DEPARTAMENTO DE TAQUIGRAFIA, REVISÃO E REDAÇÃO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "DEPARTAMENTO DE TAQUIGRAFIA, REVISÃO E REDAÇÃO"

Transcrição

1 DEPARTAMENTO DE TAQUIGRAFIA, REVISÃO E REDAÇÃO SESSÃO: O DATA: 04/09/12 TURNO: Noturno TIPO DA SESSÃO: Extraordinária - CD LOCAL: Plenário Principal - CD INÍCIO: 21h11min TÉRMINO: 21h21min DISCURSOS RETIRADOS PELO ORADOR PARA REVISÃO Hora Fase Orador Obs.:

2 Ata da 237ª Sessão, Extraordinária, Noturna, da 2ª Sessão Legislativa Ordinária, da 54ª Legislatura, em 4 de setembro de 2012 Presidência do Sr.: Inocêncio Oliveira, 2º do artigo 18 do Regimento Interno. ÀS 21 HORAS E 11 MINUTOS COMPARECEM À CASA OS SRS.: Marco Maia Rose de Freitas Eduardo da Fonte Eduardo Gomes Jorge Tadeu Mudalen Inocêncio Oliveira Júlio Delgado Geraldo Resende Manato Carlos Eduardo Cadoca Sérgio Moraes

3 I - ABERTURA DA SESSÃO O SR. PRESIDENTE (Inocêncio Oliveira) - A lista de presença registra na Casa o comparecimento de 256 Senhoras Deputadas e Senhores Deputados. Está aberta a sessão. Sob a proteção de Deus e em nome do povo brasileiro iniciamos nossos trabalhos. II - LEITURA DA ATA O SR. PRESIDENTE (Inocêncio Oliveira) - Fica dispensada a leitura da ata da sessão anterior. III - EXPEDIENTE (Não há expediente a ser publicado) 3

4 IV - ORDEM DO DIA PRESENTES OS SEGUINTES SRS. DEPUTADOS: 4

5 O SR. PRESIDENTE (Inocêncio Oliveira) - Passa-se à apreciação da matéria sobre a mesa e da constante da Ordem do Dia. Item único da pauta. Projeto de Lei nº 1.631, de 2011 (do Senado Federal) Discussão, em turno único, do Projeto de Lei nº 1.631, de 2011, do Senado Federal, que institui a Política Nacional de Proteção dos Direitos da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista, tendo parecer da Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público pela aprovação deste e pela rejeição do Projeto de Lei nº 1.813, de 2011 (Relator: Deputado Policarpo); e da Comissão de Seguridade Social e Família, pela aprovação deste, com emendas, e pela rejeição do Projeto de Lei nº 1.813, de 2011, apensado (Relatora: Deputada Mara Gabrilli); pendente de parecer da Comissão de Constituição, Justiça e de Cidadania. 5

6 O SR. PRESIDENTE (Inocêncio Oliveira) - Para oferecer parecer, pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania, concedo a palavra à ilustre Deputada Erika Kokay. A SRA. ERIKA KOKAY (PT-DF. Pela ordem. Sem revisão da oradora.) - Não. Sr. Presidente, eu apenas gostaria de justificar e de dizer que se estivesse aqui na votação anterior, teria votado com o meu partido, o Partido dos Trabalhadores. O SR. ROMÁRIO (PSB-RJ. Pela ordem. Sem revisão do orador.) - Sr. Presidente, Romário, do PSB do Rio de Janeiro, votou com o partido, na votação anterior. 6

7 O SR. PRESIDENTE (Inocêncio Oliveira) - Concedo a palavra à ilustre Deputada Rosinha da Adefal. A SRA. ROSINHA DA ADEFAL (Bloco/PTdoB-AL. Para emitir parecer. Sem revisão da oradora.) - Sr. Presidente, é com satisfação que esta Casa, hoje, traz à discussão o PL nº Aos ativistas e militantes desta causa, os meus parabéns, pois a rápida tramitação do referido projeto de lei, em grande parte, se deve à mobilização e ao empenho para que se ponha em prática uma política nacional de defesa dos direitos da pessoa com transtorno espectro autista. É uma justa causa e coesa. As pessoas com autismo não poderiam deixar de ser também detentoras de direitos de proteção legal, assim como as demais pessoas com deficiência. Se alguma dúvida existia quanto ao direito das pessoas com autismo se beneficiarem dos direitos e das ações afirmativas postas às demais pessoas, essa dúvida não mais existe após o Brasil ter absorvido a norma constitucional que é a Convenção sobre os Direitos da Pessoa com Deficiência. Continuamos à disposição do movimento em defesa dos direitos da pessoa com autismo e reiteramos o nosso discurso acerca da necessidade da aprovação urgente do PL 1.631, que institui a Política Nacional de Proteção dos Direitos da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista, por se tratar de um projeto de grande relevância para pessoas com autismo e seus familiares. Sabemos que essas pessoas não têm atendimento e têm toda uma especificidade que é inerente a essa deficiência, e precisam, como quaisquer outros cidadãos, ser tratados, tendo respeitadas as suas diferenças. 7

8 este PL hoje. Conclamo todos os Deputados desta Casa a, por unanimidade, aprovarem Muito obrigada, Sr. Presidente. (Palmas.) 8

9 O SR. PRESIDENTE (Inocêncio Oliveira) - Pela constitucionalidade, juridicidade e técnica legislativa... O SR. EDUARDO CUNHA - Sr. Presidente, peço a palavra para uma questão de ordem. O SR. PRESIDENTE (Inocêncio Oliveira) - Declaro encerrada a discussão. 9

10 O SR. EDUARDO CUNHA - Questão de ordem, Sr. Presidente. O SR. PRESIDENTE (Inocêncio Oliveira) - Concedo a palavra ao ilustre Deputado Eduardo Cunha. O SR. EDUARDO CUNHA (PMDB-RJ. Questão de ordem. Sem revisão do orador.) - Eu quero saber o que nós estamos fazendo aqui, porque V.Exa. declarou que os projetos ficaram para a sessão de amanhã e, de repente, eu estou vendo que, numa sessão de medida provisória em que não estava convocado o projeto, nós já estamos votando o projeto. Não estou entendendo! V.Exa. passou para amanhã a pauta e, inclusive, desmobilizou. O requerimento de urgência também estava na pauta e foi para amanhã. Tudo foi para amanhã. E, de repente, estamos votando sem estar na pauta? Não houve acordo! V. Exa. desmobilizou! O SR. PRESIDENTE (Inocêncio Oliveira) - O Líder do Governo pediu pelo menos para votar esse projeto... O SR. EDUARDO CUNHA - Mas não foi comunicado. O SR. PRESIDENTE (Inocêncio Oliveira) -...porque amanhã a MP tranca esse projeto. O SR. EDUARDO CUNHA - Então, nós vamos votar amanhã, Sr. Presidente. Nós vamos verificar, então, e vamos votar amanhã. V.Exa. anunciou para amanhã. Então, vamos respeitar a Casa. Foi todo o mundo embora, achando que votaríamos amanhã. Votamos amanhã. Hoje, então, não há concordância nossa para votar. A SRA. CARMEN ZANOTTO (Bloco/PPS-SC. Pela ordem. Sem revisão da oradora.) - Sr. Presidente, houve acordo no Colégio de Líderes. 10

11 O SR. PRESIDENTE (Inocêncio Oliveira) - O que me comunicaram foi o seguinte: a MP, amanhã, tranca esse projeto. O SR. BRUNO ARAÚJO - Se não votar hoje... O SR. PRESIDENTE (Inocêncio Oliveira) - Deputado Bruno Araújo com a palavra. O SR. BRUNO ARAÚJO (PSDB-PE. Pela ordem. Sem revisão do orador.) - Essa matéria, se não for votada hoje, vai ficar trancada... O SR. EDUARDO CUNHA - Eu alertei na hora. Não foi convocada sessão para isso. O SR. PRESIDENTE (Inocêncio Oliveira) - V.Exa. quer que suspenda? O SR. EDUARDO CUNHA - Eu não concordo. V.Exa. não anunciou o projeto... O SR. BRUNO ARAÚJO - O tema é importante para milhares de autistas brasileiros e para suas famílias, Sr. Presidente! Nós fazemos um apelo para que essa matéria siga... 11

12 A SRA. GORETE PEREIRA (Bloco/PR-CE. Pela ordem. Sem revisão da oradora.) - A Deputada Gorete votou com o partido. 12

13 O SR. PRESIDENTE (Inocêncio Oliveira) - Já foi encerrada a discussão. O SR. EDUARDO CUNHA (PMDB-RJ. Pela ordem. Sem revisão do orador.) - Deputado Bruno, não se trata de ser ou não importante. É que começamos uma sessão extraordinária e o item não fazia parte da pauta. Não podemos inserir um item na pauta assim! O Regimento não pode ser afrontado desse jeito! O SR. CHICO ALENCAR (PSOL-PE. Pela ordem. Sem revisão do orador.) - Não! Esta sessão extraordinária foi convocada só para esta matéria! O SR. BRUNO ARAÚJO (PSDB-PE. Pela ordem. Sem revisão do orador.) - A sessão extraordinária foi chamada! Foi chamada com a leitura do requerimento de urgência, Deputado Eduardo Cunha. O SR. EDUARDO CUNHA - Foi chamada antes, sem este item na pauta. O SR. BRUNO ARAÚJO - Sr. Presidente, V.Exa. está correto. V.Exa. chamou a sessão ordinária, leu a pauta... O SR. EDUARDO CUNHA - Não! Com esta pauta, não estava, não! O SR. BRUNO ARAÚJO - Nós queremos fazer um apelo. A SRA. ROSINHA DA ADEFAL (Bloco/PTdoB-AL. Pela ordem. Sem revisão da oradora.) - Esta pauta foi convocada às 21h11min e havia acordo dos Líderes. O SR. BRUNO ARAÚJO - Esta matéria é fundamental para milhares de famílias; a Deputada Rosinha fez a leitura do seu parecer; vamos ao mérito da matéria! O SR. CHICO ALENCAR - Combinou a urgência urgentíssima. A SRA. GORETE PEREIRA (Bloco/PR-CE. Pela ordem. Sem revisão da oradora.) - Sr. Presidente, nós estamos em outra sessão! 13

