Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco IFPE Campus Barreiros

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco IFPE Campus Barreiros"

Transcrição

1 Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco IFPE Campus Barreiros Exame de Seleção / VESTIBULAR IFPE 2016 Curso Técnico Subsequente em Instrumento Musical Avaliação Específica em Música (AEM) Prova de Percepção Rítmica e Teoria Musical DATA 29/11/2015 (DOMINGO) ATENÇÃO 1. Leia todas as instruções antes de iniciar a prova. 2. Preencha seus dados pessoais. 3. Autorizado o início da prova, verifique se este caderno contém 20 (vinte) questões. Se não estiver completo, solicite, imediatamente, do fiscal da sala outro exemplar. 4. Ao receber a folha de respostas, confira o seu nome e o número de inscrição. Qualquer irregularidade comunique logo ao fiscal. 5. Para marcar a folha de respostas, utilize caneta esferográfica com tinta na cor preta ou azul, e faça as marcas de acordo com o modelo: Preencher assim 6. Marque apenas uma resposta para cada questão, pois só há uma única resposta correta. A questão que for marcada com mais de uma resposta, ou rasurada, será anulada. 7. Se a Comissão Organizadora do Exame de Seleção Vestibular IFPE 2016 verificar que a resposta de uma questão é dúbia ou inexistente, a questão será posteriormente anulada e os pontos, a ela correspondentes, distribuídos entre as demais. 8. Não risque, não amasse, não dobre e não suje a folha de respostas. 9. Os fiscais não estão autorizados a emitir opinião, nem prestar esclarecimentos sobre o conteúdo das provas. 10. O caderno de provas e a folha-resposta deverão ser devolvidos ao fiscal da sala. 11. A prova terá início às 14h00min e deverá ser concluída até as 16h00min. Por razões de segurança do concurso, o candidato só poderá deixar o local de realização da aplicação das provas, 1 (uma) hora após o seu início. 12. Os fiscais não estão autorizados a fazer retificações de qualquer natureza nas instruções ou enunciados de questões das provas. Apenas, e exclusivamente, o CHEFE DE PRÉDIO, pessoalmente, é que poderá comunicar alguma retificação. 13. O IFPE não se responsabilizará por objetos ou valores portados, esquecidos, danificados ou extraviados nas dependências dos locais de aplicação das provas. 14. Todos os materiais impressos, entregues aos candidatos no dia da prova, deverão ser devolvidos na íntegra, pois pertencem ao IFPE. 15. O gabarito preliminar será divulgado no endereço eletrônico cvest.ifpe.edu.br no dia 04/12/2015 a partir das 17h. 16. Será facultado ao candidato apresentar recurso, devidamente fundamentado, relativo ao gabarito e/ou ao conteúdo das questões. O recurso deverá ser interposto até as 17h do dia 30/11/2014, dirigido à Comissão do Exame de Seleção Vestibular IFPE 2015, e entregue no Campus Barreiros do IFPE. Não será aceito recurso via postal, via fax ou correio eletrônico ou interposto por procurador. Impressão Digital NOME DO CANDIDATO: R.G. nº ÓRGÃO: INSCRIÇÃO nº

2

3 AVALIAÇÃO DE TEORIA MUSICAL E PERCEPÇÃO RÍTMICA Ditados Rítmicos: Parte 1 - Percepção rítmica e teoria musical Ouça atentamente a linha melódica de cada ditado e assinale a alternativa com sua rítmica. Observe que o primeiro compasso executado é apenas para preparação (possuirá a quantidade de tempos compatível a cada fração de compasso), em todos os quesitos a figura que representa a unidade de tempo é sempre a semínima. 1. Ditado 1 2. Ditado 2

4 3. Ditado 3 4. Ditado 4

5 5. Ditado 5 Para grafar as notas mais agudas ou mais graves, se utilizam as linhas suplementares (curtos segmentos de linha horizontal que atuam como uma extensão da pauta, mantendo o mesmo distanciamento das linhas da pauta normal). (Bohumil Med. Teoria da Música, 1996 p. 14). 6. Analise as afirmações abaixo e marque a alternativa CORRETA com relação às linhas suplementares. a) A quantidade de linhas suplementares que podemos usar é ilimitada, no entanto, devemos evitar o seu uso acima de oito linhas. b) As linhas suplementares são escritas individualmente para cada nota, por isso não repetimos o tracinho quando grafamos notas de mesma altura. c) Apenas na clave de fá devemos contar as linhas suplementares inferiores e superiores a partir da pauta musical. d) As linhas suplementares nos permitem escrever apenas nove notas, por isso são dispensáveis na escrita musical. e) Evitamos a utilização das linhas suplementares na clave de dó, pois esta clave é pouco usada e suas notas são de difícil localização. A partir do excerto musical abaixo responda as questões 7, 8 e As notas do compasso três e quatro, na ordem da leitura musical acima, são respectivamente: a) Sol, Lá, Si, Dó, Ré, Dó, Si, Sol, Lá. b) Dó, Ré, Mi, Fá, Sol, Fá, Mi, Ré, Dó. c) Mi, Fá, Sol, Lá, Si, Lá Sol, Mi, Fá. d) Mi, Fá, Mi, Fá, Sol, Fá, Mi, Ré, Dó. e) Sol, Lá, Mi, Fá, Sol, Fá, Mi, Ré, Dó.

6 8. Substituindo o denominador de número 4 pelo número 2 da fração que representa o compasso no trecho musical acima, marque a alternativa VERDADEIRA. a) A semínima valeria um tempo e a mínima, dois tempos simples. b) O compasso passaria de simples para composto com oito tempos. c) A Primeira barra de compasso seria depois da nota Ré Mínima. d) A semibreve teria quatro tempos e a colcheia, meio tempo simples. e) Haveria alteração na altura das notas e em sua duração na pauta. 9. Marque a opção VERDADEIRA com relação à tonalidade do trecho. a) Lá Maior b) Sol Maior c) Ré Maior d) Dó Maior e) Fá Maior 10. A Altura é uma importante propriedade do som que nos permite criar diversas melodias alternando diferentes notas. Marque a alternativa VERDADEIRA sobre como podemos representar a altura na escrita musical. a) Pela figura da nota e pelo andamento na partitura. b) Pela clave e pela posição das notas no pentagrama. c) Pelo ouvido e pelo andamento indicado na música. d) Pelo compasso e pela posição das notas na clave. e) Pelos acordes e pela intensidade de cada música. Pois música é, antes de mais nada, movimento. E sentimento ou consciência do espaçotempo. (Extraído do livro O que é Música de J. Jota Moraes editora brasiliense p. 7). 11. Sabendo que o texto de J. Jota Moraes aborda implicitamente um termo constitutivo da música, marque a única alternativa em que, na ordem, esse termo seja o primeiro de uma lista de três principais partes constitutivas da música. a) Ritmo Melodia Harmonia b) Melodia Harmonia Ritmo c) Ritmo Pauta Melodia d) Tempo Ritmo Melodia e) Harmonia Melodia Timbre

