AVALIAÇÃO DOS NÍVEIS DE PRESSÃO SONORA NAS ÁREAS LIMÍTROFES

Save this PDF as:
Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "AVALIAÇÃO DOS NÍVEIS DE PRESSÃO SONORA NAS ÁREAS LIMÍTROFES"

Transcrição

1 AVALIAÇÃO DOS NÍVEIS DE PRESSÃO SONORA NAS ÁREAS LIMÍTROFES RESUMO ESCOPO: Este trabalho representa os resultados das avaliações realizada no dia 24 de outubro de OBJETIVO: Identificar e avaliar o ruído limítrofe, ou seja, os níveis de pressão sonora - NPS, tanto diurno, como noturno, com e sem fontes sonoras, em função do período de exposição onde são estabelecidos níveis de ruído para garantir o conforto acústico dos membros da comunidade vizinha aos limites da propriedade ESSENCIS SOLUÇÕES AMBIENTAIS S.A Definir a aceitabilidades do ruído aplicado as áreas limítrofes da propriedade de acordo com a Lei municipal de Curitiba /02 em função do horário de trabalho da empresa. A referida Legislação Municipal dispõe sobre ruídos urbanos, proteção do bem estar e do sossego público O critério estabelece períodos (diurno, Vespertino e noturno), localização (zonas de uso) e Limites Máximos de Nível de Pressão Sonora (NPS), emitida ao ambiente, segundo o ANEXO I da referida Lei. Definir a aceitabilidades do ruído aplicado as áreas limítrofes da propriedade pelo Nível de Critério de Avaliação (NCA), considerando os valores estabelecidos pela NBR em função do tipo de zoneamento do local. -Monitorar NPS das áreas circunvizinhas; -Analisar a conformidade do NPS registrado, comparando ao NCA definido. CONCLUSÃO: 1- Considerando a NBR o NCA para as zonas circunvizinhas da empresa ESSENCIS SOLUÇÕES AMBIENTAIS S.A os limites estão fixados em: - 70 db (A) para período diurno - 60 db (A) para período noturno 1

2 Foram registrados NPS no período diurno para o Nível equivalente Neq na faixa de variação entre 67,0 a 71,5 db(a), e no período noturno variou de 51,0 a 57,8 db(a). Os valores obtidos estão constando no item 7 deste relatório. Observa-se que o maior valor atingido (71,5 db (A)) no período diurno deve-se ao tráfego de veículos da rua João Chede cuja intensidade interfere na mensuração dos ruídos dentro dos limites da área da empresa. Analisando os resultados obtidos no monitoramento concluímos que não houve a incidência de índices acima do limite de tolerância estabelecido pela NBR , de 60 db(a) no período noturno e 70 db (A) no período diurno, através do NCA determinado pela área de zoneamento da respectiva organização, evidenciando desta forma a não contribuição para o aumento da poluição sonora. 2- Os resultados das avaliações indicam que os Limites de Tolerância estipulados na Legislação Municipal de Curitiba nº /02 não são excedidos. Observa-se que o maior valor atingido (71,5 db (A) no período diurno deve-se ao tráfego de veículos da rua dos Palmenses cuja intensidade interfere na mensuração dos ruídos dentro dos limites da área da empresa. Portanto podemos afirmar que a empresa ESSENCIS SOLUÇÕES AMBIENTAIS S.A não é fonte poluidora para o meio ambiente e não interfere no conforto acústico da comunidade, circunvizinha aos limites de sua propriedade. NOTA: Os valores obtidos do NPS são representativos as condições normais de trabalho. 2

3 1. INTRODUÇÃO Com objetivo de garantir o conforto acústico da comunidade têm sido estabelecidos níveis máximos de ruídos para ambiente externo, em função do período do dia. Estas ações visam à proteção dos membros da comunidade. Os problemas em decorrência dos níveis de ruído considerados excessivos estão incluídos entre os agentes de Controle da Poluição do Meio Ambiente. Considerando que em decorrência das atividades industriais, comerciais, sociais ou recreativas, inclusive as de propaganda política ou não, geram níveis de ruídos muitas vezes acima dos limites determinados pela legislação vigente, níveis estes de ruído, quando excessivos deterioram a qualidade de vida do homem. 2. OBJETIVO Identificar e avaliar o ruído limítrofe, ou seja, os níveis de pressão sonora - NPS, tanto diurno, como noturno, com e sem fontes sonoras, em função do período de exposição onde são estabelecidos níveis de ruído para garantir o conforto acústico dos membros da comunidade vizinha aos limites da propriedade da ESSENCIS SOLUÇÕES AMBIENTAIS S.A. Definir a aceitabilidades do ruído aplicado as áreas limítrofes da propriedade de acordo com a Lei municipal de Curitiba /02 em função do horário de trabalho da empresa. A referida Legislação Municipal dispõe sobre ruídos urbanos, proteção do bem estar e do sossego público O critério estabelece períodos (diurno, Vespertino e noturno), localização (zonas de uso) e Limites Máximos de Nível de Pressão Sonora (NPS), emitida ao ambiente, segundo o ANEXO I da referida Lei. Definir a aceitabilidades do ruído aplicado as áreas limítrofes da propriedade pelo Nível de Critério de Avaliação (NCA), considerando os valores estabelecidos pela NBR em função do tipo de zoneamento do local. -Monitorar NPS das áreas circunvizinhas; -Analisar a conformidade do NPS registrado, comparando ao NCA definido. 3. CONSIDERAÇÕES GERAIS. A Resolução do CONAMA n o 001, de 08 de Março de 1990, estabelece no seu artigo I da Lei de 15 de julho de 1989, que a emissão de ruídos em decorrência de quaisquer atividades industriais, comerciais, sociais ou recreativas inclusive os de propaganda política, obedecerão, no interesse da saúde e do sossego público, aos padrões, critérios e diretrizes nela estabelecidos. 3

4 Para a avaliação da aceitabilidade do ruído, em comunidades, independente da exigência de reclamações, a Resolução do CONAMA 001, segue-se a NBR Avaliação de Ruído em áreas habitadas, visando o conforto da comunidade de JUN/2000 e da NBR visando o conforto acústico. O município de Curitiba onde está localizada a empresa ESSENCIS SOLUÇÕES AMBIENTAIS S.A determina que a medição dos níveis de pressão sonora deverá ser efetuada de acordo com as normas da ABNT- Associação de Normas Técnicas e também deverá obedecer os critérios da lei municipal Lei /02 de Curitiba.A referida Legislação Municipal dispõe sobre ruídos urbanos, proteção do bem estar e do sossego público. De acordo com a NBR da ABNT o período noturno não deve começar depois das 22h00 e não deve terminar antes das 07h00horas do dia seguinte, se o dia seguinte for domingo ou feriado, o término do período noturno não deve ser antes das 09h00 horas. 4. NÍVEL DE CRITÉRIO DE AVALIAÇÃO DO NCA PARA AMBIENTES EXTERNOS, EM db (A) TIPOS DE ÁREAS Diurno db Noturno db Áreas de sítios e fazendas Área estritamente residencial urbana ou de hospitais ou de escola Área mista, predominantemente residencial Área mista, com vocação comercial administrativa Área mista, com vocação recreacional Área predominantemente industrial As determinações dos limites foram baseadas no NCA estabelecido pela NBR , considerando o tipo de zoneamento da área onde está instalada a empresa ESSENCIS SOLUÇÕES AMBIENTAIS S.A. 4

5 5. CARACTERIZAÇÃO DA EMPRESA INFORMAÇÕES GERAIS: Razão Social ESSENCIS SOLUÇÕES AMBIENTAIS S.A Inscrição Imobiliaria CNPJ Endereço CEP Cidade Estado Contato/Fone Acompanhante Data das Avaliações REALIZADO POR: Tipo de área: Tipo de amostragem: Local de amostragem: Laborprev Consultoria - Zona Predominante Industrial (ZI) Medição do nível de pressão sonora Área externa 5.2. LOCALIZAÇÃO DA EMPRESA EM RELAÇÃO À COMUNIDADE: A empresa está localizada em área predominante industrial ZI, segundo a divisão de planejamento urbano da prefeitura municipal de Curitiba no estado do Paraná (ver mapas, ocupando uma área total de m 2. Testada para duas ruas: rua dos Palmenses (código W666) e rua Mario Dybas (código W587). Em uma das laterais encontra-se a Casa de Custódia de Curitiba. Localização dos pontos da área limítrofe avaliados via georreferenciamento: 01- Ponto A '49.90"S '2.90"O 02- Ponto B '43.67"S '5.72"O 03 Ponto C '35.11"S '52.33"O 04 Ponto D '38.05"S '45.23"O 05 Ponto E '47.83"S '41.05"O 5

