GRÁFICO 1: Estrutura geral e local de realização do I Seminário Temático de Planejamento Estratégico FONTE: CT&D/CPE/CPE

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "GRÁFICO 1: Estrutura geral e local de realização do I Seminário Temático de Planejamento Estratégico FONTE: CT&D/CPE/CPE"

Transcrição

1 GRÁFICO 1: Estrutura geral e local de realização do I Seminário Temático de Planejamento Estratégico FONTE: CT&D/CPE/CPE

2 1. Em adequação do auditório ao número de participantes 95% dos avaliadores consideraram EXCELENTE, outros 4% avaliaram como ÓTIMO e 2% como BOM. 2. Sobre a localização do auditório onde foi realizado o evento (Auditório da Biblioteca Central Campus II), 86% avaliaram como EXCELENTE, 11% como ÓTIMO, 2% como RUIM e outro 2% como PÉSSIMO. 3. Sobre as condições ambientais do local 93% avaliaram como EXCELENTE e 7% como ótimas. 4. A qualidade do material distribuído foi considerada EXCELENTE por 95% dos avaliadores e 5% consideraram ÓTIMO. 5. A carga horária do Seminário obteve 77% de respondentes como EXCELENTE, 21% como ótima e outros 2% como boa. 6. Sobre o coffe break oferecido nos intervalos do evento, 89% consideraram EXCELENTE e 21% classificaram como ÓTIMO. Sendo que 4% NÃO RESPONDERAM. 7. A respeito da programação do evento 89% avaliaram como EXCELENTE e 11% como ÓTIMO. 8. Foi avaliada como EXCELENTE a coordenação-geral do evento por 96% dos respondentes, enquanto 2% consideraram como ÓTIMO e outros 2% como BOM.

3 GRÁFICO 2: Avaliação das Palestras FONTE: CT&D/CPE 1. A palestra de Vicente Gonçalves Gestão de Mudanças: Desafios e incertezas, no primeiro dia foi considerada EXCELENTE por 71%, ótima por 14%, boa por 2% e 13% dos avaliadores NÃO RESPONDERAM; 2. A palestra de Dobson Ferreira Borges Gestão Estratégica e Criação de Valor em Instituições Públicas de Ensino, teve 71% de avaliações como EXCELENTE, 23% como ótima e 5% NÃO RESPONDERAM;

4 3. A palestra de Marcos Ribeiro Cunha Gestão Estratégica de IES: fator cultural e planejamento estratégico como bases para o alinhamento organizacional, foi considerada EXCELENTE por 70% dos avaliadores, 27% consideraram ótima e 4% NÃO RESPONDERAM; 4. A palestra de Renan Carvalho BSC em rede: uma alternativa para instituições públicas, foi avaliada como EXCELENTE por 75% dos respondentes, ótima por 20%, boa por 2% e 4% NÃO RESPONDERAM; 5. A palestra de André Raposo Estratégias baseadas na gestão da inovação, foi considerada por 73% como EXCELENTE, 18% como ótima, 4% como boa e 5% NÃO RESPONDERAM; 6. A palestra de Leonardo Ramos Gestão estratégica para empresas públicas: Software Geplanes, foi avaliado como EXCELENTE por 46%, outros 25% consideraram ótima e 9% como boa. NÃO RESPONDERAM 20% do total; 7. O tempo destinado as palestras foi considerado EXCELENTE por 71% dos avaliadores, como ótima por 23% e 5% NÃO RESPONDERAM; 8. Sobre as respostas dadas pelos palestrantes no espaço para dúvidas e debate, 77% consideraram EXCELENTE, 18% como ótimas e 5% NÃO RESPONDERAM.

5 GRÁFICO 3: Avaliação do evento FONTE: CT&D/CPE

6 1. A contribuição do evento para aquisição de conhecimentos na área de planejamento estratégico foi respondida por 80% como EXCELENTE, 18% como ótima e 2% como boa. 2% NÃO RESPONDERAM; 2. A avaliação final do I Seminário de Planejamento Estratégico das IFES do Centro-Oeste foi de 89% consideraram EXCELENTE o evento, 9% como ÓTIMO e 2% NÃO RESPONDERAM essa questão. CRÍTICAS E SUGESTÕES TÉCNICOS ADMINISTRATIVOS UFG QUE NÃO EXERCEM CARGO DE CHEFIA PARA O II SEMINÁRIO SUGIRO QUE COMECE O PRIMEIRO MOMENTO DURANTE O DIA (MATUTINO OU VESPERTINO) E NAO À NOITE. ÓTIMO PROMOVAM OUTROS A CARGA HORÁRIA PODERIA TER SIDO MAIOR DIMINUIR O Nº DE PALESTRAS EM UM DIA Nº ALTO DE PALESTRAS NO DIA 13/09/12. SURPREENDEU! PARABÉNS! SENTI FALTA DOS PROFESSORES DA FACE/UFG. (STELLA, ELIANE). MELHORAR A DIVULGAÇÃO, MAIOR VISIBILIDADE NO SITE, MELHORAR COM RETORNO DA INFORMAÇÃO, POIS ATÉ HOJE NÃO RECEBI A CONFIRMAÇÃO DA MINHA INSCRIÇÃO. QUE O PRÓXIMO SEMINÁRIO SEJA EM OUTRO ESTADO. SUGESTÃO: POR SE TRATAR DE SEMINÁRIO, DEVERIA HAVER DISCUSSÕES GRUPAIS DE ASSUNTOS DAS PALESTRAS, INDUZINDO ASSIM AS PESSOAS

7 PARTICIPAREM MAIS ATIVAMENTE DO EVENTO. A ORGANIZAÇÃO FOI NOTA DEZ. (ELOGIO) SERIA INTERESSANTE QUE NO PRÓXIMO EVENTO OS PALESTRANTES ABORDASSEM TEMAS QUE SE ENQUADRASSEM MELHOR À REALIDADE INTERNA DAS IFES. AS PALESTRAS FORAM MUITO TEÓRICAS, VOLTADAS PARA EMPRESAS E NÃO SE FALOU NADA DO PLANEJAMNETO DAS IFES (REAL) ATRAVÉS DAS PALESTRAS PUDE CONCLUIR QUE MEU <<TIME>> ESTÁ NO CAMINHO CERTO E TAMBEM CONFIRMAR A MÁXIMA <<COM PAIXÃO, DISCIPLINA E LIDERANÇA, ATÉ O MAIS DIFÍCIL DOS OBJETIVOS PODE SER ALCANÇADO>>. PARABÉNS AOS ORGANIZADORES PELO EVENTO. SÃO AÇÕES COMO ESTA QU NOS AJUDAM A DESENVOLVER NOSSAS ATIVIDADES E PERMITEM AMPLIAR NOSSA VISÃO SOBRE O AMBIENTE ORGANIZACIONAL EM QUE ESTAMOS INSERIDOS. TÉCNICOS ADMINISTRATIVOS UFG QUE EXERCEM CARGO DE CHEFIA MUITO BOM, MUITO BEM ORGANIZADO. SUCESSO PURO. ESTA INICIATIVA É MUITO LOUVÁVEL, PRECISAMOS DE INCENTIVAR A INOVAÇÃO E ACIMA DE TUDO A MUDANÇA DE COMPORTAMENTO DO SERVIDOR PÚBLICO PARA QUE POSSA HAVER O COMPROMETIMENTO DAS PESSOAS COM O QUE FAZEM E NÃO SIMPLESMENTE FAZER MECANICAMENTE. ACHEI TAMBEM DE MUITO RESPEITO O CUMPRIMENTO DO HORÁRIOS, ISSO GARANTE A EXPECTATIVA DE CADA UM PARA O ACOMPNHAMENTO DE TODO O EVENTO SEM SURPRESAS OU DESCONTENTAMENTO. SUGIRO QUE ESTE SEMINÁRIO SEJA O 1º DE VÁRIOS SEMINÁRIOS COM ESSE ASSUNTO POSSA ACONTECER E QUE OS DEMAIS SEJAM AMPLIADO O PERÍODO, OU SEJA, COM NÚMERO DE DIAS MAIORES, 2 OU 3 DIAS INTEIROS, POR SER UM ASSUNTO COMPLEXO E DE TAMANHA IMPORTÂNCIA E TAMBEM QUE SEJA OFERECEIDO OFICINAS P/ QUE POSSAMOS VER NA PRÁTICA COMO O PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO FUNCIONA. 1 QUE A PALESTRA BSC EM REDE FOSSE OFERECIDA A OS DA UFG. 2- NOVAS PALESTRAS. *SITUAR O NÍVEL DE PLANEJAMENTO DE UNIDADES, ORGÃOS DA UFG, BEM COMO OUTRAS IFES EM RELAÇÃO AO ESTÁGIO DE PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO EM QUE ESTÃO E OS AVANÇOS ALCANÇADOS. *APRESENTAÇÃO DOS PARTICIPANTES (PÚBLICO) E NÍVEIS DE INSCRITOS.

