CARREIRAS EM COMPUTAÇÃO GRÁFICA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CARREIRAS EM COMPUTAÇÃO GRÁFICA"

Transcrição

1 CARREIRAS EM COMPUTAÇÃO GRÁFICA O que é computação gráfica? 1. A imagem é gerada/criada com o computador 2. A imagem é melhorada/tratada com o computador 3. E a publicação desktop? Design de páginas e layouts com computador. Textos usados criativamente no design gráfico. 4. E a multimídia? Aplicações computacionais que usam simultaneamente imagens, gráficos, texto e som. NPDI - DCC - UFMG 1

2 CARREIRAS EM COMPUTAÇÃO GRÁFICA A computação gráfica é criada através do uso do computador (como o computador é usado varia). A imagem pode ser criada inteiramente através de fórmulas matemáticas. Ou através de meios tradicionais, como a fotografia, e então processada pelo computador. A computação gráfica não é criada pelo computador, que é uma mera ferramenta. A criação vem do programador ou usuário. 1. Arte / animação / comerciais 2. CAD / CAM / CAE 3. Apresentação de gráficos 4. Simulação 5. Visualização científica 6. Processamento de imagens NPDI - DCC - UFMG 2

3 PROCESSAMENTO DIGITAL DE IMAGENS Dois grandes eventos dos anos 60 : Computadores digitais Programa especial americano Por que processamento digital? E o processamento óptico? E o processamento analógico? Precisão Extrema flexibilidade Velocidade da operação Custo NPDI - DCC - UFMG 3

4 PROCESSAMENTO DIGITAL DE IMAGENS Imageamento interplanetário Programa espacial americano não-tribulado : sondas espaciais Série Ranger Lua superfície Surveyor 7 Lua locais para aterrissagem Mariner 4 (1964) Marte Mariner 6 e 7 (1969) Marte Centenas de imagens analógicas de TV. Muitas foram digitalizadas em Terra. Retornou imagens analógicas de TV do seu local de aterrissagem. Várias digitalizadas em Terra. Retornou 22 imagens digitais de Marte. Primeira missão espacial a Ter sistema todo digital. Data rate: 8 bits/s low resolution. Centenas de imagens digitais ao passarem por Marte. NPDI - DCC - UFMG 4

5 PROCESSAMENTO DIGITAL DE IMAGENS Mariner 9 (1971) Marte primeiro planeta a ser mapeado por s. r. digital Mariner 10 Vênus Mercúrio Sol Série Viking (1975) Marte Série Voyager (1977) Saturno Júpiter Primeira espaçonave a ser colocada em órbita de outro planeta. Cerca de imagens digitais de TV. Milhares de imagens digitais de TV. Módulos orbitais e de aterrissagem imagens orbitais. Uma única imagem possuía mais dados que todas as imagens do Mariner 4. Estudo do anel de Saturno. Descoberta de anel e satélite em Júpiter. NPDI - DCC - UFMG 5

6 NPDI - DCC - UFMG 6

7 Ano Nome Construído por Comentários 1834 Máquina analítica Babbage Primeira tentativa de se construir um computador ditigal 1969 Z1 Zuse Primeira máquina calculadora a relés a funcionar 1943 Colossus Governo britânico Primeiro computador eletrônico 1944 Mark I Aiken Primeiro computador americano de uso geral 1946 ENIAC I Eckert / Mauchley A história do computador moderno começa aqui 1949 EDSAC Wilkes Primeiro computador de programa armazenado 1951 Whirlwind I M.I.T. Primeiro computador de tempo real 1951 UNIVAC I Eckert / Mauchley Primeiro computador vendido comercialmente 1952 IAS von Neumann A maioria da máquinas atuais utiliza este projeto 1960 PDP-1 DEC Primeiro minicomputador (50 vendidos) IBM Máquina comercial de pequeno porte muito popular IBM Dominou a computação científica no início dos anos 60 NPDI - DCC - UFMG 7

8 1963 B5000 Burroughs Primeira máquina projetada para uma linguagem de alto nível IBM Primeira linha de produtos projetados como uma família CDC Primeira máquina com amplo uso de paralelismo interno 1965 PDP-8 DEC Primeiro minicomputad or de venda em massa ( vend.) 1970 PDP-11 DEC Minicomputad ores que dominaram os anos Intel Primeira CPU de uso geral em uma pastilha 1974 CRAY-1 Cray Primeiro supercomputad or 1978 VAX DEC Primeiro supermini de 32 bits NPDI - DCC - UFMG 8

9 PROCESSAMENTO DIGITAL DE IMAGENS Três campos principais : (a) Digitalização + codificação - conversão de uma imagem contínua para a forma discreta com sua posterior compressão para manter capacidade de armazenamento e/ou canal de transmissão. (b) Realce + restauração - procura-se realçar determinadas características de imagens e recuperar imagens que sofreram algum tipo de degradação. (c) Segmentação + descrição - onde se convertem imagens em mapas simplificados com medidas de características e propriedades. NPDI - DCC - UFMG 9

10 PROCESSAMENTO DIGITAL DE IMAGENS Envolve dois tipos de processamento: (a) Extração de informação O resultado não é mais uma imagem, mas sim uma descrição, uma parametrização. (b) Transformação da imagem O resultado aparece como uma nova imagem que difere da original de algum modo. NPDI - DCC - UFMG 10

11 PROCESSAMENTO DIGITAL DE IMAGENS Interação P.D.I. C. G. NPDI - DCC - UFMG 11

12 PROCESSAMENTO DIGITAL DE IMAGENS Sistema de vigilância AWACS Detecção do objeto PDS - Extração de características PDI - Identificação do objeto RP - Display do objeto CG - PDS processamento digital de sinais - PDI processamento digital de imagens - RP reconhecimento de padrões - CG computação gráfica INTERAÇÃO PDS/PDI/RP/CG NPDI - DCC - UFMG 12

13 PROCESSAMENTO DIGITAL DE IMAGENS I N P U T Image Image Output Image Processing Description Image Patter Recognition, Computer Vision Computer Other data Description Graphics processing Fields realted to the computer processing of images. NPDI - DCC - UFMG 13

14 PROCESSAMENTO DIGITAL DE IMAGENS 3 níveis de abstração para o processamento: (a) Nível baixo Pré-processamento Realce Classificação (b) Nível médio Análise Morfologia Topologia de objetos (c) Nível alto Compreensão I. A. Sistemas especialistas NPDI - DCC - UFMG 14