7 12. Observe os quadros abaixo e marque a alternativa VERDADEIRA, com relação à divisão proporcional dos valores das figuras musicais a) No quadro 1, a subdivisão é duas semínimas; no quadro 5, três colcheias. b) No quadro 2, a subdivisão é três colcheias; no quadro 6, mínimas. c) No quadro 1, a subdivisão é duas mínimas; no quadro 3, quatro colcheias d) No quadro 5, a subdivisão é três colcheias; no quadro 3, quatroemicolcheias e) No quadro 4, a subdivisão é duas colcheias; e no quadro 6, quatro mínimas 13. No compasso cuja indicação é 2/4, assinale a alternativa CORRETA em que as figuras ultrapassam a quantidade de tempos regulares. a) 2 SEMINIMAS b) 4 COLCHEIAS c) 1 MINIMA d) 1 SEMINIMA E 4 COLCHEIAS e) 8 SEMICOLCHEIAS 14. As notas musicais possuem altura definida em função das claves. Elas podem ser escritas em linhas ou em espaços do pentagrama. Sendo assim, na clave de Sol, a nota escrita no quarto espaço é a) LÁ. b) DÓ. c) SOL. d) FÁ. e) MI. 15. As notas escritas abaixo são, respectivamente, a) si, sol, ré e ré. b) si, mi, ré e dó. c) ré, mi, fá e si. d) ré, mi, fá e sol. e) si, sol, ré e si.

8 16. Assinale a alternativa CORRETA em que a fórmula de compasso possui a figura de maior valor proporcional (em relação à semibreve) na unidade de tempo. c) 2/32 b) 2/2 e) 3/4 d) 4/16 a) 3/8 17. Quais as linhas em que a clave de FÁ é grafada: a) 3º e 4º b) 2º e 3º c) 3º e 5º d) 2º e 4º e) 1º e 3º 18. O compasso 3/8 tem como unidade de compasso a) semínima. b) semibreve pontuada. c) semínima pontuada. d) mínima pontuada. e) colcheia pontuada. 19. Marque V para VERDADEIRO e F para FALSO, em seguida marque a alternativa CORRETA de acordo com o código que se segue. ( ) O resultado da soma de duas semínimas é igual a uma semibreve. ( ) A semicolcheia possui 3 colchetes. ( ) Somente quatro das sete figuras possuem colchete. ( ) A semibreve possui cabeça e haste. ( ) A semínima possui cabeça, haste e colchete. a) FFVFV b) FVFVF c) FFVFF d) FFFVF e) FVVFV 20. Dentre as alternativas dadas, marque a CORRETA, assinalando a sequência de figuras que podem preencher corretamente um compasso 4/4. a) Três mínimas e quatro semínimas. b) Três semibreves e duas mínimas. c) Duas mínimas, quatro semicolcheias e uma mínima. d) Duas semínimas, duas mínimas e quatro colcheias. e) Duas colcheias, duas semínimas e quatro semicolcheias.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COORDENAÇÃO DE CONCURSO VESTIBULAR VESTIBULAR 2016 MÚSICA INSTRUÇÕES - Ao receber este caderno de prova verifique se contém 30 questões. Caso contrário,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS. Pró-Reitoria de Graduação PROGRAD Escola Técnica de Artes - ETA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS. Pró-Reitoria de Graduação PROGRAD Escola Técnica de Artes - ETA UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS Pró-Reitoria de Graduação PROGRAD Escola Técnica de Artes - ETA Prova de Teoria Musical e Percepção Melódica e Rítmica Curso Técnico em Música (Canto Erudito, Piano, Violino

Leia mais

TESTE ESPECÍFICO - PROVA ESCRITA Processo Seletivo UFAL Curso INSTRUÇÕES GERAIS

TESTE ESPECÍFICO - PROVA ESCRITA Processo Seletivo UFAL Curso INSTRUÇÕES GERAIS Serviço Público Federal UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS Pró-Reitoria de Graduação - PROGRAD Instituto de Ciências Humanas, Comunicação e Artes - ICHCA TESTE ESPECÍFICO - PROVA ESCRITA Processo Seletivo

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COORDENAÇÃO DE CONCURSO VESTIBULAR VESTIBULAR 2014 MÚSICA INSTRUÇÕES - Ao receber este caderno de prova verifique se contém 30 questões. Caso contrário,

Leia mais

Processo Seletivo UFAL 2013 Curso

Processo Seletivo UFAL 2013 Curso CADERNO DE QUESTÕES Serviço Público Federal UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS Pró-Reitoria de Graduação - PROGRAD Instituto de Ciências Humanas, Comunicação e Artes ICHCA TESTE ESPECÍFICO PROVA ESCRITA Processo

Leia mais

Prova de Teoria Musical e Percepção melódica e rítmica

Prova de Teoria Musical e Percepção melódica e rítmica UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS Pró-Reitoria de Graduação PROGRAD Escola Técnica de Artes - ETA Prova de Teoria Musical e Percepção Melódica e Rítmica Curso Técnico em Música (Canto Erudito, Canto Popular,

Leia mais

Serviço Público Federal UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS Pró-Reitoria de Graduação - PROGRAD INSTITUTO DE CIÊNCIAS HUMANAS, COMUNICAÇÃO E ARTES ICHCA

Serviço Público Federal UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS Pró-Reitoria de Graduação - PROGRAD INSTITUTO DE CIÊNCIAS HUMANAS, COMUNICAÇÃO E ARTES ICHCA CADERNO DE QUESTÕES Serviço Público Federal UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS Pró-Reitoria de Graduação - PROGRAD INSTITUTO DE CIÊNCIAS HUMANAS, COMUNICAÇÃO E ARTES ICHCA TESTE ESPECÍFICO PROVA ESCRITA Processo

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COORDENAÇÃO DE CONCURSO VESTIBULAR VESTIBULAR 2015 MÚSICA INSTRUÇÕES - Ao receber este caderno de prova verifique se contém 30 questões. Caso contrário,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS. Pró-Reitoria de Graduação PROGRAD Escola Técnica de Artes - ETA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS. Pró-Reitoria de Graduação PROGRAD Escola Técnica de Artes - ETA UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS Pró-Reitoria de Graduação PROGRAD Escola Técnica de Artes - ETA Prova de Teoria Musical e Percepção Melódica e Rítmica Curso Técnico em Música (Canto, Violoncelo e Piano)

Leia mais

TESTE DE HABILIDADE ESPECÍFICA CURSO DE LICENCIATURA EM MÚSICA INSTRUÇÕES E INFORMAÇÕES. 1 ESCREVA seu nome com letra de forma apenas no quadro acima.

