Termo de Referência Edital no /04/2008 Publicado DOU no. 69 Seção 3 p /04/2008

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Termo de Referência Edital no. 01 09/04/2008 Publicado DOU no. 69 Seção 3 p. 135-10/04/2008"

Transcrição

1 Termo de Referência Edital no /04/2008 Publicado DOU no. 69 Seção 3 p /04/2008 UTF/BRA/067/BRA - Capacitação dos Conselheiros de Alimentação Escolar e Agentes Envolvidos na Execução do Programa Nacional de Alimentação Escolar. 1. Breve apresentação do Projeto de Cooperação Técnica O Projeto UTF/BRA/067/BRA Capacitação dos Conselheiros de Alimentação Escolar e Agentes envolvidos na Execução do Programa Nacional de Alimentação Escolar nas Regiões Norte e Nordeste surgiu da necessidade institucional de fortalecimento de mecanismos voltados à eficiência e à eficácia da execução do Programa Nacional de Alimentação Escolar PNAE. A Revisão ora proposta para o Projeto UTF/BRA/067 fundamenta-se na necessidade de ampliar as ações desenvolvidas no TCP/BRA/3003 A Horta Escolar como Eixo Gerador de Dinâmicas Comunitárias, Educação Ambiental e Alimentação Saudável e Sustentável, como Projeto Piloto que teve como público alvo comunidades carentes com baixos Índices de Desenvolvimento Humano (IDH) e foi implementado em 3 (três) municípios do Brasil Santo Antônio do Descoberto (GO), Saubara (BA) e Bagé (RS), alcançando vinte escolas públicas do Ensino Fundamental, entre rurais e urbanas. 2. Descrição do Termo de Referência 2.1 Objetivo Geral Elaboração de material didático do projeto Educando com a Horta Escolar como mecanismo de motivação inicial como fonte de informação didática para os educandos do ensino fundamental (nas faixas etárias entre 6 9 anos e entre 10 e 14 anos. Promover a revisão sistemática do Caderno 3 Caminhos para uma Alimentação Saudável. 2.2 Objetivos Específicos - Viabilizar a capacitação de professores, utilizando como instrumento o Caderno 3, que consiste de orientações e referências para o professor, apresentando propostas metodológicas de atividades, voltadas para o trabalho com a Horta Escolar. - Possibilitar aos educandos informações pertinentes sobre alimentação saudável, considerando, sobretudo as faixas etárias de anos e de anos Descrição das Atividades - Revisar o material didático sobre alimentação e nutrição com o objetivo de informar e orientar no desenvolvimento das capacitações.

2 - Elaborar um caderno, sob a forma de cartilha, direcionado aos educandos na faixa etária de 06 a 09 anos, tendo por referência os objetivos do Projeto Educando com a Horta Escolar, ambos intitulados Caderno 4, contendo dois volumes: Volume 1 para a faixa etária de 06 a 09 anos. - Elaborar um caderno, sob a forma de cartilha, direcionado aos educandos na faixa etária de 10 a 14 anos, tendo por referência os objetivos do Projeto Educando com a Horta Escolar, ambos intitulados Caderno 4, contendo dois volumes: Volume 2 para a faixa etária de 10 a 14 anos Metodologia A demanda específica para a instituição é a confecção de material didático específico para o projeto, contendo explicações e informações pertinentes sobre a importância da alimentação no desenvolvimento de crianças e adolescentes, os princípios básicos de uma alimentação saudável e adequada, valor nutricional dos alimentos, noções de higiene, desperdício de alimentos, o que é preciso saber sobre rótulos de alimentos, entre outros temas considerados pertinentes pela equipe coordenadora do projeto, considerando, sobretudo, as faixas etárias fins e a necessidade desse material conter elementos gráficos compatíveis, bem como ludicidade, dinâmica e linguagem adequadas. O material deverá apresentar referências bibliográficas, obedecer às normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), sendo obrigatória a indicação da bibliografia consultada, de acordo com a NBR 6023 da ABNT Resultados - Material didático revisado para ser utilizado como subsídio nas capacitações que serão realizadas em Brasília no Encontro Nacional e nos 14 municípios selecionados. - Material didático e pedagógico elaborado, aprovado e validado pelo Projeto para ser distribuído aos educandos de anos das 70 escolas do Ensino Fundamental onde serão implantadas as Hortas Escolares. - Material didático e pedagógico elaborado, aprovado e validado pelo Projeto para ser distribuído aos educandos de anos das 70 escolas do Ensino Fundamental onde serão implantadas as Hortas Escolares Produtos Nº Descrição Prazo Previsto A Instituição Beneficiária receberá o adiantamento de 30%, conforme Guia Operacional da FAO. Relatório Técnico contendo a revisão final do Caderno 3 Caminhos para uma Alimentação Saudável e relatório financeiro correspondente à prestação de contas parcial referente aos gastos realizados com a parcela referente ao adiantamento de 20%, conforme Guia Operacional da FAO. Tais relatórios serão submetidos à análise e aprovação técnica da Coordenação Nacional do Projeto UTF/BRA/067/BRA. Relatório Técnico contendo a versão preliminar dos dois volumes do Caderno 4 - destinados aos educandos na faixa etária de Mes(es) 1 Mes(es) 3 Mes(es)

3 3 anos (volume 1) e na faixa etária de anos (volume 2) e relatório financeiro contendo a descrição dos gastos realizados com a parcela anterior. Tal relatório será submetido à análise e aprovação técnica da Coordenação Nacional do Projeto UTF/BRA/067/BRA. Relatório Técnico contendo a versão final dos dois volumes do Caderno 4 destinados aos educandos, contendo as alterações solicitadas pela equipe coordenadora do projeto, após processo de aprovação e validação dos mesmos. Apresentar relatório financeiro final referente aos gastos totais realizados durante a realização da Carta de Acordo. Tais relatórios serão submetidos à análise e aprovação técnica da Coordenação do Projeto UTF/BRA/O67. Relatório Técnico contendo a versão final dos dois volumes do Caderno 4 destinados aos educandos, contendo as alterações solicitadas pela equipe coordenadora do projeto, após processo de aprovação e validação dos mesmos. Apresentar relatório financeiro final referente aos gastos totais realizados durante a realização da Carta de Acordo. Tais relatórios serão submetidos à análise e aprovação técnica da Coordenação do Projeto UTF/BRA/O67. 4 Mes(es) 2.7. Matriz Lógica Deverá ser preenchido conforme modelo proposto "MODELO MATRIZ LÓGICA", contendo objetivo geral, objetivo específico, atividades, resultados esperados, indicadores verificáveis dos resultados esperados, meios de verificação dos indicadores e interferências externas. Objetivo Geral Objetivo Específico Modelo da Matriz Lógica Resultado Atividade Indicador Verificável Interferência Externa texto texto texto texto texto Texto 2.8. Cronograma de Execução Deverá ser preenchido conforme modelo proposto "MODELO CRONOGRAMA DE EXECUÇÃO", contendo produtos detalhados, prazo estimado, Desembolso em Reais(R$). Produtos Detalhados Modelo de Cronograma de Execução Prazo Estimado Percentual de Desembolso 2.9. Orçamento Deverá ser preenchido conforme modelo proposto "MODELO PLANILHA ORÇAMENTÁRIA", contendo itens orçamentários, quantidade estimada, valor unitário (R$)/mês, tempo estimado, valor total (R$). Modelo de Planilha Orçamentária Itens Orçamentários Quantidade Valor Tempo Valor