14 O SR. PRESIDENTE (Inocêncio Oliveira) - Queria fazer um apelo ao Deputado Eduardo Cunha para a gente votar o projeto. A SRA. GORETE PEREIRA - Sr. Presidente, nós estamos em outra sessão, que foi iniciada às 21h10min. O SR. PRESIDENTE (Inocêncio Oliveira) - Já foi encerrada a discussão. O SR. EDUARDO CUNHA - V.Exa. chamou uma sessão específica para isso? V.Exa. tem que encerrar a sessão e chamar outra! A SRA. GORETE PEREIRA - Já estamos em outra sessão, que foi iniciada às 21h10min. O SR. EDUARDO CUNHA - V.Exa. está fazendo uma incoerência regimental. Não posso aceitar isso! Isso é uma nulidade! A SRA. ROSINHA DA ADEFAL - Isso foi acordado na reunião de Líderes, minha gente. A SRA. GORETE PEREIRA - Principalmente com o item deste projeto. O SR. CHICO ALENCAR - Sr. Presidente, só para lembrar: houve a votação da urgência urgentíssima da matéria,... A SRA. ROSINHA DA ADEFAL - Sr. Presidente, a sessão foi convocada com esta pauta. O SR. CHICO ALENCAR -...a convocação da sessão extraordinária e a votação dela. Mas, se o PMDB está contra, pede para anular. O SR. PRESIDENTE (Inocêncio Oliveira) - Então, não vai haver votação. O Deputado Eduardo Cunha não concorda com a votação da matéria. 14

15 Eu quero fazer um apelo, pois não aumenta a despesa; este projeto pretende apenas proteger as pessoas de espectro autista. O SR. EDUARDO CUNHA - Eu posso atender o apelo de V.Exa., no seguinte sentido: V.Exa. encerra esta sessão, convoca uma extraordinária com esta pauta e vota. O que não pode é atropelar o Regimento. A SRA. ROSINHA DA ADEFAL - Sr. Presidente, pela ordem. A SRA. CARMEN ZANOTTO (Bloco/PPS-SC. Pela ordem. Sem revisão da oradora.) - Deputado Eduardo, eu quero lhe fazer um apelo, em nome deste projeto de lei, em nome da população que está aguardando ações positivas desta Casa. E eu acho que houve acordo no Colégio de Líderes e nenhuma bancada foi contrária. O SR. PRESIDENTE (Inocêncio Oliveira) - Não é a mesma sessão! Eu encerrei a sessão. O SR. CHICO ALENCAR - É outra sessão! Claro! A SRA. GORETE PEREIRA - É outra sessão, Presidente! É outra! O SR. PRESIDENTE (Inocêncio Oliveira) - Às 21h09min e convoquei uma extraordinária para as 21h11min, com uma única pauta, que era este projeto de Lei nº 1.631, de 2011, do Senado Federal. Eu convoquei e depois comecei tudo de novo, dizendo quantos tinham na Casa. Fiz tudo certinho. A SRA. ROSINHA DA ADEFAL - Isso mesmo. A SRA. CARMEN ZANOTTO - Isso. Isso. A SRA. ROSINHA DA ADEFAL - Perfeito. A SRA. CARMEN ZANOTTO - É uma causa nobre, Deputado! Temos que pensar nos autistas do nosso País. 15

16 A SRA. ROSINHA DA ADEFAL - Perfeito. O desrespeito, aqui, é às pessoas com autismo, e não ao processo legislativo! O SR. EDUARDO CUNHA - Eu gostaria de ter a palavra por um minuto, se fosse possível. A SRA. GORETE PEREIRA - Sr. Presidente, V.Exa. convocou para as 21h10min outra sessão, só para votar isso aí! Ele está querendo votar outra, atropelar. O SR. EDUARDO CUNHA (PMDB-RJ. Pela ordem. Sem revisão do orador.) - Eu vou atender a V.Exa. Não vou impedir a continuidade da sessão. Porém, quero ressalvar que V.Exa. havia anunciado previamente que as matérias que estavam acordadas para ser votadas haviam ficado para amanhã. Foi desmobilizado o Plenário. Eu tinha um requerimento de urgência. A SRA. GORETE PEREIRA - Mas ele abriu outra sessão! O SR. EDUARDO CUNHA - V.Exa. veio depois e anunciou isso. Eu vou concordar, pela relevância da matéria, porém eu quero protestar, porque foi a forma feita não foi, inclusive, a feita por V.Exa. no plenário. O SR. PRESIDENTE (Inocêncio Oliveira) - Foi porque o Líder do Governo esteve aqui, dizendo que amanhã trancava a pauta, e esse projeto era muito importante. O SR. EDUARDO CUNHA - Mas eu alertei na hora! Eu fiz o alerta na hora a V.Exa., porque eu também queria ter votado o requerimento de urgência! O SR. PRESIDENTE (Inocêncio Oliveira) - E não só o Líder do Governo, mas as Deputadas Carmen Zanotto, Rosinha da Adefal, o Deputado Bruno Araújo e todos os que defenderam esse projeto. 16

17 A SRA. CARMEN ZANOTTO - Houve acordo do Colégio de Líderes! Presidente, mantenha a sua posição! O SR. EDUARDO CUNHA - Sr. Presidente, eu queria ter votado o requerimento de urgência que também vai trancar a pauta amanhã. O SR. PRESIDENTE (Inocêncio Oliveira) - Eu agradeço a V.Exa. a compreensão. A SRA. ROSINHA DA ADEFAL - Se está havendo desrespeito é às pessoas com autismo, e não ao processo legislativo. 17

18 O SR. PRESIDENTE (Inocêncio Oliveira) - Passa-se à votação. 18

19 O SR. MÁRIO DE OLIVEIRA (PSC-MG. Pela ordem. Sem revisão do orador.) - Sr. Presidente, eu queria justificar o meu voto. Votei com o meu partido. 19

20 O SR. PRESIDENTE (Inocêncio Oliveira) - Em votação o projeto. 20

21 O SR. PRESIDENTE (Inocêncio Oliveira) - Aqueles que forem pela aprovação permaneçam como se acham. (Pausa.) 21

22 O SR. PRESIDENTE (Inocêncio Oliveira) - Em votação as emendas adotadas pela Comissão de Seguridade Social e Família. 22

23 O SR. PRESIDENTE (Inocêncio Oliveira) - Aqueles que forem pela aprovação permaneçam como se encontram. (Pausa.) APROVADAS. 23

24 O SR. PRESIDENTE (Inocêncio Oliveira) - Em votação o Projeto de Lei nº 1.631, de

25 O SR. PRESIDENTE (Inocêncio Oliveira) - Aqueles que forem pela aprovação permaneçam como se acham. (Pausa.) APROVADO. 25

26 O SR. PRESIDENTE (Inocêncio Oliveira) - Há sobre a mesa e vou submeter a votos a seguinte : 26

27 O SR. PRESIDENTE (Inocêncio Oliveira) - Aqueles que forem pela aprovação permaneçam como se acham. (Pausa.) A matéria vai à sanção. (Palmas.) 27

28 A SRA. GORETE PEREIRA (Bloco/PR-CE. Pela ordem. Sem revisão da oradora.) - A Deputada Gorete votou com o partido. 28

29 O SR. FABIO TRAD (PMDB-MS. Pela ordem. Sem revisão do orador.) - Sr. Presidente, quero registrar a minha satisfação pela aprovação deste projeto, que define e institui uma política nacional de proteção para as pessoas com transtorno do espectro autista. Na realidade, é a incorporação à saúde pública do Estado brasileiro de pessoas com esse distúrbio comportamental, o que lhes vai garantir direitos e cidadania. Portanto, parabéns ao Parlamento brasileiro por essa grande conquista. Pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania, embora o parecer já tivesse sido dado, eu estava indicado para emiti-lo. Muito embora tenha sido emitido o parecer, quero dizer a V.Exa. que o Parlamento está de parabéns, porque os portadores de transtorno do espectro autista e suas famílias agora ganham uma carta de direitos e a incorporação na saúde pública do Estado brasileiro. Parabéns a todos. 29

30 O SR. DOMINGOS SÁVIO (PSDB-MG. Pela ordem. Sem revisão do orador.) - Sr. Presidente, eu quero apenas registrar que o PSDB, em bloco, votou a favor do projeto e parabenizar a Deputada Rosinha pela firmeza com que conduziu o processo. Parabenizo também V.Exa. Obrigado. 30

