CAGED REGISTRA A CRIAÇÃO DE VAGAS NO MÊS DE JUNHO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CAGED REGISTRA A CRIAÇÃO DE 2.999 VAGAS NO MÊS DE JUNHO"

Transcrição

1 Informativo Caged nº 07/ /07/2011 CAGED REGISTRA A CRIAÇÃO DE VAGAS NO MÊS DE JUNHO No primeiro semestre foram criados postos de trabalho em Santa Catarina Em junho, o emprego com carteira assinada cresceu 0,17% em Santa Catarina, com a criação de novas vagas formais de trabalho, conforme os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) 1. De acordo com a série histórica do Caged, esse resultado mensal foi 50,8% inferior ao verificado no mesmo mês do ano passado, quando houve a geração de postos (gráfico 1). Nessa comparação, o ritmo de crescimento das contratações no mês em questão parece consolidar uma tendência de desaceleração na atividade econômica que vem se manifestando desde março. GRÁFICO 1 Saldo líquido em junho: O Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), criado pela Lei nº 4.923/65, é um registro administrativo que acompanha e fiscaliza o processo de admissão e dispensa (demissão, aposentadoria, morte) de trabalhadores regidos pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) em todo o país. As empresas encaminham os dados mensalmente, via internet, ao Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). As informações se referem aos municípios e às atividades econômicas e não incluem os servidores públicos estatutários, nem os empregados domésticos. 1

2 Com o resultado de junho, o Estado fecha o primeiro semestre de 2011 com um saldo líquido 2 de novas contratações no mercado formal de trabalho o que corresponde a um crescimento de 3,15% 3. Embora este ainda seja o terceiro melhor resultado para o período desde o início da série histórica (gráfico 2), representou uma queda de quase 18% em relação ao saldo líquido verificado em igual período do ano anterior, quando foram criados vagas 4. GRÁFICO 2 Saldo líquido acumulado no primeiro semestre: 2000 a 2011 Nos últimos 12 meses completados em junho, o estoque de empregos formais elevou-se em 5,26%, representando o incremento de postos de trabalho, situando-se 15,7% abaixo do saldo líquido de igual período do ano passado ( ), embora ainda seja o terceiro melhor resultado para o período. Os dados foram divulgados nesta terça-feira pelo Sine/SC Sistema Nacional de Emprego, vinculado a Secretaria de Estado da Assistência Social, Trabalho e Habitação. 2 O saldo líquido corresponde à diferença entre o total de contratações e o total de desligamentos em um dado período. 3 Este percentual é a variação relativa do saldo líquido (54.386) sobre o estoque total de empregos no início do período considerado ( empregos em 01/01/2011). 4 Para manter a comparabilidade com os anos anteriores, o saldo líquido de emprego neste texto não incorpora as declarações que chegaram fora do prazo e nem os acertos. Entretanto, nas tabelas 2 e 3 da última página, estas declarações foram contabilizadas. 2

3 GRÁFICO 3 Saldo líquido acumulado nos doze meses completados em junho: 2000 a 2011 Setores da economia Os setores de atividade econômica que, em números absolutos, apresentaram o melhor desempenho em junho foram o setor de Serviços com a abertura de vagas e o Comércio com A Agropecuária (-460 postos de trabalho), Indústria de Transformação (-114 vagas) e Serviços Industriais de Utilidade Pública (-24 vagas) foram os setores de atividade econômica nos quais os desligamentos superaram as contratações. Quando comparado com o mês de junho do ano passado, a Indústria de Transformação foi a atividade econômica que apresentou o pior desempenho. Em junho de 2010 possibilitou a geração de vagas, enquanto no mês em questão respondeu pela desativação de 114 empregos. Entre os ramos industriais, a Indústria Têxtil e Vestuário (-982), a Indústria da Borracha e Fumo (-174) e a Indústria da Madeira e Mobiliário (-153) foram os que apresentaram os piores desempenhos. O baixo desempenho do emprego no setor Agrícola (-460 postos ou -1,05%) foi decorrente de fatores sazonais relacionados às atividades da fruticultura e da fumicultura. A análise comparativa dos diversos setores de atividade econômica no primeiro semestre dos dois últimos anos nos mostra que a Indústria de Transformação também foi a atividade econômica que apresentou o maior déficit no saldo de emprego. Foram criados apenas empregos nos primeiros seis meses de 2011 contra nos primeiros seis meses do ano passado. Os dados do Caged até junho confirmam que mercado de trabalho catarinense atravessa um processo de desaceleração. Este desaquecimento é puxado especialmente pela Indústria de 3

4 Transformação que, embora seja o setor que em termos absolutos mais gerou empregos no ano, vem perdendo força a cada mês. A análise setorial nos últimos doze meses aponta a Construção Civil como a atividade econômica que mais se sobressaiu. Com a geração de postos de trabalho, registrou um crescimento de 10,65% no período. Municípios - O ranking dos municípios com maior saldo de empregos formais no mês passado foi liderado por Joinville (+805), seguido de São José (+588) e Florianópolis (+389). Em Joinville o destaque foi a Indústria de Transformação que respondeu pela geração de 256 empregos, seguido da Construção Civil, com 216 vagas. Em São José, o Comércio (+298) e o setor de Serviços (+170) apresentaram os melhores resultados. Em Florianópolis, os destaques foram o setor de Serviços (+364) e a Construção Civil (+ 127). Os três municípios que mais desativaram vagas formais em junho foram: Caçador (-413 empregos), Palhoça (-242 empregos) e Lages (-195 empregos). Em Caçador, a Construção Civil respondeu pela desativação de 330 vagas e a Agropecuária, por 104. Em Palhoça o setor de Serviços (-333 vagas) se destacou pela baixa performance do emprego no município. Em Lages, a Indústria de Transformação, com o fechamento de (-118 vagas) comprometeu o desempenho do emprego no município. TABELA 1 Mês: junho de 2011 EXTRATIVA MINERAL ,74 IND. TRANSFORMAÇÃO ,02 SERV. IND. UTIL. PÚBL ,14 CONSTRUÇÃO CIVIL ,60 COMÉRCIO ,34 SERVIÇOS ,25 ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA ,15 AGROPECUÁRIA ,05 TOTAL ,17 4

