DOCUMENTOS DE D. DUARTE ( ) CATÁLOGO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "DOCUMENTOS DE D. DUARTE (1433-1438) CATÁLOGO"

Transcrição

1 DOCUMENTOS DE D. DUARTE ( ) CATÁLOGO

2 Sumário elaborados por Miguel Gomes Martins Design Joana Pinheiro Arquivo Municipal de Lisboa 2009

3 1 1433, Setembro, 23, Sintra D. Duarte solicita ao concelho de Lisboa que dispense de servir nas obras da cidade oito mesteirais, entre carpinteiros e pedreiros; e manda, no que diz respeito ao apuramento dos besteiros do conto dos reguengos de Sacavém, Unhos, Camarate e Charneca que se cumpra o que anteriormente havia sido estipulado. AMLSB / AL / CMLSB / ADMG E / 02 / 0229 ARQUIVO MUNICIPAL DE LISBOA - ARQUIVO HISTÓRICO, Livro II de D. Duarte e D. Afonso V, doc , Outubro, 19, Santo Antoninho (c. Loures?) D. Duarte regula a pesca do sável no Tejo, em particular na região das lezírias e do Alqueidão. PT/AMLSB/AL/CMLSB/ADMG-E/09/331 ARQUIVO MUNICIPAL DE LISBOA - ARQUIVO HISTÓRICO, Livro dos Pregos, doc , Novembro, 21, Santarém D. Duarte confirma à cidade de Lisboa todos os foros, graças, privilégios, liberdades e mercês concedidas pelos reis seus antecessores. AMLSB / AL / CMLSB / ADMG E / 02 / 0230 ARQUIVO MUNICIPAL DE LISBOA - ARQUIVO HISTÓRICO, Livro II de D. Duarte e D. Afonso V, doc. 2 PT/AMLSB/AL/CMLSB/ADMG-E/09/325 ARQUIVO MUNICIPAL DE LISBOA - ARQUIVO HISTÓRICO, Livro dos Pregos, doc , Dezembro, 16, Santarém Capítulos Gerais do Povo apresentados às Cortes de Leiria-Santarém, de PT/AMLSB/AL/CMLSB/ADMG-E/09/327 ARQUIVO MUNICIPAL DE LISBOA - ARQUIVO HISTÓRICO, Livro dos Pregos, doc [1433, Dezembro, 16] 1, Santarém Três Capítulos Gerais apresentados às Cortes de Leiria-Santarém, de PT/AMLSB/AL/CMLSB/CREG-DOF/01/029 ARQUIVO MUNICIPAL DE LISBOA - ARQUIVO HISTÓRICO, Livro I de Cortes, doc. 23, (em traslado de 1437, Janeiro, 26) , Janeiro, 18, Santarém D. Duarte remete ao concelho de Lisboa um Capítulo Geral das Cortes de Leiria-Santarém de 1433 proibindo o pagamento de rendas em dinheiro e em rações de pão aos mesteirais que não trabalham. AMLSB / AL / CMLSB / CREG DOF / 01 / 021 ARQUIVO MUNICIPAL DE LISBOA - ARQUIVO HISTÓRICO, Livro II de D. Duarte e D. Afonso V, doc. 7 1 Terá sido esta a data da elaboração dos capítulos gerais, e respectivas respostas (Cf. doc. 4 deste catálogo). 3

4 7 1434, Fevereiro, 11, Almeirim A rainha D. Leonor regulamenta a actividade dos mercadores estrangeiros em Lisboa. PT/AMLSB/AL/CMLSB/ADMG-E/09/326 ARQUIVO MUNICIPAL DE LISBOA - ARQUIVO HISTÓRICO, Livro dos Pregos, doc. 325 AMLSB / AL / CMLSB / ADMG E / 16 / 0001 ARQUIVO MUNICIPAL DE LISBOA - ARQUIVO HISTÓRICO, Livro II de D. Duarte e de D. Afonso V, doc. 3, (em traslado de 1434, Março, 10) , Abril, 8, Santarém D. Duarte ordena ao seu contador-mor dos contos de Lisboa que, devido à inexistência, na portagem da cidade, de qualquer exemplar do foral respectivo, se deve elaborar uma nova cópia desse mesmo foral. AMLSB / AL / CMLSB / ADMG E / 02 / 0232 ARQUIVO MUNICIPAL DE LISBOA - ARQUIVO HISTÓRICO, Livro II de D. Duarte e de D. Afonso V, doc , Abril, 8, Santarém D. Duarte destina uma quantia de seis contos de libras para as obras de Vila Nova, em Lisboa, dinheiro esse que deverá ser retirado dos montantes cobrados da imposição dos vinhos. PT/AMLSB/AL/CMLSB/ADMG-E/09/330 ARQUIVO MUNICIPAL DE LISBOA - ARQUIVO HISTÓRICO, Livro dos Pregos, doc , Abril, 9, Santarém D. Duarte, a pedido do concelho de Lisboa, isenta três pedreiros e três carpinteiros de servir em quaisquer outras obras que não as de iniciativa municipal. AMLSB / AL / CMLSB / ADMG E / 02 / 0233 ARQUIVO MUNICIPAL DE LISBOA - ARQUIVO HISTÓRICO, Livro II de D. Duarte e de D. Afonso V, doc , Abril, 11, Santarém D. Duarte renova o privilégio atribuído ao concelho de Lisboa por D. João I, através do qual a cidade continuaria a receber, para utilizar nas obras da muralha da cidade, os montantes provenientes da cobrança das penas julgadas em Lisboa. AMLSB / AL / CMLSB / ADMG E / 02 / 0234 ARQUIVO MUNICIPAL DE LISBOA - ARQUIVO HISTÓRICO, Livro II de D. Duarte e de D. Afonso V, doc , Novembro, 11, Almada D. Duarte responde a um conjunto de agravos apresentado pelo concelho de Lisboa, sobre a presença dos procuradores dos mesteres nas reuniões do concelho; sobre as medidas do azeite e do mel; sobre a remuneração do contador da cidade; sobre a gestão dos hospitais de D. Maria de Aboim e do Conde D. Pedro; sobre as aposentadorias; e sobre a reparação das muralhas de Lisboa. PT/AMLSB/AL/CMLSB/ADMG-E/02/0235 ARQUIVO MUNICIPAL DE LISBOA - ARQUIVO HISTÓRICO, Livro I de Cortes, doc. 22 PT/AMLSB/AL/CMLSB/ADMG-E/09/329 ARQUIVO MUNICIPAL DE LISBOA - ARQUIVO HISTÓRICO, Livro dos Pregos, doc

5 , Janeiro, 13, Lisboa D. Duarte envia ao concelho de Lisboa, a pedido deste, o traslado de um excerto da Lei das Sesmarias sobre os que vivem de esmolas e sobre a forma de evitar a profusão de mendigos no reino. AMLSB / AL / CMLSB / ADMG E / 02 / 0229 ARQUIVO MUNICIPAL DE LISBOA - ARQUIVO HISTÓRICO, Livro II de D. Duarte e de D. Afonso V, doc ou 1436, Novembro, 22, Almeirim D. Duarte sugere ao concelho de Lisboa que reúna com o capitão da frota, de modo a estudar um conjunto de medidas destinadas a evitar a saída indevida de ouro e de prata do reino transportada em navios estrangeiros; solicita ao concelho que promova o arrolamento dos danos provocados pelas tripulações dos navios ingleses e bretões, de modo a solicitar ao rei de Inglaterra e ao duque da Bretanha o pagamento de indemnizações. AMLSB / AL / CMLSB / ADMG E / 02 / 0237 ARQUIVO MUNICIPAL DE LISBOA - ARQUIVO HISTÓRICO, Livro II de D. Duarte e de D. Afonso V, doc [1436, Março-Abril] 2, Évora Capítulos Gerais apresentados às Cortes de Évora de PT/AMLSB/AL/CMLSB/CREG-DOF/01/029 ARQUIVO MUNICIPAL DE LISBOA - ARQUIVO HISTÓRICO, Livro I de Cortes, doc. 23 (em trasladado de 1437, Janeiro, 26) , Maio, 28, Montemor-o-Novo D. Duarte informa o concelho de Lisboa do envio do traslado de uma carta do duque da Bretanha relativamente aos danos causados pelas tripulações dos navios bretões. AMLSB / AL / CMLSB / ADMG E / 02 / 0238 ARQUIVO MUNICIPAL DE LISBOA - ARQUIVO HISTÓRICO, Livro II de D. Duarte e de D. Afonso V, doc , Julho, 3, Lisboa D. Duarte emite uma sentença favorável ao Hospital de D. Maria de Aboim relativa a uma contenda que mantinha com Gonçalo Antão a propósito da falta de pagamento da renda de uma casa pertencente àquele hospital. PT/AMLSB/AL/CMLSB/HMA/ADMH/01/02 ARQUIVO MUNICIPAL DE LISBOA - ARQUIVO HISTÓRICO, Livro I do Hospital de D. Maria de Aboim, doc , Julho, 4, Sintra D. Duarte informa Álvaro Vasques de Almada, capitão-mor, conselheiro do rei e couteiro-mor das perdizes no termo de Lisboa, da limitação do número de couteiros das perdizes no termo da cidade em seis indivíduos. PT/AMLSB/AL/CMLSB/ADMG-N/01/0050 ARQUIVO MUNICIPAL DE LISBOA - ARQUIVO HISTÓRICO, Livro I de Místicos de Reis, doc. 16, (em traslado de 1436, Julho, 6) 2 Armindo de Sousa, As Cortes Medievais Portuguesas ( ), Vol. I, Porto, INIC, 1990, pp