31 O SR. PRESIDENTE (Inocêncio Oliveira) - A Presidência não vai dar a palavra a mais ninguém. 31

32 O SR. PRESIDENTE (Inocêncio Oliveira) - A matéria retorna ao Senado, porque foi aprovada com emendas. 32

33 O SR. PRESIDENTE (Inocêncio Oliveira) - Boa noite ao povo brasileiro. 33

34 PRONUNCIAMENTO ENCAMINHADO Á MESA PARA PUBLICAÇÃO A SRA. CARMEN ZANOTTO (Bloco/PPS-SC. Pronuncia o seguinte discurso.) - Sr. Presidente, Sras. e Srs. Deputados, um dos objetivos gerais da política urbana é garantir o direito universal à moradia digna, democratizando o acesso à terra e aos serviços públicos de qualidade, ratificando o art. 6º da Constituição Federal, que consagra o direito à moradia digna. Entretanto, a exclusão socioespacial e os contrastes que caracterizam as grandes cidades brasileiras são o retrato urbano de uma sociedade que se estruturou voltada para o privilégio de poucos. Vivemos num País desigual, com cidades desiguais: hoje, cerca de 40% da população das nossas grandes metrópoles vive na informalidade urbana. Para enfrentar essa realidade, Estados e Municípios têm oferecido moradias de baixo custo para os grupos populacionais de baixa renda, em conjuntos financiados com recursos do Sistema Financeiro de Habitação. No entanto, a maioria dos conjuntos não possui creches e escolas para crianças de 0 a 6 anos. Com isso a população muitas vezes desloca-se grandes distâncias ou compete por vagas, muitas vezes inatingíveis, em escola municipal. Em relação a essa problemática, convém mencionar que, segundo uma pesquisa realizada pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), a ausência de investimentos em educação infantil prejudica a sociedade de forma geral. Assim, oferecer educação de qualidade às populações de baixa renda é fundamental. Na atualidade, é de notório conhecimento que O PAC 2 injetou cerca de R$324,3 bilhões na economia do País e atingirá 34% do total dos investimentos 34

35 previstos até O Programa Minha Casa Minha Vida concluiu empreendimentos no valor de R$129,3 bilhões. E no Programa Minha Casa, Minha Vida 2 foram contratadas mais de 799 mil unidades habitacionais. O PAC 2 também já contratou, conforme dados do Ministério do Planejamento, no eixo Comunidade Cidadã, quase 100% das Unidades Básicas de Saúde e 79% das Unidades de Pronto Atendimento selecionadas em Creches e escolas tiveram contratação de 96% das unidades selecionadas. Sob esse ângulo, vários são os conjuntos habitacionais no Brasil edificados com recursos do Governo Federal. Um exemplo é a construção do conjunto habitacional em Palmeira dos Índios, que conta com a construção de creche parcerias muitas vezes feitas entre o Governo Federal, através do Ministério das Cidades, e o Município. As famílias beneficiadas estão cadastradas e selecionadas pelo Município. Outro conjunto habitacional que se pode destacar foi construído em Betim (MG), parceria entre o Governo Federal e o Município. Através de convênio foi construída a Escola de Educação Infantil de Proinfância, que atenderá três conjuntos habitacionais. Ante o exposto, é evidente que as perspectivas abertas pelo Governo Federal são amplas e apontam no sentido de criar condições para possibilitar a articulação dos três níveis de governo no enfrentamento do problema habitacional, através do Sistema Nacional de Habitação. Contudo, sem o aporte de recursos numa escala muito mais expressiva, os Estados e Municípios não terão qualquer possibilidade de enfrentar seu déficit habitacional num prazo compatível com as expectativas e objetivos de seus planos diretores. 35

36 Nesse sentido, entendemos que há necessidade de uma articulação mais precisa dos recursos públicos dos três níveis de governo, com uma estratégia planejada de equacionamento do problema da habitação, e, sobretudo, que esses recursos possam ser aportados em larga escala na construção de conjuntos habitacionais dotados de creche. Enfim, com o objetivo de suprir a carência de creches em conjuntos habitacionais financiados com recursos públicos, em atendimento à diretriz já constante do Estatuto da Cidade de oferta de equipamentos urbanos e comunitários e serviços públicos adequados aos interesses e necessidades da população e às características locais, é que apresento esse destaque, que visa dotar de creches os conjuntos habitacionais construídos com recursos públicos, cujo número de unidades habitacionais seja superior a 150 (cento e cinquenta) unidades. Era o que tinha a dizer. 36

37 V- ENCERRAMENTO O SR. PRESIDENTE (Inocêncio Oliveira) - Nada mais havendo a tratar, vou encerrar a sessão. 37

38 O SR. PRESIDENTE (Inocêncio Oliveira) - COMPARECEM MAIS OS SRS.: 38

39 DEIXAM DE COMPARECER OS SRS.: 39

40 O SR. PRESIDENTE (Inocêncio Oliveira) - Encerro a sessão, designando para amanhã, quarta-feira, dia 5, às 14 horas, a seguinte ORDEM DO DIA 40

41 (Encerra-se a sessão às 21 horas e 21 minutos.) 41

Câmara Municipal de Cubatão

Câmara Municipal de Cubatão 2 ATA DA 1ª SESSÃO EXTRAORDINÁRIA DO 2º ANO LEGISLATIVO DA 16ª LEGISLATURA REALIZADA EM 27 DE MAIO DE 2014 PRESIDÊNCIA - Sr. César da Silva Nascimento. SECRETARIAS - Sr. Fábio Alves Moreira e Sr. Ricardo

Leia mais

DEPARTAMENTO DE TAQUIGRAFIA, REVISÃO E REDAÇÃO NÚCLEO DE REDAÇÃO FINAL EM COMISSÕES TEXTO COM REDAÇÃO FINAL

DEPARTAMENTO DE TAQUIGRAFIA, REVISÃO E REDAÇÃO NÚCLEO DE REDAÇÃO FINAL EM COMISSÕES TEXTO COM REDAÇÃO FINAL CÂMARA DOS DEPUTADOS DEPARTAMENTO DE TAQUIGRAFIA, REVISÃO E REDAÇÃO NÚCLEO DE REDAÇÃO FINAL EM COMISSÕES TEXTO TRANSCRIÇÃO IPSIS VERBIS CPI - SIVAM EVENTO: Reunião Ordinária N : 0454/02 DATA: 21/05/02

Leia mais

Data Horário Início Sessão/Reunião Página

Data Horário Início Sessão/Reunião Página 10 12 2013 19h06min 34ª SESSÃO EXTRAORDINÁRIA 1 TERCEIRA SECRETARIA DIRETORIA LEGISLATIVA SETOR DE TRAMITAÇÃO, ATA E SÚMULA 3ª SESSÃO LEGISLATIVA DA 6ª LEGISLATURA ATA CIRCUNSTANCIADA DA 34ª (TRIGÉSIMA

Leia mais

DEPARTAMENTO DE TAQUIGRAFIA, REVISÃO E REDAÇÃO NÚCLEO DE REVISÃO DE COMISSÕES TEXTO COM REDAÇÃO FINAL

DEPARTAMENTO DE TAQUIGRAFIA, REVISÃO E REDAÇÃO NÚCLEO DE REVISÃO DE COMISSÕES TEXTO COM REDAÇÃO FINAL CÂMARA DOS DEPUTADOS DEPARTAMENTO DE TAQUIGRAFIA, REVISÃO E REDAÇÃO NÚCLEO DE REVISÃO DE COMISSÕES TEXTO COMISSÃO ESPECIAL - PL 203/91 - POLÍTICA NACIONAL DE RESÍDUOS EVENTO: Reunião Ordinária N : 000638/01

Leia mais

Processo Legislativo

Processo Legislativo Processo Legislativo Os Projetos de Lei Ordinária e de Lei Complementar são proposições que visam regular toda a matéria legislativa de competência da Câmara e devem ser submetidos à sanção do prefeito

Leia mais

DEPARTAMENTO DE TAQUIGRAFIA, REVISÃO E REDAÇÃO NÚCLEO DE REVISÃO DE COMISSÕES TEXTO COM REDAÇÃO FINAL

DEPARTAMENTO DE TAQUIGRAFIA, REVISÃO E REDAÇÃO NÚCLEO DE REVISÃO DE COMISSÕES TEXTO COM REDAÇÃO FINAL DEPARTAMENTO DE TAQUIGRAFIA, REVISÃO E REDAÇÃO NÚCLEO DE REVISÃO DE COMISSÕES TEXTO COM COMISSÃO ESPECIAL PEC 151-A/95-SEGURANÇA PÚBLICA EVENTO : Reunião ordinária Nº: 0341/00 DATA: 25/04/00 INÍCIO: 15h10min

Leia mais

A QUESTÃO DA ADOÇÃO NO BRASIL Professor Romulo Bolivar. www.proenem.com.br

A QUESTÃO DA ADOÇÃO NO BRASIL Professor Romulo Bolivar. www.proenem.com.br A QUESTÃO DA ADOÇÃO NO BRASIL Professor Romulo Bolivar www.proenem.com.br INSTRUÇÃO A partir da leitura dos textos motivadores seguintes e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação,

Leia mais

DEPARTAMENTO DE TAQUIGRAFIA, REVISÃO E REDAÇÃO

DEPARTAMENTO DE TAQUIGRAFIA, REVISÃO E REDAÇÃO DEPARTAMENTO DE TAQUIGRAFIA, REVISÃO E REDAÇÃO SESSÃO: 380.1.55.O DATA: 07/12/15 TURNO: Matutino TIPO DA SESSÃO: Não Deliberativa Solene - CD LOCAL: Plenário Principal - CD INÍCIO: 11h38min TÉRMINO: 13h54min

