UFPE PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR Cursos Licenciatura, Música/Canto Bacharelado/Instrumento Bacharelado, Música Licenciatura TEORIA MUSICAL

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "UFPE PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR Cursos Licenciatura, Música/Canto Bacharelado/Instrumento Bacharelado, Música Licenciatura TEORIA MUSICAL"

Transcrição

1 UFPE PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR 2018 Cursos Licenciatura, Música/Canto Bacharelado/Instrumento Bacharelado, Música Licenciatura TEORIA MUSICAL LEIA COM ATENÇÃO 01. Só abra este caderno após ler todas as instruções e quando for autorizado pelos fiscais de sala. 02. Preencha os dados pessoais. 03. Esta prova contém 16 (dezesseis) questões, numeradas de 01 a 16, que podem ser de proposições múltiplas e/ou de respostas numéricas. Se o caderno não estiver completo, exija outro do fiscal de sala. 04. As questões de proposições múltiplas apresentam 05 (cinco) alternativas numeradas de duplo zero (0-0) a duplo (4-4), podendo ser todas verdadeiras, todas falsas ou algumas verdadeiras e outras falsas. Na folha de respostas, as verdadeiras devem ser marcadas na coluna V, as falsas na coluna F. 05. As questões numéricas apresentam respostas cujos valores variam de 00 a 99, que devem ser marcados na folha de respostas, no local correspondente ao número da questão (COLUNA D para as dezenas, e COLUNA U para as unidades). Respostas com valores entre 0 e 9 devem ser marcadas antepondo-se zero (0) ao valor na COLUNA D. 06. Ao receber as folhas de respostas, confira a indicação da disciplina de que constam as provas, seu nome e seu número de inscrição. Comunique imediatamente ao fiscal qualquer irregularidade observada. 07. Assinale a resposta de cada questão no corpo da prova e, só depois, transfira os resultados para a folha de respostas. 08. Para marcar a folha de respostas, utilize apenas caneta esferográfica preta ou azul e faça as marcas de acordo com o modelo ( ). A marcação da folha de respostas é definitiva, não admitindo rasuras. 09. Não risque, não amasse, não dobre e não suje a folha de respostas, pois isto poderá prejudicá-lo. 10. Os fiscais não estão autorizados a emitir opinião nem a prestar esclarecimentos sobre o conteúdo das provas. Cabe única e exclusivamente ao candidato interpretar e decidir. 11. Se a Comissão verificar que a resposta de uma questão é dúbia ou inexistente, a questão será posteriormente anulada, e os pontos a ela correspondentes distribuídos entre as demais. Nome: Inscrição: Identidade: Órgão Expedidor: Assinatura: COMISSÃO DE PROCESSOS SELETIVOS E TREINAMENTOS FONE:

2 1) Observe o trecho abaixo, extraído da canção As rosas não falam, de Cartola, composta em 1976, e responda: 0-0) A tonalidade do trecho é Sol menor. 1-1) A nota que inicia a melodia é a tônica da escala da tonalidade. 2-2) A cifra Gm/Bb encontrada no último compasso representa o acorde de sol menor na primeira inversão. 3-3) O trecho está em compasso binário composto. 4-4) As quiálteras formadas por 3 semínimas ocupam 1 tempo do compasso. 2) O trecho abaixo foi extraído da peça Canção, 2º movimento da Suíte para Quinteto de Sopros (1998/2001) de Maurice Conrad. Responda ás questões: 0-0) Se sobrepusermos as notas tocadas pela flauta teremos um acorde de dó menor na primeira inversão. 1-1) Pelas alterações presentes no trecho podemos afirmar que ele está em dó menor. 2-2) A linha da clarineta está escrita uma segunda acima para que soe na mesma tonalidade que os demais instrumentos. 3-3) A extensão melódica da linha do oboé é de uma 15ª justa. 4-4) A nota si no quarto compasso da linha do fagote é a dominante da escala.

3 3) Responda às questões sobre o trecho abaixo, extraído do Minueto I da Suíte Orquestral nº 1 em Dó Maior, BWV 1066, de J. S. Bach. 0-0) O símbolo tr nos compassos 2 e 7 da linha superior significam que as notas devem ser tocadas comtrêmolo. 1-1) O fá sustenido presente nos compassos 6 e 7 pertence a Sol Maior, tom vizinho de dó. 2-2) A linha da viola começa com a nota mi. 3-3) Ao agruparmos todas as notas do último compasso teremos um acorde de mi menor. 4-4) A unidade de tempo do compasso 3/4 é a mínima pontuada. 4) O trecho abaixo foi extraído do IV Double de Ária da Suíte em Ré menor de G.F. Händel. Responda às questões a seguir. 0-0) O trecho está em compasso quaternário composto. 1-1) A tonalidade é Fá Maior. 2-2) O trecho está escrito a 2 vozes: uma na linha da mão direita e outra na linha da mão esquerda. 3-3) O trecho começa com um acorde de Ré menor e termina com um acorde de Lá Maior. 4-4) Os grupamentos de 3 colcheias são chamados de quiálteras.

4 5) Observando o trecho musical abaixo, extraído do Noturno 3 Allegretto, de F. Chopin, podese afirmar que a expressão TEMPO I refere-se a uma mudança de: 0-0) tonalidade 1-1) compasso 2-2) caráter 3-3) dinâmica 4-4) andamento 6) No trecho abaixo, extraído no Noturno 1 Larghetto, de F. Chopin, o sinal acima dos três fás (ligadura com pontos) e a expressão legatissimosignificam respectivamente uma execução em: 0-0)portato e legato 1-1) staccato e legato 2-2)portato e portato 3-3) legato e legato 4-4) staccato e portato

5 7) A respeito do trecho musical abaixo, extraído da Sonata Prima, D. Castello, c , pode-se afirmar que: 0-0) No compasso 86, a semibreve vale 4 tempos e a pausa do mesmo compasso vale 2 tempos. 1-1) No compasso 87, a pausa de semibreve corresponde a 4 tempos de silêncio. 2-2) No compasso 87, a pausa de semibreve corresponde a 3 tempos de silêncio. 3-3) A semínima vale meio tempo. 4-4) A semínima representa a unidade de tempo do trecho dado. 8) A respeito do trecho musical abaixo, extraído da música celta Scarborough Fair, pode-se afirmar sobre o acorde final: 0-0) que é um acorde de 3 sons. 1-1) que é um acorde de 4 sons. 2-2) que é um acorde em estado fundamental. 3-3) que é um acorde de quinta. 4-4) que é um acorde Perfeito Maior.