6 , Novembro, 30, Lisboa D. Duarte isenta a cidade de Lisboa, durante oito meses, do pagamento de dízima sobre o cereal importado. PT/AMLSB/AL/CMLSB/ADMG-E/02/0239 ARQUIVO MUNICIPAL DE LISBOA - ARQUIVO HISTÓRICO, Livro I do Provimento do Pão, doc , Dezembro, 1, Lisboa D. Duarte estipula o armamento que os cavaleiros aquantiados devem possuir; isenta do conto dos besteiros de Lisboa os estrangeiros que vivem na cidade; e limita o direito de pousada em Lisboa. AMLSB / AL / CMLSB / ADMG E / 02 / 0240 ARQUIVO MUNICIPAL DE LISBOA - ARQUIVO HISTÓRICO, Livro II de D. Duarte e de D. Afonso V, doc. 10 PT/AMLS/AL/CMLS/ADMG-E/09/364 ARQUIVO MUNICIPAL DE LISBOA - ARQUIVO HISTÓRICO, Livro dos Pregos, doc. 363, (em traslado de 1452, Maio, 3) , Dezembro, 1, Lisboa D. Duarte compromete-se a não voltar a requerer o serviço que a cidade fez para o casamento do infante D. Afonso. PT/AMLSB/AL/CMLSB/ADMG-E/02/0241 ARQUIVO MUNICIPAL DE LISBOA - ARQUIVO HISTÓRICO, Livro I de Serviços a El-Rei, doc , Janeiro, 26, Santarém D. Duarte envia ao concelho de Lisboa o traslado de alguns Capítulos Gerais apresentados às Cortes de Leiria-Santarém de 1433 e de alguns Capítulos Gerais apresentados às Cortes de Évora de PT/AMLSB/AL/CMLSB/CREG-DOF/01/029 ARQUIVO MUNICIPAL DE LISBOA - ARQUIVO HISTÓRICO, Livro I de Cortes, doc , Janeiro, 28, Santarém D. Duarte, a pedido do concelho de Lisboa e na sequência do que havia já feito com os estrangeiros, isenta os cidadãos nacionais do pagamento do quinto de todo o pescado trazido para a cidade. AMLSB / AL / CMLSB / ADMG E / 02 / 0243 ARQUIVO MUNICIPAL DE LISBOA - ARQUIVO HISTÓRICO, Livro II de D. Duarte e de D. Afonso V, doc , Abril, 5, Lisboa D. Duarte ordena o levantamento do embargo das rendas das propriedades fundiárias da Casa de S. Lázaro de Lisboa. PT/AMLSB/AL/CMLSB/HSL/REGH/01/01 ARQUIVO MUNICIPAL DE LISBOA - ARQUIVO HISTÓRICO, Livro I do Hospital de S. Lázaro, doc , Junho, 16, Lisboa D. Duarte isenta de servir como besteiros do conto, como aquantiados, como vintaneiros ou como quadrilheiros, os doze homens que fazem o transporte dos cestos de peixe para a portagem e para a praça onde são avaliados para o cálculo do imposto que recaía sobre os cestos de peixe. AMLSB / AL / CMLSB / ADMG E / 02 / 0244 ARQUIVO MUNICIPAL DE LISBOA - ARQUIVO HISTÓRICO, Livro II de D. Duarte e de D. Afonso V, doc. 12 6

7 , Agosto, 6, Lisboa D. Duarte emite uma sentença relativa a dois casos que envolviam, de um lado, João Domingues da Rosa, foreiro do Hospital de D. Maria de Aboim, e, por outro, Martim Lourenço, provedor desse hospital, relativamente a irregularidades cometidas na cobrança das rendas. PT/AMLSB/AL/CMLSB/HMA/REGH/01/03 ARQUIVO MUNICIPAL DE LISBOA - ARQUIVO HISTÓRICO, Livro I do Hospital de D. Maria de Aboim, doc [1438, Fevereiro] 3, Leiria Capítulos Especiais de Lisboa das Cortes de Leiria de PT/AMLSB/AL/CMLSB/ADMG-E/09/328 ARQUIVO MUNICIPAL DE LISBOA - ARQUIVO HISTÓRICO, Livro dos Pregos, doc , Maio, 3, Avis D. Duarte isenta de dízima, durante 16 meses, todo o cereal trazido para Lisboa, desde que não tivesse sido carregado nos portos do Tejo ou do Sado. PT/AMLSB/AL/CMLSB/ADMG-E/02/0246 ARQUIVO MUNICIPAL DE LISBOA - ARQUIVO HISTÓRICO, Livro I do Provimento do Pão, doc , Maio, 25, Avis D. Duarte autoriza a exportação de sal e de outras mercadorias para o Norte de África, desde que os mercadores, no retorno e sob compromisso, trouxessem cereais para Lisboa. PT/AMLSB/AL/CMLSB/ADMG-E/02/0247 ARQUIVO MUNICIPAL DE LISBOA - ARQUIVO HISTÓRICO, Livro I do Provimento do Pão, doc , Maio, 30, Lisboa D. Duarte toma medidas coercivas contra os que, nos caminhos, compram mantimentos destinados a Lisboa para os venderem em outros lugares. PT/AMLSB/AL/CMLSB/ADMG-E/09/348 ARQUIVO MUNICIPAL DE LISBOA - ARQUIVO HISTÓRICO, Livro dos Pregos, doc , Julho, 30, Avis D. Duarte manda que se façam obras de conservação no edifício da portagem de Lisboa, de modo a que não se deteriore o cereal que aí se encontra armazenado. PT/AMLSB/AL/CMLSB/ADMG-E/09/341 ARQUIVO MUNICIPAL DE LISBOA - ARQUIVO HISTÓRICO, Livro dos Pregos, doc , Agosto, 4, Avis D. Duarte determina que o concelho de Lisboa reúna e lhe proponha algumas medidas destinadas a resolver os problemas causados pela escassez e carestia dos cereais. PT/AMLSB/AL/CMLSB/ADMG-E/09/350 ARQUIVO MUNICIPAL DE LISBOA - ARQUIVO HISTÓRICO, Livro dos Pregos, doc. 349 FIM 3 O documento não se encontra datado. Contudo, segundo Armindo de Sousa, estas cortes terão terminado nos primeiros dias de Fevereiro (Armindo de Sousa, op. cit., Vol. I, Porto, INIC, 1990, p. 350). 7

