CÓDIGO DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CÓDIGO DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO"

Transcrição

1 CÓDIGO DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO

2 A CIDADE É DINÂMICA

3

4

5 NOVO CÓDIGO DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO DAS MEDIDAS PREVENTIVAS DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO DA CLASSIFICAÇÃO DAS EDIFICAÇÕES DO PROCESSO DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO DAS ANTERIORIDADES E ISENÇÕES DAS RESPONSABILIDADES

6 NOTAS TÉCNICAS GENERALIDADES 01 - PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS PARA REGULARIZAÇÃO E FISCALIZAÇÃO 02 - TERMINOLOGIA DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO 03 - SÍMBOLOS GRÁFICOS PARA PROJETOS DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO 04 - CLASSIFICAÇÃO DAS EDIFICAÇÕES QUANTO À OCUPAÇÃO E AO RISCO DE INCÊNDIO

7 NOTAS TÉCNICAS MEDIDAS PREVENTIVAS 01 - SISTEMA DE PROTEÇÃO POR EXTINTORES DE INCÊNDIO 02 - SISTEMAS DE HIDRANTES E DE MANGOTINHOS PARA COMBATE A INCÊNDIO 03 - SISTEMAS DE CHUVEIROS AUTOMÁTICOS / SPRINKLERS 04 - CONJUNTO DE PRESSURIZAÇÃO PARA SISTEMAS DE COMBATE A INCÊNDIO 05 - SINALIZAÇÃO DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO 06 - ILUMINAÇÃO DE EMERGÊNCIA 07 - SISTEMA DE DETECÇÃO E ALARME DE INCÊNDIO

8 08 - SAÍDAS DE EMERGÊNCIA EM EDIFICAÇÕES 09 - PRESSURIZAÇÃO DE ESCADA DE EMERGÊNCIA, ELEVADOR DE EMERGÊNCIA, ANTECÂMARAS E ÁREAS DE REFÚGIO 10 - PLANO DE EMERGÊNCIA CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO (PECIP) 11 - BRIGADAS DE INCÊNDIO NOTAS TÉCNICAS MEDIDAS PREVENTIVAS 12 - SISTEMA DE PROTEÇÃO CONTRA DESCARGAS ATMOSFÉRICAS (SPDA) 13 - SISTEMAS FIXOS DE GASES PARA COMBATE A INCÊNDIO

9 NOTAS TÉCNICAS MEDIDAS PREVENTIVAS 14 - CONTROLE DE FUMAÇA 15 - HIDRANTE URBANO 16 - ACESSO DE VIATURAS EM EDIFICAÇÕES 17 - SEPARAÇÃO ENTRE EDIFICAÇÕES 18 - COMPARTIMENTAÇÃO HORIZONTAL E VERTICAL 19 - SEGURANÇA ESTRUTURAL NAS EDIFICAÇÕES - RESISTÊNCIA AO FOGO DOS ELEMENTOS DE CONSTRUÇÃO 20 - CONTROLE DE MATERIAIS DE ACABAMENTO E DE REVESTIMENTO

10 NOTAS TÉCNICAS RISCOS ESPECÍFICOS 01 - SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO EM COZINHA PROFISSIONAL 02 - GÁS (GLP/GN) USO PREDIAL 03 - MOTOGERADORES DE ENERGIA EM EDIFICAÇÕES E ÁREAS DE RISCO 04 - SUBESTAÇÕES ELÉTRICAS 05 - CALDEIRAS E VASOS DE PRESSÃO 06 - ARMAZENAGEM DE LÍQUIDOS INFLAMÁVEIS E COMBUSTÍVEIS 07 - HELIPONTO E HELIPORTO

11 NOTAS TÉCNICAS EDIFICAÇÕES E OU ESTRUTURAS ESPECIAIS 01 - QUIOSQUES E ÁREAS PARA EXPOSIÇÃO OU VENDA DE PRODUTOS E SERVIÇOS 02 - EDIFICAÇÕES DESTINADAS À RESTRIÇÃO DE LIBERDADE 03 - SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO EM EDIFICAÇÕES TOMBADAS 04 - MUNIÇÕES, EXPLOSIVOS E ARTEFATOS PIROTÉCNICOS FABRICAÇÃO, ARMAZENAGEM E COMÉRCIO 05 - GÁS (GLP/GN) MANIPULAÇÃO, ARMAZENAMENTO E COMERCIALIZAÇÃO

12 NOTAS TÉCNICAS EDIFICAÇÕES E OU ESTRUTURAS ESPECIAIS 06 - POSTOS DE SERVIÇOS E ABASTECIMENTO DE VEÍCULOS 07 - EDIFICAÇÕES E/OU ESTRUTURAS PARA GARAGENS 08 - PÁTIOS PARA ARMAZENAGENS DIVERSAS 09 - PROTEÇÃO CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO EM TÚNEIS 10 - ESTRUTURAS TEMPORÁRIAS

13 NOTAS TÉCNICAS 01 - MEDIDAS DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO EM CENTROS ESPORTIVOS, DE EVENTOS E DE EXIBIÇÃO 02 - EVENTOS PIROTÉCNICOS REUNIÃO DE PÚBLICO E EVENTOS 03 - CARROS ALEGÓRICOS, TRIOS ELÉTRICOS E CARROS DE SOM 04 - EVENTOS TEMPORÁRIOS DE REUNIÃO DE PÚBLICO 05 - ATENDIMENTO MÉDICO PARA EVENTOS DE REUNIÃO DE PÚBLICO

14 CONSULTA PÚBLICA 04 de julho, às 17h 04 de setembro, às 17h

15 CONSULTA PÚBLICA

16 CONSULTA PÚBLICA 1º Passo: Na página da DGST, clique em Consulta Pública de Notas Técnicas 2º Passo: Para visualizar a Nota Técnica, clique no botão Visualizar 3º Passo: A Nota Técnica estará disponível em PDF, sendo possível salvar no computador ou imprimir o arquivo 4º Passo: Para realizar um comentário, clique no botão Comentar

17 CONSULTA PÚBLICA 5º Passo: Preencha os campos nome, , profissão, função e o comentário propriamente dito 6º Passo: Ao terminar de preencher, clique em enviar no final do formulário 7º Passo: Confirme o envio do comentário 8º Passo: Aparecerá uma mensagem na parte superior da tela - "Comentário enviado."

