi Por Ramos de Souza Janones www.ramosdainformatica.com.br 1 Índice 1 Índice... 2 Descobrindo o código ASCII de uma

Leia mais

Módulo 3936 ASP.NET. Financiado pelo FSE

Módulo 3936 ASP.NET. Financiado pelo FSE EISnt Centro de Formação Profissional, Engenharia Informática e Sistemas, Novas Tecnologias, Lda Avª D. João I, nº 380/384 Soutelo 4435-208 Rio Tinto Portal Internet : www.eisnt.com E-Mail : formação@eisnt.com

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE OSASCO MANUAL PARA CONVERSÃO DE RECIBOS PROVISÓRIOS DE SERVIÇO EM NF-E

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE OSASCO MANUAL PARA CONVERSÃO DE RECIBOS PROVISÓRIOS DE SERVIÇO EM NF-E PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE OSASCO MANUAL PARA CONVERSÃO DE RECIBOS PROVISÓRIOS DE SERVIÇO EM NF-E (Modelo IV) 1 Introdução Este manual apresenta e detalha os procedimentos para a realização do processo

Leia mais

Capítulo 2 Introdução à ferramenta Flash

Capítulo 2 Introdução à ferramenta Flash Capítulo 2 Introdução à ferramenta Flash Índice 1. O uso da ferramenta Flash no projeto RIVED.... 1 2. História do Flash... 4 1. O uso da ferramenta Flash no projeto RIVED. É importante, antes de iniciarmos

Leia mais

Um modelo é uma simplificação da realidade. Construímos modelos para compreender melhor o sistema que estamos desenvolvendo.

Um modelo é uma simplificação da realidade. Construímos modelos para compreender melhor o sistema que estamos desenvolvendo. UML - Motivação - O que é um modelo? Um modelo é uma simplificação da realidade. Construímos modelos para compreender melhor o sistema que estamos desenvolvendo. O que é um modelo? O que é um modelo? O

Leia mais

Introdução ao Plone. terça-feira, 4 de agosto de 15

Introdução ao Plone. terça-feira, 4 de agosto de 15 Introdução ao Plone Sumário O que é Gestão de Conteúdo O que é Conteúdo Principais características de um CMS O que é o Plone Tipos de conteúdo no Plone Metadados Templates Interface do portal Gestão de

Leia mais

SISTEMA BASEADO EM LOCALIZAÇÃO DE SERVIÇOS DE TÁXI

SISTEMA BASEADO EM LOCALIZAÇÃO DE SERVIÇOS DE TÁXI SISTEMA BASEADO EM LOCALIZAÇÃO DE SERVIÇOS DE TÁXI Acadêmico: Arthur Henrique Kienolt Orientador: Prof. Dr. Mauro Marcelo Mattos ROTEIRO Introdução Objetivos do trabalho Fundamentação teórica Desenvolvimento

Leia mais

SISTEMA DE MONITORAMENTO DE SGBD SQL SERVER.

SISTEMA DE MONITORAMENTO DE SGBD SQL SERVER. UNIVERSIDADE REGIONAL DE BLUMENAU CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO SISTEMA DE MONITORAMENTO DE SGBD SQL SERVER. Marlon Rafael Schramm Mauro Marcelo Mattos, Orientador ROTEIRO DA APRESENTAÇÃO 1. Introdução

Leia mais

1 Introdução. 1.1 Apresentação do tema

1 Introdução. 1.1 Apresentação do tema 1 Introdução 1.1 Apresentação do tema Segundo Basílio (1987), as principais funções do léxico são a representação conceitual e o fornecimento de unidades básicas para a construção dos enunciados. Para

Leia mais

Componente Curricular: LÍNGUA BRASILEIRA DE SINAIS - LIBRAS PLANO DE CURSO

Componente Curricular: LÍNGUA BRASILEIRA DE SINAIS - LIBRAS PLANO DE CURSO CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 Componente Curricular: LÍNGUA BRASILEIRA DE SINAIS - LIBRAS Código: ENF 405 Pré-requisito: Nenhum

Leia mais