VMware NSX Visão geral técnica

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "VMware NSX Visão geral técnica"

Transcrição

1 VMware NSX Visão geral técnica Dennis Pinho Senior System Engineer Latin America 2015 VMware Inc. Todos os direitos reservados.

2 Tópicos 1 Arquitetura e componentes do NSX 2 Sistema de switch 3 Roteamento 4 Firewall distribuído e microssegmentação 5 Serviços 6 O que há de novo no NSX 7 Resumo e próximos passos

3 A anatomia dos data centers mais ágeis e eficientes é o SDDC Data centers Google/ Facebook/Amazon Aplicativo personalizado Abstração de software/hardware Plataforma personalizada Abstração de software/hardware Qualquer plataforma x86 Qualquer armazenamento Qualquer rede IP

4 A escolha da "nova TI" para "todos os aplicativos" Data centers Google/ Facebook/Amazon Aplicativo personalizado Abstração de software/hardware Plataforma personalizada Abstração de software/hardware Data center definido definido por software (SDDC) Qualquer aplicativo Plataforma de SDDC com NSX Qualquer plataforma x86 Qualquer plataforma x86 Qualquer armazenamento Qualquer armazenamento Qualquer rede IP Qualquer rede IP

5 VMware NSX: foco no aplicativo A infraestrutura acomoda o aplicativo, não o contrário Ecossistemas de parceiros com a escolha do melhor da categoria Política e automação repetitivas e consistentes Serviços completos para dimensionamento horizontal e HA Serviços distribuídos com contexto

6 Como o NSX ajuda a enfentrar os desafios de data center da próxima geração? Simplicidade e independência de dispositivos Flexibilidade e disponibilidade Segurança e serviços Serviços centrados na nuvem IP Fabric Configuração apenas uma vez Dimensionamento horizontal Qualquer fornecedor Tempo de implantação Mobilidade Independente de topologia Camada 2 x Camada 3 Serviços Encaminhamento distribuído Altamente disponível Firewall distribuído Microssegmentação Edge multifuncional Firewall dinâmico NAT Balanceador de carga IPSEC/SSL Integração de terceiros Orientado à API Automação Integração à CMP Serviços por autoatendimento Plataforma NSX IP Fabric independente de topologia (Camada 2 ou Camada 3)

7 Fornece uma reprodução fiel dos serviços de segurança e rede em software Interface de usuário, APIs de gerenciamento Sistema de switch Roteamento Balanceamento de carga Conectividade com redes físicas Políticas, grupos, marcas Firewall VPN Segurança de dados Monitoramento de atividade

8 VMware NSX Casos de uso TI com autoatendimento Automação de data center Nuvens públicas Desenv. X Aquisição A Desenv. A Teste X Exemplos Nuvem de desenv. e operações Integração de fusões e aquisições Principais recursos Sistema de rede específico para aplicativos Gerenc. flexível de endereço IP Consumo simplificado Exemplos Microssegmentação de aplicativo Simplificação de silos de processamento Implantações de DMZ Principais recursos Consumo programático Pilha com recursos completos Visibilidade e operações Exemplos Nuvens XaaS Nuvens de mercados específicos Principais recursos Implantação multilocatária Camada 2, camada 3 e segurança programáticas Sobreposição de endereços IP Qualquer hypervisor, qualquer CMP

9 Criação de topologias de aplicativo sofisticadas Camada da Web Camada de banco de dados Camada de aplicativo VMs se conectam a redes virtuais Aplicação da segurança no nível de vnic Redes virtuais se conectam a cargas de trabalho físicas Com integração de serviços físicos

10 Abordagem de SDDC com o NSX proporciona opção e flexibilidade Aplicativo de hoje PAAS <Qualquer Contêineres... aplicativo> 2/3 camadas <Qualquer rede> Leaf/Spine Criar seu próprio Sistemas convergentes <Qualquer infraestrutura> Sistemas hiperconve rgentes...

11 Rede física Rede lógica Arquitetura e componentes do NSX Consumo em nuvem Plano de gerenciamento NSX Manager Portal de autoatendimento vcloud Automation Center, OpenStack, personalizados Único portal de configuração Ponto de entrada da API REST Plano de controle NSX Controller Gerencia redes lógicas Protocolo do plano de controle Separação dos planos de controle e de dados Serviços distribuídos NSX Edge Plano de dados ESXi Switch lógico Roteador lógico distribuído Firewall Módulos de kernel do hypervisor Alto plano de dados de desempenho Modelo de encaminhamento distribuído de dimensionamento horizontal

12 Componentes do plano de dados do NSX Plano de dados Segurança DLR DFW VXLAN Segurança DLR DFW VXLAN Clusters de processamento Segurança DLR DFW VXLAN Clusters de Edge (físico para virtual) ESXi Módulos de kernel do hypervisor (VIBs) Switch lógico Roteador lógico Firewall distribuído distribuído Componentes do vsphere vsphere Distributed Switch Módulos VMkernel Switch lógico (VXLAN) Roteador lógico distribuído Firewall distribuído Gateways de serviços do NSX Edge Fator de forma da VM Altamente disponível Roteamento dinâmico: OSPF, IS-IS, BGP Serviços Camada 3 a Camada 7: NAT, DHCP, balanceador de carga, VPN, firewall

13 Componentes do plano de controle do NSX Controladores do NSX Cluster do vsphere vsphere HA DRS com antiafinidade Propriedades Fator de forma virtual (4 vcpus, RAM de 4 GB) Programação do plano de dados Isolamento do plano de controle Benefícios Dimensionamento horizontal Alta disponibilidade VXLAN sem multicast Supressão do ARP Agente do host Módulos do kernel do caminho de dados VM ESXi VM VM

14 Componentes do plano de gerenciamento vcac/openstack/personalizados APIs do vsphere APIs REST do NSX Plano de gerenciamento vcenter 1:1 NSX Manager Painel de controle único Plug-in do vsphere para NSX Manager NSX Manager Executado como máquina virtual Aprovisionamento e gerenciamento de rede e serviços de rede Preparação do VXLAN Consumo da rede lógica Configuração dos serviços de rede Console de gerenciamento de terceiros

15 Uma vez Recorrente Implantação e configuração do VMware NSX Implantação do VMware NSX Consumo Implantação da rede virtual programática Geren. de NSX NSX Edge Infraestrutura virtual Implantação de componente Implantação do NSX Manager Implantação de cluster do NSX Controller Redes lógicas Serviços lógicos de rede/segurança Implantação de switches lógicos por camada Preparação Preparação do host Implantação do roteador lógico distribuído ou conexão com o existente Criação de ponte de rede Preparação da rede lógica

16 Tópicos 1 Arquitetura e componentes do NSX 2 Sistema de switch 3 Roteamento 4 Firewall distribuído e microssegmentação 5 Serviços 6 O que há de novo no NSX 7 Resumo e próximos passos

17 VMware NSX Switch lógico do NSX Switch lógico 1 Switch lógico 2 Switch lógico 3 Desafios Por segmentação de aplicativo/multilocatária A mobilidade da VM exige camada 2 em qualquer lugar Ampla proliferação da rede física da camada 2 problemas de STP Limites de tabela na memória (MAC, FIB) de HW Benefícios Multilocatário dimensionável entre data centers Possibilita a infraestrutura de Camada 2 sobre Camada 3 Com base em sobreposição com VXLAN etc. Switches lógicos distribuídos em hosts físicos e switches de rede

18 Desmistificação da sobreposição de redes VXLAN VXLAN Quadro da camada 2 Quadro da camada 2 HDR de VXLAN HDR de UDP HDR de IP externo HDR de MAC externo Quadro da camada A VMware envia um quadro de Camada 2 padrão O hypervisor de origem (VTEP) adiciona cabeçalhos IP, VXLAN e UDP A rede física encaminha o quadro como quadro de IP padrão O hypervisor de destino (VTEP) desencapsula os cabeçalhos O quadro da Camada 2 original é entregue à VM