4 1. Serviços de Pessoal (Staff Instituição) a) Consultoria Técnica Física Facilitador Multiplicador Coordenador de Equipe Consultor Master (definir especialidade) Consultor Pleno (definir especialidade) Consultor Junior (definir especialidade) b) Apoio Administrativo/Financeiro Contador/Finanças Administrador Programador/Digitador Secretariado Estimada Unitário (R$)/Mês Estimado Total (R$) 2. Serviços de Monitoramento Coleta de Dados Monitoramento e Avaliação Relatórios 3. Viagens a) Passagens (definir localidades) Ex: BSB/FORT/BSB Ex: BSB/NAT/BSB b) Diárias (definir localidades e valores) Ex: Fortaleza - CE Ex: Natal - RN c) Traslados (hotel/aeroporto/hotel) 4. Custos Gerais de Operação Material de Escritório (papel, boligrafo, etc) Gastos Administrativos (água, luz, telefone, etc) Material de Campo e Capacitação (martelo, inchada, sementes, etc) Outros 3. Perfil da Instituição Beneficiária A contratação deverá ser feita com instituição governamental, regional, intergovernamental, para estatal ou outra instituição sem fins lucrativos e que comprovem experiência e /ou notório saber, através de atestado de capacidade técnica, no desenvolvimento de processos de gestão participativa e temática relativas aos desenvolvimentos comunitário, produtivo e institucional. 4. Documentação Requerida A. Da Instituição (dirigentes não podem ser funcionários públicos). Estatuto da Instituição Beneficiária. Cartão do CNPJ (cópia autenticada)

5 . Cartão de Inscrição no Cadastro de Contribuintes Estadual. Certidão Negativa de Débitos de Tributos e Contribuições Federais. Certidão Negativa de Débitos de Tributos e Contribuições Estaduais. Certidão Negativa de Débitos de Tributos e Contribuições Municipais. Certidão Negativa de Débitos emitida pelo INSS. Certidão de Regularidade em relação ao FGTS, emitida pela CEF B. Do Gestor da Instituição, Responsável pelo Projeto e contrato. CPF (cópia). Carteira de identidade (cópia). Currículo resumido (com dados pessoais e endereço) 5. Apresentação da proposta técnico-financeira da Instituição Beneficiária A Proposta Técnico-Financeira da Instituição Beneficiária deverá obedecer a seguinte formatação: a) Capa e documento inteiramente impresso em papel timbrado, com logotipo da Instituição com a qual será assinada a Carta de Acordo; b) Sumário; c) Breve histórico da Instituição Beneficiária; d) Apresentação da documentação requerida e dados cadastrais/bancários; e) Identificação dos responsáveis pela execução em campo ou na sede (Equipe Técnica); f) Justificativa para aplicação (explicar em linhas gerais a capacidade da Instituição Beneficiária em atender o Termo de Referência); g) Duração do Projeto; h ) Produtos detalhados a serem entregues, contemplando o item 2 do Termo de Referência (Objetivo Geral, Objetivo Específico, Descrição das Atividades, Metodologia e Resultados); i) Matriz lógica: planilha sintética contendo objetivo geral, objetivos específicos, atividades, resultados esperados, indicadores verificáveis dos resultados esperados, meios de verificação dos indicadores e interferências externas (ver sugestão de modelo no Termo de Referência); j) Cronograma de execução informando o produto detalhado, o prazo estimado de entrega e valor do desembolso em conformidade com o Termo de Referência, item 4; k) Planilha Orçamentária com detalhamento dos custos estimados. 6. Prestação de Contas Parcial ou Final A Prestação de conta deverá conter:. Relação de Gastos certificada pelo Contador Chefe ou pessoa de cargo equivalente na Instituição Beneficiária e atestada pelo Diretor Nacional do Projeto ou seu preposto, contendo relação dos recebimentos e pagamentos efetuados, numerados em ordem cronológica, com

6 discriminação do nome da empresa/pessoa física, número da nota fiscal (quando se tratar de pessoa jurídica) e valor;. Documentos comprobatórios das despesas efetuadas após a assinatura da Carta de Acordo, que devem incluir cópias de: - Notas Fiscais: sem rasuras, emitidas no prazo de vigência da Carta de Acordo, atestadas e quitadas pela Instituição Beneficiária; - Recibos de pessoas físicas contendo nome e nº do CPF do beneficiário, descrição do serviço prestado, atestados pela Instituição Beneficiária; - Recibo de depósito na conta da FAO do saldo não utilizado da Carta de Acordo, se for o caso. O depósito do saldo remanescente deverá ser feito conforme os dados bancários a seguir: CONTA DA FAO para devolução de saldos das Cartas de Acordo: BANCO BRADESCO (237) AG C/C Somente serão elegíveis as despesas efetuadas no âmbito da Carta de Acordo e realizadas após a assinatura da mesma.. A prestação de contas deverá ser feita tendo como base o orçamento apresentado.. O Diretor Nacional deverá aprovar/certificar os relatórios de prestação de contas apresentados pela Instituição Beneficiária antes da aprovação oficial da FAO.. O pagamento dos produtos serão efetuados após aprovação da referida prestação de contas e do relatório técnico.. O prazo para a apresentação do Relatório de Prestação de contas final e devolução de saldo, se houver, é de até 60 (sessenta) dias, após a entrega do produto final. 6.1 Modelo de Formulário do Relatório Financeiro - Prestação de Contas Parcial 6.1 Modelo de Formulário do Relatório Financeiro - Prestação de Contas Parcial Data: Projeto: Instituição: Parcela: Valor (R$): Relatório Financeiro - Prestação de Contas Parcial Linha Orçamentária Item Detalhamento de Gastos(*) Data Valor (R$) 1) Serviços de Pessoal 2) Serviços de Monitoramento 3) Viagens 4) Custos Gerais de Operação (*) de acordo com o orçamento aprovado na Carta de Acordo Total Elaborado por: Revisado por:

7 6.2 Modelo de Formulário do Relatório Financeiro - Prestação de Contas Final Data: Projeto: Instituição: A. Recursos Recebidos Descrição B. Despesas Realizadas 1. Serviços de Pessoal 2. Serviços de Monitoramento 3. Viagens 4. Custos Gerais de Operação Relatório Financeiro - Prestação de Contas Final Valor (R$) C. Saldo em / / (A-B) Elaborado por: Em: / / Revisado por (incluir CRC): Em: / /

REGULAMENTO DE CREDENCIAMENTO DE PESSOAS JURÍDICAS PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PROFISSIONAIS DE CONSULTORIA, INSTRUTORIA EM PROJETOS.

REGULAMENTO DE CREDENCIAMENTO DE PESSOAS JURÍDICAS PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PROFISSIONAIS DE CONSULTORIA, INSTRUTORIA EM PROJETOS. REGULAMENTO DE CREDENCIAMENTO DE PESSOAS JURÍDICAS PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PROFISSIONAIS DE CONSULTORIA, INSTRUTORIA EM PROJETOS. TOLEDO-PR Página 2 de 6 1. OBJETIVO 1.1 O presente regulamento objetiva

Leia mais

ATOS DA FMEL - FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE ESPORTE E LAZER DE ITAJAÍ EDITAL Nº. 004/2013 LEI MUNICIPAL DE INCENTIVO AO ESPORTE

ATOS DA FMEL - FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE ESPORTE E LAZER DE ITAJAÍ EDITAL Nº. 004/2013 LEI MUNICIPAL DE INCENTIVO AO ESPORTE ATOS DA FMEL - FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE ESPORTE E LAZER DE ITAJAÍ EDITAL Nº. 004/2013 LEI MUNICIPAL DE INCENTIVO AO ESPORTE O Superintendente da Fundação Municipal de Esporte e Lazer de Itajaí, no uso de

Leia mais

CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE COMISSÃO DE AVALIAÇÃO E MONITORAMENTO DE PROJETOS DO FMDCA EDITAL N 02/2014

CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE COMISSÃO DE AVALIAÇÃO E MONITORAMENTO DE PROJETOS DO FMDCA EDITAL N 02/2014 CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE COMISSÃO DE AVALIAÇÃO E MONITORAMENTO DE PROJETOS DO FMDCA EDITAL N 02/2014 EDITAL DE SELEÇÃO PÚBLICA DE PROJETOS PARA FINANCIAMENTO COM RECURSOS

Leia mais

POLÍTICA DE PATROCINIO DA CAGECE

POLÍTICA DE PATROCINIO DA CAGECE POLÍTICA DE PATROCINIO DA CAGECE A Política de Patrocínio da Cagece que compreende o apoio financeiro concedido a projetos institucionais, culturais, sociais, ambientais e esportivos de iniciativa de terceiros,

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 175, de 09 de dezembro de 2009.