6 06 Ponto F '51.37"S '54.06"O 07 Ponto G '53.41"S '57.60"O 08 Ponto H '55.07"S '1.52"O 6. CONDIÇÕES AMBIENTAIS NA EXECUÇÃO DOS TRABALHOS. Condição operacional da empresa: Normal. Turnos de trabalho: Aberto 24 horas. Período das avaliações: Período Diurno(compreendido entre as 07h01 às 19h00): Horário das avaliações: das 09h00 as 10h00 e das 14h00 as 15h00. Período Vespertino ( compreendido entre às 19h01 às 22h00) Horário das avaliações: das 19h01 as 20h00. Período noturno (compreendido entre as 22h01 às 07h00): Horário das avaliações: das 22h30 as 23h30 e das 6:00 as 7:00. METODOLOGIA UTILIZADA Desenvolvida uma estratégia de amostragem antes da avaliação como segue: Visita do local a ser avaliado; Definição e localização dos pontos a serem amostrados; Equipamento a ser utilizado; Os intervalos foram fixados de forma que melhor representassem as medições. 6.2 PARÂMETROS DE MEDIÇÃO As metodologias aplicadas para as medições de ruído, foram realizadas na escala A resposta lenta, a 1,20m acima do piso e pelo menos 2 m do limite da propriedade ou de muros e paredes conforme preconiza a NBR Portas e aberturas das edificações permaneceram nas condições típicas de uso dos ambientes. 6

7 6.3 DESCRIÇÃO DO EQUIPAMENTO UTILIZADO. Decibelímetro Digital. Marca: ICEL DL4200 Numero de série: D Data da Calibração: 11/08/2016 Número do Certificado: /16 Calibradores Acústicos: Marca: Instrutherm. Tipo: Cal.4000 Número de serie: Data de Calibração:18/01/2016. Número do Certificado: 0614/11 7

8 8

9 * Todos os equipamentos atendem às especificações constantes na norma ANSI SI , EB386 da ABNT e ICE 60942, com classificação do tipo 2 e estão ajustados em atender os parâmetros previamente determinados e devidamente calibrados. 6.4 CRITÉRIOS DA MEDIÇÃO: As medições do nível de pressão sonora equivalente em decibéis ponderados em A, ou, seja, na escala A, resposta lenta atendendo a especificação da IEC conforme estabelecido pela NBR da ABNT. Acústica avaliação do ruído em áreas habitadas, visando o conforto da comunidade-procedimento, jul/2000. Os procedimentos adotados para a avaliação dos níveis de pressão sonora foram a 1,20 m acima do piso e pelo menos 2m do limite da propriedade ou de muros e paredes. A medição pode envolver uma única amostra ou uma seqüência delas onde foram aplicados os dois critérios. Condições climáticas normais. O microfone do equipamento foi protegido do efeito de ventos com espuma protetora. Ao avaliar uma fonte de ruído é importante verificar a influência do ruído de fundo. Para isto, devem-se fazer medições com a fonte de ruído desligada e em funcionamento caso julguem necessário; Não foram observados ruídos tidos como especiais, portanto não necessitando de correções nas tabelas das medições de pressão sonoras contidas neste laudo. 7. AVALIAÇÃO DO NPS NAS ÁREAS LIMÍTROFES. Ponto Referência (vista frontal do imóvel ) Níveis de ruído avaliados (db-a) Diurno Ruído (db-a) Permitido Níveis de ruído avaliados (db-a) Vespertino Ruído (db-a) Permitido Níveis de ruído avaliados Noturno Ruído (db-a) Permitido 1 Frente da empresa, próximo a cerca e estacionamento Circunvizinhos à área industrial, lateral esquerdo próximo ao refeitório Circunvizinhos à área industrial, fundos da empresa (área arrendada) Circunvizinhos à área

10 industrial, fundos da empresa (área total) 5 Circunvizinhos a área industrial, lateral direita vista frontal (frente da empresa) Nota: No lado direito se encontra uma indústria (New Holland) No lado esquerdo se encontra uma indústria (Fotolaser) Período das avaliações: Período Diurno (compreendido entre as 07h01 às 19h00): Horário das avaliações: das 09h00 as 10h00 e das 14h00 as 15h00. Período Vespertino ( compreendido entre às 19h01 às 22h00) Horário das avaliações: das 19h01 as 20h00. Período noturno (compreendido entre as 22h01 às 07h00): Horário das avaliações: das 22h30 as 23h30 e das 6:00 as 7:00. IDENTIFICAÇÃO DOS PONTOS AVALIADOS. 10

11 11

12 10. INTERPRETAÇÃO DOS RESULTADOS 1- Considerando a NBR o NCA para as zonas circunvizinhas da empresa ESSENCIS SOLUÇÕES AMBIENTAIS S.A os limites estão fixados em: - 70 db (A) para período diurno - 60 db (A) para período noturno Foram registrados NPS no período diurno para o Nível equivalente Neq na faixa de variação entre 67,0 a 71,5 db(a), e no período noturno variou de 51,7 a 57,8 db(a). Os valores obtidos estão constando no item 7 deste relatório. Observa-se que o maior valor atingido (71,5 db (A)) no período diurno deve-se ao tráfego de veículos da rua João Chede cuja intensidade interfere na mensuração dos ruídos dentro dos limites da área da empresa. Analisando os resultados obtidos no monitoramento concluímos que não houve a incidência de índices acima do limite de tolerância estabelecido pela NBR , de 60 db(a) no período noturno e 70 db (A) no período diurno, através do NCA determinado pela área de zoneamento da respectiva organização, evidenciando desta forma a não contribuição para o aumento da poluição sonora. 2- Os resultados das avaliações indicam que os Limites de Tolerância estipulados na Legislação Municipal de Curitiba nº /02 não são excedidos. Observa-se que o maior valor atingido (71,5 db (A) no período diurno deve-se ao tráfego de veículos da rua João Chede cuja intensidade interfere na mensuração dos ruídos dentro dos limites da área da empresa. 11. CONCLUSÃO. Analisando os resultados obtidos no monitoramento concluímos que não houve a incidência de índices acima do limite de tolerância estabelecido pela NBR e na Lei Municipal de Curitiba nº /02 determinado pela área de zoneamento da respectiva organização, evidenciando desta forma a não contribuição para o aumento da poluição sonora.

13 Portanto podemos afirmar que a empresa ESSENCIS SOLUÇÕES AMBIENTAIS S.A não é fonte poluidora para o meio ambiente e não interfere no conforto acústico da comunidade circunvizinha aos limites de sua propriedade. 12. CONSIDERAÇÕES FINAIS Todo o corpo técnico da E ASSESSORIA EMPRESARIAL LTDA ficará a disposição da ESSENCIS SOLUÇÕES AMBIENTAIS S.A para os esclarecimentos que julgarem necessários quando da leitura e aplicação do escopo deste Laudo. Para a elaboração deste trabalho a E ASSESSORIA EMPRESARIAL LTDA e seus profissionais contaram com a colaboração de José Ricardo Kovalski Supervisor de projetos, esta colaboração foi de suma importância para o bom desempenho e êxito de todo o trabalho. 13. CORPO TÉCNICO 14. ANEXO Anotação de Responsabilidade Técnica ART; Cópia do certificado de calibração do equipamento utilizado na avaliação. Este trabalho é composto por 12 (doze) páginas devidamente rubricadas e dos anexos citados acima. Curitiba, 07 de dezembro de 2012.

