Faculdade de Tecnologia SENAC

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Faculdade de Tecnologia SENAC"

Transcrição

1 Faculdade de Tecnologia SENAC Projeto de Redes Profª. Kelly Alves Martins de Lima Aluno Carlos Henrique Goiânia 2011

2

3 Sumario 1 Introdução Proposta do projeto Dados Básicos: Responsável pelo projeto: Informações Estatísticas: Especificações: PATCH PANEL Configuração: - 48 Portas RACK Descrição do produto: Características técnicas: PISO - RACK 19 TAUNUS 16U EURORACK Configuração: NO-BREAK SMS NET3+ BIVOLT Configuração: Características de entrada Características de saída Características gerais Cabo UTP par trançado Cabo EZ LAN 4x24 AWG CAT 5E UTP - TELCON Aplicação Calha Aérea Canaleta Ponto de Telecomunicação e conector Tomada única Fêmea RJ Espelho Único... 11

4 6.12 Tomada dupla Fêmea RJ Espelho Duplo Conector RJ Conector RJ- 45 Fêmea Cat Abraçadeira de velcro Switch Dell - Power Connect Portas Configuração: Roteador Wi-Fi Padrões: Sensibilidade do receptor: Requisitos Mínimos: Modem Roteador 3com Officeconnect Especificações: Infra-estrutura Cabeamento-Estruturado e Plantas Norma Técnica Redes Locais EIA/TIA 568-A Norma ANSI/EIA/TIA-568-B Norma ANSI/EIA/TIA-568-B Norma ANSI/EIA/TIA-569-A Norma ANSI/EIA/TIA Norma ANSI/EIA/TIA Norma NBR Servidores Serviço de Firewall: Função: Servidor de Arquivos (com backup de segurança): Função:... 19

5 10.3 Servidor de Internet (Incluso serviço de VOZ e DADOS) Função: Servidor em torre Dell Power Edge T310 11G Servidor de Arquivos Processador Sistema operacional Chipset Memória Storage Compartimentos de unidade Slots Controladores RAID Comunicações Alimentação Disponibilidade Placa de vídeo Chassi Gerenciamento Fontes de pesquisas... 24

6 Projeto de Infra-Estrutura de Redes abordando todas as bases tecnológicas ministradas no curso de Segurança da Informação da Faculdade SENAC Goiânia, como requisito parcial de obtenção de conclusão do primeiro semestre deste curso.

7 5 1 Introdução Este projeto tem como finalidade colocar em prática o conhecimento adquirido neste primeiro semestre do curso de Tecnologia em redes de computadores do SENAC-GO. 2 Proposta do projeto Criar, desenvolver e implementar toda infra-estrutura para um novo imóvel recentemente adquirido pela contratante. 3 Dados Básicos: Nome da edificação: Alto Peças Planalto Endereço: Av. Rio verde nº355 Vila Brasília Cidade Empresarial Proprietário: Jose Vieira da silva Construtor: Live Network 4 Responsável pelo projeto: Nome do responsável: Mauricio Jose Cunha Titulo Profissional: Segurança da Informação Numero de Registro na entidade de classe: Endereço completo: Av. independência nº1002 Leste vila nova Nome da empresa: Live Network Assinatura: Local e data: Goiânia 07 de Dezembro de Informações Estatísticas:

8 6 Tipo de edificação: Predial Numero de pavimentos: 01 Números de salas: 12 Área útil da edificação: 1040 m 2 Numero de pontos para voz: 103 PT Numero de pontos de dados: 180 PTR Numero de pontos totais para edificação: Especificações: 6.1 PATCH PANEL FUROKAWA - Patch Panel 48/24 P RJ45 Cat6e Furukawa Gigalan Configuração: - 48 Portas - Taxa de transmissão de 155Mbps 6.2 RACK Mini rack, 19 pol. 8U x 400mm c/ vidro temp 6.3 Descrição do produto: - Mini Rack de parede 19 polegadas com altura de 8U e 40 cm de profundidade, que possui base, teto, fundo e laterais com pintura eletrostática a pó. - Feito para ser usado com HUBs, Switchs, DVRs, time lapse, modems, etc.

9 7 - Porta de vidro fume temperado com moldura em chapa de aço. - Indicado para guardar e organizar switchs. - Laterais removíveis com furação para ventilação. - Primeiro e segundo planos de montagem. - Fundo com furação para fixação na parede. - Possui abertura na base e no teto para passagem de cabos. - Com fechadura na porta Características técnicas: - Código do produto no fabricante: Porta: vidro fume temperado - Pintura eletrostática a pó - Fechadura: Papaiz - Dimensões: 40,6/52,6/38 cm (Prof/Larg/Alt) 6.4 PISO - RACK 19 TAUNUS 16U EURORACK Configuração: - Estrutura em Aço SAE espessura de 1,5 mm. - Porta Frontal com estrutura em Aço SAE 1010, espessura de 1,2 mm e visor em chapa de Poliestireno na cor fumê. - Laterais removíveis em Aço SAE 1010 com espessura de 0,90 mm com fechaduras e chaves. - Planos de fixação em aço, perfurado para porca-gaiola. - Venezianas de ventilação nas laterais.

10 8 - Ajuste de profundidade nos 2 planos de montagem. - Sistema de ventilação forçada opcional. - Pintura em Epoxi texturizado na cor bege (porta e laterais) e estrutura em grafite. - Outras cores sob consulta. - Preto Semi Fosco Texturizado ou Grafite Texturizado. - 3% no valor final do produto Altura Útil (U): Altura Ext.(mm): Largura Ext. (Mm): Prof. Útil (mm): Prof. Ext.(Mm): NO-BREAK SMS NET3+ BIVOLT Configuração: Características de entrada - Tensão nominal [V]: /220 (automático) Peso: 113kg - Variação Máxima [V]:84 a 142 (115) a 264 (220) Bandejas: Características de saída

11 9 - Potência Máxima de saída F.P. 0,7 carga de informática: 1400VA - Tensão Nominal: Regulação: ± 5% (para operação bateria) / + 6% - 10% (para operação rede) - Frequência: 60Hz ± 1% (para operação bateria) - Forma de Onda do Inversor: Senoidal por aproximação (Retangular PWM - Controle de largura e amplitude) - Número de Tomadas (Padrão NEMA 5/15): Características gerais - Rendimento: 95% (para operação rede) e 85% (para operação bateria) - Tempo de Autonomia: 50 Minutos (PC (ON BOARD) + Monitor 14" ou 15" ) - Baterias Internas: 2 baterias 12VDC / 7Ah - Frequência: 60Hz ± 1% (para operação bateria) - Bateria Externa (Opcional): 12VDC / máximo 80Ah - Acionamento do Inversor: < 0,8 ms 6.6 Cabo UTP par trançado Cabo EZ LAN 4x24 AWG CAT 5E UTP - TELCON O cabo EZ LAN (designação ANATEL: UTP 4x24AWG 5e CM ou CMX) é construído por veias de cobre sólido bitola 24 AWG isoladas com polietileno de alta densidade (PEAD), binadas em quatro pares reunidos e protegidos por uma capa de material retardante a chama PVC. Atende a norma internacional EIA/TIA 568.C-2 (a mais recente atualização das normas 568.B- 2 e adendos), para uso interno em redes de dados até 100 MHz.

