ABB Automação kV 119.4kA kV 121.3kA kV 120.2kA IDR 144 INDICADOR DIGITAL REMOTO MODO DE USO

Save this PDF as:

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ABB Automação. 13.82kV 119.4kA. 13.81kV 121.3kA. 13.85kV 120.2kA IDR 144 INDICADOR DIGITAL REMOTO MODO DE USO"

Transcrição

1 IDR 144 INDICADOR DIGITAL REMOTO MODO DE USO 13.82kV 119.4kA 13.81kV 121.3kA 13.85kV 120.2kA Dados Técnicos Conexões elétricas Utilização do teclado Protocolo de comunicação Modbus RTU Dimensional ABB Automação Hartmann & Braun

2 Dados Técnicos Display Tipo Display de cristal liquido (LCD) Com (1) linha e (16) caracteres Número de Display (3) independentes, alfanúmerico. Iluminação Tipo backlight Dimensões dos caracteres 8 x 4,34mm Indicação das variáveis display numérico até 6 dígitos Abrangência dos dígitos até com casa decimal configurável Resolução de leitura 0,01% Resolução de processamento 16 bits Tempo de retorno a primeira tela max. 10 segundos Falha de comunicação indicada nos 3 displays (*****) Teclado Tipo Funções Proteção Memória Interna Tipo Registros armazenados Frontal com feedback tátil Configuração do indicador (RTP,RTC), número do Slave, número de algarismos significativo, time-out, polling time, comunicação RS485 (1), endereço do transdutor na rede, taxa de transmissão, formato do byte e navegação do display Através de senha Não volátil RTP, RTC, número do Slave, número de algarismos significativo, time-out, polling time, comunicação RS485 (1), endereço do transdutor na rede, taxa de transmissão e formato do byte Características elétricas Alimentação auxiliar Consumo máx. Tensão de prova Condições climáticas Temperatura de trabalho Temperatura de funcionamento Temperatura de transporte e Estocagem Umidade relativa Construção e montagem Alojamento Fixação Ligações Elétricas Moldura frontal Montagem Grau de proteção Dimensões Peso 20 60Vac/Vcc Vac e Vcc Vac/Vcc 6 VA 1,5kV/1 min 60Hz ºC ºC ºC 20 90% UR sem condensação Plástico Noril anti-chama UL94-VO Por pares de grampos Terminais tipo pino Em plástico cor cinza Embutir em painel Alojamento: IP54 Terminais de ligação: IP00 144x144x70mm ~0,75Kg Comunicação/Interface Serial Protocolo de comunicação Modbus RTU Interface serial RS 485 Característica RS 485 (1) Master (mestre) para ligação a transdutor ABB-ETE-30 (outros: consultar) RS 485 (2) Slave (escravo) para ligação a RTU, rede, SMC, etc (opcional) Time out na função de mestre Aprox. 500ms Tempo de solicitação de dados Aprox. 500ms Taxa de transmissão Configurável entre 4800,9600, 19200bps e 38400bps (somente para RS485 (2) Formato do byte (Configurável pelo teclado) (8 n 2), (8 n 1), (8 e 1) e (8 o 1) Distância máxima 1200m Número máximo de Slave na rede 31 Modo de Uso IDR144 2/10

3 Conexões Elétricas Certifique-se que a tensão de alimentação a ser ligada ao instrumento seja compatível. Alimentação Auxiliar A alimentação auxiliar é feita através dos bornes 12, 13 e 14. Borne 12 terra. Borne 13 e 14 alimentação auxiliar. Saída serial RS 485 (1) e (2) A utilização da interface de comunicação RS 485, pode ser interligado em uma rede com até 32 instrumentos incluindo o PC (Master). A ligação entre os instrumentos poderá ser feita através de um par de fios trançados ou com cabo blindado com comprimento máximo de 1200m. Os instrumentos são interligados em paralelo observando a polaridade do sinal. No início e no final do loop colocar um resistor de terminação de 120 Ohms. Borne A (+) Borne B (-) Borne GND para ligação do child do cabo blindado. Quando for utilizado par de fios trançados esse borne não será utilizado. Esquema de Ligação Modo de Uso IDR144 3/10

4 Utilização do teclado Tecla Loop Tecla (Avançar) Tecla (Retornar) Tecla (Confirmar) Opcões do menu Configuração local desabilitada Apertando-se a tecla pela primeira vez disponibilizamos a opção Configurar Slave. Apertando-se a tecla avançamos para as opções Configurar IDR, Conf. RS485 (1), Senha, Sair, Configurar... Apertando-se a tecla faremos o retorno das indicações. Seqüência para configuração Senha Configurar IDR Configurar Slave Configurar RS485 (1) Configurar RS485 (2) - Opcional Senha Habilitar configuração local. Entrando-se com o número 182 será possível habilitar a configuração local. Desabilitar configuração local. Para desabilitar a configuração entrar com qualquer outro número. Tecla inicializa a configuração Tecla seleciona as unidades de 0 9 Tecla seleciona a 2, 3 e 4 cada Tecla finaliza a configuração. Exemplo: Senha 182 Aperte a tecla para inicializar a configuração, com a tecla selecionar o digito 1, em seguida apertar a tecla e selecione a segunda casa, retornando a tecla selecione o digito 8, aperte novamente a tecla e selecione a próxima casa, retornando a tecla selecione o digito 2, para finalizar aperte a tecla. 4

5 Configurar IDR Apertando-se a tecla disponibilizamos a opção NR de Slaves na rede. Apertando-se a tecla avançamos para as opções NR de Algarismos S, Time-out ms, Polling time ms e Conf. RS485 (1), NR de Slaves Apertando-se a tecla faremos o retorno das indicações. Todos os procedimentos abaixos deverão estar com a configuração local habilitada. Número do Slave Apertar a tecla duas vezes e ajustar o número do Slave na rede com a tecla: de de Após informado o número de aparelhos, aperte a tecla para configurar. Número de algarismos significativos Apertar a tecla e a tecla e ajuste o NR de Algarismos Significativos de 3 5 de 5 3 Após informado o número de algarismos significativos, aperte a tecla para configurar. Exemplo de número de algarismos significativo: representa 4 Algarismos Significativos Time-out ms Apertar a tecla e a tecla e ajuste o tempo máximo que o IDR aguarda para responder de de Após informado o valor do time-out, aperte a tecla para configurar. Polling time ms Apertar a tecla e a tecla e ajuste do intervalo de tempo entre as aquisições de de Após informado o valor do Polling time, aperte a tecla para configurar. Com RS485 (1) Permite a configuração do instrumento através da comunicação RS485 (1) Apertar a tecla e a tecla até aparecer com RS485 (1), então aperte novamente a tecla para habilitar a configuração do IDR via software, aparecerá a palavra habilitada. Para sair desta função aperte a tecla. Configurar Slave Com a configuração local habilitada, apertar a tecla e ajustar o número do Slave com a tecla: de de Aperte novamente a tecla e ajuste o endereço do Slave configurado anteriormente de de Aperte novamente a tecla e ajuste o tipo do Slave ETE30 ou UPD600. Obs.: Sendo selecionado a opção UPD600, configurar RTP e RTC do aparelho conforme abaixo: Tecla seleciona as unidades Tecla seleciona a casa decimal Após informar o número do Slave, endereço e tipo, aperte a tecla para configurar. 5

