Os primeiros anos da República no Brasil MCC

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Os primeiros anos da República no Brasil MCC"

Transcrição

1 Os primeiros anos da República no Brasil MCC

2 blogs.estadao.com.br A Província de São Paulo, 15 de novembro de Glorioso centenário da grande revolução. Proclamação da República Brazileira. Recebemos ontem o seguinte telegrama: Foi proclamada a República no Brasil. Consta que o governo provisório será organizado com o general Deodoro e Quintino Bocaiuva. Afirmam outros que o governo será constituído pelo general Deodoro, Quintino Bocaiuva e Benjamin Constant. Foi convocada uma reunião popular para aclamação do governo. O Ministério foi obrigado a assinar a sua demissão. O barão de Ladário foi ferido e acha-se em perigo de vida. Logo que recebemos este telegrama, fizemos distribuir o seguinte boletim: Cidadãos, notícias da Corte anunciam a proclamação da República a forma de governo que exprime o sentimento nacional! Unamo-nos! Para garantir a ordem, porque o novo regime nasce da livre manifestação popular! Povo! O primeiro dever republicano neste momento é ser calmo, previdente, justo, tolerante, para ser enérgico na organização! A República significa a paz, o progresso, a civilização. Unamo-nos sem distinção de partidos para firmarmos esse novo regime que nos há de trazer a glória, a grandeza e a felicidade. Viva a República!...

3 FIM DA MONARQUIA INÍCIO DA REPÚBLICA Não houve grandes mudanças na estrutura: Econômica social política permaneceu continuou:o poder Agrária. a grande nas mãos de diferença social poucos. permaneceu.

4 MUDANÇAS NA REPÚBLICA Imigrantes substituíram a mão de obra escrava. Propagação de ideias europeias: Positivismo Darwinismo social August Comte Inspirados na filosofia de Comte, os republicanos defendiam uma ditadura nos moldes positivistas como meio de se alcançar a ordem e o progresso. Herbert Spencer Spencer popularizou a ideia de que grupos sociais evoluem através de conflitos e competições.

5 DARWINISMO SOCIAL Essa teoria foi empregada para tentar explicar a pobreza pós-revolução industrial- (os pobres eram menos aptos e os mais ricos, que evoluíram economicamente, seriam os mais aptos a sobreviver). *Durante o século XIX, as potências europeias usaram também o Darwinismo Social para justificar o Imperialismo europeu.

6 PROCLAMAÇÃO DA REPÚBLICA- 15/11/1889 República Velha ( ) República da Espada República Oligárquica poder nas mãos poder nas mãos dos militares dos latifundiários

7 GOVERNO PROVISÓRIO Marechal Deodoro da Fonseca nomeou Rui Barbosa para ocupar o Ministério da Fazenda. elaborou um novo plano econômico Encilhamento objetivo: incentivar o crescimento industrial brasileiro.

8 FRACASSO DO PLANO ECONÔMICO: Fraudes na abertura das empresas. muitas não existiam- (empresas fantasmas) o auge da crise econômica ocorreu em 1891 quando: as ações da Bolsa de Valores despencaram os bancos e empresas faliram a moeda brasileira desvalorizou-se a inflação alta desestabilizou a economia brasileira.

9 PRIMEIRA CONSTITUIÇÃO REPUBLICANA O País tornava uma República Federativa; Governo seria dividido em três poderes: Judiciário mulheres Legislativo Executivo soldados voto aberto-excluíam analfabetos A Constituição Estado e Igreja- seriam instituições determinava separadas imigrantes- passariam a ter cidadania brasileira e igualdade perante a lei.

10 O casamento civil INSTITUCIONALIZOU e o registro de nascimento e casamento Extinguiu-se a pena de morte no Brasil. Liberdade de culto. Fim do governo provisório Marechal Deodoro da Fonseca eleito presidente pelo Congresso Marechal Floriano Peixoto - vice-presidente

11 GOVERNO DE DEODORO DA FONSECA opositores: marcado pela centralização de poder pelo autoritarismo latifundiários parte do Exército alguns congressistas O Congresso limitou os poderes do presidente através da Lei de Responsabilidade

12 DECISÕES DO PRESIDENTE APÓS A APROVAÇÃO DA LEI DE RESPONSABILIDADE. prendeu seus - dissolveu o decretou opositores - Congresso estado de sítio censurou a - imprensa Temendo um golpe de Estado, a Marinha ameaçou bombardear o Rio de Janeiro Primeira Revolta da Armada Sem apoio Deodoro da Fonseca renunciou 23/11/1891- Floriano Peixoto assume o poder.

Primeira República: 1 A Crise da República. 2 Governo do Mal. Deodoro da Fonseca. 3 Governo do Mal. Floriano Peixoto. Aula 15 Primeira República

Primeira República: 1 A Crise da República. 2 Governo do Mal. Deodoro da Fonseca. 3 Governo do Mal. Floriano Peixoto. Aula 15 Primeira República Aula 15 Primeira República: A República da Espada 1 A Crise da República Setor 1605 2 Governo do Mal. Deodoro da Fonseca 3 Governo do Mal. Floriano Peixoto Aula 15 Primeira República A República da Espada

Leia mais

Prof. André Vinícius.

Prof. André Vinícius. 1 - Diferentes projetos republicanos: República Positivista: centralização política nas mãos do presidente. Postura predominante entre os militares. Prevaleceu entre 1889 e 1894, durante a chamada República

Leia mais

A República Velha ( )

A República Velha ( ) Capítulo 52 A República Velha (1889 1930) A CRISE DA REPÚBLICA (1889-1894) A República Velha (1889 1930) 1889 1891 Governo Provisório 1891 1894 República da Espada 1891 Mal. Deodoro Da Fonseca 1891-1894

Leia mais

SOMOS DA AMÉRICA E QUEREMOS SER AMERICANOS ONDE TUDO COMEÇOU?

