GRIPE H1N12009: MINIMIZANDO RISCOS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "GRIPE H1N12009: MINIMIZANDO RISCOS"

Transcrição

1 GRIPE H1N12009: MINIMIZANDO RISCOS Beth Johnson Executive Vice President of Public Affairs National Restaurant Association Bruce Cords, Ph.D. Vice President Environment Food Safety & Public Health, Ecolab

2 Conteúdo O que é a Gripe Humana? O que é a Gripe H1N (Gripe Suína)? O que é uma Pandemia? Como o vírus se modifica Métodos de Prevenção da Gripe Recursos Adicionais

3 Gripe Humana

4 O que é a Gripe Humana? Uma infecção respiratória com febre e comumente complicações respiratórias Mais frequente em pessoas com imunidade comprometida ou pessoas idosas É transmitida de pessoa para pessoa A cada ano um cocktail de vacina é criado para os tipos de vírus esperados As vacinas de 2008 e 2009 não incluem o H1N A cada ano, aproximadamente pessoas morrem em função de gripe nos EUA. Até 06 de maio de 2009, haviam sido registradas somente 2 mortes decorrentes do H1N1 nos EUA. Fonte: CDC 2004

5 Quando a Gripe é Transmitida? Um dia antes de os sintomas aparecerem Até sete dias depois de os sintomas terem aparecido É mais contagiosa durante os primeiros três dias da doença

6 Como a Gripe é Transmitida? Transmissão por gotículas Gotículas grandes geradas por espirro, tosse ou fala Ocorre a uma distância de 0,9 m a 1,2 m Transmissão por contato Direto tocando uma pessoa infectada Indireto tocando um objeto que uma pessoa infectada tocou ou infectou com gotículas Transmissão pelo ar Devido a pequenos núcleos de gotículas Ocorre a uma distância de 0,9 m a 1,8 m

7 Quanto Tempo o Vírus da Gripe Sobrevive? Aço inoxidável e plástico Sobrevive de 24 a 48 horas É transferido para as mãos em até 24 horas Roupas, Papel e Tecidos Sobrevive de 8 a 12 horas É transferido para as mãos em até 15 minutos Mãos Sobrevive até 5 minutos Implicações Aumente a frequência de desinfecção e higiene das mãos Fonte: Bean et al J. Infect Dis. 146(1):47-51.

8 Gripe H1N (Gripe Suína)

9 O qué é Gripe A? Gripe A é um grupo de vírus que causa doença respiratória contagiosa Existem vários tipos de gripe Cada tipo normalmente infecta diferentes animais A mais patogênica gripe aviária H5N1 continua circulando entre pássarosemcertasregiões H1N1 é um dos mais comuns vírus de Gripe A que infectam porcos Em 2009, um tipo de gripe A H1N1 desenvolveu a habilidade de transmisssão entre pessoas

10 Como a Gripe H1N é Transmitida? O contato com porcos NÃO está associado às transmissões que estão acontecendo no surto de 2009 Os vírus da gripe NÃO são conhecidos por se espalhar por meio de consumo de comida, incluindo carne de porco Acredita-se que o modo primário de transmissão nesse surto, e para o vírus, é semelhante ao da gripe comum

11 Atualizações no site

12 Quais são os Sintomas da Gripe H1N1 2009? Sintomas típicosdagripe comum Febre (normalmente alta), dor de cabeça, cansaço extremo, tosse seca, garganta inflamada e arrepios Há alguns casos reportados de diarréia e vômito Em casos raros, progressão para pneumonia e insuficiência respiratória, levando à morte

13 Pandemia

14 O que é uma Gripe Pandêmica? Uma Epidemia Global Resulta do surgimento de um novo vírus contra o qual a população em geral não tem imunidade Pandemias de gripe são raras, mas recorrentes (ocorreram em 1918, 1957 e 1968) A severidade da gripe pandêmica pode variar Pode vir em ondas (diminuir no verão, aumentar no inverno) Fonte: Organização Mundial de Saúde

15 Quais as Diferenças entre Gripe Humana Pandêmica e Gripe Comum? Diferenças Inicialmente não há nenhuma vacina ou imunidade humana natural Tem potencialmente maior virulência, afetando mais amplos grupos etários Potencialmente mais contagioso para pessoas Similaridades Higiene pessoal é crítica Mesmos produtos Mesmos procedimentos Mesmo modo de transmissão Mesma sobrevivência RESULTADO: Aumente a frequência de limpeza e desinfecção

16 Como o Vírus se Modifica? Variedade de Rotas Pontos Múltiplos de Mutação Vírus Aviário Vírus Humano Se reordena em suínos, humanos e outros mamíferos

17 Fases da Gripe Pandêmica - OMS Fase Inter-Pandêmica Novo vírus em animais, nenhum caso humano Alerta de Pandemia Novo vírus ocasiona casos humanos Pandemia Baixo risco de casos humanos 1 Alto risco de casos humanos 2 Nenhuma ou muito limitada transmissão de 3 pessoa para pessoa Evidência de crescimento de transmissão de 4 pessoa para pessoa Evidência de transmissão significatica de 5 pessoa para pessoa Transmissão eficiente e sustentável de pessoa 6 para pessoa

18 Por que a Preocupação com uma Gripe Pandêmica? Pandemias de gripes não podem ser evitadas: acontecem naturalmente em intervalos cíclicos Podem causar: Altos níveis de doenças e potencialmente mortes Interrupções drásticas de serviços críticos Perdas econômicas severas Haverá pouco tempo de aviso entre o início da propagação de uma pandemia e sua propagação por todo o mundo Surtos ocorrem simultaneamente em várias áreas

19 Por que a Preocupação com uma Gripe Pandêmica? O impacto pode durar de semanas a meses Pode ocorrer em ondas Implicações durante a propagação ativa de uma pandemia: As autoridades de saúde pública podem fechar restaurante, escolas, eventos públicos, etc. As pessoas podem ficar em casa por medo Necessidade de plano nesse sentido! Pense sobre drive-thru, delivery, etc.

20 Pandemias Podem Vir em Ondas Permaneça Atento Mortalidade semanal por gripe e pneumonia, Reino Unido, Fonte: Taubenberger & Morens EID 12(1):15-22.

21 Para onde Podemos Ir a Partir Daqui? Aberto para debate, mas pode ser: A doença no nível atual de severidade proporciona a diminuição do número de casos A doença adquire fatores virulentos tornando-se mais séria e sustentável O vírus desaparece virtualmente por enquanto e reaparece mais tarde em uma variação mais virulenta (ref 1918)

22 Prevenção

23 Controle da Gripe H1N em Pessoas A vacina contra gripe de não protege humanos do vírus da gripe H1N1 Drogas antivirais oseltamivir (Tamiflu ) e zanamivir (Relenza ) podem diminuir os sintomas causados pelo vírus Siga as recomendações contra a gripe comum para controlar a propagação da doença Seguem mais informações Fonte:

24 Tenha um Plano! Monitore a saúde dos empregados de perto. Reforce a higiene pessoal. Considere somente viagens essenciais para e de regiões afetadas

25 Cuidados ao Tossir Pôsteres disponíveis em várias línguas Pôsteres de lavagem de mãos e outros materiais disponíveis com a NRA ServSafe, Ecolab e outros