8 CREIO QUE O SEMINÁRIO NÃO FOI BEM DIVULGADO DENTRO DA PRÓPRIA UFG. DEVIDO À IMPOTÂNCIA DO TEMA, DEVERIA SER MELHOR DIVULGADO. PROMOVER NOVOS EVENTOS, COM EXEMPLOS PRÁTICOS DE PLANEJAMENTOS ESTRATÉGICOS QUE FORAM IMPLANTADOS EM UNIDADES OU DEPARTAMENTOS, PARA TROCAS DE EXPERIÊNCIAS. ESTABELECER NO CRONOGRAMA PARA DAR CONTINUIDADE AS AÇÕES DE PLANEJAMENTO INSTITUCIONAL, CRIANDO MECANISMOS PARA ACOMPANHAR A IMPLANTAÇÃO E A IMPLEMENTAÇÃO DAS AÇÕES DE PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO NAS INSTITUIÇÕES. 06 PALESTRANTES COM ASSUNTOS MUITO PARECIDOS, PODERIA TER MENOS FALAS E MAIOR ESPAÇO PARA DEBATE. TODOS PALESTRANTES TROUXERAM PRINCÍPIOS DA INICIATIVA PRIVADA P/ SER TRANSPAUTADO P/ O SERVIÇO PÚBLICO. SE FALOU EM PRODUTO O TEMPO TODO. O NOSSO PRODUTO É OUTRO NÃO É MERCADORIA. NÃO FOI ESTIMULADO ESPAÇO P/ DEBATE DE IDEIAS. FICOU PARECENDO QUE TODOS PRESENTES CONCORDARAM C/ AS PROPOSTAS COLOCADAS, O QUE NÃO É VERDADEIRO. DE QUALQUER MODO VALEU O ESFORÇO P/ ORGANIZAR O EVENTO. DOCENTES UFG QUE NÃO EXERCEM CARGO DE CHEFIA DE MODO GERAL AS PALESTRAS NÃO CONSEGUIU DIALOGAR DE MODO ESPECÍFICO COM O PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO NO ÂMBITO DAS IES. POR OUTRO LADO, COMPREENDO QUE ESTE É UM PARADIGMA EM PROCESSO DE FORMAÇÃO. DIMINUIR O TEMPO DAS PALESTRAS. INSERIR EVENTO CULTURAL NO SEGUNDO DIA DE PROGRAMAÇÃO. DISPONIBILIZAR DIÁRIA/TRANSPORTE P/ SERVIDORES LOTADOS FORA DA SEDE. DOCENTES UFG QUE EXERCEM CARGO DE CHEFIA ALGUMAS PALESTRAS FORAM MUITO LONGAS E CANSATIVAS. PODERIAM SER + OBJETIVAS, SÃO PALESTRAS, NÃO AULAS. NO GERAL, O EVENTO FOI EXCELENTE E MUITO ESCLARECEDOR. PARABÉNS!

9 TÉCNICOS ADMINISTRATIVOS OUTRAS IFES QUE NÃO EXERCEM CARGO DE CHEFIA PARABÉNS PELO EVENTO! ÓTIMOS PALESTRANTES COM TEMAS PERTINENTES A ORGANIZAÇÃO PÚBLICA. PARABÉNS À EQUIPE ORGANIZADORA, QUE ESSE SEJA O 1º EVENTO DE MUITOS. O SEMINÁRIO FOI MUITO BOM, MAS GOSTARIA DE PARTICIPAR COM UMA CARGA HORÁRIA MAIOR PARA APROFUNDAR MAIS NO TEMA. A ORGANIZAÇÃO ESTÁ DE PARABÉNS, HORÁRIO, PONTUALIDADE, QUALIDADE DAS PALESTRAS. TÉCNICOS ADMINISTRATIVOS OUTRAS IFES QUE EXERCEM CARGO DE CHEFIA BELÍSSIMA INICATIVA! PARABENIZO A TODOS PELO TRABALHO. CRÍTICA: LOCALIZAÇÃO DO EVENTO E DISTÂNCIA PARA HOTEL. SUGIRO QUE HAJA UMA MELHOR LOGÍSTICA NESSE SENTIDO. ESSE SEMINÁRIO PODERIA TER UMA MAIOR CARGA HORÁRIA. ENCAMINHAR MATERIAL PARA O DO INSCRITO. APOIO AOS PARTICIPANTES DE OUTROS ESTADOS INFRAESTRUTURA, DE TRANSPORTE, DICAS SOBRE HOTEIS (DISTÂNCIA, LOCALIZAÇÃO) DOCENTES OUTRAS IFES QUE NÃO EXERCEM CARGO DE CHEFIA A SALA ESTAVA MUITO FRIA. A PALESTRA DO ANDRE RAPOSO TROUXE CONCEITOS MUITO IMPORTANTES, PORÉM SERIA NECESSÁRIO QUE ELE TIVESSE O OBRO DE TEMPO. TARDE FICOU CORRIDA, ÚLTIMA PALESTRA FOI PREJUDICADA.

PROGRAMA FORMAÇÃO PARA A DOCÊNCIA NO ENSINO SUPERIOR CURSO DOCÊNCIA NO ENSINO SUPERIOR ESTÁGIO PROBATÓRIO

PROGRAMA FORMAÇÃO PARA A DOCÊNCIA NO ENSINO SUPERIOR CURSO DOCÊNCIA NO ENSINO SUPERIOR ESTÁGIO PROBATÓRIO PROGRAMA FORMAÇÃO PARA A DOCÊNCIA NO ENSINO SUPERIOR CURSO DOCÊNCIA NO ENSINO SUPERIOR ESTÁGIO PROBATÓRIO 2012-1 Avaliação curso Docência no Ensino Superior Estágio Probatório 2012-1 Noturno Campus Goiânia

Leia mais

XVII SEPEX SEMANA DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO

XVII SEPEX SEMANA DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO XVII SEPEX SEMANA DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO EDITAL DE CHAMADA DE TRABALHOS 1 APRESENTAÇÃO - A Faculdade Católica Salesiana do Espírito Santo promoverá, entre os dias 08 a 09 de dezembro de 2015, a

Leia mais

XVIII SEPEX SEMANA DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO

XVIII SEPEX SEMANA DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO XVIII SEPEX SEMANA DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO EDITAL DE CHAMADA DE TRABALHOS 1 APRESENTAÇÃO - A Faculdade Católica Salesiana do Espírito Santo promoverá, entre os dias 12 e 13 de julho de 2016, a XVIII