18

(atualizada em 11/2006) NBR 5667-1:06 Hidrantes urbanos de incêndio de ferro fundido dúctil - Parte 1 - Hidrantes de Coluna NBR 5667-2:06 Hidrantes urbanos de incêndio de ferro dúctil - Parte 2 - Hidrantes

Leia mais

Resolução Técnica CBMRS n.º 05, Parte 03/2016. Errata No item da Resolução Técnica CBMRS n.º 05, Parte 03/2016, substituir por:

Resolução Técnica CBMRS n.º 05, Parte 03/2016. Errata No item da Resolução Técnica CBMRS n.º 05, Parte 03/2016, substituir por: Resolução Técnica CBMRS n.º 05, Parte 03/2016 Errata 01 1. No item 6.2.2 da Resolução Técnica CBMRS n.º 05, Parte 03/2016, substituir por: 6.2.2 O recurso de 1ª instância deverá ser encaminhado à AAT ou

Leia mais

Hidrante Consultoria e Projetos (62) Projetando Instalações Prediais de Combate a Incêndio CONCEITOS E APLICAÇÃO

Hidrante Consultoria e Projetos  (62) Projetando Instalações Prediais de Combate a Incêndio CONCEITOS E APLICAÇÃO Hidrante Consultoria e Projetos www.hidrante.com.br (62) 3251-0220 Projetando Instalações Prediais de Combate a Incêndio CONCEITOS E APLICAÇÃO Apresentação Flávio Eduardo Rios Engenheiro Civil desde 1979

Leia mais

Projeto de prevenção e proteção contra incêndio e pânico: principais parâmetros Parte I

Projeto de prevenção e proteção contra incêndio e pânico: principais parâmetros Parte I Projeto de prevenção e proteção contra incêndio e pânico: principais parâmetros Parte I Prof: Paulo Gustavo von Krüger Mestre e Doutor em Estruturas Metálicas SUMÁRIO 1. Introdução 1.1. Dinâmica do fogo

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DA ACÇÃO DE FORMAÇÃO NA ÁREA ESPECÍFICA DE SCIE

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DA ACÇÃO DE FORMAÇÃO NA ÁREA ESPECÍFICA DE SCIE CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DA ACÇÃO DE FORMAÇÃO NA ÁREA ESPECÍFICA DE SCIE ASPECTOS GERAIS O curso com uma duração de 128 horas é constituído pelas sessões a seguir indicadas. 1 Parte I Teórico prática 1.1

Leia mais

ANEXO A EXIGÊNCIAS DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO TABELA 1 CLASSIFICAÇÃO DAS EDIFICAÇÕES QUANTO A OCUPAÇÃO OU USO

ANEXO A EXIGÊNCIAS DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO TABELA 1 CLASSIFICAÇÃO DAS EDIFICAÇÕES QUANTO A OCUPAÇÃO OU USO 1 ANEXO A EXIGÊNCIAS DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO TABELA 1 CLASSIFICAÇÃO DAS EDIFICAÇÕES QUANTO A OCUPAÇÃO OU USO Grupo Ocupação/Uso Divisão Descrição Tipificação A B C D E Residencial Serviço

Leia mais

Visando a otimização de nossos processos, disponibilizamos a todos os interessados uma versão de teste do sistema.

Visando a otimização de nossos processos, disponibilizamos a todos os interessados uma versão de teste do sistema. ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL SECRETARIA DE ESTADO DE JUSTIÇA E SEGURANÇA PÚBLICA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DIRETORIA DE ATIVIDADES TÉCNICAS SISTEMA PREVENIR O Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Mato

Leia mais

PREFEITURA DA CIDADE DE SÃO PAULO SECRETARIA MUNICIPAL DE HABITAÇÃO DEPARTAMENTO DE CONTROLE DO USO DE IMÓVEIS

PREFEITURA DA CIDADE DE SÃO PAULO SECRETARIA MUNICIPAL DE HABITAÇÃO DEPARTAMENTO DE CONTROLE DO USO DE IMÓVEIS PREFEITURA DA CIDADE DE SÃO PAULO SECRETARIA MUNICIPAL DE HABITAÇÃO DEPARTAMENTO DE CONTROLE DO USO DE IMÓVEIS José Moacyr Freitas de Araujo Engenheiro CONTRU - 4 Orientações para obtenção de Alvará de

Leia mais

NORMA TÉCNICA 41/2014

NORMA TÉCNICA 41/2014 É ESTADO DE GOIÁS SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR NORMA TÉCNICA 41/2014 Edificações Existentes Adaptação às Normas de Segurança Contra Incêndio e Pânico SUMÁRIO 1 Objetivo 2

Leia mais

in-placas sinalização fotoluminescente

in-placas sinalização fotoluminescente Rua Silveira Martins, 160-4º andar - sala 08 Sé - São Paulo - SP - CEP 01019-000 e-mail: in.placas@gmail.com tel.: (11) 5082-3705 in-placas sinalização fotoluminescente Personalizadas e Linha 40 cód.

Leia mais

FORMULÁRIO DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO PROJETO TÉCNICO

FORMULÁRIO DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO PROJETO TÉCNICO ESTADO DA PARAÍBA SECRETARIA DE ESTADO DA SEGURANÇA E DA DEFESA SOCIAL CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DIRETORIA DE ATIVIDADES TÉCNICAS DAT/1 SEÇÃO DE ANÁLISE DE PROJETOS FORMULÁRIO DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO

Leia mais

Arqt. Marcos Vargas Valentin Mestre FAUUSP

Arqt. Marcos Vargas Valentin Mestre FAUUSP Arqt. Marcos Vargas Valentin Mestre FAUUSP Dá para começar a fazer um projeto? Quantas escadas serão necessárias? Mas, existem vários tipos de escadas: a) Escada comum (não enclausurada) b) Escada enclausurada

Leia mais

FICHA DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO

FICHA DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO A ANEXAR AOS PROJECTOS DE ARQUITECTURA DE EDIFÍCIOS DE OCUPAÇÃO EXCLUSIVA OU MISTA COM UTILIZAÇÕES TIPO DA 1ª E 2ª CATEGORIAS DE RISCO Ficha a ser apreciada pela Câmara Municipal (1ª Categoria) ou pelos

Leia mais

COMPREENSÃO DE PROJETOS (PARTE IV - Teoria)

COMPREENSÃO DE PROJETOS (PARTE IV - Teoria) UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ DEPARTAMENTO DE CONSTRUÇÃO CIVIL COMPREENSÃO DE PROJETOS (PARTE IV - Teoria) Projeto Prevenção de Incêndio TC_042 - CONSTRUÇÃO CIVIL IV PROFESSORA: ELAINE SOUZA MARINHO CONCEITOS

Leia mais

RISCI RELATORIO DE INSPEÇÃO DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO HOSPITAL DE CLÍNICAS DA UNICAMP

RISCI RELATORIO DE INSPEÇÃO DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO HOSPITAL DE CLÍNICAS DA UNICAMP RISCI RELATORIO DE INSPEÇÃO DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO HOSPITAL DE CLÍNICAS DA UNICAMP Ano 2015 CIPA/UNICAMP Sumário: 1 Objetivo e Aplicação. 2 Embasamento Técnico Legal. 3 Síntese da solicitação. 4

Leia mais

O CONTEXTO DA SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO NO RIO GRANDE DO SUL "

O CONTEXTO DA SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO NO RIO GRANDE DO SUL O CONTEXTO DA SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO NO RIO GRANDE DO SUL " Major Eduardo Estevam Rodrigues Msc. Engenheiro de Segurança do Trabalho Chefe da Divisão de Operações e Defesa Civil Corpo de Bombeiros Militar

Leia mais

ANEXO A. Cidade: SERTÃO - RS Data: 11/03/2014. Encaminhamos a V. S.ª, para ANÁLISE, o Plano de Prevenção e Proteção Contra Incêndio (PPCI).

