DISTRIVISO DISTRIBUIÇÃO DE BEBIDAS, LDA

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "DISTRIVISO DISTRIBUIÇÃO DE BEBIDAS, LDA"

Transcrição

1 Relação de Bens Insolvência de:

2 Insolvência de: CONDIÇÕES GERAIS DE VENDA DOS BENS MÓVEIS E IMÓVEIS 1. a. A venda de bens é pública, devendo os proponentes identificar-se correctamente, ou identificarem a sociedade que representam e, sempre que para tal solicitados pela Opelegiberica, fazer prova da qualidade em que se arrogam. b. Poderão ser excluídas e como tal não consideradas, as inscrições ou as propostas de compra, oriundas de indivíduos ou sociedades que, em vendas anteriores, tenham incumprido qualquer um dos deveres destas de Venda. c. A não aceitação não é tácita, podendo vir a ser considerados, caso a justificação se produzida, vier a ser atendível. d. O dia e hora apostos em anúncio, quer no sítio da internet em jornal de grande circulação, ou ainda enviado de forma maciça, via , com recurso a uma base de dados, sectorizada, com mais de endereços, constituem o prazo limite para a entrega das propostas, sendo sempres excluídas, quaisquer propostas entregues fora de prazo. e. Para a definição do limite de prazo, é sempre tido em conta o grupo data/hora de envio do fax ou ou a data de carimbo dos CTT e, no caso de a mesma ser entregue em mão, a data/hora de recepção. f. A Opelegiberica, quando do pagamento sinal da compra, emitirá a factura da sua comissão de serviços prestados, a que acrescerá o IVA em vigor, de acordo com o critério seguinte: Comissão Tipo de Bem Valor Venda 10% Móvel Segunda N/A 5 de Setembro de h30 3% Imóvel Maior que % Imóvel De a % Imóvel Menor que Visitas a bens imóveis e inspecção de bens móveis a. De forma a habilitar os proponentes à efectivação de proposta que tome em consideração o estado físico dos bens a alienar, a Opelegiberica, responsável pela venda dos mesmos, disponibilizará contactos e dias de visita e inspecção dos citados bens. b. Será facultada documentação que habilite o potencial comprador, acerca das características técnicas dos bens móveis, quando aplicável, bem como será fornecida cópia da Certidão do Registo Predial e respectiva Caderneta Predial, quando se trate de bens imóveis. 3. Bens objecto de venda a. Todos os bens são vendidos no estado em que se encontram, o qual foi anteriormente verificado, pelo pretendente comprador. b. Os bens objecto de venda, móveis e/ou imóveis, conforme a insolvência em questão, são os constantes na Brochura relativa à insolvência de Distriviso Distribuição de Bebidas, Lda que, com aos autos de insolvência com o n.º 1514/12.5TYLSB, corre termos no [Xº Juízo do. c. A promoção da venda considera, sempre, que o detentor de garantias reais, se for caso disso, já foi ouvido nos termos do Art.º 164º do CIRE, pelo que tais bens, serão vendidos livres de ónus ou encargos. 4. Adjudicação da venda e pagamento do preço a. No dia e hora referidos no anúncio que promoveu a venda, no escritório do Digníssimo Administrador da Insolvência, e na presença dos membros da Comissão de Credores nomeada, proceder-se-á à abertura das propostas recebidas, acto de que se lavrará a competente acta. b. Ao proponente que apresentou a proposta vencedora, será comunicada a decisão de adjudicação e confirmado o respectivo preço, por escrito. c. Nos três dias seguintes o adjudicatário deverá enviar cheque à ordem de Massa Insolvente de Distriviso Distribuição de Bebidas, Lda, no montante de 20% do valor total da adjudicação, a que acrescerá o IVA à taxa legal em vigor, quando aplicável.

3 Insolvência de: d. No caso de bens imóveis, i. O adjudicatário, será notificado do dia, hora e notário em que se efectuará a competente escritura pública de compra e venda, com uma antecedência de, pelo menos, dez dias. ii. No acto da outorga da escritura de compra e venda o adjudicatário pagará restante do preço, ou seja 80%, por meio de cheque visado emitido à ordem da Massa Insolvente de Distriviso Distribuição de Bebidas, Lda e. No caso de bens móveis, i. O adjudicatário pagará o remanescente do preço, por meio de cheque visado emitido à ordem da Massa Insolvente de Distriviso Distribuição de Bebidas, Lda, aquando, mas sempre antes, do levantamento dos bens móveis adjudicados, ii. O transporte será sempre por conta e risco do adjudicatário. f. Todas as despesas, nomeadamente com escrituras, registos, impostos e outras que vierem a ter lugar para a ultimação da compra e venda do bem adjudicado, correrão por conta, exclusiva, do adjudicatário e comprador. g. A desistência da compra por parte do adjudicatário, não obriga a Opelegiberica ou a Massa Insolvente à devolução do valor entretanto recebido a título de sinal. h. O adjudicatário remisso será responsável pelo valor encontrado entre o valor antes adjudicado e aquele pelo qual se vier a efectivar a venda posterior. i. forem originadas despesas adicionais, desde que devidamente justificadas, serão as mesmas responsabilidade do adjudicatário faltoso. 5. Escritura de bem imóvel adjudicado a. A competente escritura de compra e venda será efectuada até ao limite de 30 dias contados a partir da data do recebimento do sinal de 20% e confirmação da bondade do cheque pela entidade bancária. b. Para além dos dados já fornecidos na Proposta de Compra, em modelo próprio, anteriormente entregue pelo preponente, este deverá entregar, de forma diligente, todos os dados necessários para a efectivação da escritura de compra e venda. c. É da responsabilidade do comprador a demonstração do pagamento de IMT e Imposto de Selo, se a ele vier a haver lugar. 6. Sinal a. Se por motivos alheios à Opelegiberica a venda anunciada venha a ser suspensa, anulada ou dada sem efeito, a ter havido a entrega do sinal de 20%, o mesmo será devolvido em singelo, não se aplicando assim o estatuído no Art.º 442º do CC. b. O incumprimento por parte do adjudicatário, seja qual for a causa que o determine, terá sempre como consequência a perda dos valores entregues. 7. Excepções à adjudicação da venda A Opelegiberica, por indicação expressa do Digníssimo Administrador da Insolvência de em apreço, poderá não adjudicar a venda a nenhuma das propostas recebidas, sempre e quando: a. Os valores propostos sejam manifestamente desajustados da realidade socio económica, ou b. Se verifique manifesto conluio nas propostas recebidas, para provocar um abaixamento de preço, c. Sempre que seja manifesta qualquer irregularidade, sendo a mesma de imediato comunicada ao Digníssimo Administrador da Insolvência para o procedimento que venha a entender por conveniente. 8. IVA Nas transacções em que houver lugar a IVA, e que o sujeito passivo seja uma Massa Insolvente, o mesmo deverá ser liquidado através de cheque emitido à ordem da Massa Insolvente em questão, através de cheque, sem data, emitido à ordem do IGCP/E.P.E.

4 Listagem de bens móveis 1 Viatura Skoda Felicia de dois lugares do ano de 1999 (falta de peças exteriores e com o motor gripado). lote1 2 Viatura Citroen C4 de dois lugares do ano de 2007, com muito uso e km. Verba 3 Viatura Opel Movano de três lugares do ano de 2000, e com km. lote1 4 Viatura Seat Inca de dois lugares do ano de 2001 e com km.

