Fundamentos, conceitos e paradigmas da evangelização

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Fundamentos, conceitos e paradigmas da evangelização"

Transcrição

1 Curso: Teologia Prof. Nicanor Lopes Fundamentos, conceitos e paradigmas da evangelização OBJETIVOS DA AULA Oferecer aos estudantes a construção de um conhecimento consistente e crítico sobre Evangelização, a partir de fundamentos bíblicos, teológicos, pastorais e históricos. Analisar diferentes paradigmas de Evangelização. Conhecer as prioridades da evangelização na tarefa missionária da Igreja Cristã em terras brasileiras. A questão conceitual de evangelização Na teologia de missão ainda persiste um problema conceitual sobre os termos Evangelização e Evangelismo. Há quem afirme que a utilização do termo Evangelismo é desaconselhável (SCHÜLLER, 2002: 193), e o correto é utilizar o termo Evangelização que significa ação de difundir o Evangelho; ato ou efeito de evangelizar (= pregar o Evangelho. Difundir o Evangelho (SCHÜLLER, 2002: 193). 1

2 Evangelismo Respeitadas as discussões em torno deste tema, para efeito de nossa conceituação, utilizaremos o seguinte conceito: Evangelismo: consiste na tarefa de construir uma teoria para a evangelização, utilizando-se de pesquisas, partilhas de experiências e intercâmbios de estudos nas múltiplas culturas como forma de exercer a tarefa evangelizadora. Evangelismo É necessário entender a missão como algo mais abrangente que o Evangelismo. Se por um lado a tarefa do Evangelismo é construir fundamentos para a ação evangelizadora, por outro lado a missão tem um caráter mais global que o Evangelismo. Evangelismo o Evangelismo procura construir um conhecimento na ação evangelizadora da Igreja e que muitas vezes esta construção é negligenciada por reducionismo da experiência religiosa, em que as comunidades de fé em seus contextos próprios por razões culturais constituemse numa comunidade de iguais. 2

3 Evangelização Evangelização: trata da tarefa de proclamar o evangelho (boa notícia) e tem por objetivo tornar claro ao mundo o desejo de Deus em salvar a humanidade, e esta tarefa é ainda tida como não acabada. Evangelização como estilo de vida Partindo do paradigma que a Evangelização consiste na tarefa de proclamar a boa notícia, cabe-nos refletir sobre a relação entre a missão e a Evangelização. Por isso, pretende-se avançar com o conceito de que as ações missionárias são ações evangelizadoras. Refletir sobre quais são essas ações e a quem elas se destinam são tarefas da missiologia. Fonte: MTXi4s/SPk8agKp0WI/AAAAAAA ABGo/fSer6DT1AXo/s400/sem+t %C3%ADtulo.bmp A Evangelização é uma tarefa intransferível. O povo de Deus que acolhe a mensagem de salvação num gesto de gratidão testemunha para o mundo os feitos de Deus. 3

4 Pausa 5 minutos Evangelização e encarnação A encarnação, na teologia da missão, significa o ponto de partida para toda a discussão missionária. O evangelho de João, que não integra os evangelhos sinóticos, revela na introdução de sua teologia a dimensão da encarnação: No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus [...]. E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós, e vimos a sua glória, como a glória do unigênito do Pai, cheio de graça e de verdade (Jo 1, 1 e 14). Evangelização e encarnação A evangelização na dinâmica da encarnação permite que as dimensões culturais, no processo evangelizador, sejam respeitadas. Por exemplo, as dimensões continentais do Brasil revelam, em alguns casos, que as igrejas cristãs se articulam de forma encarnada. Não é sem motivos que muitos historiadores, antropólogos entre outros fazem críticas ácidas aos processos de evangelização de nosso continente quando milhares de culturas foram dizimadas. 4

5 Evangelização e encarnação Hoje procuramos uma evangelização sem rupturas com a cultura, uma evangelização encarnada pelos laços do amor, como revela João em seu evangelho. Evangelização e inculturação Em especial, no mundo evangélico, ainda está presente o espírito de evangelização ou missionário na perspectiva da aventura. Muitos divulgam, promovem e buscam recursos para manter missionários em culturas diferentes do missionário. Há uma paixão por uma evangelização em culturas não nativas do missionário. Evangelização e inculturação O grande problema é como se realiza esta evangelização, levandose em conta o tema da inculturação. 5

6 De Todas as Tribos Composição: Guilherme Kerr / Nelson Bomilcar De todas as tribos, povos e raças Muitos virão Te louvar De tantas culturas, línguas e nações No tempo e no espaço, virão Te adorar Bendito seja sempre o cordeiro Filho de Deus, raiz de Davi Bendito seja o Teu santo nome Cristo Jesus presente aqui De Todas as Tribos Composição: Guilherme Kerr / Nelson Bomilcar Remidos, comprados, grande multidão Muitos virão Te louvar Povo escolhido, Teu reino e nação No tempo e no espaço, virão Te adorar E a nós só nos cabe tudo dedicar Oferta suave ao Senhor Dons e talentos queremos consagrar E a vida no Teu altar pra Teu louvor. Evangelização e inculturação Detalhes de Mateus 13, 1 23 [Parábola do Semeador] A terra [campo religioso]; A palavra [evangelho]; Os frutos ou resultados como fruto da inculturação são diferenciados. Inculturação é o processo mediante o qual a cultura assimila o evangelho a partir de suas próprias matrizes culturais ¹ ¹ BOFF, L., Nova Evangelização. Petrópolis: Vozes, 1990, p. 24 6

7 Hinduísmo; Judaísmo; Budismo; Cristianismo; Islamismo Fonte: Pausa 5 minutos Uma leitura Latino Americana A contribuição de RENÉ PADILHA MISSÃO INTEGRAL Padilha é um teólogo batista, nascido no Equador, criado na Colômbia e, residente em Buenos Aires, na Argentina. Padilha estudou Filosofia no Wheaton College, nos Estados Unidos, onde também obteve seu mestrado em teologia. Alguns anos depois, fez doutorado em ciências bíblicas e exegese na Universidade de Manchester, na Inglaterra. 7

8 O conceito de René Padilla O desafio da missão integral, por sua vez, subdivide-se em outros três, a saber: O desafio da evangelização e do discipulado; O desafio da colaboração e da unidade e O desafio do desenvolvimento e da justiça Argumentos principais O envolvimento rural, esquecendo-se das cidades. A explosão urbana é um fenômeno mundial. A missão urbana, portanto, é uma prioridade em todas as partes. A cidade, com todo seu poder desumanizante, vê-se com clareza a necessidade de um evangelho com poder para transformar a totalidade da vida. Argumentos principais Num mundo que está se urbanizando rapidamente, a cidade é, sem dúvida, o símbolo do desafio que a evangelização e o discipulado colocam para a igreja. Porque há um mundo, uma igreja e um evangelho, a missão cristã não pode ser outra coisa que missão realizada em colaboração mútua. É necessário fazer muito mais para desenvolver modelos de solidariedade acima das barreiras políticas, econômicas, sociais e culturais, e para estimular a colaboração mútua entre as igrejas. 8