6 9) A respeito do trecho musical abaixo, da peça Apassionato de O. Lacerda, pode-se dizer que: 0-0) No compasso 3 há uma mudança de tonalidade. 1-1) No compasso 3 a clave de Dó está na terceira linha. 2-2) A clave de Dó na terceira linha também é conhecida como Clave de viola. 3-3) O dó que se encontra no compasso 5 da viola (clave de dó) tem altura igual ao dó central. 4-4) Na clave de dó é obrigatório o uso de dois pontos para indicar com precisão a linha que a mesma se encontra. 10) No trecho musical abaixo, da peça Apassionato de O. Lacerda, pode-se afirmar sobre a quiáltera do primeiro tempo (mão direita do piano) que: 0-0) Que é uma quiáltera diminutiva. 1-1) Que é uma quiáltera formada por valores positivos e negativos. 2-2) Que é uma quiáltera aumentativa. 3-3) Que é uma quiáltera regular. 4-4) Que é uma quiáltera irregular.

7 11) Observe o trecho acima, extraído das 3 peças para Clarinete Solo de Igor Stravinsky e responda: 0-0) Os compassos 5,6,8,9 e 11 são ternários e têm a mesma duração 1-1) No trecho. o quarto compasso é um compasso composto 2-2) A unidade de compasso do quinto compasso é uma colcheia pontuada 3-3) A unidade de tempo do quarto compasso é uma semi-colcheia. 4-4) Os compassos 1,2,3, 7 e 10 são binários e têm a mesma duração 12) Observe o trecho acima tirado da Sonata para Violoncelo e Piano de Max Reger e responda: 0-0) O intervalo formado entre as notas no primeiro compasso da linha do violoncelo é uma 4ªa diminuta. 1-1) O intervalo formado entre as notas no segundo compasso da linha do violoncelo é uma 3ª menor. 2-2) O intervalo formado entre as duas primeiras notas no sexto compasso da linha do violoncelo é uma 6ª menor. 3-3) O intervalo formado entre as duas primeiras notas no sétimo compasso da linha do violoncelo é uma 7ª maior. 4-4) O intervalo formado entre a segunda e a terceira notas no décimo compasso da linha do violoncelo é uma 7ª menor.

8 13) No trecho abaixo, extraído das 6 Canções sobre poemas de Goethe de Nicolai Medtner, podemos dizer dos acordes indicados pelas letras A, B,C, D e E 0-0) O acorde indicado pela letra A no primeiro tempo do compasso 1 é um acorde de quatro sons em estado fundamental. 1-1) O acorde indicado pela letra B no primeiro tempo do compasso 3 está no estado fundamental e tem 3 sons. 2-2) O acorde indicado pela letra C no segundo tempo do compasso 6 é um acorde de 3 sons em primeira inversão. 3-3) O acorde indicado pela letra D no primeiro tempo do compasso 7 é um acorde de 4 sons em estado fundamental. 4-4) O acorde indicado pela letra E no último tempo do compasso 8 é um acorde de 3 sons em primeira inversão.

9 14) Observe o trecho abaixo, extraído do Quinteto para Corda op.97 de AntoninDvorak e responda: 0-0) A correta leitura das notas no 2º compasso da primeira linha é: Dó sustenido, Ré sustenido, Fá sustenido, Ré sustenido e Dó sustenido 1-1) A correta leitura das notas no 5º compasso da segunda linha é: Dó sustenido, Lá sustenido, Sol sustenido e Fá sustenido 2-2) A correta leitura das notas no 4º compasso da terceira linha é: Sol sustenido, Lá, Sol sustenido 3-3) A correta leitura das notas no 1º compasso da quarta linha é: Fá, Lá bemol e Lá bemol 4-4) A correta leitura das notas no 6º compasso da quinta linha é: Fá sustenido, Lá sustenido, Fá sustenido Ré sustenido

10 15) Observe o trecho abaixo do Lied "An Rosa II D 316 de Franz Schubert e responda a questão abaixo: 0-0) O acorde indicado pela letra A é a subdominate da tonalidade da peça 1-1) Na parte do piano, indicado na letra B, o movimento das notas em semínimas permite que no primeiro tempo se forme um acorde de 7ª, e no segundo tempo faz com que o acorde passe de menor para maior. 2-2) Na parte do piano na letra C temos um acorde de 4 sons e um acorde de 3 sons sendo os dois acordes de sétima 3-3) A inversão dos intervalos na sucessão de notas na melodia na letra D é: 5ªjusta, 6ª maior, 7ª maior, 8ª justa e 4ªa Justa 4-4) Os movimentos em colcheias observados entre os pentagramas na letra E formam intervalos compostos.

11 16) Observe o trecho abaixo da Sonata para piano de J. Haydne responda a questão abaixo: 0-0) O tom relativo menor da tonalidade desta peça é si menor menor. 1-1) O simbolo de ornamentação presente no 3º e 4º tempo dos dois primeiros compassos é o grupetto 2-2) Os pequenos pontos observados sobre ou abaixo de algumas notas recebem o nome de tenuto 3-3) Os arcos abservados em alguns compassos expressa a articulação Legato. 4-4) As pequenas notas observadas nos primeiros tempos do compassos 1,2, 5 e 6 são conhecidas como acciaccatura.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COORDENAÇÃO DE CONCURSO VESTIBULAR VESTIBULAR 2016 MÚSICA INSTRUÇÕES - Ao receber este caderno de prova verifique se contém 30 questões. Caso contrário,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COORDENAÇÃO DE CONCURSO VESTIBULAR VESTIBULAR 2014 MÚSICA INSTRUÇÕES - Ao receber este caderno de prova verifique se contém 30 questões. Caso contrário,

Leia mais

Processo Seletivo ª Etapa Teoria Musical

Processo Seletivo ª Etapa Teoria Musical UNIVERSIDADE ESTADUAL DE FEIRA DE SANTANA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO Processo Seletivo 2012.1 2ª Etapa Teoria Musical Candidato (a): Feira de Santana, 27 de fevereiro de 2012. UNIVERSIDADE ESTADUAL DE FEIRA

Leia mais

Prova de Teoria Musical e Percepção melódica e rítmica

Prova de Teoria Musical e Percepção melódica e rítmica UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS Pró-Reitoria de Graduação PROGRAD Escola Técnica de Artes - ETA Prova de Teoria Musical e Percepção Melódica e Rítmica Curso Técnico em Música (Canto Erudito, Canto Popular,

Leia mais

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco IFPE Campus Barreiros

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco IFPE Campus Barreiros Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco IFPE Campus Barreiros Exame de Seleção / VESTIBULAR IFPE 2016 Curso Técnico Subsequente em Instrumento Musical Avaliação Específica em

Leia mais

Serviço Público Federal UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS Pró-Reitoria de Graduação - PROGRAD INSTITUTO DE CIÊNCIAS HUMANAS, COMUNICAÇÃO E ARTES ICHCA

Serviço Público Federal UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS Pró-Reitoria de Graduação - PROGRAD INSTITUTO DE CIÊNCIAS HUMANAS, COMUNICAÇÃO E ARTES ICHCA CADERNO DE QUESTÕES Serviço Público Federal UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS Pró-Reitoria de Graduação - PROGRAD INSTITUTO DE CIÊNCIAS HUMANAS, COMUNICAÇÃO E ARTES ICHCA TESTE ESPECÍFICO PROVA ESCRITA Processo

