Microcontroladores. Programação: fluxogramas, pseudocódigos e lógica. Prof. Daniel

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Microcontroladores. Programação: fluxogramas, pseudocódigos e lógica. Prof. Daniel"

Transcrição

1 Microcontroladores Programação: fluxogramas, pseudocódigos e lógica Prof. Daniel 1

2 Algoritmo Pseudocódigo Também conhecido como Portugol ou Português Estruturado; As instruções são todas padronizadas; Facilita descrever o algoritmo antes de passá-lo para uma linguagem de programação; Intermediária: linguagem natural linguagem de programação; Pseudocódigo = códigofalso ; utiliza uma combinação de termos convencionais para indicar as instruções dos programas; os termos utilizados são usualmente um misto de palavras da nossa linguagem natural com palavras e notações típicas das linguagens de programação. 2

3 Algoritmo Pseudocódigo Vantagens: Muito parecido com uma linguagem de Programação de verdade; Tem maior proximidade com as linguagens de programação permitindo diminuir o esforço gasto no desenvolvimento/codificação; Fácil de entender e fácil de codificar depois; Independente da linguagem de programação; Desvantagem: As regras e a estrutura devem ser seguidas a riscas. Exige estudo e conhecimento das instruções. 3

4 Algoritmo Pseudocódigo Algumas instruções padrões: Entrada: Leia () Saída: Escreva () Se (<condição verdadeira>) então comandos (verdadeiro) senão comandos (falso) fim_se 4

5 Introduções de Saída Instrução escreva () Sintaxe: escreva(<lista de expressões>) Escreve alguma coisa na saída padrão (monitor) - Na linguagem Pascal, é equivalente à instrução write () - Na linguagem C, é equivalente à instrução printf() Exemplo: escreva( Olá mundo! Meu primeiro programa! ) 5

6 Fases de desenvolvimento Determinar o problema, defini-lo bem; Dividir a solução nas três fases: ENTRADA PROCESSAMENTO SAÍDA Exemplo: Problema: calcular a média de quatro números Dados de entrada: os números, N1, N2, N3 e N4 Processamento: somar os quatro números e dividir a soma por 4 Dados de saída: a média final N1 + N2 + N3 + N4 4 6

7 Estrutura de um Pseudocódigo programa < nome do programa > Var < declaração de variáveis > Const < declaração de constante > Inicio escrever ler testar calcular Fim. Comandos 7

8 EXERCÍCIO 1: Monte um fluxograma e um pseudocódigo para calcular a média semestral de uma aluno. O algoritmo deve ler duas notas, calcular a média dessas notas e posteriormente determinar a aprovação do aluno. O aluno estará aprovado se a média for maior ou igual a sete e reprovado caso contrário. 8

9 Resolução: Fluxograma EXERCÍCIO 1: Resolução Início Ler N1,N2 F M=(N1+N2)/2 M>=7 V Reprovado Aprovado Fim 9

10 Resolução: Pseudocódigo programa Média Var N1, N2, Média : real Início Leia N1, N2 Média (N1 + N2) / 2 Se Média < 7 Então Escreva Reprovado Senão Escreva Aprovado Fim_se Fim 10

11 Lógica de programação Exemplo SEQUENCIAL: Calcular a média de quatro números PSEUDOCÓDIGO: Leia N1 Leia N2 Leia N3 Leia N4 VARIÁVEIS: mais clareza no pseudocódigo MEDIA = (N1+N2+N3+N4) / 4 Escreva MEDIA VARIÁVEL 11

12 Exercícios 12 2) Faca um pseudocódigo que receba como entrada uma determinada temperatura em graus Celsius e mostre a temperatura em fahrenheit OBS: Fahrenheit = (9/5)*(Celsius) ) Tendo como dados de entrada a altura de uma pessoa e seu peso, construa um pseudocódigo que calcule seu peso ideal e indique se está abaixo ou acima do peso utilizando a seguinte fórmula: peso ideal = (72.7*h) 58 4) Tendo como entrada o total vendido por um funcionário no mês de abril, faça um pseudocódigo que mostre a sua comissão e salário bruto neste mês, sabendo que o seu salário base é R$1.200,00 e sua comissão é de 10% sobre o total vendido.

13 Estruturas de Repetição Estas estruturas permitem a repetição de um comando, ou bloco de comandos, um número determinado de vezes ou tantas vezes quantas uma condição lógica permita. Tipos de estruturas de repetição: Repetição com teste no início Repetição com teste no final Repetição com variável de controle

14 Repetição com o teste no início Nesta estrutura a repetição acontece enquanto uma condição lógica relacionada for verdadeira. enquanto <condição> faça {bloco ou comando} fim_enquanto;

15 Repetição com o teste no final Nesta estrutura a repetição acontece até uma condição lógica relacionada for verdadeira. repita {bloco ou comando} até <condição>;

16 Repetição com variável de controle Nesta estrutura a repetição acontece um número determinado de vezes, de forma automática. para V de v i até v f passo p faça {bloco ou comando} fim_para Onde: V é a variável de controle; vi é o valor inicial da variável V; vf é o valor final da variável V, ou seja, o valor até o qual ela pode chegar; p é o valor do incremento dado à variável V.

17 Simbologia Repetição com variável de controle Var Início, Fim,Incremento Intruções

18 Repetição com o teste no início Exemplo 1 EX.1: Monte um fluxograma e um pseudocódigo para calcular a média semestral de uma turma de alunos. O algoritmo deve ler três notas, calcular a média dessas notas e posteriormente determinar a aprovação de cada aluno. O aluno estará aprovado se a média for maior ou igual a sete e reprovado caso contrário.

