Documentação Exigida para Inscrição no Cadastro Fiscal do Distrito Federal

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Documentação Exigida para Inscrição no Cadastro Fiscal do Distrito Federal"

Transcrição

1 Documentação Exigida para Inscrição no Cadastro Fiscal do Distrito Federal Secretaria de Estado de Fazenda do Distrito Federal 2005

2 ÍNDICE 1) SOCIEDADE EMPRESÁRIA LTDA: ) SOCIEDADE ANONIMA S/A: ) COOPERATIVA: ) EMPRESÁRIO INDIVIDUAL: ) SIMPLES CANDANGO EMPRESA/EMRESÁRIO NÃO INSCRITOS (EM CONSTITUIÇÃO): ) SIMPLES CANDANGO EMPRESA/EMRESÁRIO JÁ INSCRITOS: ) RTE-ISS EMPRESA/EMPRESÁRIO NÃO INSCRITOS (EM CONSTITUIÇÃO): ) RTE-ISS EMPRESA/EMRESÁRIO JÁ INSCRITOS: ) SIMPLES CANDANGO FEIRANTE (PESSOA JURÍDICA): ) SIMPLES CANDANGO FEIRANTE (PESSOA NATURAL): ) SIMPLES CANDANGO AMBULANTE: ) PROFISSIONAL AUTÔNOMO: ) SOCIEDADE UNIPROFISSIONAL: ) INSCRIÇÃO TEMPORÁRIA - CONSTRUÇÃO CIVIL - EMPRESA ESTABELECIDA EM OUTRO ESTADO (UF): ) INSCRIÇÃO TEMPORÁRIA - DIVERSÕES EMPRESA ESTABELECIDA EM OUTRO ESTADO (UF): ) PRODUTOR RURAL PESSOA NATURAL: ) PRODUTOR RURAL PESSOA JURÍDICA: ) SUBSTITUTO TRIBUTÁRIO ESTABELECIDO EM OUTRO ESTADO (UF): ) DISTRIBUIDOR DE COMBUSTÍVEL: ) QUADRO RESUMO ) AGÊNCIAS DE ATENDIMENTO: ENDEREÇO E COD. LOCALIDADE... 30

3 1) SOCIEDADE EMPRESÁRIA LTDA: ONDE SOLICITAR: Central de Atendimento Empresarial (CAEMI). Exceto: feirante (pessoa natural ou jurídica), ambulante, profissional autônomo, sociedade uniprofissional, inscrição temporária (construção civil e diversões, produtor rural (pessoa natural ou jurídica), simples candango e RTE-ISS de empresa/empresário já inscritos (Agência de Atendimento) e substituto tributário (AGEMP). LEGISLAÇÃO: Legislação acerca da documentação exigida para a inscrição da pessoa jurídica no CF/DF ICMS: Art. 22 do Decreto nº /1997 (RICMS); ISS: Art. 16 do Decreto nº /2005 (RISS). 1.1) FAC (Ficha Cadastral) devidamente preenchida e assinada pelo administrador (sócio ou não sócio) ou procurador com poderes para a prática deste ato; 2) É necessária na Ficha Cadastral FAC a etiqueta padrão do CRC/DF indicativa do responsável técnico-contábil com as seguintes informações: o nome ou razão social, o endereço, o telefone e o número da inscrição no Conselho Regional de Contabilidade - CRC/DF; 1.2) Cópia do contrato social e suas alterações, devidamente registradas na Junta Comercial do Distrito Federal JCDF, com as seguintes informações: endereço, percentual de participação dos sócios, capital social, atividade econômica (objetivo) e administradores; 1.3) Cópia do ato de criação da filial, devidamente registrado na Junta Comercial do Distrito Federal JCDF, quando for o caso; 1.4) Cópia da prova da propriedade, locação, sublocação, comodato (empréstimo), cessão de uso do imóvel ou declaração de ocupação do imóvel expedida por órgão público; 1.5) Cópia da consulta prévia de alvará de funcionamento expedida pela Administração Regional (local da instalação da empresa) para a comprovação do endereço oficial; 1.6) Cópia da carteira de identidade ou documento equivalente dos sócios, diretores e administradores não sócios; 1.7) Cópia do CPF (Comprovante de inscrição no Cadastro de Pessoas Físicas) dos sócios, diretores e administradores não sócios; 3

4 1.8) Cópia do CNPJ (Comprovante de inscrição e situação cadastral no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas) da pessoa jurídica SÓCIA; 1.9) Cópia do CNPJ (Comprovante de inscrição e situação cadastral no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas) da empresa requerente; 1.10) Original ou cópia da Procuração (se a FAC for assinada por procurador) com poderes específicos para requerer a inscrição no CF/DF, acompanhada da cópia da carteira de identidade e do CPF do procurador. Se for procuração por instrumento particular, a firma do outorgante deverá estar 1.11) A Secretaria de Estado de Fazenda do Distrito Federal poderá solicitar outros 2) SOCIEDADE ANONIMA S/A: ONDE SOLICITAR: Central de Atendimento Empresarial (CAEMI). Exceto: feirante (pessoa natural ou jurídica), ambulante, profissional autônomo, sociedade uniprofissional, inscrição temporária (construção civil e diversões, produtor rural (pessoa natural ou jurídica), simples candango e RTE-ISS de empresa/empresário já inscritos (Agência de Atendimento) e substituto tributário (AGEMP). LEGISLAÇÃO: Legislação acerca da documentação exigida para a inscrição da pessoa jurídica no CF/DF ICMS: Art. 22 do Decreto nº /1997 (RICMS); ISS: Art. 16 do Decreto nº /2005 (RISS). 2.1) FAC (Ficha Cadastral) devidamente preenchida e assinada pelo presidente, diretor ou procurador com poderes para a prática deste ato; 2) É necessária na Ficha Cadastral FAC a etiqueta padrão do CRC/DF indicativa do responsável técnico-contábil com as seguintes informações: o nome ou razão social, o endereço, o telefone e o número da inscrição no Conselho Regional de Contabilidade - CRC/DF; 2.2) Cópia do ato constitutivo da sociedade ou ato de criação da filial, quando for o caso, devidamente registrado na Junta Comercial do Distrito Federal- JCDF; 4

5 2.3) Cópia do estatuto social vigente, devidamente registrado na Junta Comercial do Distrito Federal JCDF, com as seguintes informações: endereço, capital social, atividade econômica (objetivo), órgão administrador (diretoria) e suas atribuições; 2.4) Cópia da ata da eleição da atual diretoria com mandato vigente previsto no estatuto social, nos termos da Lei 6.404/76; 2.5) Cópia da prova da propriedade, locação, sublocação, comodato (empréstimo), cessão de uso do imóvel ou declaração de ocupação do imóvel expedida por órgão público; 2.6) Cópia da consulta prévia de alvará de funcionamento expedida pela Administração Regional (local da instalação da empresa) para a comprovação do endereço oficial; 2.7) Cópia da carteira de identidade ou documento equivalente do presidente, diretores e administradores; 2.8) Cópia do CPF (Comprovante de inscrição no Cadastro de Pessoas Físicas) do presidente, diretores e administradores; 2.9) Cópia do CNPJ (Comprovante de inscrição e situação cadastral no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas) da empresa requerente; 2.10) Original ou cópia da Procuração (se a FAC for assinada por procurador) com poderes específicos para requerer a inscrição no CF/DF, acompanhada da cópia da carteira de identidade e do CPF do procurador. Se for procuração por instrumento particular, a firma do outorgante deverá estar 2.11) A Secretaria de Estado de Fazenda do Distrito Federal poderá solicitar outros 3) COOPERATIVA: ONDE SOLICITAR: Central de Atendimento Empresarial (CAEMI). Exceto: feirante (pessoa natural ou jurídica), ambulante, profissional autônomo, sociedade uniprofissional, inscrição temporária (construção civil e diversões, produtor rural (pessoa natural ou jurídica), simples candango e RTE-ISS de empresa/empresário já inscritos (Agência de Atendimento) e substituto tributário (AGEMP). LEGISLAÇÃO: Legislação acerca da documentação exigida para a inscrição da pessoa jurídica no CF/DF ICMS: Art. 22 do Decreto nº /1997 (RICMS); ISS: Art. 16 do Decreto nº /2005 (RISS). 5

6 3.1) FAC (Ficha Cadastral) devidamente preenchida e assinada pelo presidente, diretor ou procurador com poderes para a prática deste ato; 2) É necessária na Ficha Cadastral FAC a etiqueta padrão do CRC/DF indicativa do responsável técnico-contábil com as seguintes informações: o nome ou razão social, o endereço, o telefone e o número da inscrição no Conselho Regional de Contabilidade - CRC/DF; 3.2) Cópia do ato constitutivo da cooperativa, devidamente registrado na Junta Comercial do Distrito Federal - JCDF ou no competente cartório de registro civil de pessoas jurídicas do Distrito Federal; 3.3) Cópia do estatuto social vigente, devidamente registrado na Junta Comercial do Distrito Federal JCDF ou no competente cartório de registro civil de pessoas jurídicas do Distrito Federal, com as seguintes informações: endereço, capital social, atividade econômica (objetivo) e órgão administrador e suas atribuições; 3.4) Cópia da ata da eleição da atual diretoria (ou órgão administrador) com mandato vigente previsto no estatuto social; 3.5) Cópia da prova da propriedade, locação, sublocação, comodato (empréstimo), cessão de uso do imóvel ou declaração de ocupação do imóvel expedida por órgão público; 3.6) Cópia da consulta prévia de alvará de funcionamento expedida pela Administração Regional (local da instalação da empresa) para a comprovação do endereço oficial; 3.7) Cópia da carteira de identidade ou documento equivalente do presidente, diretores e administradores; 3.8) Cópia do CPF (Comprovante de inscrição no Cadastro de Pessoas Físicas) do presidente, diretores e administradores; 3.9) Cópia do CNPJ (Comprovante de inscrição e situação cadastral no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas) da empresa requerente; 3.10) Original ou cópia da Procuração (se a FAC for assinada por procurador) com poderes específicos para requerer a inscrição no CF/DF, acompanhada da cópia da carteira de identidade e do CPF do procurador. Se for procuração por instrumento particular, a firma do outorgante deverá estar 1.12) A Secretaria de Estado de Fazenda do Distrito Federal poderá solicitar outros 6

7 4) EMPRESÁRIO INDIVIDUAL: ONDE SOLICITAR: Central de Atendimento Empresarial (CAEMI). Exceto: feirante (pessoa natural ou jurídica), ambulante, profissional autônomo, sociedade uniprofissional, inscrição temporária (construção civil e diversões, produtor rural (pessoa natural ou jurídica), simples candango e RTE-ISS de empresa/empresário já inscritos (Agência de Atendimento) e substituto tributário (AGEMP). LEGISLAÇÃO: Legislação acerca da documentação exigida para a inscrição do empresário individual no CF/DF ICMS: Art. 22 do Decreto nº /1997 (RICMS); ISS: Art. 16 do Decreto nº /2005 (RISS). 4.1) FAC (Ficha Cadastral) devidamente preenchida e assinada pelo titular ou procurador com poderes para a prática deste ato; 2) É necessária na Ficha Cadastral FAC a etiqueta padrão do CRC/DF indicativa do responsável técnico-contábil com as seguintes informações: o nome ou razão social, o endereço, o telefone e o número da inscrição no Conselho Regional de Contabilidade - CRC/DF; 4.2) Cópia do requerimento de empresário (ou declaração de firma individual) e respectivas alterações, devidamente registrados na Junta Comercial do Distrito Federal JCDF, com as seguintes informações: endereço, capital social, atividade econômica (objetivo) e qualificação do empresário individual; 4.3) Cópia do ato de criação da filial, devidamente registrado na Junta Comercial do Distrito Federal JCDF, quando for o caso 4.4) Cópia da prova da propriedade, locação, sublocação, comodato (empréstimo), cessão de uso do imóvel ou declaração de ocupação do imóvel expedida por órgão público; 4.5) Cópia da consulta prévia de alvará de funcionamento expedida pela Administração Regional (local da instalação da empresa) para a comprovação do endereço oficial; 4.6) Cópia da carteira de identidade ou documento equivalente do titular; 4.7) Cópia do CPF (Comprovante de inscrição no Cadastro de Pessoas Físicas) do titular; 4.8) Cópia do CNPJ (Comprovante de inscrição e situação cadastral no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas) do empresário individual; 7