14 Laborprev consultoria Empresarial LTDA

RELATÓRIO TÉCNICO AVALIAÇÃO AMBIENTAL DE RUÍDO

RELATÓRIO TÉCNICO AVALIAÇÃO AMBIENTAL DE RUÍDO RELATÓRIO TÉCNICO AVALIAÇÃO AMBIENTAL DE RUÍDO Empresa: CAL-COMP INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE ELETRÔNICO E INFORMÁTICA LTDA Elaboração: Reginaldo Beserra Alves Eng. Segurança CREA: 5907-D/PB Março / 2013 MANAUS

Leia mais

NBR 10151/00 Avaliação de ruídos em áreas habitadas visando o conforto da comunidade

NBR 10151/00 Avaliação de ruídos em áreas habitadas visando o conforto da comunidade http://smmaspbh.vilabol.uol.com.br/10151.htm NBR 10151/00 Avaliação de ruídos em áreas habitadas visando o conforto da comunidade JUN 2000 NBR 10151 Acústica - Avaliação do ruído em áreas habitadas, visando

Leia mais

Avaliação do Ruído em Zona Habitacional causado por Serralheria no Jardim Aeroporto em Ilha Solteira - SP

Avaliação do Ruído em Zona Habitacional causado por Serralheria no Jardim Aeroporto em Ilha Solteira - SP Laudo Técnico Avaliação do Ruído em Zona Habitacional causado por Serralheria no Jardim Aeroporto em Ilha Solteira - SP 1. INTRODUÇÃO O presente trabalho realiza-se em cumprimento ao requisito determinado

Leia mais

CONSELHO MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE CONSEMMA. Resolução CONSEMMA nº 003, de 08 de dezembro de 2005

CONSELHO MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE CONSEMMA. Resolução CONSEMMA nº 003, de 08 de dezembro de 2005 CONSELHO MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE CONSEMMA Resolução CONSEMMA nº 003, de 08 de dezembro de 2005 O Conselho Municipal de Meio Ambiente CONSEMMA, no uso das atribuições que lhe confere o Inciso II, do

Leia mais

O BARULHO DA CIDADE! Regina Monteiro

O BARULHO DA CIDADE! Regina Monteiro O BARULHO DA CIDADE! Regina Monteiro O BARULHO DA LEGISLAÇÃO LEI 8106/74 e Decreto 11.467/74 a) K1 = 55 db (A) b) K2 = 59 db (A) c) K3 = 63 db (A) d) K4 = 67 db (A) e) K5 = 71 db (A) f) K6 = 75 db (A)

Leia mais

PROCEDIMENTO DE MEDIÇÃO DE RUIDO EM AMBIENTES INTERNOS.

PROCEDIMENTO DE MEDIÇÃO DE RUIDO EM AMBIENTES INTERNOS. PROCEDIMENTO DE MEDIÇÃO DE RUIDO EM AMBIENTES INTERNOS. Prof. Msc. Lucas C. Azevedo Pereira ALTAMIRA/PA 04 de novembro de 2016 A ACÚSTICA é a ciência do som, incluindo sua produção, transmissão e efeitos.

Leia mais

RELATÓRIO TÉCNICO 008/14

RELATÓRIO TÉCNICO 008/14 SPE FASHION CITY RUÍDO AMBIENTAL R.T 008/14 PÁG. 1/21 RELATÓRIO TÉCNICO 008/14 RUÍDO AMBIENTAL NATUREZA DO TRABALHO: AVALIAÇÃO DOS NÍVEIS DE PRESSÃO SONORA CLIENTE: SPE FASHION CITY BRASIL S/A RODOVIA:

Leia mais

DECISÃO DE DIRETORIA CETESB Nº 389, DE

DECISÃO DE DIRETORIA CETESB Nº 389, DE DECISÃO DE DIRETORIA CETESB Nº 389, DE 21-12-2010 DOU 24-12-2010 Dispõe sobre a aprovação da Regulamentação de níveis de ruído em sistemas lineares de transportes localizados no Estado de São Paulo. A

Leia mais

RELATÓRIO TÉCNICO 404-A/2014

RELATÓRIO TÉCNICO 404-A/2014 SPE FASHION CITY RUÍDO AMBIENTAL R.T 404/14-A PÁG. 1/21 RELATÓRIO TÉCNICO 404-A/2014 RUÍDO AMBIENTAL NATUREZA DO TRABALHO: AVALIAÇÃO DOS NÍVEIS DE PRESSÃO SONORA CLIENTE: SPE FASHION CITY BRASIL S/A RODOVIA:

Leia mais

1-Introdução / Dados Gerais 3. 2-Metodologia 3. 3-Conceitos e Definições 4. 4-Avaliação de Campo / Resultados 7

1-Introdução / Dados Gerais 3. 2-Metodologia 3. 3-Conceitos e Definições 4. 4-Avaliação de Campo / Resultados 7 EQUIPE TÉCNICA: Eng. Marcos Antonio Bohac Vedovello Eng. de Segurança do Trabalho - Crea 060074920-4. Av. Expedicionários Brasileiros 652 - Itatiba-SP Tel/Fax: (11) 4538-2639 (11) 99803-5029 - e-mail:

Leia mais

AVALIAÇÃO DOS NÍVEIS DE RUÍDO EM AGLOMERADOS POPULACIONAIS INTERCEPTADOS POR UMA RODOVIA FEDERAL NA REGIÃO NORDESTE DO BRASIL

AVALIAÇÃO DOS NÍVEIS DE RUÍDO EM AGLOMERADOS POPULACIONAIS INTERCEPTADOS POR UMA RODOVIA FEDERAL NA REGIÃO NORDESTE DO BRASIL AVALIAÇÃO DOS NÍVEIS DE RUÍDO EM AGLOMERADOS POPULACIONAIS INTERCEPTADOS POR UMA RODOVIA FEDERAL NA REGIÃO NORDESTE DO BRASIL Suane Wurlitzer Bonatto (*), Jaerton Santini, Heberton Junior dos Santos, Guilherme

Leia mais

Painel 2 - Legislação, Normas e avanços do licenciamento: evolução e tendências

Painel 2 - Legislação, Normas e avanços do licenciamento: evolução e tendências Painel 2 - Legislação, Normas e avanços do licenciamento: evolução e tendências Desempenho acústico uma questão importante Níveis de desempenho de saúde pública acústico adequados dependem de vários agentes

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO AVALIAÇÃO DA ATENUAÇÃO ACÚSTICA DO MURO DA RAIA OLÍMPICA

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO AVALIAÇÃO DA ATENUAÇÃO ACÚSTICA DO MURO DA RAIA OLÍMPICA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO AVALIAÇÃO DA ATENUAÇÃO ACÚSTICA DO MURO DA RAIA OLÍMPICA Maio de 2017 Revisão 1 INTRODUÇÃO O presente relatório apresenta os resultados da avaliação acústica realizada no campus

Leia mais

RELATÓRIO TÉCNICO 104/14-A

RELATÓRIO TÉCNICO 104/14-A SPE FASHION CITY RUÍDO AMBIENTAL R.T 104/14-A PÁG. 1/20 RELATÓRIO TÉCNICO 104/14-A RUÍDO AMBIENTAL NATUREZA DO TRABALHO: AVALIAÇÃO DOS NÍVEIS DE PRESSÃO SONORA CLIENTE: SPE FASHION CITY BRASIL S/A RODOVIA:

Leia mais

Legislação e Normas Técnicas

Legislação e Normas Técnicas Universidade de São Paulo Faculdade de Arquitetura e Urbanismo Departamento de Tecnologia da Arquitetura AUT 0278 - Desempenho Acústico, Arquitetura e Urbanismo Ruído, Legislação e Normas Técnicas Alessandra

Leia mais

REL_3RBrasil_Classico_Limitador_T241854_AMB_01_2017 RELATÓRIO SIMPLIFICADO DIRETO DO LIMITADOR ACÚSTICO T (ON LINE)

REL_3RBrasil_Classico_Limitador_T241854_AMB_01_2017 RELATÓRIO SIMPLIFICADO DIRETO DO LIMITADOR ACÚSTICO T (ON LINE) RELATÓRIO SIMPLIFICADO DIRETO DO LIMITADOR ACÚSTICO T241854 (ON LINE) I. Relatório quiosque Clássico DownWind na Barra da Tijuca II. Evento no Local: página: 1 de 8 III. Informações oficiais SMU do Plano

Leia mais

7 PASSOS PARA CONTRATAR UMA MEDIÇÃO DE RUÍDO

7 PASSOS PARA CONTRATAR UMA MEDIÇÃO DE RUÍDO INSTRUÇÕES ORIENTAÇÕES PARA PARA CONTRATAÇÃO CONTRATAÇÃO DE MEDIDAS DE MEDIÇÕES DE RUÍDO DE RUÍDO 7 PASSOS PARA CONTRATAR UMA MEDIÇÃO DE RUÍDO Muitas empresas precisam realizar monitoramento de ruído,

Leia mais

A PRÁTICA DA GESTÃO AMBIENTAL EM UNIVERSIDADE: MONITORAMENTO DE RUÍDOS E REVISÃO DE CONDICIONANTE DE LICENÇA NA PUC MINAS EM BETIM

A PRÁTICA DA GESTÃO AMBIENTAL EM UNIVERSIDADE: MONITORAMENTO DE RUÍDOS E REVISÃO DE CONDICIONANTE DE LICENÇA NA PUC MINAS EM BETIM A PRÁTICA DA GESTÃO AMBIENTAL EM UNIVERSIDADE: MONITORAMENTO DE RUÍDOS E REVISÃO DE CONDICIONANTE DE LICENÇA NA PUC MINAS EM BETIM Marta Maria De Martin*, Fernando Verassani Laureano. * Graduanda em Ciências

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO AVALIAÇÃO DOS EFEITOS NO RUÍDO AMBIENTE DOS ENSAIOS DE GRUPOS MUSICAIS BATERIAS, NO CAMPUS DA CIDADE UNIVERSITÁRIA

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO AVALIAÇÃO DOS EFEITOS NO RUÍDO AMBIENTE DOS ENSAIOS DE GRUPOS MUSICAIS BATERIAS, NO CAMPUS DA CIDADE UNIVERSITÁRIA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO AVALIAÇÃO DOS EFEITOS NO RUÍDO AMBIENTE DOS ENSAIOS DE GRUPOS MUSICAIS BATERIAS, NO CAMPUS DA CIDADE UNIVERSITÁRIA Maio de 2017 Revisão 1 INTRODUÇÃO O presente relatório apresenta

Leia mais

MINERAÇÃO SERRA ALTA DE SÃO TOMÉ LTDA.

