DESAFIO DA INOVAÇÃO PARA PEQUENAS EMPRESAS /

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "DESAFIO DA INOVAÇÃO PARA PEQUENAS EMPRESAS. 0800 570 0800 / www.sebrae.com.br"

Transcrição

1 DESAFIO DA INOVAÇÃO PARA PEQUENAS EMPRESAS

2 Inovação é... Fonte : Manual de Oslo

3 Tipos de Inovação

4 Tipos de Inovação

5 Inovação deve ter simplicidade e objetividade Inovação deve ser percebida como conceito pragmático e acessível

6 Linha do tempo Década Diferencial PRODUTIVIDADE + QUALIDADE + INOVAÇÃO + SUSTENTABILIDADE

7 R - C = L Receita Custo Lucro Produtividade Novos clientes Reduzir desperdício & Custos de Produção Investimento em Inovação

8 Como o SEBRAE pode ajuda

9 O que é o Programa? O Programa SEBRAETEC Serviços em Inovação e Tecnologia é um instrumento do SEBRAE que permite às empresas de qualquer setor econômico o acesso subsidiado a serviços em inovação e tecnologia, visando à melhoria de processos e produtos e/ou à introdução de inovações nas empresas e mercados.

10 Quem pode ser atendido? Microempresas Empresas de Pequeno Porte

11 Dinâmica Operacional Aproximação

12 Desafios e benefícios para as MPE

13 Tipos de Serviços Serviços Básicos Tecnologia industrial básica - Metrologia Calibração de instrumentos Tecnologia industrial básica Registro de Marca Eficiência energética Meio ambiente Gestão de resíduos sólidos - consultoria para o licenciamento ambiental relacionado com a destinação de resíduos sólidos. Design Consultoria de moda Saúde e segurança no trabalho Programa Alimentos Seguros Ambulante Programa Alavancagem e Inovação PA&I Artesanato Meio ambientes Serviços de análises Meio ambiente Gestão de resíduos sólidos - implantação do Plano de gerenciamento de Resíduos Sólidos (PgRS) Meio ambiente Programa cinco Menos Que São Mais Meio ambiente Licenciamento ambiental - Consultoria para regularização ambiental. Programa Alimentos Seguros Mesa Consultoria BÁSICOS

14 Tipos de Serviços Serviços Avançados Tecnologia industrial básica Depósito de Patente e de Modelo de Utilidade Programa Alavancagem e Inovação PA&I Indústria Programa Alimentos Seguros Indústria APPCC Programa Alimentos Seguros Distribuição APPCC Meio ambiente Gestão de resíduos líquidos Meio ambiente Licenciamento ambiental - Consultoria para o licenciamento ambiental. Design Consultoria identidade visual/criação marcas Meio ambiente Licenciamento ambiental - Regularização ambiental Design Consultoria de embalagens Programa Alimentos Seguros Indústria BPF Programa Alimentos Seguros Distribuição BPF Tecnologia industrial básica Processos de software - consultoria para diagnósticos frente aos modelos cmmi e MPS. BR. Desenvolvimento de novos produtos Tecnologia industrial básica Qualidade ISO 9001 Consultoria Tecnologia industrial básica Qualidade ISO Consultoria Tecnologia industrial básica Qualidade ISO Consultoria Tecnologia industrial básica Qualidade PBQP-H - Consultoria Tecnologia industrial básica Processos de produção Otimização Tecnologia industrial básica Processos de produção PCP Consultoria Tecnologia industrial básica Processos de software - consultoria para a melhoria de processos de desenvolvimento de software baseada em modelos como cmmi (nível 2) e MPS.BR (nível F). AVANÇADO S

15 RESULTADOS ALCANÇADOS

16 Melhoria de processo

17 Identidade Visual / Marca Marca antes do atendimento SEBRAEtec Marca depois do atendimento SEBRAEtec

18 Novos produtos miniprocessamento e desidratação

19 Design Embalagem

20 O que o SEBRAETEC não atende? Aquisição de software, máquinas, equipamentos ou outros tipos de imobilizados. Promoção comercial Produção de impressos Eventos Treinamento e consultoria básica em gestão

21 Resultados esperados

22 Portal

23 Mais informações

24 Obrigada!!!! Márcia Motta

Conhecer o cenário de atuação de micro e pequenas empresas é fundamental para subsidiar estratégias de atuação do Sebrae junto a esses negócios.

Conhecer o cenário de atuação de micro e pequenas empresas é fundamental para subsidiar estratégias de atuação do Sebrae junto a esses negócios. Conhecer o cenário de atuação de micro e pequenas empresas é fundamental para subsidiar estratégias de atuação do Sebrae junto a esses negócios. Só assim é possível identificar oportunidades de melhorias

Leia mais

TECNOLOGIA O QUE É O SEBRAETEC A QUEM SE DESTINA COMO PARTICIPAR SETORES ATENDIDOS VANTAGENS AÇÕES NÃO COBERTAS CONTATO

TECNOLOGIA O QUE É O SEBRAETEC A QUEM SE DESTINA COMO PARTICIPAR SETORES ATENDIDOS VANTAGENS AÇÕES NÃO COBERTAS CONTATO Um investimento indispensável para o crescimento da sua empresa. O Sebrae viabiliza serviços de consultoria prestados por uma rede de instituições/empresas detentoras de conhecimento tecnológico. Através

Leia mais

ERRATA. No ANEXO II SOLICITAÇÃO DE CADASTRAMENTO DA PESSOA JURÍDICA

ERRATA. No ANEXO II SOLICITAÇÃO DE CADASTRAMENTO DA PESSOA JURÍDICA ERRATA No Edital de Cadastramento 001/SEBRAE-PE/16: Onde se lê: 3.2.2.1.1.10. Comprovação da acreditação pelo INMETRO ou da homologação pelas Redes Metrológicas estaduais, como comprovação da capacidade

Leia mais

Sustentabilidade nas Micro e Pequenas Empresas

Sustentabilidade nas Micro e Pequenas Empresas Sustentabilidade nas Micro e Pequenas Empresas Promover a competitividade e o desenvolvimento sustentável das micro e pequenas empresas e fomentar o empreendedorismo. Otimizar o uso dos recursos naturais

