A AVALIAÇÃO FACISABH FACISABH 2014

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "A AVALIAÇÃO FACISABH FACISABH 2014"

Transcrição

1

2 A AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL NA FACISABH FACISABH 2014

3 O que é a Avaliação Institucional Processo sistemático e permanente que permite captar informações sobre determinada instituição, para contrastá-lo com um marco de referência, e, a partir desta comparação, emitir juízos de valor e propor alternativas para tomar decisões com vistas à melhoria desta instituição.

4 Avaliar para que? para discutir o papel da instituição no momento atual do desenvolvimento da sociedade. para melhorar a qualidade dos serviços realizados pela instituição, e o relacionamento entre os seus membros internos. para propor mudanças importantes na instituição, bem como para corrigir rumos internos. para prestar contas à sociedade e à comunidade interna quanto aos resultados alcançados pela instituição. para melhorar a imagem da instituição perante a sociedade.

5 BREVE HISTÓRICO Antes da Lei Comissão Permanente de Avaliação Após a Lei Comissão Própria de Avaliação

6 O que é a CPA? Missão da CPA Estimular uma cultura de auto-avaliação permanente e auto-consciência institucional da IES, a partir dos princípios do SINAES; Contribuir para que a IES tenha maior capacidade institucional de produzir mais, com qualidade e com maior difusão na região em que se insere; Que a comunidade perceba a IES como uma instituição parceira para o seu desenvolvimento, aproximando a relação entre ambas, atendendo aos diversos segmentos, visando o desenvolvimento econômico, sócio-cultural, ambiental da região;

7 Objetivos CPA FACISABH Geral construção de uma consciência institucional, tendo em vista possibilitar que os resultados obtidos forneçam os subsídios necessários à reflexão e revisão de políticas, programas e projetos que favoreçam os processos de autogestão em todas as instâncias.

8 Objetivos CPA FACISABH Específicos (continua) Fornecer subsídios para a tomada de decisões que favoreçam o desenvolvimento dos projetos institucionais e pedagógicos; Propor mudanças que contribuam para a formulação projetos para a melhoria das atividades de ensino, pesquisa e extensão, bem como daquelas que lhes dão suporte.

9 Objetivos CPA FACISABH Específicos (continua) Impulsionar um processo permanente de autocrítica da FACISABH, que alimente o planejamento e a gestão; Avaliar a FACISABH de forma integrada, permitindo a auto-análise da coerência entre a missão e as políticas institucionais efetivamente realizadas, visando a melhoria da qualidade acadêmica e o desenvolvimento institucional;

10 Objetivos CPA FACISABH Específicos Sensibilizar a comunidade acadêmica para o papel e a relevância da Avaliação Institucional, visando gerar, nos membros da comunidade acadêmica, autoconsciência de suas qualidades, problemas e desafios presente e futuros, estabelecendo mecanismos institucionalizados e participativos para a sua realização;

11 OBSERVAÇÕES IMPORTANTES A avaliação institucional não é um fim em si mesma. A avaliação deve ser parte integral do processo de planejamento de qualquer atividade. O trabalho de avaliação institucional deve estar voltado, permanentemente, para a correção de rumos ou o fortalecimento das áreas e ações bem sucedidas. Há sempre um forte componente político em todo o processo de avaliação institucional.

12 O QUE FOI AVALIADO 1 - Organização Institucional 2 - Organização Didático-Pedagógica 3 - Corpo Docente 4- Corpo Discente 5 - Instalações

13 DE QUE FORMA Foi realizado um diagnóstico amplo da instituição, avaliando as cinco grandes dimensões, da seguinte forma: Corpo Discente avaliando Corpo Docente, Coordenação, Direção, Biblioteca, Laboratório, Secretaria Academica e Infra-estrutura. Corpo Docente avaliando Corpo Discente, Coordenação, Direção, Biblioteca, Laboratório, Secretaria Academica e Infra-estrutura. Corpo Técnico Administrativo avaliando a Gestão e a Infra-estrutura da FACISABH

14 Elementos e Instrumentos Utilizados na Avaliação Institucional FACISABH Principais tipos de dados: Primários: obtidos mediante a aplicação de Questionários estruturados Formulários semi-estruturados Observação direta e registro das informações Secundários: Documentos disponíveis na instituição Listagens de computadores

15 A avaliação Institucional na FACISABH Diagnosticar novas necessidades de serviços educativos e de apoio à atividade docente e à condução das disciplinas; Diagnosticar a necessidade de adequação dos objetivos a serem atingidos em cada atividade da instituição relativamente às necessidades da comunidade acadêmica; A necessidade de re-formulação de políticas de desenvolvimento da FACISABH;

16 A Avaliação Institucional na FACISABH permitiu Diagnosticar a adequação de planos e programas de ensino; Necessidade de melhoria na seleção, formação e atualização de recursos humanos, nas áreas acadêmica e administrativas; Necessidade de re-formulação e implantação de novos procedimentos relacionados ao ensinoaprendizado;

17 A Avaliação Institucional na FACISABH permitiu... Indicar necessidade de melhoria dos recursos didáticos; Indicar melhoria no processo de Planejamento e alocação de recursos financeiros entre os vários órgãos da instituição; Diagnosticar e indicar a necessidade do desenvolvimento de ações visando à superação de bloqueios de comunicação entre os diferentes níveis e grupos de indivíduos na instituição;

18 Resultados que se esperam a partir do diagnóstico da Avaliação Institucional FACISABH Melhoria da eficiência do sistema administrativo e dos fluxos internos de comunicação, procedimentos e rotinas; Reformulação e discussão do Projeto de Desenvolvimento Institucional, que inclui a definição dos grandes objetivos estratégicos, das diretrizes e principais ações para o médio e o longo prazos, de acordo com o novo contexto mundial, nosso país e da região onde estamos inseridos.

19 Considerações finais A avaliação institucional não pode ser trabalho apenas de uma comissão ou um setor da instituição. Deve se ter bem claro o que se pretende fazer com a implementação de um processo de avaliação institucional.

