Rede de Distribuição de Gás Natural. Campanha Externa de Prevenção de Acidentes com a População - CEPAP

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Rede de Distribuição de Gás Natural. Campanha Externa de Prevenção de Acidentes com a População - CEPAP"

Transcrição

1 Rede de Distribuição de Gás Natural Campanha Externa de Prevenção de Acidentes com a População - CEPAP

2 Em caso de vazamento, o que fazer: 1 Isolar a área de ocorrência do vazamento ou combustão e se afastar dela. 2 Não fumar ou produzir qualquer tipo de faísca. 3 Não utilizar aparelhos elétricos. 4 Em caso de vazamento com chama, não tente apagar o fogo. O gás em chama jamais explode. O fogo irá se extinguir naturalmente com o fechamento das válvulas e a diminuição do combustível. Linha direta com a GASMIG: Plantão 24 horas. Atendimento rápido.

3 Oqueéo gás natural? O gás natural é um combustível fóssil formado por uma mistura de hidrocarbonetos, que são compostos químicos constituídos basicamente por átomos de carbono e hidrogênio. Apresentando em sua constituição mais de 90% de metano, o gás natural é utilizado como combustível. Principais características: 1 - O gás natural não é tóxico; 2 - É mais leve que o ar; 3 - É incolor e inodoro em seu estado natural; 4 - É inflamável quando atinge temperaturas superiores a 622º C; 5 - O gás natural não é explosivo, apesar de ser inflamável;

4 Oqueéum gasoduto? Para o transporte de gás natural são utilizados sistemas especiais de tubulação, chamados gasodutos. Atualmente, este é o meio mais rápido e mais seguro para distribuição de gás natural. Os gasodutos precisam ser resistentes e o processo desta instalação exige inúmeros procedimentos de segurança, testes e avaliações. O trabalho da Gasmig não é apenas a distribuição de gás natural, mas também a criação de toda a infra-estrutura para que ele possa chegar aos seus diversos consumidores.

5 O sistema de gás natural em Minas Gerais N o s l GO MINAS GERAIS MS UBERLÂNDIA BELO ORIENTE ITUVERAVA UBERABA ARAXÁ SETE LAGOAS CONTAGEM VESPASIANO STA. LUZIA BH BETIM IBIRITÉ 2ª ETAPA JOÃO MONLEVADE OURO PRETO IPATINGA CASTILHO SP SÃO BRÁS DO SUAÇUÍ 1ª ETAPA OURO BRANCO ES RIBEIRÃO PRETO PENÁPOLIS BOA ESPERANÇA DO SUL POÇOS DE CALDAS CALDAS ANDRADAS VARGINHA BARBACENA TRÊS CORAÇÕES JUIZ DE FORA RJ CAMPOS SÃO CARLOS POUSO ALEGRE VOLTA REDONDA RIO CLARO JACUTINGA LIMEIRA PAULÍNIA LORENA SÃO PAULO GUARAREMA PARA RIO GRANDE DO SUL LEGENDA: SISTEMA DE DISTRIBUIÇÃO EXISTENTE SISTEMA DE DISTRIBUIÇÃO A CONSTRUIR GASODUTO DE TRANSPORTE EXISTENTE GASODUTO DE TRANSPORTE A CONSTRUIR TERMOELÉTRICAS

6 Segurança na instalação do gasoduto O duto é enterrado a 1 metro de profundidade;. Placas de concreto identificam a tubulação; Será recoberta pelo solo original do terreno; A 50 cm, é instalada uma tela de advertência; Com o asfalto, a área está pronta para a utilização normal.

7 Sinalizações na rede de gás natural Atenção Balizador de concreto Gasoduto enterrado Gasoduto enterrado Balizador de madeira Não escavar Plantão 24 horas: Não escavar Plantão 24 horas: Placa de área urbana e rural Adesivo para poste Atenção Gasoduto enterrado nesta rua Não escavar Plantão 24 horas: Tacha de asfalto Gasoduto enterrado Não escavar Plantão 24 horas: Tela de segurança Cuidado Cuidado Cuidado Gasoduto enterrado nesta rua Gasoduto enterrado nesta rua Gasoduto enterrado nesta rua

8 Não escavar próximo ao gasoduto sem consultar a Gasmig... Por que a escavação pode danificar o gasoduto e ocorrer vazamento.

9 Método não destrutivo - MND Conceito: É o processo no qual se atravessa dutos ou cabos, sob ruas, avenidas, rodovias, ferrovias, rios ou construções, sem a necessidade de abrir valas. 1 Abre-se um pequeno corte no asfalto para iniciar o serviço; 2 Posiciona-se a máquina hidrostática de alta pressão para iniciar o furo piloto; 3 4 O equipamento hidrostático possui uma cabeça de perfuração (broca) com um dispositivo eletrônico que emite sinais que são captados pelo LOCALIZADOR, que mostra sua posição, profundidade, ângulo e rota. Essa cabeça (broca) é acoplada a um conjunto de barras de aço flexíveis e rosqueáveis que através de movimentos rotativos e axiais e com injeção de água alcance o ponto de destino.

10 Programa Escave com segurança A GASMIG disponibiliza IMEDIATAMENTE Para todas as empresas: * Desenho de localização do gasoduto Como Construído -As Built ; * Informações sobre a existência do gasoduto subterrâneo em vias públicas (urbana e rural) através de correspondência, fax ou correio eletrônico ( ); * Caderno de mapas indicativos da Rede de Distribuição de Gás Natural; * Folhetos e Cd s explicativos dos procedimentos para planejar uma escavação segura; * Técnicos para acompanhar obras próximo do gasoduto.

11 COS Centro de Operação do Sistema Rua Dr. José Américo Cançado Bahia, 1009 Bairro Cidade Industrial - Contagem - MG Plantão 24 horas

O processo de comunicação e informação na distribuição de gás natural por meio de dutos

O processo de comunicação e informação na distribuição de gás natural por meio de dutos A questão do risco ambiental em Minas Gerais: da prevenção a resposta às emergências e outros eventos críticos. O processo de comunicação e informação na distribuição de gás natural por meio de dutos Isaías

Leia mais

G u i a p a ra o b ra s e m v i a s p ú b l i c a s n o s m u n i c í p i o s c o m g á s c a n a l i z a d o

G u i a p a ra o b ra s e m v i a s p ú b l i c a s n o s m u n i c í p i o s c o m g á s c a n a l i z a d o G u i a p a ra o b ra s e m v i a s p ú b l i c a s n o s m u n i c í p i o s c o m g á s c a n a l i z a d o Índice O que é o gás natural? 4 Como as tubulações de gás são instaladas? 5 O que deve ser

Leia mais

Antes de abrir uma vala, consulte a Comgás

Antes de abrir uma vala, consulte a Comgás cartilha ppd final imagem 2/24/06 6:12 PM Page 1 Antes de abrir uma vala, consulte a Comgás 08000 110 197 cadastroderede@comgas.com.br Companhia de Gás de São Paulo Rua das Olimpíadas, 205-10º andar (recepção)

Leia mais

O que você irá encontrar aqui:

O que você irá encontrar aqui: GASMIG O que você irá encontrar aqui: conheça Alessandro Volta Energia com segurança pg.10 Descubra tudo que a Gasmig faz para tornar o gás natural uma alternativa energética segura e confiável. Gás natural

Leia mais

Manual de Identidade Visual

Manual de Identidade Visual Manual de Identidade Visual Aplicação de marca Aplicação de placa de fachada Manual de sinalização de segurança para a rede de distribuição de Gás Natural em áreas urbanas e rurais Aplicação de marca 1.

