AULA 23.1 Conteúdos: Governo Collor Governo Itamar Franco Governo Fernando Henrique

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "AULA 23.1 Conteúdos: Governo Collor Governo Itamar Franco Governo Fernando Henrique"

Transcrição

1

2 AULA 23.1 Conteúdos: Governo Collor Governo Itamar Franco Governo Fernando Henrique 2

3 AULA 23.1 Habilidades: Conhecer as mudanças políticas no Brasil decorrentes do processo de redemocratização Conhecer os presidentes brasileiros pós Ditadura 3

4 Comente por que a Constituição de 1988 foi chamada de Constituição Cidadã. 4

5 Vídeo - Pronunciamento de Collor na TV antes do impeachment 5

6 Governo Collor Collor conquistou a simpatia da população, que o elegeu com mais de 42% dos votos válidos. Seu discurso era de modernização e sua própria imagem validou a ideia de renovação. 6

7 Collor era jovem, bonito e prometia acabar com os chamados marajás, funcionários públicos com altos salários, que só oneravam a administração pública. 7

8 Governo Collor Sua primeira medida, ao tomar posse no dia 15 de março de 1990, foi anunciar seu pacote de modernização administrativa e vitalização da economia, através do plano Collor I, que previa, entre outras coisas: 8

9 Volta do Cruzeiro como moeda; Congelamento de preços e salários; Bloqueio de contas correntes e poupanças no prazo de 18 meses; Demissão de funcionários e diminuição de órgãos públicos; 9

10 10 HISTÓRIA Você conhece os presidentes que governaram o Brasil após a Ditadura Militar? Converse com o colega ao lado e diga para ele pelos menos dois nomes de ex-presidentes.

11 11 HISTÓRIA Destaque pelos menos duas características marcantes do Governo Collor.

12 12 HISTÓRIA

13 A A Vídeo - Itamar Franco 13

14 A A Governo Itamar Franco A administração do presidente Itamar Franco iniciou-se, como várias outras antes na história do Brasil, de modo inesperado. Mais uma vez um vice-presidente era alçado ao posto máximo da nação, tendo por meta completar o mandato do titular, Fernando Collor de Mello. 14

15 15 HISTÓRIA A A Assim, de 1992 a 1994 cabe ao vice de Collor lidar com os graves problemas nacionais que este prometera resolver, em especial o da hiperinflação e a da estagnação do PIB, estacionado nos mesmos patamares do início da década de 80. O governo de Itamar Franco irá se notabilizar por dois importantes acontecimentos, um na área política, e outro na área econômica.

16 16 HISTÓRIA A A Em relação à área política, coube a Itamar cumprir o dispositivo constitucional que previa a realização de um duplo plebiscito, tratando primeiramente do regime a ser instituído no Brasil, ou seja, a manutenção do regime republicano ou a restauração da monarquia em território nacional; Mas, o fato pelo qual talvez seja mais lembrado o período de Itamar Franco no poder é o de elaboração do Plano Real, tendo o auxílio do então senador Fernando Henrique Cardoso, recém empossado como ministro da Fazenda (Economia).

17 17 HISTÓRIA A A Explique qual importância do lançamento do Plano Real durante o Governo de Itamar Franco.

18 A A Vídeo - Governo Fernando Henrique Cardoso 18

19 A A Governo Fernando Henrique Fernando Henrique Cardoso governou o Brasil durante oito anos, de 1995 a Foi o primeiro presidente da República a governar por dois mandatos consecutivos. 19

20 20 HISTÓRIA A A FHC, como é conhecido, teve notoriedade com o plano real. Como Ministro da Fazenda no Governo de Itamar Franco, ele reuniu um grupo de economistas que elaborou um plano capaz de estabilizar a economia. Com uma moeda estável, o país pode voltar a crescer nos governos subsequentes. Um ano depois, FHC era eleito Presidente da República já no primeiro turno. Derrotou seu principal adversário, Luís Inácio Lula da Silva, com mais de 54% dos votos válidos.

21 21 HISTÓRIA A A Destaque o fator decisivo que favoreceu a eleição de FHC como presidente do Brasil.

INTEIRATIVIDADE FINAL CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA. AULA 15.2 Conteúdo: Brasil Anos 90

INTEIRATIVIDADE FINAL CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA. AULA 15.2 Conteúdo: Brasil Anos 90 15.2 Conteúdo: Brasil Anos 90 Habilidades: Apontar as principais fases do Brasil durante os anos 1990 do século XX, ressaltando fatos importantes em cada fase A Cara da Política nos Anos 90 Fernando Collor

Leia mais

Escola de Formação Política Miguel Arraes. Módulo I História da Formação Política Brasileira. Aula 2 A História do Brasil numa dimensão ética

Escola de Formação Política Miguel Arraes. Módulo I História da Formação Política Brasileira. Aula 2 A História do Brasil numa dimensão ética LINHA DO TEMPO Módulo I História da Formação Política Brasileira Aula 2 A História do Brasil numa dimensão ética SEC XV SEC XVIII 1492 A chegada dos espanhóis na América Brasil Colônia (1500-1822) 1500

Leia mais

Temas Governo de Vargas 1930-1945), Populismo (1945-1964) Ditadura Militar (1964-1985) e República Nova (Redemocratização do Brasil) (1985-2010)

Temas Governo de Vargas 1930-1945), Populismo (1945-1964) Ditadura Militar (1964-1985) e República Nova (Redemocratização do Brasil) (1985-2010) Trabalho de História Recuperação _3ºAno Professor: Nara Núbia de Morais Data / /2014 Aluno: nº Ens. Médio Valor: 40 Nota: Temas Governo de Vargas 1930-1945), Populismo (1945-1964) Ditadura Militar (1964-1985)

Leia mais

Eleições presidenciais no Brasil em 2010: o perfil dos candidatos e de suas alianças