19 Visualização lógica: VMs em um único switch lógico SL da Web /24 VM1 VM2 VM3 SL do aplicativo / VM VM5

20 Visualização física: VMs em um único switch lógico Sub-rede de transporte A /24 VM1 VM2 VM Switch lógico 5001 vsphere Distributed Switch Rede física

21 Integração da carga de trabalho física Caso de uso: integração perfeita das cargas de trabalho não virtualizadas a redes virtuais Solução: NSX atuando como ponte ou uso de gateways de hardware de terceiros Ponte com base em x86 Cargas de trabalho físicas VXLAN VLAN Aproveita qualquer servidor x86 HW VTEP Cargas de trabalho físicas VXLAN VLAN Densidade mais alta requer hardware específico

22 Modos de replicação de VXLAN Modo unicast Toda replicação usando unicast Modo híbrido Replicação local transferida para rede física, replicação remota por unicast. Exige apenas acesso não autorizado/consultor IGMP Modo multicast A replicação inteira é transferida para a rede física Exige IGMP para replicações de Camada 2 e roteamento multicast para topologia de Camada 3 Todos os modos exigem MTU de bytes

23 Tópicos 1 Arquitetura e componentes do NSX 2 Sistema de switch 3 Roteamento 4 Firewall distribuído e microssegmentação 5 Serviços 6 O que há de novo no NSX 7 Resumo e próximos passos

24 Roteamento do NSX: completo e distribuído Locatário A CMP L2 L2 Locatário B Locatário C L2 L2 L2 L2 L2 L2 Desafios Benefícios Desafios de dimensionamento da infraestrutura física dimensionamento de roteamento A mobilidade da VM é um desafio Complexidade de roteamento multilocatário Hairpinning do tráfego Roteamento distribuído no hypervisor Configuração dinâmica com base em API Recursos completos OSPF, BGP, IS-IS Roteador lógico por locatário Interconexão de roteamento com switch físico ROTEAMENTO DIMENSIONÁVEL simplificação do multilocatário

25 Componentes do roteamento do NSX Módulos de kernel do hypervisor (VIBs) ESXi Roteador lógico distribuído Módulos de kernel do VDR VM de controle do roteador lógico Gateway de serviços do NSX Edge Roteamento lógico distribuído otimizado para padrões de tráfego L-O Roteamento centralizado otimizado para roteamento N-S

26 Gateway do NSX Edge: serviços de rede integrados DDI Roteamento/NAT Firewall Balanceamento de carga VPN de Camada 2/ Camada 3 Transmissão DHCP/DNS Modelo de VM multiuso e multifuncional. A implantação varia de acordo com o uso, lugares na topologia, desempenho etc. Uso funcional apenas roteamento P/V, somente balanceamento de carga, firewall de perímetro etc. Fator de forma Extragrande a compacto (uma licença) Transição dinâmica de serviços (FW/NAT, LB, DHCP e IPSEC/SSL) Suporte ao roteamento com várias interfaces OSPF e BGP Podem ser implantados no modo de alta disponibilidade e independente De acordo com os serviços de edge do locatário dimensionamento por interface e instância Dimensionamento da largura de banda completa com suporte ECMP na versão 6.1 VM VM VM VM VM Exige consideração de design para os seguintes itens Posicionamento de edge para tráfego completo Consideração de design para cluster do Edge Dimensionamento de largura de banda 10 G a 80 G

27 Opções de configuração do Edge serviços e dimensionamento HA com failover exige conectividade de Camada 2 Largura de banda 10G Adjacências do roteamento Roteador físico Serviços FW, LB, NAT Dinâmico SIM Roteamento Único caminho Harmonia com o temporizador de ativação/desativação de 30/120 E1 Ativo E2 Em espera EDGE e DLR ECMP Largura de banda 80G por locatário, dimensionamento linear Serviços FW, LB, NAT Sem suporte Estado não sincronizado Roteamento Até 8 caminhos Convergência mais rápida com temporizadores de ativação/em espera reduzidos E1 E2 E3 Roteador físico Adjacências do roteamento E8

28 Roteamento lógico distribuído O roteamento distribuído permite encaminhamento local otimizado, reduz o tráfego a montante e evita hairpinning do tráfego Plano de controle A VM de controle do roteador lógico gerencia as adjacências de roteamento com o edge por meio do protocolo de roteamento BGP ou OSPF A VM de controle oferece suporte à HA por meio da configuração ativa em espera VM de controle do roteador lógico Plano de dados Interfaces lógicas (LIFs) em instância de roteador lógico - Os endereços IP são atribuídos às LIFs - Várias LIFs podem ser configuradas em uma instância de roteador lógico - A configuração LIF é distribuída a cada host - Uma tabela ARP é mantida por LIF vmac é o endereço MAC da LIF - vmac é o mesmo em todos os hosts e nunca é visto pela rede física Módulo de kernel do DLR LIF1 LIF2 Host do vsphere - As VMs usam o vmac como endereço MAC do gateway padrão

29 Visualização lógica: VMs com roteamento distribuído SL da Web /24 VM1 VM2 VM SL do aplicativo / VM VM / Serviços de roteador lógico distribuído

30 Visualização física: roteamento lógico Sub-rede de transporte A /24 Sub-rede de transporte B /24 VM1 VM4 VM2 Switch lógico 5002 VM3 VM5 Controlador Switch lógico 5001 vsphere Distributed Switch Cluster de gerenciamento Rede física Programação do plano de controle da Camada 3 Plano de dados

31 Roteamento de edge e roteador distribuído VXLAN Núcleo VLAN 10 Núcleo VLAN Adjacências do roteamento Roteador físico VLAN 20 R1 R2 R3 R4 E1 E2 Ativo Adjacências do roteamento Web Apl. DLR Em espera DB Dinâmico ativo em espera E1 E2 E3 E4 E5 E6 E7 E8 Web Apl. DLR VXLAN em trânsito DB 8 edges ativos ECMP não dinâmicos

32 Topologia corporativa (design de duas camadas) com/sem 6.1 e posteriores A típica topologia corporativa consiste em segmentos lógicos de camada de aplicativo Camada da Web e balanceador de carga Camada de banco de dados e aplicativos O roteamento e o encaminhamento distribuído são permitidos para cada segmento lógico disponível em todos os hosts por meio de roteador lógico distribuído (DLR) A VM de controle do DLR forma uma adjacência ao EDGE sobre o segmento lógico em trânsito VXLAN Permitindo que a carga de trabalho se mova sem as dependências da VLAN, pois o encaminhamento local existe em cada host por meio da LIF do DLR O tráfego completo é tratado no próximo EDGE de salto, que fornece encaminhamento virtual para físico (VXLAN para VLAN) O roteamento de DLR para EDGE é aprovisionado inicialmente uma vez; a topologia pode então ser usada para segmentos lógicos adicionais (LIFs adicionais) na implantação de várias camadas de aplicativo Dimensionamento Dimensionamento do EDGE duas vias Por dimensionamento de locatário cada carga de trabalho/locatário obtém seu próprio EDGE e DLR Dimensionamento com base em ECMP de ganho incremental de LB upgrade da LB de 10G por aceleração do edge até, no máximo, 80G (8 edges). Disponível na versão NSX 6.1 e posteriores Dimensionamento do DLR Até LIFs redes lógicas por instância do DLR E1 E2 VLAN 20 Uplink E3 de Edge NSX Edge VXLAN 5020 Link de Web Rede externa trânsito DLR Roteamento distribuído Apl. Núcleo Roteador físico Roteador físico Interconexão de roteamento E8 Interconexão de roteamento Interconexão de roteamento Web1 Apl1 DB1 Webn Apln DBn ECMP não dinâmico DB Atualização de rota

33 Tópicos 1 Arquitetura e componentes do NSX 2 Sistema de switch 3 Roteamento 4 Firewall distribuído e microssegmentação 5 Serviços 6 O que há de novo no NSX 7 Resumo e próximos passos