9 OS DESAFIOS E IMPLICAÇÕES DA MISSÃO INTEGRAL DA IGREJA Os desafios sociais da Igreja Não são poucos e nem pequenos os problemas sociais brasileiros. A igreja evangélica brasileira tem desafios enormes nesta área. OS DESAFIOS E IMPLICAÇÕES DA MISSÃO INTEGRAL DA IGREJA Os desafios eclesiais da Igreja Os desafios sociais da igreja brasileira não são combatidos e vencidos como deveriam porque falta vontade eclesiástica por parte da mesma. Ou porque a liderança não se empenha ou porque os liderados não se envolvem na obra. O certo é: Se não chegarmos a um consenso; se não juntarmos forças, jamais sairemos do lugar comum. A reafirmação do compromisso missionário E como revitalizar uma igreja para a missão? Em primeiro lugar é preciso reconscientizar a igreja de sua missão no mundo; Em segundo lugar é preciso conscientizála de que ela está no mundo para servir o mundo integralmente. 9

10 O mais importante é que a igreja seja cientificada de que sua missão no mundo é integral Evangelizar não é simplesmente distribuir folhetos como alguns pensam, mas sim, atender o indivíduo na totalidade de suas necessidades. Por isso mesmo, a Igreja nunca deveria deixar se levar pela prática do paternalismo e assistencialismo paliativos, porém, deveria partir sempre para uma ação social transformadora, do indivíduo e da sociedade, para a honra e glória de Deus Pai. Boa Semana Prof. Nicanor Lopes 10

Curso: Teologia Prof. Nicanor Lopes

Curso: Teologia Prof. Nicanor Lopes Curso: Teologia Prof. Nicanor Lopes Fundamentos, conceitos e paradigmas da missão OBJETIVOS DA AULA Compreender as teses fundantes da missiologia; Analisar a presença religiosa no mundo no terceiro milênio;

Leia mais

Diz respeito ao que vamos realizar em Cristo, pelo poder do Espírito Santo para cumprir a nossa missão:

Diz respeito ao que vamos realizar em Cristo, pelo poder do Espírito Santo para cumprir a nossa missão: II) NOSSA VISÃO Diz respeito ao que vamos realizar em Cristo, pelo poder do Espírito Santo para cumprir a nossa missão: A) Adorar a Deus em espírito e verdade Queremos viver o propósito para o qual Deus

Leia mais

Por ocasião da Marcha para Jesus, o deputado Wasny de Roure. (PT-DF) pronuncia o seguinte discurso: No próximo dia 11 de

Por ocasião da Marcha para Jesus, o deputado Wasny de Roure. (PT-DF) pronuncia o seguinte discurso: No próximo dia 11 de 1 06.06.05 Por ocasião da Marcha para Jesus, o deputado Wasny de Roure (PT-DF) pronuncia o seguinte discurso: No próximo dia 11 de junho teremos mais uma Marcha para Jesus em Brasília, evento que acontece

Leia mais

ELABORAÇÃO UMA LITURGIA. Adoração e Louvor Aula 10

ELABORAÇÃO UMA LITURGIA. Adoração e Louvor Aula 10 ELABORAÇÃO UMA LITURGIA Adoração e Louvor Aula 10 Os cânticos e hinos devem ser previamente escolhidos conforme o tema do culto, a mensagem e o momento litúrgico. Exemplo Prático: Liturgia do dia 01-12-2013

Leia mais

LECTIO DIVINA JESUS CHAMA SEUS DISCI PULOS

LECTIO DIVINA JESUS CHAMA SEUS DISCI PULOS LECTIO DIVINA JESUS CHAMA SEUS DISCI PULOS 1 TEXTO BÍBLICO - Lucas 6,12-19 (Fazer uma Oração ao Espírito Santo, ler o texto bíblico, fazer um momento de meditação, refletindo sobre os três verbos do texto

Leia mais

PAIXÃO PELAS PESSOAS. Por Dione Oliveira FOCO NA PESSOA 40. www.foconapessoa.org.br

PAIXÃO PELAS PESSOAS. Por Dione Oliveira FOCO NA PESSOA 40. www.foconapessoa.org.br PAIXÃO PELAS PESSOAS Por Dione Oliveira FOCO NA PESSOA 40 TESTEMUNHO O que fazer hoje para trazer de volta o fôlego de vida às nossas igrejas? Esta foi a pergunta que iterou em minha mente durante os quatro

Leia mais

Exorto, pois, antes de tudo que se façam súplicas, orações, intercessões, e ações de graças por todos os homens. (1 Timóteo 2:1)

Exorto, pois, antes de tudo que se façam súplicas, orações, intercessões, e ações de graças por todos os homens. (1 Timóteo 2:1) Ministério de Intercessão A Intercessão e a Batalha Espiritual Exorto, pois, antes de tudo que se façam súplicas, orações, intercessões, e ações de graças por todos os homens. (1 Timóteo 2:1) O que é Intercessão?

Leia mais

CONSULTA DE PARCERIA EMK-WELTMISSION 10 A 13 DE Maio, 2015 Freudenstadt

CONSULTA DE PARCERIA EMK-WELTMISSION 10 A 13 DE Maio, 2015 Freudenstadt CONSULTA DE PARCERIA EMK-WELTMISSION 10 A 13 DE Maio, 2015 Freudenstadt Quem somos? Igreja Metodista Missão: Participar na ação de Deus em Seu propósito de salvar o mundo. Visão: Comunidade Missionária

Leia mais

Vivendo a Liturgia - ano A / outubro 2011

Vivendo a Liturgia - ano A / outubro 2011 Vivendo a Liturgia - ano A / outubro 2011 27ºDOMINGO DO TEMPO COMUM (02/10/11) Parábola dos Vinhateiros Poderia ser feito um mural específico para esta celebração com uma das frases: Construir a Igreja

Leia mais

3º Congresso Vocacional do Brasil Contagem regressiva

3º Congresso Vocacional do Brasil Contagem regressiva III CONGRESSO VOCACIONAL DO BRASIL Tema: Discípulos missionários a serviço das vocações Lema: Indaiatuba, Itaici, 03 a 07 de setembro de 2010 3º Congresso Vocacional do Brasil Contagem regressiva Ângelo

Leia mais

CURSO PARA CAPACITAÇÃO DE LIDERANÇA E COORDENADORES DE GRUPOS JOVENS

CURSO PARA CAPACITAÇÃO DE LIDERANÇA E COORDENADORES DE GRUPOS JOVENS CURSO PARA CAPACITAÇÃO DE LIDERANÇA E COORDENADORES DE GRUPOS JOVENS Apresentação A JUVENTUDE MERECE ATENÇÃO ESPECIAL A Igreja Católica no Brasil diz que é preciso: Evangelizar, a partir de Jesus Cristo,

