A sua família está protegida?

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "A sua família está protegida?"

Transcrição

1 Dinheiro&direitos 118 julho/agosto 2013 seguro de vida 37 A sua família está protegida? Se tem ou vai contratar um crédito à habitação, fique atento às coberturas do seguro de vida e não apenas ao preço. Sem se aperceber, pode ficar mal ou pouco protegido, sobretudo nos casos de invalidez A o contratar um crédito à habitação, o consumidor depara-se com uma exigência do banco: a subscrição de um seguro de vida, que cobre situações de e invalidez dos titulares pelo valor da dívida. A finalidade deste seguro é protegê-lo e à sua família no caso de o pior cenário acontecer. Mas, geralmente, o consumidor só se apercebe da real abrangência das coberturas no momento de acioná-las, quando é tarde demais. Numa conjuntura económica como aquela em que vivemos, fazer escolhas racionais e vantajosas torna-se ainda mais uma necessidade. Aconselhamos, por isso, a comparar custos e a prestar muita atenção ao que contrata, sobretudo no que respeita às coberturas de invalidez. Fizemos os cálculos e indicamos Escolhas Acertadas consoante a sua idade. Mais proteção por menos dinheiro Quando o crédito tem dois titulares, a maioria dos bancos exige a contratação do seguro a duas cabeças, com um capital único para ambos os titulares. Ou seja, em caso de ou invalidez de um ou outro, a seguradora paga a dívida ao banco. Se falecerem em simultâneo, entrega só o capital contratado. As tarifas desta modalidade são superiores às do seguro de vida, mas inferiores ao somatório de duas apólices individuais. O prémio é determinado em função da idade atuarial comum - grosso modo, a média das idades dos titulares -, embora algumas companhias permitam todas as combinações possíveis. Como a probabilidade de falecer aumenta com o avançar da idade, os

2 38 Dinheiro&direitos 118 julho/agosto 2013 seguro de vida prémios são também crescentes: quanto mais velho, mais paga. Apesar de a principal cobertura neste tipo de seguros ser a de, através da qual a companhia se compromete a entregar ao banco o valor em dívida por falecimento da pessoa segura devido a acidente ou doença, é possível contratar, a título complementar, coberturas de invalidez. O mercado disponibiliza duas principais: invalidez total e permanente (ITP), mais abrangente, e invalidez absoluta e definitiva (IAD), menos ampla. A primeira garante o pagamento do crédito caso o segurado fique total e definitivamente incapacitado para exercer a sua profissão ou outra compatível com as suas aptidões, com um grau de invalidez superior a 65 por cento. A segunda só indemniza se aquele ficar incapaz de exercer qualquer atividade remunerada, necessitando de assistência permanente de terceiros para se alimentar, vestir ou lavar. Em regra, aconselhamos a contratação de ITP. Aliás, esta é mesmo a cobertura mínima exigida aos consumidores com crédito à habitação no NovaGalicia Banco, Banco BIG, BBVA, Banco Popular, Millennium bcp e ActivoBank. Além de mais abrangente, a diferença de preço para IAD não é muito significativa tendo em conta o acréscimo de proteção. Veja-se o exemplo para um casal de 40 anos, com capital em dívida de 150 mil euros. Considerando a média de preços praticados pelas seguradoras que participaram no nosso estudo, este casal pagaria 545 euros na primeira anuidade ao contratar a cobertura menos abrangente. Ao escolher a mais alargada, gastaria 674 euros. Por uma diferença de 129 euros, garante uma proteção superior. Optando pelas nossas Escolhas Acertadas para ITP, consegue inclusivamente ter mais proteção por menos dinheiro. Como pode ver no quadro abaixo, esta família poderia contratar o pacote mais abrangente por 402 euros anuais, menos 143 euros do que a média de preços do menos abrangente. Porventura, a cobertura de ITP pode não interessar a alguns consumidores. É o caso de quem já tem a cobertura de invalidez ao abrigo de um seguro de acidentes pessoais e considera a mínima (IAD) suficiente ou de quem não reúne condições financeiras para suportar o plano superior. Se se enquadra em algum destes cenários, consulte as nossas recomendações na ficha da página 40. Para saber quanto paga por ano com as Escolhas Acertadas, multiplique cada 1000 euros do valor em dívida pela tarifa indicada no quadro para a sua idade. Se não se revê nas idades representadas, experimente o nosso simulador em Fiéis ao banco Dependendo da relação do consumidor com o banco, a opção pelas Escolhas Acertadas para ITP e IAD pode revelar-se impossível. Se já tem um crédito à habitação ou vai contratá-lo pela primeira vez num banco que faz depender o spread da subscrição do seguro de vida aos seus balcões, em princípio, compensa optar pela proposta da instituição. Mas não há como fazer as contas: peça O NOSSO ESTUDO X Dados de 16 seguradoras e 15 bancos Em abril deste ano, contactámos 27 seguradoras do ramo vida, às quais pedimos que preenchessem um questionário e nos enviassem as tarifas para as modalidades de seguro de que dispunham. Perguntámos também a 18 bancos qual a cobertura de invalidez mínima exigida a quem contrata um crédito à habitação. Responderam-nos 16 seguradoras e 15 bancos. A AMA, Açoreana, Crédito Agrícola Vida, Finibanco Vida, Groupama, Lusitânia e Tranquilidade, por razões que desconhecemos, remeteram-se ao silêncio. A Allianz, Fidelidade Mundial, Império Bonança e Victoria recusaram-se a facultar as tarifas, motivo por que foram também excluídas do estudo. Para avaliar a qualidade das apólices, comparámos os prazos definidos para os pagamentos, a idade-limite para o termo das coberturas e, nos casos de invalidez, os períodos de carência, as percentagens mínimas consideradas, as tabelas e a terminologia adotada. As nossas Escolhas Acertadas correspondem às apólices mais baratas entre aquelas cuja nota na Qualidade Global foi igual ou superior a 65 por cento. + Itp O pacote de coberturas que inclui e invalidez total e permanente (ITP) é o mais abrangente e o que aconselhamos a todos os consumidores. Paga o capital ao banco caso a pessoa segura, por doença ou acidente, morra ou fique incapacitada para exercer a sua profissão ou outra atividade remunerada compatível. A invalidez deverá ser superior a 65% e irreversível. Melhores apólices Barclays, Mapfre e April. Indemnizam por no prazo de 30 dias e prolongam esta cobertura até aos 80 anos (Barclays) ou aos 85 (Mapfre e April). Em caso de invalidez, indemnizam a partir dos 55% (Barclays) ou dos 66% de incapacidade (Mapfre e April), após um período de carência de 6 meses. Na April, tem de esperar 270 dias para pedir a indemnização por sinistros relacionados com o parto. A Barclays e a Mapfre estendem a cobertura de invalidez até aos 65 anos e a April aos 70 anos. Poupança na escolha acertada A Prévoir Vie cobra 402 euros anuais a um casal de 40 anos e com um capital seguro de 150 mil euros, menos 272 euros do que a média do mercado. Prémio por cada 1000 de cap Seguradora e produto 3 Barclays Vida 2,24 Mapfre TAR Cover 1,83 April Proteção Hipotecária 1,12 Prévoir Vie Vida Domus 1,02 Metlife Crédito Seguro 1,34 Santander Totta Vida Crédito Habitação Plus 1,92 Eurovida Proteção Crédito H 1,71 Generali Vida Crédito Habitação 1,23 Ocidental Vida Risco Crédito Habitação 1,35 Real SVH Seguro Vida Habitação 1,89 Zurich Crédito Habitação Zvida 1,70 Axa Vida Financiamento 1,58 BBVA TMR 1,86 Liberty Vida Crédito 1,71

