Edição 001 junho 2011

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Edição 001 junho 2011"

Transcrição

1 NEWSLETTER Comunidade Transformar Edição 001 junho 2011 Ola! Você está recebendo a Newsletter 001 junho 2011 da Comunidade Transformar, uma ONG dedicada à ação socioassistencial, sóciocomunitária e sociocultural de Ribeirão Preto, SP, Brasil, nascida há 36 anos, completados no último dia 16 de junho de e reestruturada em 2003 com a atual denominação, e que por missão, ser o instrumento capaz de transformar, com credibilidade, responsabilidade e profissionalismo, recursos de responsabilidade social de pessoas físicas, corporativa de pessoas jurídicas e de políticas públicas governamentais em ações de promoção da cidadania, proteção social, apoio e suporte ao terceiro setor na busca da paz e justiça social e do bem comum. É o nosso boletim de informações e novidades cujo objetivo e informar e tornar públicas nossas ações, estimulálo(a) a participar e colaborar com nossas ações, por meio do voluntariado, apresentação de sugestões, encaminhamento de usuários ou destinação de recursos. Para maiores informações visite o nosso site: Se quiser manter contato ou solicitar outras informações nossos contatos são: Telefone: (16) , (16) , (16) , (16) , (16) Centro Administrativo: Rua da Liberdade, 182, Térreo/Mezanino, Campos Eliseos, Ribeirão Preto, SP EM DESTAQUE NESTA NEWSLETTER Comunidade Transformar completa 36 anos de Fundação. Ponto de Cultura Transformar a todo vapor. Transformar no clima das Festas Juninas. Bazar Beneficente Comunitário. Saiba como colaborar! Projeto Saúde & Cidadania encerra ciclo em Jardinópolis Informações e ações em destaque. Nossos parceiros. Apoios preciosos. Onde estamos: Campos Eliseos I Rua Major de Carvalho, 46 Campos Eliseos II Rua Pernambuco 761/769 Ponto de Cultura Rua Major de Carvalho, 23 Ipiranga Rua Caravelas, 1222 Sudeste Rua Madre Maria Teodora Voiron, 150 (em fase experimental) Norte Av. João Baptista Duarte (em implantação)

2 COMUNIDADE TRANSFORMAR 36 ANOS JUNHO 1975 JUNHO 2011 Centro de Formação Cultural Wmalloy Grupo Teatro Abraxas Peça: Para quem Você Daria sua Última Rosa Comunidade Transformar Oficina de Cavaquinho Ponto de Cultura Transformar No dia 16 de junho de 1975 cinco jovens alunos do Colégio Técnico Industrial de Ribeirão Preto: Washington de Bessa Barbosa Júnior, Lourdes Aparecida Sangregório, Luiz Antonio Manfredi, Mariza Mattos Pereira e Yone Silva, por iniciativa de Lourdes, se reuniram, uniram e criaram um Grupo Comunitário informação ao qual deram o nome de Equipe de Formação Cultural WMALLOY, nome nascido da inicial dos nomes dos integrantes do Grupo e uma vontade idealista de realizar ações de formação e promoção artístico-cultural na efervescência dos anos 70. Dois outros nomes se agregaram imediatamente depois: Carlos Augusto da Silva (Carlinhos) e Jorge Rogério Contin. Ao final do ano letivo, parte do grupo se desfaz, e Washington, Carlos Augusto e Jorge Rogério passam a referenciar o grupo e mantêm viva a ideia e a tocam adiante. Na festa de um ano, já com muitas outras pessoas agregadas, com destaque para: Paulo Roberto Diogo, Orlando Cabrera, Maria de Lourdes Castro Bessa (mãe de Washington) e seus filhos Mara Cleide, Mara Cristina e Wellington, Edson Luiz de Campos Nobrega, Rafael de Lucia Júnior, Marino Rossato, Manoel Simões, Décio Agostinho Gonzales; e, mais adiante: Vera Lucia Pereira, Juarez Francisco Gama e outros, transformam o Grupo numa ONG Organização Não Governamental do Terceiro Setor, dando-lhe personalidade jurídica e tornando-a referencia local nos anos 70 e 80. Grandes eventos e atividades artístico-culturais, cívicopatrióticos e estudantis foram promovidos pela Instituição. Sem perder o foco sociocultural, agrega a ação sócio-esportiva e sócio-estudantil nos anos 70, sócio-comunitária e de movimento social nos anos 80, integrando as lutas pela redemocratização, Direitos Fundamentais e construção de uma Constituição Cidadã. Agrega a ação socioassistencial nos anos 90, integrando lutas em prol de políticas públicas e dos direitos da criança e do adolescente, da pessoa com deficiência, do idoso, da assistência social, da educação, da saúde e tantas outras. No decorrer dos anos 80 e 90, o grupo que mantém a organização vai se transformando quando aos integrantes e perfil, alguns deixando a equipe como Jorge Rogério, um dos referenciais ao lado de Washington em decorrência de óbito, outros chegando, como Joana Darc Costa, que passa a ser outro referencial na organização e Rene Andrade Lima. No final dos anos 90 e virada do século, chega a equipe um grupo de socioeducadores voluntários, podendo ser destacados: Odilon Mello Jr. e sua esposa Marilisa, Mariangela Herédia Quartim de Moraes e seu filho Alberto, Antônio Alberto da C. Neves Canto e sua esposa Ivanise, Sebastião Baptista Ramos Neto, Juliana Cabrera Chicani, Juarez Correa de Souza, Cristiane Framartino Bezerra, Jussara Teixeira, Mauricio Monteiro Rodrigues, e tantos outros, provocando ampla discussão para reestruturação da organização, com um olhar mais socioassistencial e preventivo de Proteção Social Básica, capaz de manter a adequação do processo de desenvolvimento humano de crianças e adolescentes, matricialidade familiar e estratégias de sobrevivência responsáveis e dignas com menos vulnerabilidade, risco e/ou dano pessoal, social e econômico, de tal forma que todos tivessem acesso a políticas e serviços públicos, consciência e pleno exercício da cidadania com senso crítico-reflexivo, protagonizando sua própria história, seu próprio destino e um projeto de vida e de futuro, exercendo um papel positivo e proativo no mundo, mantendo-se suficientemente resilientes para não se deixar cooptar pelos atrativos ilusórios e inadequados socialmente oferecidos como a vivência de rua, o ócio improdutivo, os vícios em geral e a prática infracional - criminosa. Entre outras, três mudanças institucionais substanciais são definidas após três anos de discussão: a alteração da denominação passando a se chamar ASSOCIAÇÃO TRANSFORMAR DE AÇÃO SÓCIO-COMUNITÁRIA ou simplesmente, COMUNIDADE TRANSFORMAR; a forma de realizar suas ações, não só em espaços públicos ou cedidos por parceiros como fazia desde sua criação, mas passando a contar com Unidades de Atendimento próprias; e, a focando suas ações nas políticas públicas: com ênfase numa atuação socioassistencial, sóciocomunitária, socioeducativa e sociocultural e em todas as áreas sociais setoriais; no apoio e suporte ao Terceiro Setor; e, na Prestação de Serviços de educação, orientação, consultoria, pesquisa, assessoria, defesa e garantia de direitos. Hoje, tornando-se cada dia mais uma Instituição referencial na ação socioassistencial, de políticas públicas e no Terceiro Setor de Ribeirão Preto e Região, chegando aos 36 anos, fortalecida, reconhecida, empenhada em aprimorar a qualidade (eficiência, eficácia e efetividade) de suas ações e resultados, a partir de uma atuação profissional, transparente e em rede, articulando, integrando, cooperando, interagindo e compartilhando dados, ações e informações para com os demais agentes da rede socioassistencial e comunitária, em prol da paz e justiça social e do bem comum.

3 PONTO DE CULTURA TRANSFORMAR A TODO VAPOR O Projeto Ponto de Cultura Transformar, criado em dez. 2010, dentro do Programa Cultura Viva do Ministério da Cultura e do Programa Rede de Pontos de Cultura Ribeirão Preto da Secretaria Municipal da Cultura, está a todo vapor, com base no CENTRO DE CONVIVENCIA PONTO DE CULTURA TRANSFORMAR, situado à Rua Major de Carvalho, 23 e pólos irradiadores de suas ações em diversos outros espaços Transformar e parceiros. O projeto se propõe em fortalecer a ação sociocultural, com olhar socioassistencial e de cidadania da COMUNIDADE TRANSFORMAR, oferecendo espaço, infraestrutura, apoio, suporte e incentivo a formação, manifestação e promoção da cultura e em especial das artes, da comunicação social e da preservação do Patrimônio Cultural da Humanidade, Nacional e Local, como viés importante do acesso e exercício da cidadania. O Ponto de Cultura Transformar foca suas ações, neste viés: NA CULTURA POPULAR o Cursos e Oficinas de Expressões Artísticas Projeto Musica & Juventude de Iniciação Musical Canto, teoria e instrumental o OFICINAS DE TEORIA MUSICAL (Monitoria: Douglas Amâncio) Projeto Transformar com a Corda Toda o OFICINAS DE VIOLÃO E CAVAQUINHO (monitoria: Douglas Amâncio e Rafael Marangoni) Projeto Transformar Bate & Batuca o OFICINAS DE PERCUSSÃO GERAL E BATERIA DE ESCOLA DE SAMBA (monitoria Reynaldo Belarmino e Bruno Cardoso dos Santos) Projeto Vozes em Canto o OFICINAS DE CANTO (INTERPRETE) E CANTO CORAL (Monitoria: Eveline) Em breve outras ações de artes visuais (desenho e pintura) e artesanato o Cursos e Oficinas Diversidade e a Pluralidade Cultural Curso de Capoeira (coordenação: Mestre Caxambu) Grupo de Capoeira Transformar Campos Eliseos I Oficinas para Grupos Étnico-raciais EDUCAÇÃO PATRIMONIAL, CULTURAL CONTINUADA E ECONOMIA DA CULTURA o Grupo de Estudos e Pesquisas em Cultura; sites culturais (Ribeirão Virtual e Agita Ribeirão), oficinas de qualificação de organizações, gestores e operadores culturais e Projeto Identidade Ribeirão (Cultura e Turismo) CULTURAL, COMUNICAÇÃO SOCIAL E INCLUSÃO DIGITAL o Cursos e Oficinas de Inclusão Digital Projeto Rede Transformar de Centros de Inclusão Digital e Democratização da Informática Telecentro Campos Eliseos Rua Major de Carvalho, 46 Campos Eliseos o Curso Básico de Informática Oficinas de Arte Digital o Livro, Leitura e Literatura Projeto Rede Transformar de Bibliotecas e Brinquedotecas Comunitárias Biblioteca Comunitária WALY SALOMÃO Rua Major de Carvalho, 46 Centro de Convivência Transformar Campos Eliseos I Biblioteca Comunitária Aurélio Buarque de Holanda Em reorganização Biblioteca Comunitária Profa. Dinair Lima da Silva Em implantação o Cultura e Comunicação Social Projeto Escola X Comunidade Jornal Fala Comunidade em implantação