MINERAÇÃO SERRA ALTA DE SÃO TOMÉ LTDA. ESTABELECIMENTO: MINERAÇÃO SERRA ALTA DE SÃO TOMÉ LTDA. ENDEREÇO: SERRA DO CARIMBADO, S/N SÃO TOMÉ DAS LETRAS-MG CNPJ: 70.986.153/0001-35 RAMO DE ATIVIDADE: MINERAÇÃO CNAE: 08.10.0-99 GRAU DE RISCO: 4

Leia mais

A medição dos níveis de pressão sonora em ambientes internos a edificações

A medição dos níveis de pressão sonora em ambientes internos a edificações A medição dos níveis de pressão sonora em ambientes internos a edificações Deve-se adotar alguns procedimentos técnicos na execução de medições de níveis de pressão sonora em ambientes internos a edificações,

Leia mais

Vendrame Consultoress Associados

Vendrame Consultoress Associados Vendrame Consultoress Associados Segurança do Trabalho Saúde Meio Ambiente VCA16063 UNIXTRON TELECOMUNICAÇÕES LTDA ME SÃO PAULO (SP) 2016 Avenida Tucuruvi, 563 1º andar CEP 02305-001 São Paulo SP Tel.:

Leia mais

Câmara Municipal de Ituverava

Câmara Municipal de Ituverava Lei 4.161/13 Autoria do Dr. Antônio Sérgio C. Telles Vereador Dispõe sobre ruídos urbanos e proteção do bem estar e do sossego publico, regulamentando e dispondo sobre os artigos 78, 79, 80, e 81 da lei

Leia mais

LAUDO TÉCNICO DE AVALIAÇÃO DO RUÍDO EM ÁREAS HABITADAS, VISANDO O CONFORTO DA COMUNIDADE, SEGUNDO A NBR 10.151: 2000/ABNT 1- IDENTIFICAÇÃO DA EMPRESA

LAUDO TÉCNICO DE AVALIAÇÃO DO RUÍDO EM ÁREAS HABITADAS, VISANDO O CONFORTO DA COMUNIDADE, SEGUNDO A NBR 10.151: 2000/ABNT 1- IDENTIFICAÇÃO DA EMPRESA LAUDO TÉCNICO DE AVALIAÇÃO DO RUÍDO EM ÁREAS HABITADAS, VISANDO O CONFORTO DA COMUNIDADE, SEGUNDO A NBR 10.151: 2000/ABNT 1- IDENTIFICAÇÃO DA EMPRESA EMPRESA/RAZÃO SOCIAL: NOME DE FANTASIA: CNPJ/MF: INSCRIÇÃO

Leia mais

Março 1999 Projeto 02:

Março 1999 Projeto 02: Página 1 de 8 Março 1999 Projeto 02:135.01-004 Página 2 de 8 Página 3 de 8 Página 4 de 8 Acústica - Avaliação do ruído ambiente em recintos de edificações visando o conforto dos usuários Procedimento Origem:

Leia mais

Avaliação de Ruídos em Obras

Avaliação de Ruídos em Obras PROCEDIMENTO DO SMS Avaliação de Ruídos em Obras PR-99-992-CPG-002 Revisão: 02 Página: 1/4 1. OBJETIVO Avaliar o ruído produzido pelas empresas contratadas para a execução das obras da COMPAGAS, a fim

Leia mais

Quimicryl S/A. Empreendimento Veredas de Itaquá Rua Netuno, 222 Itaquaquecetuba/SP

Quimicryl S/A. Empreendimento Veredas de Itaquá Rua Netuno, 222 Itaquaquecetuba/SP Quimicryl S/A Empreendimento Veredas de Itaquá Rua Netuno, 222 Itaquaquecetuba/SP Avaliação Normalizada para ensaio de campo do isolamento ao som de impacto em pisos Relatório nº 16-761-EIM-E1 Este relatório

Leia mais

SIMULAÇÃO DO IMPACTO SONORO AMBIENTAL DE UMA NOVA LINHA DE TREM EM SÃO PAULO

SIMULAÇÃO DO IMPACTO SONORO AMBIENTAL DE UMA NOVA LINHA DE TREM EM SÃO PAULO SIMULAÇÃO DO IMPACTO SONORO AMBIENTAL DE UMA NOVA LINHA DE TREM EM SÃO PAULO Belderrain, Maria Luiza; Montemurro Wanderley; Vaidotas, Rafael. CLB Engenharia Consultiva www.clbengenharia.com 23ª Semana

Leia mais

O ESTUDO DO SOM NO ENSINO MÉDIO: UMA ABORDAGEM SOBRE A POLUIÇÃO SONORA NO CENTRO COMERCIAL DE BRAGANÇA-PARÁ

O ESTUDO DO SOM NO ENSINO MÉDIO: UMA ABORDAGEM SOBRE A POLUIÇÃO SONORA NO CENTRO COMERCIAL DE BRAGANÇA-PARÁ O ESTUDO DO SOM NO ENSINO MÉDIO: UMA ABORDAGEM SOBRE A POLUIÇÃO SONORA NO CENTRO COMERCIAL DE BRAGANÇA-PARÁ Daniele de Oliveira Santana, Thiago José Souza Gomes, Adriano Alves de Araujo, Gabryell Malcher

Leia mais

AVALIAÇÃO DA EMISSÃO DE RUÍDO AMBIENTAL EXTERNO EM UMA INDÚSTRIA DE ALIMENTOS NA REGIÃO DE BAURU João Gabriel Alves Correa¹; Osvaldo Contador Júnior²

AVALIAÇÃO DA EMISSÃO DE RUÍDO AMBIENTAL EXTERNO EM UMA INDÚSTRIA DE ALIMENTOS NA REGIÃO DE BAURU João Gabriel Alves Correa¹; Osvaldo Contador Júnior² AVALIAÇÃO DA EMISSÃO DE RUÍDO AMBIENTAL EXTERNO EM UMA INDÚSTRIA DE ALIMENTOS NA REGIÃO DE BAURU João Gabriel Alves Correa¹; Osvaldo Contador Júnior² 1 FAAG Faculdade de Agudos; 2 FAAG Faculdade de Agudos.

Leia mais

Disciplina: Ciências do Ambiente

Disciplina: Ciências do Ambiente Disciplina: Ciências do Ambiente Poluição Sonora 2ª Parte Prof. Fernando Porto Índice LAeq O nível de pressão sonora equivalente contínuo na escala A representa o nível de um som estacionário que, em um

Leia mais

DECISÃO DE DIRETORIA Nº 100/2009/P, de 19 de maio de 2009.