34 Problema: segurança de rede do data center A segurança da rede centrada no perímetro não foi suficientemente comprovada, e a microssegmentação é operacionalmente impraticável Internet Internet Pouco ou nenhum controle lateral dentro do perímetro Insuficiente Operacionalmente inviável

35 NSX: ponto de controle necessário no data center para segurança Uma plataforma NSX é composta por elementos distribuídos incorporados em cada hypervisor, permitindo que cada VM/aplicativo tenha sua própria política de segurança Segurança mais próxima dos aplicativos e alinhada com o ciclo de vida do aplicativo

36 Integrações de parceiros de segurança Ecossistema de parceiros O NSX é a plataforma para integração de serviços de segurança avançada. IPS de última geração Proteção detalhada de cargas de trabalho de VM individuais com definições de política personalizáveis Automação de interceptação avançada de malware Gerenciamento unificado dos sensores físicos e virtuais Proteção contra malware Segurança de data center com antimalware sem agente e proteção contra ameaças de rede guest Proteção dinâmica e em tempo real contra ameaças e resposta para cargas de trabalho que são transferidas entre hosts e data centers virtuais Gerenciamento de vulnerabilidades Avaliação automática do risco de vulnerabilidade Visibilidade de riscos em tempo real em todo o data center Segmentação automática de ativos de risco Priorização de vulnerabilidade para correção efetiva Firewall de última geração Várias técnicas de prevenção contra ameaças, incluindo firewall, IPS e antimalware Habilitação de aplicativo seguro com inspeção contínua de conteúdo para todas as ameaças Controles detalhados com base em usuário para aplicativos, conteúdo e usuários Proteção contra arquivo e malware Único virtual appliance fornece sem agente: Antimalware com filtragem de URL Verificação de software e vulnerabilidades Detecção de alterações nos arquivos Detecção e prevenção de intrusões

37 Visão geral da arquitetura de segurança do NSX Segurança de edge dinâmica DFW de acordo com as características da vnic Distribuído e totalmente programável (API REST) vmotion com regras e estado de conexão intactos Regras flexíveis e independência de topologia Integração do ecossistema de terceiros PAN Base para o design da microssegmentação Ferramentas e métodos para proteger recursos virtuais Regras de redirecionamento de tráfego com construtor de serviços ou interface de usuário de serviços de segurança de parceiros Módulo de filtragem na definição da política de segurança Objetos variados de política e pontos de aplicação de políticas (PEP) Identidade grupos AD Objetos de contêiner VC DC, cluster, grupos de portas, SW lógico Características da VM nomes de VM, marcas de segurança, atributos, nomes de SO Protocolos, portas, serviços Grupos de segurança aproveitam objetos e PEP para chegar à microssegmentação Proteção interna de VMs e entre elas Proteção do perímetro dinâmico Virtual Internet Intranet/Extranet Firewall de perímetro (físico) Gateway de serviços do NSX EDGE DFW DFW DFW Clusters de processamento FW distribuído DFW Data center definido por software (SDDC)

38 Plataforma de segurança distribuída do NSX MODELO DE SEGURANÇA FÍSICA Gerenc. de firewall SISTEMA DE FIREWALL DISTRIBUÍDO CMP API VMware NSX Desafios Modelo de firewall centralizado Configuração estática Regras com base no endereço IP 40 Gbps por appliance Falta de visibilidade com tráfego encapsulado Benefícios Distribuído no nível de hypervisor Configuração dinâmica com base em API Nome da VM, objetos VC, regras com base na identidade Taxa linear de aprox. 20 Gbps por host Visibilidade completa para tráfego encapsulado

39 Recursos do firewall distribuído VM4 SL1 do aplicativo VM5 VM1 VM2 SL1 da Web vsphere Distributed Switch Cluster de gerenciamento Recursos As regras de firewall são aplicadas no nível da vnic Política independente do local (adjacências da Camada 2 ou Camada 3) Estado persistente entre vmotions Aplicação com base nos atributos da VM, como marcas, nomes de VM, switch lógico etc.

40 Regras do firewall distribuído VM4 SL1 do aplicativo VM5 VM1 VM2 SL1 da Web vsphere Distributed Switch Cluster de gerenciamento Regras com base em nomes de VM Regras com base em switches lógicos

41 Integração de terceiros à Palo Alto Networks vcenter NSX Manager Panorama Panorama registrado com o NSX Manager Implantação da série da VM em hosts ESXi O NSX Service Composer define o redirecionamento do tráfego As regras de política são gerenciadas pelo Panorama ESXi

42 Design de microssegmentações Roteador Logical Distributed lógico distribuído Router Redução de camadas de aplicativo para serviços semelhantes, com cada camada de aplicativo tendo seu próprio switch lógico Melhor para gerenciar os requisitos de segurança específicos de domínio (WEB, DB) Mais fácil desenvolver isolamento segmentado entre domínios de camada de aplicativos granularidade Web para DB Deny_All x Web para aplicativo Pode exigir segurança complexa entre camadas de aplicativo, conforme especificações do isolamento Web para aplicativo ou aplicativo para banco de dados exigido no switch lógico, assim como entre segmentos Redução de camadas inteiras de aplicativo em um único switch lógico Melhor para gerenciar o conhecimento específico de proprietário de aplicativo/grupo Modelo de contêiner de aplicativos. Pode ser adequado a aplicativos como modelo locatário Construção mais simples de grupo de segurança por camada de aplicativo O isolamento entre contêineres de aplicativos diferentes é obrigatório Modelo de DMZ Segurança de confiança zero Rede lógica com várias DMZs, padrão deny_all em segmentos DMZ Proteção de fora para dentro por vários grupos Web para aplicativo TCP/ Camada Web-Tier-01 da Camada App-Tier-01 da Web Camada DB -Tier-01 de DB / / /24 web-01 web-02 app-01 apl. app-02 apl. db Todas as camadas All-Tier Camada da Web /24 Camada de aplicativo Roteador Logical Distributed lógico distribuído Router web-01 web-02 apl. app-01 app-02 apl. db db-02 SG-WEB SG-APP SG-APL. SG-DB PARAR db Tráfego HTTPS do cliente para Web.12 Rede externa

43 Tópicos 1 Arquitetura e componentes do NSX 2 Sistema de switch 3 Roteamento 4 Firewall distribuído e microssegmentação 5 Serviços 6 O que há de novo no NSX 7 Resumo e próximos passos

44 Balanceamento de carga do NSX Locatário A Locatário B VM1 VM2 VM1 VM2 Desafios Mobilidade de aplicativos Multilocatário Complexidade de configuração modelo de implantação manual Benefícios Serviço de balanceador de carga sob demanda Modelo de implantação simplificado para aplicativos braço único ou embutido Camada 7, SSL,... BALANCEADOR DE CARGA por modelo de disponibilidade do aplicativo locatário

45 Visão lógica do balanceamento de carga SL da Web / VIP Gateway Modo de balanceamento de carga de braço único SL da Web / Gateway VIP Modo de balanceamento de carga embutido

46 Serviços VPN do NSX Site a site Internet/WAN Nuvem híbrida Internet/WAN Nuvem pública Os serviços VPN são entregues como um serviço pelo Edge Interoperável com clientes IPSec Transferência de hardware para desempenho Capacidade de estender Camada 2 entre sites para DC ativo-ativo

47 Tópicos 1 Arquitetura e componentes do NSX 2 Sistema de switch 3 Roteamento 4 Firewall distribuído e microssegmentação 5 Serviços 6 O que há de novo no NSX 7 Resumo e próximos passos

48 Plano de dados Serviços Operações Consumo NSX a plataforma de virtualização da rede: o que há de novo VMware vcloud Automation Center OpenStack Juno Guias de operações e práticas recomendadas Integrações a ferramentas existentes Operações analíticas de firewall Novas categorias de parceiros e serviços do NSX Integração de parceiros Operações de firewall distribuído LBaaS: suporte ao UDP DDI: transmissão DHCP Capacitação híbrida e de vários sites Aprimoramentos contínuos do switch virtual aberto NSX Edge: A-A com dimensionamento horizontal ECMP Integração do dispositivo físico