26 Prevenção Geral contra a Gripe Higiene Pessoal Procedimentos Adequados de Lavagem de Mãos Molhe as mãos com água morna Aplique sabonete nas mãos Esfregue as mãos vigorosamente uma na outra de 15 a 20 segundos, cobrindo toda a superfície da palma, dorso e dedos Enxague as mãos com água morna Seque cuidadosamente as mãos com toalha de papel ou dispositivo de ar Use toalha para desligar a torneira

27 Prevenção Geral contra a Gripe Higiene Pessoal Uso de higienizante de mãos Consideracões Use nas mãos visivelmente limpas Considere oferecer em áreas públicas Procedimentos Aplique o produto na palma da mão Esfregue as mãos uma na outra cobrindo toda a superfície da palma, dorso e dedos Esfregue por 15 a 20 segundos

28 Prevenção Geral contra a Gripe Limpeza e Desinfecção de Superfícies Limpeza Materiais orgâncos podem proteger o vírus dos sanitizantes e desinfetantes A remoção de material orgânico é a chave para uma desinfecção efetiva Enxágue Detergentes devem ser bem enxaguados para prevenir a diluição ou intivação do desinfetante Desinfecção Siga as instruções de uso do rótulo de um desinfetante devidamente registrado ou notificado o qual tenha informações no rótulo de eficiência contra o vírus da gripe

29 Desinfetantes EPA declara: Produtos registrados atualmente contra o vírus da Gripe A serão eficientes contra o tipo H1N As intruções do rótulo devem ser seguidas

30 Prevenção Geral contra a Gripe Desinfecção de Superfícies Procedimentos Limpe as áreas que são tocadas frequentemente com um desinfetante devidamente registrado ou notificado Interruptores de luz e ar Torneiras e descargas Maçanetas, controles remotos, telefones, touch screens, etc. Portas de banheiros públicos Outras superfícies conforme a necessidade Disinfete todas as superfícies do banheiro que possam ser contaminadas por secreções, urina ou fezes de acordo com os procedimentos padrões de desinfecção Leia e siga cuidadosamente todas as instruções dos produtos de acordo com seus rótulos

31 Prevenção Geral contra a Gripe Equipamento de Proteção Indivudual (EPI) Use luvas enquanto estiver limpando e desinfetando Descarte as luvas a pós o uso Lave as mãos com frequência antes depois de calçar as luvas, com sabonete e água e/ou use álcool gel higienizante O uso de máscaras é recomendado em caso de contato direto com pacientes de gripe em centros de saúde O benefício de máscara for a de centros de saúde não foram estabelecidos (CDC & OMS) Equipamentos adicionais (respiradores, roupas de proteção, etc.) recomendados quando algum material conhecidamente infeccioso estiver espalhado no ar

32 Prevenção Geral contra a Gripe Resumo dos Passos para Minimizar os Riscos Lave as mãos com frequência Evite tocar olhos, nariz e boca Evite contato próximo Evite contato próximo com pessoas doentes Mantenha distância (1,8 m) de outras pessoas para evitar ficar doente Cubra sua boca e seu nariz quando espirrar ou tossir Fique em casa quando estiver doente Com sintomas de gripe ou resfriados, fique em casa e descanse bastante Faça um check-up médico conforme a necessidade

33 Perguntas e Respostas

34 P&R Q: Quão real é a pandemia de gripe? A: Ninguém sabe se o surto atual se tornará uma pandemia. Historicamente, há uma média de três pandemias por século. A comunidade de saúde pública está acompanhando a situação cuidadosamente e a Organização Mundial de Saúde é responsável por declarar uma pandemia. Pandêmica ou não, a gripe é um sério risco para a saúde pública e precauções devem ser tomadas se a gripe está ativa na sua comunidade. Q: Há algo incomum com o vírus causando doenças? A: Os vírus envolvidos aparentemente contêm partes genéticas de várias fontes de vírus diferentes.: vírus da gripe norte americanos, gripe aviária norte americana, vírus da gripe humana, e vírus de gripe suína encontrados na Ásia e na Europa. Essa combinação genética particular do vírus da gripe suína nunca foi vista antes. Q: Há tratamento para a Gripe H1N1 em humanos? A: O vírus H1N1 é sensível a oseltamavir (Tamiflu ) e zanamavir (Relenza ), em bora seja resistente a outras drogas contra gripe como amandatina e reimandatina. Consulte um físico.

35 P&R Q: A vacina atual contra gripe protegerá contr a a gripe H1N1? A: Não. A vacina atul para gripe humana não previne o contágio por esse tipo de vírus. Não está claro se a vacina atual pode eferecer alguma proteção ainda que limitada, mas de acordo com funcionários de saúde pública dos EUA, parece improvável. Q: As pessoas podem pegar Gripe H1N pela ingestão de produtos alimentícios? A: Os vírus influenza não são conhecidos por se propagarem por meio da ingestão de comida. Os vírus influenza são propagados por inalação e por tocar superfícies contaminadas e depois tocar a boca, os olhos ou o nariz. Q: As pessoas e restaurantes devem modificar os métodos de preparação da comida para diminuir o risco de contágio pelo vírus? A: Não é necessário modificar os tempos ou temperaturas de preparação dos alimentos para reduzir as chances de contrair o vírus da Gripe H1N1 2009, pois a ingestão de comida não é uma forma conhecida de transmissão dos vírus influenza.

36 P&R Q: Se alguém acaba de retornar do México ou de alguma outra área afetada, eu devo liberá-lo para vir trabalhar? A: O CDC recomenda que quando alguém retorna de uma área onde foram reportados casos de gripe H1N1, deve-se monitorar sua saúde por 7 dias ao menos. Se ocorrer adoecimento ou outro sintoma de gripe não se deve ir trabalhar. Comunique a empresa e procure um médico imediatamente. Q: Quais informações estão disponíveis sobre a sobrevivência do vírus fora do organismo, como em um ambiente seco (Ex. superfìcies de metal) ou um ambiente úmido (Ex. alimentos em geral)? A: Em um estudo de sobrevivência em ambientes, o vírus da Influenza A em uma superfície não porosa (metal ou plástico), pode sobreviver entre 24-48h, e em roupas, papéis e lenços por 8-12h em condições de 35-40% de umidade relativa e temperatura de 28ºC. Aumento de umidade diminui a vida do vírus. Em superfícies não porosas, o vírus pode transferir-se para as mãos em 24h depois da superfície ter sido contaminada, enquanto lenços podem transferir o vírus para as mãos em 15 minutos depois do mesmo ter sido contaminado.

37 P&R Q: Como a Ecolab está se preparando para uma possível pandemia? A: A Ecolab tem uma força tarefa específica para pandemias para dirigir as implicações dos negócios e consumidores nesses casos. Estamos monitorando de perto e nos adaptando às novas situações. Desenvolvemos planos de contingências direcioanados às necessidades dos clientes, continuidade dos negócios e suporte ao pessoal, através de comunicados e treinamentos.

38 Recursos Adicionais

39 Recursos Adicionais alth/influenza.asp A Ecolab fornece as informações mais atualizadas com links para OMS, CDC, FDA e outros novos sites Os representantes Ecolab podem fornecer sites com informações sobre procedimentos específicos para a mitigação da gripe e sugestões para preparação para uma pandemia A NRA fornece informações e recursos a respeito do vírus H1N1, seu impacto na saúde humana e como o segmento dos restaurantes está respondendo para proteger seus funcionários e clientes.