DECISÃO DE DIRETORIA Nº 100/2009/P, de 19 de maio de 2009. COMPANHIA DE TECNOLOGIA DE SANEAMENTO AMBIENTAL Referente ao Relatório à Diretoria Nº 012/2009/P, de 14/05/2009 Relator: Fernando Rei DECISÃO DE DIRETORIA Nº 100/2009/P, de 19 de maio de 2009. Dispõe sobre

Leia mais

10º ENTEC Encontro de Tecnologia: 28 de novembro a 3 de dezembro de 2016 MEDIÇÃO E ANÁLISE DE RUÍDO INDUSTRIAL EM ÁREAS HABITADAS

10º ENTEC Encontro de Tecnologia: 28 de novembro a 3 de dezembro de 2016 MEDIÇÃO E ANÁLISE DE RUÍDO INDUSTRIAL EM ÁREAS HABITADAS MEDIÇÃO E ANÁLISE DE RUÍDO INDUSTRIAL EM ÁREAS HABITADAS Barbara Santos Ritt 1 ; Thiago Limido Santos 2 1, 2 Universidade de Uberaba barbara_ritt@ @hotmail.com; thiago.limido@amonet.com.br Resumo O ruído

Leia mais

Ruído Urbano: Estudo da Poluição Sonora na Rua Laudelino Freire em Lagarto- Se

Ruído Urbano: Estudo da Poluição Sonora na Rua Laudelino Freire em Lagarto- Se Ruído Urbano: Estudo da Poluição Sonora na Rua Laudelino Freire em Lagarto- Se Jonh Yago Erikson Santos 1, Isaú de Souza Alves Júnior 1, Ricardo Monteiro Rocha 2 1 Estudantes do Curso Técnico em Eletromecânica

Leia mais

"LTCAT" LAUDO TÉCNICO DAS CONDIÇÕES AMBIENTAIS DO TRABALHO MARÍTIMO LAUDO TÉCNICO DAS CONDIÇÕES AMBIENTAIS DE TRABALHO LTCAT - MARÍTIMO

LTCAT LAUDO TÉCNICO DAS CONDIÇÕES AMBIENTAIS DO TRABALHO MARÍTIMO LAUDO TÉCNICO DAS CONDIÇÕES AMBIENTAIS DE TRABALHO LTCAT - MARÍTIMO LAUDO TÉCNICO DAS CONDIÇÕES AMBIENTAIS DE TRABALHO LTCAT - MARÍTIMO Revisão: 03 Página 1 de 34 Emissão: 30/09/2018 Empresa: Transglobal Serviços Ltda CNPJ: 01.362.266.0001-47 Elaborado: SASMET: Kelp-Serviços

Leia mais

RELATÓRIO TÉCNICO DE AVALIAÇÃO DE RUÍDO AMBIENTAL

RELATÓRIO TÉCNICO DE AVALIAÇÃO DE RUÍDO AMBIENTAL RELATÓRIO TÉCNICO DE AVALIAÇÃO DE RUÍDO AMBIENTAL AVALIAÇÃO DO NÍVEL DE PRESSÃO SONORA Conforme Resolução CONAMA 001/90 CONSTRUTORA NORBERTO ODEBRECHT S/A ESTALEIRO E BASE NAVAL DO PROJETO PROSUB - ITAGUAÍ/RJ

Leia mais

MAPEAMENTO DA POLUIÇÃO SONORA NO CENTRO DE FREDERICO WESTPHALEN 1 MAPPING OF NOISE POLLUTION IN THE CENTER OF FREDERICO WESTPHALEN

MAPEAMENTO DA POLUIÇÃO SONORA NO CENTRO DE FREDERICO WESTPHALEN 1 MAPPING OF NOISE POLLUTION IN THE CENTER OF FREDERICO WESTPHALEN MAPEAMENTO DA POLUIÇÃO SONORA NO CENTRO DE FREDERICO WESTPHALEN 1 MAPPING OF NOISE POLLUTION IN THE CENTER OF FREDERICO WESTPHALEN Angélica Vestena Baggiotto 2, Alessandro Alves 3, Bibiana Zandoná 4, Letícia

Leia mais

DECRETO Nº , DE 24 DE SETEMBRO DE 2002

DECRETO Nº , DE 24 DE SETEMBRO DE 2002 DECRETO Nº 14.824, DE 24 DE SETEMBRO DE 2002 REGULAMENTA a Lei nº 7.733, de 14 de outubro de 1998, no que se refere aos padrões de emissão e controle da poluição sonora nas atividades urbanas. JOÃO AVAMILENO,

Leia mais

Página 1 de 7. Código: MS Revisão: 01 Data: 14/12/2015. Laudo Técnico

Página 1 de 7. Código: MS Revisão: 01 Data: 14/12/2015. Laudo Técnico Página 1 de 7 Laudo Técnico Assunto: Ensaio acústico para Nível de Pressão Sonora de Impacto Padronizado Ponderado (L ntw ), conforme determinado pela Norma de Desempenho de Edificações NBR 15.575, seguindo

Leia mais

LAUDO DE INSALUBRIDADE

LAUDO DE INSALUBRIDADE 2013 LAUDO DE INSALUBRIDADE ABREU LOIO SORVETES FILIAL Elaboração: Ana Priscilla de O. Gomes Eng. de Seg. do Trabalho CREA AM 18952 Manaus Amazonas Outubro / 2013 IDENTIFICAÇÃO DA EMPRESA Razão Social:

Leia mais

Monografia "ANÁLISE CRÍTICA DA LEI FRENTE AS DEMAIS LEGISLAÇÕES URBANÍSTICAS EM VIGOR E MEDIDAS DE CONFORTO AMBIENTAL"

Monografia ANÁLISE CRÍTICA DA LEI FRENTE AS DEMAIS LEGISLAÇÕES URBANÍSTICAS EM VIGOR E MEDIDAS DE CONFORTO AMBIENTAL Universidade Federal de Minas Gerais Escola de Engenharia Departamento de Engenharia de Materiais e Construção Curso de Especialização em Construção Civil Monografia "ANÁLISE CRÍTICA DA LEI 9074-2005 FRENTE

Leia mais

LAUDO DE INSALUBRIDADE

LAUDO DE INSALUBRIDADE 2013 LAUDO DE INSALUBRIDADE SILVEIRA SORVETES LTDA - MATRIZ Elaboração: Ana Priscilla de O. Gomes Eng. de Seg. do Trabalho CREA AM 18952 Manaus Amazonas Outubro / 2013 IDENTIFICAÇÃO DA EMPRESA Razão Social:

Leia mais

Código: MS Revisão: 01 Data: Página 1 de 9. Laudo Técnico

Código: MS Revisão: 01 Data: Página 1 de 9. Laudo Técnico Página 1 de 9 Laudo Técnico Assunto: Ensaio acústico para Nível de Pressão Sonora de Impacto Padronizado Ponderado (L ntw ), conforme determinado pela Norma de Desempenho de Edificações NBR 15.575, seguindo

Leia mais

LAUDO DE INSALUBRIDADE

LAUDO DE INSALUBRIDADE 2013 LAUDO DE INSALUBRIDADE J A LOIO DA SILVA ME - FILIAL Elaboração: Ana Priscilla de O. Gomes Eng. de Seg. do Trabalho CREA AM 18952 Manaus Amazonas Outubro / 2013 IDENTIFICAÇÃO DA EMPRESA Razão Social:

Leia mais

Código: MS Revisão: 01 Data:04/04/2016. Página 1 de 8. Laudo Técnico

Código: MS Revisão: 01 Data:04/04/2016. Página 1 de 8. Laudo Técnico Página 1 de 8 Laudo Técnico Assunto: Ensaio acústico para Nível de Pressão Sonora de Impacto Padronizado Ponderado (L ntw ), conforme determinado pela Norma de Desempenho de Edificações NBR 15.575, seguindo

Leia mais

LICENÇA DE OPERAÇÃO L.O 43/2015

LICENÇA DE OPERAÇÃO L.O 43/2015 A Secretaria Municipal do Meio Ambiente, criada pela Lei Municipal Nº 88/06 e Certificado de Qualificação junto ao conselho Estadual do Meio Ambiente através da Resolução do CONSEMA Nº229/2009, com base

Leia mais

AVALIAÇÃO DO RUÍDO NO SETOR DE MANUTENÇÃO E CONSERVAÇÃO DA FEIS

AVALIAÇÃO DO RUÍDO NO SETOR DE MANUTENÇÃO E CONSERVAÇÃO DA FEIS AVALIAÇÃO DO RUÍDO NO SETOR DE MANUTENÇÃO E CONSERVAÇÃO DA FEIS 1. INTRODUÇÃO O presente trabalho foi realizado visando apurar níveis de ruídos no Setor de Manutenção e Conservação da FEIS. As queixas

Leia mais

AVALIAÇÃO DO RUÍDO NA SEÇÃO TÉCNICA DE SAÚDE DA FEIS

AVALIAÇÃO DO RUÍDO NA SEÇÃO TÉCNICA DE SAÚDE DA FEIS AVALIAÇÃO DO RUÍDO NA SEÇÃO TÉCNICA DE SAÚDE DA FEIS 1. INTRODUÇÃO O presente trabalho foi realizado visando apurar níveis de ruídos Na Seção Técnica de Saúde da FEIS. As queixas dos funcionários referem-se

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO DECIBELÍMETRO MODELO DL-4020

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO DECIBELÍMETRO MODELO DL-4020 MANUAL DE INSTRUÇÕES DO DECIBELÍMETRO MODELO DL-4020 Leia atentamente as instruções contidas neste manual antes de iniciar o uso do instrumento ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO...1 2. REGRAS DE SEGURANÇA...1 3. ESPECIFICAÇÕES...2