RESOLUÇÃO Nº 175, de 09 de dezembro de 2009. RESOLUÇÃO Nº 175, de 09 de dezembro de 2009. ALTERAR E ESTABELECER NOVAS PROVIDÊNCIAS À RESOLUÇÃO Nº 119/2007 DO CMDCA. O Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Florianópolis, no

Leia mais

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME. Secretaria-Executiva. Diretoria de Projetos Internacionais - DPI CONTRATAÇÃO DE CONSULTOR

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME. Secretaria-Executiva. Diretoria de Projetos Internacionais - DPI CONTRATAÇÃO DE CONSULTOR MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME Secretaria-Executiva Diretoria de Projetos Internacionais - DPI CONTRATAÇÃO DE CONSULTOR MODALIDADE: Produto TERMO DE REFERÊNCIA Projeto Agência: PNUD

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO TERMO DE REFERÊNCIA PARA AVALIAÇÃO EXTERNA DO PROJETO EDUCANDO COM A HORTA ESCOLAR 1. Breve Histórico do Projeto de Cooperação Técnica

Leia mais

A Horta Escolar como Eixo Gerador de Dinâmicas Comunitárias, Educação Ambiental e Alimentação Saudável e Sustentável

A Horta Escolar como Eixo Gerador de Dinâmicas Comunitárias, Educação Ambiental e Alimentação Saudável e Sustentável A Horta Escolar como Eixo Gerador de Dinâmicas Comunitárias, Educação Ambiental e Alimentação Saudável e Sustentável MARIA DO CARMO DE ARAUJO FERNANDES Consultora Principal TCP/BRA/3003 SITUAÇÃO NUTRICIONAL

Leia mais

PROJETO BRA/04/029 Seleciona CONSULTOR na modalidade PRODUTO* CÓD. PROFI

PROJETO BRA/04/029 Seleciona CONSULTOR na modalidade PRODUTO* CÓD. PROFI PROJETO BRA/04/029 Seleciona CONSULTOR na modalidade PRODUTO* CÓD. PROFI Os currículos e as fichas de cadastro deverão ser encaminhados para o endereço eletrônico seguranca.cidada@mj.gov.br até o dia 16/03/2014.

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA Nº 14a/2010

TERMO DE REFERÊNCIA Nº 14a/2010 CESTEC- CENTRO DE SERVIÇOS EM TECNOLOGIA E INOVAÇÃO DO GRANDE ABC TERMO DE REFERÊNCIA Nº 14a/2010 PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA PARA ELABORAÇÃO DE BANCO DE DADOS Contatos Luiz Augusto Gonçalves

Leia mais

O PREFEITO DE GOIÂNIA, no uso de suas atribuições legais, e CAPÍTULO I DO FUNDO MUNICIPAL DE ESPORTE E LAZER

O PREFEITO DE GOIÂNIA, no uso de suas atribuições legais, e CAPÍTULO I DO FUNDO MUNICIPAL DE ESPORTE E LAZER 1 Gabinete do Prefeito DECRETO Nº 4139, DE 11 DE SETEMBRO DE 2013. Regulamenta o Fundo Municipal de Esporte e Lazer e o Incentivo ao Esporte e Lazer e dá outras providências. O PREFEITO DE GOIÂNIA, no

Leia mais

EDITAL Nº001/2014 SELEÇÃO PÚBLICA PARA CONVÊNIO SERVIÇO DE ACOLHIMENTO INSTITUCIONAL MODALIDADE CASA LAR PARA IDOSOS

EDITAL Nº001/2014 SELEÇÃO PÚBLICA PARA CONVÊNIO SERVIÇO DE ACOLHIMENTO INSTITUCIONAL MODALIDADE CASA LAR PARA IDOSOS PROCESSO Nº 007.000697.13.3 Prefeitura Municipal de Porto Alegre EDITAL Nº001/2014 SELEÇÃO PÚBLICA PARA CONVÊNIO SERVIÇO DE ACOLHIMENTO INSTITUCIONAL MODALIDADE CASA LAR PARA IDOSOS A FUNDAÇÃO DE ASSISTÊNCIA

Leia mais

Ano Internacional da Agricultura Familiar 16 de outubro Dia Mundial da Alimentação A FAO está na Internet, visite nosso site: www.fao.org.

Ano Internacional da Agricultura Familiar 16 de outubro Dia Mundial da Alimentação A FAO está na Internet, visite nosso site: www.fao.org. FOOD AND AGRICULTURE ORGANIZATION OF THE UNITED NATIONS ORGANISATION DES NATIONS UNIES POUR L ALIMENTATION ET L AGRICULTURE ORGANIZACION DE LAS NACIONES UNIDAS PARA LA AGRICULTURA Y LA ALIMENTACION ORGANIZAÇÃO

Leia mais

PROJETO BÁSICO DE LICITAÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE DE FORNECIMENTO DE CARTÕES MAGNÉTICOS DE ALIMENTAÇÃO E REFEIÇÃO COM CARGAS MENSAIS. EDITAL n.

PROJETO BÁSICO DE LICITAÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE DE FORNECIMENTO DE CARTÕES MAGNÉTICOS DE ALIMENTAÇÃO E REFEIÇÃO COM CARGAS MENSAIS. EDITAL n. PROJETO BÁSICO DE LICITAÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE DE FORNECIMENTO DE CARTÕES MAGNÉTICOS DE ALIMENTAÇÃO E REFEIÇÃO COM CARGAS MENSAIS EDITAL n. 005/2013 TOMADA DE PREÇO n. 001/2013 Item 01. Requisitos básicos

Leia mais

MUNICÍPIO DE PORTO FERREIRA Estado de São Paulo DIVISÃO DE SUPRIMENTOS Seção de Licitações e Contratos

MUNICÍPIO DE PORTO FERREIRA Estado de São Paulo DIVISÃO DE SUPRIMENTOS Seção de Licitações e Contratos INSTRUÇÕES GERAIS PARA OBTENÇÃO DO C.R.C. (CERTIFICADO DE REGISTRO CADASTRAL), CONFORME DISPOSTO NA LEI Nº 8.666/93 1. CADASTRAMENTO 1.1 PROCEDIMENTO 1.1.1 A empresa interessada em obter o Certificado

Leia mais

INCUBADORA TECNOLÓGICA DE SANTO ANDRÉ - INCTEC-SA CONSULTORIA EM PROPRIEDADE INTELECTUAL TERMO DE REFERÊNCIA Nº 06/2012

INCUBADORA TECNOLÓGICA DE SANTO ANDRÉ - INCTEC-SA CONSULTORIA EM PROPRIEDADE INTELECTUAL TERMO DE REFERÊNCIA Nº 06/2012 INCUBADORA TECNOLÓGICA DE SANTO ANDRÉ - INCTEC-SA CONSULTORIA EM PROPRIEDADE INTELECTUAL TERMO DE REFERÊNCIA Nº 06/2012 Contatos Luiz Augusto Gonçalves de Almeida (Coord. de Relações Institucionais) Fone:

Leia mais

FRBL FUNDO DE RECONSTITUIÇÃO DE BENS LESADOS

FRBL FUNDO DE RECONSTITUIÇÃO DE BENS LESADOS FRBL FUNDO DE RECONSTITUIÇÃO DE BENS LESADOS Orientações para Organizações da Sociedade Civil sem Fins Lucrativos (OSCs) Expediente Material produzido pelo ICom - Instituto Comunitário Grande Florianópolis

Leia mais

SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO - Nº 21729/2013

SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO - Nº 21729/2013 SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO - Nº 21729/2013 Prezados Senhores, Brasília, 10 de maio de 2013. O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento PNUD solicita a apresentação de Proposta para o fornecimento