40 Notas As iformações contidas nesta apresentação estão de acordo com as recomendações do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) e da Organização Mundial da Saúde (OMS) Estas recomendações são um apanhado das boas práticas para ajudar a diminuir a probabilidade de contágio pelo vírus da gripe Tipo A

Entenda como o vírus é transmitido, os sintomas e como se proteger.

Entenda como o vírus é transmitido, os sintomas e como se proteger. O Influenza A (H1N1) voltou a atacar este ano - e mais cedo do que o esperado, causando 75% dos casos de doenças respiratórias registrados no país, no momento. Entenda como o vírus é transmitido, os sintomas

Leia mais

Informações Básicas sobre o Novo Tipo de Influenza

Informações Básicas sobre o Novo Tipo de Influenza Informações Básicas sobre o Novo Tipo de Influenza 1 O que é o Novo Tipo de Influenza É o nome dado à doença causada pela presença do vírus da influenza A/H1N1, de origem suína, no corpo humano. Diz-se

Leia mais

Gripe H1N1 ou Influenza A

Gripe H1N1 ou Influenza A Gripe H1N1 ou Influenza A A gripe H1N1 é uma doença causada por vírus, que é uma combinação dos vírus da gripe normal, da aviária e da suína. Essa gripe é diferente da gripe normal por ser altamente contagiosa

Leia mais

Gripe H1N1, o que a Escola precisa saber!

Gripe H1N1, o que a Escola precisa saber! 1 Gripe H1N1, o que a Escola precisa saber! O que é a gripe H1N1? A gripe H1N1, também conhecida como gripe A, é uma doença respiratória infecciosa de origem viral, que pode levar ao agravamento e ao óbito,

Leia mais

Gripe pandémica. Factos que deve conhecer acerca da gripe pandémica

Gripe pandémica. Factos que deve conhecer acerca da gripe pandémica Gripe pandémica Factos que deve conhecer acerca da gripe pandémica De que trata esta brochura? Esta brochura apresenta informações acerca da gripe pandémica. Dá resposta a 10 perguntas importantes acerca

Leia mais

Mulheres grávidas ou a amamentar*

Mulheres grávidas ou a amamentar* Doença pelo novo vírus da gripe A(H1N1) Fase Pandémica 6 OMS Mulheres grávidas ou a amamentar* Destaques: A análise dos casos ocorridos, a nível global, confirma que as grávidas constituem um grupo de

Leia mais

NOTA TÉCNICA N o 014/2012

NOTA TÉCNICA N o 014/2012 NOTA TÉCNICA N o 014/2012 Brasília, 28 de agosto de 2012. ÁREA: Área Técnica em Saúde TÍTULO: Alerta sobre o vírus H1N1 REFERÊNCIA(S): Protocolo de Vigilância Epidemiológica da Influenza Pandêmica (H1N1)

Leia mais

GRIPE. em suas mãos. A prevenção está. Adelmo LeãoPT. Deputado Estadual. Mandato. Participativo Mandato Participativo do Deputado Adelmo Carneiro Leão

GRIPE. em suas mãos. A prevenção está. Adelmo LeãoPT. Deputado Estadual. Mandato. Participativo Mandato Participativo do Deputado Adelmo Carneiro Leão GRIPE A prevenção está em suas mãos. Adelmo LeãoPT Mandato Deputado Estadual Participativo Cuide bem da sua saúde! Apesar de serem doenças de origem viral, transmitidas por meio de gotículas de saliva

Leia mais

Até 10 horas. Não, é um meio pouco propício para ser contagiado.

Até 10 horas. Não, é um meio pouco propício para ser contagiado. GRIPE A (H1N1) Quanto tempo dura vivo o vírus suíno numa maçaneta ou superfície lisa? Quão útil é o álcool em gel para limpar-se as mãos? Até 10 horas. Torna o vírus inativo e o mata (desde que seja feito

Leia mais

Gripe A (H1 N1) Orientações e cuidados

Gripe A (H1 N1) Orientações e cuidados Gripe A (H1 N1) Orientações e cuidados O que é a gripe A (H1N1) ou gripe suína? É uma doença infecto-contagiosa aguda, causada pelo vírus influenza A (H1N1), que afeta o sistema respiratório e causa diversos

Leia mais

Emergência de Saúde Pública de Importância Internacional ESPII. Ocorrências de casos humanos na América do Norte Informe do dia 27.04.

Emergência de Saúde Pública de Importância Internacional ESPII. Ocorrências de casos humanos na América do Norte Informe do dia 27.04. I. Informações gerais Ministério da Saúde Gabinete Permanente de Emergências de Saúde Pública Emergência de Saúde Pública de Importância Internacional ESPII Ocorrências de casos humanos na América do Norte

Leia mais

INFORMAÇÃO IMPORTANTE SOBRE A GRIPE SUÍNA

INFORMAÇÃO IMPORTANTE SOBRE A GRIPE SUÍNA INFORMAÇÃO IMPORTANTE SOBRE A GRIPE SUÍNA Este folheto contém informação importante para o ajudar a si e à sua família Guarde-o Bem Contactos Úteis Para se manter informado acerca da gripe suína telefone

Leia mais

SAIBA MAIS SOBRE A GRIPE A (H1N1)

SAIBA MAIS SOBRE A GRIPE A (H1N1) - TRANSMISSÃO SAIBA MAIS SOBRE A GRIPE A (H1N1) O vírus se propaga por gotículas que o doente elimina pela secreção nasal ou saliva ao tossir, falar ou espirrar. Essas gotículas podem ficar em suspensão

Leia mais

Podem ser portadores e formar uma rede de transmissão. Não, porque contêm químicos e está clorada.

Podem ser portadores e formar uma rede de transmissão. Não, porque contêm químicos e está clorada. Influenza A H1N1 /GRIPE SUÍNA PERGUNTAS E RESPOSTAS: PERGUNTA 1. Quanto tempo o vírus da gripe suína permanece vivo numa maçaneta ou superfície lisa? 2. O álcool em gel é útil para limpar as mãos? 3. Qual

Leia mais

Perguntas e Respostas sobre o vírus A(H7N9)* Questions and answers about the vírus A(H7N9)

Perguntas e Respostas sobre o vírus A(H7N9)* Questions and answers about the vírus A(H7N9) Republicação de Artigo * Questions and answers about the vírus A(H7N9) Centers for Disease Control and Prevention Uma nova cepa do vírus da influenza aviária foi descoberta em aves e pessoas na China.

Leia mais

PREVENÇÃO DA GRIPE A(H1N1)V

PREVENÇÃO DA GRIPE A(H1N1)V PREVENÇÃO DA GRIPE A(H1N1)V Gripe A(H1N1)v Quais os sintomas? Os sintomas são semelhantes aos da gripe sazonal: RECOMENDAÇÕES Qual o modo de contágio? Pessoa a pessoa através de gotículas quando tosse

Leia mais

15ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe

15ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe 15ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe O que é a gripe? A influenza (gripe) é uma infecção viral que afeta principalmente nariz, garganta, brônquios e, ocasionalmente, os pulmões. A infecção

Leia mais

Emergência de Saúde Pública de Importância Internacional ESPII. Ocorrências de casos humanos na América do Norte Informe do dia 28.04.

