MEDIDA PROVISÓRIA Nº XXX, de XX de Agosto de 2015

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MEDIDA PROVISÓRIA Nº XXX, de XX de Agosto de 2015"

Transcrição

1 MEDIDA PROVISÓRIA Nº XXX, de XX de Agosto de 2015 Altera a Lei nº , de 06 de dezembro de 2002, que dispõe sobre a reestruturação da Carreira Auditoria do Tesouro Nacional, dispõe sobre o exercício da Autoridade Tributária e Aduaneira pelo Auditor-Fiscal da Fazenda Nacional e dá outras providências. A PRESIDENTA DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que lhe confere o art. 62 da Constituição, adota a seguinte Medida Provisória, com força de lei: Art. 1º A Lei nº , de 6 de dezembro de 2002, passa a vigorar com a seguinte redação: Carreira de Auditoria-Fiscal da Fazenda Nacional Art. 5º Fica criada a Carreira Auditoria-Fiscal da Fazenda Nacional, composta pelo cargo de nível superior de Auditor-Fiscal da Fazenda Nacional. Art. 5º-A Fica criada a Carreira de Analista-Tributário da Receita Federal do Brasil, composta pelo cargo de nível superior de Analista-Tributário da Receita Federal do Brasil. Art. 6º São atribuições dos ocupantes do cargo de Auditor-Fiscal da Fazenda Nacional: I em caráter exclusivo, no exercício da autoridade tributária e aduaneira, no âmbito de atuação legal da Secretaria da Receita Federal do Brasil: a) constituir, mediante lançamento, o crédito tributário e de contribuições, assim como os direitos antidumping e compensatórios; b) proferir decisões em processo administrativo-fiscal, bem como em processos de consulta, restituição, ressarcimento ou compensação de tributos e de reconhecimento de benefícios fiscais; c) julgar, isoladamente ou em estrutura colegiada, litígios no âmbito do contencioso administrativo fiscal em todas as suas instâncias; d) conduzir e decidir sobre procedimentos de fiscalização, nestes incluídos os atos definidos na legislação específica, inclusive os relacionados à pesquisa, investigação, inteligência, seleção e preparo da ação fiscal, ao controle aduaneiro, à apreensão de mercadorias, livros, documentos, materiais, equipamentos e assemelhados;

2 e) supervisionar as atividades de arrecadação e cobrança do crédito tributário e de contribuições, assim como dos direitos antidumping ou compensatórios; f) atuar na cooperação internacional e na negociação para implementação de acordos internacionais em matéria tributária e aduaneira, inclusive no provimento de Adidâncias; g) examinar a contabilidade de sociedades empresariais, empresários, órgãos, entidades, fundos e demais contribuintes, não se lhes aplicando as restrições previstas nos art a do Código Civil e observado o disposto no art do mesmo diploma legal; h) proceder à orientação do sujeito passivo no tocante à interpretação da legislação tributária e aduaneira. II em caráter geral, exercer as demais atividades, no âmbito de atuação legal da Secretaria da Receita Federal do Brasil. 1º O Poder Executivo poderá cometer o exercício de atividades abrangidas pelo inciso II do caput deste artigo em caráter exclusivo ao Auditor-Fiscal da Fazenda Nacional. 1º-A constituição do crédito tributário, dos direitos antidumping e dos direitos compensatórios, a imposição de penalidade isolada e de quaisquer sanções administrativas, bem como o correspondente julgamento administrativo são atribuições exclusivas do cargo de Auditor-Fiscal da Fazenda Nacional e dar-se-á por ato fundamentado, mediante análise técnico-jurídica do fato.... 2º Incumbe ao Analista-Tributário da Receita Federal do Brasil, resguardadas as atribuições exclusivas referidas no inciso I do caput e no 1º deste artigo: [...] 3º Observado o disposto neste artigo, o Poder Executivo regulamentará as atribuições dos cargos de Auditor-Fiscal da Fazenda Nacional e Analista-Tributário da Receita Federal do Brasil. Art. 2º Ficam transformados: I - em cargos de Auditor-Fiscal da Fazenda Nacional, de que trata o art. 5º da Lei nº , de 6 de dezembro de 2002, com a redação conferida pelo art. 1º desta Lei, os cargos efetivos, ocupados e vagos de Auditor-Fiscal da Receita Federal do Brasil da Carreira Auditoria da Receita Federal do Brasil prevista na redação original do art. 5º da Lei nº , de 6 de dezembro de 2002.

3 II - em cargos de Analista-Tributário da Receita Federal do Brasil, de que trata o art. 5º da Lei nº , de 6 de dezembro de 2002, com a redação conferida pelo art. 1º desta Lei, os cargos efetivos, ocupados e vagos, de Analista-Tributário da Receita Federal do Brasil da Carreira Auditoria da Receita Federal do Brasil prevista na redação original do art. 5º da Lei nº , de 6 de dezembro de º Aos servidores titulares dos cargos transformados nos termos deste artigo fica assegurado o posicionamento na classe e padrão de vencimento em que estiverem enquadrados, sem prejuízo da remuneração e das demais vantagens a que façam jus na data de início da vigência desta Lei, observandose, para todos os fins, o tempo no cargo anterior, inclusive o prestado a partir da publicação desta Lei. 2º O disposto neste artigo aplica-se aos servidores aposentados, bem como aos pensionistas. 3º A nomeação dos aprovados em concursos públicos para os cargos transformados na forma do caput deste artigo, cujo edital tenha sido publicado antes do início da vigência desta Lei, far-se-á nos cargos alcançados pela respectiva transformação. 4º Fica extinta a Carreira Auditoria da Receita Federal do Brasil, mencionada na redação original do art. 5º da Lei nº , de 6 de dezembro de Da Administração da Secretaria da Receita Federal do Brasil Art. 3º A Secretaria da Receita Federal do Brasil, órgão essencial ao funcionamento do Estado, integrante da estrutura básica do Ministério da Fazenda, é organizada e mantida pela União, para o exercício de suas competências tributárias e aduaneiras. 1º O Secretário da Receita Federal do Brasil será escolhido entre Auditores-Fiscais da Fazenda Nacional, integrantes da classe especial, de reputação ilibada, compostura ética induvidosa, espírito público e liderança, preparo técnico e ampla experiência na área tributária, sendo nomeado pelo Presidente da República para exercer mandato de dois anos, admitida uma única recondução por igual período. 2º O Secretário da Receita Federal do Brasil será ouvido na definição das diretrizes da política tributária nacional e participará da sua formulação regulamentada. 3º Durante o curso do mandato de que trata o 1º, é assegurado ao Secretário da Receita Federal do Brasil o pleno e integral exercício no cargo, salvo nos casos de improbidade administrativa, de condenação em processo administrativo disciplinar ou de condenação penal transitada em julgado.