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COORDENAÇÃO DE CONCURSO VESTIBULAR VESTIBULAR 2015 MÚSICA INSTRUÇÕES - Ao receber este caderno de prova verifique se contém 30 questões. Caso contrário,

Leia mais

Nome: (ATENÇÃO: coloque seu nome em todas as páginas deste teste) I. TESTE PERCEPTIVO

Nome: (ATENÇÃO: coloque seu nome em todas as páginas deste teste) I. TESTE PERCEPTIVO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE ARTES DEPARTAMENTO DE MÚSICA CONCURSO VESTIBULAR 2016 PROVA ESPECÍFICA TESTE TEÓRICO-PERCEPTIVO Nome: (ATENÇÃO: coloque seu nome em todas as páginas

Leia mais

TESTE ESPECÍFICO - PROVA ESCRITA Processo Seletivo UFAL 2016 Edital nº 02/2016/PROGRAD-UFAL. Curso INSTRUÇÕES GERAIS

TESTE ESPECÍFICO - PROVA ESCRITA Processo Seletivo UFAL 2016 Edital nº 02/2016/PROGRAD-UFAL. Curso INSTRUÇÕES GERAIS Serviço Público Federal UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS Pró-Reitoria de Graduação - PROGRAD Instituto de Ciências Humanas, Comunicação e Artes - ICHCA TESTE ESPECÍFICO - PROVA ESCRITA Processo Seletivo

Leia mais

TEORIA MUSICAL. 01. Os tons vizinhos de Ré Maior são: 02. Classifique os intervalos abaixo:

TEORIA MUSICAL. 01. Os tons vizinhos de Ré Maior são: 02. Classifique os intervalos abaixo: TEORIA MUSICAL 01. Os tons vizinhos de Ré Maior são: 0-0) si m - sol m - Lá M - mi m - fá# m 1-1) si m - Sol M - Lá M - mi m - fá# m 2-2) ré m - Sol M - Lá M - mi m - fá # m 3-3) si m - Sol M - lá m -

Leia mais

VESTIBULAR MÚSICA

VESTIBULAR MÚSICA 0 UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE PRÓ - REITORIA DE ENSINO COMISSÃO DE PROCESSOS VESTIBULARES UNIDADE ACADEMICA DE ARTE E MÍDIA VESTIBULAR 2013.2 TESTE DE HABILIDADE ESPECÍFICA MÚSICA CONQUISTE

Leia mais

TIPO A TEORIA MUSICAL. As questões 01 a 03 referem-se ao trecho musical a seguir, de Lulli:

TIPO A TEORIA MUSICAL. As questões 01 a 03 referem-se ao trecho musical a seguir, de Lulli: 1 TEORIA MUSICAL As questões 01 a 03 referem-se ao trecho musical a seguir, de Lulli: 1. Observe o trecho musical acima e responda: 0-0) A tonalidade predominante deste trecho musical é Si bemol Maior.

Leia mais

Prova (1º Módulo) Nome do Aluno: data / /

Prova (1º Módulo) Nome do Aluno: data / / Prova (1º Módulo) Nome do Aluno: data / / 1. O que é música? 2. Qual elemento (a matéria) mais importante da música que sem ele, a mesma não existiria? 3. O que é som? 4. Existem duas espécies de sons.

Leia mais

Habilidade Específica

Habilidade Específica PROCESSO SELETIVO 2012 Anos Edital 08/2012-16/10/2011 INSTRUÇÕES 1. Confira, abaixo, o seu número de inscrição, turma e nome. Assine no local indicado. 2. Aguarde autorização para abrir o caderno de prova.

Leia mais

UFJF CONCURSO VESTIBULAR 2013 E MÓDULO III DO PISM TRIÊNIO PROVA DE HABILIDADE ESPECÍFICA BACHARELADO EM MÚSICA

UFJF CONCURSO VESTIBULAR 2013 E MÓDULO III DO PISM TRIÊNIO PROVA DE HABILIDADE ESPECÍFICA BACHARELADO EM MÚSICA A questão 01 é acompanhada de um exemplo musical gravado, que será repetido 4 vezes, com um silêncio de 30 segundos entre cada repetição; um som de aviso (quatro toques ) aparecerá antes do extrato musical

Leia mais

Habilidades Específicas

Habilidades Específicas Habilidades Específicas MÚSICA 10 de Junho de 2007 Início: 8h DURAÇÃO DA PROVA: 4H Conteúdo: 20 questões objetivas Este caderno não será liberado NOME: CARTEIRA Nº PROVA DE HABILIDADES ESPECÍFICAS MÚSICA

Leia mais

trecho musical ì í î ï ð

trecho musical ì í î ï ð Nas questões de 1 a 10, responda de acordo com o comando de cada uma delas. As questões 1, 4, 6, 7 e 9 exigem respostas a serem construídas; as questões 2 e 8 são de associação. As respostas a essas questões

Leia mais

PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR 2016 PROVA DE HABILIDADE ESPECÍFICA CURSO DE MÚSICA. Assinatura: PROVA COLETIVA

PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR 2016 PROVA DE HABILIDADE ESPECÍFICA CURSO DE MÚSICA. Assinatura: PROVA COLETIVA PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR 2016 PROVA DE HABILIDADE ESPECÍFICA CURSO DE MÚSICA Nome do Candidato: Inscrição: Assinatura: PROVA COLETIVA 1- A prova está dividida em 4 questões com as seguintes pontuações:

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO - COORDENAÇÃO DE CONCURSO VESTIBULAR PROCESSO SELETIVO SERIADO - 2007 MÚSICA INSTRUÇÕES - Ao receber este caderno de prova verifique se contém

Leia mais

MÚSICA PROVA DE PERCEPÇÃO MUSICAL. 1 a Etapa CADERNO

MÚSICA PROVA DE PERCEPÇÃO MUSICAL. 1 a Etapa CADERNO MÚSICA PROVA DE PERCEPÇÃO MUSICAL 1 a Etapa SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. CADERNO 1 Leia atentamente as instruções que se seguem. 1 - Antes de começar a fazer esta prova, Verifique se este Caderno de Prova

Leia mais

Teoria Musical. O trecho musical abaixo foi extraído do Adagio da TRIO SONATA Op. 3 nº 2, de Arcangelo Corelli.