Eleições presidenciais no Brasil em 2010: o perfil dos candidatos e de suas alianças Eleições presidenciais no Brasil em 2010: o perfil dos candidatos e de suas alianças Aline Bruno Soares Rio de Janeiro, julho de 2010. Desde seu início, o ano de 2010 tem se mostrado marcante em relação

Leia mais

Fernanda de Paula Ramos Conte Lílian Santos Marques Severino RESUMO:

Fernanda de Paula Ramos Conte Lílian Santos Marques Severino RESUMO: O Brasil e suas políticas sociais: características e consequências para com o desenvolvimento do país e para os agrupamentos sociais de nível de renda mais baixo nas duas últimas décadas RESUMO: Fernanda

Leia mais

HISTÓRIA DO LEGISLATIVO

HISTÓRIA DO LEGISLATIVO HISTÓRIA DO LEGISLATIVO Maurício Barbosa Paranaguá Seção de Projetos Especiais Goiânia - 2015 Origem do Poder Legislativo Assinatura da Magna Carta inglesa em 1215 Considerada a primeira Constituição dos

Leia mais

Histórico das constituições: direito de sufrágio

Histórico das constituições: direito de sufrágio 89 Histórico das constituições: direito de sufrágio André de Oliveira da Cruz Waldemar de Moura Bueno Neto José Carlos Galvão Goulart de Oliveira Graduandos pela Faculdade de Educação, Administração e

Leia mais

O TEMA DAS POLÍTICAS SOCIAIS NO DEBATE POLÍTICO ELEITORAL BRASILEIRO

O TEMA DAS POLÍTICAS SOCIAIS NO DEBATE POLÍTICO ELEITORAL BRASILEIRO O TEMA DAS POLÍTICAS SOCIAIS NO DEBATE POLÍTICO ELEITORAL BRASILEIRO Pela primeira vez desde 1984 uma das grandes figuras da política moderna no Brasil, Luis Ignácio Lula da Silva, não será candidato a

Leia mais

Derrota da emenda Dante de Oliveira pelas Diretas Eleição indireta de Tancredo Neves Morte de Tancredo, antes da posse

Derrota da emenda Dante de Oliveira pelas Diretas Eleição indireta de Tancredo Neves Morte de Tancredo, antes da posse O B R A S I L DE SARNEY A FHC Da redemocratização à globalização O G O V E R N O S A R N E Y (1985-1990) 1990) Antecedentes Derrota da emenda Dante de Oliveira pelas Diretas Eleição indireta de Tancredo

Leia mais

Política, Democracia e Cidadania

Política, Democracia e Cidadania Política, Democracia e Cidadania Por um jovem brasileiro atuante Por Floriano Pesaro Vereador, líder da bancada do PSDB na Câmara Municipal de São Paulo. Natural de São Paulo, Floriano é sociólogo formado

Leia mais

A perspectiva de reforma política no Governo Dilma Rousseff

A perspectiva de reforma política no Governo Dilma Rousseff A perspectiva de reforma política no Governo Dilma Rousseff Homero de Oliveira Costa Revista Jurídica Consulex, Ano XV n. 335, 01/Janeiro/2011 Brasília DF A reforma política, entendida como o conjunto

Leia mais

Nota sobre a Privatização no Brasil para informar missão de parlamentares sulafricanos

Nota sobre a Privatização no Brasil para informar missão de parlamentares sulafricanos Nota sobre a Privatização no Brasil para informar missão de parlamentares sulafricanos EDUARDO FERNANDEZ SILVA Consultor Legislativo da Área IX Política e Planejamento Econômicos,Desenvolvimento Econômico,

Leia mais

Reportagem do portal Terra sobre o Golpe de 1964

Reportagem do portal Terra sobre o Golpe de 1964 Reportagem do portal Terra sobre o Golpe de 1964 http://noticias.terra.com.br/brasil/golpe-comecou-invisivel-diz-sobrinho-de-substitutode-jango,bc0747a8bf005410vgnvcm4000009bcceb0arcrd.html acesso em 31-03-2014

Leia mais

DIREÇÃO NACIONAL DA CUT APROVA ENCAMINHAMENTO PARA DEFESA DA PROPOSTA DE NEGOCIAÇÃO DO SALÁRIO MÍNIMO, DAS APOSENTADORIAS E DO FATOR PREVIDENCIÁRIO

DIREÇÃO NACIONAL DA CUT APROVA ENCAMINHAMENTO PARA DEFESA DA PROPOSTA DE NEGOCIAÇÃO DO SALÁRIO MÍNIMO, DAS APOSENTADORIAS E DO FATOR PREVIDENCIÁRIO DIREÇÃO NACIONAL DA CUT APROVA ENCAMINHAMENTO PARA DEFESA DA PROPOSTA DE NEGOCIAÇÃO DO SALÁRIO MÍNIMO, DAS APOSENTADORIAS E DO FATOR PREVIDENCIÁRIO A CUT e as centrais sindicais negociaram com o governo

Leia mais

Revolução de 1930. Fatores: Crise de 1929. Movimento Tenentista. Resultado das eleições.

Revolução de 1930. Fatores: Crise de 1929. Movimento Tenentista. Resultado das eleições. Revolução de 1930 Revolução de 1930 Fatores: Crise de 1929. Movimento Tenentista. Resultado das eleições. Revolução de 1930 Responsável pelo fim da chamada Política café com leite Política café com leite

Leia mais

Na ditadura não a respeito à divisão dos poderes (executivo, legislativo e judiciário). O ditador costuma exercer os três poderes.

Na ditadura não a respeito à divisão dos poderes (executivo, legislativo e judiciário). O ditador costuma exercer os três poderes. Ditadura: É uma forma de governo em que o governante (presidente, rei, primeiro ministro) exerce seu poder sem respeitar a democracia, ou seja, governa de acordo com suas vontades ou com as do grupo político

Leia mais

PROJETO Manifestações de Março/2015

PROJETO Manifestações de Março/2015 PROJETO Manifestações de Março/2015 NOTA METODOLÓGICA Tipo de pesquisa: Quantitativa, realizada face a face, com aplicação de questionário estruturado, de cerca de 10 minutos de duração, composto por questões

Leia mais

Mas, um golpe de Estado militar instaurou a forma republicana presidencialista, em 15 de novembro de 1889.