4 4º Ao Secretário da Receita Federal do Brasil é vedado o exercício de atividade empresarial, sindical, político-partidária ou de qualquer outra atividade profissional, exceto uma de magistério. 5º Será observado o disposto na Lei nº , de 15 de maio de 2013, em relação aos requisitos e restrições inerentes ao Secretário da Receita Federal do Brasil, às situações que configurem conflito de interesses, bem como aos impedimentos posteriores ao exercício do cargo, sendo, no último caso, dilatado o prazo estabelecido no inciso II do art. 6º desse diploma legal para um ano. Art. 4º Os titulares e respectivos substitutos das unidades centrais e descentralizadas da Secretaria da Receita Federal do Brasil, conforme definidas em regulamento, serão nomeados dentre os ocupantes do cargo de Auditor-Fiscal da Fazenda Nacional. 1º Os cargos de chefia relacionados às atividades descritas no caput do art. 5º, bem como às atividades de tecnologia da informação em nível regional, são exclusivos dos ocupantes do cargo de Auditor-Fiscal da Fazenda Nacional. 2º A critério da Administração Tributária, as Agências da Receita Federal do Brasil poderão ser dirigidas por ocupantes de cargos de carreira diversa, integrante da Secretaria da Receita Federal do Brasil. Exercício da Autoridade Tributária e Aduaneira pelo Auditor-Fiscal Tributário da Receita Federal do Brasil Art. 5º A fiscalização e controle tributários e aduaneiros, bem assim o julgamento administrativo conexo a essas áreas de atuação, no âmbito da Secretaria da Receita Federal do Brasil-RFB, a teor dos artigos 37, incisos XVIII e XXII, e 237 da Constituição Federal, e dos artigos 3º e 142 da Lei nº 5.172/66 - Código Tributário Nacional, são atividades essenciais e exclusivas de Estado exercidas pelo Auditor-Fiscal da Fazenda Nacional. 1º O ingresso no cargo de Auditor-Fiscal da Fazenda Nacional far-se-á no primeiro padrão da classe inicial da respectiva tabela de vencimentos, exigindo-se curso superior em nível de graduação concluído ou habilitação legal equivalente. 2º Durante o período do estágio probatório do Auditor-Fiscal da Fazenda Nacional, a Administração Tributária promoverá curso de formação específica, que terá a natureza de pós-graduação lato sensu, com ênfase nas áreas de auditoria tributária, comércio exterior ou direito público. 3º O curso de que trata o 2º será considerado para efeito da avaliação especial de desempenho de que trata o 4º do art. 41 da Constituição Federal, para os nomeados a partir da publicação desta Medida Provisória, na forma do regulamento.

5 4º As atribuições descritas no caput são também consideradas de natureza jurídica. 5º Ao exercício do cargo de Auditor-Fiscal da Fazenda Nacional será observado o disposto na Lei nº /13. Art. 6º Ao Auditor-Fiscal da Fazenda Nacional, na qualidade de autoridade tributária e aduaneira, cabe a condução dos procedimentos de fiscalização e controle tributários e aduaneiros, nos termos previstos na legislação. 1o Compete ao Auditor-Fiscal da Fazenda Nacional, no exercício de suas atribuições, a requisição de diligências, perícias, informações, documentos e dados. 2 o O procedimento conduzido pelo Auditor-Fiscal da Fazenda Nacional somente será avocado ou redistribuído, por motivo de interesse público, mediante despacho fundamentado. 3º A remoção de ofício do Auditor-Fiscal da Fazenda Nacional dar-se-á somente por motivo de interesse público e mediante despacho fundamentado. Art. 7º É assegurada ao Auditor-Fiscal da Fazenda Nacional, no exercício de suas atribuições, a formação de sua livre convicção motivada, não cabendo sua responsabilidade civil, administrativa e penal, ressalvados os casos comprovados de dolo. Art. 8º Revogam-se as disposições em contrário. Art. 9º Esta Medida Provisória entra em vigor na data de sua publicação. República. Brasília,... de agosto de 2015; 194 o da Independência e 127 o da DILMA ROUSSEF Joaquim Vieira Ferreira Levy

MEDIDA PROVISÓRIA Nº 258, DE 2005

MEDIDA PROVISÓRIA Nº 258, DE 2005 MEDD PROVSÓR Nº 258, DE 2005 Dispõe sobre a dministração Tributária Federal e dá outras providências. EMEND MODFCT Dê-se aos arts. 8º, 10 e 12 da Medida Provisória nº 258, de 2005, bem como a seus anexos,

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº, de de de 2016.

PROJETO DE LEI Nº, de de de 2016. PROJETO DE LEI Nº, de de de 2016. Dispõe sobre a Administração Tributária da União e dá outras providências. O CONGRESSO NACIONAL decreta: Art. 1º A Lei nº 11.457, de 16 de março de 2007, passa a vigorar

Leia mais

Substitua-se, os artigos 46 ao 68 pelos seguintes artigos, renumerando os demais bem como os anexos:

Substitua-se, os artigos 46 ao 68 pelos seguintes artigos, renumerando os demais bem como os anexos: COMISSÃO DE TRABALHO, DE ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇO PÚBLICO-CTASP EMENDA SUBSTITUTIVA AO PROJETO DE LEI 6788 de 2017 Substitua-se no PL 6788, os artigos 46 ao 68 pelos seguintes artigos: Substitua-se, os

Leia mais

DESIGNAÇÃO / NOMEAÇÃO PARA FUNÇÃO DE CHEFIA

DESIGNAÇÃO / NOMEAÇÃO PARA FUNÇÃO DE CHEFIA DESIGNAÇÃO / NOMEAÇÃO PARA FUNÇÃO DE CHEFIA Cód.: DFG Nº: 44 Versão: 10 Data: 12/07/2017 DEFINIÇÃO Ato de investidura do servidor no exercício de função de confiança integrante do quadro de chefias da

Leia mais

EMENDA DE COMISSÃO Nº 01 /2016. EMENDA ADITIVA (Da Deputada Gorete Pereira) Acrescente-se, onde couber, a seguinte redação:

EMENDA DE COMISSÃO Nº 01 /2016. EMENDA ADITIVA (Da Deputada Gorete Pereira) Acrescente-se, onde couber, a seguinte redação: COMISSÃO ESPECIAL DESTINADA A PROFERIR PARECER AO PROJETO DE LEI Nº 5864, DE 2016, DO PODER EXECUTIVO, QUE "DISPÕE SOBRE A CARREIRA TRIBUTÁRIA E ADUANEIRA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL, INSTITUI O PROGRAMA

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Reorganiza as atribuições gerais e as classes dos cargos da Carreira Policial Federal, fixa a remuneração e dá outras providências.