ANEXO A. Cidade: SERTÃO - RS Data: 11/03/2014. Encaminhamos a V. S.ª, para ANÁLISE, o Plano de Prevenção e Proteção Contra Incêndio (PPCI). ANEXO A Ao Ilmo Sr. Comandante do Corpo de Bombeiros Militar Cidade: SERTÃO - RS Data: 11/03/2014 Encaminhamos a V. S.ª, para ANÁLISE, o Plano de Prevenção e Proteção Contra Incêndio (PPCI). Nome: INSTITUTO

Leia mais

RISCI RELATORIO DE INSPEÇÃO DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO RESTAURANTE SATURNINO

RISCI RELATORIO DE INSPEÇÃO DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO RESTAURANTE SATURNINO RISCI RELATORIO DE INSPEÇÃO DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO RESTAURANTE SATURNINO Ano 2015 CIPA/UNICAMP Sumário: 1 Objetivo e Aplicação. 2 Embasamento Técnico Legal. 3 Síntese da solicitação. 4 Adequações.

Leia mais

Prevenção e Combate a Incêndios e Primeiros Socorros. Palestrante: Capitão BM Renato Grigorovski

Prevenção e Combate a Incêndios e Primeiros Socorros. Palestrante: Capitão BM Renato Grigorovski Prevenção e Combate a Incêndios e Primeiros Socorros Palestrante: Capitão BM Renato Grigorovski PREVENÇÃO E COMBATE A INCÊNDIOS E PRIMEIROS SOCORROS Ao término da palestra, o participante será capaz de:

Leia mais

Carla Moraes Técnica em Edificações CTU - Colégio Técnico Universitário

Carla Moraes Técnica em Edificações CTU - Colégio Técnico Universitário Carla Moraes Técnica em Edificações CTU - Colégio Técnico Universitário PREVENÇÃO SAÍDAS DE EMERGÊNCIA Visam o abandono seguro da população, em caso de incêndio ou pânico, e permitir o acesso de bombeiros

Leia mais

SISTEMAS PREDIAIS DE COMBATE A INCÊNDIO

SISTEMAS PREDIAIS DE COMBATE A INCÊNDIO SISTEMAS PREDIAIS DE COMBATE A INCÊNDIO PROFESSOR: ELIETE DE PINHO ARAUJO PLANO DE AULA Ementa: Aplicação dos conhecimentos teóricos adquiridos durante o curso, por meio da realização de projetos individuais

Leia mais

TABELA 1 CLASSIFICAÇÃO DAS EDIFICAÇÕES E ÁREAS DE RISCO QUANTO À OCUPAÇÃO. Grupo Ocupação/Uso Divisão Descrição Exemplos. A-1 Habitação unifamiliar

TABELA 1 CLASSIFICAÇÃO DAS EDIFICAÇÕES E ÁREAS DE RISCO QUANTO À OCUPAÇÃO. Grupo Ocupação/Uso Divisão Descrição Exemplos. A-1 Habitação unifamiliar ANEO I À LEI N o 2.544, de 19 de dezembro de 2011. TABELA 1 CLASSIFICAÇÃO DAS EDIFICAÇÕES E ÁREAS DE RISCO QUANTO À OCUPAÇÃO Grupo Ocupação/Uso Divisão Descrição Exemplos A-1 Habitação unifamiliar Casas

Leia mais

Regulamento de segurança contra incêndio das edificações e áreas de risco do Estado de São Paulo

Regulamento de segurança contra incêndio das edificações e áreas de risco do Estado de São Paulo Decreto Estadual nº 56.819, de 10 de março de 2011 I GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO CORPO DE BOMBEIROS Regulamento

Leia mais

Sistema de Proteção Ambiental Contra Derramamento de Óleo de Equipamentos em SE s. Rio de Janeiro, Junho de 2014

Sistema de Proteção Ambiental Contra Derramamento de Óleo de Equipamentos em SE s. Rio de Janeiro, Junho de 2014 Sistema de Proteção Ambiental Contra Derramamento de Óleo de Equipamentos em SE s Rio de Janeiro, Junho de 2014 NBR-13231 A revisão atual inclui mudanças de formatação segundo os novos padrões da ABNT

Leia mais

STF ASSESSORIA & CONSULTORIA S/C LTDA

STF ASSESSORIA & CONSULTORIA S/C LTDA São Paulo, 03 de julho de 2014. À SKR Empreendimento: JURUCÊ. A/C Carolina Barbosa C/C aos demais projetistas. Ref. 1º Relatório de análise dos sistemas passivos e ativos de prevenção e combate a incêndio

Leia mais

Plano de Emergência PLANO DE EMERGÊNCIA

Plano de Emergência PLANO DE EMERGÊNCIA PLANO DE EMERGÊNCIA Índice Plano de Emergência 1. Finalidade... 4 2. Descrição da planta... 4 2.1. Planta... 4 2.2. Localização... 4 2.3. Construção... 4 2.4. Dimensões... 5 2.5. Ocupação... 5 2.6. População...