20 NOSSO MASCOTE Atenta Observadora Olha em todas as direções

21 ACRÓSTICO

22 CONTATO CPA No site: Avaliação Institucional

Pressupostos Relato de experiência

Pressupostos Relato de experiência Relação Planejamento-Avaliação Institucional na Universidade Pressupostos Relato de experiência Profª. SUZANA SALVADOR CABRAL GIANOTTI Coordenadora da Avaliação Institucional da Universidade La Salle Coordenadora

Leia mais

FACULDADE DE PAULÍNIA FACP

FACULDADE DE PAULÍNIA FACP PROJETO DE AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL FACULDADE DE PAULÍNIA FACP Comissão Própria de Avaliação - CPA Paulínia SP 2005 SUMÁRIO Introdução... 3 1. Princípios... 4 2. Objetivos... 8 3. Metodologia... 9

Leia mais

Representante do corpo técnicoadministrativo. Comissão Gislei Amorim de Souza Rondon e Neiva Propodoski Representantes do corpo docente

Representante do corpo técnicoadministrativo. Comissão Gislei Amorim de Souza Rondon e Neiva Propodoski Representantes do corpo docente AVALIAÇÃO DAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR Gláucia Cristina Negreiros Silva Fonseca Representante do corpo técnicoadministrativo e Coordenadora da Comissão Gislei Amorim de Souza Rondon e Neiva Propodoski

Leia mais

ARTICULAÇÃO ENTRE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL E PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO UM REQUISITO PARA A GESTÃO ESTRATÉGICA EM INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR

ARTICULAÇÃO ENTRE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL E PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO UM REQUISITO PARA A GESTÃO ESTRATÉGICA EM INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR SEMINÁRIO NACIONAL DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL ARTICULAÇÃO ENTRE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL E PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO UM REQUISITO PARA A GESTÃO ESTRATÉGICA EM INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR Suzana Salvador

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO PDI: Documento elaborado pela Equipe de Assessoria da Pró-reitoria de Planejamento da UEMA

ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO PDI: Documento elaborado pela Equipe de Assessoria da Pró-reitoria de Planejamento da UEMA ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO PDI: Documento elaborado pela Equipe de Assessoria da Pró-reitoria de Planejamento da UEMA Agosto de 2015 INTRODUÇÃO O Ministério de Educação (MEC) através do Sistema Nacional

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CAMPUS I Centro de Ciências Exatas e da Natureza Departamento de Estatística Curso de Bacharelado em Estatística RESOLUÇÃO INTERNA DE AUTOAVALIAÇÃO DO CURSO DE BACHARELADO

Leia mais

PLANO DE AÇÃO

PLANO DE AÇÃO INSTITUTO FLORENCE DE ENSINO SUPERIOR COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO PLANO DE AÇÃO 2016-207 São Luís 2016 1 INTRODUÇÃO O plano de ações da CPA define os rumos dos trabalhos que serão desenvolvidas pela

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES

MANUAL DE INSTRUÇÕES MANUAL DE INSTRUÇÕES 2014 / 1 1. Sobre a Avaliação Institucional A LDB (Lei de Diretrizes e Bases 9394/96) consolidou como pilar essencial da educação superior, a necessidade dos processos de avaliação,

Leia mais

ATUAÇÃO DA CPA. Roteiro. Avaliação do ensino superior. Avaliação do Ensino Superior. Autoavaliação na UFMS

ATUAÇÃO DA CPA. Roteiro. Avaliação do ensino superior. Avaliação do Ensino Superior. Autoavaliação na UFMS ATUAÇÃO DA CPA Avaliação do ensino superior Roteiro Avaliação do Ensino Superior Legislação SINAES Autoavaliação Institucional Dimensões Autoavaliação na UFMS Instrumentos AVALIAÇÃO DO ENSINO SUPERIOR

Leia mais

Avaliação dos ciclos do SINAES

Avaliação dos ciclos do SINAES Avaliação dos ciclos do SINAES Avaliação da Ed. Superior no INEP - Implementar o Sinaes -Aprimorar os instrumentos e os procedimentos de avaliação; - Divulgar os resultados; -Realizar estudos para a melhoria

Leia mais

AI - RESULTADO ALUNOS GERAL - POR CURSO CIÊNCIAS CONTÁBEIS

AI - RESULTADO ALUNOS GERAL - POR CURSO CIÊNCIAS CONTÁBEIS AUTO AVALIAÇÃO 2010 A Avaliação Institucional é um dos pilares na construção de uma instituição de Ensino Superior democrática comprometida com os desafios que são impostos pela sociedade, portanto é importante

Leia mais

Plano de Desenvolvimento Institucional PDI -

Plano de Desenvolvimento Institucional PDI - Plano de Desenvolvimento Institucional PDI - Diretrizes para Elaboração Eixos Temáticos Essenciais do PDI Perfil Institucional Avaliação e Acompanhamento do Desenvolvimento Institucional Gestão Institucional

Leia mais

FACULDADES QI CREDENCIADA PELA PORTARIA MEC REGIMENTO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA PORTO ALEGRE 2016/2

FACULDADES QI CREDENCIADA PELA PORTARIA MEC REGIMENTO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA PORTO ALEGRE 2016/2 FACULDADES QI CREDENCIADA PELA PORTARIA MEC REGIMENTO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA PORTO ALEGRE 2016/2 SUMÁRIO REGIMENTO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA... 1 1 APRESENTAÇÃO... 3 1.1 BREVE

Leia mais

FACULDADE GLOBAL DE UMUARAMA AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DA FACULDADE GLOBAL DE UMUARAMA RESUMO / RELATÓRIO FINAL 2011/2012

FACULDADE GLOBAL DE UMUARAMA AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DA FACULDADE GLOBAL DE UMUARAMA RESUMO / RELATÓRIO FINAL 2011/2012 FACULDADE GLOBAL DE UMUARAMA AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DA FACULDADE GLOBAL DE UMUARAMA RESUMO / RELATÓRIO FINAL 2011/2012 AS DIMENSÕES PROPOSTAS PELO SINAES DIMENSÃO 1 MISSÃO E O PLANO DE DESENVOLVIMENTO

Leia mais

REGULAMENTO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL

REGULAMENTO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL REGULAMENTO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL REGULAMENTO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO DA FACULDADE CESUMAR DE PONTA GROSSA. CAPÍTULO I DA NATUREZA, OBJETIVOS E FINALIDADES. Art. 1º O