Teoria Musical. O trecho musical abaixo foi extraído do Adagio da TRIO SONATA Op. 3 nº 2, de Arcangelo Corelli. Teoria Musical O trecho musical abaixo foi extraído do Adagio da TRIO SONATA Op. 3 nº 2, de Arcangelo Corelli. 01. Com base no trecho musical acima, analise as proposições a seguir. 0-0) As notas Sol sustenido

Leia mais

C-FSG-MU/2013 CÓDIGO 11

C-FSG-MU/2013 CÓDIGO 11 l) O Acorde de 7ª da Dominante dizse estar na 2ª inversão quando o Baixo é a do acorde. (A) 2ª (B) 3ª (C) 4ª (D) 5ª (E) 6ª 2) O baixo recebe o nome de fundamental quando o acorde está na (A) segunda inversão

Leia mais

PROCESSO SELETIVO EDITAL 12/2013

PROCESSO SELETIVO EDITAL 12/2013 PROCESSO SELETIVO EDITAL 12/2013 CARGO E UNIDADES: Instrutor de Música (Caicó) Atenção: NÃO ABRA este caderno antes do início da prova. Tempo total para resolução desta prova: 3 (três) horas. Assine no

Leia mais

Para responder à questão 1, ouça atentamente o trecho musical I.

Para responder à questão 1, ouça atentamente o trecho musical I. Nas questões de 1 a 10, responda de acordo com o comando de cada uma delas. As questões 1, 3 e 8 exigem respostas a serem construídas; as questões 2, 7, 9 e 10 são de associação. As respostas a essas questões

Leia mais

Música faz bem! BOA PROVA

Música faz bem! BOA PROVA Prova de Habilidade Específica em Música PROVA DE APTIDÃO CURSO MÚSICA LICENCIATURA 1. Todos os candidatos deverão se submeter à entrevista, ao teste escrito e oral, bem como escrever seu histórico musical.

Leia mais

APRENDA MÚSICA Vol I 1. As notas musicais no endecagrama

APRENDA MÚSICA Vol I 1. As notas musicais no endecagrama APRENDA MÚSICA Vol I 1. As notas musicais no endecagrama Devido à grande extensão do teclado e conseqüentemente um grande número de notas, localizadas em diferentes oitavas, precisamos de dois pentagramas.

Leia mais

Noções Básicas de Teoria Musical. por Alessandro Penezzi

Noções Básicas de Teoria Musical. por Alessandro Penezzi Noções Básicas de Teoria Musical por Alessandro Penezzi São Paulo, 1999 1) INTRODUÇÃO...4 a) Som é tudo o que ouvimos....4 b) Música é a arte de combinar sons....4 c) Notas Musicais...4 d) Grau Conjunto...5

Leia mais

Prova Específica de Música do Concurso Vestibular Violoncelo

Prova Específica de Música do Concurso Vestibular Violoncelo Prova Específica de Música do Concurso Vestibular 2015 - Violoncelo I. INFORMAÇÕES COMUNS A TODAS AS PROVAS A Prova de Habilitação Específica para o Curso de Graduação em Música da Universidade Federal

Leia mais

VESTIBULAR MÚSICA

VESTIBULAR MÚSICA 0 UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE PRÓ - REITORIA DE ENSINO COMISSÃO DE PROCESSOS VESTIBULARES UNIDADE ACADEMICA DE ARTE E MÍDIA VESTIBULAR 2014.2 TESTE DE HABILIDADE ESPECÍFICA MÚSICA CONQUISTE

Leia mais

Matemática 2 LEIA COM ATENÇÃO

Matemática 2 LEIA COM ATENÇÃO LEI COM TENÇÃO Matemática 2 01. Só abra este caderno após ler todas as instruções e quando for autorizado pelos fiscais da sala. 02. Preencha os dados pessoais. 03. utorizado o início da prova, verifique

Leia mais

01. Assinale CORRETAMENTE a alternativa que corresponde às possibilidades de tonalidades apresentadas na sequência a seguir.

01. Assinale CORRETAMENTE a alternativa que corresponde às possibilidades de tonalidades apresentadas na sequência a seguir. 01. Assinale CORRETAMENTE a alternativa que corresponde às possibilidades de tonalidades apresentadas na sequência a seguir. Mi menor, Ré b maior, Sol maior Mi Maior, Ré bemol Maior, Lá Maior Sol# Maior,

Leia mais

Prova de Equivalência à Frequência

Prova de Equivalência à Frequência Rubricas dos Professores Vigilantes Prova de Equivalência à Frequência Educação Musical /Prova 12/2ª Fase/2014 Decreto-Lei nº 139/2012, de 5 de julho A PREENCHER PELO ESTUDANTE Nome completo Documento

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS UNIDADE ACADÊMICA DE ARTE E MÍDIA CURSO DE GRADUAÇÃO EM MÚSICA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS UNIDADE ACADÊMICA DE ARTE E MÍDIA CURSO DE GRADUAÇÃO EM MÚSICA UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS UNIDADE ACADÊMICA DE ARTE E MÍDIA CURSO DE GRADUAÇÃO EM MÚSICA Teste de Habilidade Específica (THE) O Teste de Habilidade Específica (THE)

Leia mais

VESTIBULAR Caderno para a Prova de Habilidades Específicas. Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. Curso de Música Licenciatura

VESTIBULAR Caderno para a Prova de Habilidades Específicas. Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. Curso de Música Licenciatura VESTIBULAR 2016 Caderno para a Prova de Habilidades Específicas Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Curso de Música Licenciatura Dezembro de 2015 UFMS Sumário Instruções 3 Bibliografia 4 Partituras

Leia mais

Teoria Musical PAUTA OU PENTAGRAMA

Teoria Musical PAUTA OU PENTAGRAMA Teoria Musical PAUTA OU PENTAGRAMA É o local onde são escritas as notas. São 5 linhas horizontais, paralelas, que formam 4 espaços. As linhas e espaços são contados de baixo para cima. Pode-se acrescentar

Leia mais

42. Construa a escala maior e indique os tetracordes de cada uma das tonalidades indicadas abaixo:

42. Construa a escala maior e indique os tetracordes de cada uma das tonalidades indicadas abaixo: Escalas Exercícios 42. Construa a escala maior e indique os tetracordes de cada uma das tonalidades indicadas abaixo: A. SOL maior B. LA maior C. SI maior D. FA maior E. MI maior F. RE maior 89 43. Construa

Leia mais

EDUCAÇÃO ARTÍSTICA: MÚSICA LICENCIATURA

EDUCAÇÃO ARTÍSTICA: MÚSICA LICENCIATURA assinatura do(a) candidato(a) Admissão para Portador de Diploma de Curso Superior. a DCS/0 EDUCAÇÃO ARTÍSTICA: MÚSICA LICENCIATURA Prova Dissertativa LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES ABAIXO. Confira atentamente

Leia mais

CADERNO DE ATIVIDADES. Fonte: EMB. ia. Uma ótima terapia!!! Nome:

CADERNO DE ATIVIDADES. Fonte: EMB. ia. Uma ótima terapia!!!  Nome: CADERNO DE ATIVIDADES Fonte: EMB Música & Cia ia. Uma ótima terapia!!! www.musikaecia.com.br Nome: Relembrando o movimento sonoro: 1 Ficou em Cima Ficou em Baixo Sons curtos em Cima Sons curtos em Baixo

Leia mais

Exemplo 13 figuras de tempo e suas relações básicas.