Leia mais

NORMA REGULAMENTADORA N.º

NORMA REGULAMENTADORA N.º SUMÁRIO SEGURANÇA EM INSTALAÇÕES E SERVIÇOS EM ELETRICIDADE NORMA REGULAMENTADORA N.º 10 2. Formação profissional 2.1 Qualificação 2.2 Habilitação 2.3 Capacitação 2.4 Autorização 3. Medidas de controle

Leia mais

SISTEMAS / MEDIDAS DE SEGURANÇA

SISTEMAS / MEDIDAS DE SEGURANÇA LAUDO TÉCNICO DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO Renovação de AVCB (conforme item 6.2.1.5 da IT 01) Impossibilidade técnica (conforme art. 29 do Dec. 44.746/08) 1. IDENTIFICAÇÃO DA EDIFICAÇÃO E/OU ÁREA

Leia mais

A importância da Proteção Passiva e Soluções Inovadoras para aumentar a Segurança Contra Incêndio

A importância da Proteção Passiva e Soluções Inovadoras para aumentar a Segurança Contra Incêndio FIRE PROTECTION A importância da Proteção Passiva e Soluções Inovadoras para aumentar a Segurança Contra Incêndio Corpo de Bombeiros - CBPMESP LABORATÓRIOS QUE ENSAIAM NOSSOS PRODUTOS: Escritório Central

Leia mais

LEI Nº 3.839, de 27 de setembro de 2013

LEI Nº 3.839, de 27 de setembro de 2013 LEI Nº 3.839, de 27 de setembro de 2013 EMENTA: Dispõe sobre a presença de nas edificações, áreas de risco ou eventos de grande concentração pública no âmbito do município de Vitória de Santo Antão - Pernambuco

Leia mais

RICARDO AUGUSTO EAD; Curso de Polícia Comunitária pelo CBMPE; Curso de Prevenção e Combate a Incêndio;

RICARDO AUGUSTO EAD; Curso de Polícia Comunitária pelo CBMPE; Curso de Prevenção e Combate a Incêndio; RICARDO AUGUSTO Bombeiro Militar de Pernambuco desde 2007; Instrutor para o curso de formação de SAMU e PM's; Formado em Direito pela Faculdade do Vale do Ipojuca; Curso de Hemergencista Pré-hospitalar

Leia mais

SUMÁRIO. Apresentação da Área do Professor. Capítulo 1 Home. Capítulo 2 Dados de Curso

SUMÁRIO. Apresentação da Área do Professor. Capítulo 1 Home. Capítulo 2 Dados de Curso MANUAL DO PROFESSOR SUMÁRIO Apresentação da Área do Professor Capítulo 1 Home Capítulo 2 Dados de Curso 2.1 Material de Apoio Audiovisual 2.2 Material Prático 2.3 Material de Estudo 2.4 Passagem 2.5 Hotel

Leia mais

NPT 027 ARMAZENAMENTO EM SILOS

NPT 027 ARMAZENAMENTO EM SILOS Janeiro 2012 Vigência: 08 Janeiro 2012 NPT 027 Armazenamento em silos CORPO DE BOMBEIROS BM/7 Versão: 02 Norma de Procedimento Técnico 9 páginas SUMÁRIO 1 Objetivo 2 Aplicação 3 Referências normativas

Leia mais

Faço saber quer a Assembléia Legislativa do Estado do Tocantins decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

Faço saber quer a Assembléia Legislativa do Estado do Tocantins decreta e eu sanciono a seguinte Lei: LEI Nº 1.828, DE 21 DE SETEMBRO DE 2007. Publicado no Diário Oficial nº 2.498 Altera a Lei 1.787, de 15 de maio de 2007, que dispõe sobre a Segurança contra e Pânico em Edificações e Áreas de Risco no

Leia mais

MEDIDAS DE AUTOPROTEÇÃO

MEDIDAS DE AUTOPROTEÇÃO MEDIDAS DE AUTOPROTEÇÃO A ANPC já publicou o a ultima versão dos esclarecimentos sobre os procedimentos para a implementação das medidas de autoproteção. http://www.proteccaocivil.pt/segurancacontraincendios/pages/planosdeseguranca.aspx

Leia mais

EDITAL Nº. 05:2013. Período de 01 de maio de 2013 a 31 de maio de 2013 PROJETOS DE NORMA BRASILEIRA

EDITAL Nº. 05:2013. Período de 01 de maio de 2013 a 31 de maio de 2013 PROJETOS DE NORMA BRASILEIRA EDITAL Nº. 05:2013 Período de 01 de maio de 2013 a 31 de maio de 2013 PROJETOS DE NORMA BRASILEIRA Os Projetos de Norma da ABNT podem ser visualizados e impressos pelo site www.abnt.org.br/consultanacional

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DO SISTEMA DE DETECÇÃO E ALARME PARA SALVAR VIDAS ROBERTA GODOY

A IMPORTÂNCIA DO SISTEMA DE DETECÇÃO E ALARME PARA SALVAR VIDAS ROBERTA GODOY A IMPORTÂNCIA DO SISTEMA DE DETECÇÃO E ALARME PARA SALVAR VIDAS ROBERTA GODOY SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO BRASIL Com a moderna forma de viver, existe maior exposição ao risco de incêndio. Vídeo desenvolvido,

Leia mais

Análise do sistema de sinalização e saídas de emergência de uma biblioteca SAEPRO 2015

Análise do sistema de sinalização e saídas de emergência de uma biblioteca SAEPRO 2015 Análise do sistema de sinalização e saídas de emergência de uma biblioteca SAEPRO 2015 MARIANA BARROS TEIXEIRA (Universidade Federal de Viçosa) maribteixeira@yahoo.com.br LUCIANO JOSÉ MINETTE (Universidade

Leia mais

Proteção e Combate a Incêndios NR-20 e NR-23. Acadêmica: Regiane Ovando

Proteção e Combate a Incêndios NR-20 e NR-23. Acadêmica: Regiane Ovando Proteção e Combate a Incêndios NR-20 e NR-23 Acadêmica: Regiane Ovando Apresentação PROTEÇÃO E COMBATE A INCÊNDIOS NR-20 Líquidos Combustíveis e Inflamáveis NR-23 Proteção Contra Incêndios Introdução NR

Leia mais

Procedimentos administrativos Parte 2 Plano de Segurança Contra Incêndio e Pânico PSCIP

Procedimentos administrativos Parte 2 Plano de Segurança Contra Incêndio e Pânico PSCIP 01/03/15 Vigência: 01 março 2015 NPT 001 Procedimentos administrativos Parte 2 Plano de Segurança Contra Incêndio e Pânico PSCIP CORPO DE BOMBEIROS BM/7 Versão: 03 Norma de Procedimento Técnico 37 páginas

Leia mais

Prevenção Contra Incêndio e Pânico. Palestra em Paraty. A Contribuição Possível dos Profissionais do Sistema Confea/Crea

Prevenção Contra Incêndio e Pânico. Palestra em Paraty. A Contribuição Possível dos Profissionais do Sistema Confea/Crea Prevenção Contra Incêndio e Pânico Palestra em Paraty A Contribuição Possível dos Profissionais do Sistema Confea/Crea Sistema Confea/Crea O Conselho Federal regulamenta o exercício profissional na área