Leia mais

Rodrigo Passos Cunha Gerente Divisão da Divisão de Avaliação de Empreendimentos de Transportes -IET

Rodrigo Passos Cunha Gerente Divisão da Divisão de Avaliação de Empreendimentos de Transportes -IET Avaliação dos níveis de ruído no licenciamento ambiental de sistemas lineares de transporte no estado de São Paulo Aplicação das Decisões de Diretoria CETESB DD n 100/2009/P e DD nº 389/2010/P Rodrigo

Leia mais

AVALIAÇÃO DO RUÍDO DA CONSTRUÇÃO CIVIL NA CIDADE DE ÁGUAS CLARAS DF

AVALIAÇÃO DO RUÍDO DA CONSTRUÇÃO CIVIL NA CIDADE DE ÁGUAS CLARAS DF AVALIAÇÃO DO RUÍDO DA CONSTRUÇÃO CIVIL NA CIDADE DE ÁGUAS CLARAS DF E. B. Carvalho Jr, F. S. Neto, L. F. F. M. Oliveira, C. A. Costa, W. C. Melo, S. L. Garavelli RESUMO Os ruídos gerados pela construção

Leia mais

Programa de Silêncio Urbano (PSIU) Eng. Flávio D. Gagliardi

Programa de Silêncio Urbano (PSIU) Eng. Flávio D. Gagliardi Programa de Silêncio Urbano (PSIU) Eng. Flávio D. Gagliardi Histórico Histórico 1. Criado pelo decreto 34.569/94 com a finalidade de fiscalizar as ações propostas pela Lei 11.501/94. Objetivo: coibir a

Leia mais

MÉTODO 3R AMB. Avaliação Ambiental do Ruído Perimetral Edição: 1 Medição e Análise de Ruído para Impacto Ambiental Revisão: 1

MÉTODO 3R AMB. Avaliação Ambiental do Ruído Perimetral Edição: 1 Medição e Análise de Ruído para Impacto Ambiental Revisão: 1 N : Data: 25/04/06 Cliente: Projeto: MÉTODO 3R AMB 1 de 1 Avaliação Ambiental do Ruído Perimetral Edição: 1 Revisão: 1 Capítulo: I Avaliador: Rogério Dias Regazzi Local: - 3R BRASIL TECNOLOGIA 1. APRESENTAÇÃO

Leia mais

LAUDO TÉCNICO DE INSALUBRIDADE

LAUDO TÉCNICO DE INSALUBRIDADE LAUDO TÉCNICO DE INSALUBRIDADE Empresa: J A LOIO DA SILVA ME (MATRIZ). Equipe Técnica Executora: Reginaldo Beserra Alves Eng. de Segurança no Trabalho CREA: 5.907-D/PB MAIO/ 2015 IDENTIFICAÇÃO DA EMPRESA

Leia mais

Carolina Monteiro. Mapas de ruído nas cidades

Carolina Monteiro. Mapas de ruído nas cidades Palestrante: Carolina Monteiro Tema: Mapas de ruído nas cidades Dr. Arq. Carolina Monteiro Representante do Brasil no ISO TC 43 SC 2 Coordenadora do GT QualiLAB da Proacústica Coordenadora de Pesquisa

Leia mais

LAUDO DE INSALUBRIDADE

LAUDO DE INSALUBRIDADE LAUDO DE INSALUBRIDADE VIGÊNCIA: MAIO/2016 A MAIO/2017 Empresa: SILVEIRA SORVETES LTDA FILIAL Responsável Técnico: Reginaldo Beserra Alves Eng. de Segurança no Trabalho CREA: 5.907-D/PB IDENTIFICAÇÃO DA

Leia mais

PROCEDIMENTOS DA ATIVIDADE DE FISCALIZAÇAO

PROCEDIMENTOS DA ATIVIDADE DE FISCALIZAÇAO PROCEDIMENTOS DA ATIVIDADE DE FISCALIZAÇAO Quadro de Fiscais de Obras e Posturas Rio do Sul Luiz Osvaldo Meirelles Pahl Fiscal de Obras Rafael Irineu Fachini Fiscal de Obras Ramon Thiago da Silva Kissner

Leia mais

LAUDO TÉCNICO DE INSALUBRIDADE

LAUDO TÉCNICO DE INSALUBRIDADE LAUDO TÉCNICO DE INSALUBRIDADE VIGÊNCIA: MAIO DE 2017 à MAIO DE 2018. Empresa: N REIS LIMA EPP Responsável Técnico: REGINALDO BESERRA ALVES Engº Segurança no Trabalho CREA 5907-D/ PB IDENTIFICAÇÃO DA EMPRESA

Leia mais

SUMÁRIO 1. HISTÓRICO DE MUDANÇAS ESCOPO MANUTENÇÃO REFERÊNCIAS NORMATIVAS DEFINIÇÕES...4

SUMÁRIO 1. HISTÓRICO DE MUDANÇAS ESCOPO MANUTENÇÃO REFERÊNCIAS NORMATIVAS DEFINIÇÕES...4 Página 1 de 20 SUMÁRIO 1. HISTÓRICO DE MUDANÇAS...2 2. ESCOPO...3 3. MANUTENÇÃO...3 4. REFERÊNCIAS NORMATIVAS...4 5. DEFINIÇÕES...4 6. QUALIFICAÇÃO DA EQUIPE DE AUDITORES... 11 7. CONDIÇÕES GERAIS... 11

Leia mais

1. INFORMAÇÕES GERAIS

1. INFORMAÇÕES GERAIS 1. INFORMAÇÕES GERAIS 1.1 EMPRESA CONTRATANTE Razão Social: Multiplan Greenfield VII Empreendimento Imobiliário Ltda. CNPJ: 14.447.630/0001-13 Endereço: Av. das Américas, 4.200 - Bloco 02 / Sala 501 -

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DO SELO RUÍDO PARA EQUIPAMENTOS DE AR CONDICIONADO

A IMPORTÂNCIA DO SELO RUÍDO PARA EQUIPAMENTOS DE AR CONDICIONADO A IMPORTÂNCIA DO SELO RUÍDO PARA EQUIPAMENTOS DE AR CONDICIONADO Eliane Jorge dos Santos (Analista Técnica, Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial SENAI, Ponta Grossa, PR. E-mail: eliane.santos@pr.senai.br)

Leia mais

Avaliação do impacto ambiental da pressão sonora do entorno da Praça dos Açorianos, Porto Alegre, RS

Avaliação do impacto ambiental da pressão sonora do entorno da Praça dos Açorianos, Porto Alegre, RS Avaliação do impacto ambiental da pressão sonora do entorno da Praça dos Açorianos, Diulia Barcelos Rumpel Tecnóloga em Gestão Ambiental - IFRS Campus Porto Alegre (diuliabr@gmail.com) Danilo Franchini

Leia mais

SUMARIZAÇÃO PARA QUESTÕES LEGAIS, NORMATIVAS E REPREENSIVAS ENVOLVENDO POLUIÇÃO SONORA

SUMARIZAÇÃO PARA QUESTÕES LEGAIS, NORMATIVAS E REPREENSIVAS ENVOLVENDO POLUIÇÃO SONORA Rio de Janeiro, 01 de Junho de 2011 Número de páginas: 3 SUMARIZAÇÃO PARA QUESTÕES LEGAIS, NORMATIVAS E REPREENSIVAS ENVOLVENDO POLUIÇÃO SONORA Os procedimentos de medição para avaliação do ruído em áreas

Leia mais

LAUDO DE AVALIAÇÃO. Proprietário: Banco Santander (Brasil) S/A. Engº José Roberto Gomes CREA Resp ART nº:

LAUDO DE AVALIAÇÃO. Proprietário: Banco Santander (Brasil) S/A. Engº José Roberto Gomes CREA Resp ART nº: LAUDO DE AVALIAÇÃO Laudo nº R-006/17 Objetivo da avaliação: Valor de mercado e de liquidação forçada Data base: 20/02/2017 Solicitante: Banco Santander (Brasil) S/A Finalidade: Renegociação Proprietário:

Leia mais

SPE FASHION CITY BRASIL R.T 008/14 PÁG. 1/20 RELATÓRIO TÉCNICO Nº 008/14 NATUREZA DO TRABALHO: AVALIAÇÃO DAS CONCENTRAÇÕES DE PARTÍCULAS TOTAIS EM SUS

SPE FASHION CITY BRASIL R.T 008/14 PÁG. 1/20 RELATÓRIO TÉCNICO Nº 008/14 NATUREZA DO TRABALHO: AVALIAÇÃO DAS CONCENTRAÇÕES DE PARTÍCULAS TOTAIS EM SUS SPE FASHION CITY BRASIL R.T 008/14 PÁG. 1/20 RELATÓRIO TÉCNICO Nº 008/14 NATUREZA DO TRABALHO: AVALIAÇÃO DAS CONCENTRAÇÕES DE PARTÍCULAS TOTAIS EM SUSPENSÃO (PTS) CLIENTE: SPE FASHION CITY BRASIL S/A.

