RECICLAGEM DE CHAPAS RADIOGRÁFICAS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "RECICLAGEM DE CHAPAS RADIOGRÁFICAS"

Transcrição

1 INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CAMPUS SÃO MATEUS AMANDA SALOMÃO, 2º MIV ANDRESSA BACELLAR, 2º MIV RONILSON SERAPHIM, 2º MIV RECICLAGEM DE CHAPAS RADIOGRÁFICAS ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS HUMANAS ORIENTADORA: ADRIANA PIN SÃO MATEUS-ES 2011

2 1 INTRODUÇÃO As chapas de radiografias podem ser descartadas no lixo comum, podendo contaminar solos e rios, já que são compostas de acetato, plástico que leva mais de cem anos para se decompor; e prata, um metal pesado. A prata é que produz a imagem da radiografia, ficando espalhada numa fina camada sobre a película. As chapas são recolhidas em hospitais e clínicas, e em uma empresa de reciclagem são separadas por tamanho e lavadas com soda cáustica. Da água, sai uma massa de sujeira. Nela se encontra a prata. Para separar a prata da água com impurezas, é preciso derreter o material com alguns elementos fundentes. Depois de retirar o metal das chapas, sobra o plástico, onde, na fábrica, é cortado, dobrado e montado, virando embalagens que podem ser usadas, por exemplo, por pequenas indústrias de lembrancinhas e enfeites. Geralmente em grandes centros, há uma parceria entre hospitais e empresas, em que aqueles recebem parte do lucro obtido com a venda da prata para joalherias e não têm que pagar pelo tratamento dos resíduos que é obrigatório pela legislação ambiental. Toda água utilizada na limpeza das chapas tem que ser tratada antes de parar na rede de esgotos ou reutilizada nos tanques de limpeza. Palavras chave: reciclagem, chapas radiográficas.

3 2 OBJETIVOS OBJETIVO GERAL O trabalho tem como objetivo mostrar como acontece o processo de reciclagem de chapas de raio- e seus benefícios. OBJETIVOS ESPECÍFICOS 1. Reaproveitar chapas de raios- recolhidas em hospitais e clínicas, através da reciclagem das mesmas. 2. Transformar os plásticos que sobram das chapas de raios-, após a retirada do metal, em embalagens/caixas para presentes. 3. Extrair a prata utilizada na reprodução da radiografia, a qual fica impregnada no plástico das chapas de raios-, descartando-a adequadamente.

4 3 CRONOGRAMA Período de execução do Projeto Etapas Produção do Pré-Projeto para submissão à Comissão Organizadora da Semana C&T /jul 02/ago 16/ago 30/ago 13/set 27/set 11/out 25/out 08/nov 01/dez a a a a a a a a a a 01/ago 15/ago 29/ago 12/set 26/set 10/out 24/out 07/nov 15/nov 02/dez Levantamento de materiais necessários para execução do Projeto. Levantamento de viabilidade financeira para execução do Projeto. Pesquisa bibliográfica. Submissão do Pré-Projeto à Comissão Organizadora da Semana C&T Compra dos materiais necessários para execução do Projeto. Desenvolvimento do Projeto. Validação do Projeto. Apresentação do Projeto na Semana C&T 2011.

5 4 PLANILHA DE CUSTOS Planilha orçamentária para execução do projeto: Especificação Quantidade Tipo Valor unitário Valor total Caixa de Plástico 3 Peneira de Plástico 1 Retangular Aprox. 7 cm x 21 cm (b x h) Unidade Aprox. 20 cm de diâmetro R$ 0,50 R$ 1,50 R$ 5,00 R$ 5,00 Soda Cáustica Pacote 2 500g R$ 6,00 R$ 12,00 Luva de Látex (EPI) 3 Unidade R$ 5,00 R$ 15,00 Bacia de Plástico 2 Unidade Aprox. 30 litros R$ 10,00 R$ 20,00 Óculos de Proteção (EPI) 3 Unidade - - Chapas Radiográficas TOTAL R$ 53,50

6 5 VIABILIDADE FINANCEIRA As fontes de recursos serão provenientes dos próprios participantes do grupo, exceto um Monitor e um Notebook, que conforme a verificação da disponibilidade desses equipamentos pelo orientador, será emprestado pela instituição. Optamos em utilizar o Monitor e o Notebook para exibir um vídeo do processo de reciclagem da chapa radiográfica, pois este é um processo complexo, não podendo ser feito por nós, alunos, devido à utilização de equipamentos de difícil acesso.

7 6 REFERÊNCIAS Reciclagem de radiografias vira joias e embalagens. Pequenas Empresas e Grandes Negócios, 07 nov Disponível em: <http://pegntv.globo.com/jornalismo/pegn/0,,mul ,00- RECICLAGEM+DE+RADIOGRAFIAS+VIRA+JOIAS+E+EMBALAGENS.html>. Acesso em: 22 de julho de São Camilo Santana recicla chapa de raio-. SaúdeWEB, Saúde Business Web, 04 mar Disponível em: <http://saudeweb.com.br/17546/sao-camilo-santana-reciclachapa-de-raio-x/>. Acesso em: 25 de julho de Recuperação de prata a partir de radiografias. Recicloteca. Disponível em: <http://www.recicloteca.org.br/default.asp?editoria=3&subeditoria=11>. Acesso em: 11 de agosto de 2011.

Reciclagem de Radiografias. Antônia Ariadne V. de Souza Técnica em Radiologia

Reciclagem de Radiografias. Antônia Ariadne V. de Souza Técnica em Radiologia Reciclagem de Radiografias Antônia Ariadne V. de Souza Técnica em Radiologia Quem já se perguntou que fim leva as radiografias 2 Raio X contém metal pesado e não deve ser descartado no lixo comum 3 4 O

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CAMPUS SÃO MATEUS LUCAS BONELÁ DOS SANTOS, 1ºMIM SIDARTA ALVEZ PRUDENTE VILAR, 1ºMIM VALÉRIA DA SILVA, 1ºMIM

INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CAMPUS SÃO MATEUS LUCAS BONELÁ DOS SANTOS, 1ºMIM SIDARTA ALVEZ PRUDENTE VILAR, 1ºMIM VALÉRIA DA SILVA, 1ºMIM INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CAMPUS SÃO MATEUS LUCAS BONELÁ DOS SANTOS, 1ºMIM SIDARTA ALVEZ PRUDENTE VILAR, 1ºMIM VALÉRIA DA SILVA, 1ºMIM LIO É COMBUSTÍVEL ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS EATAS E