Leia mais

1

1 1 12.07.11 Seguradoras, Corretores e resseguradores. 12.08.11 Reunião técnica 1: Levantamento dos problemas e sugestões. 16.09.11 Reunião técnica 2. Desenvolvimento das sugestões. 17.10.11 Reunião técnica

Leia mais

GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL

GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL REGULAMENTO DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO DO DISTRITO FEDERAL Decreto n.º 21361, de 20 de Julho de 2000 Aprova o Regulamento de Segurança Contra Incêndio e Pânico do

Leia mais

PLANO DE INTERVENÇÃO DE INCÊNDIO NT-16

PLANO DE INTERVENÇÃO DE INCÊNDIO NT-16 Sumário 1 Objetivo 2 Aplicação 3 Definições 4 Referências normativas 5 Procedimentos ANEXOS A Planilha de levantamento de dados B Fluxograma do Plano de Intervenção de Incêndio 1 Objetivo Esta Norma Técnica

Leia mais

INSTRUÇÃO TÉCNICA 04 PROJETOS DE PREVENÇÃO E COMBATE A INCENDIOS (PCI)

INSTRUÇÃO TÉCNICA 04 PROJETOS DE PREVENÇÃO E COMBATE A INCENDIOS (PCI) INSTRUÇÃO TÉCNICA 04 PROJETOS DE PREVENÇÃO E COMBATE A INCENDIOS (PCI) 1 OBJETIVO 1.1 Estas Instruções Normativas de Projeto apresentam os procedimentos, critérios e padrões a serem adotados para elaboração

Leia mais

TUTORIAL Comissão Julgadora Municipal

TUTORIAL Comissão Julgadora Municipal TUTORIAL Comissão Julgadora Municipal Na 4ª edição da Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro, os textos selecionados pela Comissão Julgadora Municipal deverão ser enviados para a etapa estadual

Leia mais

CADERNO TÉCNICO. normas e especificações

CADERNO TÉCNICO. normas e especificações CADERNO TÉCNICO normas e especificações LOCALIZAÇÃO E CONTATO Av. Gabriel Garcia de Azevedo nº153, Jd. São Fernando, Pouso Alegre - MG. Telefones: 35 3422.5845 35 4102.1877 35 99259.1212 E-mail: atendimento@summithall.com.br

Leia mais

A SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIOS NAS EDIFICAÇÕES

A SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIOS NAS EDIFICAÇÕES A SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIOS NAS EDIFICAÇÕES 1 OBJETIVOS DO PROJETO DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO A proteção da vida humana A proteção do patrimônio A continuidade do processo produtivo 2 O CÍRCULO DE PROTEÇÃO

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTA MARIA DAS BARREIRAS

PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTA MARIA DAS BARREIRAS PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTA MARIA DAS BARREIRAS PROJETO DE CONSTRUÇÃO DE GINÁSIO POLIESPORTIVO LOCAL: SEDE DO MUNICÍPIO MEMORIAL DESCRITIVO SANTA MARIA DAS BARREIRAS 2015 1 MEMORIAL DESCRITIVO 1- APRESENTAÇÃO

Leia mais

PROJETOS DE ACORDO COM A LEGISLAÇÃO DO CORPO DE BOMBEIROS

PROJETOS DE ACORDO COM A LEGISLAÇÃO DO CORPO DE BOMBEIROS PROJETOS DE ACORDO COM A LEGISLAÇÃO DO CORPO DE BOMBEIROS Adilson Antonio da Silva Tenente- Coronel do Corpo de Bombeiros Departamento de Prevenção ccbdsci@policiamilitar.sp.gov.br O CORPO DE BOMBEIROS

Leia mais

Prevenção de Incêndios (Novo CSCIP) Aula 1 - Introdução

Prevenção de Incêndios (Novo CSCIP) Aula 1 - Introdução Comando do Corpo de Bombeiros Prevenção de Incêndios (Novo CSCIP) Aula 1 - Introdução Cap. QOBM Amarildo Prevenção de Incêndios Introdução SUMÁRIO História e evolução da prevenção Código de Prevenção Conceitos

Leia mais

RELATÓRIO DE INSPEÇÃO SISTEMAS DE SEGURANÇA

RELATÓRIO DE INSPEÇÃO SISTEMAS DE SEGURANÇA PERÍCIAS, VISTORIAS, AUDITORIAS E CONSULTORIA EM ENGENHARIA RELATÓRIO DE INSPEÇÃO SISTEMAS DE VERSÃO FINAL CLIENTE DISCO INCORPORADORA IMOB. LTDA. EMPREENDIMENTO CLUBE RESIDENCIAL OLYMPIQUE AE 04 LTS G/H

Leia mais

SAÚDE CONNECT FATURAMENTO ODONTOLOGIA

SAÚDE CONNECT FATURAMENTO ODONTOLOGIA SAÚDE CONNECT 3.010 FATURAMENTO ODONTOLOGIA FATURAMENTO ODONTOLOGIA... 3 1. DIGITAR GUIAS... 3 1.1 GUIA DE TRATAMENTO ODONTOLÓGICO... 4 1.2 CONSULTAR OU ALTERAR GUIA... 5 2. LOTE DE GUIAS... 7 2.1 ENVIAR

Leia mais

ABNT NBR / Editada 11/08/2008 Valida 11/09/2008. CENTRAL DE Gás LP

ABNT NBR / Editada 11/08/2008 Valida 11/09/2008. CENTRAL DE Gás LP ABNT NBR 13523 / 2008 Editada 11/08/2008 Valida 11/09/2008 CENTRAL DE Gás LP CENTRAL DE GÁS LP O QUE É? ÁREA DESTINADA A CONTER OS RECIPIENTES DE ARMAZENAMENTO DO GLP PARA USO DA INSTALAÇÃO e os demais

Leia mais

NORMA TÉCNICA 04/2014

NORMA TÉCNICA 04/2014 É ESTADO DE GOIÁS SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR NORMA TÉCNICA 04/2014 Símbolos Gráficos SUMÁRIO 1 Objetivo 2 Aplicação 3 Definições 4 Referências normativas e bibliográficas

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa LEI COMPLEMENTAR N.º 14.555, DE 02 DE JULHO DE 2014. (publicada no DOE n.º 125, de 03 de julho de 2014) Altera a Lei

Leia mais

O PREFEITO MUNICIPAL DE MACAIBA

O PREFEITO MUNICIPAL DE MACAIBA Publicado no B.O.M.M. Nº 794 Em 12/05/2015 GABINETE DO PREFEITO LEI N 1.751/2015 DISPÕE SOBRE A REGULAMENTAÇÃO DA ATIVIDADE DE BOMBEIROS CIVIS E SALVA-VIDAS E FIXA AS EXIGÊNCIAS MÍNIMAS DE SEGURANÇA PARA

Leia mais

PRAÇA DOS ESPORTES E DA CULTURA MEMORIAL DESCRITIVO E ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA

PRAÇA DOS ESPORTES E DA CULTURA MEMORIAL DESCRITIVO E ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PRAÇA DOS ESPORTES E DA CULTURA MEMORIAL DESCRITIVO E ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PROJETO: INCÊNDIO Modelo: 3.000 m2 MAIO 2011 SUMÁRIO 1. Apresentação... 03 2. Extintores... 04 3. Iluminação de Emergência...