8 4.9) Original ou cópia da Procuração (se a FAC for assinada por procurador) com poderes específicos para requerer a inscrição no CF/DF, acompanhada da cópia da carteira de identidade e do CPF do procurador. Se for procuração por instrumento particular, a firma do outorgante deverá estar 4.10) A Secretaria de Estado de Fazenda do Distrito Federal poderá solicitar outros 5) SIMPLES CANDANGO EMPRESA/EMRESÁRIO NÃO INSCRITOS (EM CONSTITUIÇÃO): ONDE SOLICITAR: Central de Atendimento Empresarial (CAEMI). LEGISLAÇÃO: Legislação acerca da documentação exigida para o enquadramento da Microempresa e Empresa de Pequeno Porte: Arts. 3º e 4º do Decreto nº / ) RESC (Requerimento de Enquadramento no Simples Candango) devidamente preenchido e assinado pelo responsável legal ou procurador com poderes para a prática deste ato; 1) Deverá ser informado o somatório da receita bruta auferida no ano anterior pelas empresas em que o titular ou sócios participam com mais de 10% do capital social (apenas da atividade sujeita ao ICMS); 2) Tratando-se de abertura de filial, deverá ser informado o somatório da receita bruta auferida no ano anterior por todos os estabelecimentos da empresa (matriz e filiais); 3) A assinatura deverá estar conforme o documento de identificação apresentado ou, se divergente, com firma 4) O RESC consta no programa FAC ELETRÔNICA disponível para download no site 5.2) FAC (Ficha Cadastral) devidamente preenchida e assinada pelo responsável legal ou procurador com poderes para a prática deste ato; 2) É necessária na Ficha Cadastral FAC a etiqueta padrão do CRC/DF indicativa do responsável técnico-contábil com as seguintes informações: o nome ou razão social, o endereço, o telefone e o número da inscrição no Conselho Regional de Contabilidade - CRC/DF; 5.3) Cópia do requerimento de empresário ou do ato constitutivo da sociedade empresária ou simples, bem como as respectivas alterações, devidamente 8

9 registrados na Junta Comercial do Distrito Federal JCDF ou competente cartório de registro civil de pessoas jurídicas do Distrito Federal; 5.4) Cópia da prova da propriedade, locação, sublocação, comodato (empréstimo), cessão de usos do imóvel ou declaração de ocupação do imóvel expedida por órgão público; 5.5) Cópia da consulta prévia de alvará de funcionamento expedida pela Administração Regional (local da instalação da empresa) para a comprovação do endereço oficial; 5.6) Cópia da carteira de identidade ou documento equivalente do titular, sócios, diretores e administradores não sócios; 5.7) Cópia do CPF (Comprovante de inscrição no Cadastro de Pessoas Físicas) do titular, sócios, diretores e administradores não sócios; 5.8) Cópia do CNPJ (Comprovante de inscrição e situação cadastral no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas) do empresário individual ou da sociedade; 5.9) Original da Certidão Negativa do Instituto Nacional de Seguridade Social INSS; 5.10) Original ou cópia da Procuração (se o RESC e/ou a FAC forem assinados por procurador) com poderes específicos para enquadramento no Simples Candango e/ou requerer inscrição no CF/DF, acompanhado da cópia da carteira de identidade e do CPF do procurador. Se for procuração por instrumento particular, a firma do outorgante deverá estar 5.11) A Secretaria de Estado de Fazenda do Distrito Federal poderá solicitar outros 6) SIMPLES CANDANGO EMPRESA/EMRESÁRIO JÁ INSCRITOS: ONDE SOLICITAR: Agência de Atendimento da Receita da circunscrição fiscal onde estiver estabelecida(o) a empresa/empresário. LEGISLAÇÃO: Legislação acerca da documentação exigida para o enquadramento da Microempresa e Empresa de Pequeno Porte: Arts. 3º e 4º do Decreto nº / ) RESC (Requerimento de enquadramento no Simples Candango) devidamente preenchido e assinado pelo responsável legal ou procurador com poderes para a prática deste ato; 9

10 1) Deverá ser informado o somatório da receita bruta auferida no ano anterior pelas empresas em que o titular ou sócios participam com mais de 10% do capital social (apenas da atividade sujeita ao ICMS); 2) Tratando-se de abertura de filial, deverá ser informado o somatório da receita bruta auferida no ano anterior por todos os estabelecimentos da empresa (matriz e filiais); 3) A assinatura deverá estar conforme o documento de identificação apresentado ou, se divergente, com firma 4) O RESC consta no programa FAC ELETRÔNICA disponível para download no site 6.2) FAC (Ficha Cadastral) devidamente preenchida e assinada pelo responsável legal ou procurador com poderes para a prática deste ato; 2) É necessária na Ficha Cadastral FAC a etiqueta padrão do CRC/DF indicativa do responsável técnico-contábil com as seguintes informações: o nome ou razão social, o endereço, o telefone e o número da inscrição no Conselho Regional de Contabilidade - CRC/DF; 6.3) Original da Certidão Negativa do Instituto Nacional de Seguridade Social INSS; 6.4) Original ou cópia da Procuração (se o RESC e/ou a FAC forem assinados por procurador) com poderes específicos para enquadramento no Simples Candango e/ou requerer inscrição no CF/DF, acompanhado da cópia da carteira de identidade e do CPF do procurador. Se for procuração por instrumento particular, a firma do outorgante deverá estar 6.5) A Secretaria de Estado de Fazenda do Distrito Federal poderá solicitar outros 7) RTE-ISS EMPRESA/EMPRESÁRIO NÃO INSCRITOS (EM CONSTITUIÇÃO): ONDE SOLICITAR: Central de Atendimento Empresarial (CAEMI). LEGISLAÇÃO: Legislação acerca da documentação exigida para o enquadramento no RTE- ISS: Art. 1º, 2º, da Lei nº 3.247/2003; e Art. 2º, da Portaria-SEF nº 52/ ) RERTE-ISS (Requerimento de Enquadramento no RTE-ISS) devidamente preenchido e assinado pelo responsável legal ou procurador com poderes para a prática deste ato; 10

11 1) Deverá ser informado o somatório da receita bruta auferida no ano anterior pelas empresas em que o titular ou sócios participam com mais de 10% do capital social (apenas da atividade sujeita ao ISS); 2) Tratando-se de abertura de filial, deverá ser informado o somatório da receita bruta auferida no ano anterior por todos os estabelecimentos da empresa (matriz e filiais); 3) A assinatura deverá estar conforme o documento de identificação apresentado ou, se divergente, com firma 4) O RERTE-ISS consta no programa FAC ELETRÔNICA disponível para download no site 7.2) FAC (Ficha Cadastral) devidamente preenchida e assinada pelo responsável legal ou procurador com poderes para a prática deste ato; 2) É necessária na Ficha Cadastral FAC a etiqueta padrão do CRC/DF indicativa do responsável técnico-contábil com as seguintes informações: o nome ou razão social, o endereço, o telefone e o número da inscrição no Conselho Regional de Contabilidade - CRC/DF; 7.3) Cópia do requerimento de empresário ou ato constitutivo da sociedade empresária ou simples, bem como as respectivas alterações, devidamente registrados na Junta Comercial do Distrito Federal JCDF ou competente cartório de registro civil de pessoas jurídicas do Distrito Federal; 7.4) Cópia da prova da propriedade, locação, sublocação, comodato (empréstimo), cessão do imóvel ou declaração de ocupação do imóvel expedida por órgão público; 7.5) Cópia da consulta prévia de alvará de funcionamento expedida pela Administração Regional (local da instalação da empresa) para a comprovação do endereço oficial; 7.6) Cópia da carteira de identidade ou documento equivalente do empresário individual, dos sócios, diretores, administradores não sócios e procurador; 7.7) Cópia do CPF (Comprovante de inscrição no Cadastro de Pessoas Físicas) do titular, sócios, diretores, e administradores não sócios; 7.8) Cópia do CNPJ (Comprovante de inscrição e situação cadastral no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas); 7.9) Original da Certidão Negativa do Instituto Nacional de Seguridade Social INSS; 7.10) Original ou cópia da Procuração (se o RERTE-ISS e/ou a FAC forem assinados por procurador) com poderes específicos para enquadramento no RTE-ISS e/ou requerer inscrição no CF/DF, acompanhada da cópia da carteira de identidade de CPF do procurador. Se for procuração por instrumento particular, a firma do outorgante deverá estar 11

12 7.11) A Secretaria de Estado de Fazenda do Distrito Federal poderá solicitar outros 8) RTE-ISS EMPRESA/EMRESÁRIO JÁ INSCRITOS: ONDE SOLICITAR: Agência de Atendimento da Receita da circunscrição fiscal onde estiver estabelecida(o) a empresa/empresário. LEGISLAÇÃO: Legislação acerca da documentação exigida para o enquadramento no RTE- ISS: Art. 1º, 2º, da Lei nº 3.247/2003; e Art. 2º, da Portaria-SEF nº 52/ ) RERTE-ISS (Requerimento de enquadramento no RTE-ISS) devidamente preenchido e assinado pelo responsável legal ou procurador com poderes para a prática deste ato; 1) Deverá ser informado o somatório da receita bruta auferida no ano anterior pelas empresas em que o titular ou sócios participam com mais de 10% do capital social (apenas da atividade sujeita ao ISS); 2) Tratando-se de abertura de filial, deverá ser informado o somatório da receita bruta auferida no ano anterior por todos os estabelecimentos da empresa (matriz e filiais); 3) A assinatura deverá estar conforme o documento de identificação apresentado ou, se divergente, com firma 4) O RERTE-ISS consta no programa FAC ELETRÔNICA disponível para download no site 8.2) FAC (Ficha Cadastral) devidamente preenchida e assinada pelo responsável legal ou procurador com poderes para a prática deste ato; 12

13 2) É necessária na Ficha Cadastral FAC a etiqueta padrão do CRC/DF indicativa do responsável técnico-contábil com as seguintes informações: o nome ou razão social, o endereço, o telefone e o número da inscrição no Conselho Regional de Contabilidade - CRC/DF; 8.3) Original da Certidão Negativa do Instituto Nacional de Seguridade Social INSS; 8.4) Original ou cópia da Procuração (se o RERTE-ISS e/ou a FAC for assinada por procurador) com poderes específicos para enquadramento no RTE-ISS e/ou requerer inscrição no CF/DF, acompanhada da cópia da carteira de identidade e do CPF do procurador. Se for procuração por instrumento particular, a firma do outorgante deverá estar 8.5) A Secretaria de Estado de Fazenda do Distrito Federal poderá solicitar outros 9) SIMPLES CANDANGO FEIRANTE (PESSOA JURÍDICA): ONDE SOLICITAR: Agência de Atendimento da Receita da circunscrição fiscal onde estiver estabelecido o feirante. LEGISLAÇÃO: Legislação acerca da documentação exigida para a inscrição do feirante: Arts. 34 ao 36, Art. 37, 2º c/c Art. 3º, todos do Decreto nº / ) RESC (Requerimento de enquadramento no Simples Candango) devidamente preenchido e assinado pelo responsável legal ou procurador com poderes para a prática deste ato; 1) Deverá ser informado o somatório da receita bruta auferida no ano anterior (Inciso VIII, do art. 36, do Decreto nº /2003); 2) A assinatura deverá estar conforme o documento de identificação apresentado ou, se divergente, com firma 3) O RESC consta no programa FAC ELETRÔNICA disponível para download no site 9.2) FAC (Ficha Cadastral) devidamente preenchida e assinada pelo responsável legal ou procurador com poderes para a prática deste ato; 13

14 2) É necessária na Ficha Cadastral FAC a etiqueta padrão do CRC/DF indicativa do responsável técnico-contábil com as seguintes informações: o nome ou razão social, o endereço, o telefone e o número da inscrição no Conselho Regional de Contabilidade - CRC/DF; 9.3) Cópia do requerimento de empresário ou do ato constitutivo da sociedade empresária ou simples, bem como as respectivas alterações, devidamente registrados na Junta Comercial do Distrito Federal JCDF ou competente cartório de registro civil de pessoas jurídicas do Distrito Federal; 9.4) Cópia da prova da propriedade, locação, sublocação, comodato (empréstimo), cessão de usos do imóvel ou declaração de ocupação do imóvel expedida por órgão público; 9.5) Cópia da consulta prévia de alvará de funcionamento expedida pela Administração Regional (local da instalação da empresa) para a comprovação do endereço oficial; 9.6) Cópia da carteira de identidade ou documento equivalente do titular, sócios, diretores e administradores não sócios; 9.7) Cópia do CPF (Comprovante de inscrição no Cadastro de Pessoas Físicas) do titular, sócios, diretores e administradores não sócios; 9.8) Cópia do CNPJ (Comprovante de inscrição e situação cadastral no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas); 9.9) Original da Certidão Negativa do Instituto Nacional de Seguridade Social INSS; 9.10) Original ou cópia da Procuração (se o RESC e/ou a FAC forem assinados por procurador) com poderes específicos para enquadramento no Simples Candango e/ou requerer inscrição no CF/DF, acompanhado da cópia da carteira de identidade e do CPF do procurador. Se for procuração por instrumento particular, a firma do outorgante deverá estar 9.11) A Secretaria de Estado de Fazenda do Distrito Federal poderá solicitar outros 14