8

DOCUMENTOS DE D. AFONSO V, INFANTE D. PEDRO E DO PRÍNCIPE D. JOÃO CATÁLOGO

DOCUMENTOS DE D. AFONSO V, INFANTE D. PEDRO E DO PRÍNCIPE D. JOÃO CATÁLOGO DOCUMENTOS DE D. AFONSO V, INFANTE D. PEDRO E DO PRÍNCIPE D. JOÃO CATÁLOGO Sumário elaborados por Miguel Gomes Martins Design Joana Pinheiro Marília Afonso Arquivo Municipal de Lisboa 2011 2 1 1438, Setembro,

Leia mais

DOCUMENTOS DE D. DINIS ( ) CATÁLOGO

DOCUMENTOS DE D. DINIS ( ) CATÁLOGO DOCUMENTOS DE D. DINIS (1279-1325) CATÁLOGO Sumário elaborados por Miguel Gomes Martins Design Joana Pinheiro Arquivo Municipal de Lisboa 2009 1 1281, Maio, 19, Castelo de Vide D. Dinis determina que os

Leia mais

DOCUMENTOS DE D. PEDRO I ( ) CATÁLOGO

DOCUMENTOS DE D. PEDRO I ( ) CATÁLOGO DOCUMENTOS DE D. PEDRO I (1357-1367) CATÁLOGO Sumário elaborados por Miguel Gomes Martins Design Joana Pinheiro Arquivo Municipal de Lisboa 2009 Arquivo Municipal de Lisboa Documentos de D. Pedro I 1 1357,

Leia mais

DOCUMENTOS DE D. FERNANDO ( ) CATÁLOGO

DOCUMENTOS DE D. FERNANDO ( ) CATÁLOGO DOCUMENTOS DE D. FERNANDO (1367-1383) CATÁLOGO Sumário elaborados por Miguel Gomes Martins Design Joana Pinheiro Arquivo Municipal de Lisboa 2009 1 1367, Março, 5, Santarém D. Fernando solicita aos juízes

Leia mais

ARRENDAMENTO DO RESTAURANTE-BAR, NO RAMO DE ESTABELECIMENTO DE RESTAURAÇÃO, SITO NA PISCINA MUNICIPAL, RUA DR. EDMUNDO CURVELO, EM ARRONCHES

ARRENDAMENTO DO RESTAURANTE-BAR, NO RAMO DE ESTABELECIMENTO DE RESTAURAÇÃO, SITO NA PISCINA MUNICIPAL, RUA DR. EDMUNDO CURVELO, EM ARRONCHES 1 ARRENDAMENTO DO RESTAURANTE-BAR, NO RAMO DE ESTABELECIMENTO DE RESTAURAÇÃO, SITO NA PISCINA MUNICIPAL, RUA DR. EDMUNDO CURVELO, EM ARRONCHES CADERNO DE ENCARGOS Artigo 1.º Objeto A Câmara Municipal de

Leia mais

A História de azzeittum

A História de azzeittum A História de azzeittum Azeitão é palavra derivada de azzeittum, vocábulo de origem árabe, que refere os extensos olivais encontrados quando aquele povo chegou a esta região. A primeira delimitação que

Leia mais

A reforma metrológica nas Ordenações Manuelinas. 17 de Dezembro A Reforma Metrológica nas Ordenações Manuelinas

A reforma metrológica nas Ordenações Manuelinas. 17 de Dezembro A Reforma Metrológica nas Ordenações Manuelinas A reforma metrológica nas Ordenações Manuelinas 1 Sumário: Contexto e antecedentes A reforma metrológica A reforma dos pesos As outras medidas Os padrões nacionais O controlo metrológico A evolução até

Leia mais

ÍNDICE. 1 Disposições Gerais...3. 2 Ensino Básico...4. 3 Ensino Secundário...5. 4 Alunos Portadores de Deficiência...7

ÍNDICE. 1 Disposições Gerais...3. 2 Ensino Básico...4. 3 Ensino Secundário...5. 4 Alunos Portadores de Deficiência...7 MUNICÍPIO DE VILA FRANCA DE XIRA TRANSPORTES ESCOLARES NORMAS DE PROCEDIMENTO CANDIDATURA AO SUBSÍDIO DE TRANSPORTE ÍNDICE 1 Disposições Gerais...3 2 Ensino Básico...4 3 Ensino Secundário...5 4 Alunos

Leia mais

CONCURSO NACIONAL DE LEITURA. Escolas inscritas - DRELVT

CONCURSO NACIONAL DE LEITURA. Escolas inscritas - DRELVT 1001415 Escola Secundária com 3.º Ciclo do Ensino Básico de D. Inês de Castro de Alcobaça Alcobaça Leiria 1001811 Escola Básica do 2º e 3º Ciclos com Secundária de D. Pedro I Escolas D. Pedro I Alcobaça

Leia mais

Unidade de Apoio Especializado

Unidade de Apoio Especializado Unidade de Apoio Especializado Equipa de Apoio às Escolas Lezíria do Tejo Telef.: 243352425 Escolas Fazendas de Almeirim - Almeirim Escola Básica Fazendas de Almeirim Unidade de Apoio Especializado Fazendas

Leia mais

Data da Autuação Nº Tipo Lei-Artigo Requerente Requerido Da Descrição Da Sentença. Pessoa Jurídica Brasileiro; lavrador; casado.

Data da Autuação Nº Tipo Lei-Artigo Requerente Requerido Da Descrição Da Sentença. Pessoa Jurídica Brasileiro; lavrador; casado. 03/02/1961 28/61 Executiva Art. 298 do lavrador; O requerente pede ao requerido a importância de Cr$ 264.000,00. 30/08/1967 03/02/1961 29/61 Executiva Art. 298 do Casado lavrador; O requerente pede ao

Leia mais

ÍNDICE. 1 - Disposições Gerais...3. 2 - Ensino Básico...4. 3 - Ensino Secundário...4. 4 - Alunos com Necessidades Educativas Especiais...

ÍNDICE. 1 - Disposições Gerais...3. 2 - Ensino Básico...4. 3 - Ensino Secundário...4. 4 - Alunos com Necessidades Educativas Especiais... MUNICÍPIO DE VILA FRANCA DE XIRA NORMAS DE PROCEDIMENTO DE CANDIDATURA AO SUBSÍDIO DE TRANSPORTE ÍNDICE 1 - Disposições Gerais...3 2 - Ensino Básico...4 3 - Ensino Secundário...4 4 - Alunos com Necessidades

Leia mais

Regulamento de Funcionamento e Gestão dos Refeitórios Escolares

Regulamento de Funcionamento e Gestão dos Refeitórios Escolares Regulamento de Funcionamento e Gestão dos Refeitórios Escolares Nota Introdutória Com este regulamento pretende-se sistematizar um conjunto de normas que disciplinam uma matéria tão importante como é o

Leia mais

EXTERNATO DA LUZ. A Biblioteca encontra-se dividida em seis áreas funcionais de características diferentes:

EXTERNATO DA LUZ. A Biblioteca encontra-se dividida em seis áreas funcionais de características diferentes: EXTERNATO DA LUZ REGULAMENTO DA BIBLIOTECA ESCOLAR 1.OBJETIVOS A Biblioteca do Externato da Luz tem por finalidade facilitar o acesso à cultura, à informação, à educação e ao lazer, bem como facultar aos

Leia mais

Exmo. Senhor Presidente da Assembleia Geral da Casa do Povo de Fermentões

Exmo. Senhor Presidente da Assembleia Geral da Casa do Povo de Fermentões CASA DO POVO DE FERMENTÕES Exmo. Senhor Presidente da Assembleia Geral da Casa do Povo de Fermentões Em sua reunião de 30/10/2014, com a finalidade de apoiar a reestruturação e a sustentabilidade económica

Leia mais

Âmbito. 2 - Um «transportador» é qualquer pessoa física ou jurídica ou qualquer empresa autorizada, quer na República Portuguesa, quer na

Âmbito. 2 - Um «transportador» é qualquer pessoa física ou jurídica ou qualquer empresa autorizada, quer na República Portuguesa, quer na Decreto do Governo n.º 18/86 Acordo entre o Governo da República Portuguesa e o Governo da República Federal da Áustria Relativo ao Transporte Rodoviário Internacional de Passageiros e Mercadorias O Governo