Leia mais

DIRECTÓRIO GERAL DA CATEQUESE - SDCIA/ISCRA -2 Oração inicial Cântico - O Espírito do Senhor está sobre mim; Ele me enviou para anunciar aos pobres o Evangelho do Reino! Textos - Mc.16,15; Mt.28,19-20;

Leia mais

IGREJA METODISTA DE VILA ISABEL

IGREJA METODISTA DE VILA ISABEL 1 IGREJA METODISTA DE VILA ISABEL Discípulos e Discípulas no Caminho da Missão PLANO MISSIONÁRIO 2012-2016 1 APRESENTAÇÃO: A Igreja local, pelos nossos documentos, é vista e entendida como a agência básica

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DA IGREJA METODISTA 1ª REGIÃO ECLESIÁSTICA SEDE REGIONAL

ASSOCIAÇÃO DA IGREJA METODISTA 1ª REGIÃO ECLESIÁSTICA SEDE REGIONAL Rio de Janeiro, 29 de fevereiro de 2008. CGE/011/08 Aos/Às Pastores e Pastoras Estimados/as irmãos e irmãs Jesus Cristo é o Senhor! Encaminho esta carta através do seu pastor/a, visto não possuirmos ainda

Leia mais

As três revelações divinas: Moisés, Jesus e Kardec

As três revelações divinas: Moisés, Jesus e Kardec FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro II Ensinos e Parábolas de Jesus Módulo I Metodologia para o estudo do Evangelho à luz da Doutrina Espírita As três revelações

Leia mais

Educar hoje e amanhã uma paixão que se renova. Prof. Humberto S. Herrera Contreras

Educar hoje e amanhã uma paixão que se renova. Prof. Humberto S. Herrera Contreras Educar hoje e amanhã uma paixão que se renova Prof. Humberto S. Herrera Contreras O que este documento nos diz? Algumas percepções iniciais... - O título já é uma mensagem espiritual! tem movimento, aponta

Leia mais

Semana Acadêmica na Faculdade Batista Pioneira 09 a 13 de março de 2015 Prof. Me Rui Osvaldo Teske rui@teske.com.br

Semana Acadêmica na Faculdade Batista Pioneira 09 a 13 de março de 2015 Prof. Me Rui Osvaldo Teske rui@teske.com.br Semana Acadêmica na Faculdade Batista Pioneira 09 a 13 de março de 2015 Prof. Me Rui Osvaldo Teske rui@teske.com.br O planejamento não diz respeito a decisões futuras, mas às implicações futuras de decisões

Leia mais

No princípio era aquele que é a Palavra... João 1.1 UMA IGREJA COM PROPÓSITOS. Pr. Cristiano Nickel Junior

No princípio era aquele que é a Palavra... João 1.1 UMA IGREJA COM PROPÓSITOS. Pr. Cristiano Nickel Junior No princípio era aquele que é a Palavra... João 1.1 UMA IGREJA COM PROPÓSITOS Pr. Cristiano Nickel Junior O propósito é que a Igreja seja um exército com bandeiras Martyn Lloyd-Jones No princípio era aquele

Leia mais

Selecionando e Desenvolvendo Líderes

Selecionando e Desenvolvendo Líderes DISCIPULADO PARTE III Pr. Mano Selecionando e Desenvolvendo Líderes A seleção de líderes é essencial. Uma boa seleção de pessoas para a organização da célula matriz facilitará em 60% o processo de implantação

Leia mais

CARTA DE PRINCÍPIOS, CRENÇAS E VALORES 1 ALIANÇA CRISTÃ EVANGÉLICA BRASILEIRA Aliança Evangélica. A unidade na fé a caminho da missão

CARTA DE PRINCÍPIOS, CRENÇAS E VALORES 1 ALIANÇA CRISTÃ EVANGÉLICA BRASILEIRA Aliança Evangélica. A unidade na fé a caminho da missão CARTA DE PRINCÍPIOS, CRENÇAS E VALORES 1 ALIANÇA CRISTÃ EVANGÉLICA BRASILEIRA Aliança Evangélica A unidade na fé a caminho da missão Nossa Visão Manifestar a unidade da igreja por meio do testemunho visível

Leia mais

ESTUDO SOBRE O CRESCIMENTO DA IGRJEA, CRESCIMENTO QUANTITATIVO, QUALITATIVO E ORGANICO

ESTUDO SOBRE O CRESCIMENTO DA IGRJEA, CRESCIMENTO QUANTITATIVO, QUALITATIVO E ORGANICO ESTUDO SOBRE O CRESCIMENTO DA IGRJEA, CRESCIMENTO QUANTITATIVO, QUALITATIVO E ORGANICO 01. Por que se pode dizer que o crescimento da igreja é um conceito Bíblico? Porque a Bíblia revela que para a igreja

Leia mais

A iniciação cristã como pedagogia de vida comunitária

A iniciação cristã como pedagogia de vida comunitária A iniciação cristã como pedagogia de vida comunitária A evangelização nos dá a alegria do encontro com a Boa Nova da Ressurreição de Cristo. A maioria das pessoas procura angustiada a razão de sua vida

Leia mais

PLANO DIOCESANO DE PASTORAL 2015 2018 IGREJA DE AVEIRO, VIVE A ALEGRIA DA MISERICÓRDIA

PLANO DIOCESANO DE PASTORAL 2015 2018 IGREJA DE AVEIRO, VIVE A ALEGRIA DA MISERICÓRDIA IGREJA DE AVEIRO, VIVE A ALEGRIA DA MISERICÓRDIA O nosso Plano alicerça-se no símbolo do lava-pés (Jo 13, 11-17) O LAVA-PÉS Nele se inspira a espiritualidade de serviço que dá sen do a toda a ação pastoral

Leia mais

APRESENTAÇÃO MBN. Fone: 011-98291-7300 Skype: albertoaconti E-mail: info@buenasnuevasbrasil.org http://buenasnuevasbrasil.org/

APRESENTAÇÃO MBN. Fone: 011-98291-7300 Skype: albertoaconti E-mail: info@buenasnuevasbrasil.org http://buenasnuevasbrasil.org/ APRESENTAÇÃO MBN Fone: 011-98291-7300 Skype: albertoaconti QUEM SOMOS? Somos um Ministério que tem a visão de equipar e treinar novos líderes, incentivar o surgimento do empreendedorismo e de profissionais

Leia mais

Estudo 17 Testemunhar a Cristo: um desafio diário. Em Marcha, 2015.1 IGREJA METODISTA ASA NORTE 406