Leia mais

Cód. Vaga Curso Local ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS

Cód. Vaga Curso Local ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS Vagas Nível Superior - Região Metropolitana - 2016 Cód. Vaga Curso Local CEMIGSC001 ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS CEMIGSC002 CEMIGSC003 ENGENHARIA ELÉTRICA CEMIGSC004 ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS ENGENHARIA ELÉTRICA

Leia mais

O Gasoduto para o Vale do Aço e o Uso do Gás Natural na Siderurgia

O Gasoduto para o Vale do Aço e o Uso do Gás Natural na Siderurgia O Gasoduto para o Vale do Aço e o Uso do Gás Natural na Siderurgia Apresentação para a Comissão de Mineração e Siderurgia da Sociedade Mineira de Engenheiros 24 de junho de 2010 1 AGENDA Gasmig - Situação

Leia mais

PERFURATRIZES DIRECIONAIS (HDD) FERRAMENTAS PARA HDD

PERFURATRIZES DIRECIONAIS (HDD) FERRAMENTAS PARA HDD MND Shopping PERFURATRIZES DIRECIONAIS (HDD) Completa linha de perfuratrizes direcionais Tracto-Technik e Prime Drilling com capacidades de 4 a 500 toneladas de força de tração com ou sem martelo percussivo.

Leia mais

RESOLUÇÃO N 4.661, DE 9 DE ABRIL DE 2014 (MG de 10/04/2014)

RESOLUÇÃO N 4.661, DE 9 DE ABRIL DE 2014 (MG de 10/04/2014) RESOLUÇÃO N 4.661, DE 9 DE ABRIL DE 2014 (MG de 10/04/2014) Dispõe sobrea forma e o prazo de pagamento da Taxa pela Utilização Potencial do Serviço de Extinção de Incêndio relativa ao exercício de 2014,

Leia mais

SEMAD. Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável

SEMAD. Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável SEMAD Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável OS PLANOS DE AUXÍLIO MÚTUO NO ESTADO III SEMINÁRIO TRANSPORTE DE DERIVADOS DE PETRÓLEO E OUTROS PRODUTOS PERIGOSOS/ PREVENÇÃO DE

Leia mais

SDGN Região Metropolitana de São Paulo Interligação Avenida Engenheiro Caetano Álvares Relatório Ambiental para Solicitação de LI

SDGN Região Metropolitana de São Paulo Interligação Avenida Engenheiro Caetano Álvares Relatório Ambiental para Solicitação de LI 08/06/2005 Revisão 0 01-RT-04/05 SDGN Região Metropolitana de São Paulo Interligação Avenida Engenheiro Caetano Álvares Relatório Ambiental para Solicitação de LI Avenida Presidente Castelo Branco - Município

Leia mais

Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação www.ibfc.org.br

Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação www.ibfc.org.br Total de por Local de Vaga Araçuaí Analista de Desenvolvimento Econômico e Social - Núcleo Ciências 7 Araçuaí Técnico de Desenvolvimento Econômico e Social 52 59 Barbacena Analista de Gestão de Seguridade

Leia mais

Cromatografia Gasmig. Cromatografia Gasmig

Cromatografia Gasmig. Cromatografia Gasmig Cromatografia Gasmig Cromatografia A Cromatografia é um método que, através de diversas técnicas, tem como objetivo principal a separação dos componentes de uma mistura gasosa. Através da separação dos

Leia mais

EXECUÇÃO DE INFRA ESTRUTURA PARA UNIDADE DE RECUPERAÇÃO DE ENXOFRE NA PETRÓLEO BRASILEIRO S.A PETROBRAS UNIDADE PAULÍNIA

EXECUÇÃO DE INFRA ESTRUTURA PARA UNIDADE DE RECUPERAÇÃO DE ENXOFRE NA PETRÓLEO BRASILEIRO S.A PETROBRAS UNIDADE PAULÍNIA EXECUÇÃO DE INFRA ESTRUTURA PARA UNIDADE DE RECUPERAÇÃO DE ENXOFRE NA PETRÓLEO BRASILEIRO S.A PETROBRAS UNIDADE PAULÍNIA Marcelo Telles Kalybatas LOGOTIP DA EMPRESA 1 A Silcon Drilling foi fundada com

Leia mais

EVANGÉLICOS EM MINAS GERAIS

EVANGÉLICOS EM MINAS GERAIS EVANGÉLICOS EM MINAS GERAIS Cidade Região População Evangélicos %Evang MANTENA ValedoAçoMG 27,1 12,1 44,6% TIMOTEO ValedoAçoMG 81,2 33,2 40,9% IPATINGA ValedoAçoMG 239,5 96,2 40,2% CORONEL FABRICIANO ValedoAçoMG

Leia mais

http://www81.dataprev.gov.br/sislex/paginas/05/mtb/20.htm

http://www81.dataprev.gov.br/sislex/paginas/05/mtb/20.htm Page 1 of 5 20.1 Líquidos combustíveis. NR 20 - Líquidos combustíveis e inflamáveis (120.000-3) 20.1.1 Para efeito desta Norma Regulamentadora - NR fica definido "líquido combustível" como todo aquele

Leia mais

Mercado de Gás em Minas Gerais

Mercado de Gás em Minas Gerais Mercado de Gás em Minas Gerais Reunião intermediária Operadores, Fiemg e Abrace 03 de fevereiro de 2012 Gás em Minas Gerais Objetivos Desenvolver o mercado de gás natural de Minas Gerais Promover a comercialização