Exemplo 13 figuras de tempo e suas relações básicas. 3. FIGURAS DE TEMPO, PAUSAS Figuras de tempo: são usadas para representar as durações das notas. Assim como a representação das notas dentro da pauta, a representação das durações das notas são relativas,

Leia mais

Habilidade Específica

Habilidade Específica PROCESSO SELETIVO 2015 Edital 14/2014 - NC Prova: 12/10/2014 INSTRUÇÕES 1. Confira, abaixo, o seu número de inscrição, turma e nome. Assine no local indicado. 2. Aguarde autorização para abrir o caderno

Leia mais

Teoria Musical. 01. Identifique as notas abaixo, lendo-as primeiro em clave de sol na 2ª linha e, em seguida, em clave de dó na 3ª linha.

Teoria Musical. 01. Identifique as notas abaixo, lendo-as primeiro em clave de sol na 2ª linha e, em seguida, em clave de dó na 3ª linha. Teoria Musical 01. Identifique as notas abaixo, lendo-as primeiro em clave de sol na 2ª linha e, em seguida, em clave de dó na 3ª linha. 0-0) sol, dó, lá, mi, fá, ré, si, dó // dó, fá, ré, lá, si, sol,

Leia mais

Teoria Musical em Foco

Teoria Musical em Foco Henrique Rodrigues Teoria Musical em Foco Primeiros Passos Para Começar a Ler Partituras Versão 1.0 2 Índice Índice 3 Introdução 5 Capítulo 1: Música e Som 6 1.1 O que é Música 6 1.2 Mas o que é som? 7

Leia mais

FICHAS DE ENTREGA DO PROGRAMA PARA PROVA DE ACESSO AO 6º GRAU

FICHAS DE ENTREGA DO PROGRAMA PARA PROVA DE ACESSO AO 6º GRAU FICHAS DE ENTREGA DO PROGRAMA PARA PROVA DE ACESSO AO 6º GRAU Acordeão Alaúde Clarinete Contrabaixo Cravo Fagote Flauta de Bisel Flauta Transversal Guitarra Portuguesa Harpa Oboé Órgão Percussão Piano

Leia mais

Para responder à questão 1, ouça atentamente o trecho musical I.

Para responder à questão 1, ouça atentamente o trecho musical I. Nas questões de 1 a 9, responda de acordo com o comando de cada uma delas. As questões 1, 3 e 8 exigem respostas a serem construídas pelo próprio candidato; as questões 2, 7 e 9 são de associação ou complementação.

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COORDENAÇÃO DE CONCURSO VESTIBULAR VESTIBULAR 2013 MÚSICA INSTRUÇÕES - Ao receber este caderno de prova verifique se contém 30 questões. Caso contrário,

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO DOS INTERVALOS MUSICAIS. Ex.

CLASSIFICAÇÃO DOS INTERVALOS MUSICAIS. Ex. LIÇÃO - 01 INTERVALO MUSICAL As notas musicais indicam as diferentes alturas do som. Assim sendo, entre estas diferentes alturas sonoras, obviamente, cria-se uma distância entre elas, a qual chamamos de

Leia mais

exemplo musical correspondente

exemplo musical correspondente Nas questões de 1 a 9, responda de acordo com o comando de cada uma delas. A questão 1 exige resposta a ser construída pelo próprio candidato; as questões 2, 5, 6, 7, 8 e 9 são de associação ou complementação.

Leia mais

MATERIAL DE REFORÇO PARA USO DO PROFESSOR

MATERIAL DE REFORÇO PARA USO DO PROFESSOR MATERIAL DE REFORÇO PARA USO DO PROFESSOR 1. PROPRIEDADES DO SOM 1.1. Preencher os espaços com a propriedade correta: a)... : é a propriedade de o som ser agudo ou grave. b)... : é o tempo que o som permanece

Leia mais

ESCOLA BÁSICA 2º CICLO GASPAR FRUTUOSO PROGRAMA DE EDUCAÇÃO MUSICAL

ESCOLA BÁSICA 2º CICLO GASPAR FRUTUOSO PROGRAMA DE EDUCAÇÃO MUSICAL ESCOLA BÁSICA 2º CICLO GASPAR FRUTUOSO PROGRAMA DE EDUCAÇÃO MUSICAL 2011/2012 5º ANO Timbre: a qualidade do som que permite identificar a sua fonte. Figuras rítmicas: sinais musicais que indicam a duração

Leia mais

Para responder à questão 1, ouça atentamente o trecho musical I.

Para responder à questão 1, ouça atentamente o trecho musical I. Nas questões de 1 a 11, responda de acordo com o comando de cada uma delas. As questões 1, 4, 5, 8, 9 e 10 exigem respostas a serem construídas; as questões 3 e 11 são de associação. As respostas a essas

Leia mais

Prova Específica de Música do Concurso Vestibular 2017

Prova Específica de Música do Concurso Vestibular 2017 1 Prova Específica de Música do Concurso Vestibular 2017 I. INFORMAÇÕES COMUNS A TODAS AS PROVAS A Prova de Habilitação Específica para o Curso de Graduação em Música da Universidade Federal do Rio Grande

Leia mais

INSTITUTO INDEC CONCURSO PÚBLICO PREFEITURA MUNICIPAL DE SUMARÉ INSTRUÇÕES MÚSICO SOLISTA

INSTITUTO INDEC CONCURSO PÚBLICO PREFEITURA MUNICIPAL DE SUMARÉ INSTRUÇÕES MÚSICO SOLISTA INSTITUTO INDEC CONCURSO PÚBLICO PREFEITURA MUNICIPAL DE SUMARÉ INSTRUÇÕES MÚSICO SOLISTA NÃO ABRA O CADERNO DE PROVAS ANTES DE RECEBER ORDEM PARA FAZÊ-LO 01. Este caderno de provas contém questões de

Leia mais

TEORIA MUSICAL EM FOCO

TEORIA MUSICAL EM FOCO TEORIA MUSICAL EM FOCO LEM I Módulo 01 HENRIQUE RODRIGUES www.teoriamusicalemfoco.com Teoria Musical em Foco 1 Música, Som e Suas Propriedades O que é Música? Música é a arte que expressa os diversos sentimentos,

Leia mais

Prova Prática: Curso de Música

Prova Prática: Curso de Música Universidade do Estado de Santa Catarina Vestibular 2014.1 Prova Prática: Curso de Música NOME DO(A) CANDIDATO(A) Instruções Para fazer a prova você usará: este caderno de prova; um cartão-resposta que

Leia mais

Prova Específica de Música do Concurso Vestibular 2017

Prova Específica de Música do Concurso Vestibular 2017 1 Prova Específica de Música do Concurso Vestibular 2017 I. INFORMAÇÕES COMUNS A TODAS AS PROVAS A Prova de Habilitação Específica para o Curso de Graduação em Música da Universidade Federal do Rio Grande