Mas, um golpe de Estado militar instaurou a forma republicana presidencialista, em 15 de novembro de 1889. Brasil no período de transição: Império para República. Éramos governados por um dos ramos da Casa de Bragança, conhecido como família imperial brasileira que constituía o 11º maior império da história

Leia mais

Nome: nº. Recuperação Final de História Profª Patrícia

Nome: nº. Recuperação Final de História Profª Patrícia 1 Conteúdos selecionados: Nome: nº Recuperação Final de História Profª Patrícia Lista de atividades 9º ano Apostila 1: Segunda Revolução Industrial (características); Neocolonislimo; Brasil no século XX:

Leia mais

FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL INTERATIVA I CONTEÚDO E HABILIDADES HISTÓRIA. Conteúdo:

FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL INTERATIVA I CONTEÚDO E HABILIDADES HISTÓRIA. Conteúdo: Conteúdo: Aula 1: A origem dos primeiros povos americanos Os períodos da Pré-História Americana Aula 2: Diferentes modos de vida Quem chegou primeiro ao território brasileiro? Habilidades: Aula 1: Conhecer

Leia mais

Nota à 14 a Edição... 11 Introdução... 13

Nota à 14 a Edição... 11 Introdução... 13 sumário Nota à 14 a Edição................................................ 11 Introdução..................................................... 13 1. As Causas da Expansão Marítima e a Chegada dos Portugueses

Leia mais

Trabalho de história 3º tri Integrantes Frederico Strasser Nº:15 Diogo Amorim Nº:12 Guilherme Hasslocher Nº:19 Lucas Fuss Nº:28 Mateus Peres Nº:34

Trabalho de história 3º tri Integrantes Frederico Strasser Nº:15 Diogo Amorim Nº:12 Guilherme Hasslocher Nº:19 Lucas Fuss Nº:28 Mateus Peres Nº:34 Trabalho de história 3º tri Integrantes Frederico Strasser Nº:15 Diogo Amorim Nº:12 Guilherme Hasslocher Nº:19 Lucas Fuss Nº:28 Mateus Peres Nº:34 -Enquanto Buenos Aires se tornava mais poderosa, os lideres

Leia mais

VESTIBULAR 2011 1ª Fase HISTÓRIA GRADE DE CORREÇÃO

VESTIBULAR 2011 1ª Fase HISTÓRIA GRADE DE CORREÇÃO VESTIBULAR 2011 1ª Fase HISTÓRIA GRADE DE CORREÇÃO A prova de História é composta por três questões e vale 10 pontos no total, assim distribuídos: Questão 1 3 pontos (sendo 1 ponto para o subitem A, 1,5

Leia mais

Família. Escola. Trabalho e vida econômica. Vida Comunitária e Religião

Família. Escola. Trabalho e vida econômica. Vida Comunitária e Religião Família Qual era a profissão dos seus pais? Como eles conciliavam trabalho e família? Como era a vida de vocês: muito apertada, mais ou menos, ou viviam com folga? Fale mais sobre isso. Seus pais estudaram

Leia mais

Evolução da renda no Brasil segundo o mandato presidencial: 1890-2009. Reinaldo Gonçalves 1

Evolução da renda no Brasil segundo o mandato presidencial: 1890-2009. Reinaldo Gonçalves 1 Evolução da renda no Brasil segundo o mandato presidencial: 1890-2009 Reinaldo Gonçalves 1 Esta nota examina, de forma sucinta, o desempenho da economia brasileira em 120 anos de história da República.

Leia mais

Bônus demográfico, crescimento econômico e redução da pobreza no Brasil

Bônus demográfico, crescimento econômico e redução da pobreza no Brasil Bônus demográfico, crescimento econômico e redução da pobreza no Brasil José Eustáquio Diniz Alves i As eleições de 2 nem começaram de fato, mas já existe uma grande quantidade de textos circulando na

Leia mais

CRISE E RUPTURA NA REPÚBLICA VELHA. Os últimos anos da República Velha

CRISE E RUPTURA NA REPÚBLICA VELHA. Os últimos anos da República Velha CRISE E RUPTURA NA REPÚBLICA VELHA Os últimos anos da República Velha Década de 1920 Brasil - as cidades cresciam e desenvolviam * Nos grandes centros urbanos, as ruas eram bem movimentadas, as pessoas

Leia mais

30/04/2009. Entrevista do Presidente da República

30/04/2009. Entrevista do Presidente da República Entrevista coletiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, à imprensa estrangeira especializada (Around the Rings, Inside The Games, EFE, AP, Kyodo News, Reuters), após reunião

Leia mais

PESQUISA RELATÓRIO 1/2 PESQUISA PRESIDENTE GOVERNADOR - SENADOR CONTRATANTE DA PESQUISA: PARTIDO DA REPÚBLICA-PR MINAS GERIAS ESTADO: MINAS GERAIS

PESQUISA RELATÓRIO 1/2 PESQUISA PRESIDENTE GOVERNADOR - SENADOR CONTRATANTE DA PESQUISA: PARTIDO DA REPÚBLICA-PR MINAS GERIAS ESTADO: MINAS GERAIS PESQUISA RELATÓRIO 1/2 PESQUISA PRESIDENTE GOVERNADOR - SENADOR CONTRATANTE DA PESQUISA: PARTIDO DA REPÚBLICA-PR MINAS GERIAS ESTADO: MINAS GERAIS PERÍODO DE REALIZAÇÃO DOS TRABALHOS: 12 A 19 DE SETEMBRO