Leia mais

CAPÍTULO 12 DEMANDAS DO ESTADO DE MINAS GERAIS PLANEJAMENTO DE AÇÕES NECESSIDADES E AÇÕES DO ESTADO DE MINAS GERAIS

CAPÍTULO 12 DEMANDAS DO ESTADO DE MINAS GERAIS PLANEJAMENTO DE AÇÕES NECESSIDADES E AÇÕES DO ESTADO DE MINAS GERAIS CAPÍTULO DEMANDAS DO ESTADO DE MINAS GERAIS PLANEJAMENTO DE AÇÕES NECESSIDADES E AÇÕES DO ESTADO DE MINAS GERAIS 7 RESULTADO GERAL 9 6 4 5 0 5 0 5 0 5 Eleitores que responderam outras respostas: 06 Eleitores

Leia mais

FICHA DE EMERGÊNCIA EM CASO DE ACIDENTES

FICHA DE EMERGÊNCIA EM CASO DE ACIDENTES Rua Soluções do Lar, 155 CEP. 06700-000 Cotia SP Tel./ Fax: (11) 4612-2014 Nome do Produto: PRIMER PRODUTO NÃO ENQUADRADO NA PORTARIA EM VIGOR SOBRE VIGOR SOBRE TRANSPORTE DE PRODUTOS PERIGOSOS Líquido

Leia mais

CURSO MULTIPLICADORES NR-20

CURSO MULTIPLICADORES NR-20 CURSO MULTIPLICADORES NR-20 O CONTROLE DAS FONTES DE IGNIÇÃO Data: 28 de maio de 2014 Local: Uberlândia CREA-MG Realização: Prevenir/Fundacentro Apoio: Crea-MG/ Asseng José Possebon Em uma unidade de produção

Leia mais

Apresentação Câmara dos Deputados. CEG - Gas Natural Fenosa

Apresentação Câmara dos Deputados. CEG - Gas Natural Fenosa Apresentação Câmara dos Deputados CEG - Gas Natural Fenosa Operação e manutenção do Sistema Subterrâneo de Gás Canalizado no RJ 23 de agosto de 2011 1 Um Grupo Mundial presente no Brasil 25 países Mais

Leia mais

Linha de TANQUES Data da publicação: 2015 - nº 0703050 Ciber Equipamentos Rodoviários Ltda.

Linha de TANQUES Data da publicação: 2015 - nº 0703050 Ciber Equipamentos Rodoviários Ltda. Linha de Todas as fotos, ilustrações e especificações estão baseadas em informações vigentes na data da aprovação desta publicação. A Ciber Equipamentos Rodoviários Ltda. se reserva ao direito de alterar

Leia mais

Class. Geral / Class. PNE*

Class. Geral / Class. PNE* IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística Processo Seletivo Simplificado - Edital IBGE nº 05/2009 Relação de classificados - AGENTE CENSITÁRIO DE INFORMÁTICA (ACI) - MG Município / Área de

Leia mais

TABELA A DISTÂNCIA MÍNIMA DO TANQUE À LINHA DE DIVISA DA PROPRIEDADE ADJACENTE

TABELA A DISTÂNCIA MÍNIMA DO TANQUE À LINHA DE DIVISA DA PROPRIEDADE ADJACENTE NR 20 - Líquidos combustíveis e inflamáveis Publicação D.O.U. Portaria GM n.º 3.214, de 08 de junho de 1978 06/07/78 20.1 Líquidos combustíveis. 20.1.1 Para efeito desta Norma Regulamentadora - NR fica

Leia mais

Incêndios e Explosões Baseado no original do Instituto Nacional de Seguridad e Higiene en el Trabajo - da Espanha) - www.mtas.

Incêndios e Explosões Baseado no original do Instituto Nacional de Seguridad e Higiene en el Trabajo - da Espanha) - www.mtas. Incêndios e Explosões Baseado no original do Instituto Nacional de Seguridad e Higiene en el Trabajo - da Espanha) - www.mtas.es/insht/ INTRODUÇÃO Os incêndios e explosões, ainda que representem uma porcentagem

Leia mais

DISTÂNCIA MÍNIMA DO TANQUE À LINHA DE DIVISA DA PROPRIEDADE ADJACENTE. DISTÂNCIA MÍNIMA DO TANQUE ÀS VIAS PÚBLICAS Acima de 250 até 1.

DISTÂNCIA MÍNIMA DO TANQUE À LINHA DE DIVISA DA PROPRIEDADE ADJACENTE. DISTÂNCIA MÍNIMA DO TANQUE ÀS VIAS PÚBLICAS Acima de 250 até 1. NR 20 - Líquidos combustíveis e inflamáveis (120.000-3) 20.1 Líquidos combustíveis. 20.1.1 Para efeito desta Norma Regulamentadora - NR fica definido "líquido combustível" como todo aquele que possua ponto

Leia mais

Norma Regulamentadora 20 - NR 20

Norma Regulamentadora 20 - NR 20 Norma Regulamentadora 20 - NR 20 Líquidos combustíveis e inflamáveis 20.1. Líquidos combustíveis. 20.1.1. Para efeito desta Norma Regulamentadora - NR fica definido "líquido combustível" como todo aquele

Leia mais

Dicas para você e sua família

Dicas para você e sua família Dicas para você e sua família Dicas de Segurança O gás natural Você já sabe que o gás natural é mais leve que o ar e se dissipa rapidamente na atmosfera e que as tubulações de gás possuem dispositivos

Leia mais

Métodos Não Destru.vos em Projetos de Dutos da Petrobras

Métodos Não Destru.vos em Projetos de Dutos da Petrobras Métodos Não Destru.vos em Projetos de Dutos da Petrobras Ana Cecília Soares Engenharia de Dutos da Petrobras Normalização Técnica Normas Internacionais ASME B31.4 ASME B31.8 Normas Brasileiras NBR 15.280-1

Leia mais

NR-13 - CALDEIRAS E VASOS DE PRESSÃO

NR-13 - CALDEIRAS E VASOS DE PRESSÃO NR-13 - CALDEIRAS E VASOS DE PRESSÃO DADOS DA INSPEÇÃO Órgão Responsável pelo Estabelecimento Endereço CNAE Inspetor (es) Estabelecimento Contato Numero de Servidores Referências técnicas (Além desta NR)

Leia mais

MONITORAMENTO ACIDENTES DE TRÂNSITO

MONITORAMENTO ACIDENTES DE TRÂNSITO MONITORAMENTO ACIDENTES DE TRÂNSITO MINAS GERAIS 2014-2015 CENTRO INTEGRADO DE INFORMAÇÕES DE DEFESA SOCIAL - CINDS BELO HORIZONTE MAIO 2015 1 GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS SISTEMA INTEGRADO DE DEFESA

Leia mais

ANEXO I Condições gerais e Especificações Técnicas. Objeto.. A presente especificação técnica e condições gerais estabelecem os requisitos mínimos que deverão ser atendidos para a CONTRATAÇÃO DE EMPRESA

Leia mais

DIRETORIA DE ENGENHARIA. ADMINISTRAÇÃO DA FAIXA DE DOMÍNIO Autorização para implantação de oleodutos.