Leia mais

CURSO DE ANÁLISE DE RECURSOS DE INFRAÇÃO DE TRÂNSITO RELATÓRIO DE ATIVIDADES CONSOLIDADO

CURSO DE ANÁLISE DE RECURSOS DE INFRAÇÃO DE TRÂNSITO RELATÓRIO DE ATIVIDADES CONSOLIDADO CURSO DE ANÁLISE DE RECURSOS DE INFRAÇÃO DE TRÂNSITO RELATÓRIO DE ATIVIDADES CONSOLIDADO PORTO ALEGRE/RS Realização: 1 a 18 de novembro de 2010. RELATÓRIO CONSOLIDADO Página 1 de 28/12/2010 1. Dados gerais

Leia mais

Relatório de Avaliação do Curso Sensoriamento Remoto e dos Processos de Formação da Precipitação

Relatório de Avaliação do Curso Sensoriamento Remoto e dos Processos de Formação da Precipitação Relatório de Avaliação do Curso Sensoriamento Remoto e dos Processos de Formação da Precipitação Com 110 alunos inscritos, o curso originalmente previsto para o auditório da FUNCEME, foi transferido para

Leia mais

A Lei de Acesso à Informação no Brasil: Um passo para o aprofundamento da democracia e os desafios para a sua implementação

A Lei de Acesso à Informação no Brasil: Um passo para o aprofundamento da democracia e os desafios para a sua implementação A Lei de Acesso à Informação no Brasil: Um passo para o aprofundamento da democracia e os desafios para a sua implementação A Escola Nacional de Administração Pública realizou o primeiro Café com Debate

Leia mais

40% 60% AVALIAÇÃO IFRJ EM DEBATE

40% 60% AVALIAÇÃO IFRJ EM DEBATE AVALIAÇÃO IFRJ EM DEBATE DATA: 14 de março de 2010 LOCAL: Auditório da FIRJAN TEMA: Seminário de Planejamento Estratégico do IFRJ Arranjos Produtivos Locais, Mercado de Trabalho e Indicadores de Gestão.

Leia mais

RESULTADO DA AVALIAÇÃO REALIZADA PELOS ALUNOS DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS

RESULTADO DA AVALIAÇÃO REALIZADA PELOS ALUNOS DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS RESULTADO DA AVALIAÇÃO REALIZADA PELOS ALUNOS DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Palestra: ÁGUA E GESTÃO: REFLETINDO SOBRE O NOVO CENÁRIO Palestrantes: Gladys Nunes; Micheline Savignon; Rodrigo Ismael Lacerda Data:

Leia mais

Pesquisa de Satisfação

Pesquisa de Satisfação Pesquisa de Satisfação Pesquisa de opinião com os participantes: 2 Questionário de Avaliação de Satisfação dos Participantes 15º Congresso Jurídico da FDSM 2013 1. Objetivo Geral Avaliar o grau de satisfação

Leia mais

CURSO DE EDUCAÇÃO DE TRÂNSITO RELATÓRIO DE ATIVIDADES CONSOLIDADO

CURSO DE EDUCAÇÃO DE TRÂNSITO RELATÓRIO DE ATIVIDADES CONSOLIDADO CURSO DE EDUCAÇÃO DE TRÂNSITO RELATÓRIO DE ATIVIDADES CONSOLIDADO PORTO ALEGRE/RS Realização: 13 a 1 de outubro de 2010. RELATÓRIO CONSOLIDADO Página 1 de 28/12/2010 1. Dados gerais Município sede Porto

Leia mais

Instituto Mestre Allan 09/2010

Instituto Mestre Allan 09/2010 Instituto Mestre Allan 09/2010 1 Bem estruturada Qualidade técnica e experiência do Mestre Professores qualificados Profissionalismo (citado várias vezes) Ambiente harmonioso, e instrutor competente (habilidade

Leia mais

Avaliação Institucional Docentes

Avaliação Institucional Docentes Avaliação Institucional Docentes A avaliação é um processo fundamental para a qualidade do trabalho desenvolvido nas Instituições de Ensino Superior. Nesse sentido, a Comissão Própria de Avaliação (CPA)

Leia mais

OFICINA COM OS DISCENTES SOBRE A AVALIAÇÃO DOCENTE PELO DISCENTE- CAMPUS PORTO VELHO RELATÓRIO

OFICINA COM OS DISCENTES SOBRE A AVALIAÇÃO DOCENTE PELO DISCENTE- CAMPUS PORTO VELHO RELATÓRIO OFICINA COM OS DISCENTES SOBRE A AVALIAÇÃO DOCENTE PELO DISCENTE- CAMPUS PORTO VELHO RELATÓRIO UNIR, 2016 OFICINA COM OS DISCENTES SOBRE A AVALIAÇÃO DOCENTE PELO DISCENTE- CAMPUS PORTO VELHO RELATÓRIO

Leia mais

INSTITUTO METODISTA IZABELA HENDRIX

INSTITUTO METODISTA IZABELA HENDRIX INSTITUTO METODISTA IZABELA HENDRIX CENTRO UNIVERSITÁRIO METODISTA IZABELA HENDRIX RELATÓRIO AVALIAÇÃO DO CURSO DE FONOAUDIOLOGIA PERÍODO 2015 TABELA 1 Adesão de docentes e discentes na avaliação 2015

Leia mais

AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL Relatório Geral das Disciplinas

AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL Relatório Geral das Disciplinas AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL Relatório Geral das Disciplinas FIPEL 1 semestre 2010 Comissão Própria de Avaliação - CPA 1 Coordenação de Avaliação Institucional - COGEAV Equipe Técnica / Elaboração do Relatório

Leia mais

PROAP. VII Encontro de VII Encontro de Administração, Administração,Orçamento Orçamento e Planejamento. "A Gestão do Instituto Federal da Bahia" IFBA

PROAP. VII Encontro de VII Encontro de Administração, Administração,Orçamento Orçamento e Planejamento. A Gestão do Instituto Federal da Bahia IFBA VII Encontro de VII Encontro de Administração, Administração,Orçamento Orçamento e "A Gestão do Instituto Federal da Bahia" IFBA PROAP Pró-Reitoria de Administração e Santo Antônio de Jesus BA 2016 INTRODUÇÃO

Leia mais

NOME DA AÇÃO EDUCACIONAL. Curso: Gestão de Riscos na Administração Pública - T01/2015-TRF

NOME DA AÇÃO EDUCACIONAL. Curso: Gestão de Riscos na Administração Pública - T01/2015-TRF NOME DA AÇÃO EDUCACIONAL Curso: Gestão de Riscos na Administração Pública - T01/2015-TRF OBJETIVO Apresentar os conceitos, os princípios, a estrutura e o processo para gerenciamento de riscos em organiza

Leia mais

FLUXO DE PROCEDIMENTOS PARA SOLICITAÇÕES ESPECÍFICAS PARA PROGRAMAS/ PROJETOS COM FINANCIAMENTO EXTERNO

FLUXO DE PROCEDIMENTOS PARA SOLICITAÇÕES ESPECÍFICAS PARA PROGRAMAS/ PROJETOS COM FINANCIAMENTO EXTERNO FLUXO DE PROCEDIMENTOS PARA SOLICITAÇÕES ESPECÍFICAS PARA PROGRAMAS/ PROJETOS COM FINANCIAMENTO EXTERNO 1. OBJETO Contratação de Serviço Terceiro Pessoa Física para os seguintes projetos/programas: -Projetos,

Leia mais

Regulamento do MUNICIÊNCIA Municípios Inovadores

Regulamento do MUNICIÊNCIA Municípios Inovadores Regulamento do MUNICIÊNCIA Municípios Inovadores. Introdução MuniCiência Municípios Inovadores é uma iniciativa criada pela CNM para identificar, analisar, promover e compartilhar projetos inovadores adotados