Leia mais

UTILIZAÇÃO DE SISTEMA DE APROVEITAMENTO DE ÁGUA PLUVIAL COM MATERIAIS RECICLÁVEIS

UTILIZAÇÃO DE SISTEMA DE APROVEITAMENTO DE ÁGUA PLUVIAL COM MATERIAIS RECICLÁVEIS INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CAMPUS SÃO MATEUS JADSMILA FERREIRA ROCHA, 3º MIM MARIANA SILVA RODRIGUES BEZERRA, 3º MIM ROBERTA RIOS SOARES, 3º MIM UTILIZAÇÃO DE SISTEMA DE APROVEITAMENTO DE ÁGUA

Leia mais

ESCOLA SENAI CELSO CHARURI CFP 5.12 PROGRAMA DE CONTROLE DA COLETA SELETIVA E DESTINO DOS MATERIAIS DESCARTADOS

ESCOLA SENAI CELSO CHARURI CFP 5.12 PROGRAMA DE CONTROLE DA COLETA SELETIVA E DESTINO DOS MATERIAIS DESCARTADOS ESCOLA SENAI CELSO CHARURI CFP 5.12 PROGRAMA DE CONTROLE DA COLETA SELETIVA E DESTINO DOS MATERIAIS DESCARTADOS PROGRAMA Nº 04/2012 SENAI-SP. Projeto desenvolvido pelo CFP 5.12 Escola SENAI Celso Charuri.

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CAMPUS SÃO MATEUS

INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CAMPUS SÃO MATEUS INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CAMPUS SÃO MATEUS AINNE CHRISTIE PARANAGUÁ DE SOUZA, 2ºEIV CRISTINO AUGUSTO COSTA MELO, 2ºEIV JORDANA LOURENÇO SOARES, 2ºEIV TRASH HERO ÁREA DE CONHECIMENTO: ELETROTÉCNICA

Leia mais

Tratamento Químico e Reciclagem de Chapas de Raio-X

Tratamento Químico e Reciclagem de Chapas de Raio-X Tratamento Químico e Reciclagem de Chapas de Raio-X Amanda Quatrocchio LIPORINI 1 Caroline Franceschini MION 1 Maria Cecília H.T. CAVALHEIRO 1 Resumo Os setores hospitalar e de saúde são enormes produtores

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO II ETAPA LETIVA CIÊNCIAS 5. o ANO/EF - 2015

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO II ETAPA LETIVA CIÊNCIAS 5. o ANO/EF - 2015 SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA MANTENEDORA DA PUC MINAS E DO COLÉGIO SANTA MARIA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO II ETAPA LETIVA CIÊNCIAS 5. o ANO/EF - 2015 Caro (a) aluno(a), É tempo de conferir os conteúdos estudados

Leia mais

XIX Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica. SENDI 2010 22 a 26 de novembro. São Paulo - SP - Brasil

XIX Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica. SENDI 2010 22 a 26 de novembro. São Paulo - SP - Brasil XIX Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica SENDI 2010 22 a 26 de novembro São Paulo - SP - Brasil Título do Trabalho: Reciclagem de Porcelanas danificadas para confecção de placas de concreto

Leia mais

PROJETO CIDADANIA E SUSTENTABILIDADE

PROJETO CIDADANIA E SUSTENTABILIDADE PROJETO CIDADANIA E SUSTENTABILIDADE CONSELHEIRO LAFAIETE MG 2012 PROJETO CIDADANIA E SUSTENTABILIDADE JUSTIFICATIVA O Centro de Ensino Superior de Conselheiro Lafaiete tem como princípio desempenhar seu

Leia mais

Senac. Reciclagem de Raios-x 072.859.529-07 041.458.909-22 069.829.709-14 003.763.080-60 052.690.109-84

Senac. Reciclagem de Raios-x 072.859.529-07 041.458.909-22 069.829.709-14 003.763.080-60 052.690.109-84 Senac Reciclagem de Raios-x 072.859.529-07 041.458.909-22 069.829.709-14 003.763.080-60 052.690.109-84 Joinville 2013 RESUMO As radiografias possuem elementos químicos altamente agressivos à saúde e ao

Leia mais

SEPARAR PRA QUÊ? Idealizadoras. Eduarda Ramires Silveira. Evelyn Victória Cardoso Lopes. Mel Suzane Santos Marques. Voluntários

SEPARAR PRA QUÊ? Idealizadoras. Eduarda Ramires Silveira. Evelyn Victória Cardoso Lopes. Mel Suzane Santos Marques. Voluntários SEPARAR PRA QUÊ? Idealizadoras Eduarda Ramires Silveira Evelyn Victória Cardoso Lopes Mel Suzane Santos Marques Voluntários Joyce Thaís Mendes Alves Sílvia Rocha Pena Rodrigues Luíza Almeida Dias de Carvalho

Leia mais

5 o ano Ensino Fundamental Data: / / Revisão de Ciências Nome: SANEAMENTO BÁSICO. Aparência de uma cidade limpa.

5 o ano Ensino Fundamental Data: / / Revisão de Ciências Nome: SANEAMENTO BÁSICO. Aparência de uma cidade limpa. 5 o ano Ensino Fundamental Data: / / Revisão de Ciências Nome: Leia este texto. SANEAMENTO BÁSICO Aparência de uma cidade limpa. Saneamento básico é o conjunto de cuidados que se tem com a água, o esgoto

Leia mais

13-09-2010 MATERIAIS RECICLÁVEIS, PROCESSO DE RECICLAGEM

13-09-2010 MATERIAIS RECICLÁVEIS, PROCESSO DE RECICLAGEM MATERIAIS RECICLÁVEIS, PROCESSO DE RECICLAGEM 1 2 Introdução História da limpeza; Educação Ambiental; Campanhas de Sensibilização, Publicidade; Reciclagem antigamente; Materiais reutilizáveis; Processos

Leia mais

Para se implantar totalmente um processo verde precisamos de produtos químicos verdes, e que tenham sustentabilidade, temas já discutidos

Para se implantar totalmente um processo verde precisamos de produtos químicos verdes, e que tenham sustentabilidade, temas já discutidos PROCESSOS VERDES Para se implantar totalmente um processo verde precisamos de produtos químicos verdes, e que tenham sustentabilidade, temas já discutidos anteriormente, mas podemos iniciar o processo

Leia mais

OBJETIVO Mostrar a possibilidade de recuperação da prata em chapas de raio X.