Leia mais

Participação dos pequenos negócios na economia

Participação dos pequenos negócios na economia Sebraetec Participação dos pequenos negócios na economia Países Participação Empresas (%) Participação Emprego Participação Val. Adic. PIB Itália 99,4 68,50 55,60 Espanha 99 63,20 50,60 Portugal 99,3 65,20

Leia mais

Apoio à Inovação. Luciana Capanema Gerente de Inovação

Apoio à Inovação. Luciana Capanema Gerente de Inovação Apoio à Inovação Luciana Capanema Gerente de Inovação Apoio à Inovação http://www.bndes.gov.br O objetivo do BNDES é fomentar e apoiar operações associadas à formação de capacitações e ao desenvolvimento

Leia mais

Pesquisa de Qualidade: 18 anos de História

Pesquisa de Qualidade: 18 anos de História Pesquisa de Qualidade: 18 anos de História 1990 1993 1995 2001 1999 1997 PROCESSO DE QUALIFICAÇÃO DOS DADOS BASE CONSOLIDADA DE EMPRESAS 2.587 Caracterização da Organização Caracterização do Software

Leia mais

ESTRATÉGIA SEBRAE PARA O DESENVOLVIMENTO DOS EMPRESÁRIOS

ESTRATÉGIA SEBRAE PARA O DESENVOLVIMENTO DOS EMPRESÁRIOS ESTRATÉGIA SEBRAE PARA O DESENVOLVIMENTO DOS EMPRESÁRIOS Fonte: Sebrae Mais prático Mais flexível Mais personalizado www.sebraemais.com.br Programa SEBRAETEC = Consultorias Tecnológicas O que

Leia mais

TRABALHANDO AO LADO DO SETOR PARA O CUMPRIMENTO DA NORMA ABNT NBR 15575/2013 EDIFICAÇÕES HABITACIONAIS - DESEMPENHO

TRABALHANDO AO LADO DO SETOR PARA O CUMPRIMENTO DA NORMA ABNT NBR 15575/2013 EDIFICAÇÕES HABITACIONAIS - DESEMPENHO TRABALHANDO AO LADO DO SETOR PARA O CUMPRIMENTO DA NORMA ABNT NBR 15575/2013 EDIFICAÇÕES HABITACIONAIS - DESEMPENHO PROGRAMA DE ADESÃO ESPECIALISTAS NO SETOR DA CONSTRUÇÃO INSTITUTO EUVALDO LODI / IEL

Leia mais

CHAMADA DE PROJETOS 001/2013- APOIO PARA SOLUÇÕES DE INOVAÇÃO JUNTO AS MPE S de Uberaba

CHAMADA DE PROJETOS 001/2013- APOIO PARA SOLUÇÕES DE INOVAÇÃO JUNTO AS MPE S de Uberaba CHAMADA DE PROJETOS 001/2013- APOIO PARA SOLUÇÕES DE INOVAÇÃO JUNTO AS MPE S de Uberaba 1 OBJETIVO 1.1 Realizar, em 2013, apoio financeiro para viabilizar a execução de serviços em inovação e tecnologia

Leia mais

PROIMPE. Programa de Estímulo ao Uso de Tecnologia da Informação em Micro e Pequenas Empresas (MPE)

PROIMPE. Programa de Estímulo ao Uso de Tecnologia da Informação em Micro e Pequenas Empresas (MPE) PROIMPE Programa de Estímulo ao Uso de Tecnologia da Informação em Micro e Pequenas Empresas (MPE) OBJETIVOS PRINCIPAIS Estimular a inclusão digital das MPE (Inclusão Empresarial); Promover o aumento da

Leia mais

COMPETIR + Sistema de Incentivos para a Competitividade Empresarial

COMPETIR + Sistema de Incentivos para a Competitividade Empresarial Câmara do Comércio e Indústria de Ponta Delgada COMPETIR + Sistema de Incentivos para a Competitividade Empresarial Subsistemas Fomento da Base Económica de Exportação Desenvolvimento Local Empreendedorismo

Leia mais

Apoio do BNDES à Inovação

Apoio do BNDES à Inovação Atribuição-Sem Derivações-Sem Derivados CC BY-NC-SA Apoio do BNDES à Inovação 28 de Abril de 2015 Missão e Visão Missão Promover o desenvolvimento sustentável e competitivo da economia brasileira, com

Leia mais

Conheça o que o SENAI EMPRESAS oferece para o seu negócio. Consultorias. Serviços Especializados. Eventos Técnicos. Serviços Laboratoriais

Conheça o que o SENAI EMPRESAS oferece para o seu negócio. Consultorias. Serviços Especializados. Eventos Técnicos. Serviços Laboratoriais Com o SENAI EMPRESAS, está mais fácil alcançar o desempenho e os resultados que você tanto deseja para o seu negócio. São consultorias com especialistas, serviços laboratoriais e eventos técnicos que vão

Leia mais

Subáreas. Incubadoras tecnológicas, polos e parques tecnológicos. Formação. Experiência. Conhecimentos. Habilidades

Subáreas. Incubadoras tecnológicas, polos e parques tecnológicos. Formação. Experiência. Conhecimentos. Habilidades Subáreas Incubadoras tecnológicas, polos e parques tecnológicos Design Área: Inovação Perfil Profissional: Instrutor/Consultor Competências Implantação de incubadoras de empresas; Processo de seleção de

Leia mais

Serviços. Técnicos e Tecnológicos

Serviços. Técnicos e Tecnológicos Serviços Técnicos e Tecnológicos Serviços Técnicos e Tecnológicos Pas Psati Meio Ambiente Segurança do Trabalho Design de moda, calçados e Artesanato Design Moveleiro Gestão Haverá Título?! Sumário A exigência

Leia mais

Sistema de Gestão Ambiental

Sistema de Gestão Ambiental Objetivos da Aula Sistema de Gestão Ambiental 1. Sistemas de gestão ambiental em pequenas empresas Universidade Federal do Espírito Santo UFES Centro Tecnológico Curso de Especialização em Gestão Ambiental