SOMOS DA AMÉRICA E QUEREMOS SER AMERICANOS ONDE TUDO COMEÇOU? A CAMINHO DA REPÚBLICA fatos que antecederam a P. da República 1870 RIO DE JANEIRO fundação do Partido Republicano e lançamento do MANISFESTO REPUBLICANO por Quintino Bocaiúva SOMOS DA AMÉRICA E QUEREMOS

Leia mais

Aula 15- A Crise do Império de Novembro de 1889

Aula 15- A Crise do Império de Novembro de 1889 Aula 15- A Crise do Império 1870-1889 15 de Novembro de 1889 Silêncio! Dom Pedro está governando o Brasil. z z z Proclamação da República A Questão Militar A Questão Religiosa Questão Abolicionista A

Leia mais

A República da Espada. Prof. Thiago História C Aula 08

A República da Espada. Prof. Thiago História C Aula 08 A República da Espada Prof. Thiago História C Aula 08 O Novo Regime Proclamação da República Militares ideário positivista Cafeicultores defesa do federalismo Classe Média desenvolvimento industrial e

Leia mais

BAILE DA ILHA FISCAL

BAILE DA ILHA FISCAL BAILE DA ILHA FISCAL A CAMINHO DA REPÚBLICA 1870 RIO DE JANEIRO fundação do Partido Republicano e lançamento do MANISFESTO REPUBLICANO por Quintino Bocaiúva SOMOS DA AMÉRICA E QUEREMOS SER AMERICANOS 1873

Leia mais

GOVERNO DEODORO DA FONSECA

GOVERNO DEODORO DA FONSECA GOVERNO DEODORO DA FONSECA GOVERNO PROVISÓRIO (1889/1891) 1- Primeiras medidas: Fim do Senado vitalício e do conselho de Estado, Dissolução da Câmara dos Deputados, Separação entre Igreja e Estado (extinção

Leia mais

3º ANO A PRIMEIRA REPÚBLICA OU REPÚBLICA VELHA ( ) Professor: Eustáquio centroestrategia.com.br

3º ANO A PRIMEIRA REPÚBLICA OU REPÚBLICA VELHA ( ) Professor: Eustáquio centroestrategia.com.br 3º ANO A PRIMEIRA REPÚBLICA OU REPÚBLICA VELHA (1889-1930) Professor: Eustáquio centroestrategia.com.br Na origem, a palavra república (do latim, rés = coisa; publica = do povo) significa governo da coisa

Leia mais

HISTÓRIA - 2 o ANO MÓDULO 04 A REPÚBLICA DA ESPADA ( )

HISTÓRIA - 2 o ANO MÓDULO 04 A REPÚBLICA DA ESPADA ( ) HISTÓRIA - 2 o ANO MÓDULO 04 A REPÚBLICA DA ESPADA (1889-94) Marechal Deodoro Marechal Floriano Como pode cair no enem (PUC) Pode-se considerar o Exército como força política influente no movimento Republicano

Leia mais

Proclamação da República

Proclamação da República Proclamação da República 15 novembro de 1889 Império do Brasil - (1822-1889) Estados Unidos do Brasil (1891-1967) Formas de Governo República : O poder deriva/vem da vontade popular, é exercido em teoria

Leia mais

PROFESSOR JOSÉ CARLOS ARQUETTI FILHO

PROFESSOR JOSÉ CARLOS ARQUETTI FILHO PROFESSOR JOSÉ CARLOS ARQUETTI FILHO Os primeiros tempos... O Brasil continuou a ser agroexportador; A população continuou sem participação; A República não representava o pensamento de todos que torceram

Leia mais

Colégio Anísio Teixeira

Colégio Anísio Teixeira Colégio Anísio Teixeira República da Espada 1889-18941894 Foi o período que correspondeu aos dois governos iniciais do Brasil, constituídos pelos militares, os marechais: Manuel Deodoro da Fonseca Floriano

Leia mais

A República Velha ( ) A CRISE DA REPÚBLICA ( )

A República Velha ( ) A CRISE DA REPÚBLICA ( ) A República Velha (1889 1930) A CRISE DA REPÚBLICA (1889-1894) A República Velha (1889 1930) 1889 1891 Governo Provisório 1891 1894 República da Espada 1891 Mal. Deodoro Da Fonseca 1891-1894 Mal. Floriano

Leia mais

À GLORIA DO SUPREMO ARQUITETO DO UNIVERSO. Peça de Arquitetura. A participação da Maçonaria e dos Maçons no Movimento Republicano. Antônio Carlos Rios

À GLORIA DO SUPREMO ARQUITETO DO UNIVERSO. Peça de Arquitetura. A participação da Maçonaria e dos Maçons no Movimento Republicano. Antônio Carlos Rios À GLORIA DO SUPREMO ARQUITETO DO UNIVERSO Peça de Arquitetura A participação da Maçonaria e dos Maçons no Movimento Republicano Antônio Carlos Rios Marechal Deodoro da Fonseca Iniciado na Maçonaria em

Leia mais

História do Brasil. Conteúdos: Questão Abolicionista. Questão Religiosa. Questão Republicana. Transição do Império para a República

História do Brasil. Conteúdos: Questão Abolicionista. Questão Religiosa. Questão Republicana. Transição do Império para a República História do Brasil Profº. Esp. Diego Fernandes Custódio Historiador Especialista em História Social Mestrando em Educação 1 E. E. B. PROFª GRACINDA AUGUSTA MACHADO 5/26/2013 2 Conteúdos: Transição do Império

Leia mais

República Velha

República Velha República Velha 1889-1930 Fases Períodos da República no Brasil: 1889-1930: República Velha (Primeira República) # 1889-1894 República das Espadas # 1894-1930 República Oligárquica 1930-1945: Era Vargas