OBJETIVO Mostrar a possibilidade de recuperação da prata em chapas de raio X. RECUPERAÇÃO DA PRATA A PARTIR DE RADIOGRAFIAS Thaís Vaz de Souza Luppi Orientador: Prof. Especialista Ricardo Emilio Cecatto Co-orientador: Prof. MSc. Fernando Codelo Nascimento Coordenação Geral: Prof.

Leia mais

Economia Verde e Sustentabilidade: O sabão em pó de mamão

Economia Verde e Sustentabilidade: O sabão em pó de mamão Economia Verde e Sustentabilidade: O sabão em pó de mamão Resumo A escolha do tema envolveu amplas pesquisas, a partir da quais decidimos que o objetivo do grupo seria contribuir, com este estudo, para

Leia mais

Prêmio por um País s Melhor REAPROVEITAMENTO DE ÁGUA DE PROCESSO

Prêmio por um País s Melhor REAPROVEITAMENTO DE ÁGUA DE PROCESSO Prêmio por um País s Melhor REAPROVEITAMENTO DE ÁGUA DE PROCESSO INTRODUÇÃO A Planta de Jundiaí, localizada numa região estratégica que proporciona o abastecimento da região com maior concentração de consumidores

Leia mais

DESTINO FINAL AMBIENTALMENTE CORRETO DAS EMBALAGENS VAZIAS DE AGROTÓXICOS

DESTINO FINAL AMBIENTALMENTE CORRETO DAS EMBALAGENS VAZIAS DE AGROTÓXICOS 25 a 28 de Outubro de 2011 ISBN 978-85-8084-055-1 DESTINO FINAL AMBIENTALMENTE CORRETO DAS EMBALAGENS VAZIAS DE AGROTÓXICOS Raquel Ströher 1, Ana Paula Ströher 2, João Walker Damasceno 3 RESUMO: No Brasil,

Leia mais

Gerenciamento de Resíduos

Gerenciamento de Resíduos Gerenciamento de Resíduos ANVISA RDC 306/04 - REGULAMENTO TÉCNICO PARA GERENCIAMENTO DOS RESÍDUOS DE SAÚDE veronica.schmidt@ufrgs.br O perigo do lixo hospitalar. Resíduos biológicos - culturas de microrganismos

Leia mais

MANUAL PASSO A PASSO DE APLICAÇÃO: GS-SUPER

MANUAL PASSO A PASSO DE APLICAÇÃO: GS-SUPER MANUAL PASSO A PASSO DE APLICAÇÃO: GS-SUPER 1. INTRODUÇÃO Este Manual de Aplicação do GS-Super demonstra passo a passo o procedimento correto para aplicação do material bem como os cuidados necessários

Leia mais

PAPEL: AS PRÁTICAS DE RECICLAGEM E REUTILIZAÇÃO E OS PROCESSOS ENVOLVIDOS RESUMO

PAPEL: AS PRÁTICAS DE RECICLAGEM E REUTILIZAÇÃO E OS PROCESSOS ENVOLVIDOS RESUMO PAPEL: AS PRÁTICAS DE RECICLAGEM E REUTILIZAÇÃO E OS PROCESSOS ENVOLVIDOS Priscila Toschi da Silva 1 ; Leila Cristina Konradt-Moraes 2 ; UEMS Caixa postal 351 CEP 79804-070; E-mail: priscila.toschi@hotmail.com;

Leia mais

RECICLAGEM DE ALUMÍNIO: PREPARAÇÃO DA SUCATA PARA REFUSÃO

RECICLAGEM DE ALUMÍNIO: PREPARAÇÃO DA SUCATA PARA REFUSÃO 1 FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI NADIR DIAS DE FIGUEIREDO ANDRÉ AMANTINO DIAS EUFRÁSIO HERBERT VIERA RONCON LEANDRO MAGALHÃES F. CHAGAS RECICLAGEM DE ALUMÍNIO: PREPARAÇÃO DA SUCATA PARA REFUSÃO OSASCO 2012

Leia mais

Página 1 de 6 FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS FISPQ

Página 1 de 6 FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS FISPQ Página 1 de 6 1. Identificação do produto e da empresa - Nome do produto: Ortolan Sep 791 - Nome da empresa: MC-Bauchemie Brasil Indústria e Comércio Ltda - Endereço: Rua Henry Martin, 235 Vargem Grande

Leia mais

LOGÍSTICA REVERSA COM A RECURSOS. PARTICIPAÇÃO DE COOPERATIVAS DE CATADORES: A legislação aplicada na prática

LOGÍSTICA REVERSA COM A RECURSOS. PARTICIPAÇÃO DE COOPERATIVAS DE CATADORES: A legislação aplicada na prática LOGÍSTICA REVERSA COM A RECURSOS PARTICIPAÇÃO DE COOPERATIVAS DE CATADORES: A legislação aplicada na prática REALIZAÇÃO Ana Maria Domingues Luz Ambientalista Mestra em Ciência Ambiental PROCAM/USP Presidente

Leia mais

RESÍDUOS DE FILMES RADIOLÓGICOS: VAMOS PENSAR SOBRE ISSO?

RESÍDUOS DE FILMES RADIOLÓGICOS: VAMOS PENSAR SOBRE ISSO? RESÍDUOS DE FILMES RADIOLÓGICOS: VAMOS PENSAR SOBRE ISSO? Janaina Bampi 1 Makeli Sechi 2 Cátia Viviane Gonçalves 3 Resumo: O presente artigo tem por objetivo contar uma breve história do raios-x, incluindo,

Leia mais

Gerenciamento: CONAMA, Resolução n o 5 de 05/09/1993 :

Gerenciamento: CONAMA, Resolução n o 5 de 05/09/1993 : Gerenciamento de Resíduos Sólidos. Gerenciamento: CONAMA, Resolução n o 5 de 05/09/1993 : Atividade associada ao controle da geração, Atividade associada ao controle da geração, acondicionamento, estocagem,

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE UM COLETOR DE COPOS PLÁSTICOS DESCARTÁVEIS VISANDO A MINIMIZAÇÃO DE VOLUME

DESENVOLVIMENTO DE UM COLETOR DE COPOS PLÁSTICOS DESCARTÁVEIS VISANDO A MINIMIZAÇÃO DE VOLUME DESENVOLVIMENTO DE UM COLETOR DE COPOS PLÁSTICOS DESCARTÁVEIS VISANDO A MINIMIZAÇÃO DE VOLUME Maria Zanin (1) Professora do Departamento de Engenharia de Materiais da Universidade Federal de São Carlos