15 PROCESSAMENTO DIGITAL DE IMAGENS NPDI - DCC - UFMG 15

16 NPDI - DCC - UFMG 16

17 NPDI - DCC - UFMG 17

18 NPDI - DCC - UFMG 18

19 NPDI - DCC - UFMG 19

20 NPDI - DCC - UFMG 20

21 NPDI - DCC - UFMG 21

22 NPDI - DCC - UFMG 22

23 NPDI - DCC - UFMG 23

24 NPDI - DCC - UFMG 24

25 NPDI - DCC - UFMG 25

26 NPDI - DCC - UFMG 26

27 NPDI - DCC - UFMG 27

28 NPDI - DCC - UFMG 28

29 NPDI - DCC - UFMG 29

30 NPDI - DCC - UFMG 30

31 Imagem original (a), seu histograma (b), histograma da imagem processada (c), imagem processada por equalização do histograma (d). NPDI - DCC - UFMG 31

32 NPDI - DCC - UFMG 32

33 Lenna. NPDI - DCC - UFMG 33

34 Horizonte flutuante da Lenna. NPDI - DCC - UFMG 34

35 NPDI - DCC - UFMG 35

36 NPDI - DCC - UFMG 36

37 NPDI - DCC - UFMG 37

38 NPDI - DCC - UFMG 38

39 NPDI - DCC - UFMG 39

40 Fourier filtering applied to a digitized photograph: The frequencies to suppress were selected graphically. Nine rectangular windows (18 by simmetry) were defined to produce the output image, shown in lower right. NPDI - DCC - UFMG 40

41 NPDI - DCC - UFMG 41

42 NPDI - DCC - UFMG 42

43 NPDI - DCC - UFMG 43

44 NPDI - DCC - UFMG 44

45 NPDI - DCC - UFMG 45

46 NPDI - DCC - UFMG 46

47 NPDI - DCC - UFMG 47

48 NPDI - DCC - UFMG 48

49 NPDI - DCC - UFMG 49

50 Imagem original: fotografia infravermelho de anjo barroco NPDI - DCC - UFMG 50

51 Transformação na escala de cinza NPDI - DCC - UFMG 51

52 Binarização NPDI - DCC - UFMG 52

53 Efeito mosaico NPDI - DCC - UFMG 53

54 Efeito difusão NPDI - DCC - UFMG 54

55 Efeito relevo NPDI - DCC - UFMG 55

56 Realce de bordas 45 o NPDI - DCC - UFMG 56

57 Realce de bordas 135 o NPDI - DCC - UFMG 57

58 Realce de bordas 90 o NPDI - DCC - UFMG 58

59 Remoção de linhas retas NPDI - DCC - UFMG 59

60 Efeito deslocamento NPDI - DCC - UFMG 60

61 Negativo NPDI - DCC - UFMG 61

62 Espelho NPDI - DCC - UFMG 62

63 Efeito perspectiva NPDI - DCC - UFMG 63

64 Efeito skew NPDI - DCC - UFMG 64

65 Autor: Ataíde Pintura em teto: Caraça NPDI - DCC - UFMG 65

66 NPDI - DCC - UFMG 66

67 NPDI - DCC - UFMG 67

68 NPDI - DCC - UFMG 68

69 NPDI - DCC - UFMG 69

70 NPDI - DCC - UFMG 70

71 NPDI - DCC - UFMG 71

72 NPDI - DCC - UFMG 72

73 NPDI - DCC - UFMG 73

74 NPDI - DCC - UFMG 74

75 NPDI - DCC - UFMG 75

76 NPDI - DCC - UFMG 76

77 NPDI - DCC - UFMG 77

78 NPDI - DCC - UFMG 78

79 NPDI - DCC - UFMG 79

80 NPDI - DCC - UFMG 80

81 NPDI - DCC - UFMG 81

82 NPDI - DCC - UFMG 82

83 NPDI - DCC - UFMG 83

84 NPDI - DCC - UFMG 84

85 NPDI - DCC - UFMG 85

A Evolução dos Computadores: do ENIAC ao Jaguar

A Evolução dos Computadores: do ENIAC ao Jaguar A Evolução dos Computadores: do ENIAC ao Jaguar Siang Wun Song - IME/USP e Universidade Federal do ABC setembro de 2010 História da Computação - Ábacos antigos Ábaco da Mesopotâmia (2700-2300 A.C.) Ábaco

Leia mais

1. INTRODUÇÃO. Computador Digital: É uma máquina capaz de solucionar problemas através da execução de instruções que lhe são fornecidas.

1. INTRODUÇÃO. Computador Digital: É uma máquina capaz de solucionar problemas através da execução de instruções que lhe são fornecidas. 1. INTRODUÇÃO Computador Digital: É uma máquina capaz de solucionar problemas através da execução de instruções que lhe são fornecidas. Programa: É uma seqüência de instruções que descrevem como executar

Leia mais

PROCESSAMENTO DIGITAL DE IMAGENS

PROCESSAMENTO DIGITAL DE IMAGENS PROCESSAMENTO DIGITAL DE IMAGENS Motivado por duas principais aplicações: Melhorar a informação da imagem para interpretação humana Processamento de cenas para percepção de máquinas (Visão Computacional)

Leia mais

Introdução à Computação: História dos computadores

Introdução à Computação: História dos computadores Introdução à Computação: História dos computadores Ricardo de Sousa Bri.o rbri.o@ufpi.edu.br DIE- UFPI 2004 by Pearson Education Objetivos Aprender sobre a história dos computadores. 2004 by Pearson Education

Leia mais

Introdução INTRODUÇÃO À COMPUTAÇÃO M. Sistema Computacional. Máquina Virtual. Solução 8/10/10. O problema de comunicação humanocomputador

Introdução INTRODUÇÃO À COMPUTAÇÃO M. Sistema Computacional. Máquina Virtual. Solução 8/10/10. O problema de comunicação humanocomputador Introdução INTRODUÇÃO À COMPUTAÇÃO M M.Sc. Ricardo de Sousa Britto (rbritto@ufpi.edu.br) Computador: Máquina programável, de propósito geral, que processa informação. Programa: Seqüência de instruções

Leia mais

Fundamentos. Guillermo Cámara-Chávez

Fundamentos. Guillermo Cámara-Chávez Fundamentos Guillermo Cámara-Chávez Introdução Uma das primeiras aplicações de técnicas de PDI para interpretação humana: imagens digitalizadas para jornal Transmitidas por cabos submarinos entre Londres