TESTE DE HABILIDADE ESPECÍFICA CURSO DE LICENCIATURA EM MÚSICA INSTRUÇÕES E INFORMAÇÕES. 1 ESCREVA seu nome com letra de forma apenas no quadro acima. UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA COORDENADORIA DE PROCESSOS DE SELEÇÃO VESTIBULAR DE VERÃO 2016 PROCESSO SELETIVO SERIADO PSS 2016 TESTE DE HABILIDADE ESPECÍFICA CURSO DE LICENCIATURA EM MÚSICA NOME

Leia mais

13 de fevereiro INÍCIO: 8h DURAÇÃO: 4 horas. 20 questões MÚSICA NOME: CARTEIRA :

13 de fevereiro INÍCIO: 8h DURAÇÃO: 4 horas. 20 questões MÚSICA NOME: CARTEIRA : 13 de fevereiro 2011 INÍCIO: 8h DURAÇÃO: 4 horas CONTEÚDO: 20 questões MÚSICA NOME: CARTEIRA : PERCEPÇÃO MUSICAL 01. Indique a notação correta da melodia que será ouvida a seguir. A melodia será tocada

Leia mais

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco - IFPE

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco - IFPE Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco - IFPE EXAME DE SELEÇÃO/ INGRESSO 2016.1 Curso: Pós-graduação em Inovação e Desenvolvimento de Software para a Web e Dispositivos Móveis

Leia mais

Olimpíada Pernambucana de Matemática 2016, Nível - 3, Caderno de Questões

Olimpíada Pernambucana de Matemática 2016, Nível - 3, Caderno de Questões Olimpíada Pernambucana de Matemática 2016 Nível - 3 Caderno de Questões LEIA COM ATENÇÃO 01. Só abra este caderno após ler todas as instruções e quando for autorizado pelos fiscais da sala. 02. Preencha

Leia mais

Processo Seletivo ª Etapa Teoria Musical

Processo Seletivo ª Etapa Teoria Musical UNIVERSIDADE ESTADUAL DE FEIRA DE SANTANA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO Processo Seletivo 2012.1 2ª Etapa Teoria Musical Candidato (a): Feira de Santana, 27 de fevereiro de 2012. UNIVERSIDADE ESTADUAL DE FEIRA

Leia mais

MÚSICA 2 a Etapa PROVA DE PERCEPÇÃO MUSICAL (PARTE ESCRITA)

MÚSICA 2 a Etapa PROVA DE PERCEPÇÃO MUSICAL (PARTE ESCRITA) MÚSICA 2 a Etapa PROVA DE PERCEPÇÃO MUSICAL (PARTE ESCRITA) SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. Leia atentamente as instruções que se seguem. 1 - Este Caderno de Prova contém a parte escrita da Prova de Percepção

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO - COORDENAÇÃO DE CONCURSO VESTIBULAR PROCESSO SELETIVO SERIADO - 2008 MÚSICA INSTRUÇÕES - Ao receber este caderno de prova verifique se contém

Leia mais

VESTIBULAR MÚSICA

VESTIBULAR MÚSICA 0 UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE PRÓ - REITORIA DE ENSINO COMISSÃO DE PROCESSOS VESTIBULARES UNIDADE ACADEMICA DE ARTE E MÍDIA VESTIBULAR 2015.2 TESTE DE HABILIDADE ESPECÍFICA MÚSICA CONQUISTE

Leia mais

TESTE DE HABILIDADE ESPECÍFICA

TESTE DE HABILIDADE ESPECÍFICA TESTE DE HABILIDADE ESPECÍFICA THE 2010 MÚSICA CONQUISTE ESTA VITÓRIA UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE Centro de Humanidades Coordenação do Curso de Bacharelado e Licenciatura em Música THE 2010

Leia mais

TEORIA MUSICAL EM FOCO

TEORIA MUSICAL EM FOCO TEORIA MUSICAL EM FOCO Curso Lendo Partituras Em Minutos HENRIQUE RODRIGUES www.teoriamusicalemfoco.com Teoria Musical em Foco 1 Música, Som e Suas Propriedades O que é Música? Música é a arte que expressa

Leia mais

Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Prova de Habilitação Específica. Música Teste Teórico-Perceptivo

Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Prova de Habilitação Específica. Música Teste Teórico-Perceptivo Universidade Federal do Rio Grande do Sul Prova de Habilitação Específica Música - 2015 Teste Teórico-Perceptivo Instruções Verifique se este caderno contém 20 questões do Teste Teórico-Perceptivo (questões

Leia mais

PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR 2016 PROVA DE HABILIDADE ESPECÍFICA CURSO DE MÚSICA. Assinatura: PROVA COLETIVA

PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR 2016 PROVA DE HABILIDADE ESPECÍFICA CURSO DE MÚSICA. Assinatura: PROVA COLETIVA PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR 2016 PROVA DE HABILIDADE ESPECÍFICA CURSO DE MÚSICA Nome do Candidato: Inscrição: Assinatura: PROVA COLETIVA 1- A prova está dividida em 4 questões com as seguintes pontuações:

Leia mais

Teoria Musical PAUTA OU PENTAGRAMA

Teoria Musical PAUTA OU PENTAGRAMA Teoria Musical PAUTA OU PENTAGRAMA É o local onde são escritas as notas. São 5 linhas horizontais, paralelas, que formam 4 espaços. As linhas e espaços são contados de baixo para cima. Pode-se acrescentar

Leia mais

T E O R I A E P E R C E P Ç Ã O M U S I C A L

T E O R I A E P E R C E P Ç Ã O M U S I C A L T E O R I A E P E R C E P Ç Ã O M U S I C A L QUESTÃO 1 Assinale, dentre as escalas abaixo, aquela que corresponde à escala de Fá Menor harmônica: QUESTÃO 5 Qual destas tríades corresponde, em Fá Menor,

Leia mais

Prova de Equivalência à Frequência

Prova de Equivalência à Frequência Rubricas dos Professores Vigilantes Prova de Equivalência à Frequência Educação Musical /Prova 12/2ª Fase/2014 Decreto-Lei nº 139/2012, de 5 de julho A PREENCHER PELO ESTUDANTE Nome completo Documento

Leia mais

Olimpíada Pernambucana de Matemática Caderno de Questões Com Resoluções

Olimpíada Pernambucana de Matemática Caderno de Questões Com Resoluções Olimpíada Pernambucana de Matemática 017 NÍVEL Caderno de Questões Com Resoluções LEIA COM ATENÇÃO 01. Só abra este caderno após ler todas as instruções e quando for autorizado pelos fiscais da sala. 0.