Emergência de Saúde Pública de Importância Internacional ESPII. Ocorrências de casos humanos na América do Norte Informe do dia 28.04. I. Informações gerais Ministério da Saúde Secretaria de Vigilância em Saúde Gabinete Permanente de Emergências de Saúde Pública Emergência de Saúde Pública de Importância Internacional ESPII Ocorrências

Leia mais

Será que é influenza (gripe)? Quem tem sintomas de febre repentina, tosse e dor de garganta. Guia de consulta e Cuidado. (Tradução Provisória)

Será que é influenza (gripe)? Quem tem sintomas de febre repentina, tosse e dor de garganta. Guia de consulta e Cuidado. (Tradução Provisória) Será que é influenza (gripe)? Quem tem sintomas de febre repentina, tosse e dor de garganta. Guia de consulta e Cuidado (Tradução Provisória) Introdução: O outono é a estação do ano mais propícia para

Leia mais

Gripe A. Dr. Basil Ribeiro. Prof. Doutor Manuel Teixeira Veríssimo. Faculdade de Medicina de Coimbra Medicina Interna e Medicina Desportiva

Gripe A. Dr. Basil Ribeiro. Prof. Doutor Manuel Teixeira Veríssimo. Faculdade de Medicina de Coimbra Medicina Interna e Medicina Desportiva Gripe A Dr. Basil Ribeiro Medicina Desportiva Prof. Doutor Manuel Teixeira Veríssimo Faculdade de Medicina de Coimbra Medicina Interna e Medicina Desportiva Vírus H1N1 - Introdução Gripe dos porcos altamente

Leia mais

Imagem de microscópio electrónico do vírus da gripe A(H1N1)

Imagem de microscópio electrónico do vírus da gripe A(H1N1) GRIPE H1N1 A gripe suína é endémica em porcos Imagem de microscópio electrónico do vírus da gripe A(H1N1) Dos três tipos de vírus influenza conhecidos (A, B e C) o tipo A é o mais prevalente e está associado

Leia mais

Sinais de alerta perante os quais deve recorrer à urgência:

Sinais de alerta perante os quais deve recorrer à urgência: Kit informativo Gripe Sazonal A gripe Sazonal é uma doença respiratória infeciosa aguda e contagiosa, provocada pelo vírus Influenza. É uma doença sazonal benigna e ocorre em todo o mundo, em especial,

Leia mais

Pesquisa Etiológica. Exame específico

Pesquisa Etiológica. Exame específico Influenza A (H1N1) O vírus A Influenza A(H1 N1) é uma doença respiratória e a transmissão ocorre de pessoa a pessoa, principalmente por meio de tosse, espirro ou de contato com secreções respiratórias

Leia mais

Seguem os números da gripe no Estado do Mato Grosso do Sul, considerando os três tipos de vírus de maior circulação (Influenza A H1N1, Influenza A

Seguem os números da gripe no Estado do Mato Grosso do Sul, considerando os três tipos de vírus de maior circulação (Influenza A H1N1, Influenza A Seguem os números da gripe no Estado do Mato Grosso do Sul, considerando os três tipos de vírus de maior circulação (Influenza A H1N1, Influenza A H3N2 e Influenza B): Relembrando... A gripe é uma doença

Leia mais

Perguntas e Respostas Influenza A (atualizado em 11/06/2009) MINISTÉRIO DA SAÚDE Assessoria de Comunicação

Perguntas e Respostas Influenza A (atualizado em 11/06/2009) MINISTÉRIO DA SAÚDE Assessoria de Comunicação Perguntas e Respostas Influenza A (atualizado em 11/06/2009) MINISTÉRIO DA SAÚDE Assessoria de Comunicação 1) Qual a diferença entre o nível 5 e o nível 6? O que difere os níveis de alerta 5 e 6 é o aumento

Leia mais

Principais Sintomas. Medidas de Prevenção

Principais Sintomas. Medidas de Prevenção A gripe é uma doença causada pelo vírus da Influenza, que ocorre predominantemente nos meses mais frios do ano. Esse vírus apresenta diferentes subtipos que produzem a chamada gripe ou influenza sazonal.

Leia mais

www.drapriscilaalves.com.br [GRIPE (INFLUENZA A) SUÍNA]

www.drapriscilaalves.com.br [GRIPE (INFLUENZA A) SUÍNA] [GRIPE (INFLUENZA A) SUÍNA] 2 Gripe (Influenza A) Suína Situação epidemiológica da nova influenza A (H1N1) no Brasil I ÓBITOS, CASOS GRAVES E FATORES DE RISCO Entre 25 de abril e 8 de agosto, foram informados

Leia mais

Diante da pandemia de influenza A (H1N1) e com base no conhecimento atual sobre a disseminação mundial deste novo vírus, o Comitê Estadual de

Diante da pandemia de influenza A (H1N1) e com base no conhecimento atual sobre a disseminação mundial deste novo vírus, o Comitê Estadual de Diante da pandemia de influenza A (H1N1) e com base no conhecimento atual sobre a disseminação mundial deste novo vírus, o Comitê Estadual de Enfrentamento da Influenza A H1N1 elaborou esta cartilha com

Leia mais

PROTOCOLO HIGIENIZAÇÃO DAS MÃOS

PROTOCOLO HIGIENIZAÇÃO DAS MÃOS 1 páginas É um termo geral que se aplica às atividades de lavar as mãos ou friccioná-las com álcool gel. Essa higiene é considerada a medida mais eficaz para evitar a disseminação de infecções. PARA QUE

Leia mais

Actualizado em 21-09-2009* Doença pelo novo vírus da gripe pandémica (H1N1) 2009 Mulheres grávidas ou a amamentar

Actualizado em 21-09-2009* Doença pelo novo vírus da gripe pandémica (H1N1) 2009 Mulheres grávidas ou a amamentar Doença pelo novo vírus da gripe pandémica (H1N1) 2009 Mulheres grávidas ou a amamentar Destaques A análise dos casos ocorridos, a nível global, confirma que as grávidas constituem um grupo de risco, pelo

Leia mais

Medidas de protecção individual contra a Gripe A(H1N1)

Medidas de protecção individual contra a Gripe A(H1N1) Medidas de protecção individual contra a Gripe A(H1N1) Evite o contacto próximo com pessoas com gripe! Procure não estar na presença de pessoas com gripe. Se ficar doente, mantenha-se afastado dos outros,

Leia mais

INFLUENZA A (H1N1) CARTILHA DE RECOMENDAÇÕES Para empresas, repartições públicas e comércio em geral

INFLUENZA A (H1N1) CARTILHA DE RECOMENDAÇÕES Para empresas, repartições públicas e comércio em geral INFLUENZA A (H1N1) CARTILHA DE RECOMENDAÇÕES Para empresas, repartições públicas e comércio em geral Diante da pandemia de influenza A (H1N1) e com base no conhecimento atual sobre a disseminação mundial

Leia mais

MEDIDAS DE PREVENÇÃO E CONTROLE PARA A COMUNIDADE ESCOLAR. INFLUENZA A H1N1 junho de 2011

MEDIDAS DE PREVENÇÃO E CONTROLE PARA A COMUNIDADE ESCOLAR. INFLUENZA A H1N1 junho de 2011 CENTRO ESTADUAL DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE MEDIDAS DE PREVENÇÃO E CONTROLE PARA A COMUNIDADE ESCOLAR INFLUENZA A H1N1 junho de 2011 Medidas de prevenção: Higienizar as mãos com água e sabonete/sabão antes