Leia mais

Seminário Sustentabilidade Os Desafios do Desenvolvimento

Seminário Sustentabilidade Os Desafios do Desenvolvimento Seminário Sustentabilidade Os Desafios do Desenvolvimento Quem somos Ambev 4ª maior cervejaria no mundo 3ª marca mais consumida no mundo (Skol) Líder absoluto no segmento guaraná (Guaraná Antarctica) Maior

Leia mais

Sustentabilidade: Segregar Resíduos Sólidos na Intervenção Cardiovascular. Ivanise Gomes

Sustentabilidade: Segregar Resíduos Sólidos na Intervenção Cardiovascular. Ivanise Gomes Sustentabilidade: Segregar Resíduos Sólidos na Intervenção Cardiovascular Ivanise Gomes O que é Sustentabilidade? Prática de atividades economicamente viáveis, socialmente justas e ecologicamente corretas

Leia mais

CRISE HÍDRICA PLANO DE CONTINGÊNCIA EM SERVIÇOS DE SAÚDE

CRISE HÍDRICA PLANO DE CONTINGÊNCIA EM SERVIÇOS DE SAÚDE CRISE HÍDRICA PLANO DE CONTINGÊNCIA EM SERVIÇOS DE SAÚDE 14/03/2014 Jonas Age Saide Schwartzman Eng. Ambiental Instituições Afiliadas SPDM SPDM Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina OSS

Leia mais

VAMOS FAZER MENOS LIXO: REDUÇÃO REUTILIZAÇÃO REDUÇÃO, REUTILIZAÇÃO E RECICLAGEM

VAMOS FAZER MENOS LIXO: REDUÇÃO REUTILIZAÇÃO REDUÇÃO, REUTILIZAÇÃO E RECICLAGEM 1 VAMOS FAZER MENOS LIXO: REDUÇÃO, REUTILIZAÇÃO E RECICLAGEM POLÍTICA DOS 3 R S: consiste na aplicação dos seguintes princípios, por ordem de prioridade: REDUÇÃO da quantidade de resíduos produzidos e

Leia mais

ATIVIDADES DE CIÊNCIAS 3ª S SÉRIES A-B-C-D. 1. Veja um esquema que representa, de forma simplificada, o ciclo da água no ambiente.

ATIVIDADES DE CIÊNCIAS 3ª S SÉRIES A-B-C-D. 1. Veja um esquema que representa, de forma simplificada, o ciclo da água no ambiente. Nome: n.º 3ª Barueri, de de 2009. 2ª Postagem Disciplina: CIÊNCIAS ATIVIDADES DE CIÊNCIAS 3ª S SÉRIES A-B-C-D 1. Veja um esquema que representa, de forma simplificada, o ciclo da água no ambiente. a) Os

Leia mais

I-070 - DIAGNÓSTICO DE GERENCIAMENTO DOS RESÍDUOS SÓLIDOS DE SERVIÇO DE SAÚDE EM UM HOSPITAL PÚBLICO EM BELÉM/PA

I-070 - DIAGNÓSTICO DE GERENCIAMENTO DOS RESÍDUOS SÓLIDOS DE SERVIÇO DE SAÚDE EM UM HOSPITAL PÚBLICO EM BELÉM/PA I-070 - DIAGNÓSTICO DE GERENCIAMENTO DOS RESÍDUOS SÓLIDOS DE SERVIÇO DE SAÚDE EM UM HOSPITAL PÚBLICO EM BELÉM/PA Lana Tais da Silva Coelho (1) Estudante do curso de Engenharia Ambiental do Instituto de

Leia mais

RECICLAGEM DE GARRAFAS PET CONTRIBUINDO COM O ENSINO DE QUIMICA NA EDUCAÇÃO BÁSICA

RECICLAGEM DE GARRAFAS PET CONTRIBUINDO COM O ENSINO DE QUIMICA NA EDUCAÇÃO BÁSICA RECICLAGEM DE GARRAFAS PET CONTRIBUINDO COM O ENSINO DE QUIMICA NA EDUCAÇÃO BÁSICA Julia Caroline Ferreira Aguiar (IC) 1 Paula Bonomo Bertola (IC) 2 Lucila Akiko Nagashima (PQ) 3 Sueli Mendes Garcia (PFM)

Leia mais

COLETA SELETIVA DE RESÍDUOS RECICLÁVEIS

COLETA SELETIVA DE RESÍDUOS RECICLÁVEIS COLETA SELETIVA DE RESÍDUOS RECICLÁVEIS ALVES, Jéssica B. 1 NETO, João B. 1 SOBRAL, Jozias M. 1 SILVA, Kelvin L. S. da 1 PETITTO, Sônia 2 PERRI, Ricardo Alves 3 RESUMO A coleta seletiva é uma forma de

Leia mais

FACCAMP - FACULDADE DE CAMPO LIMPO PAULISTA CURSO DE TECNOLOGIA EM GESTÃO FINANCEIRA Campo Limpo Paulista - Maio 2013

FACCAMP - FACULDADE DE CAMPO LIMPO PAULISTA CURSO DE TECNOLOGIA EM GESTÃO FINANCEIRA Campo Limpo Paulista - Maio 2013 FACCAMP - FACULDADE DE CAMPO LIMPO PAULISTA CURSO DE TECNOLOGIA EM GESTÃO FINANCEIRA Campo Limpo Paulista - Maio 2013 DISCIPLINA - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL Integrantes: Adriano de Oliveira RA: 14759 Karina

Leia mais

ECICLA RESIL VEJA NO QUE PODE SE TRANSFORMAR O SEU EXTINTOR ABC RESIL Após a destinação dos materiais, os mesmos são processados e reutilizados na fabricação de matérias-prima, tais como: ECICLA RESIL

Leia mais

Textos de apoio. Ciências. Ensino Fundamental I

Textos de apoio. Ciências. Ensino Fundamental I Textos de apoio Ciências Ensino Fundamental I 1 Latas de aço O mercado para reciclagem No Brasil, assim como no resto do mundo, o mercado de sucata de aço é bastante sólido, pois as indústrias siderúrgicas

Leia mais

VII Recicle CEMPRE. Ricardo Rolim. Diretor de Relações Sociambientais 08/Nov/2011

VII Recicle CEMPRE. Ricardo Rolim. Diretor de Relações Sociambientais 08/Nov/2011 VII Recicle CEMPRE Ricardo Rolim Diretor de Relações Sociambientais 08/Nov/2011 Quem somos Ambev 4ª maior cervejaria no mundo 3ª marca mais consumida no mundo (Skol) Líder absoluto no segmento guaraná

Leia mais

Embarrilamento. 4º Catarina Bier Festival. Pedro Paulo Moretzsohn de Mello setembro/2012

Embarrilamento. 4º Catarina Bier Festival. Pedro Paulo Moretzsohn de Mello setembro/2012 Embarrilamento 4º Catarina Bier Festival Pedro Paulo Moretzsohn de Mello setembro/2012 Índice: Embarrilamento Fluxograma do embarrilamento Vocabulário O barril keg Inspecções no barril keg O tubo sifão

Leia mais

RECICLANDO COM ARTE. Discutir o problema ambiental trazido pelo excesso de lixo gerado em nosso planeta.