Leia mais

VESTIBULAR MÚSICA

VESTIBULAR MÚSICA 0 UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE PRÓ - REITORIA DE ENSINO COMISSÃO DE PROCESSOS VESTIBULARES UNIDADE ACADEMICA DE ARTE E MÍDIA VESTIBULAR 2014.2 TESTE DE HABILIDADE ESPECÍFICA MÚSICA CONQUISTE

Leia mais

UEL Prova de Habilidades Específicas. Vestibular. M Ú S I C A 2 5 / 0 9 / M a t u t i n o P r o v a C o l e t i v a.

UEL Prova de Habilidades Específicas. Vestibular. M Ú S I C A 2 5 / 0 9 / M a t u t i n o P r o v a C o l e t i v a. Prova de Habilidades Específicas M Ú S I C A 2 5 / 0 9 / 2 0 1 6 M a t u t i n o P r o v a C o l e t i v a Nome do Candidato: Inscrição: Assinatura: PROVA COLETIVA 1- A prova está dividida em 4 questões

Leia mais

VESTIBULAR MÚSICA

VESTIBULAR MÚSICA 0 UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE PRÓ - REITORIA DE ENSINO COMISSÃO DE PROCESSOS VESTIBULARES UNIDADE ACADEMICA DE ARTE E MÍDIA VESTIBULAR 2013.2 TESTE DE HABILIDADE ESPECÍFICA MÚSICA CONQUISTE

Leia mais

Nome: (ATENÇÃO: coloque seu nome em todas as páginas deste teste) I. TESTE PERCEPTIVO

Nome: (ATENÇÃO: coloque seu nome em todas as páginas deste teste) I. TESTE PERCEPTIVO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE ARTES DEPARTAMENTO DE MÚSICA CONCURSO VESTIBULAR 2016 PROVA ESPECÍFICA TESTE TEÓRICO-PERCEPTIVO Nome: (ATENÇÃO: coloque seu nome em todas as páginas

Leia mais

EDUCAÇÃO ARTÍSTICA: MÚSICA LICENCIATURA

EDUCAÇÃO ARTÍSTICA: MÚSICA LICENCIATURA assinatura do(a) candidato(a) Admissão para Portador de Diploma de Curso Superior. a DCS/0 EDUCAÇÃO ARTÍSTICA: MÚSICA LICENCIATURA Prova Dissertativa LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES ABAIXO. Confira atentamente

Leia mais

MÓDULO 1 CADERNO DE EXERCÍ CÍOS. Para as aulas de Percepção e Solfejo

MÓDULO 1 CADERNO DE EXERCÍ CÍOS. Para as aulas de Percepção e Solfejo MÓDULO 1 CADERNO DE EXERCÍ CÍOS Para as aulas de Percepção e Solfejo CONSERVATÓRIO MAESTRO PAULINO Ensino Fundamental de Música Disciplina de Teoria Musical, Percepção e Solfejo CADERNO DE EXERCÍCIOS Para

Leia mais

Habilidade Específica

Habilidade Específica PROCESSO SELETIVO 2012 Anos Edital 08/2012-16/10/2011 INSTRUÇÕES 1. Confira, abaixo, o seu número de inscrição, turma e nome. Assine no local indicado. 2. Aguarde autorização para abrir o caderno de prova.

Leia mais

Prof. Juarez Barcellos

Prof. Juarez Barcellos ou Notação Musical A teoria serve para que o músico organize a aplicação de sua técnica. Ela é o intelecto, a compreensão da arte. É através dela que as composições rompem os séculos com uma linguagem

Leia mais

Exemplo 13 figuras de tempo e suas relações básicas.

Exemplo 13 figuras de tempo e suas relações básicas. 3. FIGURAS DE TEMPO, PAUSAS Figuras de tempo: são usadas para representar as durações das notas. Assim como a representação das notas dentro da pauta, a representação das durações das notas são relativas,

Leia mais

Teoria Musical em Foco

Teoria Musical em Foco Henrique Rodrigues Teoria Musical em Foco Primeiros Passos Para Começar a Ler Partituras Versão 1.0 2 Índice Índice 3 Introdução 5 Capítulo 1: Música e Som 6 1.1 O que é Música 6 1.2 Mas o que é som? 7

Leia mais

DURAÇÃO DA PROVA: 3 horas. Nome: Carteira Nº:

DURAÇÃO DA PROVA: 3 horas. Nome: Carteira Nº: FUNDAÇÃO UNIIVERSIIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO DO SUL PROCESSO SELETIVO DA UFMS LEIA AS INSTRUÇÕES 1. Confira, na etiqueta colada na carteira, os seus dados cadastrais. Qualquer erro, solicite ao fiscal

Leia mais

TESTE ESPECÍFICO - PROVA ESCRITA Processo Seletivo UFAL 2016 Edital nº 02/2016/PROGRAD-UFAL. Curso INSTRUÇÕES GERAIS

TESTE ESPECÍFICO - PROVA ESCRITA Processo Seletivo UFAL 2016 Edital nº 02/2016/PROGRAD-UFAL. Curso INSTRUÇÕES GERAIS Serviço Público Federal UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS Pró-Reitoria de Graduação - PROGRAD Instituto de Ciências Humanas, Comunicação e Artes - ICHCA TESTE ESPECÍFICO - PROVA ESCRITA Processo Seletivo

Leia mais

2 a Etapa SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS PERCEPÇÃO MUSICAL. Duração total das Questões de 01 a 08: TRÊS HORAS.

2 a Etapa SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS PERCEPÇÃO MUSICAL. Duração total das Questões de 01 a 08: TRÊS HORAS. UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS PERCEPÇÃO MUSICAL 2 a Etapa SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. Leia atentamente as instruções que se seguem. 1 - Este Caderno de Prova contém nove questões abrangendo um total

Leia mais

CADERNO DE PROVA (Manhã)

CADERNO DE PROVA (Manhã) Universidade do Estado de Santa Catarina Vestibular 2013.1 CADERNO DE PROVA (Manhã) Conhecimentos Musicais 30 questões NOME DO(A) CANDIDATO(A) Instruções Para fazer a prova você usará: este caderno de

Leia mais

Prova (1º Módulo) Nome do Aluno: data / /

Prova (1º Módulo) Nome do Aluno: data / / Prova (1º Módulo) Nome do Aluno: data / / 1. O que é música? 2. Qual elemento (a matéria) mais importante da música que sem ele, a mesma não existiria? 3. O que é som? 4. Existem duas espécies de sons.