3 Dinheiro&direitos 118 julho/agosto uma simulação da prestação com o seguro proposto pelo banco e outra sem incluir o valor do seguro. De seguida, adicione à última o prémio das nossas Escolhas Acertadas. Para saber qual a opção mais vantajosa, basta comparar o que paga anual ou mensalmente pelo crédito (prestação mais seguro). Nalguns bancos, o spread atribuído ao empréstimo não depende da contratação de um produto em particular, como o seguro de vida, mas de um pacote com determinado número de produtos (cartão de crédito, plano de poupança-reforma e domiciliações bancárias, por exemplo), sem especificar quais. Nestes casos, pode compensar mudar para as nossas Escolhas Acertadas. Está nesta situação o Grupo Crédito Agrícola, que permite transferir o seguro de vida para uma seguradora fora do grupo sem agravar o spread, desde que, em substituição, for subscrito outro produto do banco (aplicação de poupança, por exemplo). Faça as contas e avalie a opção mais vantajosa. Definições baralham consumidores Na hora de contratar, o que mais baralha o consumidor é a profusão de definições para a cobertura de invalidez e a falta de clareza dos conceitos. E, se as designações das duas coberturas principais já são algo confusas, a situação agrava-se ao serem comercializadas com nomes muito díspares ou acrescerem modalidades. Por exemplo, na Axa, IAD chama-se invalidez total permanente e definitiva e, na Generali, há uma terceira modalidade cujo nome é invalidez absoluta e permanente, que se confunde com as duas anteriores. Já a Zurich prevê a contratação não de duas, aconselhamos a cobertura de invalidez total e permanente, que é mais abrangente mas de cinco coberturas de invalidez, consoante as percentagens de desvalorização consideradas. A dinheiro & direitos já alertou inúmeras vezes para o problema e tem reivindicado a uniformização de conceitos em todas as seguradoras. Em 2011, enviámos as conclusões dos nossos estudos ao Instituto de Seguros de Portugal (ISP), desafiando-o a criar designações uniformes, mais claras e percetíveis. Nesse mesmo ano, a Associação Portuguesa de Seguradoras, com o apoio do ISP, emitiu um conjunto de recomendações às companhias, que propunha a adoção das seguintes definições: invalidez absoluta e definitiva, invalidez definitiva para qualquer profissão, invalidez definitiva para a profissão ou atividade compatível e invalidez definitiva para a profissão habitual. Previa igualmente a introdução dos conceitos de invalidez parcial e de invalidez temporária e recomendava a utilização da Tabela Nacional de Incapacidades como referência. A iniciativa foi positiva, mas trouxe ital (primeira anuidade) ( ) 0 anos 40 anos 50 anos 60 anos Coberturas apólice invalidez total e permanente Clareza dos conceitos Qualidade Global (%) EScolhas acertadas April Proteção Hipotecária 79 XXSe vai contratar o seguro para um titular apenas, a April é a companhia que apresenta a melhor relação entre a qualidade e o preço até aos 29 anos e dos 40 aos 47 anos ,48 6,67 8,28 17,05 18,14 38,18 B B A 80 3,51 2,39 4,55 5,74 10,95 16,01 30,62 B B C 79 2,07 1,78 3,16 5,17 7,96 13,96 22,48 B B A 79 1,51 1,80 2,68 4,95 7,35 13,06 19,41 B A C 77 2,41 2,15 3,88 4,74 8,55 12,84 23,11 B B C 76 não faz 3,45 não faz 8,75 não faz 22,48 não faz B C A 73 3,42 2,97 5,94 7,77 15,51 20,06 39,91 B B C 73 2,26 2,04 3,79 4,58 8,55 15,98 29,29 B B D 71 não faz 2,38 não faz 6,53 não faz 17,25 não faz B B C 71 2,60 3,03 4,48 7,26 11,56 22,82 36,93 B C C 69 2,82 2,85 4,94 7,09 11,41 18,17 28,41 C A E 63 2,83 2,68 4,71 6,01 10,52 15,84 27,56 B C E 60 não faz 3,04 não faz 9,15 não faz 25,87 não faz D C C 53 3,15 2,53 4,67 6,23 11,35 16,10 29,17 D C C 52 Prévoir Vie Vida Domus 77 XXA Prévoir Vie é também Escolha Acertada para titulares individuais com 30 a 39 anos e para dois titulares, independentemente da idade Metlife Crédito Seguro 76 XXEscolha Acertada para um titular acima dos 48 anos