Leia mais

RESOLUÇÃO CMDCA nº 03/2014

RESOLUÇÃO CMDCA nº 03/2014 RESOLUÇÃO CMDCA nº 03/2014 Estabelece novas normas para registro de Entidades governamentais e não governamentais e inscrição de programas ou projetos que tenham por objetivo a promoção e defesa dos direitos

Leia mais

COTACAO PREVIA DE PRECO Nº 03/2015 EDITAL Nº 03/2015

COTACAO PREVIA DE PRECO Nº 03/2015 EDITAL Nº 03/2015 COTACAO PREVIA DE PRECO Nº 03/2015 EDITAL Nº 03/2015 Convênio MTE/SENAES nº 78/2012 SICONV 776109/2012 Processo Seletivo para Contratação de Jurídico nível superior para apoio técnico no desenvolvimento

Leia mais

UNIVERSIDADE DE RIO VERDE PRÓ REITORIA DE EXTENSÃO, CULTURA E ASSUNTOS ESTUDANTIS GUIA PREENCHIMENTO FORMULÁRIO

UNIVERSIDADE DE RIO VERDE PRÓ REITORIA DE EXTENSÃO, CULTURA E ASSUNTOS ESTUDANTIS GUIA PREENCHIMENTO FORMULÁRIO UNIVERSIDADE DE RIO VERDE PRÓ REITORIA DE EXTENSÃO, CULTURA E ASSUNTOS ESTUDANTIS GUIA PREENCHIMENTO FORMULÁRIO GUIA DE ORIENTAÇÕES PARA PRENCHIMENTO DO FORMULÁRIO Com o objetivo de facilitar o preenchimento

Leia mais

EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº 017/2013.

EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº 017/2013. EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº 017/2013. O PREFEITO MUNICIPAL DE GAURAMA, torna público para o conhecimento dos interessados, que às 15:00 horas do dia 18 de março de 2013, nas dependências do Salão Nobre

Leia mais

Lei nº 12.101 de 27 de novembro de 2009

Lei nº 12.101 de 27 de novembro de 2009 CERTIFICAÇÃO CEBAS - NA ÁREA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL - MDS Lei nº 12.101 de 27 de novembro de 2009 Da Assistência Social Art. 18. A certificação ou sua renovação será concedida à entidade de assistência

Leia mais

MUNICÍPIO DE MONTES CLAROS MG. SECRETARIA MUNICIPAL DE POLÍTICAS SOCIAIS

MUNICÍPIO DE MONTES CLAROS MG. SECRETARIA MUNICIPAL DE POLÍTICAS SOCIAIS PORTARIA N 035, 10 DE JUNHO DE 2008 DISPÕE SOBRE O EDITAL PARA INSCRIÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS DA REDE EXECUTORA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL DO MUNICÍPIO DE MONTES CLAROS 2.008 O Secretário Municipal de Políticas

Leia mais

Edital Kairós 04/2015

Edital Kairós 04/2015 Edital Kairós 04/2015 Seleção de pessoa física ou jurídica para atuar prestando assessoria para mapeamento participativo de iniciativas de consumo responsável para produção de conteúdo no projeto Produção

Leia mais

EDITAL PARA SELEÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS 2014

EDITAL PARA SELEÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS 2014 EDITAL PARA SELEÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS 2014 1. DO OBJETO 1.1. O presente edital tem por objeto realizar uma chamada pública nacional para seleção de projetos sociais. O edital destina-se às organizações

Leia mais

COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS Nº 08/2014 EDITAL PARA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSISTENTE TÉCNICO I E II (TÉCNICO JÚNIOR)

COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS Nº 08/2014 EDITAL PARA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSISTENTE TÉCNICO I E II (TÉCNICO JÚNIOR) COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS Nº 08/2014 EDITAL PARA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSISTENTE TÉCNICO I E II (TÉCNICO JÚNIOR) Tipo: Melhor Técnica O Instituto Brasileiro de Administração Municipal - IBAM, associação

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA VETERINÁRIA DE PERNAMBUCO

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA VETERINÁRIA DE PERNAMBUCO CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA VETERINÁRIA DE PERNAMBUCO Resolução nº 004, de 25 de março de 2015 Estabelece requisitos a serem observados para obtenção de apoio financeiro ou institucional junto ao CRMV-PE.

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA Nº 26/2015, REFERENTE AO CONVÊNIO SICONV Nº 776999/2012

TERMO DE REFERÊNCIA Nº 26/2015, REFERENTE AO CONVÊNIO SICONV Nº 776999/2012 TERMO DE REFERÊNCIA COTAÇÃO PRÉVIA Nº 26/2015, REFERENTE AO CONVÊNIO SICONV Nº 776999/2012 O, associação civil sem fins lucrativos, com sede em Porto Seguro/BA, na Praça da Bandeira, nº 100, Sala 01 Condomínio

Leia mais

FUNDAÇÃO THEODOMIRO SANTIAGO TERMO DE REFERÊNCIA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 201150026 TIPO: MENOR PREÇO

FUNDAÇÃO THEODOMIRO SANTIAGO TERMO DE REFERÊNCIA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 201150026 TIPO: MENOR PREÇO TERMO DE REFERÊNCIA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 201150026 TIPO: MENOR PREÇO A FUNDAÇÃO THEODOMIRO SANTIAGO, entidade privada sem fins lucrativos, inscrita no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica do Ministério

Leia mais

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE ASSUNTOS ESTRATÉGICOS PROGRAMA DAS NAÇÕES UNIDAS PARA O DESENVOLVIMENTO

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE ASSUNTOS ESTRATÉGICOS PROGRAMA DAS NAÇÕES UNIDAS PARA O DESENVOLVIMENTO PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE ASSUNTOS ESTRATÉGICOS PROGRAMA DAS NAÇÕES UNIDAS PARA O DESENVOLVIMENTO EDITAL Nº 030 /2010 - PROJETO BRA/06/032 CÓDIGO: REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA URBANA O Projeto

Leia mais

PROJETO SETORIAL CONVÊNIO SOFTEX / APEX 2014 2016

PROJETO SETORIAL CONVÊNIO SOFTEX / APEX 2014 2016 Campinas, 15 de outubro de 2014. EDITAL PARA CONTRATAÇÃO DE AUDITORIA EXTERNA INDEPENDENTE PROJETO SETORIAL CONVÊNIO SOFTEX / APEX 2014 2016 Prezados Senhores, A Associação para Promoção da Excelência

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 017/2007 TIPO: MENOR PREÇO

CARTA CONVITE Nº 017/2007 TIPO: MENOR PREÇO CARTA CONVITE Nº 017/2007 TIPO: MENOR PREÇO PROCESSO Nº 017/2007 Tipo de Licitação: MENOR PREÇO DATA: 22/08/2007 HORÁRIO: 10:00 HORAS LOCAL: Universidade de Brasília Campus Universitário Darcy Ribeiro

Leia mais

Prazo de execução: xxxx meses, a partir da assinatura do convênio

Prazo de execução: xxxx meses, a partir da assinatura do convênio MODELO PARA APRESENTAÇÃO PLANO DE TRABALHO EDITAL 2013 1 - IDENTIFICAÇÃO 1.1 DO PROJETO Nome do Projeto: Local onde será executado o projeto: (endereço completo) Nº de Beneficiários diretos: xx crianças

Leia mais

CADERNO DE COMPRAS E LICITAÇÕES

CADERNO DE COMPRAS E LICITAÇÕES 2010 PREFEITURA MUNICIPAL DE CONTAGEM SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO DIRETORIA DE COMPRAS E LICITAÇÕES CADERNO DE COMPRAS E LICITAÇÕES 1. OBJETIVO Este manual tem por objetivo esclarecer as questões

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA VETERINÁRIA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO RESOLUÇÃO CRMV-RJ Nº 47/2015

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA VETERINÁRIA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO RESOLUÇÃO CRMV-RJ Nº 47/2015 RESOLUÇÃO CRMV-RJ Nº 47/2015 Ementa: Estabelece requisitos a serem observados para obtenção de apoio financeiro e/ou institucional junto ao CRMV-RJ. O - CRMV-RJ, no uso das atribuições que lhe são conferidas