Leia mais

PANDEMIA DE GRIPE. Informação importante para si e para a sua família

PANDEMIA DE GRIPE. Informação importante para si e para a sua família PANDEMIA DE GRIPE Informação importante para si e para a sua família Os peritos da Organização Mundial de Saúde estão actualmente a prever uma pandemia de gripe. O presente folheto descreve uma pandemia

Leia mais

Informe Técnico sobre a gripe causada pelo novo vírus Influenza A/H1N1

Informe Técnico sobre a gripe causada pelo novo vírus Influenza A/H1N1 Informe Técnico sobre a gripe causada pelo novo vírus Influenza A/H1N1 DOCUMENTO PARA COMUNIDADE MÉDICA Coordenação: Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI) Associação Médica Brasileira (AMB) Apoio

Leia mais

Medidas de Prevenção e Controlo em Meio Escolar. Informação para alunos e Pais

Medidas de Prevenção e Controlo em Meio Escolar. Informação para alunos e Pais Medidas de Prevenção e Controlo em Meio Escolar Informação para alunos e Pais O que éo vírus da Gripe A(H1N1)v? O vírus A(H1N1)v é um novo vírus da gripe, que afecta os seres humanos. Esta nova estirpe,

Leia mais

Para a obtenção de informações complementares, poderá ainda consultar os seguintes links da Direcção Geral de Saúde: A AICOPA LINHA DE SAÚDE AÇORES

Para a obtenção de informações complementares, poderá ainda consultar os seguintes links da Direcção Geral de Saúde: A AICOPA LINHA DE SAÚDE AÇORES Diversos Circular n.º 72/2009 15 de Julho de 2009 Assunto: Gripe A (H1N1) Algumas considerações importantes. Caro Associado: Considerando a nova estirpe de vírus da Gripe A (H1N1), e perante o seu risco

Leia mais

Desdobrável de informação ao paciente

Desdobrável de informação ao paciente Desdobrável de informação ao paciente Gripe Secções deste tópico: Introdução Sintomas Causas Diagnóstico Tratamento Complicações Prevenção Bibliografia Hiperligações seleccionadas Clips Áudio Introdução

Leia mais

GRIPE sempre deve ser combatida

GRIPE sempre deve ser combatida GRIPE sempre deve ser combatida Aviária Estacional H1N1 SAZONAL suína GRIPE = INFLUENZA Que é a INFLUENZA SAZONAL? É uma doença própria do ser humano e se apresenta principalmente durante os meses de inverno

Leia mais

SAÚDE.sempre. Gripe. newsletter. medidas de auto cuidado. Secretaria Regional dos Assuntos Sociais

SAÚDE.sempre. Gripe. newsletter. medidas de auto cuidado. Secretaria Regional dos Assuntos Sociais Janeiro * 2014 Instituto de Administração da Saúde e Assuntos Sociais, IP-RAM Gripe medidas de auto cuidado newsletter Secretaria Regional dos Assuntos Sociais Ficha Técnica Newsletter - Janeiro de 2014

Leia mais

Ocorrências de casos humanos de influenza suína no México e EUA Informe do dia 26.04.09, às 13h

Ocorrências de casos humanos de influenza suína no México e EUA Informe do dia 26.04.09, às 13h Ministério da Saúde Gabinete Permanente de Emergências em Saúde Pública ALERTA DE EMERGÊNCIA DE SAÚDE PÚBLICA DE IMPORTÂNCIA INTERNACIONAL Ocorrências de casos humanos de influenza suína no México e EUA

Leia mais

INFORMAÇÃO É PREVENÇÃO! ESCLAREÇA AQUI SUAS DÚVIDAS

INFORMAÇÃO É PREVENÇÃO! ESCLAREÇA AQUI SUAS DÚVIDAS GRIPE A (H1N1) INFORMAÇÃO É PREVENÇÃO! ESCLAREÇA AQUI SUAS DÚVIDAS Fazer de cada dia um dia melhor Informe-se e proteja a sua saúde e a de sua família. Talvez você esteja inseguro com tantas informações

Leia mais

Importância da Higiene

Importância da Higiene Importância da Higiene Anexo 1 1 Semana Pedagógica 1º semestre - 2016 Anexo I Importância da Higiene Você sabe o que é higiene? Higiene é o conjunto de medidas que tomamos para eliminar a sujeira, que

Leia mais

HOSPITAL DE CLÍNICAS UFPR

HOSPITAL DE CLÍNICAS UFPR HOSPITAL DE CLÍNICAS UFPR HC UFPR COMITÊ DE INFLUENZA SUÍNA 27 de abril DIREÇÃO DE ASSISTÊNCIA SERVIÇO DE EPIDEMIOLOGIA INFECTOLOGIA CLÍNICA - ADULTO E PEDIÁTRICA SERVIÇO DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR

Leia mais

Secretaria Regional da Saúde. Gripe A (H1N1) Informação para as Escolas, Colégios e ATL s

Secretaria Regional da Saúde. Gripe A (H1N1) Informação para as Escolas, Colégios e ATL s Secretaria Regional da Saúde Gripe A (H1N1) Informação para as Escolas, Colégios e ATL s Na sequência dos comunicados emitidos pela Direcção Regional da Saúde e atendendo à informação oficial disponível,

Leia mais

Quinta Edição/2015 Quinta Região de Polícia Militar - Quarta Companhia Independente

Quinta Edição/2015 Quinta Região de Polícia Militar - Quarta Companhia Independente GRIPE X RESFRIADO GRIPE e RESFRIADO são as mesmas coisas? Não. A gripe é uma doença grave, contagiosa, causada pelo vírus Influenza (tipos A,B e C) e o resfriado é menos agressivo e de menor duração, causado

Leia mais

Gripe A (H1N1) de origem suína

Gripe A (H1N1) de origem suína Gripe A (H1N1) de origem suína A gripe é caracterizada como uma doença infecciosa com alto potencial de contagio causado pelo vírus Influenza. Este vírus apresenta três tipos, sendo eles o A, B e C. Observam-se

Leia mais

Informações aos Pais sobre a Gripe nas Creches

Informações aos Pais sobre a Gripe nas Creches The Commonwealth of Massachusetts Executive Office of Health and Human Services Department of Public Health Informações aos Pais sobre a Gripe nas Creches 18 de setembro, 2009 A gripe H1N1 (suína) voltará

Leia mais

GRIPE DAS AVES. Informação e Recomendações. Elaborado por: Castro Correia Director Clínico. 14 de Setembro de 2005

GRIPE DAS AVES. Informação e Recomendações. Elaborado por: Castro Correia Director Clínico. 14 de Setembro de 2005 GRIPE DAS AVES Informação e Recomendações Elaborado por: Castro Correia Director Clínico 14 de Setembro de 2005 Escritórios: Rua da Garagem, 1, 4º Piso / 2790-078 CARNAXIDE Sede Social: Avenida do Forte,

Leia mais

Vírus (H1N1)v. Medidas de Prevenção e Controlo Informação para Assistentes Operacionais 14 de Setembro 2009

