SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE IT Instrução de Trabalho

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE IT Instrução de Trabalho"

Transcrição

1 ATENDIMENTO IT / OBJETIVO Estabelecer diretrizes para o atendimento realizado pelo Crea GO ao profissional, empresa e público em geral. 2. DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA Lei n de dezembro de Lei n de dezembro de Lei nº de outubro de Resolução n de dezembro de Resolução n de outubro de Resolução n de dezembro de Resolução n de agosto de Resolução n de agosto de Portarias em vigor relacionadas aos serviços prestados pelo Departamento de Registro. Atos/Decisões Normativas em vigor, relacionados aos serviços prestados pelo Departamento de Registro. IT. 01 Processo Administrativo. 3. PROCEDIMENTOS 3.1 Postura de atendimento e atividades da Área de Atendimento Os Atendentes da Área de Atendimento devem cumprir o horário estabelecido de início e encerramento de suas atividades, visando o atendimento aos clientes sem esperas desnecessárias. Quando do atendimento, os Atendentes deverão atender aos clientes com cordialidade, interesse, clareza e rapidez. O atendimento deverá ser realizado segundo a numeração de senhas distribuídas aos clientes. O atendimento à Pessoa Física englobará as seguintes atividades: Registro de profissional Definitivo; Registro de profissional diplomado no exterior, brasileiro ou estrangeiro portador de visto permanente; Elaborado/revisado por: 03/11/2015 Faustiana César Santiago da F. Rodrigues Data Aprovado para uso: 03/11/2015 Faustiana César Santiago da F. Rodrigues Data

2 ATENDIMENTO IT / 22 Registro de profissional diplomado no exterior, brasileiro ou estrangeiro portador de visto temporário, com contrato de trabalho temporário; Visto em registro de profissional; Registro profissional Provisório; Prorrogação de registro provisório; Interrupção de registro profissional; Reativação de registro profissional; Segunda via de carteira profissional; Anotação de curso de graduação e/ou pós graduação; Revisão de atribuições; Atualização cadastral; Cancelamento de Registro por falecimento. O atendimento à Pessoa Jurídica englobará as seguintes atividades: Registro de pessoas jurídicas; Visto em registro de pessoas jurídicas; Baixa de registro de pessoas jurídicas; Inclusão de RT no quadro técnico de pessoas jurídicas; Alteração contratual de pessoas jurídicas; Baixa de RT do quadro técnico de pessoas jurídicas; Alteração de carga horária; Cadastro de consórcios; Cadastro de Entidades Públicas; Termo de Complementação de Prazo e/ou averbação de Visto. O atendimento relacionado aos processos de Registro de ART s, Certidões, dentre outros englobarão as seguintes atividades: Certidão de acervo técnico Liberação de ART;

3 ATENDIMENTO IT / 22 Certidão de obras/serviços anotados; Certidão de registro e quitação pessoa física e pessoa jurídica; Baixa de ART; Certidão negativa de obras/serviços anotados; Solicitação de cópias de documentos; Devolução de taxas; Registro de ART com taxa especial; Parcelamento de Débitos; Certidão Específica. 3.2 Atendimento nos guichês Análise dos documentos O atendimento nos guichês é o primeiro contato do cliente (profissional/empresa/público em geral) com o Crea GO. Sendo assim, os Atendentes deverão ter o máximo de cuidado quando da análise dos documentos entregues pelo mesmo. Dessa maneira, para cada atividade realizada pelo Crea GO, os Atendentes deverão verificar: PESSOA FÍSICA a) Registro de profissional - Definitivo: Quando do recebimento de documentos de solicitação de registro de profissional definitivo, o Atendente deverá verificar os seguintes documentos: Requerimento de Profissional RP preenchido e assinado pelo interessado; Diploma original e cópia (frente e verso); Cópia autenticada ou cópia e o original do Histórico Escolar; Documento de Identidade; CPF, exceto se já consta; Título eleitoral; e/ou Certidão de regularidade junto à Justiça Eleitoral; Certificado de Reservista junto ao Serviço Militar (para homens), dispensável para maiores de 45 anos; Certidão de Nascimento ou Casamento, caso haja divergência do Documento de identidade; Comprovante de endereço, ou ficha de registro profissional emitida pelo sistema; Resultado de exame de tipagem sanguínea (opcional); Duas fotografias 3x4 recentes e iguais; Comprovante do recolhimento da taxa respectiva. Em caso de formados fora do estado de Goiás, a taxa será recolhida após o deferimento do processo;

4 ATENDIMENTO IT / 22 RG. 130 Requerimento para registro de profissionais egressos de cursos não cadastrados. Obs.: Toda a documentação exigida neste registro deverá ser entregue, pelo solicitante, nas Inspetorias ou na Área de Atendimento da sede do Crea-GO. Em seguida, o processo formalizado, atendendo o item 3.1.a Processo em meio físico da IT.01 Processo Administrativo, deverá ser encaminhado para a Coordenadoria de Educação, para análise. b) Registro de profissional diplomado no exterior, brasileiro ou estrangeiro portador de visto permanente: Quando do recebimento de documentos de solicitação de registro de profissional diplomado no exterior, brasileiro ou estrangeiro portador de visto permanente, o Atendente deverá verificar os seguintes documentos: Requerimento de Profissional RP preenchido e assinado pelo interessado; Título de eleitor, se brasileiro; Diploma original e cópia (frente e verso) ou Certificado revalidado por Instituição Brasileira de Ensino; Histórico Escolar com indicação de carga horária; Conteúdo Programático das disciplinas cursadas; Documento indicando a duração do período letivo do curso ministrado pela Instituição de Ensino; Documento de identidade, se brasileiro ou Cédula de Identidade de Estrangeiro com indicação de permanência no País; CPF, exceto se já consta; Certidão de regularidade junto à Justiça Eleitoral, se brasileiro; Prova de quitação junto ao Serviço Militar, se brasileiro (dispensável para maiores de 45 anos); Resultado de exame de tipagem sanguínea (opcional). Obs.: as cópias deverão ser autenticadas; Duas fotografias 3x4, recentes e iguais; Comprovante de endereço ou ficha de registro do profissional impressa pelo sistema do Crea-GO; Comprovante do recolhimento da taxa respectiva. Observação: os documentos em língua estrangeira deverão ser traduzidos para o vernáculo por tradutor público juramentado. c) Registro de profissional diplomado no exterior, brasileiro ou estrangeiro portador de visto temporário, com contrato de trabalho temporário: Quando do recebimento de documentos de solicitação de registro de profissional diplomado no exterior, brasileiro ou estrangeiro portador de visto temporário, com contrato de trabalho temporário, o Atendente deverá verificar os seguintes documentos: Requerimento de Profissional RP preenchido e assinado pelo interessado;

5 ATENDIMENTO IT / 22 Diploma e cópia (frente e verso) ou Certificado revalidado por Instituição Brasileira de Ensino; Histórico Escolar com indicação de carga horária; Conteúdo Programático das disciplinas cursadas; Documento indicando a duração do período letivo do curso ministrado pela Instituição de Ensino; Despacho do Ministério do Trabalho e Emprego publicado no Diário Oficial da União, autorizando seu trabalho no País, quando profissional estrangeiro; Documento que comprove a relação de trabalho entre a entidade contratante e o profissional; Declaração da entidade contratante especificando as atividades que o profissional irá desenvolver no País; Carteira de Identidade de Estrangeiro com indicação de permanência no País, expedida na forma da lei; CPF, exceto se já consta; Declaração da entidade contratante, indicando um profissional brasileiro a ser mantido como assistente junto ao profissional estrangeiro; Prova de relação contratual entre a entidade contratante e o assistente brasileiro; Comprovante de residência no País; Resultado de exame de tipagem sanguínea (opcional). Obs.: as cópias deverão ser autenticadas; Cópia autenticada ou cópia e o original do Documento de Identidade, se brasileiro; Título de eleitor e Certidão de regularidade junto à Justiça Eleitoral, se brasileiro; Prova de quitação com o Serviço Militar, se brasileiro. Dispensável para maiores de 45 anos; Duas fotografias 3x4 recentes e iguais; Comprovante do recolhimento da taxa respectiva. Observação: os documentos em língua estrangeira deverão ser traduzidos para o vernáculo por tradutor público juramentado. d) Visto em registro de profissional: Quando do recebimento de documentos de solicitação de visto profissional, o Atendente deverá verificar os seguintes documentos: Requerimento de Profissional RP preenchido e assinado pelo interessado; Cópia autenticada ou cópia e o original: Carteira de identidade ou CNH ou Carteira do CONFEA; CPF, exceto se já consta da Carteira de Identidade ou na CNH ou Carteira do CONFEA e Certidão de Registro e Quitação, constando as Atribuições profissionais ; Item excluído; Comprovante de pagamento da anuidade em vigência ao Crea de origem, caso não conste esta informação na certidão apresentada.

6 ATENDIMENTO IT / 22 e) Registro de profissional - Provisório: Quando do recebimento de documentos de solicitação de registro de profissional provisório o Atendente deverá verificar os seguintes documentos: Requerimento de Profissional RP preenchido e assinado pelo interessado; Declaração Original de Conclusão do Curso, emitida nos últimos seis meses e em papel timbrado, contendo a data de colação de grau, data da emissão da declaração e informando que o diploma/certificado está em fase de registro. Cópia autenticada ou original e cópia: Histórico Escolar; Documento de identidade; CPF, exceto se já consta; Título eleitoral e/ou Certidão de regularidade junto à Justiça Eleitoral; Certificado de Reservista junto ao Serviço Militar (para homens), dispensável para maiores de 45 anos; Certidão de Nascimento ou Casamento, caso haja divergência do Documento de identidade; Comprovante de endereço ou ficha de registro do profissional impressa pelo sistema do Crea-Go. Resultado de exame de tipagem sanguínea (opcional); Uma fotografia 3x4 recentes e iguais; Comprovante do recolhimento das taxas respectivas. f) Prorrogação ou reativação de registro provisório: Quando do recebimento de documentos de solicitação de prorrogação ou reativação de autorização provisória, o Atendente deverá verificar os seguintes documentos: Requerimento de Profissional RP preenchido e assinado pelo interessado; Original da Declaração de Conclusão do Curso, emitida nos últimos seis meses e em papel timbrado contendo a data de colação de grau, data de emissão da declaração e informando que o diploma/ certificado está em fase de registro; Uma fotografia 3x4; Comprovação de pagamento da anuidade ou duodécimos do período, se for o caso. g) Interrupção de registro profissional: Quando do recebimento de documentos de solicitação de interrupção de registro profissional, o Atendente deverá verificar os seguintes documentos: Requerimento de Profissional RP preenchido e assinado pelo interessado; Comprovação de pagamento da última anuidade ou duodécimos do período, se for o caso;

