1 Ligação do Mic Entrada digital

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "1 Ligação do Mic-91. 1.1 Entrada digital"

Transcrição

1 1 MIC - 91

2 2 Índice 1. Ligação do Mic Entrada digital Alimentação Entradas Analógicas Relé 4 2. Operação Setagem de peso Coluna de leds Totalizadores 6 3. Calibração do Mic Tara da balança Tempo inicial Tempo final Modelos 9 4. Mxa100RF Especificações técnicas 11

3 3 1 Ligação do Mic Entrada digital Nestes bornes, 11 e 12, deveram ser ligados um sinal de tenção AC de 110 à 250 Vca, oriundo do botão de partida ou saída da contatora que liga o motor da correia ou componente que indicará funcionamento do mecanismo que baliza o ON/OFF do sistema, pois somente após este sinal ser ligado, o Mic-91 irá iniciar a leitura da entrada analógica (balança), chamando-se assim de START (partida). Obs.: No caso da instalação de mais de um MIC 91 (sistema de dosagem) a entrada digital dos bornes 9 e 10 serão ativadas através do software tendo a função de RESET do START cujo o sinal será oriundo do relé final bornes 5 e Alimentação Os bornes, 1 e 2, deveram ser ligados à rede elétrica (90~240Vca). Esta alimentação devera passa por uma chave interruptora dupla instalada próxima ao Mic, facilitando a operação de ligar e de calibração 1.3 Entrada analógica A entrada analógica (0 à 5 Vcc) é ligada ao transdutor MXA100RF que amplifica o sinal da célula de carga (balança).

4 4 1.4 Relés Nos bornes 5 e 6 existe um relé NA cuja função é, ao final da pesagem setada, acionar um alarme ou sinal luminoso por tempo determinado através do software e no caso da utilização de mais de um MIC 91 (sistemas de dosagem múltiplas) terá a função de reset do start. Nos bornes 7 e 8 existe um relé NA cuja função é ligar a correia transportadora da balança logo após o tempo setado do start. 2- Operação Com o equipamento todo montado (balança, transdutor cabos conectados e etc). Ligue a chave interruptora assim se inicia o boot onde por breves segundos aparece no display o nome do produto e a versão do software. Em seguida o display passa à tela de vazão e peso setável. OBS.: Enquanto a entrada digital não receber sinal, (110 à 250 Vca), a tela permanecerá sem leitura da vazão, assim que a entrada digital receber sinal, a leitura passa a ocorrer (correia em movimento) e inicia o processo de pesagem até que o peso setado seja alcançado.

5 5 2.1 Setagem do peso (Kg) Para efetuar a setagem do peso, de um toque na tecla enter então aparecerá uma tarja piscante a baixo do digito. Quando a tarja piscante está presente é possível alterar o valor daquele digito utilizando as teclas + e para aumentar e diminuir respectivamente, para deslocar a tarja piscante para o digito seguinte basta mais um toque na tecla enter, faça a alteração se for necessário e para confirmar a alteração de um último toque na tecla enter. OBS.: certifique-se que este último toque na tecla enter retirou a tarja piscante do display. 2.2 Coluna de leds No painel frontal existe uma coluna de 4 leds indicando a função correspondente: o primeiro cujo o símbolo é um raio indica a ação de start produzido pelo botão de toque no painel de comando. O segundo cujo o símbolo é um relógio indica a cronometragem do tempo inicial setado no software, e quando este apagar se iniciará a pesagem com a partida da correia. O terceiro led cujo símbolo é uma balança indica que a pesagem está em curso e o relé se encontra ativado. O quarto e último led indica o final da pesagem e a ativação do segundo relé (relé final).

6 Totalizadores Na tela principal a linha inferior no canto direito está o primeiro totalizador de caráter parcial pois a cada nova pesagem este será zerado. Estando na tela de vazão com um toque no botão menu é possível acessar a tela dos totalizadores. Na linha superior existe um totalizador parcial zeravel com o toque da tecla enter e na linha inferior existe um totalizador geral inalterável. 3- Calibração do Mic-91 A calibração do Mic-91 é feita através do software no modo de calibração onde se define parâmetros. Para acessar o modo de calibração mantenha a tecla Menu pressionada então ligue o Mic-91, aguarde breves segundos até que apareça no display a tela Ticel modo de calibração, então libere a tecla Menu. Logo em seguida parece na tela de calibração do ganho. A calibração da balança e feita do modo dinâmico, partindo de um valor de ganho X e com tara definida, faça passar material numa quantidade boa, anote o valor totalizador parcial, pese o material em uma balança e faça a seguinte regra de 3.

7 7 Ex.: GA = Ganho atual 100 PT = Peso totalizador parcial Kg PC = Peso conferido Kg GA G PT PC X G G = 500 X = = Tara da balança Obs.: antes da calibração do ganho é necessário tarar a balança. Para acessar a tela do zero no modo de calibração tecle enter quando estiver na tela do ganho. Com a correia vazia faça a leitura dos bits do lado direito com a correia em movimento e com a correia parada verifique se existe muita diferença entre ambas leituras. No caso de haver diferença superior a 10 bits verifique parte física da balança e sua correia. Tendo uma boa leitura, utilizando os botões + e - insira o valor da leitura no campo de zero. Desta forma a balança estará tarada pronta para a calibração do ganho. 3.2 Tempo inicial O tempo inicial dado em segundos é um atraso entre o start e o inicio da pesagem.

8 8 3.3 Tempo final O tempo final também em segundos é o tempo de permanência da ativação do relé final (no caso de sistemas de dosagem ativará o reset). 3.4 Modulos Neste campo se indicará o modo de utilização do MIC 91 que poderá ser de duas maneiras distintas. Quando estiver em 001 indica seu uso individual sem que seja necessário a ativação da entrada digital reset. Quando for 002 estará indicando a utilização múltipla com dois ou mais MICs 91 (sistemas de dosagens) neste caso é necessário a ativação da entrada digital reset a cada nova pesagem. 4. MXA-100RF Transdutor/Amplificador de sinal da célula de carga.