Leia mais

S.R. DA EDUCAÇÃO E ASSUNTOS SOCIAIS. Portaria Nº 57/1999 de 22 de Julho

S.R. DA EDUCAÇÃO E ASSUNTOS SOCIAIS. Portaria Nº 57/1999 de 22 de Julho S.R. DA EDUCAÇÃO E ASSUNTOS SOCIAIS Portaria Nº 57/1999 de 22 de Julho Os hospitais são organizações de grande complexidade organizativa que exigem dos profissionais ligados à gestão especial competência

Leia mais

3 Direito de revogação do utilizador final no que diz respeito a contratos de venda à distância - Política de cancelamento

3 Direito de revogação do utilizador final no que diz respeito a contratos de venda à distância - Política de cancelamento I. Termos e Condições Gerais de Venda da MAGIX Software GmbH Estado: junho 2014 1 Âmbito de aplicação 1. Todas as entregas, serviços e ofertas da MAGIX Software GmbH (de ora avante denominada MAGIX ) são

Leia mais

DOCUMENTOS MEDIEVAIS ( ) Catálogo ARQUIVO MUNICIPAL DE LISBOA

DOCUMENTOS MEDIEVAIS ( ) Catálogo ARQUIVO MUNICIPAL DE LISBOA DOCUMENTOS MEDIEVAIS (1179-1383) ARQUIVO MUNICIPAL DE LISBOA Catálogo 2 3 4 ÍNDICE GERAL Introdução... Nota Prévia... Plano de Classificação do Arquivo Municipal de Lisboa... Catálogo... Tabela de Conversões...

Leia mais

Condições gerais de venda

Condições gerais de venda Condições gerais de venda As presentes CONDIÇÕES GERAIS E PARTICULARES DE VENDA ON-LINE são acordadas livremente e de boa-fé entre Bonecas Namorar Portugal da marca Pó de Arroz e representadas pela empresa

Leia mais

REGULAMENTO HORÁRIO DE TRABALHO (Aprovado na reunião do Executivo Municipal de 10/12/2007)

REGULAMENTO HORÁRIO DE TRABALHO (Aprovado na reunião do Executivo Municipal de 10/12/2007) REGULAMENTO HORÁRIO DE TRABALHO (Aprovado na reunião do Executivo Municipal de 10/12/2007) CAPÍTULO I NORMAS GERAIS Artigo 1.º Legislação Habilitante Lei nº 23/2004, de 22 de Junho; Decreto-Lei nº 100/99.

Leia mais

ESCOLA DE CONDUÇÃO INVICTA (Fases do Processo de Contra-Ordenações)

ESCOLA DE CONDUÇÃO INVICTA (Fases do Processo de Contra-Ordenações) FASES DO PROCESSO DE CONTRA ORDENAÇÕES Auto de Notícia Menciona os factos constitutivos da infracção, o dia, a hora, o local e as circunstâncias desta. É levantado pelo agente de autoridade. Notificação

Leia mais

BREVE HISTÓRIA DO PAPEL MOEDA

BREVE HISTÓRIA DO PAPEL MOEDA BREVE HISTÓRIA DO PAPEL MOEDA A nível mundial, o primeiro papel moeda surgiu na China, no séc. VII, na dinastia Tang, para facilitar aos comerciantes o transporte de grandes quantidades de moeda de metal,

Leia mais

392A Disposições de Aplicação do Código Aduaneiro Comunitário ANEXOS

392A Disposições de Aplicação do Código Aduaneiro Comunitário ANEXOS 392A ANEXOS (Inserido pelo Regulamento (CE) n.º 1192/2008 de 17 de Novembro, publicado no JO n.º L 329 de 6 de Dezembro de 2008 e alterado pelo Regulamento (CE) n.º 414/2009 de 30 de Abril, publicado no

Leia mais

Portaria n.º 331-B/98 de 1 de Junho

Portaria n.º 331-B/98 de 1 de Junho Portaria n.º 331-B/98 de 1 de Junho O regime de restrições à circulação de veículos que transportam mercadorias perigosas é actualmente o estabelecido na Portaria n.º 552/87, de 3 de Julho, que proíbe

Leia mais

ALVARÁ DE LICENÇA PARA A REALIZAÇÃO DE OPERAÇÕES DE GESTÃO DE RESÍDUOS Nº 00081/2012 (S08958-201207)

ALVARÁ DE LICENÇA PARA A REALIZAÇÃO DE OPERAÇÕES DE GESTÃO DE RESÍDUOS Nº 00081/2012 (S08958-201207) 1 5 ALVARÁ DE LICENÇA PARA A REALIZAÇÃO DE OPERAÇÕES DE GESTÃO DE RESÍDUOS Nº 00081/2012 (S08958-201207) Nos termos do Artigo 32º do Decreto-Lei n.º 178/2006, de 5 de Setembro, com a redação conferida

Leia mais

INFORMAÇÃO. Ass: Prestação de Serviços de Jardinagem

INFORMAÇÃO. Ass: Prestação de Serviços de Jardinagem INFORMAÇÃO Ass: Prestação de Serviços de Jardinagem Na sequência do pedido sobre o assunto mencionado em epígrafe, a seguir se enunciam as ONG que prestam serviços remunerados de jardinagem, bem como os

Leia mais

RESUMO DAS CONDIÇÕES GERAIS EM PODER DA UNICRE SEGURO ONCOLOGIA APÓLICE Nº 3052 - DOENÇA GRUPO ARTIGO PRELIMINAR

RESUMO DAS CONDIÇÕES GERAIS EM PODER DA UNICRE SEGURO ONCOLOGIA APÓLICE Nº 3052 - DOENÇA GRUPO ARTIGO PRELIMINAR RESUMO DAS CONDIÇÕES GERAIS EM PODER DA UNICRE SEGURO ONCOLOGIA APÓLICE Nº 3052 - DOENÇA GRUPO ARTIGO PRELIMINAR O contrato de seguro estabelecido entre a GROUPAMA SEGUROS, S.A., adiante designada por

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTACIONAMENTO DO MUNÍCIPIO DE VILA NOVA DE GAIA

REGULAMENTO DE ESTACIONAMENTO DO MUNÍCIPIO DE VILA NOVA DE GAIA REGULAMENTO DE ESTACIONAMENTO DO MUNÍCIPIO DE VILA NOVA DE GAIA 2 Preâmbulo Considerando que o progressivo aumento do parque automóvel e, consequentemente, da procura de estacionamento para satisfação

Leia mais

Contrato de Sociedade COMPTA EQUIPAMENTOS E SERVIÇOS DE INFORMÁTICA, SA. Aprovado pela Assembleia Geral de 23 de Agosto de 2004

Contrato de Sociedade COMPTA EQUIPAMENTOS E SERVIÇOS DE INFORMÁTICA, SA. Aprovado pela Assembleia Geral de 23 de Agosto de 2004 Contrato de Sociedade da COMPTA EQUIPAMENTOS E SERVIÇOS DE INFORMÁTICA, SA Aprovado pela Assembleia Geral de 23 de Agosto de 2004 Capítulo I Denominação, Sede, Duração e Objecto Artigo 1º A sociedade adopta

Leia mais

Vendas pela Internet, televisão, telefone, fax ou catálogos

Vendas pela Internet, televisão, telefone, fax ou catálogos Vendas pela Internet, televisão, telefone, fax ou catálogos Para assegurar os direitos dos consumidores relativos à informação dos produtos e identidade do vendedor, as empresas têm de cumprir regras sobre

Leia mais

Centro de Dia e Apoio Domiciliário sito no Alto dos Moinhos

Centro de Dia e Apoio Domiciliário sito no Alto dos Moinhos PROTOCOLO DE CEDÊNCIA DE ESPAÇO MUNICIPAL Centro de Dia e Apoio Domiciliário sito no Alto dos Moinhos Entre O MUNICÍPIO DE LISBOA, Pessoa Colectiva n.º 500051070, com sede na Praça do Município, através

Leia mais

Aviso de abertura do concurso de recrutamento e selecção de juízes de paz

Aviso de abertura do concurso de recrutamento e selecção de juízes de paz Aviso de abertura do concurso de recrutamento e selecção de juízes de paz Nos termos do n.º 1 do artigo 24.º da Lei n.º 78/2001, de 13 de Julho e da Portaria n.º575/2007 que aprova o regulamento do concurso