7 ATENDIMENTO IT / 22 Declaração de que não exerce atividades técnicas e que não ocupa cargo ou função técnica e de que não possui obras ou serviços em andamento e processo de infração ao Código de Ética Profissional em tramitação em qualquer regional do sistema Confea/Crea. h) Reativação de registro profissional: Quando do recebimento de documentos de solicitação de reativação de registro profissional, o Atendente deverá verificar os seguintes documentos: Requerimento de Profissional RP preenchido e assinado pelo interessado; Comprovação de pagamento da anuidade ou duodécimos do período. i) Segunda via de carteira profissional: Quando do recebimento de documentos de solicitação de segunda via de carteira profissional, o Atendente deverá verificar os seguintes documentos: Requerimento de Profissional RP preenchido e assinado pelo interessado; Uma fotografia 3x4 recente, dispensável se a imagem estiver importada no SIC Sistema de Informações do Confea ; Comprovante do recolhimento da taxa respectiva, quando pertinente. j) Inclusão de curso de graduação, pós graduação e outros: Quando do recebimento de documentos de solicitação de inclusão de curso de graduação e/ou pós graduação, o Atendente deverá verificar os seguintes documentos: Requerimento de Profissional RP preenchido e assinado pelo interessado; Cópia autenticada ou cópia e o original: Diploma ou Certificado registrado pelo órgão competente do Sistema de Ensino ou revalidado por Instituição Brasileira de Ensino, conforme o caso; Histórico Escolar com indicação da carga horária das disciplinas cursadas; Documento indicando a duração do período letivo ministrado pela Instituição de Ensino, quando diplomado no exterior; Conteúdo Programático das disciplinas cursadas, quando diplomado no exterior. Obs.: Documentos em língua estrangeira deverão ser traduzidos para o vernáculo por tradutor público juramentado; Uma fotografia 3x4 recente, recolhimento da taxa em caso de emissão de segunda via da carteira;

8 ATENDIMENTO IT / 22 k) Revisão de atribuições: Quando do recebimento de documentos de solicitação de revisão de atribuições, o Atendente deverá verificar os seguintes documentos: Requerimento de Profissional RP preenchido e assinado pelo interessado; Cópia autenticada ou cópia e o original: Histórico Escolar com indicação do Conteúdo Programático das disciplinas objeto de análise, e/ou documentos pertinentes para análise. l) Atualização Cadastral Requerimento de Profissional RP preenchido e assinado pelo interessado, constando os dados a serem atualizados; m) Cancelamento de registro por falecimento Requerimento de Profissional RP preenchido e assinado pelo interessado, se for o caso; Atestado de óbito ou documento que comprove o óbito. PESSOA JURÍDICA a) Registro de pessoa jurídica: Quando do recebimento de documentos de solicitação de registro de pessoa jurídica, o Atendente deverá verificar os seguintes documentos: RG 009 Requerimento para Registro de Pessoa Jurídica, preenchido e assinado pelo representante legal da Pessoa Jurídica; Cópia autenticada ou cópia e o original: Contrato Social consolidado ou Contrato Primitivo e Alterações posteriores (se houver), registrados na Junta Comercial, quando for o caso; CNPJ Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica; RG 010 Contrato de prestação de serviços técnicos ou Cópia autenticada ou original e cópia da Carteira de trabalho, comprovando a carga horária condizente com a atividade e salário, dispensável se o profissional for sócio da empresa; RG 011 Requerimento para responder tecnicamente por mais de uma pessoa jurídica, e quando o profissional já é o responsável técnico por outra empresa o documento deverá estar assinado e carimbado pelas empresas das quais faça parte; ART de cargo/função comprovando a carga horária condizente com a atividade e salário;

9 ATENDIMENTO IT / 22 Comprovante de residência do profissional no Estado de Goiás ou ficha de registro do profissional impressa pelo sistema do Crea-GO; Certidão de Registro e Quitação (CRQ) fornecida pelo Crea de origem, no caso de ser registrada em outro Regional; Comprovante do recolhimento da taxa respectiva. Observação: Caso o profissional deseje responder tecnicamente por mais de duas empresas, o Crea-GO poderá exigir uma solicitação por escrito, justificando os motivos. b) Visto em registro de pessoa jurídica: Quando do recebimento de documentos de solicitação de visto em registro de empresas ou firmas individuais, o Atendente deverá verificar os seguintes documentos: RG 012 Requerimento de Visto em registro de pessoa jurídica, preenchido e assinado pelo representante legal da empresa ou firma individual, indicando a finalidade do visto; Cópia e o original da Certidão de Registro e Quitação (CRQ) fornecida pelo Crea de origem; Comprovante de visto ou do registro de RT no Crea GO, no caso de execução de obras; Declaração de permanência no Estado, fornecida por todos os responsáveis técnicos, pelo visto, no caso de execução de obras; Observar a carência de 180 dias para a solicitação de um novo visto para execução; Comprovante do recolhimento da taxa respectiva. c) Baixa de registro de pessoa jurídica: Quando do recebimento de documentos de solicitação de baixa de registro de pessoa jurídica, o Atendente deverá verificar os seguintes documentos: RG 013 Requerimento de Baixa de Registro de Pessoa Jurídica, preenchido e assinado pelo representante legal da Pessoa Jurídica; Declaração de inexistência de obras ou serviços em andamento; Declaração de que a empresa não irá exercer atividades técnicas; Comprovante de recolhimento da anuidade ou duodécimos do período, se for o caso.

10 ATENDIMENTO IT / 22 d) Inclusão de RT no quadro técnico de pessoa jurídica: Quando do recebimento de documentos de solicitação de Inclusão de RT no quadro técnico de pessoa jurídica, o Atendente deverá verificar os seguintes documentos: RG 015 Inclusão de RT no Quadro Técnico de Pessoa Jurídica, preenchido e assinado pelo representante legal da empresa/profissional; RG 010 Contrato de prestação de serviços técnicos ou Cópia autenticada ou cópia e o original da Carteira de trabalho do profissional não sócio, comprovando a carga horária condizente com a atividade e salário; RG 011 Requerimento para responder tecnicamente por mais de uma empresa. Quando o profissional já é responsável técnico por outra pessoa jurídica, o documento deverá estar assinado e carimbado pelas empresas das quais faça parte, quando for o caso; ART de cargo/ função; Comprovante de residência do profissional ou ficha de registro do profissional impressa pelo sistema do Crea-GO. Observação 1: Caso o profissional deseje responder tecnicamente por mais de duas empresas, o Crea-GO poderá exigir uma solicitação por escrito, justificando os motivos. Observação 2 : Em caso de inclusão no quadro técnico de órgão público, deverá ser formalizado o pedido, através do RG.015 Requerimento para inclusão de RT no quadro técnico de pessoa jurídica preenchido e apresentação de ofício, portaria ou outro documento oficial e a ART de Cargo e Função. e) Alteração contratual de pessoas jurídicas: Quando do recebimento de documentos de solicitação de alteração contratual de pessoa jurídica, o Atendente deverá verificar os seguintes documentos: RG 014 Requerimento para Anotação de Alteração Contratual de Pessoa Jurídica, preenchido e assinado pelo representante legal da empresa; Cópia autenticada ou cópia e o original da Alteração Contratual registrada na Junta Comercial; Nos casos em que a alteração não for consolidada, apresentar alterações anteriores, se não constarem em nossos arquivos. f) Baixa de RT do QT de pessoas jurídicas:

11 ATENDIMENTO IT / 22 Quando do recebimento de documentos de solicitação de baixa de RT do QT de pessoa jurídica, o Atendente deverá verificar os seguintes documentos: RG 016 Requerimento de Baixa de RT do QT de Pessoa Jurídica, preenchido e assinado pelo interessado; Relação de obras e serviços em andamento com suas fases, se aplicável. g) Alteração de carga horária: Quando do recebimento de documentos de solicitação de alteração de carga horária, o Atendente deverá verificar os seguintes documentos: RG 017 Requerimento para Alteração de Carga horária, preenchido e assinado pelo interessado; Deverá constar a assinatura identificada da empresa e do profissional. h) Cadastro de consórcio para fins de licitação: Quando do recebimento de documentos de solicitação de cadastro de consórcio para fins de licitação, o Atendente deverá verificar os seguintes documentos: RG 018 Requerimento para Cadastro de Consórcio para Fins de Licitação preenchido e assinado pelo representante legal do consórcio; Cópia autenticada ou cópia e o original do Contrato de Constituição devidamente registrado no órgão competente; Edital da licitação que pretende participar; Certidão de Registro e Quitação (CRQ) das consorciadas; Comprovante do recolhimento da taxa de certidão específica, quando solicitada. i) Cadastro de consórcio para fins de execução de obras/serviços: Quando do recebimento de documentos de solicitação de cadastro de consórcio para fins de execução de obras/serviços, o Atendente deverá verificar os seguintes documentos: RG 019 Requerimento para Cadastro de Consórcio para Fins de Execução de Obras preenchido e assinado pelo representante legal do consórcio; Cópia autenticada ou cópia e o original do Contrato de Constituição devidamente registrado no órgão competente; CNPJ Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica; ART de cargo/função dos responsáveis técnicos com carga horária condizente com a atividade e salário; Quando o profissional não pertencer ao quadro técnico das empresas consorciadas, deverá apresentar

12 ATENDIMENTO IT / 22 comprovante de residência no Estado de Goiás, ou ficha de registro do profissional impressa pelo sistema do Crea-GO. Certidão de Registro e Quitação (CRQ) das consorciadas emitida pelo Crea de origem, para as empresas que não possuem registro no Crea-GO, com a indicação do visto para execução de obras e serviços; Comprovante do recolhimento da taxa de certidão específica, quando solicitada. Observação: Para inclusão de profissionais que já estão no QT de uma das empresas consorciadas, deverá ser feita a ART de cargo/função, e para profissionais que não estão no QT, observar o item d desta IT. j) Cadastro de Entidade Pública Quando do recebimento de documentos de solicitação de cadastro de Entidade Pública, o Atendente deverá verificar os seguintes documentos: Ofício solicitando o cadastro; CNPJ; ART de cargo ou função, caso solicitada após análise. REGISTRO DE ART s, CERTIDÕES, DENTRE OUTROS a) Certidão de acervo técnico: Quando do recebimento de documentos de solicitação de certidão de acervo técnico, o Atendente deverá verificar os seguintes documentos: RG 020 Requerimento de ART e Certidão de Acervo Técnico e declaração acerca do atestado, devidamente preenchidos e assinados pelo profissional ou por seu procurador, com a apresentação da procuração original e cópia simples ou cópia autenticada, contendo firma reconhecida; Atestado emitido pelo contratante, original e cópia, ou duas cópias autenticadas; Cópia de documento que apresente a anuência da contratante original ou documentos hábeis que comprovem a efetiva participação do profissional na execução da obra ou prestação do serviço, tais como trabalhos técnicos, correspondências, diário de obras, ou documento equivalente, no caso em que a atividade desenvolvida houver sido subcontratada ou subempreitada; Comprovante de quitação da respectiva taxa.