RECICLANDO COM ARTE. Discutir o problema ambiental trazido pelo excesso de lixo gerado em nosso planeta. RECICLANDO COM ARTE OBJETIVO Discutir o problema ambiental trazido pelo excesso de lixo gerado em nosso planeta. METODOLOGIA Montamos uma oficina de reutilização e reciclagem de lixo em nosso Clube de

Leia mais

É o termo geralmente utilizado para designar o reaproveitamento de materiais beneficiados como matéria-prima para um novo produto.

É o termo geralmente utilizado para designar o reaproveitamento de materiais beneficiados como matéria-prima para um novo produto. É o termo geralmente utilizado para designar o reaproveitamento de materiais beneficiados como matéria-prima para um novo produto. REDUZIR REUTILIZAR RECUPERAR RECICLAR A redução deve ser adaptada por

Leia mais

Segurança, Meio Ambiente e Saúde QHSE

Segurança, Meio Ambiente e Saúde QHSE Segurança, Meio Ambiente e Saúde QHSE Preservação e Conservação A preservação é o esforço para proteger um ecossistema e evitar que ele seja modificado. Depende também da presença e ação do homem sobre

Leia mais

Rebrilhar Catalisador Ureia-Formol

Rebrilhar Catalisador Ureia-Formol 1 IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome comercial do Produto: Nome da Empresa: Rebrilhar Resinas e Vernizes Ltda. Endereço: Rua Luiz de Moraes Rego, nº. 505 Jardim do Bosque Leme/SP Telefones: 19-35186900

Leia mais

ATIVIDADES RECUPERAÇÃO PARALELA

ATIVIDADES RECUPERAÇÃO PARALELA ATIVIDADES RECUPERAÇÃO PARALELA Nome: Nº Ano: 6º Data: 14/11/2012 Bimestre: 4 Professor: Vanildo Disciplina: Química Orientações para estudo: Esta atividade deverá ser entregue no dia da avaliação de recuperação,

Leia mais

FISPQ Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico. Rua Dr. Elton César, 121 Campinas /SP

FISPQ Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico. Rua Dr. Elton César, 121 Campinas /SP Página 1 de 5 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do Produto: Nome do Fabricante: CEVAC S Gallinarum CNN Laboratório Veterinário Ltda Rua Dr. Elton César, 121 Campinas /SP Nome do Distribuidor

Leia mais

Gestão, Arquitetura e Urbanismo

Gestão, Arquitetura e Urbanismo CONCURSO PETROBRAS ENGENHEIRO(A) CIVIL JÚNIOR ENGENHEIRO(A) JÚNIOR - ÁREA: CIVIL Gestão, Arquitetura e Urbanismo Questões Resolvidas QUESTÕES RETIRADAS DE PROVAS DA BANCA CESGRANRIO Produzido por Exatas

Leia mais

ENSINO DE QUÍMICA: VIVÊNCIA DOCENTE E ESTUDO DA RECICLAGEM COMO TEMA TRANSVERSAL

ENSINO DE QUÍMICA: VIVÊNCIA DOCENTE E ESTUDO DA RECICLAGEM COMO TEMA TRANSVERSAL ENSINO DE QUÍMICA: VIVÊNCIA DOCENTE E ESTUDO DA RECICLAGEM COMO TEMA TRANSVERSAL MENDONÇA, Ana Maria Gonçalves Duarte. Universidade Federal de Campina Grande. E-mail: Ana.duartemendonca@gmail.com RESUMO

Leia mais

Gestão Ambiental Resíduo Hospitalar. Gizelma de A. Simões Rodrigues

Gestão Ambiental Resíduo Hospitalar. Gizelma de A. Simões Rodrigues Gestão Ambiental Resíduo Hospitalar Gizelma de A. Simões Rodrigues SBS Hospital Sírio Libanês Instituição Filantrópica de saúde, ensino e pesquisa. Hospital de alta complexidade Matriz 172.000 m² 5.900

Leia mais

2. Porque queremos diminuir a Pegada Ecológica? 4. Em que consiste a sustentabilidade ambiental?

2. Porque queremos diminuir a Pegada Ecológica? 4. Em que consiste a sustentabilidade ambiental? 1. Quais são as dimensões do Desenvolvimento Sustentável? 2. Porque queremos diminuir a Pegada Ecológica? a) Económica b) Social c) Ambiental d) Todas as anteriores a) Melhorar a nossa qualidade de vida

Leia mais

Benefícios e Dificuldades na Implantação do Sistema Fechado de Infusões Endovenosas

Benefícios e Dificuldades na Implantação do Sistema Fechado de Infusões Endovenosas Benefícios e Dificuldades na Implantação do Sistema Fechado de Infusões Endovenosas Gerenciamento de Resíduos Reciclagem de PVC Colégio Brasileiro de Cirurgiões, Rio de Janeiro, 31 de outubro de 2006.