9 9 OBS.: o Transdutor/Amplificador MXA-100RF deverá ser instalado o mais próximo possível da célula de carga, para evitar ruídos interferentes e sua energização deverá possuir interruptor próximo do equipamento na cabine de comando, bem como a tensão escolhida deverá ser estabilizada. 5. Especificações técnicas 1) Mic 91 Alimentação 90~240Vca Entradas para transdutor MXA-100 sinal 0 a 5Vcc 1 Entradas digitais (110 a 380V) 2 Display de cristal líquido (em caracteres) 16x2 Teclado de borracha 4 funções Gabinete plástico DIN PATOLA 98X98 Rasgo de painel 90X90mm Relé NA 2 2) Transdutor MXA-100RF Alimentação Sinal de entrada Sinal de saída Caixa metálica Célula de carga 240V/127V 0 a 24 Mv/V 0 a 5 Vcc 100x100x70mm Tração(SV-50/100/200)

10 Anotações 10

11 11 Contato / Contact - Geral / General - Administrativo / Administrative - Comercial / Comercial - Software e hardware / Software and hardware - Assistência técnica / Technique Attendence Tubiello Indústria, Comércio e Eletromecânica Ltda Rua Itapuí, 173 Cep Sarandi - Porto Alegre - RS Brasil Fone Fax

Entrada Digital Vca 2 Entrada Digital Vca 1

Entrada Digital Vca 2 Entrada Digital Vca 1 1 2 ÍNDICE 1. Ligação do Mic-91... 3 1.1. Entrada digital... 3 1.2. Alimentação... 3 1.3. Entradas Analógicas... 3 1.4. Relé... 3 2. Operação... 4 2.1. Setagem de peso... 5 2.2. Coluna de leds... 5 2.3.

Leia mais

1 Ligação do Mic Entrada digital OBS.: Alimentação 1.3 Entrada analógica

1 Ligação do Mic Entrada digital OBS.: Alimentação 1.3 Entrada analógica 1 Mic - 90 2 Índice 1. Ligação do Mic-90 3 1.1. Entrada digital 3 1.2. Alimentação 3 1.3. Entrada Analógica 3 2. Operação 4 2.1. Led do painel 5 2.2. Totalizadores 5 3. Calibração do Mic-90 5 3.1. Tara

Leia mais

INDICADOR DIGITAL PANANTEC ATMI

INDICADOR DIGITAL PANANTEC ATMI INDICADOR DIGITAL PANANTEC ATMI MANUAL DE REFERÊNCIA PANANTEC ATMII COMÉRCIIO E SERVIIÇO LTDA Rua Apuanã, 31 - Jd. Jaçanã cep: 02318-050 São Paulo / SP Brasil Fone: (11) 2243-6194 / 2243-6192 Fax: (11)

Leia mais

Indicador Digital Processos MODO DE USO. Dados Técnicos Conexões elétricas Utilização do teclado Dimensional. ABB Automação.

Indicador Digital Processos MODO DE USO. Dados Técnicos Conexões elétricas Utilização do teclado Dimensional. ABB Automação. Indicador Digital Processos MODO DE USO Dados Técnicos Conexões elétricas Utilização do teclado Dimensional ABB Automação Hartmann & Braun Dados Técnicos (NRB5180) Entrada -mvdc: -Vdc -madc Alimentação

Leia mais

MANUAL DE OPERAÇÃO BALANÇA ROR LINHA RS

MANUAL DE OPERAÇÃO BALANÇA ROR LINHA RS MANUAL DE OPERAÇÃO BALANÇA ROR LINHA RS ÍNDICE I - INTRODUÇÃO... 02 II - RECEBENDO SUA BALAÇA ROR... 02 III - MONTAGEM DO EQUIPAMENTO... 02 IV - LIGANDO SUA BALANÇA... 03 V - RECURSOS PARA OPERAÇÃO...

Leia mais

INFORMATIVO DE PRODUTO

INFORMATIVO DE PRODUTO Temporizador Automático / Relógio Programador de Horário Para Acionamento Automático de Sirenes e Outros Equipamentos Código: AFKITPROG 2 O REGISTRADOR ELETRÔNICO DE PONTO REP O Relógio Acionador Automático

Leia mais

CURSO OPERACIONAL TOPOLOGIA SISTEMA SIGMA 485-E

CURSO OPERACIONAL TOPOLOGIA SISTEMA SIGMA 485-E SIGMA Sistema Integrado de Combate a Incêndio CURSO OPERACIONAL TOPOLOGIA SISTEMA SIGMA 485-E CABO BLINDADO (SHIELD) 4 VIAS 2X2,50 MM + 2X0,75 MM IHM Possibilidade de até 95 loops. LOOP LOOP LOOP CABO

Leia mais

BLOCKGAS. Sistema de Monitoração e Alarme de vazamento de gás SB330. Este módulo é parte integrante do sistema de detecção de gás SB330.

BLOCKGAS. Sistema de Monitoração e Alarme de vazamento de gás SB330. Este módulo é parte integrante do sistema de detecção de gás SB330. Este módulo é parte integrante do sistema de detecção de gás. É composto por um circuito inteligente (microcontrolado) que recebe o sinal gerado por um sensor eletrônico de gás, processa sua calibração

Leia mais

Central de Alarme de Oito Zonas

Central de Alarme de Oito Zonas Central de Alarme de Oito Zonas R02 ÍNDICE CARACTERÍSTICAS GERAIS:... 3 CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS:... 3 CONHECENDO A CENTRAL:... 4 COMO A CENTRAL FUNCIONA:... 4 COMO APAGAR A MEMÓRIA DA CENTRAL:... 4 COMO

Leia mais

CR20PW. Manual do Usuário

CR20PW. Manual do Usuário CR20PW Manual do Usuário R Índice Termostato eletrônico com saída controlada CR20PW... 3 Descrição Geral... 3 Características Técnicas... 3 Modo de Operação... 4 Programação... 4 Esquema de ligações...

Leia mais

Obs.: O processo irá se repetir enquanto durar o disparo do alarme.

Obs.: O processo irá se repetir enquanto durar o disparo do alarme. pág. 9 DISCADOR T-430 Aplicação: Equipamento desenvolvido a fim de realizar automaticamente discagens telefônicas para aviso de alarme. Podendo ser implementado praticamente à todos os sistema de alarme.