Leia mais

(Projeto de Lei nº 763, de 2011, Projeto de Lei nº 925, de 2011, e Projeto de Lei nº 3.795, de 2012, apensos)

(Projeto de Lei nº 763, de 2011, Projeto de Lei nº 925, de 2011, e Projeto de Lei nº 3.795, de 2012, apensos) COMISSÃO DE CULTURA PROJETO DE LEI N o 7.755, DE 2010 (Projeto de Lei nº 763, de 2011, Projeto de Lei nº 925, de 2011, e Projeto de Lei nº 3.795, de 2012, apensos) Dispõe sobre a profissão de artesão e

Leia mais

DEPARTAMENTO DE TAQUIGRAFIA, REVISÃO E REDAÇÃO NÚCLEO DE REDAÇÃO FINAL EM COMISSÕES TEXTO SEM SUPERVISÃO

DEPARTAMENTO DE TAQUIGRAFIA, REVISÃO E REDAÇÃO NÚCLEO DE REDAÇÃO FINAL EM COMISSÕES TEXTO SEM SUPERVISÃO CÂMARA DOS DEPUTADOS DEPARTAMENTO DE TAQUIGRAFIA, REVISÃO E REDAÇÃO NÚCLEO DE REDAÇÃO FINAL EM COMISSÕES TEXTO TRANSCRIÇÃO IPSIS VERBIS CPI - SIVAM EVENTO: N : 0528/02 DATA: 04/06/02 INÍCIO: 15h35min TÉRMINO:

Leia mais

COMISSÃO DE EDUCAÇÃO E CULTURA. PROJETO DE LEI N o 3.788, DE 2008 I - RELATÓRIO

COMISSÃO DE EDUCAÇÃO E CULTURA. PROJETO DE LEI N o 3.788, DE 2008 I - RELATÓRIO COMISSÃO DE EDUCAÇÃO E CULTURA PROJETO DE LEI N o 3.788, DE 2008 (Apensos os Projetos de Lei nº 4.358, de 2008, nº 5.340, de 2009, nº 6.099, de 2009, nº 7.990, de 2010, nº 474, de 2011, nº 876, de 2011,

Leia mais

CÂMARA LEGISLATIVA DO DISTRITO FEDERAL ATA SUCINTA DA 40ª (QUADRAGÉSIMA) SESSÃO ORDINÁRIA,

CÂMARA LEGISLATIVA DO DISTRITO FEDERAL ATA SUCINTA DA 40ª (QUADRAGÉSIMA) SESSÃO ORDINÁRIA, 1 TERCEIRA SECRETARIA DIRETORIA LEGISLATIVA DIVISÃO DE TAQUIGRAFIA E APOIO AO PLENÁRIO SETOR DE TRAMITAÇÃO, ATA E SÚMULA 2ª SESSÃO LEGISLATIVA DA 6ª LEGISLATURA ATA SUCINTA DA 40ª (QUADRAGÉSIMA) SESSÃO

Leia mais

DEPARTAMENTO DE TAQUIGRAFIA, REVISÃO E REDAÇÃO NÚCLEO DE REDAÇÃO FINAL EM COMISSÕES TEXTO COM REDAÇÃO FINAL TRANSCRIÇÃO IPSIS VERBIS

DEPARTAMENTO DE TAQUIGRAFIA, REVISÃO E REDAÇÃO NÚCLEO DE REDAÇÃO FINAL EM COMISSÕES TEXTO COM REDAÇÃO FINAL TRANSCRIÇÃO IPSIS VERBIS CÂMARA DOS DEPUTADOS DEPARTAMENTO DE TAQUIGRAFIA, REVISÃO E REDAÇÃO NÚCLEO DE REDAÇÃO FINAL EM COMISSÕES TEXTO TRANSCRIÇÃO IPSIS VERBIS CPI - GRUPOS DE EXTERMÍNIO NO NORDESTE EVENTO: Reunião ordinária

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º 329-A, DE 2011 (Do Sr. Hugo Leal)

PROJETO DE LEI N.º 329-A, DE 2011 (Do Sr. Hugo Leal) CÂMARA DOS DEPUTADOS PROJETO DE LEI N.º 329-A, DE 2011 (Do Sr. Hugo Leal) Altera o caput do art. 396 da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), aprovada pelo Decreto-lei nº 5.452, de 1º de maio de 1943,

Leia mais

PARECER DO RELATOR, PELA COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMÍLIA, À EMENDA APRESENTADA AO PROJETO DE LEI Nº 3.887, DE

PARECER DO RELATOR, PELA COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMÍLIA, À EMENDA APRESENTADA AO PROJETO DE LEI Nº 3.887, DE PARECER DO RELATOR, PELA COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMÍLIA, À EMENDA APRESENTADA AO PROJETO DE LEI Nº 3.887, DE 1997. (EMENDA SUBSTITUTIVA GLOBAL) O SR. DARCÍSIO PERONDI (PMDB-RS. Pela ordem. Sem

Leia mais

COMISSÃO PARLAMENTAR DE INQUÉRITO TELEFONIA MÓVEL PRESIDENTE DEPUTADO ORLANDO MORANDO - PSDB

COMISSÃO PARLAMENTAR DE INQUÉRITO TELEFONIA MÓVEL PRESIDENTE DEPUTADO ORLANDO MORANDO - PSDB COMISSÃO PARLAMENTAR DE INQUÉRITO TELEFONIA MÓVEL PRESIDENTE DEPUTADO ORLANDO MORANDO - PSDB 04/03/2015 1 CPI TELEFONIA MÓVEL. BK CONSULTORIA E SERVIÇOS LTDA. 04/03/2015 O SR. PRESIDENTE ORLANDO MORANDO

Leia mais

DEPARTAMENTO DE TAQUIGRAFIA REVISÃO E REDAÇÃO SESSÃO: 226.1.54.O. LOCAL: Plenário Principal - CD. INÍCIO: 20h26min.

DEPARTAMENTO DE TAQUIGRAFIA REVISÃO E REDAÇÃO SESSÃO: 226.1.54.O. LOCAL: Plenário Principal - CD. INÍCIO: 20h26min. DEPARTAMENTO DE TAQUIGRAFIA REVISÃO E REDAÇÃO SESSÃO: 226.1.54.O DATA: 30/08/11 TURNO: Noturno TIPO DA SESSÃO: Extraordinária - CD LOCAL: Plenário Principal - CD INÍCIO: 20h26min TÉRMINO: 21h24min DISCURSOS

Leia mais

COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE CIDADANIA

COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE CIDADANIA COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE CIDADANIA PROJETO DE RESOLUÇÃO N o 124, DE 2012 Altera a redação do 4º do art. 7º e de incisos do 4º do art. 14 da Resolução nº 25, de 10 de outubro de 2001, com

Leia mais

ATA DA SESSÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE LIMEIRA

ATA DA SESSÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE LIMEIRA 22/04/1 5 ATA DA SESSÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE LIMEIRA Presidente Vice- Presidente Primeiro Secretário Segunda Secretária SR. NILTON CÉSAR DOS SANTOS SR. JOSÉ EDUARDO MONTEIRO JÚNIOR SR. SIDNEY

Leia mais

COMUNICADO LEGISLATIVO Nº 1/2013. Projetos de Lei e Trâmites 1ª quinzena de novembro/2013

COMUNICADO LEGISLATIVO Nº 1/2013. Projetos de Lei e Trâmites 1ª quinzena de novembro/2013 Matérias na Câmara PEC 185/2012 Acrescenta parágrafos ao art. 37 da Constituição Federal para estabelecer data certa para a revisão geral anual da remuneração dos servidores públicos e dá outras providências.

Leia mais

COMISSÃO DE DESENVOLVIMENTO URBANO

COMISSÃO DE DESENVOLVIMENTO URBANO COMISSÃO DE DESENVOLVIMENTO URBANO PROJETO DE LEI N o 103, DE 2015 Altera dispositivo da Lei nº 10.741, de 1º de outubro de 2003 Estatuto do Idoso. Autor: Deputado ALCEU MOREIRA Relator: Deputado HEULER

Leia mais

R E S O L U Ç Ã O Nº 1, DE 2002-CN(*)

R E S O L U Ç Ã O Nº 1, DE 2002-CN(*) REPUBLICAÇÃO ATOS DO CONGRESSO NACIONAL R E S O L U Ç Ã O Nº 1, DE 2002-CN(*) Faço saber que o Congresso Nacional aprovou, e eu, Ramez Tebet, Presidente do Senado Federal, nos termos do parágrafo único

Leia mais

Senado Federal Secretaria-Geral da Mesa Atividade Legislativa - Tramitação de Matérias

Senado Federal Secretaria-Geral da Mesa Atividade Legislativa - Tramitação de Matérias Identificação da Matéria PROJETO DE LEI DO SENADO N º 225, DE 2011 - Complementar Autor: SENADOR - José Pimentel Ementa: Altera dispositivos da Lei Complementar nº 101, de 04 de maio de 2000, que estabelece

Leia mais

DEPARTAMENTO DE TAQUIGRAFIA, REVISÃO E REDAÇÃO

DEPARTAMENTO DE TAQUIGRAFIA, REVISÃO E REDAÇÃO DEPARTAMENTO DE TAQUIGRAFIA, REVISÃO E REDAÇÃO SESSÃO: 017.4.54.N DATA: 27/05/14 TURNO: Matutino TIPO DA SESSÃO: Solene - CN LOCAL: Plenário Principal - SF INÍCIO: 11h43min TÉRMINO: 11h54min DISCURSOS