19 Pseudocódigo programa cálculo_média var num : inteiro media, nota1, nota2, nota3: real início leia num enquanto (num > 0) faça leia nota1, nota2, nota3 media (nota1+nota2+nota3)/3 se (media >= 7) então escreva aluno aprovado senão escreva aluno reprovado fim_se num num 1 fim_enquanto fim Resolução Exemplo 1 Fluxograma Início Ler num Num>0 V media=(n1+n2+n3)/3 M>=7 F V Reprovado F Ler N1, N2, N3 Num=num-1 Fim Aprovado

20 Repetição com variável de controle EX.2: Monte um pseudocódigo e um fluxograma utilizando repetição do tipo variável de controle para calcular a média semestral de uma turma de alunos. O algoritmo deve ler três notas, calcular a média dessas notas e posteriormente determinar a aprovação de cada aluno. O aluno estará aprovado se a média for maior ou igual a sete e reprovado caso contrário. O valor da média de cada aluno deve ser apresentado na saída.

21 Pseudocódigo programa cálculo_média var num, Cont : inteiro média, nota1, nota2, nota3: real início leia num Para Cont de 1 até num passo 1 faça leia nota1, nota2, nota3 media (nota1+nota2+nota3)/3 escreva A média deste aluno e:, média se (média >= 7) então escreva aluno aprovado senão escreva aluno reprovado fim_se fim_para fim Resolução Exemplo 2 Fluxograma Início Ler num Cont 1,num,1 Ler N1, N2, N3 média=(n1+n2+n3)/3 F média M>=7 V Reprovado Fim Aprovado

Introdução à Lógica de Programação. Adaptação de Luis Otavio Alvares

Introdução à Lógica de Programação. Adaptação de Luis Otavio Alvares 1 Introdução à Lógica de Programação Adaptação de Luis Otavio Alvares 2 Elaboração de um programa Problema Análise Programa Algoritmo 3 Processo de geração de um programa Análise do problema: Ler atentamente

Leia mais

Fluxograma Pseudocódigo Estruturas de decisão. Professor Leandro Augusto Frata Fernandes

Fluxograma Pseudocódigo Estruturas de decisão. Professor Leandro Augusto Frata Fernandes Programação de Computadores III Aula 4 Professor Leandro Augusto Frata Fernandes laffernandes@ic.uff.br Material disponível em http://www.ic.uff.br/~laffernandes/teaching/2011.1/tcc-03.063 Roteiro da Aula

Leia mais

Programação de Computadores III

Programação de Computadores III Programação de Computadores III Pseudocódigo e Estruturas Básicas de Controle Professor Hugo de Oliveira Barbalho hbarbalho@ic.uff.br Material produzido pelo professor: Leandro Augusto Frata Fernandes

Leia mais

Programação de Computadores:

Programação de Computadores: Instituto de C Programação de Computadores: Pseudocódigo e Estruturas Básicas de Controle Luis Martí Instituto de Computação Universidade Federal Fluminense lmarti@ic.uff.br - http://lmarti.com Roteiro

Leia mais

Lógica Aula 3. Definição. Estrutura de decisão

Lógica Aula 3. Definição. Estrutura de decisão Lógica Aula 3 Estrutura de decisão Definição Principais estrutura Desvio Condicional Simples Composto Encadeado Exercícios Definição Na vida tomamos decisões a todo o momento baseadas em uma situação existente.

Leia mais

Programação de Computadores III

Programação de Computadores III Programação de Computadores III Pseudocódigo e Estruturas Básicas de Controle Professor Leandro Augusto Frata Fernandes laffernandes@ic.uff.br Material disponível em http://www.ic.uff.br/~laffernandes/teaching/2013.1/tcc-00.157

Leia mais

INFORMÁTICA APLICADA AULA 02 ALGORITMOS

INFORMÁTICA APLICADA AULA 02 ALGORITMOS UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO CURSO: Bacharelado em Ciências e Tecnologia INFORMÁTICA APLICADA AULA 02 ALGORITMOS Profª ª Danielle Casillo ALGORITMOS Um algoritmo é uma sequência de instruções

Leia mais

Aula 02. Algoritmos e Pseudocódigo

Aula 02. Algoritmos e Pseudocódigo Aula 02 Algoritmos e Pseudocódigo Tópicos Principais Definição de Algoritmo Formas de representação Condicionais Repetições Definição de Algoritmo Um algoritmo é uma sequência de ações que resolve um problema.

Leia mais

Algoritmos e Programação

Algoritmos e Programação Universidade Federal do Vale do São Francisco Curso de Engenharia da Produção / Elétrica Parte 02 Prof. Jorge Cavalcanti jorge.cavalcanti@univasf.edu.br www.univasf.edu.br/~jorge.cavalcanti www.twitter.com/jorgecav

Leia mais

Algoritmos e Programação I

Algoritmos e Programação I Algoritmos e Programação I Estruturas de Controle e Repetição Prof. Fernando Maia da Mota mota.fernandomaia@gmail.com CPCX/UFMS Fernando Maia da Mota 1 Estruturas de Controle Uma vez que a expressão condicional

Leia mais

ALGORITMOS AULA 1. Profª Amanda Gondim

ALGORITMOS AULA 1. Profª Amanda Gondim ALGORITMOS AULA 1 Profª Amanda Gondim O que é lógica? NOÇÕES DE LÓGICA A lógica trata da correção do pensamento Ensina-nos a usar corretamente as leis do pensamento É a arte de pensar corretamente A forma

Leia mais

Como representar um algoritmo?