5 TABELA 2 Período: Primeiro semestre de 2011 EXTRATIVA MINERAL ,22 IND. TRANSFORMAÇÃO ,54 SERV. IND. UTIL. PÚBL ,08 CONSTRUÇÃO CIVIL ,65 COMÉRCIO ,17 SERVIÇOS ,21 ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA ,31 AGROPECUÁRIA ,84 TOTAL ,33 * Valores ajustados - Inclui as declarações que chegaram fora do prazo e os acertos TABELA 3 PERÍODO: Doze meses (julho de 2010 a junho de 2011) EXTRATIVA MINERAL ,82 IND. TRANSFORMAÇÃO ,68 SERV. IND. UTIL. PÚBL ,15 CONSTRUÇÃO CIVIL ,23 COMÉRCIO ,07 SERVIÇOS ,28 ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA ,91 AGROPECUÁRIA ,03 TOTAL ,72 * Valores ajustados - Inclui as declarações que chegaram fora do prazo e os acertos Elaboração: Osnildo Vieira Filho Apoio: Leandro dos Santos Fonte: Sine/SC - MTE Caged 5

Informativo Mensal de Emprego

Informativo Mensal de Emprego Informação e Análise do Mercado de Trabalho SECRETARIA DE ESTADO DA ASSISTÊNCIA SOCIAL, TRABALHO E HABITAÇÃO SST DIRETORIA DE TRABALHO E EMPREGO SETOR DE INFORMAÇÃO E ANÁLISE DO MERCADO DE TRABALHO Informativo

Leia mais

Informativo Mensal de Emprego CAGED nº 08/2012 1 16/08/2012

Informativo Mensal de Emprego CAGED nº 08/2012 1 16/08/2012 Informação e Análise do Mercado de Trabalho Informativo Mensal de Emprego CAGED nº 08/2012 1 16/08/2012 EM SANTA CATARINA SÃO CRIADAS 3.227 VAGAS DE EMPREGO EM JULHO Com isso se interrompe a trajetória

Leia mais

ANÁLISE CONJUNTURAL DA MULHER NO MERCADO DE TRABALHO CATARINENSE: 2012-2013

ANÁLISE CONJUNTURAL DA MULHER NO MERCADO DE TRABALHO CATARINENSE: 2012-2013 GOVERNO DO ESTADO DE SANTA CATARINA SECRETARIA DE ESTADO DA ASSISTÊNCIA SOCIAL, TRABALHO E HABITAÇÃO SST DIRETORIA DE TRABALHO E EMPREGO DITE COORDENAÇÃO ESTADUAL DO SISTEMA NACIONAL DE EMPREGO SINE SETOR

Leia mais

Saldo de Empregos Celetistas Cearense - Fevereiro de 2014

Saldo de Empregos Celetistas Cearense - Fevereiro de 2014 Enfoque Econômico é uma publicação do IPECE que tem por objetivo fornecer informações de forma imediata sobre políticas econômicas, estudos e pesquisas de interesse da população cearense. Por esse instrumento

Leia mais

BOLETIM DO EMPREGO EM UBERLÂNDIA. Ano 3 Nº 7 Maio/2014

BOLETIM DO EMPREGO EM UBERLÂNDIA. Ano 3 Nº 7 Maio/2014 BOLETIM DO EMPREGO EM UBERLÂNDIA Ano 3 Nº 7 Maio/2014 Apresentação O Boletim do Emprego em Uberlândia, elaborado pelo Centro de Estudos, Pesquisas e Projetos Econômico-sociais (CEPES) do Instituto de Economia

Leia mais

EVOLUÇÃO DO EMPREGO POR SUBSETORES DE ATIVIDADES ECONÔMICAS ESPÍRITO SANTO - SALDO DE EMPREGOS

EVOLUÇÃO DO EMPREGO POR SUBSETORES DE ATIVIDADES ECONÔMICAS ESPÍRITO SANTO - SALDO DE EMPREGOS EVOLUÇÃO DO EMPREGO POR SUBSETORES DE ATIVIDADES ECONÔMICAS ESPÍRITO SANTO - SALDO DE EMPREGOS O Ministério do Trabalho e Emprego divulgou o saldo de empregos dos principais setores da economia, através

Leia mais

Emprego Industrial Março de 2015

Emprego Industrial Março de 2015 Emprego Industrial Março de 2015 SUMÁRIO EXECUTIVO No mês de março de 2015, o saldo de empregos em Santa Catarina cresceu em relação ao estoque de fevereiro (3.948 postos e variação de 0,2%). A indústria

Leia mais

Saldo positivo no mercado de trabalho em maio de 2013 Sete Lagoas gerou 474 vagas líquidas no ano. Adriana Noce 1 Karina Moura 2 Economistas

Saldo positivo no mercado de trabalho em maio de 2013 Sete Lagoas gerou 474 vagas líquidas no ano. Adriana Noce 1 Karina Moura 2 Economistas Saldo positivo no mercado de trabalho em maio de 2013 Sete Lagoas gerou 474 vagas líquidas no ano Adriana Noce 1 Karina Moura 2 Economistas O Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério

Leia mais

GERAÇÃO DE EMPREGOS FORMAIS - JULHO/2015 1. Geração de Empregos no Brasil - Mercado de Trabalho Segue Demitindo

GERAÇÃO DE EMPREGOS FORMAIS - JULHO/2015 1. Geração de Empregos no Brasil - Mercado de Trabalho Segue Demitindo GERAÇÃO DE EMPREGOS FORMAIS - JULHO/215 1. Geração de Empregos no Brasil - Mercado de Trabalho Segue Demitindo O Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) divulgou os dados do Cadastro Geral de Empregados

Leia mais

País volta a gerar vagas em novembro

País volta a gerar vagas em novembro COMÉRCIO SE DESTACA ENTRE SETORES NO MÊS DE NOVEMBRO EM SETE LAGOAS Karina Moura Economista O Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego, registrou criação

Leia mais

Participação de mulheres no mercado formal de trabalho em Diadema cresce, mas homens ainda são maioria.

Participação de mulheres no mercado formal de trabalho em Diadema cresce, mas homens ainda são maioria. BOLETIM DO OBSERVATÓRIO ECONÔMICO Agosto 2013 Nº1 População Economicamente Ativa representa 52,9% da população total em Diadema. A população de Diadema, conforme o Censo IBGE 2010, era de 386.089 habitantes.