Leia mais

DEPARTAMENTO DE TAQUIGRAFIA, REVISÃO E REDAÇÃO NÚCLEO DE REDAÇÃO FINAL EM COMISSÕES TEXTO COM REDAÇÃO FINAL

DEPARTAMENTO DE TAQUIGRAFIA, REVISÃO E REDAÇÃO NÚCLEO DE REDAÇÃO FINAL EM COMISSÕES TEXTO COM REDAÇÃO FINAL CÂMARA DOS DEPUTADOS DEPARTAMENTO DE TAQUIGRAFIA, REVISÃO E REDAÇÃO NÚCLEO DE REDAÇÃO FINAL EM COMISSÕES TEXTO CPI - TRÁFICO DE ORGÃOS HUMANOS EVENTO: Reunião Ordinária N : 0517/04 DATA: 11/5/2004 INÍCIO:

Leia mais

Projeto de Lei e Outras Proposições

Projeto de Lei e Outras Proposições Projeto de Lei e Outras Proposições Proposição: PL-34/2007 Autor: Cassio Taniguchi - PFL /PR Data de Apresentação: 05/02/2007 Apreciação: Proposição Sujeita à Apreciação do Plenário Regime de tramitação:

Leia mais

Salários são baixos. Mudança não é consensual

Salários são baixos. Mudança não é consensual Fonte: Agência Câmara de Notícias, por Noéli Nobre e Patricia Roedel 13.09.2013 Reportagem especial mostra dificuldades dos deficientes no mercado de trabalho. Conheça os aspectos legais, os projetos de

Leia mais

Câmara Municipal de Tijucas do Sul

Câmara Municipal de Tijucas do Sul ATA DA 9 a SESSÃO ORDINÁRIA DO PRIMEIRO PERÍODO ORDINÁRIO DA PRIMEIRA SESSÃO LEGISLATIVA DA 15 a LEGISLATURA EM 07/04/2014. Aos sete dias do mês de abril do ano de dois mil e quatorze, nesta cidade de

Leia mais

SÍNTESE DAS PRINCIPAIS ATIVIDADES DA SAFL REALIZADAS NOS DIAS 17 E 18/09/2010 BRASÍLIA DF (Prestação de contas às Lojas do Sul de Minas)

SÍNTESE DAS PRINCIPAIS ATIVIDADES DA SAFL REALIZADAS NOS DIAS 17 E 18/09/2010 BRASÍLIA DF (Prestação de contas às Lojas do Sul de Minas) SÍNTESE DAS PRINCIPAIS ATIVIDADES DA SAFL REALIZADAS NOS DIAS 17 E 18/09/2010 BRASÍLIA DF (Prestação de contas às Lojas do Sul de Minas) 17/09/10 (sexta-feira) 10 às 13 hs - Mesa Diretora, Comissões e

Leia mais

Câmara Municipal de Carnaubal

Câmara Municipal de Carnaubal Câmara Municipal de Carnaubal ATA DA 2º ( SEGUNDDA) SESSÃO ORDINÁRIA DO 1º PRIMEIRO PERÍODO LEGISLATIVO ANO 2015 Ata da Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Carnaubal CE; realizada no dia 24 ( VINTE

Leia mais

COMISSÃO DE EDUCAÇÃO E CULTURA. PROJETO DE LEI N o 5.766, DE 2009 I RELATÓRIO

COMISSÃO DE EDUCAÇÃO E CULTURA. PROJETO DE LEI N o 5.766, DE 2009 I RELATÓRIO COMISSÃO DE EDUCAÇÃO E CULTURA PROJETO DE LEI N o 5.766, DE 2009 Autoriza a criação da Universidade Federal do Litoral Paulista, com sede na cidade de Santos, SP, por desmembramento do Campus Baixada Santista

Leia mais

DEPARTAMENTO DE TAQUIGRAFIA, REVISÃO E REDAÇÃO

DEPARTAMENTO DE TAQUIGRAFIA, REVISÃO E REDAÇÃO DEPARTAMENTO DE TAQUIGRAFIA, REVISÃO E REDAÇÃO SESSÃO: 314.3.54.O DATA: 10/10/13 TURNO: Matutino TIPO DA SESSÃO: Não Deliberativa Solene - CD LOCAL: Plenário Principal - CD INÍCIO: 10h40min TÉRMINO: 12h18min

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO URBANO CAPÍTULO I DA NATUREZA, COMPOSIÇÃO E ORGANIZAÇÃO

REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO URBANO CAPÍTULO I DA NATUREZA, COMPOSIÇÃO E ORGANIZAÇÃO REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO URBANO CAPÍTULO I DA NATUREZA, COMPOSIÇÃO E ORGANIZAÇÃO Art. 1º - O Conselho Municipal de Planejamento Urbano, criado pela Lei Complementar nº 510,

Leia mais

stf.empauta.com 'Sessão secreta não é compatível com a Carta' NACIONAL ENTREVISTA

stf.empauta.com 'Sessão secreta não é compatível com a Carta' NACIONAL ENTREVISTA 'Sessão secreta não é compatível com a Carta' Lewandowski critica voto secreto no Congresso Para ministro do Supremo, "esse modo de pensar é incompatível com a Constituição" 'Sessão secreta não é compatível

Leia mais

CIRCULAR 085/2007 Paranaguá, 29 de maio de 2007.

CIRCULAR 085/2007 Paranaguá, 29 de maio de 2007. Sindicato dos Operadores Portuários do Estado do Paraná Av. Coronel José Lobo, 734 Fone:(41) 3422.8000 Fax: (41) 3423.2834 Paranaguá - PR E-mail: sindop@sindop.org.br - www.sindop.org.br CIRCULAR 085/2007

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO. Aprovado pelo Conselho Universitário em sessão realizada no dia 29 de março de 1983 Resolução No. 09/83.

REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO. Aprovado pelo Conselho Universitário em sessão realizada no dia 29 de março de 1983 Resolução No. 09/83. REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO Aprovado pelo Conselho Universitário em sessão realizada no dia 29 de março de 1983 Resolução No. 09/83. REGIMENTO DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES

Leia mais

ESTATUDO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE

ESTATUDO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE ESTATUDO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE (*) ANGELA GUADAGNIN A sociedade de forma organizada conquistou na constituição que os direitos das crianças e adolescentes fossem um dever a ser implantado e respeitado

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº 4.129, de 2012

PROJETO DE LEI Nº 4.129, de 2012 COMISSÃO DE EDUCAÇÃO PROJETO DE LEI Nº 4.129, de 2012 Institui a Semana Olímpica nas Escolas Públicas. Autor: Deputado JOÃO ARRUDA Relator: Deputado WILSON FILHO I RELATÓRIO O Projeto de Lei n.º 4.129,

Leia mais

MENSAGEM Nº, de 2008.

MENSAGEM Nº, de 2008. MENSAGEM Nº, de 2008. = Tenho a honra de submeter à elevada consideração de Vossas Excelências o projeto de Lei anexo, que objetiva criar o Conselho Municipal Antidrogas COMAD. Um dos mais graves problemas

Leia mais

Ata da 196ª Sessão Ordinária da 20ª Legislatura da Câmara Municipal de Maceió Biênio 2015-2016

Ata da 196ª Sessão Ordinária da 20ª Legislatura da Câmara Municipal de Maceió Biênio 2015-2016 Ata da 196ª Sessão Ordinária da 20ª Legislatura da Câmara Municipal de Maceió Biênio 2015-2016 Ao (01) primeiro dia do mês de abril do ano de 2015, às 15:00 hrs (quinze horas), sob a presidência do vereador

Leia mais

REGIMENTO DO FÓRUM ESTADUAL PERMANENTE DE APOIO À FORMAÇÃO DOCENTE GOIÁS (FORPROF-GO)

REGIMENTO DO FÓRUM ESTADUAL PERMANENTE DE APOIO À FORMAÇÃO DOCENTE GOIÁS (FORPROF-GO) REGIMENTO DO FÓRUM ESTADUAL PERMANENTE DE APOIO À FORMAÇÃO DOCENTE GOIÁS (FORPROF-GO) Goiânia-2010 REGIMENTO DO FÓRUM ESTADUAL PERMANENTE DE APOIO À FORMAÇÃO DOCENTE GOIÁS (FORPROF-GO) CAPÍTULO I DOS FUNDAMENTOS

Leia mais

ATA DA SEXTA REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE PIRANGUÇU, NA SUA PRIMEIRA SESSÃO LEGISLATIVA DA DÉCIMA TERCEIRA LEGISLATURA.