Leia mais

RELATÓRIO GERENCIAL AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DOCENTE, CURSO E COORDENADOR DE CURSO GRADUAÇÃO PRESENCIAL REGIME QUADRIMESTRAL

RELATÓRIO GERENCIAL AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DOCENTE, CURSO E COORDENADOR DE CURSO GRADUAÇÃO PRESENCIAL REGIME QUADRIMESTRAL RELATÓRIO GERENCIAL AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DOCENTE, CURSO E COORDENADOR DE CURSO GRADUAÇÃO PRESENCIAL REGIME QUADRIMESTRAL MÓDULO B 2015 CENTRO UNIVERSITÁRIO INTERNACIONAL UNINTER COMISSÃO PRÓPRIA DE

Leia mais

REGULAMENTO PARA SUBMISSÃO DE TRABALHO NO II SARAU EM LIBRAS DA UFOPA

REGULAMENTO PARA SUBMISSÃO DE TRABALHO NO II SARAU EM LIBRAS DA UFOPA REGULAMENTO PARA SUBMISSÃO DE TRABALHO NO II SARAU EM LIBRAS DA UFOPA O Sarau em Libras é um evento cultural pensado para promover a valorização da cultura surda. A segunda edição do evento envolverá apresentações

Leia mais

1. DO OBJETO: 2. DA SOLUÇÃO:

1. DO OBJETO: 2. DA SOLUÇÃO: CHAMADA PÚBLICA 37/2016 ALINHAMENTO TÉCNICO INSTITUCIONAL A Gerência de Soluções do SEBRAE/RS convida as empresas credenciadas para prestação de serviços de instrutoria e consultoria, através do Edital

Leia mais

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS PELO NAI ANO LETIVO DE 2009

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS PELO NAI ANO LETIVO DE 2009 UNIVERSIDADE DANTA CECÍLIA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO - NÚCLEO DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL É preciso avaliar para mudar RELATÓRIO DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS PELO ANO LETIVO DE 2009 PERÍODO FEVEREIRO

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS POLÍTICA DE TREINAMENTO

MANUAL DE PROCEDIMENTOS POLÍTICA DE TREINAMENTO 1. INTRODUÇÃO A Política de Treinamento tem por objetivo estabelecer critérios para o tratamento das solicitações de Capacitação, Desenvolvimento, Cursos Intensivos, Seminários, Palestras, Congressos,

Leia mais

EDITAL CEET Nº 001/2016 3ª FEIRA DE CURSOS DO CEET TALMO LUIZ SILVA

EDITAL CEET Nº 001/2016 3ª FEIRA DE CURSOS DO CEET TALMO LUIZ SILVA EDITAL CEET Nº 001/2016 3ª FEIRA DE CURSOS DO CEET TALMO LUIZ SILVA O CEET Talmo Luiz Silva torna público o presente Edital de inscrição de projetos de alunos a serem avaliados e expostos na 3ª Feira de

Leia mais

CONSERVATÓRIO DE MÚSICA CALOUSTE GULBENKIAN DE BRAGA

CONSERVATÓRIO DE MÚSICA CALOUSTE GULBENKIAN DE BRAGA CONSERVATÓRIO DE MÚSICA CALOUSTE GULBENKIAN DE BRAGA PLANO DE MELHORIA 2014 / 2016 ÍNDICE Introdução 3 Resultados da Avaliação Externa 4 Ações a contemplar no Plano de Melhoria 5 Conclusão 7 2 Introdução

Leia mais

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO DO I-GESITI/2003

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO DO I-GESITI/2003 /8 AVALIAÇÃO DO I WORKSHOP GESITI/00 Amostragem: pessoas responderam o questionário em um universo de 0. CRITÉRIO ADOTADO: : qualidade fraca : qualidade excelente CRITÉRIO ADOTADO:. - Fraco. - Regular.

Leia mais

Assessoria de Comunicação Social - ASCOM

Assessoria de Comunicação Social - ASCOM UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO Assessoria de Comunicação Social - ASCOM Petrolina - PE Julho de 2016 2ª Versão Apresentação A Assessoria de Comunicação Social (Ascom) da Univasf tem como

Leia mais

1º FESTIVAL DE INVERNO DE ITAJUBÁ

1º FESTIVAL DE INVERNO DE ITAJUBÁ 1º FESTIVAL DE INVERNO DE ITAJUBÁ O 1º Festival de Inverno de Itajubá é um evento regional, que tem como objetivo principal valorizar a cultura e gastronomia da região e que privilegiem a participação

Leia mais

EIXO 1 PLANEJAMENTO E AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL Dimensão 8: Planejamento e Avaliação Institucional* Título da Ação (o que?

EIXO 1 PLANEJAMENTO E AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL Dimensão 8: Planejamento e Avaliação Institucional* Título da Ação (o que? ANEXO 2 PLANO DE AÇÃO COMISSÃO SETORIAL DE AVALIAÇÃO CCSH Questão Geral 1.1 Como você percebe a utilização dos resultados da autoavaliação como subsídio à revisão, proposição e implementação das ações

Leia mais

APRESENTAÇÃO HUB SEBRAE-SP

APRESENTAÇÃO HUB SEBRAE-SP APRESENTAÇÃO HUB SEBRAE-SP HUB SEBRAE-SP O QUE É HUB? O princípio do HUB vem da informática, sendo um dispositivo com diferentes portas para conexão de pequenos equipamentos de vários tipos. Nessse contexto,

Leia mais

Biometrics and Human Identification Technology Expo, Business & Conference

Biometrics and Human Identification Technology Expo, Business & Conference Biometrics and Human Identification Technology Expo, Business & Conference 8 a 10 de novembro de 2016 Centro FECOMERCIO de Eventos São Paulo Apoio Mídia Organização e Realização Apresentação São esperados

Leia mais

CHAMADA SIMPLIFICADA DE INICIATIVAS Nº 1 DE 28 DE AGOSTO DE 2015 Vitrine de Inovações para a Cidadania Financeira

CHAMADA SIMPLIFICADA DE INICIATIVAS Nº 1 DE 28 DE AGOSTO DE 2015 Vitrine de Inovações para a Cidadania Financeira CHAMADA SIMPLIFICADA DE INICIATIVAS Nº 1 DE 28 DE AGOSTO DE 2015 Vitrine de Inovações para a Cidadania Financeira O Departamento de Educação Financeira do Banco Central do Brasil (BCB) convida sociedades

Leia mais

Padrão de Vencimento. João Pessoa, de maio de Cargo

Padrão de Vencimento. João Pessoa, de maio de Cargo INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA FICHA DE INSCRIÇÃO Curso: Excelência na Prestação de Serviços na Administração Pública Módulo I Excelência no Relacionamento e Atendimento

Leia mais

ANEXO PLANO DE AÇÃO PROFESSOR

ANEXO PLANO DE AÇÃO PROFESSOR ANEXO 5.2.2. PLANO DE AÇÃO PROFESSOR Rua Bruxelas, nº 169 São Paulo - SP CEP 01259-020 Tel: (11) 2506-6570 escravonempensar@reporterbrasil.org.br www.escravonempensar.org.br O que é o plano de ação? O

Leia mais

GESTÃO DE PROCESSOS E OPERAÇÕES

GESTÃO DE PROCESSOS E OPERAÇÕES GESTÃO DE PROCESSOS E OPERAÇÕES Guia da Disciplina Informações sobre a Disciplina A Administração de Operações ou Administração da Produção é a função administrativa responsável pelo estudo e pelo desenvolvimento

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº. 012 DE 06 DE DEZEMBRO DE 2013

RESOLUÇÃO Nº. 012 DE 06 DE DEZEMBRO DE 2013 RESOLUÇÃO Nº. 012 DE 06 DE DEZEMBRO DE 2013 AVALIAÇÃO PERIÓDICA DE DESEMPENHO APD (ANEXO I) Este formulário destina-se à avaliação periódica dos servidores Assistente e Técnico-administrativo estáveis,

Leia mais

PROGRAMA PARA A VALORIZAÇÃO DE INICIATIVAS CULTURAIS VAI SECRETARIA MUNICIPAL DA CULTURA São Paulo, Janeiro de 2012.