Leia mais

( ) ENSINO MÉDIO PROFESSOR: ABDULAH

( ) ENSINO MÉDIO PROFESSOR: ABDULAH Primeira República (1889-1930) ENSINO MÉDIO PROFESSOR: ABDULAH Brasil Império D. Pedro II Fonte: (desconhecida) REPÚBLICA DA ESPADA GOVERNO PROVIS. DE DEODORO (nov.1889/fev.1891) Militares + Cafeicultores

Leia mais

IDADE CONTEMPORÂNEA A ERA NAPOLEÔNICA

IDADE CONTEMPORÂNEA A ERA NAPOLEÔNICA ERA NAPOLEÔNICA (1799 1815) Prof. João Gabriel da Fonseca joaogabriel_fonseca@hotmail.com 1 - O CONSULADO (1799 1804): Pacificação interna e externa. Acordos de paz com países vizinhos. Acordo com a Igreja

Leia mais

Crise econômica provocada pela quebra da bolsa de valores de Nova York 1929, O rompimento da república café-com-leite, com o apoio

Crise econômica provocada pela quebra da bolsa de valores de Nova York 1929, O rompimento da república café-com-leite, com o apoio A Era do populismo Professor: Márcio Gurgel Os antecedentes da revolução de 1930 o Crise econômica provocada pela quebra da bolsa de valores de Nova York 1929, o O rompimento da república café-com-leite,

Leia mais

Pré Vestibular Social Nossa Senhora da Glória. - Revoltas

Pré Vestibular Social Nossa Senhora da Glória. - Revoltas Frente 2: História do Brasil Professor: Michel Marques michelmarques@id.uff.br Aula 16 - República Velha e a Revolução de 30 Pré Vestibular Social Nossa Senhora da Glória - Política República das Espadas

Leia mais

TURMA FDV BREVE ANÁLISE DAS CONSTITUIÇÕES BRASILEIRAS. Professor Davidson Abdulah

TURMA FDV BREVE ANÁLISE DAS CONSTITUIÇÕES BRASILEIRAS. Professor Davidson Abdulah TURMA FDV BREVE ANÁLISE DAS CONSTITUIÇÕES BRASILEIRAS Professor Davidson Abdulah CONSTITUIÇÃO CONCEITO A Constituição é um instrumento de hierarquia máxima, que visa regular as normas organizacionais e

Leia mais

PRIMEIRO REINADO ( )

PRIMEIRO REINADO ( ) PRIMEIRO REINADO (1822 1831) 7 de setembro de 1822 Independência ou morte? O grito do Ipiranga. Pedro Américo. 1888. A proclamação da Independência. François- René Moreaux. 1844. Os desafios após a independência

Leia mais

Marco Abreu dos Santos

Marco Abreu dos Santos Unidade 01 Capítulo 2 Economia na República Velha Marco Abreu dos Santos marcoabreu@live.com www.professormarco.wordpress.com O café na República Velha Economia Principal produto da economia brasileira.

Leia mais

Está correto o que se afirma somente em a) II e III. b) I. c) I e II. Página 1 de 5

Está correto o que se afirma somente em a) II e III. b) I. c) I e II. Página 1 de 5 1. (Uece 2014) O período historicamente conhecido como Período Regencial foi caracterizado a) por rebeliões populares cujas ações exigiam o retorno da antiga realidade social com a volta de Pedro I ao

Leia mais

Proclamação da República

Proclamação da República Proclamação da República 15 novembro de 1889 Império do Brasil - (1822-1889) Estados Unidos do Brasil (1891-1967) Formas de Governo República : O poder deriva/vem da vontade popular, é exercido em teoria

Leia mais

14. Brasil: Período Regencial PÁGINAS 18 À 29.

14. Brasil: Período Regencial PÁGINAS 18 À 29. 14. Brasil: Período Regencial PÁGINAS 18 À 29. Política e economia Regência Trina Provisória: Formada pelos senadores Nicolau Vergueiro, José Joaquim de Campos e pelo brigadeiro Francisco de Lima e Silva

Leia mais

BANCO DE ATIVIDADES Presente História 5 ano - 4 bimestre Avaliação

BANCO DE ATIVIDADES Presente História 5 ano - 4 bimestre Avaliação História 5 ano - 4 bimestre Unidade 4 1. Escreva um pequeno texto sobre o governo Getúlio Vargas. Não esqueça de incluir dois argumentos favoráveis e dois desfavoráveis. Dê um título para o texto. 2. Leia

Leia mais

2- POR QUE a família real portuguesa se mudou, em 1808, para sua colônia na

2- POR QUE a família real portuguesa se mudou, em 1808, para sua colônia na Atividade de Estudo Geo/História 5º ano Nome: 1- LIGUE os itens abaixo corretamente. 2- POR QUE a família real portuguesa se mudou, em 1808, para sua colônia na América? 3- ASSINALE as afirmativas erradas

Leia mais

Proclamação da República e República das Espadas

Proclamação da República e República das Espadas Proclamação da República e República das Espadas 1. Caracteriza o processo eleitoral durante a Primeira República, em contraste com o vigente no Segundo Reinado: a) A ausência de fraudes, com a instituição

Leia mais

CONSTITUIÇÃO DE 1934

CONSTITUIÇÃO DE 1934 Vargas INTRODUÇÃO Neste livro você vai ler sobre a Era Vargas. Solicitado pela professora Valéria, da disciplina de História, escrito por Manuela Rottava, com caráter avaliativo. Tem destaque nas seguintes

Leia mais

A República das Espadas

A República das Espadas A República das Espadas historiaula.wordpress.com Professor Ulisses Mauro Lima (1889 1894) 1ª. Parte Viva a República Brasileira! Viva o Povo Brasileiro! Escravidão......significa a soma do poderio, influência