49 Soluções VMware para operadores de SDDC Produto da VMware Valor - Pesquisa de dados - Recebimento de eventos Pacote de gerenciamento NSX para VC Ops Correlação inteligente de eventos do SDDC Geração proativa de alertas e MTTR reduzido - Coleta de fluxos de rede e aplicativo - Coleta de logs Pacote de conteúdo do NSX para Log Insight Registros centralizados do NSX De acordo com painéis de serviço para monitoramento e solução de problemas

50 Soluções de parceiro para operadores de rede Parceiros Valor - Pesquisa de dados - Recebimento de eventos - Coleta de fluxos de rede e aplicativo Topologias completas virtuais + físicas Análise de impacto Visibilidade do túnel Utilização de largura de banda de rede virtual e física - Captura de dados do pacote Fácil aprovisionamento e monitoramento distribuído Monitoramento de desempenho de aplicativos

51 Treinamento Certificação Certificação e treinamento do VMware NSX: tornando o SDE real em 2014 Certified Network Virtualization Expert Certified Network Virtualization Professional Plano de carreira Programas de certificações e treinamento

52 Portfólio de treinamento e certificação do NSX Cursos de treinamento (www.vmware.com/go/nsxtraining) Instalação, configuração, gerenciamento do VMware NSX Fast Track do VMware NSX para especialistas em interligação de redes (em breve) Design e implantação do VMware NSX (em breve) Certificações (www.vmware.com/certification) VMware Certified Professional Virtualização de rede (VCP-NV) VMware Certified Implementation Expert Virtualização de rede (VCIX-NV) VMware Certified Design Expert Virtualização de rede (VCDX-NV)

53 Panorama do material de apoio do VMware NSX White papers de parceiros do NSX Designs de fornecedores de NSX e malha Guias validados de SDDC Geren. design do NSX Guias de reforço e segurança Guias de introdução do NSX Designs de referência e documentos técnicos sobre Comunidades da VMware: https://communities.vmware.com/docs Designs de referência e documentos técnicos sobre o Portal do NSX:

54 Tópicos 1 Arquitetura e componentes do NSX 2 Sistema de switch 3 Roteamento 4 Firewall distribuído e microssegmentação 5 Serviços 6 O que há de novo no NSX 7 Resumo

55 O que vem a seguir... Executar Aprender Implantar Laboratórios práticos do VMware NSX labs.hol.vmware.com Seção 1229 da VMware 3 estações de demonstração do NSX Explorar, engajar, evoluir virtualizeyournetwork.com Blog de virtualização de rede blogs.vmware.com/networkvirtualization Página de produto do NSX vmware.com/go/nsx Certificação e treinamento do NSX Designs de referência de recursos técnicos do NSX vmware.com/products/nsx/resources Canal do VMware NSX no YouTube youtube.com/user/vmwarensx Comunidade do VMware NSX communities.vmware.com/community/vmtn/nsx

56 Obrigado Para obter mais informações sobre o evento virtual, acesse a página :

O Datacenter Virtualizado e Definido por Software. Thiago Bessa Senior Systems Engineer tbessa@vmware.com

O Datacenter Virtualizado e Definido por Software. Thiago Bessa Senior Systems Engineer tbessa@vmware.com O Datacenter Virtualizado e Definido por Software Thiago Bessa Senior Systems Engineer tbessa@vmware.com Desafios de uma nova era Eras da tecnologia de TI Mainframe Cliente-servidor Nuvem-móvel Expectativas

Leia mais

VMware vcloud Suite 5.8

VMware vcloud Suite 5.8 VMware vcloud Suite 5.8 Licenciamento, preços e pacotes WHITE PAPER Índice Resumo executivo.... 3 Visão geral de licenciamento do.... 3 Unidade de licenciamento: por processador (CPU).... 3 Sem limites

Leia mais

EMC UNIFIED INFRASTRUCTURE MANAGER

EMC UNIFIED INFRASTRUCTURE MANAGER EMC UNIFIED INFRASTRUCTURE MANAGER Facilite a transição para uma infraestrutura em nuvem privada ou híbrida nos Vblock Systems Crie um ambiente único e virtualizado Provisione como uma só infraestrutura

Leia mais

SolarWinds Virtualization Manager

SolarWinds Virtualization Manager SolarWinds Virtualization Manager Gerenciamento potente e unificado da virtualização que não ultrapassa seu orçamento! A SolarWinds aprimorou a forma pela qual profissionais de TI de todo o mundo gerenciam

Leia mais

Kaspersky Security for Virtualization. Overview

Kaspersky Security for Virtualization. Overview Kaspersky Security for Virtualization Overview Idéia da Virtualização Executar um sistema operacional como um programa dentro de outro sistema operacional Executar vários sistemas operacionais no mesmo

Leia mais

Enfrente os atuais desafios de BYOD

Enfrente os atuais desafios de BYOD Folheto Enfrente os atuais desafios de BYOD HP Intelligent Management Center para BYOD Quem é você? Seu dispositivo está em conformidade? Atribuído para redes de aplicativos virtuais de identidade Usuário

Leia mais

Aceleração da inovação dos negócios em um mundo instável

Aceleração da inovação dos negócios em um mundo instável Aceleração da inovação dos negócios em um mundo instável O caminho: Data Center Definido por Software Fernando Nakamura Setembro de 2015 2014-2015 VMware Inc. Todos os direitos reservados. CONFIDENCIAL

Leia mais

Fortaleza Digital. Aker FIREWALL UTM. Sua empresa mais forte com uma solução completa de segurança digital.

Fortaleza Digital. Aker FIREWALL UTM. Sua empresa mais forte com uma solução completa de segurança digital. Aker FIREWALL UTM Fortaleza Digital Sua empresa mais forte com uma solução completa de segurança digital. Ideal para o ambiente corporativo, com o Aker Firewall UTM você tem o controle total das informações

Leia mais

Avaya Virtualization Provisioning Service

Avaya Virtualization Provisioning Service Avaya Virtualization Provisioning Service Uma solução que fornece visibilidade, validação, automatização e geração de relatórios ao longo dos diferentes servidores, aplicações e dispositivos de rede para

Leia mais

O que há de novo no VMware vcenter 5.0

O que há de novo no VMware vcenter 5.0 O que há de novo no VMware vcenter 5.0 Gerenciamento eficiente da virtualização DOCUMENTAÇÃO TÉCNICA DE MARKETING V 1.0/ATUALIZADO EM ABRIL DE 2011 Índice Introdução... 3 vsphere Web Client.... 4 Recursos

Leia mais

Detecção e investigação de ameaças avançadas. VISÃO GERAL

Detecção e investigação de ameaças avançadas. VISÃO GERAL Detecção e investigação de ameaças avançadas. VISÃO GERAL DESTAQUES Introdução ao RSA Security Analytics, que oferece: Monitoramento da segurança Investigação de incidente Geração de relatórios de conformidade

Leia mais

Documento: Treinamentos pfsense Versão do documento: 2014. Treinamentos pfsense. Página 1 de 10

Documento: Treinamentos pfsense Versão do documento: 2014. Treinamentos pfsense. Página 1 de 10 Treinamentos pfsense Página 1 de 10 Definições, Acrônimos e Abreviações Abreviação / Sigla WAN LAN UTM pfsense BGP Descrição Wide Area Network - Rede de longa distância (interface de rede para links de

Leia mais

FAMÍLIA EMC VPLEX. Disponibilidade contínua e mobilidade de dados nos datacenters e entre eles