4 COMUNIDADE TRANSFORMAR EM CLIMA DE FESTA JUNINA 2º ARRAIÁ VIVA RIBEIRÃO COM SOLIDARIEDADE No dia 17 de junho, a COMUNIDADE TRANSFORMAR e o PONTO DE CULTURA TRANSFORMAR estiveram presentes no 2º Arraiá Viva Ribeirão com Solidariedade, um evento promovido pela Prefeitura Municipal por meio das Secretarias da Cultura e de Assistência Social, no parque Cultura Prof. Antônio Palocci Alto de São Bento, como parte das comemorações dos 155º Aniversário da cidade. A barraca de comidas e bebidas típicas foi um sucesso, tipicamente decorada e sob o comando da nossa Supervisora Geral Técnica Flávia e sua equipe. Quentão, Vinho Quente, Achocolatado e muitos quitutes juninos, fizeram a festa dos mais das mais de pessoas presentes, com toda a renda líquida auferida destinada ao custeio de nossas ações. Outras Entidades coirmãs também participaram da festa conosco: Instituto Plural de Educação e Cidadania, Associação de Surdos, Casas de Betânia, Centro Ann Sulivan, ITEP, Lar Santana, Lar Espírita Cristão, Projeto Criança Feliz e SOBECCAN FESTA JUNINA TENNIS COUNTRY CLUB Outra tradicional participação da COMUNIDADE TRANSFORMAR aconteceu na Festa Junina do TENNIS CLOUNTRY CLUB, situado na Rodovia Ribeirão Preto Bonfim Paulista, na mesma data. Uma festa para os associados, aberta ao público onde o clube desenvolve um projeto de Responsabilidade Social, abrindo espaço para que Entidades Socioassistenciais para o comércio beneficente nas barracas juninas. Como sempre a festa foi um sucesso e nossa Entidade destacou-se entre as centenas de presentes, com o delicioso e tradicional Cachorro Quente, sob comando da nossa Supervisora Financeira e de Capital Humano Joana Darc e sua equipe, com toda a renda líquida destinada, também ao custeio de nossas ações. Outras Entidades participam do evento. E registramos aqui nossos agradecimentos pelo convite para participação mais uma vez. FEIJOADA JUNINA TRANSFORMAR Da cozinha comandada pela nossa Supervisora Geral Financeira e de Capital Humano JOANA DARC COSTA e colaboradores voluntários diversos a tradicional FEIJOADA JUNINA TRANSFORMAR, em comemoração aos 36 anos da nossa Entidade. O evento marca uma confraternização entre dirigentes, gestores e operadores, voluntários e funcionários da COMUNIDADE TRANSFORMAR e suas famílias, acontece por cotização e vai se tornando tradição entre nós com a suculenta Feijoada à Mineira, acompanhada de arroz, couve, laranja, vinagrete e farinha. AGRADECIMENTOS ESPECIAIS: Nossos agradecimentos e gratidão a todos os colaboradores, funcionários e voluntários que auxiliaram nestes eventos, tanto na sua preparação, ornamentação, montagem e desmontagem como na ação e operação.

5 BAZAR BENEFICENTE COMUNITÁRIO TRANSFORMAR COLABORE! A Comunidade Transformar mantém na Rua Major de Carvalho, 49, Campos Eliseos o BAZAR BENEFICENTE COMUNITÁRIO TRANSFORMAR, uma Unidade de Sustentabilidade Institucional, cuja receita líquida é integralmente revertida para as despesas de custeio e investimento de nossas atividades fins e meio e sustentabilidade da nossa ONG. O Bazar comercializa a preços simbólicos, para acesso a população em vulnerabilidade socioeconômica, bens usados, porém em bom estado e uteis: roupas, calçados, acessórios, objetos de decoração, móveis, utensílios, ferramentas, bijuterias, enfim tudo o que possa ter utilidade a pessoas e seus lares. Se você tem em sua casa quaisquer desses bens que não esteja utilizando e possa deles dispor, doe para a COMUNIDADE TRANSFORMAR, além de um ato de solidariedade, consciência e responsabilidade social, você contribuindo ambientalmente a dar uso e utilidade a bens sem interesse ou destinação pra você. Interessados em doar materiais para o Bazar, podem ligar para JOANA DARC ( ; ou em qualquer dos telefones da ONG e providenciaremos o transporte, caso você não possa também colaborar com o mesmo e entregar sua doação diretamente no Bazar com a SONIA VERA CRUZ responsável pelo mesmo. Contamos com você! PIZZA NA COMUNIDADE TRANSFORMAR Venha saborear uma deliciosa pizza, preparada com carinho pela COMUNIDADE TRANSFORMAR para você! Aguarde! AGOSTO 2011 Mussarela Mais uma Promoção BENEFICENTE Calabresa Pizza Transformar Mista

6 PROJETO SAÚDE & CIDADANIA Encerrado o Ciclo Jardinópolis O Projeto Saúde e Cidadania é uma proposta da COMUNIDADE TRANSFORMAR para promoção e coparticipação na Política Pública de Saúde. O foco do projeto é a Estratégia Saúde da Família e o protagonismo comunitário, participação popular e controle social naquela e daquela Política Pública. Além de iniciativas, a partir do Sudeste, de apoio ao Programa Agentes Comunitários de Saúde, da Secretaria Municipal de Saúde de Ribeirão Preto, por meio da Unidade Básica de Saúde Dr. José Ribeiro Ferreira no Jardim São José e sua Comissão Local de Saúde, bem como com o PIC Programa de Integração Comunitária, mantido por aquela Secretaria e pela Secretaria Municipal de Esportes na atuação com idosos, nossa Entidade vinha mantendo desde 2009 uma parceria com a Prefeitura Municipal de Jardinópolis, que experimentalmente implantou em paralelo ao atendimento tradicional aquela Estratégia de Saúde da Família. Nossa ação junto aquela Municipalidade, era de cogestão com a Coordenadoria de Atenção Básica em Saúde da Secretaria Municipal de Saúde de Jardinópolis da Estratégia Saúde da Família, tanto no que tange as Unidades e equipes de Saúde da Família, quanto das equipes do Programa Agentes Comunitários de Saúde. Seis equipes de saúde da família foram mantidas, com funcionários de nossa Entidade atuando junto as Unidades mantidas pela Prefeitura e em parceria com as equipes de saúde comuns e demais serviços do Sistema Único de Saúde no Município. A ESF é um atendimento mais humano e dinâmico do que o feito tradicionalmente. Além das atividades de atendimento em saúde da família, outras ações sóciocomunitárias, de educação continuada da equipe, de acompanhamento psicossocial das ações de mobilização, contato, escuta e atendimento domiciliar e comunitário e eventos de educação para a saúde, coparticipação em campanhas de vigilância epidemiológica e muitas outras foram realizadas de 06 de junho de 2009 a 31 de março de 2011, quando este ciclo do Projeto na cidade de Jardinópolis foi encerrado, por ter atingido seus objetivos. A cidade passou, então, com a criação de cargos em seu quadro funcional a adotar a Estratégia Saúde da Família em definitivo no seu atendimento, a fazer o atendimento de forma permanente e direta. Para nossa Entidade foi uma experiência importante num grande projeto de Política Pública e para a cidade também foi interessante, pela transferência de nossa experiência no atendimento sócio-comunitário, já que para a Política Nacional de Saúde, a proposta não é apenas o atendimento meramente curativo da doença, mas sim o olhar de saúde mais amplo, como advogado pela ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DE SAÚDE, qual seja:, o estado de completo bem-estar físico, mental e social, e não apenas a ausência de doença 1(Miranda: 2007, p. 287), ou seja, como previsto pelo SUS: Ações integradas de atividades preventivas e de assistência por meio da promoção, proteção e recuperação curativa, com redução dos riscos de doenças e de outros agravos; e, todas as ações que possam garantir as pessoas e à coletividade condições de bemestar físico, mental e social, por meio da identificação, divulgação e promoção nos campos: econômico e social, dos fatores determinantes e condicionantes, entre outros: a alimentação, a moradia, o saneamento básico, o meio ambiente, o trabalho, a renda, a educação, o transporte, o lazer e o acesso aos bens e serviços essenciais, inclusive a recuperação e restabelecimento da saúde do indivíduo, garantindo acesso universal e igualitário e constituindo níveis de saúde da população que expressam a organização social e econômica local e do País. Incluem-se ainda, no campo de atuação da saúde: as vigilâncias em saúde: sanitária (inclui a zoonose e o controle de vetores), epidemiológica, alimentar e nutricional, ambiental; saúde do trabalhador (prevenção, avaliação de grau de risco, normalização, recuperação e reintegração de vitima de doenças e acidentes do trabalho); assistência terapêutica integral, inclusive farmacêutica; saneamento básico; política e produção de medicamentos, equipamentos imunobiológicos e outros serviços, produtos, substancias e interesses para a saúde; controle e fiscalização: de alimentos, água, bebidas para consumo humano, da produção, transporte, guarda e utilização de substancias e produtos psicoativos, tóxicos e radioativos; desenvolvimento científico e tecnológico e ordenação da formação de recursos humanos na área da saúde. Aproveitando a oportunidade gostaríamos aqui de registrar nossos agradecimentos ao Prefeito JOSÉ ANTÔNIO JACOMINI, de Jardinópolis, SP, não só pela confiança depositada em nossa Entidade, como pela lisura com a qual manteve as relações conveniadas neste período, bem como a Câmara Municipal e ao Conselho Municipal de Saúde. 1 - MIRANDA, Jediael Galvão. Direito da Seguridade Social: Direito Previdenciário, Infortunística, Assistência Social e Saúde. Rio de Janeiro: Elsevier, 2007 (Direito Ponto a Ponto).