15 10) SIMPLES CANDANGO FEIRANTE (PESSOA NATURAL): ONDE SOLICITAR: Agência de Atendimento da Receita da circunscrição fiscal onde estiver estabelecido o feirante. LEGISLAÇÃO: Legislação acerca da documentação exigida para a inscrição do feirante: Arts. 22 e 23, do Decreto nº /1997 (RICMS); e Arts. 34 ao 36, do Decreto nº / ) RESC (Requerimento de enquadramento no Simples Candango) devidamente preenchido e assinado pelo responsável legal ou procurador com poderes para a prática deste ato; 1) Deverá ser informado o somatório da receita bruta auferida no ano anterior (Inciso VIII, do art. 36, do Decreto nº /2003); 2) A assinatura deverá estar conforme o documento de identificação apresentado ou, se divergente, com firma 3) O RESC consta no programa FAC ELETRÔNICA disponível para download no site 10.2) FAC (Ficha Cadastral) devidamente preenchida e assinada pelo responsável legal ou procurador com poderes para a prática deste ato; 2) Se houver responsável técnico-contábil é necessária na Ficha Cadastral FAC a etiqueta padrão do CRC/DF com as seguintes informações: o nome ou razão social, o endereço, o telefone e o número da inscrição no Conselho Regional de Contabilidade - CRC/DF (Art. 46, parágrafo único, do Decreto nº /2003); 10.3) Cópia do CPF (Comprovante de inscrição no Cadastro de Pessoas Físicas) do feirante; 10.4) Cópia da carteira de identidade ou documento equivalente do feirante; 10.5) Cópia do comprovante de residência (atualizado) do feirante; 10.6) Original ou cópia da Procuração (se a FAC for assinada por procurador), com poderes específicos para requerer inscrição no CF/DF, acompanhada da cópia da carteira de identidade e do CPF do procurador. Se for procuração por instrumento particular, a firma do outorgante deverá estar 10.7) A Secretaria de Estado de Fazenda do Distrito Federal poderá solicitar outros 15

16 11) SIMPLES CANDANGO AMBULANTE: ONDE SOLICITAR: Agência de Atendimento da Receita da circunscrição fiscal onde o ambulante exercer atividade. LEGISLAÇÃO: Legislação acerca da documentação exigida para a inscrição do ambulante: Arts. 34 ao 36 do Decreto nº / ) FAC (Ficha Cadastral) devidamente preenchida e assinada pelo responsável legal ou procurador com poderes para a prática deste ato; 2) Se houver responsável técnico-contábil é necessária na Ficha Cadastral FAC a etiqueta padrão do CRC/DF com as seguintes informações: o nome ou razão social, o endereço, o telefone e o número da inscrição no Conselho Regional de Contabilidade - CRC/DF (Art. 46, parágrafo único, do Decreto nº /2003); 11.2) Cópia do CPF (Comprovante de inscrição no Cadastro de Pessoas Físicas) do ambulante; 11.3) Cópia da carteira de identidade ou documento equivalente do ambulante; 11.4) Cópia do comprovante de residência do ambulante (atualizado); 11.5) Original ou cópia da Procuração (se a FAC for assinada por procurador), com poderes específicos para requerer inscrição no CF/DF, acompanhada da cópia da carteira de identidade e do CPF do procurador. Se for procuração por instrumento particular, a firma do outorgante deverá estar 11.6) A Secretaria de Estado de Fazenda do Distrito Federal poderá solicitar outros 12) PROFISSIONAL AUTÔNOMO: ONDE SOLICITAR: Agência de Atendimento da Receita da circunscrição fiscal onde estiver estabelecido o profissional. LEGISLAÇÃO: Legislação acerca da documentação exigida para a inscrição do profissional autônomo: Art. 17 do Decreto nº /2005 (RISS). 16

17 12.1) FAC (Ficha Cadastral) devidamente preenchida e assinada pelo profissional ou procurador com poderes para a prática deste ato; 2) Se houver responsável técnico-contábil é necessária na Ficha Cadastral FAC a etiqueta padrão do CRC/DF com as seguintes informações: o nome ou razão social, o endereço, o telefone e o número da inscrição no Conselho Regional de Contabilidade - CRC/DF. A etiqueta padrão do CRC-DF é obrigatória para o profissional contador. 12.2) Cópia da prova da propriedade, locação, sublocação, comodato (empréstimo), cessão do imóvel ou declaração de ocupação do imóvel expedida por órgão público (somente para o profissional autônomo estabelecido); 12.3) Cópia da consulta prévia de alvará de funcionamento expedida pela Administração Regional (local da instalação da empresa) para a comprovação do endereço oficial (somente para o profissional autônomo estabelecido); 12.4) Cópia da carteira de identidade ou documento equivalente do profissional; 12.5) Cópia do CPF (Comprovante de inscrição no Cadastro de Pessoas Físicas) do profissional; 12.6) Cópia do comprovante de registro do profissional no respectivo órgão de classe, para as atividades regulamentas por lei; 12.7) Cópia do comprovante de residência do profissional (atualizado); 12.8) Original ou cópia da Procuração (se a FAC for assinada por procurador), com poderes específicos para requerer a inscrição no CF/DF, acompanhada da cópia da carteira de identidade e do CPF do procurador. Se for procuração por instrumento particular, a firma do outorgante deverá estar 12.9) A Secretaria de Estado de Fazenda do Distrito Federal poderá solicitar outros 13) SOCIEDADE UNIPROFISSIONAL: ONDE SOLICITAR: Agência de Atendimento da Receita da circunscrição fiscal onde estiver estabelecida a sociedade. 17

18 LEGISLAÇÃO: Legislação acerca da documentação exigida para a inscrição da sociedade uniprofissional: Arts. 16, 63 e 64, do Decreto nº /2005 (RISS). Obs. Considera-se sociedade uniprofissional a sociedade constituída por profissionais liberais de uma mesma categoria (art. 63, do RISS). Não se considera uniprofissional a sociedade: I) que tenha sócia pessoa jurídica; II) que exista sócio não habilitado para a atividade prestada pela sociedade; III) que tenha por objeto atividade empresarial sujeita ao registro de empresas mercantis (junta comercial); IV) que tenha por objeto atividade diversa da habilitação profissional dos sócios; V) que os sócios não exerçam a mesma profissão; VI) que existam mais de dois empregados não habilitados à profissão objeto da sociedade, em relação a cada sócio; VII) que exista sócio que não preste serviço em nome da sociedade ou que exista sócio que atue somente como administrador; e VIII) que possua filial (Parágrafo único, do art. 63, do RISS). Só podem ser inscritos como sociedades uniprofissionais aquelas que prestam os serviços previstos nos subitens 4.01, 4.06, 4.08, 4.10, 4.11, 4.12, 4.16, 5.01, 7.01, 17.14, e da lista do Anexo I do RISS (art. 64, do RISS). 13.1) FAC (Ficha Cadastral) devidamente preenchida e assinada pelo sócio, administrador ou procurador com poderes para a prática deste ato; 2) É necessária na Ficha Cadastral FAC a etiqueta padrão do CRC/DF indicativa do responsável técnico-contábil com as seguintes informações: o nome ou razão social, o endereço, o telefone e o número da inscrição no Conselho Regional de Contabilidade - CRC/DF; 13.2) Cópia do ato constitutivo da sociedade e respectivas alterações, devidamente registrados no competente cartório de registro civil de pessoas jurídicas do Distrito Federal ou na seccional da Ordem do Advogados do Brasil OAB, no caso de sociedade de advogados, com as seguintes informações: percentual de participação dos sócios, capital social, atividade econômica (objetivo) e administradores; 13.3) Cópia da prova da propriedade, locação, sublocação, comodato (empréstimo), cessão do imóvel ou declaração de ocupação do imóvel expedida por órgão público; 13.4) Cópia da consulta prévia de alvará de funcionamento expedida pela Administração Regional (local da instalação da empresa) para a comprovação do endereço oficial; 13.5) Cópia da carteira de identidade ou documento equivalente dos sócios e administradores; 13.6) Cópia do CPF (Comprovante de inscrição no Cadastro de Pessoas Físicas) dos sócios e administradores; 13.7) Cópia do CNPJ (Comprovante de inscrição e situação cadastral no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas) da pessoa jurídica SÓCIA; 18

19 13.8) Cópia do CNPJ (Comprovante de inscrição e situação cadastral no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas) da sociedade uniprofissional; 13.9) Cópia do comprovante do registro no respectivo órgão de classe, para as atividades regulamentadas por lei; 13.10) Original ou cópia da Procuração (se a FAC for assinada por procurador) com poderes específicos para requerer a inscrição no CF/DF, acompanhada da cópia da carteira de identidade e do CPF do procurador. Se for procuração por instrumento particular, a firma do outorgante deverá estar 13.11) A Secretaria de Estado de Fazenda do Distrito Federal poderá solicitar outros 14) INSCRIÇÃO TEMPORÁRIA - CONSTRUÇÃO CIVIL - EMPRESA ESTABELECIDA EM OUTRO ESTADO (UF): ONDE SOLICITAR: Agência de Atendimento da Receita da circunscrição fiscal onde estiver localizado o canteiro de obras. LEGISLAÇÃO: Legislação acerca da documentação exigida para a inscrição temporária para serviços de construção civil: Art. 18, inciso I e 2º, do Decreto nº /2005 (RISS). Obs. Pode ser concedida inscrição temporária somente para os prestadores dos serviços de construção civil relacionados nos subitens 7.02 e 7.05 do Anexo I do RISS. 14.1) FAC (Ficha Cadastral) devidamente preenchida e assinada pelo administrador (sócio ou não sócio), diretor-presidente ou procurador com poderes para a prática deste ato; 2) É necessária na Ficha Cadastral FAC a etiqueta padrão do CRC/DF indicativa do responsável técnico-contábil com as seguintes informações: o nome ou razão social, o endereço, o telefone e o número da inscrição no Conselho Regional de Contabilidade; 14.2) Sendo empresa LTDA: ) Cópia do contrato social e suas alterações, devidamente registrados na Junta Comercial do Estado (UF) de origem, com as seguintes 19

20 informações: percentual de participação dos sócios, capital social, atividade econômica (objetivo) e administradores; ) Cópia CNPJ (Comprovante de inscrição e situação cadastral no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas) da pessoa jurídica SÓCIA; 14.3) Sendo empresa S/A: ) Cópia do ato constitutivo da sociedade ou ato de criação da filial, quando for o caso, devidamente registrado na Junta Comercial do Estado (UF) de origem; ) Cópia do estatuto social vigente, devidamente registrado na Junta Comercial do Estado (UF) de origem, com as seguintes informações: endereço, capital social, atividade econômica (objetivo) e órgão administrador (diretoria) e suas atribuições; ) Cópia da ata da eleição da atual diretoria com mandato vigente previsto no estatuto social, nos termos da Lei 6.404/76; 14.4) Cópia da carteira de identidade ou documento equivalente dos sócios, administradores não sócios e diretores; 14.5) Cópia do CPF (Comprovante de inscrição no Cadastro de Pessoas Físicas) dos sócios, administradores não sócios e diretores; 14.6) Cópia do CNPJ (Comprovante de inscrição e situação cadastral no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas) da empresa requerente; 14.7) Cópia do comprovante de residência e telefone (atualizados) da empresa e dos respectivos sócios, administradores não sócios e diretores; 14.8) Autorização de ocupação do canteiro de obras firmada pelo tomador do serviço; 14.9) Cópia do alvará de construção; 14.10) Cópia do contrato de prestação de serviços de construção civil firmado com o tomador; 14.11) Original ou cópia da Procuração (se a FAC for assinada por procurador) com poderes específicos para requerer a inscrição no CF/DF, acompanhada da cópia da carteira de identidade e do CPF do procurador. Se for procuração por instrumento particular, a firma do outorgante deverá estar 14.12) A Secretaria de Estado de Fazenda do Distrito Federal poderá solicitar outros 20