6 Configurar RS485 (1) Todos os procedimentos abaixos deverão estar com a configuração local habilitada. Baud Rate Apertar a tecla e a tecla e ajustar o Baud Rate: 19200,9600,4800, com as teclas ou. Apertar a tecla para finalizar Byte Apertar a tecla e a tecla e ajustar o byte Com as teclas ou será possível selecionar o tipo de byte. Após selecionado o tipo de byte apertar a tecla para finalizar Tipo de byte que será usado para a comunicação em rede. Com a configuração local habilitada, apertar a tecla e ajustar o tipo de rede desejada 8,n,2 Sem paridade com 2 Stop Bits 8,e,1 Paridade par 1 Stop Bit 8,o,1 Paridade impar 1 Stop Bit 8,n,1 Sem paridade 1 Stop Bit Endereço da comunicação RS485 (1) Apertar a tecla e a tecla e ajuste o endereço da comunicação RS485 (1). de 1 9 de 9 1 Após informado o endereço da comunicação, aperte a tecla para configurar. Configurar RS485 (2) - Opcional Todos os procedimentos abaixos deverão estar com a configuração local habilitada. Baud Rate Apertar a tecla e a tecla e ajustar o Baud Rate: 38400,19200,9600,4800, com as teclas ou. Apertar a tecla para finalizar Byte Apertar a tecla e a tecla e ajustar o byte Com as teclas ou será possível selecionar o tipo de byte. Após selecionado o tipo de byte apertar a tecla para finalizar Tipo de byte que será usado para a comunicação em rede. Com a configuração local habilitada, apertar a tecla e ajustar o tipo de rede desejada 8,n,2 Sem paridade com 2 Stop Bits 8,e,1 Paridade par 1 Stop Bit 8,o,1 Paridade impar 1 Stop Bit 8,n,1 Sem paridade 1 Stop Bit Endereço da comunicação RS485 (2) Apertar a tecla e a tecla e ajuste o endereço da comunicação RS485 (2). de 1 9 de 9 1 Após informado o endereço da comunicação, aperte a tecla para configurar. 6

7 Sair Pressionando-se a tecla o instrumento retorna ao modo de indicação. Para visualizar o número do Slave e Tag Apertar a tecla e com a tecla ou configure o Slave (1 32) que estará sendo mostrado na tela do IDR. O Tag do instrumento só pode ser configurado através do software IBIS-BE-cnf, demais funcões são configuradas via teclado. 7

8 Protocolo de comunicação Modbus RTU Formato do Byte para transmissão. ( 8,n,2), (8,o,1), (8,e1), (8,n,1) (8,n,2) O Byte é formado por, 1 start bit, 8 bits de dados não possui paridade e 2 stop bits Start D0 D1 D2 D3 D4 D5 D6 D7 Stop Stop (8,o,2) O Byte é formado por, 1 start bit, 8 bits de dados não paridade ímpar e 1 stop bits Start D0 D1 D2 D3 D4 D5 D6 D7 Paridade Stop (8,e,2) O Byte é formado por, 1 start bit, 8 bits de dados não paridade par e 1 stop bits Start D0 D1 D2 D3 D4 D5 D6 D7 Paridade Stop (8,n,1) O Byte é formado por, 1 start bit, 8 bits de dados não sem paridade e 1 stop bits Start D0 D1 D2 D3 D4 D5 D6 D7 Stop Formação de mensagem (Frame) Pausa Endereço Função Dados CRC16 Pausa Função 03 Ler Registro Pergunta Endereço Função Registro inicial N. de registros CRC16 XX 03 H L H L L H Resposta Endereço Função N. Bytes Dados CRC16 XX 03 H L H L L H Função 04 Ler Registro Pergunta Endereço Função Registro inicial N. de registros CRC16 XX 04 H L H L L H Resposta Endereço Função N. Bytes Dados CRC16 XX 04 H L H L L H Função 08 Loopback teste Pergunta Endereço Função Código de diagnostico Dada CRC16 XX XX XX L H Resposta Endereço Função Código de diagnostico Dada CRC16 XX XX XX L H Código de Erros Endereço Função Código de Erro CRC16 XX XX XX L H Código de Erros 01 - Função invalida 02 - Endereço invalido 03 - Dado invalido 8

9 Tabela de registros Nr Slave Registros Buffer do Slave Buffer do Slave Buffer do Slave Buffer do Slave Buffer do Slave Buffer do Slave Buffer do Slave Buffer do Slave Buffer do Slave Buffer do Slave Buffer do Slave Buffer do Slave Buffer do Slave Buffer do Slave Buffer do Slave Buffer do Slave Buffer do Slave Buffer do Slave Buffer do Slave Buffer do Slave Buffer do Slave Buffer do Slave Buffer do Slave Buffer do Slave Buffer do Slave Buffer do Slave Buffer do Slave Buffer do Slave Buffer do Slave Buffer do Slave Buffer do Slave 31 O Buffer do Slave possui uma copia do Buffer do respectivo Slave. Na posição 97º do Buffer do Slave temos a informação do status de comunicação do IDR com o Slave se for 1 (um) comunicação OK se for 0 (zero) indica falha de comunicação entre IDR e Slave. O conteúdo do Buffer do Slave quando for um ETE30 será 70 registros a partir do registro 80 vide ficha técnica do ETE30 para verificar o conteúdo do Buffer. O conteúdo do Buffer do Slave quando for um UPD600 será 67 registros a partir do registro 1 vide ficha técnica do UPD600 para verificar o conteúdo do Buffer. 9

10 Dimensional Dimensões em mm Sujeito à modificações técnicas, sem prévio aviso. ABB 2000 Impresso no Brasil(11 / 03) ABB Ltda. Av. Dos Autonomistas, / Osasco / SP / Brasil Tel: / 8323 / 8347 Fax : ABB Atende: IDR144-EN/

IDM 96 Indicador Digital Multivariáveis

IDM 96 Indicador Digital Multivariáveis IDM 96 Indicador Digital Multivariáveis Modo de uso Dados Técnicos Conexões elétricas Utilização do teclado Protocolo de comunicação Modbus RTU Dimensional ABB Instrumentação 1 Dados Técnicos Entrada Tensão

Leia mais

MMGE 144 Medidor Multigrandezas

MMGE 144 Medidor Multigrandezas MMGE 144 Medidor Multigrandezas Modo de uso Dados Técnicos Conexões elétricas Utilização do teclado Protocolo de comunicação Dimensional 1 Dados Técnicos Entrada Tensão Corrente Limite do sinal Consumo

Leia mais

Indicador Digital Processos MODO DE USO. Dados Técnicos Conexões elétricas Utilização do teclado Dimensional. ABB Automação.