Leia mais

ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL SECRETARIA DE ESTADO DE JUSTIÇA E SEGURANÇA PÚBLICA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR NORMA TÉCNICA N 37. Subestação elétrica

ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL SECRETARIA DE ESTADO DE JUSTIÇA E SEGURANÇA PÚBLICA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR NORMA TÉCNICA N 37. Subestação elétrica ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL SECRETARIA DE ESTADO DE JUSTIÇA E SEGURANÇA PÚBLICA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR NORMA TÉCNICA N 37 Subestação elétrica SUMÁRIO ANEXO 1 Objetivo 2 Aplicação 3 Referências normativas

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO. Corpo de Bombeiros INSTRUÇÃO TÉCNICA Nº 29/2015

SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO. Corpo de Bombeiros INSTRUÇÃO TÉCNICA Nº 29/2015 Instrução Técnica nº 29/2011 - Comercialização, distribuição e utilização de gás natural 689 SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO Corpo de Bombeiros

Leia mais

CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS LEGISLAÇÃO DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO

CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS LEGISLAÇÃO DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS LEGISLAÇÃO DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO Cenário atual da segurança contra incêndio e pânico A SCI tem sido colocado em segundo plano no Brasil; Existe

Leia mais

PRODAV 03/2015 Passo a passo para inscrição do projeto

PRODAV 03/2015 Passo a passo para inscrição do projeto PASSO 11 - Ao concluir o preenchimento, clique em Salvar. Na aba da esquerda aparecerá o item Projetos que o compõem, e o primeiro projeto incluído aparecerá logo abaixo (fig. 16). Para incluir novos projetos

Leia mais

DESCRIÇÃO TÉCNICA DOS MATERIAIS EMPREGADOS Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014

DESCRIÇÃO TÉCNICA DOS MATERIAIS EMPREGADOS Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014 MATERIAL ABRIGO DE GÁS DESCRIÇÃO TÉCNICA DOS MATERIAIS EMPREGADOS Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014 CÓDIGO ABR GLP Descrição de Equivalência Técnica Exigida Toda a instalação que utiliza o gás GLP em botijão

Leia mais

Palestrantes: Carlos Cotta Rodrigues José Félix Drigo

Palestrantes: Carlos Cotta Rodrigues José Félix Drigo SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO RELACIONADOS AO NOVO DECRETO ESTADUAL DO CORPO DE BOMBEIROS DO ESTADO DE SÃO PAULO DESAFIO PERMANENTE Palestrantes: Carlos Cotta Rodrigues José Félix Drigo Alguns Números do CBPMESP

Leia mais

JOÃO AUGUSTO SANTA ROSA SARITA PIVETTA VIANI PLANO DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO SIMPLIFICADO

JOÃO AUGUSTO SANTA ROSA SARITA PIVETTA VIANI PLANO DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO SIMPLIFICADO JOÃO AUGUSTO SANTA ROSA SARITA PIVETTA VIANI PLANO DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO SIMPLIFICADO CASCAVEL 2013 1 PLANO DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO SIMPLIFICADO João Augusto Santa Rosa 1

Leia mais

PARTE I - SINALIZAÇÃO DE ORIENTAÇÃO E SALVAMENTO

PARTE I - SINALIZAÇÃO DE ORIENTAÇÃO E SALVAMENTO PARTE I - SINALIZAÇÃO DE ORIENTAÇÃO E SALVAMENTO Produto Utilização Ref. Cm. Indica o sentido da saída nos locais planos e sem escadas, onde a orientação seja PV10231 seguir à direita a partir do ponto

Leia mais

O Enquadramento Legal da Manutenção de Sistemas de Proteção Ativa (passiva) contra Incêndio (ANPC)

O Enquadramento Legal da Manutenção de Sistemas de Proteção Ativa (passiva) contra Incêndio (ANPC) O Enquadramento Legal da Manutenção de O Enquadramento Legal da Manutenção de Sistemas de Proteção Ativa (passiva) contra O Enquadramento Legal da Manutenção de Sistemas de Proteção Ativa (passiva) contra

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO

MEMORIAL DESCRITIVO DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO MEMORIAL DESCRITIVO DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO ESTADO DE ALAGOAS SECRETARIA DE ESTADO DA DEFESA SOCIAL CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DIRETORIA DE SERVIÇOS TÉCNICOS 1. DA EDIFICAÇÂO E ÁREAS DE RISCO:

Leia mais

Impactos da Nova Legislação contra Incêndio e Pânico em Joinville

Impactos da Nova Legislação contra Incêndio e Pânico em Joinville Impactos da Nova Legislação contra Incêndio e Pânico em Joinville Por: Maurício Jauregui Vice Presidente CBVJ Jaekel A de Souza Comandante Agosto de 2016 Introdução Agradecimento pelo convite, Objetivos

Leia mais

NORMAS REGULAMENTADORAS

NORMAS REGULAMENTADORAS NORMAS REGULAMENTADORAS Saúde e Seguranca Ocupacional Prof. Carlos William de Carvalho 1 NR-1 Disposições Gerais Determina a aplicabilidade de todas as normas regulamentadoras, assim como os direitos e

Leia mais

Símbolos Gráficos Para Projeto de Segurança Contra Incêndio

Símbolos Gráficos Para Projeto de Segurança Contra Incêndio Outubro 2011 Vigência: 08 Janeiro 2012 NPT 004 Símbolos Gráficos Para Projeto de Segurança Contra Incêndio CORPO DE BOMBEIROS BM/7 Versão: 01 Norma de Procedimento Técnico 17 páginas SUMÁRIO 1 Objetivo

Leia mais

ABNT NBR Área de Armazenamento de Recipientes Transportáveis de GLP

ABNT NBR Área de Armazenamento de Recipientes Transportáveis de GLP ABNT NBR 15514 Área de Armazenamento de Recipientes Transportáveis de GLP OBJETIVOS Ao final dessa lição os participantes serão capazes de: Definir termos técnicos associados ao tema; Conhecer condições