5 Listagem de bens móveis 5 Armários, Cadeiras, Secretaria, Mesas, Computador, Prateleiras, Bancadas, Fax, Telefone lote1

6 . Observações

Relação de Bens. Insolvência de: ALTAMIRA MOBILIARIO, SA. Segunda 5 de Setembro de h30. Condições Gerais. Bens Imóveis Bens Móveis Observações

Relação de Bens. Insolvência de: ALTAMIRA MOBILIARIO, SA. Segunda 5 de Setembro de h30. Condições Gerais. Bens Imóveis Bens Móveis Observações Relação de Bens . CONDIÇÕES GERAIS DE VENDA DOS BENS MÓVEIS E IMÓVEIS 1. a. A venda de bens é pública, devendo os proponentes identificar-se correctamente, ou identificarem a sociedade que representam

Leia mais

Relação de Bens. Insolvência de: Somoluz - Sociedade de Montagens Eléctricas, Lda. Segunda 5 de Setembro de h30.

Relação de Bens. Insolvência de: Somoluz - Sociedade de Montagens Eléctricas, Lda. Segunda 5 de Setembro de h30. Relação de Bens CONDIÇÕES GERAIS DE VENDA DOS BENS MÓVEIS E IMÓVEIS 1. a. A venda de bens é pública, devendo os proponentes identificar-se correctamente, ou identificarem a sociedade que representam e,

Leia mais

Relação de Bens. Insolvência de: CARLA SUSANA CARDOSO BALTAZAR. Segunda 5 de Setembro de h30. Condições Gerais

Relação de Bens. Insolvência de: CARLA SUSANA CARDOSO BALTAZAR. Segunda 5 de Setembro de h30. Condições Gerais Relação de Bens CONDIÇÕES GERAIS DE VENDA DOS BENS MÓVEIS E IMÓVEIS 1. a. A venda de bens é pública, devendo os proponentes identificar-se correctamente, ou identificarem a sociedade que representam e,

Leia mais

Relação de Bens. Insolvência de: Cofragens Adão Almeida, Lda. Segunda 5 de Setembro de h30. Condições Gerais

Relação de Bens. Insolvência de: Cofragens Adão Almeida, Lda. Segunda 5 de Setembro de h30. Condições Gerais Relação de Bens Insolvência de: CONDIÇÕES GERAIS DE VENDA DOS BENS MÓVEIS E IMÓVEIS 1. a. A venda de bens é pública, devendo os proponentes identificar-se correctamente, ou identificarem a sociedade que

Leia mais

VILA NOVA DE MILFONTES

VILA NOVA DE MILFONTES INSOLVENTE: Maria Alexandra Melo Batista e Luís Manuel da Silva Campos COMARCA DO ALENTEJO LITORAL, ODEMIRA PROC. N.º 112/14.3T2ODM/PROC. N.º 122/13.8T2ODM JUÍZO DE COMPETÊNCIA GENÉRICA CARTA F E C H A

Leia mais

Rua Josefa de Obidos N.º64 GPS: N 38º42.741', W 9º19.885'

Rua Josefa de Obidos N.º64 GPS: N 38º42.741', W 9º19.885' José Pedro Viçoso Martins INSOLVENTE: TRIBUNAL DE FAMÍLIA E MENORES E DE COMARCA DE CASCAIS PROC. N.º 6458/12.8TBCSC - 4º JUÍZO CÍVEL DE CASCAIS CARTA F E C H A D A CASCAIS S. DOMINGOS DE RANA Rua Josefa

Leia mais

Relação de Bens Insolvência de: ANTONIO MARIA GONÇALVES MARIA AMELIA DAMIAO RAMALHO

Relação de Bens Insolvência de: ANTONIO MARIA GONÇALVES MARIA AMELIA DAMIAO RAMALHO Relação de Bens CONDIÇÕES GERAIS DE VENDA DOS BENS MÓVEIS E IMÓVEIS 1. a. A venda de bens é pública, devendo os proponentes identificar-se correctamente, ou identificarem a sociedade que representam e,

Leia mais

CARTA VILA NOVA DE POIARES INSOLVENTE: VISITAS P/ MARCAÇÃO. Nuno Miguel Lopes dos Santos. Pinheiro / Ribeiro

CARTA VILA NOVA DE POIARES INSOLVENTE: VISITAS P/ MARCAÇÃO. Nuno Miguel Lopes dos Santos. Pinheiro / Ribeiro CARTA F INSOLVENTE: E C H A D A VILA NOVA DE POIARES Nuno Miguel Lopes dos Santos Pinheiro / Ribeiro ACEITAM-SE PROPOSTAS POR ESCRITO EM CARTA FECHADA ATÉ 24 DE SETEMBRO DE 2014 VISITAS P/ MARCAÇÃO www

Leia mais

NEGOCIAÇÃO PARTICULAR

NEGOCIAÇÃO PARTICULAR Processo n.º 384/14.3TYLSB Comarca de Lisboa - Lisboa - Inst. Central - 1ª Sec. Comércio - J5 NEGOCIAÇÃO PARTICULAR Insolvência de: Soteclis - Sociedade Técnica de Isolamentos, Lda. LOJAS Amadora (Alfornelos)

Leia mais

LISBOA VISITAS P/ MARCAÇÃO ACEITAM-SE PROPOSTAS POR ESCRITO EM CARTA FECHADA ATÉ 26 DE FEVEREIRO DE 2015 ABERTURA E DIVULGAÇÃO DIA 04 DE MARÇO DE 2015

LISBOA VISITAS P/ MARCAÇÃO ACEITAM-SE PROPOSTAS POR ESCRITO EM CARTA FECHADA ATÉ 26 DE FEVEREIRO DE 2015 ABERTURA E DIVULGAÇÃO DIA 04 DE MARÇO DE 2015 CARTA F C H A D A LISBOA INSOLVENTE: E.C.A. - Escola de Condução Automóvel, Lda E CHARNECA DO LUMIAR CAMPO DE OURIQUE CALÇADA DA QUENTINHA ACEITAM-SE PROPOSTAS POR ESCRITO EM CARTA FECHADA ATÉ 26 DE FEVEREIRO

Leia mais

INFRAESTRUTURAS DE PORTUGAL, S.A.

INFRAESTRUTURAS DE PORTUGAL, S.A. INFRAESTRUTURAS DE PORTUGAL, S.A. Procedimento de Venda através de Leilão Público de árvores em pé na EN1 (IC2) entre os Km 132+300 e Km 135+200 N. 1/2015/IP/CN-LST As condições de venda a que se refere

Leia mais

EDIFÍCIO P/ ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS

EDIFÍCIO P/ ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS VENDA ATRAVÉS DE LEILÃO PÚBLICO NAS INSTALAÇÕES DA GAIP 24/08/2015 ÀS 15h00 vendas@gaip.pt 300 500 072 EDIFÍCIO P/ ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS BENAVENTE Valor Base Licitação 1.122.352,94 Insolvência de Fandango

Leia mais

INFRAESTRUTURAS DE PORTUGAL, S.A.

INFRAESTRUTURAS DE PORTUGAL, S.A. INFRAESTRUTURAS DE PORTUGAL, S.A. Procedimento de Venda através de Leilão Público de Árvores em pé no IP5 entre os Km 80+000 a Km 97+000 N. 01/2015/EP/GRVIS As condições de venda a que se refere o presente

Leia mais

LEILÃO. Material Informático Mobiliário de Escritório. Visitas: Verba nº 1 Dia 02 de Novembro 2015 das 14h00 às 14h30.