Leia mais

O Fundo dos Direitos da Criança e do Adolescente

O Fundo dos Direitos da Criança e do Adolescente CURSO DE CAPACITAÇÃO PARA OS PROMOTORES DE JUSTIÇA PROGRAMA INFÂNCIA EM 1º LUGAR 2ª ETAPA O Fundo dos Direitos da Criança e do Gestão e Captação de Recursos Fernando Carlos Almeida Fernando Carlos Almeida

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA PARA ESPECIALIZADOS CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS TÉCNICOS

TERMO DE REFERÊNCIA PARA ESPECIALIZADOS CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS TÉCNICOS Este 1. Termo APRESENTAÇÃO para Consórcio realizar de estudos, referência visando se aplica à avaliação à contratação da estrutura de serviços técnica técnicos e administrativa especializados município

Leia mais

INSTRUÇÃO ADMINISTRATIVA Nº 01/2006, ATUALIZADA EM 7 DE FEVEREIRO 2012

INSTRUÇÃO ADMINISTRATIVA Nº 01/2006, ATUALIZADA EM 7 DE FEVEREIRO 2012 INSTRUÇÃO ADMINISTRATIVA Nº 01/2006, ATUALIZADA EM 7 DE FEVEREIRO 2012 REGRAS E CRITÉRIOS PARA O FUNCIONAMENTO DAS OPERAÇÕES DE CONTAS A PAGAR ATRAVÉS DA FADEX TERESINA PI, FEVEREIRO DE 2012 INSTRUÇÃO

Leia mais

ANEXO VII EDITAL 003/2013 -PROCULTURA INSTRUÇÕES PARA PRESTAÇÃO DE CONTAS

ANEXO VII EDITAL 003/2013 -PROCULTURA INSTRUÇÕES PARA PRESTAÇÃO DE CONTAS ANEXO VII EDITAL 003/2013 -PROCULTURA INSTRUÇÕES PARA PRESTAÇÃO DE CONTAS BASE LEGAL 1. Capítulo III da Lei nº 5.662/09 2. Item 9 do Edital 000/2013-ProCultura ORIENTAÇÕES GERAIS 1. Os PROPONENTES que

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA/COTAÇÃO PRÉVIA nº. 01/2014 CONTRATAÇÃO DE PESSOA JURÍDICA: PRESTAÇÃO SERVIÇOS DE RECURSOS HUMANOS

TERMO DE REFERÊNCIA/COTAÇÃO PRÉVIA nº. 01/2014 CONTRATAÇÃO DE PESSOA JURÍDICA: PRESTAÇÃO SERVIÇOS DE RECURSOS HUMANOS TERMO DE REFERÊNCIA/COTAÇÃO PRÉVIA nº. 01/2014 CONTRATAÇÃO DE PESSOA JURÍDICA: PRESTAÇÃO SERVIÇOS DE RECURSOS HUMANOS A ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA PARA A AÇÃO POR DIREITOS DAS PESSOAS COM AUTISMO (ABRAÇA),

Leia mais

Conselho Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente de Viana - COMDICAVI Lei Municipal Nº. 1214/94

Conselho Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente de Viana - COMDICAVI Lei Municipal Nº. 1214/94 EDITAL Nº. 01/2014 - COMDICAVI Dispõe sobre o chancelamento de projetos das entidades não governamentais e órgãos governamentais de atendimento à criança e ao adolescente, para financiamento com recursos

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Federal da Integração Latino-Americana

Ministério da Educação Universidade Federal da Integração Latino-Americana Ministério da Educação Universidade Federal da Integração Latino-Americana EDITAL PROEX 10/2014, de 05 de agosto de 2014 PROFIEX 2014 A Comissão Superior de Extensão e a Pró-Reitora de Extensão da Universidade

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE-FURG PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE-FURG PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE-FURG PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO Av. Itália, Km8 Campus Carreiros Rio Grande, RS Brasil 96201-900 fone: 53.32336772 e-mail:prograd@furg.br

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA OC/PEE 001/2015

CHAMADA PÚBLICA OC/PEE 001/2015 CHAMADA PÚBLICA OC/PEE 001/2015 RESULTADO - CHAMADA PÚBLICA OC/PEE 001/2015 31 DE AGOSTO DE 2015 O grupo CPFL ENERGIA, comunica que na CHAMADA PÚBLICA OC/PEE 001/2015, após análise da Comissão Julgadora

Leia mais

F4D7 - Solicitação de Convênio para Execução de Projetos e/ou Eventos

F4D7 - Solicitação de Convênio para Execução de Projetos e/ou Eventos Página: 1 de 8 INSTRUÇÕES PARA FIRMAR CONVÊNIO COM O CREA-CE Conforme Art. 25. Serão admitidas para cumprimento do objeto do convênio firmado entre o Crea e a instituição de ensino ou a entidade de classe

Leia mais

1.2. O acompanhamento de Editais e comunicados referentes a este Processo Seletivo é de responsabilidade exclusiva do candidato.

1.2. O acompanhamento de Editais e comunicados referentes a este Processo Seletivo é de responsabilidade exclusiva do candidato. EDITAL Nº 11/2015, de 28 de abril de 2015 PROCESSO DE SELEÇÃO PARA SERVIDORES PÚBLICOS DE ENSINO PARA INGRESSO NO CURSO TÉCNICO DE NÍVEL MÉDIO SUBSEQUENTE AO ENSINO MÉDIO, DO PROFUNCIONÁRIO CURSOS A DISTÂNCIA

Leia mais

EDITAL CONCORRÊNCIA PARA AQUISIÇÃO DE POTENCIAL CONSTRUTIVO

EDITAL CONCORRÊNCIA PARA AQUISIÇÃO DE POTENCIAL CONSTRUTIVO EDITAL CONCORRÊNCIA PARA AQUISIÇÃO DE POTENCIAL CONSTRUTIVO PRAZO PARA A ENTREGA DA DOCUMENTAÇÃO: 15/07/2015, 17H30MIN LOCAL: Sede Administrativa do SINDUSCON-PR, à Rua João Viana Seiler, nº 116 Parolin

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº. 001/2013

RESOLUÇÃO Nº. 001/2013 RESOLUÇÃO Nº. 001/2013 Estabelece normas para o recebimento, análise e concessão de benefício a projetos culturais no âmbito da Lei de Incentivo à Cultura João Bananeira. A Comissão de Avaliação e Seleção

Leia mais

EDITAL Nº 01/ 2016 - PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS

EDITAL Nº 01/ 2016 - PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EDITAL Nº 01/ 2016 - PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS A Caixa Escolar Pe. José Maria Xavier, inscrita no CNPJ 19.664.978/0001-86, localizada à rua Pe. José Maria Xavier, nº 164, bairro Centro, município de São João

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 003/2015. Desenvolvimento, produção e realização da 20ª Festa do Imigrante.