4 40 Dinheiro&direitos 118 julho/agosto 2013 Seguro de vida poucos resultados práticos. Continuam a existir inúmeras definições e critérios, o que só dificulta a escolha dos consumidores. Deveriam existir apenas dois tipos de invalidez, com designações iguais e coberturas idênticas em todas as seguradoras. Lamentamos ainda que se deixe à consideração das companhias a imposição de períodos de carência, que obrigam o segurado a esperar seis meses a um ano por uma indemnização, ao mesmo tempo que continua a pagar a prestação ao banco. Estas medidas deveriam ser vinculativas e não de adesão facultativa. Por isso, na avaliação das apólices, valorizámos as que apresentavam conceitos claros e transparentes. Com as classificações mais elevadas, a April, a Barclays Vida e a Santander Totta já adotaram a terminologia proposta pela Associação Portuguesa de Seguradoras. No outro extremo, Axa e Zurich receberam a nota mais baixa, por misturarem as definições habitualmente utilizadas. Tal opção torna as apólices mais complexas e aumenta a confusão quanto à real abrangência das coberturas. Mesmo conceito, proteção diferente Como se não bastasse a profusão de designações, a nossa análise qualitativa das apólices revela que uma cobertura pode ter abrangências muito diferentes consoante a seguradora. Na de, a Metlife pratica as melhores condições. Paga a indemnização no prazo de 20 dias após a entrega dos comprovativos (certidão de óbito, entre outros) e estende a cobertura até aos 85 anos de idade. A par da April, da BES Seguros e da Mapfre, aquela companhia apresenta a maior longevidade do contrato. No que respeita a invalidez total e permanente, avaliámos a imposição de períodos de carência, a profissão que o segurado deixa de exercer, a percentagem mínima de invalidez exigida para a indemnização ser atribuída, a tabela considerada, o prazo para o pagamento e a idade-limite. A Prévoir destaca-se pela positiva, pois entrega a indemnização em caso de incapacidade para exercer a profissão habitual ou outra compatível, correspondendo a uma percentagem mínima de 66% na Tabela Nacional de Incapacidades. Além disso, não impõe períodos de carência e compromete-se a pagar em 30 dias após apresentação dos comprovativos do sinistro. Também com a classificação máxima, a Zurich indemniza a partir dos 60% de incapacidade, mas sem definir prazo para o pagamento. A Axa, pelo contrário, apresenta a cobertura mais restritiva: prevê um período de carência de um ou três anos em caso de invalidez motivada por doença do foro psiquiátrico, respetivamente, e não estabelece prazo para liquidar as importâncias contratadas uma vez decorrido aquele período. Mais: a cobertura só é ativada quando a pessoa segura fica total e definitivamente impedida de exercer a profissão ou outra atividade remunerada e, em simultâneo, comprova uma diminuição igual ou superior a 66% da capacidade física ou mental para cumprir +IAD O pacote de e invalidez absoluta e definitiva (IAD) é menos abrangente do que o anterior. Ainda assim, pode interessar a quem já tem a cobertura de invalidez ao abrigo de outros seguros (acidentes pessoais, por exemplo) e considera estar protegido. Indemniza o banco se o segurado morrer ou ficar incapacitado para qualquer atividade remunerada de forma permanente e irreversível, desde que precise de assistência de terceiros para atos normais da vida, como fazer a higiene diária, vestir-se ou comer. Melhores apólices Mapfre, Real e Metlife. A Mapfre e a Metlife prolongam a cobertura de até aos 85 anos e a de invalidez até aos 75 e 70 anos, respetivamente. Na Real, aquelas coberturas terminam de forma automática aos 75 anos. As três companhias garantem pagar o capital no prazo de 10 dias (Real), 20 dias (Metlife) e 30 dias (Mapfre). Poupança na escolha acertada A Metlife cobra 318 euros anuais a um casal de 40 anos e com um capital seguro de 150 mil euros, menos 227 euros do que a média do mercado. Prémio por cada 1000 de capital (primeira anuidade) ( ) 30 anos 40 anos 50 anos 60 anos Seguradora e produto Mapfre TAR Cover 1,44 2,72 1,96 3,69 4,44 8,35 11,80 22,21 Real SVH Seguro Vida Habitação 1,07 1,38 1,89 2,76 5,19 8,46 12,14 20,91 Metlife Crédito Seguro 0,79 1,41 1,17 2,12 3 5,41 8,49 15,28 Santander Totta Vida Crédito Habitação 1,30 não faz 2,27 não faz 5,82 não faz 15,36 não faz Eurovida Proteção Crédito H 1,32 2,63 2,32 4,63 6,35 12,67 16,77 33,35 Prévoir Vie Vida Domus 0,81 1,51 1,44 2,68 3,96 7,35 10,45 19,41 April Proteção Hipotecária 1,11 2,01 1,61 2,93 3,57 5,84 8,57 13,98 Generali Vida Crédito Habitação 0,63 1,21 1,20 2,32 2,97 5,75 7,68 14,86 Barclays Proteção Vida 1,44 3,42 2,50 5,89 6,80 16,29 14,26 36,17 Ocidental Vida Risco Crédito à Habitação 1,13 não faz 1,99 não faz 5,44 não faz 14,38 não faz Zurich Crédito Habitação Zvida 1,15 1,72 1,94 3,07 5,19 7,45 13,89 19,43 Liberty Vida Crédito 1,25 2,23 1,86 3,32 5,05 8,98 13,35 23,69 BPI Vida Crédito Habitação BPI 1,26 2,51 2,21 4,42 6,06 12,13 16,01 32,03 Axa Vida Financiamento 1,27 2,22 2,37 4,10 5,40 9, ,88 BES Vida Crédito Habitação 1,35 2,57 2,38 4,53 6,54 12,42 17,28 32,82