Estudo 17 Testemunhar a Cristo: um desafio diário. Em Marcha, 2015.1 IGREJA METODISTA ASA NORTE 406 Estudo 17 Testemunhar a Cristo: um desafio diário Em Marcha, 2015.1 IGREJA METODISTA ASA NORTE 406 Roteiro 1- Introdução 2- Fundamento Bíblico 3- Conclusão 1. Introdução Voce entende por que é importante

Leia mais

MISSÃO E CRESCIMENTO DA IGREJA IGREJA: CORPO VIVO DE CRISTO. Estudo Bíblico

MISSÃO E CRESCIMENTO DA IGREJA IGREJA: CORPO VIVO DE CRISTO. Estudo Bíblico MISSÃO E CRESCIMENTO DA IGREJA IGREJA: CORPO VIVO DE CRISTO Estudo Bíblico Bispo Luiz Vergílio / Caxias do Sul/RS Abril de 2009 Ministerial de Pastores e Pastoras 1 MISSÃO DA IGREJA E CRESCIMENTO I. IGREJA

Leia mais

BIÊNIO 2012-2013. Tema Geral da Igreja Metodista "IGREJA: COMUNIDADE MISSIONÁRIA A SERVIÇO DO POVO ESPALHANDO A SANTIDADE BÍBLICA. Tema para o Biênio

BIÊNIO 2012-2013. Tema Geral da Igreja Metodista IGREJA: COMUNIDADE MISSIONÁRIA A SERVIÇO DO POVO ESPALHANDO A SANTIDADE BÍBLICA. Tema para o Biênio 1 IGREJA METODISTA PASTORAL IMED PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO E PLANO DE AÇÃO BIÊNIO 2012-2013 Tema Geral da Igreja Metodista "IGREJA: COMUNIDADE MISSIONÁRIA A SERVIÇO DO POVO ESPALHANDO A SANTIDADE BÍBLICA

Leia mais

dependência de Deus transformação integral acolhedora, discipuladora e multiplicadora transformação integral de pessoas, sociedades e povos.

dependência de Deus transformação integral acolhedora, discipuladora e multiplicadora transformação integral de pessoas, sociedades e povos. ser humano. Na dependência de Deus, ser reconhecida com uma igreja que promove a transformação integral do Ser uma igreja acolhedora, discipuladora e multiplicadora, que na dependência de Deus promove

Leia mais

Repasse da 76a. Assembléia da CNBB Sul I Aparecida de 10 a 12/06/2013

Repasse da 76a. Assembléia da CNBB Sul I Aparecida de 10 a 12/06/2013 Repasse da 76a. Assembléia da CNBB Sul I Aparecida de 10 a 12/06/2013 1. Finalidade do Ano da Fé; 2. O que é a Fé; 3. A transmissão da Fé enquanto professada, celebrada, vivida e rezada; 4. O conteúdo

Leia mais

Vivendo a Liturgia Ano A

Vivendo a Liturgia Ano A Vivendo a Liturgia Junho/2011 Vivendo a Liturgia Ano A SOLENIDADE DA ASCENSÃO DO SENHOR (05/06/11) A cor litúrgica continua sendo a branca. Pode-se preparar um mural com uma das frases: Ide a anunciai

Leia mais

Curso Bíblico Básico

Curso Bíblico Básico Curso Bíblico Básico Euaggelion (euaggelion) boa notícia se referia a uma proclamação; Palavra usada para indicar vitória em batalhas, nascimento ou presença de um imperador (mundo romano); Na LXX indica

Leia mais

RECAPITULANDO... MATEUS 28:18-20

RECAPITULANDO... MATEUS 28:18-20 MÓDULO 1 RECAPITULANDO... MATEUS 28:18-20 18 Jesus, aproximando-se, falou-lhes, dizendo: Toda a autoridade me foi dada no céu e na terra. 19 Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os

Leia mais

A grande refeição é aquela que fazemos em torno da Mesa da Eucaristia.

A grande refeição é aquela que fazemos em torno da Mesa da Eucaristia. EUCARISTIA GESTO DO AMOR DE DEUS Fazer memória é recordar fatos passados que animam o tempo presente em rumo a um futuro melhor. O povo de Deus sempre procurou recordar os grandes fatos do passado para

Leia mais

Intercessão. Missionária. Como e Por que Interceder por Missões

Intercessão. Missionária. Como e Por que Interceder por Missões Intercessão Missionária Como e Por que Interceder por Missões A Importância da Intercessão por Missões - Estamos em uma guerra Há necessidade de intercessores! - Nossa guerra não é pelo controle político

Leia mais

CANTOS DO FOLHETO O DOMINGO

CANTOS DO FOLHETO O DOMINGO CANTOS DO FOLHETO O DOMINGO 1. UM POUCO ALÉM DO PRESENTE (10º DOMINGO) 1. Um pouco além do presente, Alegre, o futuro anuncia A fuga das sombras da noite, A luz de um bem novo dia. REFRÃO: Venha teu reino,

Leia mais

O Deus testemunhado por Jesus Cristo o Pai. Objetivos 12/4/2012. Identidade e relevância da cristologia. Cláudio Ribeiro

O Deus testemunhado por Jesus Cristo o Pai. Objetivos 12/4/2012. Identidade e relevância da cristologia. Cláudio Ribeiro O Deus testemunhado por Jesus Cristo o Pai Cláudio Ribeiro Objetivos Avaliar a doutrina de Trindade suas raízes, premissas fundamentais, ênfases e mudanças no contexto global da história da Igreja e as

Leia mais

1. Com o Dízimo, aprendemos a AGRADECER a Deus e ao próximo.

1. Com o Dízimo, aprendemos a AGRADECER a Deus e ao próximo. 1. Com o Dízimo, aprendemos a AGRADECER a Deus e ao próximo. Ao contribuir com o dízimo, saímos de nós mesmos e reconhecemos que pertencemos tanto à comunidade divina quanto à humana. Um deles, vendo-se

Leia mais

Oremos para que o Espírito Santo aja em nós, transformando nossa vida.

Oremos para que o Espírito Santo aja em nós, transformando nossa vida. Vencer o medo 04 de Junho de 2014 Leia: João 21.18-23 Com certeza, os estudiosos na história do metodismo poderão afirmar que Stanley Jones foi uma das pessoas mais importantes do cenário da Igreja Metodista

Leia mais

Igreja "em saída" missionária

Igreja em saída missionária Mês das Missões O mês de outubro é, para a Igreja, o período no qual são intensificadas as iniciativas de animação e cooperação em prol das Missões em todo o mundo. O objetivo é sensibilizar, despertar

Leia mais

IGREJA CRISTÃ MARANATA PRESBITÉRIO ESPÍRITO SANTENSE EM EFÉSIOS 2.8 PAULO VINCULA A SALVAÇÃO À FÉ QUE VEM DE DEUS.