Leia mais

PORTARIA RFB Nº 1454, DE 29 DE SETEMBRO DE 2016 (Publicado(a) no DOU de 30/09/2016, seção 1, pág. 59)

PORTARIA RFB Nº 1454, DE 29 DE SETEMBRO DE 2016 (Publicado(a) no DOU de 30/09/2016, seção 1, pág. 59) PORTARIA RFB Nº 1454, DE 29 DE SETEMBRO DE 2016 (Publicado(a) no DOU de 30/09/2016, seção 1, pág. 59) Altera a Portaria RFB nº 1.098, de 8 de agosto de 2013, que dispõe sobre atos administrativos no âmbito

Leia mais

BANCO CENTRAL DO BRASIL

BANCO CENTRAL DO BRASIL LEI Nº 8.911 DE 11 DE JULHO DE 1994 Dispõe sobre a remuneração dos cargos em comissão, define critérios de incorporação de vantagens de que trata a Lei nº 8.112, de 11 de dezembro de 1990, no âmbito do

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MUNICÍPIO DE CANOAS

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MUNICÍPIO DE CANOAS Mensagem nº 53, de 2011. Canoas, 11 de agosto de 2011. A Sua Excelência o Senhor Vereador César Augusto Ribas Moreira Presidente da Câmara Municipal de Canoas Canoas - RS Senhor Presidente, Vimos respeitosamente

Leia mais

ATOS DO PODER EXECUTIVO MEDIDA PROVISÓRIA Nº 614, DE 14 DE MAIO DE

ATOS DO PODER EXECUTIVO MEDIDA PROVISÓRIA Nº 614, DE 14 DE MAIO DE TOS DO PODER EXECUTIVO MEDID PROVISÓRI Nº 64, DE 4 DE MIO DE 03 ltera a Lei nº.77, de 8 de dezembro de 0, que dispõe sobre a estruturação do Plano de Carreiras e Cargos de Magistério Federal; altera a

Leia mais

DESIGNAÇÃO / NOMEAÇÃO PARA FUNÇÃO DE CHEFIA

DESIGNAÇÃO / NOMEAÇÃO PARA FUNÇÃO DE CHEFIA DESIGNAÇÃO / NOMEAÇÃO PARA FUNÇÃO DE CHEFIA Cód.: DFG Nº: 44 Versão: 10 Data: 13/07/2016 DEFINIÇÃO Ato de investidura do servidor no exercício de função de confiança integrante do quadro de chefias da

Leia mais

A Assembleia Legislativa do Estado do Tocantins aprovou e eu, seu Presidente, promulgo a seguinte Resolução:

A Assembleia Legislativa do Estado do Tocantins aprovou e eu, seu Presidente, promulgo a seguinte Resolução: RESOLUÇÃO Nº 312, DE 1º DE ABRIL DE 2014. Publicada no Diário da Assembleia nº 2.095 Dispõe sobre a organização da Diretoria da Polícia Legislativa da Assembleia Legislativa do Tocantins e dá outras providências.

Leia mais

CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL 1988

CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL 1988 CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL 1988 TÍTULO IV DA ORGANIZAÇÃO DOS PODERES CAPÍTULO IV DAS FUNÇÕES ESSENCIAIS À JUSTIÇA Seção I Do Ministério Público Art. 127. O Ministério Público é instituição

Leia mais

(...) CAPÍTULO II DAS CARREIRAS TRIBUTÁRIA E ADUANEIRA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL E DE AUDITORIA-FISCAL DO TRABALHO

(...) CAPÍTULO II DAS CARREIRAS TRIBUTÁRIA E ADUANEIRA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL E DE AUDITORIA-FISCAL DO TRABALHO MEDIDA PROVISÓRIA Nº 765, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2016. Altera a remuneração de servidores de ex- Territórios e de servidores públicos federais; reorganiza cargos e carreiras, estabelece regras de incorporação

Leia mais

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que lhe confere o art. 62º da Constituição, adota a seguinte Medida Provisória, com força de lei:

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que lhe confere o art. 62º da Constituição, adota a seguinte Medida Provisória, com força de lei: MEDIDA PROVISÓRIA Nº. 2.200-2, 2, DE 24 DE AGOSTO DE 2001 Institui a Infra-Estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, transforma o Instituto Nacional de Tecnologia da Informação em autarquia,

Leia mais

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE SERVIÇOS LEGISLATIVOS LEI COMPLEMENTAR Nº 79, DE 13 DE DEZEMBRO DE 2000 D.O

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE SERVIÇOS LEGISLATIVOS LEI COMPLEMENTAR Nº 79, DE 13 DE DEZEMBRO DE 2000 D.O Autor: Poder Executivo LEI COMPLEMENTAR Nº 79, DE 13 DE DEZEMBRO DE 2000 D.O. 13.12.00. Dispõe sobre o subsídio dos integrantes do Grupo TAF - Tributação, Arrecadação e Fiscalização. O GOVERNADOR DO ESTADO

Leia mais

O Papel da Procuradoria Federal na Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis MARCELO MENDONÇA PROCURADOR-GERAL SUBSTITUTO

O Papel da Procuradoria Federal na Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis MARCELO MENDONÇA PROCURADOR-GERAL SUBSTITUTO O Papel da Procuradoria Federal na Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis MARCELO MENDONÇA PROCURADOR-GERAL SUBSTITUTO Lei nº 2.123, de 01/12/1953 Art. 2º - Os atuais cargos ou funções

Leia mais

LEI N o /2011. Art (...) (...)

LEI N o /2011. Art (...) (...) LEI N o 11.309/2011 Altera dispositivos da Lei Municipal nº 10.679/2008, que Institui as carreiras do grupo de atividades de saneamento do Centro Operacional de Desenvolvimento e Saneamento de Uberaba

Leia mais

MEDIDA PROVISÓRIA Nº. 669, DE 26 DE FEVEREIRO DE 2015

MEDIDA PROVISÓRIA Nº. 669, DE 26 DE FEVEREIRO DE 2015 MEDIDA PROVISÓRIA Nº. 669, DE 26 DE FEVEREIRO DE 2015 Altera a Lei nº 12.546, de 14 de dezembro de 2011, quanto à contribuição previdenciária sobre a receita bruta; a Lei nº 12.469, de 26 de agosto de

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DO PIAUÍ. FAÇO saber que o Poder Legislativo do Estado decreta e eu sanciono a seguinte Lei: CAPÍTULO I

O GOVERNADOR DO ESTADO DO PIAUÍ. FAÇO saber que o Poder Legislativo do Estado decreta e eu sanciono a seguinte Lei: CAPÍTULO I LEI ORDINÁRIA Nº 5.673 DE 1 DE AGOSTO DE 2007 Dispõe sobre o Plano de Cargos e Salários do Quadro Efetivo de Pessoal do Tribunal de Contas do Estado do Piauí. O GOVERNADOR DO ESTADO DO PIAUÍ FAÇO saber

Leia mais

LEI Nº 7.889, DE 23 DE NOVEMBRO DE 1989

LEI Nº 7.889, DE 23 DE NOVEMBRO DE 1989 LEI Nº 7.889, DE 23 DE NOVEMBRO DE 1989 DISPÕE SOBRE A INSPEÇÃO SANITÁRIA E INDUSTRIAL DOS PRODUTOS DE ORIGEM ANIMAL, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. Art. 1º A prévia inspeção sanitária e industrial dos produtos

Leia mais

FUNÇÕES ESSENCIAIS À JUSTIÇA: DEFENSORIA PÚBLICA E

FUNÇÕES ESSENCIAIS À JUSTIÇA: DEFENSORIA PÚBLICA E FUNÇÕES ESSENCIAIS À JUSTIÇA: MINISTÉRIO PÚBLICO, DEFENSORIA PÚBLICA E ADVOCACIA Profª Me. Érica Rios erica.carvalho@ucsal.br MINISTÉRIO PÚBLICO Definição: instituição permanente e essencial à função jurisdicional