Leia mais

INFORME CONJUNTURAL. Comportamento do Emprego - Ano de 2014 - Brasil. Subseção Dieese Força Sindical. Elaboração: 23/01/15

INFORME CONJUNTURAL. Comportamento do Emprego - Ano de 2014 - Brasil. Subseção Dieese Força Sindical. Elaboração: 23/01/15 INFORME CONJUNTURAL Comportamento do Emprego - Ano de 2014 - Brasil Subseção Dieese Força Sindical Elaboração: 23/01/15 Segundo dados divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged),

Leia mais

Notas sobre a divulgação do CAGED (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) JUNHO/2010

Notas sobre a divulgação do CAGED (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) JUNHO/2010 Notas sobre a divulgação do CAGED (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) JUNHO/2010 Dados divulgados pelo Ministério do Trabalho e Emprego para junho de 2010 confirmam a recuperação do emprego

Leia mais

Informativo Mensal de Emprego nº 06/2014

Informativo Mensal de Emprego nº 06/2014 SECRETARIA DE ESTADO DA ASSISTÊNCIA SOCIAL, TRABALHO E HABITAÇÃO SST DIRETORIA DE TRABALHO E EMPREGO SETOR DE INFORMAÇÃO E ANÁLISE DO MERCADO DE TRABALHO Informativo Mensal de Emprego nº 06/2014 Mês de

Leia mais

INFORME CONJUNTURAL. Comportamento do Emprego Fevereiro de 2015 - Brasil. Subseção Dieese Força Sindical. Elaboração: 19/03/2015

INFORME CONJUNTURAL. Comportamento do Emprego Fevereiro de 2015 - Brasil. Subseção Dieese Força Sindical. Elaboração: 19/03/2015 INFORME CONJUNTURAL Comportamento do Emprego Fevereiro de 2015 - Brasil Subseção Dieese Força Sindical Elaboração: 19/03/2015 Segundo dados divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados

Leia mais

INFORME CONJUNTURAL. Comportamento do Emprego 1º semestre de 2015 - Brasil. Dieese. Subseção Força Sindical. Elaboração: 21/07/2015

INFORME CONJUNTURAL. Comportamento do Emprego 1º semestre de 2015 - Brasil. Dieese. Subseção Força Sindical. Elaboração: 21/07/2015 INFORME CONJUNTURAL Comportamento do Emprego 1º semestre de 2015 - Brasil Dieese. Subseção Força Sindical Elaboração: 21/07/2015 De acordo com os dados divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados

Leia mais

Boletim n.º 29 Caged MS 10/2015

Boletim n.º 29 Caged MS 10/2015 Boletim n.º 29 Caged MS 10/2015 OBSERVATÓRIO DO MERCADO DE TRABALHO DE MATO GROSSO DO SUL 1 Reinaldo Azambuja Silva Governador de Mato Grosso do Sul Rosiane Modesto de Oliveira Secretária de Estado de

Leia mais

Em junho foram criados empregos formais em Santa Catarina

Em junho foram criados empregos formais em Santa Catarina Informativo Caged nº 07/2009 16/07/2009 Em junho foram criados 1.121 empregos formais em Santa Catarina No 1º semestre foram abertas 11,7 mil vagas e foi o pior resultado para o acumulado no primeiro semestre

Leia mais

GERAÇÃO DE EMPREGOS FORMAIS

GERAÇÃO DE EMPREGOS FORMAIS GERAÇÃO DE EMPREGOS FORMAIS no Estado do Rio de Janeiro FEVEREIRO DE 2014 BRASIL O saldo líquido de empregos formais em fevereiro deste ano foi de 260.823 em todo o país, segundo o Cadastro Geral de Empregados

Leia mais

Informativo Caged nº 03/2011 15/03/2011 Em fevereiro foram abertas 18.914 novas vagas em Santa Catarina

Informativo Caged nº 03/2011 15/03/2011 Em fevereiro foram abertas 18.914 novas vagas em Santa Catarina Informativo Caged nº 03/2011 15/03/2011 Em fevereiro foram abertas 18.914 novas vagas em Santa Catarina No primeiro bimestre foram criados 35.803 mil postos de trabalho no Estado A geração de empregos

Leia mais

Emprego Formal do Estado do Amazonas Novembro 2015

Emprego Formal do Estado do Amazonas Novembro 2015 GOVERNO DO ESTADO DO AMAZONAS Secretaria de Estado de Planejamento, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação - SEPLANCTI Emprego Formal do Estado do Amazonas Novembro 2015 MANAUS AMAZONAS 2015 GOVERNADOR

Leia mais

CAGED - Cadastro Geral de Empregados e Desempregados

CAGED - Cadastro Geral de Empregados e Desempregados CAGED - Cadastro Geral de Empregados e Desempregados julho/15 21 de agosto de 2015 Secretaria de Política Econômica CRIAÇÃO LÍQUIDA DE POSTOS DE TRABALHO (variação mensal absoluta do emprego*) Critério

Leia mais

BOLETIM DE CONJUNTURA INDUSTRIAL

BOLETIM DE CONJUNTURA INDUSTRIAL GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DO PLANEJAMENTO E GESTÃO (SEPLAG) Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (IPECE) BOLETIM DE CONJUNTURA INDUSTRIAL 3º TRIMESTRE DE 2011 Fortaleza-CE

Leia mais

SANTA CATARINA REGISTRA RECORDE NA CRIAÇÃO DE NOVAS VAGAS DE EMPREGO CELETISTAS PARA O MÊS DE MARÇO

SANTA CATARINA REGISTRA RECORDE NA CRIAÇÃO DE NOVAS VAGAS DE EMPREGO CELETISTAS PARA O MÊS DE MARÇO Informativo Caged nº 04/2012 16/04/2012 SANTA CATARINA REGISTRA RECORDE NA CRIAÇÃO DE NOVAS VAGAS DE EMPREGO CELETISTAS PARA O MÊS DE MARÇO Com a geração de quase dez mil vagas neste mês, o Estado obtém

Leia mais

Distinto ao apresentado para os demais setores no país, Agropecuária registra crescimento

Distinto ao apresentado para os demais setores no país, Agropecuária registra crescimento SETE LAGOAS DESTRÓI 656 VAGAS LÍQUIDAS EM JUNHO DE 2015 Cynara Quintão Karina Moura Economistas 1 O Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego, registrou

Leia mais

SANTA CATARINA REGISTRA O SEGUNDO MENOR SALDO DE EMPREGOS PARA O MÊS DE JUNHO DESDE 2002

SANTA CATARINA REGISTRA O SEGUNDO MENOR SALDO DE EMPREGOS PARA O MÊS DE JUNHO DESDE 2002 Informação e Análise do Mercado de Trabalho Informativo Mensal de Emprego CAGED nº 07/2012 1 23/07/2012 SANTA CATARINA REGISTRA O SEGUNDO MENOR SALDO DE EMPREGOS PARA O MÊS DE JUNHO DESDE 2002 Os dados