7 INFORMAÇÕES E AÇÕES EM DESTAQUE PROJETO CAMINHANDO NO BRILHO Curso de Profissionalização Básica de Cabeleireiro e Manicura Serviços de Higienização e Corte de Cabelo e de Manicura, gratuitos, destinados à população em vulnerabilidade socioeconômica, vivencia de rua, migrante, itinerante e para crianças e adolescentes e outros em acolhimento institucional, em cumprimento de medida socioeducativa em meio aberto. Este projeto conta com o apoio do Programa de Responsabilidade Social da Companhia de Bebidas Ipiranga por meio de incentivo fiscal através do Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente FMDCA e ocorre em parceria com o Prgrama de Responsabilidade Social de Ruy Cabelereiros O projeto funciona no Transformar Campos Eliseos II, sito a Rua Pernambuco 761/769 PROJETO TRANSFORMAR NA MEDIDA Atendimento de Proteção Social Especial de Média Complexidade em Serviço de Atendimento a Adolescentes em Conflito com a Lei em Cumprimento de Medida Socioeducativa em Meio Aberto de Liberdade Assistida, por determinação judicial em virtude de prática de ato infracional. Desenvolve atendimento socioassistencial aos adolescentes suas respectivas famílias e comunidades, individuais e em grupo, com acompanhamento escolar e psicossocial; orientação socioeducativa, visita domiciliar, encaminhamentos à Rede Socioassistencial e aos serviços, programas e projetos da própria Organização e elabora relatórios para análise do Poder Judiciário, Ministério Público e outros órgãos do Sistema de Garantia e Proteção aos Direitos da Criança e do Adolescente e de Atendimento Socioeducativo. Este projeto conta com o apoio do FMDCA Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente dentro do Planod e Aplicação anual definido pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente - CMDCA O projeto funciona no Transformar Campos Eliseos II, sito a Rua Pernambuco 761/769 PROJETO e-solidariedade Comunidade FV FRATERNIDADE VIRTUAL O Projeto tem por ação a manutenção em redes sociais de Comunidades Virtuais destinadas a confraternizar e aproximar Entidades, Ações e Projetos Sociais e Pessoas com Consciência e Responsabilidade Social interessadas em conhecer as ações e doar, pelo menos trimestralmente um valor mínimo preestabelecido para colaborar com uma daquelas ações que integram um painel mensal, por meio de deposito em conta bancária da própria instituição mantenedora e/ou de representantes credenciados Atualmente o projeto funciona com uma Comunidade Virtual no Orkut na Rede Internet, endereço: PROJETO COMUNIDADE NO TRANSFORMAR NA MEDIDA Projeto que objetiva dar apoio e suporte a ações preventivas de proteção socioassistencial básica a outros Projetos da ONG, procurando promover alternativas positivas e proativas no contraturno escolar em contraponto aos atrativos ilusórios e inadequados oferecidos socialmente a crianças e adolescentes, como a vivência de rua, o ócio improdutivo, os vícios de toda ordem e a prática infracional, fortalecendo vinculo escolar e convivência familiar e comunitária, assim como dando suporte e apoio por meio destas ações a usuários do Projeto Comunidade no Transformar na Medida (adolescentes e familiares). Este Projeto conta com o apoio e patrocínio do Programa BB Voluntários da Fundação Banco do Brasil por meio de incentivo fiscal do FMDCA Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Ribeirão Preto

8 INFORMAÇÕES E AÇÕES EM DESTAQUE Continuação... PROJETO CENTROS DE CONVIVÊNCIA Manutenção de espaços sócio-comunitários para mobilização, protagonismo, integração a rede, plantão psicossocial, convivência familiar e comunitária, reforço escolar, realização de ações de políticas públicas e de atendimento a serviços, programas e projetos socioassistencial, em especial, e preponderantemente o Serviço de Proteção Social Básica de Convivência e Fortalecimento de Vínculos C. C. CAMPOS ELISEOS I C. C. CAMPOS ELISEOS II C. C. IPIRANGA C. C. SUDESTE C. C. NORTE C. C. PONTO DE CULTURA Cada, além da estrutura e equipamentos de atendimento sociais comuns, mantêm um Centro Transformar de Inclusão Digital e Democratização da Informática e uma Biblioteca Comunitária Os Centros de Convivência Transformar funcionam de segunda a sexta-feira das 08h00 as 21h00 e aos sábados das 08h00 as 12h00 PROJETO AÇÃO QUALIDADE Ação destinada à formação, qualificação e educação continuada de operadores Socioassistenciais e sócio-comunitários em geral, que se proponham a atuar de forma voluntária ou remunerada, assim como estagiários de Cursos de Formação que atuarão nestas áreas. Atualmente o Projeto está desenvolvendo atividades com estagiários do Curso de Serviço Social do Centro Universitário UNISEBCOC e Centro Universitário Barão de Mauá, associado a grupos de estudos complementares e extensão TRANSFORMANDO PELO ESPORTE PROJETO KARATÊ & CIDADANIA Curso e oficinas de Artes Marciais na modalidade de Karatê de contato com a finalidade de promover a cultura da arte marcial e o desporto do caratê e seu aprendizado básico, o acesso a Política Pública Municipal de Esportes, o condicionamento físico, a sociabilidade, a disciplina, a contenção do espírito de agressão e o desenvolvimento de condições para defesa pessoal, suportando agressões, atuando em defesa daquelas destinadas a locais mortais do corpo humano e, havendo possibilidade imobilizar o adversário. Realização de apresentações e competições internas e públicas e encaminhamento para aperfeiçoamento e aprimoramento técnico dos usuários que demonstre habilidade e potencial. O Curso de Karatê funciona com apoio da F.P.M.A Federação Paulista de Cultura e Artes Marciais e parceria com a Academia de Karatê Power Gyn Turmas em Funcionamento: Transformar Campos Eliseos I Rua Major de Carvalho, 46 PROJETO YÔGA Oficinas de Yôga prática de origem hinduísta que promove o concentração, a meditação e a reflexão, o encontro da pessoa consigo mesma, com sua paz de espírito e a percepção espiritual da sua própria divindade. É também uma atividade intergeracional que estimula a convivência familiar e comunitária, a percepção da diversidade e da pluralidade humana e cultural e permitindo um caminhar que leve ao refreamento dos desvios d alma, limpeza e purificação, cuidados, domínio controles físico-corporais, expansão da força vital, abstração dos sentidos externos, concentração mental, meditação e absorção meditativa. As oficinas de Yoga ocorrem no Transformar Campos Eliseos I Rua Major de Carvalho, 46

9 INFORMAÇÕES E AÇÕES EM DESTAQUE Continuação... PROJETO CONVIVENCIA COMUNITÁRIA Ação destinada a promover integração da comunidade nas ações socioassistenciais de atendimento em acolhimento institucional e medida socioeducativa, pela oferta de vagas e acesso a serviços, programas e projetos desenvolvimentos pela Instituição aos usuários daquelas ações e famílias, quando possível. Este projeto conta com o apoio e patrocínio do FMDCA Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente a partir do Plano de Aplicação definido pelo CMDCA Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente O projeto funciona no Transformar Campos Eliseos II, sito a Rua Pernambuco, 761/769 e oferece vagas em todas as atividades desenvolvidas na ONG para Entidades de atendimento em acolhimento institucional e em medida socioeducativa. PROJETO PADRINHOS DE NATAL Programa de Assistência Social destinado a estimular e promover o engajamento voluntário, a consciência e a responsabilidade social e comunitária, o espírito de fraternidade e solidariedade humana, a mobilização comunitária, a defesa e garantia dos direitos, notadamente os socioassistenciais, por meio de ação que visa atende questões conjunturais socioassistenciais contingenciais no período de natal, assegurando a crianças e adolescentes em vulnerabilidade, risco ou dano social, um acolhimento afetivo com a promoção de condições para uma convivência familiar e comunitária digna pertinente as manifestações culturais. O projeto em 2010 foi desenvolvido junto a população residente em assentamentos precários no bairro Recreio Anhanguera, com apoio de um grupo de funcionários da empresa Ortovel Veículos de Ribeirão Preto, mobilizados por um de nossos voluntários Matheus Moreno de Almeida e deve voltar a ocorrer neste ano de em local a ser definido oportunamente e para a qual espera-se o apoio e colaboração dos nossos apoiadores, voluntários, colaboradores e toda a equipe da Organização. PROJETO TEIAS SOCIAIS LOCAIS O projeto é de assessoramento socioassistencial e sócio-comunitário e tem por escopo estimular, tomar a iniciativa, mobilizar e dar apoio e suporte a organização em cada território de atuação da organização de uma TEIA SOCIAL LOCAL, constituída por todos os agentes sociais (públicos governamentais e privados do Terceiro Setor) que atuam na área ou a circunscrevam, com vistas a promover uma ação em rede (articulação, integração, cooperação, interatividade e compartilhamento de dados, ações e informações) da rede local, em benefício da qualidade e dinamismo das ações e dos resultados, a redução das possibilidades de ações e intervenções duplicadas ou conflitantes no mesmo território e com o mesmo grupo familiar ou usuário e o uso racional dos recursos disponíveis e a maximização positiva da equação custo-benefício. Atualmente a ONG participa das ações da implantação da REDE CRESCER DE ARTICULAÇÃO SOCIAL DE RIBEIRÃO PRETO, promovida pelo CMDCA, do SUAS Sistema Único de Assistência Social e tem coordenado a iniciativa da implantação da TEIA SOCIAL COMPLEXO URBANO CAMPOS ELISEOS e inicia estudos para promover a TEIA SOCIAL COMPLEXO URBANO IPIRANGA e COMPLEXO URBANO SUDESTE. PROJETO PLANTÃO PSICOSSOCIAL Programa de Assistência Social destinado ao atendimento psicossocial individual ou em grupo de usuários e de orientação e apoio sócio-familiar, por procura, busca ativa ou encaminhamento, oferecendo por meio de técnicos e com suporte de equipe técnica: acolhimento, escuta, orientação, apoio, assessoria, encaminhamentos a rede, encaminhamento a programas e serviços e outros atendimentos. É proposta da ação, ainda, a manutenção de grupos socioassistenciais e sócio-comunitários. O atendimento é oferecido, atualmente em todos os Centros de Convivência Transformar, referenciado ao respectivo CRAS/CREAS SUAS e quando demandado ao Conselho Tutelar respectivo e outros órgãos pertinentes