Vírus (H1N1)v. Medidas de Prevenção e Controlo Informação para Assistentes Operacionais 14 de Setembro 2009 ESCOLA SECUNDÁRIA D. MARIA II PLANO DE CONTINGÊNCIA PARA A PANDEMIA DA GRIPE A Vírus (H1N1)v Medidas de Prevenção e Controlo Informação para Assistentes Operacionais 14 de Setembro 2009 Formas de Transmissão

Leia mais

Orientações para cuidado em casa com pessoas suspeitas ou confirmadas de Gripe por Influenza A H1N1(Gripe A)

Orientações para cuidado em casa com pessoas suspeitas ou confirmadas de Gripe por Influenza A H1N1(Gripe A) Orientações para cuidado em casa com pessoas suspeitas ou confirmadas de Gripe por Influenza A H1N1(Gripe A) Essas são recomendações do CDC (Centro de Controle de Doenças dos Estados Unidos) sobre o tempo

Leia mais

CARTILHA ELETRÔNICA INFLUENZA A (H1N1) INFORMAÇÃO E PREVENÇÃO PARA AS ESCOLAS

CARTILHA ELETRÔNICA INFLUENZA A (H1N1) INFORMAÇÃO E PREVENÇÃO PARA AS ESCOLAS CARTILHA ELETRÔNICA INFLUENZA A (H1N1) INFORMAÇÃO E PREVENÇÃO PARA AS ESCOLAS ORIENTAÇÃO AOS PEDAGOGOS Todas as informações constantes nesta cartilha devem ser levadas ao conhecimento de todos os alunos,

Leia mais

GRIPE SUÍNA PERGUNTAS E RESPOSTAS: Até 10 horas.

GRIPE SUÍNA PERGUNTAS E RESPOSTAS: Até 10 horas. GRIPE SUÍNA PERGUNTAS E RESPOSTAS: PERGUNTA 1.- Quanto tempo dura vivo o vírus suíno numa maçaneta ou superfície lisa? 2. - Quão útil é o álcool em gel para limpar-se as mãos? 3.- Qual é a forma de contágio

Leia mais

Medidas de Controle de Infecção Hospitalar

Medidas de Controle de Infecção Hospitalar Medidas de Controle de Infecção Hospitalar Seminário Internacional de Pandemia de Influenza Rio de Janeiro, 18 de novembro 2005 Dra. Cristiana M. Toscano Organização Pan-Americana da Saúde Agradecimentos

Leia mais

GRIPE A (H1N1) INFORMAÇÃO E RECOMENDAÇÕES PARA ESCOLAS E OUTROS ESTABELECIMENTOS DE EDUCAÇÃO

GRIPE A (H1N1) INFORMAÇÃO E RECOMENDAÇÕES PARA ESCOLAS E OUTROS ESTABELECIMENTOS DE EDUCAÇÃO GRIPE A (H1N1) INFORMAÇÃO E RECOMENDAÇÕES PARA ESCOLAS E OUTROS ESTABELECIMENTOS DE EDUCAÇÃO As escolas e outros estabelecimentos de ensino assumem um papel muito importante na prevenção de uma pandemia

Leia mais

AÇORES-DESTINO SEGURO

AÇORES-DESTINO SEGURO 1 PLANO DE ACÇÃO AÇORES-DESTINO SEGURO APOIO AO TURISMO PARA MINIMIZAR O IMPACTO DA GRIPE A H1N1 CONTEÚDO Enquadramento... 3 Objectivos... 3 Grupo de Trabalho para a Criação do Plano... 4 2 Âmbitos Operacionais...

Leia mais

Plano de Contingência

Plano de Contingência Plano de Contingência Gripe A (H1N1) Creche, Jardim-de-infância e ATL da ASSTAS Índice I INTRODUÇÃO... 2 II OBJECTIVOS... 3 III PREVENÇÃO E INFORMAÇÃO SOBRE A GRIPE A... 4 A) Quais os sintomas?... 4 B)

Leia mais

Informe sobre a gripe causada pelo novo vírus Influenza A/H1N1

Informe sobre a gripe causada pelo novo vírus Influenza A/H1N1 Informe sobre a gripe causada pelo novo vírus Influenza A/H1N1 DOCUMENTO PARA O PÚBLICO EM GERAL Coordenação: Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI) Associação Médica Brasileira (AMB) Apoio e participação:

Leia mais

Prevenção da Gripe A(H1N1)v

Prevenção da Gripe A(H1N1)v Prevenção da Gripe A(H1N1)v Recomendações DSD Departamento da Qualidade na Saúde Quais os Sintomas? Os sintomas são semelhantes aos da gripe sazonal: Febre de início súbito (superior a 38ºC) Tosse Dores

Leia mais

Agir contra a Gripe A

Agir contra a Gripe A Agir contra a Gripe A O papel dos estabelecimentos de educação e ensino Maria Neto Responsável pela área funcional da Promoção e Protecção da Saúde Responsável pelo Programa Nacional de Saúde Escolar na

Leia mais

LEPTOSPIROSE. Deise Galan. Consultora - Departamento de Doenças Transmissíveis e Análise de Saúde Organização Pan-Americana da Saúde

LEPTOSPIROSE. Deise Galan. Consultora - Departamento de Doenças Transmissíveis e Análise de Saúde Organização Pan-Americana da Saúde LEPTOSPIROSE Deise Galan Consultora - Departamento de Doenças Transmissíveis e Análise de Saúde Organização Pan-Americana da Saúde Falso Apenas os ratos transmitem a leptospirose Os ratos são os principais

Leia mais

Gripe Suína ou Influenza A (H1N1)

Gripe Suína ou Influenza A (H1N1) Gripe Suína ou Influenza A (H1N1) Perguntas e respostas 1. O que é Gripe Suína ou Influenza A (H1N1)? 2. A gripe causada pelo Influenza A (H1N1) é contagiosa? 3. Quem pode adoecer pela nova gripe causada

Leia mais

Gripe: o que você pode fazer. Cuidados em casa

Gripe: o que você pode fazer. Cuidados em casa Gripe: o que você pode fazer Cuidados em casa Para mais informações, confira: www.mass.gov/dph/flu Gripe: o que você pode fazer Cuidados em casa ÍNDICE: O que é a gripe? 2 Prevenção da gripe 6 Cuidados

Leia mais

Duofilm Plantar Gel ácido salicílico 270,0 mg/ml

Duofilm Plantar Gel ácido salicílico 270,0 mg/ml Duofilm Plantar Gel ácido salicílico 270,0 mg/ml Duofilm Plantar Bula do Paciente Revisão RDC 47/09, GDS e correção DCB_v03 1 Duofilm Plantar ácido salicílico APRESENTAÇÃO Gel tópico de ácido salicílico

Leia mais

GRIPE PREPARE-SE E PREVINA-SE NÃO ESQUECER!

GRIPE PREPARE-SE E PREVINA-SE NÃO ESQUECER! NÃO ESQUECER! Ter sempre uma lista actualizada dos contactos médicos (emergência, médico de família e linha de saúde da Direcção- -Geral de Saúde). Explicar às crianças que devem ligar para o número de

Leia mais

Introdução. O objectivo desta apresentação:

Introdução. O objectivo desta apresentação: Prevenção da Gripe A Introdução O objectivo desta apresentação: Consiste num conjunto de medidas e acções que deverão ser aplicadas oportunamente, de modo, articulado, em cada fase da evolução da pandemia.