Indicador Digital Processos MODO DE USO. Dados Técnicos Conexões elétricas Utilização do teclado Dimensional. ABB Automação. Indicador Digital Processos MODO DE USO Dados Técnicos Conexões elétricas Utilização do teclado Dimensional ABB Automação Hartmann & Braun Dados Técnicos (NRB5180) Entrada -mvdc: -Vdc -madc Alimentação

Leia mais

MGE G3 - Medidor Multigrandezas

MGE G3 - Medidor Multigrandezas MGE G3 - Medidor Multigrandezas Modo de uso Dados Técnicos Conexões elétricas Utilização do teclado Dimensões Protocolo de comunicação Modbus RTU ABB Instrumentação 1 Dados Técnicos Entrada Tensão Corrente

Leia mais

Multimedidores Inteligentes MGE G3 Modo de uso do software IBIS_BE_cnf. ABB Automação. Hartmann & Braun

Multimedidores Inteligentes MGE G3 Modo de uso do software IBIS_BE_cnf. ABB Automação. Hartmann & Braun Multimedidores Inteligentes MGE G3 Modo de uso do software IBIS_BE_cnf ABB Automação Hartmann & Braun Índice 1. IBIS_BE_CNF - DEFINIÇÃO... 3 2. INSTALAÇÃO... 3 2.1. PRÉ-REQUISITOS PARA INSTALAÇÃO... 3

Leia mais

Multimedidores Inteligentes IDM96 Modo de uso do software IBIS_BE_cnf. ABB Automação. Hartmann & Braun

Multimedidores Inteligentes IDM96 Modo de uso do software IBIS_BE_cnf. ABB Automação. Hartmann & Braun Multimedidores Inteligentes IDM96 Modo de uso do software IBIS_BE_cnf ABB Automação Hartmann & Braun Índice 1. IBIS_BE_CNF - DEFINIÇÃO... 3 2. INSTALAÇÃO... 3 2.1. PRÉ-REQUISITOS PARA INSTALAÇÃO... 3 3.

Leia mais

abb Características Ficha técnica IDM 96 Multimedidor Três displays de LED

abb Características Ficha técnica IDM 96 Multimedidor Três displays de LED Ficha técnica IDM 96 Multimedidor Multimedidor para sistemas trifásicos ou monofásicos com medição de 56 variáveis elétricas. Possui medição de harmônicas até a 63ª ordem, THD para corrente e captura de

Leia mais

Manual Técnico Interface Modbus

Manual Técnico Interface Modbus Manual Técnico Interface Modbus RTA Interface Modbus 05/2007-1 - Histórico de Revisões Ver. Num. Data Responsável Observações 1.000 17/05/07 Marcos Romano Criação Inicial RTA Rede de Tecnologia Avançada

Leia mais

INDICADOR DE POSIÇÃO DE TAP DIGITAL - IPTE

INDICADOR DE POSIÇÃO DE TAP DIGITAL - IPTE Catálogo Técnico INDICADOR DE POSIÇÃO DE TAP DIGITAL - IPTE CATÁLOGO TÉCNICO ÍNDICE CATÁLOGO TÉCNICO... 1 INTRODUÇÃO... 2 PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS... 2 DADOS TÉCNICOS... 3 ENSAIOS DE TIPO REALIZADOS...

Leia mais

Relé de Proteção do Motor RPM ANSI 37/49/50/77/86/94 CATÁLOGO. ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/5

Relé de Proteção do Motor RPM ANSI 37/49/50/77/86/94 CATÁLOGO. ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/5 CATÁLOGO ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/5 INTRODUÇÃO O Relé de Proteção de Motores RPM foi desenvolvido para supervisionar até 2 (dois) grupos ventiladores/motores simultaneamente, é utilizado

Leia mais

Matriz seletora VGA/WXGA & Controle RS-232. 8 x 8 TRANSCORTEC STATUS OUTPUT 2

Matriz seletora VGA/WXGA & Controle RS-232. 8 x 8 TRANSCORTEC STATUS OUTPUT 2 MX-88 Matriz seletora VGA/WXGA & Controle RS-232 8 x 8 TRANSCORTEC STATUS OUTPUT 2 1 3 4 5 6 7 8 INPUT AUDIO IN AUDIO OUT 1 2 3 4 5 6 7 8 1 2 3 4 5 6 7 8 AC IN VGA/WXGA OUT 1 VGA/WXGA OUT 2 VGA/WXGA OUT

Leia mais

MGE 144 Medidor Multigrandezas

MGE 144 Medidor Multigrandezas MGE 144 Medidor Multigrandezas Modo de uso do software IBIS_BE ABB Instrumentação 1 PROGRAMA IBIS BE Conexão Compatibilidade - Compatível com 486 8M RAM ou superior com 1 saída de comunicação serial disponível,

Leia mais

Monitor de Nível de Óleo para Transformadores - MNO

Monitor de Nível de Óleo para Transformadores - MNO ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/5 INTRODUÇÃO O Monitor de Nível de Óleo para Transformadores e reatores MNO, é um equipamento microprocessado de alta precisão que indica o nível de óleo em escala

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES Indicador Microprocessado - IT-IND-2S-LC INFORMAÇÕES DO PRODUTO. Versão: 1.xx / Rev. 03

MANUAL DE INSTRUÇÕES Indicador Microprocessado - IT-IND-2S-LC INFORMAÇÕES DO PRODUTO. Versão: 1.xx / Rev. 03 1 Introdução: Os indicadores possuem uma entrada analógica configurável por software, que permite a conexão de diverstos tipos de sensores de temperatura e outras grandezas elétricas sem a necessidade

Leia mais

Multimedidores. Manual de uso

Multimedidores. Manual de uso Multimedidores Manual de uso Conexões elétricas Utilização do teclado Software de configuração Protocolo de comunicação Modbus RTU Dados Técnicos Dimensional Indíce 1. Alimentação Auxiliar... 3 2. Esquema

Leia mais

CR20I MANUAL DO USUÁRIO

CR20I MANUAL DO USUÁRIO CR20I MANUAL DO USUÁRIO R Índice Descrição Geral... 3 Aplicações... 3 Características Técnicas... 3 Modo de Operação... 3 Programação... 4 Esquema de Ligações... 9 Dimensões (mm)... 10 2 Indicador CR20IG

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO. Software de Gerenciamento. Controlador de Fator de Potência. Self Control

MANUAL DO USUÁRIO. Software de Gerenciamento. Controlador de Fator de Potência. Self Control MANUAL DO USUÁRIO Software de Gerenciamento Controlador de Fator de Potência Self Control ÍNDICE 1.0 INTRODUÇÃO 4 1.1 Aplicações 4 2.0 CARACTERÍSTICAS 4 2.1 Compatibilidade 4 3.0 INSTALAÇÃO 4 4.0 INICIALIZAÇÃO

Leia mais

INSTALAÇÃO MICROTERMINAL FIT BASIC BEMATECH

INSTALAÇÃO MICROTERMINAL FIT BASIC BEMATECH INSTALAÇÃO MICROTERMINAL FIT BASIC BEMATECH Objetivo Este documento tem como finalidade descrever o processo de instalação e configuração do Microterminal Fit Basic - Bematech. Instalação do Microterminal

Leia mais

ABB Automação. Indicador Digital Processos Pt100 e TAP s MODO DE USO. Dados Técnicos Conexões elétricas Utilização do teclado Dimensional

ABB Automação. Indicador Digital Processos Pt100 e TAP s MODO DE USO. Dados Técnicos Conexões elétricas Utilização do teclado Dimensional Indicador Digital Processos Pt100 e TAP s MODO DE USO Dados Técnicos Conexões elétricas Utilização do teclado Dimensional ABB Automação Hartmann & Braun Dados Técnicos (NRB5180) Entrada Características

Leia mais

Indicador Digital Processos MODO DE USO. Dados Técnicos Conexões elétricas Utilização do teclado Dimensional. ABB Automação.