LEILÃO. Material Informático Mobiliário de Escritório. Visitas: Verba nº 1 Dia 02 de Novembro 2015 das 14h00 às 14h30. LEILÃO Dia 06 Novembro 2015 15h Local: Hotel Tivoli Oriente - Av. D. João II Parcela 1.14, Lote 3, Parque das Nações - Lisboa GPS: 38.766570, -9.098355 Insolvência de: Stochwinner, Unipessoal, Lda. Processo

Leia mais

LEILÃO. Apartamento - T3

LEILÃO. Apartamento - T3 LEILÃO Insolvência: José António Ribeiro Pereira Processo de Insolvência nº 3196/09.2TBBRG 3.º Juízo Cível do Tribunal Judícial Braga Por determinação do Exmo. Administrador de Insolvência, coadjuvamos

Leia mais

APARTAMENTOS T3 CHAMUSCA 62.000,00. Valor Mínimo desde 27/11/2015 VENDA ATRAVÉS DE RECEPÇÃO DE PROPOSTAS REDUZIDAS A ESCRITO

APARTAMENTOS T3 CHAMUSCA 62.000,00. Valor Mínimo desde 27/11/2015 VENDA ATRAVÉS DE RECEPÇÃO DE PROPOSTAS REDUZIDAS A ESCRITO VENDA ATRAVÉS DE RECEPÇÃO DE PROPOSTAS REDUZIDAS A ESCRITO 27/11/2015 vendas@gaip.pt 300 500 072 APARTAMENTOS T3 CHAMUSCA Valor Mínimo desde 62.000,00 Insolvência de Paulo Reis Construções, Lda. Insolvência

Leia mais

LIQUIDAÇÃO JUDICIAL MEIOS DISPONÍVEIS PARA SUA EFECTIVAÇÃO - Execução vs Insolvência

LIQUIDAÇÃO JUDICIAL MEIOS DISPONÍVEIS PARA SUA EFECTIVAÇÃO - Execução vs Insolvência CONFERÊNCIA LIQUIDAÇÃO JUDICIAL MEIOS DISPONÍVEIS PARA SUA EFECTIVAÇÃO - Execução vs Insolvência 1. Indicação da Modalidade de Venda 2. Venda por propostas em carta fechada 3. Adjudicação e seus efeitos

Leia mais

ANÚNCIO INSOLVÊNCIA DE ALCINO MANUEL POLÓNIA SOARES VENDA DE BENS

ANÚNCIO INSOLVÊNCIA DE ALCINO MANUEL POLÓNIA SOARES VENDA DE BENS ANÚNCIO INSOLVÊNCIA DE ALCINO MANUEL POLÓNIA SOARES VENDA DE BENS FAZ-SE SABER que, pela Administradora da Insolvência, ouvida a Comissão de Credores e o insolvente, nos autos de Liquidação do Activo por

Leia mais

CONTRATO PROMESSA DE COMPRA E VENDA

CONTRATO PROMESSA DE COMPRA E VENDA CONTRATO PROMESSA DE COMPRA E VENDA Entre: ESTAMO PARTICIPAÇÕES IMOBILIÁRIAS, S.A., pessoa colectiva número 503152544, matriculada na Conservatória do Registo Comercial de Lisboa, com sede na Av. Defensores

Leia mais

LEILÃO BEJA 05 FEVEREIRO 2015 ÀS 14H30M INSOLVENTE: Previcol ll Vigilância Interativa Unipessoal, Lda.

LEILÃO BEJA 05 FEVEREIRO 2015 ÀS 14H30M INSOLVENTE: Previcol ll Vigilância Interativa Unipessoal, Lda. LEILÃO P Ú B L I C O 05 FEVEREIRO 2015 ÀS 14H30M INSOLVENTE: Previcol ll Vigilância Interativa Unipessoal, Lda. BEJA Bejaparque Hotel Rua Francisco Miguel Duarte n.º1 GPS: N 38º 00.620,W 7º52.450 VISITAS

Leia mais

LEILÃO. Material didáctico Equip. Informático Mob. Escritório (Antigo infantário) Veículo ligeiro de Passageiros

LEILÃO. Material didáctico Equip. Informático Mob. Escritório (Antigo infantário) Veículo ligeiro de Passageiros LEILÃO Dia 06 Novembro 2015 15h Local: Hotel Tivoli Oriente - Av. D. João II Parcela 1.14, Lote 3, Parque das Nações - Lisboa GPS: 38.766570, -9.098355 Insolvência de: Pino-Educação Infantil Unipessoal,

Leia mais

RELATÓRIO. O presente RELATÓRIO é elaborado nos termos do disposto no artigo 155º do Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas CIRE.

RELATÓRIO. O presente RELATÓRIO é elaborado nos termos do disposto no artigo 155º do Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas CIRE. Procº de insolvência n.º 10.514/12.4 TBVNG 6º Juízo Cível Insolvente: JOSÉ ANTÓNIO PIRES DE SOUSA Tribunal Judicial de Vila Nova de Gaia RELATÓRIO O presente RELATÓRIO é elaborado nos termos do disposto

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DE VENDA DOMUS LEGIS, LDA.

CONDIÇÕES GERAIS DE VENDA DOMUS LEGIS, LDA. CONDIÇÕES GERAIS DE VENDA DOMUS LEGIS, LDA. A DOMUS LEGIS, Lda, abaixo identificada por DOMUS LEGIS rege a sua actividade de leiloeira, conforme as condições negociais seguintes, e ainda quaisquer outras

Leia mais

LEILÃO. LISBOA Rua do Centro Cultural, n.º11. Megarim - Iluminação, S.A. INSOLVENTE: lcpremium.pt info@lcpremium.pt facebook.com/lcpremium 707 911 515

LEILÃO. LISBOA Rua do Centro Cultural, n.º11. Megarim - Iluminação, S.A. INSOLVENTE: lcpremium.pt info@lcpremium.pt facebook.com/lcpremium 707 911 515 INSOLVENTE: Megarim - Iluminação, S.A. TRIBUNAL DO COMÉRCIO DE LISBOA PROC. N.º 714/14.8TYLSB - 3º JUÍZO LEILÃO O N L I N E LEILÃO-ONLINE ENCERRA DIA 20/11/2014 ÀS18H LISBOA Rua do Centro Cultural, n.º11

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DE VENDA POR LEILÃO ON-LINE CONDIÇÕES GERAIS:

CONDIÇÕES GERAIS DE VENDA POR LEILÃO ON-LINE CONDIÇÕES GERAIS: CONDIÇÕES GERAIS DE VENDA POR LEILÃO ON-LINE Compete à LC Premium Leiloeiros, Lda. garantir o regular desenvolvimento do leilão on-line, que se regulam pelas seguintes CONDIÇÕES DE VENDA: CONDIÇÕES GERAIS:

Leia mais

LEILÃO. 26 SETEMBRO 2014 ÀS 15H00M CACÉM Estrada Octávio Pato Talaíde Park - EdA1. Electrocloro - Soc. de Estudos, Equip. Instal., Lda.