PROGRAMA PARA A VALORIZAÇÃO DE INICIATIVAS CULTURAIS VAI SECRETARIA MUNICIPAL DA CULTURA São Paulo, Janeiro de 2012. PROGRAMA PARA A VALORIZAÇÃO DE INICIATIVAS CULTURAIS VAI SECRETARIA MUNICIPAL DA CULTURA São Paulo, Janeiro de 2012 Design D Kebrada 2. Dados do projeto 2.1 Nome do projeto Design D Kebrada 2.2 Data e

Leia mais

AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2011

AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2011 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2011 NATAL/RN MARÇO/2012

Leia mais

JÚNIOR/2013 Mostra de Trabalhos do Ensino Fundamental REGULAMENTO

JÚNIOR/2013 Mostra de Trabalhos do Ensino Fundamental REGULAMENTO JÚNIOR/2013 Mostra de Trabalhos do Ensino Fundamental REGULAMENTO 1 DENOMINAÇÃO A Mostra de Trabalhos do Ensino Fundamental 2013, neste regulamento denominada MOSTRATEC JUNIOR 2013, é organizada pela Fundação

Leia mais

Maio de Relatório de Avaliação do Workshop Estratégias de Estudo. Ano Letivo 2011/2012. Gabinete de Apoio ao Tutorado

Maio de Relatório de Avaliação do Workshop Estratégias de Estudo. Ano Letivo 2011/2012. Gabinete de Apoio ao Tutorado Maio de 2012 Relatório de Avaliação do Workshop Estratégias de Estudo Ano Letivo 2011/2012 Gabinete de Apoio ao Tutorado ÍNDICE 1. Introdução... 3 2. Avaliação Workshop Estratégias de Estudo - 2011/2012...

Leia mais

CHAMADA INTERNA 1/2016 VOLUNTÁRIOS PARA ATUAR NOS EVENTOS CONGRESSO INTERNACIONAL WFCP 2016 E 40ª REDITEC

CHAMADA INTERNA 1/2016 VOLUNTÁRIOS PARA ATUAR NOS EVENTOS CONGRESSO INTERNACIONAL WFCP 2016 E 40ª REDITEC CHAMADA INTERNA 1/2016 VOLUNTÁRIOS PARA ATUAR NOS EVENTOS CONGRESSO INTERNACIONAL WFCP 2016 E 40ª REDITEC A Comissão Organizadora da 40ª Reunião dos Dirigentes das Instituições Federais de Educação Profissional

Leia mais

Cadernos de Avaliação Institucional

Cadernos de Avaliação Institucional CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS DIRETORIA DE GRADUAÇÃO COMISSÃO PERMANENTE DE AVALIAÇÃO - CPA Cadernos de Avaliação Institucional Administração Resultado da Avaliação do Curso Corpo

Leia mais

AUTO-AVALIAÇÃO DO CURSO DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS 2014

AUTO-AVALIAÇÃO DO CURSO DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS 2014 AUTO-AVALIAÇÃO DO CURSO DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS 2014 Instrumento para avaliação do curso de graduação em Ciências Econômicas por parte dos docentes que nele ministraram alguma disciplina durante o ano letivo

Leia mais

Universidade Federal de Santa Maria. I ENCONTRO NACIONAL DE ESTUDANTES DE ENGENHARIA CIVIL Santa Maria - RS 25 a 27 de abril

Universidade Federal de Santa Maria. I ENCONTRO NACIONAL DE ESTUDANTES DE ENGENHARIA CIVIL Santa Maria - RS 25 a 27 de abril Universidade Federal de Santa Maria I ENCONTRO NACIONAL DE ESTUDANTES DE ENGENHARIA CIVIL Santa Maria - RS 25 a 27 de abril 2012 O presente documento tem por objetivo apresentar o I Encontro Nacional de

Leia mais

ESCOLA ESTADUAL IRMAN RIBEIRO DE ALMEIDA SILVA PLANO DE AÇÃO 2014

ESCOLA ESTADUAL IRMAN RIBEIRO DE ALMEIDA SILVA PLANO DE AÇÃO 2014 ESCOLA ESTADUAL IRMAN RIBEIRO DE ALMEIDA SILVA PLANO DE AÇÃO 2014 NOVA ANDRADINA MS DEZEMBRO/2013 ESCOLA IRMAN RIBEIRO DE ALMEIDA SILVA PLANO DE AÇÃO 2014 Plano de ações previstas a serem executadas no

Leia mais

Regulamento. 1.Da participação. 2.Dos encontros temáticos. 3.Das modalidades de apresentação

Regulamento. 1.Da participação. 2.Dos encontros temáticos. 3.Das modalidades de apresentação Regulamento 1.Da participação O Seminário de Extensão da Unioeste (SEU) é um evento gratuito, organizado pela Pró-Reitoria de Extensão e visa divulgar os trabalhos realizados pelos extensionistas dessa

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 04 CAGV/IFMG/SETEC/MEC DE 15 DE DEZEMBRO DE 2016.

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 04 CAGV/IFMG/SETEC/MEC DE 15 DE DEZEMBRO DE 2016. INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 04 CAGV/IFMG/SETEC/MEC DE 15 DE DEZEMBRO DE 2016. Dispõe sobre regulamentação de normas e procedimentos para realização de eventos acadêmicos e administrativos, cerimonial e protocolo

Leia mais

Relatório do Curso de Regulamento Administrativo e Plano de Cargos e Salários

Relatório do Curso de Regulamento Administrativo e Plano de Cargos e Salários Assembleia Legislativa do Estado de Goiás Relatório do Curso de Regulamento Administrativo e Plano de Cargos e Salários Goiânia Novembro de 2016 1. Descrição geral da atividade A, da Assembleia Legislativa

Leia mais

1º SEMINÁRIO: Gestão Estratégica para Departamentos Jurídicos e Escritórios de Advocacia. LOCAL: Recife-PE 22/11/2013

1º SEMINÁRIO: Gestão Estratégica para Departamentos Jurídicos e Escritórios de Advocacia. LOCAL: Recife-PE 22/11/2013 DIVISÃO DE CONSULTORIA 1º SEMINÁRIO: Gestão Estratégica para Departamentos Jurídicos e Escritórios de Advocacia LOCAL: Recife-PE 22/11/2013 TEMA DA PALESTRA: Gestão de Fluxos de Trabalho e Indicadores

Leia mais

Relatório Final 1º Semestre 2015

Relatório Final 1º Semestre 2015 Relatório Final 1º Semestre 2015 Introdução Neste relatório apresentaremos os resultados consolidados do primeiro semestre de 2015. Informações sobre o processo de seleção, o perfil dos alunos que realizaram

Leia mais

Ótima Boa Regular Ruim

Ótima Boa Regular Ruim Prezados colegas, Durante a última semana foi realizado o IX Simpósio Nacional sobre o Cerrado e II Simpósio Internacional sobre Savanas Tropicas. O evento é resultado de aproximadamente 24 meses de trabalho,

Leia mais

RELATÓRIO FINAL - INDICADORES - ESTUDANTES MEDICINA - SÃO CARLOS. Quadro 1: Resultados dos Indicadores para o curso de Medicina - Campus São Carlos