10 NOSSOS PARCEIROS APOIOS PRECIOSOS PATROCINADORES Fundação Banco do Brasil Por meio do Programa BB Voluntários patrocina o Projeto Comunidade no Transformar na Medida, com destinações ao FMDCA A Usina Santo Antônio patrocina a demanda de açúcar da ONG, anualmente O Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente FMDCA vinculado ao Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, patrocina diversas ações da ONG, no interesse da Garantia e Proteção aos Direitos da Criança e do Adolescente A Cia de Bebidas Ipiranga patrocina o Projeto Caminhando no Brilho por meio do seu Programa de Responsabilidade Social e destinações ao FMDCA A EPIL Listas Telefônicas patrocina anualmente parte substancial do material de limpeza demandado pela ONG a partir da receita de venda das Listas telefônicas antigas recuperadas na distribuição das novas listas. PARCEIROS Secretaria Municipal da Assistência Social é parceira da ONG em convênio para o PROJETO TRANSFORMAR NA MEDIDA O programa Ribeirão Jovem, apoia a ONG no PROJETO REDE TRANSFORMAR DE CENTROS DE INCLUSÃO DIGITAL E DEMOCRATIZA-ÇÃO DA INFORMÁTICA O Grupo de Capoeira de Angola Obafemi Ajamu Ginga Pura é parceiro da ONG no PROJETO DE CAPOEIRA O Ruy Center Cabeleireiros é parceiro da ONG no PROJETO CAMINHANDO NO BRILHO Secretaria Municipal da Cultura é parceira da ONG no convênio PROJETO PONTO DE CULTURA TRANSFORMAR O Fundo Social de Solidariedade é parceiro da ONG na doação de bens, alimentos e roupas para atender situações emergenciais de usuários A Fundação Instituto do Livro apoia a ONG no PROJETO REDE DE TRANSFORMAR DE BIBLIOTECAS E BRINQUEDOTECAS COMUNITÁRIAS A F.P.M.A. - Federação Paulista de Cultura e Artes Marciais e a Academia de Karatê Power Gin são parceiros do PROJETO KARATÊ E CIDADANIA O grupo Time Vídeo e Som é parceiro da ONG em todas as demandas de informática, vídeo e som das ações

11 APOIADORES COMUNIDADE TRANSFORMAR UMA CHANCE

IDENTIFICAÇÃO. Espírita. ENDEREÇO: Rua Joaquim Pires de Miranda SN Vila Grimpas Hidrolândia-GO. CEP: 75340-000.

IDENTIFICAÇÃO. Espírita. ENDEREÇO: Rua Joaquim Pires de Miranda SN Vila Grimpas Hidrolândia-GO. CEP: 75340-000. IDENTIFICAÇÃO INSTITUIÇÃO PROPONENTE: PROJETO CRESCER CHICO XAVIER - Obra Social do Centro Espírita Eurípedes Barsanulfo CNPJ: 26 943 563/0001-07 ENDEREÇO: Rua Joaquim Pires de Miranda SN Vila Grimpas

Leia mais

Departamento de Assistência Social DAS Unidade Brasília

Departamento de Assistência Social DAS Unidade Brasília Departamento de Assistência Social DAS Unidade Brasília Programas e Serviços de Atenção à População em Situação de Vulnerabilidade Social, Econômica e Pessoal Brasília, Maio de 2013. Apresentação A Federação

Leia mais

SERVIÇOS DE CONVIVÊNCIA E FORTALECIMENTO DE VÍNCULOS SCFV

SERVIÇOS DE CONVIVÊNCIA E FORTALECIMENTO DE VÍNCULOS SCFV SERVIÇOS DE CONVIVÊNCIA E FORTALECIMENTO DE VÍNCULOS SCFV SOCIOASSISTENCIAL X SOCIOEDUCATIVO SOCIOASSISTENCIAL apoio efetivo prestado a família, através da inclusão em programas de transferência de renda

Leia mais

PORTARIA NORMATIVA INTERMINISTERIAL Nº- 17, DE 24 DE ABRIL DE 2007

PORTARIA NORMATIVA INTERMINISTERIAL Nº- 17, DE 24 DE ABRIL DE 2007 PORTARIA NORMATIVA INTERMINISTERIAL Nº- 17, DE 24 DE ABRIL DE 2007 Institui o Programa Mais Educação, que visa fomentar a educação integral de crianças, adolescentes e jovens, por meio do apoio a atividades

Leia mais

SECRETARIA MUNICIPAL ADJUNTA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL SISTEMA ÚNICO DE ASSISTÊNCIA SOCIAL-SUAS TRABALHANDO EM REDE

SECRETARIA MUNICIPAL ADJUNTA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL SISTEMA ÚNICO DE ASSISTÊNCIA SOCIAL-SUAS TRABALHANDO EM REDE SECRETARIA MUNICIPAL ADJUNTA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL SISTEMA ÚNICO DE ASSISTÊNCIA SOCIAL-SUAS TRABALHANDO EM REDE CONCEITO DE REDE Para as Ciências Sociais: conjunto de relações sociais entre um conjunto

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2014

RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2014 RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2014 NOME DO SERVIÇO Serviço de Acolhimento Institucional para Idosos, classificado como Serviço de proteção Social Especial de Alta Complexidade. DESCRIÇÃO A entidade prestou em

Leia mais

Programa Viver é Melhor. Categoria do projeto: I Projetos em andamento (projetos em execução atualmente)

Programa Viver é Melhor. Categoria do projeto: I Projetos em andamento (projetos em execução atualmente) Programa Viver é Melhor Mostra Local de: Londrina Categoria do projeto: I Projetos em andamento (projetos em execução atualmente) Nome da Instituição/Empresa: Legião da Boa Vontade (LBV) Cidade: Londrina/PR

Leia mais

PLANO DE AÇÃO E DE APLICAÇÃO CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE REDE CARDUME GUARUJÁ SÃO PAULO

PLANO DE AÇÃO E DE APLICAÇÃO CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE REDE CARDUME GUARUJÁ SÃO PAULO PLANO DE AÇÃO E DE APLICAÇÃO CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE REDE CARDUME GUARUJÁ SÃO PAULO ÍNDICE INTRODUÇÃO... 3 LINHAS DE AÇÃO... 4 AÇÕES ESPECÍFICAS... 5 CAMPANHAS... 6

Leia mais

O trabalho social com famílias. no âmbito do Serviço de Proteção e. Atendimento Integral à Família - PAIF

O trabalho social com famílias. no âmbito do Serviço de Proteção e. Atendimento Integral à Família - PAIF O trabalho social com famílias no âmbito do Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família - PAIF Contexto Social: Acesso diferencial às informações Uso e abuso de substâncias psicoativas Nulo ou

Leia mais

Aprova o Regimento Interno do Centro de Referência de Assistência Social - CRAS. D E C R E T A:

Aprova o Regimento Interno do Centro de Referência de Assistência Social - CRAS. D E C R E T A: DECRETO N 1.289, DE 28 DE AGOSTO DE 2014. Aprova o Regimento Interno do Centro de Referência de Assistência Social - CRAS. O PREFEITO MUNICIPAL DE DOURADOS, Estado de Mato Grosso do Sul, no uso das atribuições

Leia mais

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL O Instituto Guma é uma organização sem fins lucrativos, qualificada como OSCIP (Organização da Sociedade Civil de Interesse Público), formada por pessoas com sensibilidade social

Leia mais

Projetos de Extensão SERVIÇO SOCIAL Estudo sociais em parceria com o fórum de UVA

Projetos de Extensão SERVIÇO SOCIAL Estudo sociais em parceria com o fórum de UVA Projetos de Extensão SERVIÇO SOCIAL Estudo sociais em parceria com o fórum de UVA Serviços técnicos do Serviço Social na área da família e infância nos processos do Fórum de União da Vitória O Serviço

Leia mais

Como se Tornar um Município Amigo do Idoso. Critérios para a Obtenção do Selo de Município Amigo do Idoso

Como se Tornar um Município Amigo do Idoso. Critérios para a Obtenção do Selo de Município Amigo do Idoso Como se Tornar um Município Amigo do Idoso Critérios para a Obtenção do Selo de Município Amigo do Idoso 2 3 GERALDO ALCKMIN Governador do Estado de São Paulo ROGERIO HAMAM Secretário de Estado de Desenvolvimento

Leia mais

Políticas Públicas Sobre Drogas, Um Compromisso de Todos! Categoria do projeto: I Projetos em andamento (projetos em execução atualmente)

Políticas Públicas Sobre Drogas, Um Compromisso de Todos! Categoria do projeto: I Projetos em andamento (projetos em execução atualmente) Políticas Públicas Sobre Drogas, Um Compromisso de Todos! Mostra Local de: Piraí do Sul Categoria do projeto: I Projetos em andamento (projetos em execução atualmente) Nome da Instituição/Empresa: Prefeitura

Leia mais

ANEXO IX - DEMONSTRATIVO VII METAS E PRIORIDADES - COMPATIBILIZAÇÃO DA LEI DE DIRETRIZES ORÇAMENTÁRIAS COM O PLANO PLURIANUAL

ANEXO IX - DEMONSTRATIVO VII METAS E PRIORIDADES - COMPATIBILIZAÇÃO DA LEI DE DIRETRIZES ORÇAMENTÁRIAS COM O PLANO PLURIANUAL METAS E PRIORIDADES - COMPATIBILIZ DA LEI DE DIRETRIZES ORÇAMENTÁRIAS COM O PLANO PLURIANUAL TÍTULO PRODUTO TIPO DE META 2013 2001 Administração Legislativa Serviços Realizados ORÇAMENTÁRIA 95% 0001 GESTÃO