ATA DA SEXTA REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE PIRANGUÇU, NA SUA PRIMEIRA SESSÃO LEGISLATIVA DA DÉCIMA TERCEIRA LEGISLATURA. ATA DA SEXTA REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE PIRANGUÇU, NA SUA PRIMEIRA SESSÃO LEGISLATIVA DA DÉCIMA TERCEIRA LEGISLATURA. Aos dezesseis dias do mês de abril de dois mil e treze, às dezenove horas,

Leia mais

CÂMARA LEGISLATIVA DO DISTRITO FEDERAL ATA SUCINTA DA 12ª (DÉCIMA SEGUNDA) SESSÃO ORDINÁRIA,

CÂMARA LEGISLATIVA DO DISTRITO FEDERAL ATA SUCINTA DA 12ª (DÉCIMA SEGUNDA) SESSÃO ORDINÁRIA, 1 TERCEIRA SECRETARIA DIRETORIA LEGISLATIVA DIVISÃO DE TAQUIGRAFIA E APOIO AO PLENÁRIO SETOR DE TRAMITAÇÃO, ATA E SÚMULA 2ª SESSÃO LEGISLATIVA DA 6ª LEGISLATURA ATA SUCINTA DA 12ª (DÉCIMA SEGUNDA) SESSÃO

Leia mais

Prefeitura Municipal de Porto Alegre

Prefeitura Municipal de Porto Alegre Prefeitura Municipal de Porto Alegre DECRETO Nº 17.301, DE 14 DE SETEMBRO DE 2011. Aprova o Regimento Interno do Fórum Municipal dos Conselhos da Cidade (FMCC). O PREFEITO MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE, no

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º 7.762-A, DE 2014 (Do Senado Federal)

PROJETO DE LEI N.º 7.762-A, DE 2014 (Do Senado Federal) *C0054455A* C0054455A CÂMARA DOS DEPUTADOS PROJETO DE LEI N.º 7.762-A, DE 2014 (Do Senado Federal) PLS nº 250/2012 Ofício nº 948/2014 Institui a Política Nacional de Proteção dos Direitos da Pessoa com

Leia mais

Câmara Municipal de Tijucas do Sul

Câmara Municipal de Tijucas do Sul ATA DA 16 a SESSÃO ORDINÁRIA DO PRIMEIRO PERÍODO ORDINÁRIO DA PRIMEIRA SESSÃO LEGISLATIVA DA 15 a LEGISLATURA EM 26/05/2014. Aos vinte e seis dias do mês de maio do ano de dois mil e quatorze, nesta cidade

Leia mais

REGIMENTO INTERNO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO CONSEPE

REGIMENTO INTERNO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO CONSEPE REGIMENTO INTERNO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO CONSEPE TÍTULO I DA COMPOSIÇÃO E DAS COMPETÊNCIAS CAPÍTULO I - DA COMPOSIÇÃO Art. 1º O CONSEPE é o órgão colegiado superior que supervisiona e

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º 200, DE 2015 (Do Sr. Pompeo de Mattos)

PROJETO DE LEI N.º 200, DE 2015 (Do Sr. Pompeo de Mattos) *C0051224A* C0051224A CÂMARA DOS DEPUTADOS PROJETO DE LEI N.º 200, DE 2015 (Do Sr. Pompeo de Mattos) Altera o Parágrafo único do art. 66 da Lei nº 6.815, de 19 de agosto de 1980. DESPACHO: ÀS COMISSÕES

Leia mais

COMISSÃO DE EDUCAÇÃO E CULTURA. PROJETO DE LEI N o 4.005, DE 2012 I - RELATÓRIO II - VOTO DO RELATOR CÂMARA DOS DEPUTADOS

COMISSÃO DE EDUCAÇÃO E CULTURA. PROJETO DE LEI N o 4.005, DE 2012 I - RELATÓRIO II - VOTO DO RELATOR CÂMARA DOS DEPUTADOS COMISSÃO DE EDUCAÇÃO E CULTURA PROJETO DE LEI N o 4.005, DE 2012 Institui a Semana Nacional dos Contadores de História. Autora: Deputada ERIKA KOKAY : I - RELATÓRIO O Projeto de Lei nº 4.005, de 2012,

Leia mais

INDICAÇÃO N O, DE 2011 (Da Comissão de Educação e Cultura)

INDICAÇÃO N O, DE 2011 (Da Comissão de Educação e Cultura) COMISSÃO DE EDUCAÇÃO E CULTURA INDICAÇÃO N O, DE 2011 (Da Comissão de Educação e Cultura) Sugere ao Ministério da Educação a criação da Universidade Federal do Litoral Paulista, com sede na cidade de Santos,

Leia mais

COMISSÃO DE ESPORTE. PROJETO DE LEI Nº 364, DE 2015 (Apensados PLs nº 505/2015, 929/2015 e 1.532/2015)

COMISSÃO DE ESPORTE. PROJETO DE LEI Nº 364, DE 2015 (Apensados PLs nº 505/2015, 929/2015 e 1.532/2015) COMISSÃO DE ESPORTE PROJETO DE LEI Nº 364, DE 2015 (Apensados PLs nº 505/2015, 929/2015 e 1.532/2015) Altera a Lei nº 11.438, de 29 de dezembro 2006, que dispõe sobre incentivos e benefícios para fomentar

Leia mais

Ao Conselho Deliberativo, como órgão que estabelece as diretrizes de atuação da ASBERGS competem:

Ao Conselho Deliberativo, como órgão que estabelece as diretrizes de atuação da ASBERGS competem: Regimento Interno Objeto Composição e Competência Presidência Reuniões Ordem dos Trabalhos Disposições Gerais Capítulo I Objeto Art. 1.º - Em cumprimento ao Estatuto Social da Associação dos Funcionários

Leia mais

DEPARTAMENTO DE TAQUIGRAFIA, REVISÃO E REDAÇÃO NÚCLEO DE REVISÃO DE COMISSÕES TEXTO COM REDAÇÃO FINAL

DEPARTAMENTO DE TAQUIGRAFIA, REVISÃO E REDAÇÃO NÚCLEO DE REVISÃO DE COMISSÕES TEXTO COM REDAÇÃO FINAL CÂMARA DOS DEPUTADOS DEPARTAMENTO DE TAQUIGRAFIA, REVISÃO E REDAÇÃO NÚCLEO DE REVISÃO DE COMISSÕES TEXTO COMISSÃO EXTERNA - CONFERÊNCIA MUNDIAL ÁFRICA DO SUL EVENTO: Reunião ordinária N : 001197/00 DATA:

Leia mais

COMO CRIAR UMA PROCURADORIA ESPECIAL DA MULHER EM ESTADOS E MUNICÍPIOS

COMO CRIAR UMA PROCURADORIA ESPECIAL DA MULHER EM ESTADOS E MUNICÍPIOS Câmara dos Deputados COMO CRIAR UMA PROCURADORIA ESPECIAL DA MULHER EM ESTADOS E MUNICÍPIOS Brasília 2012 Como criar uma procuradoria especial da mulher em estados e municípios Mesa da Câmara dos Deputados

Leia mais

Jornalista: O senhor se arrepende de ter dito que crise chegaria ao Brasil como uma marolinha?

Jornalista: O senhor se arrepende de ter dito que crise chegaria ao Brasil como uma marolinha? Entrevista exclusiva concedida por escrito pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, ao jornal Gazeta do Povo, do Paraná Publicada em 08 de fevereiro de 2009 Jornalista: O Brasil ainda tem

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CARAPICUIBA SECRETARIA MUNICIPAL DE DESENVOLVIMENTO URBANO E HABITAÇÃO

PREFEITURA MUNICIPAL DE CARAPICUIBA SECRETARIA MUNICIPAL DE DESENVOLVIMENTO URBANO E HABITAÇÃO PREFEITURA MUNICIPAL DE CARAPICUIBA SECRETARIA MUNICIPAL DE DESENVOLVIMENTO URBANO E HABITAÇÃO Conforme aprovado em reunião do Conselho Municipal de Habitação, realizada aos 29 de maio de 2012; REGIMENTO

Leia mais

CONSELHO NACIONAL DOS DIREITOS DAS MULHERES REGIMENTO INTERNO CAPITULO I DA CATEGORIA E FINALIDADE

CONSELHO NACIONAL DOS DIREITOS DAS MULHERES REGIMENTO INTERNO CAPITULO I DA CATEGORIA E FINALIDADE CONSELHO NACIONAL DOS DIREITOS DAS MULHERES REGIMENTO INTERNO CAPITULO I DA CATEGORIA E FINALIDADE Art.1º _ O Conselho Nacional dos Direitos da Mulher CNDM, é órgão colegiado de natureza consultiva e deliberativa,

Leia mais

DEPARTAMENTO DE TAQUIGRAFIA REVISÃO E REDAÇÃO SESSÃO: 131.1.54.O. TURNO: Vespertino. TIPO DA SESSÃO: Solene - CD. LOCAL: Plenário Principal - CD

DEPARTAMENTO DE TAQUIGRAFIA REVISÃO E REDAÇÃO SESSÃO: 131.1.54.O. TURNO: Vespertino. TIPO DA SESSÃO: Solene - CD. LOCAL: Plenário Principal - CD DEPARTAMENTO DE TAQUIGRAFIA REVISÃO E REDAÇÃO SESSÃO: 131.1.54.O DATA: 27/05/11 TURNO: Vespertino TIPO DA SESSÃO: Solene - CD LOCAL: Plenário Principal - CD INÍCIO: 15h13min TÉRMINO: 15h50min DISCURSOS

Leia mais

Curso de Regimento Interno da Câmara dos Deputados Prof. Gabriel Dezen Junior

Curso de Regimento Interno da Câmara dos Deputados Prof. Gabriel Dezen Junior Curso de Regimento Interno da Câmara dos Deputados Prof. Gabriel Dezen Junior Teste 1 1. ( ) É competência da Mesa da Câmara dos Deputados a decisão de reunião dessa Casa fora do Palácio do Congresso Nacional,

Leia mais

REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES ASSEMBLEIA LEGISLATIVA REGIONAL Gabinete do Presidente

REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES ASSEMBLEIA LEGISLATIVA REGIONAL Gabinete do Presidente Diário da Sessão n.º 070 de 18/03/03 Presidente: Passamos ao ponto seguinte da nossa ordem de trabalhos Proposta de Decreto Legislativo Regional que aplica à Região Autónoma dos Açores o Decreto-Lei nº

Leia mais

Última Ação: 15/3/2005 - Mesa Diretora da Câmara dos Deputados (MESA) - ARQUIVADO, nos termos do artigo 133 do RI.