Leia mais

Santa Catarina gera novos empregos formais em setembro

Santa Catarina gera novos empregos formais em setembro 1996 1997 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 SINE/SC - SISTEMA NACIONAL DE EMPREGO Informativo Caged nº 10/2011 18/10/2011 Santa Catarina gera 10.297 novos empregos formais

Leia mais

PROPOSTAS PARA O COMBATE À ALTA ROTATIVIDADE DO MERCADO DE TRABALHO BRASILEIRO

PROPOSTAS PARA O COMBATE À ALTA ROTATIVIDADE DO MERCADO DE TRABALHO BRASILEIRO PROPOSTAS PARA O COMBATE À ALTA ROTATIVIDADE DO MERCADO DE TRABALHO BRASILEIRO 2 PROPOSTAS PARA O COMBATE À ALTA ROTATIVIDADE DO MERCADO DE TRABALHO BRASILEIRO Nos últimos anos, várias medidas adotadas

Leia mais

BOLETIM EMPREGO Setembro 2014

BOLETIM EMPREGO Setembro 2014 Introdução A seguir são apresentados os últimos resultados disponíveis sobre o emprego no Brasil, com foco no ramo Metalúrgico. Serão utilizadas as bases de dados oficiais, são elas: a RAIS (Relação Anual

Leia mais

Cesta Básica DIEESE/PROCON atinge o maior valor de sua história. Gráfico 1 Cesta Básica DIEESE/PROCON Valor Diário (EM URV/Real) 190,00 2º. Sem.

Cesta Básica DIEESE/PROCON atinge o maior valor de sua história. Gráfico 1 Cesta Básica DIEESE/PROCON Valor Diário (EM URV/Real) 190,00 2º. Sem. ANOTE Informativo Eletrônico do DIEESE Ano 4, N.º. 38 Maio de 2.003 1 CONJUNTURA Cesta Básica DIEESE/PROCON atinge o maior valor de sua história Calculada diariamente desde março de 1990, ou seja, a mais

Leia mais

Informativo Mensal de Emprego

Informativo Mensal de Emprego Informação e Análise do Mercado de Trabalho SECRETARIA DE ESTADO DA ASSISTÊNCIA SOCIAL, TRABALHO E HABITAÇÃO SST DIRETORIA DE TRABALHO E EMPREGO SETOR DE INFORMAÇÃO E ANÁLISE DO MERCADO DE TRABALHO Informativo

Leia mais

Mercado de Trabalho Formal do Recife

Mercado de Trabalho Formal do Recife Boletim Informativo Agosto 2011 Mercado de Trabalho Formal do Recife Secretaria de Ciência, Tecnologia e Desenvolvimento Econômico Em julho, foram gerados 140 mil postos de trabalho formais no Brasil Com

Leia mais

GERAÇÃO DE EMPREGOS FORMAIS

GERAÇÃO DE EMPREGOS FORMAIS GERAÇÃO DE EMPREGOS FORMAIS no Estado do Rio de Janeiro JULHO DE 2014 BRASIL O mês de julho de 2014 fechou com um saldo líquido positivo de 11.796 novos empregos em todo país, segundo dados do Cadastro

Leia mais

Conjuntura - Saúde Suplementar

Conjuntura - Saúde Suplementar Conjuntura - Saúde Suplementar 25º Edição - Abril de 2014 SUMÁRIO Conjuntura - Saúde Suplementar Apresentação 3 Seção Especial 5 Nível de Atividade 8 Emprego 9 Emprego direto em planos de saúde 10 Renda

Leia mais

Mercado de Trabalho Formal do Recife

Mercado de Trabalho Formal do Recife Boletim Informativo Novembro 2011 Mercado de Trabalho Formal do Recife Secretaria de Ciência, Tecnologia e Desenvolvimento Econômico Em outubro, foram gerados 126 mil postos de trabalho formais no Brasil

Leia mais

OBSERVATÓRIO DO TRABALHO. SECRETÁRIO DE ESTADO Rafael de Góes Brito. SECRETÁRIO ADJUNTO Lailson Ferreira Gomes

OBSERVATÓRIO DO TRABALHO. SECRETÁRIO DE ESTADO Rafael de Góes Brito. SECRETÁRIO ADJUNTO Lailson Ferreira Gomes ESTADO DE ALAGOAS SECRETARIA DO TRABALHO E EMPREGO Rua: Dr. Silvério Jorge, 368 Jaraguá - Maceió - AL - CEP 57022-110 Fone: (82) 3315-1872 - CNPJ: 03.589.899/0001-18 OBSERVATÓRIO DO TRABALHO SECRETÁRIO

Leia mais

INFORMATIVO MENSAL DE EMPREGO CAGED

INFORMATIVO MENSAL DE EMPREGO CAGED SECRETARIA DE ESTADO DA ASSISTÊNCIA SOCIAL, TRABALHO E HABITAÇÃO SST DIRETORIA DE TRABALHO E EMPREGO SINE/SC SETOR DE INFORMAÇÃO E ANÁLISE DO MERCADO DE TRABALHO INFORMATIVO MENSAL DE EMPREGO CAGED Nº

Leia mais

Informativo Mensal de Emprego CAGED. nº 10, outubro de 2012

Informativo Mensal de Emprego CAGED. nº 10, outubro de 2012 SECRETARIA DE ESTADO DA ASSISTÊNCIA SOCIAL, TRABALHO E HABITAÇÃO SST DIRETORIA DE TRABALHO E EMPREGO SETOR DE INFORMAÇÃO E ANÁLISE DO MERCADO DE TRABALHO Informativo Mensal de Emprego CAGED nº 10, outubro

Leia mais

Gráfico 1: Goiás - Saldo de empregos formais, 2000 a 2013

Gráfico 1: Goiás - Saldo de empregos formais, 2000 a 2013 O perfil do mercado de trabalho no estado de Goiás reflete atualmente as mudanças iniciadas principalmente no final da década de 1990, em que se destacam o fortalecimento do setor industrial e sua maior

Leia mais

Informativo Mensal de Emprego CAGED

Informativo Mensal de Emprego CAGED Informação e Análise do Mercado de Trabalho SECRETARIA DE ESTADO DA ASSISTÊNCIA SOCIAL, TRABALHO E HABITAÇÃO SST DIRETORIA DE TRABALHO E EMPREGO SETOR DE INFORMAÇÃO E ANÁLISE DO MERCADO DE TRABALHO Informativo