Leia mais

EMENDA MODIFICATIVA. (Do Sr. Raimundo Gomes de Matos)

EMENDA MODIFICATIVA. (Do Sr. Raimundo Gomes de Matos) COMSSÃO ESPECAL DESTNADA A PROFERR PARECER AO PROJETO DE LE Nº 5.864, DE 2016, DO PODER EXECUTVO, QUE "DSPÕE SOBRE A CARRERA TRBUTÁRA E ADUANERA DA RECETA FEDERAL DO BRASL, NSTTU O PROGRAMA DE REMUNERAÇÃO

Leia mais

Núcleo de Estudos Alessandro Ferraz Av. São Luís, 86-2º andar República - São Paulo - SP São Paulo - SP - Tel ou

Núcleo de Estudos Alessandro Ferraz Av. São Luís, 86-2º andar República - São Paulo - SP São Paulo - SP - Tel ou ERRATA TRE/MG RETIFICAÇÃO Em relação às Normas Aplicáveis aos Servidores Públicos Federais, os artigos que não constavam na apostila gratuita foram adicionados à mesma, contemplando, assim, todo o conteúdo

Leia mais

Estágio Probatório - Legislação

Estágio Probatório - Legislação Estágio Probatório - Legislação Constituição Federal/88 Art. 41. São estáveis após três anos de efetivo exercício os servidores nomeados para cargo de provimento efetivo em virtude de concurso público.

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 1.217, DE 12 DE NOVEMBRO DE 2013

LEI COMPLEMENTAR Nº 1.217, DE 12 DE NOVEMBRO DE 2013 LEI COMPLEMENTAR Nº 1.217, DE 12 DE NOVEMBRO DE 2013 Altera a Lei Complementar nº 1.111, de 25 de maio de 2010, que institui o Plano de Cargos e Carreiras dos servidores do Tribunal de Justiça do Estado

Leia mais

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 95, DE

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 95, DE SENADO FEDERAL PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 95, DE 2011 O CONGRESSO NACIONAL decreta: Altera a Lei nº 8.906, de 04 de julho de 1994, para ampliar o conceito de atividade de advocacia, atividade jurídica

Leia mais

LEI Nº 1.275/2013. CNPJ. nº / Praça Padre Francisco Pedro da Silva, nº 145- Centro CEP: OURICURI-PERNAMBUCO

LEI Nº 1.275/2013. CNPJ. nº / Praça Padre Francisco Pedro da Silva, nº 145- Centro CEP: OURICURI-PERNAMBUCO LEI Nº 1.275/2013 Ementa:Dispõe sobre o Plano de Cargos, Carreira e Vencimentos dos Servidores da Prefeitura Municipal de Ouricuri, Estado de Pernambuco e dá outras providências. O PREFEITO DO MUNICÍPIO

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos LEI Nº 11.890, DE 24 DE DEZEMBRO DE 2008. Conversão da MPv nº 440, de 2008. Mensagem de veto Dispõe sobre a reestruturação da composição

Leia mais

LEI N , DE 18 DE JUNHO DE 2014

LEI N , DE 18 DE JUNHO DE 2014 LEI N. 12.998, DE 18 DE JUNHO DE 2014 Dispõe sobre remuneração das Carreiras e dos Planos Especiais de Cargos das Agências Reguladoras, das Carreiras e do Plano Especial de Cargos do Departamento Nacional

Leia mais

Procuradoria Geral do Município

Procuradoria Geral do Município LEI Nº 2.461, DE 09 DE ABRIL DE 2012. Institui o Plano de Cargos, Carreira e Vencimentos dos Auditores Fiscais da Fazenda Municipal - PCAFM, carreira específica conforme dispõe os incisos XVIII e XXII,

Leia mais

MEDIDA PROVISÓRIA Nº 520, DE 31 DE DEZEMBRO DE 2010.

MEDIDA PROVISÓRIA Nº 520, DE 31 DE DEZEMBRO DE 2010. MEDIDA PROVISÓRIA Nº 520, DE 31 DE DEZEMBRO DE 2010. Autoriza o Poder Executivo a criar a empresa pública denominada Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares S.A. - EBSERH e dá outras providências.

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 519

LEI COMPLEMENTAR Nº 519 LEI COMPLEMENTAR Nº 519 Dispõe sobre a modalidade de remuneração por subsídio para os servidores dos cargos de padrão 01 a 15 do Quadro Permanente do Serviço Civil do Poder Executivo, para os servidores

Leia mais

PORTARIA RFB Nº 1687, DE 17 DE SETEMBRO DE 2014 (Publicado no DOU de 18/09/2014, seção 1, pág. 31)

PORTARIA RFB Nº 1687, DE 17 DE SETEMBRO DE 2014 (Publicado no DOU de 18/09/2014, seção 1, pág. 31) PORTARIA RFB Nº 1687, DE 17 DE SETEMBRO DE 2014 (Publicado no DOU de 18/09/2014, seção 1, pág. 31) Dispõe sobre o planejamento das atividades fiscais e estabelece normas para a execução de procedimentos

Leia mais

TJ-AM Legislação do AM Bloco de Questões II Emilly Albuquerque

TJ-AM Legislação do AM Bloco de Questões II Emilly Albuquerque TJ-AM Legislação do AM Bloco de Questões II Emilly Albuquerque 2013 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. QUESTÕES DE LEGISLAÇÃO TJ AM 01. Acerca das disposições referentes

Leia mais

Regimento Interno da Receita Federal do Brasil 08/09/2015

Regimento Interno da Receita Federal do Brasil 08/09/2015 Regimento Interno da Receita Federal do Brasil 08/09/2015 Conteúdo 1 3 2 Análise do Regimento Interno (RI) Proposta de Alteração do RI RI x Mapeamento dos Processos de Trabalho Análise do Regimento Interno

Leia mais

DECRETO Nº 6.114, DE 15 DE MAIO DE

DECRETO Nº 6.114, DE 15 DE MAIO DE DECRETO Nº 6.114, DE 15 DE MAIO DE 2007. Regulamenta o pagamento da Gratificação por Encargo de Curso ou Concurso de que trata o art. 76-A da Lei n o 8.112, de 11 de dezembro de 1990. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA,

Leia mais

JORNAL OFICIAL Segunda-feira, 29 de julho de 2013

JORNAL OFICIAL Segunda-feira, 29 de julho de 2013 REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA JORNAL OFICIAL Segunda-feira, Série Sumário ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DA REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA DA MADEIRA Decreto Legislativo Regional n.º 26/2013/M Primeira alteração ao Decreto

Leia mais

PROVA DE NOÇÕES DE DIREITO CÓD. 02

PROVA DE NOÇÕES DE DIREITO CÓD. 02 7 _ PROVA DE NOÇÕES DE DIREITO CÓD. 02 QUESTÃO 21 Tendo em vista a competência dos órgãos da Justiça Eleitoral, correlacione as colunas e assinale a seqüência CORRETA. Órgãos 1. Tribunal Superior Eleitoral.