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DO RIO DE JANEIRO

CÂMARA MUNICIPAL DO RIO DE JANEIRO Despacho 2007 Nº PROJETO DE LEI Nº 1099/2007 Considera de utilidade pública o Grupo de Formadores de Educadores Populares GEFEP. Autor: Vereador Eliomar Coelho. DECRETA: A Câmara Municipal do Rio de Janeiro

Leia mais

1) Socorro e Desastre Itaóca

1) Socorro e Desastre Itaóca 1) Socorro e Desastre Itaóca A Cruz Vermelha Brasileira Filial do Estado de São Paulo deslocou um grupo de voluntários para prestar ajuda aos moradores da cidade de Itaóca, localizada no interior do estado,

Leia mais

CIEDS, Centro Integrado de Estudos e Programas de Desenvolvimento Sustentável Missão:

CIEDS, Centro Integrado de Estudos e Programas de Desenvolvimento Sustentável Missão: O CIEDS, Centro Integrado de Estudos e Programas de Desenvolvimento Sustentável, é uma Instituição Social Sem Fins Lucrativos, de Utilidade Pública Federal, fundada em 1998, com sede na cidade do Rio de

Leia mais

Tipo OCA. Subação. 1-Ações de Infraestrutura da Gestão Superior NEX. 2-Participação da Fundação em Eventos Locais, Nacionais e Internacionais NEX

Tipo OCA. Subação. 1-Ações de Infraestrutura da Gestão Superior NEX. 2-Participação da Fundação em Eventos Locais, Nacionais e Internacionais NEX Relatório do Criança e Adolescente ( ) Página 1 de 42 EIXO: ACESSO À EDUCAÇÃO DE QUALIDADE SUB-EIXO: CULTURA (b) (c) 13-Cultura 122-Administração Geral 146-Gestão da Política Cultural 2338-Gestão Superior

Leia mais

PROGRAMA DE MEDIDAS SOCIOEDUCATIVAS EM MEIO ABERTO

PROGRAMA DE MEDIDAS SOCIOEDUCATIVAS EM MEIO ABERTO PROGRAMA DE MEDIDAS SOCIOEDUCATIVAS EM MEIO ABERTO CONTEXTUALIZAÇÃO DOUTRINA DA SITUAÇÃO IRREGULAR DOUTRINA DA PROTEÇÃO INTEGRAL. Código de menores;. Menores em situação irregular;. Carentes, abandonados,

Leia mais

Câmara Municipal de Volta Redonda RJ PROGRAMA Nº - 132

Câmara Municipal de Volta Redonda RJ PROGRAMA Nº - 132 PROGRAMA Nº - 132 Benefícios Eventuais SUB-FUNÇÃO: 244 ASSISTÊNCIA COMUNITÁRIA Implantar e implementar serviços de Benefícios Eventuais. Operacionalização para concessão dos Benefícios Eventuais - Art.

Leia mais

Faço saber que a Câmara Municipal de Queimados, APROVOU e eu SANCIONO a seguinte Lei:

Faço saber que a Câmara Municipal de Queimados, APROVOU e eu SANCIONO a seguinte Lei: LEI N.º 1135/13, DE 01 DE ABRIL DE 2013. Dispõe sobre o Sistema Municipal de Assistência Social de Queimados e dá outras providências. Faço saber que a Câmara Municipal de Queimados, APROVOU e eu SANCIONO

Leia mais

Art. 2 O Sistema Municipal de Assistência Social de Mangueirinha SUAS é regido pelos seguintes princípios:

Art. 2 O Sistema Municipal de Assistência Social de Mangueirinha SUAS é regido pelos seguintes princípios: LEI Nº 1720/2012 Dispõe sobre o Sistema Municipal de Assistência Social de Mangueirinha SUAS (Sistema Único de Assistência Social). Faço saber, que a Câmara Municipal de Mangueirinha, Estado do Paraná

Leia mais

PODER EXECUTIVO - PROGRAMAS ESTRUTURADORES PLANO PLURIANUAL - 2010/2013 - Lei 6.716, de 22 de dezembro de 2010.

PODER EXECUTIVO - PROGRAMAS ESTRUTURADORES PLANO PLURIANUAL - 2010/2013 - Lei 6.716, de 22 de dezembro de 2010. 2001 Administração Legislativa Serviços Realizados Percentual 95% 0001 GESTÃO LEGISLATIVA E CIDADANIA 2002 Processamento Legislativo Ações Realizadas Percentual 95% 2003 Modernização Administrativa Gestão

Leia mais

Proposta de Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos Proteção Social Básica do SUAS BLOCO I - DADOS DE IDENTIFICAÇÃO

Proposta de Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos Proteção Social Básica do SUAS BLOCO I - DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Proposta de Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos Proteção Social Básica do SUAS BLOCO I - DADOS DE IDENTIFICAÇÃO NOME DA ENTIDADE: TIPO DE SERVIÇO: ( ) de convivência para crianças de 3

Leia mais

Proposta de Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos Proteção Social Básica do SUAS BLOCO I - DADOS DE IDENTIFICAÇÃO

Proposta de Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos Proteção Social Básica do SUAS BLOCO I - DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Proposta de Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos Proteção Social Básica do SUAS BLOCO I - DADOS DE IDENTIFICAÇÃO NOME DA ENTIDADE: TIPO DE SERVIÇO: ( ) de convivência para crianças de 3

Leia mais

ANEXO II REQUISITOS E ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS DO PROCESSO DE SELEÇÃO SIMPLIFICIDA DA SECRETARIA DE POLÍTICAS SOCIAIS E DESPORTO

ANEXO II REQUISITOS E ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS DO PROCESSO DE SELEÇÃO SIMPLIFICIDA DA SECRETARIA DE POLÍTICAS SOCIAIS E DESPORTO ANEXO II REQUISITOS E ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS DO PROCESSO DE SELEÇÃO SIMPLIFICIDA DA SECRETARIA DE POLÍTICAS SOCIAIS E DESPORTO 1 PROJOVEM 1.1 SUPERVISOR REQUISITOS: NÍVEL SUPERIOR ATRIBUIÇÕES: Ser responsável

Leia mais

ESTRUTURA ADMINISTRATIVA DO MUNICÍPIO DE BETÂNIA ASSESSORIA JURÍDICA. III elaborar projetos de lei, decretos e demais atos normativos;

ESTRUTURA ADMINISTRATIVA DO MUNICÍPIO DE BETÂNIA ASSESSORIA JURÍDICA. III elaborar projetos de lei, decretos e demais atos normativos; ESTRUTURA ADMINISTRATIVA DO MUNICÍPIO DE BETÂNIA Integram-se a estrutura administrativa da Prefeitura Municipal de Betânia, os seguintes órgãos: DR. EDILSON XAVIER DE OLIVEIRA ASSESSORIA JURÍDICA I representar

Leia mais

PLANO DE TRABALHO 2008

PLANO DE TRABALHO 2008 PLANO DE TRABALHO 2008 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO 1.1. NOME DA ENTIDADE: Casa de Nazaré Centro de Apoio ao Menor 1.2. Endereço: Rua Coronel Timóteo nº 350 1.3. Bairro: Cristal 1.4. Região CORAS: 05 1.5.

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA SECRETARIA DE JUSTIÇA, DIREITOS HUMANOS E DESENVOLVIMENTO SOCIAL Superintendência de Apoio e Defesa aos Direitos Humanos

GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA SECRETARIA DE JUSTIÇA, DIREITOS HUMANOS E DESENVOLVIMENTO SOCIAL Superintendência de Apoio e Defesa aos Direitos Humanos TERMO DE REFERÊNCIA EDITAL DE SELEÇÃO DE ENTIDADES PRIVADAS SEM FINS LUCRATIVOS N /2015: EXECUÇÃO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO A CRIANÇAS E ADOLESCENTES AMEAÇADOS DE MORTE NO ESTADO DA BAHIA (PPCAAM/BA).. 1.

Leia mais

Políticas Setoriais Secretarias Municipais: Saúde, Assistência Social, Educação, Direitos Humanos(quando houver). Participações Desejáveis

Políticas Setoriais Secretarias Municipais: Saúde, Assistência Social, Educação, Direitos Humanos(quando houver). Participações Desejáveis PARÂMETROS PARA A CONSTITUIÇÃO DAS COMISSÕES INTERSETORIAIS DE ACOMPANHAMENTO DO PLANO NACIONAL DE PROMOÇÃO, PROTEÇÃO E DEFESA DO DIREITO DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES À CONVIVÊNCIA FAMILIAR E COMUNITÁRIA

Leia mais

PROTEÇÃO INTEGRAL EM REDES SOCIAIS

PROTEÇÃO INTEGRAL EM REDES SOCIAIS PROTEÇÃO INTEGRAL EM REDES SOCIAIS ENCONTRO DE GRUPOS REGIONAIS DE ARTICULAÇÃO- ABRIGOS - SÃO PAULO O QUE É UMA REDE DE PROTEÇÃO SOCIAL? sistemas organizacionais capazes de reunir indivíduos e instituições,

Leia mais

8ª CONFERÊNCIA ESTADUAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE DE MINAS GERAIS

8ª CONFERÊNCIA ESTADUAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE DE MINAS GERAIS 8ª CONFERÊNCIA ESTADUAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE DE MINAS GERAIS DOCUMENTO FINAL EIXO 1 PROMOÇÃO DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE Ações de mobilização: 1. Ampla mobilização, por

Leia mais

TEMA AS EQUIPES DE REFERÊNCIAS POR SERVIÇOS DE PROGRAMAS

TEMA AS EQUIPES DE REFERÊNCIAS POR SERVIÇOS DE PROGRAMAS TEMA AS EQUIPES DE REFERÊNCIAS POR SERVIÇOS DE PROGRAMAS Programação Primeiro Dia: I Seção Discutindo Papéis 1-8h30 às 12h30 Abertura e Boas-vindas Dinâmica de Apresentação Acordos de Convivência Trabalho

Leia mais

Relat a óri r o Despert r ar r 2 013

Relat a óri r o Despert r ar r 2 013 Relatório Despertar 2013 2 Apoiada na crença de que é possível contribuir para o desenvolvimento humano na totalidade dos seus potenciais, a Associação Comunitária Despertar, realiza anualmente ações que

Leia mais

DECRETO Nº 31646. de 20 de fevereiro de 2014.