21 15) INSCRIÇÃO TEMPORÁRIA - DIVERSÕES EMPRESA ESTABELECIDA EM OUTRO ESTADO (UF): ONDE SOLICITAR: Agência de Atendimento da Receita da circunscrição fiscal onde for realizado o evento. LEGISLAÇÃO: Legislação acerca da documentação exigida para a inscrição temporária para serviços de diversão: Art. 18, inciso I e 2º, do Decreto nº /2005 (RISS). Obs. Pode ser concedida inscrição temporária somente para os prestadores dos serviços de diversão relacionados no item 12, exceto subitem 12.13, do Anexo I do RISS. 15.1) FAC (Ficha Cadastral) devidamente preenchida e assinada pelo responsável legal ou procurador com poderes para a prática deste ato; 2) É necessária na Ficha Cadastral FAC a etiqueta padrão do CRC/DF indicativa do responsável técnico-contábil com as seguintes informações: o nome ou razão social, o endereço, o telefone e o número da inscrição no Conselho Regional de Contabilidade; 15.2) Cópia do requerimento de empresário ou ato constitutivo da sociedade empresária ou simples, bem como as respectivas alterações, devidamente registrados na Junta Comercial do Estado (UF) de origem ou competente cartório de registro civil de pessoas jurídicas; 15.3) Cópia da carteira de identidade ou documento equivalente do titular, sócios, diretores e administradores não sócios; 15.4) Cópia do CPF (Comprovante de inscrição no Cadastro de Pessoas Físicas) do titular, sócios, diretores e administradores não sócios; 15.5) Cópia do CNPJ (Comprovante de inscrição e situação cadastral no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas) da pessoa jurídica SÓCIA; 15.6) Cópia do CNPJ (Comprovante de inscrição e situação cadastral no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas) do empresário individual ou sociedade requerente; 15.7) Cópia do comprovante de residência e telefone (atualizados) da empresa e dos respectivos sócios e administradores não sócios e diretores; 15.8) Cópia da autorização expedida pela Administração Regional para realização do evento; 15.9) Cópia do contrato de prestação de serviços, conforme o caso; 21

22 15.10) Original ou cópia da Procuração (se a FAC for assinada por procurador) com poderes específicos para requerer a inscrição no CF/DF, acompanhada da cópia da carteira de identidade e do CPF do procurador. Se for procuração por instrumento particular, a firma do outorgante deverá estar 15.11) A Secretaria de Estado de Fazenda do Distrito Federal poderá solicitar outros 16) PRODUTOR RURAL PESSOA NATURAL: ONDE SOLICITAR: Agência de Atendimento da Receita da circunscrição fiscal onde estiver estabelecido o produtor rural. LEGISLAÇÃO: Legislação acerca da documentação exigida para a inscrição no CF/DF do produtor rural: Art. 24, do Decreto nº /1997 (RICMS); e Portaria-SEF nº 027/ ) FAC (Ficha Cadastral) devidamente preenchida e assinada pelo produtor rural ou procurador com poderes para a prática deste ato; 2) Se o produtor rural for equiparado à comerciante ou industrial, é necessária na Ficha Cadastral FAC a etiqueta padrão do CRC/DF indicativa do responsável técnico-contábil com as seguintes informações: o nome ou razão social, o endereço, o telefone e o número da inscrição no Conselho Regional de Contabilidade - CRC/DF; 16.2) Cópia da prova da propriedade, arrendamento, ou documento que atribua ao produtor rural o direito de posse ou exploração da terra; 1) No caso de arrendamento, subarrendamento ou parceria, os respectivos contratos deverão estar registrados no competente cartório de registro de títulos e documentos e, tratando-se de subarrendamento de terras públicas, será necessária a anuência da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento; 2) Se o produtor rural não tem o documento de propriedade, poderá apresentar declaração firmada pela EMATER Empresa Brasileira de Extensão Rural ou por 02 (dois) produtores rurais inscritos no CF/DF; 16.3) Cópia da carteira de identidade ou documento equivalente do produtor rural; 16.4) Cópia do CPF (Comprovante de inscrição no Cadastro de Pessoas Físicas) do produtor rural; 16.5) Original ou cópia da Procuração (se a FAC for assinada por procurador) com poderes específicos para requerer a inscrição no CF/DF, acompanhada da cópia da carteira de 22

23 identidade e do CPF do procurador. Se for procuração por instrumento particular, a firma do outorgante deverá estar 16.6) A Secretaria de Estado de Fazenda do Distrito Federal poderá solicitar outros 17) PRODUTOR RURAL PESSOA JURÍDICA: ONDE SOLICITAR: Agência de Atendimento da Receita da circunscrição fiscal onde estiver estabelecido o produtor rural. LEGISLAÇÃO: Legislação acerca da documentação exigida para a inscrição no CF/DF do produtor rural: Art. 25, do Decreto nº /1997 (RICMS); e Portaria-SEF nº 027/ ) FAC (Ficha Cadastral) devidamente preenchida e assinada pelo responsável legal ou procurador com poderes para a prática deste ato; 2) É necessária na Ficha Cadastral FAC a etiqueta padrão do CRC/DF indicativa do responsável técnico-contábil com as seguintes informações: o nome ou razão social, o endereço, o telefone e o número da inscrição no Conselho Regional de Contabilidade - CRC/DF; 17.2) Cópia do requerimento de empresário ou do ato constitutivo da sociedade empresária ou simples, bem como as respectivas alterações, devidamente registrados na Junta Comercial do Distrito Federal JCDF ou competente cartório de registro civil de pessoas jurídicas do Distrito Federal; 17.3) Cópia da prova da propriedade, arrendamento, ou documento que atribua ao produtor rural o direito de posse ou exploração da terra; 1) No caso de arrendamento, subarrendamento ou parceria, os respectivos contratos deverão estar registrados no competente cartório de registro de títulos e documentos e, tratando-se de subarrendamento de terras públicas, será necessária a anuência da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento; 2) Se o produtor rural não tem o documento de propriedade, poderá apresentar declaração firmada pela EMATER Empresa Brasileira de Extensão Rural ou por 02 (dois) produtores rurais inscritos no CF/DF; 17.4) Cópia da carteira de identidade ou documento equivalente do titular, sócios, diretores e administradores não sócios; 23

24 17.5) Cópia do CPF (Comprovante de inscrição no Cadastro de Pessoas Físicas) do titular, sócios, diretores e administradores não sócios; 17.6) Cópia do CNPJ (Comprovante de inscrição e situação cadastral no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas) da pessoa jurídica SÓCIA (inclusive estrangeira); 17.7) Cópia do CNPJ (Comprovante de inscrição e situação cadastral no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas) do empresário individual ou da sociedade; 17.8) Original ou cópia da Procuração (se a FAC for assinada por procurador) com poderes específicos para requerer a inscrição no CF/DF, acompanhada da cópia da carteira de identidade e do CPF do procurador. Se for procuração por instrumento particular, a firma do outorgante deverá estar 17.9) A Secretaria de Estado de Fazenda do Distrito Federal poderá solicitar outros 18) SUBSTITUTO TRIBUTÁRIO ESTABELECIDO EM OUTRO ESTADO (UF): ONDE SOLICITAR: Agência de Atendimento da Receita Empresarial (AGEMP). LEGISLAÇÃO: Legislação acerca da documentação exigida para a inscrição no CF/DF do substituto tributário: Art. 22 e 1º, do Art. 331, todos do Decreto nº /1997 (RICMS); Convênio ICMS 146/ ) FAC (Ficha Cadastral) devidamente preenchida e assinada pelo administrador (sócio ou não sócio), diretor-presidente ou procurador com poderes para a prática deste ato; 2) É necessária na Ficha Cadastral FAC a etiqueta padrão do CRC/DF indicativa do responsável técnico-contábil com as seguintes informações: o nome ou razão social, o endereço, o telefone e o número da inscrição no Conselho Regional de Contabilidade - CRC. Se for funcionário da empresa, juntar cópia da CTPS (Carteira de Trabalho e Previdência Social), indicando o cargo de contador, e cópia da carteira de identidade profissional expedida pelo CRC; 24

25 18.2) Sendo empresa LTDA: ) Cópia do contrato social e suas alterações, devidamente registradas na Junta Comercial do Estado (UF) de origem, com as seguintes informações: percentual de participação dos sócios, capital social, atividade econômica (objetivo) e administradores; ) Cópia do CNPJ (Comprovante de inscrição e situação cadastral no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas) da pessoa jurídica SÓCIA (inclusive estrangeira); 18.3) Sendo empresa S/A: ) Cópia do ato constitutivo da sociedade ou ato de criação da filial, quando for o caso, devidamente registrado na Junta Comercial do Estado (UF) de origem; ) Cópia do estatuto social vigente, devidamente registrado na Junta Comercial do Estado (UF) de origem, com as seguintes informações: capital social, atividade econômica (objetivo) e órgão administrador (diretoria) e suas atribuições; ) Cópia da ata da eleição da atual diretoria com mandato vigente previsto no estatuto social, nos termos da Lei 6.404/76; 18.4) Cópia da prova da propriedade, locação, sublocação, comodato (empréstimo), cessão de uso do imóvel ou declaração de ocupação do imóvel expedida por órgão público; 18.5) Cópia da consulta prévia de alvará de funcionamento expedida pela Administração Regional (local da instalação da empresa) para a comprovação do endereço oficial; 18.6) Cópia da carteira de identidade ou documento equivalente dos sócios, administradores não sócios e diretores; 18.7) Cópia do CPF (Comprovante de inscrição no Cadastro de Pessoas Físicas) dos sócios, administradores não sócios e diretores; 18.8) Cópia do comprovante de residência (atualizado) dos sócios, administradores não sócios e diretores; 18.9) Cópia do CNPJ (Comprovante de inscrição e situação cadastral no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas) da empresa requerente; 18.10) Cópia do comprovante de inscrição no cadastro fiscal do Estado (UF) onde o requerente for estabelecido; 25

26 18.11) Original da certidão negativa de tributos estaduais, expedida pelo Estado (UF) onde o requerente for estabelecido; 18.12) Cópia do registro ou da autorização de funcionamento expedido por órgão competente pela regulação do respectivo setor de atividade econômica (Convênio ICMS 146/02); 18.13) Cópia da declaração do imposto de renda de pessoa física dos últimos 03 (três) exercícios e respectivos recibos de entrega, de cada um dos sócios, diretores e/ou administradores (Convênio ICMS 146/02) ) Informação do endereço, telefone, e fax da empresa; e o nome e cargo de um funcionário para contato; 18.15) Original ou cópia da procuração (se a FAC for assinada por procurador) com poderes específicos para requerer a inscrição no CF/DF, acompanhada da cópia da carteira de identidade e do CPF do procurador. Se for procuração por instrumento particular, a firma do outorgante deverá estar 18.16) A Secretaria de Estado de Fazenda do Distrito Federal poderá solicitar outros 19) DISTRIBUIDOR DE COMBUSTÍVEL: ONDE SOLICITAR: Central de Atendimento Empresarial (CAEMI). Exceto: substituto tributário (AGEMP). LEGISLAÇÃO: Legislação acerca da documentação exigida para a inscrição no CF/DF do distribuidor de combutível: Arts. 22 e 27-C ao 27-I, todos do Decreto nº /1997 (RICMS). 19.1) Ficha Cadastral FAC devidamente preenchida e assinada pelo administrador (sócio ou não sócio), diretor-presidente ou procurador com poderes para a prática deste ato; 2) É necessária na Ficha Cadastral FAC a etiqueta padrão do CRC/DF indicativa do responsável técnico-contábil com as seguintes informações: o nome ou razão social, o endereço, o telefone e o número da inscrição no Conselho Regional de Contabilidade CRC. Se for funcionário da empresa, juntar cópia da CTPS (Carteira de Trabalho e Previdência Social), indicando o cargo de contador, e cópia da carteira de identidade profissional expedida pelo CRC; 26

27 19.2) Sendo empresa LTDA: ) Cópia do contrato social e suas alterações, devidamente registradas na Junta Comercial do Estado (UF) de origem, com as seguintes informações: endereço, percentual de participação dos sócios, capital social, atividade econômica (objetivo) e administradores; ) Cópia do CNPJ (Comprovante de inscrição e situação cadastral no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas) da pessoa jurídica SÓCIA (inclusive estrangeira); 19.3) Sendo empresa S/A: ) Cópia do ato constitutivo da sociedade ou ato de criação da filial, quando for o caso, devidamente registrado na Junta Comercial do Estado (UF) de origem; ) Cópia do estatuto social vigente, devidamente registrado na Junta Comercial do Estado (UF) de origem, com as seguintes informações: endereço, capital social, atividade econômica (objetivo) e órgão administrador (diretoria) e suas atribuições; ) Cópia da ata da eleição da atual diretoria com mandato vigente previsto no estatuto social, nos termos da Lei 6.404/76; 19.4) Cópia da prova da propriedade, locação, sublocação, comodato (empréstimo), cessão de uso do imóvel ou declaração de ocupação do imóvel expedida por órgão público; 19.5) Cópia da consulta prévia de alvará de funcionamento expedida pela Administração Regional (local da instalação da empresa) para a comprovação do endereço oficial; 19.6) Cópia da carteira de identidade ou documento equivalente dos sócios, administradores não sócios e diretores; 19.7) Cópia do CPF (Comprovante de inscrição no Cadastro de Pessoas Físicas) dos sócios, administradores não sócios e diretores; 19.8) Cópia do CNPJ (Comprovante de inscrição e situação cadastral no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas) da empresa requerente; 19.9) Cópia da declaração do imposto de renda pessoa física dos últimos 03 (três) exercícios e respectivos recibos de entrega, de cada um dos sócios, diretores e/ou administradores. Sendo o sócio pessoa jurídica, será exigida esta documentação aos sócios, diretores e/ou administradores desta, se brasileira, e em relação a seu representante legal no país, se estrangeira; 27