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 68 Discurso na cerimónia de lançamento

Leia mais

PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR 2013 DIREITO

PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR 2013 DIREITO Questão 0 A tese do caixa dois: HISTÓRIA (Imagem disponível em>http://amarildocharge.wordpress.com/0//0/a-tese-do-caixa-dois/ < acesso em: 0 out. 0) MARGINAIS DO PODER A 0º secção do julgamento do mensalão

Leia mais

SÉCULO XIX NOVOS ARES NOVAS IDEIAS Aula: 43 e 44 Pág. 8 PROFª: CLEIDIVAINE 8º ANO

SÉCULO XIX NOVOS ARES NOVAS IDEIAS Aula: 43 e 44 Pág. 8 PROFª: CLEIDIVAINE 8º ANO SÉCULO XIX NOVOS ARES NOVAS IDEIAS Aula: 43 e 44 Pág. 8 PROFª: CLEIDIVAINE 8º ANO 1 - INTRODUÇÃO Séc. XIX consolidação da burguesia: ascensão do proletariado urbano (classe operária) avanço do liberalismo.

Leia mais

Objetivos: - IDENTIFICAR as principais etapas dos processos de unificação da Itália e da Alemanha.

Objetivos: - IDENTIFICAR as principais etapas dos processos de unificação da Itália e da Alemanha. Objetivos: - IDENTIFICAR as principais etapas dos processos de unificação da Itália e da Alemanha. - RELACIONAR as unificações da Itália e da Alemanha aos interesses da burguesia na expansão do capitalismo.

Leia mais

Getúlio Vargas e a Era Vargas

Getúlio Vargas e a Era Vargas Getúlio Vargas e a Era Vargas http://www.suapesquisa.com/vargas/ AGOSTO RUBEM FONSECA Getúlio Vargas e a Era Vargas: ASPECTOS A RESSALTAR Vida de Getúlio Vargas; Revolução

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca r f Considerei particularmente oportuno

Leia mais

S I N O P S E S I N D I C A L S E T E M B R O D E 2 0 0 6

S I N O P S E S I N D I C A L S E T E M B R O D E 2 0 0 6 S I N O P S E S I N D I C A L S E T E M B R O D E 2 0 0 6 ALIMENTAÇÃO. Com data-base em 1º de setembro, o Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Alimentação (Setor de Derivados de Milho e Soja), representando

Leia mais

Assista à cobertura do 2º dia de greve.

Assista à cobertura do 2º dia de greve. 1 de 5 12/01/2015 09:31 ISTOÉ - Independente Imprimir Brasil Edição: 2354 09.Jan.15-20:00 Atualizado em 12.Jan.15-09:31 Linha de frente Por trás da greve na Volkswagen esconde-se a primeira batalha entre

Leia mais

Unidade II Poder, Estudo e Instituições Aula 10

Unidade II Poder, Estudo e Instituições Aula 10 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Unidade II Poder, Estudo e Instituições Aula 10 2 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Conteúdo O Consulado: Economia, Educação

Leia mais

Período Populista (1945/64)

Período Populista (1945/64) Período Populista (1945/64) INTRODUÇÃO Período de Democracia, sem censura e eleições direta (o( o povo vota) para presidente. O mundo encontrava-se no Período de Guerra Fria : Capitalistas (EUA) X Socialistas

Leia mais

Boletim Econômico Edição nº 42 setembro de 2014 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico

Boletim Econômico Edição nº 42 setembro de 2014 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico Boletim Econômico Edição nº 42 setembro de 2014 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico Eleição presidencial e o pensamento econômico no Brasil 1 I - As correntes do pensamento econômico

Leia mais

REVOLUÇÃO FRANCESA 1789-1799

REVOLUÇÃO FRANCESA 1789-1799 REVOLUÇÃO FRANCESA 1789-1799 À procura de solução para a crise: 1787 Luís XVI convocação dos conselheiros para criação de novos impostos Acabar com a isenção fiscal do Primeiro e Segundo Estados CONSEQUÊNCIA

Leia mais

MACROECONOMIA DA ESTAGNAÇÃO

MACROECONOMIA DA ESTAGNAÇÃO MACROECONOMIA DA ESTAGNAÇÃO Fernando Ferrari Filho Resenha do livro Macroeconomia da Estagnação: crítica da ortodoxia convencional no Brasil pós- 1994, de Luiz Carlos Bresser Pereira, Editora 34, São Paulo,

Leia mais

AULA 22.1 Conteúdos: Governo Geisel e a economia Governo Geisel e a política Governo João Figueiredo: anistia e novos partidos (diretas já)

AULA 22.1 Conteúdos: Governo Geisel e a economia Governo Geisel e a política Governo João Figueiredo: anistia e novos partidos (diretas já) CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA AULA 22.1 Conteúdos: Governo Geisel e a economia Governo Geisel e a política Governo João Figueiredo: anistia e novos partidos (diretas já) 2

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 11 Pronunciamento sobre a questão

Leia mais

presidente Brasil Por Nízea Coelho

presidente Brasil Por Nízea Coelho a PRIMEIRA presidente do Brasil Por Nízea Coelho 1 Lula é um fenômeno no mundo Historiador, mestre e futuro doutor. Este é Leandro Pereira Gonçalves, professor de História do Centro de Ensino Superior

Leia mais

Mensagem do senhor presidente da República para a 3ª Fispal Latino e ao 28º Congresso Hemisférico das Câmaras do Comércio e Indústrias Latinas:

Mensagem do senhor presidente da República para a 3ª Fispal Latino e ao 28º Congresso Hemisférico das Câmaras do Comércio e Indústrias Latinas: Íntegras da mensagem do Presidente Lula e do discurso da ministra Marta Suplicy no encerramento do XXVIII Congresso Hemisférico de Câmaras de Comércio e Indústrias Latinas Miami 02/06/2007. Antes de tudo,