Leia mais

SUMÁRIO. Capítulo I Teoria da Constituição...1

SUMÁRIO. Capítulo I Teoria da Constituição...1 SUMÁRIO Capítulo I Teoria da Constituição...1 1. Constituição...1 1.1 Conceito...1 1.2. Classificação das Constituições...1 1.3. Interpretação das Normas Constitucionais...3 1.4. Preâmbulo Constitucional...5

Leia mais

HISTÓRIA DO BRASIL A República Brasileira

HISTÓRIA DO BRASIL A República Brasileira HISTÓRIA DO BRASIL A República Brasileira 1- O Brasil, em vista de outras nações, possui uma república relativamente nova. A História Republicana Brasileira inicia-se ainda no período monárquico, através

Leia mais

A REVOLUÇÃO FRANCESA

A REVOLUÇÃO FRANCESA A REVOLUÇÃO FRANCESA CAUSAS DA REVOLUÇÃO: SOCIEDADE DIVIDIDA EM 3 ESTAMENTOS (CAMADAS SOCIAIS) 1º ESTADO= CLERO (CAMADA MAIS ALTA) NÃO PAGAVA IMPOSTOS 2º ESTADO= NOBREZA (CAMADA INTERMEDIÁRIA) NÃO PAGAVA

Leia mais

REPÚBLICA VELHA: De 1889 a 1894, os militares controlaram o poder político e comandaram os destinos da nação. Governo Provisório e República da

REPÚBLICA VELHA: De 1889 a 1894, os militares controlaram o poder político e comandaram os destinos da nação. Governo Provisório e República da REPÚBLICA VELHA: De 1889 a 1894, os militares controlaram o poder político e comandaram os destinos da nação. Governo Provisório e República da Espada A fase em que os militares ocuparam a liderança política

Leia mais

CONSTITUIÇÃO DE 1967

CONSTITUIÇÃO DE 1967 CONSTITUIÇÃO DE 1967 Porto Alegre, dezembro de 2014. CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL DE 1967 INFLUÊNCIA E CONTEXTO HISTÓRICO Com o golpe de 1964 e a ascensão ao poder dos militares, ficava

Leia mais

PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS

PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS REDE JURIS DIREITO CONSTITUCIONAL PROF. BRUNO PONTES PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS TÍTULO I DOS PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS (arts. 1º ao 4º) TÍTULO II DOS DIREITOS E GARANTIAS FUNDAMENTAIS (arts. 5º ao 17) Capítulo

Leia mais

ola eu sou o Everton e vou falar do poder de vargas introdução vargas como era : o seu poder, como ele tomou posse e as tres fases politicas

ola eu sou o Everton e vou falar do poder de vargas introdução vargas como era : o seu poder, como ele tomou posse e as tres fases politicas ola eu sou o Everton e vou falar do poder de vargas introdução vargas como era : o seu poder, como ele tomou posse e as tres fases politicas O PODER DE VARGAS ERA : PROVISÓRIO, CONSTITUCIONAL e ESTADO

Leia mais

Segundo Reinado 2ª Fase e Crise. Prof. Thiago Aula 07 Frente C

Segundo Reinado 2ª Fase e Crise. Prof. Thiago Aula 07 Frente C Segundo Reinado 2ª Fase e Crise Prof. Thiago Aula 07 Frente C O Ouro Verde Inicialmente produzido no Vale do Paraíba (RJ/SP) depois se expande ao Oeste de São Paulo; Estrutura semelhante à da cana de Açúcar:

Leia mais

Mas, um golpe de Estado militar instaurou a forma republicana presidencialista, em 15 de novembro de 1889.

Mas, um golpe de Estado militar instaurou a forma republicana presidencialista, em 15 de novembro de 1889. Brasil no período de transição: Império para República. Éramos governados por um dos ramos da Casa de Bragança, conhecido como família imperial brasileira que constituía o 11º maior império da história

Leia mais

prefeitos das capitais, Os futuros governadores seriam submetidos à aprovação das Os futuros prefeitos seriam indicados pelos governadores.

prefeitos das capitais, Os futuros governadores seriam submetidos à aprovação das Os futuros prefeitos seriam indicados pelos governadores. A ditadura militar Prof.:Márcio Gurgel O regime militar Duração ( 1964 1985 ), Presidentes generais do exército brasileiro, i Apoiaram o golpe: (políticos vindos da UDN e do PSD), Governo Castello Branco

Leia mais

República do Café com Leite Material para acompanhamento de aulas, Professor Luiz Marcello de Almeida Pereira

República do Café com Leite Material para acompanhamento de aulas, Professor Luiz Marcello de Almeida Pereira República do Café com Leite Material para acompanhamento de aulas, Professor Luiz Marcello de Almeida Pereira Formato ABNT, para citação desta apostila em trabalhos acadêmicos: PEREIRA, L. M. A. República

Leia mais

O Primeiro Reinado

O Primeiro Reinado O Primeiro Reinado 1822-1831 Contexto Pós proclamação da independência : Em 7 de setembro de 1822. Independência ou Morte!(Autoria Pedro Américo,1888 Contexto A nova Nação necessitava de organização político-administrativa;

Leia mais

GRUPO I PORTUGAL: DA CONTESTAÇÃO DA MONARQUIA ÀS DIFICULDADES DA PRIMEIRA REPÚBLICA

GRUPO I PORTUGAL: DA CONTESTAÇÃO DA MONARQUIA ÀS DIFICULDADES DA PRIMEIRA REPÚBLICA EXAME HISTÓRIA B 1ª FASE 2013 página 1/6 GRUPO I PORTUGAL: DA CONTESTAÇÃO DA MONARQUIA ÀS DIFICULDADES DA PRIMEIRA REPÚBLICA Este grupo baseia-se na análise dos seguintes documentos: Doc. 1 Declarações