CARTA CONVITE Nº 003/2015. Desenvolvimento, produção e realização da 20ª Festa do Imigrante. São Paulo, 24 de fevereiro de 2015. CARTA CONVITE Nº 003/2015 Desenvolvimento, produção e realização da 20ª Festa do Imigrante. O (INCI), Organização Social gestora do Museu da Imigração, de acordo com

Leia mais

ARRANJO PRODUTIVO LOCAL METALMECANICO DO GRANDE ABC

ARRANJO PRODUTIVO LOCAL METALMECANICO DO GRANDE ABC ARRANJO PRODUTIVO LOCAL METALMECANICO DO GRANDE ABC TERMO DE REFERÊNCIA Nº 01/2010 PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO Contatos Luiz Augusto Gonçalves de Almeida (Coord. de Relações Institucionais)

Leia mais

MODELO DE PROJETO. Solicitação de Inclusão no Banco de Projetos para captação de recursos FIA/Doações (obrigatório o preenchimento de todos os itens)

MODELO DE PROJETO. Solicitação de Inclusão no Banco de Projetos para captação de recursos FIA/Doações (obrigatório o preenchimento de todos os itens) MODELO DE PROJETO Solicitação de Inclusão no Banco de Projetos para captação de recursos FIA/Doações (obrigatório o preenchimento de todos os itens) 1. IDENTIFICAÇÃO Abrangência do Projeto: ( ) Estadual

Leia mais

REGULAMENTO DE SELEÇÃO DE EMPREENDIMENTOS. Prêmio Consulado da Mulher EDITAL - 2016

REGULAMENTO DE SELEÇÃO DE EMPREENDIMENTOS. Prêmio Consulado da Mulher EDITAL - 2016 REGULAMENTO DE SELEÇÃO DE EMPREENDIMENTOS Prêmio Consulado da Mulher EDITAL - 2016 1. APRESENTAÇÃO 1.1. O Instituto Consulado da Mulher, ação social da marca Consul, torna público que estão abertas as

Leia mais

EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA N o 003/2015

EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA N o 003/2015 EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA N o 003/2015 O Município de Três de Maio comunica aos interessados que está procedendo à CHAMADA PÚBLICA, para fins de habilitação e recebimento das propostas de gêneros alimentícios

Leia mais

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO EDITAL/SMAR Nº 002/2013

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO EDITAL/SMAR Nº 002/2013 1 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO EDITAL/SMAR Nº 002/2013 A Secretaria de Municipal de Administração e Recursos Humanos do Município de Santa Teresa faz saber que fará realizar o Processo Seletivo Simplificado,

Leia mais

TÍTULO 30 COMPRA COM DOAÇÃO SIMULTÂNEA CDS

TÍTULO 30 COMPRA COM DOAÇÃO SIMULTÂNEA CDS (*) 1) FINALIDADE: Aquisição de alimentos de organizações fornecedoras constituídas por público descrito no parágrafo 2º, item 4, Art. 3º da Lei Nº 11.326/2006, com vistas à doação para organizações constituídas

Leia mais

Edital para Contratação de Consultoria Externa para Avaliação Final de Projeto. (Pessoa Física ou Pessoa Jurídica)

Edital para Contratação de Consultoria Externa para Avaliação Final de Projeto. (Pessoa Física ou Pessoa Jurídica) Edital para Contratação de Consultoria Externa para Avaliação Final de Projeto (Pessoa Física ou Pessoa Jurídica) Localização: Em domicílio (com visitas de campo previstas) Prazo para envio de candidatura:

Leia mais

NORMAS GERAIS PARA RECEBIMENTO E CONFERÊNCIA DE DOCUMENTOS

NORMAS GERAIS PARA RECEBIMENTO E CONFERÊNCIA DE DOCUMENTOS NORMAS GERAIS PARA RECEBIMENTO E CONFERÊNCIA DE DOCUMENTOS PROCEDIMENTO PADRÃO Nº. 001/2006. Teresina, Março 2008 ATUALIZADO EM MARÇO DE 2008 NORMAS GERAIS PARA RECEBIMENTO E CONFERÊNCIA DE DOCUMENTOS

Leia mais

CREDENCIAMENTO DE EMPRESAS DE CONSULTORIA GERÊNCIA EXECUTIVA DE RELAÇÕES COM O MERCADO GERÊNCIA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL EDITAL DE CHAMAMENTO

CREDENCIAMENTO DE EMPRESAS DE CONSULTORIA GERÊNCIA EXECUTIVA DE RELAÇÕES COM O MERCADO GERÊNCIA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL EDITAL DE CHAMAMENTO CREDENCIAMENTO DE EMPRESAS DE CONSULTORIA GERÊNCIA EXECUTIVA DE RELAÇÕES COM O MERCADO GERÊNCIA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL EDITAL DE CHAMAMENTO Contratação de Empresas de Consultoria para Prestação de

Leia mais

COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 001/2012 EDITAL DE CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE TERCEIROS PESSOA JURÍDICA TIPO: MELHOR TÉCNICA

COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 001/2012 EDITAL DE CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE TERCEIROS PESSOA JURÍDICA TIPO: MELHOR TÉCNICA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 001/2012 EDITAL DE CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE TERCEIROS PESSOA JURÍDICA TIPO: MELHOR TÉCNICA O Centro de Estudos de Cultura Contemporânea CEDEC, entidade privada sem fins lucrativos,

Leia mais

RESPOSTAS A PERGUNTAS MAIS FREQUENTES DA SOCIEDADE (inciso VI do art. 8º da Lei nº 12.527/2011) SUMÁRIO. 1. Registro Profissional...

RESPOSTAS A PERGUNTAS MAIS FREQUENTES DA SOCIEDADE (inciso VI do art. 8º da Lei nº 12.527/2011) SUMÁRIO. 1. Registro Profissional... SUMÁRIO 1. Registro Profissional... 2 2. Isenção de Anuidade... 3 3. Transferência de Regional... 4 4. Cancelamento de Registro (Pessoa Física)... 5 5. Reativação de Registro Profissional... 6 6. Parcelamento

Leia mais

Tem por objetivo esta Licitação de prestação de serviços neste estabelecimento de ensino. Constante do anexo I, deste convite.

Tem por objetivo esta Licitação de prestação de serviços neste estabelecimento de ensino. Constante do anexo I, deste convite. MINUTA DO CONVITE Nº 0011/2015 Natureza da Despesa: MANUTENÇÃO E CONSERVAÇÃO DE BENS E IMÓVEIS Fonte Recurso: Fonte 51 FUNDEB- APORTE FINANCEIRO 2015 Data de Emissão: 29/10/2015 Data da Licitação: 09/11/2014

Leia mais

APROVA PROCEDIMENTOS DE ADMISSÃO DE EMPREGADOS DO SESCOOP/PR E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

APROVA PROCEDIMENTOS DE ADMISSÃO DE EMPREGADOS DO SESCOOP/PR E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. APROVA PROCEDIMENTOS DE ADMISSÃO DE EMPREGADOS DO SESCOOP/PR E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. RESOLUÇÃO Nº: 025 DO SESCOOP/PR 08/07/2004. SUMÁRIO Finalidade 1. Da Finalidade 2. Da Admissão 3. Da Carteira de Trabalho

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE IT Instrução de Trabalho

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE IT Instrução de Trabalho FINANCEIRO IT. 20 11 1 / 6 1. OBJETIVO Estabelecer diretrizes para as atividades financeiras do Conselho. 2. DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA Instrução Normativa nº 480 de 15 de dezembro de 2004 Secretaria da

Leia mais

SÃO JOÃO 2016 DE AQRCOVERDE CONVOCATÓRIA REGIONAL - PREFEITURA DE ARCOVERDE - SECRETARIA MUNICIPAL DE TURISMO E EVENTOS

SÃO JOÃO 2016 DE AQRCOVERDE CONVOCATÓRIA REGIONAL - PREFEITURA DE ARCOVERDE - SECRETARIA MUNICIPAL DE TURISMO E EVENTOS SÃO JOÃO 2016 DE AQRCOVERDE CONVOCATÓRIA REGIONAL - PREFEITURA DE ARCOVERDE - SECRETARIA MUNICIPAL DE TURISMO E EVENTOS - SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO. CULTURA E ESPORTE 1. DO OBJETO 1.1. Constitui

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PARA OS CURSOS DE DOUTORADO E DOUTORADO DIRETO

EDITAL DE SELEÇÃO PARA OS CURSOS DE DOUTORADO E DOUTORADO DIRETO EDITAL DE SELEÇÃO PARA OS CURSOS DE DOUTORADO E DOUTORADO DIRETO Este edital substitui o edital de Seleção para o Doutorado e Doutorado Direto publica no Diário Oficial de São Paulo em 27 de julho de 2012.