Como representar um algoritmo? de Algoritmos Prof. Araken Medeiros araken@ufersa.edu.br Angicos, RN 15/9/2009 Como representar um algoritmo? 15/9/2009 Prof. Araken Medeiros 2 Há várias formas de representação de Dentre elas, as mais

Leia mais

Introdução à Algoritmos INF 1005 e INF Programação I

Introdução à Algoritmos INF 1005 e INF Programação I Introdução à Algoritmos INF 1005 e INF1004 - Programação I Pontifícia Universidade Católica Departamento de Informática 1 Algoritmo: Conceito Sequência finita e não ambígua de passos para a solução de

Leia mais

Estruturas de Decisão

Estruturas de Decisão Estruturas de Decisão Professor: Juliano Lucas Gonçalves juliano.goncalves@ifsc.edu.br Agenda Operadores Relacionais Lógicos Estruturas de Decisão Se... Entao caso 2 Operadores Relacionais São muito usados

Leia mais

ALGORITMOS COM SELEÇÃO 1 - ESTRUTURA CONDICIONAL (ESTRUTURAS DE CONTROLE)

ALGORITMOS COM SELEÇÃO 1 - ESTRUTURA CONDICIONAL (ESTRUTURAS DE CONTROLE) Algoritmos e Estruturas de Dados 1 Prof. Eduardo 1 ALGORITMOS COM SELEÇÃO 1 - ESTRUTURA CONDICIONAL (ESTRUTURAS DE CONTROLE) Já vimos entrada, processamento e saída, que compõem os algoritmos puramente

Leia mais

ALGORITMOS COM SELEÇÃO 1 - ESTRUTURA CONDICIONAL (ESTRUTURAS DE CONTROLE)

ALGORITMOS COM SELEÇÃO 1 - ESTRUTURA CONDICIONAL (ESTRUTURAS DE CONTROLE) Algoritmos e Estruturas de Dados 1 Prof. Eduardo 1 ALGORITMOS COM SELEÇÃO 1 - ESTRUTURA CONDICIONAL (ESTRUTURAS DE CONTROLE) Até o momento da disciplina vimos comandos de entrada, processamento e saída

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS. 2) Explique a diferença entre algoritmo computacional e não computacional.

LISTA DE EXERCÍCIOS. 2) Explique a diferença entre algoritmo computacional e não computacional. LISTA DE EXERCÍCIOS 1) Qual a definição de lógica de programação? 2) Explique a diferença entre algoritmo computacional e não computacional. 3) Qual a definição de instruções em computação? 4) Qual a definição

Leia mais

Lógica de Programação. Profas. Simone Campos Camargo e Janete Ferreira Biazotto

Lógica de Programação. Profas. Simone Campos Camargo e Janete Ferreira Biazotto Lógica de Programação Profas. Simone Campos Camargo e Janete Ferreira Biazotto O curso Técnico em Informática É o profissional que desenvolve e opera sistemas, aplicações, interfaces gráficas; monta estruturas

Leia mais

CAPÍTULO 3 INSTRUÇÕES BÁSICAS

CAPÍTULO 3 INSTRUÇÕES BÁSICAS CAPÍTULO 3 INSTRUÇÕES BÁSICAS Guilherme da Cunha Fonseca FEPI Centro Universitário de Itajubá Curso de Tecnologia em Fabricação Mecânica 1 INTRODUÇÃO As instruções ou comandos básicos são o conjunto de

Leia mais

Objetivo: Desenvolver algoritmos a partir de problemas

Objetivo: Desenvolver algoritmos a partir de problemas Objetivo: Desenvolver algoritmos a partir de problemas Definição de Lógica Definição de Algoritmo Algoritmo x Lógica Diagrama de Blocos e Portugol Portugol: Estrutura da Linguagem Exemplos de Diagramas

Leia mais

Funcionamento do computador. Conceito e definição de algoritmos. Prof. Alex Camargo

Funcionamento do computador. Conceito e definição de algoritmos. Prof. Alex Camargo UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS BAGÉ ALGORITMOS E PROGRAMAÇÃO Funcionamento do computador. Conceito e definição de algoritmos Prof. Alex Camargo alexcamargoweb@gmail.com Funcionamento do computador

Leia mais

Programação de Computadores I Introdução. Prof. Ramon Figueiredo Pessoa

Programação de Computadores I Introdução. Prof. Ramon Figueiredo Pessoa Programação de Computadores I Introdução Prof. Ramon Figueiredo Pessoa 1 Conceitos Básicos O computador só consegue: Armazenar dados em disco Imprimir Relatórios gerar gráficos realizar cálculos 5 4 3

Leia mais

Lógica de Programação ALGORITMOS.

Lógica de Programação ALGORITMOS. Lógica de Programação ALGORITMOS. O QUE JÁ VIMOS? O que é algoritmo; Características; Exemplo de algoritmos; Pseudocódigo; Nomenclaturas corretas; Variáveis e tipos de dados; Operadores; Teste de mesa;

Leia mais

Fluxogramas. Vanessa Braganholo

Fluxogramas. Vanessa Braganholo Fluxogramas Vanessa Braganholo vanessa@ic.uff.br Antes de vermos Fluxogramas...... vamos conhecer um pouco sobre a evolução das linguagens de programação 2 Paradigmas de Programação Definem regras básicas

Leia mais

2 Fluxogramas e Pseudocódigo. 18 Programação em C/C++ estrutura básica e conceitos fundamentais

2 Fluxogramas e Pseudocódigo. 18 Programação em C/C++ estrutura básica e conceitos fundamentais 2 Fluxogramas e Pseudocódigo 18 Programação em C/C++ estrutura básica e conceitos fundamentais 1 Algoritmos em linguagem informal e em linguagens formais Voltemos a considerar alguns algoritmos que traduzem

Leia mais

Fluxogramas. Leonardo Gresta Paulino Murta.

Fluxogramas. Leonardo Gresta Paulino Murta. Fluxogramas Leonardo Gresta Paulino Murta leomurta@ic.uff.br Antes de vermos Fluxogramas......vamos conhecer um pouco sobre a evolução das linguagens de programação Leonardo Murta Fluxogramas 2 Paradigmas

Leia mais

Este conceito é bastante simples e será útil e conveniente nos itens seguintes, na definição das estruturas básicas de controle de execução.