DECRETO Nº 31646. de 20 de fevereiro de 2014. DECRETO Nº 31646 de 20 de fevereiro de 2014. Reorganiza o detalhamento da estrutura básica da Secretaria de Desenvolvimento e Assistência Social. SEBASTIÃO ALMEIDA, PREFEITO DA CIDADE DE GUARULHOS, no

Leia mais

PENSANDO NA PRÁTICA: AS AÇÕES E ATIVIDADES EXECUTADAS NOS CRAS/CREAS FACILITADORA: INÊS DE MOURA TENÓRIO

PENSANDO NA PRÁTICA: AS AÇÕES E ATIVIDADES EXECUTADAS NOS CRAS/CREAS FACILITADORA: INÊS DE MOURA TENÓRIO a Área da Assistência Social PENSANDO NA PRÁTICA: AS AÇÕES E ATIVIDADES EXECUTADAS NOS CRAS/CREAS FACILITADORA: INÊS DE MOURA TENÓRIO Assistência Social na PNAS Situada como proteção social não contributiva;

Leia mais

Demonstrativo de Funções, Subfunções e Programas por Projetos e Atividades - Anexo VII

Demonstrativo de Funções, Subfunções e Programas por Projetos e Atividades - Anexo VII 01 Legislativa 3.000.000 52.200.000 55.200.000 01031 Ação Legislativa 7.834.000 7.834.000 010310028 ATUAÇÃO LEGISLATIVA DA CÂMARA MUNICIPAL DE 7.834.000 7.834.000 01122 Administração Geral 3.000.000 38.140.000

Leia mais

PREFEITURA DE MONTES CLAROS SECRETARIA MUNCIPAL DE PLANEJAMENTO E GESTÃO

PREFEITURA DE MONTES CLAROS SECRETARIA MUNCIPAL DE PLANEJAMENTO E GESTÃO 1ª RETIFICAÇÃO DO EDITAL Nº 004/2014 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA DE PESSOAL PARA ATENDER A RECENSEAMENTO DO PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA E A DIVERSOS OUTROS PROGRAMAS E SERVIÇOS

Leia mais

Projeto Cardume CMDCA

Projeto Cardume CMDCA Projeto Cardume CMDCA Objetivo: Estabelecer rede de proteção integral a criança e ao adolescente,, bem como suas famílias, reunindo ações governamentais e atividades das organizações da sociedade civil,

Leia mais

Primeiro escritório de inclusão social da América Latina

Primeiro escritório de inclusão social da América Latina Primeiro escritório de inclusão social da América Latina 18 de setembro Nós do Centro: mais uma ação para a comunidade do Grupo Orsa O Grupo Orsa, por meio da Fundação Orsa, inaugura um espaço inovador

Leia mais

Plano de Ação. Colégio Estadual Ana Teixeira. Caculé - Bahia Abril, 2009.

Plano de Ação. Colégio Estadual Ana Teixeira. Caculé - Bahia Abril, 2009. Plano de Ação Colégio Estadual Ana Teixeira Caculé - Bahia Abril, 2009. IDENTIFICAÇÃO DA UNIDADE ESCOLAR Unidade Escolar: Colégio Estadual Ana Teixeira Endereço: Av. Antônio Coutinho nº 247 bairro São

Leia mais

Documento que marca as reformas na atenção à saúde mental nas Américas.

Documento que marca as reformas na atenção à saúde mental nas Américas. CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA Centro de Referência Técnica em Psicologia e Políticas Públicas LEVANTAMENTO DOS MARCOS TEÓRICOS E LEGAIS DO CAPS CENTRO DE ATENÇÃO PSICOSSOCIAL 1. Marco Teórico NORMATIVAS

Leia mais

Comunidade Escola - O Espaço da Gente

Comunidade Escola - O Espaço da Gente Mostra Local de: Curitiba Categoria do projeto: Comunidade Escola - O Espaço da Gente Nome da Instituição/Empresa: Prefeitura Municipal de Curitiba - Secretaria Municipal da Educação - Programa Comunidade

Leia mais

Sua empresa é CIDADÃ?

Sua empresa é CIDADÃ? Sua empresa é CIDADÃ? A Câmara de Comércio e Indústria do Estado do Rio de Janeiro (CAERJ) em uma iniciativa inédita está compilando informações corporativas de todos os segmentos: indústria, comércio

Leia mais

VOLUNTÁRIO TIME ESPERANÇA HUMANO CARIDADE UNIÃO AJUDA AMIZADE TIME CUIDADO FELICIDADE UNIÃO MANUAL DO SERVIÇO PESSOAS PESSOAS AJUDA DOAÇÃO DOAÇÃO

VOLUNTÁRIO TIME ESPERANÇA HUMANO CARIDADE UNIÃO AJUDA AMIZADE TIME CUIDADO FELICIDADE UNIÃO MANUAL DO SERVIÇO PESSOAS PESSOAS AJUDA DOAÇÃO DOAÇÃO MANUAL DO VOLUNTÁRIO CARIDADE T I M E C O M U N I D A D E UNIÃO GRUPO AMIZADE PESSOAS G R U P O AJUDA T I M E TRABALHO FELICIDADEPESSOAS GRUPO SERVIÇO UNIÃO ESPERANÇA A J U D ASERVIÇO COMUNIDADE G R U

Leia mais

Creche Pelicano Atendimento - 95 Crianças - entre 1 anos e seis meses a quatro anos

Creche Pelicano Atendimento - 95 Crianças - entre 1 anos e seis meses a quatro anos Missão Promover programas sustentáveis e contínuos, priorizando a educação da criança e o re-erguimento da família formando bases sólidas na diminuição das desigualdades sociais. Títulos Reconhecida com

Leia mais

ANEXO IV PROPOSTAS APROVADAS NA CONFERÊNCIA ESTADUAL. Eixo MOBILIZAÇÃO IMPLEMENTAÇÃO MONITORAMENTO

ANEXO IV PROPOSTAS APROVADAS NA CONFERÊNCIA ESTADUAL. Eixo MOBILIZAÇÃO IMPLEMENTAÇÃO MONITORAMENTO PROPOSTAS APROVADAS NA CONFERÊNCIA ESTADUAL ANEXO IV Eixo MOBILIZAÇÃO IMPLEMENTAÇÃO MONITORAMENTO 1-Promoção dos Direitos de Crianças e Adolescentes Buscar apoio das esferas de governo (Federal e Estadual)

Leia mais

CADASTRO DE INSTITUIÇÕES DE ATENDIMENTO À CRIANÇA E ADOLESCENTE

CADASTRO DE INSTITUIÇÕES DE ATENDIMENTO À CRIANÇA E ADOLESCENTE CADASTRO DE INSTITUIÇÕES DE ATENDIMENTO À CRIANÇA E ADOLESCENTE I INFORMAÇÕES DA ENTIDADE EXECUTORA 01) Nome da Entidade: 02) Endereço da Entidade (rua, avenida... número, complemento): 03) Bairro/vila/Jardim:

Leia mais

1. Centro para a Juventude. 199 jovens frequentaram os cursos de:

1. Centro para a Juventude. 199 jovens frequentaram os cursos de: Relatório Despertar 2014 2 Apoiada na crença de que é possível contribuir para o desenvolvimento humano na totalidade dos seus potenciais, a Associação Comunitária Despertar, realiza anualmente ações que

Leia mais

PAIF. Programa de Atenção Integral à Família - PAIF CRAS

PAIF. Programa de Atenção Integral à Família - PAIF CRAS Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome Secretaria Nacional de Assistência Social Programa de Atenção Integral à Família - PAIF CRAS PAIF IMPORTANTE INTERRELAÇÃO ENTRE PAIF E CRAS CRAS O

Leia mais

1) Campanha do Agasalho

1) Campanha do Agasalho 1) Campanha do Agasalho A Cruz Vermelha Brasileira Filial do Estado de São Paulo realiza a Campanha do Agasalho para ajudar comunidades carentes a enfrentar o inverno. Neste ano, além da arrecadação e

Leia mais

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004 RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004 1. Palestras informativas O que é ser voluntário Objetivo: O voluntariado hoje, mais do que nunca, pressupõe responsabilidade e comprometimento e para que se alcancem os resultados

Leia mais

MANUAL DO VOLUNTÁRIO

MANUAL DO VOLUNTÁRIO MANUAL DO VOLUNTÁRIO Dentre todas as coisas que se pode doar a alguém, existe uma que é a mais valiosa: o tempo. E é isso que um voluntário faz. Disponibiliza seu tempo e sua energia para ajudar o próximo,

Leia mais

Veja o resultado da sua contribuição

Veja o resultado da sua contribuição Resultados 2014 Veja o resultado da sua contribuição Beneficiados 25 municípios 44 instituições 6.705 crianças e adolescentes Mobilização Valor total arrecadado: R$ 1.421.122,00 Fundos Municipais dos Direitos

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE MORRO REDONDO PLANO PLURIANUAL 2014/2017 ANEXO I - PROGRAMAS SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE E ASSISTÊNCIA SOCIAL

PREFEITURA MUNICIPAL DE MORRO REDONDO PLANO PLURIANUAL 2014/2017 ANEXO I - PROGRAMAS SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE E ASSISTÊNCIA SOCIAL PREFEITURA MUNICIPAL DE MORRO REDONDO PLANO PLURIANUAL 2014/2017 ANEXO I - PROGRAMAS SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE E ASSISTÊNCIA SOCIAL PROGRAMA: 0070- Gestão do SUS do Município OBJETIVO: Gerir e controlar

Leia mais

MANUAL DE ASPECTOS JURÍDICOS DO PROGRAMA DE VOLUNTARIADO DA CEMIG SAÚDE

MANUAL DE ASPECTOS JURÍDICOS DO PROGRAMA DE VOLUNTARIADO DA CEMIG SAÚDE Av. Barbacena, 472 8º andar Barro Preto CEP: 30190-130 Belo Horizonte/MG Tel.: 3253.4917 E-mail: renata.gontijo@cemigsaude.org.br Portal Corporativo: www.cemigsaude.org.br MANUAL DE ASPECTOS JURÍDICOS

Leia mais

RESOLUÇÃO COFFITO Nº 418, DE 4 DE JUNHO DE 2012.