13 ATENDIMENTO IT / 22 b) Liberação de ART: Quando do recebimento de documentos de solicitação de liberação de ART, o Atendente deverá verificar os seguintes documentos: RG 026 Requerimento para Liberação de ART, preenchido e assinado pelo profissional; Contrato de prestação de serviço ou outra documentação que comprove a realização do mesmo; Todas as vias da ART devidamente preenchidas e assinadas para posterior liberação; Taxa para incorporação de acervo técnico. c) Certidão de obras/serviços anotados: Quando do recebimento de documentos de solicitação de certidão de obras/serviços anotados, o Atendente deverá verificar os seguintes documentos: RG. 021 Requerimento de Certidão de Obras/Serviços Anotados, preenchido e assinado pelo interessado, constando o período a certificar; Deverá ser justificado o motivo da solicitação, quando requerida por terceiros; Comprovante do recolhimento da taxa respectiva; Em caso de existência de ART s em diligência deverá ser apresentada declaração de ciência que essas ART s não constarão na certidão. d) Certidão de registro e quitação CRQ: Quando do recebimento de documentos de solicitação de certidão de registro e quitação, o Atendente deverá verificar os seguintes documentos: RG. 022 Requerimento de Certidão de Registro e Quitação CRQ preenchido e assinado pelo interessado (no caso de pessoa física) ou pelo representante legal da empresa (no caso de pessoa jurídica); Comprovante do recolhimento da taxa respectiva. e) Baixa de ART: Quando do recebimento de documentos para baixa de A.R.T, o Atendente deverá verificar: RG.054 Formulário para Solicitação de Baixa de ART ;

14 ATENDIMENTO IT / 22 Se no sistema a ART está com a situação regular; Se a ART ainda não foi baixada; Emitir o espelho da ART; Se os dados constantes do requerimento não divergem dos dados do espelho da ART; Se o requerimento está devidamente preenchido, principalmente nos campos obrigatórios. f) Certidão negativa de obras/serviços anotados: Quando do recebimento de documentos de solicitação de certidão negativa de obras/serviços anotados, o Atendente deverá verificar os seguintes documentos: RG 023 Requerimento de Certidão Negativa de Obras/Serviços Anotados, preenchido e assinado pelo interessado, devendo constar o período a certificar e, se for o caso, a localidade, tipo de atividade e tipo de contratação autônomo/empregado ou empregador, conforme necessário; Deverá ser justificado o motivo da solicitação quando requerida por terceiros; Comprovante do recolhimento da taxa respectiva. g) Devolução de taxas: Quando do recebimento de documentos de solicitação de devolução de taxas, o Atendente deverá verificar os seguintes documentos: RG 024 Requerimento para Solicitação de Devolução de Taxas, preenchido e assinado pelo interessado, constando o número da conta, banco e agência do requerente; Documento informando de forma detalhada o motivo da solicitação; Comprovante de recolhimento da taxa a ser devolvida. Observação: No caso de devolução de taxa de ART, deverão ser anexadas as vias da ART; No caso de taxas diversas, deverá ser anexada a guia recolhida. h) Registro de ART com taxa especial:

15 ATENDIMENTO IT / 22 Quando do recebimento de documentos de solicitação de registro de ART com taxa especial, o Atendente deverá verificar os seguintes documentos: RG. 025 Requerimento para Solicitação de Registro de ART com Taxa Especial, preenchido e assinado pelo interessado; Cópia autenticada ou cópia e o original: Ata da constituição da entidade registrada nos órgãos competentes, constando ser ela beneficente e sem fins lucrativos; Lei ou Decreto municipal reconhecendo a entidade como de utilidade pública; ART(s), em modo rascunho, preenchida eletronicamente pelo profissional, e pela qual não deverá ser cobrado honorário; Projetos da obra, se for o caso. i) Parcelamento de Débitos Havendo interesse por parte do (a) devedor(a) em parcelar débitos, deverá o atendente gerar/verificar os seguintes documentos: RG 027 Requerimento para Parcelamento de Débitos, assinado pelo interessado, informando o número de parcelas do débito; Termo de Confissão de Dívida devidamente assinado; Pagamento da primeira parcela, se possível. j) Certidão Específica Quando do recebimento de documentos de solicitação de certidão específica, o Atendente deverá verificar os seguintes documentos: RG 028 Requerimento de Certidão Específica, preenchido e assinado pelo interessado; Observação: Caso o requerimento seja solicitado por terceiros, deverão ser justificados os motivos da solicitação; Informar, detalhadamente, os dados que deverão constar na certidão; Pagamento da taxa respectiva. k) Cadastro ou recadastramento de Instituição de Ensino RG. 129 Requerimento para cadastramento/recadastramento institucionais e de cursos, devidamente preenchido e assinado juntamente com a documentação relacionada nesse. Obs.: Toda a documentação exigida neste registro deverá ser entregue, pelo solicitante, nas Inspetorias ou na Área de Atendimento da sede do Crea-GO. Em seguida, o processo

16 ATENDIMENTO IT / 22 formalizado, atendendo o item 3.1.a Processo em meio físico da IT.01 Processo Administrativo, deverá ser encaminhado para a Coordenadoria de Educação, para análise. As cópias não autenticadas deverão ser conferidas com a original e, caso estejam corretas, o Atendente deverá carimbá-las utilizando o carimbo: CONFERE COM O ORIGINAL, datar, assinar e colocar o número de sua matrícula. Observação: Caso a documentação não esteja completa, comunicar ao interessado para providências. Entretanto, se o interessado insistir na abertura do processo, ciente de que ficará em diligência, o Atendente deverá receber a documentação. Posteriormente, o Atendente deverá: Cadastrar o processo no Sistema de Controle de Processos e emitir o protocolo, que deverá ser entregue ao interessado; Digitalizar todos os documentos necessários e enviá-los eletronicamente para a área competente. Os documentos físicos ficarão sob guarda do Departamento de Registro até a conclusão do processo. Após, serão encaminhados para o arquivo geral. 3.3 Teleatendimento Quando do atendimento, os Atendentes do Teleatendimento devem atender aos clientes com cordialidade, interesse, clareza e rapidez, informando sobre os seus questionamentos e, quando necessário, direcionando as ligações externas aos locais corretos. Os Atendentes deverão prestar atendimento ao profissional ou público em geral, envolvendo os seguintes assuntos: Andamento de processos; Situação de regularidade ou irregularidade de profissional e de empresa; Auxílio no preenchimento de ART s; Valores de taxas; Orientações no procedimento de solicitações de serviços prestados pelo Crea GO; Para auxílio quanto às respostas dos questionamentos, o Atendente deverá recorrer ao banco de dados do Crea GO, site do Crea GO; legislação em vigor relacionada aos serviços prestados pelos profissionais e empresas abrangidos pelo Crea GO e esclarecimentos com outras áreas.

17 ATENDIMENTO IT / Sistema de Protocolo: O Sistema de Protocolo deverá receber e protocolar todos os documentos enviados pelo ECT, profissionais e demais interessados, com exceção dos documentos destinados ao Departamento Jurídico e ao Departamento Administrativo/Financeiro que serão protocolados nas respectivas unidades. As defesas referentes às notificações deverão ser protocoladas na Área de Acompanhamento de Infração Processos Os processos iniciados no Departamento de Registro (descritos no item 3.1) serão encaminhados para análise. Constatadas diligências, os mesmos serão encaminhados para as áreas afins para devidas providências. Sanadas as pendências, serão adotados os seguintes procedimentos: a. Processos em meio eletrônico: Quando a documentação for entregue nas Inspetorias o colaborador: Identificará o processo referente aos documentos que serão entregues, bem como a unidade em que o mesmo se encontra; Solicitará o processo eletrônico para inserir a documentação; Encaminhará o processo para nova análise. Caso a documentação seja entregue na Sede, este procedimento será realizado pelo colaborador responsável pelo Sistema de Protocolo de Documentos. b. Processos em meio Físico: O colaborador responsável pelo Sistema de Protocolo de Documentos deverá: Identificar o processo referente aos documentos que serão entregues, bem como a unidade em que o mesmo se encontra; Receber a documentação e lançar as devidas informações no Caderno de Correspondências; Encaminhar a documentação à unidade em questão onde será feita a juntada dos documentos. Nos casos em que o processo estiver arquivado, o colaborador responsável pelo sistema de protocolo procederá ao desarquivamento, através do RG. 124 Solicitação para desarquivamento de processo, bem como a juntada dos documentos para posterior reanálise Solicitações Diversas

18 ATENDIMENTO IT / 22 Quando das solicitações diversas que não caracterizam os processos de rotina (ex.: ofícios, convites, etc.) serão adotados os seguintes procedimentos: Inspetorias: O colaborador cadastrará o(s) documento(s) no sistema MED (Movimentação Eletrônica de Documentos) e, em seguida, o despachará, eletronicamente, ao Sistema de protocolo de Documentos que distribuirá estas solicitações às unidades competentes. Sede: O cadastramento da solicitação será feito e despachado, eletronicamente, diretamente no Sistema de protocolo de Documentos para as unidades competentes. OBS: O Sistema de Protocolo é fonte de Entrada de documentos. Não é responsável por oficiar e/ou cobrar novos documentos. Tal função é de competência das unidades afins/ análise. 4. REGISTROS Requerimento de Profissional RP. RG. 009 Requerimento Para Registro de Pessoa Jurídica. RG. 010 Contrato de Prestação de Serviços Técnicos. RG. 011 Requerimento para responder tecnicamente por mais de uma empresa. RG. 012 Requerimento de Visto em Registro de Pessoa Jurídica. RG. 013 Requerimento de Baixa de Registro de Pessoa Jurídica. RG. 014 Requerimento Para Anotação de Alteração Contratual de Pessoa Jurídica. RG. 015 Inclusão de RT no Quadro Técnico de Pessoa Jurídica. RG. 016 Requerimento de Baixa de RT do Quadro Técnico de Pessoa Jurídica. RG. 017 Requerimento Para Alteração de Carga Horária. RG. 018 Requerimento Para Cadastro de Consórcio Para Fins de Licitação. RG. 019 Requerimento Para Cadastro de Consórcio para Fins de Execução de Obras. RG. 020 Requerimento de ART e Certidão de Acervo RG. 021 Requerimento de Certidão de Obras/Serviços Anotados. RG. 022 Requerimento de Certidão de Registro e Quitação CRQ. RG. 023 Requerimento de Certidão Negativa de Obras/Serviços Anotados.