Leia mais

Congregação Cristã no Brasil GEM - Plano de Aula - Infantil Instrutoras

Congregação Cristã no Brasil GEM - Plano de Aula - Infantil Instrutoras Congregação Cristã no Brasil GEM - Plano de Aula - Infantil Instrutoras Congregação Cristã no Brasil Cidade: Bairro: Instrutora: Examinadora responsável: Conselhos para o melhor funcionamento dos Grupos

Leia mais

Projeto Escola para Musicistas Iniciantes. Metal Essência Orquestra Ebenézer. Daniel Colhado - Moisés Cezário - Samuel Barreto Reginaldo Freitas

Projeto Escola para Musicistas Iniciantes. Metal Essência Orquestra Ebenézer. Daniel Colhado - Moisés Cezário - Samuel Barreto Reginaldo Freitas Projeto Escola para Musicistas Iniciantes Metal Essência Orquestra Ebenézer Daniel Colhado - Moisés Cezário - Samuel Barreto Reginaldo Freitas APOSTILA Conteúdo CAPÍTULO I... 2 NOTAS... 3 PENTAGRAMA...

Leia mais

1.ª CERTIFICAÇÃO DE HABILIDADE ESPECÍFICA DE 2010 Prova de Habilidades Específicas Teste teórico-prático

1.ª CERTIFICAÇÃO DE HABILIDADE ESPECÍFICA DE 2010 Prova de Habilidades Específicas Teste teórico-prático 1.ª CERTIFICAÇÃO DE HABILIDADE ESPECÍFICA DE 2010 Prova de Habilidades Específicas Teste teórico-prático Música Bacharelado Música Licenciatura Educação Artística: Música Licenciatura 1 Este caderno é

Leia mais

Música faz bem! BOA PROVA

Música faz bem! BOA PROVA Prova de Habilidade Específica em Música PROVA DE APTIDÃO CURSO MÚSICA LICENCIATURA 1. Todos os candidatos deverão se submeter à entrevista, ao teste escrito e oral, bem como escrever seu histórico musical.

Leia mais

MÚSICA 2 a Etapa PROVA DE PERCEPÇÃO MUSICAL (PARTE ESCRITA)

MÚSICA 2 a Etapa PROVA DE PERCEPÇÃO MUSICAL (PARTE ESCRITA) MÚSICA 2 a Etapa PROVA DE PERCEPÇÃO MUSICAL (PARTE ESCRITA) SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. Leia atentamente as instruções que se seguem. 1 - Este Caderno de Prova contém a parte escrita da Prova de Percepção

Leia mais

INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA 2.º CICLO DO ENSINO BÁSICO EDUCAÇÃO MUSICAL

INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA 2.º CICLO DO ENSINO BÁSICO EDUCAÇÃO MUSICAL EDUCAÇÃO MUSICAL 1. INTRODUÇÃO O presente documento, visa dar a conhecer, aos diversos intervenientes no processo de exames, o objeto de avaliação da Prova Escrita e da Prova Prática, a sua estrutura,

Leia mais

Curso Básico de Música

Curso Básico de Música Curso Básico de Música Betel Brasileiro - Juazeirinho Instrutores: Alex Junior e Nilson Barbosa Contatos: (83)9333-4185 Facebook Page: www.facebook.com/musicadicas 1 Dicas Se você deseja ser um bom músico

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2010

PROCESSO SELETIVO 2010 PROCESSO SELETIVO 2010 Prova: 06/12/2009 Início: 14h00 Duração: 4 horas Caderno de Questões Nome do(a) candidato(a): Nº de inscrição: ATENÇÃO: Antes de iniciar a prova, leia atentamente as instruções a

Leia mais

001. Prova de Conhecimento e Habilidade em Música

001. Prova de Conhecimento e Habilidade em Música vestibular 2014 001. Prova de Conhecimento e Habilidade em Música presencial Confira seus dados impressos neste caderno. Esta prova contém 30 questões objetivas e terá duração total de 2 horas. Para cada

Leia mais

PREFE ITURA MUNICIPAL DE GUAJ ARÁ MIRIM

PREFE ITURA MUNICIPAL DE GUAJ ARÁ MIRIM Caderno de Questões PREFE ITURA MUNICIPAL DE GUAJ ARÁ MIRIM realização S18 - Médico Clínico Geral AT E N Ç Ã O 1. O caderno de questões contém 20 questões de múltipla-escolha, conforme distribuição abaixo,

Leia mais

MÚSICA. Transcreva o trecho musical I, por completo e sem rasura, para o pentagrama correspondente na folha de respostas. O espaço

MÚSICA. Transcreva o trecho musical I, por completo e sem rasura, para o pentagrama correspondente na folha de respostas. O espaço INSTRUÇÕES 1 Este caderno é constituído de treze questões. 2 Caso o caderno de prova esteja incompleto ou tenha qualquer defeito, solicite ao fiscal de sala mais próximo que tome as providências cabíveis.

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA COMISSÃO PERMANENTE DE SELEÇÃO - COPESE CONCURSO VESTIBULAR 2010 E MÓDULO III DO PISM - TRIÊNIO 2007/2009

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA COMISSÃO PERMANENTE DE SELEÇÃO - COPESE CONCURSO VESTIBULAR 2010 E MÓDULO III DO PISM - TRIÊNIO 2007/2009 PROVA DE PERCEPÇÃO E TEORIA (HABILIDADE ESPECÍFICA IAD/UFJF 2010) Parte I: PERCEPÇÃO Instruções: Cada uma das questões de 1 a 5 é acompanhada de um exemplo musical gravado; cada exemplo musical será repetido

Leia mais

Processo Seletivo

Processo Seletivo UNIVERSIDADE ESTADUAL DE FEIRA DE SANTANA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO Processo Seletivo 2011.2 2ª Fase Habilidades Específicas Candidato (a): Feira de Santana, de julho de 2011. UNIVERSIDADE ESTADUAL DE

Leia mais

1) Nas pautas abaixo, escrever o número das linhas e dos espaços, de baixo para cima: 2) Escrever 5 notas nas linhas e 5 notas nos espaços:

1) Nas pautas abaixo, escrever o número das linhas e dos espaços, de baixo para cima: 2) Escrever 5 notas nas linhas e 5 notas nos espaços: 1. PENTAGRAMA OU PAUTA: PAUTA é um conjunto de 5 LINHAS horizontais paralelas onde se escrevem os sons (notas) e os silêncios (pausas). A pauta começou com apenas uma linha colorida, no século IX. Outras

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2011

PROCESSO SELETIVO 2011 PROCESSO SELETIVO 2011 Data da Prova: 05/12/2010 Início: 14h00 Duração: 5 horas Caderno de Questões Nome do candidato: Nº de inscrição: Antes de iniciar a prova, leia atentamente as seguintes instruções:

Leia mais

Aprenda a ler partitura em 5 passos

Aprenda a ler partitura em 5 passos Aprenda a ler partitura em 5 passos Aprender a ler a partitura sempre foi visto como algo muito difícil para alguns ate impossível e para outros talvez tenha sido motivo de desistência de aprender a tocar