12 10 O cabo é fornecido em caixas com rolos de 305m, de material de grande resistência e qualidade, permitindo até 65 caixas em cada palete. O cabo Telcon EZ LAN 5e UTP tem como padrão a cor de capa azul. Outras cores são disponíveis mediante consulta Aplicação - Gigabit Ethernet, usando quatro pares para transmissão simultânea de dados. - Cabeamento estruturado, em redes LAN para escritórios, residências e/ou indústrias. FTTB (Fiber to the Build), como o canal ideal para sinais de alta velocidade quando da conversão de óptico para metálico. - Código de cores: Par 1 Azul / Azul Claro/ Par 2 Branco / Laranja/ Par 3 Verde / Verde - - Claro/ Par 4 Marrom / Marrom Claro. - Pode ser conectorizado. - Capaz de trabalhar nos principais protocolos, como ATM, Token Ring, Ethernet,TBASE100 e TBASE1000 até 100Mbps. 6.7 Calha Aérea Matéria Prima: Alumínio extrudado. Acabamentos: Anodização fosca, Anodização brilhante e pintura eletrostática a pó. Os leitos para cabos são produzido em metal, utilizado como um ótimo conjunto estrutural rígido para sustentação de cabos. Este sistema que propícia excelente ventilação em diversos modelos e tamanhos. 6.8 Canaleta Canaleta em PVC branco para cabeamento Dimensões: 10 mm de profundidade x 20 mm de largura

13 Ponto de Telecomunicação e conector. Também conhecido por tomada de estação, trata-se de um sub-sistema composto por um espelho com previsão para instalação de, no mínimo, duas tomadas RJ45/8 vias fêmea e já possuindo incorporado no mínimo, uma tomada RJ45; a(s) tomada(s) deverão atender às especificações Power Sum Next dos procedimentos de teste da TIA/EIA 568-B.2 Categoria 6. A montagem dos pinos deverá obedecer à codificação de pinagem T568-B.2. A montagem do espelho e demais componentes deverá ser acessível pela Área de Trabalho. O espelho deverá possuir previsão para instalação de etiqueta de identificação Tomada única Fêmea RJ-45 Tomada para rede Tomada RJ45 CAT. 5E TOC COMP - mod. 785 (Não precisa ser parafusada) Suporte para fixação na parede com adesivo 6.11 Espelho Único Espelho 4x2 (70x114) Saída p/ Conector RJ45 Compatível com os conectores fêmea das marcas AMP e Furukawa Os espelhos são acabamentos e alojamentos para keystone. O tamanho 4x2 é considerado padrão para caixas embutidas em alvenaria Tomada dupla Fêmea RJ-45

14 12 - Conector Femea Rj45 Keystone Cat 5e - Tomada 8 Vias - Funções VDI (voz, dados e imagens) para circuitos de rede. Telefonia via Internet - Tomadas Dupla RJ45 - Para rede de informática com porta etiqueta: - Conexão LCS (ref.: Cat 5e, Cat5) - Conexão IDC 110 (ref.: ) - Tomada Dedicada - Para circuito exclusivo 2P + T Padrão Brasileiro (ref.: ) - Ideal para circuitos de rede estabilizada ou no-break. Fornecido com acessório. - Ideal para as novas Redes Estruturas (voz e dados). - Telefonia Voip e rede de dados em uma única tomada Espelho Duplo Espelho com 2 portas para RJ45 Para uso em caixas de embutir 4x2 e compatível com os conectores que seguem padrão industrial Conector RJ Conector RJ- 45 Fêmea Cat6 O Conector RJ 45 ou Keystone é uma tomada modular para instalações em rede estruturada, seu alojamento permite uma melhoria significativa na conectividade da rede. Utilizado nas caixas de sobrepor e patch panel s descarregados. Características - Conector RJ 45 Fêmea. -Categoria 6.

15 13 -Modelo M8V. -Cor: Bege ou Preto -Facilidade de padronização e identificação visual dos pontos nas estações de trabalho; -Padrão de Conectorização Universal (568 A/B). Sistema de Cabeamento Estruturado para cabeamento horizontal ou secundário, uso interno, em sala de telecomunicações, pontos de distribuição ou em pontos de acesso na área de trabalho Abraçadeira de velcro - Velcro Dupla Face Rolo 2 cm de largura x 3 m de comprimento. - Esta Abraçadeira serve para organizar cabos. - Utilizado em Cabeamento estruturado, mas serve para qualquer tipo de cabos. O modo de usar é muito simples: a frente da fita adere nas costas da fita, "abraçando os cabos". Pode ser reaproveitada diversas vezes e também pode ser emendada uma fita com a outra Switch Dell - Power Connect Portas

16 Configuração: O comutadortm PowerConnectTM 2748 proporcionando capacidades de gestão através da Web ao preço de um comutador não gerido. Esta versão de 48 portas é escalável de pequenos grupos de trabalho para soluções de agregação de elevada densidade das filiais que necessitem de Gigabit Ethernet. Além disso, este modelo de 48 portas tem portas SFP combinadas para ligar o comutador a outros equipamentos de rede que se encontrem para além da limitação de distância de 100 m para Ethernet Roteador Wi-Fi Padrões: IEEE n, IEEE g, IEEE b, IEEE 802.3, IEEE 802.3u, IEEE 802.3af (Power over Ethernet), 802.1x (autenticação de segurança), i segurança WPA/WPA2, WMM Sensibilidade do receptor: n: 300 Mbps em-69dbm g: 54 Mbps em-73dbm b: 11 Mbps em-88dbm

17 Requisitos Mínimos: b, g, n adaptador sem fio com protocolo TCP / IP instalado por PC Switch / router com PoE injector PoE apoio ou quando usado com PoE 6.18 Modem Roteador 3com Officeconnect Especificações: Funciona com todas as operadoras do país (PPPoE, PPPoA), EXCETO a GVT Banda larga, que utiliza a tecnologia ADSL2+, para a qual o modem não possui suporte. Velocidade de até 8Mbps. Interfaces: WAN : 4.0 x ADSL - RJ , Management : 1.0 x RS-232C - RJ , 1.0 x Ethernet 10Base-T - 9 pin D-Sub (DB-9) Infra-estrutura A empresa contratante adquiriu recentemente um imóvel na cidade de Goiânia para acomodar sua fábrica de componentes para automóveis. O projeto da empresa representa a parte administrativa. Foi solicitada a empresa contratada para o desenvolvimento do projeto, para interligar serviços de dados e voz.

18 16 8 Cabeamento-Estruturado e Plantas A empresa contratante requer um bom trabalho de equipe e flexibilidade. As organizações enfrentam mudanças constantes, que exigem a movimentação ou r eorganização das pessoas, seus espaços de trabalho e os serviços que elas executam. O sistema de cabeamento estruturado implantado pela empresa contratada é planejado para acomodar as freqüentes mudanças, acréscimos e alterações. Um sistema de cabeamento estruturado é a base de uma rede de informações moderna. O Sistema de cabeamento implantado pela empresa contratada baseia-se nos padrões 9 Norma Técnica Redes Locais 9.1 EIA/TIA 568-A (Electric Industries association e Telecommunication Industries Associations). Todo as sinalizações de dados, voz (telefonia), multimía (som ambiente ou vídeo) podem ser transmitidas através do mesmo cabo de mesma infra-estrutura (tomadas, conectores, painéis). Seguindo as normas internacionais, o sistema de cabeamento estruturado implantado visa suportar as necessidades atuais e futuras, de comunicações para dados, voz e imagem. Para assegurar um perfeito sistema de cabeamento estruturado, alguns requisitos são de suma importância, entre eles, a prática adequada de instalação e a documentação do projeto físico, tais como: Memorial Descritivo Lista de Materiais Aplicados Especificações Técnicas dos Materiais Aplicados Diagramas e Plantas Tabela de Relacionamento de Cabos

19 Norma ANSI/EIA/TIA-568-B.1 Especifica os requerimentos mínimos para o cabeamento de telecomunicações a ser instalado tanto no interior dos edifícios como nas instalações feitas entre edifícios em ambientes externos. Esse documento possui informações sobre topologia, distância, cabos reconhecidos, configurações dos conectores entre outros. O cabeamento especificado nessa norma e desenvolvido para suportar vários tipos de edificações comerciais, assim como diversas aplicações tais como voz, dados, vídeo, imagens entre outras. Estima-se nesses documentos que a vida útil de um sistema estruturado seja, no mínimo, de 15 anos. 9.3 Norma ANSI/EIA/TIA-568-B.2 Fornece os padrões mínimos de desempenho dos componentes de cabeamento, assim como os procedimentos para a validação dos mesmos, visto que a desempenho de transmissão de cabeamento dependente das características dos seus componentes como cabeamento Horizontal, hardware de conexão e patch-cords, além do numero total de conexões e os cuidados com que os mesmos foram instalados e serão mantidos. O desenvolvimento das aplicações com altas taxas de transmissão, por exemplo, o Gigabit Ethernet, exige que os sistemas de cabeamento sejam caracterizados pelos parâmetros de transmissão: perda de inserção, PSNEXT, perda de retorno e PSELFEXT. 9.4 Norma ANSI/EIA/TIA-569-A O Objetivo é prever as especificações do projeto para todas as instalações prediais relacionadas aos sistemas de cabeamento de telecomunicações e seus componentes: facilidade de entrada, sala de equipamentos, rotas de backbone, armário de telecomunicações, rotas horizontais e área de trabalho.