RESOLUÇÃO COFFITO Nº 418, DE 4 DE JUNHO DE 2012. RESOLUÇÃO COFFITO Nº 418, DE 4 DE JUNHO DE 2012. Diário Oficial da União nº 109, de 6 de Junho de 2012 (quarta-feira) Seção 1 Págs. 227_232 Entidades de Fiscalização do Exercício das Profissões Liberais

Leia mais

Instituições de Longa Permanência: Desafios e Modelos Possíveis. Neuma Nogueira Coordenadora do Grupo Vida - Brasil

Instituições de Longa Permanência: Desafios e Modelos Possíveis. Neuma Nogueira Coordenadora do Grupo Vida - Brasil Instituições de Longa Permanência: Desafios e Modelos Possíveis Neuma Nogueira Coordenadora do Grupo Vida - Brasil Há 17 anos promovendo os direitos dos idosos com qualidade de vida. Nossa História O Grupo

Leia mais

Captação de Recursos. Fernando Cavalcanti 04.Jun.2013. Encontro de Capacitação sobre Projetos Sociais Capacitado, você pode mais!

Captação de Recursos. Fernando Cavalcanti 04.Jun.2013. Encontro de Capacitação sobre Projetos Sociais Capacitado, você pode mais! Captação de Recursos Fernando Cavalcanti 04.Jun.2013 Encontro de Capacitação sobre Projetos Sociais Capacitado, você pode mais! Como Captar Recursos? Existem diversas maneiras das organizações conseguirem

Leia mais

VIII Jornada de Estágio de Serviço Social. A PRÁTICA DO SERVIÇO SOCIAL NA ASSOCIAÇÃO MINISTÉRIO MELHOR VIVER- AMMV

VIII Jornada de Estágio de Serviço Social. A PRÁTICA DO SERVIÇO SOCIAL NA ASSOCIAÇÃO MINISTÉRIO MELHOR VIVER- AMMV A PRÁTICA DO SERVIÇO SOCIAL NA ASSOCIAÇÃO MINISTÉRIO MELHOR VIVER- AMMV SILVA, D. Pollyane¹ MORO, M. Silvana ² SOUSA, G. Cristiane³ Resumo Este trabalho tem o intuito de descrever a Prática Profissional

Leia mais

Cultura Oficina Litoral Sustentável

Cultura Oficina Litoral Sustentável Cultura Oficina Litoral Sustentável 1 ESTRUTURA DA AGENDA REGIONAL E MUNICIPAIS 1. Princípios 2. Eixos 3. Diretrizes 4. Ações 4.1 Natureza das ações (planos, projetos, avaliação) 4.2 Mapeamento de Atores

Leia mais

Nossa Missão, Visão e Valores

Nossa Missão, Visão e Valores Nossa Missão, Visão e Valores Missão Acolher e mobilizar os imigrantes na luta por direitos, cidadania e empoderamento social e político; Combater o trabalho escravo, a xenofobia, o tráfico de pessoas

Leia mais

Doar Faz Bem. Capa. Ações que reverberam. Manual de Doações. nazareuniluz.org.br. Nazaré Uniluz

Doar Faz Bem. Capa. Ações que reverberam. Manual de Doações. nazareuniluz.org.br. Nazaré Uniluz Capa Doar Faz Bem Ações que reverberam Manual de Doações www. - (11) 4597-7109 / 4597-7103 / 96473-2851 www. - (11) 4597-7109 / 4597-7103 / 96473-2851 Este Manual foi criado com o intuito de inspirar,

Leia mais

INSTITUTO LOJAS RENNER

INSTITUTO LOJAS RENNER 2011 RELATÓRIO DE ATIVIDADES INSTITUTO LOJAS RENNER Instituto Lojas Renner Inserção de mulheres no mercado de trabalho, formação de jovens e desenvolvimento da comunidade fazem parte da essência do Instituto.

Leia mais

Mostra de Projetos 2011. Programas Espaço de Convivência da Melhor Idade e LBV Criança: Futuro no Presente!

Mostra de Projetos 2011. Programas Espaço de Convivência da Melhor Idade e LBV Criança: Futuro no Presente! Mostra de Projetos 2011 Programas Espaço de Convivência da Melhor Idade e LBV Criança: Futuro no Presente! Mostra Local de: Londrina. Categoria do projeto: Projetos em implantação, com resultados parciais.

Leia mais

PLANEJAMENTO PEDAGÓGICO INSTITUCIONAL FACULDADE CASA DO ESTUDANTE. Aprovado no CONSU Conselho Superior em 02/02/2012

PLANEJAMENTO PEDAGÓGICO INSTITUCIONAL FACULDADE CASA DO ESTUDANTE. Aprovado no CONSU Conselho Superior em 02/02/2012 PLANEJAMENTO PEDAGÓGICO INSTITUCIONAL DA FACULDADE CASA DO ESTUDANTE PPI 2012 a 2015 Aprovado no CONSU Conselho Superior em 02/02/2012 Diretor Geral FACULDADE CASA DO ESTUDANTE PROJETO PEDAGÓGICO INSTITUCIONAL

Leia mais

Projeto Voz do Batuque

Projeto Voz do Batuque Mostra Local de: Maringá PR Projeto Voz do Batuque Categoria do projeto: I Projetos em Andamento Nome da Instituição/Empresa: Instituto Morena Rosa de Responsabilidade Sócio Ambiental, Cultural e Desenvolvimento

Leia mais

Rede Solidária Anjos do Amanhã

Rede Solidária Anjos do Amanhã Vara da Infância e da Juventude do Distrito Federal Rede Solidária Anjos do Amanhã Voluntariado Beneficiando crianças e adolescentes com direitos violados Como funciona a Rede Solidária Como se tornar

Leia mais

Relatório Anual. CADI Centro de Assistência e Desenvolvimento Integral de SC

Relatório Anual. CADI Centro de Assistência e Desenvolvimento Integral de SC Resumo da ONG O CADI Palhoça é uma instituição não governamental cujo objetivo é executar, articular e fomentar ações e projetos que facilitem o desenvolvimento de comunidades. Desenvolve projetos em 6

Leia mais

Casa do Bom Menino. Informativo. Menino Gourmet é destaque de capa na revista Caterpillar. casadobommeninopiracicaba.org.br

Casa do Bom Menino. Informativo. Menino Gourmet é destaque de capa na revista Caterpillar. casadobommeninopiracicaba.org.br Informativo Casa do Bom Menino Edição 06 - Setembro/Outubro 2015 2015 Menino Gourmet é destaque de capa na revista Caterpillar O projeto Menino Gourmet da Casa do Bom Menino foi destaque de capa da revista

Leia mais

9 anos acreditando na comunidade! 05.05 - RELATÓRIO GERAL DE ATIVIDADES 2012 / 2013

9 anos acreditando na comunidade! 05.05 - RELATÓRIO GERAL DE ATIVIDADES 2012 / 2013 INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO ESPERANÇA BRASIL OSCIP ORGANIZAÇÃO DA SOCIEDADE CIVIL DE INTERESSE PÚBLICO 9 anos acreditando na comunidade! 05.05 - RELATÓRIO GERAL DE ATIVIDADES 2012 / 2013 Janeiro de 2014.

Leia mais

ANEXO I PROGRAMA ESTADUAL DE PROTEÇÃO SOCIAL BÁSICA E ESPECIAL, DA REDE SOCIAL SÃO PAULO

ANEXO I PROGRAMA ESTADUAL DE PROTEÇÃO SOCIAL BÁSICA E ESPECIAL, DA REDE SOCIAL SÃO PAULO ANEXO I PROGRAMA ESTADUAL DE PROTEÇÃO SOCIAL BÁSICA E ESPECIAL, DA REDE SOCIAL SÃO PAULO I- DA PROTEÇÃO SOCIAL BÁSICA. II- DA PROTEÇÃO SOCIAL ESPECIAL. III- DO CO-FINANCIAMENTO E DOS REQUISITOS, PARA O

Leia mais

A Fundação Maçônica de Araguari

A Fundação Maçônica de Araguari A Fundação Maçônica de Araguari promoveu o PAJEC - Programa de Aprimoramento do Jovem, através do esporte cultura e educação, contando com o voluntariado e doações de várias pessoas de nossa Sociedade

Leia mais

O Suas Sistema Único da Assistência Social em perspectiva Valéria Cabral Carvalho, CRESS nº 0897 Luiza Maria Lorenzini Gerber, CRESS nº 0968

O Suas Sistema Único da Assistência Social em perspectiva Valéria Cabral Carvalho, CRESS nº 0897 Luiza Maria Lorenzini Gerber, CRESS nº 0968 O Suas Sistema Único da Assistência Social em perspectiva Valéria Cabral Carvalho, CRESS nº 0897 Luiza Maria Lorenzini Gerber, CRESS nº 0968 Com a Constituição Federal de 1988, a Assistência Social passa

Leia mais

Rede Solidária Anjos do Amanhã

Rede Solidária Anjos do Amanhã 1ª Vara da Infância e da Juventude do Distrito Federal Rede Solidária Anjos do Amanhã Voluntariado Contribuindo com crianças e adolescentes em risco social Saiba como se tornar um voluntário Como funciona

Leia mais

Assistência Social da benesse ao Direito A experiência de Campinas

Assistência Social da benesse ao Direito A experiência de Campinas Assistência Social da benesse ao Direito A experiência de Campinas Arnaldo Rezende Setembro/2010. Um pouco da origem... 1543 Implantação da 1ª. Santa Casa de Misericórdia. 1549 - Chegada dos Jesuítas no

Leia mais

SISTEMA ÚNICO DA ASSISTÊNCIA SOCIAL A NOVA HISTÓRIA DA ASSISTÊNCIA SOCIAL

SISTEMA ÚNICO DA ASSISTÊNCIA SOCIAL A NOVA HISTÓRIA DA ASSISTÊNCIA SOCIAL SISTEMA ÚNICO DA ASSISTÊNCIA SOCIAL A NOVA HISTÓRIA DA ASSISTÊNCIA SOCIAL DAS Norte Campinas/SP ASSISTÊNCIA SOCIAL Constituição de 1988 e LOAS Assistência Social inserida como política da Seguridade Social