Leia mais

Arquitetura e Organização de Computadores

Arquitetura e Organização de Computadores Arquitetura e Organização de Computadores Aula 01 Tecnologias e Perspectiva Histórica Edgar Noda Pré-história Em 1642, Blaise Pascal (1633-1662) construiu uma máquina de calcular mecânica que podia somar

Leia mais

Calculadoras Mecânicas

Calculadoras Mecânicas ARQUITETURA E ORGANIZAÇÃO DE COMPUTADORES Evolução e Desempenho de Computadores 1ª Calculadora - séc. V a.c Muitos povos da antiguidade utilizavam o ábaco para a realização de cálculos do dia a dia, principalmente

Leia mais

Arquitetura de Computadores

Arquitetura de Computadores Introdução Arquitetura de Introdução Computador: Máquina programável, de propósito geral, que processa informação. Programa: Seqüência de instruções (de uma dada linguagem de programação) que operam sobre

Leia mais

Arquitetura de Computadores. Prof. Marcelo Mikosz Gonçalves

Arquitetura de Computadores. Prof. Marcelo Mikosz Gonçalves Arquitetura de Computadores Prof. Marcelo Mikosz Gonçalves Conceitos Básicos Programa: é uma seqüência de instruções que executam uma determinada tarefa. Linguagem de máquina: conjunto de instruções primitivas

Leia mais

Organização Básica de computadores e linguagem de montagem

Organização Básica de computadores e linguagem de montagem Organização Básica de computadores e linguagem de montagem Prof. Edson Borin 1 o Semestre de 2012 ~2400 AC Ábaco: 1 a calculadora ~500 AC Introdução do Zero, Índia antiga ~300 AC Matemático Indiano descreveu

Leia mais

AULA 01 INTRODUÇÃO. Eduardo Camargo de Siqueira CIRCUITOS DIGITAIS Engenharia de Computação

AULA 01 INTRODUÇÃO. Eduardo Camargo de Siqueira CIRCUITOS DIGITAIS Engenharia de Computação AULA 01 INTRODUÇÃO Eduardo Camargo de Siqueira CIRCUITOS DIGITAIS Engenharia de Computação O COMPUTADOR O homem sempre procurou máquinas que o auxiliassem em seu trabalho. O computador é consciente, trabalhador,

Leia mais

(b) Domínio espacial Reescalamento dos níveis de cinza Integração Diferenciação

(b) Domínio espacial Reescalamento dos níveis de cinza Integração Diferenciação TÉCNICAS DE REALCE (IMAGE ENHANCEMENT) Objetivo São projetadas para manipular a imagem com base em características psico-físicas do SVH, podendo até distorcer a imagem através do processo de retirar informações

Leia mais

FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: ARQUITETURA DE COMPUTADORES

FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: ARQUITETURA DE COMPUTADORES FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: ARQUITETURA DE COMPUTADORES Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos cpgcarlos@yahoo.com.br www.oficinadapesquisa.com.br MARCOS DA ARQUITERURA DE COMPUTADORES Geração Zero

Leia mais

Abstrações e Tecnologias Computacionais. Professor: André Luis Meneses Silva E-mail/msn: andreluis.ms@gmail.com Página: orgearq20101.wordpress.

Abstrações e Tecnologias Computacionais. Professor: André Luis Meneses Silva E-mail/msn: andreluis.ms@gmail.com Página: orgearq20101.wordpress. Abstrações e Tecnologias Computacionais Professor: André Luis Meneses Silva E-mail/msn: andreluis.ms@gmail.com Página: orgearq20101.wordpress.com Agenda Introdução Sistemas Computacionais Arquitetura X

Leia mais

CAPÍTULO 1 INTRODUÇÃO À ARQUITETURA DE COMPUTADORES. Máquina programável, de propósito geral, que processa informação.

CAPÍTULO 1 INTRODUÇÃO À ARQUITETURA DE COMPUTADORES. Máquina programável, de propósito geral, que processa informação. CAPÍTULO 1 INTRODUÇÃO À ARQUITETURA DE COMPUTADORES 1.1 Introdução Computador: Programa: Instrução: Linguagem: Máquina programável, de propósito geral, que processa informação. Seqüência de instruções

Leia mais

ORGANIZAÇÃO DE COMPUTADORES MÓDULO 3

ORGANIZAÇÃO DE COMPUTADORES MÓDULO 3 ORGANIZAÇÃO DE COMPUTADORES MÓDULO 3 Índice 1. História da Arquitetura de Computadores - Continuação..3 1.1. Primeira Geração Válvulas (1945 1955)... 3 1.2. Segunda Geração Transistores (1955 1965)...

Leia mais

Fundamentos de Programação I

Fundamentos de Programação I 1 Universidade Tecnológica Federal do Paraná UTFPR Campus: Campo Mourão Professor: Rafael Henrique Dalegrave Zottesso E-mail: rafaelzottesso@utfpr.edu.br Material cedido por: Prof. Luiz Arthur Sumário:

Leia mais

SISTEMA AFIS Curso de Atualização para Promoção

SISTEMA AFIS Curso de Atualização para Promoção SISTEMA AFIS Curso de Atualização para Promoção Wanderlin Mota Classificador Polícia Civil do Estado de Goiás Curso Superior de Tecnologia em Redes de Computadores Goiânia, Novembro/2014 Ciências Grécia:

Leia mais

Marcos da Arquitetura de Computadores. Sediane Carmem Lunardi Hernandes

Marcos da Arquitetura de Computadores. Sediane Carmem Lunardi Hernandes Marcos da Arquitetura de Computadores Sediane Carmem Lunardi Hernandes 1 Introdução Objetivo Apresentar um breve esboço de algumas máquinas (computadores) que marcaram época 2 A geração zero computadores

Leia mais

Unidade Central de Processamento Organização da UCP Execução de instruções em paralelo ("pipeline") Execução de programas

Unidade Central de Processamento Organização da UCP Execução de instruções em paralelo (pipeline) Execução de programas http://www.ic.uff.br/~debora/fac! Dar noções iniciais dos componentes básicos de um sistema de computador, assim também como conceitos fundamentais necessários para a manipulação de informação dentro do

Leia mais

AULA 01 INTRODUÇÃO. Eduardo Camargo de Siqueira PROCESSAMENTO DE IMAGENS Engenharia de Computação