FAMÍLIA EMC VPLEX. Disponibilidade contínua e mobilidade de dados nos datacenters e entre eles FAMÍLIA EMC VPLEX Disponibilidade contínua e mobilidade de dados nos datacenters e entre eles GARANTINDO DISPONIBILIDADE CONTÍNUA E MOBILIDADE DE DADOS PARA APLICATIVOS ESSENCIAIS A infraestrutura de armazenamento

Leia mais

Gestão e operação do Datacenter, Servidores e Aplicações com vrealize Operations João Patara, Strategic System Engineer

Gestão e operação do Datacenter, Servidores e Aplicações com vrealize Operations João Patara, Strategic System Engineer Gestão e operação do Datacenter, Servidores e Aplicações com vrealize Operations João Patara, Strategic System Engineer 13/10/2015 Datacenter Definido por Software e Nuvem Híbrida Automação Baseada em

Leia mais

Segurança para o Datacenter Moderno

Segurança para o Datacenter Moderno Segurança para o Datacenter Moderno Franzvitor Fiorim Sales Engineer Trend Micro Anos de inovação conjunta Melhora Segurança fornecendo a infra-estrutura de virtualização mais segura, com APIs, e programas

Leia mais

Nova solução da VMware: vsphere with Operations Management (vsom)

Nova solução da VMware: vsphere with Operations Management (vsom) Nova solução da VMware: with Operations Management (vsom) Tiago Baeta System Manager Brazil 2013 VMware Inc. All rights reserved Objetivos desta sessão Conhecer a oferta mais recente da VMware, o VMware

Leia mais

PROAPPS Security Data Sheet Professional Appliance / Apresentação

PROAPPS Security Data Sheet Professional Appliance / Apresentação O ProApps Security O ProApps Security é um componente da suíte de Professional Appliance focada na segurança de sua empresa ou rede. A solução pode atuar como gateway e como solução IDS/IPS no ambiente.

Leia mais

Características: Switch Industrial Ethernet: Cisco Secure Agent: É isolado de todas as outras redes por um firewall ou por uma lista de acesso

Características: Switch Industrial Ethernet: Cisco Secure Agent: É isolado de todas as outras redes por um firewall ou por uma lista de acesso O switch Industrial Ethernet Cisco Catalyst 2955 garante a confiabilidade o determinismo e a segurança fundamentais para uma rede de controle de produção. A confiabilidade é obtida evitando que PLCs e

Leia mais

Capítulo 10 - Conceitos Básicos de Roteamento e de Sub-redes. Associação dos Instrutores NetAcademy - Julho de 2007 - Página

Capítulo 10 - Conceitos Básicos de Roteamento e de Sub-redes. Associação dos Instrutores NetAcademy - Julho de 2007 - Página Capítulo 10 - Conceitos Básicos de Roteamento e de Sub-redes 1 Protocolos Roteáveis e Roteados Protocolo roteado: permite que o roteador encaminhe dados entre nós de diferentes redes. Endereço de rede:

Leia mais

Um White Paper da Websense Web Security Gateway: A Web 2.0 Protegida e Simplificada

Um White Paper da Websense Web Security Gateway: A Web 2.0 Protegida e Simplificada Um White Paper da Websense Web Security Gateway: A Web 2.0 Protegida e Simplificada Visão Geral do Mercado Embora o uso dos produtos da Web 2.0 esteja crescendo rapidamente, seu impacto integral sobre

Leia mais

Virtualização e economia de recursos públicos

Virtualização e economia de recursos públicos Virtualização e economia de recursos públicos Tópicos Proposta Objetivos 1. Missão do PRODEST 2.O que é virtualização de servidores? 3. Histórico 4. Evolução em números 5. Infraestrutura alocada 6. Dados

Leia mais

Forefront Server Security Management Console: Gerenciamento Simplificado da Segurança para Mensagens e Colaboração White Paper

Forefront Server Security Management Console: Gerenciamento Simplificado da Segurança para Mensagens e Colaboração White Paper Forefront Server Security Management Console: Gerenciamento Simplificado da Segurança para Mensagens e Colaboração White Paper Outubro de 2007 Resumo Este white paper explica a função do Forefront Server

Leia mais

Desafios na implantação de nuvens públicas

Desafios na implantação de nuvens públicas INFORME TÉCNICO Garantia de serviços de rede de nível empresarial para AWS O Infoblox DDI for AWS aumenta a agilidade na nuvem, oferece suporte a políticas de rede consistentes em implantações híbridas

Leia mais

FACSENAC. Versão:1.5. Identificador do documento: Projeto Lógico de Redes. Versão do Template Utilizada na Confecção: 1.0. Histórico de revisões

FACSENAC. Versão:1.5. Identificador do documento: Projeto Lógico de Redes. Versão do Template Utilizada na Confecção: 1.0. Histórico de revisões FACSENAC ECOFROTA Documento de Projeto Lógico de Rede Versão:1.5 Data: 21/11/2013 Identificador do documento: Projeto Lógico de Redes Versão do Template Utilizada na Confecção: 1.0 Localização: FacSenac

Leia mais

SISGEP SISTEMA GERENCIADOR PEDAGÓGICO

SISGEP SISTEMA GERENCIADOR PEDAGÓGICO FACSENAC SISTEMA GERENCIADOR PEDAGÓGICO Projeto Lógico de Rede Versão: 1.2 Data: 25/11/2011 Identificador do documento: Documento de Visão V. 1.7 Histórico de revisões Versão Data Autor Descrição 1.0 10/10/2011

Leia mais

Curso Tecnológico de Redes de Computadores 5º período Disciplina: Tecnologia WEB Professor: José Maurício S. Pinheiro V. 2009-2

Curso Tecnológico de Redes de Computadores 5º período Disciplina: Tecnologia WEB Professor: José Maurício S. Pinheiro V. 2009-2 Curso Tecnológico de Redes de Computadores 5º período Disciplina: Tecnologia WEB Professor: José Maurício S. Pinheiro V. 2009-2 Aula 1 Conceitos da Computação em Nuvem A computação em nuvem ou cloud computing

Leia mais

O que temos pra hoje?

O que temos pra hoje? O que temos pra hoje? Temas de Hoje: Firewall Conceito Firewall de Software Firewall de Softwares Pagos Firewall de Softwares Grátis Firewall de Hardware Sistemas para Appliances Grátis UTM: Conceito Mão

Leia mais

Proteção abrangente em tempo real contra ameaças avançadas e furto de dados

Proteção abrangente em tempo real contra ameaças avançadas e furto de dados TRITON AP-WEB Proteção abrangente em tempo real contra ameaças avançadas e furto de dados Sua empresa e seus dados são atacados constantemente. As soluções de segurança tradicionais não fornecem mais proteção

Leia mais

GERENCIAMENTO CENTRALIZADO DELL POWERVAULT DL 2000 BASEADO EM TECNOLOGIA SYMANTEC

GERENCIAMENTO CENTRALIZADO DELL POWERVAULT DL 2000 BASEADO EM TECNOLOGIA SYMANTEC GERENCIAMENTO CENTRALIZADO DELL POWERVAULT DL 2000 BASEADO EM TECNOLOGIA SYMANTEC RESUMO EXECUTIVO O PowerVault DL2000, baseado na tecnologia Symantec Backup Exec, oferece a única solução de backup em

Leia mais

Tufin Orchestration Suite

Tufin Orchestration Suite Tufin Orchestration Suite Orquestração de políticas de segurança em redes físicas e ambientes de nuvem híbridos O desafio da segurança de Rede No mundo atual, as empresas enfrentam consideravelmente mais

Leia mais

Conteúdo do pacote de 03 cursos hands-on

Conteúdo do pacote de 03 cursos hands-on Conteúdo do pacote de 03 cursos hands-on Windows Server 2012 Virtualização Hyper-v Firewall Pfsense C o n t e ú d o d o c u r s o H a n d s - on 2 Sumário 1 Conteúdo Windows 2012... 3 2 Conteúdo Virtualização...