Leia mais

Governo do Estado do Rio de Janeiro Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude

Governo do Estado do Rio de Janeiro Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude ANEXO V ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DA PROPOSTA DE TRABALHO Entende-se que o Programa de Trabalho é a demonstração do conjunto dos elementos necessários e suficientes, com nível de precisão adequada para caracterizar

Leia mais

Selo EJ Edital 2015. Neste ano, há algumas novidades incorporadas ao Selo. Além deste edital, serão lançados:

Selo EJ Edital 2015. Neste ano, há algumas novidades incorporadas ao Selo. Além deste edital, serão lançados: Selo EJ Edital 2015 Assim como no Edital do Selo EJ 2014, neste ano o documento será elaborado tomando por base a metodologia 5W2H. Essa se mostrou a via mais interativa e de fácil disseminação, tornando

Leia mais

CONCORRÊNCIA AA Nº 03/2010 - BNDES ANEXO III PROJETO BÁSICO: FATORES DE PONTUAÇÃO TÉCNICA

CONCORRÊNCIA AA Nº 03/2010 - BNDES ANEXO III PROJETO BÁSICO: FATORES DE PONTUAÇÃO TÉCNICA CONCORRÊNCIA AA Nº 03/2010 - BNDES ANEXO III PROJETO BÁSICO: FATORES DE PONTUAÇÃO TÉCNICA 1. INTRODUÇÃO Em virtude da intelectualidade manifesta dos serviços a serem licitados será adotado o tipo de licitação

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 026/2014. Contratação de Empresa especializada em Auditoria Independente.

CARTA CONVITE Nº 026/2014. Contratação de Empresa especializada em Auditoria Independente. São Paulo, 17 de junho de 2014. CARTA CONVITE Nº 026/2014 Contratação de Empresa especializada em Auditoria Independente. A, Organização Social gestora do Museu do Café e do Museu da Imigração, de acordo

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 002/2014

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 002/2014 INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 002/2014 DISPÕE SOBRE A CONCESSÃO DE SUBVENÇÃO SOCIAL, AUXÍLIO FINANCEIRO, CONTRIBUIÇÃO E OUTRAS FONTES DE RECURSO NO ÂMBITO DO PODER EXECUTIVO. A Controladoria Geral do Município

Leia mais

CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE. Deliberação nº 1.100/2014 DS/CMDCA

CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE. Deliberação nº 1.100/2014 DS/CMDCA CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE Deliberação nº 1.100/2014 DS/CMDCA Dispõe sobre a Autorização para Captação de Recursos Financeiros para o Fundo Municipal para Atendimento dos

Leia mais

ESTADO DO ACRE PREFEITURA MUNICIPAL DE FEIJÓ COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO

ESTADO DO ACRE PREFEITURA MUNICIPAL DE FEIJÓ COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO Processo nº 038/2015 EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO PARA SELEÇÃO DE TERRENO N.º 004/2015. O MUNICIPIO DE FEIJÓ, com sede à Avenida Plácido de Castro nº. 672, Centro, no Município de Feijó-Ac, inscrita no

Leia mais

2 Nas planilhas Orçamento por rubricas, acrescente quantas linhas forem necessárias para listar os itens do orçamento.

2 Nas planilhas Orçamento por rubricas, acrescente quantas linhas forem necessárias para listar os itens do orçamento. *ORIENTAÇÕES SOBRE PREENCHIMENTO DESTE DOCUMENTO: 1 Após efetuar o download deste documento, selecione a opção Salvar como..., e renomeie o documento, colocando o nome de sua instituição ou do projeto

Leia mais

I. A equipe básica é apenas a equipe que comprova a experiência solicitada no item 13.5.1?

I. A equipe básica é apenas a equipe que comprova a experiência solicitada no item 13.5.1? Á IPÊ Instituto de Pesquisas Ecológicas Rod. Dom Pedro I, km 47 Nazaré Paulista/SP, CEP - 12960-000 Telefone: (11) 4597-7155/4597-7161 Ref: Esclarecimentos sobre a cotação de preço 01/2013, referente à

Leia mais

ARRANJO PRODUTIVO LOCAL METALMECANICO GRANDE ABC

ARRANJO PRODUTIVO LOCAL METALMECANICO GRANDE ABC ARRANJO PRODUTIVO LOCAL METALMECANICO GRANDE ABC TERMO DE REFERÊNCIA Nº 02/2010 SERVIÇOS DE CONSULTORIA PARA GESTÃO FINANCEIRA EM CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇO DE VENDA. Contatos Luiz Augusto Gonçalves de

Leia mais

Relação de documentos necessários para requerer o CEBAS?

Relação de documentos necessários para requerer o CEBAS? Relação de documentos necessários para requerer o CEBAS? DOCUMENTO DESCRIÇÃO DO DOCUMENTO SOLICTADO Requerimento assinado pelo O modelo do requerimento pode ser obtido no anexo I desta relação representante

Leia mais

HISTÓRICO DAS REVISÕES N.ºREVISÃO DATA IDENTIFICAÇÃO DO DOCUMENTO 00 01

HISTÓRICO DAS REVISÕES N.ºREVISÃO DATA IDENTIFICAÇÃO DO DOCUMENTO 00 01 HISTÓRICO DAS REVISÕES N.ºREVISÃO DATA IDENTIFICAÇÃO DO DOCUMENTO 00 01 01/06/2006 Emissão inicial 05/06/2007 Primeira Revisão Elaborado: 05/06/2007 Superintendente e ou Gerente da unidade Revisado: 05/06/2007

Leia mais

Projeto Revelando Brasília

Projeto Revelando Brasília Consulta de Preços N 029/2013 A Fundação Assis Chateaubriand, inscrita no CNPJ sob o n 03.657.848/0001-86, com sede no SIG/SUL Quadra 02, Nº 340, Bloco 01, Térreo, Brasília/DF, torna pública a realização

Leia mais

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM RURAL ADMINISTRAÇÃO REGIONAL DO PARANÁ SENAR-AR/PR PROGRAMA APRENDIZAGEM DE ADOLESCENTES E JOVENS

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM RURAL ADMINISTRAÇÃO REGIONAL DO PARANÁ SENAR-AR/PR PROGRAMA APRENDIZAGEM DE ADOLESCENTES E JOVENS SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM RURAL ADMINISTRAÇÃO REGIONAL DO PARANÁ SENAR-AR/PR PROGRAMA APRENDIZAGEM DE ADOLESCENTES E JOVENS Rua Mal. Deodoro, 450 17º - Centro Curitiba - PR CEP 80.010-910 - Fone

Leia mais

Estado: CEP: Fone: Fax: CONTA PARA PAGAMENTO Banco: Agência: Conta Corrente: REPRESENTANTE CREDENCIADO (PREENCHIMENTO DA CÂMARA MUNICIPAL)

Estado: CEP: Fone: Fax: CONTA PARA PAGAMENTO Banco: Agência: Conta Corrente: REPRESENTANTE CREDENCIADO (PREENCHIMENTO DA CÂMARA MUNICIPAL) EMPRESA INTERESSADA Nome/Razão Social: Nome Fantasia: E-mail: E-mail vendas: Site na web: N.º INSCRIÇÃO CNPJ: Estadual: Junta Comercial: Municipal: ENDEREÇO Endereço: Nº: Bairro: Cidade: Estado: CEP: Fone:

Leia mais

FILME EM MINAS - PROGRAMA DE ESTÍMULO AO AUDIOVISUAL BIÊNIO 2011/2012

FILME EM MINAS - PROGRAMA DE ESTÍMULO AO AUDIOVISUAL BIÊNIO 2011/2012 FILME EM MINAS - PROGRAMA DE ESTÍMULO AO AUDIOVISUAL BIÊNIO 2011/2012 ANEXO VI: REGULAMENTO: PUBLICAÇÕES, PRESERVAÇÃO E MEMÓRIA 1. DO OBJETO DO PATROCÍNIO 1.1 Serão aceitos projetos de publicações acerca

Leia mais

Planejamento Estratégico Institucional

Planejamento Estratégico Institucional Planejamento Estratégico Institucional Planejamento Estratégico 2011 Institucional 2012 2013 2010 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO no IFB Planejamento Estratégico Processo que define os objetivos e estratégias

Leia mais

PROCEDIMENTO PARA CONTROLE DE CAIXINHAS (REEMBOLSO) Data - 27/01/2015 CÓDIGO: PSGQ 23.01.01. Procedimento do Sistema Gestão da Qualidade

PROCEDIMENTO PARA CONTROLE DE CAIXINHAS (REEMBOLSO) Data - 27/01/2015 CÓDIGO: PSGQ 23.01.01. Procedimento do Sistema Gestão da Qualidade (REEMBOLSO) Data - 27/01/2015 FL. 1 / 05 1 OBJETIVO Este documento tem como objetivo estabelecer limites para a concessão de adiantamento e reembolso de despesas para as viagens a serviço e treinamento,

Leia mais

CARTA CONVITE N 04/2013. 1 - VAGA: As vagas estão distribuídas em lotes, as empresas poderão concorrer a um lote ou a todos reunidos.