AULA 01 INTRODUÇÃO. Eduardo Camargo de Siqueira PROCESSAMENTO DE IMAGENS Engenharia de Computação AULA 01 INTRODUÇÃO Eduardo Camargo de Siqueira PROCESSAMENTO DE IMAGENS Engenharia de Computação INTRODUÇÃO Processamento Digital de Imagens refere-se ao processamento imagens por meio de um computador

Leia mais

Conversores D/A e A/D

Conversores D/A e A/D Conversores D/A e A/D Introdução Um sinal analógico varia continuamente no tempo. Som Temperatura Pressão Um sinal digital varia discretamente no tempo. Processamento de sinais digitais Tecnologia amplamente

Leia mais

Introdução ao Processamento de Imagens

Introdução ao Processamento de Imagens Introdução ao PID Processamento de Imagens Digitais Introdução ao Processamento de Imagens Glaucius Décio Duarte Instituto Federal Sul-rio-grandense Engenharia Elétrica 2013 1 de 7 1. Introdução ao Processamento

Leia mais

Introdução (Aula 1) Histórico da Arquitetura de Computadores

Introdução (Aula 1) Histórico da Arquitetura de Computadores Introdução (Aula 1) Histórico da Arquitetura de Computadores Evolução... 2 Geração Zero Computadores Mecânicos (1642-1945) (1) Blaise Pascal (1623-1662) Construiu em 1642 a primeira máquina de calcular,

Leia mais

Organização de Computadores I

Organização de Computadores I Departamento de Ciência da Computação - UFF Objetivos Organização de Computadores I Profa. Débora Christina Muchaluat Saade debora@midiacom.uff.br http://www.ic.uff.br/~debora/orgcomp Dar noções iniciais

Leia mais

Introdução à Computação e suas Aplicações

Introdução à Computação e suas Aplicações Introdução à Computação e suas Aplicações Eduardo Reck Aula 03 - Introdução à Arquitetura e Organização de Computadores & Sistemas de Numeração Introdução à Arquitetura e Organização de Computadores Sistemas

Leia mais

Organização de Computadores 1

Organização de Computadores 1 Organização de Computadores 1 2 EVOLUÇÃO E TIPO DE COMPUTADORES Prof. Luiz Gustavo A. Martins Evolução dos Computadores Início com a organização em sociedade. Motivação principal para a criação de máquinas

Leia mais

Transformada de Hough. Cleber Pivetta Gustavo Mantovani Felipe Zottis

Transformada de Hough. Cleber Pivetta Gustavo Mantovani Felipe Zottis Transformada de Hough Cleber Pivetta Gustavo Mantovani Felipe Zottis A Transformada de Hough foi desenvolvida por Paul Hough em 1962 e patenteada pela IBM. Originalmente, foi elaborada para detectar características

Leia mais

ARQUITETURA DE COMPUTADORES - 1866

ARQUITETURA DE COMPUTADORES - 1866 1 Introdução: Um computador é uma máquina (conjunto de partes eletrônicas e eletromecânicas) capaz de sistematicamente coletar, manipular e fornecer resultados da manipulação de dados para um ou mais objetivos.

Leia mais

Algumas sondas espaciais que pesquisaram o Sistema Solar com sucesso

Algumas sondas espaciais que pesquisaram o Sistema Solar com sucesso Algumas sondas espaciais que pesquisaram o Sistema Solar com sucesso data de lançamento sonda espacial país feito científico Explorer 1 31 de janeiro de 1958 descobriu a existência de cinturões de radiação

Leia mais

COMPUTAÇÃO GRÁFICA O QUE É?

COMPUTAÇÃO GRÁFICA O QUE É? COMPUTAÇÃO GRÁFICA O QUE É? Curso: Tecnológico em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Disciplina: COMPUTAÇÃO GRÁFICA 4º Semestre Prof. AFONSO MADEIRA SUMÁRIO O que é COMPUTAÇÃO GRÁFICA Áreas relacionadas

Leia mais

Prof. Marcelo Henrique dos Santos

Prof. Marcelo Henrique dos Santos POR QUE ESTUDAR COMPUTAÇÃO GRÁFICA? Quem quiser trabalhar em áreas afins: Entretenimento Jogos e filmes Visualização Simulação de fenômenos físicos Arte computadorizada Educação e treinamento Processamento

Leia mais

Telecomunicações e Teleprocessamento

Telecomunicações e Teleprocessamento Telecomunicações e Teleprocessamento Telecomunicações Telecomunicações podem ser definidas como comunicações por meios eletrônicos, normalmente a grandes distâncias. Como veículos de transmissão podem

Leia mais

Evolução... Introdução (Aula 1) Histórico da Arquitetura de Computadores

Evolução... Introdução (Aula 1) Histórico da Arquitetura de Computadores Evolução... Introdução (Aula 1) Histórico da Arquitetura de Computadores Roberta Lima Gomes - LPRM/DI/UFES Sistemas de Programação I Eng. Elétrica 2007/2 Agradecimentos: Camilo Calvi - LPRM/DI/UFES 2 Geração

Leia mais

Sumário. Organização de Computadores Módulo 3. Primeira Geração Válvulas (1945 1955) Primeira Geração Válvulas (1945 1955)

Sumário. Organização de Computadores Módulo 3. Primeira Geração Válvulas (1945 1955) Primeira Geração Válvulas (1945 1955) Sumário M. Sc. Luiz Alberto lasf.bel@gmail.com www.professorluizalberto.com.br Organização de Computadores Módulo 3 1. História da Arquitetura de Computadores - Continuação 1.1. 1.2. Segunda Geração Transistores

Leia mais

2.1.2 Definição Matemática de Imagem

2.1.2 Definição Matemática de Imagem Capítulo 2 Fundamentação Teórica Este capítulo descreve os fundamentos e as etapas do processamento digital de imagens. 2.1 Fundamentos para Processamento Digital de Imagens Esta seção apresenta as propriedades

Leia mais

29/08/2011. Radiologia Digital. Princípios Físicos da Imagem Digital 1. Mapeamento não-linear. Unidade de Aprendizagem Radiológica

29/08/2011. Radiologia Digital. Princípios Físicos da Imagem Digital 1. Mapeamento não-linear. Unidade de Aprendizagem Radiológica Mapeamento não-linear Radiologia Digital Unidade de Aprendizagem Radiológica Princípios Físicos da Imagem Digital 1 Professor Paulo Christakis 1 2 Sistema CAD Diagnóstico auxiliado por computador ( computer-aided