Leia mais

APÊNDICE A Questionários Aplicados

APÊNDICE A Questionários Aplicados APÊNDICE A Questionários Aplicados CPA Comissão Própria de Avaliação 60 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SÃO PAULO CAMPUS SERTÃOZINHO COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA AUTOAVALIAÇÃO

Leia mais

Avaliação nas IES O papel estratégico das CPAs

Avaliação nas IES O papel estratégico das CPAs Avaliação nas IES O papel estratégico das CPAs Prof. Marcos Eduardo Casa (mecasa@ucs.br) Comissão Própria de Avaliação Universidade de Caxias do Sul Avaliação Institucional Avaliar Verificar se objetivos

Leia mais

Dimensão 1 DIDÁTICO-PEDAGÓGICA. 1.1 Gestão Acadêmica 1.2 Projeto do Curso 1.3 Atividades acadêmicas articuladas ao ensino de graduação

Dimensão 1 DIDÁTICO-PEDAGÓGICA. 1.1 Gestão Acadêmica 1.2 Projeto do Curso 1.3 Atividades acadêmicas articuladas ao ensino de graduação Dimensão 1 DIDÁTICO-PEDAGÓGICA CATEGORIAS DE ANÁLISE 1.1 Gestão Acadêmica 1.2 Projeto do Curso 1.3 Atividades acadêmicas articuladas ao ensino de graduação 1.1 GESTÃO ACADÊMICA 1.1.1 Responsabilidade Social

Leia mais

REGULAMENTO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO - CPA

REGULAMENTO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO - CPA Mantenedora FLAMINGO 2001 CURSO FUNDAMENTAL Mantida FACULDADE FLAMINGO REGULAMENTO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO - CPA São Paulo / SP 2004 Atualizado 05 de abril de 2012 Pg.1 Capítulo I Da Instalação

Leia mais

COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO INSTRUMENTO DE CONHECIMENTO, REFLEXÃO E DECISÃO

COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO INSTRUMENTO DE CONHECIMENTO, REFLEXÃO E DECISÃO COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO INSTRUMENTO DE CONHECIMENTO, REFLEXÃO E DECISÃO ALBUQUERQUE, Rosa 1 NEGREIROS, Gláucia 2 VASCONCELOS, Maria Auxiliadora Marques 3 Introdução No ano de 2004 o Governo Federal

Leia mais

Plano de Desenvolvimento Institucional

Plano de Desenvolvimento Institucional data Plano de Desenvolvimento Institucional PDI - 2016-2020 Prof. Esper Cavalheiro Pró-Reitor de Planejamento - PROPLAN Profa. Cíntia Möller Araujo Coordenadora de Desenvolvimento Institucional e Estudos

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL - PRPDI Orientação Geral O Plano de Desenvolvimento Institucional -PDI, elaborado para um período de 5

Leia mais

PROPOSTA DE AUTO-AVALIAÇÃO

PROPOSTA DE AUTO-AVALIAÇÃO PROPOSTA DE AUTO-AVALIAÇÃO Nesta proposta, que se enquadra perfeitamente no objetivo da Autoavaliação que é identificar o perfil e o significado de atuação da UFSJ, por meio de suas atividades, cursos,

Leia mais

INSTITUTO FLORENCE DE ENSINO DIRETORIA ACADÊMICA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO - CPA

INSTITUTO FLORENCE DE ENSINO DIRETORIA ACADÊMICA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO - CPA INSTITUTO FLORENCE DE ENSINO DIRETORIA ACADÊMICA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO - CPA RELATÓRIO FINAL DE AVALIAÇÃO DOCENTE SÃO LUÍS 2012 1. INTRODUÇÃO O Plano de Desenvolvimento Institucional PDI do Instituto

Leia mais

ESTRUTURA DE FUNCIONAMENTO DO PROGRAMA DE EDUCAÇÃO CONTINUADA

ESTRUTURA DE FUNCIONAMENTO DO PROGRAMA DE EDUCAÇÃO CONTINUADA ESTRUTURA DE FUNCIONAMENTO DO PROGRAMA DE EDUCAÇÃO CONTINUADA OBJETIVO Estabelecer as bases de funcionamento do Programa de Educação Continuada sob responsabilidade da Comissão de Educação do Sistema/CES

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADES EXECUTADAS PELA CPA- Ano: 2011

RELATÓRIO DE ATIVIDADES EXECUTADAS PELA CPA- Ano: 2011 COMISSÃO PROPRIA DE AVALIAÇÃO RELATÓRIO DE ATIVIDADES EXECUTADAS PELA CPA- Ano: 2011 São Luis- MA 2011 1 RELATÓRIO DE ATIVIDADES EXECUTADAS PELA CPA - 2011 Programa de sensibilização de discente, coordenadores

Leia mais

PLANO DE TRABALHO COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA- 2016

PLANO DE TRABALHO COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA- 2016 Faculdades Unidas do Vale do Araguaia Rua Moreira Cabral, 1.000 Setor Mariano CEP: 78.600-00 Barra do Garças MT Tel. (66) 3401-1602 www.univar.edu.br PLANO DE TRABALHO COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA-

Leia mais

Campus Sorriso. FORMULÁRIO PARA COLETA DE OPINIÕES DOS DISCENTES Questionário Avaliação Discente CPA SRS 3 semestre Gestão ambiental

Campus Sorriso. FORMULÁRIO PARA COLETA DE OPINIÕES DOS DISCENTES Questionário Avaliação Discente CPA SRS 3 semestre Gestão ambiental Campus Sorriso FORMULÁRIO PARA COLETA DE OPINIÕES DOS DISCENTES Questionário Avaliação Discente CPA SRS 3 semestre Gestão ambiental Esta pesquisa tem por objetivo obter informações sobre as variáveis em

Leia mais

PORTARIA Nº 300 DE 30 DE JANEIRO DE 2006 (D. O nº 22 Seção I 31/01/2006 Pág. 5 a 7)