19 ATENDIMENTO IT / 22 RG. 024 Requerimento Para Solicitação de Devolução de Taxas. RG. 025 Requerimento Para Solicitação de Registro de ART com Taxa Especial. RG. 026 Requerimento Para Liberação de ART.. RG. 027 Requerimento Para Parcelamento de Débitos. RG. 028 Requerimento de Certidão Específica. RG. 054 Formulário Para Solicitação de Baixa de ART. Livro Carteira Nacional. RG. 129 Requerimento para cadastramento/recadastramento institucionais e de cursos. RG. 130 Requerimento para registro de profissionais egressos de cursos não cadastrados 5. CONTROLE DE REGISTROS Os registros gerados pelas atividades deste procedimento são controlados da seguinte forma: Identificação Armazenamento Proteção Recuperação Retenção Disposição Requerimento Para Registro de Pessoa Jurídica RG. 009 Digitalizado no Sistema MED- Movimentação Eletrônica de Documentos Indexada por número de processo Até a conclusão do processo Arquivo digital Contrato de Prestação de Serviços Técnicos RG. 010 Requerimento para responder tecnicamente por mais de uma empresa RG. 011 Digitalizado no Sistema MED- Movimentação Eletrônica de Documentos Indexada por número de processo Até a conclusão do processo Arquivo digital Requerimento de Visto em Registro de Pessoa Jurídica RG. 012

20 ATENDIMENTO IT / 22 Requerimento de Baixa de Registro de Pessoa Jurídica RG. 013 Requerimento Para Anotação de Alteração Contratual de Pessoa Jurídica RG. 014 Inclusão de RT no Quadro Técnico de Pessoa Jurídica RG. 015 Requerimento de Baixa de RT do Quadro Técnico de Pessoa Jurídica RG. 016 Requerimento Para Alteração de Carga Horária RG. 017 Requerimento Para Cadastro de Consórcio Para Fins de Licitação RG. 018 Requerimento Para Cadastro de Consórcio Digitalizado no Sistema MED- Movimentação Eletrônica de Documentos Indexada por número de processo Até a conclusão do processo Arquivo digital Para Fins de Execução de Obras RG. 019 RG. 019

21 ATENDIMENTO IT / 22 Requerimento de ART e Certidão de Acervo Técnico RG. 020 Requerimento de Certidão de Obras/Serviços Anotados RG. 021 Requerimento de Certidão de Registro e Quitação CRQ RG. 022 Requerimento de Certidão Negativa de Obras/Serviços Anotados RG. 023 Requerimento Para Solicitação de Devolução de Taxas RG. 024 Requerimento Para Solicitação de Registro de ART com Taxa Especial RG. 025 Requerimento Para Liberação de ART RG. 026 Digitalizado no Sistema MED- Movimentação Eletrônica de Documentos Indexada por número de processo Até a conclusão do processo Arquivo digital

22 ATENDIMENTO IT / 22 Requerimento Para Parcelamento de Débitos RG. 027 Requerimento de Certidão Específica RG. 028 Formulário Para Solicitação de Baixa de ART RG. 054 Livro Carteira Nacional Área de Atendimento Armário Acesso Departamento de Registro Livro Indexado por nome 05 anos Área de Recursos Materiais e Patrimoniais (Arquivo Geral) Requerimento de profissional - RP Digitalizado no Sistema MED- Movimentação Eletrônica de Documentos Indexada por número de processo Até a conclusão do processo Arquivo digital Requerimento para cadastramento/recadastra mento institucionais e de cursos RG. 129 Processo em andamento na Coordenadoria de Educação, Câmaras, Comissões, Plenário e Confea Pasta do processo administrativo Indexado pelo número do processo Até a conclusão do processo pelo Confea Área de Recursos Materiais e Patrimoniais (Arquivo Geral) Requerimento para registro de profissionais egressos de cursos não cadastrados RG. 130 Processo em andamento na Coordenadoria de Educação, Câmaras, Comissões, Plenário e Confea Pasta do processo administrativo Indexado pelo número do processo Até a conclusão do processo pelo Confea Área de Recursos Materiais e Patrimoniais (Arquivo Geral)

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE IT Instrução de Trabalho

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE IT Instrução de Trabalho ATENDIMENTO IT. 14 13 1 / 20 1. OBJETIVO Estabelecer diretrizes para o atendimento realizado pelo Crea GO ao profissional, empresa e público em geral. 2. DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA Lei n 5.194 24 de dezembro

Leia mais

SERVIÇOS. Serviços Relacionados à Pessoa Física

SERVIÇOS. Serviços Relacionados à Pessoa Física SERVIÇOS Serviços Relacionados à Pessoa Física Atenção: Documentos apresentados em fotocópia devem ser autenticados em cartório ou acompanhados dos originais para receberem autenticação do CREA. Documentos

Leia mais

REGISTRO DEFINITIVO DE DIPLOMADO NO PAÍS

REGISTRO DEFINITIVO DE DIPLOMADO NO PAÍS SERVIÇOS Serviços Relacionados à Pessoa Física Atenção: Documentos apresentados em fotocópia devem ser autenticados em cartório ou acompanhados dos originais para receberem autenticação do CREA. Documentos

Leia mais

RESPOSTAS A PERGUNTAS MAIS FREQUENTES DA SOCIEDADE (inciso VI do art. 8º da Lei nº 12.527/2011) SUMÁRIO. 1. Registro Profissional...

RESPOSTAS A PERGUNTAS MAIS FREQUENTES DA SOCIEDADE (inciso VI do art. 8º da Lei nº 12.527/2011) SUMÁRIO. 1. Registro Profissional... SUMÁRIO 1. Registro Profissional... 2 2. Isenção de Anuidade... 3 3. Transferência de Regional... 4 4. Cancelamento de Registro (Pessoa Física)... 5 5. Reativação de Registro Profissional... 6 6. Parcelamento

Leia mais

O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais,

O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais, RESOLUÇÃO CFC N.º 1.389/12 Dispõe sobre o Registro Profissional dos Contadores e Técnicos em Contabilidade. O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais, RESOLVE:

Leia mais

GUIA DE ESTÁGIO CURSOS TÉCNICOS

GUIA DE ESTÁGIO CURSOS TÉCNICOS GUIA DE ESTÁGIO CURSOS TÉCNICOS 1 SUMÁRIO 3 INTRODUÇÃO 3 DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA REALIZAÇÃO DO ESTÁGIO 5 RESCISÃO DO CONTRATO DE ESTÁGIO 6 CONCLUSÃO DE CURSO 6 RELATÓRIO TÉCNICO 7 AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO

Leia mais

Atenção: Documentos apresentados em fotocópia devem ser autenticados em cartório ou acompanhados dos originais para receberem autenticação do CREA.

Atenção: Documentos apresentados em fotocópia devem ser autenticados em cartório ou acompanhados dos originais para receberem autenticação do CREA. SERVIÇOS Registro de Pessoa Física Serviços Relacionados à Pessoa Física Atenção: Documentos apresentados em fotocópia devem ser autenticados em cartório ou acompanhados dos originais para receberem autenticação

Leia mais

EDITAL DE ABERTURA DO PROCESSO SELETIVO 2016.1 PORTADORES DE DIPLOMA DE NÍVEL SUPERIOR

EDITAL DE ABERTURA DO PROCESSO SELETIVO 2016.1 PORTADORES DE DIPLOMA DE NÍVEL SUPERIOR EDITAL DE ABERTURA DO PROCESSO SELETIVO 2016.1 PORTADORES DE DIPLOMA DE NÍVEL SUPERIOR A Universidade Salvador UNIFACS, em conformidade com seu Regimento Geral, torna pública a abertura das inscrições

Leia mais

GUIA DE ESTÁGIO CURSOS TECNOLÓGICOS

GUIA DE ESTÁGIO CURSOS TECNOLÓGICOS GUIA DE ESTÁGIO CURSOS TECNOLÓGICOS 1 SUMÁRIO 3 INTRODUÇÃO 4 DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA REALIZAÇÃO DO ESTÁGIO 6 RESCISÃO DO CONTRATO DE ESTÁGIO 7 CONCLUSÃO DE CURSO 7 RELATÓRIO TÉCNICO 8 AVALIAÇÃO DE

Leia mais

RESOLUÇÃO CFC N.º 1.494, de 20 de novembro de 2015. O Conselho Federal de Contabilidade, no exercício de suas atribuições legais e regimentais,

RESOLUÇÃO CFC N.º 1.494, de 20 de novembro de 2015. O Conselho Federal de Contabilidade, no exercício de suas atribuições legais e regimentais, RESOLUÇÃO CFC N.º 1.494, de 20 de novembro de 2015. Dispõe sobre o Registro Profissional dos Contadores. O Conselho Federal de Contabilidade, no exercício de suas atribuições legais e regimentais, RESOLVE:

Leia mais

Publicado no D.O.U. nº 84 de 22/04/2015, Seção 1 pag. 78 RESOLUÇÃO NORMATIVA CFA Nº 464, DE 22 DE ABRIL DE 2015

Publicado no D.O.U. nº 84 de 22/04/2015, Seção 1 pag. 78 RESOLUÇÃO NORMATIVA CFA Nº 464, DE 22 DE ABRIL DE 2015 Publicado no D.O.U. nº 84 de 22/04/2015, Seção 1 pag. 78 RESOLUÇÃO NORMATIVA CFA Nº 464, DE 22 DE ABRIL DE 2015 Dispõe sobre a criação de Acervos Técnicos de Pessoas Físicas e Pessoas Jurídicas registradas

Leia mais

EDITAL COMPLEMENTAR AO EDITAL UFU/PROGRAD Nº 01 - Edital de Solicitação de Matrícula

EDITAL COMPLEMENTAR AO EDITAL UFU/PROGRAD Nº 01 - Edital de Solicitação de Matrícula EDITAL COMPLEMENTAR AO EDITAL UFU/PROGRAD Nº 01 - Edital de Solicitação de Matrícula A Universidade Federal de Uberlândia (UFU) torna pública a divulgação do Edital Complementar ao Edital UFU/PROGRAD Nº

Leia mais

RECONHECIMENTO DE DIPLOMA ESTRANGEIRO DE PÓS-GRADUAÇÃO LISTA DE DOCUMENTOS. Entregar a documentação completa organizada exatamente na ordem abaixo:

RECONHECIMENTO DE DIPLOMA ESTRANGEIRO DE PÓS-GRADUAÇÃO LISTA DE DOCUMENTOS. Entregar a documentação completa organizada exatamente na ordem abaixo: RECONHECIMENTO DE DIPLOMA ESTRANGEIRO DE PÓS-GRADUAÇÃO LISTA DE DOCUMENTOS Entregar a documentação completa organizada exatamente na ordem abaixo: 1. Requerimento (modelo fl. 4) todos os cursos de todas

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE IT Instrução de Trabalho

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE IT Instrução de Trabalho BAIXA DE ANOTAÇÃO DE RESPONSABILIDADE TÉCNICA IT. 44 05 1 / 5 1. OBJETIVO Estabelecer diretrizes para solicitação de baixa de Anotação de Responsabilidade Técnica ART. 2. DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA IT.01

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE IT Instrução de Trabalho

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE IT Instrução de Trabalho FINANCEIRO IT. 20 11 1 / 6 1. OBJETIVO Estabelecer diretrizes para as atividades financeiras do Conselho. 2. DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA Instrução Normativa nº 480 de 15 de dezembro de 2004 Secretaria da

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE BIBLIOTECONOMIA - 8ª REGIÃO - SÃO PAULO. Inscrição do Registro Provisório

CONSELHO REGIONAL DE BIBLIOTECONOMIA - 8ª REGIÃO - SÃO PAULO. Inscrição do Registro Provisório Inscrição do Registro Provisório Documentos: Requerimento (modelo CRB-8) Ficha de inscrição (modelo CRB-8) Termo de Compromisso (modelo CRB-8) Declaração de não exercício (modelo CRB-8) Declaração do registro

Leia mais

ADMISSÃO DE PORTADORES DE DIPLOMA E TRANSFERÊNCIA EXTERNA

ADMISSÃO DE PORTADORES DE DIPLOMA E TRANSFERÊNCIA EXTERNA ADMISSÃO DE PORTADORES DE DIPLOMA E TRANSFERÊNCIA EXTE ERNA 2011.2 EDITAL Nº 10 SUMÁRIO 1. Da Validade... 3 2. Das Inscrições... 3 3. Período de Inscrição... 5 4. Da Avaliação... 4 5 Da Matrícula... 4

Leia mais

EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES

EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES Processo de Seleção para o Programa Especial de Formação Pedagógica para Professores de Educação Profissional de nível técnico (Convênio FNDE/MEC nº 400012/2011 Programa

Leia mais

EDITAL COMPLEMENTAR AO EDITAL UFU/PROGRAD/DIRPS Nº 04/2016 - Edital de Solicitação de Matrícula

EDITAL COMPLEMENTAR AO EDITAL UFU/PROGRAD/DIRPS Nº 04/2016 - Edital de Solicitação de Matrícula EDITAL COMPLEMENTAR AO EDITAL UFU/PROGRAD/DIRPS Nº 04/2016 - Edital de Solicitação de Matrícula A Universidade Federal de Uberlândia (UFU) torna pública a divulgação do Edital Complementar ao Edital UFU/PROGRAD/DIRPS

Leia mais

PORTO ALEGRE: Na OAB/Serviços - Rua Vicente de Paula Dutra, 236 (ao lado do FORO CENTRAL), horário contínuo das 08h30min às 18h30min.

PORTO ALEGRE: Na OAB/Serviços - Rua Vicente de Paula Dutra, 236 (ao lado do FORO CENTRAL), horário contínuo das 08h30min às 18h30min. 1. INSTRUÇÕES PARA REQUERIMENTO NO QUADRO DE ADVOGADOS Requerimento preenchido, datado, assinado somente pelo requerente. Não deixar campos em branco. Não rasurar. As importâncias recolhidas à tesouraria

Leia mais

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PARA PÓS-GRADUAÇÃO IUA nº. 002 de 22/01/2016

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PARA PÓS-GRADUAÇÃO IUA nº. 002 de 22/01/2016 O INSTITUTO UNIVERSITÁRIO ATLÂNTICO IUA, em parceria com a INSTITUTO POLITÉCNICO DE COIMBRA IPC Coimbra/Portugal e a Faculdade Einstein, torna público, para conhecimento dos interessados, que realizará

Leia mais

CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES. Parágrafo único. Para efeito do disposto nesta Resolução, considera-se:

CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES. Parágrafo único. Para efeito do disposto nesta Resolução, considera-se: RESOLUÇÃO CFC N.º 1.390/12 Dispõe sobre o Registro Cadastral das Organizações Contábeis. regimentais, O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e RESOLVE: CAPÍTULO I

Leia mais

ANEXO I DOCUMENTAÇÃO PARA A OBTENÇÃO DE VISTO CONSULAR, NO CONSULADO BRASILEIRO DO JAPÃO

ANEXO I DOCUMENTAÇÃO PARA A OBTENÇÃO DE VISTO CONSULAR, NO CONSULADO BRASILEIRO DO JAPÃO ANEXO I DOCUMENTAÇÃO PARA A OBTENÇÃO DE VISTO CONSULAR, NO CONSULADO BRASILEIRO DO JAPÃO Documentos base para obtenção de visto consular Passaporte original com validade mínima 6 meses e ao menos 2 páginas

Leia mais

EDITAL COMPLEMENTAR AO EDITAL UFU/PROGRAD/DIRPS 01/2014 - Edital de Solicitação de Matrícula

EDITAL COMPLEMENTAR AO EDITAL UFU/PROGRAD/DIRPS 01/2014 - Edital de Solicitação de Matrícula EDITAL COMPLEMENTAR AO EDITAL UFU/PROGRAD/DIRPS 01/2014 - Edital de Solicitação de Matrícula A Universidade Federal de Uberlândia (UFU) torna pública a divulgação do Edital Complementar ao Edital UFU/PROGRAD/DIRPS

Leia mais

EDITAL SOLICITAÇÃO DE VAGAS 1º/2016

EDITAL SOLICITAÇÃO DE VAGAS 1º/2016 EDITAL SOLICITAÇÃO DE VAGAS 1º/2016 O DIRETOR GERAL, da FACULDADE FIA DE ADMINISTRAÇÃO E NEGÓCIOS (FIA), no uso de suas atribuições regimentais, através do presente, DIVULGA as datas e os procedimentos

Leia mais

EDITAL- Faculdade SATC n 035/2011 de 07.06.2011 APROVADOS NO PROCESSO SELETIVO 2011/2 (VESTIBULAR) PRIMEIRA CHAMADA

EDITAL- Faculdade SATC n 035/2011 de 07.06.2011 APROVADOS NO PROCESSO SELETIVO 2011/2 (VESTIBULAR) PRIMEIRA CHAMADA A Direção da Faculdade SATC, mantida pela Associação Beneficente da Indústria Carbonífera de Santa Catarina - SATC, credenciada pela Portaria Ministerial n. 3.556 de 26/11/2003, publicada no D.O.U., em

Leia mais

Fatec de São Carlos. A Faculdade de Tecnologia de São Carlos será a última parte envolvida a assinar o termo de compromisso e demais documentos.

Fatec de São Carlos. A Faculdade de Tecnologia de São Carlos será a última parte envolvida a assinar o termo de compromisso e demais documentos. Memo 04/15 Coordenação São Carlos, 26 de Fevereiro de 2015. Orientações Gerais aos Discentes Assunto: Estágio obrigatório e não obrigatório O estágio é regulamentado pela legislação através da LEI DO ESTÁGIO

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS EDITAL N 001/2015 PRPG

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS EDITAL N 001/2015 PRPG SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS EDITAL N 001/2015 PRPG 1. Informações gerais A Pró-Reitoria de Pós-Graduação (PRPG) da Universidade Federal de Goiás torna públicas as normas para

Leia mais

RESOLUÇÃO CRP-16 Nº 005/2012

RESOLUÇÃO CRP-16 Nº 005/2012 RESOLUÇÃO CRP-16 Nº 005/2012 Institui procedimentos para solicitação e efetivação de cancelamento da inscrição de pessoa física junto ao CRP-16 e dá outras providências. Revoga a resolução CRP 16 nº. 003/2009.

Leia mais

2.1 O Processo Seletivo terá validade para o primeiro semestre letivo de 2016.

2.1 O Processo Seletivo terá validade para o primeiro semestre letivo de 2016. CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES EDITAL DE 02 DE OUTUBRO DE 2015 Processo seletivo para preenchimento das vagas remanescentes do curso de Odontologia 2016A, destinadas a candidatos com curso de graduação

Leia mais

EDITAL COMPLEMENTAR AO EDITAL UFU/PROGRAD/DIRPS Nº 03/2015 - Edital de Solicitação de Matrícula

EDITAL COMPLEMENTAR AO EDITAL UFU/PROGRAD/DIRPS Nº 03/2015 - Edital de Solicitação de Matrícula EDITAL COMPLEMENTAR AO EDITAL UFU/PROGRAD/DIRPS Nº 03/2015 - Edital de Solicitação de Matrícula A Universidade Federal de Uberlândia (UFU) torna pública a divulgação do Edital Complementar ao Edital UFU/PROGRAD/DIRPS

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE ITAÚNA - MG Edital de Chamamento para Cadastro nº 01/2013

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE ITAÚNA - MG Edital de Chamamento para Cadastro nº 01/2013 PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE ITAÚNA - MG Edital de Chamamento para Cadastro nº 01/2013 Edital de convocação de Pessoas Jurídicas para inscrição e atualização do Cadastro de Fornecedores do Município de Itaúna.