IGREJA CRISTÃ MARANATA PRESBITÉRIO ESPÍRITO SANTENSE EM EFÉSIOS 2.8 PAULO VINCULA A SALVAÇÃO À FÉ QUE VEM DE DEUS. ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL 21-jun-2015 - TEMA: A FÉ Assunto: INTERFERÊNCIAS NO PROCESSO DA SALVAÇÃO Texto fundamental: JOÃO CAP. 9 EM EFÉSIOS 2.8 PAULO VINCULA A SALVAÇÃO À FÉ QUE VEM DE DEUS. COMENTAR OS

Leia mais

BASES DA CONVERSÃO CRISTÃ E DO DISCIPULADO

BASES DA CONVERSÃO CRISTÃ E DO DISCIPULADO BASES DA CONVERSÃO CRISTÃ E DO DISCIPULADO O que é uma pessoa cristã? É a pessoa que acredita que o Deus vivo é revelado em e por meio de Jesus Cristo, que aceita Jesus Cristo como Senhor e Salvador, que

Leia mais

A filha da mulher cananeia (Mateus 15:21-28). PREPARANDO MISSIONÁRIOS. O endemoniado gadareno (Marcos 5:1-20).

A filha da mulher cananeia (Mateus 15:21-28). PREPARANDO MISSIONÁRIOS. O endemoniado gadareno (Marcos 5:1-20). Lição 8-22 de agosto de 2015 O plano de Jesus era preparar primeiro o povo judeu como base para as missões para outras culturas. Não obstante, não disperdiçou as oportunidades que se apresentaram para

Leia mais

SUGESTÃO PARA A REALIZAÇÃO DA ASSEMBLEIA PAROQUIAL ORAÇÃO INICIAL

SUGESTÃO PARA A REALIZAÇÃO DA ASSEMBLEIA PAROQUIAL ORAÇÃO INICIAL SUGESTÃO PARA A REALIZAÇÃO DA ASSEMBLEIA PAROQUIAL ORAÇÃO INICIAL 1 Ivocação ao Espirito Santo (oração ou canto) 2- Súplica inicial. (Em 2 coros: H- homens; M- mulheres) H - Procuramos para a Igreja/ cristãos

Leia mais

Capitulo 3 ESPIRITUALIDADE DA RENOVAÇÃO CARISMÁTICA CATÓLICA

Capitulo 3 ESPIRITUALIDADE DA RENOVAÇÃO CARISMÁTICA CATÓLICA Capitulo 3 ESPIRITUALIDADE DA RENOVAÇÃO CARISMÁTICA CATÓLICA Deus nos alerta pela profecia de Oséias de que o Povo dele se perde por falta de conhecimento. Cf. Os 4,6 1ª Tm 4,14 Porque meu povo se perde

Leia mais

Celebração do Dia Nacional do Catequista 30 de agosto de 2015

Celebração do Dia Nacional do Catequista 30 de agosto de 2015 Celebração do Dia Nacional do Catequista 30 de agosto de 2015 Introdução: Educar na fé, para a paz, a justiça e a caridade Este ano a Igreja no Brasil está envolvida em dois projetos interligados: a lembrança

Leia mais

CELEBRAÇÃO PARA O DIA DO CATEQUISTA 2014

CELEBRAÇÃO PARA O DIA DO CATEQUISTA 2014 CELEBRAÇÃO PARA O DIA DO CATEQUISTA 2014 NO CAMINHO DO DISCIPULADO MISSIONÁRIO, A EXPERIÊNCIA DO ENCONCONTRO: TU ÉS O MESSIAS, O FILHO DO DEUS VIVO INTRODUÇÃO Queridos/as Catequistas! Com nossos cumprimentos

Leia mais

A missão no contexto asiático

A missão no contexto asiático A missão no contexto asiático Pe. Joachim Andrade SVD Introdução O continente asiático é tão grande e tão diverso é muito difícil dar uma visão clara e contextual da missão dentro de poucos minutos. Além

Leia mais

Endereço do Projeto: Rua Alferes José Agostinho, 284 Bairro Mecejana Cep: 69304-440 Boa Vista RR Email: dimanei@hotmail.com

Endereço do Projeto: Rua Alferes José Agostinho, 284 Bairro Mecejana Cep: 69304-440 Boa Vista RR Email: dimanei@hotmail.com Igreja Metodista REMA Região Missionária da Amazônia Bispo Carlos Alberto Tavares Rua Padre Chiquinho, 2189 Bairro São João Bosco Porto Velho - Rondônia RO CEP: 76803-822 Fone: (0**69) 3229-2150 Fax: (0**69)

Leia mais

Igreja sempre missionária

Igreja sempre missionária Igreja sempre missionária O mês de outubro é dedicado às missões. Jesus disse ao enviar os apóstolos para anunciar o ano da graça: Eis que vos envio como cordeiros em meio a lobos vorazes (Mt. 10,16).

Leia mais

Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP)

Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) Copyright 2009 por Marcos Paulo Ferreira Eliézer dos Santos Magalhães Aridna Bahr Todos os direitos em língua portuguesa reservados por: A. D. Santos Editora Al. Júlia da Costa, 215 80410-070 - Curitiba

Leia mais

CRIANÇAS AJUDAM E EVANGELIZAM CRIANÇAS

CRIANÇAS AJUDAM E EVANGELIZAM CRIANÇAS CRIANÇAS AJUDAM E EVANGELIZAM CRIANÇAS Infância/Adolescencia MISSÃO MISSÃO. Palavra muito usada entre nós É encargo, incumbência Missão é todo apostolado da Igreja. Tudo o que a Igreja faz e qualquer campo.

Leia mais

A OFERTA DE UM REI (I Crônicas 29:1-9). 5 - Quem, pois, está disposto a encher a sua mão, para oferecer hoje voluntariamente ao SENHOR?

A OFERTA DE UM REI (I Crônicas 29:1-9). 5 - Quem, pois, está disposto a encher a sua mão, para oferecer hoje voluntariamente ao SENHOR? A OFERTA DE UM REI (I Crônicas 29:1-9). 5 - Quem, pois, está disposto a encher a sua mão, para oferecer hoje voluntariamente ao SENHOR? Esse texto é um dos mais preciosos sobre Davi. Ao fim de sua vida,

Leia mais

em 2012, em Aveiro; em 2013, em Coimbra; e em 2014, na cidade do Porto, numa organização conjunta com o departamento de jovens da UPASD.

em 2012, em Aveiro; em 2013, em Coimbra; e em 2014, na cidade do Porto, numa organização conjunta com o departamento de jovens da UPASD. CONVENÇÃO GAM 2016 O QUE É O GAM? O projeto "Geração Adventista em Missão" (GAM) é um movimento organizado e executado por jovens e jovens adultos que se reveem nos valores, princípios e doutrinas da Igreja

Leia mais

Porque Deus mandou construir o tabernáculo?