DIRETORIA DE ENGENHARIA. ADMINISTRAÇÃO DA FAIXA DE DOMÍNIO Autorização para implantação de oleodutos. fls. 1/5 ÓRGÃO: DIRETORIA DE ENGENHARIA MANUAL: ADMINISTRAÇÃO DA FAIXA DE DOMÍNIO Autorização para implantação de oleodutos. PALAVRAS-CHAVE: Faixa de Domínio, oleodutos. APROVAÇÃO EM: Portaria SUP/DER-

Leia mais

O leque de nossas possibilidades profissionais

O leque de nossas possibilidades profissionais O perfil da empresa O leque de nossas possibilidades profissionais Perfuração & Explosão Jens Weiss Ltda É uma empresa especializada em serviços de preparação e execução de explosão de todos os tipos.

Leia mais

Norma Técnica Interna SABESP NTS 024

Norma Técnica Interna SABESP NTS 024 Norma Técnica Interna SABESP NTS 024 REDES DE DISTRIBUIÇÃO DE ÁGUA Elaboração de Projetos Procedimento São Paulo Maio - 1999 NTS 024 : 1999 Norma Técnica Interna SABESP S U M Á R I O 1 RECOMENDAÇÕES DE

Leia mais

NR-23 PROTEÇÃO CONTRA INCÊNCIO

NR-23 PROTEÇÃO CONTRA INCÊNCIO NR-23 PROTEÇÃO CONTRA INCÊNCIO DADOS DA INSPEÇÃO Órgão Responsável pelo Estabelecimento Endereço CNAE Inspetor (es) Estabelecimento Contato Numero de Servidores Referências técnicas (Além desta NR) Acompanhante

Leia mais

Estaca Strauss CONCEITO

Estaca Strauss CONCEITO CONCEITO A estaca Strauss é uma fundação de concreto (simples ou armado), moldada no local e executada com revestimento metálico recuperável. Pode ser empregada em locais confinados ou terrenos acidentados,

Leia mais

Proteção e combate a incêndio

Proteção e combate a incêndio Proteção e combate a incêndio Conceito de fogo Fogo é um processo químico de transformação. Podemos também defini-lo como o resultado de uma reação química que desprende luz e calor devido à combustão

Leia mais

CALDEIRAS E VASOS DE PRESSÃO. Juarez Sabino da Silva Junior Técnico de Segurança do Trabalho

CALDEIRAS E VASOS DE PRESSÃO. Juarez Sabino da Silva Junior Técnico de Segurança do Trabalho CALDEIRAS E VASOS DE PRESSÃO Juarez Sabino da Silva Junior Técnico de Segurança do Trabalho Caldeiras a Vapor São equipamentos destinados a produzir e acumular vapor sob pressão superior á atmosférica,

Leia mais

2.027,4 Mm 3 /d. Pilar x Cabo AL e PE 204 Km 12. 100 Kgf/cm 2. 2.618,9 Mm 3 /d

2.027,4 Mm 3 /d. Pilar x Cabo AL e PE 204 Km 12. 100 Kgf/cm 2. 2.618,9 Mm 3 /d Instalações de Transporte Características Físicas Atualizado em 22/07/2009 Sistema Nordeste GASODUTO GUAMARÉ x PECÉM - GASFOR Guamaré x Pecém RN e CE 213 Km e 171 Km 12 e 10 100 Kgf/cm 2 2.027,4 Mm 3 /d

Leia mais

SINALIZAÇÃO PARA REDE DE DISTRIBUIÇÃO DE GÁS NATURAL DIRTEC

SINALIZAÇÃO PARA REDE DE DISTRIBUIÇÃO DE GÁS NATURAL DIRTEC Rev. 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 DIRTEC ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA ET-SUL-007.04 Rev. 12 CIA DE GÁS DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL 1 de 15 REDE DE DISTRIBUIÇÃO DE GÁS NATURAL ÍNDICE DE REVISÕES DESCRIÇÃO E/OU

Leia mais

Atividade de Produção e Escoamento de Gás Natural e Petróleo do Campo de Camarupim, Bacia do Espírito Santo

Atividade de Produção e Escoamento de Gás Natural e Petróleo do Campo de Camarupim, Bacia do Espírito Santo i/ xi LISTA DE TABELAS Página Tabela II.1.3-1 - Principais características do FPSO Cidade de São Mateus... 02/03 Tabela II.2.1-1 - Coordenadas geográficas do ring fence de Camarupim.(Datum: SAD 69)...

Leia mais

FICHAS DE PROCEDIMENTO PREVENÇÃO DE RISCOS

FICHAS DE PROCEDIMENTO PREVENÇÃO DE RISCOS PP. 1/6 FICHAS DE PROCEDIMENTO PREVENÇÃO DE RISCOS 1 TAREFA ABERTURA DE CABOUCOS PARA MACIÇOS DE FUNDAÇÃO 2 DESCRIÇÃO A construção dos maciços de fundação para os pórticos e torres metálicas das linhas

Leia mais

ANÁLISE PRELIMINAR DE PERIGO APP TERMOELÉTRICA GÁS NATURAL

ANÁLISE PRELIMINAR DE PERIGO APP TERMOELÉTRICA GÁS NATURAL ANÁLISE PRELIMINAR DE PERIGO APP TERMOELÉTRICA GÁS NATURAL Sub-subsistema: Alimentação de Gás Natural (CityGate) / Distribuição ANÁLISE PRELIMINAR DE PERIGO - APP Grande tubulações do CityGate Pequeno

Leia mais

UF MUNICÍPIO TIPO TELEFONE 1 TELEFONE 2 E-MAIL INSTITUCIONAL 1

UF MUNICÍPIO TIPO TELEFONE 1 TELEFONE 2 E-MAIL INSTITUCIONAL 1 AC Rio Branco Cerest Estadual (68) 3223-4266 cerest.saude@ac.gov.br AL Maceió Cerest Estadual (82) 3315-2759 (82) 3315-3920 cerest@saude.al.gov.br AL Maceió Cerest Regional (82) 3315-5260 cerest@sms.maceio.al.gov.br

Leia mais

Dynatig 350 HF. Ignitor de alta frequência CÓDIGO : 0704123 MANUAL DO USUÁRIO / LISTA DE PARTES E PEÇAS

Dynatig 350 HF. Ignitor de alta frequência CÓDIGO : 0704123 MANUAL DO USUÁRIO / LISTA DE PARTES E PEÇAS Dynatig 350 HF CÓDIGO : 0704123 Ignitor de alta frequência MANUAL DO USUÁRIO / LISTA DE PARTES E PEÇAS 2 Dynatig 350 HF Página em branco Dynatig 350 HF Ignitor de alta frequência para tocha TIG MANUAL

Leia mais

CATÁLOGO DE PRODUTOS

CATÁLOGO DE PRODUTOS CATÁLOGO DE PRODUTOS A PLASTUBOS é uma empresa do Grupo Empresarial DVG, especializada na produção de tubos rígidos e conexões de PVC para água e esgoto predial, infra-estrutura, irrigação e eletricidade.