5 Dinheiro&direitos 118 julho/agosto atos da vida diária. Entre as piores classificadas contam-se ainda a BBVA, a Liberty e a Santander Totta. As duas primeiras só pagam o capital se o segurado ficar incapacitado de exercer qualquer atividade remunerada. Já a Santander Totta apenas indemniza quando o grau de invalidez é igual ou superior a 75 por cento. Com exceção da Liberty, todas impõem períodos de carência. Relativamente à invalidez absoluta e definitiva, valorizámos, por ordem decrescente de importância, a existência de períodos de carência, a definição de um prazo para pagamento da indemnização e o termo da cobertura. A melhor nota foi atribuída à Real. Esta seguradora garante a cobertura até aos 75 anos e indemniza passados 10 dias da apresentação dos documentos, sem impor período de carência. Mapfre, Metlife Eurovida e Prévoir também não têm período de carência, pagam a indemnização até 30 dias (20, no caso da Metlife) e garantem a cobertura até aos 70 ou 75 anos. No outro extremo, a classificação mais baixa coube à Axa, que só prevê o pagamento da indemnização passado para reduzir o preço do seguro de vida, certifique-se de que o capital contratado corresponde ao valor em dívida no banco um ano do diagnóstico de uma invalidez motivada por doença. Este período aumenta para três anos em caso de doença do foro psiquiátrico, mas não é indicado um prazo para o pagamento. Capital sempre atualizado O capital seguro deve corresponder, em cada momento, ao valor devido ao banco pelo crédito à habitação. Até 2010, era o cliente que tinha de solicitar à seguradora a diminuição do capital. A partir daí, passou a ser obrigatória a atualização automática com uma periodicidade idêntica à da amortização da dívida. Mas, como o diploma não era explícito, muitas seguradoras passaram a fazer a atualização apenas para os novos contratos. O ISP emitiu então uma recomendação a determinar que todos os titulares de seguros de vida associados ao crédito à habitação deveriam ser informados da possibilidade de optar por um contrato com correspondência entre o capital seguro e o valor em dívida. Esta alteração traduz-se numa redução dos prémios, sobretudo na fase final do empréstimo, quando a maior percentagem da prestação se destina à amortização do capital. Assim, se o seu crédito é anterior a 2010, consulte o banco para apurar se o capital é atualizado de forma automática. Tal permite reduzir a fatura com os seguros, a menos que seja cliente da BES Vida. Para contrariar a perda de receita, esta seguradora criou tarifas com atualização mensal em função da idade dos titulares. Como resultado, ao invés de diminuir, o prémio aumentou alguns cêntimos por mês. apólice Coberturas invalidez absoluta e definitiva Clareza dos conceitos Qualidade Global (%) B B C 79 B B C 77 B B C 77 B B A 76 B B C 74 B B C 72 B D A 62 B C D 61 B D A 59 B D C 55 C C E 54 D C C 51 D C C 50 B E E 49 C D C 49 escolha acertada Metlife Crédito Seguro 77 XXA Metlife é a companhia que apresenta a melhor relação entre a qualidade e o preço para quem pretende contratar um seguro de vida, independentemente do número de titulares e das respetivas idades A solução para si Seguro de vida abrangente e barato Indique o tipo de cobertura pretendida mais ou menos abrangente, o número de titulares, a idade e o capital seguro. O simulador indica o prémio total anual a pagar no primeiro ano num conjunto de 16 seguradoras, destacando as que apresentam a melhor relação entre a qualidade e o preço para o seu perfil. seguros (custo de chamada local) (para telemóveis)