Leia mais

Material de Estudo para Recuperação 6 ano Historia do dinheiro no Brasil escambo 2.1- Outras formas de dinheiro cheque cartão de crédito

Material de Estudo para Recuperação 6 ano Historia do dinheiro no Brasil escambo 2.1- Outras formas de dinheiro cheque cartão de crédito Material de Estudo para Recuperação 6 ano Historia do dinheiro no Brasil Já imaginou como seria a vida sem usar o dinheiro? Estranho, não? Pois há muitos e muitos séculos atrás ele não existia, mas, como

Leia mais

O candidato deverá demonstrar uma visão globalizante do processo transformacional

O candidato deverá demonstrar uma visão globalizante do processo transformacional CIÊNCIAS HUMANAS (HISTÓRIA/ATUALIDADES/GEOGRAFIA) O candidato deverá demonstrar uma visão globalizante do processo transformacional das sociedades através dos tempos, observando os fatores econômico, histórico,

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 29 Discurso na cerimónia de premiação

Leia mais

9. o ANO FUNDAMENTAL PROF. ª ANDREZA XAVIER PROF. WALACE VINENTE

9. o ANO FUNDAMENTAL PROF. ª ANDREZA XAVIER PROF. WALACE VINENTE 9. o ANO FUNDAMENTAL PROF. ª ANDREZA XAVIER PROF. WALACE VINENTE CONTEÚDOS E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Unidade I Tempo, espaço, fontes históricas e representações cartográficas. 2

Leia mais

A Deputada GORETE PEREIRA (PR-CE) pronuncia. discurso sobre o Dia Internacional da Mulher: Senhoras e Senhores Deputados,

A Deputada GORETE PEREIRA (PR-CE) pronuncia. discurso sobre o Dia Internacional da Mulher: Senhoras e Senhores Deputados, A Deputada GORETE PEREIRA (PR-CE) pronuncia discurso sobre o Dia Internacional da Mulher: Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Deputados, Queremos, mais uma vez, unirmos às manifestações pelo transcurso

Leia mais

O governo mineiro deixou de promover concursos públicos e optou por assumir a terceirização Estrito controle dos meios de comunicação

O governo mineiro deixou de promover concursos públicos e optou por assumir a terceirização Estrito controle dos meios de comunicação Cerca de 500 professores desistem de dar aulas no setor público por mês O professor mineiro tem apenas o 19º melhor salário entre as 27 unidades da Federação Investimentos na educação se concentram em

Leia mais

A redemocratização do Brasil: de 1985 aos dias de hoje

A redemocratização do Brasil: de 1985 aos dias de hoje A redemocratização do Brasil: de 1985 aos dias de hoje A fase da redemocratização teve como característica o resgate da democracia e de seu pleno funcionamento e da cidadania para os brasileiros. Presidentes

Leia mais

HISTÓRICO DE REFORMAS A QUE SE REFERE A EXPRESSÃO

HISTÓRICO DE REFORMAS A QUE SE REFERE A EXPRESSÃO HISTÓRICO DE REFORMAS A QUE SE REFERE A EXPRESSÃO REFORMA POLÍTICA NAS DISCUSSÕES EM CURSO NO CONGRESSO NACIONAL MÁRCIO NUNO RABAT Consultor Legislativo da Área XIX Ciência Política, Sociologia Política,

Leia mais

CURSO História. Só abra este caderno quando o fiscal autorizar. Leia atentamente as instruções abaixo.

CURSO História. Só abra este caderno quando o fiscal autorizar. Leia atentamente as instruções abaixo. PROCESSO SELETIVO 2004/1 HISTÓRIA CURSO História Só abra este caderno quando o fiscal autorizar. Leia atentamente as instruções abaixo. 1. 2. 3. 4. Este caderno de prova contém dez questões, que deverão

Leia mais

O marketing aplicado aos mandatos : A importância da leitura de cenário para o planejamento.

O marketing aplicado aos mandatos : A importância da leitura de cenário para o planejamento. 2º Seminário Nacional de REDES SOCIAIS e E-GOV para Administração Pública O marketing aplicado aos mandatos : A importância da leitura de cenário para o planejamento. Daniel Machado Especialista em Marketing

Leia mais

Entrevista exclusiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, ao SBT

Entrevista exclusiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, ao SBT Entrevista exclusiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, ao SBT Brasília-DF, 30 de outubro de 2006 Jornalista Ana Paula Padrão: Então vamos às perguntas, agora ao vivo, com

Leia mais

O FGTS TRAZ BENEFÍCIOS PARA O TRABALHADOR?

O FGTS TRAZ BENEFÍCIOS PARA O TRABALHADOR? O FGTS TRAZ BENEFÍCIOS PARA O TRABALHADOR? FERNANDO B. MENEGUIN 1 O FGTS - Fundo de Garantia do Tempo de Serviço, regido pela Lei nº 8.036, de 11/05/90, foi instituído, em 1966, em substituição à estabilidade

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO é a segunda profissão mais bem paga do país, segundo a FGV

ADMINISTRAÇÃO é a segunda profissão mais bem paga do país, segundo a FGV Page 4 of 13 Mesmo que a difamação parta de um ex-colega de setor, ele fala em nome da empresa, que responde pelos atos de seus funcionários. Segredos Ex-empregados que revelam segredos industriais da

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA NACIONAL O ELEITOR E A REFORMA POLÍTICA

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA NACIONAL O ELEITOR E A REFORMA POLÍTICA PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA NACIONAL O ELEITOR E A REFORMA POLÍTICA JUNHO DE 2007 Dados Técnicos Pesquisa Pesquisa de opinião pública nacional Universo Eleitores e potenciais eleitores brasileiros que

Leia mais

FENEIS FEDERAÇÃO NACIONAL DE EDUCAÇÃO E INTEGRAÇÃO DOS SURDOS

FENEIS FEDERAÇÃO NACIONAL DE EDUCAÇÃO E INTEGRAÇÃO DOS SURDOS FENEIS FEDERAÇÃO NACIONAL DE EDUCAÇÃO E INTEGRAÇÃO DOS SURDOS Dia dos Surdos 2009 Apresentação No dia 26 de setembro, a Comunidade Surda Brasileira comemora o Dia Nacional do Surdo, data em que são relembradas

Leia mais

Nesta aula trataremos do período contemporâneo da república brasileira: dos governos militares, iniciado em 1964 aos dias atuais.