Leia mais

TEORIA E PERCEPÇÃO MUSICAL

TEORIA E PERCEPÇÃO MUSICAL 2 a Etapa TEORIA E PERCEPÇÃO MUSICAL Vestibular CADERNO 4 SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. Leia atentamente o CARTAZ sobre ELIMINAÇÃO AUTOMÁTICA, afixado na parede da sala, à sua frente, e as instruções que

Leia mais

TEORIA E PERCEPÇÃO MUSICAL

TEORIA E PERCEPÇÃO MUSICAL 2 a Etapa TEORIA E PERCEPÇÃO MUSICAL Vestibular CADERNO 1 SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. Leia atentamente o CARTAZ sobre ELIMINAÇÃO AUTOMÁTICA, afixado na parede da sala, à sua frente, e as instruções que

Leia mais

TEORIA E PERCEPÇÃO MUSICAL

TEORIA E PERCEPÇÃO MUSICAL 2 a Etapa TEORIA E PERCEPÇÃO MUSICAL Vestibular CADERNO 3 SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. Leia atentamente o CARTAZ sobre ELIMINAÇÃO AUTOMÁTICA, afixado na parede da sala, à sua frente, e as instruções que

Leia mais

TEORIA E PERCEPÇÃO MUSICAL

TEORIA E PERCEPÇÃO MUSICAL 2 a Etapa TEORIA E PERCEPÇÃO MUSICAL Vestibular CADERNO 2 SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. Leia atentamente o CARTAZ sobre ELIMINAÇÃO AUTOMÁTICA, afixado na parede da sala, à sua frente, e as instruções que

Leia mais

EDUCAÇÃO ARTÍSTICA MÚSICA

EDUCAÇÃO ARTÍSTICA MÚSICA EDUCAÇÃO ARTÍSTICA MÚSICA 01) Assinale a alternativa CORRETA, no tocante ao ensino da música. A( ) O professor de música deve necessariamente ter o dom musical nato, porque somente assim poderá estar atento

Leia mais

MATERIAL DE REFORÇO PARA USO DO PROFESSOR

MATERIAL DE REFORÇO PARA USO DO PROFESSOR MATERIAL DE REFORÇO PARA USO DO PROFESSOR 1. PROPRIEDADES DO SOM 1.1. Preencher os espaços com a propriedade correta: a)... : é a propriedade de o som ser agudo ou grave. b)... : é o tempo que o som permanece

Leia mais

MÚSICA PROVA DE PERCEPÇÃO MUSICAL. 1 a Etapa CADERNO

MÚSICA PROVA DE PERCEPÇÃO MUSICAL. 1 a Etapa CADERNO MÚSICA PROVA DE PERCEPÇÃO MUSICAL 1 a Etapa SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. CADERNO 1 Leia atentamente as instruções que se seguem. 1 - Antes de começar a fazer esta prova, Verifique se este Caderno de Prova

Leia mais

CADERNO DE ATIVIDADES. Fonte: EMB. ia. Uma ótima terapia!!! Nome:

CADERNO DE ATIVIDADES. Fonte: EMB. ia. Uma ótima terapia!!!  Nome: CADERNO DE ATIVIDADES Fonte: EMB Música & Cia ia. Uma ótima terapia!!! www.musikaecia.com.br Nome: Relembrando o movimento sonoro: 1 Ficou em Cima Ficou em Baixo Sons curtos em Cima Sons curtos em Baixo

Leia mais

PROPRIEDADES FÍSICAS DO SOM E A MÚSICA

PROPRIEDADES FÍSICAS DO SOM E A MÚSICA Nome: Ano: Disciplina: Música Professor: Gabriel Nº: Data: PROPRIEDADES FÍSICAS DO SOM E A MÚSICA O som tem quatro propriedades físicas: intensidade, timbre, duração e altura. São chamados também de parâmetros

Leia mais

APOSTILA DE TEORIA MUSICAL 01

APOSTILA DE TEORIA MUSICAL 01 EMT - Ranildo Lopes - Teoria Musical IMAIL: ranildope@bol.com.br 1 ESCOLA DE MÚSICA DE TERESINA DIREÇÃO PROF. AURÉLIO MELO COORD. ADMINISTRATIVA - LUCINEIDE COORD. PEDAGÓGICA PAULO DANTAS ORGANIZADOR PROF.

Leia mais

CONCURSO VESTIBULAR 2013 PROVA DE HABILIDADE ESPECÍFICA CURSO DE MÚSICA. Assinatura: PROVA COLETIVA

CONCURSO VESTIBULAR 2013 PROVA DE HABILIDADE ESPECÍFICA CURSO DE MÚSICA. Assinatura: PROVA COLETIVA CONCURSO VESTIBULAR 2013 PROVA DE HABILIDADE ESPECÍFICA CURSO DE MÚSICA LOCAL-SALA-SEQ INSCRIÇÃO NOME Assinatura: PROVA COLETIVA 1- A prova está dividida em 4 questões com as seguintes pontuações: Questão

Leia mais

Informação para a Prova de Ingresso - 5º Ano

Informação para a Prova de Ingresso - 5º Ano Informação para a Prova de Ingresso - 5º Ano Tipo de Prova: Escrita Duração da prova: 60 minutos Material permitido: Lápis, borracha e esferográfica azul ou preta Identificar e escrever frases musicais

Leia mais

Segunda Etapa SEGUNDO DIA 2ª ETAPA TEORIA MUSICAL COMISSÃO DE PROCESSOS SELETIVOS E TREINAMENTOS

Segunda Etapa SEGUNDO DIA 2ª ETAPA TEORIA MUSICAL COMISSÃO DE PROCESSOS SELETIVOS E TREINAMENTOS Segunda Etapa SEGUNDO DIA 2ª ETAPA TEORIA MUSICAL COMISSÃO DE PROCESSOS SELETIVOS E TREINAMENTOS 01. A barra dupla indica: 0-0) fim de um trecho musical. 1-1) mudança de compasso. 2-2) mudança de modo.