PORTARIA Nº 300 DE 30 DE JANEIRO DE 2006 (D. O nº 22 Seção I 31/01/2006 Pág. 5 a 7) PORTARIA Nº 300 DE 30 DE JANEIRO DE 2006 (D. O nº 22 Seção I 31/01/2006 Pág. 5 a 7) Aprova, em extrato, o Instrumento de Avaliação Externa de Instituições de Educação Superior do Sistema Nacional de Avaliação

Leia mais

REGULAMENTO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO DA FACULDADE EVANGÉLICA DE GOIANÉSIA

REGULAMENTO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO DA FACULDADE EVANGÉLICA DE GOIANÉSIA REGULAMENTO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO DA FACULDADE EVANGÉLICA DE GOIANÉSIA TÍTULO I DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA CAPÍTULO I DA CONSTITUIÇÃO DA COMISSÃO Art. 1º - O presente Regulamento Interno

Leia mais

O Sistema de Avaliação da Educação Superior no Brasil

O Sistema de Avaliação da Educação Superior no Brasil O Sistema de Avaliação da Educação Superior no Brasil Jacqueline Moreno Theodoro Silva Outubro/2016 Avaliação Educacional Avaliar é o ato de atribuir valor ou mérito a alguma coisa. Avaliação educacional:

Leia mais

Programa de Formação de Coordenadores de Curso

Programa de Formação de Coordenadores de Curso Programa de Formação de Coordenadores de Curso Coordenação de Avaliação Pró-reitoria de Planejamento, Desenvolvimento e Avaliação Universidade Federal do Pampa Instituído pela Lei 10.861 de 14 de Abril

Leia mais

Avaliação do Desempenho Sistêmico da FACENE 2011 ALUNOS

Avaliação do Desempenho Sistêmico da FACENE 2011 ALUNOS Avaliação do Desempenho Sistêmico da FACENE 2011 ALUNOS Foram analisadas as respostas dos alunos da FACENE no período letivo 2011.1 e 2011.2, a um questionário estruturado, perfazendo um total de 896 alunos

Leia mais

Programa de Avaliação Acadêmica- Institucional

Programa de Avaliação Acadêmica- Institucional Programa de Avaliação Acadêmica- Institucional PROGRAMA DE AVALIAÇÃO ACADÊMICA- INSTITUCIONAL I. AVALIAÇÃO E ACOMPANHAMENTO DO DESEMPENHO INSTITUCIONAL A avaliação institucional da Faculdade Presbiteriana

Leia mais

Ações Realizadas ou em Andamento - no ano de 2016:

Ações Realizadas ou em Andamento - no ano de 2016: Ações Realizadas ou em Andamento - no ano de 2016: Apresentamos, a seguir, as ações destinadas ao desenvolvimento da IES ou a correções e melhoria dos processos e atividades acadêmicas e administrativas,

Leia mais

RESULTADOS AVIN FACULDADE PERUÍBE Elaboração coordenação CPA: Profa. Msc. Indira Coelho de Souza

RESULTADOS AVIN FACULDADE PERUÍBE Elaboração coordenação CPA: Profa. Msc. Indira Coelho de Souza RESULTADOS AVIN 2016 - FACULDADE PERUÍBE Elaboração coordenação CPA: Profa. Msc. Indira Coelho de Souza OBJETIVO: A Comissão Própria de Avaliação é um órgão de natureza consultiva e deliberativa com a

Leia mais

II FÓRUM CPA Comissão Própria da Avaliação

II FÓRUM CPA Comissão Própria da Avaliação II FÓRUM CPA Comissão Própria da Avaliação 25 de maio de 2016 EIXO 1: PLANEJAMENTO E AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL Dimensão 8: Planejamento e avaliação Fragilidades Melhorar as reuniões da CPA e reestruturar

Leia mais

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO. Licenciatura EM educação básica intercultural TÍTULO I DA CARACTERIZAÇÃO

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO. Licenciatura EM educação básica intercultural TÍTULO I DA CARACTERIZAÇÃO REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO Licenciatura EM educação básica intercultural TÍTULO I DA CARACTERIZAÇÃO Artigo 1º - O Estágio Supervisionado de que trata este regulamento refere-se à formação de

Leia mais

AEMS-ASSOCIAÇÃO DE ENSINO E CULTURA DE MS FACULDADES INTEGRADAS DE TRÊS LAGOAS RELATÓRIO GERAL RESPOSTA DE ALUNOS DA I.E.S. 2º SEMESTRE DE 2015

AEMS-ASSOCIAÇÃO DE ENSINO E CULTURA DE MS FACULDADES INTEGRADAS DE TRÊS LAGOAS RELATÓRIO GERAL RESPOSTA DE ALUNOS DA I.E.S. 2º SEMESTRE DE 2015 AEMS-ASSOCIAÇÃO DE ENSINO E CULTURA DE MS FACULDADES INTEGRADAS DE TRÊS LAGOAS RELATÓRIO GERAL RESPOSTA DE ALUNOS DA I.E.S. 2º SEMESTRE DE 2015 1.1 Organização Institucional Q1 Cumprimento da missão das

Leia mais

E I X O S

E I X O S 0011 0010 1010 1101 0001 0100 1011 5 E I X O S 10 dimensões 5 eixos 8- Planejamento e Avaliação. 1- Missão e Plano de Desenvolvimento Institucional. 0011 3- Responsabilidade 0010 1010 1101 Social 0001

Leia mais

CPA. Comissão Própria de Avaliação

CPA. Comissão Própria de Avaliação CPA Comissão Própria de Avaliação CPA O espelho da instituição A Avaliação reflete os sentidos, sentimentos e percepções. A consciência é requisito básico para garantir a veracidade do diagnóstico. CPA

Leia mais

Questionário fechado, a ser aplicado aos discentes regulamente matriculado no curso. (Modelo CPA)

Questionário fechado, a ser aplicado aos discentes regulamente matriculado no curso. (Modelo CPA) Questionário fechado, a ser aplicado aos discentes regulamente matriculado no curso. (Modelo CPA) 1. A UFSCar definiu um perfil para o profissional/cidadão a ser formado em todos os seus cursos. A seguir