Leia mais

MATRÍCULA ALUNOS INGRESSANTES PROGRAMA EM ZOOTECNIA DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA

MATRÍCULA ALUNOS INGRESSANTES PROGRAMA EM ZOOTECNIA DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA MATRÍCULA ALUNOS INGRESSANTES PROGRAMA EM ZOOTECNIA ATENÇÃO: - O da FZEA solicita um prazo de 5 (cinco) dias úteis após a entrega da documentação da matrícula para que as informações sejam cadastradas

Leia mais

EDITAL COMPLETO TRANSFERÊNCIA EXTERNA E MATRÍCULA ESPECIAL PARA PORTADOR DE DIPLOMA 2016.1 Vagas Remanescentes

EDITAL COMPLETO TRANSFERÊNCIA EXTERNA E MATRÍCULA ESPECIAL PARA PORTADOR DE DIPLOMA 2016.1 Vagas Remanescentes EDITAL COMPLETO TRANSFERÊNCIA EXTERNA E MATRÍCULA ESPECIAL PARA PORTADOR DE DIPLOMA 2016.1 Vagas Remanescentes A Pró-Reitoria de Graduação do CENTRO UNIVERSITÁRIO JORGE AMADO, no uso de suas atribuições,

Leia mais

DELIBERAÇÃO Nº 090/14

DELIBERAÇÃO Nº 090/14 DELIBERAÇÃO Nº 090/14 EMENTA: DISPÕE SOBRE A REGULARIZAÇÃO E DEMAIS PROCEDIMENTOS DE PESSOA JURIDICA JUNTO AO CRF/MT. O Conselho Regional de Farmácia do Estado de Mato Grosso - CRF/ MT, no uso de suas

Leia mais

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA REGISTRO DE EMPRESA. (Cópias e originais ou cópias autenticadas)

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA REGISTRO DE EMPRESA. (Cópias e originais ou cópias autenticadas) 1- Requerimento DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA REGISTRO DE EMPRESA 2- Contrato Social e seus aditivos E CNPJ (Cópias e originais ou cópias autenticadas) 3- Indicação de responsável (eis) técnico (s) para

Leia mais

PASSAPORTE. Para os brasileiros naturalizados a quitação militar é exigida a qualquer idade, após a aquisição da naturalização;

PASSAPORTE. Para os brasileiros naturalizados a quitação militar é exigida a qualquer idade, após a aquisição da naturalização; PASSAPORTE O interessado na obtenção do Passaporte deve procurar quaisquer das unidades descentralizadas ou postos de atendimento do Departamento de Polícia Federal, ou os postos de atendimento da Empresa

Leia mais

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PARA PÓS-GRADUAÇÃO IUA nº. 010 de 20/11/2015

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PARA PÓS-GRADUAÇÃO IUA nº. 010 de 20/11/2015 O INSTITUTO UNIVERSITÁRIO ATLÂNTICO IUA, em parceria com o INSTITUTO POLITÉCNICO DA GUARDA Guarda/Portugal e a Faculdade Einstein, torna público, para conhecimento dos interessados, que realizará Processo

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação Matemática

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação Matemática EDITAL PARA O PROCESSO SELETIVO 1º/2015 Coordenador: Prof. Dr. Saddo Ag Almouloud Vice-Coordenadora: Profa. Dra. Barbara Lutaif Bianchini Estarão abertas, no período de 01/10/2014 a 24/10/2014, as inscrições

Leia mais

Universidade Federal Fluminense Escola de Engenharia Industrial Metalúrgica de Volta Redonda Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção

Universidade Federal Fluminense Escola de Engenharia Industrial Metalúrgica de Volta Redonda Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção EDITAL PROCESSO SELETIVO DE CANDIDATOS PARA INGRESSO NO MESTRADO PROFISSIONAL EM ENGENHARIA DE PRODUÇÃO NO PROGRAMA DE PÓS- GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE PRODUÇÃO DE VOLTA REDONDA A coordenação do Programa

Leia mais

EDITAL PRGDP Nº 29/2014

EDITAL PRGDP Nº 29/2014 EDITAL PRGDP Nº 29/2014 A PRGDP/UFLA, no uso de suas atribuições, e considerando a Lei nº 11.091, de 12/01/2005, Decreto nº 5.707, de 23/02/2006 e a Resolução CUNI nº 56 de 29/10/2013, torna público que

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO A SER APRESENTADA PARA EMISSÃO DE CERTIDÃO DE ACERVO TÉCNICO:

DOCUMENTAÇÃO A SER APRESENTADA PARA EMISSÃO DE CERTIDÃO DE ACERVO TÉCNICO: O QUE É ACERVO TÉCNICO? O Acervo Técnico é o conjunto das atividades desenvolvidas ao longo da vida do profissional, compatíveis com suas atribuições desde que registradas no Crea-ES por meio de ARTS -Anotações

Leia mais

INSCRIÇÃO: ( ) CD ( ) TSB ( ) TPD ( ) ASB

INSCRIÇÃO: ( ) CD ( ) TSB ( ) TPD ( ) ASB INSCRIÇÃO: ( ) CD ( ) TSB ( ) TPD ( ) ASB Ilmo Sr. Presidente do CRO Christiane Raso Tafuri -, CD ( ) PRINCIPAL P/ TRANSFERÊNCIA ( ) PROVISÓRIA P/ TRANSFERÊNCIA ( ) SECUNDÁRIA Para uso do CRO: Fls: Nº

Leia mais

COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO Nº 0589-2012-01 ASSISTENTE DE SERVIÇOS JURÍDICOS DIRETORIA JURÍDICA R$ 3.380,66 40 HORAS SEMANAIS

COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO Nº 0589-2012-01 ASSISTENTE DE SERVIÇOS JURÍDICOS DIRETORIA JURÍDICA R$ 3.380,66 40 HORAS SEMANAIS COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO Nº 0589-2012-01 ASSISTENTE DE SERVIÇOS JURÍDICOS DIRETORIA JURÍDICA R$ 3.380,66 40 HORAS SEMANAIS DRH-SS-SE 0589-2012-01 A Diretoria de Recursos Humanos do SESI-SP abre

Leia mais

Serviços Relacionados à Pessoa Jurídica

Serviços Relacionados à Pessoa Jurídica Serviços Relacionados à Pessoa Jurídica Atenção: Documentos apresentados em fotocópia devem ser autenticados em Cartório ou acompanhados dos originais para receberem autenticação do CREA. Documentos obrigatórios

Leia mais

1.2. O acompanhamento de Editais e comunicados referentes a este Processo Seletivo é de responsabilidade exclusiva do candidato.

1.2. O acompanhamento de Editais e comunicados referentes a este Processo Seletivo é de responsabilidade exclusiva do candidato. EDITAL Nº 11/2015, de 28 de abril de 2015 PROCESSO DE SELEÇÃO PARA SERVIDORES PÚBLICOS DE ENSINO PARA INGRESSO NO CURSO TÉCNICO DE NÍVEL MÉDIO SUBSEQUENTE AO ENSINO MÉDIO, DO PROFUNCIONÁRIO CURSOS A DISTÂNCIA

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO FEDERAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA CONFEA. RESOLUÇÃO Nº 1.066, DE 25 DE SETEMBRO de 2015.

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO FEDERAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA CONFEA. RESOLUÇÃO Nº 1.066, DE 25 DE SETEMBRO de 2015. RESOLUÇÃO Nº 1.066, DE 25 DE SETEMBRO de 2015. Fixa os critérios para cobrança das anuidades, serviços e multas a serem pagos pelas pessoas físicas e jurídicas registradas no Sistema Confea/Crea, e dá

Leia mais

SOLICITAÇÕES DE 24/06/2015 a 24/08/2015

SOLICITAÇÕES DE 24/06/2015 a 24/08/2015 TRANSFERÊNCIA EXTERNA 2015/2 (Isento de Taxa) Informativo GR nº 002/2015, de 23/06/2015 SOLICITAÇÕES DE 24/06/2015 a 24/08/2015 ATENÇÃO! ESTE INFORMATIVO CONTÉM TODAS AS ORIENTAÇÕES E PROCEDIMENTOS NECESSÁRIOS

Leia mais

CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES DECRETO Nº 8.407 DE 18/12/2014 REGULAMENTA O CADASTRAMENTO DE PESSOAS FÍSICAS E JURÍDICAS NA DIVISÃO DE CADASTRO DE FORNECEDORES E PRESTADORES DE SERVIÇOS DICAD, SETOR INTEGRANTE DA SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

INGRESSO DE PROFISSIONAIS ESTRANGEIROS NO BRASIL

INGRESSO DE PROFISSIONAIS ESTRANGEIROS NO BRASIL INGRESSO DE PROFISSIONAIS ESTRANGEIROS NO BRASIL REGISTRO PROFISSIONAL E ACERVO TÉCNICO A EXPERIÊNCIA DO CREA-PR Eng. Civ. Joel Krüger Presidente CREA-PR Sistema CONFEA/CREAs 977.750 Profissionais 306

Leia mais

Coleta de Digital. Coleta

Coleta de Digital. Coleta Seção de Registro Coleta de imagens Coleta de Digital O sistema computadorizado identificará a pessoa utilizando cálculos através das variações na digital. São vários os tipos de impressões digitais e

Leia mais

Estabelecer critérios e procedimentos para cadastrar, convocar, encaminhar e monitorar voluntários no Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro.

Estabelecer critérios e procedimentos para cadastrar, convocar, encaminhar e monitorar voluntários no Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro. CADASTRAR, CONVOCAR, ENCAMINHAR E MONITORAR VOLUNTÁRIOS Proposto por: Equipe da Divisão de Apoio aos Programas de Promoção da Cidadania (DIAPP) Analisado por: Departamento de Ações Pró- Sustentabilidade

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Língua Portuguesa

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Língua Portuguesa EDITAL PARA O PROCESSO SELETIVO 2º/2014 Coordenador: Prof. Dr. João Hilton Sayeg de Siqueira Vice-Coordenadora: Prof. Dra. Jeni Silva Turazza Estarão abertas, no período de U14/04/2014U a U05/05/2014U,

Leia mais

Edital nº 040/2008 - Revalidação de Diplomas de Graduação

Edital nº 040/2008 - Revalidação de Diplomas de Graduação SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS DEPARTAMENTO DE REGISTRO E CONTROLE ACADÊMICO Edital nº 040/2008 - Revalidação de Diplomas de Graduação O Departamento de Registro e Controle Acadêmico

Leia mais

PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO RECRUTAMENTO E SELEÇÃO

PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO RECRUTAMENTO E SELEÇÃO PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO RECRUTAMENTO E SELEÇÃO Data de emissão: Associação Paulista de Gestão Pública - APGP Elaborado por: Aprovado por: Francis da Silva Recursos Humanos Diretoria Geral // Sumário

Leia mais

CIRCULAR N 3.172. Documento normativo revogado pela Circular nº 3.611 de 31/10/2012.