Leia mais

Detecção e investigação de ameaças avançadas. INFRAESTRUTURA

Detecção e investigação de ameaças avançadas. INFRAESTRUTURA Detecção e investigação de ameaças avançadas. INFRAESTRUTURA DESTAQUES A infraestrutura do RSA Security Analytics Arquitetura modular para coleta distribuída Baseada em metadados para indexação, armazenamento

Leia mais

Por que os administradores de sistema devem estar atentos ao desempenho de virtualização e armazenamento

Por que os administradores de sistema devem estar atentos ao desempenho de virtualização e armazenamento Por que os administradores de sistema devem estar atentos ao desempenho de virtualização e armazenamento 2013, SolarWinds Worldwide, LLC. Todos os direitos reservados. É importante que os administradores

Leia mais

Gerenciando TI - do físico ao virtual para o cloud. Guilherme Azevedo EMC Ionix. Copyright 2009 EMC Corporation. All rights reserved.

Gerenciando TI - do físico ao virtual para o cloud. Guilherme Azevedo EMC Ionix. Copyright 2009 EMC Corporation. All rights reserved. Gerenciando TI - do físico ao virtual para o cloud Guilherme Azevedo EMC Ionix 1 O trajeto do data center virtualizado Desafios de gerenciamento Exigências essenciais Gerenciar entre domínios Adotar a

Leia mais

PANORAMA. O Panorama fornece gerenciamento centralizado de políticas e dispositivos em uma rede de firewalls de próxima geração da Palo Alto Networks.

PANORAMA. O Panorama fornece gerenciamento centralizado de políticas e dispositivos em uma rede de firewalls de próxima geração da Palo Alto Networks. PANORAMA O Panorama fornece gerenciamento centralizado de políticas e dispositivos em uma rede de firewalls de próxima geração da Palo Alto Networks. Exiba um resumo gráfico dos aplicativos na rede, os

Leia mais

CA Infrastructure Management Resolvendo os problemas mais complexos de TI

CA Infrastructure Management Resolvendo os problemas mais complexos de TI CA Infrastructure Management Resolvendo os problemas mais complexos de TI As empresas são confrontadas com iniciativas críticas de TI 1. Transformação das Atividades de TI Reestruturar e consolidar os

Leia mais

www.aker.com.br parcerias de sucesso 200 maiores Construindo top Sobre a Aker Curiosidades Aker Security Solutions A Aker está entre as

www.aker.com.br parcerias de sucesso 200 maiores Construindo top Sobre a Aker Curiosidades Aker Security Solutions A Aker está entre as Sobre a Aker Investir em tecnologia de ponta é garantir a segurança dos dados de sua empresa, aumentando a produtividade de seus funcionários e a rentabilidade do seu negócio. A Aker Security Solutions,

Leia mais

Capítulo 5. A camada de rede

Capítulo 5. A camada de rede Capítulo 5 A camada de rede slide slide 1 1 2011 Pearson Prentice Hall. Todos os direitos reservados. Computer Networks, Fifth Edition by Andrew Tanenbaum and David Wetherall, Pearson Education-Prentice

Leia mais

Gerenciador de Mudanças automatizadas

Gerenciador de Mudanças automatizadas Benefícios para os Negócios Minimizando a dependência em processos manuais e reduzindo risco de erro humano Reduz o tempo, esforço e risco de erro humano que existem ao mudar a configuração em dispositivos

Leia mais

Symantec NetBackup for VMware

Symantec NetBackup for VMware Visão geral A virtualização de servidor é a maior tendência modificadora na área de TI atual. Os departamentos de TI, que dependem do orçamento, estão se apressando para aderir à virtualização por vários

Leia mais

Serviços Prestados Infovia Brasília

Serviços Prestados Infovia Brasília Serviços Prestados Infovia Brasília Vanildo Pereira de Figueiredo Brasília, outubro de 2009 Agenda I. INFOVIA Serviços de Voz Softphone e Asterisk INFOVIA MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO INFOVIA MINISTÉRIO

Leia mais

Soluções corporativas personalizadas com o Microsoft Exchange 2010 e o Cisco Unified Computing System (UCS)

Soluções corporativas personalizadas com o Microsoft Exchange 2010 e o Cisco Unified Computing System (UCS) Soluções corporativas personalizadas com o Microsoft Exchange 2010 e o Cisco Unified Computing System (UCS) Hoje é fundamental para as empresas poder contar com recursos de comunicação, mobilidade, flexibilidade

Leia mais

Painel MSP. Guia da solução

Painel MSP. Guia da solução Guia da solução Painel MSP Este documento aborda o painel de serviços gerenciados Cisco Meraki, que contém recursos criados especialmente para provedores de serviços gerenciados que oferecem redes gerenciadas

Leia mais

CONSULTA PÚBLICA Nº 003/2015

CONSULTA PÚBLICA Nº 003/2015 CONSULTA PÚBLICA Nº 003/2015 TI APPLICATION DELIVERY CONTROLLER ESCLARECIMENTOS AOS QUESTIONAMENTOS APRESENTADOS PELAS EMPRESAS INTERESSADAS País: BRASIL Nome do Projeto: PLANO DE DESENVOLVIMENTO DA ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

NetMRI. Reduzir riscos e melhorar a eficiência da área de TI através de Configuração de rede automática e Gestão de mudança(s)

NetMRI. Reduzir riscos e melhorar a eficiência da área de TI através de Configuração de rede automática e Gestão de mudança(s) Benefícios para os Negócios Detecte e automatize mudanças de rede, e veja quem mudou o que, quando e onde, e monitore qual o impacto na condição e estabilidade da rede. Reduza as suposições com total descoberta,

Leia mais

Consolidação inteligente de servidores com o System Center

Consolidação inteligente de servidores com o System Center Consolidação de servidores por meio da virtualização Determinação do local dos sistemas convidados: a necessidade de determinar o melhor host de virtualização que possa lidar com os requisitos do sistema

Leia mais

Alavancando a segurança a partir da nuvem

Alavancando a segurança a partir da nuvem Serviços Globais de Tecnologia IBM White Paper de Liderança em Pensamento Serviços de Segurança IBM Alavancando a segurança a partir da nuvem O quem, o que, quando, por que e como dos serviços de segurança

Leia mais

A EMPRESA. A Future Technology é uma divisão da Do Carmo voltada para o mercado de soluções em tecnologia.

A EMPRESA. A Future Technology é uma divisão da Do Carmo voltada para o mercado de soluções em tecnologia. A EMPRESA A Future Technology é uma divisão da Do Carmo voltada para o mercado de soluções em tecnologia. A experiência da Future Technology nas diversas áreas de TI disponibiliza aos mercados público

Leia mais

agility made possible

agility made possible RESUMO DA SOLUÇÃO DO PARCEIRO Soluções de garantia do serviço da CA Technologies você está ajudando seus clientes a desenvolver soluções de gerenciamento da TI para garantir a qualidade do serviço e a

Leia mais

Grid e Gerenciamento Multi-Grid

Grid e Gerenciamento Multi-Grid Principais Benefícios Alta disponibilidade, Escalabilidade Massiva Infoblox Oferece serviços de rede sempre ligados através de uma arquitetura escalável, redundante, confiável e tolerante a falhas Garante

Leia mais

Switch de Acesso Fast Ethernet Modelo de Referência - Cisco SRW224G4

Switch de Acesso Fast Ethernet Modelo de Referência - Cisco SRW224G4 Switch de Acesso Fast Ethernet Modelo de Referência - Cisco SRW224G4 Switch Fast Ethernet com as seguintes configurações mínimas: capacidade de operação em camada 2 do modelo OSI; 24 (vinte e quatro) portas

Leia mais

Firewalls. O que é um firewall?