Leia mais

André Aziz (andreaziz@deinfo.ufrpe.br) Francielle Santos (francielle@deinfo.ufrpe.br)

André Aziz (andreaziz@deinfo.ufrpe.br) Francielle Santos (francielle@deinfo.ufrpe.br) André Aziz (andreaziz@deinfo.ufrpe.br) Francielle Santos (francielle@deinfo.ufrpe.br) Apresentações; A disciplina: Objetivos; Cronograma; Avaliação; O que é Computação; Breve histórico. DEINFO/UFRPE 2

Leia mais

- Aula 2 ESTÁGIOS DA EVOLUÇÃO DA ARQUITETURA DOS COMPUTADORES

- Aula 2 ESTÁGIOS DA EVOLUÇÃO DA ARQUITETURA DOS COMPUTADORES - Aula 2 ESTÁGIOS DA EVOLUÇÃO DA ARQUITETURA DOS COMPUTADORES 1. INTRODUÇÃO Centenas de tipos diferentes de computadores foram projetados e construídos ao longo do ciclo evolutivo dos computadores digitais.

Leia mais

Parte 01. Fundamentos de Arquitetura de Computadores. Prof. Pedro Neto

Parte 01. Fundamentos de Arquitetura de Computadores. Prof. Pedro Neto Parte 01 Fundamentos de Arquitetura de Computadores Prof. Pedro Neto Aracaju Sergipe - 2011 Conteúdo 1. Introdução i. Definição de Computador ii. Máquina Multinível iii. Evolução do Computador Histórico

Leia mais

Processamento de Sinais Áudio-Visuais

Processamento de Sinais Áudio-Visuais Processamento de Sinais Áudio-Visuais Parte III Imagem e Video Prof. Celso Kurashima Introdução à Engenharia da Informação Fevereiro/2011 1 A Picture is worth a thousand words Uma imagem vale mil palavras

Leia mais

ARQUITETURA DE COMPUTADORES. Estágios da Evolução dos Computadores. Prof.: Agostinho S. Riofrio

ARQUITETURA DE COMPUTADORES. Estágios da Evolução dos Computadores. Prof.: Agostinho S. Riofrio ARQUITETURA DE COMPUTADORES Estágios da Evolução dos Computadores Prof.: Agostinho S. Riofrio Agenda 1. Introdução 2. Gerações 3. Computadores Mecânicos 4. Primeira Geração Válvulas Eletrônicas 5. Segunda

Leia mais

Introdução. Sistemas Computacionais Classificação. Universidade Federal de Campina Grande Departamento de Sistemas e Computação

Introdução. Sistemas Computacionais Classificação. Universidade Federal de Campina Grande Departamento de Sistemas e Computação Universidade Federal de Campina Grande Departamento de Sistemas e Computação Introdução à Computação Sistemas Computacionais Prof. a Joseana Macêdo Fechine Régis de Araújo joseana@computacao.ufcg.edu.br

Leia mais

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL 1 O ábaco romano O ábaco chinês Dispositivo de calcular frequentemente construído como um quadro de madeira com contas que deslizam sobre fios. Esteve em uso séculos antes da adoção do sistema de numeração

Leia mais

Informática, Internet e Multimídia. Profa. Késsia R. C. Marchi

Informática, Internet e Multimídia. Profa. Késsia R. C. Marchi Informática, Internet e Multimídia Profa. Késsia R. C. Marchi Informática - Origem Para auxiliar a contar, nossos antepassados usavam pedras... Cálculo deriva do latim calculus (pedra) Information Automatique

Leia mais

Informática Instrumental Aula 1. Prof. Msc. Fernando Nakayama de Queiroz

Informática Instrumental Aula 1. Prof. Msc. Fernando Nakayama de Queiroz Informática Instrumental Aula 1 Prof. Msc. Fernando Nakayama de Queiroz Ementa da disciplina 1. Apresentação do sistema operacional windows e linux; 2. Aprendendo a operar o teclado e principais teclas

Leia mais

INTRODUÇÃO À COMPUTAÇÃO

INTRODUÇÃO À COMPUTAÇÃO INTRODUÇÃO À COMPUTAÇÃO Heleno Pontes Bezerra Neto (helenopontes@lccv.ufal.br) 1. Introdução 1.1. Motivação 1.2 Histórico e Desenvolvimento dos Computadores 1.3. Organização dos Computadores 1. INTRODUÇÃO

Leia mais

ferramentas da imagem digital

ferramentas da imagem digital ferramentas da imagem digital illustrator X photoshop aplicativo ilustração vetorial aplicativo imagem digital 02. 16 imagem vetorial X imagem de rastreio imagem vetorial traduz a imagem recorrendo a instrumentos

Leia mais

Arquitetura de Computadores Aula 1 - Introdução

Arquitetura de Computadores Aula 1 - Introdução Arquitetura de Computadores Aula 1 - Introdução Prof. Othon M. N. Batista Mestre em Informática Roteiro Introdução Uma Visão em Camadas do Hardware Componentes Básicos de um Computador Descrição de Bit,

Leia mais

Introdução à Informática. Introdução à Informática

Introdução à Informática. Introdução à Informática Introdução à Informática Introdução à Informática Generalidades Prof.: Ruy Alexandre Generoso Prof.: Ruy Alexandre Generoso Introdução Computador Máquina eletrônica capaz de receber informações, submetê-las

Leia mais

INFORMÁTICA APLICADA À ADMINISTRAÇÃO I

INFORMÁTICA APLICADA À ADMINISTRAÇÃO I CEAP CENTRO DE ENSINO SUPERIOR ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS Surgimento da Informática INFORMÁTICA APLICADA À ADMINISTRAÇÃO I Unidade I Prof Célio Conrado www.celioconrado.com celio.conrado@gmail.com Já nos

Leia mais

Universidade de Brasília Instituto de Ciências Exatas Departamento de Ciências da Computação. Capítulo 1. Introdução, Abstrações e Histórico

Universidade de Brasília Instituto de Ciências Exatas Departamento de Ciências da Computação. Capítulo 1. Introdução, Abstrações e Histórico Universidade de Brasília Instituto de Ciências Exatas Departamento de Ciências da Computação Capítulo 1 Introdução, Abstrações e Histórico Prof. Marcus Vinicius Lamar 1 O que é: Organização e Arquitetura

Leia mais

Introdução à Multimédia conceitos

Introdução à Multimédia conceitos 1. Introdução à Multimédia conceitos Popularidade mercado potencial aparece nos anos 90 Avanços Tecnológicos que motivaram o aparecimento/ desenvolvimento da MULTIMÉDIA Indústrias envolvidas - Sistemas

Leia mais

Tratamento da Imagem Transformações (cont.)