28 19.10) Documentos comprobatórios das atividades exercidas pelos sócios, diretores e/ou administradores nos últimos 24 (vinte e quatro) meses. Sendo o sócio pessoa jurídica, será exigida esta documentação aos sócios, diretores e/ou administradores desta, se brasileira, e em relação a seu representante legal no país, se estrangeira; 19.11) Original das certidões dos cartórios de distribuição civil e criminal, das Justiças Federal e Estadual, e dos cartórios de registro de protestos das comarcas da sede da empresa, de suas filiais e do domicílio dos sócios, diretores e/ou administradores, em relação a estes. Sendo o sócio pessoa jurídica, será exigida esta documentação aos sócios, diretores e/ou administradores desta, se brasileira, e em relação a seu representante legal no país, se estrangeira; 19.12) Cópia da autorização para exercício da atividade, concedida pela Agência Nacional do Petróleo - ANP, em base física para armazenamento e distribuição de combustíveis situada no território do Distrito Federal; 19.13) Declaração firmada pelos sócios, diretores e/ou administradores da qual conste o volume inicial e individualizado dos combustíveis que pretende distribuir; 19.14) Nome, endereço e números de inscrição no Cadastro de Contribuinte do ICMS e no CNPJ do estabelecimento titular da base de distribuição primária, quando esta pertencer a terceiros; 19.15) Nos pedidos de inscrição, de alteração de atividade para a de distribuição de combustíveis energéticos, de alteração do quadro societário, os sócios, diretores, administradores e/ou representante legal, da empresa requerente e/ou da pessoa jurídica sócia, deverão comparecer munidos dos originais de seus documentos pessoais, em dia, local e horário designados pelo Fisco, para entrevista pessoal, da qual será lavrado termo circunstanciado; 19.16) A Secretaria de Estado de Fazenda do Distrito Federal poderá solicitar outros 28

INSCRIÇÃO ESTADUAL 1ª ETAPA Últimas Alterações

INSCRIÇÃO ESTADUAL 1ª ETAPA Últimas Alterações ICMS - PARANÁ INSCRIÇÃO ESTADUAL 1ª ETAPA Últimas Alterações CONTEÚDO 1. INTRODUÇÃO 2. CONSIDERAÇÕES 3. PASSO A PASSO DA INSCRIÇÃO CONFORME NORMA PROCEDIMENTO FISCAL 089/2006 4. SOLICITAÇÃO DA INSCRIÇÃO

Leia mais

JUNTA COMERCIAL DO DISTRITO FEDERAL

JUNTA COMERCIAL DO DISTRITO FEDERAL Constituição de Empresário Individual Ato: 080 Capa de Processo devidamente assinada pelo empresário ou Requerimento de Empresário eletrônico em 04 (quatro vias) devidamente assinado. DARF no código 6621

Leia mais

INSCRIÇÃO OU RENOVAÇÃO CADASTRAL

INSCRIÇÃO OU RENOVAÇÃO CADASTRAL INSCRIÇÃO OU RENOVAÇÃO CADASTRAL 1. DA ENTREGA DA DOCUMENTAÇÃO 1.1. Os interessados em se inscrever e/ou renovar o Registro Cadastral junto ao GRB deverão encaminhar a documentação a seguir estabelecida,

Leia mais

O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais, CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais, CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES RESOLUÇÃO CFC N.º 1.390/12 Dispõe sobre o Registro Cadastral das Organizações Contábeis. O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais, RESOLVE: CAPÍTULO I

Leia mais

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS PESSOA JURÍDICA

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS PESSOA JURÍDICA RELAÇÃO DE DOCUMENTOS PESSOA JURÍDICA Para a liberação de acesso ao Cadastro NIS pela internet, o empregador deverá entregar na Agência onde será concedida a autorização, cópia e original de documentação

Leia mais

CADASTRO DE FORNECEDORES (MATERIAL/SERVIÇOS)

CADASTRO DE FORNECEDORES (MATERIAL/SERVIÇOS) CADASTRO DE FORNECEDORES (MATERIAL/SERVIÇOS) ÍNDICE RELAÇÃO DE DOCUMENTOS PARA CADASTRO DE FORNECEDORES DE MATERIAL/SERVIÇOS PÁGINA 2 FICHA DE INFORMAÇÕES PARA CADASTRO DE FORNECEDORES PÁGINA 4 DECLARAÇÃO

Leia mais

O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais,

O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais, RESOLUÇÃO CFC N.º 1.371/11 Dispõe sobre o Registro das Entidades Empresariais de Contabilidade. O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais, RESOLVE: CAPÍTULO

Leia mais

Manual de procedimentos do Alvará de Licença e Funcionamento de Atividade

Manual de procedimentos do Alvará de Licença e Funcionamento de Atividade Manual de procedimentos do Alvará de Licença e Funcionamento de Atividade Prefeitura Municipal de São Leopoldo Secretaria Municipal da Fazenda Coordenadoria Tributária Divisão de Tributos Mobiliários Seção

Leia mais

Governo do Estado do Espírito Santo Secretaria de Estado da Fazenda MANUAL DE ORIENTAÇÃO E PROCEDIMENTOS CADASTRO SIMPLIFICADO - CADSIM

Governo do Estado do Espírito Santo Secretaria de Estado da Fazenda MANUAL DE ORIENTAÇÃO E PROCEDIMENTOS CADASTRO SIMPLIFICADO - CADSIM Governo do Estado do Espírito Santo Secretaria de Estado da Fazenda MANUAL DE ORIENTAÇÃO E PROCEDIMENTOS CADASTRO SIMPLIFICADO - CADSIM 2015 SUMÁRIO SUMÁRIO... 1 CONSIDERAÇÕES INICIAIS... 1 1 INSCRIÇÃO

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DO PETRÓLEO

AGÊNCIA NACIONAL DO PETRÓLEO AGÊNCIA NACIONAL DO PETRÓLEO PORTARIA ANP N. 127, DE 30.07.99 REVOGADA PELA RESOLUÇÃO ANP N. 20, DE 18.06.09 O DIRETOR da AGÊNCIA NACIONAL DO PETRÓLEO ANP, no uso de suas atribuições legais, conferidas

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS

PERGUNTAS E RESPOSTAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS PERGUNTAS E RESPOSTAS 1. O microempreendedor individual pode participar de compras públicas? Sim, o Microempreendedor (MEI), pode participar de licitações. A Administração deverá

Leia mais

Resolução nº 07914. Súmula: Regulamenta os procedimentos de Inscrição, Renovação e Suspensão no Cadastro de Licitantes do Estado/CLE.

Resolução nº 07914. Súmula: Regulamenta os procedimentos de Inscrição, Renovação e Suspensão no Cadastro de Licitantes do Estado/CLE. Resolução nº 07914 Súmula: Regulamenta os procedimentos de Inscrição, Renovação e Suspensão no Cadastro de Licitantes do Estado/CLE. A Secretária de Estado da Administração e da Previdência, no uso das

Leia mais

CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES RESOLUÇÃO CFC N.º 1.166/09 Dispõe sobre o Registro Cadastral das Organizações Contábeis. regimentais, O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e RESOLVE: CAPÍTULO I

Leia mais

INFORMAÇÕES AOS FORNECEDORES SEJA NOSSO FORNECEDOR REGULAMENTO PARA EMISSÃO DO CRC COCEL (parte integrante do site www.cocel.com.

INFORMAÇÕES AOS FORNECEDORES SEJA NOSSO FORNECEDOR REGULAMENTO PARA EMISSÃO DO CRC COCEL (parte integrante do site www.cocel.com. 1/7 INFORMAÇÕES AOS FORNECEDORES SEJA NOSSO FORNECEDOR REGULAMENTO PARA EMISSÃO DO CRC COCEL (parte integrante do site www.cocel.com.br) INFORMAÇÕES I. O interessado na inscrição no Cadastro de Fornecedores

Leia mais

Serviços Relacionados à Pessoa Jurídica

Serviços Relacionados à Pessoa Jurídica Serviços Relacionados à Pessoa Jurídica Atenção: Documentos apresentados em fotocópia devem ser autenticados em Cartório ou acompanhados dos originais para receberem autenticação do CREA. Documentos obrigatórios

Leia mais

CONSÓRCIO INTERMUNICIPAL DE SERVIÇOS DO VALE DO RIO PARDO - CISVALE

CONSÓRCIO INTERMUNICIPAL DE SERVIÇOS DO VALE DO RIO PARDO - CISVALE HABILITAÇÃO JURÍDICA Documentos para Credenciamento - Registro comercial no caso de empresa individual; - Ato Constitutivo, Estatuto ou Contrato Social em vigor, devidamente registrado em se tratando de

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE ALÉM PARAÍBA DEPARTAMENTO DE LICITAÇÕES

PREFEITURA MUNICIPAL DE ALÉM PARAÍBA DEPARTAMENTO DE LICITAÇÕES REQUERIMENTO DE INSCRIÇÃO Pessoa Física Requerimento composto de 05 páginas: 1. página 01: IDENTIFICAÇÃO E DO FORNECEDOR; 2. página 02: ENQUADRAMENTO NA CATEGORIA; 3. página 03 e 04: RELAÇÃO DE DOCUMENTOS

Leia mais

DOCUMENTOS DO VENDEDOR PESSOA FÍSICA. Cópia da Carteira de Identidade com o nome correto, conforme comprovante de estado civil atualizado;

DOCUMENTOS DO VENDEDOR PESSOA FÍSICA. Cópia da Carteira de Identidade com o nome correto, conforme comprovante de estado civil atualizado; DOCUMENTOS DO VENDEDOR PESSOA FÍSICA Cópia da Carteira de Identidade com o nome correto, conforme comprovante de estado civil atualizado; Nota: caso o proponente for casado(a), enviar também os documentos/certidões

Leia mais

RELAÇÃO DE SERVIÇOS DISPONIBILIZADOS PELA SECRETARIA DA FAZENDA NO ESPAÇO DA CIDADANIA DE TERESINA

RELAÇÃO DE SERVIÇOS DISPONIBILIZADOS PELA SECRETARIA DA FAZENDA NO ESPAÇO DA CIDADANIA DE TERESINA RELAÇÃO DE SERVIÇOS DISPONIBILIZADOS PELA SECRETARIA DA FAZENDA NO ESPAÇO DA CIDADANIA DE TERESINA 1. SOLICITAÇÃO DE ISENÇÃO DE IPVA 1.1 TIPOS: Para Deficiente Físico 1. Requerimento do interessado, conforme

Leia mais

EMPRESA MUNICIPAL DE OBRAS E URBANIZAÇÃO

EMPRESA MUNICIPAL DE OBRAS E URBANIZAÇÃO 1 FUNDAMENTAÇÃO Este Manual contem regras para Cadastramento com fins de Licitação, nos termos da Lei 8.666/93 e alterações posteriores. e está disponível no site www.aracaju.se.gov.br/emurb. REGRAS PARA

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE MATO RICO ESTADO DO PARANÁ CNPJ - 95.684.510/0001-31 COMISSÃO MUNICIPAL DE LICITAÇÃO

PREFEITURA MUNICIPAL DE MATO RICO ESTADO DO PARANÁ CNPJ - 95.684.510/0001-31 COMISSÃO MUNICIPAL DE LICITAÇÃO DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA REGISTRO CADASTRAL (Conf. Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993) I - Para a habilitação jurídica: a) Cédula de identidade e registro comercial na repartição competente, para

Leia mais

EXPLORAÇÃO COMERCIAL DE ÁREAS (LOJAS / TERRENOS)

EXPLORAÇÃO COMERCIAL DE ÁREAS (LOJAS / TERRENOS) EXPLORAÇÃO COMERCIAL DE ÁREAS (LOJAS / TERRENOS) ÍNDICE: RELAÇÃO DE DOCUMENTOS PARA CADASTRO DE EMPRESAS INTERESSADAS NA EXPLORAÇÃO COMERCIAL DE TERRENOS, LOJAS E ESPAÇOS DE PROPRIEDADE DA COMPANHIA DO

Leia mais

Guia Rápido Registro Integrado/ES

Guia Rápido Registro Integrado/ES Guia Rápido Registro Integrado/ES O Registro Integrado/ES, através do sistema REGIN integra os órgãos públicos envolvidos no registro de empresas como Junta Comercial (JUCEES), Receita Federal (RFB), Secretaria

Leia mais

DOCUMENTOS SAC 1. INSCRIÇÃO NO CAU - CADASTRO ÚNICO DO MUNICÍPIO.