Última Ação: 15/3/2005 - Mesa Diretora da Câmara dos Deputados (MESA) - ARQUIVADO, nos termos do artigo 133 do RI. Proposição: PL-7338/2002 Autor: João Caldas - PL /AL Data de Apresentação: 13/11/2002 Apreciação: Proposição Sujeita à Apreciação Conclusiva pelas Comissões - Art. 24 II Regime de tramitação: Prioridade

Leia mais

Regimento Interno de Atuação do Conselho Fiscal da Fundação das Escolas Unidas do Planalto Catarinense Fundação UNIPLAC

Regimento Interno de Atuação do Conselho Fiscal da Fundação das Escolas Unidas do Planalto Catarinense Fundação UNIPLAC 1 Regimento Interno de Atuação do Conselho Fiscal da Fundação das Escolas Unidas do Planalto Catarinense Fundação UNIPLAC Capítulo I Da Natureza, Finalidade e Composição Art. 1 - O Conselho Fiscal é o

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE TAPURAH

CÂMARA MUNICIPAL DE TAPURAH ATA DA SESSÃO ORDINÁRIA DO DIA 01 DE FEVEREIRO DE 2.012 Ao primeiro dia do mês de fevereiro de dois mil e doze, na Sede da Câmara Municipal, situada à Avenida Paraná, 1.725, às dezenove e trinta horas

Leia mais

COMISSÃO DE TRABALHO, DE ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇO PÚBLICO

COMISSÃO DE TRABALHO, DE ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇO PÚBLICO COMISSÃO DE TRABALHO, DE ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇO PÚBLICO PROJETO DE LEI N o 3.310, DE 2000 (Apensos os Projetos de Lei nº 3.334/2000, nº 3.361/2000, nº 3.371/ 2000, nº 3.394/2000, nº 4.159/2001, nº 4.938/2001,

Leia mais

Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores

Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores CAPÍTULO I Introdução A da Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores reuniu, no dia 24 de janeiro de 2014, na delegação da Assembleia Legislativa em Ponta Delgada, com o objetivo de apreciar

Leia mais

COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE CIDADANIA

COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE CIDADANIA COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE CIDADANIA PROJETO DE LEI N o 3.780, DE 1997 (Apensos: PL 1.205, de 1999, PL 2.278, de 1999, PL 2.485, de 2000, PL 3.138, de 2000, PL 3.836, de 2000, PL 4.405, de

Leia mais

Sempre estou tranquilo nesta Casa, mas aqui temos posição política. Eu fico admirado de ver

Sempre estou tranquilo nesta Casa, mas aqui temos posição política. Eu fico admirado de ver SESSÃO: 255-S0 DATA: 27/08/15 FL: 1 DE 5 O SR. TONINHO VESPOLI (PSOL) - Boa tarde novamente a todos e a todas. Sempre estou tranquilo nesta Casa, mas aqui temos posição política. Eu fico admirado de ver

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO COMITÊ DE ÉTICA EM PESQUISA EM CIÊNCIAS HUMANAS - CEP-CH -

REGIMENTO INTERNO DO COMITÊ DE ÉTICA EM PESQUISA EM CIÊNCIAS HUMANAS - CEP-CH - SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA FACULDADE DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS Estrada de São Lázaro, 197. Federação. Salvador/Bahia. CEP.: 40210-730. Tel/Fax: +55 71 3331-2755 REGIMENTO

Leia mais

Subseção I Disposição Geral

Subseção I Disposição Geral Subseção I Disposição Geral Art. 59. O processo legislativo compreende a elaboração de: I - emendas à Constituição; II - leis complementares; III - leis ordinárias; IV - leis delegadas; V - medidas provisórias;

Leia mais

PARECER DA COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA RELATÓRIO

PARECER DA COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA RELATÓRIO PARECER DA COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA Projeto de Lei nº 072 de 08 de maio de 2013 AUTOR: Poder Executivo PARECER: Favorável, sem apresentação de emendas EMENTA: Autoriza o Poder Executivo a doar

Leia mais

COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE CIDADANIA

COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE CIDADANIA COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE CIDADANIA PROJETO DE LEI Nº 1.234, DE 2007 (Apensos: PL s nºs 6.522, de 2009; 6.803, de 2010; 6.921, de 2010; 7.098, de 2010; 1.394, de 2011) Autor: Deputado EDUARDO

Leia mais

COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE CIDADANIA

COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE CIDADANIA COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE CIDADANIA Altera o art. 125 da Lei nº 9.279, de : I RELATÓRIO O Projeto de Lei em análise visa alterar o art. 125 da Lei n o 9.279, de 14 de maio de 1996 ( Lei da

Leia mais

COMISSÃO DE EDUCAÇÃO E CULTURA. PROJETO DE LEI N o 197, DE 2011 (Apensos os PLs nºs 2.320/11, 2.560/11, 3.330/12, 3.780/2012 e 3.

COMISSÃO DE EDUCAÇÃO E CULTURA. PROJETO DE LEI N o 197, DE 2011 (Apensos os PLs nºs 2.320/11, 2.560/11, 3.330/12, 3.780/2012 e 3. COMISSÃO DE EDUCAÇÃO E CULTURA PROJETO DE LEI N o 197, DE 2011 (Apensos os PLs nºs 2.320/11, 2.560/11, 3.330/12, 3.780/2012 e 3.816/2012) Dispõe sobre o desconto de 50% (cinquenta por cento) em eventos

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º 285, DE 2011 (Apensado: PL nº 1.328, de 2011)

PROJETO DE LEI N.º 285, DE 2011 (Apensado: PL nº 1.328, de 2011) COMISSÃO DE EDUCAÇÃO E CULTURA PROJETO DE LEI N.º 285, DE 2011 (Apensado: PL nº 1.328, de 2011) Acrescenta 3º ao art. 23 da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases

Leia mais

PARECER Nº, DE 2010. RELATOR: Senador ALVARO DIAS RELATOR AD HOC: Senador ANTONIO CARLOS JÚNIOR

PARECER Nº, DE 2010. RELATOR: Senador ALVARO DIAS RELATOR AD HOC: Senador ANTONIO CARLOS JÚNIOR PARECER Nº, DE 2010 Da COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO, JUSTIÇA E CIDADANIA, sobre a Proposta de Emenda à Constituição nº 95, de 2003, primeiro signatário o Senador Paulo Paim, que dá nova redação ao inciso III,

Leia mais

COMISSÃO DE EDUCAÇÃO E CULTURA. PROJETO DE LEI N o 3.534, DE 2012. PARECER REFORMULADO I RELATÓRIO

COMISSÃO DE EDUCAÇÃO E CULTURA. PROJETO DE LEI N o 3.534, DE 2012. PARECER REFORMULADO I RELATÓRIO COMISSÃO DE EDUCAÇÃO E CULTURA PROJETO DE LEI N o 3.534, DE 2012. Altera a Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, para fazer constar a exigência

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º 3.146-A, DE 2012 (Do Sr. Weliton Prado)

PROJETO DE LEI N.º 3.146-A, DE 2012 (Do Sr. Weliton Prado) CÂMARA DOS DEPUTADOS PROJETO DE LEI N.º 3.146-A, DE 2012 (Do Sr. Weliton Prado) Dispõe sobre a apresentação do Cartão da Criança ou da Caderneta de Saúde da Criança nas escolas públicas e privadas do Sistema

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO COLÉGIO DE PRESIDENTES DAS SUBSEÇÕES CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO E FINALIDADES

REGIMENTO INTERNO DO COLÉGIO DE PRESIDENTES DAS SUBSEÇÕES CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO E FINALIDADES 1 REGIMENTO INTERNO DO COLÉGIO DE PRESIDENTES DAS SUBSEÇÕES CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO E FINALIDADES Art. 1º O Colégio de Presidentes das Subseções é órgão de Consulta, Sugestões e de Recomendações ao Conselho

Leia mais

PARECER Nº, DE 2015. RELATOR: Senador WALTER PINHEIRO I RELATÓRIO

PARECER Nº, DE 2015. RELATOR: Senador WALTER PINHEIRO I RELATÓRIO PARECER Nº, DE 2015 Da COMISSÃO DE ASSUNTOS ECONÔMICOS, em decisão terminativa, sobre o Projeto de Lei do Senado nº 167, de 2011, que altera o inciso III do art. 18 da Lei nº 4.380, de 21 de agosto de

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º 1.480-A, DE 2011 (Do Sr. Felipe Bornier)

PROJETO DE LEI N.º 1.480-A, DE 2011 (Do Sr. Felipe Bornier) *C0049234E* C0049234E CÂMARA DOS DEPUTADOS PROJETO DE LEI N.º 1.480-A, DE 2011 (Do Sr. Felipe Bornier) Proíbe a cobrança de taxas para que um acompanhante assista ao parto em maternidades privadas; tendo

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO DO COLEGIADO DO CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DA FACULDADE DE APUCARANA - FAP