Leia mais

HISTÓRIA E GEOGRAFIA DE PORTUGAL

HISTÓRIA E GEOGRAFIA DE PORTUGAL 6.º ANO SEGUNDO CICLO DO ENSINO BÁSICO ANA FILIPA MESQUITA CLÁUDIA VILAS BOAS HISTÓRIA E GEOGRAFIA DE PORTUGAL DOMÍNIO D PORTUGAL DO SÉCULO XVIII AO SÉCULO XIX DOMÍNIO E PORTUGAL DO SÉCULO XX ÍNDICE 1

Leia mais

Cipriano Barata,Pe. Agostinho Gomes, Luís Gonzaga das Virgens,João de Deus Lucas Dantas

Cipriano Barata,Pe. Agostinho Gomes, Luís Gonzaga das Virgens,João de Deus Lucas Dantas Inconfidência Mineira Minas Gerais, área principal da mineração aurífera 1789. Elitista Predomínio de mineradores, comerciantes, profissionais liberais, intelectuais e a alta burocracia; (maçonaria) Cláudio

Leia mais

CAPÍTULO 6 O TERRITÓRIO BRASILEIRO EM CONSTRUÇÃO. Disciplina - Geografia 3 a Série Ensino Médio Professor: Gelson Alves Pereira

CAPÍTULO 6 O TERRITÓRIO BRASILEIRO EM CONSTRUÇÃO. Disciplina - Geografia 3 a Série Ensino Médio Professor: Gelson Alves Pereira CAPÍTULO 6 O TERRITÓRIO BRASILEIRO EM CONSTRUÇÃO Disciplina - Geografia 3 a Série Ensino Médio Professor: Gelson Alves Pereira 1- O país dos contrastes Imensas riquezas naturais, culturais e econômicas.

Leia mais

CONTEÚDO SSA II UNIDADE. 3ª Série. Poesia da Segunda Fase do Modernismo: Contexto Histórico Principais Autores e suas Respectivas Características

CONTEÚDO SSA II UNIDADE. 3ª Série. Poesia da Segunda Fase do Modernismo: Contexto Histórico Principais Autores e suas Respectivas Características CONTEÚDO SSA II UNIDADE 3ª Série Disciplina: GRAMÁTICA Cadernos 1, 2, 3, 4 e 5 Disciplina: LITERATURA Poesia da Segunda Fase do Modernismo: Contexto Histórico Principais Autores e suas Respectivas Características

Leia mais

Direito Constitucional. TÍTULO I - Dos Princípios Fundamentais art. 1º ao 4º

Direito Constitucional. TÍTULO I - Dos Princípios Fundamentais art. 1º ao 4º Direito Constitucional TÍTULO I - Dos Princípios Fundamentais art. 1º ao 4º Constituição A constituição determina a organização e funcionamento do Estado, estabelecendo sua estrutura, a organização de

Leia mais

Prezados Companheiros

Prezados Companheiros Prezados Companheiros Devido ao grande número de equívocos no tocante a servidão comparar, o Curso de Preparação e Seleção decidiu disponibilizar uma solução de um oficial-aluno. A questão em pauta foi

Leia mais

REPÚBLICA OLIGÁRQUICA - termo de origem grega governo dos melhores ou governo dos poucos,os mais ricos

REPÚBLICA OLIGÁRQUICA - termo de origem grega governo dos melhores ou governo dos poucos,os mais ricos REPÚBLICA OLIGÁRQUICA - termo de origem grega governo dos melhores ou governo dos poucos,os mais ricos A República Velha teve 13 Presidentes nesse período o poder foi dominado pela oligarquia cafeeira

Leia mais

Aula 03 1B REVOLUÇÃO FRANCESA I

Aula 03 1B REVOLUÇÃO FRANCESA I APRESENTAÇÃO Aula 03 1B REVOLUÇÃO FRANCESA I Prof. Alexandre Cardoso REVOLUÇÃO FRANCESA Marco inicial da Idade Contemporânea ( de 1789 até os dias atuais) 1º - Foi um movimento liderado pela BURGUESIA

Leia mais

Revolução Russa 1917

Revolução Russa 1917 Revolução Russa 1917 1 A RÚSSIA PRÉ-REVOLUCIONÁRIA Economia Predominantemente rural (latifúndios) com vestígios do feudalismo, muito atrasado economicamente. Mais da metade do capital russo provinha de

Leia mais

Brasil Republica parte 1 ( )

Brasil Republica parte 1 ( ) Brasil Republica parte 1 (1889-1945) O período que vai de 1889 a 1930 é conhecido como a República Velha. Este período da História do Brasil é marcado pelo domínio político das elites agrárias mineiras,

Leia mais

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE RONDÔNIA

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE RONDÔNIA PATRULHA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE RONDÔNIA O Brasil tornou-se uma República em 1889, quando um golpe militar liderado pelo Marechal Deodoro da Fonseca tirou D. Pedro II do poder. No Brasil,

Leia mais

NOÇÕES DE DIREITO CONSTITUCIONAL

NOÇÕES DE DIREITO CONSTITUCIONAL 1. Contextualização - Posso torturar uma pessoa? - Posso montar uma associação de assistência às mulheres solteiras mal amadas e carentes? - Quem pode ser Presidente, Vereador? - Quem e como se cria leis?

Leia mais

História Rafael Av. Trimestral 09/04/14 INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA LEIA COM MUITA ATENÇÃO

História Rafael Av. Trimestral 09/04/14 INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA LEIA COM MUITA ATENÇÃO 9º História Rafael Av. Trimestral 09/04/14 INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA LEIA COM MUITA ATENÇÃO 1. Verifique, no cabeçalho desta prova, se seu nome, número e turma estão corretos. 2. Esta prova

Leia mais

- votaram: crianças, escravos. e mortos. PARTIDO LIBERAL E PARTIDO CONSERVADOR... OU SERÁ VICE-VERSA?