Leia mais

REGULAMENTO FINANCEIRO DO CDS/PP

REGULAMENTO FINANCEIRO DO CDS/PP DO CDS/PP (APROVADO EM CONSELHO NACIONAL A 24 DE NOVEMBRO DE 2007) Capítulo I Disposições Gerais Artigo 1º (Âmbito de aplicação) 1. O presente Regulamento aplica-se a todos os órgãos nacionais, regionais

Leia mais

REGULAMENTO DA BIBLIOTECA DA ESCOLA SUPERIOR DE HOTELARIA E TURISMO DO ESTORIL

REGULAMENTO DA BIBLIOTECA DA ESCOLA SUPERIOR DE HOTELARIA E TURISMO DO ESTORIL REGULAMENTO DA BIBLIOTECA DA ESCOLA SUPERIOR DE HOTELARIA E TURISMO DO ESTORIL Artigo 1.º Definição De acordo com o art.º 80 dos Estatutos da Escola Superior de Hotelaria (ESHTE) e Turismo do Estoril,

Leia mais

Projeto de REGULAMENTO MUNICIPAL DE ATRIBUIÇÃO DE APOIO ÀS FREGUESIAS. Nota Justificativa

Projeto de REGULAMENTO MUNICIPAL DE ATRIBUIÇÃO DE APOIO ÀS FREGUESIAS. Nota Justificativa Projeto de REGULAMENTO MUNICIPAL DE ATRIBUIÇÃO DE APOIO ÀS FREGUESIAS Nota Justificativa A Lei n.º 75/2013, de 12 de setembro, aprovou o regime jurídico das autarquias locais, o estatuto das entidades

Leia mais

REGULAMENTO DO CONSELHO FISCAL

REGULAMENTO DO CONSELHO FISCAL REGULAMENTO DO CONSELHO FISCAL O presente instrumento regulamenta a composição, exercício da competência, deveres, funcionamento e serviços de apoio do Conselho Fiscal da Sonae SGPS, SA. COMPOSIÇÃO 1.

Leia mais

EDITAL PARA A ATRIBUIÇÃO DE BOLSAS DE GESTÃO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA (BGCT) ATRIBUIÇÃO DE 6 (SEIS) BOLSAS DE GESTÃO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA

EDITAL PARA A ATRIBUIÇÃO DE BOLSAS DE GESTÃO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA (BGCT) ATRIBUIÇÃO DE 6 (SEIS) BOLSAS DE GESTÃO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA EDITAL PARA A ATRIBUIÇÃO DE BOLSAS DE GESTÃO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA (BGCT) ATRIBUIÇÃO DE 6 (SEIS) BOLSAS DE GESTÃO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA No âmbito de protocolo celebrado com a Fundação de Ciência e

Leia mais

27 de Janeiro de 2006. - A Secretária de Estado Adjunta e da Saúde, Carmen Madalena da Costa Gomes e Cunha Pignatelli.

27 de Janeiro de 2006. - A Secretária de Estado Adjunta e da Saúde, Carmen Madalena da Costa Gomes e Cunha Pignatelli. Despacho n.º 3845/2006 (2.ª série). - O Decreto-Lei n.º 112/98, de 24 de Abril, na alínea b) do n.º 1 do artigo 9.º, prevê a prorrogação do contrato administrativo de provimento dos internos que à data

Leia mais

Preâmbulo CAPÍTULO I. Disposições gerais. Artigo 1.º. Missão e atribuições

Preâmbulo CAPÍTULO I. Disposições gerais. Artigo 1.º. Missão e atribuições REGULAMENTO DA BIBLIOTECA DO SINDICATO DOS MAGISTRADOS DO MINISTÉRIO PÚBLICO Preâmbulo A Biblioteca do Sindicato dos Magistrados do Ministério Público foi criada em 1974, data da fundação do próprio Sindicato.

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL GOIANO CÂMPUS POSSE-GO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL GOIANO CÂMPUS POSSE-GO Normas para uso dos Laboratórios de Informática vinculados a Coordenação do Curso de Informática e ao Departamento de Tecnologia da Informação do IF Goiano Câmpus Posse GO. POSSE GO 2015 Sumário TÍTULO

Leia mais

Regulamento do Fundo de Responsabilidade Social do Hospital Vila Franca de Xira

Regulamento do Fundo de Responsabilidade Social do Hospital Vila Franca de Xira Regulamento do Fundo de Responsabilidade Social do Hospital Vila Franca de Xira 1 de 9 Regulamento do Fundo de Responsabilidade Social do Hospital Vila Franca de Xira PREÂMBULO O Hospital Vila Franca de

Leia mais

POPULAR SEGUROS- COMPANHIA DE SEGUROS, S.A.

POPULAR SEGUROS- COMPANHIA DE SEGUROS, S.A. PROVEDOR DO CLIENTE Capítulo I - Enquadramento Artigo 1º - Objeto do presente documento Artigo 2º - Direito de apresentação de reclamações ao provedor Artigo 3º - Funções e autonomia do provedor Capítulo

Leia mais

APCMG - Associação Portuguesa de Clínicas Médicas, Clínicas de Medicina Dentária, Médicos, Médicos Dentistas e Gestores de Clínicas NIPC: 508826020

APCMG - Associação Portuguesa de Clínicas Médicas, Clínicas de Medicina Dentária, Médicos, Médicos Dentistas e Gestores de Clínicas NIPC: 508826020 ESTATUTOS Artigo Primeiro (Denominação e sede social) 1 - A associação, sem fins lucrativos, adopta a denominação de APCMG - Associação Portuguesa de Clínicas Médicas, Clínicas de Medicina. 2 - A sociedade

Leia mais

Nº DO EMOLUMENTO. 160,00 120 - Passaporte Diplomático 120.1 Concessão Grátis 130 - Passaporte Oficial 130.1 Concessão

Nº DO EMOLUMENTO. 160,00 120 - Passaporte Diplomático 120.1 Concessão Grátis 130 - Passaporte Oficial 130.1 Concessão 110 - Passaporte Comum 110.3 Concessão de Passaporte Biométrico 8 110 - Passaporte Comum 110.4 Concessão de Passaporte Biométrico sem apresentação do documento anterior 16 120 - Passaporte Diplomático

Leia mais

DE VILA VELHA DE 1VIUNICIPAL

DE VILA VELHA DE 1VIUNICIPAL DE VILA VELHA DE 1VIUNICIPAL DE SERVIÇOS DE SEGUROS Entre o de Vila Velha de pessoa coletiva 506 642 798, representado pelo Presidente da Municipal, Miguel Ferro Pereira, casado, natural Vila Velha de

Leia mais

TABELA DE EMOLUMENTOS CONSULARES

TABELA DE EMOLUMENTOS CONSULARES TABELA DE S CONSULARES NATUREZA DO 110 - Passaporte Comum 110.3 Concessão de Passaporte Biométrico 8 110 - Passaporte Comum 110.4 Concessão de Passaporte Biométrico sem apresentação do documento anterior

Leia mais

REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE SAÚDE. (Aprovado na 23ª Reunião Ordinária de Câmara Municipal, realizada em 21 de Novembro de 2001)

REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE SAÚDE. (Aprovado na 23ª Reunião Ordinária de Câmara Municipal, realizada em 21 de Novembro de 2001) REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE SAÚDE (Aprovado na 23ª Reunião Ordinária de Câmara Municipal, realizada em 21 de Novembro de 2001) REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE SAÚDE (Aprovado na 23ª Reunião

Leia mais

MUNICIPIO DE ALPIARÇA ALPIAGRA 2014 FEIRA AGRÍCOLA E COMERCIAL DE ALPIARÇA NORMAS

MUNICIPIO DE ALPIARÇA ALPIAGRA 2014 FEIRA AGRÍCOLA E COMERCIAL DE ALPIARÇA NORMAS MUNICIPIO DE ALPIARÇA ALPIAGRA 2014 FEIRA AGRÍCOLA E COMERCIAL DE ALPIARÇA NORMAS A Alpiagra Feira Agrícola e Comercial de Alpiarça é uma organização da Câmara Municipal de Alpiarça. Artigo 1º (Condições

Leia mais

CEMITÉRIOS BENAVENTE E FOROS DA CHARNECA REGULAMENTO DOS ESPAÇOS

CEMITÉRIOS BENAVENTE E FOROS DA CHARNECA REGULAMENTO DOS ESPAÇOS CEMITÉRIOS BENAVENTE E FOROS DA CHARNECA REGULAMENTO DOS ESPAÇOS Horário de Verão: Aberto das 08.00h às 20.00h Horário de Inverno: Aberto das 08.00h às 18.00h *Dia de Finados: Aberto das 08.00h às 00.00h

Leia mais

ACORDO ENTRE A REPÚBLICA PORTUGUESA E OS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA RELATIVO À ASSISTÊNCIA MÚTUA ENTRE OS RESPECTIVOS SERVIÇOS ADUANEIROS.