LEILÃO. 26 SETEMBRO 2014 ÀS 15H00M CACÉM Estrada Octávio Pato Talaíde Park - EdA1. Electrocloro - Soc. de Estudos, Equip. Instal., Lda. INSOLVENTE: Electrocloro - Soc. de Estudos, Equip. Instal., Lda. TRIBUNAL DO COMÉRCIO DE LISBOA PROC. N.º 2010/13.9TYLSB - 3ºJUÍZO LEILÃO P Ú B L I C O 26 SETEMBRO 2014 ÀS 15H00M CACÉM Estrada Octávio

Leia mais

INSTITUTO DOS VINHOS DO DOURO E DO PORTO, I.P. Aluguer Operacional de Viaturas CADERNO DE ENCARGOS Capítulo I Disposições gerais Clausula 1.

INSTITUTO DOS VINHOS DO DOURO E DO PORTO, I.P. Aluguer Operacional de Viaturas CADERNO DE ENCARGOS Capítulo I Disposições gerais Clausula 1. INSTITUTO DOS VINHOS DO DOURO E DO PORTO, I.P. Aluguer Operacional de Viaturas CADERNO DE ENCARGOS Capítulo I Disposições gerais Clausula 1.ª Objecto O presente Caderno de Encargos compreende as cláusulas

Leia mais

LEILÃO. VISITA: 10 de ABRIL - 10:00h às 12:30h. Rua Paulo Quintela, 25, 1º. Esqº Stº António dos Olivais - Coimbra GPS: 40.197029 N.º, - 8.403697 W.

LEILÃO. VISITA: 10 de ABRIL - 10:00h às 12:30h. Rua Paulo Quintela, 25, 1º. Esqº Stº António dos Olivais - Coimbra GPS: 40.197029 N.º, - 8.403697 W. LEILÃO Insolvência: "Grafermonte - Consultadoria, Projectos e Fiscalização, Lda." Processo de Insolvência n.º 1542/12.0TJCBR 2º Juízo Cível - Juízos Cíveis de Coimbra Actividade: Prestação de serviços

Leia mais

3 APARTAMENTOS, 3 MORADIAS, 19 TERRENOS P/ CONSTRUÇÃO

3 APARTAMENTOS, 3 MORADIAS, 19 TERRENOS P/ CONSTRUÇÃO VENDA ATRAVÉS DE RECEPÇÃO DE PROPOSTAS REDUZIDAS A ESCRITO 29/01/2016 3 APARTAMENTOS, 3 MORADIAS, 19 TERRENOS P/ CONSTRUÇÃO CALDAS DA RAINHA MARINHA GRANDE / VILA NOVA DE POIARES DESDE 15.300,00 Insolvência

Leia mais

CIRCULAR DE 2011. Numa segunda parte chamaremos a atenção para alguns aspectos de índole contabilística. Aspectos de natureza fiscal

CIRCULAR DE 2011. Numa segunda parte chamaremos a atenção para alguns aspectos de índole contabilística. Aspectos de natureza fiscal CIRCULAR DE 2011 Das constantes alterações implementadas, tanto a nível fiscal como legal, através de circulares, fomos dando conhecimento, pelo menos, das que de uma forma directa ou indirectamente afectem

Leia mais

NORMAS DO PROGRAMA REABILITA PRIMEIRO PAGA DEPOIS

NORMAS DO PROGRAMA REABILITA PRIMEIRO PAGA DEPOIS NORMAS DO PROGRAMA REABILITA PRIMEIRO PAGA DEPOIS 1.OBJETO O presente programa tem como objeto a alienação de prédios e/ou frações municipais para reabilitação 2. OBJECTIVOS O Programa Reabilita Primeiro

Leia mais

2. LEGITIMIDADE PARA A APRESENTAÇÃO DE PROPOSTAS

2. LEGITIMIDADE PARA A APRESENTAÇÃO DE PROPOSTAS CONDIÇÕES PARA A ALIENAÇÃO, POR AJUSTE DIRECTO, DE QUATRO LOTES DE TERRENO SITOS NA RUA CIDADE DE COIMBRA E NA RUA CIDADE DE BEJA, CRUZ DA PEDRA, FREGUESIA DE FRIELAS. 1. OBJECTO A alienação, por ajuste

Leia mais

PERITOSMAR COMISSÁRIO DE AVARIAS E SUPERINTENDÊNCIAS, LDA.

PERITOSMAR COMISSÁRIO DE AVARIAS E SUPERINTENDÊNCIAS, LDA. Insolvência de PERITOSMAR COMISSÁRIO DE AVARIAS E SUPERINTENDÊNCIAS, LDA. Processo de Insolvência n.º 698/14.2T8VNG V. N. Gaia Inst. Central 2.ª Sec. Comércio J3 Comarca do Porto ADMINISTRADOR DA INSOLVÊNCIA

Leia mais

ADMINISTRADOR DA INSOLVÊNCIA

ADMINISTRADOR DA INSOLVÊNCIA Insolvência de Amadeu Reis Custódia, Comércio de Raçōes, Lda. Processo de Insolvência n.º 16310/15.0T8SNT J1 - Sintra - Secção Comércio Comarca de Lisboa Oeste - Instância Central ADMINISTRADOR DA INSOLVÊNCIA

Leia mais

Preçário BANCO PRIMUS, SA BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO

Preçário BANCO PRIMUS, SA BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Preçário BANCO PRIMUS, SA BANCOS Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de Entrada em vigor do Folheto de e Despesas: 01-set-2015 Data de Entrada em vigor do

Leia mais

Anexo I. REGULAMENTO DO LEILÃO online realizado entre os dias 7 de NOVEMBRO e 16 de DEZEMBRO DE 2011

Anexo I. REGULAMENTO DO LEILÃO online realizado entre os dias 7 de NOVEMBRO e 16 de DEZEMBRO DE 2011 Anexo I. REGULAMENTO DO LEILÃO online realizado entre os dias 7 de NOVEMBRO e 16 de DEZEMBRO DE 2011 O leilão é organizado pela Casa26 Mediação Imobiliária, Lda. com sede em Vereda da Banda de Música de

Leia mais

Programa e Condições Gerais Para Alienação e Arrematação em Hasta Pública da Participação Social da Ribeira Grande Mais, E.M., na empresa Sociedade

Programa e Condições Gerais Para Alienação e Arrematação em Hasta Pública da Participação Social da Ribeira Grande Mais, E.M., na empresa Sociedade Programa e Condições Gerais Para Alienação e Arrematação em Hasta Pública da Participação Social da Ribeira Grande Mais, E.M., na empresa Sociedade de Desenvolvimento de Habitação Social da Ribeira Grande,

Leia mais

MINUTA DE CONTRATO DE ATRIBUIÇÃO DE APOIOS FINANCEIROS A PESSOAS COLECTIVAS PRIVADAS SEM FINS LUCRATIVOS PROGRAMA MODELAR

MINUTA DE CONTRATO DE ATRIBUIÇÃO DE APOIOS FINANCEIROS A PESSOAS COLECTIVAS PRIVADAS SEM FINS LUCRATIVOS PROGRAMA MODELAR MINUTA DE CONTRATO DE ATRIBUIÇÃO DE APOIOS FINANCEIROS A PESSOAS COLECTIVAS PRIVADAS SEM FINS LUCRATIVOS PROGRAMA MODELAR Entre O Primeiro Outorgante, A Administração Regional de Saúde de. IP, adiante

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DE VENDA ONLINE WWW.ZILIANCHOOSE.COM. Artigo 1.º. (Âmbito e Definições)

CONDIÇÕES GERAIS DE VENDA ONLINE WWW.ZILIANCHOOSE.COM. Artigo 1.º. (Âmbito e Definições) CONDIÇÕES GERAIS DE VENDA ONLINE WWW.ZILIANCHOOSE.COM Artigo 1.º (Âmbito e Definições) 1 As presentes condições gerais regulam a venda, incluindo o registo e a encomenda, de produtos através da página/sítio