Leia mais

ECOXXI 2017 Qualidade do Ambiente Sonoro (Indicador 19)

ECOXXI 2017 Qualidade do Ambiente Sonoro (Indicador 19) ECOXXI 2017 Qualidade do Ambiente Sonoro (Indicador 19) MARIA JOÃO LEITE Técnica Superior da Divisão de Gestão de Ar e Ruído da APA maria.leite@apambiente.pt SUMÁRIO DA APRESENTAÇÃO Formulário de candidatura

Leia mais

LAUDO TÉCNICO DE RUÍDO DO AMBIENTE DE TRABALHO

LAUDO TÉCNICO DE RUÍDO DO AMBIENTE DE TRABALHO LAUDO TÉCNICO DE RUÍDO DO AMBIENTE DE TRABALHO Empresa: A DA SILVA LEITE & CIA LTDA - EPP Elaborado por: Reginaldo Beserra Alves Eng. Segurança no Trabalho CREA 5.907-D/PB LAUDO TÉCNICO DE RUÍDO DO AMBIENTE

Leia mais

YAZ - Engenharia e Serviços Ltda.

YAZ - Engenharia e Serviços Ltda. AGÊNCIA SOLICITANTE UNICRED - DEPARTAMENTO DE CRÉDITO DE CUIABÁ INTERESSADO ARAY CARLOS DA FONSECA FILHO ENDEREÇO DO IMÓVEL ENDEREÇO AVENIDA VEREADOR MÁRIO PALMA, 172 78040-640 BAIRRO JARDIM MARIANA CIDADE

Leia mais

RELATÓRIO DE MEDIÇÃO DE RUÍDO AMBIENTE RELATÓRIO N.º: EV

RELATÓRIO DE MEDIÇÃO DE RUÍDO AMBIENTE RELATÓRIO N.º: EV Cliente: GQS Endereço: Alfeite, 2810-001 Almada Referência do Cliente: PTI 38935 Obra n.º: P538 A1489 OE 2779 Designação: Caracterização do Ruído Ambiental da ARSENAL DO ALFEITE, SA. Local de execução:

Leia mais

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Exmos. Desembargadores RUY ALBERTO LEME CAVALHEIRO (Presidente) e TORRES DE CARVALHO.

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Exmos. Desembargadores RUY ALBERTO LEME CAVALHEIRO (Presidente) e TORRES DE CARVALHO. fls. 1 ACÓRDÃO Registro: 2014.0000799314 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 0013841-83.2012.8.26.0344, da Comarca de Marília, em que é apelante PEDRO COSTA RIBEIRO RESTAURANTE ME,

Leia mais

POTENCIA SONORA DE PRODUTOS ELETRODOMESTICOS

POTENCIA SONORA DE PRODUTOS ELETRODOMESTICOS Página: 1/15 Elaborado por: Raquel Costa Verificado por: Vanessa Hernandes Aprovado por: João Damião Data Aprovação: 04/04/2016 1 OBJETIVO Estabelecer os requisitos para o Programa de Avaliação da Conformidade

Leia mais

MAPA DE RUÍDO RESUMO NÃO TÉCNICO

MAPA DE RUÍDO RESUMO NÃO TÉCNICO PLANO DE PORMENOR DO PARQUE TECNOLÓGICO DE COIMBRA MAPA DE RUÍDO RESUMO NÃO TÉCNICO Novembro 2010 Revisão 02 Rua Pedro Hispano 12 3030-289 Coimbra Tel: (+351) 239 708 580 Fax: (+351) 239 708 589 e - m

Leia mais

Nível máximo de pressão sonora - (Lmax): Valor máximo de nível de pressão sonora ocorrido durante um período de medição, expresso em db(a);

Nível máximo de pressão sonora - (Lmax): Valor máximo de nível de pressão sonora ocorrido durante um período de medição, expresso em db(a); 1. INTRODUÇÃO Com o propósito de proceder a uma avaliação sumária do efeito da circulação automóvel nos níveis de ruído prevalecentes na parte mais marcadamente urbana da cidade de Aveiro, efectuaram-se

Leia mais

Conforto Ambiental Sonoro - 6ARQN

Conforto Ambiental Sonoro - 6ARQN Conforto Ambiental Sonoro - 6ARQN O aumento do nível de ruídos nas cidades e reclamações da população é crescente, no entanto, os dados sobre exposição sonora e o incômodo causado à população são incipientes

Leia mais

Mapa de Ruído do Município de Vila Nova de Poiares

Mapa de Ruído do Município de Vila Nova de Poiares Mapa de Ruído do Município de Vila Nova de Poiares Resumo não técnico de apresentação do mapa de ruído do Município de Vila Nova de Poiares elaborado pela Associação para o Desenvolvimento da Aerodinâmica

Leia mais

LAUDO DE INSALUBRIDADE

LAUDO DE INSALUBRIDADE LAUDO DE INSALUBRIDADE VIGÊNCIA: MAIO/2016 A MAIO/2017 Empresa: LOIO SORVETES LTDA (FILIAL). Responsável Técnico: Reginaldo Beserra Alves Eng. de Segurança no Trabalho CREA: 5.907-D/PB IDENTIFICAÇÃO DA

Leia mais

Relatório de Avaliação do Impacto do Funcionamento do Aeroporto Internacional Pinto Martins Processos PGM/SEUMA: P e

Relatório de Avaliação do Impacto do Funcionamento do Aeroporto Internacional Pinto Martins Processos PGM/SEUMA: P e Relatório de Avaliação do Impacto do Funcionamento do Aeroporto Internacional Pinto Martins Processos PGM/SEUMA: P212845 e 77632014 Fortaleza - CE Lista de Abreviações: ABNT - Associação Brasileira de

Leia mais

LAUDO TÉCNICO DE INSALUBRIDADE

LAUDO TÉCNICO DE INSALUBRIDADE LAUDO TÉCNICO DE INSALUBRIDADE VIGÊNCIA: MAIO DE 2017 à MAIO DE 2018. Empresa: LOIO SORVETES LTDA EPP (FILIAL) Responsável Técnico: REGINALDO BESERRA ALVES Engº Segurança no Trabalho CREA 5907-D/ PB IDENTIFICAÇÃO

Leia mais

ponto de vista do projeto de Arquitetura Eng. Civil Davi Akkerman

ponto de vista do projeto de Arquitetura Eng. Civil Davi Akkerman Os requisitos de desempenho acústico do ponto de vista do projeto de Arquitetura Eng. Civil Davi Akkerman Ruídos internos e externos aos edifícios - DESEMPENHO ACÚSTICO - Normas técnicas 1) Normas Técnicas

Leia mais

POLUIÇÃO AMBIENTAL Conceitos Fundamentais

POLUIÇÃO AMBIENTAL Conceitos Fundamentais POLUIÇÃO AMBIENTAL Conceitos Fundamentais Poluição: Algumas Definições e Conceito Revolução Industrial: Início do desequilíbrio entre a geração de resíduos e a capacidade de absorção e reciclagem na natureza.

Leia mais

PREFEITURA DE BELO HORIZONTE SECRETARIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE

PREFEITURA DE BELO HORIZONTE SECRETARIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE PREFEITURA DE BELO HORIZONTE SECRETARIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE 1 Gerência de Fiscalização e Controle Ambiental A Gerência de Fiscalização e Controle Ambiental GEFA coordena as ações de Fiscalização

Leia mais

Eixo Temático ET Poluição Ambiental ANÁLISE DOS NÍVEIS DE PRESSÃO SONORA NA CASA DE SAÚDE SANTA EFIGENIA CARUARU-PE

Eixo Temático ET Poluição Ambiental ANÁLISE DOS NÍVEIS DE PRESSÃO SONORA NA CASA DE SAÚDE SANTA EFIGENIA CARUARU-PE 1233 Eixo Temático ET-08-010 - Poluição Ambiental ANÁLISE DOS NÍVEIS DE PRESSÃO SONORA NA CASA DE SAÚDE SANTA EFIGENIA CARUARU-PE Évele Mayara Barros da Silva, João Francisco da Silva Neto, José Tércio

Leia mais

Trata-se de uma ação de Execução de título Extrajudicial, que tem como Autor José Caetano Filho e Requerida Marcela Maria Mathias Bellini.