Leia mais

Prof. Paulo Medeiros

Prof. Paulo Medeiros Prof. Paulo Medeiros Em 2010 entrou em vigor no Brasil a lei dos Resíduos Sólidos. Seu objetivo principal é diminuir a destinação incorreta de resíduos ao meio ambiente. Ela define que todas as indústrias,

Leia mais

FISPQ FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUIMICOS

FISPQ FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUIMICOS DATA DE APROVAÇÃO: 31/08/2012 Página 1 de 6 1 IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto Metrofix Fabricado por: Lwart Química Endereço Rodovia Marechal Rondon, Km 303,5, Lençóis Paulista-SP

Leia mais

RELATÓRIO TÉCNICO. Hidróxido de Sódio 98,48% Carbonato de Sódio 1,50%

RELATÓRIO TÉCNICO. Hidróxido de Sódio 98,48% Carbonato de Sódio 1,50% RELATÓRIO TÉCNICO 1 - Produto: MADESODA 2 - Forma física: Sólido (Escamas) 3 - Categoria: Desincrustante alcalino - Venda Livre ao Consumidor 4 - Formulação: Componentes Concentração (p/p) Hidróxido de

Leia mais

EcoFiltro. Plano de Negócios

EcoFiltro. Plano de Negócios EcoFiltro Plano de Negócios EcoFiltro Perfil dos Executivos O Problema: Água contaminada e Lixo O Contexto no Brasil: Água e Lixo A Solução Custo e Viabilização Estratégia de Distribuição Escopo do Projeto

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE. Mônica Macedo de Jesus & Sidnei Cerqueira dos Santos RESÍDUOS & REJEITOS

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE. Mônica Macedo de Jesus & Sidnei Cerqueira dos Santos RESÍDUOS & REJEITOS UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE Mônica Macedo de Jesus & Sidnei Cerqueira dos Santos RESÍDUOS & REJEITOS Profa. Songeli Menezes Freire Salvador 2009 RESÍDUO Qualquer material,

Leia mais

PROJETO. Lixo Eletrônico

PROJETO. Lixo Eletrônico CENTRO UNIVERSITÁRIO DA FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE BARRETOS Pró-reitora de Graduação e-mail: prograd@unifeb.edu.com PROJETO Lixo Eletrônico JUNHO/2015 Nome do projeto: Lixo Eletrônico (Reciclagem, reaproveitamento

Leia mais

Prática Pedagógica: Coleta de Lixo nas Escolas

Prática Pedagógica: Coleta de Lixo nas Escolas Prática Pedagógica: Coleta de Lixo nas Escolas Introdução O objetivo desse trabalho é ajudar as Escolas e demais instituições na implantação do programa da coleta seletiva do lixo e do lixo eletrônico.

Leia mais

Logística Reversa: destinação dos resíduos de poliestireno expandido (isopor ) pós-consumo de uma indústria i catarinense

Logística Reversa: destinação dos resíduos de poliestireno expandido (isopor ) pós-consumo de uma indústria i catarinense Logística Reversa: destinação dos resíduos de poliestireno expandido 1. Introdução Objetivo da pesquisa: analisar a possibilidade de uma destinação dos resíduos de poliestireno expandido (EPS), utilizados

Leia mais

USO RACIONAL DA ÁGUA 2008

USO RACIONAL DA ÁGUA 2008 USO RACIONAL DA ÁGUA Tipos de Água: Água potável - é a que se pode beber. É fundamental para a vida humana, e é obtida através de tratamentos que eliminam qualquer impureza. Água poluída - É a água suja

Leia mais

de Segurança de Produtos Químicos

de Segurança de Produtos Químicos 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA: Nome do Produto: Impermeabilizante acrílico a base d água. Fornecedor:. Av Eng Juarez de Siqueira Britto Wanderley, 380 Jd Vale do Sol CEP: 12.238-565 São José

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUíMICOS (FISPQ)

FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUíMICOS (FISPQ) 1- IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do Aplicação: Redutor de ph Empresa: Micheloto Ind. e Com. de Prod. Químicos Ltda EPP Endereço: Est. Vic. Dr. Eduardo Dias de Castro Km 03 B Zona Rural Fernão/SP

Leia mais

Esplanada sem desperdício: preservando o meio ambiente.

Esplanada sem desperdício: preservando o meio ambiente. Implementar ações voltadas ao uso racional de recursos sustentabilidade naturais para promover a ambiental e socioeconômica na Administração Pública Federal. A Esplanada terá metas de racionalização do

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2013 SOCIEDADE PONTO VERDE. www.pontoverde.pt

RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2013 SOCIEDADE PONTO VERDE. www.pontoverde.pt RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2013 SOCIEDADE PONTO VERDE www.pontoverde.pt Entidade Atividade Licença Sociedade Ponto Verde Gestão de um Sistema Integrado de Gestão de Resíduos de Embalagens (SIGRE) Licença

Leia mais

Nome do produto: MC Injekt 2300 Top (A) Data da última revisão: 22/07/2011. - Nome da empresa: MC-Bauchemie Brasil Indústria e Comércio Ltda

Nome do produto: MC Injekt 2300 Top (A) Data da última revisão: 22/07/2011. - Nome da empresa: MC-Bauchemie Brasil Indústria e Comércio Ltda Página 1 de 5 1. Identificação do produto e da empresa - Nome do produto: MC Injekt 2300 TOP (Parte A) - Nome da empresa: MC-Bauchemie Brasil Indústria e Comércio Ltda - Endereço: Rua Henry Martin, 235

Leia mais

11º GV - Vereador Floriano Pesaro

11º GV - Vereador Floriano Pesaro PROJETO DE LEI Nº 496/2010 Dispõe sobre a destinação final ambientalmente adequada de resíduos sólidos produzidos p o r c e n t r o s c o m e r c i a i s denominados shoppings centers e similares, e dá

Leia mais

FISPQ (Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos)

FISPQ (Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos) Página 1 de 6 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do Produto: Código interno: 7500 (12 X 500 ml) Empresa: BOMBRIL S/A TELEFONE DE EMERGÊNCIA: 0800 014 8110 Aplicação: detergente para pré-lavagens.

Leia mais

LOGÍSTICA REVERSA ACITSIGOL ASREVER

LOGÍSTICA REVERSA ACITSIGOL ASREVER Conceito LOGÍSTICA REVERSA ACITSIGOL ASREVER É uma área da logística que atua de forma a gerenciar e operacionalizar o retorno de bens e materiais, após sua venda e consumo, às suas origens, agregando

Leia mais

ROBERT BOSCH LIMITADA

ROBERT BOSCH LIMITADA F0LHA...: 1 de 5 1 _ Identificação do Produto e Fabricante Nome do Produto: Acumulador elétrico de energia Nome do Fabricante sob licença da Robert Bosch Ltda.: Enertec do Brasil Ltda. Endereço: Av. Independência,

Leia mais

CADASTRO DE POSTOS DE SERVIÇOS

CADASTRO DE POSTOS DE SERVIÇOS CADASTRO DE POSTOS DE SERVIÇOS REQUERENTE SEÇÃO 1: DADOS DE IDENTIFICAÇÃO RAZÃO SOCIAL PRINCIPAL ATIVIDADE LOCAL DA ATIVIDADE BAIRRO CEP NOME DO REPRESENTANTE CARGO TEL. E RAMAL SEÇÃO 2: DADOS ADMINISTRATIVOS