Nesta aula trataremos do período contemporâneo da república brasileira: dos governos militares, iniciado em 1964 aos dias atuais. Aula 24 Da República Militar à Nova República. Nesta aula trataremos do período contemporâneo da república brasileira: dos governos militares, iniciado em 1964 aos dias atuais. A República Militar (1964/1985).

Leia mais

CIÊNCIAS HUMANAS E SUAS TECNOLOGIAS Próximo HISTÓRIA O BRASIL, O MUNDO E A PAZ NUCLEAR. Caderno 10» Capítulo 4. www.sejaetico.com.

CIÊNCIAS HUMANAS E SUAS TECNOLOGIAS Próximo HISTÓRIA O BRASIL, O MUNDO E A PAZ NUCLEAR. Caderno 10» Capítulo 4. www.sejaetico.com. CIÊNCIAS HUMANAS E SUAS TECNOLOGIAS HISTÓRIA O BRASIL, O MUNDO E A PAZ NUCLEAR Caderno 10» Capítulo 4 www.sejaetico.com.br CIÊNCIAS HUMANAS E SUAS TECNOLOGIAS A experiência democrática no Brasil (1945-1964)

Leia mais

CANDIDATOS AO GOVERNO DO RIO GRANDE DO SUL

CANDIDATOS AO GOVERNO DO RIO GRANDE DO SUL CANDIDATOS AO GOVERNO DO RIO GRANDE DO SUL CARLOS SCHNEIDER (PMN) Vice: Maximiliano Andrade (PMN) Nome: Carlos Otavio Schneider Partido: Partido da Mobilização Nacional Tempo de horário eleitoral (estimado):

Leia mais

Lutar pelo êxito do governo Dilma e reforçar o papel do PCdoB

Lutar pelo êxito do governo Dilma e reforçar o papel do PCdoB Resolução da 5ª reunião do CC - eleito no 12º Congresso Lutar pelo êxito do governo Dilma e reforçar o papel do PCdoB A maioria da nação enalteceu a eleição de Dilma Rousseff para a presidência da República

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 21 Discurso na cerimónia de instalação

Leia mais

A GUERRA DE SECESSÃO UM OLHAR SOBRE A ESCRAVIDÃO

A GUERRA DE SECESSÃO UM OLHAR SOBRE A ESCRAVIDÃO A GUERRA DE SECESSÃO UM OLHAR SOBRE A ESCRAVIDÃO HISTÓRICO O O sul, de clima seco e quente permaneceu no séc. XIX atrasado com uma economia agroexportadora de algodão e de tabaco, baseada no latifúndio

Leia mais

Exercícios de Aprofundamento Hist. Brasil (1964-1995)

Exercícios de Aprofundamento Hist. Brasil (1964-1995) 1. (Fuvest 2014) Após o Tratado de Tordesilhas (1494), por meio do qual Portugal e Espanha dividiram as terras emersas com uma linha imaginária, verifica-se um descobrimento gradual do atual território

Leia mais

Governabilidade, Participação Política e Sistemas Eleitorais

Governabilidade, Participação Política e Sistemas Eleitorais Seminário Internacional sobre Governabilidade Democrática e Igualdade de Gênero CEPAL - Santiago do Chile 1-2 de dezembro de 2004 Governabilidade, Participação Política e Sistemas Eleitorais Gostaria inicialmente

Leia mais

CHINA e TIGRES ASIÁTICOS

CHINA e TIGRES ASIÁTICOS CHINA e TIGRES ASIÁTICOS Os Tigres Asiáticos Hong kong Os Novos Tigres Asiáticos FAZEM PARTE DOS TIGRES ASIÁTICOS 1º GERAÇÃO ( DÉCADA DE 1970) CINGAPURA, CORÉIA DO SUL, HONG KONG, MALÁSIA E FORMOSA (TAIWAN)

Leia mais

O GOVERNO. Art.º 182º da Constituição da República Portuguesa

O GOVERNO. Art.º 182º da Constituição da República Portuguesa O GOVERNO Art.º 182º da Constituição da República Portuguesa «O Governo é o órgão de condução da política geral do país e o órgão superior da Administração Pública.» 1 Pela própria ideia que se retira

Leia mais

1 O Problema 1.1. Introdução

1 O Problema 1.1. Introdução 1 O Problema 1.1. Introdução O mercado automobilístico nacional passou por intensas mudanças na década de 90. Desde a declaração do Presidente da República que em 1990 afirmou serem carroças os veículos

Leia mais

INSTITUTO DOM FERNANDO GOMES

INSTITUTO DOM FERNANDO GOMES INSTITUTO DOM FERNANDO GOMES Formar para a vida ALUNO (A): PROFESSORA: DANIELLE CAVALCANTE SÉRIE: TURMA: DATA: / / 2013 REVISÃO DE HISTÓRIA: NOVA REPÚBLICA 01. (FAAP adapt.) Em Agosto de 1990, Saddam Hussein

Leia mais

ENEM CADERNO 4 BRASIL CAP3

ENEM CADERNO 4 BRASIL CAP3 EXERCÍCIOS DE SALA Competência de área 3 Compreender a produção e o papel histórico das instituições sociais, políticas e econômicas, associando-as aos diferentes grupos, conflitos e movimentos sociais.