Trata-se de uma ação de Execução de título Extrajudicial, que tem como Autor José Caetano Filho e Requerida Marcela Maria Mathias Bellini. fls. 98 01- PRELIMINARES Trata-se de uma ação de Execução de título Extrajudicial, que tem como Autor José Caetano Filho e Requerida Marcela Maria Mathias Bellini. 02- VISTORIA No dia 30 de julho de 2015,

Leia mais

Normalização Técnica Brasileira Acústica - Processo, tendências e perspectivas. Krisdany Cavalcante

Normalização Técnica Brasileira Acústica - Processo, tendências e perspectivas. Krisdany Cavalcante Normalização Técnica Brasileira Acústica - Processo, tendências e perspectivas Krisdany Cavalcante Normalização Técnica ABNT Associação Brasileira de Normas Técnicas Entidade privada, sem fins lucrativos,

Leia mais

LAUDO TÉCNICO DE INSALUBRIDADE

LAUDO TÉCNICO DE INSALUBRIDADE Empresa: DULCILAS FESTAS E CONVENÇÕES LTDA. Equipe Técnica Executora: Reginaldo Beserra Alves Eng. Segurança CREA: 5907-D/PB Hannah Martins Técnica em Segurança do Trabalho SRT/AM 0003169 Novembro / 2012

Leia mais

DISPÕE SOBRE NORMAS DE CONTROLE DA POLUIÇÃO SONORA DO MUNICÍPIO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS

DISPÕE SOBRE NORMAS DE CONTROLE DA POLUIÇÃO SONORA DO MUNICÍPIO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS LEI COMPLEMENTAR Nº 111, DE 13 DE DEZEMBRO DE 2006. DISPÕE SOBRE NORMAS DE CONTROLE DA POLUIÇÃO SONORA DO MUNICÍPIO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS (Projeto de Lei Complementar nº 019/2006, de autoria da Vereadora

Leia mais

Módulo 2. Requisitos Legais Identificação da Legislação Aplicável Requisito da norma ISO Exercícios.

Módulo 2. Requisitos Legais Identificação da Legislação Aplicável Requisito da norma ISO Exercícios. Módulo 2 Requisitos Legais 2.1. Identificação da Legislação Aplicável. 2.2. Requisito 4.3.1. da norma ISO 14001. Exercícios. 2.1. Identificação da Legislação Aplicável Aspectos e Impactos Ambientais Identificação

Leia mais

Atividades acadêmicas e poluição sonora: análise do ruído ambiental no entorno da PUC Minas em Betim.

Atividades acadêmicas e poluição sonora: análise do ruído ambiental no entorno da PUC Minas em Betim. Atividades acadêmicas e poluição sonora: análise do ruído ambiental no entorno da PUC Minas em Betim. Academic activities and noise pollution: an analysis of the environmental noise at the vicinities of

Leia mais

Proposta Comercial

Proposta Comercial 2018 Proposta Serviços Consultoria Segurança Trabalho DATA: 18/09/2018 VÁLIDADE PROPOSTA: 30 (Trinta) Dias N DA PROPOSTA: 18.09.01.2018 CNPJ: 08.896.248/0001-94 CONTATO: FERNANDA MARTINELLE (31) 3831 5294

Leia mais

As projeções de dose devem levam em consideração o tempo de permanência dos clientes e a jornada de trabalho no local.

As projeções de dose devem levam em consideração o tempo de permanência dos clientes e a jornada de trabalho no local. APRESENTAÇÃO Este trabalho foi realizado em meados de 1996 quando na oportunidade realizou-se três medições em boates no Município do Rio de Janeiro. Tive como colaborador dos trabalhos o Engenheiro e

Leia mais

A PREFEITA DO MUNICÍPIO DE POJUCA, ESTADO DA BAHIA, faço

A PREFEITA DO MUNICÍPIO DE POJUCA, ESTADO DA BAHIA, faço LEI Nº. 002/2010, de 20 de abril de 2010. Altera Lei Nº. 006/2004 de 21 de janeiro de 2004, Código de Posturas do Município de Pojuca, para dispor sobre novas regras relativas a sons e ruídos, e dá outras

Leia mais

Relatório Técnico FCTY-RTC-EAT Referência: Programa de Controle de Material Particulado e Monitoramento da Qualidade do Ar

Relatório Técnico FCTY-RTC-EAT Referência: Programa de Controle de Material Particulado e Monitoramento da Qualidade do Ar Relatório Técnico FCTY-RTC-EAT-008-02-14 Referência: Programa de Controle de Material Particulado e Monitoramento da Qualidade do Ar At.: Gerência de Sustentabilidade FCTY µ SPE FASHION CITY BRASIL

Leia mais

DECIBELÍMETRO DIGITAL COM REGISTRO

DECIBELÍMETRO DIGITAL COM REGISTRO AK822 DECIBELÍMETRO DIGITAL COM REGISTRO AK822-01-0116 Imagem meramente ilustrativa MANUAL DE INSTRUÇÕES 1 - ESPECIFICAÇÕES - Faixa de medição: 30 a 130 db - Escalas: baixa média alta automática 30 a 80

Leia mais

I em bens públicos, de uso comum do povo e de uso especial;

I em bens públicos, de uso comum do povo e de uso especial; Decreto nº 2.314 de 11 de Dezembro de 2006. Regulamenta a lei nº 3.875, de 08 de julho de 2005. O PREFEITO MUNICIPAL PATROCÍNIO, Minas Gerais, no uso de suas atribuições legais, nos termos do art. 71,

Leia mais

DIÁRIO OFICIAL ELETRÔNICO

DIÁRIO OFICIAL ELETRÔNICO fevereiro de 2016 a 04 de março de 2016. PALÁCIO RIO BRANCO, 22 de fevereiro de 2016. Ailton Cardozo de Araujo : Presidente Poder Executivo PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA - PMC DECRETO Nº 140 Regulamenta

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE BLUMENAU

PREFEITURA MUNICIPAL DE BLUMENAU Solicitante: 1 CASO O IMÓVEL SEJA ATINGIDO POR ÁREA DE PRESERVAÇÃO PERMANENTE (APP) - MARGEM DE CURSO D ÁGUA, DEVERÁ OBEDECER A LEI FEDERAL Nº 12651 - CÓDIGO FLORESTAL, DE 25 DE MAIO DE 2012. CONFORME

Leia mais

Certificado de Conformidade Número: BRA-19-GE-0004X Rev. 00 Página 1 de 5

Certificado de Conformidade Número: BRA-19-GE-0004X Rev. 00 Página 1 de 5 Número: BRA-19-GE-0004X Rev. 00 Página 1 de 5 SOLICITANTE / ENDEREÇO: PRODUTO / MODELO / MARCA: NÚMERO DE SÉRIE OU LOTE/QTDE: MARCAÇÃO: MODELO DE CERTIFICAÇÃO: i.safe Mobile GmbH HMT-1Z1 HEAD-MOUNTED-TABLET

Leia mais

LAUDO DE AVALIAÇÃO Rua Erechim Lote 25 / Quadra 49 Loteamento Praia Costa Azul II Jaguaruna SC

LAUDO DE AVALIAÇÃO Rua Erechim Lote 25 / Quadra 49 Loteamento Praia Costa Azul II Jaguaruna SC LAUDO DE AVALIAÇÃO Rua Erechim Lote 25 / Quadra 49 Loteamento Praia Costa Azul II Jaguaruna SC DEPTO DE AVALIAÇÕES Mai -18 1/46 LAUDO TÉCNICO DE AVALIAÇÃO DO LOTE 25 QUADRA 49 SITO A RUA ERECHIM LOTEAMENTO

Leia mais

Historial da Legislação Acústica em Portugal

Historial da Legislação Acústica em Portugal Ruído Historial da Legislação Acústica em Portugal Lei 11/87: Lei de Bases do Ambiente (em vigor) DL 251/87: 1º Regulamento Geral Sobre o Ruído Revogado pelo 292/200 (alterado pelos DL 76/2002, DL 259/2002

Leia mais

A3 SUBLANÇOS PORTO/ÁGUAS SANTAS/MAIA/SANTO TIRSO/FAMALICÃO/CRUZ/BRAGA

A3 SUBLANÇOS PORTO/ÁGUAS SANTAS/MAIA/SANTO TIRSO/FAMALICÃO/CRUZ/BRAGA PÁG. 1 DE 35 A3 SUBLANÇOS PORTO/ÁGUAS SANTAS/MAIA/SANTO TIRSO/FAMALICÃO/CRUZ/BRAGA IEP002/0 Pág. 2 de 35 1. INTRODUÇÃO O presente documento constitui o Resumo Não Técnico (RNT), parte integrante da Memória

Leia mais