Leia mais

ANEXO NOTIFICAÇÃO DE EMERGÊNCIA AMBIENTAL SOLICITAÇÃO DE ASSISTÊNCIA INTERNACIONAL

ANEXO NOTIFICAÇÃO DE EMERGÊNCIA AMBIENTAL SOLICITAÇÃO DE ASSISTÊNCIA INTERNACIONAL ANEXO NOTIFICAÇÃO DE EMERGÊNCIA AMBIENTAL SOLICITAÇÃO DE ASSISTÊNCIA INTERNACIONAL A: Tel:( ) Em caso de emergência somente: ( ) Fax: ( )...ou (...)... Correio eletrônico: Internet: http://www. De: Nome:

Leia mais

LOCALIZADOR DE CABOS E CONDUTAS ENTERRADAS SÉRIE EZICAT

LOCALIZADOR DE CABOS E CONDUTAS ENTERRADAS SÉRIE EZICAT LOCALIZADOR DE CABOS E CONDUTAS ENTERRADAS SÉRIE EZICAT Porquê usar um DETETOR de cabos? Evita danificar materiais; Previne acidentes que podem ser mortais; Evita perdas de tempo antes de se realizar uma

Leia mais

DIRETRIZES DO CADASTRO TÉCNICO DE REDES DE ESGOTOS SANITÁRIOS

DIRETRIZES DO CADASTRO TÉCNICO DE REDES DE ESGOTOS SANITÁRIOS DIRETRIZES DO CADASTRO TÉCNICO DE REDES DE ESGOTOS SANITÁRIOS 1. OBJETIVO Esta Diretriz fixa as condições exigíveis na elaboração de plantas e relatórios detalhados do cadastro de redes de coleta de esgoto,

Leia mais

TREINAMENTO INTEGRAÇÃO MÓDULO 5

TREINAMENTO INTEGRAÇÃO MÓDULO 5 MÓDULO 5 1 PREVENÇÃO A INCÊNDIO 2 QUÍMICA DO FOGO 3 CLASSES DE INCÊNDIO 4 EXTINTORES PORTÁTEIS 5 PLANO DE EMERGÊNCIA PREVENÇÃO A INCÊNDIO Na PETROBRAS DISTRIBUIDORA S.A., só será permitido fumar em locais

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DA FAIXA DE DOMÍNIO Autorização para Implantação de Ductos para Petróleo, Combustíveis Derivados e Etanol.

ADMINISTRAÇÃO DA FAIXA DE DOMÍNIO Autorização para Implantação de Ductos para Petróleo, Combustíveis Derivados e Etanol. fls. 1/5 ÓRGÃO: DIRETORIA DE ENGENHARIA MANUAL: ADMINISTRAÇÃO DA FAIXA DE DOMÍNIO Autorização para Implantação de Ductos para Petróleo, Combustíveis Derivados e Etanol. PALAVRAS-CHAVE: Faixa de Domínio,

Leia mais

FETTROMINAS FEDERAÇÃO DOS TRABALHADORES EM TRANSPORTES RODOVIÁRIOS NO ESTADO DE MINAS GERAIS Presidente: Antônio da Costa Miranda Site:

FETTROMINAS FEDERAÇÃO DOS TRABALHADORES EM TRANSPORTES RODOVIÁRIOS NO ESTADO DE MINAS GERAIS Presidente: Antônio da Costa Miranda Site: FETTROMINAS FEDERAÇÃO DOS TRABALHADORES EM TRANSPORTES RODOVIÁRIOS NO ESTADO DE MINAS GERAIS Presidente: Antônio da Costa Miranda Site: www.fettrominas.com.br E-mail: fettrominas@fettrominas.com.br Endereço:

Leia mais

Esquemas. & diagramas. caderno 9

Esquemas. & diagramas. caderno 9 Esquemas & diagramas caderno 9 Segurança contra incêndios em edifícios > Simbologia gráfica para plantas Legenda para projectos de SCIE 1 - Resistência ao fogo Elemento resistente ao fogo com função de

Leia mais

Arranjo Unidades Físico Típicas de Indústria. Unidades de Produção e Instalações Auxiliares

Arranjo Unidades Físico Típicas de Indústria. Unidades de Produção e Instalações Auxiliares O cina de Manutenção A localização deve obedecer os seguintes princípios: - Proximidade das unidades de maior concentração de equipamentos e das instalações sujeitas a manutenção mais freqüente; - Proximidade

Leia mais

MANUSEIO, ACONDICIONAMENTO, ARMAZENAMENTO E TRANSPORTE DE RESÍDUOS INDUSTRIAIS. Profa. Margarita Maria Dueñas O.

MANUSEIO, ACONDICIONAMENTO, ARMAZENAMENTO E TRANSPORTE DE RESÍDUOS INDUSTRIAIS. Profa. Margarita Maria Dueñas O. MANUSEIO, ACONDICIONAMENTO, ARMAZENAMENTO E TRANSPORTE DE RESÍDUOS INDUSTRIAIS Profa. Margarita Maria Dueñas O. RESÍDUOS PERIGOSOS Ponto de geração Destino final FASE INTERNA COLETA ACONDICIONAMENTO FASE

Leia mais

Relação das Unimeds que implantaram a CBHPM a partir de 01de dezembro de 2005.

Relação das Unimeds que implantaram a CBHPM a partir de 01de dezembro de 2005. Relação das Unimeds que implantaram a CBHPM a partir de 01de dezembro de 2005. Código Unimed 999 Unimed do Brasil 865 Central Nacional Unimed 960 Federação Equatorial 973 Federação Interfederativa do Estado

Leia mais

Portaria Inmetro/Dimel/nº 480, de 16 de dezembro de 2009.