ACORDO ENTRE A REPÚBLICA PORTUGUESA E OS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA RELATIVO À ASSISTÊNCIA MÚTUA ENTRE OS RESPECTIVOS SERVIÇOS ADUANEIROS. Decreto n.º 25/95 Acordo entre a República Portuguesa e os Estados Unidos da América Relativo à Assistência Mútua entre os Respectivos Serviços Aduaneiros Nos termos da alínea c) do n.º 1 do artigo 200.º

Leia mais

CONTRATO PARTICULAR DE PARCERIA COMERCIAL

CONTRATO PARTICULAR DE PARCERIA COMERCIAL CONTRATO PARTICULAR DE PARCERIA COMERCIAL CÓDIGO DO CLIENTE: CONTRATANTE: Mult Tecnologia Eireli, empresa individual de responsabilidade limitada, legalmente constituída, inscrita no CNPJ sob o nº 38.038.006/0001-20,

Leia mais

Cursos e Assessoria Online

Cursos e Assessoria Online Cursos e Assessoria Online TERMOS E CONDIÇÕES DE USO A GAF EVENTOS ESPORTIVOS LTDA-ME CNPJ 19.023.817/0001-03, disponibiliza a você, doravante Usuário, por meio do endereço http://www.gafeventos.com.br/

Leia mais

VIII FEIRA HISTÓRICA E TRADICIONAL DE SERPA 21,22 e 23 de agosto de 2015

VIII FEIRA HISTÓRICA E TRADICIONAL DE SERPA 21,22 e 23 de agosto de 2015 NORMAS DE PARTICIPAÇÃO Entidades extra concelhias O presente normativo tem por objetivo a regulação do funcionamento da Feira Histórica e Tradicional de Serpa, ao nível da componente histórica, no que

Leia mais

Dec. Regulamentar n.º 2-A/2005, de 24 de Março (versão actualizada) REGULAMENTA ACTIVIDADES NA VIA PÚBLICA[ Nº de artigos:13 ]

Dec. Regulamentar n.º 2-A/2005, de 24 de Março (versão actualizada) REGULAMENTA ACTIVIDADES NA VIA PÚBLICA[ Nº de artigos:13 ] Dec. Regulamentar n.º 2-A/2005, de 24 de Março (versão actualizada) REGULAMENTA ACTIVIDADES NA VIA PÚBLICA[ Nº de artigos:13 ] SUMÁRIO Regulamenta a utilização das vias públicas para a realização de actividades

Leia mais

REGULAMENTO MUNICIPAL DE TRÂNSITO DO CONCELHO DE ALJUSTREL NOTA JUSTIFICATIVA

REGULAMENTO MUNICIPAL DE TRÂNSITO DO CONCELHO DE ALJUSTREL NOTA JUSTIFICATIVA REGULAMENTO MUNICIPAL DE TRÂNSITO DO CONCELHO DE ALJUSTREL NOTA JUSTIFICATIVA Atendendo ao aumento de número de viaturas em circulação, à alteração da circulação em algumas vias e locais, à existência

Leia mais

INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES DO MUNICÍPIO DE GUARAPARI / ES IPG

INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES DO MUNICÍPIO DE GUARAPARI / ES IPG INSTRUÇÃO NORMATIVA N.º 002/2010 ESTABELECE NORMAS DE ADMINISTRAÇÃO PATRIMONIAL DO INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES DO MUNICÍPIO DE GUARAPARI / ES IPG E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O Diretor Presidente

Leia mais

PRESIDÊNCIA DO GOVERNO REGIONAL DOS AÇORES. Resolução do Conselho do Governo n.º 161/2006 de 14 de Dezembro de 2006

PRESIDÊNCIA DO GOVERNO REGIONAL DOS AÇORES. Resolução do Conselho do Governo n.º 161/2006 de 14 de Dezembro de 2006 PRESIDÊNCIA DO GOVERNO REGIONAL DOS AÇORES Resolução do Conselho do Governo n.º 161/2006 de 14 de Dezembro de 2006 A SPRAçores Sociedade de Promoção e Gestão Ambiental, S.A., é uma sociedade que tem por

Leia mais

Decreto n.º 28/88 de 6 de Setembro Protocolo à Convenção Relativa ao Contrato de Transporte Internacional de Mercadorias por Estrada

Decreto n.º 28/88 de 6 de Setembro Protocolo à Convenção Relativa ao Contrato de Transporte Internacional de Mercadorias por Estrada Decreto n.º 28/88 de 6 de Setembro Protocolo à Convenção Relativa ao Contrato de Transporte Internacional de Mercadorias por Estrada Nos termos da alínea c) do n.º 1 do artigo 200.º da Constituição, o

Leia mais

NORMAS PARA CONCESSÃO DO DIREITO DE OCUPAÇÃO DAS SETE LOJAS DO MERCADO MUNICIPAL DE REGUENGOS DE MONSARAZ SEGUNDA FASE DA OBRA DE REQUALIFICAÇÃO

NORMAS PARA CONCESSÃO DO DIREITO DE OCUPAÇÃO DAS SETE LOJAS DO MERCADO MUNICIPAL DE REGUENGOS DE MONSARAZ SEGUNDA FASE DA OBRA DE REQUALIFICAÇÃO NORMAS PARA CONCESSÃO DO DIREITO DE OCUPAÇÃO DAS SETE LOJAS DO MERCADO MUNICIPAL DE REGUENGOS DE MONSARAZ SEGUNDA FASE DA OBRA DE REQUALIFICAÇÃO 1 OBJETO: O presente documento tem por objeto definir as

Leia mais

L 201/8 Jornal Oficial da União Europeia 30.7.2008

L 201/8 Jornal Oficial da União Europeia 30.7.2008 L 201/8 Jornal Oficial da União Europeia 30.7.2008 REGULAMENTO (CE) N. o 734/2008 DO CONSELHO de 15 de Julho de 2008 relativo à protecção dos ecossistemas marinhos vulneráveis do alto mar contra os efeitos

Leia mais

Legislação. Resumo: Regulamenta a contribuição sobre os sacos de plástico leves.

Legislação. Resumo: Regulamenta a contribuição sobre os sacos de plástico leves. Classificação: 060.01.01 Segurança: P ú b l i c a Processo: Direção de Serviços de Comunicação e Apoio ao Contribuinte Legislação Diploma Portaria n.º 286-B/2014, de 31 de dezembro Estado: vigente Resumo:

Leia mais

Tabela de Emolumentos Consulares Aprovada pela Portaria 434, de 20 julho 2010, nos termos do Art.131, 2º, da Lei 6815/80

Tabela de Emolumentos Consulares Aprovada pela Portaria 434, de 20 julho 2010, nos termos do Art.131, 2º, da Lei 6815/80 Tabela de Emolumentos Consulares Aprovada pela Portaria 434, de 20 julho 2010, nos termos do Art.131, 2º, da Lei 6815/80 Nota: 1 R$ ouro = 1 USD 100 - Documentos de viagem R$ ouro 110 - Passaporte Comum

Leia mais

DECRETO N. 52.288 DE 24 DE JULHO DE 1963

DECRETO N. 52.288 DE 24 DE JULHO DE 1963 DECRETO N. 52.288 DE 24 DE JULHO DE 1963 Promulga a Convenção sobre Privilégios e Imunidades das Agências Especializadas das Nações Unidas, adotada, a 21 de novembro de 1947, pela Assembléia Geral das

Leia mais

ÍNDICE. 1 - Disposições Gerais... 3. 2 - Ensino Básico... 4. 3 - Ensino Secundário... 4. 4 - Alunos com Necessidades Educativas Especiais...