Leia mais

RELAÇÃO DE CREDENCIADAS E SOLUÇÕES HABILITADAS

RELAÇÃO DE CREDENCIADAS E SOLUÇÕES HABILITADAS CREDENCIADA E-MAIL TEMÁTICA ESTADO SITUAÇÃO 2N Marketing Consultoria noeljr@atarde.com.br Design de Identidade Corporativa A3 CONSULTORIA E PROJETOS DE ENGENHARIA LTDA ABJ SERVIÇOS E CONSULTORIA LTDA patricia@a3ambiental.com.br

Leia mais

FACULDADE SENAC GOIÂNIA

FACULDADE SENAC GOIÂNIA FACULDADE SENAC GOIÂNIA NORMA ISO 12.207 Curso: GTI Matéria: Auditoria e Qualidade de Software Professor: Elias Ferreira Acadêmico: Luan Bueno Almeida Goiânia, 2015 CERTIFICAÇÃO PARA O MERCADO BRASILEIRO

Leia mais

2.12- Criação/Implantação de Processo de Garantia da Qualidade para Empresas de Software de Pequeno Porte

2.12- Criação/Implantação de Processo de Garantia da Qualidade para Empresas de Software de Pequeno Porte 2.12- Criação/Implantação de Processo de Garantia da Qualidade para Empresas de Software de Pequeno Porte O MPS.BR tem como foco, ainda que não exclusivo, atender a micro, pequenas e médias empresas de

Leia mais

SERVIÇOS E MEDIDAS UTILIZADOS PELO SEBRAE PARA A PROMOÇÃO DA INOVAÇÃO E DA CRIATIVIDADE NO AMBIENTE DE MICRO E PEQUENAS EMPRESAS NO BRASIL

SERVIÇOS E MEDIDAS UTILIZADOS PELO SEBRAE PARA A PROMOÇÃO DA INOVAÇÃO E DA CRIATIVIDADE NO AMBIENTE DE MICRO E PEQUENAS EMPRESAS NO BRASIL SERVIÇOS E MEDIDAS UTILIZADOS PELO SEBRAE PARA A PROMOÇÃO DA INOVAÇÃO E DA CRIATIVIDADE NO AMBIENTE DE MICRO E PEQUENAS EMPRESAS NO BRASIL Paulo Íris Ferreira SEMINÁRIO SOBRE PROPRIEDADE INDUSTRIAL E PEQUENAS

Leia mais

DESIGN PARA TODAS AS EMPRESAS

DESIGN PARA TODAS AS EMPRESAS A S DA TO AS N AS ES PR EM G SI DE R PA DESIGN PARA TODAS AS EMPRESAS BRASÍLIA - DF 2012 2012. Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas Sebrae Todos os direitos reservados. A reprodução

Leia mais

Possíveis impactos do REACH nas micro e pequenas empresas do Brasil. MDIC/SECEX Brasília, DF - 7 de abril de 2009

Possíveis impactos do REACH nas micro e pequenas empresas do Brasil. MDIC/SECEX Brasília, DF - 7 de abril de 2009 Possíveis impactos do REACH nas micro e pequenas empresas do Brasil MDIC/SECEX Brasília, DF - 7 de abril de 2009 Possíveis Impactos nas MPE: Redução de vendas Redução de mercados Férias coletivas Perda

Leia mais

Melhoria do Processo de Software MPS-BR

Melhoria do Processo de Software MPS-BR Melhoria do Processo de Software MPS-BR Fabrício Sousa Pinto fabbricio7@yahoo.com.br O que é Qualidade? O problema da gestão da qualidade não é que as pessoas não sabem a respeito dela. O problema é que

Leia mais

OFERTA DE CONSULTORIAS TÉCNICAS E DE GESTÃO PARA NEGÓCIOS

OFERTA DE CONSULTORIAS TÉCNICAS E DE GESTÃO PARA NEGÓCIOS OFERTA DE CONSULTORIAS TÉCNICAS E DE GESTÃO PARA NEGÓCIOS A Universidade do Estado do Pará (UEPA) através da (RITU) com apoio do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE), disponibiliza ao

Leia mais

9001, ISO TS 16949, ISO 14001, OHSAS 18001, ISO 22000, SASSMAQ.

9001, ISO TS 16949, ISO 14001, OHSAS 18001, ISO 22000, SASSMAQ. 1 Versão: 04A APRESENTAÇÃO: A I9Gestão é uma empresa de consultoria e treinamento especializada na implantação de Sistemas de Gestão, auxiliando as organizações no atendimento a diversos padrões normativos

Leia mais

CREDENCIADA E-MAIL TEMÁTICA ESTADO SITUAÇÃO. 2N Marketing Consultoria noeljr@atarde.com.br Design de Identidade Corporativa Bahia Ativa

CREDENCIADA E-MAIL TEMÁTICA ESTADO SITUAÇÃO. 2N Marketing Consultoria noeljr@atarde.com.br Design de Identidade Corporativa Bahia Ativa CREDENCIADA E-MAIL TEMÁTICA ESTADO SITUAÇÃO 2N Marketing Consultoria noeljr@atarde.com.br Design de Identidade Corporativa Gestão de Resíduos Líquidos Programa de Adequação a NR 12 6 a 10 máquinas A3 CONSULTORIA

Leia mais

Qualidade, Processos e Gestão de Software Professores: Alexandre Vasconcelos e Hermano Moura. O Modelo. Wesley Torres Galindo. wesleygalindo@gmail.

Qualidade, Processos e Gestão de Software Professores: Alexandre Vasconcelos e Hermano Moura. O Modelo. Wesley Torres Galindo. wesleygalindo@gmail. Qualidade, Processos e Gestão de Software Professores: Alexandre Vasconcelos e Hermano Moura O Modelo Wesley Torres Galindo wesleygalindo@gmail.com Agenda O que é? Motivação Organização do MPS.BR Estrutura

Leia mais

CERTIFICAÇÃO DE PRODUTOS SISTEMA DE GESTÃO EM SAÚDE E SEGURANÇA DO TRABALHO (OHSAS 18001)

CERTIFICAÇÃO DE PRODUTOS SISTEMA DE GESTÃO EM SAÚDE E SEGURANÇA DO TRABALHO (OHSAS 18001) 1 INFO012 REV 05 APRESENTAÇÃO: A I9Gestão é uma empresa de consultoria e treinamento especializada na implantação de Sistemas de Gestão, auxiliando as organizações no atendimento a diversos padrões normativos

Leia mais

Relatório Geral. Abril - 2015

Relatório Geral. Abril - 2015 Relatório Geral Abril - 015 PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO SETORIAL DE HPPC Objetivo Promover o desenvolvimento das empresas do setor de HPPC de forma sustentável, por meio da gestão e difusão de conhecimento,

Leia mais

O que é inovação? Por onde começar? Tipos de Inovação. Custa caro inovar? Tem risco? É para a minha empresa?