Leia mais

LEILÃO. VISITA: DIA 27 de Fevereiro - 10:30h às 11:30h

LEILÃO. VISITA: DIA 27 de Fevereiro - 10:30h às 11:30h LEILÃO Insolvência: "Manuel & Albano Meixedo, Lda." Atividade: Fabricação de Obras de Carpintaria p/ Construção Cívil e Outros. PROCESSO DE INSOLVÊNCIA N.º 2815/13.0TBVCT 3.º Juízo Cível do Tribunal Judicial

Leia mais

RECEPÇÃO DE PROPOSTAS ATÉ DIA 21 DE DEZEMBRO DE 2015 ÀS 23H59M

RECEPÇÃO DE PROPOSTAS ATÉ DIA 21 DE DEZEMBRO DE 2015 ÀS 23H59M NEGOCIAÇÃO P A R T I C U L A R INSOLVENTE: TORRES VEDRAS Fonsecas, Leal e Cruz, Lda. RECEPÇÃO DE PROPOSTAS ATÉ DIA 21 DE DEZEMBRO DE 2015 ÀS 23H59M VISITAS P/ MARCAÇÃO lcpremium.pt info@lcpremium.pt facebook.com/lcpremium

Leia mais

AGILIZAÇÃO DOS PROCEDIMENTOS DE PENHORA

AGILIZAÇÃO DOS PROCEDIMENTOS DE PENHORA AGILIZAÇÃO DOS PROCEDIMENTOS DE PENHORA Carla Mascarenhas 16 de Abril de 2009 A fase de penhora PROGRAMA Consultas e diligências prévias Ordem da realização da penhora Procedimento da penhora de bens Imóveis

Leia mais

CONTRATO DE ARRENDAMENTO

CONTRATO DE ARRENDAMENTO Entre: CONTRATO DE ARRENDAMENTO, com o NUIT:,, natural de, de nacionalidade, residente na, nº, em, titular do B.I. nº, emitido em _, aos de de e válido até de de, doravante designado por Locador, E, com

Leia mais

TERMOS E CONDIÇÕES NEGOCIAIS LEILÕES ONLINE

TERMOS E CONDIÇÕES NEGOCIAIS LEILÕES ONLINE TERMOS E CONDIÇÕES NEGOCIAIS LEILÕES ONLINE A BIDDING LEILÕES, Lda., adiante designada e identificada, apenas por Bidding Leilões, sujeita a sua atividade leiloeira online, aos Termos e Condições Negociais

Leia mais

MORADIA T3 C/ PISCINA

MORADIA T3 C/ PISCINA VENDA ATRAVÉS DE RECEPÇÃO DE PROPOSTAS EM CARTA FECHADA 27/11/2015 MORADIA T3 C/ PISCINA BENFICA DO RIBATEJO 221.000,00 1 ÁREA TOTAL 32.560,00m 2 TERRENO RÚSTICO BENFICA DO RIBATEJO 2 11.900,00 TERRENO

Leia mais

Licença Especial Ciclomotores. 14 15 anos

Licença Especial Ciclomotores. 14 15 anos Licença Especial Ciclomotores 14 15 anos Licença Especial 50c.c. Destinase a jovens com 14 ou 15 anos já feitos, com aptidão física e mental, com frequência mínima do 7º ano de escolaridade e autorização

Leia mais

Insolvência de SOREL COMERCIAL AUTOMÓVEIS, S.A. Processo de Insolvência n.º 1838/13.4TYLSB 4º Juízo Tribunal do Comércio de Lisboa

Insolvência de SOREL COMERCIAL AUTOMÓVEIS, S.A. Processo de Insolvência n.º 1838/13.4TYLSB 4º Juízo Tribunal do Comércio de Lisboa Insolvência de SOREL COMERCIAL AUTOMÓVEIS, S.A. Processo de Insolvência n.º 1838/13.4TYLSB 4º Juízo Tribunal do Comércio de Lisboa ADMINISTRADOR DA INSOLVÊNCIA Dr. Fernando da Cruz Dias 1 Condições de

Leia mais

REGULAMENTO DO LEILÃO online realizado entre os dias 7 Novembro e 19 de Dezembro de 2011

REGULAMENTO DO LEILÃO online realizado entre os dias 7 Novembro e 19 de Dezembro de 2011 REGULAMENTO DO LEILÃO online realizado entre os dias 7 Novembro e 19 de Dezembro de 2011 O leilão é organizado pela Casa26 Mediação Imobiliária, Lda. com sede em Vereda da Banda de Música de Moreira n.º

Leia mais

INFORMAÇÕES PRÉ-CONTRATUAIS PARA PARTICULARES RENTING GO EXPRESS

INFORMAÇÕES PRÉ-CONTRATUAIS PARA PARTICULARES RENTING GO EXPRESS INFORMAÇÕES PRÉ-CONTRATUAIS PARA PARTICULARES RENTING GO EXPRESS Valor da retribuição a pagar pelo Cliente 4ª Valor da retribuição a pagar pelo Cliente 1. Os serviços prestados pela LeasePlan em conformidade

Leia mais

Índice Artigo 1.º Objecto... 3. Artigo 2.º Contrato... 3. Artigo 3.º Obrigações principais do adjudicatário... 4. Artigo 4.º Prazo...

Índice Artigo 1.º Objecto... 3. Artigo 2.º Contrato... 3. Artigo 3.º Obrigações principais do adjudicatário... 4. Artigo 4.º Prazo... Concurso Público para a elaboração do Inventário de Referência das Emissões de CO2 e elaboração do Plano de Acção para a Energia Sustentável do Município do Funchal CADERNO DE ENCARGOS Índice Artigo 1.º

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS. 3.1- A Tabela de Preços pode ser alterada sem aviso prévio (P.V.P.). Os preços estão sujeitos á Taxa de IVA em vigor na lei fiscal

CONDIÇÕES GERAIS. 3.1- A Tabela de Preços pode ser alterada sem aviso prévio (P.V.P.). Os preços estão sujeitos á Taxa de IVA em vigor na lei fiscal CONDIÇÕES GERAIS 1- Disposições Gerais 1.1- As vendas de materiais e serviços pela Politejo S.A. regem-se pelas condições especiais de cada fornecimento, pelas presentes condições gerais e pela lei aplicável.

Leia mais

TERMO DE ACEITAÇÃO DA DECISÃO DE APROVAÇÃO

TERMO DE ACEITAÇÃO DA DECISÃO DE APROVAÇÃO DA DECISÃO DE APROVAÇÃO Entidade Beneficiária Principal: Acrónimo e Designação do Projecto: Referência PAD 2003-2006: Considerando que, por despacho do Ministro Adjunto do Primeiro-Ministro, foi aprovada

Leia mais

prodj Condições Gerais de Venda On-line

prodj Condições Gerais de Venda On-line Índice 1. Contactos da prodj... 2 2. Processo de compra na loja on line da prodj... 2 2.1. Registo introdução, correcção e eliminação de dados pessoais... 2 2.2. Segurança no registo... 2 2.2. Compra...