20 Norma ANSI/EIA/TIA-570 Tem como proposito padronizar a infraestrutura para suportar voz, dados, vídeo, multimídia, sistema de automação residencial, controle de ambiente, segurança, distribuição de áudio, televisão, sensores, alarmes e intercomunicação em ambientes domestico e comerciais de pequeno porte. Sua aplicação esta nos sistema de cabeamento estruturado, e seus caminhos e espaços para edificações residenciais são simples ou complexos (dentro ou entre edificações). 9.6 Norma ANSI/EIA/TIA-606 A administração de uma rede interna estruturada compreende toda a documentação incluindo todas as etiquetas, placa de identificação, planta dos pavimentos, cortes esquemáticos dos caminhos e espaços da rede primaria e secundária, tabelas e detalhes construtivos inscritos no projeto e memorial descritivo de rede interna. Outro ponto importante abordado pela norma e a questão das identificações realizadas através de cores nas terminações (conexões cruzadas e interconexões) e executadas nos hardwares de conexão localizados nas salas de equipamentos e nos armários de telecomunicações, para identificar as rotas dos cabos. 9.7 Norma NBR Esta Norma estabelece os critérios mínimos para elaboração de projetos de rede interna estruturada de telecomunicações, em edificações de uso comercial, independente do seu porte. Esta Norma se aplica a edifícios e a conjuntos de edifícios situados dentro de um mesmo terreno em que se deseja a implantação de uma rede interna estruturada.

21 19 10 Servidores 10.1 Serviço de Firewall: Quatidade: Função: Este serviço e responsável por impedir, que o usuário e a sua rede, sejam invadidos assim causando qualquer dano Servidor de Arquivos (com backup de segurança): Quantidade: 01 geral Quantidade: 01 reservado para o telemarketing Função: Permite o armazenamento de dados de e compartilhamento dos mesmos para os usuários interligados ao domínio. Estes arquivos serão armazenados nos servidor de acordo com a necessidade do usuário e será responsável pela segurança dos dados e backup desses arquivos Servidor de Internet (Incluso serviço de VOZ e DADOS) Função: Disponibilizar comunicação entre a rede local com influencias de comunicação de voz e dados. A internet é uma rede de redes de computadores (interna e externa) que se comunicam de forma transparente ao usuário através de um protocolo comum (IP - Internet Protocol).

22 Servidor em torre Dell Power Edge T310 11G Modelo: IronPort Firewall Configuração:Equipamento de Firewall Protege contra invasão a rede 10.5 Servidor de Arquivos Processador Um processador Intel Xeon Quad-Core série Sistema operacional Novell SUSE Linux Enterprise Server Chipset Intel Memória 1 Até 32 GB (somente R-DIMM): suporte para até 6 R-DIMMs ou 4 U-DIMMs, DDR3 800 MHz, 1066 MHz ou 1333 MHz de 1 GB/2 GB/4 GB/8 GB Storage Opções de disco rígido de conector automático: SSD SATA de 2,5", SAS (10.000) SAS de 3,5" (15.000, ), SAS nearline (7.200), SATA (7.200)

23 21 Opções de disco rígido cabeado: SAS de 3,5" (15.000, ), SAS nearline (7.200), SATA (7.200) Storage interno máximo: Até 8 TB Storage externo: Para obter informações sobre as opções de storage externo da Dell, visite Dell.com/Storage Compartimentos de unidade Opções cabeadas ou de troca automática disponíveis: Opções de disco rígido cabeado: Até quatro unidades SAS ou SATA de 3,5 pol Opções de disco rígido com troca automática: Até quatro unidades SAS ou SATA de 3,5 pol, ou SAS ou SSD de 2,5 po Slots 5 slots PCIe G2 Dois slots x8 (um com conector x16) Um slot x4 (com conector x8) Dois slots x Controladores RAID Interno: SAS 6/iR PERC H700 (6 Gbit/s) com 512 MB de cache não volátil PERC 6/i com 256 MB de cache alimentado por bateria PERC S300 (baseado em software)

24 22 Externo: PERC H800 (6 Gbit/s) com 512 MB de cache não volátil PERC 6/E com 256 MB ou 512 MB de cache alimentado por bateria HBA externos (não-raid): HBA SAS de 6 Gbit/s HBA SAS 5/E Comunicações NIC Gigabit Ethernet de porta dupla Broadcom NetXtreme 5709, cobre, com TOE, PCIe x4 NIC Gigabit Ethernet de porta dupla Broadcom NetXtreme 5709, cobre, com TOE/iSCSI, PCIe x4 Adaptador de porta única Intel PRO/1000 PT, NIC Gigabit Ethernet, PCIe x1 Adaptador de porta dupla Intel Gigabit ET, NIC Gigabit Ethernet, PCIe x4 Adaptador de porta quádrupla Intel Gigabit ET, NIC Gigabit Ethernet, PCIe x Alimentação Fonte de alimentação cabeada única (375 W)/Fonte de alimentação redundante opcional (400 W) Disponibilidade LED de diagnóstico do Quad-pack, LCD interativo com chassi de disco rígido com troca automática, disco rígido com troca automática, PSU redundante Placa de vídeo Matrox G200eW com 8 MB de memória

25 Chassi 440 mm x 218 mm x 521 mm (com tampa frontal e pé da torre) 17,3 pol (A) x 8,6 pol (L) x 20,5 pol (P) Gerenciamento Compatível com BMC, IPMI 2.0 Dell OpenManage com Dell Management Console Unified Server Configurator Controlador de ciclo de vida ativado via idrac6 Express, idrac6 Enterprise e Vflash opcionais

26 24 11 Fontes de pesquisas Guia Completo de Cabeamento de Redes - Jose Mauricio S. Pinheiro Cabeamento Estruturado, 3ª ed Paulo Sergio Marin

Aula 4a - Sistemas de Cabeamento

Aula 4a - Sistemas de Cabeamento Aula 4a - Sistemas de Cabeamento Prof. José Maurício S. Pinheiro 2010 1 Sistemas de Cabeamento Uma rede de computadores é um conjunto de recursos inter-relacionados e interligados com o objetivo de formar

Leia mais

Arquitetura de Computadores - Kelly Alves Martins de Lima. Engenharia de Software e Programação Orientada a Objeto

Arquitetura de Computadores - Kelly Alves Martins de Lima. Engenharia de Software e Programação Orientada a Objeto Arquitetura de Computadores - Kelly Alves Martins de Lima Engenharia de Software e Programação Orientada a Objeto Novo XPS 8700 Desktop Dentre as arquiteturas de trabalho mais poderosas no mercado este

Leia mais

Catálogo de. Produtos LABORATÓRIO ÓPTICO FERRAMENTARIA / METALURGIA PRODUTOS INJETADOS MARCAS DISTRIBUÍDAS B5NX-CNC

Catálogo de. Produtos LABORATÓRIO ÓPTICO FERRAMENTARIA / METALURGIA PRODUTOS INJETADOS MARCAS DISTRIBUÍDAS B5NX-CNC FIBRAS ÓPTICAS E ACESSÓRIOS LABORATÓRIO ÓPTICO FERRAMENTARIA / METALURGIA B5NX-CNC PRODUTOS INJETADOS Catálogo de MARCAS DISTRIBUÍDAS Produtos R A Division of Cisco Systems, Inc. RACKS E ACESSÓRIOS Linha

Leia mais

Sistemas de Cabeamento SISTEMA DE CABEAMENTO ESTRUTURADO 23/09/2015. Topologias Lógicas x Topologias Físicas. Cabeamento Não-estruturado aula 26/08