Leia mais

Normas conjuntas da Comissão de Controlo da Infecção e do Serviço de Saúde Ocupacional

Normas conjuntas da Comissão de Controlo da Infecção e do Serviço de Saúde Ocupacional NORMA DE PROCEDIMENTO Nº3 COMISSÃO DE CONTROLO DA INFECÇÃO E SERVIÇO DE SAÚDE OCUPACIONAL Elaborado em Agosto de 2009 Revisão nº Próxima revisão Assunto: RECOMENDAÇÕES PARA A PREVENÇÃO E CONTROLO DA INFECÇÃO

Leia mais

Passos para se proteger do Ébola enquanto aguarda por assistência Documento para a Guiné-Bissau

Passos para se proteger do Ébola enquanto aguarda por assistência Documento para a Guiné-Bissau Passos para se proteger do Ébola enquanto aguarda por assistência Documento para a Guiné-Bissau 1 Lembre-se de três coisas Não tocar Isole a pessoa doente Ligue para a linha de apoio 2 Se pensa que alguém

Leia mais

PLANO DE CONTIGÊNCIA

PLANO DE CONTIGÊNCIA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO DIRECÇÃO REGIONAL DE EDUCAÇÃO DO ALENTEJO CENTRO DA ÁREA EDUCATIVA DO BAIXO ALENTEJO E ALENTEJO LITORAL ESCOLA SECUNDÁRIA COM 3º CICLO D. MANUEL I 7800-478 BEJA I PRÓLOGO PLANO DE

Leia mais

Influenza A (H1N1): Perguntas e Respostas

Influenza A (H1N1): Perguntas e Respostas Influenza A (H1N1): Perguntas e Respostas Para entender a influenza: perguntas e respostas A comunicação tem espaço fundamental na luta contra qualquer doença. Um exemplo é o caso do enfrentamento da influenza

Leia mais

TURMA DOM BOSCO EM AÇÃO PARA CONTROLE DA INFLUENZA A/H1N1 GRIPE SUÍNA

TURMA DOM BOSCO EM AÇÃO PARA CONTROLE DA INFLUENZA A/H1N1 GRIPE SUÍNA TURMA DOM BOSCO EM AÇÃO PARA CONTROLE DA INFLUENZA A/H1N1 GRIPE SUÍNA GUIA DE PREVENÇÃO A comunicação é fundamental no controle de qualquer doença. INFORME-SE E VIVA MELHOR! O Colégio Dom Bosco, fiel a

Leia mais

Plano de Contingência Gripe A (H1N1)

Plano de Contingência Gripe A (H1N1) Plano de Contingência Gripe A (H1N1) ESCOLA SECUNDÁRIA DE EÇA DE QUEIRÓS DA PÓVOA DE VARZIM ÍNDICE Introdução 3 A gripe como doença pandémica 4 O vírus da Gripe A (H1N1) Sintomas da doença pelo vírus da

Leia mais

Limpeza Terminal e Concorrente de Isolamentos. Enfª Francyne Lopes Serviço de Controle de Infecção Hospitalar Hospital Mãe de Deus

Limpeza Terminal e Concorrente de Isolamentos. Enfª Francyne Lopes Serviço de Controle de Infecção Hospitalar Hospital Mãe de Deus Limpeza Terminal e Concorrente de Isolamentos Enfª Francyne Lopes Serviço de Controle de Infecção Hospitalar Hospital Mãe de Deus O Controle de Infecção e a Limpeza Ambiental Histórico Guerra da Criméia

Leia mais

Ministério da Saúde esclarece as principais dúvidas sobre a doença e apresenta recomendações para viajantes internacionais.

Ministério da Saúde esclarece as principais dúvidas sobre a doença e apresenta recomendações para viajantes internacionais. Ministério da Saúde esclarece as principais dúvidas sobre a doença e apresenta recomendações para viajantes internacionais. Fonte: Agência Fiocruz 1. Há casos de influenza A (H1N1) no Brasil? Não. Até

Leia mais

Recomendações para instituições

Recomendações para instituições Recomendações para instituições Quando fazer a higiene das mãos A higiene das mãos deve ser feita com grande frequência em contexto de pandemia da gripe, com maior incidência nos seguintes casos: Após

Leia mais

MEMORANDO Nº 114/2009-PRPPG

MEMORANDO Nº 114/2009-PRPPG UNIOESTE UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação MEMORANDO Nº 114/2009-PRPPG DATA: 13/08/2009 PARA: Davi Félix Schreiner Diretor Geral Campus Marechal Candido

Leia mais

QUINTA DOS SONHOS Creche Jardim de Infância ÉVORA. Plano de Contingência para a Pandemia da Gripe A

QUINTA DOS SONHOS Creche Jardim de Infância ÉVORA. Plano de Contingência para a Pandemia da Gripe A QUINTA DOS SONHOS Creche Jardim de Infância ÉVORA Plano de Contingência para a Pandemia da Ano Lectivo 2009/2010 1. Coordenação do plano: A coordenação global do plano é da responsabilidade da Direcção

Leia mais

Acompanhamento. Sejam bem-vindos. 7 dias 1 mês 2 meses 3 meses 6 meses 1 ano

Acompanhamento. Sejam bem-vindos. 7 dias 1 mês 2 meses 3 meses 6 meses 1 ano Acompanhamento Sejam bem-vindos Nós desenvolvemos este guia para ajudá-lo a se preparar para a alta de sua criança. Muitas famílias acreditam que aprendendo e conversando antes da alta hospitalar de sua

Leia mais

Norma de Orientação Farmacêutica Higienização das mãos Hygiènization des mains Hygienization of the hands

Norma de Orientação Farmacêutica Higienização das mãos Hygiènization des mains Hygienization of the hands p. 1 de 10k Norma de Orientação Farmacêutica Higienização das mãos Hygiènization des mains Hygienization of the hands 1ª EDIÇÃO Janeiro de p. 2 de 10k p. 3 de 10k Índice Introdução... 4 Campo de aplicação...

Leia mais

Serviço de Controle de Infecção Hospitalar Recomendações para higienização das mãos em serviços de saúde.

Serviço de Controle de Infecção Hospitalar Recomendações para higienização das mãos em serviços de saúde. Serviço de Controle de Infecção Hospitalar Recomendações para higienização das mãos em serviços de saúde. São quatro as formas de higienização das mãos nos serviços de saúde: 1.Higienização simples das

Leia mais

UNIDADE DE SAÚDE PÚBLICA PLANO DE CONTINGÊNCIA LOCAL PARA AS INFECÇÕES RESPIRATÓRIAS E GRIPE. Época 2015/2016 IRATÓRIAS

UNIDADE DE SAÚDE PÚBLICA PLANO DE CONTINGÊNCIA LOCAL PARA AS INFECÇÕES RESPIRATÓRIAS E GRIPE. Época 2015/2016 IRATÓRIAS UNIDADE DE SAÚDE PÚBLICA PLANO DE CONTINGÊNCIA LOCAL PARA AS INFECÇÕES RESPIRATÓRIAS E GRIPE Época 2015/2016 IRATÓRIAS Agosto 2015 1 Índice Introdução...3 Estratégias de Intervenção......4 1. Informação

Leia mais

Gripe por Influenza A H1N1 *

Gripe por Influenza A H1N1 * CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DE SÃO PAULO São Paulo, maio de 2009. Gripe por Influenza A H1N1 * Informações básicas O que é Gripe por Influenza A H1N1? A gripe por Influenza A H1N1 (Suína) é uma doença

Leia mais

(H1N1)v PLANO DE CONTINGÊNCIA GRIPE A. Plano de Contingência - Gripe A 1. Escola Secundária de Manuel da Fonseca

(H1N1)v PLANO DE CONTINGÊNCIA GRIPE A. Plano de Contingência - Gripe A 1. Escola Secundária de Manuel da Fonseca PLANO DE CONTINGÊNCIA GRIPE A (H1N1)v Plano de Contingência - Gripe A 1 ÍNDICE 1. Introdução... 3 2. Finalidade do Plano de Contingência da Escola.... 3 3. Equipa operativa e respectivas competências...