Leia mais

Condições Gerais de Venda

Condições Gerais de Venda Condições Gerais de Venda Em todas as situações omissas no presente documento assumem-se as Condições Gerais de Venda da CEPAC, a serem disponibilizadas pela Prado - Cartolinas da Lousã, S.A. sempre que

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 005/2008 M I N U T A

CARTA CONVITE Nº 005/2008 M I N U T A IMPORTANTE : PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM ATÉ 24 HORAS DE ANTECEDÊNCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP:

Leia mais

2. OPERAÇÕES DE CRÉDITO (PARTICULARES)

2. OPERAÇÕES DE CRÉDITO (PARTICULARES) 2.1. Crédito à habitação e contratos conexos Crédito Habitação Para aquisição, construção e obras para habitação própria, secundária ou arrendamento, crédito sinal, transferências; multisoluções com a

Leia mais

PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PARA A IMPLEMENTAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DOS SERVIÇOS ADMINISTRATIVOS DO I2ADS CADERNO DE ENCARGOS

PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PARA A IMPLEMENTAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DOS SERVIÇOS ADMINISTRATIVOS DO I2ADS CADERNO DE ENCARGOS PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PARA A IMPLEMENTAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DOS SERVIÇOS ADMINISTRATIVOS DO I2ADS CADERNO DE ENCARGOS 1/5 Cláusula 1.ª Objecto contratual Cláusula 2.ª Serviços incluídos na prestação de

Leia mais

COMÉRCIO ELECTRÓNICO ELECTRÓNICO

COMÉRCIO ELECTRÓNICO ELECTRÓNICO Ficha Informativa 1 Janeiro 2015 Ordem dos Advogados Largo São Domingos 14-1º, 1169-060 Lisboa Tel.: 218823550 Fax: 218862403 odc@cg.oa.pt www.oa.pt/odc COMÉRCIO ELECTRÓNICO ELECTRÓNICO Compras na Internet:

Leia mais

Ficha de Informação Normalizada para Depósitos Depósitos simples, não à ordem

Ficha de Informação Normalizada para Depósitos Depósitos simples, não à ordem Designação Condições de Acesso Modalidade Prazo Mobilização Antecipada Poupança Habitação Geral Clientes Particulares com mais de 30 anos. Depósito constituído em regime especial. 12 meses Após o decurso

Leia mais

NORMAS APLICÁVEIS À ALIENAÇÃO EM HASTA PÚBLICA DE SUCATA DIVERSA E RESÍDUOS DE EQUIPAMENTOS ELÉTRICOS E ELETRÓNICOS (REEE)

NORMAS APLICÁVEIS À ALIENAÇÃO EM HASTA PÚBLICA DE SUCATA DIVERSA E RESÍDUOS DE EQUIPAMENTOS ELÉTRICOS E ELETRÓNICOS (REEE) NORMAS APLICÁVEIS À ALIENAÇÃO EM HASTA PÚBLICA DE SUCATA DIVERSA E RESÍDUOS DE EQUIPAMENTOS ELÉTRICOS E ELETRÓNICOS (REEE) Artigo 1.º Identificação da Entidade Alienante Município da Nazaré, Contribuinte

Leia mais

Guia prático de procedimentos para os. Administradores de Insolvência.

Guia prático de procedimentos para os. Administradores de Insolvência. Guia prático de procedimentos para os Administradores de Insolvência. Índice Introdução 1. Requerimentos 2. Apreensão de bens 2.1. Autos de apreensão de bens 2.2. Apreensão de vencimento 2.3. Apreensão

Leia mais

REGULAMENTO DE CUSTAS DA FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE AUTOMOBILISMO E KARTING

REGULAMENTO DE CUSTAS DA FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE AUTOMOBILISMO E KARTING Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting REGULAMENTO DE CUSTAS DA FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE AUTOMOBILISMO E KARTING TÍTULO PRIMEIRO Das Custas de Processo Disciplinar CAPÍTULO I Disposições gerais

Leia mais

Proposta de adesão ao Programa de Comparticipação nos Cuidados de Saúde 2012

Proposta de adesão ao Programa de Comparticipação nos Cuidados de Saúde 2012 澳 門 衛 特 別 生 行 政 局 區 政 府 Governo da Região Administrativa de Macau Serviços de Saúde Proposta de adesão ao Programa de Comparticipação nos Cuidados de Saúde 2012 (1.ª Parte) Unidades Privadas de Saúde que

Leia mais

Concurso público para a aquisição de redes remotas por links wireless para o Município do Funchal

Concurso público para a aquisição de redes remotas por links wireless para o Município do Funchal Concurso público para a aquisição de redes remotas por links wireless para o Município do Funchal CADERNO DE ENCARGOS - 1 - Índice Cláusula 1ª - Objecto... Cláusula 2ª - Contrato... Cláusula 3ª - Prazo...

Leia mais

CATÁLOGO INSOLVÊNCIA DE SERAFIM COELHO RIBEIRO E CUSTÓDIA NAZARÉ FERREIRA CARNEIRO NETO

CATÁLOGO INSOLVÊNCIA DE SERAFIM COELHO RIBEIRO E CUSTÓDIA NAZARÉ FERREIRA CARNEIRO NETO CATÁLOGO INSOLVÊNCIA DE SERAFIM COELHO RIBEIRO E CUSTÓDIA NAZARÉ FERREIRA CARNEIRO NETO TRIBUNAL JUDICIAL DA COMARCA DO PORTO ESTE JUÍZO DE COMÉRCIO DE AMARANTE JUIZ 1 PROCESSO Nº 553/17.4T8AMT 25 julho

Leia mais

Preçário BANCO PRIMUS, SA BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO

Preçário BANCO PRIMUS, SA BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Preçário BANCO PRIMUS, SA BANCOS Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de O Preçário completo do BANCO PRIMUS, SA, contém o Folheto de Comissões e Despesas

Leia mais

A Breve referência à Filosofia da Venda Executiva mediante Negociação particular

A Breve referência à Filosofia da Venda Executiva mediante Negociação particular 67 A Breve referência à Filosofia da Venda Executiva mediante Negociação particular 67 Página 65 de 224 O capítulo segundo foi epigrafado com o título Ontologia da venda executiva por negociação particular.

Leia mais

CONCURSO Nº 5/DGP/2012 VENDA DE MORADIAS COM LOGRADOURO, EM TERRENO EM REGIME DE DIREITO DE SUPERFÍCIE, EM SALEMA

CONCURSO Nº 5/DGP/2012 VENDA DE MORADIAS COM LOGRADOURO, EM TERRENO EM REGIME DE DIREITO DE SUPERFÍCIE, EM SALEMA CONCURSO Nº 5/DGP/2012 VENDA DE MORADIAS COM LOGRADOURO, EM TERRENO EM REGIME DE DIREITO DE SUPERFÍCIE, EM SALEMA FREGUESIA DE BUDENS, CONCELHO DE VILA DO BISPO REGULAMENTO CONCURSO Nº 5/DGP/12 VENDA DE

Leia mais

Informações gerais. Formação Inicial de Instrutores de Condução

Informações gerais. Formação Inicial de Instrutores de Condução Informações gerais Formação Inicial de Instrutores de Condução Condições de Acesso 12º Ano completo, equivalente ou superior 2 anos de Carta de Condução Não possuir doença contagiosa ou deficiência física

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 013/2007 PROCESSO N.º 1.612/2007

CARTA CONVITE Nº 013/2007 PROCESSO N.º 1.612/2007 IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP: 01405-001 - DEPTO DE COMPRAS - 8º ANDAR. Regime

Leia mais

Publicado na revista TOC. Fiscalidade no imobiliário Contrato de locação financeira imobiliária Enquadramento fiscal