Sistemas de Cabeamento SISTEMA DE CABEAMENTO ESTRUTURADO 23/09/2015. Topologias Lógicas x Topologias Físicas. Cabeamento Não-estruturado aula 26/08 Sistemas de Cabeamento SISTEMA DE CABEAMENTO ESTRUTURADO Uma rede de computadores é um conjunto de recursos inter-relacionados e interligados com o objetivo de formar um sistema em comum. PROF. FABRICIO

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS PROJETO INTEGRADOR

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS PROJETO INTEGRADOR FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO III PROJETO INTEGRADOR BANCO DE DADOS Allan Berg Barbosa Guimarães Christian Alves Carvalho Juarez Junior Freitas de Oliveira Prof. Willians

Leia mais

InfraEstrutura de Redes

InfraEstrutura de Redes Faculdade Anhanguera de São Caetano do Sul InfraEstrutura de Redes Curso: Tecnologia em Redes de Computadores Prof:Eduardo M. de Araujo Site-http://www.professoreduardoaraujo.com Cabeamento Estruturado

Leia mais

PAINEL DE ACESSO FRONTAL CATEGORIA 5 ENHANCED

PAINEL DE ACESSO FRONTAL CATEGORIA 5 ENHANCED PAINEL DE ACESSO FRONTAL CATEGORIA 5 ENHANCED Aplicações imagens, segundo requisitos da norma ANSI/TIA/EIA-568A, uso interno, para cabeamento horizontal ou secundário, em salas de telecomunicações (cross-connect)

Leia mais

Projeto de Redes. Superior em Gestão da Tecnologia da Informação. Professora: Kelly Alves

Projeto de Redes. Superior em Gestão da Tecnologia da Informação. Professora: Kelly Alves Projeto de Redes Superior em Gestão da Tecnologia da Informação. Professora: Kelly Alves Alunos Renan Rezende dos Santos Robson Décio Yamaki Wilson Fernandes Projeto de Infra-Estrutura de Redes com abrangência

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO 1. CABEAMENTO VERTICAL 1.1 INTRODUÇÃO

MEMORIAL DESCRITIVO 1. CABEAMENTO VERTICAL 1.1 INTRODUÇÃO MEMORIAL DESCRITIVO 1. CABEAMENTO VERTICAL 1.1 INTRODUÇÃO O cabeamento vertical, ou cabeamento de backbone integra todas as conexões entre o backbone do centro administrativo e os racks departamentais,

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal da Integração Latino Americana. Termo de Homologação do Pregão Eletrônico Nº 00034/2015 (SRP)

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal da Integração Latino Americana. Termo de Homologação do Pregão Eletrônico Nº 00034/2015 (SRP) 05/10/2015 COMPRASNET O SITE DE COMPRAS DO GOVERNO Pregão Eletrônico MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal da Integração LatinoAmericana Termo de Homologação do Pregão Eletrônico Nº 00034/2015 (SRP)

Leia mais

EM 1991 a EIA (Eletronic Industries Association) publicou um padrão para cabeamento de telecomunicações

EM 1991 a EIA (Eletronic Industries Association) publicou um padrão para cabeamento de telecomunicações Laboratório de Redes. Cabeamento Estruturado Pedroso 4 de março de 2009 1 Introdução EM 1991 a EIA (Eletronic Industries Association) publicou um padrão para cabeamento de telecomunicações de edifícios

Leia mais

PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br

PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br Curso Tecnológico de Redes de Computadores Disciplina: Infraestrutura de Redes de Computadores - 1º período Professor: José Maurício S. Pinheiro AULA 01 Conceitos

Leia mais

Disciplina: Cabeamento de Redes Profª Érica Barcelos

Disciplina: Cabeamento de Redes Profª Érica Barcelos Disciplina: Cabeamento de Redes Profª Érica Barcelos CAPÍTULO 4 4. CABEAMENTO ESTRUTURADO- PARTE II Cada nível do subsistema estudado no capítulo anterior foi regulamentado por normas que visam padronizar

Leia mais

APOSTILA DE REDES DE COMPUTADORES RESUMO 1º BIMESTRE - 2º SEMESTRE

APOSTILA DE REDES DE COMPUTADORES RESUMO 1º BIMESTRE - 2º SEMESTRE APOSTILA DE REDES DE COMPUTADORES RESUMO 1º BIMESTRE - 2º SEMESTRE 1 1. CABEAMENTO ESTRUTURADO Cabeamento estruturado é a disciplina que estuda a disposição organizada e padronizada de conectores e meios

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal da Integração Latino Americana. Termo de Adjudicação do Pregão Eletrônico Nº 00034/2015 (SRP)

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal da Integração Latino Americana. Termo de Adjudicação do Pregão Eletrônico Nº 00034/2015 (SRP) Pregão Eletrônico MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal da Integração Latino Americana Termo de Adjudicação do Pregão Eletrônico Nº 00034/2015 (SRP) Às 10:47 horas do dia 25 de setembro de 2015,

Leia mais

Padrão Ethernet... 69 Ethernet a 100 Mbps... 70 Gigabit Ethernet... 70 Padrão Token-Ring... 72 Padrão FDDI... 73 Padrão ATM... 74

Padrão Ethernet... 69 Ethernet a 100 Mbps... 70 Gigabit Ethernet... 70 Padrão Token-Ring... 72 Padrão FDDI... 73 Padrão ATM... 74 3 T E C N O L O G I A S D E R E D E S L O C A I S T E C N O L O G I A Padrão Ethernet... 69 Ethernet a 100 Mbps... 70 Gigabit Ethernet... 70 Padrão Token-Ring... 72 Padrão FDDI... 73 Padrão ATM... 74 PADRÃO

Leia mais

Servidor em rack PowerEdge R630. Especificações técnicas. Processador. Processadores Intel Xeon E5 2600 v3

Servidor em rack PowerEdge R630. Especificações técnicas. Processador. Processadores Intel Xeon E5 2600 v3 Servidor em rack PowerEdge R630 Especificações técnicas Processador Processadores Intel Xeon E5 2600 v3 Sistema operacional Microsoft Windows Server 2008 R2 SP1 (inclui Hyper-V ) Microsoft Windows Server

Leia mais

Aula 4b Elementos da Infraestrutura

Aula 4b Elementos da Infraestrutura Aula 4b Elementos da Infraestrutura Prof. José Maurício S. Pinheiro 2010 1 Elementos de Infra-estrutura São utilizados em projetos de sistemas de cabeamento para estabelecer o tráfego de voz, dados e imagens,

Leia mais

UTP Unshielded Twisted Pair - UTP ou Par Trançado sem Blindagem: é o mais usado atualmente tanto em redes domésticas quanto em grandes redes

UTP Unshielded Twisted Pair - UTP ou Par Trançado sem Blindagem: é o mais usado atualmente tanto em redes domésticas quanto em grandes redes Definição Cabeamento para uso integrado em comunicações de voz, dados e imagem preparado de maneira a atender diversos layouts de instalações, por um longo período de tempo, sem exigir modificações físicas

Leia mais

22/02/2014. Cabeamento estruturado garante: Organização; Flexibilidade; Desempenho; Escalabilidade; Simplificação do uso; Simplificação da manutenção.