Privado. Mas o consumidor também pode

Privado. Mas o consumidor também pode Guia Financeiro Investidor Privado Este artigo foi redigido ao abrigo do novo acordo ortográfico. SEGUROS DE VIDA Crédito e família protegidos Se vai contratar o seguro por causa do empréstimo da casa,

Leia mais

Atividade Seguradora Prémios de Seguro Direto 2013

Atividade Seguradora Prémios de Seguro Direto 2013 Atividade Seguradora Prémios de Seguro Direto 2013 (atualizado em 23 de janeiro de 2014) No ano de 2013 o volume da produção de seguro direto em Portugal foi ligeiramente superior a 13 mil milhões de euros,

Leia mais

Atividade Seguradora - Prémios de Seguro Direto 2011

Atividade Seguradora - Prémios de Seguro Direto 2011 Atividade Seguradora - Prémios de Seguro Direto 2011 16 janeiro 2012 No ano de 2011 o volume da produção de seguro direto em Portugal atingiu os 11,6 mil milhões de euros, dos quais cerca de 92,3% diz

Leia mais

Atividade Seguradora - Prémios de Seguro Direto 2014

Atividade Seguradora - Prémios de Seguro Direto 2014 Atividade Seguradora - Prémios de Seguro Direto 2014 (atualizado em 15 de janeiro de 2015) No ano de 2014, o volume da produção de seguro direto em Portugal foi de 14,3 mil milhões de euros, refletindo

Leia mais

ÁREA DE FORMAÇÃO: CONTRAIR CRÉDITO CUSTO DO CRÉDITO

ÁREA DE FORMAÇÃO: CONTRAIR CRÉDITO CUSTO DO CRÉDITO ÁREA DE FORMAÇÃO: CONTRAIR CRÉDITO CUSTO DO CRÉDITO Índice Componentes do custo do crédito Taxa de juro Comissões Despesas Seguros Medidas agregadas do custo do crédito: TAE e TAEG Taxas máximas no crédito

Leia mais

2. SEGUROS ÍNDICE. Euro ( ) Rentabilidades (%) Plano de Poupança Reforma II (PPR BIC II) - Mapfre Seguros Nota 1 (Em Comercialização) - - 200,00 -

2. SEGUROS ÍNDICE. Euro ( ) Rentabilidades (%) Plano de Poupança Reforma II (PPR BIC II) - Mapfre Seguros Nota 1 (Em Comercialização) - - 200,00 - Entrada em vigor: 01mai2015 2.1. Seguros de Poupança Euro ( ) Rentabilidades (%) Comissões (%) Plano de Poupança Reforma II (PPR BIC II) Mapfre Seguros (Em Comercialização) 1.1. Rendimento mínimo garantido

Leia mais

Categorias em análise: Hardware, Software, Serviços TI e Serviços Telecomunicações.