CIRCULAR N 3.172. Documento normativo revogado pela Circular nº 3.611 de 31/10/2012. CIRCULAR N 3.172 Documento normativo revogado pela Circular nº 3.611 de 31/10/2012. Estabelece procedimentos relativamente ao exercício de cargos em órgãos estatutários de instituições financeiras e demais

Leia mais

FACULDADE DE INHUMAS REGULAMENTO DE EXPEDIÇÃO E REGISTRO DE DIPLOMA E EXPEDIÇÃO DE CERTIFICADO DA FACULDADE DE INHUMAS (FACMAIS) INHUMAS, GOIÁS

FACULDADE DE INHUMAS REGULAMENTO DE EXPEDIÇÃO E REGISTRO DE DIPLOMA E EXPEDIÇÃO DE CERTIFICADO DA FACULDADE DE INHUMAS (FACMAIS) INHUMAS, GOIÁS FACULDADE DE INHUMAS REGULAMENTO DE EXPEDIÇÃO E REGISTRO DE DIPLOMA E EXPEDIÇÃO DE CERTIFICADO DA FACULDADE DE INHUMAS (FACMAIS) INHUMAS, GOIÁS REGULAMENTO DE EXPEDIÇÃO E REGISTRO DE DIPLOMA E EXPEDIÇÃO

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO BÁSICA RESOLUÇÃO Nº 1, DE 3 DE DEZEMBRO DE 2013 (*)

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO BÁSICA RESOLUÇÃO Nº 1, DE 3 DE DEZEMBRO DE 2013 (*) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO BÁSICA RESOLUÇÃO Nº 1, DE 3 DE DEZEMBRO DE 2013 (*) Define normas para declaração de validade de documentos escolares emitidos por

Leia mais

EDITAL Nº 02/2015 Processo Seletivo 2º Semestre de 2015 Transferência Externa e Obtenção de Novo Título

EDITAL Nº 02/2015 Processo Seletivo 2º Semestre de 2015 Transferência Externa e Obtenção de Novo Título EDITAL Nº 02/2015 Processo Seletivo 2º Semestre de 2015 Transferência Externa e Obtenção de Novo Título As Faculdades Santo Agostinho, por meio de seu Núcleo de Relacionamento Acadêmico e em conformidade

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01/2012-PPGMAPSI/UNIR DE 01 DE OUTUBRO DE 2012.

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01/2012-PPGMAPSI/UNIR DE 01 DE OUTUBRO DE 2012. INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01/2012-PPGMAPSI/UNIR DE 01 DE OUTUBRO DE 2012. DISPÕE SOBRE OS PROCEDIMENTOS PARA REALIZAÇÃO DO EXAME DE QUALIFICAÇÃO, DEFESA E ENTREGA DA VERSÃO FINAL DA DISSERTAÇÃO DE MESTRADO.

Leia mais

Dispõe sobre a concessão de Título de Especialista no âmbito do Conselho Federal de Fonoaudiologia e dá outras providências.

Dispõe sobre a concessão de Título de Especialista no âmbito do Conselho Federal de Fonoaudiologia e dá outras providências. Resolução CFFa nº 268, de 03 de março de 2001 Dispõe sobre a concessão de Título de Especialista no âmbito do Conselho Federal de Fonoaudiologia e dá outras providências. O Conselho Federal de Fonoaudiologia

Leia mais

b) Candidatos Classificados em Cursos cujas vagas já tenham sido todas preenchidas poderão fazer a REOPÇÃO DE CURSO.

b) Candidatos Classificados em Cursos cujas vagas já tenham sido todas preenchidas poderão fazer a REOPÇÃO DE CURSO. A Direção da Faculdade SATC, mantida pela Associação Beneficente da Indústria Carbonífera de Santa Catarina - SATC, credenciada pela Portaria Ministerial n. 3.556 de 26/11/2003, publicada no D.O.U., em

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA IN

INSTRUÇÃO NORMATIVA IN Quinta-feira, 15 de Março de 2012 Ano XVIII - Edição N.: 4030 Poder Executivo Secretaria Municipal de Planejamento, Orçamento e Informação - Secretaria Municipal Adjunta de Recursos Humanos INSTRUÇÃO NORMATIVA

Leia mais

SOBRESP - Faculdade de Ciências da Saúde. Edital 002/2016. Processo Seletivo

SOBRESP - Faculdade de Ciências da Saúde. Edital 002/2016. Processo Seletivo SOBRESP - Faculdade de Ciências da Saúde Edital 002/2016 Processo Seletivo A Direção da SOBRESP - Faculdade de Ciências da Saúde torna públicas as normas a seguir, que regem o Processo Seletivo Vestibular

Leia mais

PROCESSO DE SELEÇÃO DE DOCENTE PARA O CURSO DE GRADUAÇÃO EM TURISMO DA FACULDADE ESTÁCIO DE SÁ ESPÍRITO SANTO EDITAL 01/2011

PROCESSO DE SELEÇÃO DE DOCENTE PARA O CURSO DE GRADUAÇÃO EM TURISMO DA FACULDADE ESTÁCIO DE SÁ ESPÍRITO SANTO EDITAL 01/2011 PROCESSO DE SELEÇÃO DE DOCENTE PARA O CURSO DE GRADUAÇÃO EM TURISMO DA FACULDADE ESTÁCIO DE SÁ ESPÍRITO SANTO EDITAL 01/2011 A Faculdade Estácio de Sá do Espírito Santo divulga a abertura de inscrições,

Leia mais

2º EDITAL PROCESSO SELETIVO 2016-1 SIMPLIFICADO GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA

2º EDITAL PROCESSO SELETIVO 2016-1 SIMPLIFICADO GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA 2º EDITAL PROCESSO SELETIVO 2016-1 SIMPLIFICADO GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA VESTIBULAR AOS CURSOS SUPERIORES DE TECNOLOGIA: ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS REDES DE COMPUTADORES O Serviço Nacional de Aprendizagem

Leia mais

EDITAL DE CONVOCAÇÃO Nº 51 /2015

EDITAL DE CONVOCAÇÃO Nº 51 /2015 EDITAL DE CONVOCAÇÃO Nº 51 /2015 O Reitor da Universidade do Estado da Bahia (UNEB), no uso de suas atribuições legais, estatutárias e regimentais, RESOLVE tornar público, para conhecimento dos interessados,

Leia mais

FACULDADE SÃO SALVADOR - FSS SEEB - Sociedade de Estudos Empresariais Avançados da Bahia Ltda CNPJ: 03.871.465/0001-06

FACULDADE SÃO SALVADOR - FSS SEEB - Sociedade de Estudos Empresariais Avançados da Bahia Ltda CNPJ: 03.871.465/0001-06 EDITAL COMPLETO PROCESSO SELETIVO PARA TRANSFERÊNCIA EXTERNA E PORTADORES DE DIPLOMA 2014.2 Nº 05/2014 O Diretor Geral da Faculdade São Salvador, no uso de suas atribuições legais, na conformidade do que

Leia mais

2.950/2003 RAD-DGADM-037

2.950/2003 RAD-DGADM-037 CREDENCIAR, RENOVAR CREDENCIAMENTO E DESCREDENCIAR COLABORADORES E ORIENTADORES VOLUNTÁRIOS DA INFÂNCIA E JUVENTUDE E DO IDOSO Proposto por: Serviço de Apoio aos Comissários de Varas da Infância, da Juventude

Leia mais

Resende (RJ), 16 de setembro de 2015. ATO CONVOCATÓRIO AGEVAP N.º 022/2015 COMUNICADO Nº 5 Aos Interessados

Resende (RJ), 16 de setembro de 2015. ATO CONVOCATÓRIO AGEVAP N.º 022/2015 COMUNICADO Nº 5 Aos Interessados Resende (RJ), 16 de setembro de 2015. ATO CONVOCATÓRIO AGEVAP N.º 022/2015 COMUNICADO Nº 5 Aos Interessados Quanto aos pedidos de esclarecimentos apresentados por algumas entidades, referente ao Ato Convocatório

Leia mais

CADERNO DE COMPRAS E LICITAÇÕES

CADERNO DE COMPRAS E LICITAÇÕES 2010 PREFEITURA MUNICIPAL DE CONTAGEM SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO DIRETORIA DE COMPRAS E LICITAÇÕES CADERNO DE COMPRAS E LICITAÇÕES 1. OBJETIVO Este manual tem por objetivo esclarecer as questões

Leia mais

Luiz A. Paranhos Velloso Junior Presidente da Junta Comercial do Estado do Rio de Janeiro ID. 1919046-8

Luiz A. Paranhos Velloso Junior Presidente da Junta Comercial do Estado do Rio de Janeiro ID. 1919046-8 PORTARIA JUCERJA N.º 1.408, DE 25 DE AGOSTO DE 2015. APROVA REGULAMENTO DE CREDENCIAMENTO DE PERITOS GRAFOTÉCNICOS, NO ÂMBITO DA JUCERJA. O PRESIDENTE DA JUNTA COMERCIAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO, no

Leia mais

www.cpsol.com.br MODELO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ENGENHARIA DE SEGURANÇA E MEDICINA DO TRABALHO IDENTIFICAÇÃO DAS PARTES CONTRATANTES

www.cpsol.com.br MODELO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ENGENHARIA DE SEGURANÇA E MEDICINA DO TRABALHO IDENTIFICAÇÃO DAS PARTES CONTRATANTES MODELO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ENGENHARIA DE SEGURANÇA E MEDICINA DO TRABALHO IDENTIFICAÇÃO DAS PARTES CONTRATANTES CONTRATANTE: (Nome da Contratante), com sede em (...), na Rua (...), nº.

Leia mais

Serviços Relacionados à ART

Serviços Relacionados à ART Serviços Relacionados à ART Documentos obrigatórios para: BAIXA DE ART POR CONCLUSÃO DE OBRA OU SERVIÇO - Requerimento para baixa da ART assinado pelo profissional, caso a ART não esteja baixada de forma

Leia mais

MUNICÍPIO DE FLORIANÓPOLIS CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO. RESOLUÇÃO CME nº.01/2015

MUNICÍPIO DE FLORIANÓPOLIS CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO. RESOLUÇÃO CME nº.01/2015 MUNICÍPIO DE FLORIANÓPOLIS CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO RESOLUÇÃO CME nº.01/2015 Fixa normas para a Autorização de Funcionamento de Unidades Educativas Municipais do Ensino Fundamental, do Sistema Municipal

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE IT Instrução de Trabalho

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE IT Instrução de Trabalho APOIO AO DIREITO DO CONSUMIDOR IT. 12 08 1 / 6 1. OBJETIVO Estabelecer diretrizes para procedimentos visando à solução de litígios motivados por problemas técnicos, no que se refere à participação de Profissionais/Empresas

Leia mais

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PARA PROFESSOR SUBSTITUTO UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO PROCESSO SELETIVO PARA PROFESSOR SUBSTITUTO

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PARA PROFESSOR SUBSTITUTO UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO PROCESSO SELETIVO PARA PROFESSOR SUBSTITUTO EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PARA PROFESSOR SUBSTITUTO UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO PROCESSO SELETIVO PARA PROFESSOR SUBSTITUTO O Reitor da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, no uso de

Leia mais

Conselho Regional de Técnicos em Radiologia CRTR 10ª REGIÃO/PR Serviço Público Federal

Conselho Regional de Técnicos em Radiologia CRTR 10ª REGIÃO/PR Serviço Público Federal ORIENTAÇÕES PARA INSCRIÇÃO DE PESSOA FÍSICA 1. Solicitar os boletos para recolhimento da taxa de inscrição de pessoa física, da taxa de expedição da habilitação e da anuidade (proporcional), pelo e-mail:

Leia mais

REGULAMENTO DE CREDENCIAMENTO DE PESSOAS JURÍDICAS PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PROFISSIONAIS DE CONSULTORIA, INSTRUTORIA EM PROJETOS.