22/02/2014. Cabeamento estruturado garante: Organização; Flexibilidade; Desempenho; Escalabilidade; Simplificação do uso; Simplificação da manutenção. Consiste de um conjunto de produtos de conectividade, empregados de acordo com regras específicas de engenharia; Tais produtos garantem conectividade máxima para os dispositivos existentes e preparam a

Leia mais

FICHA TÉCNICA PATCH PANEL 24 PORTAS C5e RoHS

FICHA TÉCNICA PATCH PANEL 24 PORTAS C5e RoHS FICHA TÉCNICA PATCH PANEL 24 PORTAS C5e RoHS 1- Aplicação: Este produto aplica-se a sistemas de cabeamento estruturado, para tráfego de voz, dados e imagens, do tipo 10BASE-T, 100BASE-Tx, 155M ATM, 4/16MB

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal da Integração Latino Americana. Ata de Formação do Cadastro de Reserva

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal da Integração Latino Americana. Ata de Formação do Cadastro de Reserva 05/10/2015 COMPRASNET O SITE DE COMPRAS DO GOVERNO Pregão Eletrônico MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal da Integração LatinoAmericana Ata de Formação do Cadastro de de abertura: 16/09/2015 09:02

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES DE MATERIAIS 06.09.000 SISTEMA DE CABEAMENTO ESTRUTURADO 06.09.001 - EQUIPAMENTOS ATIVOS

ESPECIFICAÇÕES DE MATERIAIS 06.09.000 SISTEMA DE CABEAMENTO ESTRUTURADO 06.09.001 - EQUIPAMENTOS ATIVOS ESPECIFICAÇÕES DE MATERIAIS 06.09.000 SISTEMA DE CABEAMENTO ESTRUTURADO 06.09.001 - EQUIPAMENTOS ATIVOS Tipo: Gabinete Rack do tipo bastidor com porta e ventilação forçada 24U x 19"x 670mm, com porta de

Leia mais

ONDE LEIA SE: LOTE 01

ONDE LEIA SE: LOTE 01 Divinolândia, 21 de Setembro de 2011 Prezados senhores interessados, Esta comissão de Julgamento de Licitação do Conderg Hospital Regional de Divinolândia, esclarece através deste, alteração feita no Edital

Leia mais

5 BANCO DE DADOS. 5.1 MER(Modelo Relacional) Figura Erro! Indicador não definido. - MER Fonte: Autoria própria.

5 BANCO DE DADOS. 5.1 MER(Modelo Relacional) Figura Erro! Indicador não definido. - MER Fonte: Autoria própria. 5 BANCO DE DADOS Este banco de dados foi modelado com o intuito de armazenar informações sobre a incidência de ataques que ocorre em determinado ambiente, os tipos de ataques mais comuns, as soluções dadas

Leia mais

OBJETIVOS 1 INFORMAÇÕES ADICIONAIS 1 DISPOSIÇÃO ORGANIZACIONAL 2 PLANTA A 5 PLANTA B 6 DISTRIBUIÇÃO E CONFIGURAÇÃO DOS RACKS 7

OBJETIVOS 1 INFORMAÇÕES ADICIONAIS 1 DISPOSIÇÃO ORGANIZACIONAL 2 PLANTA A 5 PLANTA B 6 DISTRIBUIÇÃO E CONFIGURAÇÃO DOS RACKS 7 ÍNDICES OBJETIVOS 1 JUSTIFICATIVAS 1 INFORMAÇÕES ADICIONAIS 1 SEGURANÇA - INTERNET 1 SISTEMA OPERACIONAL 2 PROTOCOLO TCP/IP 2 INTRANET 2 DISPOSIÇÃO ORGANIZACIONAL 2 ESTAÇÕES 2 MICROS 3 IMPRESSORAS 3 PLANTA

Leia mais

ENGENHARIA E PROJETOS ELÉTRICOS LTDA

ENGENHARIA E PROJETOS ELÉTRICOS LTDA APRESENTAÇÃO As especificações contidas neste memorial são referentes às instalações de cabeamento estruturado do prédio sede do Tribunal Regional do Trabalho 12ª Região TRT, localizado na Av. Jorn.Rubens

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA REDE DA DADOS LOCAL OBRA: CASA DA DUQUE - PINACOTECA ALDO LOCATELLI LOCAL: Rua Duque de Caxias, n. 973

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA REDE DA DADOS LOCAL OBRA: CASA DA DUQUE - PINACOTECA ALDO LOCATELLI LOCAL: Rua Duque de Caxias, n. 973 ANEXO III ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA REDE DA DADOS LOCAL OBRA: CASA DA DUQUE - PINACOTECA ALDO LOCATELLI LOCAL: Rua Duque de Caxias, n. 973 - Porto Alegre (RS) PROPRIETÁRIO: EPHAC TENSÃO PRIMÁRIA DE ABASTECIMENTO:

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS PROJETO INTEGRADOR GERENCIA DE REDES DE COMPUTADORES 4º PERÍODO Gestão da Tecnologia da Informação Alunos: Erik de Oliveira, Douglas Ferreira, Raphael Beghelli, João

Leia mais

QUANDO TRATAMOS SOBRE MEIOS DE TRANSMISSÃO, DEVEMOS ENFATIZAR A EXISTÊNCIA DE DOIS TIPOS DESSES MEIOS, SENDO:

QUANDO TRATAMOS SOBRE MEIOS DE TRANSMISSÃO, DEVEMOS ENFATIZAR A EXISTÊNCIA DE DOIS TIPOS DESSES MEIOS, SENDO: CABEAMENTO DE REDE QUANDO TRATAMOS SOBRE MEIOS DE TRANSMISSÃO, DEVEMOS ENFATIZAR A EXISTÊNCIA DE DOIS TIPOS DESSES MEIOS, SENDO: MEIO FÍSICO: CABOS COAXIAIS, FIBRA ÓPTICA, PAR TRANÇADO MEIO NÃO-FÍSICO:

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO E DE ESPECIFICAÇÕES

MEMORIAL DESCRITIVO E DE ESPECIFICAÇÕES MEMORIAL DESCRITIVO E DE ESPECIFICAÇÕES SISTEMA DE CABEAMENTO ESTRUTURADO OBRA: ESCOLA DE ENSINO PROFISSIONALIZANTE PROJETO PADRÃO PROPRIETÁRIO: MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO - MEC FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO

Leia mais

Servidores Dell PowerEdge Guia do portfólio

Servidores Dell PowerEdge Guia do portfólio Servidores Dell PowerEdge Guia do portfólio Servidores Dell PowerEdge ` Projetados especificamente para oferecer confiabilidade Virtualização ativada para uma infraestrutura eficiente Gerenciamento de

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS Referente ao Edital de Tomada de Preços nº. 004/2012 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS PÁGINA 1 DE 6 ITEM 01 SERVIDOR DE RACK COM AS SEGUINTES CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS MÍNIMAS: INFORMAR OBRIGATORIAMENTE O FABRICANTE

Leia mais

CABEAMENTO ESTRUTURADO NORMAS AMERICANAS EIA/TIA

CABEAMENTO ESTRUTURADO NORMAS AMERICANAS EIA/TIA CABEAMENTO ESTRUTURADO NORMAS AMERICANAS EIA/TIA NORMAS AMERICANAS EIA/TIA EIA/TIA 568-B: Commercial Building Telecomunications Cabling Standard Essa norma de 2001 é a revisão da norma EIA/TIA 568-A de

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO PARA INSTALAÇÃO DE CABEAMENTO DE REDE LÓGICA

MEMORIAL DESCRITIVO PARA INSTALAÇÃO DE CABEAMENTO DE REDE LÓGICA MEMORIAL DESCRITIVO PARA INSTALAÇÃO DE CABEAMENTO DE REDE LÓGICA 1. ESCOPO DO DOCUMENTO Este documento apresenta o memorial descritivo relativo ao projeto de Cabeamento lógico no Centro Municipal de Saúde

Leia mais

ANEXO I RELAÇÃO DOS ITENS DA LICITAÇÃO

ANEXO I RELAÇÃO DOS ITENS DA LICITAÇÃO Folha: 1/6 1 2,000 UN MÓDULO BATERIAS PARA NOBREAK 3000VA --- 5.590,0000 11.180,0000 ------------------------------------ Descrição --------- Módulo fechado de baterias estacionárias, que comporte no mínimo

Leia mais

Camada Física Camada Física Camada Física Função: A camada Física OSI fornece os requisitos para transportar pelo meio físico de rede os bits que formam o quadro da camada de Enlace de Dados. O objetivo

Leia mais

PROJETO DE REDE LOCAL E BACKBONE

PROJETO DE REDE LOCAL E BACKBONE São Paulo, 29 de julho de 2010 PROJETO DE REDE LOCAL E BACKBONE 1. Informações e recomendações importantes O projeto foi solicitado pela Unidade para a implantação de rede local para o prédio GETS, sendo

Leia mais

INDICE LINHA DE RACKS FECHADOS LINHA DE RACKS ABERTOS LINHA DE BRACKETS LINHA DE ACESSÓRIOS

INDICE LINHA DE RACKS FECHADOS LINHA DE RACKS ABERTOS LINHA DE BRACKETS LINHA DE ACESSÓRIOS INDICE LINHA DE RACKS FECHADOS Triunfo Standard Triunfo Server Triunfo Left Triunfo Left Server Triunfo Industrial 05 06 07 08 09 LINHA DE RACKS ABERTOS Triunfo Plus Triunfo HD 10 11 LINHA DE BRACKETS