Tratamento da Imagem Transformações (cont.) Universidade Federal do Rio de Janeiro - IM/DCC & NCE Tratamento da Imagem Transformações (cont.) Antonio G. Thomé thome@nce.ufrj.br Sala AEP/133 Tratamento de Imagens - Sumário Detalhado Objetivos Alguns

Leia mais

PROCESSAMENTO DE IMAGEM #01 TÓPICOS DESENVOLVIDOS NESTE MÓDULO

PROCESSAMENTO DE IMAGEM #01 TÓPICOS DESENVOLVIDOS NESTE MÓDULO PROCESSAMENTO DE IMAGEM #01 TÓPICOS DESENVOLVIDOS NESTE MÓDULO Que é Processamento Digital de Imagens (PDI) Quais as etapas fundamentais em um sistema de PDI Sensores CCD e CMOS Visão Humana x Visão de

Leia mais

Cálculo Numérico Aula 1: Computação numérica. Tipos de Erros. Aritmética de ponto flutuante

Cálculo Numérico Aula 1: Computação numérica. Tipos de Erros. Aritmética de ponto flutuante Cálculo Numérico Aula : Computação numérica. Tipos de Erros. Aritmética de ponto flutuante Computação Numérica - O que é Cálculo Numérico? Cálculo numérico é uma metodologia para resolver problemas matemáticos

Leia mais

LABORATÓRIO DE INFORMÁTICA. História da Computação

LABORATÓRIO DE INFORMÁTICA. História da Computação LABORATÓRIO DE INFORMÁTICA História da Computação Agenda 2 Áreas da Computação História da Computação Informática 3 Informática: informação automática, tratamento da informação de modo automático Informação,

Leia mais

Gerações de Computadores. INF005 - Arquitetura de Computadores e Software Básico Aula 3 Flávia Maristela (flavia@flaviamaristela.

Gerações de Computadores. INF005 - Arquitetura de Computadores e Software Básico Aula 3 Flávia Maristela (flavia@flaviamaristela. Gerações de Computadores INF005 - Arquitetura de Computadores e Software Básico Aula 3 Flávia Maristela (flavia@flaviamaristela.com) Como é formado o meu computador? Computador = hardware + software 1ª

Leia mais

Processamento de Imagem. Prof. Herondino

Processamento de Imagem. Prof. Herondino Processamento de Imagem Prof. Herondino Sensoriamento Remoto Para o Canada Centre for Remote Sensing - CCRS (2010), o sensoriamento remoto é a ciência (e em certa medida, a arte) de aquisição de informações

Leia mais

Processamento Digital de Imagens

Processamento Digital de Imagens Processamento Digital de Imagens (Conceitos iniciais) Prof. Silvio Jamil F. Guimarães PUC Minas 2013-1 Prof. Silvio Guimarães (PUC Minas) Processamento Digital de Imagens 2013-1 1 / 39 Motivação Desafio

Leia mais

O vídeo. O vídeo. Sistemas analógicos de vídeo. O vídeo. 2001 Wilson de Pádua Paula Filho

O vídeo. O vídeo. Sistemas analógicos de vídeo. O vídeo. 2001 Wilson de Pádua Paula Filho O vídeo O vídeo Interfaces de vídeo Sistemas de televisão: as características do sinal de vídeo são determinadas pelos padrões de televisão principais padrões existentes: televisão em preto-e-branco televisão

Leia mais

SEGMENTAÇÃO DE IMAGENS EM PLACAS AUTOMOTIVAS

SEGMENTAÇÃO DE IMAGENS EM PLACAS AUTOMOTIVAS SEGMENTAÇÃO DE IMAGENS EM PLACAS AUTOMOTIVAS André Zuconelli 1 ; Manassés Ribeiro 2 1. Aluno do Curso Técnico em Informática, turma 2010, Instituto Federal Catarinense, Câmpus Videira, andre_zuconelli@hotmail.com

Leia mais

TI no Século XXI. Cesar Bezerra Teixeira 2006

TI no Século XXI. Cesar Bezerra Teixeira 2006 TI no Século XXI Cesar Bezerra Teixeira 2006 Sumário Propósito; Histórico; Tendências Atuais; O Futuro; 2 Propósito Cesar Bezerra Teixeira 2006 3 Propósito Apresentar um histórico da TI e as tendências

Leia mais

Material de estudo ROBÔS NO ESPAÇO. André Luiz Carvalho Ottoni

Material de estudo ROBÔS NO ESPAÇO. André Luiz Carvalho Ottoni Material de estudo ROBÔS NO ESPAÇO 2010 André Luiz Carvalho Ottoni Robôs no Espaço O spacewalker (veste robótica). O spacewalker, que significa andador espacial, é uma veste robótica projetada para os

Leia mais

Primeiros "computadores" digitais. Execução de um programa. Consolas. Primórdios dos computadores. Memória interna. Computadores com memória interna

Primeiros computadores digitais. Execução de um programa. Consolas. Primórdios dos computadores. Memória interna. Computadores com memória interna Execução de um O executa um Quais os seus componentes? Como estes se organizam e interactuam? entrada de dados processador, memória, input bits periféricos,etc bits saída de dados output Primeiros "es"

Leia mais

SINOPSE. Leandro Gomes Matos Diretor da RNC

SINOPSE. Leandro Gomes Matos Diretor da RNC SINOPSE Neste trabalho procurou-se compilar textos de diversos autores de renome, sob uma ótica baseada em experiência profissional em cargos de chefia e como consultor de empresas, durante estes quase

Leia mais

Computação Gráfica. Introdução. Profª Alessandra Martins Coelho

Computação Gráfica. Introdução. Profª Alessandra Martins Coelho Computação Gráfica Introdução Profª Alessandra Martins Coelho março/2013 Introdução Computação gráfica (CG) é a utilização de computadores para gerar imagens (GUHA, 2013). Nos dias atuais, para não se

Leia mais

Introdução à Informática HISTÓRICO E TIPOS DE COMPUTADORES

Introdução à Informática HISTÓRICO E TIPOS DE COMPUTADORES Universidade do Contestado Campus Concórdia Curso de Engenharia Civil Prof.: Maico Petry Introdução à Informática HISTÓRICO E TIPOS DE COMPUTADORES DISCIPLINA: Informática Aplicada para Engenharia História