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES Indicador Microprocessado - IT-IND-2S-LC INFORMAÇÕES DO PRODUTO. Versão: 1.xx / Rev. 03

MANUAL DE INSTRUÇÕES Indicador Microprocessado - IT-IND-2S-LC INFORMAÇÕES DO PRODUTO. Versão: 1.xx / Rev. 03 1 Introdução: Os indicadores possuem uma entrada analógica configurável por software, que permite a conexão de diverstos tipos de sensores de temperatura e outras grandezas elétricas sem a necessidade

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO QTA-GMG

MANUAL DE INSTALAÇÃO QTA-GMG MANUAL DE INSTALAÇÃO QTA-GMG 1º verificar o nível de água do radiador, e ligue os cabos da bateria. 2º verificar o nível do óleo do motor 3º Ligação da rede ao painel.. Dentro do painel, na parte superior

Leia mais

MÓDULO MD-50 DESCRIÇÃO DO PRODUTO CARACTERÍSTICAS GERAIS CONECTOR DE ENTRADA SENHA DO USUÁRIO

MÓDULO MD-50 DESCRIÇÃO DO PRODUTO CARACTERÍSTICAS GERAIS CONECTOR DE ENTRADA SENHA DO USUÁRIO MÓDULO MD-50 DESCRIÇÃO DO PRODUTO Com esse equipamento você pode monitorar qualquer central de alarme convencional ou eletrificador. Ele possui 5 entradas e uma saída PGM que pode ser acionada por telefone

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO. Discador GSM

MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO. Discador GSM MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO www.compatec.com.br Indice: 1. Caracterísitcas... 2 2. Leds... 3 3. Programando os números telefonicos... 4 3.1. Para apagar números individualmente... 4 3.2. Para apagar

Leia mais

MANUAL ZEDIT 32 Índice:

MANUAL ZEDIT 32 Índice: MANUAL ZEDIT 32 Índice: Configuração Painel -------------------------------------------------------------------- 02 à 04 Criar Novo modelo Painel -------------------------------------------------------------

Leia mais

MANUAL DE OPERAÇÃO SISTEMA ROR

MANUAL DE OPERAÇÃO SISTEMA ROR MANUAL DE OPERAÇÃO SISTEMA ROR ÍNDICE I - INTRODUÇÃO... 02 II - RECEBENDO SEU SISTEMA ROR... 02 III - MONTAGEM DO EQUIPAMENTO... 03 IV - LIGANDO SUA BALANÇA... 03 V - RECURSOS PARA OPERAÇÃO... 04 VI -

Leia mais

Manual Técnico. Gabinete 45 CMPC. para notebooks educacionais

Manual Técnico. Gabinete 45 CMPC. para notebooks educacionais Manual Técnico Gabinete 45 CMPC para notebooks educacionais 01 Sobre o produto Armazenamento transporte e carga: - 45 Notebooks Educacionais + Notebook do professor Segurança: - Totalmente fabricado em

Leia mais

Índice. 1 - Introdução Apresentação MXA Operação Limites de produção... 7

Índice. 1 - Introdução Apresentação MXA Operação Limites de produção... 7 2 Índice 1 - Introdução... 3 2 - Apresentação... 4 3 - MXA-100... 5 4 - Operação... 6 4.1 - Limites de produção... 7 5 - Calibração da usina... 8 5.1 - Calibração da balança de agregados... 8 5.2 - Tara

Leia mais

MX5000 Controlador de Usina de Concreto

MX5000 Controlador de Usina de Concreto 3/10/201217 MX5000 Controlador de Usina de Concreto 2 Índice 1. Apresentação... 3 2. Instalação do Software... 3 3. Ligando o equipamento... 5 3.1. Tela principal... 6 3.2. Iniciar Processo... 7 3.3. Aumentando

Leia mais

ANALISADOR DE ENERGIA CEM 1000

ANALISADOR DE ENERGIA CEM 1000 ANALISADOR DE ENERGIA CEM 1000 MANUAL DE INSTRUÇÕES ANALISADOR DE ENERGIA CEM1000 1.- INTRODUÇÃO: O analisador de energia CIBER modelo CEM1000, mede, calcula e totaliza as principais grandezas elétricas

Leia mais

manual do usuário PHONE ACT Version 1.0

manual do usuário PHONE ACT Version 1.0 PHONE ACT Version 1.0 ACF 012001 Version 1.0 PHONE ACT CONTEÚDO DO KIT FLIP (Terminal FLIP) ESPECIFICAÇÃO Fonte de energia elétrica AC/DC Cabo de Rede PHONE ACT Manual do Usuário Cancelar Discagem Rápida

Leia mais

Manual de Operação Balança Eletrônica Mod: EB 2001

Manual de Operação Balança Eletrônica Mod: EB 2001 Manual de Operação Balança Eletrônica Mod: EB 2001 1 Descrição: A balança eletrônica produzida por nossa empresa utiliza tecnologia de ponta, baixo consumo de energia e conversores analógicos/digitais

Leia mais

CR20I MANUAL DO USUÁRIO

CR20I MANUAL DO USUÁRIO CR20I MANUAL DO USUÁRIO R Índice Descrição Geral... 3 Aplicações... 3 Características Técnicas... 3 Modo de Operação... 3 Programação... 4 Esquema de Ligações... 9 Dimensões (mm)... 10 2 Indicador CR20IG

Leia mais

KA-039 Equipamento de Limpeza e Teste de Injetores com teste de motor de passo, atuadores bosch 2, 3 e 4 fios e atuador zetec

KA-039 Equipamento de Limpeza e Teste de Injetores com teste de motor de passo, atuadores bosch 2, 3 e 4 fios e atuador zetec KA-039 Equipamento de Limpeza e Teste de Injetores com teste de motor de passo, atuadores bosch 2, 3 e 4 fios e atuador zetec 1 Kitest Equipamentos Automotivos Ltda. KA-039 Máquina de limpeza e teste de

Leia mais

T-530. Características. Características técnicas TELE ALARME MICROPROCESSADO. Aplicação

T-530. Características. Características técnicas TELE ALARME MICROPROCESSADO. Aplicação 12 T-530 TELE ALARME MICROPROCESSADO Aplicação Equipamento desenvolvido a fim de realizar automaticamente discagens telefônicas para aviso de alarme. Podendo ser implementado praticamente à todos os sistema

Leia mais

2-Instalação da cuba. 1-Apresentação. Cuba de Ionização Abraçadeira s. Cano. Mangote

2-Instalação da cuba. 1-Apresentação. Cuba de Ionização Abraçadeira s. Cano. Mangote Manual de Instalação Índice 1- Apresentação 2- Instalação da cuba. 3- Instalação do painel de controle 4- Ligação elétrica 5- Dispositivo de segurança 6- Características do Purilaqua 7- Tempo de filtragem

Leia mais

Resumo da Instalação do Modelo HC-1180 Modbus RTU 150924V1.2. 1-Instalações Necessárias. P1- Drive USB para Windows do Conversor RS- 485 para USB.