Leia mais

NOMES DOS AUTORES JEAN PIERRE AIRES DA SILVA RELATÓRIO FINAL DE PROJETO CABO UTP

NOMES DOS AUTORES JEAN PIERRE AIRES DA SILVA RELATÓRIO FINAL DE PROJETO CABO UTP Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial E.E.P. Senac Pelotas Centro Histórico Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego Curso Técnico em Informática NOMES DOS AUTORES JEAN PIERRE AIRES

Leia mais

UNSINCROTEL (9274) ELETRÔNICA E TELECOMUNICAÇÕES LTDA 0 261,1800 1

UNSINCROTEL (9274) ELETRÔNICA E TELECOMUNICAÇÕES LTDA 0 261,1800 1 Objeto da Compra: de Preços: PREÇOS 40/2015 Nº: 40/2015 Página: 1/8 1Pacote propagante de vinculação níquel de 100 elétrica de chama, ouro, Conectores com para possuir as veias RJ45 proteção vias Especificação

Leia mais

Estimativa. Unioeste 30809/2010 Cod. Fornecedor ClassificaçãoVlr.Un. Total. Setor Processo Item edital

Estimativa. Unioeste 30809/2010 Cod. Fornecedor ClassificaçãoVlr.Un. Total. Setor Processo Item edital Filtrado por ( : = '' ) E ( em haver: >= 1 ) E (Imprimir quantidades por setor de consumo = Sim) 06/05/2014:17:06 Página 1 de 1 Fornecedor ClassificaçãoVlr.Un. 23 7023 Backup - Agente Aplicação Exchange

Leia mais

Aumentar Diminuir Procura Tela Cheia Imprimir

Aumentar Diminuir Procura Tela Cheia Imprimir ADAPTER CABLE M8v CATEGORIA 5 ENHANCED Sistemas de Cabeamento Estruturado para tráfego de voz, dados e imagens, segundo requisitos da norma ANSI/TIA/EIA-568A, incluindo o adendo 5 (Categoria 5e), para

Leia mais

1. Descrição Física. O tampo deverá ser vazado para passagem dos cabos, para cada computador.

1. Descrição Física. O tampo deverá ser vazado para passagem dos cabos, para cada computador. LABORATÓRIO DE REDES DE COMPUTADORES (REDE FÍSICA E REDE LÓGICA) 1. Descrição Física Este laboratório é o ambiente ideal para aulas práticas e teóricas visando capacitar o aluno para o planejamento de

Leia mais

FACULDADE DE INFORMÁTICA SALTO 2012. Projetos de Redes II. Tecnologia em Redes de Computadores

FACULDADE DE INFORMÁTICA SALTO 2012. Projetos de Redes II. Tecnologia em Redes de Computadores FACULDADE DE INFORMÁTICA SALTO 2012 Projetos de Redes II Tecnologia em Redes de Computadores Dias e horários Segundas-feiras 19:00 às 22:30 horas Valor das Avaliações PO1 Prova Oficial 1 PO1 (matéria somente

Leia mais

2 computadores de mesa (desktop):

2 computadores de mesa (desktop): Levantamento dos ativos de infraestrutura de TI utilizados em uma empresa. Especificação técnica e localização dos equipamentos que podem ser patrimoniados. As empresas dependem da infraestrutura de TI

Leia mais

Rack piso standard. Rack piso Server

Rack piso standard. Rack piso Server Rack piso standard Desenvolvido para atender diversos tamanhos e tipos de redes Monobloco: Estrutura em chapa de aço 1,2 mm Porta frontal em chapa de aço 1,2 mm, visor em acrílico fume e fechadura cilíndrica

Leia mais

LISTA DE PREÇOS SERVIDORES DE ENTRADA. Código: T002-01 Código: T001-01

LISTA DE PREÇOS SERVIDORES DE ENTRADA. Código: T002-01 Código: T001-01 LISTA DE PREÇOS Observações: Todos os servidores da lista permitem alterações em sua configuração. Todos os Servidores Intel importados e comercializados pela OEMBR no Brasil, contam com garantia de 03

Leia mais

APRENDIZAGEM INDUSTRIAL. UNIDADE 3 Técnicas de cabeamento

APRENDIZAGEM INDUSTRIAL. UNIDADE 3 Técnicas de cabeamento APRENDIZAGEM INDUSTRIAL UNIDADE 3 Técnicas de cabeamento O cabeamento horizontal Compreende os segmentos de cabos que são lançados horizontalmente entre as áreas de trabalho e as salas de telecomunicações

Leia mais

CABLING CABOS CONECTORES PATCH PANEL 19 ACESSÓRIOS

CABLING CABOS CONECTORES PATCH PANEL 19 ACESSÓRIOS CABLING CABOS 04 CONECTORES 05 PATCH PANEL 19 06 ACESSÓRIOS 07 02 CABLING CABLAGENS DE COBRE O EIA/TIA 568, de 1991, foi o primeiro padrão americano para os sistemas de cableamento estruturado. Em 1995,

Leia mais

UTP ( PAR TRANÇADO SEM PROTEÇÃO)

UTP ( PAR TRANÇADO SEM PROTEÇÃO) Par Trançado UTP ( PAR TRANÇADO SEM PROTEÇÃO) O cabo UTP é composto por pares de fios, sendo que cada par é isolado um do outro e todos são trançados juntos dentro de uma cobertura externa, que não possui

Leia mais

Graduação Tecnológica em Redes de Computadores. Infraestrutura de Redes de Computadores

Graduação Tecnológica em Redes de Computadores. Infraestrutura de Redes de Computadores Graduação Tecnológica em Redes de Computadores Infraestrutura de Redes de Computadores Euber Chaia Cotta e Silva euberchaia@yahoo.com.br Graduação Tecnológica em Redes de Computadores Introdução ao cabeamento

Leia mais

Meios de transmissão. Professor Leonardo Larback

Meios de transmissão. Professor Leonardo Larback Meios de transmissão Professor Leonardo Larback Meios de transmissão Na comunicação de dados são usados muitos tipos diferentes de meios de transmissão. A escolha correta dos meios de transmissão no projeto

Leia mais

Com o intuito de inovar sem deixar a qualidade e

Com o intuito de inovar sem deixar a qualidade e LINHA DE PRODUTOS ATTIC Com o intuito de inovar sem deixar a qualidade e a relação custo benefício de lado, a Attic apresenta ao mercado soluções com acabamento impecável, modernos e resistentes. A pintura

Leia mais

Servidores Dell PowerEdge Guia do portfólio

Servidores Dell PowerEdge Guia do portfólio Servidores Dell PowerEdge Guia do portfólio Servidores Dell PowerEdge Criados especificamente para oferecer confiabilidade Ativado para virtualização para uma infraestrutura eficiente Gerenciamento de

Leia mais

Cabeamento Estruturado Metálico em Edifícios Comerciais

Cabeamento Estruturado Metálico em Edifícios Comerciais Cabeamento Estruturado Metálico em Edifícios Comerciais Cabeamento estruturado - definição Sistema de cabeamento capaz de prover tráfego de gêneros de informações diferenciadas dentro de um mesmo sistema

Leia mais

Faculdade Escritor Osman da Costa Lins

Faculdade Escritor Osman da Costa Lins Faculdade Escritor Osman da Costa Lins Sistemas de Informação Projeto Redes de Computadores Professor: Hugo Souza 6º Período Alunos: Gleybson Farias Valmir Santos Sumário Sumário Introdução... 3 Lista

Leia mais

Cabeamento Estruturado. Prof. Marciano dos Santos Dionizio

Cabeamento Estruturado. Prof. Marciano dos Santos Dionizio Cabeamento Estruturado Prof. Marciano dos Santos Dionizio Norma ANSI/EIA/TIA 568B Divide um sistema de cabeamento em subsistemas: 1. Facilidades de Entrada (pela NBR14565: Sala de Entrada de Telecomunicações