Leia mais

REGULAMENTO DO CONSELHO CIENTÍFICO DO INSTITUTO DE INVESTIGAÇÃO CIENTIFICA TROPICAL. Artigo 1. Composição

REGULAMENTO DO CONSELHO CIENTÍFICO DO INSTITUTO DE INVESTIGAÇÃO CIENTIFICA TROPICAL. Artigo 1. Composição REGULAMENTO DO CONSELHO CIENTÍFICO DO INSTITUTO DE INVESTIGAÇÃO CIENTIFICA TROPICAL Artigo 1. Composição A composição do conselho científico do Instituto de Investigação Científica Tropical, I.P., abreviadamente

Leia mais

Conteúdo: Aula 1: As paisagens do mundo. O que é paisagem? A paisagem e as marcas do tempo. Aula 2: A paisagem e as desigualdades sociais.

Conteúdo: Aula 1: As paisagens do mundo. O que é paisagem? A paisagem e as marcas do tempo. Aula 2: A paisagem e as desigualdades sociais. Conteúdo: Aula 1: As paisagens do mundo. O que é paisagem? A paisagem e as marcas do tempo. Aula 2: A paisagem e as desigualdades sociais. 2 Habilidades: Aula 1: Entender que as características peculiares

Leia mais

Traços das políticas neoliberais no Brasil durante a era FHC (1995 2002)

Traços das políticas neoliberais no Brasil durante a era FHC (1995 2002) Traços das políticas neoliberais no Brasil durante a era FHC (1995 2002) Luciano Farias Mega (Mestrado em Política Social UCPel); lfmega@yahoo.com.br; Av. J. K. de Oliveira, 2200, Bl. 36A, Apto.:203, CEP

Leia mais

PROGRAMA DE AÇÃO ECONÔMICA DO GOVERNO (PAEG): DO MILAGRE ECONÔMICO AO FIM DO SONHO 1

PROGRAMA DE AÇÃO ECONÔMICA DO GOVERNO (PAEG): DO MILAGRE ECONÔMICO AO FIM DO SONHO 1 PROGRAMA DE AÇÃO ECONÔMICA DO GOVERNO (PAEG): DO MILAGRE ECONÔMICO AO FIM DO SONHO 1 Introdução Márcio Kerecki Miguel dos Santos 2 O Brasil novo que se inicia depois da crise de 1929 e da tomada do poder

Leia mais

Televisão brasileira: o início da problemática 1

Televisão brasileira: o início da problemática 1 Televisão brasileira: o início da problemática 1 AUTOR: QUINTANA JÚNIOR, José CURSO: Comunicação Social Jornalismo/Unifra, Santa Maria, RS OBRA: CAPARELLI, Sérgio. Televisão e capitalismo no Brasil: com

Leia mais

QUESTIONÁRIO DO PROFESSOR. 01. Você já acessou a página www.educacaoanguera.ba.gov.br? O que achou? Tem sugestões a apresentar?.........

QUESTIONÁRIO DO PROFESSOR. 01. Você já acessou a página www.educacaoanguera.ba.gov.br? O que achou? Tem sugestões a apresentar?......... ESCOLA: PROFESOR (A): TURNO: ( )M ( )V TURMA: ( )SERIADA ( )MULTISERIADA QUESTIONÁRIO DO PROFESSOR TECNOLOGIA 01. Você já acessou a página www.educacaoanguera.ba.gov.br? O que achou? Tem sugestões a apresentar?

Leia mais

O que fazer para reformar o Senado?

O que fazer para reformar o Senado? O que fazer para reformar o Senado? Cristovam Buarque As m e d i d a s para enfrentar a crise do momento não serão suficientes sem mudanças na estrutura do Senado. Pelo menos 26 medidas seriam necessárias

Leia mais

PUBLIC BROADCASTERS INTERNATIONAL CONFERENCE

PUBLIC BROADCASTERS INTERNATIONAL CONFERENCE PUBLIC BROADCASTERS INTERNATIONAL CONFERENCE Sintra, Portugal October 28th, 2010 PUBLIC SERVICES IN EMERGING COUNTRIES Brasil and Latin America EBC: sociedade anônima; Estado brasileiro como único acionista.

Leia mais

Partidos Políticos do Brasil

Partidos Políticos do Brasil Partidos Políticos do Brasil Fonte: http://www.suapesquisa.com/partidos/ INTRODUÇÃO 04.06.2012 Atualmente, a legislação eleitoral brasileira e a Constituição, promulgada em 1988, permitem a existência

Leia mais

A DEMOCRACIA BRASILEIRA. Prof. Maurício Ghedin Corrêa

A DEMOCRACIA BRASILEIRA. Prof. Maurício Ghedin Corrêa A DEMOCRACIA BRASILEIRA Prof. Maurício Ghedin Corrêa A DEMOCRACIA BRASILEIRA Com o fim da Guerra fria, nos anos 1980, os EUA retiraram seu apoio as ditaduras latinoamericanas. A partir de 1982, as eleições

Leia mais

Revoluções Liberais do Século XIX

Revoluções Liberais do Século XIX Revoluções Liberais do Século XIX Revoluções Liberais do Século XIX Após a queda de Napoleão, os países absolutistas buscaram retomar o Antigo Regime com o Congresso de Viena. As diretrizes básicas do

Leia mais

Gostaria de ressaltar o papel da mulher como figura estabilizadora da família e, em decorrência, da própria vida social.