Publicado na revista TOC. Fiscalidade no imobiliário Contrato de locação financeira imobiliária Enquadramento fiscal Publicado na revista TOC Fiscalidade no imobiliário Contrato de locação financeira imobiliária Enquadramento fiscal O regime jurídico do contrato de locação financeira, vem consagrado no DL nº 149/95,

Leia mais

Preçário BBVA LEASIMO - SOCIEDADE DE LOCACAO FINANCEIRA, SA SOCIEDADES DE LOCAÇÃO FINANCEIRA

Preçário BBVA LEASIMO - SOCIEDADE DE LOCACAO FINANCEIRA, SA SOCIEDADES DE LOCAÇÃO FINANCEIRA Preçário BBVA LEASIMO - SOCIEDADE DE LOCACAO FINANCEIRA, SA SOCIEDADES DE LOCAÇÃO FINANCEIRA Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de Entrada em vigor do Folheto

Leia mais

NORMAS E CONDIÇÕES GERAIS DE FUNCIONAMENTO LOW COST PARKING

NORMAS E CONDIÇÕES GERAIS DE FUNCIONAMENTO LOW COST PARKING NORMAS E CONDIÇÕES GERAIS DE FUNCIONAMENTO LOW COST PARKING 1ª) DEFINIÇÕES 1) Para todos os efeitos as partes acordam as seguintes definições A) Empresa: Low Cost, Estacionamos por Si Lda. B) Parque Low

Leia mais

RELATÓRIO. O presente RELATÓRIO é elaborado nos termos do disposto no artigo 155º do Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas CIRE.

RELATÓRIO. O presente RELATÓRIO é elaborado nos termos do disposto no artigo 155º do Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas CIRE. Procº de insolvência n.º 2.220/13.9 TBVNG 5º Juízo Cível Insolventes: PEDRO MANUEL LOPES DE ALMEIDA E CARLA LILIANA DAMAS BESSA MIRANDA DE ALMEIDA Tribunal Judicial de Vila Nova de Gaia RELATÓRIO O presente

Leia mais

CONDIÇÕES DE ENTREGA RECREAHOME B.V. COM A SUA SEDE REGISTADA EM ASTEN

CONDIÇÕES DE ENTREGA RECREAHOME B.V. COM A SUA SEDE REGISTADA EM ASTEN 1. DEFINIÇÕES CONDIÇÕES DE ENTREGA RECREAHOME B.V. COM A SUA SEDE REGISTADA EM ASTEN Abaixo Recreahome B.V. será referida como "vendedor". Cada pessoa singular ou entidade legal que adquire bens e/ou serviços

Leia mais

5º - Regra sobre a gestão de deslocações, Nacionais e Internacionais

5º - Regra sobre a gestão de deslocações, Nacionais e Internacionais 5º - Regra sobre a gestão de deslocações, Nacionais e Internacionais Como se pode constatar na regra 3, a filosofia de imputação de despesas com deslocações e subsistência, está directamente relacionada

Leia mais

CONTRATO DE COMPRA DE ENERGIA ELÉCTRICA UNIDADES DE MICROPRODUÇÃO

CONTRATO DE COMPRA DE ENERGIA ELÉCTRICA UNIDADES DE MICROPRODUÇÃO CONTRATO DE COMPRA DE ENERGIA ELÉCTRICA UNIDADES DE MICROPRODUÇÃO Entre F.., residente em.com o número de contribuinte, [ou 1 ] F..., com sede em,, com o capital social de. euros, matriculada na Conservatória

Leia mais

OCUPAÇÃO CIENTÍFICA DE JOVENS NAS FÉRIAS

OCUPAÇÃO CIENTÍFICA DE JOVENS NAS FÉRIAS OCUPAÇÃO CIENTÍFICA DE JOVENS NAS FÉRIAS 2015 REGULAMENTO Artigo 1º Âmbito e Enquadramento A Ciência Viva Agência Nacional para a Cultura Científica e Tecnológica promove o programa Ocupação Científica

Leia mais

A presente norma tem por objecto a definição dos procedimentos a adoptar no que respeita à análise dos pedidos de pagamento (PP).

A presente norma tem por objecto a definição dos procedimentos a adoptar no que respeita à análise dos pedidos de pagamento (PP). 1. OBJECTO A presente norma tem por objecto a definição dos procedimentos a adoptar no que respeita à análise dos pedidos de pagamento (PP). 2. ENQUADRAMENTO JURÍDICO Decreto-Lei n.º 37-A/2008, de 5 de

Leia mais

S. MARTINHO - FUNCHAL

S. MARTINHO - FUNCHAL NEGOCIAÇÃO P A R T I C U L A R GreenFolk Investimentos Imobiliários, S.A. TRIBUNAL DO COMÉRCIO DE LISBOA PROC. N.º 109/11.5TYLSB - 2º JUÍZO INSOLVENTE: S. MARTINHO - FUNCHAL Travessa do Tanque Zona cruz

Leia mais

Condições Gerais de Venda PREÂMBULO

Condições Gerais de Venda PREÂMBULO Condições Gerais de Venda PREÂMBULO 1.º Estas condições gerais de venda são acordadas entre A Factor de Segurança, Lda, uma sociedade por quotas, com sede na Rua de Goa n.º 321 4465-148 S. Mamede de Infesta,

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS ORGANIZAÇÃO

CONDIÇÕES GERAIS ORGANIZAÇÃO CONDIÇÕES GERAIS O presente programa/ catálogo é o documento informativo no qual se inserem as presentes condições gerais, dele fazendo parte integrante e que constituem, na ausência de documento autónomo

Leia mais

Termos da venda a realizar, tendo por objecto os bens móveis que integram a massa insolvente:

Termos da venda a realizar, tendo por objecto os bens móveis que integram a massa insolvente: Termos da venda a realizar, tendo por objecto os bens móveis que integram a massa insolvente: 1. Bens a serem vendidos: Bens móveis num lote único que integram a massa insolvente (na parte final deste

Leia mais

Uma vez feito o pagamento você poderá enviar um e-mail ou fax com o comprovante para o seguinte:

Uma vez feito o pagamento você poderá enviar um e-mail ou fax com o comprovante para o seguinte: DEPARTAMENTO FINANCEIRO DA CORPORATE GIFTS O departamento financeiro da Corporate Gifts orgulha-se pela nossa capacidade de fornecer aos nossos clientes um serviço seguro, preciso e imediato. Será um prazer

Leia mais

4AJD13_ES AQUISIÇÃO DE HARDWARE PARA A DIREÇÃO REGIONAL DE EDIFÍCIOS PÚBLICOS. Peças do procedimento aprovadas por despacho de 22/03/2013 do DREP

4AJD13_ES AQUISIÇÃO DE HARDWARE PARA A DIREÇÃO REGIONAL DE EDIFÍCIOS PÚBLICOS. Peças do procedimento aprovadas por despacho de 22/03/2013 do DREP 4AJD13_ES AQUISIÇÃO DE HARDWARE PARA A DIREÇÃO REGIONAL DE EDIFÍCIOS PÚBLICOS Peças do procedimento aprovadas por despacho de 22/03/2013 do DREP CADERNO DE ENCARGOS PARTE I CLÁUSULAS JURÍDICAS ARTIGO 1.º

Leia mais

Processo de Insolvência n.º 2834/14.0T8SNT Sintra Inst. Central Sec. Comércio J4 Comarca de Lisboa Oeste