O que é inovação? Por onde começar? Tipos de Inovação. Custa caro inovar? Tem risco? É para a minha empresa? O que é inovação? Por onde começar? Tipos de Inovação Custa caro inovar? Tem risco? É para a minha empresa? Como o SEBRAE pode auxiliar sua empresa a inovar? O que é? Innovatio (latim) = introduzir novidades

Leia mais

AGENDA SEBRAE OFICINAS CURSOS PALESTRAS JUNHO A DEZEMBRO - 2015 GOIÂNIA. Especialistas em pequenos negócios. / 0800 570 0800 / sebraego.com.

AGENDA SEBRAE OFICINAS CURSOS PALESTRAS JUNHO A DEZEMBRO - 2015 GOIÂNIA. Especialistas em pequenos negócios. / 0800 570 0800 / sebraego.com. AGENDA SEBRAE OFICINAS CURSOS PALESTRAS JUNHO A DEZEMBRO - 2015 GOIÂNIA Especialistas em pequenos negócios. / 0800 570 0800 / sebraego.com.br COM O SEBRAE, O SEU NEGÓCIO VAI! O Sebrae Goiás preparou diversas

Leia mais

SENAI Paraná Alimentos e Bebidas. Eng. Ma. Amanda Peregrine Primo Coordenação Alimentos e Bebidas SENAI Toledo

SENAI Paraná Alimentos e Bebidas. Eng. Ma. Amanda Peregrine Primo Coordenação Alimentos e Bebidas SENAI Toledo SENAI Paraná Alimentos e Bebidas Eng. Ma. Amanda Peregrine Primo Coordenação Alimentos e Bebidas SENAI Toledo Áreas de atuação Automação Alimentos e Bebidas Celulose e Papel Gestão Mineração / Minerais

Leia mais

MPS.BR. O MPS.BR é um programa para Melhoria de Processo do Software Brasileiro. A proposta MPS.BR nasceu com base nos moldes CMMI.

MPS.BR. O MPS.BR é um programa para Melhoria de Processo do Software Brasileiro. A proposta MPS.BR nasceu com base nos moldes CMMI. MPS.BR O MPS.BR é um programa para Melhoria de Processo do Software Brasileiro. A proposta MPS.BR nasceu com base nos moldes CMMI. ISO - 12207 para desenvolvimento de software. ISO - 15504 para avaliação

Leia mais

NOSSA HISTÓRIA. Desde 1988, ano de fundação da Qualtec, desenvolvemos as melhores soluções para nossos clientes.

NOSSA HISTÓRIA. Desde 1988, ano de fundação da Qualtec, desenvolvemos as melhores soluções para nossos clientes. NOSSA HISTÓRIA Desde 1988, ano de fundação da Qualtec, desenvolvemos as melhores soluções para nossos clientes. Estamos preparados para atuar no desenvolvimento, implementação, aprimoramento, treinamento

Leia mais

EDITAL DE CREDENCIAMENTO SEBRAETEC / SEBRAE/BA. No. 01/2015 CREDENCIAMENTO DE PESSOAS JURÍDICAS PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE INOVAÇÃO E TECNOLOGIA

EDITAL DE CREDENCIAMENTO SEBRAETEC / SEBRAE/BA. No. 01/2015 CREDENCIAMENTO DE PESSOAS JURÍDICAS PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE INOVAÇÃO E TECNOLOGIA EDITAL DE CREDENCIAMENTO SEBRAETEC / SEBRAE/BA Nº 01/2015 No. 01/2015 CREDENCIAMENTO DE PESSOAS JURÍDICAS PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE INOVAÇÃO E TECNOLOGIA SALVADOR, JULHO/2015 Edital SEBRAETEC 2015

Leia mais

Programa MPS.BR e Modelo MPS: Contribuições para a Evolução da Qualidade de Software no Brasil

Programa MPS.BR e Modelo MPS: Contribuições para a Evolução da Qualidade de Software no Brasil l Programa MPS.BR e Modelo MPS: Contribuições para a Evolução da Qualidade de Software no Brasil SUMÁRIO 1. Introdução: Programa MPS.BR e Modelo MPS 2. Programa MPS.BR: Resultados Esperados, Resultados

Leia mais

Programa BNDES de Apoio a Micro, Pequena e Média Empresa Inovadora - BNDES MPME Inovadora. Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social BNDES

Programa BNDES de Apoio a Micro, Pequena e Média Empresa Inovadora - BNDES MPME Inovadora. Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social BNDES Programa BNDES de Apoio a Micro, Pequena e Média Empresa Inovadora - BNDES MPME Inovadora PROMOTORES: Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social BNDES OBJETIVOS: Aumentar a competitividade das

Leia mais

Agilidade e eficácia na implantação de programas de melhoria de processos

Agilidade e eficácia na implantação de programas de melhoria de processos Agilidade e eficácia na implantação de programas de melhoria de processos PMPS Programa de Melhoria de Processos de Software Carla Fabiana Massochini Apresentação VALORIZZA Desenvolvimento Empresarial

Leia mais

Apoio à Inovação. Agosto, 2015

Apoio à Inovação. Agosto, 2015 Apoio à Inovação Agosto, 2015 Quem somos vídeo institucional Classificação de Porte utilizada Porte da Empresa Receita Operacional Bruta Anual M P M Es Micro Pequena Média Até R$ 2,4 milhões Até R$ 16

Leia mais

Ceará Fortaleza ÁREA CURSO Março Abril Maio Junho ISO 9001:2008 - Interpretação e Implementação 14