RELATÓRIO FINAL - INDICADORES - ESTUDANTES MEDICINA - SÃO CARLOS. Quadro 1: Resultados dos Indicadores para o curso de Medicina - Campus São Carlos RELATÓRIO FINAL - INDICADORES - ESTUDANTES MEDICINA - SÃO CARLOS Quadro 1: Resultados dos Indicadores para o curso de Medicina - Campus São Carlos INDICADOR CLASSIFICAÇÃO ÍNDICE DE AVALIAÇÃO GERAL SATISFAÇÃO

Leia mais

NADIME Núcleo de Apoio Didático e Metodológico. RELATÓRIO GERAL DAS ATIVIDADES DE e INÍCIO DE

NADIME Núcleo de Apoio Didático e Metodológico. RELATÓRIO GERAL DAS ATIVIDADES DE e INÍCIO DE RELATÓRIO GERAL DAS ATIVIDADES DE 2010.2 e INÍCIO DE 2011.1 DATA ATIVIDADE ENCAMINHAMENTOS / OBSERVAÇÕES 05.08.10 Acompanhamento da visita de reconhecimento do MEC no curso de Sistemas de Informação. Nas

Leia mais

REGULAMENTO 1º PRÊMIO DE BOAS PRÁTICAS DA REDE BRASILERIA DE OP

REGULAMENTO 1º PRÊMIO DE BOAS PRÁTICAS DA REDE BRASILERIA DE OP REGULAMENTO 1º PRÊMIO DE BOAS PRÁTICAS DA REDE BRASILERIA DE OP O PRÊMIO O 1º prêmio BOAS PRÁTICAS DA REDE BRASILEIRA DE OP é uma distinção anual promovida pela Rede Brasileira de Orçamento Participativo

Leia mais

Edital para Seleção Pública de Monitor Voluntário

Edital para Seleção Pública de Monitor Voluntário Edital para Seleção Pública de Monitor Voluntário Apresentação e Caráter do Edital A Subcomissão de Monitoria e Secretaria, bem como a Comissão Organizadora, da IV Semana de Educação, Ciência e Tecnologia

Leia mais

PROJETO LIBRAS. 1. TÍTULO Curso de Formação Continuada em Língua Brasileira de Sinais:

PROJETO LIBRAS. 1. TÍTULO Curso de Formação Continuada em Língua Brasileira de Sinais: 3 PROJETO LIBRAS 1. TÍTULO Curso de Formação Continuada em Língua Brasileira de Sinais: 2. NATUREZA DO PROJETO Curso de Extensão 3. IDENTIFICAÇÃO DO PROPONENTE Professor Sérgio Vaz Mendes 4. ÁREA RESPONSÁVEL

Leia mais

Atividades executadas durante o mês de Maio

Atividades executadas durante o mês de Maio RELATÓRIO PEDAGÓGICO REFERENTE AO MÊS DE MAIO DE 2016 Atividades executadas durante o mês de Maio EDUCAÇÃO INFANTIL E ENSINO FUNDAMENTAL I Acompanhamento e orientação do processo pedagógico. Acompanhamento

Leia mais

4. DISPOSIÇÕES GERAIS

4. DISPOSIÇÕES GERAIS ÍNDICE 1. Agradecimentos... 03 2. A EMPEC... 04 3. UPDATE... 04 4. Disposições Gerais... 04 5. Critérios de Participação... 05 6. Regulamento... 05 7. Inscrições... 06 8. Pagamento... 06 9. Etapas do Concurso...

Leia mais

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO DO CURSO DE BACHARELADO EM FARMÁCIA DA UEPG SINAES ENADE 2010

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO DO CURSO DE BACHARELADO EM FARMÁCIA DA UEPG SINAES ENADE 2010 RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO DO CURSO DE BACHARELADO EM FARMÁCIA DA UEPG SINAES ENADE 2010 Ponta Grossa 2012 REITORIA Reitor João Carlos Gomes Vice-reitor Carlos Luciano Sant Ana Vargas PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO

Leia mais

Universidade Federal da Bahia Escola de Administração da UFBA Núcleo de Extensão em Administração Rede de Inovação e Aprendizagem em Gestão Hospitalar

Universidade Federal da Bahia Escola de Administração da UFBA Núcleo de Extensão em Administração Rede de Inovação e Aprendizagem em Gestão Hospitalar Edital para Inscrição e Seleção de Boas Práticas em Gestão Hospitalar e Serviços de Saúde 1ª Edição A Universidade Federal da Bahia (UFBA, por meio da Escola de Administração da Universidade Federal da

Leia mais

EDITAL 03/2016 EDUCAÇÃO

EDITAL 03/2016 EDUCAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO JOAQUIM NABUCO Diretoria de Formação e Desenvolvimento Profissional Fone: (81) 3073.6629 CNPJ: 09.773.169/0001-59 www.fundaj.gov.br EDITAL 03/2016 CURSO DE FORMAÇÃO DE CONSELHEIROS

Leia mais

PROPOSTA DE TREINAMENTO IN COMPANY

PROPOSTA DE TREINAMENTO IN COMPANY DIRETORIA DE GESTÃO DE PESSOAS COORDENADORIA DE DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS PROPOSTA DE TREINAMENTO IN COMPANY Curso: Cursos de Desenvolvimento de Servidores Treinamento: Legislação pessoal aplicada ao

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DE MONITORIA. Dispõe sobre a oferta de vagas acadêmicas para monitoria do I Encontro de Enfermagem Obstétrica e Neonatal da Paraíba.

EDITAL DE SELEÇÃO DE MONITORIA. Dispõe sobre a oferta de vagas acadêmicas para monitoria do I Encontro de Enfermagem Obstétrica e Neonatal da Paraíba. EDITAL DE SELEÇÃO DE MONITORIA Dispõe sobre a oferta de vagas acadêmicas para monitoria do I Encontro de Enfermagem Obstétrica e Neonatal da Paraíba. CONSIDERANDO a realização desta monitoria como uma

Leia mais

EDITAL. SEMANA UNIVERSITÁRIA DA UnB "Diferenças que somam, ideias que multiplicam"

EDITAL. SEMANA UNIVERSITÁRIA DA UnB Diferenças que somam, ideias que multiplicam EDITAL SEMANA UNIVERSITÁRIA DA UnB - 2016 "Diferenças que somam, ideias que multiplicam" O Reitor da Universidade de Brasília torna pública a realização da Semana Universitária da UnB - 2016, com o tema

Leia mais

Cadernos de Avaliação Institucional

Cadernos de Avaliação Institucional CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS DIRETORIA DE GRADUAÇÃO COMISSÃO PERMANENTE DE AVALIAÇÃO - CPA Cadernos de Avaliação Institucional Engenharia de Minas Araxá Resultado da Avaliação

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 029/2007 -PROEC/UNICENTRO

RESOLUÇÃO Nº 029/2007 -PROEC/UNICENTRO RESOLUÇÃO Nº 029/2007 -PROEC/UNICENTRO Convalida o projeto de extensão Conhecendo a UNICENTRO: treinamento de apoio aos estagiários do Campus de Irati, na modalidade de curso de extensão, na categoria

Leia mais

Abril de Relatório de Avaliação do Workshop Gestão de Tempo. Ano Letivo 2013/2014. Gabinete de Apoio ao Tutorado

Abril de Relatório de Avaliação do Workshop Gestão de Tempo. Ano Letivo 2013/2014. Gabinete de Apoio ao Tutorado Abril de 2014 Relatório de Avaliação do Workshop Gestão de Tempo Ano Letivo 2013/2014 Gabinete de Apoio ao Tutorado ÍNDICE 1. Introdução... 3 2. Avaliação Workshop Gestão de Tempo - 2013/2014... 4 3. Conclusão...