Leia mais

Introdução do Processamento de Imagens. Julio C. S. Jacques Junior juliojj@gmail.com

Introdução do Processamento de Imagens. Julio C. S. Jacques Junior juliojj@gmail.com Introdução do Processamento de Imagens Julio C. S. Jacques Junior juliojj@gmail.com Porque processar uma imagem digitalmente? Melhoria de informação visual para interpretação humana Processamento automático

Leia mais

18/03/2010. Os computadores de hoje são dispositivos eletrônicos que, sob direção e controle de um programa, executam quatro operações básicas:

18/03/2010. Os computadores de hoje são dispositivos eletrônicos que, sob direção e controle de um programa, executam quatro operações básicas: Introdução à Computação DSC/CEEI/UFCG Sistemas de Computação O computador é uma máquina eletrônica capaz de receber informações, submetê-las a um conjunto especificado e pré-determinado de operações lógicas

Leia mais

ASTROFOTOGRAFIA Concurso Nacional de Astrofotografias Apostila volume I

ASTROFOTOGRAFIA Concurso Nacional de Astrofotografias Apostila volume I ASTROFOTOGRAFIA Concurso Nacional de Astrofotografias Apostila volume I O princípio da astrofotografia O mundo da astrofotografia é muito divulgado e você provavelmente já fez parte dele. Se você já registrou

Leia mais

FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: ARQUITETURA DE COMPUTADORES

FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: ARQUITETURA DE COMPUTADORES FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: ARQUITETURA DE COMPUTADORES Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos cpgcarlos@yahoo.com.br www.oficinadapesquisa.com.br Conceito de Computador Um computador digital é

Leia mais

História do Computadores Prof. Rafael Gross

História do Computadores Prof. Rafael Gross História do Computadores Prof. Rafael Gross UM POUCO DA HISTÓRIA * O ábaco é um instrumento de cálculo, formado por uma moldura com bastões de ferro dispostos no sentido vertical. * Cada bastão contém

Leia mais

Processamento de Imagem. Prof. MSc. André Yoshimi Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com

Processamento de Imagem. Prof. MSc. André Yoshimi Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com Processamento de Imagem Prof. MSc. André Yoshimi Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com Visão Computacional Não existe um consenso entre os autores sobre o correto escopo do processamento de imagens, a

Leia mais

O que é CG?? Soraia Raupp Musse

O que é CG?? Soraia Raupp Musse O que é CG?? Soraia Raupp Musse Processamento Gráfico Modelagem Multimídia RV Usuário Visão Modelos Gráfico Tempo Animação Vídeo Imagens Processamento de Imagens O que NÃO é CG?? Processamento de Imagens

Leia mais

Introdução aos Computadores

Introdução aos Computadores Introdução aos Computadores Computadores e Redes de Comunicação Mestrado em Gestão de Informação, FEUP 06/07 Sérgio Sobral Nunes mail: sergio.nunes@fe.up.pt web: www.fe.up.pt/~ssn Sumário Definição Breve

Leia mais

Administração de Sistemas de Informação I

Administração de Sistemas de Informação I Administração de Sistemas de Informação I Prof. Farinha Aula 03 Telecomunicações Sistemas de Telecomunicações 1 Sistemas de Telecomunicações Consiste de Hardware e Software transmitindo informação (texto,

Leia mais

Desenho e Apresentação de Imagens por Computador

Desenho e Apresentação de Imagens por Computador Desenho e Apresentação de Imagens por Computador Conteúdo s: Aspetos genéricos sobre o trabalho com imagens computacionais. Imagens computacionais e programas que criam ou manipulam esse tipo de imagens.

Leia mais

Conceitos e Evolução Capítulos 1 e 2

Conceitos e Evolução Capítulos 1 e 2 Aula 2 ARQUITETURA DE COMPUTADORES Conceitos e Evolução Capítulos 1 e 2 Prof. Osvaldo Mesquita E-mail: oswaldo.mesquita@gmail.com 1/48 CONTEÚDO DA AULA Conceitos Importantes O que é arquitetura de computadores?

Leia mais

Fonte de Consulta: Sistemas de Informação e as Decisões Gerenciais na Era da Internet James A. O Brien NOTAS DE AULA

Fonte de Consulta: Sistemas de Informação e as Decisões Gerenciais na Era da Internet James A. O Brien NOTAS DE AULA NOTAS DE AULA 1. TENDÊNCIAS EM SISTEMAS DE MICROCOMPUTADORES Existem várias categorias principais de sistemas de computadores com uma diversidade de características e capacidades. Consequentemente, os

Leia mais

Organização de Computadores

Organização de Computadores Organização de Computadores Professor conteudista: Renato Lellis Sumário Organização de Computadores Unidade I 1 INTRODUÇÃO...1 1.1 O que é um computador?...1 1.2 Máquinas multiníveis...2 2 HISTÓRIA DA

Leia mais

Sistemas Multimédia. Ano lectivo 2006-2007. Aula 9 Representações de dados para gráficos e imagens

Sistemas Multimédia. Ano lectivo 2006-2007. Aula 9 Representações de dados para gráficos e imagens Sistemas Multimédia Ano lectivo 2006-2007 Aula 9 Representações de dados para gráficos e imagens Sumário Gráficos e imagens bitmap Tipos de dados para gráficos e imagens Imagens de 1-bit Imagens de gray-level

Leia mais

Arquitetura de Computadores

Arquitetura de Computadores Arquitetura de Computadores Prof. Fábio M. Costa Instituto de Informática UFG 1o. Semestre / 2005 Fundamentos Roteiro Fundamentos Princípios de funcionamento de computadores Perspectiva histórica Tendências

Leia mais

Agenda do Mini-Curso. Sérgio Yoshio Fujii. Ethan Boardman. sergio.fujii@areva-td.com. ethan.boardman@areva-td.com

Agenda do Mini-Curso. Sérgio Yoshio Fujii. Ethan Boardman. sergio.fujii@areva-td.com. ethan.boardman@areva-td.com Agenda do Mini-Curso Sérgio Yoshio Fujii sergio.fujii@areva-td.com Ethan Boardman ethan.boardman@areva-td.com Agenda do Mini-Curso Evolução de sistemas SCADA/EMS nos Centros de Controle: Sistemas operacionais