Ceará Fortaleza ÁREA CURSO Março Abril Maio Junho ISO 9001:2008 - Interpretação e Implementação 14 Amazonas Manaus 5S - Implementação e Auditoria 25 Auditor Interno da - ISO 9001:2008 15 Auditor Líder da ISO 9001 - IRCA/2245 QMS Auditor/Lead Auditor Course (A17024) 29 Auditoria de Fornecedor 27 Como

Leia mais

Centro MERCOSUL de Inteligência em Negócios Eletrônicos

Centro MERCOSUL de Inteligência em Negócios Eletrônicos Centro MERCOSUL de Inteligência em Negócios Eletrônicos LXVIII ReCyT Marta Pessoa Diretora do Projeto Mercosul Digital Brasília, 25 de outubro de 2012 Visão O fortalecimento de um mercado digital único

Leia mais

AGENDA. Impacto na Região Linhas Estratégicas

AGENDA. Impacto na Região Linhas Estratégicas AGENDA Como Surgiu Situação Atual Variáveis Importantes Governança Conquistas Impacto na Região Linhas Estratégicas Rodrigo Fernandes Coordenador Executivo da COMTEC Como Surgiu A T.I. surgiu para prover

Leia mais

GESTÃO DA QUALIDADE TOTAL. Modelo da Série NBR ISO 9000

GESTÃO DA QUALIDADE TOTAL. Modelo da Série NBR ISO 9000 GESTÃO DA QUALIDADE TOTAL Modelo da Série NBR ISO 9000 Modelo da Série NBR ISO 9000 A Garantia da Qualidade requer uma ação coordenada de todo sistema produtivo da empresa, do fornecedor de insumos de

Leia mais

ENGENHARIA MEIO AMBIENTE A L I M E N T O S E B E B I D A S

ENGENHARIA MEIO AMBIENTE A L I M E N T O S E B E B I D A S ENGENHARIA MEIO AMBIENTE A L I M E N T O S E B E B I D A S M a i s d e 2 0 a n o s o f e r e c e n d o s o l u ç õ e s c o m p l e t a s d e c o n s u l t o r i a e m E n g e n h a r i a e M e i o A m

Leia mais

1º Simpósio sobre Implantação Assistida de Programas de Avaliação da Conformidade

1º Simpósio sobre Implantação Assistida de Programas de Avaliação da Conformidade 1º Simpósio sobre Implantação Assistida de Programas de Avaliação da Conformidade Painel Parcerias A importância das parcerias entre instituições na implantação de normas e regulamentos Rio de Janeiro,

Leia mais

LMA, Solução em Sistemas

LMA, Solução em Sistemas LMA, Solução em Sistemas Ao longo dos anos os sistemas para gestão empresarial se tornaram fundamentais, e por meio dessa ferramenta as empresas aperfeiçoam os processos e os integram para uma gestão mais

Leia mais

Apoio à Inovação. Junho de 2013

Apoio à Inovação. Junho de 2013 Apoio à Inovação Junho de 2013 Inovação: Conceito (...) implementação de um produto (bem ou serviço) novo ou significativamente aprimorado, ou um processo, ou um novo método de marketing, ou um novo método

Leia mais

MPS.BR Melhoria de Processo do Software Brasileiro

MPS.BR Melhoria de Processo do Software Brasileiro l MPS.BR Melhoria de Processo do Software Brasileiro SUMÁRIO 1. Introdução 2. Modelo MPS 3. Programa MPS.BR: Resultados Alcançados (2004-2008) e Resultados Esperados (2004-2010) 4. MPS.BR Lições Aprendidas

Leia mais

CAPTAÇÃO DE RECURSOS PARA. Márlon Alberto Bentlin Santa Cruz do Sul RS 04 de agosto de 2014

CAPTAÇÃO DE RECURSOS PARA. Márlon Alberto Bentlin Santa Cruz do Sul RS 04 de agosto de 2014 CAPTAÇÃO DE RECURSOS PARA INVESTIMENTOS EMPRESARIAIS Márlon Alberto Bentlin Santa Cruz do Sul RS 04 de agosto de 2014 Márlon Alberto Be INVESTIMENTO NA ATIVIDADE EMPRESARIAL? Márlon Alberto Be INVESTIMENTO

Leia mais

Calendário de Concursos

Calendário de Concursos Calendário de Concursos Resumo dos Principais Programas Investigação e Desenvolvimento Tecnológico Inovação Empresarial Qualificação e Internacionalização PME s Promoção da Eficiência Energética e da Utilização

Leia mais

Domínio Competitividade e Internacionalização. Sistemas de incentivos às empresas

Domínio Competitividade e Internacionalização. Sistemas de incentivos às empresas Sistemas de incentivos às empresas ACIBTM/In.Cubo 6 de julho 2015 P. O. financiadores Domínio Competitividade e OBJETIVO: Criação de riqueza e de emprego através da melhoria da competitividade das empresas

Leia mais

Expansão do Programa MPS.BR - Melhoria de Processo do Software Brasileiro (2012-2015)

Expansão do Programa MPS.BR - Melhoria de Processo do Software Brasileiro (2012-2015) Expansão do Programa MPS.BR - Melhoria de Processo do Software Brasileiro (2012-2015) Projeto 2.04 do PBQP Software Ciclo 2012 1. Introdução 2. Dados do Projeto 3. Resultados Propostos 4. Produtos Esperados

Leia mais

Avaliação de Riscos Aplicada à Qualidade em Desenvolvimento de Software

Avaliação de Riscos Aplicada à Qualidade em Desenvolvimento de Software Rafael Espinha, Msc rafael.espinha@primeup.com.br +55 21 9470-9289 Maiores informações: http://www.primeup.com.br riskmanager@primeup.com.br +55 21 2512-6005 Avaliação de Riscos Aplicada à Qualidade em

Leia mais

BDMG. Linhas de financiamento para INOVAÇÃO

BDMG. Linhas de financiamento para INOVAÇÃO BDMG Linhas de financiamento para INOVAÇÃO Setembro/2015 Portfólio BDMG em Inovação Participação em fundos de investimento BDMG TEC Estruturação de parques tecnológicos Financiamentos a projetos inovadores