Leia mais

Informativo Mensal de Emprego CAGED. Nº 1, janeiro de 2013 Mês de referência: dezembro de 2012

Informativo Mensal de Emprego CAGED. Nº 1, janeiro de 2013 Mês de referência: dezembro de 2012 SECRETARIA DE ESTADO DA ASSISTÊNCIA SOCIAL, TRABALHO E HABITAÇÃO SST DIRETORIA DE TRABALHO E EMPREGO SETOR DE INFORMAÇÃO E ANÁLISE DO MERCADO DE TRABALHO Informativo Mensal de Emprego CAGED Nº 1, janeiro

Leia mais

Informativo Mensal de Emprego CAGED. nº 12, dezembro de 2012

Informativo Mensal de Emprego CAGED. nº 12, dezembro de 2012 SECRETARIA DE ESTADO DA ASSISTÊNCIA SOCIAL, TRABALHO E HABITAÇÃO SST DIRETORIA DE TRABALHO E EMPREGO SETOR DE INFORMAÇÃO E ANÁLISE DO MERCADO DE TRABALHO Informativo Mensal de Emprego CAGED nº 12, dezembro

Leia mais

Informativo Mensal de Emprego nº05/2014

Informativo Mensal de Emprego nº05/2014 Informação e Análise do Mercado de Trabalho SECRETARIA DE ESTADO DA ASSISTÊNCIA SOCIAL, TRABALHO E HABITAÇÃO SST DIRETORIA DE TRABALHO E EMPREGO DITE/SINE-SC SETOR DE INFORMAÇÃO E ANÁLISE DO MERCADO DE

Leia mais

Emprego Santander 2012 Síntese das movimentações. Elaboração: DIEESE

Emprego Santander 2012 Síntese das movimentações. Elaboração: DIEESE Emprego Santander 2012 Síntese das movimentações Fonte: Recibos do CAGED e dados fornecidos pelo Banco Santander Brasil, por determinação do Ministério Público do Trabalho 10ª Região Mediação nº 001129/2012

Leia mais

Análise do mercado de trabalho

Análise do mercado de trabalho Análise do mercado de trabalho 1 Introdução Esta análise tem como propósito a apresentação do desempenho do mercado de trabalho brasileiro no primeiro trimestre de 2010 com base, principalmente, nos indicadores

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O COINVALORES FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O COINVALORES FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O COINVALORES FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES CNPJ/MF: 01.601.389/0001-93 Informações referentes a Fevereiro de 2013 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais

Leia mais

13º salário deve injetar R$ 158 bilhões na economia

13º salário deve injetar R$ 158 bilhões na economia 1 São Paulo, 04 de novembro de 2014 13º salário deve injetar R$ 158 bilhões na economia NOTA À IMPRENSA Até dezembro de 2014, estima-se que deverão ser injetados na economia brasileira cerca de R$ 158

Leia mais

AGETRAB Agencia de Trabalho, Educação Profissional e Renda Julho- 2015

AGETRAB Agencia de Trabalho, Educação Profissional e Renda Julho- 2015 Análise Emprego Formal Macaé AGETRAB Agencia de Trabalho, Educação Profissional e Renda Julho- 2015 Os números do mês de agosto - Macaé De acordo com os dados do CAGED em agosto de 2015, foram suprimidos

Leia mais

Notas técnicas. 1. Introdução

Notas técnicas. 1. Introdução Notas técnicas 1. Introdução Para a montagem deste trabalho de acompanhamento da evolução mensal do comportamento da Cesta Básica Nacional e do emprego em Aracaju, conforme determina o contrato de prestação

Leia mais

Coeficiente de exportações líquidas da indústria de transformação cai abaixo de zero

Coeficiente de exportações líquidas da indústria de transformação cai abaixo de zero COEFICIENTES DE ABERTURA COMERCIAL Informativo da Confederação Nacional da Indústria Ano 3 Número 4 outubro/dezembro de 2013 www.cni.org.br Coeficiente de exportações líquidas da indústria de transformação

Leia mais

Informativo PIB Trimestral

Informativo PIB Trimestral Informativo PIB Trimestral v. 5 n. 1 jan.-mar. 2014 ISSN 2178-8367 Atividade econômica baiana cresce 2,0% no primeiro trimestre de 2014 O recente dado do Produto Interno Bruto a preços de mercado (PIBpm)

Leia mais

Promessa: Manter os salários dos trabalhadores com ganhos reais acima da inflação.

Promessa: Manter os salários dos trabalhadores com ganhos reais acima da inflação. Promessa: Manter os salários dos trabalhadores com ganhos reais acima da inflação. Entendimento: Que, em cada mês do mandato da Presidente Dilma Rousseff, sejam satisfeitas simultaneamente as seguintes

Leia mais

GRÁFICO 1: Evolução do Emprego com Carteira Assinada, saldo líquido em dezembro Santa Catarina,

GRÁFICO 1: Evolução do Emprego com Carteira Assinada, saldo líquido em dezembro Santa Catarina, Informativo Caged nº 01/2012 24/01/2012 SANTA CATARINA CONTABILIZA A GERAÇÃO DE 82.406 EMPREGOS FORMAIS EM 2011 Apesar do nível do emprego formal apresentar crescimento no ano passado, o mês de dezembro

Leia mais

Unidades lançadas caem e número de vendas permanece estável

Unidades lançadas caem e número de vendas permanece estável Unidades lançadas caem e número de vendas permanece estável Número de unidades vendidas supera lançamentos em 95% no trimestre terminado em julho Os Indicadores ainc/fipe, que acompanham o mercado nacional

Leia mais

Abrainc e Fipe divulgam novos indicadores para o mercado imobiliário

Abrainc e Fipe divulgam novos indicadores para o mercado imobiliário ainc e Fipe divulgam novos indicadores para o mercado imobiliário Números com abrangência nacional passam a ser alternativa para o acompanhamento do mercado de imóveis novos Em agosto de 2015 a Fipe, em

Leia mais

APRESENTAÇÃO DESTAQUES. 1. Índice de crescimento do emprego formal em Campinas é maior que na RMC (pág. 4)