Leia mais

PROJETO AMIGOS DO MANGUE. Iniciativa: Colônia de Pescadores Z1 Promoção: Grupo JCPM

PROJETO AMIGOS DO MANGUE. Iniciativa: Colônia de Pescadores Z1 Promoção: Grupo JCPM PROJETO AMIGOS DO MANGUE Iniciativa: Colônia de Pescadores Z1 Promoção: Grupo JCPM Junho/2011 Apresentação Amigos do Mangue é uma iniciativa da Colônia de Pescadores Z1, localizada no bairro de Brasília

Leia mais

Fique de bem. com a natureza!! Turma do Lixildo em:

Fique de bem. com a natureza!! Turma do Lixildo em: Fundado em agosto de 2003, o Instituto Kautsky é uma Associação sem fins lucrativos que tem como missão estabelecer a harmonia do homem com o meio ambiente pesquisando, promovendo e disseminando conhecimentos

Leia mais

* Rótulos dos Alimentos. Equipe: Divair Doneda, Vanuska Lima, Clevi Rapkiewicz, Júlia S. Prates

* Rótulos dos Alimentos. Equipe: Divair Doneda, Vanuska Lima, Clevi Rapkiewicz, Júlia S. Prates * Rótulos dos Alimentos * A preservação ou conservação refere-se às formas de modificação dos alimentos e das bebidas a fim de que eles se mantenham adequados para consumo humano por mais tempo......,

Leia mais

A ameaça dos sacos plásticos

A ameaça dos sacos plásticos partes I e II Língua Portuguesa e Matemática texto 1 A ameaça dos sacos plásticos O carrasco ganha sobrevida Entre os grandes vilões da poluição urbana, os 2 milhões de sacos plásticos usados anualmente

Leia mais

APROSA Associação das Promotoras Legais Populares do Cabo de Santo Agostinho RECICLARTES RECICLANDO VIDAS!

APROSA Associação das Promotoras Legais Populares do Cabo de Santo Agostinho RECICLARTES RECICLANDO VIDAS! APROSA Associação das Promotoras Legais Populares do Cabo de Santo Agostinho RECICLARTES RECICLANDO VIDAS! Cabo de Santo Agostinho, 2010 Descrição do Projeto Segundo a comissão Mundial sobre o Meio Ambiente

Leia mais

Amanda Aroucha de Carvalho. Reduzindo o seu resíduo

Amanda Aroucha de Carvalho. Reduzindo o seu resíduo Amanda Aroucha de Carvalho Reduzindo o seu resíduo 1 Índice 1. Apresentação 2. Você sabe o que é Educação Ambiental? 3. Problemas Ambientais 4. Para onde vai o seu resíduo? 5. Soluções para diminuir a

Leia mais

1 - IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA

1 - IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Produto: CURATON CQ FISPQ n 052 emissão 02/02/09 Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico 1 - IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto: Curaton CQ Código do produto: 11130 Nome

Leia mais

TREINAMENTO INTEGRAÇÃO MÓDULO 7 5 PLANO DIRETOR DE RESÍDUOS E EFLUENTES. 6 PROGRAMA 3 Rs COLETA SELETIVA

TREINAMENTO INTEGRAÇÃO MÓDULO 7 5 PLANO DIRETOR DE RESÍDUOS E EFLUENTES. 6 PROGRAMA 3 Rs COLETA SELETIVA MÓDULO 7 1 CONCEITO DE MEIO AMBIENTE 2 ASPECTO AMBIENTAL 3 O QUE SÃO RESÍDUOS? 4 GESTÃO AMBIENTAL 5 PLANO DIRETOR DE RESÍDUOS E EFLUENTES 6 PROGRAMA 3 Rs COLETA SELETIVA 7 BENEFÍCIOS DA DESTIN. E TRATAMENTO

Leia mais

FISPQ (Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos) SAPÓLIO RADIUM PÓ (Limão, Pinho, Clássico, Lavanda, Bouquet e Laranja)

FISPQ (Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos) SAPÓLIO RADIUM PÓ (Limão, Pinho, Clássico, Lavanda, Bouquet e Laranja) Página 1 de 6 1 - IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome: Sapólio Radium Pó Códigos Internos: Limão: 14001 / 14017 Pinho: 14005 / 14018 Clássico: 14033 Lavanda: 14031 Bouquet: 14030 Laranja: 14032

Leia mais

Reciclagem Monte seu jogo e chame a turma para brincar. Corrida da. ANO 7 - Nº7 Caça-palavras Vamos colorir 7 erros e muito mais!

Reciclagem Monte seu jogo e chame a turma para brincar. Corrida da. ANO 7 - Nº7 Caça-palavras Vamos colorir 7 erros e muito mais! ANO 7 - Nº7 Caça-palavras Vamos colorir 7 erros e muito mais! Atividades infantis para resolver e colorir. Uma publicação da Corrida da Reciclagem Monte seu jogo e chame a turma para brincar Vamos colorir?

Leia mais

TÍTULO: REUSO DA ÁGUA: UM MANEIRA VIÁVEL

TÍTULO: REUSO DA ÁGUA: UM MANEIRA VIÁVEL TÍTULO: REUSO DA ÁGUA: UM MANEIRA VIÁVEL ANANIAS DE PAULA LIMA NETO (UNIFOR) ananiasneto1@hotmail.com Ulisses Moreira de Lima (FA7) ulisses-ml@hotmail.com A água sendo um elemento natural limitado e essencial

Leia mais

Controlo das obrigações nas explorações vitícolas

Controlo das obrigações nas explorações vitícolas Controlo das obrigações nas explorações vitícolas Workshop Peso da Régua, 26 de Novembro 2013 Teotónio Manuel Castro teotoniocastro@drapn.mamaot.pt 1 Sumário: Controlo das obrigações nas explorações vitícolas;

Leia mais

Magazine Meio Ambiente

Magazine Meio Ambiente Página 1 de 5 Magazine Meio Ambiente MEIO AMBIENTE Dez atitudes domésticas ecologicamente corretas Publicado a 28 Janeiro 2011 por Danielrox01 Substituir sacolas de plástico A sacola de plástico é a atual

Leia mais

Aula 23.2 Conteúdo Compostagem, reciclagem.

Aula 23.2 Conteúdo Compostagem, reciclagem. Aula 23.2 Conteúdo Compostagem, reciclagem. Habilidades Verificar a importância do correto descarte através do reaproveitamento, reciclagem e reutilização de bens de consumo. 1 Reaproveitamento do Lixo

Leia mais

Descrever o procedimento para realização do gerenciamento de resíduos sólidos no Porto de Itajaí.