Leia mais

Introdução à Computação: Arquitetura von Neumann

Introdução à Computação: Arquitetura von Neumann Introdução à Computação: Arquitetura von Neumann Beatriz F. M. Souza (bfmartins@inf.ufes.br) http://inf.ufes.br/~bfmartins/ Computer Science Department Federal University of Espírito Santo (Ufes), Vitória,

Leia mais

Evolução dos Computadores

Evolução dos Computadores Evolução dos Computadores Campus Cachoeiro Curso: Sistemas de Informação Disciplina: Arquitetura e Organização de Computadores Professor: João Paulo de Brito Gonçalves Geração Zero 1. Computação primitiva

Leia mais

FUNDAMENTOS DE TV DIGITAL. Objetivos do Sistema Digital. Digital. Comparação. (NTSC x ATSC) Transmissão simultânea de várias programações

FUNDAMENTOS DE TV DIGITAL. Objetivos do Sistema Digital. Digital. Comparação. (NTSC x ATSC) Transmissão simultânea de várias programações PR UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ FUNDAMENTOS DE TV DIGITAL Prof. Alexandre A. P. Pohl Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica e Informática Industrial - CPGEI 1 Objetivos do Sistema

Leia mais

1. Histórico e Evolução dos Computadores

1. Histórico e Evolução dos Computadores Faculdade UNIREAL Centro Educacional de Ensino Superior de Brasília 1. Histórico e Evolução dos Computadores A evolução da Informática O computador que conhecemos hoje é uma máquina programável que processa

Leia mais

Oficina de Multimédia B. ESEQ 12º i 2009/2010

Oficina de Multimédia B. ESEQ 12º i 2009/2010 Oficina de Multimédia B ESEQ 12º i 2009/2010 Conceitos gerais Multimédia Hipertexto Hipermédia Texto Tipografia Vídeo Áudio Animação Interface Interacção Multimédia: É uma tecnologia digital de comunicação,

Leia mais

UNIP UNIVERSIDADE PAULISTA. Material de Apoio. 2011 / sem2 Prof. Luiz Shigueru Seo

UNIP UNIVERSIDADE PAULISTA. Material de Apoio. 2011 / sem2 Prof. Luiz Shigueru Seo UNIP UNIVERSIDADE PAULISTA Redes de Computadores Módulo 1 - Introdução Material de Apoio 2011 / sem2 Prof. Luiz Shigueru Seo Esclarecimentos Esse material é de apoio para as aulas da disciplina e não substitui

Leia mais

Cursos de Computação. Sistemas Operacionais. Prof. M.Sc. Sérgio Teixeira. Aula 01 - História e Funções dos Sistemas Operacionais

Cursos de Computação. Sistemas Operacionais. Prof. M.Sc. Sérgio Teixeira. Aula 01 - História e Funções dos Sistemas Operacionais Cursos de Computação Sistemas Operacionais Prof. M.Sc. Sérgio Teixeira Aula 01 - História e Funções dos Sistemas Operacionais Visão do Sistema Operacional programadores e analistas usuários programas,

Leia mais

AULA 01 CONCEITOS BÁSICOS DE PROGRAMAÇÃO. Eduardo Camargo de Siqueira INFORMÁTICA APLICADA TÉCNICO EM ELETRÔNICA

AULA 01 CONCEITOS BÁSICOS DE PROGRAMAÇÃO. Eduardo Camargo de Siqueira INFORMÁTICA APLICADA TÉCNICO EM ELETRÔNICA AULA 01 CONCEITOS BÁSICOS DE PROGRAMAÇÃO Eduardo Camargo de Siqueira INFORMÁTICA APLICADA TÉCNICO EM ELETRÔNICA CURIOSIDADE 2 O COMPUTADOR O homem sempre procurou máquinas que o auxiliassem em seu trabalho.

Leia mais

Arquitetura e Organização de Computadores

Arquitetura e Organização de Computadores Arquitetura e Organização de Computadores Fernando Fonseca Ramos Faculdade de Ciência e Tecnologia de Montes Claros Fundação Educacional Montes Claros 1 Índice 1- Introdução 3- Memórias 4- Dispositivos

Leia mais

AUTOMAÇÃO DE ESCRITÓRIOS ADE

AUTOMAÇÃO DE ESCRITÓRIOS ADE Curso: TÉCNICO EM INFORMÁTICA com Habilitação em Programação e Desenvolvimento de Sistemas. AUTOMAÇÃO DE ESCRITÓRIOS ADE NOTA DE AULA 01 Assunto: Introdução a informática. Histórico do computador. Conceitos

Leia mais

TELECOMUNICAÇÕES E REDES

TELECOMUNICAÇÕES E REDES TELECOMUNICAÇÕES E REDES 1 OBJETIVOS 1. Quais são as tecnologias utilizadas nos sistemas de telecomunicações? 2. Que meios de transmissão de telecomunicações sua organização deve utilizar? 3. Como sua

Leia mais

Programação 1. Introdução à Ciência do Computador. Principais tópicos. Uma História do Computador. Uma História do Computador

Programação 1. Introdução à Ciência do Computador. Principais tópicos. Uma História do Computador. Uma História do Computador Introdução à Ciência do Computador Programação 1 Principais tópicos História do Computador O Hardware Sistemas Numéricos Álgebra Booleana Representação, armazenamento, processamento, entrada e saída da

Leia mais

Introdução à Computação

Introdução à Computação Universidade Federal do Rio Grande do Norte Departamento de Engenharia de Computação e Automação Introdução à Computação DCA0800 - Algoritmos e Lógica de Programação Heitor Medeiros 1 Informática x Computação

Leia mais

Aula 1 Professor Waterloo Pereira Filho Docentes orientados: Daniela Barbieri Felipe Correa

Aula 1 Professor Waterloo Pereira Filho Docentes orientados: Daniela Barbieri Felipe Correa Princípios Físicos do Sensoriamento Remoto Aula 1 Professor Waterloo Pereira Filho Docentes orientados: Daniela Barbieri Felipe Correa O que é Sensoriamento Remoto? Utilização conjunta de sensores, equipamentos

Leia mais

Arquitetura de Computadores

Arquitetura de Computadores Arquitetura de Computadores Professor: Vilson Heck Junior vilson.junior@ifsc.edu.br Agenda Introdução Estrutura e função Classes de Computadores Fundamentos Tendências na Tecnologia Contextualizado - Mas

Leia mais