ÍNDICE. 1 - Disposições Gerais... 3. 2 - Ensino Básico... 4. 3 - Ensino Secundário... 4. 4 - Alunos com Necessidades Educativas Especiais... MUNICÍPIO DE VILA FRANCA DE XIRA NORMAS DE PROCEDIMENTO DE CANDIDATURA AO SUBSÍDIO DE TRANSPORTE ÍNDICE 1 - Disposições Gerais... 3 2 - Ensino Básico... 4 3 - Ensino Secundário... 4 4 - Alunos com Necessidades

Leia mais

Regimento do Conselho Municipal de Educação do Concelho de Marvão. Preâmbulo

Regimento do Conselho Municipal de Educação do Concelho de Marvão. Preâmbulo Regimento do Conselho Municipal de Educação do Concelho de Marvão Preâmbulo A Lei n.º 159/99, de 14 de Setembro estabelece no seu artigo 19.º, n.º 2, alínea b), a competência dos órgãos municipais para

Leia mais

PROGRAMA DE BOLSAS DE FORMAÇÃO ACADÊMICA MODALIDADE: MESTRADO E DOUTORADO

PROGRAMA DE BOLSAS DE FORMAÇÃO ACADÊMICA MODALIDADE: MESTRADO E DOUTORADO PROGRAMA DE BOLSAS DE FORMAÇÃO ACADÊMICA MODALIDADE: MESTRADO E DOUTORADO EDITAL Nº. 01/2008 O Presidente da Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico FUNCAP, Prof. Tarcísio

Leia mais

Lei n.º 22/97 de 27 de Junho

Lei n.º 22/97 de 27 de Junho Lei n.º 22/97 de 27 de Junho (Alterada pelas Leis n. os 93-A/97, de 22 de Agosto, 29/98, de 26 de Junho e 98/2001, de 25 de Agosto) Classificação e licença de armas de defesa... 2 Armas de caça, precisão

Leia mais

Regulamentos REGULAMENTO DE PROPINAS DA UPORTO

Regulamentos REGULAMENTO DE PROPINAS DA UPORTO Regulamentos REGULAMENTO DE PROPINAS DA UPORTO Aprovado pelo Conselho Geral da UPorto em 26 de Fevereiro de 2010 Alterado pelo Conselho Geral da UPorto em 18 de Março de 2011 Ao abrigo da Lei n.º 37/2003,

Leia mais

CONTRATO DE DEPÓSITO ENTRE

CONTRATO DE DEPÓSITO ENTRE CONTRATO DE DEPÓSITO ENTRE DOMINGOS BRAGANÇA SALGADO, casado, natural da freguesia de Pinheiro, do concelho de Guimarães, com domicílio profissional no Largo Cónego José Maria Gomes, nesta cidade de Guimarães,

Leia mais

MUNICÍPIO DE ALCOUTIM

MUNICÍPIO DE ALCOUTIM MUNICÍPIO DE ALCOUTIM ACTA N.º 05/2008 Da reunião pública ordinária da Câmara Municipal de Alcoutim Realizada em 12 de Março de 2008 ---------- Aos doze dias do mês de Março de dois mil e oito, nesta Vila

Leia mais

DECRETO nº 53.464 de 21-01-1964

DECRETO nº 53.464 de 21-01-1964 DECRETO nº 53.464 de 21-01-1964 Regulamenta a Lei nº 4.119, de agosto de 1962, que dispõe sobre a Profissão de Psicólogo. O Presidente da República, usando das atribuições que lhe confere o art.87, item

Leia mais

Guia de Codificação. Projeto de Leitura Online

Guia de Codificação. Projeto de Leitura Online Guia de Codificação Projeto de Leitura Online A AVENTURA DOS DESCOBRIMENTOS Processo Localizar e retirar informação explícita Itens de seleção Escolha múltipla (1 ponto) Associação (1 ponto) Itens de construção

Leia mais

Pergaminhos Avulsos, pasta 15.

Pergaminhos Avulsos, pasta 15. Pergaminhos Avulsos, pasta 15. Localização estrutural dos conteúdos: Igreja de Santiago de Évora BPE, Pergaminhos Avulsos, pasta 15. Entidade detentora: Biblioteca Pública de Évora Código de referência:

Leia mais

decorrentes de descumprimento total ou parcial de contrato fica regulamentado por

decorrentes de descumprimento total ou parcial de contrato fica regulamentado por c Poder Judiciário ctóáça INSTRUÇÃO NORMATIVA N5 24, DE 10 DE DEZEMBRO DE 2013 Dispõe sobre o procedimento de apuração e aplicação de penalidades às empresas contratadas pelo Conselho Nacional de Justiça.

Leia mais

Contrato de Arrendamento Urbano para Alojamento Local Temporário

Contrato de Arrendamento Urbano para Alojamento Local Temporário Contrato de Arrendamento Urbano para Alojamento Local Temporário Entre: I -... (nome completo, estado civil, contribuinte fiscal e morada) na qualidade de senhorio e adiante designado por primeiro outorgante.

Leia mais

Regulamento relativo ao lançamento, liquidação e cobrança de taxas e tarifas devidas pela realização de serviços prestados na área de saneamento

Regulamento relativo ao lançamento, liquidação e cobrança de taxas e tarifas devidas pela realização de serviços prestados na área de saneamento Regulamento relativo ao lançamento, liquidação e cobrança de taxas e tarifas devidas pela realização de serviços prestados na área de saneamento básico. Nota justificativa O Regulamento de Liquidação e

Leia mais

Decreto do Governo n.º 1/85 Convenção n.º 155, relativa à segurança, à saúde dos trabalhadores e ao ambiente de trabalho

Decreto do Governo n.º 1/85 Convenção n.º 155, relativa à segurança, à saúde dos trabalhadores e ao ambiente de trabalho Decreto do Governo n.º 1/85 Convenção n.º 155, relativa à segurança, à saúde dos trabalhadores e ao ambiente de trabalho O Governo, cumprido o disposto nos artigos 4.º e seguintes da Lei n.º 16/79, de

Leia mais

Condições Gerais de Prestação do Serviço Telefónico Acessível ao Público num Local Fixo através de Cartão Virtual de Chamadas 1.

Condições Gerais de Prestação do Serviço Telefónico Acessível ao Público num Local Fixo através de Cartão Virtual de Chamadas 1. Condições Gerais de Prestação do Serviço Telefónico Acessível ao Público num Local Fixo através de Cartão Virtual de Chamadas da MEO - Serviços de Comunicações e Multimédia, S.A., com sede na Av. Fontes

Leia mais

Art. 1º Atualizar o Regulamento que disciplina o funcionamento da Biblioteca do Tribunal Regional do Trabalho, conforme o que segue:

Art. 1º Atualizar o Regulamento que disciplina o funcionamento da Biblioteca do Tribunal Regional do Trabalho, conforme o que segue: ATO EJTRT Nº 03/2014 O DIRETOR DA ESCOLA JUDICIAL DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 24ª REGIÃO, no uso de suas atribuições regimentais e regulamentares, CONSIDERANDO os objetivos da Escola Judicial do

Leia mais

RESULTADOS DOS EXAMES 2011 - RANKINGS

RESULTADOS DOS EXAMES 2011 - RANKINGS Escola Secundária Quinta do Marquês RESULTADOS DOS EXAMES 2011 - RANKINGS A publicação dos rankings de escolas construídos pelos vários órgãos de comunicação social, tomando como ponto de partida os resultados

Leia mais

TRADUÇÃO DO FORAL DO CONDE D. HENRIQUE

TRADUÇÃO DO FORAL DO CONDE D. HENRIQUE Foral de Guimarães Tradução Aires Augusto do Nascimento Revista de Guimarães, n.º 106, 1996, pp. 35-41 TRADUÇÃO DO FORAL DO CONDE D. HENRIQUE Observação preliminar: A tradução do foral de Guimarães pretende

Leia mais

Manual de Procedimentos do Seguro Escolar

Manual de Procedimentos do Seguro Escolar Manual de Procedimentos do Seguro Escolar O Seguro Escolar constitui um sistema de protecção destinado a garantir a cobertura financeira da assistência, em caso de acidente escolar, complementarmente aos

Leia mais

REGULAMENTO DOS TRANSPORTES ESCOLARES

REGULAMENTO DOS TRANSPORTES ESCOLARES REGULAMENTO DOS TRANSPORTES ESCOLARES A Câmara Municipal de Alpiarça, com a criação do presente Regulamento, pretende definir e clarificar procedimentos no âmbito dos Transportes Escolares, nomeadamente

Leia mais

Após o recebimento de todos os documentos originais processaremos o pedido e o notificaremos dentro de (2) dois dias úteis.