DOCUMENTOS SAC 1. INSCRIÇÃO NO CAU - CADASTRO ÚNICO DO MUNICÍPIO. DOCUMENTOS SAC 1. INSCRIÇÃO NO CAU - CADASTRO ÚNICO DO MUNICÍPIO. PESSOA JURÍDICA: a) instrumento de constituição primitivo e respectivas alterações, se houver, admitindo-se a Última alteração quando consolidada,

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO AMAZONAS SUBCOORDENADORIA DE INF. ECONÔMICO-FISCAIS GERÊNCIA DE CADASTRO

GOVERNO DO ESTADO DO AMAZONAS SUBCOORDENADORIA DE INF. ECONÔMICO-FISCAIS GERÊNCIA DE CADASTRO FIRMA EMPRESARIAL INSCRIÇÃO 1 - PREENCHER A FICHA DE ATUALIZAÇÃO CADASTRAL" (FAC), EM DUAS VIAS, ASSINADO PELO RESPONSÁVEL (TITULAR) - adquirir nas tipografias 2 - DECLARAÇÃO DE FIRMA INDIVIDUAL REGISTRADO

Leia mais

REVISÃO 21 RELAÇÃO DE DOCUMENTOS - RENOVAÇÃO QUALIFICAÇÃO TÉCNICA PASTA AMARELA

REVISÃO 21 RELAÇÃO DE DOCUMENTOS - RENOVAÇÃO QUALIFICAÇÃO TÉCNICA PASTA AMARELA REVISÃO 21 RELAÇÃO DE DOCUMENTOS - RENOVAÇÃO QUALIFICAÇÃO TÉCNICA PASTA AMARELA 1. Na renovação a empresa deverá informar, por escrito, se houve ou não alteração dos documentos de Qualificação Técnica

Leia mais

RESOLUÇÃO SMF Nº 2835 DE 05 DE FEVEREIRO DE 2015

RESOLUÇÃO SMF Nº 2835 DE 05 DE FEVEREIRO DE 2015 RESOLUÇÃO SMF Nº 2835 DE 05 DE FEVEREIRO DE 2015 Disciplina os procedimentos referentes aos benefícios fiscais instituídos pela Lei nº 5.780, de 22 de julho de 2014. O SECRETÁRIO MUNICIPAL DE FAZENDA,

Leia mais

ORIENTAÇÃO PARA PREENCHIMENTO DE FORMULÁRIO DE REGISTRO CADASTRAL 1 Preenchimento pela Prefeitura Municipal de Viana

ORIENTAÇÃO PARA PREENCHIMENTO DE FORMULÁRIO DE REGISTRO CADASTRAL 1 Preenchimento pela Prefeitura Municipal de Viana ORIENTAÇÃO PARA PREENCHIMENTO DE FORMULÁRIO DE REGISTRO CADASTRAL 1 Preenchimento pela Prefeitura Municipal de Viana São campos de informações, destinado exclusivamente a Prefeitura Municipal de Viana.

Leia mais

ROTEIRO BÁSICO PARA BAIXA DE EMPRESA

ROTEIRO BÁSICO PARA BAIXA DE EMPRESA ROTEIRO BÁSICO PARA BAIXA DE EMPRESA Em conformidade com o Novo Código Civil,o processo de baixa de registro de empresas,possui uma ordenação para retirada de certidões negativas e verificação de regularidade

Leia mais

Câmara Municipal de Itatiba

Câmara Municipal de Itatiba DOCUMENTOS PARA EFETUAR CADASTRO PARA EMISSÃO DO CERTIFICADO DE REGISTRO CADASTRAL "CRC" INFORMAÇÕES PARA CADASTRO DE FORNECEDORES Razão Social: Endereço: Bairro: Cidade: CEP: CNPJ: Inscrição Estadual:

Leia mais

Relação de Documentos OBRIGATÓRIOS a ser encaminhada pela UTE para o Agente Financeiro UTE CÓDIGO DA PROPOSTA - -

Relação de Documentos OBRIGATÓRIOS a ser encaminhada pela UTE para o Agente Financeiro UTE CÓDIGO DA PROPOSTA - - UTE INFORMAÇÕES PARA CONTATO: NOME: TELEFONES: ( ) EMAIL: AGENTE FINANCEIRO DE ENCAMINHAMENTO DA PROPOSTA: ( ) BANCO DO BRASIL ( ) BANCO DO NORDESTE ( ) CAIXA ECONÔMICA FEDERAL LINHA DE FINANCIAMENTO:

Leia mais

a) Relação explícita do pessoal técnico especializado, adequado e disponível para a realização do

a) Relação explícita do pessoal técnico especializado, adequado e disponível para a realização do 2. CONDIÇÕES PARA CREDENCIAMENTO 2.1. Poderão participar deste Credenciamento, as empresas que: 2.1.1 Atendam a todas as exigências deste Edital, inclusive quanto à documentação constante deste instrumento

Leia mais

Prezado (a) Consorciado (a), Parabéns pela contemplação!

Prezado (a) Consorciado (a), Parabéns pela contemplação! Prezado (a) Consorciado (a), Parabéns pela contemplação! Para realizar sua contemplação providenciar a documentação solicitada abaixo e levar até uma loja do Magazine Luiza ou representação autorizada

Leia mais

RESOLUÇÃO 942 / 99. Assunto: Aprovação das "NORMAS PARA CADASTRAMENTO DE EMPRESAS DE CONSULTORIA", e revogação da Resolução nº 823/94, de 13.4.94.

RESOLUÇÃO 942 / 99. Assunto: Aprovação das NORMAS PARA CADASTRAMENTO DE EMPRESAS DE CONSULTORIA, e revogação da Resolução nº 823/94, de 13.4.94. RESOLUÇÃO 942 / 99 Assunto: Aprovação das "NORMAS PARA CADASTRAMENTO DE EMPRESAS DE CONSULTORIA", e revogação da Resolução nº 823/94, de 13.4.94. Referência: INFORMAÇÃO PADRONIZADA SD/CCE - 01 /99, de

Leia mais

Espécies de Sociedades de acordo com o novo Código Civil

Espécies de Sociedades de acordo com o novo Código Civil Empresas: Passos para abertura de empresa: 1. Definir qual o tipo de Pessoa Jurídica irá compor: 1.1 Sociedade Se constitui quando duas ou mais pessoas se obrigam a contribuir, com bens ou serviços, para

Leia mais

EDITAL PARA O CADASTRO TECNICO MUNICIPAL DE CONSULTORES AMBIENTAIS 2015/2016

EDITAL PARA O CADASTRO TECNICO MUNICIPAL DE CONSULTORES AMBIENTAIS 2015/2016 EDITAL PARA O CADASTRO TECNICO MUNICIPAL DE CONSULTORES AMBIENTAIS 2015/2016 1. Das Disposições Gerais Considerando a exigência de realizar o licenciamento ambiental de empreendimentos e atividades utilizadoras

Leia mais

PRÉ- REQUISITOS CADASTRO ELETRÔNICO

PRÉ- REQUISITOS CADASTRO ELETRÔNICO CADASTRO ELETRÔNICO Abaixo seguem as orientações sobre os serviços mais utilizados do Cadastro no efisco - ARE Virtual. OBS: Use sempre o navegador Internet Explorer para acessar o efisco - ARE Virtual

Leia mais

O SECRETÁRIO MUNICIPAL DE FAZENDA, no uso das atribuições que lhe são conferidas pela legislação em vigor,

O SECRETÁRIO MUNICIPAL DE FAZENDA, no uso das atribuições que lhe são conferidas pela legislação em vigor, RESOLUÇÃO SMF Nº 2.771, DE 29 DE ABRIL DE 2013. [Publicada no D. O. Rio de 30.04.2013] * Estabelece procedimentos a serem adotados para a entrega de prêmios aos tomadores de serviços pessoas naturais titulares

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS PESSOA FÍSICA

PERGUNTAS E RESPOSTAS PESSOA FÍSICA PERGUNTAS E RESPOSTAS PESSOA FÍSICA 01 O que é preciso para me registrar no CRC-CE? Realizar o exame de suficiência e ser aprovado, fazer o pré-registro no site do CRC-CE, efetuar o pagamento das taxas

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DO RIO DE JANEIRO

CÂMARA MUNICIPAL DO RIO DE JANEIRO DESPACHO 2007 N O PROJETO DE LEI Nº 1310/2007 INSTITUI O SERVIÇO E COLETA DE PEQUENAS CARGAS, MEDIANTE UTILIZAÇÃO DE MOTOCICLETAS, NO MUNICÍPIO DO RIO DE JANEIRO, DENOMINADO MOTO-FRETE, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

Leia mais

NATUREZA JURÍDICA Documentação exigida para cada nível de cadastramento

NATUREZA JURÍDICA Documentação exigida para cada nível de cadastramento NATUREZA JURÍDICA Documentação exigida para cada nível de cadastramento 1- Pessoa Física 2- Pessoas Jurídicas: 2.1- Órgão Público 2.2- Autarquias e Fundações Públicas 2.3- Sociedade de Economia Mista 2.4-

Leia mais

PROCEDIMENTOS PARA ENCERRAR UMA EMPRESA

PROCEDIMENTOS PARA ENCERRAR UMA EMPRESA PROCEDIMENTOS PARA ENCERRAR UMA EMPRESA Equipe Portal de Contabilidade Para encerrar as atividades de uma empresa, é preciso realizar vários procedimentos legais, contábeis e tributários, além de, é claro,

Leia mais

Documentação Live TIM Dedicado

Documentação Live TIM Dedicado Documentação Live TIM Dedicado . PROPOSTA APROVADA SISTEMA ANÁLISE LISTA 1. Documentos básicos necessários por tipo de empresa: Sociedades Limitadas Validação Documentação Última Alteração Contratual arquivada

Leia mais

Relação de Documentos OBRIGATÓRIOS a ser encaminhado pela UTE ao Agente Financeiro UTE CÓDIGO DA PROPOSTA - -

Relação de Documentos OBRIGATÓRIOS a ser encaminhado pela UTE ao Agente Financeiro UTE CÓDIGO DA PROPOSTA - - UTE INFORMAÇÕES PARA CONTATO: NOME: TELEFONE: ( ) EMAIL: AGENTE FINANCEIRO DE ENCAMINHAMENTO DA PROPOSTA: ( ) BANCO DO BRASIL ( ) BANCO DO NORDESTE ( ) CAIXA ECONÔMICA FEDERAL LINHA DE FINANCIAMENTO: (

Leia mais

CADASTRO DE FORNECEDORES E RENOVAÇÃO CADASTRAL DME DISTRIBUIÇÃO S/A - DMED DOS PROCEDIMENTOS

CADASTRO DE FORNECEDORES E RENOVAÇÃO CADASTRAL DME DISTRIBUIÇÃO S/A - DMED DOS PROCEDIMENTOS CADASTRO DE FORNECEDORES E RENOVAÇÃO CADASTRAL DME DISTRIBUIÇÃO S/A - DMED DOS PROCEDIMENTOS A Supervisão de Suprimentos é a responsável pelo cadastramento dos fornecedores, bem como pela renovação cadastral

Leia mais

8. Regularização do Negócio

8. Regularização do Negócio 8. Regularização do Negócio Conteúdo 1. Forma Jurídica das Empresas 2. Consulta Comercial 3. Busca de Nome Comercial 4. Arquivamento do contrato social/requerimento de Empresário 5. Solicitação do CNPJ

Leia mais

ANEXO II à Instrução Normativa DNRC nº 118/2011

ANEXO II à Instrução Normativa DNRC nº 118/2011 ANEXO II à Instrução Normativa DNRC nº 118/2011 PROCEDIMENTOS REFERENTES À TRANSFORMAÇÃO DE EMPRESÁRIO EM EMPRESA INDIVIDUAL DE RESPONSABILIDADE LIMITADA - EIRELI E VICE-VERSA 1 TRANSFORMAÇÃO DE EMPRESÁRIO

Leia mais

Lista de documentos mínimos necessários para o início do processo de solicitação de autorização de funcionamento por Modalidade

Lista de documentos mínimos necessários para o início do processo de solicitação de autorização de funcionamento por Modalidade Lista de documentos mínimos necessários para o início do processo de solicitação de autorização de funcionamento por Modalidade Administradora de Benefícios Documento Requerimento formal solicitando a