- votaram: crianças, escravos. e mortos. PARTIDO LIBERAL E PARTIDO CONSERVADOR... OU SERÁ VICE-VERSA? 1 - Eleições do cacete 1.1 - D. Pedro II - 1 Ministério composto por membros do Partido Liberal. 1.2 - Eleições para Câmara dos Deputados => fraudes - substituições: juizes, presidentes das províncias,

Leia mais

Principais causas para revolução francesa

Principais causas para revolução francesa Revolução Francesa Principais causas para revolução francesa -Empobrecimento do povo francês guerras, luxo, empréstimos. -Cerca de 80% do povo viviam no campo em situação precária. -Os anos que antecederam

Leia mais

República Velha ( ) - Proclamação da República em 15 de novembro de A monarquia é derrubada.

República Velha ( ) - Proclamação da República em 15 de novembro de A monarquia é derrubada. República Velha (1889-1930) - Proclamação da República em 15 de novembro de 1889. A monarquia é derrubada. - A República da Espada abrange os governos dos marechais Deodoro da Fonseca e Floriano Peixoto.

Leia mais

RESOLUÇÃO SIMULADO 3ª SÉRIE C9 3º BIMESTRE 2016

RESOLUÇÃO SIMULADO 3ª SÉRIE C9 3º BIMESTRE 2016 Resposta da questão 1: Resposta da questão 2: Resposta da questão 3: Resposta da questão 4: Resposta da questão 5: Resposta da questão 6: Resposta da questão 7: Resposta da questão 8: Resposta da questão

Leia mais

Curso: Direito Constitucional I. Professor: Rosano Pierre Maieto

Curso: Direito Constitucional I. Professor: Rosano Pierre Maieto Tribunal de Contas do Município de São Paulo Escola Superior de Gestão e Contas Públicas Conselheiro Eurípedes Sales Curso: Direito Constitucional I Aula 1 História das Constituições Brasileiras Professor:

Leia mais

ROF.º OTTO TERRA BRASIL: 1º REINADO ( )

ROF.º OTTO TERRA BRASIL: 1º REINADO ( ) ROF.º OTTO TERRA BRASIL: 1º REINADO (1822-1831) Jean Baptiste Debret O RECONHECIMENTO INTERNACIONAL DO BRASIL INDEPENDENTE Estados Unidos da América A Doutrina Monroe (A América para os americanos )

Leia mais

Independência do Brasil 1822

Independência do Brasil 1822 Independência do Brasil 1822 A Independência se deu por meios pacíficos, proclamada por um membro da família real. Em 01 de Dezembro de 1822, Dom Pedro I foi coroado e consagrado Imperador e Defensor Perpétuo

Leia mais

CONSTITUIÇÃO DE 1946

CONSTITUIÇÃO DE 1946 CONSTITUIÇÃO DE 1946 Porto Alegre, dezembro de 2014. CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA DOS ESTADOS UNIDOS DO BRASIL DE 1946 INFLUÊNCIA E CONTEXTO HISTÓRICO Com o ingresso do Brasil na II Guerra Mundial ao lado

Leia mais

UFSC. História (Amarela)

UFSC. História (Amarela) Resposta: 01 + 16 = 17 01. Correto. 02. Incorreto. A Declaração dos Direitos estendia os direitos de cidadania a todos os franceses do gênero masculino, mas excluía as mulheres da participação política

Leia mais

MÓDULO 06 - O II REINADO( ) A) Política Interna Predomínio do Parlamentarismo às avessas : Inverso do modelo inglês Com o Poder Moderador, o

MÓDULO 06 - O II REINADO( ) A) Política Interna Predomínio do Parlamentarismo às avessas : Inverso do modelo inglês Com o Poder Moderador, o MÓDULO 06 - O II REINADO( 1840-1889) A) Política Interna Predomínio do Parlamentarismo às avessas : Inverso do modelo inglês Com o Poder Moderador, o Imperador reina, governa e administra Assegura a centralização,

Leia mais

A REVOLUÇÃO RUSSA. Professor: TÁCIUS FERNANDES Blog:

A REVOLUÇÃO RUSSA. Professor: TÁCIUS FERNANDES Blog: A REVOLUÇÃO RUSSA Professor: TÁCIUS FERNANDES Blog: www.proftaciusfernandes.wordpress.com RÚSSIA CZARISTA Final do século XIX 170 milhões de pessoas Economia agrária 85% da população vivia no campo camponeses

Leia mais

Período Regencial Prof. Thiago História C Aula 11

Período Regencial Prof. Thiago História C Aula 11 Período Regencial 1831-1840 Prof. Thiago História C Aula 11 Regência Trina Provisória formada desde que Dom Pedro I abdicou ao trono do Brasil, responsável organizar a eleição da Regência Trina Permanente.

Leia mais

- E.U.A. vivenciavam a Guerra de Secessão - com a vitória do norte contra o sul, aboliram a escravidão;

- E.U.A. vivenciavam a Guerra de Secessão - com a vitória do norte contra o sul, aboliram a escravidão; 3º BIMESTRE - 2015 Disciplina: História Série: 3º Ano Professor: Otto Terra TEXTO BASE 1: CRISE DO SEGUNDO REINADO: DA PERDA DE SUSTENTAÇÃO DA MONARQUIA À REPÚBLICA DA ESPADA Quando Aires saiu do Passeio

Leia mais

A REPÚBLICA DA ESPADA

A REPÚBLICA DA ESPADA Governos Deodoro da Fonseca e Floriano Peixoto A REPÚBLICA DA ESPADA Prof. Alan Carlos Ghedini www.inventandohistoria.com O que foi? A República da Espada foi o período inicial da República, dominado pelos

Leia mais

MELO, Custódio de * militar; const. 1891; dep. fed. BA 1891; min. Mar. 1891-1893; min. Rel. Ext. 1891 e 1892; min. Guerra. 1892; rev. 1893.