Após o recebimento de todos os documentos originais processaremos o pedido e o notificaremos dentro de (2) dois dias úteis. Prezado cliente em potencial, Agradecemos por escolher a tecnologia. como seu fornecedor de soluções e serviços de alta Temos a satisfação de abrir uma conta para a sua empresa e esperamos lhe fornecer

Leia mais

Maternidade, Paternidade e Família dos Trabalhadores

Maternidade, Paternidade e Família dos Trabalhadores Maternidade, Paternidade e Família dos Trabalhadores A empresa tem de respeitar os direitos dos trabalhadores em matérias relativas à maternidade e paternidade e a outras relações familiares. Desta forma,

Leia mais

Segurança e Saúde dos Trabalhadores

Segurança e Saúde dos Trabalhadores Segurança e Saúde dos Trabalhadores [1]CONVENÇÃO N. 155 I Aprovada na 67ª reunião da Conferência Internacional do Trabalho (Genebra 1981), entrou em vigor no plano internacional em 11.8.83. II Dados referentes

Leia mais

O Foral e a Organização Municipal Torriense

O Foral e a Organização Municipal Torriense O Foral e a Organização Municipal Torriense Foral Medieval de Torres Vedras, 1250 In O Foral Medieval da vila de Torres Vedras: 15 de Agosto de 1250. VICENTE, António Balcão, [et al.] - O foral medieval

Leia mais

AUDITORIA EXTERNA Onde estamos e para onde vamos. Amélia Gracias

AUDITORIA EXTERNA Onde estamos e para onde vamos. Amélia Gracias AUDITORIA EXTERNA Onde estamos e para onde vamos Amélia Gracias CICLO Formação Auditoria Externa Adesão Protocolo Triagem Auditoria Interna Onde estamos e para onde vamos 2005 2 Auditorias 2015 16 Auditorias

Leia mais

M U N I C Í P I O D E S Á T Ã O

M U N I C Í P I O D E S Á T Ã O DA REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE SÁTÃO REALIZADA NO DIA 17-04-2015 PRESENTES ATA Nº. 8/2015 PRESIDENTE VEREADORES Alexandre Vaz Zélia Silva Rosa Carvalho Fernando Gomes Catarina Almeida Silvério

Leia mais

CONCURSO MELHOR RESTAURANTE MEDITERRÂNICO 2015 FICHA DE INSCRIÇÃO REGULAMENTO

CONCURSO MELHOR RESTAURANTE MEDITERRÂNICO 2015 FICHA DE INSCRIÇÃO REGULAMENTO CONCURSO MELHOR RESTAURANTE MEDITERRÂNICO 2015 FICHA DE INSCRIÇÃO FICHA DE INSCRIÇÃO NOME DO RESTAURANTE CANDIDATO MORADA TELEFONE GERAL DIA DE DESCANSO DO RESTAURANTE PESSOA DE CONTACTO TELEFONE PESSOA

Leia mais

CONVÊNIO Nº 004/2011-TJAP

CONVÊNIO Nº 004/2011-TJAP CONVÊNIO Nº 004/2011-TJAP CONVÊNIO DE PARCERIA PARA CONSIGNAÇÃO EM FOLHA DE PAGAMENTO QUE ENTRE SI CELEBRAM O TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO AMAPÁ E O BANCO GERADOR S.A. O, com sede em Macapá, Capital

Leia mais

Tal como em anos anteriores merecem destaque dois seguintes aspectos:

Tal como em anos anteriores merecem destaque dois seguintes aspectos: CONFEDERAÇÃO PORTUGUESA DAS ASSOCIAÇÕES DE DEFESA DO AMBIENTE Relatório Anual sobre os Processos de Escolha de Representantes das Organizações Não-Governamentais de Ambiente em Organismos Públicos executados

Leia mais

CNU VELA CLASSE GRAND SURPRISE

CNU VELA CLASSE GRAND SURPRISE Prova 01 CNU VELA CLASSE GRAND SURPRISE 27/28 OUTUBRO LISBOA 2012 2013 INFO C 29 OUTUBRO 12 1. INFORMAÇÕES 1.1 PRAZOS DE INSCRIÇÃO EQUIPAS 24 OUTUBRO ATLETAS 24 OUTUBRO 1.2 TAXAS DE INSCRIÇÃO EQUIPAS 25

Leia mais

REGULAMENTO DE PESCA DESPORTIVA NA ALBUFEIRA DE VASCOVEIRO

REGULAMENTO DE PESCA DESPORTIVA NA ALBUFEIRA DE VASCOVEIRO REGULAMENTO DE PESCA DESPORTIVA NA ALBUFEIRA DE VASCOVEIRO Julho 2013 PREÂMBULO A Barragem de Vascoveiro foi construída com o objetivo de fornecer água à cidade de Pinhel e a algumas freguesias do Concelho.

Leia mais

DISPOSIÇÕES GERAIS APLICAÇÃO DO INSTRUMENTO COLETIVO

DISPOSIÇÕES GERAIS APLICAÇÃO DO INSTRUMENTO COLETIVO CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2013/2014 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: PE001155/2013 DATA DE REGISTRO NO MTE: 29/10/2013 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR061115/2013 NÚMERO DO PROCESSO: 46213.019465/2013-62 DATA

Leia mais

Entidade Visada: ANACOM Autoridade Nacional de Comunicações; PT Comunicações, S.A.; EDP Distribuição de Energia, S.A.

Entidade Visada: ANACOM Autoridade Nacional de Comunicações; PT Comunicações, S.A.; EDP Distribuição de Energia, S.A. Processo: R-36/04 Entidade Visada: ANACOM Autoridade Nacional de Comunicações; PT Comunicações, S.A.; EDP Distribuição de Energia, S.A. Assunto: Ordenamento do território servidões administrativas propriedade

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA MPA N 06, DE 19 DE MAIO DE 2011

INSTRUÇÃO NORMATIVA MPA N 06, DE 19 DE MAIO DE 2011 ALTERADA PELA IN MPA Nº 16/2013 INSTRUÇÃO NORMATIVA MPA N 06, DE 19 DE MAIO DE 2011 Dispõe sobre o Registro e a Licença de Aquicultor, para o Registro Geral da Atividade Pesqueira - RGP. A MINISTRA DE

Leia mais

RESOLUÇÃO N o 1, DE 8 DE JULHO DE 2002 (*)

RESOLUÇÃO N o 1, DE 8 DE JULHO DE 2002 (*) MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE CONSELHO DE GESTÃO DO PATRIMÔNIO GENÉTICO RESOLUÇÃO N o 1, DE 8 DE JULHO DE 2002 (*) Estabelece procedimentos para a remessa, temporária ou definitiva, de amostra de componente

Leia mais

Instituto Superior Politécnico de Manica Regulamento de Bolsas de Estudos

Instituto Superior Politécnico de Manica Regulamento de Bolsas de Estudos REPUBLICA DE MOÇAMBIQUE Instituto Superior Politécnico de Manica Regulamento de Bolsas de Estudos Deliberação nº /CI/2007 Reunido em sua Sessão Ordinária no dia 6 de Setembro de 2007, a Comissão Instaladora

Leia mais