Leia mais

ANEXO I PROCEDIMENTOS REFERENTES À TRANSFORMAÇÃO DE EMPRESÁRIO EM SOCIEDADE E VICE-VERSA 1 TRANSFORMAÇÃO DE EMPRESÁRIO EM SOCIEDADE EMPRESÁRIA

ANEXO I PROCEDIMENTOS REFERENTES À TRANSFORMAÇÃO DE EMPRESÁRIO EM SOCIEDADE E VICE-VERSA 1 TRANSFORMAÇÃO DE EMPRESÁRIO EM SOCIEDADE EMPRESÁRIA ANEXO I PROCEDIMENTOS REFERENTES À TRANSFORMAÇÃO DE EMPRESÁRIO EM SOCIEDADE E VICE-VERSA 1 TRANSFORMAÇÃO DE EMPRESÁRIO EM SOCIEDADE EMPRESÁRIA Deverão ser protocolados na Junta Comercial dois processos,

Leia mais

Serviços Relacionados à Pessoa Jurídica

Serviços Relacionados à Pessoa Jurídica Serviços Relacionados à Pessoa Jurídica Atenção: Documentos apresentados em fotocópia devem ser autenticados em Cartório ou acompanhados dos originais para receberem autenticação do CREA. Documentos obrigatórios

Leia mais

RESOLUÇÃO CONJUNTA CGM/SMAS/SMA Nº 019 DE 29 ABRIL DE 2005

RESOLUÇÃO CONJUNTA CGM/SMAS/SMA Nº 019 DE 29 ABRIL DE 2005 RESOLUÇÃO CONJUNTA CGM/SMAS/SMA Nº 019 DE 29 ABRIL DE 2005 Dispõe sobre os procedimentos para cadastramento de Fundações Privadas ou Associações pela Comissão de Cadastramento de ONGs e Associações, de

Leia mais

INSTRUÇÕES AOS PROPONENTES CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE SEGURANÇA E VIGILÂNCIA ARMADA PARA AS INSTALAÇÕES DO ONS EM BRASÍLIA/DF

INSTRUÇÕES AOS PROPONENTES CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE SEGURANÇA E VIGILÂNCIA ARMADA PARA AS INSTALAÇÕES DO ONS EM BRASÍLIA/DF INSTRUÇÕES AOS PROPONENTES CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE SEGURANÇA E VIGILÂNCIA ARMADA PARA AS INSTALAÇÕES DO ONS EM BRASÍLIA/DF Ref: Aviso de Edital ADG nº 003/2014 publicado em 28/10/2014. 1 1. OBJETO A

Leia mais

Manual de Documentos para Cadastramento de Fornecedores de Bens e Prestadores de Pequenos Serviços na Unidade de Negócio de Exploração e Produção do

Manual de Documentos para Cadastramento de Fornecedores de Bens e Prestadores de Pequenos Serviços na Unidade de Negócio de Exploração e Produção do Manual de Documentos para Cadastramento de Fornecedores de Bens e Prestadores de Pequenos Serviços na Unidade de Negócio de Exploração e Produção do Espírito Santo 2/18 OBJETIVO Este documento tem por

Leia mais

SUPERINTENDÊNCIA DE ÁGUA E ESGOTO AV. HUGO ALESSI Nº 50 B. NDUSTRIAL - FONE: (0**34) 3242-3579/3242-5026 ARAGUARI MG

SUPERINTENDÊNCIA DE ÁGUA E ESGOTO AV. HUGO ALESSI Nº 50 B. NDUSTRIAL - FONE: (0**34) 3242-3579/3242-5026 ARAGUARI MG SUPERINTENDENCIA DE AGUA E ESGOTO DE ARAGUARI DEPARTAMENTO DE LICITAÇÕES E CONTRATOS COMISSÃO ESPECIAL DE CADASTRO/SETOR DE CADASTRO INSTRUÇÕES GERAIS 1. OBJETIVO Estabelecer normas e procedimentos para

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA DREI Nº 20, DE 5 DE DEZEMBRO DE 2013

INSTRUÇÃO NORMATIVA DREI Nº 20, DE 5 DE DEZEMBRO DE 2013 Presidência da República Secretaria da Micro e Pequena Empresa Secretaria de Racionalização e Simplificação Departamento de Registro Empresarial e Integração INSTRUÇÃO NORMATIVA DREI Nº 20, DE 5 DE DEZEMBRO

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA FORMALIZAR PROCESSOS

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA FORMALIZAR PROCESSOS DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA FORMALIZAR PROCESSOS 01) ALTERAÇÃO DE DADOS NO CADASTRO IMOBILIÁRIO FISCAL ; - Registro do imóvel (emissão com menos de 1 ano); - CPF e identidade do titular ou dos sócios

Leia mais

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS QUE DEVERÃO SER APRESENTADOS PELO REQUERENTE JUNTAMENTE COM A FICHA PREENCHIDA E ASSINADA.

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS QUE DEVERÃO SER APRESENTADOS PELO REQUERENTE JUNTAMENTE COM A FICHA PREENCHIDA E ASSINADA. LISTA DE DOCUMENTOS RELAÇÃO DE DOCUMENTOS QUE DEVERÃO SER APRESENTADOS PELO REQUERENTE JUNTAMENTE COM A FICHA PREENCHIDA E ASSINADA. O Responsável Financeiro deverá entregar cópias autenticadas/ simples

Leia mais

CARTILHA PARA OS CONDOMÍNIOS

CARTILHA PARA OS CONDOMÍNIOS CARTILHA PARA OS CONDOMÍNIOS SECRETARIA MUNICIPAL DA FAZENDA SEFAZ 1 CARTILHA PARA OS CONDOMÍNIOS DAS OBRIGAÇÕES TRIBUTÁRIAS DOS CONDOMÍNIOS SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA Os condomínios comerciais e residenciais

Leia mais

PORTARIA Nº 68, DE 13 DE MARÇO DE 2012 RESOLVE:

PORTARIA Nº 68, DE 13 DE MARÇO DE 2012 RESOLVE: PORTARIA Nº 68, DE 13 DE MARÇO DE 2012 RESOLVE: O PRESIDENTE DA AGÊNCIA MUNICIPAL DE TRÂNSITO, TRANSPORTES E MOBILIDADE, no uso de suas atribuições legais conferidas pela Lei Complementar n 183, de 19

Leia mais

DA MICROEMPRESA E DA EMPRESA DE PEQUENO PORTE

DA MICROEMPRESA E DA EMPRESA DE PEQUENO PORTE 1 SIMPLES NITERÓI. Lei nº 2115 de 22 de dezembro 2003. A Câmara Municipal de Niterói decreta e eu sanciono e promulgo a seguinte Lei: TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º Fica instituído, na forma

Leia mais

CHECKLIST DETALHADO PARA AQUISIÇÃO DE IMÓVEL PESSOA JURÍDICA 1. DOCUMENTOS DE ANÁLISE DE CRÉDITO

CHECKLIST DETALHADO PARA AQUISIÇÃO DE IMÓVEL PESSOA JURÍDICA 1. DOCUMENTOS DE ANÁLISE DE CRÉDITO Após a aprovação do crédito e a avaliação do imóvel, retorne à sua Agência com a relação completa dos documentos descritos nos itens abaixo, para a efetivação de seu financiamento. 1. DOCUMENTOS DE ANÁLISE

Leia mais

Abrir uma empresa PRÉ-CONSTITUIÇÃO

Abrir uma empresa PRÉ-CONSTITUIÇÃO Abrir uma empresa As três formas jurídicas mais utilizadas são as Empresas de Sociedade Simples, Sociedade Empresária e Empresário Individual, é nelas que eu vou me basear para mostrar os procedimentos

Leia mais

Vagas reservadas - Lei nº 12.711/2012

Vagas reservadas - Lei nº 12.711/2012 Vagas reservadas - Lei nº 12.711/2012 Candidatos autodeclarados pretos, pardos ou indígenas, com renda familiar bruta per capita igual ou inferior a 1,5 salário mínimo e que tenham cursado integralmente

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO REPRO SOLICITADA PARA RENOVAÇÃO DE REGISTRO

DOCUMENTAÇÃO REPRO SOLICITADA PARA RENOVAÇÃO DE REGISTRO DOCUMENTAÇÃO REPRO SOLICITADA PARA RENOVAÇÃO DE REGISTRO Os documentos abaixo são válidos somente para instituições que se encontram em período de Renovação no Sistema de Registro de Fornecedores (RePro).

Leia mais

Certificado Digital - Pessoa Jurídica. DOCUMENTOS NECESSÁRIOS DA PESSOA JURÍDICA (CNPJ A1 ou CNPJ A3)

Certificado Digital - Pessoa Jurídica. DOCUMENTOS NECESSÁRIOS DA PESSOA JURÍDICA (CNPJ A1 ou CNPJ A3) Certificado Digital - Pessoa Jurídica DOCUMENTOS NECESSÁRIOS DA PESSOA JURÍDICA (CNPJ A1 ou CNPJ A3) Além dos documentos da Pessoa Jurídica, são necessários, também, dois documentos de identificação do

Leia mais

Estatuto é utilizado em casos de sociedades por ações ou entidades sem fins lucrativos.

Estatuto é utilizado em casos de sociedades por ações ou entidades sem fins lucrativos. Documento 1 Estatuto ou Contrato Social consolidado com todas as alterações realizadas, devidamente arquivado no registro de comércio da sede da sociedade participante. É o documento pelo qual uma empresa

Leia mais

PARÂMETROS RECOMENDADOS PELO SINFAC-PA:

PARÂMETROS RECOMENDADOS PELO SINFAC-PA: REQUISITOS PARA FILIAÇÃO AO SINFAC-PA DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA: 1- Cópia do Contrato Social ou Estatuto, registrado na Junta Comercial; 2- Cartão do CNPJ atualizado; 3- Formulários de Dados Cadastrais preenchidos

Leia mais

FICHA DE REGISTRO CADASTRAL DE FORNECEDORES. Endereço da Matriz : Rua/Av.:... N.º...

FICHA DE REGISTRO CADASTRAL DE FORNECEDORES. Endereço da Matriz : Rua/Av.:... N.º... FICHA DE REGISTRO CADASTRAL DE FORNECEDORES SETOR DE COMPRAS E LICITAÇÕES Requeremos por meio desta, junto ao Setor de Compras e Licitações Registro n.º EMPRESA Inscrição ( ) Revalidação ( ) Razão Social:...

Leia mais

Documentos CICAP - ampliação e reformas residenciais e conclusão de unidades comerciais.

Documentos CICAP - ampliação e reformas residenciais e conclusão de unidades comerciais. Documentos CICAP - ampliação e reformas residenciais e conclusão de unidades comerciais. Adicionar os documentos abaixo aos demais documentos do comprador. Certidão de Tributos Estaduais, da UF onde está

Leia mais

ABRIGO DO MARINHEIRO DEPARTAMENTO DE SERVIÇOS SOCIAIS PESQUISA DE PREÇOS (ESPECIFICAÇÕES E INSTRUÇÕES)

ABRIGO DO MARINHEIRO DEPARTAMENTO DE SERVIÇOS SOCIAIS PESQUISA DE PREÇOS (ESPECIFICAÇÕES E INSTRUÇÕES) ABRIGO DO MARINHEIRO DEPARTAMENTO DE SERVIÇOS SOCIAIS PESQUISA DE PREÇOS (ESPECIFICAÇÕES E INSTRUÇÕES) REFORMA DAS INSTALAÇÕES DE ATENDIMENTO AO PÚBLICO DO DEPARTAMENTO DE SERVIÇOS SOCIAIS DO ABRIGO DO

Leia mais

a) Título (Alteração contratual), recomendando-se indicar o nº de seqüência da alteração;

a) Título (Alteração contratual), recomendando-se indicar o nº de seqüência da alteração; ALTERAÇÃO DE SOCIEDADE EMPRESÁRIA: *ELEMENTOS DA ALTERAÇÃO CONTRATUAL a) Título (Alteração contratual), recomendando-se indicar o nº de seqüência da alteração; b) Preâmbulo; c) Corpo da alteração: Nova

Leia mais

Orientações para obter isenção de impostos (IPI, IOF, ICMS e IPVA) na compra de veículo para pessoa com deficiência

Orientações para obter isenção de impostos (IPI, IOF, ICMS e IPVA) na compra de veículo para pessoa com deficiência Decreto nº 5.296, de 2 de dezembro de 2004 Art. 5 o Os órgãos da administração pública direta, indireta e fundacional, as empresas prestadoras de serviços públicos e as instituições financeiras deverão

Leia mais

Edital de Credenciamento 003/2012

Edital de Credenciamento 003/2012 1/5 Edital de Credenciamento 003/2012 1 DO OBJETO: 1.1. O presente Termo tem por objetivo o credenciamento de Instituições Financeiras autorizadas a funcionar pelo Banco Central do Brasil, para prestação