APRESENTAÇÃO DESTAQUES. 1. Índice de crescimento do emprego formal em Campinas é maior que na RMC (pág. 4) Secretaria Municipal de Trabalho e Renda NOVEMBRO DE 2011 Boletim Informativo do Mercado de Trabalho em Campinas Dezembro de 2011 APRESENTAÇÃO A geração de postos de trabalho tem mostrado sinais de desaceleração

Leia mais

Impacto econômico da onda de calor no comércio de Santa Catarina

Impacto econômico da onda de calor no comércio de Santa Catarina Federação do Comércio de Impacto econômico da onda de calor no comércio de Santa Catarina Núcleo de Economia e Pesquisa Impacto da onda de calor no comércio varejista de A onda de calor registrada nesta

Leia mais

Cresce o emprego formal em todos os setores de atividade

Cresce o emprego formal em todos os setores de atividade 6 jul 2006 Nº 3 Cresce o emprego formal em todos os setores de atividade Por Antonio Marcos Ambrozio Economista da Secr. de Assuntos Econômicos Recuperação dos Houve um postos de trabalho grande aumento

Leia mais

NOTA TÉCNICA Nº 0026_V1_2014 CADASTRO GERAL DE EMPREGO E DESEMPREGO DA CIDADE DE JARAGUÁ DO SUL - FEVEREIRO DE 2014 -

NOTA TÉCNICA Nº 0026_V1_2014 CADASTRO GERAL DE EMPREGO E DESEMPREGO DA CIDADE DE JARAGUÁ DO SUL - FEVEREIRO DE 2014 - NOTA TÉCNICA Nº 0026_V1_ CADASTRO GERAL DE EMPREGO E DESEMPREGO DA CIDADE DE JARAGUÁ DO SUL - FEVEREIRO DE - Jaraguá do Sul (SC), Março de. ALINHAMENTO ESTRATÉGICO Jaraguá Ativa: Cidade inteligente e sustentável,

Leia mais

PAINEL. US$ Bilhões. nov-05 0,8 0,7 0,6 0,5 0,4 0,3 0,2 0,1

PAINEL. US$ Bilhões. nov-05 0,8 0,7 0,6 0,5 0,4 0,3 0,2 0,1 Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior ASSESSORIA ECONÔMICA PAINEL PRINCIPAIS INDICADORES DA ECONOMIA BRASILEIRA Número 68 1 a 15 de fevereiro de 211 ANÚNCIOS DE INVESTIMENTOS De

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Instruções para prestação de informações pelo empregador, relativas a movimentações de empregados - Portaria

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Instruções para prestação de informações pelo empregador, relativas a movimentações de empregados - Portaria empregador, relativas a movimentações de 14/07/2014 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Legislação... 3 3.1 Novas Regras Para Declaração do

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O BNP PARIBAS INFLAÇÃO FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA CNPJ/MF:

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O BNP PARIBAS INFLAÇÃO FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA CNPJ/MF: LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O BNP PARIBAS INFLAÇÃO FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA CNPJ/MF: Informações referentes a Dezembro de 2014 Esta lâmina contém um

Leia mais

Análise Setorial de Emprego

Análise Setorial de Emprego Análise Setorial de Emprego Abril de 2015 Ficha Técnica Governador do Estado de Minas Gerais Fernando Pimentel Secretário de Estado de Trabalho e Desenvolvimento Social André Quintão Secretária Adjunta

Leia mais

1. Evolução do Emprego Celetista

1. Evolução do Emprego Celetista Enfoque Econômico é uma publicação do IPECE que tem por objetivo fornecer informações de forma imediata sobre políticas econômicas, estudos e pesquisas de interesse da população cearense. Por esse instrumento

Leia mais

Demonstração de Desempenho do Tokyo-Mitsubishi UFJ Jump FI Cambial Dólar CNPJ Nº 01.789.845/0001-70 Informações referentes a 2014

Demonstração de Desempenho do Tokyo-Mitsubishi UFJ Jump FI Cambial Dólar CNPJ Nº 01.789.845/0001-70 Informações referentes a 2014 Demonstração de Desempenho do Tokyo-Mitsubishi UFJ Jump FI Cambial Dólar CNPJ Nº 01.789.845/0001-70 Informações referentes a 2014 1. Denominação completa do fundo conforme o cadastro na CVM: Tokyo-Mitsubishi

Leia mais

Demonstração de Desempenho do Tokyo-Mitsubishi UFJ Leader FI Referenciado DI CNPJ: Nº 00.875.318/0001-16 Informações referentes a 2014

Demonstração de Desempenho do Tokyo-Mitsubishi UFJ Leader FI Referenciado DI CNPJ: Nº 00.875.318/0001-16 Informações referentes a 2014 Demonstração de Desempenho do Tokyo-Mitsubishi UFJ Leader FI Referenciado DI CNPJ: Nº 00.875.318/0001-16 Informações referentes a 2014 1. Denominação completa do fundo conforme o cadastro na CVM: Tokyo-Mitsubishi

Leia mais

Economia para Trabalhadores,

Economia para Trabalhadores, Economia para Trabalhadores Ano 3, Edição XXXII Novembro de 2015 Nesta edição: Resumo de Conjuntura Econômica Resumo de Indicadores do Mercado de Trabalho Atividade Industrial no Atividade Industrial em

Leia mais

informe TÉCNICO Mercado de Trabalho MAIO 2015 Fapespa Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisas do Pará

informe TÉCNICO Mercado de Trabalho MAIO 2015 Fapespa Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisas do Pará informe TÉCNICO Mercado de Trabalho MAIO 2015 Fapespa GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ Simão Robison Oliveira Jatene Governador do Estado do Pará José da Cruz Marinho Vice-Governador do Estado do Pará Fapespa

Leia mais

Presente ruim e futuro econômico desanimador para a construção civil

Presente ruim e futuro econômico desanimador para a construção civil CONFEDERAÇÃO NACIONAL DOS TRABALHADORES NAS INDÚSTRIAS DA CONSTRUÇÃO E DO MOBILIÁRIO RECONHECIDA NOS TERMOS DA LEGISLAÇÃO VIGENTE EM 16 DE SETEMBRO DE 2010 Estudo técnico Edição nº 17 outubro de 2014 Organização:

Leia mais

Informativo Mensal de Emprego CAGED. Nº 2, fevereiro de 2014 Mês de referência: janeiro de Florianópolis, SC

Informativo Mensal de Emprego CAGED. Nº 2, fevereiro de 2014 Mês de referência: janeiro de Florianópolis, SC SECRETARIA DE ESTADO DA ASSISTÊNCIA SOCIAL, TRABALHO E HABITAÇÃO SST DIRETORIA DE TRABALHO E EMPREGO SETOR DE INFORMAÇÃO E ANÁLISE DO MERCADO DE TRABALHO Informativo Mensal de Emprego CAGED Nº 2, fevereiro

Leia mais

TEMA: A Mulher no Mercado de Trabalho em Goiás.