Este conceito é bastante simples e será útil e conveniente nos itens seguintes, na definição das estruturas básicas de controle de execução. Capítulo 7 Controle de Fluxo de Execução Até o momento os algoritmos estudados utilizam apenas instruções primitivas de atribuição, e de entrada e saída de dados. Qualquer conjunto de dados fornecido a

Leia mais

Conceitos Básicos. Professor: Juliano Lucas Gonçalves.

Conceitos Básicos. Professor: Juliano Lucas Gonçalves. Conceitos Básicos Professor: Juliano Lucas Gonçalves juliano.goncalves@ifsc.edu.br Agenda Revisão Algoritmos Memória, variáveis e constantes Estrutura básica de um algoritmo em pseudocódigo 2 O que já

Leia mais

ESTRUTURAS DE CONTROLE ESTRUTURAS DE REPETIÇÃO

ESTRUTURAS DE CONTROLE ESTRUTURAS DE REPETIÇÃO ESTRUTURAS DE CONTROLE ESTRUTURAS DE REPETIÇÃO Baseado nos slides de autoria de Rosely Sanches Estruturas de Controle ESTRUTURA SEQUENCIAL ESTRUTURAS CONDICIONAIS Estrutura Condicional Simples Estrutura

Leia mais

LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO INTRODUÇÃO À PROGRAMAÇÃO DE COMPUTADORES

LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO INTRODUÇÃO À PROGRAMAÇÃO DE COMPUTADORES LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO INTRODUÇÃO À PROGRAMAÇÃO DE COMPUTADORES 1. Introdução à Lógica de Programação 1.1. Lógica? Lógica de programação é a técnica de encadear pensamentos para atingir determinado objetivo.

Leia mais

Prof. Jorge Cavalcanti

Prof. Jorge Cavalcanti Universidade Federal do Vale do São Francisco Curso de Engenharia de Computação Introdução a Algoritmos Parte 03 (baseado no material do prof. Marcelo Linder) Prof. Jorge Cavalcanti jorge.cavalcanti@univasf.edu.br

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE CAMPI JOÃO CÂMARA COMANDOS DE DESVIO

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE CAMPI JOÃO CÂMARA COMANDOS DE DESVIO 1 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE CAMPI JOÃO CÂMARA COMANDOS DE DESVIO Nickerson Fonseca Ferreira nickerson.ferreira@ifrn.edu.br Expressões lógicas 2 Antes de

Leia mais

Aula 4B. Lógica e Algoritmos. Profª. Fabiany

Aula 4B. Lógica e Algoritmos. Profª. Fabiany Fundamentos de Programação 1 Aula 4B Lógica e Algoritmos. Profª. Fabiany Lógica A lógica de programação é a técnica de encadear pensamentos para atingir determinado objetivo. Sequência Lógica São passos

Leia mais

Estruturas de Seleção Parte II Seleção Encadeada

Estruturas de Seleção Parte II Seleção Encadeada Estruturas de Seleção Parte II Seleção Encadeada Prof. João Henrique Kleinschmidt Material elaborado pelos professores de PI Objetivos Reconhecer a necessidade do uso de estruturas de seleção encadeadas

Leia mais

1 ESTRUTURA SEQUENCIAL

1 ESTRUTURA SEQUENCIAL Noções de Programação de Computadores Prof. Eduardo 1 1 ESTRUTURA SEQUENCIAL algoritmo Nome_do_algoritmo declaração de variáveis variáveis inicio bloco de comandos; fim_algoritmo 1.1 Declaração de variáveis

Leia mais

INTRODUÇÃO À PROGRAMAÇÃO

INTRODUÇÃO À PROGRAMAÇÃO INTRODUÇÃO À PROGRAMAÇÃO 1 - CONCEITO DE ALGORITMO A automação é o processo em que uma tarefa deixa de ser desempenhada pelo homem e passa a ser realizada por máquinas, sejam estas dispositivos mecânicos,

Leia mais

Apostila de Portugol

Apostila de Portugol Apostila de Portugol TIPOS PRIMITIVOS DE DADOS INTEIRO ADMITE SOMENTE NÚMEROS INTEIROS. GERALMENTE É UTILIZADO PARA REPRESENTAR UMA CONTAGEM (QUANTIDADE). REAL ADMITE NÚMEROS REAIS (COM OU SEM CASAS DECIMAIS).

Leia mais

2 Fluxogramas e Pseudocódigo

2 Fluxogramas e Pseudocódigo 2 Fluxogramas e Pseudocódigo Programação em C/C++ estrutura básica e conceitos fundamentais 1 Algoritmos em linguagem informal e em linguagens formais Voltemos a considerar alguns algoritmos que traduzem

Leia mais

Estruturas de controle: Estrutura de DECISÃO

Estruturas de controle: Estrutura de DECISÃO Universidade Federal do Rio Grande do Norte Departamento de Engenharia de Computação e Automação Estruturas de controle: Estrutura de DECISÃO DCA0800 - Algoritmos e Lógica de Programação Heitor Medeiros

Leia mais

Lógica de Programação

Lógica de Programação Lógica de Programação Estruturas de Repetição Repetição com teste no início Consiste em uma estrutura de controle de fluxo lógico que permite executar diversas vezes um mesmo trecho do algoritmo, porém,

Leia mais

Sequencial Estrutura de controlo mais simples. As instruções são executadas sequencialmente.