Leia mais

RHIND Group. Rhind Group. Nossa Equipe. Nosso objetivo

RHIND Group. Rhind Group. Nossa Equipe. Nosso objetivo Rhind Group É uma empresa estruturada para prover soluções em consultoria e assessoria empresarial aos seus clientes e parceiros de negócios. Com larga experiência no mercado, a Rhind Group tem uma trajetória

Leia mais

Desenvolvimento de construtoras e empreiteiros

Desenvolvimento de construtoras e empreiteiros Desenvolvimento de construtoras e empreiteiros Renato Regazzi Impacto do crescimento da construção Números em 2010 R$ 152,4 bilhões PIB do setor 2010 Emprego formal 2,8 milhões de trabalhadores no estoque

Leia mais

Fundos para a Internacionalização

Fundos para a Internacionalização Fundos para a Internacionalização Fundos de apoio às empresas O que são? São sistemas de incentivos vocacionados para o apoio às empresas, financiados por fundos comunitários e/ou nacionais. 2 Fundos de

Leia mais

Visão Geral da Certificação CERTICS

Visão Geral da Certificação CERTICS Projeto 0113009300 - Implementação da CERTICS - Certificação de Tecnologia Nacional de Software IX Workshop Anual do MPS WAMPS 2013 Visão Geral da Certificação CERTICS Palestrante: Adalberto Nobiato Crespo

Leia mais

Kayrós Consultoria. Soluções em EHS. Este é o tempo certo para investir em Segurança! kayrosehs@hotmail.com.br

Kayrós Consultoria. Soluções em EHS. Este é o tempo certo para investir em Segurança! kayrosehs@hotmail.com.br Soluções em EHS Soluções em EHS - Apresentação A Kayrós Consultoria atua nas áreas de Meio Ambiente, Saúde e Segurança do Trabalho trazendo soluções para micro, pequenas e médias empresas em toda a Baixada

Leia mais

O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO

O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO Competividade Perenidade Sobrevivência Evolução Orienta na implantação e no desenvolvimento de seu negócio de forma estratégica e inovadora. O que são palestras

Leia mais

ATENÇÃO: Há uma listagem para Pessoa Jurídica, outra para Profissionais Indicados e outra para Profissionais Autônomos.

ATENÇÃO: Há uma listagem para Pessoa Jurídica, outra para Profissionais Indicados e outra para Profissionais Autônomos. SEBRAE NA Edital de Credenciamento 02/2010 ERRATA 01 Comunicado 05 Credenciamento para Prestação de Serviços de e ETAPA 2 HABILITAÇÃO PESSOA JURÍDICA Publicado em 24/10/2012 ATENÇÃO: Há uma listagem para

Leia mais

SELO ALIMENTOS DO PARANÁ INFORMAÇÕES GERAIS

SELO ALIMENTOS DO PARANÁ INFORMAÇÕES GERAIS SELO ALIMENTOS DO PARANÁ INFORMAÇÕES GERAIS Curitiba, 18 de março de 2015. 1 SELO ALIMENTOS DO PARANÁ INFORMAÇÕES GERAIS Sumário APRESENTAÇÃO... 3 JUSTIFICATIVAS E BENEFÍCIOS... 3 COMO OBTER O SELO...

Leia mais

RELAÇÃO DE CREDENCIADAS E SOLUÇÕES HABILITADAS

RELAÇÃO DE CREDENCIADAS E SOLUÇÕES HABILITADAS CREDENCIADA E-MAIL TEMÁTICA ESTADO SITUAÇÃO A3 CONSULTORIA E PROJETOS DE ENGENHARIA LTDA ABJ SERVIÇOS E CONSULTORIA LTDA patricia@a3ambiental.com.br ksevaristo@assiagro.com.br Gestão de Resíduos Líquidos

Leia mais

Tabelas anexas Capítulo 7

Tabelas anexas Capítulo 7 Tabelas anexas Capítulo 7 Tabela anexa 7.1 Indicadores selecionados de inovação tecnológica, segundo setores das indústrias extrativa e de transformação e setores de serviços selecionados e Estado de São

Leia mais

Segmento Industrial. Alimentos e bebidas; Automação industrial e eletroeletrônica; Automotiva; Biotecnologia; Construção civil;

Segmento Industrial. Alimentos e bebidas; Automação industrial e eletroeletrônica; Automotiva; Biotecnologia; Construção civil; IST Londrina Segmento Industrial O IST Londrina deverá apresentar alta performance no segmento de TIC (tecnologia da informação e comunicação), no entanto, tem característica multi setorial, contemplando

Leia mais

PRODUTEC INTEGRAÇÃO INTELIGENTE

PRODUTEC INTEGRAÇÃO INTELIGENTE PRODUTEC INTEGRAÇÃO INTELIGENTE Com duas décadas e meia no mercado, a garantia de excelência e segurança são marcas registradas dos produtos e serviços Produtec. Direcionados à gestão empresarial, as soluções

Leia mais

.Desenvolvimento de Sistemas

.Desenvolvimento de Sistemas .Quem Somos A BS é uma empresa brasileira e referência em soluções inovadoras, flexíveis e customizadas em tecnologia da informação, consultoria e outsourcing. A BS oferece soluções inteligentes proporcionando

Leia mais

Convênio Petrobras & Sebrae

Convênio Petrobras & Sebrae Inserção competitiva e sustentável das micro e pequenas empresas na cadeia produtiva do petróleo, gás e energia. PROMINP (Programa de Mobilização da Industria de Petróleo e Gás Natural) Projeto Ind P&

Leia mais

Implantação do Processo Aquisição na Synapsis Brasil. Carlos Simões Ana Regina Rocha Gleison Santos

Implantação do Processo Aquisição na Synapsis Brasil. Carlos Simões Ana Regina Rocha Gleison Santos Implantação do Processo Aquisição na Synapsis Brasil Carlos Simões Ana Regina Rocha Gleison Santos Data: 20/10/2009 Agenda Empresa Problema Alternativas Implementação Forma de contratação Processo Aquisição

Leia mais

Qualificação Profissional por Certificação Internacional Análise de Processo CMM Nível 2 na IVIA

Qualificação Profissional por Certificação Internacional Análise de Processo CMM Nível 2 na IVIA Qualificação Profissional por Certificação Internacional Análise de Processo CMM Nível 2 na IVIA Setembro de 2005 Edgy Paiva Diretor de Projetos edgy.paiva@ivia.com.br Tel: (85) 3264 47 47 Apresentação