TEMA: A Mulher no Mercado de Trabalho em Goiás. TEMA: A Mulher no Mercado de Trabalho em Goiás. O Dia Internacional da Mulher, celebrado dia 8 de março, traz avanços do gênero feminino no mercado de trabalho formal. Segundo informações disponibilizadas

Leia mais

Estrutura Produtiva e Evolução da Economia de São Paulo

Estrutura Produtiva e Evolução da Economia de São Paulo Estrutura Produtiva e Evolução da Economia de São Paulo Este boxe apresenta a estrutura da economia paulista e sua evolução nos últimos dez anos, comparando-as com a do país. Gráfico 1 PIB Variação real

Leia mais

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2007

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2007 PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2007 Extingue a obrigatoriedade do registro das admissões e dispensas de empregados regidos pela legislação celetista e determina a disponibilização ao público de todas

Leia mais

Restrições de Investimento:.

Restrições de Investimento:. LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O GAP MULTIPORTIFOLIO FI MULTIMERCADO 03.804.917/0001 37 Informações referentes a 05/2016 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o GAP MULTIPORTFOLIO

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O BNP PARIBAS TERMO FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O BNP PARIBAS TERMO FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O CNPJ/MF: Informações referentes a Dezembro de 2014 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o BNP PARIBAS TERMO FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA

Leia mais

Boletim Informativo Emprego em Guarulhos: Panorama de 2014. Análise de Dezembro de 2014

Boletim Informativo Emprego em Guarulhos: Panorama de 2014. Análise de Dezembro de 2014 Boletim Informativo Emprego em Guarulhos: Panorama de 2014. Análise de Dezembro de 2014 2 Boletim Informativo - Emprego em Dezembro de 2014 Janeiro de 201 Análise e Redação Dr. Devanido Damião Suporte

Leia mais

Análise Setorial de Emprego

Análise Setorial de Emprego Análise Setorial de Emprego Maio de 2015 Ficha Técnica Governador do Estado de Minas Gerais Fernando Pimentel Secretário de Estado de Trabalho e Desenvolvimento Social André Quintão Secretária Adjunta

Leia mais

Informativo PIB Trimestral

Informativo PIB Trimestral Informativo PIB Trimestral v. 1 n. 1 abr. jun. 2010 ISSN 2178-8367 Economia baiana cresce 10,4% no segundo trimestre e acumula alta de 10,0% no 1º semestre No segundo trimestre de 2010, a economia baiana

Leia mais

PROPOSTAS PARA O COMBATE A ALTA ROTATIVIDADE DO MERCADO DE TRABALHO BRASILEIRO

PROPOSTAS PARA O COMBATE A ALTA ROTATIVIDADE DO MERCADO DE TRABALHO BRASILEIRO PROPOSTAS PARA O COMBATE A ALTA ROTATIVIDADE DO MERCADO DE TRABALHO BRASILEIRO PROPOSTAS PARA O COMBATE A ALTA ROTATIVIDADE DO MERCADO DE TRABALHO BRASILEIRO Considerando como movimentos desejáveis, tanto

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O BNP PARIBAS EQUITY HEDGE FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O BNP PARIBAS EQUITY HEDGE FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O CNPJ/MF: Informações referentes a Dezembro de 2014 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o BNP PARIBAS EQUITY HEDGE FUNDO DE INVESTIMENTO

Leia mais

Boletim Informativo Emprego em Guarulhos nos primeiros 7 meses de 2014

Boletim Informativo Emprego em Guarulhos nos primeiros 7 meses de 2014 Boletim Informativo Emprego em Guarulhos nos primeiros 7 meses de 2014 2 Boletim Informativo - Emprego Janeiro a Julho de 2014 Análise e Redação Dr. Devanido Damião Suporte Técnico Priscila Aguiar, Valdir

Leia mais

Indicadores de Desempenho Publicado em Novembro de 2015

Indicadores de Desempenho Publicado em Novembro de 2015 Publicado em Novembro de 2015 Fatos Relevantes Agosto/2015 Vendas Industriais As vendas industriais registraram expansão de 28,40% em agosto. Trata-se do maior aumento dos últimos três meses e aponta para

Leia mais

Boletim Informativo - Emprego em junho de 2015 EXPEDIENTE

Boletim Informativo - Emprego em junho de 2015 EXPEDIENTE Boletim Informativo Emprego em Guarulhos Mês de referência: junho/2015 Boletim Informativo - Emprego em junho de 2015 DIRETORIA PRESIDENTE Aarão Ruben de Oliveira VICE-PRESIDENTE Jorge Alberto Taiar SECRETÁRIO

Leia mais

SÉRIE 2013, Nº 05 - MESORREGIÃO SUL CATARINENSE

SÉRIE 2013, Nº 05 - MESORREGIÃO SUL CATARINENSE SÉRIE 2013, Nº 05 - MESORREGIÃO SUL CATARINENSE GOVERNO DO ESTADO DE SANTA CATARINA SECRETARIA DE ESTADO DA ASSISTÊNCIA SOCIAL, TRABALHO E HABITAÇÃO SST DIRETORIA DE TRABALHO E EMPREGO DITE SISTEMA NACIONAL

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O. MARATONA PROGRAMADO FIA - BDR NIVEL I 21.363.225/0001-82 Informações referentes a Maio de 2016

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O. MARATONA PROGRAMADO FIA - BDR NIVEL I 21.363.225/0001-82 Informações referentes a Maio de 2016 MARATONA PROGRAMADO FIA BDR NIVEL I 21.363.225/000182 Informações referentes a Maio de 2016 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o MARATONA PROGRAMADO FUNDO DE INVESTIMENTO EM

Leia mais

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO Secretaria de Relações Internacionais do Agronegócio. Balança Comercial do Agronegócio Março/2015

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO Secretaria de Relações Internacionais do Agronegócio. Balança Comercial do Agronegócio Março/2015 MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO Secretaria de Relações Internacionais do Agronegócio Balança Comercial do Agronegócio Março/2015 I Resultados do mês (comparativo Mar/2015 Mar/2014)

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Instruções para prestação de informações pelo empregador, relativas a movimentações de empregados - Portaria