Leia mais

Reconhecendo e vivenciando os elementos constitutivos da música

Reconhecendo e vivenciando os elementos constitutivos da música Como foi dito anteriormente, o pleno domínio dos conteúdos inerentes a ritmo, melodia e harmonia, depende de um conhecimento mais específico da linguagem musical; por isso, o que se busca aqui é um aumento

Leia mais

TEORIA MUSICAL EM FOCO

TEORIA MUSICAL EM FOCO TEORIA MUSICAL EM FOCO LEM I Módulo 01 HENRIQUE RODRIGUES www.teoriamusicalemfoco.com Teoria Musical em Foco 1 Música, Som e Suas Propriedades O que é Música? Música é a arte que expressa os diversos sentimentos,

Leia mais

Universidade Metodista de Piracicaba Processo Seletivo 2013 Prova de Aptidão Curso Música Licenciatura Prova 1

Universidade Metodista de Piracicaba Processo Seletivo 2013 Prova de Aptidão Curso Música Licenciatura Prova 1 INSTRUÇÕES A prova de aptidão musical constitui-se de três partes: Universidade Metodista de Piracicaba Processo Seletivo 2013 Prova de Aptidão Curso Música Licenciatura Prova 1 1. HISTÓRICO MUSICAL Você

Leia mais

Serviço Público Federal CONCURSO PÚBLICO 2014 INSTRUÇÕES GERAIS. Nº do doc. de identificação (RG, CNH etc.): Assinatura do(a) candidato(a):

Serviço Público Federal CONCURSO PÚBLICO 2014 INSTRUÇÕES GERAIS. Nº do doc. de identificação (RG, CNH etc.): Assinatura do(a) candidato(a): Serviço Público Federal UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS CONCURSO PÚBLICO 2014 PROVA TIPO 1 Cargo de Nível Médio: Código: 06 Técnico de Laboratório EDIFICAÇÕES 2014 Universidade Federal de Alagoas (Edital

Leia mais

DISCIPLINA EDUCAÇÃO MUSICAL

DISCIPLINA EDUCAÇÃO MUSICAL INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DISCIPLINA EDUCAÇÃO MUSICAL PROVA 12/16 6º Ano de Escolaridade (Decreto-Lei nº 19/12, de 5 de julho, republicado pelo Decreto-Lei nº 91/1, de 10 de julho)

Leia mais

trecho musical ì í î ï ð

trecho musical ì í î ï ð Nas questões de 1 a 10, responda de acordo com o comando de cada uma delas. As questões 1, 4, 6, 7 e 9 exigem respostas a serem construídas; as questões 2 e 8 são de associação. As respostas a essas questões

Leia mais

CONCURSO VESTIBULAR PROVA DE HABILIDADE ESPECÍFICA CURSO DE MÚSICA. Nome do Candidato: Assinatura: PROVA COLETIVA

CONCURSO VESTIBULAR PROVA DE HABILIDADE ESPECÍFICA CURSO DE MÚSICA. Nome do Candidato: Assinatura: PROVA COLETIVA CONCURSO VESTIBULR 2.007 PROV DE HBILIDDE ESPECÍFIC CURSO DE MÚSIC Nome do Candidato: ssinatura: PROV COLETIV 1- prova está dividida em 4 questões com as seguintes pontuações: Questão 1: 2,0 Questão 2:

Leia mais

UFJF CONCURSO VESTIBULAR 2013 E MÓDULO III DO PISM TRIÊNIO PROVA DE HABILIDADE ESPECÍFICA BACHARELADO EM MÚSICA

UFJF CONCURSO VESTIBULAR 2013 E MÓDULO III DO PISM TRIÊNIO PROVA DE HABILIDADE ESPECÍFICA BACHARELADO EM MÚSICA A questão 01 é acompanhada de um exemplo musical gravado, que será repetido 4 vezes, com um silêncio de 30 segundos entre cada repetição; um som de aviso (quatro toques ) aparecerá antes do extrato musical

Leia mais

MÚSICA LEIA AS INSTRUÇÕES

MÚSICA LEIA AS INSTRUÇÕES MÚSICA 20 de março 2016 INÍCIO: 8h DURAÇÃO: 4 horas CONTEÚDO: 20 questões LEIA AS INSTRUÇÕES 1. Confira, na etiqueta colada na carteira, os seus dados cadastrais. Qualquer erro, solicite a correção ao

Leia mais

- MATRIZES DAS DISCIPLINAS -

- MATRIZES DAS DISCIPLINAS - - MATRIZES DAS DISCIPLINAS - FORMAÇÃO MUSICAL Anexo II Matrizes das Disciplinas Admissões 2015/2016 Página 30 de 80 1. DITADOS RÍTMICOS FORMAÇÃO MUSICAL ACESSO AO 2º GRAU PROVA ESCRITA 1.1. Duas frases

Leia mais

ESCOLA DE MÚSICA DE TERESINA

ESCOLA DE MÚSICA DE TERESINA EMT - Ranildo Lopes - Teoria IMAIL: ranildope@bol.com.br 1 Prof. Ranildo Lopes https://escolademusicadeteresina.ordpress.com/ TEORIA MUSICAL MUSICA: DEFINIÇÃO É a arte e a ciência dos sons, pelo meio da

Leia mais

A relação básica entre as figuras rítmicas é uma relação de metade ou dobro de duração: Exemplo 13 (pg. 18) figuras de tempo e suas relações básicas.

A relação básica entre as figuras rítmicas é uma relação de metade ou dobro de duração: Exemplo 13 (pg. 18) figuras de tempo e suas relações básicas. 10. GRUPOS IRREGULARES, TERCINAS, COMPASSOS COMPOSTOS A relação básica entre as figuras rítmicas é uma relação de metade ou dobro de duração: etc. Exemplo 13 (pg. 18) figuras de tempo e suas relações básicas.

Leia mais

Escola Básica e Secundária de Alvide

Escola Básica e Secundária de Alvide Informação da Prova de Equivalência à Frequência de Educação Musical Prova 12 2016 2.º Ciclo do Ensino Básico Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho 1. Objeto de avaliação A prova tem por referência o

Leia mais

07 de JUNHO de Conteúdo: NOME: CARTEIRA Nº. 20 questões. Este caderno não será liberado

07 de JUNHO de Conteúdo: NOME: CARTEIRA Nº. 20 questões. Este caderno não será liberado 07 de JUNHO de 2009 ²3½ ±æ è ÜËÎßY]Ñ Üß ÐÎÑÊßæ ìø Conteúdo: 20 questões Este caderno não será liberado NOME: CARTEIRA Nº PROVA DE HABILIDADES ESPECÍFICAS MÚSICA ETAPA TEÓRICA Para responder às questões

Leia mais

Para responder à questão 1, ouça atentamente o trecho musical I.