Descrever o procedimento para realização do gerenciamento de resíduos sólidos no Porto de Itajaí. 1 Objetivo Descrever o procedimento para realização do gerenciamento de resíduos sólidos no Porto de Itajaí. 2 Abrangência Este procedimento se aplica a todas as áreas e colaboradores enquadrados no perímetro

Leia mais

DO PROGRAMA. Tem como objetivo gerenciar a coleta seletiva e valorizar a atividade do Catador (a) como agente de transformação ambiental.

DO PROGRAMA. Tem como objetivo gerenciar a coleta seletiva e valorizar a atividade do Catador (a) como agente de transformação ambiental. PROGRAMA DO PROGRAMA O Programa ECO RECICLA é uma iniciativa da OSCIP Ecolmeia em parceria com Cooperativas de Reciclagem, seus cooperados e Setores da Sociedade. Tem como objetivo gerenciar a coleta seletiva

Leia mais

RESULTADOS E DISCUSSÂO

RESULTADOS E DISCUSSÂO LIXO ELETRÔNICO - WIKI E-LIXO Origens e reaproveitamento Marcos Felipe Friske dos Santos 1 ; Angelo Augusto Frozza 2 RESUMO Este projeto surgiu com o intuito de dar uma nova função às máquinas caça-níqueis

Leia mais

CONDIÇÕES DE ENTREGA/RECEPÇÃO DO SERVIÇO EXTRA URBANO

CONDIÇÕES DE ENTREGA/RECEPÇÃO DO SERVIÇO EXTRA URBANO SERVIÇO EXTRA URBANO O Serviço extra Urbano corresponde ao serviço a ser prestado aos produtores de resíduos não urbanos de embalagens, de forma a garantir a esses produtores um destino final adequado

Leia mais

DO PROGRAMA. www.ecolmeia.org.br

DO PROGRAMA. www.ecolmeia.org.br PROGRAMA DO PROGRAMA O Programa ECO RECICLA é uma iniciativa da OSCIP Ecolmeia em parceria com Cooperativas de Reciclagem, seus cooperados, o Primeiro e o Segundo Setor da Sociedade. Tem como objetivo

Leia mais

NORMAS GERAIS DE FABRICAÇÃO DE FERTILIZANTES

NORMAS GERAIS DE FABRICAÇÃO DE FERTILIZANTES Pág.: 1/10 1. OBJETIVO Definir os procedimentos operacionais relativos às normas gerais de produção e envase de produtos formulados na TERRA NOSSA, desde a emissão da ordem de produção até a entrega do

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa RESOLUÇÃO DE MESA N.º 806/2007. (publicada no DOE nº 236, de 13 de dezembro de 2007) Dispõe sobre o Programa de Gerenciamento

Leia mais

GB ECO Solutions. especialista em soluções ambientais para um PLANETA SUSTENTÁVEL. Reuso e Aproveitamento de Água da Chuva

GB ECO Solutions. especialista em soluções ambientais para um PLANETA SUSTENTÁVEL. Reuso e Aproveitamento de Água da Chuva GB ECO Solutions especialista em soluções ambientais para um PLANETA SUSTENTÁVEL GB ECO Solutions www.gb-ecosolutions.com.br info@gb-ecosolutions.com.br + 55 11 4702-4619 Cotia/SP Sistemas de Remediação

Leia mais

1 Qualificar os serviços de Abastecimento de água potável

1 Qualificar os serviços de Abastecimento de água potável nos núcleos rurais com mais de 10 economias nas áreas quilombolas nas áreas indígenas Planilha de Objetivos, Indicadores e Ações Viabilizadoras GT Saneamento A Santa Maria que queremos Visão: "Que até

Leia mais

SELETIVA SOLIDÁRIA E BOAS PRÁTICAS DE GESTÃO E USO DE ENERGIA ELÉTRICA E DE ÁGUA

SELETIVA SOLIDÁRIA E BOAS PRÁTICAS DE GESTÃO E USO DE ENERGIA ELÉTRICA E DE ÁGUA SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIADO AMAZONAS PRÓ-REITORIA DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL PLANO DE AÇÃÕ 1. IDENTIFICAÇÃO 1. Título do Projeto:

Leia mais

Gestão dos Resíduos em Florianópolis - COMCAP. Florianópolis, 03 setembro de 2011

Gestão dos Resíduos em Florianópolis - COMCAP. Florianópolis, 03 setembro de 2011 Gestão dos Resíduos em Florianópolis - COMCAP Florianópolis, 03 setembro de 2011 Missão Prestar serviços públicos p de saneamento ambiental com eficiência, qualidade e responsabilidade social. COMCAP

Leia mais

Geração de Energia a partir do lixo urbano. Uma iniciativa iluminada da Plastivida.

Geração de Energia a partir do lixo urbano. Uma iniciativa iluminada da Plastivida. Geração de Energia a partir do lixo urbano. Uma iniciativa iluminada da Plastivida. Plástico é Energia Esta cidade que você está vendo aí de cima tem uma população aproximada de 70.000 mil habitantes e

Leia mais

INFORMATIVO 08 - INFORMATIVO GERAL

INFORMATIVO 08 - INFORMATIVO GERAL INFORMATIVO 08 - INFORMATIVO GERAL Porto Alegre, 10 de Novembro de 2015 Ref.: Informações gerais. Prezadas Equipes, Abaixo algumas informações importantes: 1. Local do Evento O evento será realizado na

Leia mais

O processo de destinação de embalagens vazias de defensivos agrícolas

O processo de destinação de embalagens vazias de defensivos agrícolas O processo de destinação de embalagens vazias de defensivos agrícolas O inpev - Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias - é uma entidade sem fins lucrativos que representa a indústria

Leia mais

Latas de Aço para Tintas Desafios e Sustentabilidade

Latas de Aço para Tintas Desafios e Sustentabilidade Latas de Aço para Tintas Desafios e Sustentabilidade Antonio Carlos Teixeira Álvares CEO da Brasilata Professor da FGV/EASP Presidente da IPA - International Packaging Association Presidente do SINIEM

Leia mais

Hospedagem Sustentável. www.hotelbuhler.com.br

Hospedagem Sustentável. www.hotelbuhler.com.br Hospedagem Sustentável www.hotelbuhler.com.br Lixo Mínimo Alternativas simples, de baixo custo e grande eficácia para administrar e gerenciar a produção e o manejo de resíduos sólidos. Lixo.S. m. 1. Aquilo

Leia mais