Categorias em análise: Hardware, Software, Serviços TI e Serviços Telecomunicações. RELATÓRIO LOCAL Despesa TIC no Sector Financeiro Oportunidades num Sector em Reestruturação INTRODUÇÃO IDC Portugal: Centro Empresarial Torres de Lisboa, Rua Tomas da Fonseca, Torre G, 1600-209 Lisboa

Leia mais

Salvaguardando imprevistos coloquem em causa o. O PH Protecção Hipotecária é um seguro de vida. individual de protecção de crédito associado a um

Salvaguardando imprevistos coloquem em causa o. O PH Protecção Hipotecária é um seguro de vida. individual de protecção de crédito associado a um O PH Protecção Hipotecária é um seguro de vida Salvaguardando imprevistos coloquem em causa o individual de protecção de crédito associado a um equilíbrio orçamental do agregado familiar, contrato de financiamento

Leia mais

ÁREA DE FORMAÇÃO: CONTRAIR CRÉDITO CRÉDITO À HABITAÇÃO

ÁREA DE FORMAÇÃO: CONTRAIR CRÉDITO CRÉDITO À HABITAÇÃO ÁREA DE FORMAÇÃO: CONTRAIR CRÉDITO CRÉDITO À HABITAÇÃO Índice Finalidades do crédito à habitação Avaliação da capacidade financeira Ficha de Informação Normalizada (FIN) Prazo Modalidades de reembolso

Leia mais

Clientes interessados em proteger a sua vida, e ao mesmo tempo constituir uma poupança para a reforma ou qualquer projeto pessoal, num só seguro.

Clientes interessados em proteger a sua vida, e ao mesmo tempo constituir uma poupança para a reforma ou qualquer projeto pessoal, num só seguro. PARA QUEM? Clientes interessados em proteger a sua vida, e ao mesmo tempo constituir uma poupança para a reforma ou qualquer projeto pessoal, num só seguro. LIMITES Idades Mínima e Máxima na contratação:

Leia mais

Glossário de Crédito Habitação do NOVO BANCO

Glossário de Crédito Habitação do NOVO BANCO Glossário de Crédito Habitação do NOVO BANCO Tipo de Propriedade 1ª Habitação Residência habitual do agregado familiar (habitação própria permanente). 2ª Habitação Residência não habitual do agregado familiar

Leia mais

MEDIDAS DE PROTECÇÃO DO CONSUMIDOR NA CELEBRAÇÃO DE CONTRATOS DE SEGURO DE VIDA ASSOCIADOS

MEDIDAS DE PROTECÇÃO DO CONSUMIDOR NA CELEBRAÇÃO DE CONTRATOS DE SEGURO DE VIDA ASSOCIADOS Informação n.º 27/2009 22 09 2009 MEDIDAS DE PROTECÇÃO DO CONSUMIDOR NA CELEBRAÇÃO DE CONTRATOS DE SEGURO DE VIDA ASSOCIADOS AO CRÉDITO À HABITAÇÃO O Decreto Lei n.º 222/2009, de 11 de Setembro, estabelece

Leia mais

Simulação de Crédito Imobiliário

Simulação de Crédito Imobiliário Simulação de Crédito Imobiliário Data de Impressão: 16-02-2015 19:40 Número de Simulação: 14616112 / x944719 Gestor de Projeto: MIGUEL VELEZ (211126702) Resumo Prestação inicial Prestação Comissão manutenção

Leia mais

SEGURO PLANO DE PROTECÇÃO FINANCEIRA

SEGURO PLANO DE PROTECÇÃO FINANCEIRA SEGURO PLANO DE PROTECÇÃO FINANCEIRA O seguro que paga a conta do seu cartão emitido pela Unicre nos momentos em que mais precisa, com todo o conforto e segurança. Quando se pergunta porquê ter um plano

Leia mais

REGULAMENTO DE BENEFÍCIOS do Montepio Geral Associação Mutualista Título II DISPOSIÇÕES PARTICULARES - MODALIDADES INDIVIDUAIS

REGULAMENTO DE BENEFÍCIOS do Montepio Geral Associação Mutualista Título II DISPOSIÇÕES PARTICULARES - MODALIDADES INDIVIDUAIS Artigo 1.º (Definições e Interpretação) 1. Nesta Secção, os termos e expressões iniciados por maiúsculas têm o significado que lhes é atribuído no Título VI (Glossário) do Regulamento. 2. Em caso de conflito

Leia mais

PROPOSTA DE VALOR PARA MEMBROS DA ORDEM DOS ADVOGADOS CONDIÇÕES

PROPOSTA DE VALOR PARA MEMBROS DA ORDEM DOS ADVOGADOS CONDIÇÕES PROPOSTA DE VALOR PARA MEMBROS DA ORDEM DOS ADVOGADOS CONDIÇÕES Cartão Ordem dos Advogados Um cartão de crédito PERSONALIZADO E DIFERENCIADOR com vantagens únicas para a classe profissional COMPRE AGORA

Leia mais

GUIA PRÁTICO DOENÇA PROFISSIONAL - CERTIFICAÇÃO

GUIA PRÁTICO DOENÇA PROFISSIONAL - CERTIFICAÇÃO GUIA PRÁTICO DOENÇA PROFISSIONAL - CERTIFICAÇÃO INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P ISS, I.P. Pág. 1/12 FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Doença Profissional - Certificação (N28 v4.09) PROPRIEDADE Instituto