Leia mais

Informação para a Prova de Ingresso - 5º Ano

Informação para a Prova de Ingresso - 5º Ano Informação para a Prova de Ingresso - 5º Ano Tipo de Prova: Escrita Duração da prova: 60 minutos Material permitido: Lápis, borracha e esferográfica azul ou preta Identificar e escrever frases musicais

Leia mais

CONCURSO VESTIBULAR 2013 PROVA DE HABILIDADE ESPECÍFICA CURSO DE MÚSICA. Assinatura: PROVA COLETIVA

CONCURSO VESTIBULAR 2013 PROVA DE HABILIDADE ESPECÍFICA CURSO DE MÚSICA. Assinatura: PROVA COLETIVA CONCURSO VESTIBULAR 2013 PROVA DE HABILIDADE ESPECÍFICA CURSO DE MÚSICA LOCAL-SALA-SEQ INSCRIÇÃO NOME Assinatura: PROVA COLETIVA 1- A prova está dividida em 4 questões com as seguintes pontuações: Questão

Leia mais

PREFE ITURA MUNICIPAL DE GUAJ ARÁ MIRIM

PREFE ITURA MUNICIPAL DE GUAJ ARÁ MIRIM Caderno de Questões PREFE ITURA MUNICIPAL DE GUAJ ARÁ MIRIM realização S18 - Médico Clínico Geral AT E N Ç Ã O 1. O caderno de questões contém 20 questões de múltipla-escolha, conforme distribuição abaixo,

Leia mais

Sugestões Metodológicas: Estratégias/Atividades. Metas de Aprendizagem

Sugestões Metodológicas: Estratégias/Atividades. Metas de Aprendizagem Ano Letivo - 2012/201 Conteúdos Objetivos Curriculares Metas de Aprendizagem Sugestões Metodológicas: Estratégias/Atividades Avaliação Calendarização Dinâmica Forma Ficheiro 1 Reconhece diferentes timbres,

Leia mais

Sistemas de Notação para Violão - Conteúdo

Sistemas de Notação para Violão - Conteúdo Introdução Representação gráfica do braço do violão Cifragem cordal Tablatura moderna Partitura para violão Notação numérica Introdução Ao longo do tempo, a Música tem sido transmitida de geração em geração

Leia mais

1º Módulo. 1. O Que é Musica? 2. Qual o elemento (a matéria) mais importante da musica que sem ele, a mesma não. existiria? 3. O que é Som?

1º Módulo. 1. O Que é Musica? 2. Qual o elemento (a matéria) mais importante da musica que sem ele, a mesma não. existiria? 3. O que é Som? 0 *Complementação Teórica Melodia é a Combinação de sons sucessivos (sons tocados um após o outro). Harmonia é a Combinação de sons simultâneos (Conjunto de vários sons tocando ao mesmo tempo). MÚSICA

Leia mais

Intervalo é a diferença de altura entre sons. Na pauta musical é a diferença de altura entre notas musicais.

Intervalo é a diferença de altura entre sons. Na pauta musical é a diferença de altura entre notas musicais. INTERVALO S INTERVALOS Intervalo é a diferença de altura entre sons. Na pauta musical é a diferença de altura entre notas musicais. INTERVALO UNÍSSONO Quando duas notas têm a mesma altura e são simultâneas,

Leia mais

Apostila de Teoria Musical I

Apostila de Teoria Musical I Apostila de Teoria Musical I 2009 Índice I Propriedades Físicas do Som...03 II O que é Música?...04 III Representação gráfica do pentagrama...05 IV Notação Musical...06 V Figuras e Valores das e pausas...07

Leia mais

TEORIA ELEMENTAR DA MÚSICA

TEORIA ELEMENTAR DA MÚSICA Universidade Federal de Santa Maria Centro de Artes e Letras Departamento de Música TEORIA ELEMENTAR DA MÚSICA 2012 Teoria e Percepção Musical Prof. Pablo Gusmão Tópico Página 1 Notas musicais, pauta,

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO PREFEITURA MUNICIPAL DE JAGUARIAÍVA

CONCURSO PÚBLICO PREFEITURA MUNICIPAL DE JAGUARIAÍVA CADERNO DE PROVA PROFESSOR DE MÚSICA N.º DE INSCRIÇÃO DO(A) CANDIDATO(A) Domingo, 1 de fevereiro de 2015. 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 ANTES DE INICIAR A PROVA, LEIA

Leia mais

Prova Específica de Música do Concurso Vestibular 2016

Prova Específica de Música do Concurso Vestibular 2016 1 Prova Específica de Música do Concurso Vestibular 2016 I. INFORMAÇÕES COMUNS A TODAS AS PROVAS A Prova de Habilitação Específica para o Curso de Graduação em Música da Universidade Federal do Rio Grande

Leia mais

Prova Específica de Música do Concurso Vestibular 2017

Prova Específica de Música do Concurso Vestibular 2017 1 Prova Específica de Música do Concurso Vestibular 2017 I. INFORMAÇÕES COMUNS A TODAS AS PROVAS A Prova de Habilitação Específica para o Curso de Graduação em Música da Universidade Federal do Rio Grande

Leia mais

TEORIA ESSENCIAL DA MÚSICA

TEORIA ESSENCIAL DA MÚSICA Rosemarie Sánchez Krichel TEORIA ESSENCIAL DA MÚSICA Lema d Origem Título: Autor: Editor: Teoria Essencial da Música Rosemarie Sánchez Krichel Lema d Origem - Editora, L. da editora@lemadorigem.pt Revisão:

Leia mais

VIOLÃO 7 CORDAS CURSO BÁSICO

VIOLÃO 7 CORDAS CURSO BÁSICO VIOLÃO 7 CORDAS CURSO BÁSICO NOTAS MUSICAIS: Existem sete notas musicais: DÓ, RÉ, MI, FÁ, SOL, LÁ, SI. De uma nota para a outra, seguindo a seqüência natural, existe um tom de distância, exceto de MI para

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO UFRJ

CONCURSO PÚBLICO UFRJ Para CONTRABAIXO: a) Peça solo: Hans FRYBA Um movimento de livre escolha da Suíte in Alten Stil para contrabaixo solo; b) Concerto: Giovanni BOTTESINI Concerto n o 2 em si menor (1 o movimento com cadencia)

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2011

PROCESSO SELETIVO 2011 PROCESSO SELETIVO 2011 Data da Prova: 05/12/2010 Início: 14h00 Duração: 5 horas Caderno de Questões Nome do candidato: Nº de inscrição: Antes de iniciar a prova, leia atentamente as seguintes instruções:

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS UNIDADE ACADÊMICA DE ARTE E MÍDIA CURSO DE GRADUAÇÃO EM MÚSICA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS UNIDADE ACADÊMICA DE ARTE E MÍDIA CURSO DE GRADUAÇÃO EM MÚSICA UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS UNIDADE ACADÊMICA DE ARTE E MÍDIA CURSO DE GRADUAÇÃO EM MÚSICA Teste de Habilidade Específica (THE) O Teste de Habilidade Específica (THE)