Porque Deus mandou construir o tabernáculo? Aula 39 Área da Adoração Êxodo 19:5~6 Qual o significado de: vós me sereis reino sacerdotal? Significa que toda a nação, não parte, me sereis reino sacerdotal, povo santo, nação santa. Israel era uma nação

Leia mais

O Sr. ELIMAR MÁXIMO DAMASCENO (Prona- SP) pronuncia o seguinte discurso: Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Deputados, manifestamos o especial

O Sr. ELIMAR MÁXIMO DAMASCENO (Prona- SP) pronuncia o seguinte discurso: Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Deputados, manifestamos o especial O Sr. ELIMAR MÁXIMO DAMASCENO (Prona- SP) pronuncia o seguinte discurso: Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Deputados, manifestamos o especial sentimento de ocupar a tribuna para tecermos comentários

Leia mais

Por isso, redescobrir a Eucaristia na plenitude é redescobrir o CRISTO. Hoje queremos agradecer este grande dom, que Cristo nos deu.

Por isso, redescobrir a Eucaristia na plenitude é redescobrir o CRISTO. Hoje queremos agradecer este grande dom, que Cristo nos deu. O Pão da Vida Na solenidade de Corpus Christi, queremos recordar que os atos redentores de Cristo, que culminam na sua morte e ressurreição, atualizam-se na Eucaristia, celebrada pelo Povo de Deus e presidida

Leia mais

MÍSTICA E CONSTRUÇÃO Por que pensar em Mística e Construção?

MÍSTICA E CONSTRUÇÃO Por que pensar em Mística e Construção? MÍSTICA E CONSTRUÇÃO Espiritualidade e profecia são duas palavras inseparáveis. Só os que se deixam possuir pelo espírito de Deus são capazes de plantar sementes do amanhã e renovar a face da terra. Todo

Leia mais

XVIII Domingo TC -ANO A. EVANGELHO Mt 14,13-21. Jesus Novo Moisés. «Tomou os cinco pães e os dois peixes e Todos comeram e ficaram saciados...

XVIII Domingo TC -ANO A. EVANGELHO Mt 14,13-21. Jesus Novo Moisés. «Tomou os cinco pães e os dois peixes e Todos comeram e ficaram saciados... EVANGELHO Mt 14,13-21 Jesus Novo Moisés «Tomou os cinco pães e os dois peixes e Todos comeram e ficaram saciados....» Ambiente: «Tomou os cinco pães e os dois peixes e Todos comeram e ficaram saciados....»

Leia mais

COMUNIDADE DE COMUNIDADES: UMA NOVA PARÓQUIA. Estudo 104 CNBB

COMUNIDADE DE COMUNIDADES: UMA NOVA PARÓQUIA. Estudo 104 CNBB COMUNIDADE DE COMUNIDADES: UMA NOVA PARÓQUIA Estudo 104 CNBB ASPECTOS GERAIS DO DOCUMENTO PERSPECTIVAS PASTORAIS TEXTOS BASES DESAFIOS FUNÇÕES DA PARÓQUIA PERSPECTIVA TEOLÓGICA MÍSTICA DO DOCUMENTO PERSPECTIVA

Leia mais

A Bíblia é para nós, cristãos, o ponto de referência de nossa fé, uma luz na caminhada de nossa vida.

A Bíblia é para nós, cristãos, o ponto de referência de nossa fé, uma luz na caminhada de nossa vida. LITURGIA DA PALAVRA A Palavra de Deus proclamada e celebrada - na Missa - nas Celebrações dos Sacramentos (Batismo, Crisma, Matrimônio...) A Bíblia é para nós, cristãos, o ponto de referência de nossa

Leia mais

Excursionista Nome: Unidade: Geral 1. Ter no mínimo 14 anos de idade. Cole aqui sua copia de identidade. Excursionista. Desbravador Unidade 1

Excursionista Nome: Unidade: Geral 1. Ter no mínimo 14 anos de idade. Cole aqui sua copia de identidade. Excursionista. Desbravador Unidade 1 Excursionista Nome: Unidade: Geral 1. Ter no mínimo 14 anos de idade. Cole aqui sua copia de identidade 2. Ser membro ativo do Clube de Desbravadores. Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez R

Leia mais

ESCOLA DE PASTORAL CATEQUÉTICA ESPAC

ESCOLA DE PASTORAL CATEQUÉTICA ESPAC ESCOLA DE PASTORAL CATEQUÉTICA ESPAC 1. ESPAC O QUE É? A ESPAC é uma Instituição da Arquidiocese de Fortaleza, criada em 1970, que oferece uma formação sistemática aos Agentes de Pastoral Catequética e

Leia mais

Poderá interromper e dialogar com o grupo; montar perguntas durante a exibição; montar grupos de reflexão após a exibição, e assim por diante.

Poderá interromper e dialogar com o grupo; montar perguntas durante a exibição; montar grupos de reflexão após a exibição, e assim por diante. O Catequista, coordenador, responsável pela reunião ou encontro, quando usar esse material, tem toda liberdade de organizar sua exposição e uso do mesmo. Poderá interromper e dialogar com o grupo; montar

Leia mais

Apocalipse. Contexto:

Apocalipse. Contexto: Apocalipse Contexto: Última década do Século I Imperador Domiciano Culto ao Imperador Perseguição imperial Igreja de mártires João é o último apóstolo vivo João, o último apóstolo vivo, exilado na ilha

Leia mais

Assembléia dos Bispos Regional Sul 1 junho/julho 2010 Aparecida, SP

Assembléia dos Bispos Regional Sul 1 junho/julho 2010 Aparecida, SP Assembléia dos Bispos Regional Sul 1 junho/julho 2010 Aparecida, SP A MISSÃO CONTINENTAL A V Conferência recordando o mandato de ir e fazer discípulos (Mt 28,20) deseja despertar a Igreja na América Latina

Leia mais

A transmissão da fé na Família. Reunião de Pais. Família

A transmissão da fé na Família. Reunião de Pais. Família A transmissão da fé na Família Reunião de Pais Família Plano Pastoral Arquidiocesano Um triénio dedicado à Família Passar de uma pastoral sobre a Família para uma pastoral para a Família e com a Família

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DOS COLABORADORES DO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO ANTONIO PEDRO -ACHUAP-

ASSOCIAÇÃO DOS COLABORADORES DO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO ANTONIO PEDRO -ACHUAP- 1 ASSOCIAÇÃO DOS COLABORADORES DO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO ANTONIO PEDRO -ACHUAP- DIA 15.06.2010 MOMENTO ORANTE ECUMÊNICO PELA PASSAGEM DO 59º ANIVERSÁRIO DA ACHUAP (para propiciar momento de silêncio e

Leia mais

Marista e Vaticano II: Eles não têm mais vinho? Márcio L. de Oliveira

Marista e Vaticano II: Eles não têm mais vinho? Márcio L. de Oliveira Marista e Vaticano II: Eles não têm mais vinho? Márcio L. de Oliveira 1. Celebrar e (Re) Pensar Ensina-nos a contar os nossos dias, para que venhamos a ter um coração sábio (Sl 90,12). As palavras do salmista