Leia mais

NBR Parte 1 Sinalização de segurança contra incêndio e pânico Parte 1: Princípios de projeto

NBR Parte 1 Sinalização de segurança contra incêndio e pânico Parte 1: Princípios de projeto ABNT Associação Brasileira de Normas Técnicas OUT:2001 Projeto de revisão NBR 13434 Parte 1 Sinalização de segurança contra incêndio e pânico Parte 1: Princípios de projeto Sede: Rio de Janeiro Av. Treze

Leia mais

MEDIDAS ATIVAS E PASSIVAS DE PREVENÇÃO E COMBATE A INCÊNDIOS - ESTUDO DE CASO EM UMA CASA NOTURNA DE SÃO JOSÉ DO EGITO/PE

MEDIDAS ATIVAS E PASSIVAS DE PREVENÇÃO E COMBATE A INCÊNDIOS - ESTUDO DE CASO EM UMA CASA NOTURNA DE SÃO JOSÉ DO EGITO/PE João Pessoa/PB, Brasil, de 03 a 06 de outubro de 2016 MEDIDAS ATIVAS E PASSIVAS DE PREVENÇÃO E COMBATE A INCÊNDIOS - ESTUDO DE CASO EM UMA CASA NOTURNA DE SÃO JOSÉ DO EGITO/PE JOSE WAGNER FERREIRA DE SOUZA

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO. Corpo de Bombeiros INSTRUÇÃO TÉCNICA Nº 29/2011

SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO. Corpo de Bombeiros INSTRUÇÃO TÉCNICA Nº 29/2011 Instrução Técnica nº 29/2011 - Comercialização, distribuição e utilização de gás natural 689 SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO Corpo de Bombeiros

Leia mais

INSTALAÇÕES DE GÁS. Profª Maria Cleide. Curso técnico em edificações 2014

INSTALAÇÕES DE GÁS. Profª Maria Cleide. Curso técnico em edificações 2014 INSTALAÇÕES DE GÁS Profª Maria Cleide Curso técnico em edificações 2014 Os gases combustíveis oferecidos no Brasil são: Gás natural; Gás Liquefeito de Petróleo (GLP). Gás natural É composto por uma mistura

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO DE CONSTRUÇÃO

MEMORIAL DESCRITIVO DE CONSTRUÇÃO MEMORIAL DESCRITIVO DE CONSTRUÇÃO 1.0 - ENDEREÇO DA OBRA - Avenida: Av. Alfredo Lisboa - Bairro: Bairro do Recife - Nº: s/n 2.0 - PROPRIETÁRIO - Nome: Ministério da Cultura - Governo Federal Secretario

Leia mais

Aula 9 Desenho de instalações hidrossanitárias: normas, simbologias e convenções

Aula 9 Desenho de instalações hidrossanitárias: normas, simbologias e convenções Aula 9 Desenho de instalações hidrossanitárias: normas, simbologias e convenções 1. INTRODUÇÃO - Relativo ao planejamento regional e urbano - Infra-estrutura: água, saneamento e energia - Representação

Leia mais

ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL SECRETARIA DE ESTADO DE JUSTIÇA E SEGURANÇA PÚBLICA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR NORMA TÉCNICA N 08

ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL SECRETARIA DE ESTADO DE JUSTIÇA E SEGURANÇA PÚBLICA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR NORMA TÉCNICA N 08 ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL SECRETARIA DE ESTADO DE JUSTIÇA E SEGURANÇA PÚBLICA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR NORMA TÉCNICA N 08 Resistência ao fogo dos elementos de construção SUMÁRIO ANEXOS 1 Objetivo

Leia mais

Comando do Corpo de Bombeiros. Mód 2 Plano de Segurança. Maj. QOBM Fernando

Comando do Corpo de Bombeiros. Mód 2 Plano de Segurança. Maj. QOBM Fernando Comando do Corpo de Bombeiros Mód 2 Plano de Segurança Maj. QOBM Fernando Introdução; Plano de Segurança Contra Incêndio e Pânico SUMÁRIO Plano de Segurança Contra Incêndio e Pânico; Medidas de Segurança,

Leia mais

Extinção de incêndio. Tecnologias para. Apresentação referente às tecnologias disponíveis para extinção de incêndio. Adelmiro Mendes Ferreira

Extinção de incêndio. Tecnologias para. Apresentação referente às tecnologias disponíveis para extinção de incêndio. Adelmiro Mendes Ferreira Tecnologias para Extinção de incêndio Apresentação referente às tecnologias disponíveis para extinção de incêndio. Adelmiro Mendes Ferreira 1 Adelmiro Mendes Ferreira + De 36 anos de carreira na 3M do

Leia mais

Plano de Emergência Serviço Municipal de Proteção Civil

Plano de Emergência Serviço Municipal de Proteção Civil Plano de Emergência Serviço Municipal de Proteção Civil Escola: EBI Pedras Salgadas CM Vila Pouca de Aguiar Novembro de 2012 CM de Vila Pouca de Aguiar AE Pedras Salgadas Plano de Emergência ÍNDICE Objetivos

Leia mais

Reação e Resistência ao Fogo

Reação e Resistência ao Fogo Exigências de segurança contra incêndio aplicadas aos perfis pultrudados: Reação e Resistência ao Fogo Antonio Fernando Berto afberto@ipt.br Reação ao Fogo dos Materiais Comportamento dos materiais em

Leia mais

SESSÃO PLENÁRIA Nº 2008 (ORDINÁRIA) DE 17 DE MARÇO DE 2016 PAUTA COMPLEMENTAR

SESSÃO PLENÁRIA Nº 2008 (ORDINÁRIA) DE 17 DE MARÇO DE 2016 PAUTA COMPLEMENTAR SESSÃO PLENÁRIA Nº 2008 (ORDINÁRIA) DE 17 DE MARÇO DE 2016 PAUTA COMPLEMENTAR Item VII. Ordem do dia Item 1 Julgamento dos processos constantes na pauta Item 1.1 Processos de ordem C PAUTA Nº: 59 PROCESSO:

Leia mais

DOSSIÊ TÉCNICO. Armazenamento de líquidos inflamáveis e combustíveis

DOSSIÊ TÉCNICO. Armazenamento de líquidos inflamáveis e combustíveis DOSSIÊ TÉCNICO Armazenamento de líquidos inflamáveis e combustíveis Indexadores: Combustível; Inflamável; Armazenamento; Tanque; Recipiente; Tambores São Paulo, 01 de Julho de 2016. 1. RESULTADO FORNECIDO

Leia mais

Manual. Sistema Venus 2.0. (Faturamento)