Portaria Inmetro/Dimel/nº 480, de 16 de dezembro de 2009. Serviço Público Federal MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, NORMALIZAÇÃO E QUALIDADE INDUSTRIAL INMETRO Portaria Inmetro/Dimel/nº 480, de 16 de

Leia mais

Guia para obras em vias públicas nos m unicípios com gás canalizado

Guia para obras em vias públicas nos m unicípios com gás canalizado Guia para obras em vias públicas nos m unicípios com gás canalizado Índice O que é o gás natural? 4 Como as tubulações de gás são instaladas? 5 O que deve ser feito para evitar danos à rede de gás? 7 O

Leia mais

TC501 componentes. Cabeçote de conexão tipo B

TC501 componentes. Cabeçote de conexão tipo B TE 65.30 Termopares Modelo reto com inserto de medição substituível Medição Eletrônica de Temperatura para medição de gás de combustão Modelo TC 501 Aplicações - altos fornos, aquecedores de ar - processos

Leia mais

Nova etapa da passagem do gasoduto terrestre do Projeto Mexilhão

Nova etapa da passagem do gasoduto terrestre do Projeto Mexilhão Anexo V - Releases e repercussão na imprensa Release do dia 19 de março de 2010 Nota à imprensa 19/03/2010 Nova etapa da passagem do gasoduto terrestre do Projeto Mexilhão Neste domingo (21/03), começa

Leia mais

usoresponsável dogás energia para crescer Material de apoio

usoresponsável dogás energia para crescer Material de apoio usoresponsável dogás energia para crescer Material de apoio Proteção do meio ambiente O gás é um hidrocarboneto, formado no interior da Terra há milhões de anos. Ele é o produto da decomposição de animais

Leia mais

DOCUMENTOS E AVISOS DE AFIXAÇÃO OBRIGATÓRIA PELOS EMPREGADORES

DOCUMENTOS E AVISOS DE AFIXAÇÃO OBRIGATÓRIA PELOS EMPREGADORES DOCUMENTOS E AVISOS DE AFIXAÇÃO OBRIGATÓRIA PELOS EMPREGADORES info@qualityassociados.com.br Existem documentos e avisos que, por determinação legal, devem obrigatoriamente, permanecerem afixados em local

Leia mais

Ensaios Não Destrutivos END CONCRETO ARMADO

Ensaios Não Destrutivos END CONCRETO ARMADO Ensaios Não Destrutivos END CONCRETO ARMADO Engenharia de Diagnóstico A engenharia Diagnóstica é a disciplina da ciência que procura a natureza e a causa das anomalias patológicas das construções, com

Leia mais

PROJETO BR-116 BR-381 BR 116 BR 381 PESQUISAS E ESTUDOS DE VIABILIDADE DE PPP. Sistema Rodoviário Federal - Minas Gerais.

PROJETO BR-116 BR-381 BR 116 BR 381 PESQUISAS E ESTUDOS DE VIABILIDADE DE PPP. Sistema Rodoviário Federal - Minas Gerais. BNDES PESQUISAS E ESTUDOS DE VIABILIDADE DE PPP Sistema Rodoviário Federal - Minas Gerais GO BA DISTRITO FEDERAL MINAS GERAIS GOIÁS BR 116 BR 040 PROJETO BR-116 BR-381 BR 381 ES SP RJ Produto 3A ESTUDOS

Leia mais

BALANÇO GERAL - 2014 ANEXO II / 4.320

BALANÇO GERAL - 2014 ANEXO II / 4.320 Aquis./ BALANÇO GERAL - 214 ANEXO II / 4.32 Exercício de 1991 2 - Constr. de meio fios em div. ruas e aven.,2,2 Constr. Pont. cor. sec. loc. Faz. Campo Seco,1,1 Constr. de meio fios div. ruas e av.,1,1

Leia mais

Princípios de combate ao fogo

Princípios de combate ao fogo Princípios de combate ao fogo Mauricio Vidal de Carvalho Entende-se por fogo o efeito da reação química de um material combustível com desprendimento de luz e calor em forma de chama. Grande parte das

Leia mais

Programa Estadual de Triagem Auditiva Neonatal

Programa Estadual de Triagem Auditiva Neonatal Programa Estadual de Triagem Auditiva Neonatal Coordenadoria de Atenção à Saúde da Pessoa com Deficiência Coordenadora Gabriela Cintra Januário Referência Técnica em Saúde Auditiva Luana Deva Mendes Surdo

Leia mais

USO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÕES GEOGRÁFICAS PARA ESTUDO DE ALTERNATIVAS LOCACIONAIS DE EMPREENDIMENTOS

USO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÕES GEOGRÁFICAS PARA ESTUDO DE ALTERNATIVAS LOCACIONAIS DE EMPREENDIMENTOS USO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÕES GEOGRÁFICAS PARA ESTUDO DE ALTERNATIVAS LOCACIONAIS DE EMPREENDIMENTOS REGIANE MARIA PAES RIBEIRO 1 RONALDO MEDEIROS DOS SANTOS 1 1 UFV - Universidade Federal de Viçosa 36571-000

Leia mais

VAGAS EDITAL 5 o CICLO - POR ESTADO, CIDADE, NÍVEL E CATEGORIA PROFISSIONAL

VAGAS EDITAL 5 o CICLO - POR ESTADO, CIDADE, NÍVEL E CATEGORIA PROFISSIONAL AM MANAUS Básico CM - CALDEIREIRO 96 CM - ENCANADOR INDUSTRIAL 64 CM - LIXADOR 64 CM - MAÇARIQUEIRO 16 CM - MECÂNICO MONTADOR 48 CM - MONTADOR DE ANDAIME 64 CM - PINTOR 48 CM - SOLDADOR DE ESTRUTURA 48

Leia mais

PROTESTO JUDICIAL. ANO 2007 - LEGENDA: (NOTIFICAÇÃO) : Notificação entregue à parte DATA AJUIZAMENTO Nº DO PJ NOME DAS PARTES

PROTESTO JUDICIAL. ANO 2007 - LEGENDA: (NOTIFICAÇÃO) : Notificação entregue à parte DATA AJUIZAMENTO Nº DO PJ NOME DAS PARTES PROTESTO JUDICIAL ANO 2007 - LEGENDA: (NOTIFICAÇÃO) : Notificação entregue à parte 1. DATA AJUIZAMENTO Nº DO PJ NOME DAS PARTES 15.01.07 00029-2007-000-03-00-0 (*) Sind. Trab. em Emp. de Seguros Privados

Leia mais

Manual de Instruções

Manual de Instruções Manual de Instruções (Party Cooler s Thermomatic) Modelo: 40 litros & 77 litros Obrigado por escolher a série dos Party Cooler s da Thermomatic. Para garantir o uso correto das operações, por favor, leia