Firewalls. O que é um firewall? Tópico 13 Firewall Ferramentas de defesa - Firewall. Princípios de projeto de firewall. Sistemas confiáveis. Critérios comuns para avaliação de segurança da tecnologia da informação. 2 Firewalls O que

Leia mais

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL 2 0 1 5 EMPRESA A Connection está presente no mercado desde 1993 atuando nas áreas de Segurança da Informação e Gestão da Tecnologia da Informação com atuação nos três estados

Leia mais

Cisco Unified Data Center A infraestrutura ideal para ambientes e aplicações da Microsoft

Cisco Unified Data Center A infraestrutura ideal para ambientes e aplicações da Microsoft Cisco Unified Data Center A infraestrutura ideal para ambientes e aplicações da Microsoft SIMPLIFIQUE SUA TI MODERNIZE SUA EMPRESA Ineficiência da equipe de TI Interrupção não programada Gerenciamento

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Redes de Computadores 3º Ano Sistemas de Informação 2008 Aula 05A: Hub/Switch/Gateway Servidores e Virtualização Prof. Msc. Ricardo Slavov ricardo.slavov@aes.edu.br Roteiro Pedagógico HUB Switch Bridge

Leia mais

NUVEM HÍBRIDA: DEIXE AS PREOCUPAÇÕES COM SEGURANÇA NO PASSADO.

NUVEM HÍBRIDA: DEIXE AS PREOCUPAÇÕES COM SEGURANÇA NO PASSADO. NUVEM HÍBRIDA: DEIXE AS PREOCUPAÇÕES COM SEGURANÇA NO PASSADO. Muitas empresas brasileiras estão interessadas nas vantagens proporcionadas pela computação em nuvem, como flexibilidade, agilidade e escalabilidade,

Leia mais

PROPOSTA COMERCIAL PARA TREINAMENTOS DE TI

PROPOSTA COMERCIAL PARA TREINAMENTOS DE TI PROPOSTA COMERCIAL PARA TREINAMENTOS DE TI Curso: Formação para certificação MCSA em Windows Server 2012 Prepara para as provas: 70-410, 70-411 e 70-412 Em parceria com Pág. 1 Objetivo Adquirindo a formação

Leia mais

Cisco UCS Mini: solução avançada com recursos corporativos

Cisco UCS Mini: solução avançada com recursos corporativos Resumo da solução Cisco UCS Mini: solução avançada com recursos corporativos Você deseja uma solução de computação unificada para a sua empresa de médio ou pequeno porte ou para o padrão avançado do seu

Leia mais

Intranets. FERNANDO ALBUQUERQUE Departamento de Ciência da Computação Universidade de Brasília 1.INTRODUÇÃO

Intranets. FERNANDO ALBUQUERQUE Departamento de Ciência da Computação Universidade de Brasília 1.INTRODUÇÃO Intranets FERNANDO ALBUQUERQUE Departamento de Ciência da Computação Universidade de Brasília 1.INTRODUÇÃO As intranets são redes internas às organizações que usam as tecnologias utilizadas na rede mundial

Leia mais

UNIFIED. A nova geração de arquitetura para proteger seus dados D TA. em ambientes físicos ou virtuais de forma unificada PROTECTION

UNIFIED. A nova geração de arquitetura para proteger seus dados D TA. em ambientes físicos ou virtuais de forma unificada PROTECTION UNIFIED A nova geração de arquitetura para proteger seus dados D TA em ambientes físicos ou virtuais de forma unificada PROTECTION RESUMO DA SOLUÇÃO UNIFIED DATA PROTECTION Incentivadas pelo crescimento

Leia mais

Boas práticas de gerenciamento de redes

Boas práticas de gerenciamento de redes Boas práticas de gerenciamento de redes virtuais e endereçamento IP no Microsoft Azure MDC306 Palestra Quem são os palestrantes? Daniel Mauser Senior Techical Advisor LATAM Escalation Team Lead Email:

Leia mais

Online Help StruxureWare Data Center Expert

Online Help StruxureWare Data Center Expert Online Help StruxureWare Data Center Expert Version 7.2.7 Appliance virtual do StruxureWare Data Center Expert O servidor do StruxureWare Data Center Expert 7.2 está agora disponível como um appliance

Leia mais

reputação da empresa.

reputação da empresa. Segurança premiada da mensageria para proteção no recebimento e controle no envio de mensagens Visão geral O oferece segurança para mensagens enviadas e recebidas em sistemas de e-mail e mensagens instantâneas,

Leia mais

Plataforma na nuvem do CA AppLogic para aplicativos corporativos

Plataforma na nuvem do CA AppLogic para aplicativos corporativos FOLHA DE PRODUTOS: CA AppLogic Plataforma na nuvem do CA AppLogic para aplicativos corporativos agility made possible O CA AppLogic é uma plataforma de computação na nuvem pronta para o uso que ajuda a

Leia mais

23/05/12. Computação em Nuvem. Computação em nuvem: gerenciamento de dados. Computação em Nuvem - Características principais

23/05/12. Computação em Nuvem. Computação em nuvem: gerenciamento de dados. Computação em Nuvem - Características principais Computação em Nuvem Computação em nuvem: gerenciamento de dados Computação em nuvem (Cloud Computing) é uma tendência recente de tecnologia cujo objetivo é proporcionar serviços de Tecnologia da Informação

Leia mais

McAfee Security Management Center

McAfee Security Management Center Security Management Center O gerenciamento de segurança centralizado foi desenvolvido para ambientes de firewall de próxima geração e alto desempenho. Principais vantagens Um painel unificado por todo

Leia mais

OptiView. Total integração Total controle Total Network SuperVision. Solução de Análise de Rede. Ninguém melhor que os. Engenheiros de Rede e a Fluke

OptiView. Total integração Total controle Total Network SuperVision. Solução de Análise de Rede. Ninguém melhor que os. Engenheiros de Rede e a Fluke Ninguém melhor que os OptiView Solução de Análise de Rede Total integração Total controle Total Network SuperVision Engenheiros de Rede e a Fluke Networks para saber o valor de uma solução integrada. Nossa

Leia mais

Cisco Unified Data Center A infraestrutura ideal para ambientes e aplicações da Microsoft

Cisco Unified Data Center A infraestrutura ideal para ambientes e aplicações da Microsoft Cisco Unified Data Center A infraestrutura ideal para ambientes e aplicações da Microsoft SIMPLIFIQUE SUA TI TRANSFORME SUA EMPRESA Ineficiência da equipe de TI Interrupção não programada Gerenciamento

Leia mais

Aula Prática Roteador

Aula Prática Roteador Aula Prática Roteador INTRODUÇÃO Os roteadores são os equipamentos empregados na função de interconexão das redes como, por exemplo, redes IP. Diferentes redes IPs enviam suas informações/tráfego por meio

Leia mais

Características de Firewalls

Características de Firewalls Firewall Firewall é um sistema de proteção de redes internas contra acessos não autorizados originados de uma rede não confiável (Internet), ao mesmo tempo que permite o acesso controlado da rede interna

Leia mais

Redes. Pablo Rodriguez de Almeida Gross

Redes. Pablo Rodriguez de Almeida Gross Redes Pablo Rodriguez de Almeida Gross Conceitos A seguir serão vistos conceitos básicos relacionados a redes de computadores. O que é uma rede? Uma rede é um conjunto de computadores interligados permitindo

Leia mais

Folheto Acelere sua jornada rumo à nuvem. Serviços HP Cloud Professional

Folheto Acelere sua jornada rumo à nuvem. Serviços HP Cloud Professional Folheto Acelere sua jornada rumo à nuvem Professional Folheto Professional A HP oferece um portfólio abrangente de serviços profissionais em nuvem para aconselhar, transformar e gerenciar sua jornada rumo

Leia mais

** Distance Vector - Trabalha com a métrica de Salto(HOP),. O protocolo que implementa o Distance Vector é o RIP.!

** Distance Vector - Trabalha com a métrica de Salto(HOP),. O protocolo que implementa o Distance Vector é o RIP.! Laboratório wireshark Número de sequencia: syn syn ack ack Cisco Packet Tracer Roteador trabalha em dois modos de operação: - Modo Normal - símbolo > - Modo Root - símbolo # ##################################################################

Leia mais

SDN: Evolução das Redes Programáveis

SDN: Evolução das Redes Programáveis SDN: Evolução das Redes Programáveis Marcelo Fernandes Systems Engineer Setembro, 2013 SDN: O que há de novo? Redes que conhecem as aplicações Aplicações que conhecem as redes Redes provêem serviços e

Leia mais

Roteamento e Comutação

Roteamento e Comutação Roteamento e Comutação Design de Rede Local Design Hierárquico Este design envolve a divisão da rede em camadas discretas. Cada camada fornece funções específicas que definem sua função dentro da rede

Leia mais

Resumo da solução de virtualização

Resumo da solução de virtualização Resumo da solução de virtualização A virtualização de servidores e desktops se tornou muito difundida na maioria das organizações, e não apenas nas maiores. Todos concordam que a virtualização de servidores

Leia mais

Continuidade de Negócio de TI O Sucesso da sua empresa também depende disso. Qual é sua necessidade...