Indicador Digital Processos MODO DE USO. Dados Técnicos Conexões elétricas Utilização do teclado Dimensional. ABB Automação. Indicador Digital Processos MODO DE USO Dados Técnicos Conexões elétricas Utilização do teclado Dimensional ABB Automação Hartmann & Braun Dados Técnicos (NRB5180) Entrada - Temperatura: 0 350ºC Sensor

Leia mais

IBIS_BE_Net MODO DE USO. ABB Automação. Hartmann & Braun

IBIS_BE_Net MODO DE USO. ABB Automação. Hartmann & Braun IBIS_BE_Net MODO DE USO ABB Automação Hartmann & Braun Índice 1. IBIS_BE_NET - DEFINIÇÃO... 4 2. INSTALAÇÃO... 4 2.1. PRÉ-REQUISITOS PARA INSTALAÇÃO... 4 3. INSTALAÇÃO DO IBIS_NET... 4 3.1. ARQUIVOS DE

Leia mais

GDE4000. Gerenciador de Energia

GDE4000. Gerenciador de Energia Gerenciador de Energia Funções avançadas de controle de demanda e fator de potência Seleção de cargas por prioridade e por potências Flexibilidade na programação de demandas sazonais Simulação de fatura

Leia mais

1.3 Conectando a rede de alimentação das válvulas solenóides

1.3 Conectando a rede de alimentação das válvulas solenóides 1.3 Conectando a rede de alimentação das válvulas solenóides CONTROLE DE FLUSHING AUTOMÁTICO LCF 12 Modo Periódico e Horário www.lubing.com.br (19) 3583-6929 DESCALVADO SP 1. Instalação O equipamento deve

Leia mais

CD-400 Somador de Sinal

CD-400 Somador de Sinal CD-400 Parabéns por ter adquirido um dos produtos da empresa Fertron, uma empresa que tem orgulho de ser brasileira, atendendo clientes em todo o território nacional e também em diversos países. Nossa

Leia mais

PROGRAMA DE GERENCIAMENTO DOS AMPLIFICADORES MR 4.50D-XT MR 6.50D-XT MR 6.80-XT Rev. 2.3 de 29/01/2014

PROGRAMA DE GERENCIAMENTO DOS AMPLIFICADORES MR 4.50D-XT MR 6.50D-XT MR 6.80-XT Rev. 2.3 de 29/01/2014 PROGRAMA DE GERENCIAMENTO DOS AMPLIFICADORES MR 4.50D-XT MR 6.50D-XT MR 6.80-XT Rev. 2.3 de 29/01/2014 Introdução: Este programa permite o gerenciamento dos amplificadores MR 4.50D-XT MR 6.50D-XT MR 6.80-XT

Leia mais

Quadro de consulta (solicitação do mestre)

Quadro de consulta (solicitação do mestre) Introdução ao protocolo MODBUS padrão RTU O Protocolo MODBUS foi criado no final dos anos 70 para comunicação entre controladores da MODICON. Por ser um dos primeiros protocolos com especificação aberta

Leia mais

Monitor de Temperatura MONITEMP

Monitor de Temperatura MONITEMP ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/5 INTRODUÇÃO O Monitor de Temperatura MoniTemp foi desenvolvido para supervisionar até 3 (três) canais de temperatura simultaneamente, ele é utilizado para proteger

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO E PROGRAMAÇÃO CONVERSOR - IP / USB / SERIAL - 317 RV1

MANUAL DE INSTALAÇÃO E PROGRAMAÇÃO CONVERSOR - IP / USB / SERIAL - 317 RV1 MANUAL DE INSTALAÇÃO E PROGRAMAÇÃO CONVERSOR - IP / USB / SERIAL - 317 RV1 SÃO CAETANO DO SUL 06/06/2014 SUMÁRIO Descrição do Produto... 3 Características... 3 Configuração USB... 4 Configuração... 5 Página

Leia mais

Manual de Instalação... 2 RECURSOS DESTE RELÓGIO... 3 1 - REGISTRANDO O ACESSO... 4 1.1 Acesso através de cartão de código de barras:...

Manual de Instalação... 2 RECURSOS DESTE RELÓGIO... 3 1 - REGISTRANDO O ACESSO... 4 1.1 Acesso através de cartão de código de barras:... 0 Conteúdo Manual de Instalação... 2 RECURSOS DESTE RELÓGIO... 3 1 - REGISTRANDO O ACESSO... 4 1.1 Acesso através de cartão de código de barras:... 4 1.2 Acesso através do teclado (digitando a matrícula):...

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES. AQUISITOR DE DADOS Modelo A202 Versão 1.04 / Revisão 06

MANUAL DE INSTRUÇÕES. AQUISITOR DE DADOS Modelo A202 Versão 1.04 / Revisão 06 MANUAL DE INSTRUÇÕES AQUISITOR DE DADOS Modelo A202 Versão.04 / Revisão 06 2 ÍNDICE Item Página. Introdução...3 2. Características...4 3. Especificações...5 3. Entradas universais...5 3.2 Saídas a relé...5

Leia mais

CR20C. Manual do Usuário

CR20C. Manual do Usuário CR20C Manual do Usuário Descrição Geral Controlador para ar condicionado CR20C O CR20C é um controlador digital microprocessado de baixo custo e de fácil programação e instalação. O seu avançado software

Leia mais

Monitor de Temperatura M96

Monitor de Temperatura M96 ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/5 INTRODUÇÃO O Monitor de Temperatura M96 foi desenvolvido para supervisionar até 8 (oito) canais de temperatura simultaneamente, ele é utilizado para proteger

Leia mais

MODEM MONITORAMENTO. Manual de Instalação e Operação

MODEM MONITORAMENTO. Manual de Instalação e Operação COMPATEC PRODUTOS PARA SUA SEGURANÇA MODEM MONITORAMENTO Manual de Instalação e Operação ÍNDICE Características técnicas do modem...3 Características gerais do modem...3 Conheça o modem...3 Apresentação...4

Leia mais

Micro Controladores Programáveis

Micro Controladores Programáveis Micro Controladores Programáveis Transformando energia em soluções Os Micro Controladores Programáveis linha Clic WEG, caracterizam-se pelo seu tamanho compacto, fácil programação e excelente custo-benefício.