Leia mais

LEI N.º DE 04 DE JUNHO DE 2004 * O GOVERNADOR DO ESTADO DE SERGIPE, Faço saber que a Assembléia Legislativa do estado aprovou e que sanciono a

LEI N.º DE 04 DE JUNHO DE 2004 * O GOVERNADOR DO ESTADO DE SERGIPE, Faço saber que a Assembléia Legislativa do estado aprovou e que sanciono a LEI N.º 5.360 DE 04 DE JUNHO DE 2004 * Dispõe sobre o Fundo de Defesa do Meio Ambiente de Sergipe FUNDEMA/SE, dá outras providências. O GOVERNADOR DO ESTADO DE SERGIPE, seguinte Lei: Faço saber que a Assembléia

Leia mais

DECRETO Nº 7.379, DE 1º DE DEZEMBRO DE 2010.

DECRETO Nº 7.379, DE 1º DE DEZEMBRO DE 2010. DECRETO Nº 7.379, DE 1º DE DEZEMBRO DE 2010. Dá nova redação e acresce dispositivos ao Decreto n o 6.555, de 8 de setembro de 2008, que dispõe sobre as ações de comunicação do Poder Executivo Federal e

Leia mais

PROJETO DE LEI. A ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO CEARÁ decreta:

PROJETO DE LEI. A ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO CEARÁ decreta: PROJETO DE LEI Altera as Leis nºs 13.778, de 6 de junho de 2006, que instituiu o Plano de Cargos e Carreiras do Grupo Ocupacional Tributação, Arrecadação e Fiscalização TAF, da Secretaria da Fazenda, a

Leia mais

PROJETO DE LEI 4.689/2010

PROJETO DE LEI 4.689/2010 PROJETO DE LEI 4.689/2010 Fixa o subsídio das carreiras do Grupo da Educação Básica do Poder Executivo Estadual e do pessoal civil da Polícia Militar do Estado de Minas Gerais e dá outras providências.

Leia mais

LEI Nº 4.249, DE 17 DE DEZEMBRO DE Art. 2º - Considera-se necessidade temporária de. I - assistência a situações de emergência e de

LEI Nº 4.249, DE 17 DE DEZEMBRO DE Art. 2º - Considera-se necessidade temporária de. I - assistência a situações de emergência e de LEI Nº 4.249, DE 17 DE DEZEMBRO DE 2002. Dispõe sobre a contratação por tempo determinado para atender a necessidade temporária de excepcional interesse público, nos termos do inciso IX do artigo 37 da

Leia mais

Curso Resultado. Ministério Público Militar. 1

Curso Resultado. Ministério Público Militar.  1 Ministério Público Militar Compete ao Ministério Público Militar o exercício das seguintes atribuições junto aos órgãos da Justiça Militar: promover, privativamente, a ação penal pública promover a declaração

Leia mais

ESTADO DO AMAZONAS PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO PAULO DE OLIVENÇA GABINETE DO PREFEITO

ESTADO DO AMAZONAS PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO PAULO DE OLIVENÇA GABINETE DO PREFEITO LEI COMPLEMENTAR N 01, DE 18 DE DEZEMBRO DE 2015. Dispõe sobre a Reestruturação dos Cargos em Comissão e Funções de Confiança de Direção, Chefia e Assessoramento das Secretarias Municipais integrantes

Leia mais

Desafio: 8112/90 - Parte I

Desafio: 8112/90 - Parte I Desafio: 8112/90 - Parte I 1. Como se chama o conjunto de atribuições e responsabilidades previstas na estrutura organizacional que devem ser cometidas a um servidor. 2. Como se chama a retribuição pecuniária

Leia mais

Lei Federal , de 11 de janeiro de 2002

Lei Federal , de 11 de janeiro de 2002 Página 1 Lei Federal 10.410, de 11 de janeiro de 2002 Dispõe sobre cargos e carreiras no IBAMA, Analista Ambiental. LEI N o 10.410, DE 11 DE JANEIRO DE 2002. Mensagem de veto Cria e disciplina a carreira

Leia mais

RESOLUÇÃO CONSELHO DIRETOR Nº 021/10 (Processo nºª 9062/08)

RESOLUÇÃO CONSELHO DIRETOR Nº 021/10 (Processo nºª 9062/08) RESOLUÇÃO CONSELHO DIRETOR Nº 021/10 (Processo nºª 9062/08) Dispõe sobre a Estruturação do Plano de Classificação de Cargos e Carreiras do corpo técnico-administrativo da Fundação Santo André, estabelece

Leia mais

LEI Nº O GOVERNADOR DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO. Faço saber que a Assembléia Legislativa decretou e eu sanciono a seguinte Lei:

LEI Nº O GOVERNADOR DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO. Faço saber que a Assembléia Legislativa decretou e eu sanciono a seguinte Lei: LEI Nº 4.127 O GOVERNADOR DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO Faço saber que a Assembléia Legislativa decretou e eu sanciono a seguinte Lei: Art. 1º - A gratificação de produtividade, prevista nos artigos 157,

Leia mais

1. Da legislação que rege a jornada de trabalho dos servidores da Administração Pública Federal direta, suas autarquias e fundações

1. Da legislação que rege a jornada de trabalho dos servidores da Administração Pública Federal direta, suas autarquias e fundações Nota Técnica nº 02/2009 SINASEFE. Jornada semanal de 30 horas. Portaria 1497 do Ministério da Educação. Pretensão de aplicação aos servidores dos Institutos Federais, CEFETs e Escolas Técnicas vinculadas

Leia mais

FAÇO SABER, que a CÂMARA MUNICIPAL DE PORTO VELHO, aprovou e eu sanciono a seguinte:

FAÇO SABER, que a CÂMARA MUNICIPAL DE PORTO VELHO, aprovou e eu sanciono a seguinte: LEI COMPLEMENTAR Nº 271, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2006. Altera a estrutura organizacional básica do Instituto de Previdência e Assistência dos Servidores do Município de Porto Velho IPAM e dá outras providências.

Leia mais

DECRETO Nº , DE 1º DE JUNHO DE 2009 Regulamenta a evolução funcional dos integrantes das carreiras do Quadro de Apoio à Educação, do Quadro dos

DECRETO Nº , DE 1º DE JUNHO DE 2009 Regulamenta a evolução funcional dos integrantes das carreiras do Quadro de Apoio à Educação, do Quadro dos DECRETO Nº 5.48, DE 1º DE JUNHO DE 29 Regulamenta a evolução funcional dos integrantes das carreiras do Quadro de Apoio à Educação, do Quadro dos Profissionais. GILBERTO KASSAB, Prefeito do Município de

Leia mais

RIO GRANDE DO NORTE LEI COMPLEMENTAR Nº 481, DE 03 DE JANEIRO DE 2013.