Sequencial Estrutura de controlo mais simples. As instruções são executadas sequencialmente. Sequencial Estrutura de controlo mais simples. As instruções são executadas sequencialmente. Com base numa condição Estruturas de decisão ou selecção Com base num selector ou de escolha múltipla Com contador

Leia mais

Estruturas de Seleção Parte II Seleção Encadeada

Estruturas de Seleção Parte II Seleção Encadeada Estruturas de Seleção Parte II Seleção Encadeada Prof. Dr. Edson Pimentel Centro de Matemática, Computação e Cognição Objetivos Reconhecer a necessidade do uso de estruturas de seleção encadeadas Aprender

Leia mais

Faculdade de Estudos Avançados do Pará Disciplina: Algoritmos Professor: Armando Hage Algoritmos- continuação

Faculdade de Estudos Avançados do Pará Disciplina: Algoritmos Professor: Armando Hage Algoritmos- continuação Faculdade de Estudos Avançados do Pará Disciplina: Algoritmos Professor: Armando Hage Algoritmos- continuação Situação Problema Cálculos Decisão Verdadeiro Falso Diagrama de Bloco O diagrama de bloco é

Leia mais

Capítulo 1 - Lógica e Algoritmos

Capítulo 1 - Lógica e Algoritmos 1. Introdução à Lógica de Programação Capítulo 1 - Lógica e Algoritmos A lógica de programação é necessária para pessoas que desejam trabalhar com desenvolvimento de sistemas e programas, ela permite definir

Leia mais

Computação I: Representações de Algoritmos

Computação I: Representações de Algoritmos Computação I: Representações de Algoritmos reginaldo.re@utfpr.edu.br * Parte da apresentação foi gentilmente cedida pelo prof. Igor Steinmacher Agenda Objetivos Relembrando... Algoritmos para desenvolver

Leia mais

Noções de algoritmos - Aula 1

Noções de algoritmos - Aula 1 Noções de algoritmos - Aula 1 Departamento de Física UFPel Definição de algoritmo Sequência ordenada e finita de operações para a realização de uma tarefa. Tarefa: Experimento de Física I. Passo 1: Reunir

Leia mais

Introdução à Lógica de Programação

Introdução à Lógica de Programação Sistemas Operacionais e Introdução à Programação Introdução à Lógica de Programação 1 Resolução de problemas usando computador Computador: ferramenta para processamento automático de dados Processamento

Leia mais

Amanda Gondim de Oliveira

Amanda Gondim de Oliveira ESTRUTURAS DE REPETIÇÃO Amanda Gondim de Oliveira ESTRUTURAS DE REPETIÇÃO É comum a repetição de procedimentos para se realizar tarefas. Esse procedimentos não são repetidos eternamente, mas se encerram

Leia mais

Algoritmos. Prof. Jonatas Bastos Site:

Algoritmos. Prof. Jonatas Bastos   Site: Algoritmos Prof. Jonatas Bastos Email: jonatasfbastos@gmail.com Site: http://jonatasfbastos.wordpress.com/ 1 Dúvidas! p p p Como os computadores entendem os algoritmo? Os computadores não entendem os passos

Leia mais

Universidade Federal de Uberlândia Faculdade de Computação. Estruturas de repetição

Universidade Federal de Uberlândia Faculdade de Computação. Estruturas de repetição Universidade Federal de Uberlândia Faculdade de Computação Estruturas de repetição Prof. Renato Pimentel 1 Estruturas de repetição Utilização: Trecho de um algoritmo precisa ser executado mais de uma vez:

Leia mais

Programação de Computadores Profa Jacqueline 1

Programação de Computadores Profa Jacqueline 1 Programação de Computadores Profa Jacqueline 1 REVISÃO Construção de Algoritmos Estruturas de Controle Objetivo: Abordar as técnicas para entrada e saída de dados e as estruturas para controle do fluxo

Leia mais

PPM CONTEÚDO. Lógica de programação Programação para manufatura Sistemas supervisorios PROGRAMAÇÃO PARA MANUFATURA 05/03/2009

PPM CONTEÚDO. Lógica de programação Programação para manufatura Sistemas supervisorios PROGRAMAÇÃO PARA MANUFATURA 05/03/2009 PPM PROGRAMAÇÃO PARA MANUFATURA CONTEÚDO Lógica de programação Programação para manufatura Sistemas supervisorios 1 LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO Abrangência Introduzir os conceitos básicos relacionados à lógica

Leia mais

LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO PARA ENGENHARIA DISCUSSÃO DOS EXERCÍCIOS E EXERCÍCIOS EXTRAS

LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO PARA ENGENHARIA DISCUSSÃO DOS EXERCÍCIOS E EXERCÍCIOS EXTRAS LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO PARA ENGENHARIA DISCUSSÃO DOS EXERCÍCIOS E EXERCÍCIOS EXTRAS Prof. Dr. Daniel Caetano 2011-2 Visão Geral 1 Discussão dos Exercícios 2 Exercícios Extras Material de Estudo Material

Leia mais

Conceitos Básicos ENTRADA PROCESSAMENTO SAÍDA

Conceitos Básicos ENTRADA PROCESSAMENTO SAÍDA Aula 02 - Algoritmos Disciplina: Algoritmos Prof. Allbert Velleniche de Aquino Almeida E-mail: allbert.almeida@fatec.sp.gov.br Site: http://www.allbert.com.br /allbert.almeida Conceitos Básicos Desde o

Leia mais

CURSO BÁSICO DE PROGRAMAÇÃO AULA 6. Revisão Laços de Repetição

CURSO BÁSICO DE PROGRAMAÇÃO AULA 6. Revisão Laços de Repetição CURSO BÁSICO DE PROGRAMAÇÃO AULA 6 Revisão Laços de Repetição TRABALHO 1º Semestre Prazo de entrega: 14/06. Individual ou em Dupla Compactar todos os exercícios em um arquivo. Enviar para o e-mail do PET:

Leia mais

Estrutura de Condição, Escolha e Repetição

Estrutura de Condição, Escolha e Repetição Estrutura Condicional Se, Laços de repetição Estrutura de Condição, Escolha e Repetição Profª Fabíola Gonçalves C. Ribeiro INTRODUÇÃO Os comandos a seguir modificam o fluxo de execução de um algoritmo

Leia mais

Instituto Federal de Minas Gerais - Campus avançado de Ponte Nova - IFMG Disciplina: Introdução a programação Professor: Saulo Henrique Cabral Silva

Instituto Federal de Minas Gerais - Campus avançado de Ponte Nova - IFMG Disciplina: Introdução a programação Professor: Saulo Henrique Cabral Silva Instituto Federal de Minas Gerais - Campus avançado de Ponte Nova - IFMG Disciplina: Introdução a programação Professor: Saulo Henrique Cabral Silva Exercícios para praticar o uso das estruturas condicionais

Leia mais

CURSO BÁSICO DE PROGRAMAÇÃO AULA 3. Revisão Estrutura de Decisão Se Então

CURSO BÁSICO DE PROGRAMAÇÃO AULA 3. Revisão Estrutura de Decisão Se Então CURSO BÁSICO DE PROGRAMAÇÃO AULA 3 Revisão Estrutura de Decisão Se Então Revisão da aula anterior 1. Variáveis 2. Estrutura de um Algoritmo 3. Operadores 4. Portugol Studio Variável Revisão da aula anterior

Leia mais

Introdução a Algoritmos Parte 04

Introdução a Algoritmos Parte 04 Universidade Federal do Vale do São Francisco Curso de Engenharia de Computação Introdução a Algoritmos Parte 04 Prof. Jorge Cavalcanti jorge.cavalcanti@univasf.edu.br www.univasf.edu.br/~jorge.cavalcanti

Leia mais

Estruturas de Seleção Seleção Encadeada

Estruturas de Seleção Seleção Encadeada Seleção Encadeada Material produzido por professores da UFABC Objetivos Bacharelado em Ciência e Tecnologia Reconhecer a necessidade do uso de estruturas de seleção encadeada Aprender a sintaxe da Estrutura

Leia mais

INFORMÁTICA APLICADA AULA 05 ALGORITMOS

INFORMÁTICA APLICADA AULA 05 ALGORITMOS UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO CURSO: Bacharelado em Ciências e Tecnologia INFORMÁTICA APLICADA AULA 05 ALGORITMOS Profª ª Danielle Casillo ESTRUTURA DE REPETIÇÃO Nos exemplos e exercícios que

Leia mais

Algoritmos e Estruturas de Dados

Algoritmos e Estruturas de Dados Algoritmos e Estruturas de Dados Introdução Prof. Sinaide Nunes Bezerra Vídeoaulas e exercícios em linguagem C, acesse www.mathgraph.com.br 1 de novembro de 2015 Sumário 1 Introdução

Leia mais

REVISÕES DA SESSÃO ANTERIOR

REVISÕES DA SESSÃO ANTERIOR REVISÕES DA SESSÃO ANTERIOR Fluxogramas Um fluxograma é uma forma padronizada e eficaz para representar os passos lógicos de um determinado processamento. Com os fluxogramas podemos definir uma sequência

Leia mais

CURSO BÁSICO DE PROGRAMAÇÃO AULA 3. Revisão Estrutura de Decisão Se Então

CURSO BÁSICO DE PROGRAMAÇÃO AULA 3. Revisão Estrutura de Decisão Se Então CURSO BÁSICO DE PROGRAMAÇÃO AULA 3 Revisão Estrutura de Decisão Se Então Revisão da aula anterior 1. Variáveis 2. Estrutura de um Algoritmo 3. Operadores 4. Visualg Variável Revisão da aula anterior É

Leia mais

Estruturas de Controle de Fluxo

Estruturas de Controle de Fluxo 2. Comando de Seleção Múltipla Em algumas situações ao chegarmos a uma determinada instrução de um algoritmo devemos selecionar um dentre alguns trechos a seguir, tendo como base para esta escolha um conjunto

Leia mais

BCC Introdu c ao ` a Programa c ao Portugol Guillermo C amara-ch avez UFOP 1/35

BCC Introdu c ao ` a Programa c ao Portugol Guillermo C amara-ch avez UFOP 1/35 BCC 201 - Introdução à Programação Portugol Guillermo Cámara-Chávez UFOP 1/35 Introdução I Lógica A lógica é usada no dia a dia das pessoas que trabalham com computação para solucionar problemas de forma

Leia mais

Fluxograma. Símbolo Nome Descrição

Fluxograma. Símbolo Nome Descrição 65 Fluxograma Analisaremos agora o método de representação de algoritmos denominado fluxograma. Conceitualmente um fluxograma é um tipo de diagrama, e pode ser entendido como uma representação esquemática

Leia mais

Estruturas de Repetição

Estruturas de Repetição Estruturas de Repetição O conceito de repetição (looping) é utilizando quando se deseja repetir certo trecho de instruções por um número de vezes. O número de repetições pode ser conhecido antes ou não,

Leia mais

Algoritmos e Programação

Algoritmos e Programação ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE ESTADO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE SINOP FACULDADE DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGICAS CURSO DE ENGENHARIA CIVIL

Leia mais

Conceitos básicos de algoritmos

Conceitos básicos de algoritmos Conceitos básicos de algoritmos Operadores Aritméticos Unários: +, - Exemplos: +1-5.9... var a: inteiro... a

Leia mais

LP II Estrutura de Dados

LP II Estrutura de Dados LP II Estrutura de Dados Linguagem C Seleção e Repetição Prof. José Honorato F. Nunes honorato.nunes@ifbaiano.bonfim.edu.br Resumo da aula Estruturas de Seleção Simples Composta Aninhada Estruturas de