Leia mais

www.vwsolucoes.com Copyright 2013 VW Soluções

www.vwsolucoes.com Copyright 2013 VW Soluções 1 1. Especificação técnicas: Dimensões do módulo 4EA2SA v1.0: 100 mm x 56 mm Peso aproximado: xxx gramas (montada). Alimentação do circuito : 12 ou 24Vcc Tipo de comunicação: RS232 ou RS485 Tensão de referencia:

Leia mais

Baseado na portaria n 373 de 25 de fevereiro de 2011 do Ministério do Trabalho e Emprego;

Baseado na portaria n 373 de 25 de fevereiro de 2011 do Ministério do Trabalho e Emprego; Características Baseado na portaria n 373 de 25 de fevereiro de 2011 do Ministério do Trabalho e Emprego; Poderá ser utilizado por empresas autorizadas por convenção ou acordo coletivo a usar sistemas

Leia mais

DAXXO RELÉ PARA CCM INTELIGENTE

DAXXO RELÉ PARA CCM INTELIGENTE DAXXO RELÉ PARA CCM INTELIGENTE Daxxo é um relé eletrônico para gerenciamento e proteção de motores em CCM s inteligentes que oferece um novo conceito em proteção e monitoramento de motores elétricos.

Leia mais

Monitor de Temperatura Digital para transformadores MONITEMP PLUS

Monitor de Temperatura Digital para transformadores MONITEMP PLUS ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/6 INTRODUÇÃO O Monitor de Temperatura MoniTemp Plus foi desenvolvido para monitorar a temperatura de óleo e enrolamento, comandar a ventilação e proteger transformadores

Leia mais

ETE 30 Transdutor Multigrandezas

ETE 30 Transdutor Multigrandezas ETE 30 Transdutor Multigrandezas Modo de uso Dados Técnicos Conexões elétricas Dimensões Protocolo de comunicação ABB Instrumentação 1 Dados Técnicos Entrada Tensão Corrente Limite do sinal Consumo Freqüência

Leia mais

Indicador Digital CC MODO DE USO. Dados Técnicos Conexões elétricas Utilização do teclado Dimensional. ABB Automação.

Indicador Digital CC MODO DE USO. Dados Técnicos Conexões elétricas Utilização do teclado Dimensional. ABB Automação. Indicador Digital CC MODO DE USO Dados Técnicos Conexões elétricas Utilização do teclado Dimensional ABB Automação Hartmann & Braun Dados Técnicos (NRB5180) Entrada Tensão Contínua: 0 10VCC 0 5VCC Corrente

Leia mais

Eberhardt Comércio e Assist. Técnica. Ltda.

Eberhardt Comércio e Assist. Técnica. Ltda. Rua das Cerejeiras, 80 Ressacada CEP 88307-330 Itajaí SC Indicador Universal Fone/Fax: (47) 3349 6850 Email: vendas@ecr-sc.com.br O indicador microprocessado i506 possui entrada configurável para 24 tipos

Leia mais

Baseado na portaria n 373 de 25 de fevereiro de 2011 do Ministério do Trabalho e Emprego;

Baseado na portaria n 373 de 25 de fevereiro de 2011 do Ministério do Trabalho e Emprego; Características Baseado na portaria n 373 de 25 de fevereiro de 2011 do Ministério do Trabalho e Emprego; Poderá ser utilizado por empresas autorizadas por convenção ou acordo coletivo a usar sistemas

Leia mais

Obs.: O processo irá se repetir enquanto durar o disparo do alarme.

Obs.: O processo irá se repetir enquanto durar o disparo do alarme. pág. 9 DISCADOR T-430 Aplicação: Equipamento desenvolvido a fim de realizar automaticamente discagens telefônicas para aviso de alarme. Podendo ser implementado praticamente à todos os sistema de alarme.

Leia mais

Menus de configuração mais simples e auto explicativos com acesso protegido por senha de segurança;

Menus de configuração mais simples e auto explicativos com acesso protegido por senha de segurança; Características Relógio protocolador eletrônico; Menus de configuração mais simples e auto explicativos com acesso protegido por senha de segurança; Configuração via software, com opções para preenchimento

Leia mais

PAINEL DE SENHAS RBSG4JE. Imagem ilustrativa do painel. Operação/Configuração Painel Eletrônico de Senhas / Guichê com jornal de mensagens.

PAINEL DE SENHAS RBSG4JE. Imagem ilustrativa do painel. Operação/Configuração Painel Eletrônico de Senhas / Guichê com jornal de mensagens. PAINEL DE SENHAS RBSG4JE Imagem ilustrativa do painel Operação/Configuração Painel Eletrônico de Senhas / Guichê com jornal de mensagens. Há basicamente dois modos de operação no Painel de Senhas: - Operação

Leia mais

Eletrônica Industria e Comércio Ltda www.amcp.com.br

Eletrônica Industria e Comércio Ltda www.amcp.com.br Ligação a Microcomputador Ver. 2.0 de 07/11/2011 O DIM4 pode ser muito mais facilmente programado através de um programa em microcomputador. Para tanto é necessário uma interface USB-TTL como a figura

Leia mais

ABB Automação. Indicador Digital RMS MODO DE USO. Dados Técnicos Conexões elétricas Utilização do teclado Configuração do Digital RMS Dimensional

ABB Automação. Indicador Digital RMS MODO DE USO. Dados Técnicos Conexões elétricas Utilização do teclado Configuração do Digital RMS Dimensional Indicador Digital RMS MODO DE USO Dados Técnicos Conexões elétricas Utilização do teclado Configuração do Digital RMS Dimensional ABB Automação Hartmann & Braun Dados Técnicos (NRB5180) Entrada Tensão:

Leia mais

O equipamento está homologado de acordo com a Portaria nº 1.510/2009 MTE, disponível em 7 modelos:

O equipamento está homologado de acordo com a Portaria nº 1.510/2009 MTE, disponível em 7 modelos: Características O equipamento está homologado de acordo com a Portaria nº 1.510/2009 MTE, disponível em 7 modelos: --Prisma E - Display alfa numérico (biometria + código de barras); --Prisma F - Display

Leia mais

GUIA RÁPIDO DE PROGRAMAÇÃO CENTRAL INTELBRÁS

GUIA RÁPIDO DE PROGRAMAÇÃO CENTRAL INTELBRÁS Especificações técnicas GUIA RÁPIDO DE PROGRAMAÇÃO CENTRAL INTELBRÁS Características Alimentação AC 90 a 265 V Suporte a 2 chips (cartões SIM) de celular (somente AMT 2018 EG). Alimentação DC Bateria de

Leia mais

Cabeça de Rede de Campo PROFIBUS-DP

Cabeça de Rede de Campo PROFIBUS-DP Descrição do Produto O módulo, integrante da Série Ponto, é uma cabeça escrava para redes PROFIBUS-DP do tipo modular, podendo usar todos os módulos de E/S da série. Pode ser interligada a IHMs (visores

Leia mais

Eberhardt Comércio e Assist. Técnica. Ltda.