RIO GRANDE DO NORTE LEI COMPLEMENTAR Nº 481, DE 03 DE JANEIRO DE 2013. RIO GRANDE DO NORTE LEI COMPLEMENTAR Nº 481, DE 03 DE JANEIRO DE 2013. Altera a Lei Estadual nº 6.908, de 1º de julho de 1996, que Dispõe sobre a Política Estadual de Recursos Hídricos, institui o Sistema

Leia mais

PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº 40, DE (Do Poder Executivo)

PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº 40, DE (Do Poder Executivo) PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº 40, DE 2003 (Do Poder Executivo) Modifica os artigos 37, 40, 42, 48, 96, 142 e 149 da Constituição Federal, o artigo 8º da Emenda Constitucional nº 20, de 15 de dezembro

Leia mais

O DESAPARECIMENTO DA DENOMINAÇÃO DO CARGO DE AUDITOR- FISCAL

O DESAPARECIMENTO DA DENOMINAÇÃO DO CARGO DE AUDITOR- FISCAL O DESAPARECIMENTO DA DENOMINAÇÃO DO CARGO DE AUDITOR- FISCAL Eliana Polo Pereira Costabile Gerardo Bronzo DS Rio de Janeiro Fone: 21-3805-1909 ou 21-3805-3980 e-mail: elianapp@uol.com.br costabilebronzo@uol.com.br

Leia mais

RIO GRANDE DO NORTE LEI COMPLEMENTAR Nº 430, DE 1º DE JULHO DE 2010

RIO GRANDE DO NORTE LEI COMPLEMENTAR Nº 430, DE 1º DE JULHO DE 2010 RIO GRANDE DO NORTE LEI COMPLEMENTAR Nº 430, DE 1º DE JULHO DE 2010 Institui o Plano de Cargos, Salários e Carreiras dos servidores da Controladoria Geral do Estado do Rio Grande do Norte, e dá outras

Leia mais

Maratona TJ-PR Direito Constitucional. Prof. Ricardo Vale

Maratona TJ-PR Direito Constitucional. Prof. Ricardo Vale Maratona TJ-PR Direito Constitucional Prof. Ricardo Vale (1) Igualdade Material - Ações Afirmativas - Súmula Vinculante nº 37: Não cabe ao Poder Judiciário, que não tem função legislativa, aumentar vencimentos

Leia mais

LEI de 02/12/ Texto Atualizado

LEI de 02/12/ Texto Atualizado LEI 19837 de 02/12/2011 - Texto Atualizado Promove alterações na política remuneratória das carreiras do Grupo de Atividades da Educação Básica e das carreiras do pessoal civil da Polícia Militar e dá

Leia mais

NICOLAU RODRIGUES DA SILVEIRA Advogado OAB/RS nº Mantenedora das Faculdades Integradas de Taquara FACCAT

NICOLAU RODRIGUES DA SILVEIRA Advogado OAB/RS nº Mantenedora das Faculdades Integradas de Taquara FACCAT VIII SEMINÁRIO SUL BRASILEIRO DE PREVIDÊNCIA PÚBLICA CONSELHO FISCAL DO RPPS OBRIGAÇÕES E RESPONSABILIDADE S NICOLAU RODRIGUES DA SILVEIRA Advogado OAB/RS nº 29383 Presidente do Conselho Deliberativo da

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 634/2010

RESOLUÇÃO Nº 634/2010 Publicação: 19/05/2010 DJE: 18/05/2010 RESOLUÇÃO Nº 634/2010 Regulamenta a concessão do Adicional de Desempenho, ADE, aos servidores efetivos dos Quadros de Pessoal da Secretaria do Tribunal de Justiça

Leia mais

ATOS DO PODER EXECUTIVO

ATOS DO PODER EXECUTIVO Página 1 de 9 ATOS DO PODER EXECUTIVO DECRETO Nº 8.754, DE 10 DE MAIO DE 2016 Altera o Decreto nº 5.773, de 9 de maio de 2006, que dispõe sobre o exercício das funções de regulação, supervisão e avaliação

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DE PERNAMBUCO

O GOVERNADOR DO ESTADO DE PERNAMBUCO LEI Nº 11.200 DE 30/01/1995 (DOPE 31/01/1995) ESTRUTURA ADMINISTRATIVA DO ESTADO NOTA 1: Os cargos em comissão fixados nesta Lei, foram extintos pelo Art. 16 da Lei nº 11.629, de 28 de janeiro de 1999.

Leia mais

2º É vedada a constituição de cooperativa mista com seção de crédito.

2º É vedada a constituição de cooperativa mista com seção de crédito. Dispõe sobre o Sistema Nacional de Crédito Cooperativo e revoga dispositivos das Leis 4.595/64 de 31 de dezembro de 1964 e 5.764/71 de 16 de dezembro de 1971. Art. 1º As instituições financeiras constituídas

Leia mais

Concurso: Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) Disciplina: Agências Reguladoras e Legislação Básica. Cargo: Técnico Administrativo

Concurso: Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) Disciplina: Agências Reguladoras e Legislação Básica. Cargo: Técnico Administrativo Concurso: Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) Disciplina: Agências Reguladoras e Legislação Básica Cargo: Técnico Administrativo Prof. Aristócrates Carvalho. Questão 26. Enunciado: No que concerne

Leia mais

Ministério da Fazenda. RECEITA FEDERAL DO BRASIL Instrução Normativa RFB nº 563, de 23 de agosto de 2005 (*)

Ministério da Fazenda. RECEITA FEDERAL DO BRASIL Instrução Normativa RFB nº 563, de 23 de agosto de 2005 (*) Ministério da Fazenda RECEITA FEDERAL DO BRASIL Instrução Normativa RFB nº 563, de 23 de agosto de 2005 (*) DOU de 2.9.2005 Altera a Instrução Normativa SRF nº 460, de 18 de outubro de 2004. O SECRETÁRIO-GERAL

Leia mais

Consenso. Consenso. Anfip e Sindifisco Nacional: retirar o termo ou.

Consenso. Consenso. Anfip e Sindifisco Nacional: retirar o termo ou. MINUTA DE LOF COMENTÁRIOS JUSTIFICATIVAS CAPÍTULO II DAS GARANTIAS E PRERROGATIVAS DA CARREIRA DE AUDITORIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL Art. 6º Os integrantes da Carreira de Auditoria da Receita Federal

Leia mais

Programa Saúde Fiscal dos Municípios

Programa Saúde Fiscal dos Municípios Para ajudar a proteger sua privacidade, o PowerPoint bloqueou o download automático desta imagem. Para ajudar a proteger sua privacidade, o PowerPoint bloqueou o download automático desta imagem. Visão

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO AUDITORIA INTERNA SECRETARIA DE ORIENTAÇÃO E AVALIAÇÃO PARECER SEORI/AUDIN-MPU Nº 1.113/2016

MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO AUDITORIA INTERNA SECRETARIA DE ORIENTAÇÃO E AVALIAÇÃO PARECER SEORI/AUDIN-MPU Nº 1.113/2016 MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO AUDITORIA INTERNA SECRETARIA DE ORIENTAÇÃO E AVALIAÇÃO PARECER SEORI/AUDIN-MPU Nº 1.113/2016 Referência : E-mail institucional de 6/4/2016. Assunto Interessado : Pessoal. Rodízio

Leia mais

O PREFEITO MUNICIPAL DE LAURO DE FREITAS, Estado da Bahia, no uso de suas atribuições legais, DECRETA: CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

O PREFEITO MUNICIPAL DE LAURO DE FREITAS, Estado da Bahia, no uso de suas atribuições legais, DECRETA: CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS DECRETO N o 3.594 DE 14 DE JANEIRO DE 2013. Regulamenta o art. 5 da Lei Municipal 618, de 16 de maio de 1990, na forma que indica e dá outras providências. O PREFEITO MUNICIPAL DE LAURO DE FREITAS, Estado

Leia mais

Súmula: Modifica as leis 16023/2008 e 16748/2010 no tocante aos cargos de Oficial de Justiça.