MELO, Custódio de * militar; const. 1891; dep. fed. BA 1891; min. Mar. 1891-1893; min. Rel. Ext. 1891 e 1892; min. Guerra. 1892; rev. 1893. MELO, Custódio de * militar; const. 1891; dep. fed. BA 1891; min. Mar. 1891-1893; min. Rel. Ext. 1891 e 1892; min. Guerra. 1892; rev. 1893. Custódio José de Melo nasceu em Salvador (BA) no dia 9 de junho

Leia mais

Colorir sobre o 7 de Setembro

Colorir sobre o 7 de Setembro Desenhos para Pintar e Colorir sobre o 7 de Setembro 7 de Setembro Olá amigos e amigas do SOESCOLA. Hoje trago para vocês algumas sugestões de Desenhos para Colorir com o tema da Independência do Brasil

Leia mais

História B aula 17 As Revoluções Russas.

História B aula 17 As Revoluções Russas. História B aula 17 As Revoluções Russas. Primeira revolução vitoriosa inspirada no socialismo Antecedentes do processo revolucionário... Características da Rússia na virada do século XIX: -Governada pelo

Leia mais

Os regimes totalitaristas. Professor Gustavo Pessoa

Os regimes totalitaristas. Professor Gustavo Pessoa Os regimes totalitaristas Professor Gustavo Pessoa O NAZIFASCISMO tipo de governo característico de alguns países no período entre guerras (1918 1939). ONDE? CARACTERÍSTICAS BÁSICAS: Principalmente ITA,

Leia mais

O DESPERTAR DE UM NOVO TEMPO

O DESPERTAR DE UM NOVO TEMPO O DESPERTAR DE UM NOVO TEMPO INTRODUÇÃO: Compreendendo as causas da Revolução Francesa DEFINIÇÃO Revolução burguesa; Marca a transição da Idade Moderna para a Idade Contemporânea; Destruiu o chamado Antigo

Leia mais

O Brasil é regionalizado em cinco regiões. Quem realizou essa divisão foi o IBGE. Essa divisão é baseada nas características culturais, políticas,

O Brasil é regionalizado em cinco regiões. Quem realizou essa divisão foi o IBGE. Essa divisão é baseada nas características culturais, políticas, Cap. 2 O Brasil é regionalizado em cinco regiões. Quem realizou essa divisão foi o IBGE. Essa divisão é baseada nas características culturais, políticas, econômicas e físicas. Foi a Primeira região a

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE HISTÓRIA

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE HISTÓRIA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE HISTÓRIA Nome Nº 9º Ano Data: Nota: Professor: Piero/ Thales 1 o semestre a) Introdução Neste semestre, sua média foi inferior a 6,0 e você não assimilou os conteúdos mínimos

Leia mais

DEMOCRACIA X DITADURA. Prof. Dieikson de Carvalho

DEMOCRACIA X DITADURA. Prof. Dieikson de Carvalho DEMOCRACIA X DITADURA Prof. Dieikson de Carvalho Característica da Democracia Sufrágio Universal o voto é um direito da maioria da população. O parlamento ou o Congresso é eleito diretamente pelo povo.

Leia mais

Preparação para a Ficha de Avaliação B2 O mundo romano no apogeu do Império Origem e difusão do cristianismo

Preparação para a Ficha de Avaliação B2 O mundo romano no apogeu do Império Origem e difusão do cristianismo Preparação para a Ficha de Avaliação B2 O mundo romano no apogeu do Império Origem e difusão do cristianismo QUANDO ACONTECEU? 753 a. C. 509 a. C. 27 a. C. 0 218 d. C. 313 476 381 Nascimento República

Leia mais

Revolução Russa AULA 38 PROF. THIAGO

Revolução Russa AULA 38 PROF. THIAGO Revolução Russa AULA 38 PROF. THIAGO Antecedentes Absolutismo (Czar Nicolau II). País mais atrasado da Europa. (85% pop. Rural) Ausência de liberdades individuais. Igreja Ortodoxa monopolizava o ensino

Leia mais

Sociologia Introdução à ciência da sociedade Cristina Costa

Sociologia Introdução à ciência da sociedade Cristina Costa Sociologia Introdução à ciência da sociedade Cristina Costa Introdução Aparecimento das condições históricas exigiu análise da vida social Amadurecimento do pensamento científico Interesse pela vida material

Leia mais

Aula 08 Movimentos de Pré- Independência e Vinda da Família Real.

Aula 08 Movimentos de Pré- Independência e Vinda da Família Real. Aula 08 Movimentos de Pré- Independência e Vinda da Família Real. O que foram os movimentos de pré-independência? Séculos XVIII e XIX grandes mudanças afetaram o Brasil... MUNDO... Hegemonia das ideias

Leia mais

REVOLUÇÃO FRANCESA. Professor Marcelo Pitana

REVOLUÇÃO FRANCESA. Professor Marcelo Pitana REVOLUÇÃO FRANCESA Professor Marcelo Pitana REVOLUÇÃO FRANCESA (1789 Queda da Bastilha) Antecedentes: - Ideais iluministas (liberais); - Abuso de poder da nobreza; - Pompa das cortes; - Déficit orçamentário;

Leia mais

Disciplina: História. Período: I. Professor (a): Liliane Cristina de Oliveira Vieira e Maria Aparecida Holanda Veloso

Disciplina: História. Período: I. Professor (a): Liliane Cristina de Oliveira Vieira e Maria Aparecida Holanda Veloso COLÉGIO LA SALLE BRASILIA Associação Brasileira de Educadores Lassalistas ABEL SGAS Q. 906 Conj. E C.P. 320 Fone: (061) 3443-7878 CEP: 70390-060 BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL Disciplina: História Período:

Leia mais

DIREITO CONSTITUCIONAL

DIREITO CONSTITUCIONAL DIREITO CONSTITUCIONAL 01. Considere as seguintes normas constitucionais: I. A República Federativa do Brasil buscará a integração econômica, política, social e cultural dos povos da América Latina, visando

Leia mais

Revolta do Forte de Copacabana O primeiro 5 de julho; Revolta de São Paulo O segundo de 5 de julho; A Coluna Prestes tinha como objetivo espalhar o

Revolta do Forte de Copacabana O primeiro 5 de julho; Revolta de São Paulo O segundo de 5 de julho; A Coluna Prestes tinha como objetivo espalhar o Revolta do Forte de Copacabana O primeiro 5 de julho; Revolta de São Paulo O segundo de 5 de julho; A Coluna Prestes tinha como objetivo espalhar o tenentismo pelo país; Defediam: Voto secreto; Autonomia

Leia mais

Brasil: Império X República

Brasil: Império X República Brasil: Império X República 1. O descontentamento do Exército, que culminou na Questão Militar no final do Império, pode ser atribuído: a) às pressões exercidas pela Igreja junto aos militares para abolir

Leia mais

A S S E M B L E I A D A R E P Ú B L I C A. O Presidente INTERVENÇÃO DE EDUARDO FERRO RODRIGUES, PRESIDENTE DA ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA

A S S E M B L E I A D A R E P Ú B L I C A. O Presidente INTERVENÇÃO DE EDUARDO FERRO RODRIGUES, PRESIDENTE DA ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA INTERVENÇÃO DE EDUARDO FERRO RODRIGUES, PRESIDENTE DA ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA 150 ANOS DA ABOLIÇÃO DA PENA DE MORTE EM PORTUGAL 1867 2017 CENTRO CULTURAL DE BELÉM 1 JULHO DE 2017 Há 150 anos era promulgada

Leia mais

TOTALITARISMO AUTORITARISMO

TOTALITARISMO AUTORITARISMO TOTALITARISMO & AUTORITARISMO Totalitarismo Tipo de Estado difundido na Europa entre as duas grandes guerras mundiais, que exerce um enorme controle sobre todas as atividades sociais, econômicas, políticas,

Leia mais

A O PAIS EM REVOLUÇÃO. Coordenação". J. M. BrandãoMe Brito. HT notícias editorial

A O PAIS EM REVOLUÇÃO. Coordenação. J. M. BrandãoMe Brito. HT notícias editorial A 384913 O PAIS EM REVOLUÇÃO Coordenação". J. M. BrandãoMe Brito HT notícias editorial ÍNDICE I OS MILITARES E A EVOLUÇÃO POLÍTICA INTERNA E EXTERNA (1974-1982) José Medeiros Ferreira 11 INTRODUÇÃO 11

Leia mais

A República do Café - II. Prof. Thiago História C Aula 10

A República do Café - II. Prof. Thiago História C Aula 10 A República do Café - II Prof. Thiago História C Aula 10 Hermes da Fonseca (1910-1914) Política Salvacionista Enfrenta a Revolta da Chibata Criou a faixa presidencial; Único presidente a casar durante

Leia mais

Rev. Liberais do Século XIX e Período Regencial

Rev. Liberais do Século XIX e Período Regencial Rev. Liberais do Século XIX e Período 1. (PUC-RJ) O Congresso de Viena, concluído em 1815, após a derrota de Napoleão Bonaparte, baseou-se em três princípios políticos fundamentais. Assinale a opção que

Leia mais

Better Call Getúlio Vargas

Better Call Getúlio Vargas Better Call Getúlio Vargas Getúlio Vargas é formado em advocacia e escolheu essa profissão para agradar seu irmão Viriato Vargas. Viriato Vargas tinha 2 sonhos, se tornar advogado e ser um homem com muito

Leia mais

ROMA ANTIGA. Antiguidade Ocidental

ROMA ANTIGA. Antiguidade Ocidental ROMA ANTIGA Antiguidade Ocidental Roma Antiga Geografia Península Itálica Fonte Eneida (Virgílio) Enéas Lavinia Cidade de Alba Longa Amúlio X Numitor Réia Silvia Marte Remo Rômulo Loba 753 a.c. - Roma

Leia mais

AS VÉSPERAS DA INDEPENDÊNCIA DO BRASIL

AS VÉSPERAS DA INDEPENDÊNCIA DO BRASIL AS VÉSPERAS DA INDEPENDÊNCIA DO BRASIL CRISE DO SISTEMA COLONIAL Portugal perde colônias no Oriente e o monopólio da Produção de açúcar na América. Pressão da Metrópole x Enriquecimento de da elite Brasileira

Leia mais

A República do Café - I. Prof. Thiago História C Aula 09

A República do Café - I. Prof. Thiago História C Aula 09 A República do Café - I Prof. Thiago História C Aula 09 Prudente de Morais Primeiro presidente Civil; Pacificação da Revolução Federalista Resolveu a questão de limites com a Argentina Messianismo no Brasil

Leia mais

CADERNO DE EXERCÍCIOS 1F

CADERNO DE EXERCÍCIOS 1F CADERNO DE EXERCÍCIOS 1F Ensino Médio Ciências Humanas Questão Conteúdo Habilidade da Matriz da EJA/FB 1 Senso comum e método científico 2 População 3 Grécia Antiga 4 Organização política do Estado brasileiro

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI Pró-Reitoria de Graduação PROGRAD - Coordenação de Processos Seletivos COPESE www.ufvjm.edu.br - copese@ufvjm.edu.br UNIVERSIDADE

Leia mais