Resumo da Instalação do Modelo HC-1180 Modbus RTU 150924V1.2. 1-Instalações Necessárias. P1- Drive USB para Windows do Conversor RS- 485 para USB. Resumo da Instalação do Modelo HC-1180 Modbus RTU 150924V1.2 1-Instalações Necessárias P1- Drive USB para Windows do Conversor RS- 485 para USB. P2- Programa Supervisório HC-1180 Rodelta. P3- Instalação

Leia mais

ST 160 ST 160 0 # Manual de Referência e Instalação

ST 160 ST 160 0 # Manual de Referência e Instalação ST 160 ST 160 1 2 3 4 5 6 7 8 9 0 # Manual de Referência e Instalação Descrições 1 1 2 3 4 5 6 7 8 9 0 # 3 2 Número Descrição 1 Indicador de modo 2 Antena 3 Matriz do Teclado 4 Parafuso Especificações

Leia mais

MANUAL DE OPERAÇÃO BALANÇA ROR MODELO RC 5000/1 CONTADORA ÍNDICE

MANUAL DE OPERAÇÃO BALANÇA ROR MODELO RC 5000/1 CONTADORA ÍNDICE MANUAL DE OPERAÇÃO BALANÇA ROR MODELO RC 5000/1 CONTADORA ÍNDICE I - INTRODUÇÃO... 03 II - INSTALAÇÃO DO EQUIPAMENTO... 03 III - LIGANDO SUA BALANÇA... 03 IV - OPERAÇÃO... 04 V - RECURSOS DA BALANÇA CONTADORA...

Leia mais

CONFIGURAÇÃO PASSO A PASSO DO TELEFONE

CONFIGURAÇÃO PASSO A PASSO DO TELEFONE CONFIGURAÇÃO PASSO A PASSO DO TELEFONE 1. Ligando o telefone. Pressione a tecla vermelha por 3 segundos, após a inicialização do telefone aparecerá a tela inicial com a operadora escolhida. (claro, tim,

Leia mais

Técnica Industrial Oswaldo Filizola Ltda. Manual de Instruções Dinamômetro digital para ponte rolante mod. IWB. rev. dez/06

Técnica Industrial Oswaldo Filizola Ltda. Manual de Instruções Dinamômetro digital para ponte rolante mod. IWB. rev. dez/06 Técnica Industrial Oswaldo Filizola Ltda. Manual de Instruções Dinamômetro digital para ponte rolante mod. IWB Índice Introdução... 3 Componentes... 3 Painel frontal... 4 Modo de usar... 5 Troca de pilhas...

Leia mais

Multimedidores Inteligentes MGE G3 Modo de uso do software IBIS_BE_cnf. ABB Automação. Hartmann & Braun

Multimedidores Inteligentes MGE G3 Modo de uso do software IBIS_BE_cnf. ABB Automação. Hartmann & Braun Multimedidores Inteligentes MGE G3 Modo de uso do software IBIS_BE_cnf ABB Automação Hartmann & Braun Índice 1. IBIS_BE_CNF - DEFINIÇÃO... 3 2. INSTALAÇÃO... 3 2.1. PRÉ-REQUISITOS PARA INSTALAÇÃO... 3

Leia mais

ÍNDICE. Informações Técnicas... 12 Posição de montagem e dimensões... 13

ÍNDICE. Informações Técnicas... 12 Posição de montagem e dimensões... 13 1 ÍNDICE Função do detector de inclinação... 4 Instalação do módulo do sensor de ângulo... 5 Instalação do display... 6 Operação da unidade de display... 7 Reporte do display... 8 Parametrização do display...

Leia mais

Hera Indústria de Equipamentos Eletrônicos LTDA Manual de Instalação e Operação DISCADORA VIA CELULAR. HERA HR 2050. Cel.

Hera Indústria de Equipamentos Eletrônicos LTDA Manual de Instalação e Operação DISCADORA VIA CELULAR. HERA HR 2050. Cel. DISCADORA VIA CELULAR HERA HR 2050. Cel Manual do Usuário ÍNDICE 1 Introdução 03 1.1 Visão Geral 03 1.2 Descrição 03 1.3 Funcionamento 04 1.4 Instalação do Receptor Acionador via cel. 05, 06 e 07 1.5 Configurando

Leia mais

Balanças C&F Pesadoras

Balanças C&F Pesadoras Balanças C&F Pesadoras Manual de Instruções Balanças Pesadoras 2 Introdução Os modelos de balanças desenvolvidas pela C&F reúnem o que há de mais atual em tecnologia de balanças eletrônicas. Este desenvolvimento

Leia mais

Manual de Operação e Configuração Versão Dosador de Óleo 1.1. Dosador de Óleo PESO EXATO

Manual de Operação e Configuração Versão Dosador de Óleo 1.1. Dosador de Óleo PESO EXATO Manual de Operação e Configuração Versão Dosador de Óleo 1.1 Dosador de Óleo PESO EXATO DEZEMBRO / 2009 2 ÍNDICE 1 MENU F1:... 4 1.1 Programação do peso do Óleo a ser dosado... 4 2 MENU F2... 5 2.1 Quantidade

Leia mais

MINISTÉRIO DA INDÚSTRIA, DO COMÉRCIO E DO TURISMO EXTERIOR - MDIC

MINISTÉRIO DA INDÚSTRIA, DO COMÉRCIO E DO TURISMO EXTERIOR - MDIC MINISTÉRIO DA INDÚSTRIA, DO COMÉRCIO E DO TURISMO EXTERIOR - MDIC INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, NORMALIZAÇÃO E QUALIDADE INDUSTRIAL - INMETRO Portaria INMETRO/DIMEL/Nº 185, de 24 de outubro de 2003.

Leia mais

PROGRAMAÇÃO EM LINGUAGEM LADDER LINGUAGEM DE RELÉS

PROGRAMAÇÃO EM LINGUAGEM LADDER LINGUAGEM DE RELÉS 1 PROGRAMAÇÃO EM LINGUAGEM LADDER LINGUAGEM DE RELÉS INTRODUÇÃO O processamento interno do CLP é digital e pode-se, assim, aplicar os conceitos de lógica digital para compreen8 der as técnicas e as linguagens

Leia mais

Comutador USB KVM Comutador USB KVM com áudio, 2 portas Comutador USB KVM com áudio, 4 portas Manual

Comutador USB KVM Comutador USB KVM com áudio, 2 portas Comutador USB KVM com áudio, 4 portas Manual Comutador USB KVM Comutador USB KVM com áudio, 2 portas Comutador USB KVM com áudio, 4 portas Manual DS-11403 (2 portas) DS-12402 (4 portas) NOTA Este equipamento foi testado e está em conformidade com

Leia mais

Manual de Instalação... 2 RECURSOS DESTE RELÓGIO... 3 1 - REGISTRANDO O ACESSO... 4 1.1 Acesso através de cartão de código de barras:...