Leia mais

RELAÇÃO DE CREDENCIADAS E SOLUÇÕES HABILITADAS

RELAÇÃO DE CREDENCIADAS E SOLUÇÕES HABILITADAS CREDENCIADA E-MAIL TEMÁTICA ESTADO SITUAÇÃO A3 CONSULTORIA E PROJETOS DE ENGENHARIA LTDA ABJ SERVIÇOS E CONSULTORIA LTDA patricia@a3ambiental.com.br ksevaristo@assiagro.com.br Gestão de Resíduos Líquidos

Leia mais

APOSTILAS: NORMAS; ABNT NBR ISO; MPS BR

APOSTILAS: NORMAS; ABNT NBR ISO; MPS BR APOSTILAS: NORMAS; ABNT NBR ISO; MPS BR Fonte: http://www.softex.br/mpsbr/_home/default.asp Apostilas disponíveis no site 1 NORMAS: NBR ISO NBR ISO/IEC CMM SPICE Continuação... 2 NORMAS VISÃO GERAL NBR

Leia mais

BRDE INOVA. Joaçaba, 12 de maio de 2014. Apresentador: Paulo César Antoniollo

BRDE INOVA. Joaçaba, 12 de maio de 2014. Apresentador: Paulo César Antoniollo BRDE INOVA Joaçaba, 12 de maio de 2014 Apresentador: Paulo César Antoniollo Contextualização Primeiro Agente Financeiro do País credenciado junto ao BNDES Primeiro Agente Financeiro do País credenciado

Leia mais

O que pode ser financiado?

O que pode ser financiado? BNDES Automático Projetos de Investimento BNDES Automático Obras civis, montagem e instalações Móveis e Utensílios Estudos e projetos de engenharia associados ao investimento Pesquisa, Desenvolvimento

Leia mais

REUNIÃO - Projeto NAGI

REUNIÃO - Projeto NAGI SERVIÇOS TECNOLÓGICOS REUNIÃO - Projeto NAGI Promover a educação profissional e tecnológica, a inovação e a transferência de tecnologias industriais, contribuindo para elevar a competitividade da Indústria

Leia mais

Soluções em Tecnologia da Informação

Soluções em Tecnologia da Informação Soluções em Tecnologia da Informação Curitiba Paraná Salvador Bahia A DTS Sistemas é uma empresa familiar de Tecnologia da Informação, fundada em 1995, especializada no desenvolvimento de soluções empresariais.

Leia mais

Projeto mps Br melhoria de processo do software Brasileiro

Projeto mps Br melhoria de processo do software Brasileiro Projeto mps Br melhoria de processo do software Brasileiro SUMÁRIO. Introdução 2. Projeto mps Br 3. Modelo MR mps 4. Conclusão Project: Bspi Brazilian software process improvement Comparação da Maturidade

Leia mais

ASSESSORIA AO CRÉDITO E INOVAÇÃO Incentivando o Desenvolvimento Mineiro. Departamento de Economia Posto de Informações do BNDES Posto Avançado do BDMG

ASSESSORIA AO CRÉDITO E INOVAÇÃO Incentivando o Desenvolvimento Mineiro. Departamento de Economia Posto de Informações do BNDES Posto Avançado do BDMG ASSESSORIA AO CRÉDITO E INOVAÇÃO Incentivando o Desenvolvimento Mineiro Departamento de Economia Posto de Informações do BNDES Posto Avançado do BDMG www.bndes.gov.br LINHAS DE CRÉDITO BNDES Automático

Leia mais

Formulário de Apresentação de Proposta - TECNOVA PB

Formulário de Apresentação de Proposta - TECNOVA PB Formulário de Apresentação de Proposta - TECNOVA PB Secretaria de Recursos Hídricos, Meio Ambiente, Ciência e Tecnologia - SERHMACT Fundação de Apoio à Pesquisa - FAPESQ Setembro/Outubro de 2013 TECNOVA

Leia mais

MPS.BR Melhoria de Processo do Software Brasileiro

MPS.BR Melhoria de Processo do Software Brasileiro Melhoria de Processo do Software Brasileiro (MPS.BR) SUMÁRIO 1. Introdução 2. Implantação do Programa MPS.BR: 2004 2007 3. Consolidação do Programa MPS.BR: 20082010 4. Conclusão Kival Weber Coordenador

Leia mais

Corporativo. Transformar dados em informações claras e objetivas que. Star Soft. www.starsoft.com.br

Corporativo. Transformar dados em informações claras e objetivas que. Star Soft. www.starsoft.com.br Corporativo Transformar dados em informações claras e objetivas que possibilitem às empresas tomarem decisões em direção ao sucesso. Com essa filosofia a Star Soft Indústria de Software e Soluções vem

Leia mais

Teleconferência de resultados

Teleconferência de resultados Teleconferência de resultados 2 Aviso importante Este material foi preparado pela Linx S.A. ( Linx ou Companhia ) e pode incluir declarações que representem expectativas sobre eventos ou resultados futuros.

Leia mais

Gerência de Projetos de Software Modelos de gerência. CMM: Capability Maturity Model ITIL: Information Technology Infrastructure Library MPS BR

Gerência de Projetos de Software Modelos de gerência. CMM: Capability Maturity Model ITIL: Information Technology Infrastructure Library MPS BR Modelos de gerência CMM: Capability Maturity Model ITIL: Information Technology Infrastructure Library MPS BR Modelo de maturidade: CMM CMM (Capability Maturity Model) é um modelo subdividido em 5 estágios

Leia mais

O Programa. O escopo do Programa é trabalhar, junto a esses negócios, a temática da inovação, desde sua desmistificação até a sua sistematização;

O Programa. O escopo do Programa é trabalhar, junto a esses negócios, a temática da inovação, desde sua desmistificação até a sua sistematização; O Programa Programa de âmbito nacional criado pelo SEBRAE para atuar junto aos pequenos negócios, os orientando, acompanhando e criando fidelização pelo relacionamento; O trabalho é realizado através do