Leia mais

FIN - FICHA DE INFORMAÇÃO NORMALIZADA

FIN - FICHA DE INFORMAÇÃO NORMALIZADA FIN - FICHA DE INFORMAÇÃO NORMALIZADA PARTE I - CONDIÇÕES FINANCEIRAS DO CRÉDITO À HABITAÇÃO A. ELEMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO E OBSERVAÇÕES 1. Identificação da Instituição Denominação Caixa Geral de Depósitos,

Leia mais

BOLETIM ESCLARECIMENTOS Anuidade de 01.04.2015 a 31.03.2016

BOLETIM ESCLARECIMENTOS Anuidade de 01.04.2015 a 31.03.2016 BOLETIM ESCLARECIMENTOS Anuidade de 01.04.2015 a 31.03.2016 Plano Base oferecido pela OTOC O que é este seguro? Este seguro de saúde foi negociado em 2007 pela OTOC com o Novo Banco. Todos os Toc s que

Leia mais

Cremos ser de extrema importância a vossa presença e participação.

Cremos ser de extrema importância a vossa presença e participação. Exmos. Associados e parceiros, Chamamos a vossa atenção para o convite abaixo. Cremos ser de extrema importância a vossa presença e participação. Inscrevam-se! Convite No seguimento dos contactos mantidos

Leia mais

+Vida com hospitalização

+Vida com hospitalização Informação Produto Os imprevistos da vida de uma família, cobertos por um seguro flexível, modular e de fácil subscrição, combinado com uma cobertura complementar de saúde. Caro Mediador, O Grupo Portinsurance

Leia mais

Belo Horizonte, 21 de maio de 2013.

Belo Horizonte, 21 de maio de 2013. Belo Horizonte, 21 de maio de 2013. Esta empresa tem bons motivos para oferecer o PASI aos trabalhadores. Segurados, eles trabalham tranquilos e a própria empresa obtém vantagens exclusivas. As Empresas

Leia mais

Aviso do Banco de Portugal n.º 2/2010

Aviso do Banco de Portugal n.º 2/2010 Aviso do Banco de Portugal n.º 2/2010 A Instrução n.º 27/2003 consagrou no ordenamento jurídico nacional os procedimentos mais relevantes da Recomendação da Comissão n.º 2001/193/CE, de 1 de Março de 2001,

Leia mais

Poderão contratar este seguro os colaboradores, incluindo os seus familiares directos.

Poderão contratar este seguro os colaboradores, incluindo os seus familiares directos. Ficha técnica 1. TOMADOR DO SEGURO / SEGURADO Poderão contratar este seguro os colaboradores, incluindo os seus familiares directos. São considerados familiares directos: - o cônjuge, desde que viva em

Leia mais

GUIA PRÁTICO PRESTAÇÕES COMPENSATÓRIAS DOS SUBSÍDIOS DE FÉRIAS, NATAL OU OUTROS SEMELHANTES INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P

GUIA PRÁTICO PRESTAÇÕES COMPENSATÓRIAS DOS SUBSÍDIOS DE FÉRIAS, NATAL OU OUTROS SEMELHANTES INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P GUIA PRÁTICO PRESTAÇÕES COMPENSATÓRIAS DOS SUBSÍDIOS DE FÉRIAS, NATAL OU OUTROS SEMELHANTES INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Prestações compensatórias dos subsídios

Leia mais

Prospecto Informativo CA Solução Poupança Activa

Prospecto Informativo CA Solução Poupança Activa Produto a comercializar Perfil do Cliente alvo da solução O é um produto financeiro complexo que resulta da comercialização combinada de um depósito a prazo simples, denominado SDA, com um seguro de capitalização

Leia mais

apólices que recomendamos trata-lhe da saúde por menos 2 mil euros do que a concorrência

apólices que recomendamos trata-lhe da saúde por menos 2 mil euros do que a concorrência Afinal, é possível poupar no médico. Uma das apólices que recomendamos trata-lhe da saúde por menos 2 mil euros do que a concorrência epois das marcas brancas nos supermercados, dos voos ao preço da chuva

Leia mais

2. Referencial contabilístico de preparação das demonstrações financeiras

2. Referencial contabilístico de preparação das demonstrações financeiras 1. Identificação da entidade EXERCÍCIO DE 2011 INTRODUÇÃO PLC - Corretores de Seguros, S.A é uma sociedade anonima. A Empresa foi constituida em 1999, tem sede na Av. Infante Santo nº 48 2º Esq. em Lisboa,

Leia mais

Introdução às Finanças

Introdução às Finanças Introdução às Finanças Aula Teórica 3 Esta informação é restrita ou confidencial, não podendo ser duplicada, publicada ou fornecida total ou parcialmente a terceiros sem o prévio consentimento dos autores.

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS. Tomador do seguro A entidade que celebra o contrato de seguro com a VICTORIA e que assume a obrigação de pagamento do prémio.