Leia mais

Curso de Formação. Metas Curriculares de Português 1.º Ciclo (Turma Telões) (Data de início: 06/11/ Data de fim: 20/11/2014)

Curso de Formação. Metas Curriculares de Português 1.º Ciclo (Turma Telões) (Data de início: 06/11/ Data de fim: 20/11/2014) Curso de Formação Metas Curriculares de Português 1.º Ciclo (Turma Telões) (Data de início: 06/11/2014 - Data de fim: 20/11/2014) I - Autoavaliação (formandos) A- Motivação para a Frequência da Ação 1-

Leia mais

SEGUNDA EDIÇÃO DO PROJETO ESCOLA NO LEGISLATIVO E O PROJETO ESTAGIÁRIO CIDADÃO

SEGUNDA EDIÇÃO DO PROJETO ESCOLA NO LEGISLATIVO E O PROJETO ESTAGIÁRIO CIDADÃO SEGUNDA EDIÇÃO DO PROJETO ESCOLA NO LEGISLATIVO E O PROJETO ESTAGIÁRIO CIDADÃO Goiânia Junho/2015 Descrição Geral do Seminário A iniciou, no dia 25 de junho de 2015, o Projeto Estagiário Cidadão, com palestras

Leia mais

REGULAMENTO DOS BLOCOS MARCHA NICO LOPES 2016

REGULAMENTO DOS BLOCOS MARCHA NICO LOPES 2016 REGULAMENTO DOS BLOCOS MARCHA NICO LOPES 2016 Da composição da Marcha Art. 1º. Os blocos da MARCHA NICO LOPES 2016 serão compostos pela comunidade da região de Viçosa, não necessariamente universitária,

Leia mais

Atribuições do professor-tutor da Seed/PR

Atribuições do professor-tutor da Seed/PR GESTÃO EM FOCO Programa de Fortalecimento da Gestão Escolar Secretaria de Estado da Educação do Paraná Governo do Paraná Atribuições do professor-tutor da Seed/PR Pauta da Reunião a) Edital de seleção

Leia mais

NORMAS PARA ORIENTAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DOS ESTÁGIOS SUPERVISIONADOS NOS CURSOS DE LICENCIATURA DA URI

NORMAS PARA ORIENTAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DOS ESTÁGIOS SUPERVISIONADOS NOS CURSOS DE LICENCIATURA DA URI UNIVERSIDADE REGIONAL INTEGRADA DO ALTO URUGUAI E DAS MISSÕES URI NORMAS PARA ORIENTAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DOS ESTÁGIOS SUPERVISIONADOS NOS CURSOS DE LICENCIATURA DA URI 2 NORMAS PARA ORIENTAÇÃO E DESENVOLVIMENTO

Leia mais

PROGRAMAÇÃO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS

PROGRAMAÇÃO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS CENTRO UNIVERSITÁRIO FUNDAÇÃO SANTO ANDRÉ Curso: Licenciatura Plena em Ciências Biológicas Projeto de Estágio Supervisionado do curso de Ciências Biológicas Profa.: Angela Martins Baeder 2005 PROGRAMAÇÃO

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS FACULDADE DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO FUNDAMENTOS DA EDUCAÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS FACULDADE DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO FUNDAMENTOS DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS FACULDADE DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO FUNDAMENTOS DA EDUCAÇÃO Edital de Seleção CURSO DE APERFEIÇOAMENTO: A DIVERSIDADE EM SALA

Leia mais

Integração da Análise SWOT com o Método ELECTRE TRI na Avaliação do Desempenho dos Programas de Pós-Graduação

Integração da Análise SWOT com o Método ELECTRE TRI na Avaliação do Desempenho dos Programas de Pós-Graduação Integração da Análise SWOT com o Método ELECTRE TRI na Avaliação do Desempenho dos Programas de Pós-Graduação Mestranda: Roberta Braga Neves Orientador: Prof. Dr. Helder Gomes Costa Mestrado em Engenharia

Leia mais

CONVOCATÓRIA. Contato: Luara Lopes Etapas da Convocatória

CONVOCATÓRIA. Contato: Luara Lopes Etapas da Convocatória Contato: Luara Lopes alveslopes@un.org +55 21 99348 5642 www.eird.org/camp-10-15/ O Escritório das Nações Unidas para a Redução de Riscos de Desastres (UNISDR), por meio de seu Escritório Regional para

Leia mais

Universidade Federal de São Paulo UNIFESP Centro de Desenvolvimento do Ensino Superior em Saúde - CEDESS

Universidade Federal de São Paulo UNIFESP Centro de Desenvolvimento do Ensino Superior em Saúde - CEDESS Universidade Federal de São Paulo UNIFESP Centro de Desenvolvimento do Ensino Superior em Saúde - CEDESS TÍTULO DA TESE: A APRENDIZAGEM BASEADA EM PROBLEMAS NO CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA DA UNIVERSIDADE

Leia mais

3. Formação Acadêmica. 4. Quais motivos levaram você a escolher as Faculdades INTA como local de trabalho? Mestrado (em andamento): 40 %

3. Formação Acadêmica. 4. Quais motivos levaram você a escolher as Faculdades INTA como local de trabalho? Mestrado (em andamento): 40 % 3. Formação Acadêmica Doutorado (Concluído): 40 % Mestrado (em andamento): 40 % Doutorado (em andamento): 0 % Mestrado (Concluído): 20 % 4. Quais motivos levaram você a escolher as Faculdades INTA como

Leia mais

Idéias sobre o dimensionamento de pessoal

Idéias sobre o dimensionamento de pessoal Idéias sobre o dimensionamento de pessoal Tônia Duarte da Silva Universidade Federal do Rio Grande do Sul O processo de dimensionamento é um instrumento de gestão que se caracteriza como processo diagnóstico

Leia mais

PDI Plano de Desenvolvimento Institucional

PDI Plano de Desenvolvimento Institucional PDI 2015-2019 Plano de Desenvolvimento Institucional CENÁRIO PDI - 2016 METODOLOGIA DE TRABALHO SISTEMÁTICA DE ACOMPANHAMENTO PAINEL DE BORDO DISPONIBILIDADE NO SITE DA UFERSA PRESENCIAL PAINEL DE BORDO

Leia mais

Uma iniciativa da câmara municipal do porto e da fundação da juventude.

Uma iniciativa da câmara municipal do porto e da fundação da juventude. Uma iniciativa da câmara municipal do porto e da fundação da juventude. ÍNDICE NOTA INTRODUTÓRIA PROGRAMA EMPREENDE JOVEM Objetivos Para quem Iniciativas PLATAFORMA EMPREENDEJOVEM MOVE YOUR WAY @ PORTO

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO CENTRO DE PROCESSAMENTO DE DADOS TÍTULO I DOS OBJETIVOS E ORGANIZAÇÃO DO CENTRO CAPÍTULO I DO CENTRO E DE SEUS OBJETIVOS

REGIMENTO INTERNO DO CENTRO DE PROCESSAMENTO DE DADOS TÍTULO I DOS OBJETIVOS E ORGANIZAÇÃO DO CENTRO CAPÍTULO I DO CENTRO E DE SEUS OBJETIVOS REGIMENTO INTERNO DO CENTRO DE PROCESSAMENTO DE DADOS TÍTULO I DOS OBJETIVOS E ORGANIZAÇÃO DO CENTRO CAPÍTULO I DO CENTRO E DE SEUS OBJETIVOS Art. 1º O Centro de Processamento de Dados, Órgão Suplementar

Leia mais

Data: / / Instituição:Início da viagem técnica H Término da viagem técnica: H Responsável (eis) pela recepção na instituição (nome(s) e cargo(s))