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO/2013 PARA OS CANDIDATOS AO CURSO DE EXTENSÃO PERMANENTE BÁSICO

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO/2013 PARA OS CANDIDATOS AO CURSO DE EXTENSÃO PERMANENTE BÁSICO UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MINAS GERAIS ESCOLA DE MÚSICA Rua Riachuelo, 1.321 - Pe. Eustáquio - Belo Horizonte - Minas Gerais - Cep: 30.720-060 Telefone (0xx31) 3479-8307 Fax (0xx31 ) 3479-8316 - Home page

Leia mais

MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO ESCOLA DE SARGENTOS DAS ARMAS ESCOLA SARGENTO MAX WOLF FILHO

MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO ESCOLA DE SARGENTOS DAS ARMAS ESCOLA SARGENTO MAX WOLF FILHO MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO ESCOLA DE SARGENTOS DAS ARMAS ESCOLA SARGENTO MAX WOLF FILHO EXAME INTELECTUAL AOS CURSOS DE FORMAÇÃO DE SARGENTOS 2015-16 GABARITO DAS QUESTÕES DE MÚSICA A nota

Leia mais

C-FSG-MU/2015 CÓDIGO - 11

C-FSG-MU/2015 CÓDIGO - 11 1) Em relação à escala cromática, ao analisarmos a origem das notas cromáticas podese dizer que estas devem pertencer aos tons afastados da escala diatônica que lhe corresponde. não devem pertencer aos

Leia mais

INICIAÇÃO À MÚSICA E AO VIOLÃO

INICIAÇÃO À MÚSICA E AO VIOLÃO INICIAÇÃO À MÚSICA E AO VIOLÃO MARIO SALES SANTOS ASSUNTOS IMPORTANTES PARA INICIANTES DA MÚSICA E DO VIOLÃO São Paulo 2013 SUMARIO O QUE É A MÚSICA... 02 AS TRÊS PARTES DA MÚSICA... 02 NOTAS MUSICAIS...

Leia mais

Vídeo 2. Bônus. Dicas especiais para você praticar o conteúdo e tornar a sua experiência mais envolvente. Aproveite ; )

Vídeo 2. Bônus. Dicas especiais para você praticar o conteúdo e tornar a sua experiência mais envolvente. Aproveite ; ) Vídeo Bônus Dicas especiais para você praticar o conteúdo e tornar a sua experiência mais envolvente. Aproveite ; ) NESTE BÔNUS 3 Resumo do que foi visto no vídeo Dicas para praticar em um teclado virtual

Leia mais

Critérios de Avaliação PERFIL DE APRENDIZAGENS ESPECÍFICAS. (Aprovado em Conselho Pedagógico de 18 de julho de 2016)

Critérios de Avaliação PERFIL DE APRENDIZAGENS ESPECÍFICAS. (Aprovado em Conselho Pedagógico de 18 de julho de 2016) Escola EB1 João de Deus COD. 242 937 Escola Secundária 2-3 de Clara de Resende COD. 346 779 Critérios de Avaliação PERFIL DE APRENDIZAGENS ESPECÍFICAS (Aprovado em Conselho Pedagógico de 18 de julho de

Leia mais

Início em Arranjos Musicais

Início em Arranjos Musicais Marcelo Morales Torcato Início em Arranjos Musicais 1ª. Edição Pauliceia Marcelo Morales Torcato 2009 PRIMEIRA AULA. As notas musicais são sete: dó; ré; mi; fá; sol; lá; si. Também podem ser representadas

Leia mais

PROVA ESCRITA. 2. Tendo como referencia as escalas maiores abaixo,

PROVA ESCRITA. 2. Tendo como referencia as escalas maiores abaixo, PROVA ESCRITA 1. De acordo com o trecho musical abaixo assinale a alternativa que corresponde as notas escritas em suas devidas alturas, segundo a escala geral. A) Lá3-Sol3-Fá3-Fá4-Sol4-Lá4-Si2-Dó3-Lá2-Sol2-Lá3-Si3-Dó3.

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE SERGIPE SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO SEED DIRETORIA DE EDUCAÇÃO DE ARACAJU DEA CONSERVATÓRIO DE MÚSICA DE SERGIPE

GOVERNO DO ESTADO DE SERGIPE SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO SEED DIRETORIA DE EDUCAÇÃO DE ARACAJU DEA CONSERVATÓRIO DE MÚSICA DE SERGIPE GOVERNO DO ESTADO DE SERGIPE SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO SEED DIRETORIA DE EDUCAÇÃO DE ARACAJU DEA CONSERVATÓRIO DE MÚSICA DE SERGIPE INFORME PROCESSO DE SELEÇÃO 2015 PARA O INGRESSO NOS CURSOS TÉCNICOS

Leia mais

Universidade Federal do ABC. Por Nicolas Souza Lopes

Universidade Federal do ABC. Por Nicolas Souza Lopes Universidade Federal do ABC Por Nicolas Souza Lopes Objetivo: Este curso tem como objetivo introduzir os fundamentos de composição e interpretação musical. Introdução: As Seis Propriedades do Som Tom (Pitch)

Leia mais

Segunda Etapa. Física 1 Matemática 3 LEIA COM ATENÇÃO

Segunda Etapa. Física 1 Matemática 3 LEIA COM ATENÇÃO LEIA COM ATENÇÃO Segunda Etapa Física 1 Matemática 3 01. Só abra este caderno após ler todas as instruções e quando for autorizado pelos fiscais da sala. 0. Preencha os dados pessoais. 03. Autorizado o

Leia mais

EDITAL PROEX N 0 09/2014. Edital para seleção de monitores do projeto Camerata Theophillus

EDITAL PROEX N 0 09/2014. Edital para seleção de monitores do projeto Camerata Theophillus EDITAL PROEX N 0 09/2014 Edital para seleção de monitores do projeto Camerata Theophillus A Universidade Federal de Alfenas (UNIFAL-MG), por meio da torna pública a abertura de inscrições para a seleção

Leia mais

C-FSG-MU/2017 CÓDIGO - 11

C-FSG-MU/2017 CÓDIGO - 11 1) São considerados como andamentos médios: (A) Vivo e Adágio. (B) Adagio e Andante. (C) Maestoso e Allegro. (D) Stretto e Animato. (E) Andantino e Sostenuto. 2) Qual o nome do ornamento grafado na pauta

Leia mais

PROVA DE HABILIDADES ESPECÍFICAS MÚSICA ETAPA TEÓRICA

PROVA DE HABILIDADES ESPECÍFICAS MÚSICA ETAPA TEÓRICA PROVA DE HABILIDADES ESPECÍFICAS MÚSICA ETAPA TEÓRICA Para responder às questões de 01 a 09, consulte a obra Kanonisches Liedchen, de Robert Schumann, do Álbum Para Juventude Op. 68, que se encontra reproduzida