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Instruções para prestação de informações pelo empregador, relativas a movimentações de empregados - Portaria empregador, relativas a movimentações de 03/10/2014 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Legislação... 3 3.1 Orientações Publicadas no Portal

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O ABERDEEN BRASIL EQUITY FUNDO DE INVESTIMENTO AÇÕES

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O ABERDEEN BRASIL EQUITY FUNDO DE INVESTIMENTO AÇÕES LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O CNPJ/MF: Informações referentes a Dezembro de 2015 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o ABERDEEN BRASIL EQUITY FUNDO DE INVESTIMENTO

Leia mais

CONTRATO Nº 068/2009 RELATÓRIO MENSAL SOBRE O MERCADO DE TRABALHO DO MUNICÍPIO DE OSASCO - MARÇO DE 2011 -

CONTRATO Nº 068/2009 RELATÓRIO MENSAL SOBRE O MERCADO DE TRABALHO DO MUNICÍPIO DE OSASCO - MARÇO DE 2011 - PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE OSASCO SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO, TRABALHO E INCLUSÃO (SDTI) DEPARTAMENTO INTERSINDICAL DE ESTATÍSTICA E ESTUDOS SOCIOECONÔMICOS (DIEESE) PROGRAMA OSASCO DIGITAL OBSERVATÓRIO

Leia mais

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO Secretaria de Relações Internacionais do Agronegócio. Balança Comercial do Agronegócio Agosto/2015

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO Secretaria de Relações Internacionais do Agronegócio. Balança Comercial do Agronegócio Agosto/2015 MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO Secretaria de Relações Internacionais do Agronegócio Balança Comercial do Agronegócio Agosto/2015 I Resultados do mês (comparativo Agosto/2015 Agosto/2014)

Leia mais

INFORMATIVO CONTÁBIL/FISCAL OCB/ES Nº 11/2014

INFORMATIVO CONTÁBIL/FISCAL OCB/ES Nº 11/2014 INFORMATIVO CONTÁBIL/FISCAL OCB/ES Nº 11/2014 (15 de Julho de 2014) 01. MUDANÇAS NAS REGRAS DE INFORMAÇÃO DA CONTRATAÇÃO DE FUNCIONÁRIOS. Órgão: Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). Ementa: Dispõe sobre

Leia mais

Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados

Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados EMPREGO FORMAL RM do Vale do Paraíba e Litoral Norte 4 o trimestre de 2013 Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), os empregos formais

Leia mais

FUNDO DE INVESTIMENTO FATOR MAX CORPORATIVO DE RENDA FIXA

FUNDO DE INVESTIMENTO FATOR MAX CORPORATIVO DE RENDA FIXA LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O FUNDO FUNDO DE INVESTIMENTO FATOR MAX CORPORATIVO DE RENDA FIXA CNPJ: 00.828.035/0001-13 Informações referentes a Novembro/2015 Esta lâmina contém um resumo das

Leia mais

2 PIB MINEIRO CRESCE AINDA MENOS DO QUE O BRASILEIRO Prof. Flávio Riani

2 PIB MINEIRO CRESCE AINDA MENOS DO QUE O BRASILEIRO Prof. Flávio Riani ANO 4 NÚMERO 30 SETEMBRO DE 2014 PROFESSORES RESPONSÁVEIS: FLÁVIO RIANI & RICARDO RABELO 1 - CONSIDERAÇÕES INICIAIS A divulgação do crescimento do PIB brasileiro no primeiro semestre desse ano, além de

Leia mais

Florianópolis, 17 de agosto de 2011.

Florianópolis, 17 de agosto de 2011. PROXIMIDADE DO FIM DE ANO IMPACTA A PERSPECTIVA DE CONSUMO DAS FAMÍLIAS CATARINENSES EM SETEMBRO O forte crescimento mensal da perspectiva de consumo das famílias catarinenses, de 12,7%, foi o principal

Leia mais

Jaraguá do Sul (SC), Maio de 2013.

Jaraguá do Sul (SC), Maio de 2013. NOTA TÉCNICA Nº 0011_V1_2013 CADASTRO GERAL DE EMPREGO E DESEMPREGO DA CIDADE DE JARAGUÁ DO SUL PERIODO DE JANEIRO A MAIO DE 2013 Jaraguá do Sul (SC), Maio de 2013. ALINHAMENTO ESTRATÉGICO Jaraguá Ativa:

Leia mais

AGETRAB Agencia de Trabalho, Educação Profissional e Renda Setembro-2015

AGETRAB Agencia de Trabalho, Educação Profissional e Renda Setembro-2015 Análise Emprego Formal Macaé AGETRAB Agencia de Trabalho, Educação Profissional e Renda Setembro-2015 Os números do mês de agosto - Macaé De acordo com os dados do CAGED em setembro de 2015, foram suprimidos

Leia mais

Gráfico 01: Estados brasileiros - Evolução do emprego formal - primeiro semestre de 2014 Variação relativa (%)

Gráfico 01: Estados brasileiros - Evolução do emprego formal - primeiro semestre de 2014 Variação relativa (%) 1,96 1,96 1,76 1,73 1,54 1,47 1,37 0,92 0,85 0,74 0,50 0,46 0,31 Nº 17 / 14 Embora o cenário macroeconômico aponte perda de dinamismo para setores importantes da economia brasileira, os resultados do emprego

Leia mais

COMENTÁRIOS. Em maio, o emprego na indústria recuou 0,5% frente ao mês anterior, na série livre de influências sazonais, oitavo resultado negativo

COMENTÁRIOS. Em maio, o emprego na indústria recuou 0,5% frente ao mês anterior, na série livre de influências sazonais, oitavo resultado negativo COMENTÁRIOS PESSOAL OCUPADO ASSALARIADO Em maio, o emprego na indústria recuou 0,5% frente ao mês anterior, na série livre de influências sazonais, oitavo resultado negativo consecutivo, levando a uma

Leia mais

INSTRUÇÃO DE SERVIÇO PREG Nº 01, DE 06 DE JANEIRO DE 2015.

INSTRUÇÃO DE SERVIÇO PREG Nº 01, DE 06 DE JANEIRO DE 2015. INSTRUÇÃO DE SERVIÇO PREG Nº 01, DE 06 DE JANEIRO DE 2015. A CHEFE DA COORDENADORIA DE APOIO À FORMAÇÃO DE PROFESSORES, no exercício do cargo de Pró-reitora de Ensino de Graduação da Fundação Universidade

Leia mais