Leia mais

Algoritmos: Estruturas de Repetição. Prof. Carlos Lopes

Algoritmos: Estruturas de Repetição. Prof. Carlos Lopes Algoritmos: Estruturas de Repetição Prof. Carlos Lopes Estruturas de Repetição Considere o algoritmo apresentado anteriormente Algoritmo Inteiro N1,N2,N3,N4; // notas bimestrais Real MA // media Leia(N1,N2,N3,N4)

Leia mais

3ª Lista de Exercícios de Programação I

3ª Lista de Exercícios de Programação I 3ª Lista de Exercícios de Programação I Instrução As questões devem ser implementadas em C, apoiadas por representação em algoritmo para planejamento. 1. Desenvolva um programa que leia dois valores a

Leia mais

CAPÍTULO 5 ESTRUTURAS DE REPETIÇÃO

CAPÍTULO 5 ESTRUTURAS DE REPETIÇÃO CAPÍTULO 5 ESTRUTURAS DE REPETIÇÃO Fabio Augusto Oliveira Guilherme da Cunha Fonseca FEPI Centro Universitário de Itajubá Curso de Engenharia de Produção 1 INTRODUÇÃO Em vários momentos, na programação,

Leia mais

Tipos, variáveis, operadores, e entrada e saída

Tipos, variáveis, operadores, e entrada e saída PUC-Rio, INF1005.33F, Programação 1, 2016.2 Lista 1: Introdução à linguagem de programação C Prof. Guilherme F. Lima 1. Refaça os exercícios da Lista 0 usando C no lugar de pseudocódigo. Tipos, variáveis,

Leia mais

Aula 2 - Introdução Cleverton Hentz

Aula 2 - Introdução Cleverton Hentz Aula 2 - Introdução Cleverton Hentz Sumário de Aula } Programas } Linguagens de Programação } Formas de Estruturação de Algoritmos 2 Programas } Os algoritmos são utilizados na construção de programas

Leia mais

CAPÍTULO IV. Estruturas Condicionais CAPÍTULO IV ESTRUTURAS CONDICIONAIS ESTRUTURA CONDICIONAL SIMPLES

CAPÍTULO IV. Estruturas Condicionais CAPÍTULO IV ESTRUTURAS CONDICIONAIS ESTRUTURA CONDICIONAL SIMPLES NBT110- Algoritmos e Estruturas de Dados Profa. Rosanna Mara Rocha Silveira Fevereiro/2013 - Versão 1.1 CAPÍTULO IV ESTRUTURAS CONDICIONAIS 31 Dentro dos algoritmos temos comandos especiais utilizados

Leia mais

Introdução à Programação 2006/07. Algoritmos

Introdução à Programação 2006/07. Algoritmos Introdução à Programação 2006/07 Algoritmos Objectivos da Aula Algoritmos e suas características Técnicas de Descrição de Algoritmos Linguagem Natural Pseudocódigo Fluxogramas Especificação do problema

Leia mais

Lógica. Necessida de se usar lógica. Solucionar problemas Eficiência e eficácia Boa performance de conhecimento

Lógica. Necessida de se usar lógica. Solucionar problemas Eficiência e eficácia Boa performance de conhecimento Lógica INTRODUÇÃO Lógica consiste na arte de pensar corretamente, organizando o pensamento, de forma a corrigir o raciocínio. Em nosso dia-a-dia, sem percebermos colocamos em prática a lógica, em qualquer

Leia mais

Estruturas de Repetição Parte II PARA-ATÉ

Estruturas de Repetição Parte II PARA-ATÉ Estruturas de Repetição Parte II PARA-ATÉ Prof. Dr. Edson Pimentel Centro de Matemática, Computação e Cognição Objetivos Aprender a sintaxe da Estrutura de Repetição PARA-ATÉ na linguagem PORTUGOL Aprender

Leia mais

Exercícios de Fixação Introdução ao FORTRAN

Exercícios de Fixação Introdução ao FORTRAN 1 Disciplina: TCC-00.157 Prog. de Computadores III Professor: Leandro Augusto Frata Fernandes Turma: A-1 Data: / / Exercícios de Fixação Introdução ao FORTRAN 1. Converta os algoritmos dos seguintes exercícios

Leia mais

Algoritmos e Linguagem de Programação I

Algoritmos e Linguagem de Programação I Algoritmos e Linguagem de Programação I Roberto Ferreira roberto.ferreira@lapa.ifbaiano.edu.br 2014.1 Módulo I Aula 3 Algoritmos Computacionais Na aula anterior vimos... Quais são os passos para solucionar

Leia mais

Slides trabalhados durante a quinta aula

Slides trabalhados durante a quinta aula Slides trabalhados durante a quinta aula prática Estruturas de Controle de Fluxo 3. Laços de repetição (continuação) Exercício: Construa um algoritmo, representando-o através de um pseudocódigo e de um

Leia mais

Algoritmos. Prof. Jonatas Bastos Site:

Algoritmos. Prof. Jonatas Bastos   Site: Algoritmos Prof Jonatas Bastos Email: jonatasfbastos@gmailcom Site: http://jonatasfbastoswordpresscom/ 1 Estrutura de Repetição Computadores não reclamam por executar alguma tarefa, nem se cansam em fazer

Leia mais

Estruturas de Decisão e Estruturas de Repetição

Estruturas de Decisão e Estruturas de Repetição Estruturas de Decisão e Estruturas de Repetição Profa. Lara Popov Zambiasi Bazzi Oberderfer lara.popov@ifsc.edu.br http://professores.chapeco.ifsc.edu.br/lara/ Processos de Seleção ou Estruturas de Decisão

Leia mais

Introdução à Programação

Introdução à Programação Introdução à Program João Manuel R. S. Tavares Sumário 1. Ciclo de desenvolvimento de um programa; 2. Descrição de algoritmos; 3. Desenvolvimento modular de programas; 4. Estruturas de controlo de um programa.