Leia mais

ASSOCIAÇÃO EDUCACIONAL DE ENSINO SUPERIOR UNIÃO DAS FACULDADES DOS GRANDES LAGOS RELATÓRIO GERAL RESPOSTA DE ALUNOS DA I.E.S. 1º SEMESTRE DE 2016

ASSOCIAÇÃO EDUCACIONAL DE ENSINO SUPERIOR UNIÃO DAS FACULDADES DOS GRANDES LAGOS RELATÓRIO GERAL RESPOSTA DE ALUNOS DA I.E.S. 1º SEMESTRE DE 2016 ASSOCIAÇÃO EDUCACIONAL DE ENSINO SUPERIOR UNIÃO DAS FACULDADES DOS GRANDES LAGOS RELATÓRIO GERAL RESPOSTA DE ALUNOS DA I.E.S. 1º SEMESTRE DE 2016 1.1 Organização Institucional Q1 Cumprimento da missão

Leia mais

Regulamento do Programa de Avaliação Acadêmica-Institucional

Regulamento do Programa de Avaliação Acadêmica-Institucional Regulamento do Programa de Avaliação Acadêmica-Institucional I AVALIAÇÃO E ACOMPANHAMENTO DO DESEMPENHO INSTITUCIONAL 1.1 Natureza A avaliação institucional da Faculdade Moraes Júnior Mackenzie Rio FMJ

Leia mais

Universidade Federal do Piauí. Pró-Reitoria de Planejamento e Orçamento Diretoria de Informação e Avaliação Institucional

Universidade Federal do Piauí. Pró-Reitoria de Planejamento e Orçamento Diretoria de Informação e Avaliação Institucional Universidade Federal do Piauí Pró-Reitoria de Planejamento e Orçamento Diretoria de Informação e Avaliação Institucional ABRIL/2011 FUNDAMENTOS LEGAIS DA EDUCAÇÃO SUPERIOR Constituição Federal (art. 205-214)

Leia mais

REGULAMENTO DE EXTENSÃO DA FACULDADE ASCES CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO E OBJETIVOS

REGULAMENTO DE EXTENSÃO DA FACULDADE ASCES CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO E OBJETIVOS REGULAMENTO DE EXTENSÃO DA FACULDADE ASCES CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO E OBJETIVOS Art 1º. A Extensão Acadêmica se constitui em uma prática permanente de interação universidade-sociedade, articulada ao ensino

Leia mais

CAPÍTULO I. Das Disposições Preliminares CAPÍTULO II. Dos Princípios, Finalidades e Objetivos PRINCÍPIOS SEÇÃO I

CAPÍTULO I. Das Disposições Preliminares CAPÍTULO II. Dos Princípios, Finalidades e Objetivos PRINCÍPIOS SEÇÃO I REGULAMENTO DA CPA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO FACULDADE DIVINÓPOLIS FACULDADE DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS, ADMINISTRATIVAS E CONTÁBEIS DE DIVINÓPOLIS FACULDADE DE ARTE E DESIGN DE DIVINÓPOLIS CAPÍTULO I

Leia mais

INSTITUTO METODISTA IZABELA HENDRIX

INSTITUTO METODISTA IZABELA HENDRIX INSTITUTO METODISTA IZABELA HENDRIX CENTRO UNIVERSITÁRIO METODISTA IZABELA HENDRIX RELATÓRIO AVALIAÇÃO DO CURSO DE FONOAUDIOLOGIA PERÍODO 2015 TABELA 1 Adesão de docentes e discentes na avaliação 2015

Leia mais

Questões Gerais Planejamento e Avaliação Institucional

Questões Gerais Planejamento e Avaliação Institucional Como você avalia a gestão ambiental da Instituição? Questões Gerais Planejamento e Avaliação Institucional 4 3,36% 8,53% Boa 28 23,53% 36,91% Como você avalia a divulgação dos resultados da Pesquisa de

Leia mais

Visualização Completa do Questionários

Visualização Completa do Questionários Visualização Completa do Questionários Informações do Questionário Programa Autoavaliação Institucional UFSM 2016 Questionário Questões Gerais Descrição do Programa A ção do instrumento de autoavaliação

Leia mais

Cadernos de Avaliação Institucional

Cadernos de Avaliação Institucional CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS DIRETORIA DE GRADUAÇÃO COMISSÃO PERMANENTE DE AVALIAÇÃO - CPA Cadernos de Avaliação Institucional Administração Resultado da Avaliação do Curso Corpo

Leia mais

BOLETIM INFORMATIVO AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2010 FACULDADE DE CIÊNCIAS ADMINISTRATIVAS E CONTÁBEIS DE ITABIRA FACCI

BOLETIM INFORMATIVO AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2010 FACULDADE DE CIÊNCIAS ADMINISTRATIVAS E CONTÁBEIS DE ITABIRA FACCI BOLETIM INFORMATIVO AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2010 FACULDADE DE CIÊNCIAS ADMINISTRATIVAS E CONTÁBEIS DE ITABIRA FACCI 1. Apresentação A FACCI aplicou, entre agosto e setembro de 2010, uma pesquisa de

Leia mais

REGULAMENTO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DA FACULDADE DE INHUMAS

REGULAMENTO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DA FACULDADE DE INHUMAS FACULDADE DE INHUMAS REGULAMENTO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DA FACULDADE DE INHUMAS INHUMAS, JANEIRO DE 2015. SUMÁRIO CAPÍTULO I - DA NATUREZA E DAS FINALIDADES... 3 CAPÍTULO II - DA

Leia mais

PROGRAMA DE AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL

PROGRAMA DE AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL PROGRAMA DE AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL TERESÓPOLIS - 2017 APRESENTAÇÃO A Comissão Própria de Avaliação CPA do Centro Universitário Serra dos Órgãos UNIFESO apresenta o Programa de Autoavaliação Institucional

Leia mais

RELATÓRIO DA AUTO AVALIAÇÃO FACULDADE DE IMPERATRIZ FACIMP ANO DE 2013

RELATÓRIO DA AUTO AVALIAÇÃO FACULDADE DE IMPERATRIZ FACIMP ANO DE 2013 FACULDADE DE IMPERATRIZ (FACIMP) Associação Região Tocantina de Educação e Cultura S/C Ltda. CNPJ. 69.441.194/0001-67 Telefax: (99) 524-8298 site: www.facimp.edu.br e-mail: facimp@facimp.edu.br Av. Prudente