Súmula: Modifica as leis 16023/2008 e 16748/2010 no tocante aos cargos de Oficial de Justiça. PROJETO DE LEI DE INICIATIVA DO PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO PARANÁ. Súmula: Modifica as leis 16023/2008 e 16748/2010 no tocante aos cargos de Oficial de Justiça. Artigo 1º. O caput do artigo 21

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA (MF) SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL (RFB) ASSESSORIA ESPECIAL (ASESP) Nota RFB/Asesp/n o 21/2011.

MINISTÉRIO DA FAZENDA (MF) SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL (RFB) ASSESSORIA ESPECIAL (ASESP) Nota RFB/Asesp/n o 21/2011. MINISTÉRIO DA FAZENDA (MF) SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL (RFB) ASSESSORIA ESPECIAL (ASESP) Nota RFB/Asesp/n o 21/2011. Protocolo: (Comprot-Doc) 01149504.001193.2011.000.000 Documento: Memorando

Leia mais

CONTROLE INTERNO LEI MUNICIPAL MÍNIMA

CONTROLE INTERNO LEI MUNICIPAL MÍNIMA CONTROLE INTERNO LEI MUNICIPAL MÍNIMA Constituição Federal Art. 31. A fiscalização do Município será exercida pelo Poder Legislativo Municipal, mediante controle externo, e pelos sistemas de controle interno

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº /2015

PROJETO DE LEI Nº /2015 PROJETO DE LEI Nº 21.631/2015 Altera dispositivos da Lei nº 6.677, de 26 de setembro de 1994, da Lei nº 6.932, de 19 de janeiro de 1996, da Lei nº 7.990, de 27 de dezembro de 2001, e dá outras providências.

Leia mais

PROCEDIMENTO DA DIRETORIA DE PESSOAL. Título: Acumulação de Cargos Públicos - STAE

PROCEDIMENTO DA DIRETORIA DE PESSOAL. Título: Acumulação de Cargos Públicos - STAE PROCEDIMENTO DA DIRETORIA DE PESSOAL Procedimento: 36 Título: Acumulação de Cargos Públicos - STAE UNIFEI DIRETORIA DE PESSOAL Objetivo: Padronização do processo de acumulação de cargos públicos - STAE

Leia mais

Artigo 1º Esta resolução dispõe sobre a Administradora de Benefícios.

Artigo 1º Esta resolução dispõe sobre a Administradora de Benefícios. RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº 196, DE 14 DE JULHO DE 2009. Dispõe sobre a Administradora de Benefícios. A Diretoria Colegiada da Agência Nacional de Saúde Suplementar - ANS, no uso das atribuições que lhes

Leia mais

MEDIDA PRÓVISORIA 657/2014 EMENDA ADITIVA Nº TEXTO/JUSTIFICAÇÃO. Acrescente-se os seguintes artigos ao texto da Medida Provisória:

MEDIDA PRÓVISORIA 657/2014 EMENDA ADITIVA Nº TEXTO/JUSTIFICAÇÃO. Acrescente-se os seguintes artigos ao texto da Medida Provisória: MPV 657 00049 MEDIDA PRÓVISORIA 657/2014 Altera a Lei no 9.266, de 15 de março de 1996, que reorganiza as classes da Carreira Policial Federal, fixa a remuneração dos cargos que as integram e dá outras

Leia mais

ética ética ética ética ética ética ética ética ética ética ética ética EDUCATIVA ética CONSULTIVA ética CONCILIADORA RESPONSABILIZADORAética ética

ética ética ética ética ética ética ética ética ética ética ética ética EDUCATIVA ética CONSULTIVA ética CONCILIADORA RESPONSABILIZADORAética ética ÉTICA EDUCATIVA CONCILIADORA PREVENTIVA RESPONSABILIZADORA COMISSÃO DE CONSULTIVA DO IFBA COMISSÃO DE ÉTICA DO IFBA 3 Apresentação Esta guia tem como objetivo esclarecer, orientar e estimular a compreensão

Leia mais

LEI N.º , DE 5 DE OUTUBRO DE 2006

LEI N.º , DE 5 DE OUTUBRO DE 2006 LEI N.º 11.350, DE 5 DE OUTUBRO DE 2006 Regulamenta o 5o do art. 198 da Constituição Federal, dispõe sobre o aproveitamento de pessoal amparado pelo parágrafo único do art. 2o da Emenda Constitucional

Leia mais

...SINPOL...SINPAP...APO...ADEPOL... PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR N. /2016

...SINPOL...SINPAP...APO...ADEPOL... PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR N. /2016 ...SINPOL...SINPAP...APO...ADEPOL... PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR N. /2016 Dispõe sobre a promoção na carreira da Polícia Civil e da outras providencias. O GOVERNADOR DO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL, faz

Leia mais

* V. art. 34, Dec /1995 (Regulamenta as normas que disciplinam os procedimentos administrativos, relativos à aplicação de medidas antidumping).

* V. art. 34, Dec /1995 (Regulamenta as normas que disciplinam os procedimentos administrativos, relativos à aplicação de medidas antidumping). LEI 9.019, DE 30 DE MARÇO DE 1995 Dispõe sobre a aplicação dos direitos previstos no Acordo Antidumping e no Acordo de Subsídios e Direitos Compensatórios, e dá outras providências. Faço saber que o Presidente

Leia mais

LEI Nº 8.745, DE 9 DE DEZEMBRO DE 1993 Publicada no DOU de

LEI Nº 8.745, DE 9 DE DEZEMBRO DE 1993 Publicada no DOU de EGISLAÇÃO LEI Nº 8.745, DE 9 DE DEZEMBRO DE 1993 Publicada no DOU de 10.12.1993 Dispõe sobre a contratação por tempo determinado para atender a necessidade temporária de excepcional interesse público,

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR N 9.230/1991 (Estadual)

LEI COMPLEMENTAR N 9.230/1991 (Estadual) LEI COMPLEMENTAR N 9.230/1991 (Estadual) Cria a Defensoria Pública do Estado do Rio Grande do Sul, na forma do art. 121 da Constituição Estadual, e dispõe sobre sua competência, estrutura e funcionamento,

Leia mais

SENADO FEDERAL SUBSTITUTIVO DA CÂMARA Nº 5, DE 2017, AO PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 130, DE 2014

SENADO FEDERAL SUBSTITUTIVO DA CÂMARA Nº 5, DE 2017, AO PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 130, DE 2014 SENADO FEDERAL SUBSTITUTIVO DA CÂMARA Nº 5, DE 2017, AO PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 130, DE 2014 Dispõe sobre convênio que permite aos Estados e ao Distrito Federal deliberar sobre a remissão dos créditos

Leia mais

O PREFEITO MUNICIPAL DE SEROPÉDICA, Estado do Rio de Janeiro, faço saber que a Câmara Municipal de Vereadores aprovou e eu sanciono a seguinte Lei.