CARTA CONVITE N 04/2013. 1 - VAGA: As vagas estão distribuídas em lotes, as empresas poderão concorrer a um lote ou a todos reunidos. CARTA CONVITE N 04/2013 A UNIÃO NACIONAL DE COOPERATIVAS DA AGRICULTURA FAMILIAR E ECONOMIA SOLIDÁRIA (Unicafes), inscrita no CNPJ sob o n o 07.738.836/0001-37 torna público que estará contratando, em

Leia mais

2. ESPECIFICAÇÃO DAS METAS E ETAPAS

2. ESPECIFICAÇÃO DAS METAS E ETAPAS Cotação Prévia de Preço n 004/2011 Convênio 751723/2010 Menor Preço e melhor técnica Cotação prévia de Preços na modalidade melhor técnica e preço para contratação de serviços contábeis para a prestação

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA 1. IDENTIFICAÇÃO DA CONSULTORIA

TERMO DE REFERÊNCIA 1. IDENTIFICAÇÃO DA CONSULTORIA TERMO DE REFERÊNCIA CONTRATAÇÃO DE PROFISSIONAIS PARA APOIO TÉCNICO E ADMINISTRATIVO PARA ASSESSORAR A DIREÇÃO DA ASSOCENE NA IMPLEMENTAÇÃO E ACOMPANHAMENTO DAS ATIVIDADES ORIENTADAS PARA O FORTALECIMENTO

Leia mais

CURSO DE ELABORAÇÃO PROJETOS PARA CAPTAÇÃO DE RECURSOS FEDERAIS A FUNDOS PERDIDOS.

CURSO DE ELABORAÇÃO PROJETOS PARA CAPTAÇÃO DE RECURSOS FEDERAIS A FUNDOS PERDIDOS. CURSO DE ELABORAÇÃO PROJETOS PARA CAPTAÇÃO DE RECURSOS FEDERAIS A FUNDOS PERDIDOS. APRESENTAÇÃO Este curso vem preencher uma lacuna há anos reclamados pelo Governo Federal, quando informa que existem recursos

Leia mais

CARTA CONVITE 1. OBJETO:

CARTA CONVITE 1. OBJETO: CARTA CONVITE 1. OBJETO: O presente processo tem por objeto a Prestação de Serviços na Área de Projetos Ambientais Revisão de Projetos de Adequação de Propriedades Rurais e Elaboração de Pré-Diagnóstico

Leia mais

Documento de Referência para Apresentação, Habilitação e Seleção de Núcleos de Tecnologia Assistiva

Documento de Referência para Apresentação, Habilitação e Seleção de Núcleos de Tecnologia Assistiva Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação Secretaria de Ciência e Tecnologia para Inclusão Social Apoio a Projetos de Tecnologias Social e Assistiva Documento de Referência para Apresentação, Habilitação

Leia mais

EDITAL SAL/MJ Nº 1, DE 3 DE FEVEREIRO DE 2016 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO

EDITAL SAL/MJ Nº 1, DE 3 DE FEVEREIRO DE 2016 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO MINISTÉRIO DA JUSTIÇA Secretaria de Assuntos Legislativos Esplanada dos Ministérios, Ed. Sede, bloco T, 4º andar, sala 434 (61) 2025 3376 / 3114 E-mail: sal@mj.gov.br EDITAL SAL/MJ Nº 1, DE 3 DE FEVEREIRO

Leia mais

EEEP PROFESSOR GUSTAVO AUGUSTO LIMA E-mail: eeepgustavolima@escola.ce.gov.br Lavras da Mangabeira Ceará

EEEP PROFESSOR GUSTAVO AUGUSTO LIMA E-mail: eeepgustavolima@escola.ce.gov.br Lavras da Mangabeira Ceará MINUTA DO CONVITE Nº 030/2014. Natureza da Despesa: SERVIÇOS PESSOA JURÍDICA 3390390091 - REPASSE PARA MANUTENÇÃO DE ESCOLAS Data de Emissão: 29/09/2013 Data da Licitação: 09/10/2014 Hora da Licitação:

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado de Minas Gerais (CRMV-MG)

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado de Minas Gerais (CRMV-MG) .1. RESOLUÇÃO Nº 332 Estabelece procedimento para a concessão de apoio financeiro e institucional. O Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado de Minas Gerais (CRMV-MG), no uso da atribuição

Leia mais

EDITAL PROGRAMA INOVA UNIRIO PROPG/DPG 2016 (IN-UNIRIO) Edital IN-UNRIO n o 01/2016

EDITAL PROGRAMA INOVA UNIRIO PROPG/DPG 2016 (IN-UNIRIO) Edital IN-UNRIO n o 01/2016 UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO UNIRIO Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa PROPG Diretoria de Pós-Graduação - DPG EDITAL PROGRAMA INOVA UNIRIO PROPG/DPG 2016 (IN-UNIRIO) Edital IN-UNRIO

Leia mais

EDITAL PROPI Nº 009/2014 EDITAL DO INVENTOR: DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS INOVADORES COM GERAÇÃO DE PATENTES

EDITAL PROPI Nº 009/2014 EDITAL DO INVENTOR: DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS INOVADORES COM GERAÇÃO DE PATENTES EDITAL PROPI Nº 009/2014 EDITAL DO INVENTOR: DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS INOVADORES COM GERAÇÃO DE PATENTES O Pró-Reitor de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação do Instituto Federal de Educação, Ciência

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PAULÍNIA

PREFEITURA MUNICIPAL DE PAULÍNIA DOCUMENTOS A SEREM APRESENTADOS: I programa de trabalho proposto pela beneficiária ou exposição das unidades de serviço objeto dos repasses concedidos, avaliado pela Comissão, contendo: a. razões que justifiquem

Leia mais

POLÍTICA DE INCENTIVO NO ÂMBITO DO PROGRAMA NACIONAL DE HIV/AIDS E OUTRAS DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS

POLÍTICA DE INCENTIVO NO ÂMBITO DO PROGRAMA NACIONAL DE HIV/AIDS E OUTRAS DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS POLÍTICA DE INCENTIVO NO ÂMBITO DO PROGRAMA NACIONAL DE HIV/AIDS E OUTRAS DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS INSTRUMENTO PARA ELABORAÇÃO DE PROJETO DE ONG/OSC 2009 CAMPO GRANDE MS JUNLHO DE 2009 PREFEITURA

Leia mais

II Chamada Pública de Projetos Comunitários No. 1/2016

II Chamada Pública de Projetos Comunitários No. 1/2016 II Chamada Pública de Projetos Comunitários No. 1/2016 A Tabôa Fortalecimento Comunitário é uma entidade sem fins lucrativos que fomenta o empreendedorismo e o fortalecimento das organizações de base comunitária.

Leia mais

EDITAL DE PROJETOS INSTITUTO LOJAS RENNER E ONU MULHERES - 2016

EDITAL DE PROJETOS INSTITUTO LOJAS RENNER E ONU MULHERES - 2016 EDITAL DE PROJETOS INSTITUTO LOJAS RENNER E ONU MULHERES - 2016 1. DO OBJETO 1.1. O presente edital tem por objeto realizar uma chamada pública nacional para a seleção de projetos que contribuam para o

Leia mais