Gostaria de ressaltar o papel da mulher como figura estabilizadora da família e, em decorrência, da própria vida social. O deputado Ivo José (PT-MG) profere o seguinte discurso: Senhor Presidente, nobres colegas deputados, demais presentes, ouvintes e telespectadores da Rádio Câmara e da TV Câmara, nesta data especial, em

Leia mais

José Fernandes de Lima Membro da Câmara de Educação Básica do CNE

José Fernandes de Lima Membro da Câmara de Educação Básica do CNE José Fernandes de Lima Membro da Câmara de Educação Básica do CNE Cabe a denominação de novas diretrizes? Qual o significado das DCNGEB nunca terem sido escritas? Educação como direito Fazer com que as

Leia mais

AVALIAÇÃO DO GOVERNO DESEMPENHO PESSOAL DA PRESIDENTE

AVALIAÇÃO DO GOVERNO DESEMPENHO PESSOAL DA PRESIDENTE Resultados da 128ª Pesquisa CNT/MDA Brasília, 21/07/2015 A 128ª Pesquisa CNT/MDA, realizada de 12 a 16 de julho de 2015 e divulgada pela Confederação Nacional do Transporte (CNT), mostra a avaliação dos

Leia mais

Quase 10% dos brasileiros têm mais de 70 anos. Segundo o IBGE, em 40 anos o número de idosos deverá superar o de jovens

Quase 10% dos brasileiros têm mais de 70 anos. Segundo o IBGE, em 40 anos o número de idosos deverá superar o de jovens Um país de idosos Quase 10% dos brasileiros têm mais de 70 anos. Segundo o IBGE, em 40 anos o número de idosos deverá superar o de jovens A expectativa de vida do brasileiro aumentou mais de 20 anos em

Leia mais

Senhor Ministro da Defesa Nacional, Professor Azeredo Lopes, Senhora Vice-Presidente da Assembleia da República, Dra.

Senhor Ministro da Defesa Nacional, Professor Azeredo Lopes, Senhora Vice-Presidente da Assembleia da República, Dra. Senhor Representante de Sua Excelência o Presidente da República, General Rocha Viera, Senhor Ministro da Defesa Nacional, Professor Azeredo Lopes, Senhora Vice-Presidente da Assembleia da República, Dra.

Leia mais

Ciências Humanas. História e Geografia Professor: Renato Pellizzari e Claudio Hansen 08/10/2014. Material de apoio para Aula ao Vivo

Ciências Humanas. História e Geografia Professor: Renato Pellizzari e Claudio Hansen 08/10/2014. Material de apoio para Aula ao Vivo Ciências Humanas Material de apoio para Aula ao Vivo 1. A charge expressa enfaticamente uma característica do processo histórico de urbanização da sociedade brasileira. A crítica contida na charge refere-se

Leia mais

1º - Foi um movimento liderado pela BURGUESIA contra o regime absolutista. 2º - Abriu espaço para o avanço do CAPITALISMO.

1º - Foi um movimento liderado pela BURGUESIA contra o regime absolutista. 2º - Abriu espaço para o avanço do CAPITALISMO. APRESENTAÇÃO Aula 08 3B REVOLUÇÃO FRANCESA Prof. Alexandre Cardoso REVOLUÇÃO FRANCESA Marco inicial da Idade Contemporânea ( de 1789 até os dias atuais) 1º - Foi um movimento liderado pela BURGUESIA contra

Leia mais

I Seminário Comunicação Pública

I Seminário Comunicação Pública I Seminário Comunicação Pública Câmara de Vereadores Belo Horizonte Davi Emerich Diretor da Secretaria de Comunicação do Senado Federal A comunicação público-institucional, como entendemos, é recente no

Leia mais

EIXO TEMÁTICO: Dos primeiros humanos ao legado cultural do helenismo. Indicadores/ Descritores

EIXO TEMÁTICO: Dos primeiros humanos ao legado cultural do helenismo. Indicadores/ Descritores P L A N O D E E N S I N O A N O D E 2 0 1 3 ÁREA / DISCIPLINA: Ciências Humanas e suas tecnologias / História Professor(a): Joubert Cordeiro Lisboa SÉRIE: Nº DE HORAS/AULA SEMANAIS: TOTAL DE HORAS/AULA/ANO

Leia mais

REVOLUÇÃO FRANCESA. Por: Rodrigo A. Gaspar

REVOLUÇÃO FRANCESA. Por: Rodrigo A. Gaspar REVOLUÇÃO FRANCESA Por: Rodrigo A. Gaspar REVOLUÇÃO FRANCESA Influência dos valores iluministas Superação do Absolutismo monárquico e da sociedade estratificada Serviu de inspiração para outras revoluções,

Leia mais

R. Gen. Aristides Athayde Junior, 350. 80730-370. Bigorrilho. Curitiba. Paraná Telefone: 41 3053-3219. www.ibpt.com.br

R. Gen. Aristides Athayde Junior, 350. 80730-370. Bigorrilho. Curitiba. Paraná Telefone: 41 3053-3219. www.ibpt.com.br EVOLUÇÃO DA CARGA TRIBUTÁRIA BRASILEIRA E PREVISÃO PARA 2013 Com base na arrecadação até novembro de 2013 e com a divulgação do PIB do 3º. trimestre deste ano, o IBPT fez a sua previsão para a carga tributária

Leia mais

EUROPA NO SÉCULO XIX. http://historiaonline.com.br

EUROPA NO SÉCULO XIX. http://historiaonline.com.br EUROPA NO SÉCULO XIX A INGLATERRA NO SÉCULO XIX: Era Vitoriana (1837-1901): Hegemonia marítima inglesa. Fortalecimento do poder político da burguesia. Expansão da economia industrial 2ª Revolução Industrial.

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 27 DE JUNHO PALÁCIO DO PLANALTO BRASÍLIA

Leia mais

III Reunión, Lima, octubre 2010 A AUTOREFORMA SINDICAL E A HISTÓRIA DOS BANCÁRIOS DA CUT BRASIL. William Mendes,

III Reunión, Lima, octubre 2010 A AUTOREFORMA SINDICAL E A HISTÓRIA DOS BANCÁRIOS DA CUT BRASIL. William Mendes, III Reunión, Lima, octubre 2010 A AUTOREFORMA SINDICAL E A HISTÓRIA DOS BANCÁRIOS DA CUT BRASIL William Mendes, Secretário de Formação da CONTRAFCUT-CUT 1. INTRODUÇÃO No final dos anos setenta e início

Leia mais