Continuidade de Negócio de TI O Sucesso da sua empresa também depende disso. Qual é sua necessidade... Continuidade de Negócio de TI O Sucesso da sua empresa também depende disso. Qual é sua necessidade... Reduzir custo de TI; Identificar lentidões no ambiente de TI Identificar problemas de performance

Leia mais

Técnico em Redes de Computadores. Equipamentos e Acessórios

Técnico em Redes de Computadores. Equipamentos e Acessórios Técnico em Redes de Computadores Equipamentos e Acessórios Componentes de uma Rede Uma rede é um sistema composto de um arranjo de componentes: Cabeamento Hardware Software Cabeamento Componentes de uma

Leia mais

UNIFIED DATA PROTECTION RESUMO DA SOLUÇÃO

UNIFIED DATA PROTECTION RESUMO DA SOLUÇÃO UNIFIED DATA PROTECTION RESUMO DA SOLUÇÃO arcserve UDP Impulsionadas pelo aumento no volume dos dados e os avanços da tecnologia como a virtualização, as arquiteturas atuais para proteção dos dados deixam

Leia mais

A Camada de Rede. A Camada de Rede

A Camada de Rede. A Camada de Rede Revisão Parte 5 2011 Modelo de Referência TCP/IP Camada de Aplicação Camada de Transporte Camada de Rede Camada de Enlace de Dados Camada de Física Funções Principais 1. Prestar serviços à Camada de Transporte.

Leia mais

Especificações da oferta Gerenciamento de dispositivos distribuídos: Gerenciamento de ativos

Especificações da oferta Gerenciamento de dispositivos distribuídos: Gerenciamento de ativos Visão geral do Serviço Especificações da oferta Gerenciamento de dispositivos distribuídos: Gerenciamento de ativos Os Serviços de gerenciamento de dispositivos distribuídos ajudam você a controlar ativos

Leia mais

Tufin Orchestration Suite

Tufin Orchestration Suite Tufin Orchestration Suite Orquestração de políticas de segurança em redes físicas e ambientes de nuvem híbridos Technology & Relationship Value Added Distributor +55-11-2125-6256 www.clm.com.br/tufin O

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA ANEXO II Pregão nº 003/2014 ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA A empresa CONTRATADA deverá ser comprovadamente qualificada para os itens ofertados, deve entregar toda a estrutura de hardware e software adquirida em

Leia mais

CA Automation Suite for Data Centers

CA Automation Suite for Data Centers FOLHA DE PRODUTOS: CA Automation Suite for Data Centers CA Automation Suite for Data Centers agility made possible "A tecnologia ultrapassou a capacidade de gerenciamento manual em todas as grandes empresas

Leia mais

SolarWinds Kiwi Syslog Server

SolarWinds Kiwi Syslog Server SolarWinds Kiwi Syslog Server Monitoramento de syslog fácil de usar e econômico O Kiwi Syslog Server oferece aos administradores de TI o software de gerenciamento mais econômico do setor. Fácil de instalar

Leia mais

Symantec Backup Exec.cloud

Symantec Backup Exec.cloud Proteção automática, contínua e segura que faz o backup dos dados na nuvem ou usando uma abordagem híbrida, combinando backups na nuvem e no local. Data Sheet: Symantec.cloud Somente 2% das PMEs têm confiança

Leia mais

Symantec Backup Exec 2014 V-Ray Edition

Symantec Backup Exec 2014 V-Ray Edition Visão geral O Symantec Backup Exec 2014 V-Ray Edition destina-se a clientes que possuem sistemas total ou parcialmente virtualizados, ou seja, que moveram os servidores de arquivos, servidores de impressão,

Leia mais

Cloud Computing. Andrêza Leite. andreza.lba@gmail.com

Cloud Computing. Andrêza Leite. andreza.lba@gmail.com Cloud Computing Andrêza Leite andreza.lba@gmail.com Roteiro O que é cloud computing? Classificação O que está 'por traz' da cloud? Exemplos Como montar a sua? O que é cloud computing? Cloud Computing O

Leia mais

Forneça a próxima onda de inovações empresariais com o Open Network Environment

Forneça a próxima onda de inovações empresariais com o Open Network Environment Visão geral da solução Forneça a próxima onda de inovações empresariais com o Open Network Environment Visão geral À medida que tecnologias como nuvem, mobilidade, mídias sociais e vídeo assumem papéis

Leia mais

Gerenciamento e Interoperabilidade de Redes

Gerenciamento e Interoperabilidade de Redes EN-3610 Gerenciamento e Interoperabilidade de Redes Computação em Nuvem Introdução Centralização do processamento Surgimento da Teleinformática Década de 60 Execução de programas localmente Computadores

Leia mais

Simplificação e automação do gerenciamento em nuvem

Simplificação e automação do gerenciamento em nuvem Simplificação e automação do gerenciamento em nuvem -2- O gerenciamento na era da nuvem Mais eficiência. Maior agilidade. Conformidade avançada. Redução de custos. Estes são alguns dos benefícios que as

Leia mais

Symantec NetBackup 7 O que há de novo e tabela de comparação de versões

Symantec NetBackup 7 O que há de novo e tabela de comparação de versões Symantec 7 O que há de novo e tabela de comparação de versões O 7 permite a padronização das operações de backup e recuperação em ambientes físicos e virtuais com menos recursos e menos riscos, pois oferece

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA. DIE GIE Documento1 1/12

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA. DIE GIE Documento1 1/12 ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA DIE GIE Documento1 1/12 ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA OBJETO / ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS / QUANTIDADE 1. OBJETO: 1.1 Aquisição de Firewalls Appliance (hardware dedicado) com throughput

Leia mais

Universidade Federal do Acre. Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas

Universidade Federal do Acre. Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas Universidade Federal do Acre Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas Universidade Federal do Acre Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas Pós-graduação Lato Sensu em Desenvolvimento de Software e Infraestrutura

Leia mais

Winconnection 6. Internet Gateway

Winconnection 6. Internet Gateway Winconnection 6 Internet Gateway Descrição Geral O Winconnection 6 é um gateway de acesso à internet desenvolvido dentro da filosofia UTM (Unified Threat Management). Assim centraliza as configurações

Leia mais

Prof. Manuel A Rendón M

Prof. Manuel A Rendón M Prof. Manuel A Rendón M Tanenbaum Redes de Computadores Cap. 1 e 2 5ª. Edição Pearson Padronização de sistemas abertos à comunicação Modelo de Referência para Interconexão de Sistemas Abertos RM OSI Uma

Leia mais

Uma solução de desempenho para a distribuição de documentos: Habilitando a distribuição de documentos em tempo real para corporações globais

Uma solução de desempenho para a distribuição de documentos: Habilitando a distribuição de documentos em tempo real para corporações globais Uma solução de desempenho para a distribuição de documentos: Habilitando a distribuição de documentos em tempo real para corporações globais Visão Geral Desafio Hoje, os aplicativos da web são um tremendo

Leia mais