REGULAMENTO INTERNO DO COLEGIADO DO CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DA FACULDADE DE APUCARANA - FAP 205 ANEXO B Regulamento Interno do Colegiado do Curso de Bacharelado em Sistemas de Informação REGULAMENTO INTERNO DO COLEGIADO DO CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DA FACULDADE DE APUCARANA - FAP 206 CAPÍTULO

Leia mais

LEI Nº 2.998/2007 CAPÍTULO I DA COMPOSIÇÃO

LEI Nº 2.998/2007 CAPÍTULO I DA COMPOSIÇÃO LEI Nº 2.998/2007 REGULAMENTA O CONSELHO MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO URBANO - COPLAN, CRIADO NO ARTIGO 2º, DA LEI COMPLEMENTAR N.º 037/2006, DE 15 DE DEZEMBRO, QUE DISPOE SOBRE NORMAS DE

Leia mais

DIA NACIONAL DO IDOSO: RESPEITO E ADMIRAÇÃO. Senhor Presidente, comemorar o Dia Nacional do Idoso. A data foi estabelecida

DIA NACIONAL DO IDOSO: RESPEITO E ADMIRAÇÃO. Senhor Presidente, comemorar o Dia Nacional do Idoso. A data foi estabelecida Discurso proferido pelo deputado GERALDO RESENDE (PMDB/MS), em sessão no dia 01/10/2013. DIA NACIONAL DO IDOSO: RESPEITO E ADMIRAÇÃO Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Deputados, Hoje, dia primeiro

Leia mais

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA SECRETARIA DE ESTADO DOS DIREITOS HUMANOS AUTORIDADE CENTRAL ADMINISTRATIVA FEDERAL

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA SECRETARIA DE ESTADO DOS DIREITOS HUMANOS AUTORIDADE CENTRAL ADMINISTRATIVA FEDERAL II REUNIÃO DO CONSELHO DAS AUTORIDADES CENTRAIS BRASILEIRAS RESOLUÇÃO N.º 02/ 2000 Dispõe sobre a Aprovação do Regimento Interno e dá outras providências O Presidente do Conselho das Autoridades Centrais

Leia mais

PROJETO DE LEI N o 7.633, DE 2006 (Apensado: PL 2.951, de 2008)

PROJETO DE LEI N o 7.633, DE 2006 (Apensado: PL 2.951, de 2008) COMISSÃO DE TRABALHO, DE ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇO PÚBLICO PROJETO DE LEI N o 7.633, DE 2006 (Apensado: PL 2.951, de 2008) Modifica dispositivos da Lei nº 7.998, de 11 de janeiro de 1990, que Regula o Programa

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº 2.031, DE 1999

PROJETO DE LEI Nº 2.031, DE 1999 COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMÍLIA PROJETO DE LEI Nº 2.031, DE 1999 Dispõe sobre o atendimento obrigatório aos portadores da Doença de Alzheimer no Sistema Único de Saúde - SUS, e dá outras providências.

Leia mais

Publicação no DSF de 03/04/2004 - página 9208

Publicação no DSF de 03/04/2004 - página 9208 Autor José Jorge (PFL - Partido da Frente Liberal / PE) Nome José Jorge de Vasconcelos Lima Completo Data 02/04/2004 Casa Senado Federal Tipo Discurso Resumo Medidas do governo federal na área de educação.

Leia mais

Apresentação. Caicó/RN 2010

Apresentação. Caicó/RN 2010 Regimento Interno da Comissão Própria de Avaliação da Faculdade Católica Santa Teresinha CPA/FCST (Aprovado pela Resolução 001/2010-DG/FCST, datado de 14/07/2010) Caicó/RN 2010 Apresentação O Regimento

Leia mais

DIÁRIO OFICIAL ELETRÔNICO ASSEMBLEIA LEGISLATIV

DIÁRIO OFICIAL ELETRÔNICO ASSEMBLEIA LEGISLATIV Pág. 214 DIÁRIO OFICIAL ELETRÔNICO ASSEMBLEIA LEGISLATIV TIVA DE RONDÔNIA DO-e-ALE/RO Nº 032 PORTO VELHO-RO, SEGUNDA-FEIRA, ANO IV SUMÁRIO SUP. DE RECURSOS HUMANOS... Capa SECRETARIA GERAL... 0214 TAQUIGRAFIA...

Leia mais

Ata n. 25 da Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Medeiros Neto BA.

Ata n. 25 da Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Medeiros Neto BA. Ata n. 25 da Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Medeiros Neto BA. Aos quatro (04) dias do Mês de Março (03) do ano de Dois Mil e Treze (2013), às 17:35 horas, com a presença de nove (09) vereadores,

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO GESTOR DA UNICEASA CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL

REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO GESTOR DA UNICEASA CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO GESTOR DA UNICEASA CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL Sete Lagoas 2012 REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO GESTOR DA UNICEASA CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL SUMÁRIO TÍTULO PÁGINA

Leia mais

ATA DA SESSÃO ORDINÁRIA DO DIA 09 DE JUNHO DE 2014 Às vinte horas do dia nove de junho de dois mil e quatorze, na sede da Câmara Municipal, reuniu-se

ATA DA SESSÃO ORDINÁRIA DO DIA 09 DE JUNHO DE 2014 Às vinte horas do dia nove de junho de dois mil e quatorze, na sede da Câmara Municipal, reuniu-se ATA DA SESSÃO ORDINÁRIA DO DIA 09 DE JUNHO DE 2014 Às vinte horas do dia nove de junho de dois mil e quatorze, na sede da Câmara Municipal, reuniu-se em Sessão Ordinária a totalidade dos Vereadores, sob

Leia mais

Pedro Carrano e Thiago Hoshino Brasil de Fato (Curitiba (PR)

Pedro Carrano e Thiago Hoshino Brasil de Fato (Curitiba (PR) Nosso déficit não é de casas, é de cidade Raquel Rolnik defende que atualmente não há políticas para moradia, apenas políticas focadas no setor imobiliário e financeiro 22/10/2012 Pedro Carrano e Thiago

Leia mais

ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE SECRETARIA LEGISLATIVA NATAL, 25.03.2008 BOLETIM OFICIAL 2423 ANO XIX TERÇA-FEIRA

ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE SECRETARIA LEGISLATIVA NATAL, 25.03.2008 BOLETIM OFICIAL 2423 ANO XIX TERÇA-FEIRA A MESA DIRETORA Deputado ROBINSON FARIA PRESIDENTE Deputada MÁRCIA MAIA 1 VICE-PRESIDENTE Deputado RICARDO MOTTA 1 SECRETÁRIO Deputado LUIZ ALMIR 3 SECRETÁRIO Deputado EZEQUIEL FERREIRA 2 VICE-PRESIDENTE

Leia mais

PARECER Nº, DE 2015. RELATOR: Senador BENEDITO DE LIRA

PARECER Nº, DE 2015. RELATOR: Senador BENEDITO DE LIRA PARECER Nº, DE 2015 1 Da COMISSÃO DE ASSUNTOS SOCIAIS, em decisão terminativa, sobre o Projeto de Lei do Senado nº 218, de 2011, do Senador EUNÍCIO OLIVEIRA, que dispõe sobre o empregador arcar com os

Leia mais

Educação Financeira se aprende na Escola?

Educação Financeira se aprende na Escola? Educação Financeira se aprende na Escola? Você é previdente e pensa que o futuro é consequência das escolhas do presente? Missão DSOP Educação Financeira Disseminar a educação financeira no Brasil e no

Leia mais

Regimento do Comitê de Tecnologia da Informação

Regimento do Comitê de Tecnologia da Informação Regimento do Comitê de Tecnologia da Informação Capítulo 1 Da Natureza e das Competências Art. 1º - O Comitê de Tecnologia da Informação (CTI) instituído pela portaria Nº 1319/GR, de 15 de Setembro de

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO DE ARBITRAGEM

REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO DE ARBITRAGEM ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DE LEIRIA COMUNICADO OFICIAL N.º 051 Data: 2012.09.26 Para conhecimento dos Clubes filiados, Comunicação Social e demais interessados, se comunica: REGIMENTO INTERNO DO Cumprindo

Leia mais

RESPOSTA A QUESTÃO DE ORDEM SOBRE A INCLUSÃO DE MATÉRIA ESTRANHA À MEDIDA PROVISÓRIA EM PROJETO DE LEI DE CONVERSÃO ENVIADO À APRECIAÇÃO DO SENADO

RESPOSTA A QUESTÃO DE ORDEM SOBRE A INCLUSÃO DE MATÉRIA ESTRANHA À MEDIDA PROVISÓRIA EM PROJETO DE LEI DE CONVERSÃO ENVIADO À APRECIAÇÃO DO SENADO RESPOSTA A QUESTÃO DE ORDEM SOBRE A INCLUSÃO DE MATÉRIA ESTRANHA À MEDIDA PROVISÓRIA EM PROJETO DE LEI DE CONVERSÃO ENVIADO À APRECIAÇÃO DO SENADO Em resposta à questão de ordem apresentada pelo Senador

Leia mais

MODELOS DE DOCUMENTOS CONDOMINIAIS

MODELOS DE DOCUMENTOS CONDOMINIAIS MODELOS DE DOCUMENTOS CONDOMINIAIS ATA DA ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA DO CONDOMÍNIO EDIFÍCIO. Aos dias do mês de de, reuniram-se em Assembléia Geral (Ordinária ou Extraordinária) os Senhores Condôminos

Leia mais