Leia mais

Proposta de auto avaliação continuada do curso de Jornalismo

Proposta de auto avaliação continuada do curso de Jornalismo UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS COMUNICAÇÃO SOCIAL JORNALISMO Proposta de auto avaliação continuada do curso de Jornalismo Apresentador: Giulia Micheli POZZOBON

Leia mais

avaliação institucional das IES Clarilza Prado de Sousa

avaliação institucional das IES Clarilza Prado de Sousa A avaliação da PG e as relações possíveis com a avaliação institucional das IES Clarilza Prado de Sousa A avaliação da PGa A Avaliação da Pós Graduação na CAPES faz 60 anos Sua trajetória histórica permitiu:

Leia mais

Regimento da Comissão Própria de Avaliação - CPA. CAPÍTULO I Das Disposições Preliminares

Regimento da Comissão Própria de Avaliação - CPA. CAPÍTULO I Das Disposições Preliminares Regimento da Comissão Própria de Avaliação - CPA CAPÍTULO I Das Disposições Preliminares Art. 1 - O presente regimento disciplina a organização, o funcionamento e as atribuições da Comissão Própria de

Leia mais

AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL LEVANTAMENTO DAS MEDIDAS REALIZADAS

AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL LEVANTAMENTO DAS MEDIDAS REALIZADAS AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL LEVANTAMENTO DAS MEDIDAS REALIZADAS RELATÓRIO DO CURSO DE ZOOTECNIA CPA 2011/12 Porto Velho RO 2011/2012 COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO - CPA Profª Drª. Nelice Milena Batistelli

Leia mais

PROJETO DE AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL CENTRO UNIVERSITÁRIO AMPARENSE UNIFIA

PROJETO DE AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL CENTRO UNIVERSITÁRIO AMPARENSE UNIFIA PROJETO DE AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DO CENTRO UNIVERSITÁRIO AMPARENSE UNIFIA 2010 1 1. CONTETO INSTITUCIONAL 1.1. Missão Institucional 1.2. Marcos Regulatórios da IES Formar cidadãos com competência

Leia mais

Avaliação da Educação a Distância

Avaliação da Educação a Distância I Fórum Especial EAD UFRGS Avaliação da Educação a Distância Equipe do Projeto: Profª. Drª. Cláudia Medianeira Cruz Rodrigues (Coord.)/DEPROT Prof. Dr. José Luis Duarte Ribeiro/ DEPROT Profª. Drª. Denise

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ 1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO DE 2016 DO CAMPUS BELÉM RELATÓRIO PARCIAL

Leia mais

FATEP Faculdade Pentágono

FATEP Faculdade Pentágono mantida pelo Instituto Pentágono de Ensino Superior. RELATÓRIO AUTO-AVALIAÇÃO 2012 I. DADOS DA INSTITUIÇÃO Nome/ Código da IES - Faculdade Tecnologia Pentágono - 3978 Caracterização da IES: Particular,

Leia mais

Dimensão 1 - Organização Didático-Pedagógica do Curso

Dimensão 1 - Organização Didático-Pedagógica do Curso AUTO-AVALIAÇAO INSTITUCIONAL DO CURSO DE PEDAGOGIA FACED-UFAM / Alunos Dimensão 1 - Organização Didático-Pedagógica do Curso Indicador Objetivos do Curso 02 - Conheço o Projeto Pedagógico do Curso e os

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE LICENCIATURA EM QUIMICA SECÃO I

INSTRUÇÃO NORMATIVA DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE LICENCIATURA EM QUIMICA SECÃO I INSTRUÇÃO NORMATIVA DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE LICENCIATURA EM QUIMICA SECÃO I DA DEFINIÇÃO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO Art. 1º - A Coordenação do Curso de Licenciatura em Química da UTFPR Campus

Leia mais

Fundamentos da avaliação institucional e o papel das instâncias avaliativas (CPA e NAUs) Prof. Cláudia M. Cruz Rodrigues TAE Nara Magalhães

Fundamentos da avaliação institucional e o papel das instâncias avaliativas (CPA e NAUs) Prof. Cláudia M. Cruz Rodrigues TAE Nara Magalhães Fundamentos da avaliação institucional e o papel das instâncias avaliativas (CPA e NAUs) Prof. Cláudia M. Cruz Rodrigues TAE Nara Magalhães Legislação Lei Federal nº 10.861/2004 Institui o Sistema Nacional

Leia mais

PDI UNIVASF Notas sobre questões legais-normativas e sobre o processo de elaboração

PDI UNIVASF Notas sobre questões legais-normativas e sobre o processo de elaboração UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO Pró-Reitoria de Planejamento e Desenvolvimento Institucional Propladi Av. José de Sá Maniçoba, s/n, Centro Petrolina-PE - CEP.: 56.304-917 Fone: (87) 2101-6804

Leia mais

UNIVERSIDADE METROPOLITANA DE SANTOS CPA-UNIMES

UNIVERSIDADE METROPOLITANA DE SANTOS CPA-UNIMES UNIVERSIDADE METROPOLITANA DE SANTOS CPA-UNIMES Projeto de Avaliação Institucional 2015-2017 COMPOSIÇÃO DA CPA Presidente: Prof. Dr. Gustavo Duarte Mendes Docentes: Prof. Me. Amaury Alípio Pimentel Profa.

Leia mais

Avaliação do Desempenho Sistêmico da FACENE Alunos

Avaliação do Desempenho Sistêmico da FACENE Alunos Avaliação do Desempenho Sistêmico da FACENE 2008.2 Alunos Foram analisadas as respostas, a um questionário estruturado, dos alunos do P1 ao P7 da FACENE, no período letivo de 2008.2, perfazendo um total

Leia mais

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA UFPR

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA UFPR PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA UFPR 1. Apresentação O Departamento de Matemática - DMAT da UFPR possui atualmente 45 professores efetivos, 42 dos quais trabalhando em regime de dedicação

Leia mais

RELATÓRIO DE RESPOSTAS OBTIDAS NA PESQUISA DE AUTOAVALIAÇÃO 2016 CENTRO DE CIÊNCIAS RURAIS CCR: MODALIDADE PRESENCIAL

RELATÓRIO DE RESPOSTAS OBTIDAS NA PESQUISA DE AUTOAVALIAÇÃO 2016 CENTRO DE CIÊNCIAS RURAIS CCR: MODALIDADE PRESENCIAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO COORDENADORIA DE PLANEJAMENTO E AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL RELATÓRIO DE RESPOSTAS OBTIDAS NA PESQUISA DE AUTOAVALIAÇÃO 2016 DE CIÊNCIAS RURAIS

Leia mais

Como você avalia a atuação do seu orientador em relação ao acompanhamento e orientação do seu projeto de pós-graduação?