Processo de Insolvência n.º 2834/14.0T8SNT Sintra Inst. Central Sec. Comércio J4 Comarca de Lisboa Oeste Insolvência de SOPRATTUTTO CAFÉ, S.A. Processo de Insolvência n.º 2834/14.0T8SNT Sintra Inst. Central Sec. Comércio J4 Comarca de Lisboa Oeste ADMINISTRADOR DA INSOLVÊNCIA Dr. Fernando da Cruz Dias 1 Condições

Leia mais

NORMAS PARA CONCESSÃO DO DIREITO DE OCUPAÇÃO DAS SETE LOJAS DO MERCADO MUNICIPAL DE REGUENGOS DE MONSARAZ SEGUNDA FASE DA OBRA DE REQUALIFICAÇÃO

NORMAS PARA CONCESSÃO DO DIREITO DE OCUPAÇÃO DAS SETE LOJAS DO MERCADO MUNICIPAL DE REGUENGOS DE MONSARAZ SEGUNDA FASE DA OBRA DE REQUALIFICAÇÃO NORMAS PARA CONCESSÃO DO DIREITO DE OCUPAÇÃO DAS SETE LOJAS DO MERCADO MUNICIPAL DE REGUENGOS DE MONSARAZ SEGUNDA FASE DA OBRA DE REQUALIFICAÇÃO 1 OBJETO: O presente documento tem por objeto definir as

Leia mais

Contrato de Mediação Imobiliária

Contrato de Mediação Imobiliária Contrato de Mediação Imobiliária (Nos termos da Lei n.º 15/2013, de 08.02) Entre: ESTAMO PARTICIPAÇÕES IMOBILIÁRIAS, S.A., com sede na Av. Defensores de Chaves, n.º 6 4.º, em Lisboa, matriculada na Conservatória

Leia mais

CONDIÇÕES DE VENDA. 1. Prazo de entrega O prazo de entrega é o referido na confirmação da encomenda, salvo acordo em contrário.

CONDIÇÕES DE VENDA. 1. Prazo de entrega O prazo de entrega é o referido na confirmação da encomenda, salvo acordo em contrário. CONDIÇÕES DE VENDA A venda de produtos da Portucel Soporcel Fine Paper S.A. ( vendedor ) é regulada pelas condições abaixo descritas, em conformidade com as práticas em vigor na indústria e comércio de

Leia mais

Extinção da empresa por vontade dos sócios

Extinção da empresa por vontade dos sócios Extinção da empresa por vontade dos sócios A dissolução de uma sociedade por deliberação dos sócios pode fazer-se de várias formas, designadamente de forma imediata, com liquidação simultânea, com partilha,

Leia mais

VAI ARRENDAR CASA? PRESTE ATENÇÃO AO SEGUINTE!

VAI ARRENDAR CASA? PRESTE ATENÇÃO AO SEGUINTE! VAI ARRENDAR CASA? PRESTE ATENÇÃO AO SEGUINTE! Locação é o contrato pelo qual uma das partes se obriga a proporcionar à outra o gozo temporário de uma coisa, mediante retribuição Art.º 1022.º do Código

Leia mais

CATÁLOGO INSOLVÊNCIA DE ALDONSA MARIA ROSADO FACHADAS

CATÁLOGO INSOLVÊNCIA DE ALDONSA MARIA ROSADO FACHADAS CATÁLOGO INSOLVÊNCIA DE ALDONSA MARIA ROSADO FACHADAS TRIBUNAL DA COMARCA DE LISBOA - BARREIRO INSTÂNCIA CENTRAL 2ª SECÇÃO DO COMÉRCIO J4 PROCESSO Nº 2102/15.0T8BRR e FERNANDO JORGE SIMÕES PESSOA TRIBUNAL

Leia mais

CADERNO DE ENCARGOS CONCESSÃO DE USO PRIVADO DE ESPAÇO DO DOMÍNIO PÚBLICO NO JARDIM MUNICIPAL PARA INSTALAÇÃO E EXPLORAÇÃO DE DIVERSÕES

CADERNO DE ENCARGOS CONCESSÃO DE USO PRIVADO DE ESPAÇO DO DOMÍNIO PÚBLICO NO JARDIM MUNICIPAL PARA INSTALAÇÃO E EXPLORAÇÃO DE DIVERSÕES CADERNO DE ENCARGOS CONCESSÃO DE USO PRIVADO DE ESPAÇO DO DOMÍNIO PÚBLICO NO JARDIM MUNICIPAL PARA INSTALAÇÃO E EXPLORAÇÃO DE DIVERSÕES Cláusula 1ª Princípio geral O presente Caderno de Encargos compreende

Leia mais

Município de Alcácer do Sal

Município de Alcácer do Sal Município de Alcácer do Sal Divisão de Planeamento e Gestão Urbanística CONCURSO PÚBLICO CONCESSÃO PARA EXPLORAÇÃO DO QUIOSQUE NA MARGEM SUL PROGRAMA DE PROCEDIMENTO 1. IDENTIFICAÇÃO 1.1 Objecto: Concessão

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 002/2010

CARTA CONVITE Nº 002/2010 IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM ATÉ 24 HORAS DE ANTECEDENCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP:

Leia mais

Acórdão do Supremo Tribunal de Justiça, de 08-05-2013

Acórdão do Supremo Tribunal de Justiça, de 08-05-2013 Acórdão do Supremo Tribunal de Justiça, de 08-05-2013 Processo: 6686/07.8TBCSC.L1.S1 Relator: BETTENCOURT DE FARIA Meio Processual: REVISTA Decisão: NEGADA A REVISTA Fonte: www.dgsi.pt Sumário I - O promitente

Leia mais

COBRANÇAS ELECTRÓNICAS EM ESPANHA

COBRANÇAS ELECTRÓNICAS EM ESPANHA COBRANÇAS ELECTRÓNICAS EM ESPANHA www.millenniumbcp.pt https://corp.millenniumbcp.pt 002.002.1320 Índice 1. Caracterização do Serviço Pág. 3 2. Posicionamento em termos de oferta Pág. 4 3. Como Funciona?

Leia mais

Programa de Procedimentos

Programa de Procedimentos Hasta Pública para venda de imóveis Programa de Procedimentos SETOR DE PATRIMÓNIO PROGRAMA DE PROCEDIMENTOS DE HASTA PÚBLICA PARA ALIENAÇÃO DE IMÓVEIS 1. OBJETO DA HASTA PÚBLICA 1.1 A presente hasta pública,

Leia mais

CATÁLOGO INSOLVÊNCIA DE RICARDO JORGE ALMEIDA REBELO

CATÁLOGO INSOLVÊNCIA DE RICARDO JORGE ALMEIDA REBELO CATÁLOGO INSOLVÊNCIA DE RICARDO JORGE ALMEIDA REBELO TRIBUNAL DA COMARCA DE LEIRIA - ALCOBAÇA INSTÂNCIA CENTRAL - 2ª SECÇÃO COMÉRCIO J1 PROCESSO Nº 676/14.1T8ACB 8 de fevereiro 3ª Feira 17h00 Rua Manuel

Leia mais

Linha de apoio à reestruturação de dívida bancária das empresas dos Açores- Condições e Procedimentos

Linha de apoio à reestruturação de dívida bancária das empresas dos Açores- Condições e Procedimentos Linha de apoio à reestruturação de dívida bancária das empresas dos Açores- Condições e Procedimentos 1. Beneficiários Empresas com sede na Região Autónoma dos Açores que não tenham como actividade principal

Leia mais