Manual de Instalação... 2 RECURSOS DESTE RELÓGIO... 3 1 - REGISTRANDO O ACESSO... 4 1.1 Acesso através de cartão de código de barras:... 0 Conteúdo Manual de Instalação... 2 RECURSOS DESTE RELÓGIO... 3 1 - REGISTRANDO O ACESSO... 4 1.1 Acesso através de cartão de código de barras:... 4 1.2 Acesso através do teclado (digitando a matrícula):...

Leia mais

- ohmega@ohmeganet.com.br 18 SETORES MOD. CID 1806. Centrais convencionais para alarme de incêndio, com 18 ou 30 setores supervisionados.

- ohmega@ohmeganet.com.br 18 SETORES MOD. CID 1806. Centrais convencionais para alarme de incêndio, com 18 ou 30 setores supervisionados. 18 SETORES MOD. CID 1806 30 SETORES MOD. CID 3006 Centrais convencionais para alarme de incêndio, com 18 ou 30 setores supervisionados. Instruções de Funcionamento: A central OHMEGA possui dois modos principais

Leia mais

S IBRATEC MANUAL DE INSTRUÇÕES AOB294I-5K1 AMPERÍMETRO COM SAÍDA DE CONTROLE

S IBRATEC MANUAL DE INSTRUÇÕES AOB294I-5K1 AMPERÍMETRO COM SAÍDA DE CONTROLE www.sibratec.ind.br MANUAL DE INSTRUÇÕES AOB294I-5K1 AMPERÍMETRO COM SAÍDA DE CONTROLE 1 - INTRODUÇÃO Os medidores de grandezas elétricas da família AOB fazem parte de uma nova geração de medidores inteligentes

Leia mais

IECETEC. Acionamentos elétricos AULA 15 INVERSOR DE FREQUÊNCIA (AULA PRÁTICA)

IECETEC. Acionamentos elétricos AULA 15 INVERSOR DE FREQUÊNCIA (AULA PRÁTICA) AULA 15 INVERSOR DE FREQUÊNCIA (AULA PRÁTICA) FOLHA DE ROTEIRO - 02 DISCIPLINA: INVERSOR DE FREQUÊNCIA ALUNO EXPERIMENTO AULA DE CAMPO TIPO DE ATIVIDADE AULA PRÁTICA DEMONSTRAÇÃO NOME DA ATIVIDADE INSTALAÇÃO

Leia mais

IINTRODUÇÃO SOFTWARE DE PROGRAMAÇÃO GP-SOFTWARE

IINTRODUÇÃO SOFTWARE DE PROGRAMAÇÃO GP-SOFTWARE IINTRODUÇÃO SOFTWARE DE PROGRAMAÇÃO GP-SOFTWARE Rev.: 01 (03/09/2007) PRODUTOS ELETRÔNICOS METALTEX LTDA. Rua: José Rafaelli, 221 - Socorro - S. Amaro - São Paulo / SP. CEP: 04763-280 - Brasil Tel.: 55

Leia mais

Manual de utilização do módulo NSE METH-8RL/Exp

Manual de utilização do módulo NSE METH-8RL/Exp INSTALAÇÃO 1 - Baixe o arquivo Software Configurador Ethernet disponível para download em www.nse.com.br/downloads-manuais e descompacte-o em qualquer pasta de sua preferência. 2 - Conecte a fonte 12Vcc/1A

Leia mais

Monitor de Rede Elétrica Som Maior Pro. Manual do Usuário Versão 3.9f

Monitor de Rede Elétrica Som Maior Pro. Manual do Usuário Versão 3.9f Monitor de Rede Elétrica Som Maior Pro Manual do Usuário Versão 3.9f 2 ÍNDICE PÁG. 1 APRESENTAÇÃO...03 2 DESCRIÇÃO DO EQUIPAMENTO...04 2.1 ROTINA INICIAL DE AVALIAÇÃO DA REDE ELÉTRICA...04 2.2 TROCA DE

Leia mais

Fone: 0800 707 5700. Manual de Instruções. Bloco Digestor DQO Microprocessado Mod.: 25439

Fone: 0800 707 5700. Manual de Instruções. Bloco Digestor DQO Microprocessado Mod.: 25439 Fone: 0800 707 700 Manual de Instruções Bloco Digestor DQO Microprocessado Mod.: 9 Fone: 0800 707 700 ÍNDICE. INTRODUÇÃO. ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS. FUNCIONAMENTO. Instalação. Programando o timer (tempo).

Leia mais

CONTROLADOR ELETRÔNICO DE AR CONDICIONADO. GL-T540 Painel de Controle

CONTROLADOR ELETRÔNICO DE AR CONDICIONADO. GL-T540 Painel de Controle CONTROLADOR ELETRÔNICO DE AR CONDICIONADO GL-T540 Painel de Controle MANUAL PARA OPERADOR Maio 2005 Rev. BI Versão Software: 1.1 SUMMARIO 1) INTRODUÇÃO... 03 1.1) Introdução... 03 1.2) Painel de Controle...

Leia mais

FACILITY TOP HÍBRIDA. Manual Técnico MANUAL TÉCNICO AUTOMATIZADOR PARA PORTÕES DESLIZANTES MONDIALE. P19165 - Rev. 1

FACILITY TOP HÍBRIDA. Manual Técnico MANUAL TÉCNICO AUTOMATIZADOR PARA PORTÕES DESLIZANTES MONDIALE. P19165 - Rev. 1 MANUAL TÉCNICO AUTOMATIZADOR PARA PORTÕES DESLIZANTES P19165 - Rev. 1 MONDIALE 1 ÍNDICE DIAGRAMA DE CONEXÕES...4 Principais características... 5 Funções do led SN...5 Entrada PARA Trava...6 botões (+)

Leia mais

SP - 4000 PROTEGIDO CONTRA EMI MANUAL DE OPERAÇÃO

SP - 4000 PROTEGIDO CONTRA EMI MANUAL DE OPERAÇÃO SP - 4000 PROTEGIDO CONTRA EMI MANUAL DE OPERAÇÃO MANUAL OPERAÇÃO SP-4000 E.P.M. Tecnologia e Equipamentos Ltda. Avenida Comendador Gumercindo Barranqueiros, 285. Jardim Samambaia Jundiaí SP CEP - 13211-410