Leia mais

Missão Institucional da REMEQ-PB Promover a difusão de conhecimentos científicos e tecnológicos nas áreas de metrologia e qualidade, apoiando o desenvolvimento de pessoal e de infra-estrutura laboratorial,

Leia mais

SGi. SOLUÇÃO GESTÃO INTELIGENTE

SGi. SOLUÇÃO GESTÃO INTELIGENTE RELAÇÃO DE TREINAMENTOS 2015 www.sginteligente.com.br TREINAMENTOS PARA SUA EMPRESA - 2º SEMESTRE DE 2015 1 QUALIDADE Empresas e Profissionais interessados na ISO 9001 1.1 Interpretação da Norma ISO 9001:2008

Leia mais

Desenvolvimento de Empresas de TI pela ISO 29.110

Desenvolvimento de Empresas de TI pela ISO 29.110 Desenvolvimento de Empresas de TI pela ISO 29.110 O que é a ISO 29.110? É um programa para a melhoria dos processos das empresas de TI, levando em consideração; Análise dos requisitos dos clientes; Gerenciamento

Leia mais

MPS.BR Melhoria de Processo do Software Brasileiro

MPS.BR Melhoria de Processo do Software Brasileiro MPS.BR Melhoria de Processo do Software Brasileiro SUMÁRIO: Introdução: Objetivo e Metas do MPS.BR (Propósito, Subprocessos e Resultados) Resultados Alcançados Dez2003 Set2006 Conclusão: MPS.BR Um Programa

Leia mais

Missão do Sebrae/PR. Promover a competitividade e o desenvolvimento sustentável dos pequenos negócios e fomentar o empreendedorismo

Missão do Sebrae/PR. Promover a competitividade e o desenvolvimento sustentável dos pequenos negócios e fomentar o empreendedorismo Missão do Sebrae/PR Promover a competitividade e o desenvolvimento sustentável dos pequenos negócios e fomentar o empreendedorismo COMPETITIVIDADE e DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL Para sobreviver no mercado,

Leia mais

IMPLANTAÇÃO DA METODOLOGIA BALANCED SCORECARD NAS EMPRESAS INCUBADAS NO

IMPLANTAÇÃO DA METODOLOGIA BALANCED SCORECARD NAS EMPRESAS INCUBADAS NO IMPLANTAÇÃO DA METODOLOGIA BALANCED SCORECARD NAS EMPRESAS INCUBADAS NO MIDILAGES Autores: Msc. Angelo Augusto Frozza Msc. Carlos Eduardo de Liz Gr. Rafael Magnabosco Campo Grande, setembro 2010 Este artigo

Leia mais

Apoio à Inovação. Desenvolve SP 11 de novembro de 2014

Apoio à Inovação. Desenvolve SP 11 de novembro de 2014 Apoio à Inovação Desenvolve SP 11 de novembro de 2014 Quem somos Fundado em 20 de Junho de 1952 Empresa pública de propriedade integral da União Principal fonte de crédito de longo prazo para investimento

Leia mais

PRODUTOS RIOSOFT COM SUBSÍDIO SEBRAEtec

PRODUTOS RIOSOFT COM SUBSÍDIO SEBRAEtec PRODUTOS RIOSOFT COM SUBSÍDIO SEBRAEtec ÁREA DE NORMAS, QUALIDADE E PROCESSOS. I - NORMA ISO/IEC 29110 Micro e Pequenas Empresas focadas no desenvolvimento de software. 2) Ambiente É possível constatar,

Leia mais

19 a 21 de junho de 2012. Mostra de Oportunidades de Negócios. Clube Filadélfia Rua Israel Pinheiro, 1315 Bairro São Pedro Governador Valadares

19 a 21 de junho de 2012. Mostra de Oportunidades de Negócios. Clube Filadélfia Rua Israel Pinheiro, 1315 Bairro São Pedro Governador Valadares 19 a 21 de junho de 2012 Clube Filadélfia Rua Israel Pinheiro, 1315 Bairro São Pedro Governador Valadares Mostra de Oportunidades de Negócios Visite os estandes e conheça a exposição de produtos e serviços

Leia mais

Roteiro de Desenvolvimento de Produtos Cosméticos

Roteiro de Desenvolvimento de Produtos Cosméticos Roteiro de Desenvolvimento de Produtos Cosméticos Etapas de Desenvolvimento de Produtos Cosméticos SEGMENTO COSMÉTICO SEGMENTO COSMÉTICO Características Dinâmico Crescimento constante Necessidade de lançamentos

Leia mais

OUTUBRO 2015 PROJETO

OUTUBRO 2015 PROJETO PROJETO 1. ENQUADRAMENTO A Associação Industrial Portuguesa consciente da fase de transição dos referenciais de Qualidade e da necessidade das PME iniciarem ou consolidarem os seus processos de Investigação,

Leia mais

Sistema de Incentivos

Sistema de Incentivos Sistema de Incentivos Qualificação e Internacionalização de PME amrconsult 13 de Maio de 2010 1 Agenda 1 Enquadramento 2 Condições de elegibilidade 3 Despesas elegíveis 4 Incentivo 2 1 Enquadramento 3

Leia mais

Palestrante: Aislan Baer

Palestrante: Aislan Baer Palestrante: Aislan Baer Diretor proprietário da ProjetoPack & Associados: consultoria, treinamento, cursos e gestão do capital humano à indústria gráfica e convertedora (embalagens flexíveis e rótulos);

Leia mais

Manual do Empresário sobre Redução de Desperdícios em Micro e Pequenas Empresas

Manual do Empresário sobre Redução de Desperdícios em Micro e Pequenas Empresas Manual do Empresário sobre Redução de Desperdícios em Micro e Pequenas Empresas Metodologia Sebrae 5 Menos que São Mais - Redução de Desperdício SEBRAE/DF - Brasília/DF, 2003 1 INTRODUÇÃO Este Trabalho

Leia mais

Década de 80, o Instituto de Engenharia de Software (SEI) foi criado.

Década de 80, o Instituto de Engenharia de Software (SEI) foi criado. Aécio Costa CMM Década de 80, o Instituto de Engenharia de Software (SEI) foi criado. Objetivos Fornecer software de qualidade para o Departamento de Defesa dos EUA Aumentar a capacitação da indústria

Leia mais