Leia mais

FUNDO ESTADUAL DE CULTURA

FUNDO ESTADUAL DE CULTURA FUNDO ESTADUAL DE CULTURA PEDIDO DE READEQUAÇÃO DE PROJETO ARTÍSTICO-CULTURAL MODALIDADE LIBERAÇÃO DE RECURSOS NÃO REEMBOLSÁVEIS 1ª Readequação 2ª Readequação 3ª Readequação Atenção: Limite máximo de 3

Leia mais

3 -Objetivos Específicos

3 -Objetivos Específicos 2014 1 Conceito O Dia C Dia de Cooperar é uma iniciativa do Sistema OCEMG que com o apoio e a participação efetiva das cooperativas de Minas gerais, buscarão desenvolver em suas localidades, um elenco

Leia mais

PLANO DE TRABALHO EXERCÍCIO 2014. Dados de Identificação: Nome da Entidade: Associação de Cegos Louis Braille - ACELB. Bairro: Rubem Berta

PLANO DE TRABALHO EXERCÍCIO 2014. Dados de Identificação: Nome da Entidade: Associação de Cegos Louis Braille - ACELB. Bairro: Rubem Berta ASSOCIAÇÃO DE CEGOS LOUIS BRAILLE CNPJ. 88173968/0001-60 Endereço: Rua Braille, 480 Núcleo Residencial Costa e Silva Bairro: Rubem Berta POA-RS - CEP: 91150-140 e-mail: acelb@terra.com.br Fone: 3344-18-04-33406840

Leia mais

PLANO OPERACIONAL 2013

PLANO OPERACIONAL 2013 PLANO OPERACIONAL 2013 NOME DO PROGRAMA 1: Fundação de Assistência Social e Cidadania SASE - Serviço de apoio socioeducativo Trabalho Educativo OBJETIVO(S) 1.1. Promover a inclusão social de crianças adolescentes

Leia mais

Excelentíssimo Senhor Presidente da Câmara de Vereadores e demais Edis.

Excelentíssimo Senhor Presidente da Câmara de Vereadores e demais Edis. MENSAGEM Nº. 02/2013 Excelentíssimo Senhor Presidente da Câmara de Vereadores e demais Edis. Com nossos cordiais cumprimentos encaminhamos a V. Exa. e digníssimos Pares dessa R. Casa Legislativa, o Projeto

Leia mais

EDITAL PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS MUNICÍPIO DE CAUCAIA-CE

EDITAL PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS MUNICÍPIO DE CAUCAIA-CE EDITAL PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS MUNICÍPIO DE CAUCAIA-CE 1. INTRODUÇÃO A ASSOCIAÇÃO BENEFICENTE LUZIA LOPES GADÊLHA, por meio do Termo Convênio nº 05/2015, como parte integrante do Projeto Fortalecendo

Leia mais

NOME DO SERVIÇO: SERVIÇO DE CONVIVÊNCIA E FORTALECIMENTO DE VÍNCULOS.

NOME DO SERVIÇO: SERVIÇO DE CONVIVÊNCIA E FORTALECIMENTO DE VÍNCULOS. NOME DO SERVIÇO: SERVIÇO DE CONVIVÊNCIA E FORTALECIMENTO DE VÍNCULOS. DESCRIÇÃO GERAL: Serviço realizado em grupos, organizado a partir de percursos, de modo a garantir aquisições progressivas aos seus

Leia mais

JORNADA LITERÁRIA DO VALE HISTÓRICO

JORNADA LITERÁRIA DO VALE HISTÓRICO 1 JORNADA LITERÁRIA DO VALE HISTÓRICO 2 1) APRESENTAÇÃO A OBRA AUXILIAR DA SANTA CRUZ é uma associação civil, de fins não lucrativos, com índole beneficente, educacional, confessional e de assistência

Leia mais

Palestra: Política Nacional de Assistência Social e Sistema Único da Assistência Social SUAS

Palestra: Política Nacional de Assistência Social e Sistema Único da Assistência Social SUAS Palestra: Política Nacional de Assistência Social e Sistema Único da Assistência Social SUAS Professores: Leonardo Martins Prudente e Adailton Amaral Barbosa Leite Brasília, Agosto de 2013 Política Nacional

Leia mais

PARA QUE TENHAM VIDA

PARA QUE TENHAM VIDA PARA QUE TENHAM VIDA NOSSA EXPERIÊNCIA SOCIOEDUCATIVA Nossa Missão - A Obra Auxiliar da Santa Cruz tem como missão promover o desenvolvimento das crianças, adolescentes e suas famílias para que possam

Leia mais

Espaço Criança Esperança São Paulo CEE Oswaldo Brandão

Espaço Criança Esperança São Paulo CEE Oswaldo Brandão Espaço Criança Esperança São Paulo CEE Oswaldo Brandão OS RECURSOS FINANCEIROS DO ESPAÇO CRIANÇA ESPERANÇA TV GLOBO realiza CAMPANHA CRIANÇA ESPERANÇA com programa na TV UNESCO recebe DOAÇÃO e apóia diferentes

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADE 2014

RELATÓRIO DE ATIVIDADE 2014 RELATÓRIO DE ATIVIDADE 2014 EXECUTADOSFINALIDADES ESTATUTÁRIAS Finalidades Estatutárias: a) Assistência, promoção e valorização das pessoas e grupos de pessoas menos favorecidas, promoção da saúde, desenvolvimento

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE BAURU ESTADO DE SÃO PAULO Secretaria Municipal do Bem Estar Social

PREFEITURA MUNICIPAL DE BAURU ESTADO DE SÃO PAULO Secretaria Municipal do Bem Estar Social Padrão Normativo da Rede de Proteção Social Básica Programa de Inclusão Produtiva de 3º Fase Auxílio Produção Administração: Rodrigo Antônio de Agostinho Mendonça Secretária do Bem Estar Social: Darlene

Leia mais

PROJETO BOQUINHA ALEGRE

PROJETO BOQUINHA ALEGRE PROJETO BOQUINHA ALEGRE IDENTIFICAÇÃO DA INSTITUIÇÃO A instituição Casas Lares Humberto de Campos é uma entidade, na modalidade de associação, sem fins lucrativos, mantida pelo Grupo Educacional e Assistencial

Leia mais

Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos Secretaria Executiva de Desenvolvimento e Assistência Social Gerência de Planejamento,

Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos Secretaria Executiva de Desenvolvimento e Assistência Social Gerência de Planejamento, Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos Secretaria Executiva de Desenvolvimento e Assistência Social Gerência de Planejamento, Projetos e Capacitação TEMA: CREAS: SERVIÇOS OFERTADOS, INTERSETORIALIDADE,

Leia mais

INTRODUÇÃO. Sobre o Sou da Paz: Sobre os Festivais Esportivos:

INTRODUÇÃO. Sobre o Sou da Paz: Sobre os Festivais Esportivos: 1 INTRODUÇÃO Sobre o Sou da Paz: O Sou da Paz é uma organização que há mais de 10 anos trabalha para a prevenção da violência e promoção da cultura de paz no Brasil, atuando nas seguintes áreas complementares:

Leia mais

PROJETO PONTO DE CULTURA FAZENDO ARTE 1

PROJETO PONTO DE CULTURA FAZENDO ARTE 1 PROJETO PONTO DE CULTURA FAZENDO ARTE 1 MENDONÇA, Marcelo Rodrigues OLIVEIRA, João Manoel Borges RESUMO: O Ponto de Cultura Fazendo Arte é uma ação da Associação dos Moradores do Bairro Santa Terezinha

Leia mais

X ENCONTRO NACIONAL: A MISSÃO DAS ENTIDADES DE ASSISTÊNCIA SOCIAL E A CERTIFICAÇÃO DAS ENTIDADES DE ATENDIMENTO

X ENCONTRO NACIONAL: A MISSÃO DAS ENTIDADES DE ASSISTÊNCIA SOCIAL E A CERTIFICAÇÃO DAS ENTIDADES DE ATENDIMENTO É NOTÍCIA - Nº 18 2011 EDIÇÃO ESPECIAL X ENCONTRO NACIONAL: A MISSÃO DAS ENTIDADES DE ASSISTÊNCIA SOCIAL E A CERTIFICAÇÃO DAS ENTIDADES DE ATENDIMENTO FEBRAEDA - CAMP SÃO BERNARDO DO CAMPO 08 DE ABRIL

Leia mais

ASSOCIAÇÃO SANTISTA DE PESQUISA PREVENÇÃO E EDUCAÇÃO. Relatório de Atividades 2010

ASSOCIAÇÃO SANTISTA DE PESQUISA PREVENÇÃO E EDUCAÇÃO. Relatório de Atividades 2010 ASSOCIAÇÃO SANTISTA DE PESQUISA PREVENÇÃO E EDUCAÇÃO Relatório de Atividades 2010 2 MISSÃO Busca da melhoria da qualidade de vida tendo por bases o investimento na saúde, educação, na garantia da cidadania,

Leia mais

NIAS/FESP - Núcleo Interdisciplinar de Ação Social da FESP Projeto Amar. Camilla Silva Machado Graciano Coordenadora do NIAS/FESP

NIAS/FESP - Núcleo Interdisciplinar de Ação Social da FESP Projeto Amar. Camilla Silva Machado Graciano Coordenadora do NIAS/FESP NIAS/FESP - Núcleo Interdisciplinar de Ação Social da FESP Projeto Amar Camilla Silva Machado Graciano Coordenadora do NIAS/FESP Mestre em Serviço Social pela Faculdade de História, Direito e Serviço Social/UNESP

Leia mais

CANDIDATOS DA MICRORREGIÃO 1

CANDIDATOS DA MICRORREGIÃO 1 CANDIDATOS DA MICRORREGIÃO 1 Nome de urna: Ana Reni Número: 1442 - Conselheira tutelar gestão 1995/ 1998 e 2008/2011 - Educadora social, com formação FUNDAR,( Fundação Darci Ribeiro) - Promotora Legal

Leia mais