Para responder à questão 1, ouça atentamente o trecho musical I. Nas questões de 1 a 10, responda de acordo com o comando de cada uma delas. As questões 1 e 8 exigem respostas a serem construídas; a questão 2 é de associação. A resposta a essa questão deverá ser transcrita

Leia mais

! Universidade Metodista de Piracicaba Processo Seletivo 2015 Prova de Conhecimento Específico da Música Curso Música Licenciatura Prova 1

! Universidade Metodista de Piracicaba Processo Seletivo 2015 Prova de Conhecimento Específico da Música Curso Música Licenciatura Prova 1 Universidade Metodista de Piracicaba Processo Seletivo 2015 Prova de Conhecimento Específico da Música Curso Música Licenciatura Prova 1 O Curso de Música-Licenciatura realizará, anualmente, uma Prova

Leia mais

Baixo, Bandolim Cavaco, Banjo Ukulele

Baixo, Bandolim Cavaco, Banjo Ukulele 10 9 8 7 6 5 4 3 2 1 0 Guitarra e Violão 10 9 8 7 6 5 4 3 2 1 0 Baixo, Bandolim Cavaco, Banjo Ukulele 10 9 8 7 6 5 4 3 2 1 0 Viola Caipira Bateria Piano, Teclado, Celesta, Órgão Acordeão Flauta-doce 6

Leia mais

SEÇÃO ESCRITA. 1- Escrever as armaduras das seguintes tonalidades (0,1 ponto cada subitem): a) Mi Maior d) Fá# menor. b) Si menor e) Mib menor

SEÇÃO ESCRITA. 1- Escrever as armaduras das seguintes tonalidades (0,1 ponto cada subitem): a) Mi Maior d) Fá# menor. b) Si menor e) Mib menor 1 SEÇÃO ESCRITA 1- Escrever as armaduras das seguintes tonalidades (0,1 ponto cada subitem): a) Mi Maior d) Fá# menor b) Si menor e) Mib menor c) Réb Maior 2- Dadas as tonalidades, escrever a armadura

Leia mais

Teoria Musical. Prof. Rodrigo Faleiros. Prof. Rodrigo Faleiros. blog: rodfaleiros.wordpress.com

Teoria Musical. Prof. Rodrigo Faleiros. Prof. Rodrigo Faleiros.   blog: rodfaleiros.wordpress.com Teoria Musical Prof. Rodrigo Faleiros Prof. Rodrigo Faleiros e-mail: rodfaleiros@gmail.com blog: rodfaleiros.wordpress.com 2 Aula 1 Ritmo Ritmo é a sucessão de tempos fortes e fracos que se alternam com

Leia mais

Ano letivo de Currículo da Disciplina de Educação Musical 5º Ano I UNIDADE

Ano letivo de Currículo da Disciplina de Educação Musical 5º Ano I UNIDADE Ano letivo de 2012-2013 Currículo da Disciplina de Educação Musical 5º Ano I UNIDADE - Ensaiar e apresentar publicamente interpretações individuais e em grupo de peças musicais em géneros e formas contrastantes

Leia mais

Para responder à questão 1, ouça atentamente o trecho musical I.

Para responder à questão 1, ouça atentamente o trecho musical I. Nas questões de 1 a 9, responda de acordo com o comando de cada uma delas. As questões 1, 3 e 8 exigem respostas a serem construídas pelo próprio candidato; as questões 2, 7 e 9 são de associação ou complementação.

Leia mais

Estado de Santa Catarina Prefeitura Municipal de Barra Bonita Caderno de Provas Processo Seletivo nº 001/2017

Estado de Santa Catarina Prefeitura Municipal de Barra Bonita Caderno de Provas Processo Seletivo nº 001/2017 1 Estado de Santa Catarina Prefeitura Municipal de Barra Bonita Caderno de Provas Processo Seletivo nº 001/2017 Prova: Conhecimento Especifico Conhecimento Gerais Prova para provimento do cargo de INSTRUTOR

Leia mais

TEORIA E PERCEPÇÃO MUSICAL

TEORIA E PERCEPÇÃO MUSICAL 2 a Etapa TEORIA E PERCEPÇÃO MUSICAL Vestibular CADERNO 1 SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. Leia atentamente o CARTAZ sobre ELIMINAÇÃO AUTOMÁTICA, afixado na parede da sala, à sua frente, e as instruções que

Leia mais

TEORIA E PERCEPÇÃO MUSICAL

TEORIA E PERCEPÇÃO MUSICAL 2 a Etapa TEORIA E PERCEPÇÃO MUSICAL Vestibular CADERNO 3 SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. Leia atentamente o CARTAZ sobre ELIMINAÇÃO AUTOMÁTICA, afixado na parede da sala, à sua frente, e as instruções que

Leia mais

Formação Musical 3.º Ciclo do Ensino Básico Prova Escrita e Oral

Formação Musical 3.º Ciclo do Ensino Básico Prova Escrita e Oral Informação - Prova de Equivalência à Frequência Formação Musical 3.º Ciclo do Ensino Básico Prova Escrita e Oral Ano Letivo 2016/2017 Introdução O presente documento visa divulgar as características da

Leia mais

FORMAÇÃO MUSICAL 9.º Ano/5.º Grau

FORMAÇÃO MUSICAL 9.º Ano/5.º Grau Informação - Prova de Equivalência à Frequência FORMAÇÃO MUSICAL 9.º Ano/5.º Grau Ano Letivo 2015/2016 1. Introdução O presente documento visa divulgar as características da prova de equivalência à frequência

Leia mais

Conhecimentos Específicos

Conhecimentos Específicos PROCESSO SELETIVO 2017 Edital 24/2016 - NC Prova: 28/11/2016 INSCRIÇÃO TURMA NOME DO CANDIDATO ASSINO DECLARANDO QUE LI E COMPREENDI AS INSTRUÇÕES ABAIXO: CÓDIGO ORDEM INSTRUÇÕES Conhecimentos Específicos

Leia mais

DISCIPLINA EDUCAÇÃO MUSICAL

DISCIPLINA EDUCAÇÃO MUSICAL INFORMAÇÃO-PROVA PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DISCIPLINA EDUCAÇÃO MUSICAL PROVA 12/17 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MONTEMOR - NOVO º Ano de Escolaridade (Decreto-Lei nº 19/12, de 5 de julho, republicado

Leia mais

Para responder à questão 1, ouça atentamente o trecho musical I.

Para responder à questão 1, ouça atentamente o trecho musical I. Nas questões de 1 a 10, responda de acordo com o comando de cada uma delas. As questões 1, 3 e 8 exigem respostas a serem construídas; as questões 2, 7, 9 e 10 são de associação. As respostas a essas questões

Leia mais

Habilidades Específicas

Habilidades Específicas Habilidades Específicas MÚSICA 10 de Junho de 2007 Início: 8h DURAÇÃO DA PROVA: 4H Conteúdo: 20 questões objetivas Este caderno não será liberado NOME: CARTEIRA Nº PROVA DE HABILIDADES ESPECÍFICAS MÚSICA

Leia mais

GRADE CURRICULAR CAVALLIERI TECLADO

GRADE CURRICULAR CAVALLIERI TECLADO MÓDULO I 1º Semestre 1.1 Apresentação do instrumento - Conhecimento das características e possibilidades de uso com seus recursos sonoros e eletrônicos e diferenças entre o teclado e o piano. 1.2 Postura,

Leia mais