REGULAMENTO DE CREDENCIAMENTO DE PESSOAS JURÍDICAS PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PROFISSIONAIS DE CONSULTORIA, INSTRUTORIA EM PROJETOS. REGULAMENTO DE CREDENCIAMENTO DE PESSOAS JURÍDICAS PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PROFISSIONAIS DE CONSULTORIA, INSTRUTORIA EM PROJETOS. TOLEDO-PR Página 2 de 6 1. OBJETIVO 1.1 O presente regulamento objetiva

Leia mais

EDITAL FATEC SOROCABA Nº 01/2015 DE 08 DE MAIO DE 2015.

EDITAL FATEC SOROCABA Nº 01/2015 DE 08 DE MAIO DE 2015. EDITAL FATEC SOROCABA Nº 01/2015 DE 08 DE MAIO DE 2015. O Diretor da Faculdade de Tecnologia de Sorocaba no uso de suas atribuições legais torna público que estão abertas as inscrições para participação

Leia mais

QUALIFICAÇÃO E CERTIFICAÇÃO DE PESSOAL EM CORROSÃO E PROTEÇÃO

QUALIFICAÇÃO E CERTIFICAÇÃO DE PESSOAL EM CORROSÃO E PROTEÇÃO ABRACO 00 de 0 OBJETIVO Esta norma estabelece a sistemática adotada pela Associação Brasileira de Corrosão ABRACO para o funcionamento do Sistema Nacional de Qualificação e Certificação em Corrosão e Proteção.

Leia mais

OBS.: O recibo emitido por meio de depósito em envelope não será aceito como comprovação do pagamento

OBS.: O recibo emitido por meio de depósito em envelope não será aceito como comprovação do pagamento RELAÇÃO DE DOCUMENTOS BANCOS PARA O PAGAMENTO DAS TAXAS Universidade de Brasília - UnB Os valores constantes da Resolução do Conselho de Administração n 0 005/2002 deverão ser recolhidos em nome da FUB

Leia mais

Estágio Curricular Supervisionado

Estágio Curricular Supervisionado Estágio Curricular Supervisionado CURSOS TECNOLÓGICOS FACULDADE PROMOVE DE SETE LAGOAS 2016 REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO O presente regulamento normatiza o Estágio Curricular Supervisionado,

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 002/2014

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 002/2014 INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 002/2014 DISPÕE SOBRE A CONCESSÃO DE SUBVENÇÃO SOCIAL, AUXÍLIO FINANCEIRO, CONTRIBUIÇÃO E OUTRAS FONTES DE RECURSO NO ÂMBITO DO PODER EXECUTIVO. A Controladoria Geral do Município

Leia mais

SLEA SISTEMA DE LICENCIAMENTO ELETRÔNICO DE ATIVIDADES DA PREFEITURA DE SÃO PAULO

SLEA SISTEMA DE LICENCIAMENTO ELETRÔNICO DE ATIVIDADES DA PREFEITURA DE SÃO PAULO SLEA SISTEMA DE LICENCIAMENTO ELETRÔNICO DE ATIVIDADES DA PREFEITURA DE SÃO PAULO Manual passo-a-passo para obtenção do Auto de Licença de Funcionamento/ Auto de Licença de Funcionamento Condicionado Eletrônico

Leia mais

PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR ESPECIAL DE VERÃO 2010

PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR ESPECIAL DE VERÃO 2010 PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR ESPECIAL DE VERÃO 2010 EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÃO O Reitor do Centro Universitário Feevale, instituição de ensino superior recredenciada pela Portaria nº. 1.566, de 27

Leia mais

RESOLUÇÃO NORMATIVA CFA Nº 390, DE 30 DE SETEMBRO DE 2010

RESOLUÇÃO NORMATIVA CFA Nº 390, DE 30 DE SETEMBRO DE 2010 Publicada no D.O.U. nº 208, de 29/10/2010 Seção 1 Página 209 RESOLUÇÃO NORMATIVA CFA Nº 390, DE 30 DE SETEMBRO DE 2010 Aprova alterações e inclusão de dispositivos no Regulamento de Registro Profissional

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE NUTRIÇÃO CURRÍCULO 2 I INTRODUÇÃO

REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE NUTRIÇÃO CURRÍCULO 2 I INTRODUÇÃO REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE NUTRIÇÃO CURRÍCULO 2 I INTRODUÇÃO O estágio curricular do curso de Nutrição é uma atividade obrigatória, em consonância com as Diretrizes Curriculares Nacionais

Leia mais

EDITAL PARA PROCESSO DE RECRUTAMENTO & SELEÇÃO DE DOCENTES PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA E ARQUITETURA DA UNIVERSIDADE ESTÁCIO DE SÁ

EDITAL PARA PROCESSO DE RECRUTAMENTO & SELEÇÃO DE DOCENTES PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA E ARQUITETURA DA UNIVERSIDADE ESTÁCIO DE SÁ EDITAL PARA PROCESSO DE RECRUTAMENTO & SELEÇÃO DE DOCENTES PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA E ARQUITETURA DA UNIVERSIDADE ESTÁCIO DE SÁ A Universidade Estácio de Sá (UNESA) divulga processo seletivo

Leia mais

NORMA TÉCNICA 39/2014

NORMA TÉCNICA 39/2014 ESTADO DE GOIÁS CORPO DE BOMBEIROS MILITAR NORMA TÉCNICA 39/2014 CREDENCIAMENTO DE EMPRESAS DE VENDA/REVENDA, MANUTENÇÃO E/OU RECARGA DE EXTINTORES DE INCÊNDIO, DE EMPRESAS DE FORMAÇÃO E/OU DE PRESTAÇÃO

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNA CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO Nº 154 / 2015. Assunto: Dispõe sobre seleção interna e externa de docentes

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNA CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO Nº 154 / 2015. Assunto: Dispõe sobre seleção interna e externa de docentes CENTRO UNIVERSITÁRIO UNA CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO Nº 154 / 2015 Assunto: Dispõe sobre seleção interna e externa de docentes O Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão do Centro

Leia mais

PROGRESSÃO POR ELEVAÇÃO DE NÍVEL PROFISSIONAL

PROGRESSÃO POR ELEVAÇÃO DE NÍVEL PROFISSIONAL SUPERINTENDÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS INSTRUÇÃO DE SERVIÇO N 04/2013 Atualizado em Janeiro/2014. PROGRESSÃO POR ELEVAÇÃO DE NÍVEL PROFISSIONAL A GERENTE GERAL DE DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS, através

Leia mais

RESOLUÇÃO N 24, DE 6 DE JUNHO DE 2012.

RESOLUÇÃO N 24, DE 6 DE JUNHO DE 2012. RESOLUÇÃO N 24, DE 6 DE JUNHO DE 2012. Dispõe sobre o acervo técnico do arquiteto e urbanista e a emissão de Certidão de Acervo Técnico (CAT), sobre o registro de atestado emitido por pessoa jurídica de

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA [por tipo de requerimento]

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA [por tipo de requerimento] DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA [por tipo de requerimento] REQUERIMENTO DE EMISSÃO DE CLF [somente para matriz] (CLF-Certificado de Licença de Funcionamento) É o documento, com validade de um ano, que habilita

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE PRÓ REITORIA DE GRADUAÇÃO COLÉGIO UNIVERSITÁRIO GERALDO REIS EDITAL Nº 002/ 2015

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE PRÓ REITORIA DE GRADUAÇÃO COLÉGIO UNIVERSITÁRIO GERALDO REIS EDITAL Nº 002/ 2015 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE PRÓ REITORIA DE GRADUAÇÃO COLÉGIO UNIVERSITÁRIO GERALDO REIS EDITAL Nº 002/ 2015 SORTEIO PARA ADMISSÃO DE ALUNOS AO COLÉGIO UNIVERSITÁRIO GERALDO

Leia mais

DOS DADOS CADASTRAIS DOS CLIENTES

DOS DADOS CADASTRAIS DOS CLIENTES BOLSA DE VALORES DE SÃO PAULO 1 / 14 CAPÍTULO XXVI DOS DADOS CADASTRAIS DOS CLIENTES 26.1 DA FICHA CADASTRAL 26.1.1 As Sociedades Corretoras deverão manter cadastros atualizados de seus clientes, contendo,

Leia mais

RESOLUÇÃO CFFa nº 446, de 26 de abril de 2014 (*)

RESOLUÇÃO CFFa nº 446, de 26 de abril de 2014 (*) RESOLUÇÃO CFFa nº 446, de 26 de abril de 2014 (*) Dispõe sobre o registro de Pessoas Jurídicas nos Conselhos Regionais de Fonoaudiologia, e dá outras providências. O Conselho Federal de Fonoaudiologia-CFFa,

Leia mais

1. DOS CURSOS, DA DATA, LOCAL E HORÁRIO PARA A REALIZAÇÃO DA MATRÍCULA. 1.1. A matrícula será realizada conforme a tabela a seguir:

1. DOS CURSOS, DA DATA, LOCAL E HORÁRIO PARA A REALIZAÇÃO DA MATRÍCULA. 1.1. A matrícula será realizada conforme a tabela a seguir: A Direção da Faculdade SATC, mantida pela Associação Beneficente da Indústria Carbonífera de Santa Catarina - SATC, credenciada pela Portaria Ministerial n. 3.556 de 26/11/2003, publicada no D.O.U., em

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAL

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAL 3.5 ASSISTÊNCIAS A SAÚDE SUPLEMENTAR: Benefício em favor do servidor (ativo, aposentado e pensionista), com duas modalidades: 1. Adesão: devida aos servidores conveniados aos planos de saúde GEAP no valor

Leia mais

EDITAL PROCESSO DE ADMISSÃO DE NOVOS ALUNOS COLÉGIO AGOSTINIANO SÃO JOSÉ 2014

EDITAL PROCESSO DE ADMISSÃO DE NOVOS ALUNOS COLÉGIO AGOSTINIANO SÃO JOSÉ 2014 EDITAL PROCESSO DE ADMISSÃO DE NOVOS ALUNOS COLÉGIO AGOSTINIANO SÃO JOSÉ 2014 EDITAL DO PROCESSO DE ADMISSÃO DE NOVOS ALUNOS DO COLÉGIO AGOSTINIANO SÃO JOSÉ O Diretor do Colégio Agostiniano São José, Padre

Leia mais