Manual. Sistema Venus 2.0. (Faturamento) Manual Do Sistema Venus 2.0 (Faturamento) 1 O Objetivo do módulo Faturamento é cadastrar pedidos de venda, fazer orçamentos, emitir notas fiscais, faturar e controlar pedidos de clientes, enfim toda a

Leia mais

Instalações Prediais. Manutenção

Instalações Prediais. Manutenção Instalações Prediais Manutenção Legislação Leis nº 10.199/86 e 8382/76 Certificado de manutenção dos sistemas de segurança contra incêndio Lei nº 13.214, de 22 de novembro de 2001. Obrigatoriedade de instalação

Leia mais

Instalações Hidráulicas e o Projeto de Arquitetura 9ª edição

Instalações Hidráulicas e o Projeto de Arquitetura 9ª edição Instalações Hidráulicas e o Projeto de Arquitetura 9ª edição PARTE I INSTALAÇÕES HIDRÁULICAS PREDIAIS 1 ÁGUA FRIA Entrada e fornecimento de água fria Compartimento que abriga o cavalete Medição de água

Leia mais

NOTA TÉCNICA. Amandio Pires Júnior 1, Sérgio Gonçalves Dutra 2, José Marcos de Lima 3, Maximillian Latorraca Barbosa 3 e Jean Louis Belot 4

NOTA TÉCNICA. Amandio Pires Júnior 1, Sérgio Gonçalves Dutra 2, José Marcos de Lima 3, Maximillian Latorraca Barbosa 3 e Jean Louis Belot 4 NOTA TÉCNICA Nº6 / 2016 Janeiro de 2016 Publicação de difusão científica e tecnológica editada pelo Instituto Mato-grossense do Algodão (IMAmt) e dirigida a profissionais envolvidos com o cultivo e beneficiamento

Leia mais

CONCEITUAÇÃO DE SINISTROS

CONCEITUAÇÃO DE SINISTROS Técnicas de Prevenção a Combate a Sinistros-I AULA 1 - Legislação e normas pertinentes: ABNT, Corpo de Bombeiros, Decreto Estadual e Instruções técnicas, NR-23. Prof. Reginaldo Rocha Vidal 1 CONCEITUAÇÃO

Leia mais

NORMAS DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIOS INSTRUÇÃO NORMATIVA (IN 005/DAT/CBMSC) EDIFICAÇÕES EXISTENTES

NORMAS DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIOS INSTRUÇÃO NORMATIVA (IN 005/DAT/CBMSC) EDIFICAÇÕES EXISTENTES ESTADO DE SANTA CATARINA SECRETARIA DE ESTADO DA SEGURANÇA PÚBLICA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DIRETORIA DE ATIVIDADES TÉCNICAS - DAT NORMAS DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIOS INSTRUÇÃO NORMATIVA (IN 005/DAT/CBMSC)

Leia mais

1 GLOSSÁRIO Área de TI Catálogo de serviços de TI Solicitante Chamado Formulário...

1 GLOSSÁRIO Área de TI Catálogo de serviços de TI Solicitante Chamado Formulário... Pág.: 1 de 21 SUMÁRIO 1 GLOSSÁRIO... 3 1.1 Área de TI... 3 1.2 Catálogo de serviços de TI... 3 1.3 Solicitante... 3 1.4 Chamado... 3 1.5 Formulário... 3 1.6 Situação do Chamado... 3 2 CATALOGO DE SERVIÇOS

Leia mais

Método de Gretener. Método de Cálculo Simplificado de Avaliação do Risco de Incêndio

Método de Gretener. Método de Cálculo Simplificado de Avaliação do Risco de Incêndio Método de Gretener Método de Cálculo Simplificado de Avaliação do Risco de Incêndio INTRODUÇÃO Um método com estas características, ágil, de fácil aplicação e rápida utilização, tem que aglutinar muita

Leia mais

NT 08 Isolamento de Risco

NT 08 Isolamento de Risco NT 08 Isolamento de Risco Exemplo Transmissão de Calor Transmissão de Calor Estudos de Afastamentos Estudos de Afastamentos Estudos de Afastamentos Estudos de Afastamentos Estudos de Afastamentos Como

Leia mais

Instituto Superior de Tecnologia de Paracambi. NR 8 e NR-10. Professora: Raquel Simas Pereira Teixeira

Instituto Superior de Tecnologia de Paracambi. NR 8 e NR-10. Professora: Raquel Simas Pereira Teixeira Instituto Superior de Tecnologia de Paracambi NR 8 e NR-10 Professora: Raquel Simas Pereira Teixeira NR-8 Edificações Dispõe sobre os requisitos técnicos mínimos que devem ser observados nas edificações

Leia mais

Aula 3. Normas Regulamentadoras de Segurança, Medicina e Higiene do Trabalho

Aula 3. Normas Regulamentadoras de Segurança, Medicina e Higiene do Trabalho Aula 3 Normas Regulamentadoras de Segurança, Medicina e Higiene do Trabalho São normas que definem os parâmetros legais de atuação da sociedade sobre as condições de trabalho. Fiscalização Penalidades

Leia mais

PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA

PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA 1 ÍNDICE 1. ACESSANDO O SISTEMA ATENA...03 2. INCLUSÃO DOS DADOS DO PROJETO...04 3. INCLUSÃO DO BOLSISTA...07 3.1 Bolsista com cadastro na USP...08 3.2 Bolsista sem cadastro

Leia mais

Agendamento de Entregas

Agendamento de Entregas Agendamento de Entregas MT-212-00143 - 2 Última Atualização 24/11/2014 I. Objetivos Após este módulo de capacitação você será capaz de: Solicitar um Agendamento de Entregas de Materiais; Acompanhar o andamento

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS COMENTADAS SOBRE NR 13

PERGUNTAS E RESPOSTAS COMENTADAS SOBRE NR 13 PERGUNTAS E RESPOSTAS COMENTADAS SOBRE NR 13 O que são vasos e caldeiras para fins de aplicação da NR 13? Caldeiras a vapor são equipamentos destinados a produzir e acumular vapor sob pressão superior

Leia mais

Segurança e Manutenção. (prof ª. Claudia Morgado) ENGENHARIA CIVIL. Contra Incêndio 12/04/2012

Segurança e Manutenção. (prof ª. Claudia Morgado) ENGENHARIA CIVIL. Contra Incêndio 12/04/2012 Segurança e Manutenção nas Edificações (prof ª. Claudia Morgado) ENGENHARIA CIVIL RS Barradas RS Barradas 12/04/2012 Proteção Passiva Contra Incêndio (PPCI) a origem dos incêndios (Pré-História) Raio nota:

Leia mais