Data: / / Instituição:Início da viagem técnica H Término da viagem técnica: H Responsável (eis) pela recepção na instituição (nome(s) e cargo(s)) RELATÓRIO DE VIAGEM TÉCNICA Este relatório deverá ser entregue ao coordenador (a) de estágio até 10 dias após a Visita Técnica. Nome do estagiário (a): Turma: Identificação do(s) professor(es) Nome(s):

Leia mais

Normas de Estágio Curricular Não Obrigatório Remunerado. Instituto de Ciências Exatas e Tecnológicas - ICET. - Curso de Engenharia Mecânica

Normas de Estágio Curricular Não Obrigatório Remunerado. Instituto de Ciências Exatas e Tecnológicas - ICET. - Curso de Engenharia Mecânica Normas de Estágio Curricular Não Obrigatório Remunerado Instituto de Ciências Exatas e Tecnológicas - ICET - Curso de Engenharia Mecânica Currículo 2013/01 Descrição do Curso: O Curso de graduação em Engenharia

Leia mais

APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS DA AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL

APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS DA AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS DA AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2009.1 CORPO DOCENTE 2009.1 Auto-avaliação docente - 2009.1 Pontualidade no início e término das aulas 14,29% 28,57% Compatibilidade

Leia mais

IX SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE DESENVOLVIMENTO RURAL SUSTENTÁVEL, COOPERATIVISMO E ECONOMIA SOLIDÁRIA Práticas e Saberes da Agricultura Familiar

IX SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE DESENVOLVIMENTO RURAL SUSTENTÁVEL, COOPERATIVISMO E ECONOMIA SOLIDÁRIA Práticas e Saberes da Agricultura Familiar NORMAS PARA ENVIO E APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS CIENTÍFICOS 1. INFORMAÇÕES GERAIS O Seminário Internacional de Desenvolvimento Rural Sustentável, Cooperativismo e Economia Solidária é um evento no âmbito

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS NO 2º CONGRESSO DE EXTENSÃO DA AUGM

PROCESSO SELETIVO PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS NO 2º CONGRESSO DE EXTENSÃO DA AUGM PROCESSO SELETIVO PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS NO 2º CONGRESSO DE EXTENSÃO DA AUGM 1. APRESENTAÇÃO O 2º Congresso de Extensão AUGM, será realizado entre os dias 09 e 12 de outubro de 2015, sob coordenação

Leia mais

Data: 13 de junho de 2013 Horário: 10-12h; 14-17h Local: Anfiteatro (sala 807) FAU USP

Data: 13 de junho de 2013 Horário: 10-12h; 14-17h Local: Anfiteatro (sala 807) FAU USP bibfauusp.wordpress.com/workshop-competencia-em-informacao/ RELATÓRIO FINAL Workshop Desenvolvimento de Competência em Informação em Ambiente Acadêmico Data: 13 de junho de 2013 Horário: 10-12h; 14-17h

Leia mais

Avaliação do Curso de Engenharia Civil da UTFPR Campus Apucarana por seus Docentes.

Avaliação do Curso de Engenharia Civil da UTFPR Campus Apucarana por seus Docentes. Avaliação do Curso de Engenharia Civil da UTFPR Campus Apucarana por seus Docentes. AVALIAÇÃO DOCENTE DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL O processo de autoavaliação do Curso de Engenharia Civil constitui-se

Leia mais

CRONOGRAMA DE FORMAÇÕES 2015/2016

CRONOGRAMA DE FORMAÇÕES 2015/2016 CRONOGRAMA DE FORMAÇÕES 2015/2016 Capacitações Técnicas e Comportamentais GRUPO 1 ESTRATÉGICO Gerentes de Unidades Diretores de Mantidas Especialistas de Unidades GRUPO 2 TÁTICO Chefes de Setores Analista

Leia mais

VI ENCONTRO NACIONAL DE CERIMONIAL UNIVERSITÁRIO PROGRAMAÇÃO

VI ENCONTRO NACIONAL DE CERIMONIAL UNIVERSITÁRIO PROGRAMAÇÃO VI ENCONTRO NACIONAL DE CERIMONIAL UNIVERSITÁRIO PROGRAMAÇÃO FLORIANÓPOLIS - SC 04 A 08 DE JUNHO DE 2013 1. PROGRAMAÇÃO PRELIMINAR Os Palestrantes serão divulgados após confirmação. Esta programação poderá

Leia mais

FUNDAÇÃO COORDENAÇÃO DE PROJETOS, PESQUISAS E ESTUDOS TECNOLÓGICOS - COPPETEC.

FUNDAÇÃO COORDENAÇÃO DE PROJETOS, PESQUISAS E ESTUDOS TECNOLÓGICOS - COPPETEC. FUNDAÇÃO COORDENAÇÃO DE PROJETOS, PESQUISAS E ESTUDOS TECNOLÓGICOS - COPPETEC. CHAMADA PÚBLICA PARA CONTRATAÇÃO DE AGENTES DE DESENVOLVIMENTO SOLIDÁRIO DO PROJETO BRASIL LOCAL ETNODESENVOLVIMENTO E ECONOMIA

Leia mais

I FESTIVAL DE MÚSICA DA UFOPA

I FESTIVAL DE MÚSICA DA UFOPA Universidade Federal do Oeste do Pará UFOPA I. DA REALIZAÇÃO: O I Festival de Música da UFOPA é uma realização da Pró-reitoria da Comunidade, Cultura e Extensão (PROCCE), Cerimonial Universitário e apoio

Leia mais

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO COPA 2014

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO COPA 2014 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO COPA 2014 Governo do Estado do Amazonas Equipe Técnica COORDENAÇÃO Marcelo Lima Filho Rodrigo Camelo de Oliveira Ronney César Peixoto ELABORAÇÃO Bernardo Monteiro de Paula Elaine

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA SOLICITAÇÃO DE VISITA TÉCNICA

INSTRUÇÕES PARA SOLICITAÇÃO DE VISITA TÉCNICA INSTRUÇÕES PARA SOLICITAÇÃO DE VISITA TÉCNICA Orientações aos servidores da UTFPR Câmpus Curitiba com relação aos procedimentos para solicitação de visitas técnicas. O presente documento visa padronizar

Leia mais

PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL PDI

PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL PDI PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL PDI O Ministério de Educação (MEC) através da implantação do Sistema nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES) constatou a necessidade de incluir, como

Leia mais

EDITAL 086/2014 PRORROGAÇÃO DE PRAZO PARA SELEÇÃO DE PROPOSTAS DE IDEIAS NOS DIFERENTES SEGMENTOS DA ECONOMIA CRIATIVA

EDITAL 086/2014 PRORROGAÇÃO DE PRAZO PARA SELEÇÃO DE PROPOSTAS DE IDEIAS NOS DIFERENTES SEGMENTOS DA ECONOMIA CRIATIVA EDITAL 086/2014 PRORROGAÇÃO DE PRAZO PARA SELEÇÃO DE PROPOSTAS DE IDEIAS NOS DIFERENTES SEGMENTOS DA ECONOMIA CRIATIVA O Centro Universitário Metodista IPA e a Prefeitura Municipal de Porto Alegre, por

Leia mais

CURSO DE PEDAGOGIA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC REGULAMENTO

CURSO DE PEDAGOGIA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC REGULAMENTO CURSO DE PEDAGOGIA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC REGULAMENTO DAS CONDIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º Este Regulamento apresenta a definição, os objetivos, a caracterização e a explicitação das condições

Leia mais

ESTÁGIO PROFISSIONAL EM TREINAMENTO ESPORTIVO A

ESTÁGIO PROFISSIONAL EM TREINAMENTO ESPORTIVO A ESTÁGIO PROFISSIONAL EM TREINAMENTO ESPORTIVO A É ofertado no 7º semestre, compreende uma carga horária de 120 horas, totalizando 8 créditos, conforme as normas específicas para a realização do referido

Leia mais