Leia mais

CERTIFICAÇÃO DE COMPETÊNCIAS PROFISSIONAIS PARA OBTENÇÃO DO DIPLOMA DE HABILITAÇÃO TÉCNICA DE NÍVEL MÉDIO

CERTIFICAÇÃO DE COMPETÊNCIAS PROFISSIONAIS PARA OBTENÇÃO DO DIPLOMA DE HABILITAÇÃO TÉCNICA DE NÍVEL MÉDIO CERTIFICAÇÃO DE COMPETÊNCIAS PROFISSIONAIS PARA OBTENÇÃO DO DIPLOMA DE HABILITAÇÃO TÉCNICA DE NÍVEL MÉDIO ÁREA OCUPACIONAL HABILITAÇÃO TÉCNICA MUNICÍPIO ESCOLA SENAI-MG CONTATO Técnico em Alimentos Poços

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO SECRETARIA DA HABITAÇÃO E DESENVOLVIMENTO URBANO

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO SECRETARIA DA HABITAÇÃO E DESENVOLVIMENTO URBANO PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO SECRETARIA DA HABITAÇÃO E DESENVOLVIMENTO URBANO DEPARTAMENTO DE CONTROLE DO USO DE IMÓVEL - CONTRU () - 1 - PROCEDIMENTOS E CUIDADOS 1. Verifique no lacre, no rótulo

Leia mais

DIRETORIA DE PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E INFORMAÇÃO - DI GERÊNCIA DE PLANEJAMENTO E ORÇAMENTO - GPO DIVISÃO DE PROCESSOS DE GESTÃO DIPG

DIRETORIA DE PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E INFORMAÇÃO - DI GERÊNCIA DE PLANEJAMENTO E ORÇAMENTO - GPO DIVISÃO DE PROCESSOS DE GESTÃO DIPG DIRETORIA DE PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E INFORMAÇÃO - DI GERÊNCIA DE PLANEJAMENTO E ORÇAMENTO - GPO DIVISÃO DE PROCESSOS DE GESTÃO DIPG NORMA INTERNA: UTILIZAÇÃO DE EQUIPAMENTOS DE SINALIZAÇÃO DE OBRAS E

Leia mais

Alvenaria de Blocos de Concreto

Alvenaria de Blocos de Concreto Alvenaria de Blocos de Concreto Recomendações Gerais Av. Verbo Divino Nº 331 Bairro: Chácara Da Cotia Contagem - MG Tel.: 3394-6104 Conceitos Gerais O que é Alvenaria Estrutural? Alvenaria estrutural é

Leia mais

Como chegar ao Verde Folhas 1. Coordenadas geográficas do Verde Folhas para GPS: Latitude: 20 5' 20.24" S Logitude: 44 3' 7.52" O

Como chegar ao Verde Folhas 1. Coordenadas geográficas do Verde Folhas para GPS: Latitude: 20 5' 20.24 S Logitude: 44 3' 7.52 O Como chegar ao Verde Folhas 1. Coordenadas geográficas do Verde Folhas para GPS: Latitude: 20 5' 20.24" S Logitude: 44 3' 7.52" O Trajeto Tiradentes/MG Verde Folhas Se o GPS somente pedir o local onde

Leia mais

Boas Práticas para Gestão do Poder Judiciário. Andre Macieira andre.macieira@elogroup.com.br

Boas Práticas para Gestão do Poder Judiciário. Andre Macieira andre.macieira@elogroup.com.br Boas Práticas para Gestão do Poder Judiciário Andre Macieira andre.macieira@elogroup.com.br CONTETUALIZAÇÃO Histórico na Administração Pública 3 Histórico na Justiça BA RJ GO PB Alguns dos órgãos que mantém

Leia mais

guia de instalação cisterna vertical

guia de instalação cisterna vertical guia de instalação cisterna vertical FORTLEV CARACTERÍSTICAS FUNÇÃO Armazenar água pluvial ou água potável à temperatura ambiente. APLICAÇÃO Residências, instalações comerciais, fazendas, escolas ou qualquer

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA (IN nº 021/DAT/CBMSC) INSTALAÇÕES PARA REABASTECIMENTO DE COMBUSTÍVEL

INSTRUÇÃO NORMATIVA (IN nº 021/DAT/CBMSC) INSTALAÇÕES PARA REABASTECIMENTO DE COMBUSTÍVEL ESTADO DE SANTA CATARINA SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA E DEFESA DO CIDADÃO CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DIRETORIA DE ATIVIDADES TÉCNICAS - DAT INSTRUÇÃO NORMATIVA (IN nº 021/DAT/CBMSC) INSTALAÇÕES PARA

Leia mais

Corpo de Bombeiros. São Paulo

Corpo de Bombeiros. São Paulo Corpo de Bombeiros São Paulo EXTINTORES Fogo É uma reação química em cadeia que desprende luz e calor devido à combustão de materiais diversos. Elementos que compõe o fogo Calor Combustível Comburente

Leia mais

2013 Veículo Valor NF Veiculo Município

2013 Veículo Valor NF Veiculo Município RELAÇÃO COMPLETA DE TODOS OS INVESTIMENTOS ANUAIS EM VEÍCULOS DE COMUNICAÇÃO 2013 Veículo Valor NF Veiculo Município E-Dialog Comunicação Digital E-Dialog Comunicação Digital E-Dialog Comunicação Digital

Leia mais

Formação em Segurança e Saúde Ocupacional. Cartão de Formação em S.O. Para a Construção Civil

Formação em Segurança e Saúde Ocupacional. Cartão de Formação em S.O. Para a Construção Civil Formação em Segurança e Saúde Ocupacional Cartão de Formação em S.O. Para a Construção Civil Conteúdo do Curso Regulamento da C.C. Conceitos básicos sobre Segurança na C.C. Prevenção de acidentes e diferentes

Leia mais

Ler as instruções de instalação antes de instalar o aparelho! Antes de colocar o aparelho em funcionamento, ler as instruções de utilização!

Ler as instruções de instalação antes de instalar o aparelho! Antes de colocar o aparelho em funcionamento, ler as instruções de utilização! Manual de instalação e utilização Esquentadores a gás minimaxx WRD 11-2 KME... WRD 14-2 KME... WRD 17-2 KME... Ler as instruções de instalação antes de instalar o aparelho! Antes de colocar o aparelho

Leia mais

Governo do Estado de Minas Gerais Secretaria de Estado de Defesa Social SUBSECRETARIA DE POLÍTICAS SOBRE DROGAS

Governo do Estado de Minas Gerais Secretaria de Estado de Defesa Social SUBSECRETARIA DE POLÍTICAS SOBRE DROGAS Governo do Estado de Minas Gerais Secretaria de Estado de Defesa Social SUBSECRETARIA DE POLÍTICAS SOBRE DROGAS A Política Estadual sobre Drogas em Minas Gerais Conferencista: Dr. Cloves Eduardo Benevides

Leia mais

Autorização para ocupação transversal e/ou longitudinal da faixa de domínio por linhas físicas de transmissão e distribuição de energia.