Leia mais

Manual de utilização do módulo NSE METH 3E4RL

Manual de utilização do módulo NSE METH 3E4RL INSTALAÇÃO 1 - Baixe o arquivo Software Configurador Ethernet disponível para download em www.nse.com.br/downloads-manuais e descompacte-o em qualquer pasta de sua preferência. 2 - Conecte a fonte 12Vcc/1A

Leia mais

Manual. Usuário. Time Card

Manual. Usuário. Time Card Manual do Usuário Time Card 1 Índice 1- Introdução...3 2 - Conteúdo da embalagem...3 3 - Instalação do Relógio...3 4 - Instalação da Sirene...4 5 - Tabela de Códigos e Funções...5 6 - Conhecendo o Display...5

Leia mais

1. INTRODUÇÃO 2. ESPECIFICAÇÕES

1. INTRODUÇÃO 2. ESPECIFICAÇÕES 1. INTRODUÇÃO O timer TI-10 foi projetado para atender a maior parte das necessidades de temporização em laboratórios, residências, lojas e nas indústrias. O microprocessador, a memória e o display do

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES INDICADOR DIGITAL IDP204

MANUAL DE INSTRUÇÕES INDICADOR DIGITAL IDP204 MANUAL DE INSTRUÇÕES INDICADOR DIGITAL IDP204 VERSÃO WEB JUNHO/2008 CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS Display : Led vermelho de alto brilho (13 mm). Teclado : 4 teclas ( Menu,Entra,Sobe e Desce ) Configuração:

Leia mais

Versão 1.02. Manual. Neocontrol Soluções em Automação LTDA www.neoc.com.br

Versão 1.02. Manual. Neocontrol Soluções em Automação LTDA www.neoc.com.br Versão 1.02 Manual Neocontrol Soluções em Automação LTDA www.neoc.com.br Índice 1. Descrição do Equipamento... 3 2. Princípio de Funcionamento... 4 2.1 Operação... 4 2.2 Configuração de Cenas... 4 2.2.1

Leia mais

CM8000TC. Manual do Usuário

CM8000TC. Manual do Usuário CM8000TC Manual do Usuário R Descrição Geral O CM8000TC é um temporizador microprocessado com 2 setpoints. Possui display a LED de 6 dígitos com escala em horas, minutos e segundos. A programação dos setpoints

Leia mais

AFERIDOR E PROGRAMADOR DE BANCADA MICROSAD STC-BR

AFERIDOR E PROGRAMADOR DE BANCADA MICROSAD STC-BR MANUAL DE OPERAÇÃO AFERIDOR E PROGRAMADOR DE BANCADA MICROSAD STC-BR STC-BR REV-002 Atenção: Modificações futuras serão reportadas através das Informações de Serviço (I.S.). Este documento é propriedade

Leia mais

GERTEC Manual de Operação e Instalação MTi-760 Versão 1.0

GERTEC Manual de Operação e Instalação MTi-760 Versão 1.0 GERTEC Manual de Operação e Instalação MTi-760 Versão 1.0 1 Índice Descrição 3 Reconhecendo o Terminal 4 Instalação do Terminal 5 Funcionamento 5 Características Gerais 8 CONTATOS GERTEC 9 2 Descrição

Leia mais

Leandro N.Alem 1351/53 -(1871)- Dock Sud Buenos Aires - Argentina T.E.:4201-5316 / 4222-9821 FAX:4222-9821 Web:www.ingecozs.com MANUAL DE OPERAÇÃO

Leandro N.Alem 1351/53 -(1871)- Dock Sud Buenos Aires - Argentina T.E.:4201-5316 / 4222-9821 FAX:4222-9821 Web:www.ingecozs.com MANUAL DE OPERAÇÃO Leandro N.Alem 1351/53 -(1871)- Dock Sud Buenos Aires - Argentina T.E.:4201-5316 / 4222-9821 FAX:4222-9821 Web:www.ingecozs.com MANUAL DE OPERAÇÃO ÍNDICE Especificações... 3 INSTALAÇÃO... 3 Operação...

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO NextCall Gravador Telefônico Digital

MANUAL DO USUÁRIO NextCall Gravador Telefônico Digital MANUAL DO USUÁRIO NextCall Gravador Telefônico Digital DEZEMBRO / 2010 NEXTCALL GRAVADOR TELEFÔNICO DIGITAL Obrigado por adquirir o NextCall. Este produto foi desenvolvido com o que há de mais atual em

Leia mais

1.3 Conectando a rede de alimentação das válvulas solenóides

1.3 Conectando a rede de alimentação das válvulas solenóides 1.3 Conectando a rede de alimentação das válvulas solenóides CONTROLE DE FLUSHING AUTOMÁTICO LCF 12 Modo Periódico e Horário www.lubing.com.br (19) 3583-6929 DESCALVADO SP 1. Instalação O equipamento deve

Leia mais

PAINEL ELETRÔNICO PIVÔ

PAINEL ELETRÔNICO PIVÔ PAINEL ELETRÔNICO PIVÔ INTRODUÇÃO O MONITOR COMPUTADORIZADO PCI-100 foi desenvolvido através da parceria entre a Irrigabras irrigação do Brasil, empresa fabricante de Pivôs Central e Convencional e a Enalta

Leia mais

Manual de Configuração e Operação

Manual de Configuração e Operação ALFA INSTRUMENTOS ELETRÔNICOS LTDA Manual de Configuração e Operação Última alteração Número do documento 21/02/2013 10:56 0054.MN.01.A Este documento contém os procedimentos de configuração e operação

Leia mais

ANUNCIADOR DE ALARME AL-2003

ANUNCIADOR DE ALARME AL-2003 AL-2003 Manual do usuário Anunciador de Alarme MAN-PT-DE-AL2003 Rev.: 1.00-12 Introdução Obrigado por ter escolhido nosso AL-2003. Para garantir o uso correto e eficiente do AL-2003, leia este manual

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES BALANÇA DIGITAL ED-1035

MANUAL DE INSTRUÇÕES BALANÇA DIGITAL ED-1035 MANUAL DE INSTRUÇÕES BALANÇA DIGITAL ED-1035 PREZADO CLIENTE A fim de obter o melhor desempenho de seu produto, por favor, leia este manual de instruções cuidadosamente antes de começar a usá-lo, e mantê-lo

Leia mais

Menu de Programação e Operação - Amperímetro Digital - Família GC 2009 Microcontrolado.