Leia mais

Apresentação. (Solicitação do saudoso Santo Padre o Beato João Paulo II)

Apresentação. (Solicitação do saudoso Santo Padre o Beato João Paulo II) Apresentação A Renovação Carismática Católica do Estado do Piauí, movimento eclesial da Igreja Católica, tem por objetivo proporcionar às pessoas uma experiência concreta com Jesus Cristo, através do Batismo

Leia mais

RIIAL. Rede Informática da Igreja na América Latina Santiago do Chile Abril 2013

RIIAL. Rede Informática da Igreja na América Latina Santiago do Chile Abril 2013 RIIAL Rede Informática da Igreja na América Latina Santiago do Chile Abril 2013 Organismos Promotores: Pontifício Conselho para as Comunicações Sociais Conselho Episcopal Latinoamericano Introdução Capítulo

Leia mais

DISTRIBUIÇÃO GRATUITA

DISTRIBUIÇÃO GRATUITA A IMPORTÂNCIA DAS OBRAS DE FÉ William Soto Santiago Cayey Porto Rico 16 de Março de 2011 Reverendo William Soto Santiago, Ph. D. CENTRO DE DIVULGAÇÃO DO EVANGELHO DO REINO http://www.cder.com.br E-mail:

Leia mais

INTRODUÇÃO A ANTROPOLOGIA RELIGIOSA

INTRODUÇÃO A ANTROPOLOGIA RELIGIOSA INTRODUÇÃO A ANTROPOLOGIA RELIGIOSA A Antropologia é o estudo do homem e seu mundo. Como ciência da humanidade, ela se preocupa em conhecer cientificamente o ser humano em sua totalidade. (MARCONI, Marina

Leia mais

O que é o batismo nas águas? Por que o fazemos? Como deve ser ministrado, quando e para quem?

O que é o batismo nas águas? Por que o fazemos? Como deve ser ministrado, quando e para quem? O Batismo nas Águas O que é o batismo nas águas? Por que o fazemos? Como deve ser ministrado, quando e para quem? É UMA ORDENANÇA DE JESUS O batismo é uma ordenança clara de Jesus para todo aquele que

Leia mais

Liderança Cristã SEFO 2013

Liderança Cristã SEFO 2013 Liderança Cristã SEFO 2013 1ª Aula Fabio Codo Fábio Codo - http://teologiaaservicoevangelho.wordpress.com Igreja Evangélica Assembleia de Deus Ministério Madureira Campo de Mogi das Cruzes Conteúdo Programático

Leia mais

Permanecei no meu amor

Permanecei no meu amor PNV 325 Permanecei no meu amor Círculos Bíblicos sobre o Evangelho de João Carlos Mesters Mercedes Lopes Francisco Orofino São Leopoldo/RS 2014 Centro de Estudos Bíblicos Rua João Batista de Freitas, 558

Leia mais

Vós sois a luz do mundo Mateus 5:14

Vós sois a luz do mundo Mateus 5:14 Vós sois a luz do mundo Mateus 5:14 Bem aventuranças O caráter do Cristão Humilde de Espírito O que chora Manso Fome e sede de justiça Misericordioso Limpo de coração Pacificador A influência do Cristão

Leia mais

Elementos da Vida da Pequena Comunidade

Elementos da Vida da Pequena Comunidade Raquel Oliveira Matos - Brasil A Igreja, em sua natureza mais profunda, é comunhão. Nosso Deus, que é Comunidade de amor, nos pede entrarmos nessa sintonia com Ele e com os irmãos. É essa a identidade

Leia mais

Lição 07 A COMUNIDADE DO REI

Lição 07 A COMUNIDADE DO REI Lição 07 A COMUNIDADE DO REI OBJETIVO: Apresentar ao estudante, o ensino bíblico sobre a relação entre a Igreja e o Reino de Deus, para que, como súdito desse reino testemunhe com ousadia e sirva em amor.

Leia mais

IIIDomingo Tempo Pascal- ANO A «..Ficai connosco, Senhor, porque o dia está a terminar e vem caindo a noite

IIIDomingo Tempo Pascal- ANO A «..Ficai connosco, Senhor, porque o dia está a terminar e vem caindo a noite Ambiente: Os comentadores destacaram, muitas vezes, a intenção teológica deste relato. Que é que isto significa? Significa que não estamos diante de uma reportagem jornalística de uma viagem geográfica,

Leia mais

IGREJA PRESBITERIANA DO JARDIM BRASIL ESTUDO BÍBLICO QUARTA-FEIRA REV. HELIO SALES RIOS

IGREJA PRESBITERIANA DO JARDIM BRASIL ESTUDO BÍBLICO QUARTA-FEIRA REV. HELIO SALES RIOS IGREJA PRESBITERIANA DO JARDIM BRASIL ESTUDO BÍBLICO QUARTA-FEIRA REV. HELIO SALES RIOS INTRODUÇÃO Culto é um serviço Espiritual oferecido a Deus. Expressão mais profunda do nossos sentimentos de adoração

Leia mais

Pontifício Conselho para o Diálogo Inter-religioso. Conselho Mundial das Igrejas. Aliança Evangélica Mundial

Pontifício Conselho para o Diálogo Inter-religioso. Conselho Mundial das Igrejas. Aliança Evangélica Mundial Pontifício Conselho para o Diálogo Inter-religioso Conselho Mundial das Igrejas Aliança Evangélica Mundial A missão pertence à essência da igreja. Proclamar a palavra de Deus e testemunhá-la ao mundo é

Leia mais

#61. 10.14 O batismo do Espírito Santo

#61. 10.14 O batismo do Espírito Santo 10.14 O batismo do Espírito Santo #61 Estudamos o novo nascimento e vimos como o Espírito Santo realiza essa obra juntamente com a Palavra de Deus. Tínhamos que entender o novo nascimento e como alguém

Leia mais

REGULAMENTO DAS PASTORAIS ESCOLARES E UNIVERSITÁRIAS - ESTRUTURA, COMPETÊNCIA E FUNCIONAMENTO -

REGULAMENTO DAS PASTORAIS ESCOLARES E UNIVERSITÁRIAS - ESTRUTURA, COMPETÊNCIA E FUNCIONAMENTO - REGULAMENTO DAS PASTORAIS ESCOLARES E UNIVERSITÁRIAS - ESTRUTURA, COMPETÊNCIA E FUNCIONAMENTO - INTRODUÇÃO O Colégio Episcopal da Igreja Metodista, no uso de suas atribuições (Cânones, Art. 63, item XVII)