Autorização para ocupação transversal e/ou longitudinal da faixa de domínio por linhas físicas de transmissão e distribuição de energia. fls. 1/11 ÓRGÃO: MANUAL: DIRETORIA DE ENGENHARIA ADMINISTRAÇÃO DA FAIXA DE DOMÍNIO Autorização para ocupação transversal e/ou longitudinal da faixa de domínio por linhas físicas de transmissão e distribuição

Leia mais

NPT 029 COMERCIALIZAÇÃO, DISTRIBUIÇÃO E UTILIZAÇÃO DE GÁS NATURAL

NPT 029 COMERCIALIZAÇÃO, DISTRIBUIÇÃO E UTILIZAÇÃO DE GÁS NATURAL Outubro 2011 Vigência: 08 Janeiro 2012 NPT 029 Comercialização, distribuição e utilização de gás natural CORPO DE BOMBEIROS BM/7 Versão: 01 Norma de Procedimento Técnico 5 páginas SUMÁRIO 1 Objetivo 2

Leia mais

Unimed Federação Minas. Quando o assunto é unimed, somos Especialistas. A UNIMED FEDERAÇÃO MINAS

Unimed Federação Minas. Quando o assunto é unimed, somos Especialistas. A UNIMED FEDERAÇÃO MINAS A UNIMED FEDERAÇÃO MINAS A Unimed Federação Minas atua representando política e institucionalmente as 62 cooperativas médicas no estado, 5 federações regionais e 1 comitê, bem como os mais de 15 mil médicos

Leia mais

M a n u a l d o M e c â n i c o

M a n u a l d o M e c â n i c o M a n u a l d o M e c â n i c o folder2.indd 1 20/11/2009 14 12 35 Manual do Mecânico GNV GÁS NATURAL VEICULAR Entenda o GNV e saiba quais os cuidados necessários para a manutenção de veículos que utilizam

Leia mais

Conceitos e definições do setor de gás natural

Conceitos e definições do setor de gás natural Conceitos e definições do setor de gás natural O que é o gás natural O gás natural é um combustível fóssil que se encontra na natureza, associado ou não ao petróleo, formado por hidrocarbonetos com predominância

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUIÍMICO ( FISPQ )

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUIÍMICO ( FISPQ ) 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto: Anti Ruído Tradicional Aplicação: Reparação e emborrachamento de veículos. Fornecedor: Nome: Mastiflex Indústria e Comércio Ltda Endereço : Rua

Leia mais

Prof.Dr. Wyser José Yamakami

Prof.Dr. Wyser José Yamakami Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho - Campus Ilha Solteira-SP SP Prof.Dr. Wyser José Yamakami Introdução a Engenharia de Segurança: Capítulo 8 Prevenção de Incêndios 8.1 - INTRODUÇÃO

Leia mais

DELEGACIAS REGIONAIS

DELEGACIAS REGIONAIS DELEGACIAS REGIONAIS IPATINGA 001 IPATINGA - (01ª DRPC) Av. João Valentim Pascoal, Nº 309 Centro regional.ipatinga@pc.mg.gov.br 35.160-003 (31) 3822-1390 (31) 3822-2933 (31) 3822-2349 (31) 3822-8656 CURVELO

Leia mais

Autorização para implantação de Adutora de Água, de Emissário de Esgoto e Rede de Vinhaça.

Autorização para implantação de Adutora de Água, de Emissário de Esgoto e Rede de Vinhaça. fls. 1/5 ÓRGÃO: MANUAL: DIRETORIA DE ENGENHARIA ADMINISTRAÇÃO DA FAIXA DE DOMÍNIO Autorização para implantação de Adutora de Água, de Emissário de Esgoto e Rede de Vinhaça. PALAVRAS-CHAVE: Faixa de Domínio,

Leia mais

Gestão do Risco Elétrico

Gestão do Risco Elétrico Gestão do Risco Elétrico Aveiro, 10 de abril de 2015 João António Ribeiro Agenda 1. A EDP 2. Risco elétrico 3. Proteção contra o risco elétrico 4. Segurança nos trabalhos em instalações elétricas Trabalhos

Leia mais

vendas1@juntasamf.com.br

vendas1@juntasamf.com.br À Sr( a) Ref.: Apresentação para Cadastro de Fornecedor Prezados Senhores, Vimos através desta, apresentar a Juntas AMF Ind. e Com. de Peças Ltda., uma empresa que já se tornou referencia no mercado de

Leia mais

Obras do Sistema de Esgotamento Sanitário Rondonópolis MT

Obras do Sistema de Esgotamento Sanitário Rondonópolis MT Obras do Sistema de Esgotamento Sanitário Rondonópolis MT Sistema Condominial de Esgotamento Sanitário Elmo Locatelli Ltda PAC/BNDES BACIA D-E Parque Universitário BACIA I Coletor Vila Goulart 300 mm Instalações

Leia mais

IT - 35 SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO EM EDIFICAÇÕES HISTÓRICAS

IT - 35 SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO EM EDIFICAÇÕES HISTÓRICAS IT - 35 SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO EM EDIFICAÇÕES HISTÓRICAS SUMÁRIO 1 - Objetivo 7 - Exposição ao risco de incêndio 2 - Referências normativas 8 - Risco de incêndio 3 - Símbolos 9 - Fatores de segurança

Leia mais

CADASTRO DE POSTOS DE SERVIÇOS

CADASTRO DE POSTOS DE SERVIÇOS CADASTRO DE POSTOS DE SERVIÇOS REQUERENTE SEÇÃO 1: DADOS DE IDENTIFICAÇÃO RAZÃO SOCIAL PRINCIPAL ATIVIDADE LOCAL DA ATIVIDADE BAIRRO CEP NOME DO REPRESENTANTE CARGO TEL. E RAMAL SEÇÃO 2: DADOS ADMINISTRATIVOS

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO E USO AQUECEDOR AUTOMATICO MODELO 315HFB

MANUAL DE INSTALAÇÃO E USO AQUECEDOR AUTOMATICO MODELO 315HFB ORBIS MERTIG DO BRASIL MANUAL DE INSTALAÇÃO E USO AQUECEDOR AUTOMATICO 76H00872 MODELO 315HFB 1 2 INTRODUÇÃO Em primeiro lugar, gostaríamos de parabenizá-lo por ter adquirido um dos mais seguros e eficientes

Leia mais