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇAO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RONDÔNIA 1. DESCRIÇÃO DA SOLUÇÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇAO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RONDÔNIA 1. DESCRIÇÃO DA SOLUÇÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO ESTUDO TÉCNICO PRELIMINAR DA CONTRATAÇÃO 1. DESCRIÇÃO DA SOLUÇÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Aquisição de equipamentos para infraestrutura de redes de todo o IFRO 2. DEFINIÇÃO E ESPECIFICAÇÃO DE REQUISITOS

Leia mais

GABINETE ALTURA PROCESSADORES NÚCLEOS DE PROCESSAMENTO MEMÓRIA RAM CHIPSET ARQUITETURA BIOS

GABINETE ALTURA PROCESSADORES NÚCLEOS DE PROCESSAMENTO MEMÓRIA RAM CHIPSET ARQUITETURA BIOS ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS GABINETE ALTURA - Rack Chassis Próprio - Ventiladores Internos Hot Plug Redundantes - Ventilação Adequada para a Refrigeração do Sistema Interno do Equipamento na sua Configuração

Leia mais

Cabeamento Estruturado

Cabeamento Estruturado Cabeamento Estruturado Infra-estrutura de cabeamento metálico ou óptico, capaz de atender a diversas aplicações proporcionando flexibilidade de layout, facilidade de gerenciamento, administração e manutenção

Leia mais

Cabeamento Estruturado. Norma 568

Cabeamento Estruturado. Norma 568 Cabeamento Estruturado Norma 568 1 Resumo Evolução da Norma; Onde e como utilizar a norma; Conhecer como a norma ANSI/EIA/TIA 568B está dividida em subsistemas; D e s c r e v e r a s c a r a c t e r í

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA KIT TELESSAÚDE

TERMO DE REFERÊNCIA KIT TELESSAÚDE TERMO DE REFERÊNCIA KIT TELESSAÚDE Quantidade Especificação Técnica Valor Estimado 01 Microcomputador multimídia R$ 2.200,00 Core I5, memória de 4Gb, disco rígido de 500GB SATA, gravador e leitor de DVD,

Leia mais

WirelessHART Manager

WirelessHART Manager Descrição do Produto O uso de tecnologias de comunicação de dados sem fio em sistemas de automação industrial é uma tendência em crescente expansão. As vantagens do uso de tecnologia sem fio são inúmeras

Leia mais

InfraEstrutura de Redes

InfraEstrutura de Redes Faculdade Anhanguera de São Caetano do Sul InfraEstrutura de Redes Curso: Tecnologia em Redes de Computadores Prof:Eduardo M. de Araujo Site-http://www.professoreduardoaraujo.com Cabeamento Estruturado

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES Rede é um conjunto de módulos processadores capazes de trocar informações e compartilhar recursos. O tipo de rede é definido pela sua área de abrangência, podemos classificar as redes

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA Departamento de Compras e Licitações - DCL Campus Universitário Trindade Florianópolis SC CEP 88.040-900 CNPJ/MF n 83.899.526/0001-82 Telefone

Leia mais

índice 02 CONDIÇÕES BÁSICAS Prezado cliente, REDE DE ACESSO PARA INSTALAÇÃO DOS EQUIPAMENTOS ACOMODAÇÕES DE EQUIPAMENTOS CABOS E CONEXÕES

índice 02 CONDIÇÕES BÁSICAS Prezado cliente, REDE DE ACESSO PARA INSTALAÇÃO DOS EQUIPAMENTOS ACOMODAÇÕES DE EQUIPAMENTOS CABOS E CONEXÕES Prezado cliente, índice Bem-vindo à GVT. Agora sua empresa conta com soluções inovadoras de voz, dados e Internet com o melhor custo-benefício. Para garantir a qualidade dos serviços e aproveitar todos

Leia mais

Laudo de Viabilidade Técnica e Econômica para Rede Wireless do CDT

Laudo de Viabilidade Técnica e Econômica para Rede Wireless do CDT Laudo de Viabilidade Técnica e Econômica para Rede Wireless do CDT 1. Pré Requisitos Com base no que foi proposta, a rede wireless do Bloco K da Colina deve atender aos seguintes requisitos: Padrão IEEE

Leia mais

PROJETO DE REDE LOCAL E BACKBONE

PROJETO DE REDE LOCAL E BACKBONE São Paulo, 21 de maio de 2010 PROJETO DE REDE LOCAL E BACKBONE 1 Informações e recomendações importantes O projeto foi solicitado pela Unidade para a implantação de rede local para o prédio MAC- IBIRAPUERA

Leia mais

PEDIDO DE COTAÇÃO - ANEXO I

PEDIDO DE COTAÇÃO - ANEXO I Folha: 0001 Objeto: Aquisição de Material de e Permanente (Equipamentos e Suprimentos de Informática), para 001 081266-9 CABO UTP CAT5E FLEXíVEL, CAIXA COM 300MT Lote 1- Destino: Uinfor CX 30 002 113294-5

Leia mais

Redes de Dados e Comunicações

Redes de Dados e Comunicações Redes de Dados e Comunicações Prof.: Fernando Ascani Cabo Par Trançado Conector-RJ 45 A norma EIA/TIA padronizou o conector RJ-45 para a conectorização de cabos UTP. Para a conectorização do cabo UTP,

Leia mais

REFORMA EDIFICAÇÃO PRINCIPAL INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE CÂMPUS AVANÇADO IBIRAMA IBIRAMA/SC

REFORMA EDIFICAÇÃO PRINCIPAL INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE CÂMPUS AVANÇADO IBIRAMA IBIRAMA/SC REFORMA EDIFICAÇÃO PRINCIPAL INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE CÂMPUS AVANÇADO IBIRAMA IBIRAMA/SC MEMORIAL DESCRITIVO PROJETO DE CABEAMENTO ESTRUTURADO ÍNDICE 1 Informativos gerais 2 Especificações e Tabelas

Leia mais

PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br

PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br Curso Tecnológico de Redes de Computadores Disciplina: Infraestrutura de Redes de Computadores - 1º período Professor: José Maurício S. Pinheiro AULA 04 Sistemas

Leia mais

Modelo NV-EC1701 Transceptor Ethernet sobre coaxial EoC com PoE, PoE+ de Alta Potência

Modelo NV-EC1701 Transceptor Ethernet sobre coaxial EoC com PoE, PoE+ de Alta Potência NOVO! Modelo NV-EC1701 Transceptor Ethernet sobre coaxial EoC com PoE, PoE+ de Alta Potência Características: Para transmitir e receber simultaneamente (full duplex), Ethernet sobre Base T 10/100 uma distância

Leia mais

MULTILAN CAT. 5E UTP 24 AWG 4PARES - CM

MULTILAN CAT. 5E UTP 24 AWG 4PARES - CM MULTILAN CAT. 5E UTP 24 AWG 4PARES - CM Características Gerais Descritivo: - Modelo TK 1002B - Condutor de cobre nu, coberto por polietileno. - Os condutores são trançados em pares, 04 pares 24 AWG. -

Leia mais

158516.182014.137447.4474.277995780.540

158516.182014.137447.4474.277995780.540 158516.182014.137447.4474.277995780.540 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Santa Catarina Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Catarina Ata de Realização do Pregão Eletrônico

Leia mais

Roteamento e Comutação

Roteamento e Comutação Roteamento e Comutação Design de Rede Local Design Hierárquico Este design envolve a divisão da rede em camadas discretas. Cada camada fornece funções específicas que definem sua função dentro da rede

Leia mais

Resolução Exercício 1 0773

Resolução Exercício 1 0773 1. Asus TS500-E4/PA4 Servidor Barebone Processador / Chipset Nº de Processadores: 2 Interface do Processador: Zócalo LGA771 Suporte do Processador: Intel Xeon Doble núcleo Intel Xeon Quatro núcleos do

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES Rede é um conjunto de módulos processadores capazes de trocar informações e compartilhar recursos. O tipo de rede é definido pela sua área de abrangência, podemos classificar as redes

Leia mais

FAST-LAN ETHERNET INDUSTRIAL CAT.6 F/UTP 23AWGx4P

FAST-LAN ETHERNET INDUSTRIAL CAT.6 F/UTP 23AWGx4P FAST-LAN ETHERNET INDUSTRIAL CAT.6 F/UTP 23AWGx4P Tipo do Produto Cabos LAN Família do Produto FASTLAN Construção Categoria 6 F/UTP (blindado) PVC/TPU - CM/CMX Características Gerais Descritivo Ambiente

Leia mais

CATÁLOGO Network, Datacom e Telecom

CATÁLOGO Network, Datacom e Telecom CATÁLOGO Network, Datacom e Telecom 20 GABINETES Linha EF São diversas opções de gabinetes tanto para ambientes limpos quanto para o chão de fábrica, que comportam de a 1.000 de equipamentos. GABINETES

Leia mais

Projetados para você. Sob medida para o seu data center.