Menu de Programação e Operação - Amperímetro Digital - Família GC 2009 Microcontrolado. Operação - Amperímetro Digital - Família GC 2009 Microcontrolado. Com dois reles independentes para controle ou alarme, contatos reversíveis tipo SPDT e Sinal de Saída para Retransmissão da Amperagem medida

Leia mais

LINEAR EQUIPAMENTOS RUA SÃO JORGE, 269 - TELEFONE: 6823-8800 SÃO CAETANO DO SUL - SP - CEP 09530-250

LINEAR EQUIPAMENTOS RUA SÃO JORGE, 269 - TELEFONE: 6823-8800 SÃO CAETANO DO SUL - SP - CEP 09530-250 LINEAR EQUIPAMENTOS RUA SÃO JORGE, 269 - TELEFONE: 6823-8800 SÃO CAETANO DO SUL - SP - CEP 09530-250 Recomendações Iniciais SOFTWARE HCS 2005 - VERSÃO 4.2 (Compatível com Guarita Vr4.03 e Vr4.04) Para

Leia mais

ABB Automação. 13.82kV 119.4kA. 13.81kV 121.3kA. 13.85kV 120.2kA IDR 144 INDICADOR DIGITAL REMOTO MODO DE USO

ABB Automação. 13.82kV 119.4kA. 13.81kV 121.3kA. 13.85kV 120.2kA IDR 144 INDICADOR DIGITAL REMOTO MODO DE USO IDR 144 INDICADOR DIGITAL REMOTO MODO DE USO 13.82kV 119.4kA 13.81kV 121.3kA 13.85kV 120.2kA Dados Técnicos Conexões elétricas Utilização do teclado Protocolo de comunicação Modbus RTU Dimensional ABB

Leia mais

Hamtronix CONTROLE REMOTO DTMF. CRD200 - Manual de Instalação e Operação. Software V 2.0 Hardware Revisão B

Hamtronix CONTROLE REMOTO DTMF. CRD200 - Manual de Instalação e Operação. Software V 2.0 Hardware Revisão B Hamtronix CRD200 - Manual de Instalação e Operação Software V 2.0 Hardware Revisão B INTRODUÇÃO Índice...01 Suporte On-line...01 Termo de Garantia...01 Em Caso de Problemas (RESET)...01 Descrição do Produto...02

Leia mais

Manual do Usuário. Balança digital. & Analisador Corporal W835

Manual do Usuário. Balança digital. & Analisador Corporal W835 Manual do Usuário Balança digital & Analisador Corporal W835 MANUAL DO USUÁRIO Parabéns, pela aquisição do sua nova Balança Digital & Analisador Corporal W835 WISO. Antes de usar seu novo produto é muito

Leia mais

PROCEDIMENTO PARA REPASSAR BACKUP s EM CNC s FAGOR 8035 / 8055 ATRAVÉS DO SOFTWARE FAGOR WINDNC. REVISÃO 2.0

PROCEDIMENTO PARA REPASSAR BACKUP s EM CNC s FAGOR 8035 / 8055 ATRAVÉS DO SOFTWARE FAGOR WINDNC. REVISÃO 2.0 PROCEDIMENTO PARA REPASSAR BACKUP s EM CNC s FAGOR 8035 / 8055 ATRAVÉS DO SOFTWARE FAGOR WINDNC. REVISÃO 2.0 1 Ajustes dos parâmetros no CNC. 1.1 Explicações sobre parâmetros de Linha de Série 2 Software

Leia mais

BALANÇAS PARA PONTE ROLANTE MODELO BGB

BALANÇAS PARA PONTE ROLANTE MODELO BGB BALANÇAS PARA PONTE ROLANTE MODELO BGB ÍNDICE I Cuidado de Uso... 2 II Características... 2 III Características Técnicas.... 2 IV Capacidade..... 3 V Dimensões. 3 VI Operação 4 VII Diagrama de Funcionamento..

Leia mais

Gerenciador USB do Monitor de Rede Elétrica Som Maior Pro. Versão 3.6

Gerenciador USB do Monitor de Rede Elétrica Som Maior Pro. Versão 3.6 Gerenciador USB do Monitor de Rede Elétrica Som Maior Pro Versão 3.6 O Gerenciador é um Software para ambiente Windows que trabalha em conjunto com o Monitor de Rede Elétrica Som Maior Pro, através de

Leia mais

Manual; Módulo de Alarme com Sirene Piezo Elétrica Dedicada; Dois Transmissores com Bateria; Chicote de Potência.

Manual; Módulo de Alarme com Sirene Piezo Elétrica Dedicada; Dois Transmissores com Bateria; Chicote de Potência. COMPOSIÇÃO DO SISTEMA DE ALARME Manual; Módulo de Alarme com Sirene Piezo Elétrica Dedicada; Dois Transmissores com Bateria; Chicote de Potência. INFORMAÇÕES AO PROPRIETÁRIO 1. OPERAÇÕES BÁSICAS DO ALARME

Leia mais

Acionamento Motor CC 1.25 a 1.6/2.1 CV - BIVOLT

Acionamento Motor CC 1.25 a 1.6/2.1 CV - BIVOLT GUIA DE INSTALAÇÃO, CONFIGURAÇÃO E OPERAÇÃO Acionamento Motor CC 1.25 a 1.6/2.1 CV - BIVOLT Rua Arno Waldemar Dohler, 957 CEP 89.219-030 89.219 Joinville-SC Fone: (047) (047 3441-7751 Fax: (047) 3026-3060

Leia mais

Guia de utilização do software. universal GPRS M-300.

Guia de utilização do software. universal GPRS M-300. Guia de utilização do software Programador do módulo universal GPRS M-300. JFL Equipamentos Eletrônicos Ind. e Com. Ltda. Rua: João Mota, 471 - Bairro: Jardim das Palmeiras Santa Rita do Sapucaí - MG CEP:

Leia mais

Relé de Proteção do Motor RPM ANSI 37/49/50/77/86/94 CATÁLOGO. ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/5

Relé de Proteção do Motor RPM ANSI 37/49/50/77/86/94 CATÁLOGO. ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/5 CATÁLOGO ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/5 INTRODUÇÃO O Relé de Proteção de Motores RPM foi desenvolvido para supervisionar até 2 (dois) grupos ventiladores/motores simultaneamente, é utilizado

Leia mais

Manual de Operação. SCP Sistema de Controle de Pesagem

Manual de Operação. SCP Sistema de Controle de Pesagem SCP Sistema de Controle de Pesagem Fábrica, Administração, Vendas, Locação e Assistência Técnica. Fone/Fax: 41 3377 1577 Rua O Brasil para Cristo, 364 Boqueirão CEP 81650 110 CURITIBA PR comercial@digitronbalancas.com.br

Leia mais

Medição, Controle e Monitoramento de Processos Industriais. Manual de Instruções Contador Digital Microprocessado K204. Versão 1.XX / Rev.