O PREFEITO MUNICIPAL DE SEROPÉDICA, Estado do Rio de Janeiro, faço saber que a Câmara Municipal de Vereadores aprovou e eu sanciono a seguinte Lei. De 14 de dezembro de 2005 LEI N 316/05 Dispõe sobre o Plano de Carreiras e Remuneração dos Profissionais da Educação do Município de Seropédica. O PREFEITO MUNICIPAL DE SEROPÉDICA, Estado do Rio de Janeiro,

Leia mais

CARREIRA DO MAGISTÉRIO SUPERIOR

CARREIRA DO MAGISTÉRIO SUPERIOR SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE Pró-Reitoria de Desenvolvimento e Gestão de Pessoas Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenadoria de Administração de Pagamento

Leia mais

CIRCULAR N 14/2005 CÓDIGO TRIBUTÁRIO NACIONAL ALTERÇÃO AJUSTE À LEI DE FALÊNCIA PENHORA ON-LINE

CIRCULAR N 14/2005 CÓDIGO TRIBUTÁRIO NACIONAL ALTERÇÃO AJUSTE À LEI DE FALÊNCIA PENHORA ON-LINE São Paulo, 16 de Fevereiro de 2.005 DE: PARA: ASSESSORIA JURÍDICA ASSOCIADOS CIRCULAR N 14/2005 CÓDIGO TRIBUTÁRIO NACIONAL ALTERÇÃO AJUSTE À LEI DE FALÊNCIA PENHORA ON-LINE Anexamos, para conhecimento,

Leia mais

ESTADO DE ALAGOAS GABINETE DO GOVERNADOR

ESTADO DE ALAGOAS GABINETE DO GOVERNADOR DECRETO Nº 2.399, DE 27 DE JANEIRO DE 2005. REGULAMENTA O PRÊMIO DE PRODUTIVIDADE FISCAL DE QUE TRATAM AS LEIS Nºs 6.285, DE 23 DE JANEIRO DE 2002 E 6.520, DE 30 DE SETEMBRO DE 2004. O GOVERNADOR DO ESTADO

Leia mais

Projeto de Resolução nº, de 2012 (Do Sr. Nelson Marquezelli)

Projeto de Resolução nº, de 2012 (Do Sr. Nelson Marquezelli) Projeto de Resolução nº, de 2012 (Do Sr. Nelson Marquezelli) Estabelece as hipóteses de impedimento para nomeação, designação ou contratação, em comissão, de funções, cargos e empregos na Câmara dos Deputados.

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos LEI N o 10.336, DE 19 DE DEZEMBRO DE 2001. Institui Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico incidente sobre a importação e

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos 1 de 5 01/09/2016 09:30 Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos DECRETO N o 3.017, DE 6 DE ABRIL DE 1999. Aprova o Regimento do Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo

Leia mais

PARECER JURÍDICO AO PROJETO DE LEI Nº 777/2016

PARECER JURÍDICO AO PROJETO DE LEI Nº 777/2016 Excelentíssimo Sr. Presidente da Câmara de Vereadores do Município de Pouso Alegre, Minas Gerais, Pouso Alegre 12 de abril de 2016. PARECER JURÍDICO AO PROJETO DE LEI Nº 777/2016 Projeto de autoria do

Leia mais

A Estrutura da Secretaria Municipal Fazendário-Financeira

A Estrutura da Secretaria Municipal Fazendário-Financeira A Estrutura da Secretaria Municipal Fazendário-Financeira A denominação da Secretaria: de Finanças ou de Fazenda? Secretaria Municipal de Finanças ou de Fazenda é o órgão responsável pela gestão dos recursos

Leia mais

Institui o Plano de Cargos, Carreiras e Salários do Setor de Infraestrutura do Governo do Estado do Amapá e dá outras providências.

Institui o Plano de Cargos, Carreiras e Salários do Setor de Infraestrutura do Governo do Estado do Amapá e dá outras providências. ESTADO DO AMAPÁ ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Referente ao Projeto de Lei nº 0025/08-GEA LEI N.º 1298, DE 07 DE JANEIRO DE 2009 Publicada no Diário Oficial do Estado n.º 4412, de 14/01/2009 Autor: Poder Executivo

Leia mais

DECRETO 6.003, DE 28 DE DEZEMBRO DE

DECRETO 6.003, DE 28 DE DEZEMBRO DE DECRETO 6.003, DE 28 DE DEZEMBRO DE 2006 Regulamenta a arrecadação, a fiscalização e a cobrança da contribuição social do salário-educação, a que se referem o art. 212, 5º, da Constituição, e as Leis 9.424,

Leia mais

LEI N o 18802, de 31 de março 2010

LEI N o 18802, de 31 de março 2010 LEI N o 18802, de 31 de março 2010 Reajusta os valores das tabelas de vencimento básico das carreiras do Poder Executivo que menciona e dá outras providências. O GOVERNADOR DO ESTADO DE MINAS GERAIS, O

Leia mais

DECRETO DE 21 DE JULHO DE 2008 (DOU 22/07/2008)

DECRETO DE 21 DE JULHO DE 2008 (DOU 22/07/2008) 1 DECRETO DE 21 DE JULHO DE 2008 (DOU 22/07/2008) Cria a Comissão Nacional de Combate à Desertificação - CNCD e dá outras providências. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que lhe confere o

Leia mais

b) aos demais aplicar-se-á, para fins de cálculo das aposentadorias e pensões, o disposto na Lei n o , de 18 de junho de 2004.

b) aos demais aplicar-se-á, para fins de cálculo das aposentadorias e pensões, o disposto na Lei n o , de 18 de junho de 2004. LEI Nº 12.277, DE 30 DE JUNHO DE 2010. Dispõe sobre a instituição do Adicional por Participação em Missão no Exterior, a remuneração dos cargos de Atividades Técnicas da Fiscalização Federal Agropecuária

Leia mais

FUNDAÇÃO COORDENAÇÃO DE PROJETOS, PESQUISAS E ESTUDOS TECNOLÓGICOS COPPETEC. Regimento Interno. 01 de outubro de 2007

FUNDAÇÃO COORDENAÇÃO DE PROJETOS, PESQUISAS E ESTUDOS TECNOLÓGICOS COPPETEC. Regimento Interno. 01 de outubro de 2007 FUNDAÇÃO COORDENAÇÃO DE PROJETOS, PESQUISAS E ESTUDOS TECNOLÓGICOS COPPETEC. 01 de outubro de 2007 Regimento elaborado e aprovado pelo Conselho de Administração da Fundação COPPETEC em 01/10/2007, conforme

Leia mais