Como você avalia a atuação do seu orientador em relação ao acompanhamento e orientação do seu projeto de pós-graduação? Na Unidade Des. sei/ se Pós- Co você avalia a atuação do seu orientador em relação ao acompanhamento e orientação do seu projeto de pós-graduação? 90,06% 6,63% 2,76% 0,55% Possuir currículos interdisciplinares,

Leia mais

Comissão. Própria de Avaliação Relatório Ano-Base 2016

Comissão. Própria de Avaliação Relatório Ano-Base 2016 Comissão INSTITUTO FEDERAL Farroupilha Própria de Avaliação Relatório Ano-Base 2016 Núcleo São Borja Anelise Silva Cruz Deise Busnelo Prestes Roos Éderson Tavares dos Santos Renilza Carneiro Disconci Sabrina

Leia mais

EIXO 2 DIMENSÃO 1 A MISSÃO E O PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL

EIXO 2 DIMENSÃO 1 A MISSÃO E O PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL EIXO 1 DIMENSÃO 8 PLANEJAMENTO E AVALIAÇÃO 1 O plano de desenvolvimento do instituto PDI ( http://www.ufopa.edu.br/arquivo/portarias/2015/pdi20122016.pdf/view ) faz referência a todos os processos internos

Leia mais

Perspectivas para o ENADE 2011 e demais instrumentos de avaliação JULHO, 2011

Perspectivas para o ENADE 2011 e demais instrumentos de avaliação JULHO, 2011 Seminário sobre Avaliação da Educação Superior Perspectivas para o ENADE 2011 e demais instrumentos de avaliação JULHO, 2011 EDUCAÇÃO SUPERIOR BRASILEIRA ALGUNS INDICADORES¹ 2.314 IES 245 públicas (10,6%)

Leia mais

IUNI Educacional FIS FACULDADE DE CIÊNCIAS JURÍDICAS, GERENCIAS E EDUCAÇÃO DE SINOP

IUNI Educacional FIS FACULDADE DE CIÊNCIAS JURÍDICAS, GERENCIAS E EDUCAÇÃO DE SINOP IUNI Educacional FIS FACULDADE DE CIÊNCIAS JURÍDICAS, GERENCIAS E EDUCAÇÃO DE SINOP RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL R.A.I. Documento elaborado pelos membros da CPA FIS FACULDADE DE CIÊNCIAS JURÍDICAS,

Leia mais

AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL Unidade Santo Amaro

AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL Unidade Santo Amaro AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2016 1 Unidade Santo Amaro CONAES Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior Instituída no âmbito do Ministério da Educação e vinculada ao Gabinete do Ministro de Estado

Leia mais

Programa Sustentabilidade Rede

Programa Sustentabilidade Rede Programa Sustentabilidade Rede Desenvolvimento sustentável não é um tema novo para a Fiat. Atenta ao seu importante papel ocupado na sociedade e para a redução dos impactos socioambientais causados pela

Leia mais

Porto Nacional, Setembro de 2014

Porto Nacional, Setembro de 2014 Comissão Própria de Avaliação (CPA/ ITPAC) Relatório da Avaliação Interna 2013 Apresentação dos dados da Avaliação Interna 2013 Equipe CPA Porto Nacional, Setembro de 2014 Comissão Própria de Avaliação

Leia mais

PROGRAMA DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL PAI 2012

PROGRAMA DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL PAI 2012 FACULDADE AMADEUS PROGRAMA DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL PAI 2012 ORGANIZAÇÃO: COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO DA FACULDADE AMADEUS - CPA REPRESENTANTES Presidente: Eduardo de Andrade Gonçalves Vice-presidente:

Leia mais

CPA - COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO

CPA - COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO FACULDADE CATÓLICA NOSSA SENHORA DAS VITÓRIAS Credenciada pela Portaria nº 3.898-MEC DOU 26.11.2004 Endereço: Rua Augusto Severo, 200 Centro - Assú/RN Tel.: (84)3331.2815 www.fcproneves.edu.br CPA - COMISSÃO

Leia mais

FACULDADE BARRETOS COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO - CPA

FACULDADE BARRETOS COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO - CPA FACULDADE BARRETOS COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO - CPA AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DISCENTES Barretos, Março 2010 RELATÓRIO FINAL DE AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL RELATOR: Prof. Dr. Rodrigo Ruiz Sanches

Leia mais

Avaliação I nstitucional M odelo de Avaliação Ănima Educação

Avaliação I nstitucional M odelo de Avaliação Ănima Educação Avaliação I nstitucional Modelo de Avaliação Ănima Educação Apresentação A auto avaliação constitui um processo por meio do qual um curso ou instituição analisa internamente o que é e o que deseja ser,

Leia mais

PLANEJAMENTO E AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL NA UNIVERSO

PLANEJAMENTO E AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL NA UNIVERSO PLANEJAMENTO E AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL NA UNIVERSO Planejamento e Avaliação Institucional na UNIVERSO O planejamento e a avaliação dos processos de gestão da universidade tanto nos parâmetros administrativos

Leia mais

INDEPAC MISSÃO VISÃO

INDEPAC MISSÃO VISÃO O INDEPAC é especializado em serviços de Consultoria e Assessoria Educacional, nas dimensões: administrativa, jurídica e pedagógica, além de oferecer cursos de formação em serviço, voltados para o aprimoramento

Leia mais

ENADE / O Enade integra o Sinaes, juntamente com a Avaliação Institucional e a Avaliação dos Cursos de Graduação.