Leia mais

Ministério da Saúde Secretaria de Vigilância em Saúde Gabinete Permanente de Emergências de Saúde Pública

Ministério da Saúde Secretaria de Vigilância em Saúde Gabinete Permanente de Emergências de Saúde Pública Ministério da Saúde Secretaria de Vigilância em Saúde Gabinete Permanente de Emergências de Saúde Pública Emergência de Saúde Pública de Importância Internacional ESPII INFLUENZA A(H1N1) PROTOCOLO DE PROCEDIMENTOS

Leia mais

Como proteger seus produtos com práticas de manuseio seguro de alimentos

Como proteger seus produtos com práticas de manuseio seguro de alimentos Como proteger seus produtos com práticas de manuseio seguro de alimentos 4 C (39 F) -21 C (-5 F) -21 C (-5 F) 4 C (39 F) 4 C (39 F) -21 C (-5 F) 4 C (39 F) -21 C (-5 F) Assim que os peixes entrarem em

Leia mais

DÚVIDAS MAIS FREQUENTES

DÚVIDAS MAIS FREQUENTES DÚVIDAS MAIS FREQUENTES O Departamento Médico da FAPES selecionou as perguntas mais frequentes sobre a Vacinação contra a Gripe, visando minimizar as dúvidas dos participantes da campanha 2016. SOBRE AS

Leia mais

Influenza. João Pedro Marins Brum Brito da Costa (Instituto ABEL) Orientador: André Assis (UFRJ Medicina)

Influenza. João Pedro Marins Brum Brito da Costa (Instituto ABEL) Orientador: André Assis (UFRJ Medicina) Influenza João Pedro Marins Brum Brito da Costa (Instituto ABEL) Orientador: André Assis (UFRJ Medicina) O que éinfluenza Também conhecida como gripe, a influenza éuma infecção do sistema respiratório

Leia mais

PLANO DE CONTINGÊNCIA

PLANO DE CONTINGÊNCIA GRIPE A (H1N1) Ano Lectivo 2009/2010 PLANO DE CONTINGÊNCIA A principal finalidade do Nacional é a de minimizar o impacte de uma eventual pandemia em território nacional, sobretudo no que diz respeito à

Leia mais

Plano de contingência da gripe A (H1N1)

Plano de contingência da gripe A (H1N1) 0. Informação introdutória A. O que é a Gripe A (H1N1)? A gripe A é uma doença infecto-contagiosa que afecta o nariz, a garganta e todo o sistema respiratório, provocada por um novo vírus da Gripe: vírus

Leia mais

Agência Nacional de Vigilância Sanitária Anvisa. Emergência em saúde pública: Ebola

Agência Nacional de Vigilância Sanitária Anvisa. Emergência em saúde pública: Ebola Emergência em saúde pública: Ebola Situação atual Trata-se do maior surto de ebola já registrado nas últimas quatro décadas que já afetou 03 países do continente Africano* A OMS categorizou o atual surto

Leia mais

GRIPE A H1N1 Plano de Contingência Empresarial contra Influenza e para outras Emergências Médicas.

GRIPE A H1N1 Plano de Contingência Empresarial contra Influenza e para outras Emergências Médicas. GRIPE A H1N1 Plano de Contingência Empresarial contra Influenza e para outras Emergências Médicas. Federação da Indústria do Estado do Rio de Janeiro Serviço Social da Indústria - SESI Diretoria de Saúde

Leia mais

GRIPE A (H1N1) PLANO DE CONTINGÊNCIA. Exposição e Motivos

GRIPE A (H1N1) PLANO DE CONTINGÊNCIA. Exposição e Motivos CORPO NACIONAL DE ESCUTAS ESCUTISMO CATÓLICO PORTUGUÊS JUNTA REGIONAL DOS AÇORES GRIPE A (H1N1) PLANO DE CONTINGÊNCIA Plano de Contingência contra a Gripe A em acampamentos e actividades escutistas Exposição

Leia mais

Informe Técnico sobre o vírus Influenza A (H7N9)

Informe Técnico sobre o vírus Influenza A (H7N9) Informe Técnico sobre o vírus Influenza A (H7N9) SOBRE O VÍRUS INFLUENZA A (H7N9) O vírus influenza A (H7N9) é um subtipo de vírus influenza A de origem aviária. Esse subtipo viral A (H7N9) não havia sido

Leia mais

Pandemia de gripe: Tudo o que você tem de saber.

Pandemia de gripe: Tudo o que você tem de saber. Publicação Repartição Federal da Saúde Edição: Repartição Federal da Saúde Versão de publicação: Setembro 2009 Esta brochura também está disponível nos seguintes idiomas Alemão Francês Italiano Romanche

Leia mais

GRIPE A (H1N1) v Medidas de Prevenção e Controlo em Meio Escolar

GRIPE A (H1N1) v Medidas de Prevenção e Controlo em Meio Escolar GRIPE A (H1N1) v Medidas de Prevenção e Controlo em Meio Escolar Informação para Professores Agosto de 2009 Direcção-Geral da Saúde (www.dgs.pt) Direcção de Serviços de Promoção e Protecção da Saúde Gripe

Leia mais

CIRCULAR. ASSUNTO: Prevenção da Gripe A Orientações para a concepção de um plano de contingência

CIRCULAR. ASSUNTO: Prevenção da Gripe A Orientações para a concepção de um plano de contingência CIRCULAR N/ REFª: 68/2009 DATA: 27/07/09 ASSUNTO: Prevenção da Gripe A Orientações para a concepção de um plano de contingência Exmos. Senhores, Junto se remete documento sobre o assunto em epígrafe distribuído,

Leia mais

www.cpsol.com.br TEMA 003 CONHEÇA E PREVINA AS DOENÇAS DO INVERNO

www.cpsol.com.br TEMA 003 CONHEÇA E PREVINA AS DOENÇAS DO INVERNO TEMA 003 CONHEÇA E PREVINA AS DOENÇAS DO INVERNO 1/8 O inverno chegou e junto com ele maiores problemas com as doenças respiratórias entre outras Isso não ocorre por acaso já que pé nesta estação onde

Leia mais

Gripe Proteja-se! Faça Chuva ou faça Sol, vacine-se a partir de Outubro e até ao final do Inverno. Consulte o seu médico

Gripe Proteja-se! Faça Chuva ou faça Sol, vacine-se a partir de Outubro e até ao final do Inverno. Consulte o seu médico Gripe Proteja-se! Faça Chuva ou faça Sol, vacine-se a partir de Outubro e até ao final do Inverno. Consulte o seu médico Gripe Perguntas Frequentes Perguntas frequentes sobre a gripe sazonal O que é a

Leia mais