Leia mais

Escola Básica 2,3/S Dr. Azevedo Neves

Escola Básica 2,3/S Dr. Azevedo Neves Escola Básica 2,3/S Dr. Azevedo Neves 5º e 6º ano Professor Hugo Costa 2009/2010 A Cappella música vocal sem acompanhamento de instrumentos musicais. Accelerando - Aumento gradual do andamento de uma parte

Leia mais

ANEXO 4 CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS DAS PROVAS DE AFERIÇÃO E EXAMES DOS DIFERENTES INSTRUMENTOS PARA O ENSINO ESPECIALIZADO DE MÚSICA

ANEXO 4 CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS DAS PROVAS DE AFERIÇÃO E EXAMES DOS DIFERENTES INSTRUMENTOS PARA O ENSINO ESPECIALIZADO DE MÚSICA ANEXO 4 CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS DAS PROVAS DE AFERIÇÃO E EXAMES DOS DIFERENTES INSTRUMENTOS PARA O ENSINO ESPECIALIZADO DE MÚSICA 1 GRUPO DE SOPROS A- Conteúdos programáticos das Provas de Aferição 1.

Leia mais

Formação Musical. Escola de Música Paroquial de Avintes. Planificação de conteúdos e actividades

Formação Musical. Escola de Música Paroquial de Avintes. Planificação de conteúdos e actividades Formação Musical Escola de Música Paroquial de Avintes Planificação de conteúdos e actividades António José Ferreira 01 de Setembro de 2007 1º ANO MÓDULO 1 DESENVOLVIMENTO SENSORIAL E AUDITIVO Pág. 2 À

Leia mais

DISCIPLINA EDUCAÇÃO MUSICAL

DISCIPLINA EDUCAÇÃO MUSICAL INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DISCIPLINA EDUCAÇÃO MUSICAL PROVA 12/16 6º Ano de Escolaridade (Decreto-Lei nº 19/12, de 5 de julho, republicado pelo Decreto-Lei nº 91/1, de 10 de julho)

Leia mais

Universidade Estadual do Ceará Curso de Música - CM

Universidade Estadual do Ceará Curso de Música - CM Universidade Estadual do Ceará Curso de Música - CM Av. Paranjana, 1700 - Itaperi - CEP: 60740-000 Fone / Fax: 85 3101-9760 VESTIBULAR 2008. 2 PROVA DE CONHECIMENTO ESPECÍFICO Nome do Candidato: Curso

Leia mais

GRADE CURRICULAR CAVALLIERI GUITARRA

GRADE CURRICULAR CAVALLIERI GUITARRA MÓDULO I 1º Semestre 1.1 Apresentação do instrumento. Conhecer o instrumento fisicamente bem como suas características. Nomes das partes e funções. 1.2 Afinação e postura. Postura corporal correta e a

Leia mais

UFJF CONCURSO VESTIBULAR 2012 E MÓDULO III DO PISM TRIÊNIO 2009-2011 PROVA DE HABILIDADE ESPECÍFICA BACHARELADO EM MÚSICA PERCEPÇÃO MUSICAL

UFJF CONCURSO VESTIBULAR 2012 E MÓDULO III DO PISM TRIÊNIO 2009-2011 PROVA DE HABILIDADE ESPECÍFICA BACHARELADO EM MÚSICA PERCEPÇÃO MUSICAL PERCEPÇÃO MUSICAL 01. Assinale a alternativa abaixo que transcreve MAIS CORRETAMENTE os graus de uma escala Maior correspondentes à primeira frase de Jingle Bells ( Bate o sino ). a) 1 1 1 / 1 1 1 / 3

Leia mais

Admissão por Transferência Facultativa 2. a Transferência Facultativa/2010 CIÊNCIAS ECONÔMICAS

Admissão por Transferência Facultativa 2. a Transferência Facultativa/2010 CIÊNCIAS ECONÔMICAS assinatura do(a) candidato(a) Admissão por Transferência Facultativa 2. a Transferência Facultativa/2010 Segunda Etapa Prova Dissertativa LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES ABAIXO. 1 Confira atentamente se

Leia mais

Teste de Habilidade Específica - THE

Teste de Habilidade Específica - THE LEIA COM ATENÇÃO 1. Só abra este caderno após ler todas as instruções e quando for autorizado pelos fiscais da sala. 2. Preencha os dados pessoais. 3. Autorizado o inicio da prova, verifique se este caderno

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2010

PROCESSO SELETIVO 2010 PROCESSO SELETIVO 2010 Prova: 06/12/2009 Início: 14h00 Duração: 4 horas Caderno de Questões Nome do(a) candidato(a): Nº de inscrição: ATENÇÃO: Antes de iniciar a prova, leia atentamente as instruções a

Leia mais

ANEXO III CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS PROVAS DE HABILIDADES ESPECÍFICAS CURSOS DE MÚSICA, DANÇA E TEATRO VESTIBULAR 2014

ANEXO III CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS PROVAS DE HABILIDADES ESPECÍFICAS CURSOS DE MÚSICA, DANÇA E TEATRO VESTIBULAR 2014 ANEXO III CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS PROVAS DE HABILIDADES ESPECÍFICAS CURSOS DE MÚSICA, DANÇA E TEATRO VESTIBULAR 2014 O concurso Vestibular para os cursos de Dança, Música e Teatro compreendem, além das

Leia mais

Título da peça: 2. FAURÉ. G. Uma canção, à escolha do candidato, entre as relacionadas no Edital de Programa de 2009. Título da peça: Título da peça:

Título da peça: 2. FAURÉ. G. Uma canção, à escolha do candidato, entre as relacionadas no Edital de Programa de 2009. Título da peça: Título da peça: CANTO 1. BACH, J.S. Uma ária ou canção, à escolha do candidato, entre as relacionadas no Edital de Programa de 2009. Título da peça: 2. FAURÉ. G. Uma canção, à escolha do candidato, entre as relacionadas

Leia mais

XIV SEMANA ELEAZAR DE CARVALHO CONCURSO JOVENS SOLISTAS E REGENTES 2015

XIV SEMANA ELEAZAR DE CARVALHO CONCURSO JOVENS SOLISTAS E REGENTES 2015 XIV SEMANA CONCURSO JOVENS SOLISTAS E REGENTES 2015 Etapa Região Sudeste Data: 18 de novembro 2015 14h30 para Candidatos de Regência Local: FAAM-FIAM Av. Liberdade, 107 São Paulo/SP Data: 23 de novembro

Leia mais

Conteúdos Específicos Professor Ensino Superior - Licenciatura Plena ou Bacharelado - Habilidades Artístico Culturais - Música

Conteúdos Específicos Professor Ensino Superior - Licenciatura Plena ou Bacharelado - Habilidades Artístico Culturais - Música Conteúdos Específicos Professor Ensino Superior - Licenciatura Plena ou Bacharelado - Habilidades Artístico Culturais - Música 31) Em sua primeira fase, a música religiosa era essencialmente vocal, não

Leia mais