Eberhardt Comércio e Assist. Técnica. Ltda. Rua das Cerejeiras, 80 Ressacada CEP 88307-330 Itajaí SC Indicador Universal i304 Fone/Fax: (47) 3349 6850 Email: vendas@ecr-sc.com.br O indicador microprocessado I304 possui opções de entrada configurável

Leia mais

Estes módulos estão disponível para: DST4602, GCXXX DST4601PX

Estes módulos estão disponível para: DST4602, GCXXX DST4601PX DITHERM, DIGRIN, DIVIT são módulos eletrônicos microprocessados que permitem expandir as entradas analógicas de vários controladores SICES para grupos geradores. Mais concretamente: O módulo DITHERM permite

Leia mais

Manual Operacional Verificador de Preço VP240 / VP630 VP240W / VP630W

Manual Operacional Verificador de Preço VP240 / VP630 VP240W / VP630W Manual Operacional Verificador de Preço VP240 / VP630 VP240W / VP630W APRESENTAÇÃO Verificador de Preço da Tanca é o melhor equipamento para consulta do preço de produtos através dos códigos de barras.

Leia mais

100% electricidade. Relés de controle automático para grupo gerador

100% electricidade. Relés de controle automático para grupo gerador 100% electricidade Relés de controle automático para grupo gerador RGAM 10 Relé controle automático para g l Entradas VCA : concessionária L1-L2/N-L3, gerador L1-L2/N l 4 entradas digitais, 5 relés saída.

Leia mais

T-530. Características. Características técnicas TELE ALARME MICROPROCESSADO. Aplicação

T-530. Características. Características técnicas TELE ALARME MICROPROCESSADO. Aplicação 12 T-530 TELE ALARME MICROPROCESSADO Aplicação Equipamento desenvolvido a fim de realizar automaticamente discagens telefônicas para aviso de alarme. Podendo ser implementado praticamente à todos os sistema

Leia mais

Horímetro Digital H100-A HNI

Horímetro Digital H100-A HNI MANUAL DE OPERAÇÃO Horímetro Digital H100-A HNI Programa Executivo: H100A HNI v.1.2 Modelos: 220VAC, 127VAC, 24VAC e 12-24VDC 40-000-0101 Rev. C dezembro 2008. ÍNDICE 1. APRESENTAÇÃO:... 3 2. INSTALAÇÃO

Leia mais

INFORMATIVO DE PRODUTO

INFORMATIVO DE PRODUTO Temporizador Automático / Relógio Programador de Horário Para Acionamento Automático de Sirenes e Outros Equipamentos Código: AFKITPROG 2 O REGISTRADOR ELETRÔNICO DE PONTO REP O Relógio Acionador Automático

Leia mais

SP - 4000 PROTEGIDO CONTRA EMI MANUAL DE OPERAÇÃO

SP - 4000 PROTEGIDO CONTRA EMI MANUAL DE OPERAÇÃO SP - 4000 PROTEGIDO CONTRA EMI MANUAL DE OPERAÇÃO MANUAL OPERAÇÃO SP-4000 E.P.M. Tecnologia e Equipamentos Ltda. Avenida Comendador Gumercindo Barranqueiros, 285. Jardim Samambaia Jundiaí SP CEP - 13211-410

Leia mais

Manual de instalação e configuração do módulo de entradas WEBER-REP

Manual de instalação e configuração do módulo de entradas WEBER-REP Manual de instalação e configuração do módulo de entradas WEBER-REP Sumário CONVENÇÕES UTILIZADAS...3 DESCRIÇÃO GERAL...4 VANTAGENS...4 CARACTERÍSTICAS ELÉTRICAS...4 ESPECIFICAÇÕES GERAIS...5 LED DE STATUS

Leia mais

GDE4000. Controlador de Demanda

GDE4000. Controlador de Demanda Controlador de Demanda Funções avançadas de controle de demanda e fator de potência Seleção de cargas por prioridade e por potências Flexibilidade na programação de demandas sazonais Simulação de fatura

Leia mais

SMART CONNECT X835 MANUAL DO USUÁRIO 2014 V1.1

SMART CONNECT X835 MANUAL DO USUÁRIO 2014 V1.1 SMART CONNECT X835 MANUAL DO USUÁRIO 2014 V1.1 Importantes informações de segurança estão contidas na seção de manutenção. Familiarize se com estas informações antes de instalar ou outros procedimentos.

Leia mais

Placa Acessório Modem Impacta

Placa Acessório Modem Impacta manual do usuário Placa Acessório Modem Impacta Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e segurança Intelbras. A Placa Modem é um acessório que poderá ser utilizado em todas as centrais

Leia mais

CDE4000 MANUAL 1. INTRODUÇÃO 2. SOFTWARE DE CONFIGURAÇÃO 3. COMUNICAÇÃO

CDE4000 MANUAL 1. INTRODUÇÃO 2. SOFTWARE DE CONFIGURAÇÃO 3. COMUNICAÇÃO CDE4000 MANUAL 1. INTRODUÇÃO O controlador CDE4000 é um equipamento para controle de demanda e fator de potência. Este controle é feito em sincronismo com a medição da concessionária, através dos dados

Leia mais

Electron do Brasil. Tecnologia ao seu alcance. Tecnologia Digital. www.electrondobrasil.com. Catálogo Monitemp - rev3. Qualidade Comprovada!

Electron do Brasil. Tecnologia ao seu alcance. Tecnologia Digital. www.electrondobrasil.com. Catálogo Monitemp - rev3. Qualidade Comprovada! Electron do Brasil Tecnologia Digital Qualidade Comprovada! Ensaios de Tipo Realizados Tecnologia ao seu alcance Catálogo Monitemp - rev3 Produtos Certificados! www.electrondobrasil.com O Monitor de Temperatura

Leia mais

Módulo de Aquisição de Dados e Controle. Catálogo

Módulo de Aquisição de Dados e Controle. Catálogo DM Catálogo Módulo de Aquisição de Dados e Controle O Módulo de Aquisição de Dados e Controle - DM efetua a interface de sistemas digitais com qualquer equipamento analógico ou eletromecânico que não possui

Leia mais

LINEAR EQUIPAMENTOS RUA SÃO JORGE, 267/269 - TELEFONE: (11) 2823-8800 SÃO CAETANO DO SUL - SP - CEP: 09530-250

LINEAR EQUIPAMENTOS RUA SÃO JORGE, 267/269 - TELEFONE: (11) 2823-8800 SÃO CAETANO DO SUL - SP - CEP: 09530-250 LINEAR EQUIPAMENTOS RUA SÃO JORGE, 267/269 - TELEFONE: (11) 2823-8800 SÃO CAETANO DO SUL - SP - CEP: 09530-250 1 SISTEMA HCS 2005 PROTOCOLO DE COMUNICAÇÃO (Baseado no Guarita Vr5.0x Última modificação:

Leia mais

ANSI - 23 26 45 49 49I 62 74 77 94

ANSI - 23 26 45 49 49I 62 74 77 94 ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/7 INTRODUÇÃO O Monitor de Temperatura MASTERTEMP foi desenvolvido para monitorar a temperatura de óleo e enrolamento, comandar a ventilação e proteger transformadores

Leia mais

Conversor Ethernet Serial CES-0200-XXX-XX. Manual V3.9

Conversor Ethernet Serial CES-0200-XXX-XX. Manual V3.9 Conversor Ethernet Serial CES-0200-XXX-XX Manual V3.9 Parabéns! Você acaba de adquirir o Conversor Ethernet Serial CES-0200 que orgulhosamente foi desenvolvido e produzido no Brasil. Este é um produto

Leia mais

Manual de operações e instruções

Manual de operações e instruções Manual de operações e instruções Transmissor e Indicador de Vazão de Ar TIVA Com display LCD Rua Cincinati, 101 - São Paulo -SP Tel. / Fax (011) 5096-4654 - 5096-4728. E-mail: vectus@vectus.com.br Para

Leia mais

Modo Execução. Modo Parametrizacão

Modo Execução. Modo Parametrizacão 1/7 Introdução O HM206 é um indicador para operar com comunicações RS485. O HM206 pode operar como escravo (slave) de rede fornecendo os dados ou operando comandado por outros sistemas ou como mestre (master)

Leia mais

Termômetro Digital pt100 ITTM-917

Termômetro Digital pt100 ITTM-917 Termômetro Digital pt100 ITTM-917 CONTEÚDO 1. FUNÇÕES... 1 2. ESPECIFICAÇÕES... 1 2-1 Especificações Gerais...1 2-2 Especificações Elétricas... 2 3. DESCRIÇÃO DO PAINEL FRONTAL... 3 3-1 Display...3 3-2

Leia mais

Solução para continuidade de serviço em toda e qualquer situação

Solução para continuidade de serviço em toda e qualquer situação Catálogo Técnico Solução para continuidade de serviço em toda e qualquer situação Monitor de isolação 203-02/2006-0 Tudo sob controle Em aplicações, onde a falta de tensão pode causar graves conseqüências

Leia mais

Modelo Tecnologia de Identificação Display Impressora. Gráfico; Gráfico; Alfanumérico; Gráfico; Alfanumérico; Alfanumérico; Alfanumérico;

Modelo Tecnologia de Identificação Display Impressora. Gráfico; Gráfico; Alfanumérico; Gráfico; Alfanumérico; Alfanumérico; Alfanumérico; O Velti Ponto está homologado de acordo com a Portaria nº 1.510/2009 do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) em 10 modelos que se diferenciam pela tecnologia de identificação (leitores), tipo de display

Leia mais

CAPÍTULO 2 CARACTERÍSTICAS DE E/S E PORTA PARALELA

CAPÍTULO 2 CARACTERÍSTICAS DE E/S E PORTA PARALELA 8 CAPÍTULO 2 CARACTERÍSTICAS DE E/S E PORTA PARALELA A porta paralela, também conhecida por printer port ou Centronics e a porta serial (RS-232) são interfaces bastante comuns que, apesar de estarem praticamente

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO

MANUAL DE INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO SOFTWARE DE CONFIGURAÇÃO S501 CONNECT Versão 1.0.1 / Revisão 1 MANUAL DE INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO CONTEMP IND. COM. E SERVIÇOS LTDA. Al. Araguaia, 204 - CEP 09560-580 S. Caetano do Sul - SP - Brasil Fone:

Leia mais

Multimedidor de Grandezas Elétricas MD4040

Multimedidor de Grandezas Elétricas MD4040 Multimedidor de Grandezas Elétricas MD4040 MD4040 MD4040/TC Análise de metas e rateio de custos de energia; Leituras instantâneas em amplo display digital; Indicação de tensão de fase e tensão de linha;

Leia mais

Ligação da rede elétrica 19. Visão lateral fonte. Rede (100 ~240 Vac) 60 Hz. Neutro (Azul Claro 1,5 mm 2 ) Fase (Preto 1,5 mm 2 ) Visão frontal

Ligação da rede elétrica 19. Visão lateral fonte. Rede (100 ~240 Vac) 60 Hz. Neutro (Azul Claro 1,5 mm 2 ) Fase (Preto 1,5 mm 2 ) Visão frontal Ligação da rede elétrica A ligação com a rede elétrica é feita diretamente no módulo placa do carregador e conexões INC 2000, conforme a figura a seguir: Visão lateral fonte Terra (Verde 1,5 mm 2 ) Visão

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO

MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO Renz Multimedidor MGG-92 ÍNDICE 1.0 INTRODUÇÃO 3 1.1 Aplicação 2.0 CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS 2.1 Mecânicas 2.2 Elétricas 2.3 Grandezas Elétricas medidas e/ou calculadas 3.0

Leia mais

3. CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS

3. CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS 3. CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS 3.2 CARACTERÍSTICAS DE SOFTWARE 1. CARACTERÍSTICAS O CLG535R é um controlador programável que integra os principais recursos empregados em uma automação industrial. Dispõe integrado

Leia mais

Produtos de Baixa Tensão. Medidores

Produtos de Baixa Tensão. Medidores Produtos de Baixa Tensão Medidores Indicadores analógicos e digitais Indicadores analógicos Voltímetros e amperímetros ferro-móvel Amperímetros e voltímetros True RMS para conexão direta ou através de

Leia mais

Unidade Remota CANopen RUW-04. Guia de Instalação, Configuração e Operação. Idioma: Português. Documento: 10002081798 / 00

Unidade Remota CANopen RUW-04. Guia de Instalação, Configuração e Operação. Idioma: Português. Documento: 10002081798 / 00 Motors Automation Energy Transmission & Distribution Coatings Unidade Remota CANopen RUW-04 Guia de Instalação, Configuração e Operação Idioma: Português Documento: 10002081798 / 00 ÍNDICE 1 INSTRUÇÕES

Leia mais

Tutorial 122 CP DUO Inversor WEG (RS485 Protocolo MODBUS - DUO Master)

Tutorial 122 CP DUO Inversor WEG (RS485 Protocolo MODBUS - DUO Master) Tutorial 122 CP DUO Inversor WEG (RS485 Protocolo MODBUS - DUO Master) Este documento é propriedade da ALTUS Sistemas de Informática S.A., não podendo ser reproduzido sem seu prévio consentimento. Altus

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES. Conversor USB P/ RS-232/422/485 Modelo D501 Revisão 2

MANUAL DE INSTRUÇÕES. Conversor USB P/ RS-232/422/485 Modelo D501 Revisão 2 MANUAL DE INSTRUÇÕES Conversor USB P/ RS-232/422/485 Modelo D501 Revisão 2 CONTEMP IND. COM. E SERVIÇOS LTDA. Al. Araguaia, 204 - CEP 09560-580 São Caetano do Sul - SP - Brasil Fone: 11 4223-5100 - Fax:

Leia mais

Leitor MaxProx-Lista-PC

Leitor MaxProx-Lista-PC Leitor MaxProx-Lista-PC O leitor de cartões de proximidade MaxProx-Lista-PC é destinado aos Integradores de Controle de Acesso. Ele foi especialmente projetado para controle de acesso, para ser usado Stand

Leia mais

Conversor Wi-Fi Serial CWS-0200-XXX-XX. Manual V2.2

Conversor Wi-Fi Serial CWS-0200-XXX-XX. Manual V2.2 Conversor Wi-Fi Serial CWS-0200-XXX-XX Manual V2.2 Parabéns! Você acaba de adquirir o Conversor Wi-Fi Serial CWS-0200, orgulhosamente desenvolvido e fabricado no Brasil. Este é um produto de alta confiabilidade

Leia mais

Multimedidores Inteligentes ETE30 Modo de uso do software IBIS_BE_cnf. ABB Automação. Hartmann & Braun

Multimedidores Inteligentes ETE30 Modo de uso do software IBIS_BE_cnf. ABB Automação. Hartmann & Braun Multimedidores Inteligentes ETE30 Modo de uso do software IBIS_BE_cnf ABB Automação Hartmann & Braun Índice 1. IBIS_BE_CNF - DEFINIÇÃO... 3 2. INSTALAÇÃO... 3 2.1. PRÉ-REQUISITOS PARA INSTALAÇÃO... 3 3.

Leia mais

3.1.6 Entradas digitais Quantidade: 8. Tipo: NPN / PNP conforme configuração, dividida em 2 grupos de 4 entradas. Impedância de entrada: 8.8KΩ.

3.1.6 Entradas digitais Quantidade: 8. Tipo: NPN / PNP conforme configuração, dividida em 2 grupos de 4 entradas. Impedância de entrada: 8.8KΩ. 8 Tecla Cancelar. Utilizado para retorno de nível de programação. 9 Tecla Enter. Utilizado para acessar programação. Obs.: Todas as teclas podem ser utilizadas no diagrama Ladder. 3. CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS

Leia mais

Disponibiliza a forma de onda em três tensões e corrente, no buffer de comunicação em todas as versões.

Disponibiliza a forma de onda em três tensões e corrente, no buffer de comunicação em todas as versões. Ficha técnica MGE G3 Multimedidor Multimedidor para sistemas trifásicos ou monofásicos com medição de mais de 40 variáveis elétricas, memória de massa não volátil e saídas digitais. Possui três displays

Leia mais

1 Componentes da Rede Gestun

1 Componentes da Rede Gestun PROCEDIMENTO PARA DETECÇÃO DE FALHAS EM REDES DATA: 23/06/14. Controle de Alterações DATA 23/06/14 MOTIVO Versão Inicial RESPONSÁVEL Márcio Correia 1 Componentes da Rede Gestun -Módulo de comunicação:

Leia mais

Módulo FGM721. Controlador P7C - HI Tecnologia

Módulo FGM721. Controlador P7C - HI Tecnologia Automação Industrial Módulo Controlador P7C - HI Tecnologia 7C O conteúdo deste documento é parte do Manual do Usuário do controlador P7C da HI tecnologia (PMU10700100). A lista de verbetes consta na versão

Leia mais

Menu de Programação e Operação - Amperímetro Digital - Família GC 2009 Microcontrolado.

Menu de Programação e Operação - Amperímetro Digital - Família GC 2009 Microcontrolado. Operação - Amperímetro Digital - Família GC 2009 Microcontrolado. Com dois reles independentes para controle ou alarme, contatos reversíveis tipo SPDT e Sinal de Saída para Retransmissão da Amperagem medida

Leia mais

Disponibiliza a forma de onda em três tensões e corrente no buffer de comunicação

Disponibiliza a forma de onda em três tensões e corrente no buffer de comunicação Ficha técnica IDM 144 Multimedidor Multimedidor para sistemas trifásicos ou monofásicos com medição de mais de 40 variáveis elétricas. Possui três displays de LCD alfanuméricos de fácil visualização, interface

Leia mais

www.sulton.com.br 1. Apresentação do Tele Alarme Tom e Pulso

www.sulton.com.br 1. Apresentação do Tele Alarme Tom e Pulso 1. Apresentação do Tele Alarme Tom e Pulso Equipamento desenvolvido a fim de realizar automaticamente discagens telefônicas para aviso de alarme. Podendo ser implementado praticamente à todos os sistema

Leia mais

Monitor de Rede Elétrica Som Maior Pro. Manual do Usuário Versão 3.9f

Monitor de Rede Elétrica Som Maior Pro. Manual do Usuário Versão 3.9f Monitor de Rede Elétrica Som Maior Pro Manual do Usuário Versão 3.9f 2 ÍNDICE PÁG. 1 APRESENTAÇÃO...03 2 DESCRIÇÃO DO EQUIPAMENTO...04 2.1 ROTINA INICIAL DE AVALIAÇÃO DA REDE ELÉTRICA...04 2.2 TROCA DE

Leia mais

Discrete Automation & Motion. IHM Interface Homem-Máquina Linha CP400

Discrete Automation & Motion. IHM Interface Homem-Máquina Linha CP400 Discrete Automation & Motion IHM Interface Homem-Máquina Linha CP400 IHM Interface Homem-Máquina CP400 Desempenho e conforto em terminais de operação A linha de IHMs da ABB oferece excelente diversidade

Leia mais

Disponibiliza a forma de onda em três tensões e corrente, no buffer de comunicação em todas as versões.

Disponibiliza a forma de onda em três tensões e corrente, no buffer de comunicação em todas as versões. Ficha técnica MGE G3 SA Multimedidor Multimedidor para sistemas trifásicos ou monofásicos com medição de mais de 50 variáveis elétricas, memória de massa não volátil, saídas digitais e saídas analógicas.

Leia mais

HM203 (Protocolo ModBus) INDICADOR / CONTROLADOR

HM203 (Protocolo ModBus) INDICADOR / CONTROLADOR 1/19 HM203 (Protocolo ModBus) INDICADOR / CONTROLADOR Introdução O HM203 é um indicador/controlador que recebe um sinal de 4 a 20 ma, tem uma saída analógica 4 a 20 ma, 4 saídas de relé, e pode ter uma

Leia mais

Exemplo de sincronismo de relógio em protocolo Modbus entre IHM ARION e CLP M340. IHM Arion

Exemplo de sincronismo de relógio em protocolo Modbus entre IHM ARION e CLP M340. IHM Arion Exemplo de sincronismo de relógio em protocolo Modbus entre IHM ARION e CLP M340. IHM Arion 1 Comunicação Modbus RS485 Cabo de comunicação PLC M340 e IHM ARION 2 2 Comunicação Modbus RS485 Pinagem do cabo

Leia mais