Medição, Controle e Monitoramento de Processos Industriais. Manual de Instruções Contador Digital Microprocessado K204. Versão 1.XX / Rev. Medição, Controle e Monitoramento de Processos Industriais Manual de Instruções Contador Digital Microprocessado K204 Versão 1.XX / Rev. 1 Índice Item Página 1. Introdução...02 2. Características...02

Leia mais

Manual do instalador Box Output AC Rev. 0.01.000. Figura 01 Apresentação do Box Output AC.

Manual do instalador Box Output AC Rev. 0.01.000. Figura 01 Apresentação do Box Output AC. Pág. 1/10 Apresentação Equipamento para acionamento de cargas em corrente alternada 110/220V. Comunicação com outros dispositivos por rede CAN. 6 entradas digitais para acionamento local ou remoto. 6 entradas/saídas

Leia mais

PROCEDIMENTO PARA INSTALAR REDE ETHERNET EM CNC s FAGOR.

PROCEDIMENTO PARA INSTALAR REDE ETHERNET EM CNC s FAGOR. PROCEDIMENTO PARA INSTALAR REDE ETHERNET EM CNC s FAGOR. INDICE 1 Verificar a compatibilidade dos sistemas de hardware e software 1.1 Opcionais de Hardware 1.2 Opcionais de Software 2 Parametrização do

Leia mais

DISCADORA DISC CELL 5

DISCADORA DISC CELL 5 DISCADORA DISC CELL 5 1- FUNCIONAMENTO: A discadora Disc Cell 5 é um aparelho eletrônico que disca para até 5 números, o intervalo entre cada discagem é de 5 segundos e cada chamada dura aproximadamente

Leia mais

Placa Acessório Modem Impacta

Placa Acessório Modem Impacta manual do usuário Placa Acessório Modem Impacta Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e segurança Intelbras. A Placa Modem é um acessório que poderá ser utilizado em todas as centrais

Leia mais

Linha de Módulos de Comando

Linha de Módulos de Comando RKM SISTEMAS DE AUTOMAÇÃO E CONTROLE LTDA. Rua Catão Coelho, 215 PORTO ALEGRE RS Fone: (51) 3029-3250 www.rkmautomacao.com.br Linha de Módulos de Comando RKM Aurora MANUAL DE CONFIGURAÇÃO Rev. 1.0 Abril

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO

MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO Renz Multimedidor MGG-92 ÍNDICE 1.0 INTRODUÇÃO 3 1.1 Aplicação 2.0 CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS 2.1 Mecânicas 2.2 Elétricas 2.3 Grandezas Elétricas medidas e/ou calculadas 3.0

Leia mais

Manual instalação BVC Linksys ATA (Adaptador de Terminal Analógico)

Manual instalação BVC Linksys ATA (Adaptador de Terminal Analógico) Manual instalação BVC Linksys ATA (Adaptador de Terminal Analógico) Este manual destina-se ao cliente que já possui um dispositivo Linksys ATA e deseja configurar para utilizar os serviços da BVC Telecomunicações

Leia mais

PAINEL ELETRÔNICO DE MENSAGENS MANUAL DE OPERAÇÃO E INSTALAÇÃO CARROS URBANOS E G7 MARCOPOLO

PAINEL ELETRÔNICO DE MENSAGENS MANUAL DE OPERAÇÃO E INSTALAÇÃO CARROS URBANOS E G7 MARCOPOLO PAINEL ELETRÔNICO DE MENSAGENS MANUAL DE OPERAÇÃO E INSTALAÇÃO CARROS URBANOS E G7 MARCOPOLO INTRODUÇÃO INFORMAÇÃO GERAL 1 O Painel Eletrônico LOHR foi desenvolvido para ser instalado no interior de veículos

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO MEGÔMETRO ANALÓGICO SK-1000

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO MEGÔMETRO ANALÓGICO SK-1000 MANUAL DE INSTRUÇÕES DO MEGÔMETRO ANALÓGICO SK-1000 Leia atentamente as instruções contidas neste manual antes de iniciar o uso do instrumento ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 1 2. REGRAS DE SEGURANÇA... 1 3. ESPECIFICAÇÕES...

Leia mais

Gestão Comercial GUIA RÁPIDO DE INSTALAÇÃO DO ORYON. www.projectinfo.com.br

Gestão Comercial GUIA RÁPIDO DE INSTALAÇÃO DO ORYON. www.projectinfo.com.br Gestão Comercial GUIA RÁPIDO DE INSTALAÇÃO DO ORYON www.projectinfo.com.br Parabéns por adquirir o Oryon Gestão Comercial: uma poderosa ferramenta para a administração comercial. Agilidade nas vendas,

Leia mais

T O M e P U L S O. Disca em linhas ECONÔMICAS. Discadora Telefônica

T O M e P U L S O. Disca em linhas ECONÔMICAS. Discadora Telefônica Discadora Telefônica T O M e P U L S O Disca em linhas ECONÔMICAS Disca em modo TOM e PULSO Disca para até 5 números Não perde memória em caso de falta de energia elétrica www.genno.com.br MAGADTDPTF05V1

Leia mais

100% electricidade. Relés de controle automático para grupo gerador

100% electricidade. Relés de controle automático para grupo gerador 100% electricidade Relés de controle automático para grupo gerador RGAM 10 Relé controle automático para g l Entradas VCA : concessionária L1-L2/N-L3, gerador L1-L2/N l 4 entradas digitais, 5 relés saída.

Leia mais

Modo Execução. Modo Parametrizacão

Modo Execução. Modo Parametrizacão 1/7 Introdução O HM206 é um indicador para operar com comunicações RS485. O HM206 pode operar como escravo (slave) de rede fornecendo os dados ou operando comandado por outros sistemas ou como mestre (master)

Leia mais

Programação de Robótica: Modo Circuitos Programados - Avançado -

Programação de Robótica: Modo Circuitos Programados - Avançado - Programação de Robótica: Modo Circuitos Programados - Avançado - 1 Programação de Robótica: Modo Circuitos Programados - Avançado ATENÇÃO Lembramos que você poderá consultar o Manual de Referência do Software

Leia mais

Manual de Operação e Configuração. Balança Dosadora de Ração

Manual de Operação e Configuração. Balança Dosadora de Ração Manual de Operação e Configuração Balança Dosadora de Ração 2 1- INTRODUÇÃO A (SPM e SPF) foi projetada para atender as necessidades no setor de pesagem e distribuição de ração em toda linha avícola, fornecendo

Leia mais