ENADE / O Enade integra o Sinaes, juntamente com a Avaliação Institucional e a Avaliação dos Cursos de Graduação. ENADE / 2011 O Enade integra o Sinaes, juntamente com a Avaliação Institucional e a Avaliação dos Cursos de Graduação. ENADE É um instrumento de avaliação, cujos resultados produzirão dados para o debate

Leia mais

AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2011

AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2011 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2011 NATAL/RN MARÇO/2012

Leia mais

Avaliação Institucional Docentes

Avaliação Institucional Docentes Avaliação Institucional Docentes A avaliação é um processo fundamental para a qualidade do trabalho desenvolvido nas Instituições de Ensino Superior. Nesse sentido, a Comissão Própria de Avaliação (CPA)

Leia mais

CONSTITUIÇÃO Comunidade Acadêmica da ESAMC

CONSTITUIÇÃO Comunidade Acadêmica da ESAMC CPA A CPA ESAMC tem como objetivo implementar o processo de auto avaliação da ESAMC de acordo com as diretrizes estabelecidas pelo Sistema Nacional da Educação Superior (SINAES), instituído pela Lei nº

Leia mais

ANEXO I Quadro resumo do Saresp 1996/1997/ /

ANEXO I Quadro resumo do Saresp 1996/1997/ / 89 Objetivos ANEXO I Quadro resumo do Saresp 1996/1997/1998 2000/2001 2002 2003 2004 2005 Em 2000: Obter Em 2002 2 : Em 2003 4 : Obter indicadores informações que diagnosticar o Promover uma educacionais

Leia mais

PLANO DE AÇÃO Comissão Própria de Avaliação

PLANO DE AÇÃO Comissão Própria de Avaliação 1 CENTRO EDUCACIONAL VISCONDE DE TAUNAY CEVITA FACULDADES INTEGRADAS DE PARANAÍBA FIPAR COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO PLANO DE AÇÃO Comissão Própria de Avaliação 2010 2 APRESENTAÇÃO O Plano de Ação ora

Leia mais

Avaliação de Cursos, Novo Instrumento de Avaliação Institucional e a. Função da CPA neste contexto

Avaliação de Cursos, Novo Instrumento de Avaliação Institucional e a. Função da CPA neste contexto Avaliação de Cursos, Novo Instrumento de Avaliação Institucional e a Função da CPA neste contexto Profa. Dra. Marion Creutzberg Coordenadora da CPA / PUCRS Papel da CPA na avaliação de cursos de graduação

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO DO LABORATÓRIO DE MEIOS DE EXPRESSÃO - LAMEX

REGULAMENTO INTERNO DO LABORATÓRIO DE MEIOS DE EXPRESSÃO - LAMEX REGULAMENTO INTERNO DO LABORATÓRIO DE MEIOS DE EXPRESSÃO - LAMEX REGULAMENTO INTERNO DO LABORATÓRIO DE MEIOS DE EXPRESSÃO LAMEX CAPÍTULO I DA CARACTERIZAÇÃO Art. 1º O Laboratório de Meios de Expressão

Leia mais

Comissão Própria de Avaliação: estrutura, organização e processos a experiência da Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP)

Comissão Própria de Avaliação: estrutura, organização e processos a experiência da Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP) Comissão Própria de Avaliação: estrutura, organização e processos a experiência da Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP) Explicitando o início da autoavaliação institucional A Unicap se inscreve

Leia mais

BOLETIM ESPECIAL CPA/2016

BOLETIM ESPECIAL CPA/2016 Unidade Guarapari BOLETIM ESPECIAL CPA/2016 Você sabe o que é CPA? CPA Comissão Própria de Avaliação - é uma comissão de Autoavaliação que tem o objetivo de coordenar e articular o processo interno de

Leia mais

P.A.I. PROGRAMA DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL

P.A.I. PROGRAMA DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL P.A.I. PROGRAMA DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL O QUE É O P.A.I? O PAI - Programa de Avaliação Institucional, promove os processos de avaliação internos baseados nos preceitos do Ministério da Educação e da

Leia mais

FACULDADES INTEGRADAS APARÍCIO CARVALHO - FIMCA RELATÓRIO DA AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL AVALIAÇÃO DOCENTE PERÍODO 2013 FIQUE SABENDO

FACULDADES INTEGRADAS APARÍCIO CARVALHO - FIMCA RELATÓRIO DA AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL AVALIAÇÃO DOCENTE PERÍODO 2013 FIQUE SABENDO FACULDADES INTEGRADAS APARÍCIO CARVALHO - FIMCA RELATÓRIO DA AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL AVALIAÇÃO DOCENTE PERÍODO 2013 FIQUE SABENDO COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA PORTO VELHO - 2013 COMISSÃO PRÓPRIA DE

Leia mais

QUESTIONÁRIO DOCENTES 2014

QUESTIONÁRIO DOCENTES 2014 QUESTIONÁRIO DOCENTES 2014 Prezado Professor, O presente questionário fez parte da Avaliação Institucional Interna do ITES, conduzida pela CPA (Comissão Própria de Avaliação). As abstenções foram desconsideradas.

Leia mais

EDUCAÇÃO FISCAL. Portaria Interministerial nº 413, de 31 de dezembro de 2002

EDUCAÇÃO FISCAL. Portaria Interministerial nº 413, de 31 de dezembro de 2002 EDUCAÇÃO FISCAL Portaria Interministerial nº 413, de 31 de dezembro de 2002 DOU de 2.1.2003 Define competências dos órgãos responsáveis pela implementação do Programa Nacional de Educação Fiscal - PNEF.

Leia mais

FACULDADE HORIZONTINA - FAHOR PAE - PROGRAMA DE ACOMPANHAMENTO DE EGRESSOS

FACULDADE HORIZONTINA - FAHOR PAE - PROGRAMA DE ACOMPANHAMENTO DE EGRESSOS FACULDADE HORIZONTINA - FAHOR PAE - PROGRAMA DE ACOMPANHAMENTO DE EGRESSOS HORIZONTINA - RS 2011 PAE Programa de Acompanhamento de Egressos I HISTÓRICO Desde 2006, ano em que formou a sua primeira turma,

Leia mais