Leia mais

MUNICÍPIO DE PORTO FERREIRA Estado de São Paulo DIVISÃO DE SUPRIMENTOS Seção de Licitações e Contratos

MUNICÍPIO DE PORTO FERREIRA Estado de São Paulo DIVISÃO DE SUPRIMENTOS Seção de Licitações e Contratos INSTRUÇÕES GERAIS PARA OBTENÇÃO DO C.R.C. (CERTIFICADO DE REGISTRO CADASTRAL), CONFORME DISPOSTO NA LEI Nº 8.666/93 1. CADASTRAMENTO 1.1 PROCEDIMENTO 1.1.1 A empresa interessada em obter o Certificado

Leia mais

PROCEDIMENTO PARA CÁLCULO DE RENDA FAMILIAR BRUTA MENSAL PER CAPITA E DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA. Conceitos

PROCEDIMENTO PARA CÁLCULO DE RENDA FAMILIAR BRUTA MENSAL PER CAPITA E DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA. Conceitos PROCEDIMENTO PARA CÁLCULO DE RENDA FAMILIAR BRUTA MENSAL PER CAPITA E DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA Conceitos De acordo com a Portaria Normativa do Ministério da Educação de n 18, de 11 de outubro de 2012, que

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA No. 82 DE 31 /10 /1997 SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL - SRF PUBLICADO NO DOU NA PAG. 24919 EM 04 /11 /1997

INSTRUÇÃO NORMATIVA No. 82 DE 31 /10 /1997 SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL - SRF PUBLICADO NO DOU NA PAG. 24919 EM 04 /11 /1997 Página 1 de 8 INSTRUÇÃO NORMATIVA No. 82 DE 31 /10 /1997 SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL - SRF PUBLICADO NO DOU NA PAG. 24919 EM 04 /11 /1997 Dispõe sobre os procedimentos relativos ao Cadastro Geral de

Leia mais

Roteiro Operacional Última atualização 20/11/2014

Roteiro Operacional Última atualização 20/11/2014 Roteiro Operacional Última atualização 20/11/2014 1. Público alvo Pessoas Físicas que possua imóvel com documentação regular, bem como: ASSALARIADO e FUNCIONÁRIO PÚBLICO; APOSENTADOS E PENSIONISTAS; SÓCIO

Leia mais

5º Passo: Consultar no site www.receita.fazenda.gov.br/pessoajuridica/cnpj/fcpj/consulta.asp a situação do pedido realizado no CadSinc.

5º Passo: Consultar no site www.receita.fazenda.gov.br/pessoajuridica/cnpj/fcpj/consulta.asp a situação do pedido realizado no CadSinc. PASSO-A-PASSO Sociedade Limitada Registro de Contrato Social º Passo: Acessar o site da Jucemg (www.jucemg.mg.gov.br) e clicar no link CONSULTA DE VIABILIDADE(). 2º Passo: Clicar em NOVA VIABILIDADE e

Leia mais

Cadastro de Fornecedores

Cadastro de Fornecedores CASA DA MOEDA DO BRASIL DEPARTAMENTO DE GESTÃO DE CONTRATAÇÕES E SUPRIMENTOS DEGCS DIVISÃO DE EDITAIS, CONTRATOS E DESENVOLVIMENTO COMERCIAL DE FORNECEDORES - DVEF SEÇÃO DE QUALIFICAÇÃO E DESENVOLVIMENTO

Leia mais

Relação de Documentos para a Concessão do Financiamento

Relação de Documentos para a Concessão do Financiamento 1 Prezado(a) Cliente, Estamos felizes em receber sua Proposta de Financiamento Imobiliário. Sabemos que é um importante momento de sua vida e nos sentimos orgulhosos de fazer parte dele. Para que tudo

Leia mais

Perguntas Frequentes Registro Empresarial. 1. Qual a documentação necessária para se fazer o registro de uma empresa?

Perguntas Frequentes Registro Empresarial. 1. Qual a documentação necessária para se fazer o registro de uma empresa? Perguntas Frequentes Registro Empresarial 1. Qual a documentação necessária para se fazer o registro de uma empresa? Empresário: a) Capa de Processo (gerada pelo sistema Integrar disponível no link http://portalservicos.jucepi.pi.gov.br/portal/login.jsp);

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO CANDIDATOS AO PROUNI

DOCUMENTAÇÃO CANDIDATOS AO PROUNI DOCUMENTAÇÃO CANDIDATOS AO PROUNI * Organizar os documentos em blocos de cada membro do grupo familiar. A decisão quanto ao(s) documento(s) a ser(em) apresentado(s) cabe ao coordenador do Prouni, o qual

Leia mais

Como utilizar os serviços do portal Agênci@net

Como utilizar os serviços do portal Agênci@net Como utilizar os serviços do portal Agênci@net Clique nos serviços que deseja obter informações: Serviços disponíveis na área pública Solicitação de Inscrição no Cadastro do Distrito Federal Impressão

Leia mais

REQUISITOS PARA FILIAÇÃO AO SINFAC-PA

REQUISITOS PARA FILIAÇÃO AO SINFAC-PA REQUISITOS PARA FILIAÇÃO AO SINFAC-PA DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA: 1- Cópia do Contrato Social ou Estatuto, registrado na Junta Comercial; 2- Cartão do CNPJ atualizado; 3- Formulários de Dados Cadastrais preenchidos

Leia mais

RESOLUÇÃO N. 07/2014

RESOLUÇÃO N. 07/2014 RESOLUÇÃO N. 07/2014 Estabelece regras para o Programa de Assistência Educacional em Cursos de Graduação, da Faculdade Palotina. Art. 1º. O Programa de Assistência Educacional da Faculdade Palotina, será

Leia mais

SUMÁRIO. Capítulo 1 - Recadastramento 3. Capítulo 2 - Tabelas 24

SUMÁRIO. Capítulo 1 - Recadastramento 3. Capítulo 2 - Tabelas 24 1 SUMÁRIO Capítulo 1 - Recadastramento 3 INTRODUÇÃO 3 QUEM DEVE SE RECADASTRAR 3 PRAZO PARA O RECADASTRAMENTO 3 FLUXO 4 EMPRESA/ AUTÔNOMO 4 Orientações para o Recadastramento das EMPRESAS 4 Cadastro de

Leia mais

Anexo III - Requisição de Documentos

Anexo III - Requisição de Documentos Anexo III - Requisição de Documentos I - Identificação Documentos de identificação do candidato/aluno e dos membros de seu grupo familiar: 1. Documento de Identidade fornecida pelos órgãos de segurança

Leia mais

MANUAL DA EMPRESA DESENVOLVEDORA DE PROGRAMA APLICATIVO FISCAL - PAF-ECF (RESPONSÁVEL TÉCNICO)

MANUAL DA EMPRESA DESENVOLVEDORA DE PROGRAMA APLICATIVO FISCAL - PAF-ECF (RESPONSÁVEL TÉCNICO) SECRETARIA DA FAZENDA DE GOIÁS SUPERINTENDÊNCIA DA RECEITA ESTADUAL GEAF - GERÊNCIA DE ARRECADAÇÃO E FISCALIZAÇÃO COAF - COORDENAÇÃO DE AUTOMAÇÃO FISCAL MANUAL DA EMPRESA DESENVOLVEDORA DE PROGRAMA APLICATIVO

Leia mais

Documentação necessária

Documentação necessária Documentação necessária OBS.: Devem ser apresentadas pelo candidato na fase de comprovação de informações: cópias dos documentos e originais para conferência. DOCUMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO DO CANDIDATO E

Leia mais

MEI MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL

MEI MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL MEI MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL Conheça as condições para recolhimento do Simples Nacional em valores fixos mensais Visando retirar da informalidade os trabalhadores autônomos caracterizados como pequenos

Leia mais

(Do Sr. Antonio Carlos Mendes Thame) O Congresso Nacional decreta:

(Do Sr. Antonio Carlos Mendes Thame) O Congresso Nacional decreta: PROJETO DE LEI N o, DE 2005 (Do Sr. Antonio Carlos Mendes Thame) Dispõe sobre a desburocratização dos processos de constituição, funcionamento e baixa das microempresas e empresas de pequeno porte, nos

Leia mais

CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES. Parágrafo único. Para efeito do disposto nesta Resolução, considera-se:

CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES. Parágrafo único. Para efeito do disposto nesta Resolução, considera-se: RESOLUÇÃO CFC N.º 1.390/12 Dispõe sobre o Registro Cadastral das Organizações Contábeis. regimentais, O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e RESOLVE: CAPÍTULO I

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 0020, DE 28 DE NOVEMBRO DE 2005

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 0020, DE 28 DE NOVEMBRO DE 2005 INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 0020, DE 28 DE NOVEMBRO DE 2005 Publicada no DOE(Pa) de 29.11.05. Alterada pela IN 05/13. Dispõe sobre a apresentação da Declaração de Informações Econômico-Fiscais - DIEF relativa

Leia mais

MODELOS REFERIDOS NO ROTEIRO

MODELOS REFERIDOS NO ROTEIRO MODELOS REFERIDOS NO ROTEIRO 1 MODELO 01 (matrícula imprópria para o registro de loteamento por ferir o princípio da especialidade subjetiva e objetiva) Obs. Deverá o imóvel estar perfeitamente descrito

Leia mais

Documentação Específica de acordo com Natureza Jurídica da PJ

Documentação Específica de acordo com Natureza Jurídica da PJ Administração Pública Documentação Específica de acordo com Natureza Jurídica da PJ ADMINISTRAÇÃO FEDERAL - UNIÃO Órgão Público do Poder Executivo Federal NJ 101-5 Órgão Público do Poder Legislativo Federal

Leia mais

CARTILHA PARA CONDOMINIOS DAS OBRIGAÇÕES TRIBUTÁRIAS DOS CONDOMÍNIOS SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA

CARTILHA PARA CONDOMINIOS DAS OBRIGAÇÕES TRIBUTÁRIAS DOS CONDOMÍNIOS SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA CARTILHA PARA CONDOMINIOS DAS OBRIGAÇÕES TRIBUTÁRIAS DOS CONDOMÍNIOS SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA Os condomínios comerciais e residenciais devem proceder à retenção e o recolhimento do Imposto Sobre Serviços

Leia mais

EDITAL DE CADASTRAMENTO FINANCEIRA BRB 2008/001

EDITAL DE CADASTRAMENTO FINANCEIRA BRB 2008/001 OBJETO: CADASTRAMENTO DE EMPRESAS OBJETIVANDO FUTURAS CONTRATAÇÕES DE PRESTAÇÃO DOS SERVIÇOS DE CORRESPONDENTES. 1 PREÂMBULO 1.1 A BRB CRÉDITO, FINANCIAMENTO E INVESTIMENTO S/A ( FINANCEIRA BRB ) torna

Leia mais

REQUISITOS PARA FILIAÇÃO AO SINFAC PA

REQUISITOS PARA FILIAÇÃO AO SINFAC PA REQUISITOS PARA FILIAÇÃO AO SINFAC PA DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA: 1 Cópia do Contrato Social ou Estatuto, registrado na Junta Comercial; 2 Cartão do CNPJ atualizado; 3 Formulários de Dados Cadastrais preenchidos

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZON AS PRÓ-REITORIA PARA ASSUNTOS COMUNITARIOS DEPARTAMANTO DE APOIO AO ESTUDANTE PROGRAMA BOLSA TRABLHO EDITAL Nº 001/2013

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZON AS PRÓ-REITORIA PARA ASSUNTOS COMUNITARIOS DEPARTAMANTO DE APOIO AO ESTUDANTE PROGRAMA BOLSA TRABLHO EDITAL Nº 001/2013 UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZON AS PRÓ-REITORIA PARA ASSUNTOS COMUNITARIOS DEPARTAMANTO DE APOIO AO ESTUDANTE PROGRAMA BOLSA TRABLHO EDITAL Nº 001/2013 A PRÓ-REITORA DE ASSUNTOS COMUNITÁRIOS DA UNIVERSIDADE

Leia mais

FORMULÁRIOS PARA REGISTRO DE AJUDANTE DE DESPACHANTE ADUANEIRO

FORMULÁRIOS PARA REGISTRO DE AJUDANTE DE DESPACHANTE ADUANEIRO FORMULÁRIOS PARA REGISTRO DE AJUDANTE DE DESPACHANTE ADUANEIRO D.O.U. de 05/10/1992 INSTRUÇÃO NORMATIVA DpRF Nº 109, DE 2 DE OUTUBRO DE 1992 O Diretor do Departamento da Receita Federal, no uso de suas

Leia mais