Projetados para você. Sob medida para o seu data center. Projetados para você. Sob medida para o seu data center. introdução Projetados para você. Sob medida para o seu data center. Inspirada no estrondoso sucesso da linha Top Solution, a solução GP Racks é

Leia mais

Redes de Computadores. Cabeamento Estruturado

Redes de Computadores. Cabeamento Estruturado Redes de Computadores Ano 2002 Profª. Vívian Bastos Dias Aula 4 Propriedades desejadas de um sistema de cabeamento estruturado: Máxima independência na tecnologia de acessos a redes. Maior adequação à

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE ALEGRE ES CNPJ 27.174.101/0001-35 ERRATA PP 055/2013 - ANEXO I - (MODELO)

PREFEITURA MUNICIPAL DE ALEGRE ES CNPJ 27.174.101/0001-35 ERRATA PP 055/2013 - ANEXO I - (MODELO) ERRATA PP 055/2013 - ANEXO I - (MODELO) PREFEITURA MUNICIPAL DE ALEGRE/ES LICITAÇÃO NA MODALIDADE PREGÃO PRESENCIAL Nº 055/2013 FOLHA 2 PROPOSTA Item Descrição do Objeto Qtd. Unid. Preço Valores Estimados

Leia mais

Graduação Tecnológica em Redes de Computadores. Infraestrutura de Redes de Computadores

Graduação Tecnológica em Redes de Computadores. Infraestrutura de Redes de Computadores Graduação Tecnológica em Redes de Computadores Infraestrutura de Redes de Computadores Euber Chaia Cotta e Silva euberchaia@yahoo.com.br Graduação Tecnológica em Redes de Computadores Administração Euber

Leia mais

AM@DEUS Manual do Usuário

AM@DEUS Manual do Usuário 80 P R E F Á C I O Este é um produto da marca GTS Network, que está sempre comprometida com o desenvolvimento de soluções inovadoras e de alta qualidade. Este manual descreve, objetivamente, como instalar

Leia mais

PLANO DE ENSINO. Contrato Didático-Pedagógico: Semana Aulas Programação 1. 04 2. 04 3. 04 4. 04

PLANO DE ENSINO. Contrato Didático-Pedagógico: Semana Aulas Programação 1. 04 2. 04 3. 04 4. 04 PLANO DE ENSINO Curso: REDES DE COMPUTADORES Disciplina: PRÁTICAS DE CABEAMENTO ESTRUTURADO Professor: FRANCISCO TESIFOM MUNHOZ Período: NOTURNO Carga Horária: 80h Ano Letivo: 2008 Período: 1º semestre

Leia mais

26. Dentre as dimensões a seguir, núcleo/casca, quais representam tipicamente fibras monomodo e fibras multimodos, respectivamente?

26. Dentre as dimensões a seguir, núcleo/casca, quais representam tipicamente fibras monomodo e fibras multimodos, respectivamente? CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS CÓDIGO 05 UCs de Eletrônica e/ou de Telecomunicações 26. Dentre as dimensões a seguir, núcleo/casca, quais representam tipicamente fibras monomodo e fibras multimodos, respectivamente?

Leia mais

Padronização. Rua Lourenço Pinto, 299 - Curitiba Paraná Brasil CEP 80010-160

Padronização. Rua Lourenço Pinto, 299 - Curitiba Paraná Brasil CEP 80010-160 Padronização O presente documento tem o intuito de definir a padronização utilizada para a infra-estrutura de rede de dados e voz, em sites da GVT. Deverá ser usado como base para execução dos projetos

Leia mais

Catalogo de Produtos

Catalogo de Produtos Catalogo de Produtos Triunfo Metalúrgica Triunfo Metalúrgica Ltda, empresa genuinamente brasileira, sediada em Curitiba/PR. Instalada em uma área de 10.000m²,atua no mercado desde 1998,desenvolvendo e

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES Rede é um conjunto de módulos processadores capazes de trocar informações e compartilhar recursos. O tipo de rede é definido pela sua área de abrangência, podemos classificar as redes

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA DA REPÚBLICA NO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA DA REPÚBLICA NO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ANEXO III PROJETO BÁSICO DE INSTALAÇÃO DE CABEAMENTO PARA REDE LOCAL DE MICROCOMPUTADORES 1.Objetivo Este projeto tem por objetivo descrever a instalação de cabeamento de rede lógica no edifício-sede da

Leia mais

ECO HD. Bloco 110 e Organizadores Bloco 110 Categoria 5e 35 Bloco 110 Categoria 6 36 Organizadores de cabos 38

ECO HD. Bloco 110 e Organizadores Bloco 110 Categoria 5e 35 Bloco 110 Categoria 6 36 Organizadores de cabos 38 Página Patch Panel Patch Panel cat. 6 32 P. Modular 48 portas em 1UR cat.6 32 Patch Panel Modular descar. 24 portas 33 Voice Panel 1UR 50 Portas 34 Bloco 110 e Organizadores Bloco 110 Categoria 5e 35 Bloco

Leia mais

Redes de Computadores IEEE 802.3

Redes de Computadores IEEE 802.3 Redes de Computadores Ano 2002 Profª. Vívian Bastos Dias Aula 8 IEEE 802.3 Ethernet Half-Duplex e Full-Duplex Full-duplex é um modo de operação opcional, permitindo a comunicação nos dois sentidos simultaneamente

Leia mais

Aviso antes da instalação. Verifi que o conteúdo da embalagem PT - 71. Desligue a Câmara de Rede se vir fumo ou sentir cheiros estranhos.

Aviso antes da instalação. Verifi que o conteúdo da embalagem PT - 71. Desligue a Câmara de Rede se vir fumo ou sentir cheiros estranhos. 5000020G Aviso antes da instalação Desligue a Câmara de Rede se vir fumo ou sentir cheiros estranhos. Não coloque a Câmara de Rede em superfícies instáveis. Não introduza nenhum objecto dentro da Câmara

Leia mais

EIA/TIA 569-B infra-estrutura caminhos e espaços

EIA/TIA 569-B infra-estrutura caminhos e espaços ANSI EIA/TIA 569-B EIA/TIA 569-B infra-estrutura caminhos e espaços Conforme a EIA/TIA 569A a infra-estrutura é dividida nos seguintes subsistemas: Área de Trabalho; Percursos horizontais; Sala ou armário

Leia mais

Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro - JBRJ. Centro Nacional de Conservação da Flora - CNCFlora. Planejamento de Despesas 2011

Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro - JBRJ. Centro Nacional de Conservação da Flora - CNCFlora. Planejamento de Despesas 2011 Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro - JBRJ Centro Nacional de Conservação da Flora - CNCFlora Planejamento de Despesas 2011 Equipamentos Item 1: Desktop de trabalho - Quantidade 03

Leia mais

CARDOZO, FELIPE BLANCO, THAIS COSTA RELATÓRIO FINAL DE PROJETO PROJETO INTERDISCIPLINAR

CARDOZO, FELIPE BLANCO, THAIS COSTA RELATÓRIO FINAL DE PROJETO PROJETO INTERDISCIPLINAR Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial E.E.P. Senac Pelotas Centro Histórico Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego Curso Técnico em Informática ALÉCIO CARDOZO, FELIPE BLANCO, THAIS

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Projecto de cablagem estruturada Adriano Lhamas, Berta Batista, Jorge Pinto Leite Março de 2007 Projecto de cablagem Metodologia 1. Definição de requisitos 2. Planeamento 3. Projecto 2 Exemplo Empresa

Leia mais