Leia mais

ALGORITMO. Professor: RODRIGO GOBBI TIPOS DE DADOS E INSTRUÇÕES PRIMITIVAS

ALGORITMO. Professor: RODRIGO GOBBI TIPOS DE DADOS E INSTRUÇÕES PRIMITIVAS ALGORITMO Professor: RODRIGO GOBBI As instruções são os comandos que identificarão a máquina qual deverá ser a ação executada; Os dados são números, medidas, valores relacionados ao problema em que se

Leia mais

Introdução à Algoritmos. Professora: Fabíola Gonçalves.

Introdução à Algoritmos. Professora: Fabíola Gonçalves. Introdução à Algoritmos Professora: Fabíola Gonçalves. AGENDA Algoritmos Definição Por que precisamos de Algoritmos Características Formas de representação Descrição Narrativa Fluxograma Linguagem Algorítmica

Leia mais

1ª LISTA DE EXERCÍCIOS - Extra

1ª LISTA DE EXERCÍCIOS - Extra 1ª LISTA DE EXERCÍCIOS - Extra Fabio Augusto Oliveira Guilherme da Cunha Fonseca FEPI Centro Universitário de Itajubá Curso de Engenharia de Produção 1) Faça um algoritmo que receba dois números e exiba

Leia mais

Estruturas de Repetição Parte I ENQUANTO-FAÇA

Estruturas de Repetição Parte I ENQUANTO-FAÇA Estruturas de Repetição Parte I ENQUANTO-FAÇA Prof. Dr. Edson Pimentel Centro de Matemática, Computação e Cognição Objetivos Reconhecer a necessidade do uso de estruturas de repetição Aprender a sintaxe

Leia mais

Unidade 2: Algoritmos e programação

Unidade 2: Algoritmos e programação Unidade 2: Algoritmos e programação 2.1. Algoritmos Os computadores estão sendo utilizados para resolver problemas cada vez de maior porte e complexidade. A utilização do computador para resolver problemas

Leia mais

Estruturas de Repetição Parte I ENQUANTO-FAÇA

Estruturas de Repetição Parte I ENQUANTO-FAÇA Estruturas de Repetição Parte I ENQUANTO-FAÇA Prof. João Henrique Kleinschmidt Material elaborado pelos professores de PI Objetivos Reconhecer a necessidade do uso de estruturas de repetição Aprender a

Leia mais

EXERCÍCIOS: Estrutura Sequencial, IF (SE), ELSE (Senão)

EXERCÍCIOS: Estrutura Sequencial, IF (SE), ELSE (Senão) EXERCÍCIOS: Estrutura Sequencial, IF (SE), ELSE (Senão) Exercício 1) Escreva um programa para ler um número o o Se o número é par, mostre na tela o texto "O número é par" Senão, mostre na tela o texto

Leia mais

Material Didático Proposto

Material Didático Proposto Universidade Federal de Ouro Preto - UFOP Departamento de Computação - DECOM Comissão para Coordenação das Atividades Pedagógicas da Disciplina BCC701 CAP-BCC701 www.decom.ufop.br/bcc701 2014-1 Material

Leia mais

Programação Estruturada Comandos Condicionais (Decisão) Operadores Relacionais

Programação Estruturada Comandos Condicionais (Decisão) Operadores Relacionais Universidade Federal de Ouro Preto - UFOP Departamento de Computação - DECOM Comissão para Coordenação das Atividades Pedagógicas da Disciplina BCC701 CAP-BCC701 www.decom.ufop.br/bcc701 2014-1 Material

Leia mais

Estrutura do programa

Estrutura do programa Linguagem C Estrutura do programa Exemplo: #include #include main() { printf( Ola, mundo! ); system( pause ); }

Leia mais

Aplicaremos a técnica do teste de mesa sobre o algoritmo abaixo, o qual visa determinar o número de vértices de uma figura geométrica.

Aplicaremos a técnica do teste de mesa sobre o algoritmo abaixo, o qual visa determinar o número de vértices de uma figura geométrica. Teste de Mesa Ao nos recordarmos dos passos necessários para a construção de um algoritmo veremos que após a elaboração de um algoritmo devemos testá-lo realizando simulações com o propósito de verificarmos

Leia mais

1ª LISTA DE EXERCÍCIOS

1ª LISTA DE EXERCÍCIOS UNIVERSIDADE SALGADO DE OLIVEIRA CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DISCIPLINA: TEORIA DA COMPUTAÇÃO E ALGORITMOS PROF: GIULIANO PRADO DE MORAIS GIGLIO 1ª LISTA DE EXERCÍCIOS 1) Sobre variáveis, responda

Leia mais

Introdução à Lógica de Programação Aula 2. Adaptação de Luis Otavio Alvares

Introdução à Lógica de Programação Aula 2. Adaptação de Luis Otavio Alvares 1 Introdução à Lógica de Programação Aula 2 Adaptação de Luis Otavio Alvares 2 Operadores Usados para incrementar, decrementar, comparar e avaliar dados, que são operações básicas em processamento de dados.

Leia mais

CAPÍTULO V. Estruturas de Repetição CAPÍTULO V ESTRUTURAS DE REPETIÇÃO. Estrutura de Repetição com Teste no Início: E QUA TO-FAÇA...

CAPÍTULO V. Estruturas de Repetição CAPÍTULO V ESTRUTURAS DE REPETIÇÃO. Estrutura de Repetição com Teste no Início: E QUA TO-FAÇA... NBT110 Algoritmos e Estruturas de Dados Profa. Rosanna Mara Rocha Silveira Fevereiro/2013 - Versão 1.1 CAPÍTULO V ESTRUTURAS DE REPETIÇÃO 42 Em programação de computadores, é muito comum nos depararmos

Leia mais