Leia mais

LIÇÃO TÍTULO TEXTO PRINCÍPIO VERSÍCULOS-CHAVE ALVOS

LIÇÃO TÍTULO TEXTO PRINCÍPIO VERSÍCULOS-CHAVE ALVOS TEMA CENTRAL Todos os direitos reservados por: MINISTÉRIO IGREJA EM CÉLULAS R. Ver. Antônio Carnasciali, 1661 CEP 81670-420 Curitiba-Paraná Fone/fax: (041) 3276-8655 trabalhoemconjunto@celulas.com.br edile@celulas.com.br

Leia mais

CONGRESSO EUCARÍSTICO. 1º ponto: O padre e a Eucaristia 2º ponto: Congresso Eucarístico

CONGRESSO EUCARÍSTICO. 1º ponto: O padre e a Eucaristia 2º ponto: Congresso Eucarístico CONGRESSO EUCARÍSTICO 1º ponto: O padre e a Eucaristia 2º ponto: Congresso Eucarístico O PADRE E A EUCARISTIA Eucaristia e Missão Consequência significativa da tensão escatológica presente na Eucaristia

Leia mais

Considerações sobre o Evangelho de João

Considerações sobre o Evangelho de João 1 Considerações sobre o Evangelho de João. O Evangelho de João nasceu do anúncio vivo, da memória de homens e mulheres que guardavam e transmitiam os ensinamentos transmitidos por Jesus.. O chão = vida

Leia mais

Entrada da Palavra: Comentário da Palavra: Permaneçamos em pé para acolher o Livro Santo de Nossa Fé, a Palavra de Deus, cantando.

Entrada da Palavra: Comentário da Palavra: Permaneçamos em pé para acolher o Livro Santo de Nossa Fé, a Palavra de Deus, cantando. Celebração de Encerramento PREPARAR 1. Bíblia e velas para a Procissão de Entrada da Palavra 2. Sementes de girassóis para cada catequista depositar num prato com terra diante do altar durante a homilia

Leia mais

Mosaicos #7 Escolhendo o caminho a seguir Hb 13:8-9. I A primeira ideia do texto é o apelo à firmeza da fé.

Mosaicos #7 Escolhendo o caminho a seguir Hb 13:8-9. I A primeira ideia do texto é o apelo à firmeza da fé. 1 Mosaicos #7 Escolhendo o caminho a seguir Hb 13:8-9 Introdução: Jesus Cristo é o mesmo, ontem, hoje e para sempre. Não se deixem levar pelos diversos ensinos estranhos. É bom que o nosso coração seja

Leia mais

NOVENA DE NATAL 2015. O Natal e a nossa realidade. A jovem concebeu e dará à luz um filho, e o chamará pelo nome de Emanuel.

NOVENA DE NATAL 2015. O Natal e a nossa realidade. A jovem concebeu e dará à luz um filho, e o chamará pelo nome de Emanuel. NOVENA DE NATAL 2015 O Natal e a nossa realidade A jovem concebeu e dará à luz um filho, e o chamará pelo nome de Emanuel. (Is 7,14) APRESENTAÇÃO O Natal se aproxima. Enquanto renovamos a esperança de

Leia mais

Mas isso irá requerer uma abordagem pessoal, persistente, muita oração e uma ferramenta poderosa para nos ajudar a fazer isso!

Mas isso irá requerer uma abordagem pessoal, persistente, muita oração e uma ferramenta poderosa para nos ajudar a fazer isso! 2015 NOSSO CONTEXTO GLOBAL: Quase 3 bilhões de pessoas online Quase 2 bilhões de smartphones 33% de toda a atividade online é assistindo a vídeos BRAZIL: Mais de 78% dos jovens (15-29) usam internet. São

Leia mais

ÁREAS DE ATUAÇÃO, PERFIL E COMPETÊNCIAS DOS EGRESSOS DOS NOVOS CURSOS

ÁREAS DE ATUAÇÃO, PERFIL E COMPETÊNCIAS DOS EGRESSOS DOS NOVOS CURSOS CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA PRÓ-REITORIA ACADÊMICA ÁREAS DE ATUAÇÃO, PERFIL E COMPETÊNCIAS DOS EGRESSOS DOS NOVOS CURSOS 5. CURSO DE TEOLOGIA Área de atuação O egresso do Curso de Teologia

Leia mais

Catecumenato Uma Experiência de Fé

Catecumenato Uma Experiência de Fé Catecumenato Uma Experiência de Fé APRESENTAÇÃO PARA A 45ª ASSEMBLÉIA DA CNBB (Regional Nordeste 2) www.catecumenato.com O que é Catecumenato? Catecumenato foi um método catequético da igreja dos primeiros

Leia mais

Poderá interromper e dialogar com o grupo; montar perguntas durante a exibição; montar grupos de reflexão após a exibição, e assim por diante.

Poderá interromper e dialogar com o grupo; montar perguntas durante a exibição; montar grupos de reflexão após a exibição, e assim por diante. O Catequista, coordenador, responsável pela reunião ou encontro, quando usar esse material, tem toda liberdade de organizar sua exposição e uso do mesmo. Poderá interromper e dialogar com o grupo; montar

Leia mais

Plano Diocesano da Animação Bíblico-Catequética

Plano Diocesano da Animação Bíblico-Catequética Plano Diocesano da Animação Bíblico-Catequética 2 0 1 2-2 0 1 5 DIOCESE DE FREDERICO WESTPHALEN - RS Queridos irmãos e irmãs, Com imensa alegria, apresento-lhes o PLANO DIOCESANO DE ANIMAÇÃO BÍBLICO -

Leia mais

Maria, mãe de Deus, no mistério de Cristo e da Igreja Fundamentos bíblicos na Lumen Gentium VIII

Maria, mãe de Deus, no mistério de Cristo e da Igreja Fundamentos bíblicos na Lumen Gentium VIII Maria, mãe de Deus, no mistério de Cristo e da Igreja Fundamentos bíblicos na Lumen Gentium VIII Quando, porém, chegou a plenitude do tempo, enviou Deus o seu Filho, nascido de mulher, nascido sob a Lei,

Leia mais

LIBERTANDO OS CATIVOS

LIBERTANDO OS CATIVOS LIBERTANDO OS CATIVOS Lucas 14 : 1 24 Parábola sobre uma grande ceia Jesus veio convidar àqueles que têm fome e sede para se ajuntarem a Ele. O Senhor não obriga que as pessoas O sirvam, mas os convida

Leia mais

PROJETO FRANÇA PROJETO DE REVITALIZAÇÃO E PLANTAÇÃO DE IGREJA NO SUL DA FRANÇA

PROJETO FRANÇA PROJETO DE REVITALIZAÇÃO E PLANTAÇÃO DE IGREJA NO SUL DA FRANÇA .1 PROJETO DE REVITALIZAÇÃO E PLANTAÇÃO DE IGREJA NO SUL DA AMBIENTAÇÃO Cumprir a grande missão de Deus dada à sua Igreja e a cada um de seus servos é uma atitude de obediência, amor a Ele na pessoa de

Leia mais