CONDIÇÕES GERAIS. Tomador do seguro A entidade que celebra o contrato de seguro com a VICTORIA e que assume a obrigação de pagamento do prémio. CONDIÇÕES GERAIS 1 Definições Para efeitos deste Contrato, entende-se por: 1.1 Partes envolvidas no contrato Empresa de seguros VICTORIA - Seguros de Vida, S.A., entidade que emite a apólice e que, mediante

Leia mais

Ficha de Informação Geral

Ficha de Informação Geral Objectivo da Ficha de Informação Geral Oferecer aos Clientes informação de carácter geral sobre o crédito à habitação, o mais transparente, sistemático e rigorosamente possível, antes da formalização de

Leia mais

Santander Consumer - Seguros de Protecção ao Crédito

Santander Consumer - Seguros de Protecção ao Crédito Santander Consumer - Seguros de Protecção ao Crédito 1. Auto - Prémio Único Morte 64 70 - Invalidez Absoluta e Definitiva 64 65 - + Doença Morte 64 70 - Invalidez Absoluta e Definitiva 64 65 - Enriquecida

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº./XII/3.ª REFORÇA A PROTEÇÃO DE DEVEDORES DE CRÉDITO À HABITAÇÃO EM SITUAÇÃO ECONÓMICA MUITO DIFÍCIL

PROJETO DE LEI Nº./XII/3.ª REFORÇA A PROTEÇÃO DE DEVEDORES DE CRÉDITO À HABITAÇÃO EM SITUAÇÃO ECONÓMICA MUITO DIFÍCIL Grupo Parlamentar PROJETO DE LEI Nº./XII/3.ª REFORÇA A PROTEÇÃO DE DEVEDORES DE CRÉDITO À HABITAÇÃO EM SITUAÇÃO ECONÓMICA MUITO DIFÍCIL (1ª ALTERAÇÃO À LEI N.º 5/2012, DE 9 DE NOVEMBRO) Exposição de motivos

Leia mais

Texto a manuscrever pelo cliente: Tomei conhecimento das advertências

Texto a manuscrever pelo cliente: Tomei conhecimento das advertências Informações Fundamentais ao Investidor PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO Um investimento responsável exige que conheça as suas implicações e que esteja disposto a aceitá-las. FA FR0000290728 Groupama Seguros

Leia mais

Informações Fundamentais ao Investidor PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO

Informações Fundamentais ao Investidor PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO Informações Fundamentais ao Investidor PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO Um investimento responsável exige que conheça as suas implicações e que esteja disposto a aceitá-las. Designação: VICTORIA PPR Acções

Leia mais

GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO MENSAL VITALÍCIO

GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO MENSAL VITALÍCIO Manual de GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO MENSAL VITALÍCIO INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P ISS, I.P. Departamento/Gabinete Pág. 1/10 FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Subsídio Mensal Vitalício (4004 v4.16) PROPRIEDADE

Leia mais

BASES DO CONTRATO...3

BASES DO CONTRATO...3 UNIT LINKED DB VIDA Condições Gerais...2 1. DEFINIÇÕES...2 2. BASES DO CONTRATO...3 3. INÍCIO E DURAÇÃO DO CONTRATO...4 4. ÂMBITO DA COBERTURA...4 5. GESTÃO DAS UNIDADES DE PARTICIPAÇÃO...4 6. PRÉMIOS...6

Leia mais

Simulação de Crédito Imobiliário

Simulação de Crédito Imobiliário Simulação de Crédito Imobiliário Data de Impressão: 16-02-2015 19:42 Número de Simulação: 14616115 / x944719 Gestor de Projeto: MIGUEL VELEZ (211126702) Resumo Prestação inicial Prestação Comissão manutenção

Leia mais

traçam 'plano de ataque'

traçam 'plano de ataque' Seguradoras contra a crise traçam 'plano de ataque' Com os rendimentos das famílias cada vez mais reduzidos, as seguradoras têm-se empenhado em oferecer pacotes mais atractivos aos clientes, que vão desde

Leia mais

SECRETARIA DA JUSTIÇA E DA DEFESA DA CIDADANIA FUNDAÇÃO DE PROTEÇÃO E DEFESA DO CONSUMIDOR DIRETORIA DE ESTUDOS E PESQUISAS

SECRETARIA DA JUSTIÇA E DA DEFESA DA CIDADANIA FUNDAÇÃO DE PROTEÇÃO E DEFESA DO CONSUMIDOR DIRETORIA DE ESTUDOS E PESQUISAS Resultados dos estudos sobre a redução de taxas de juros praticadas por bancos públicos e privados. Orientações aos consumidores. Face aos diversos anúncios de redução de juros veiculados na mídia a partir

Leia mais

P Eh ÇÃQ 31JL.3t.u./i wrmiiu,çi,(,.vm, I:v /i;,c Iií ii

P Eh ÇÃQ 31JL.3t.u./i wrmiiu,çi,(,.vm, I:v /i;,c Iií ii )jic. / Cssil,caçao A H Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor, com sede na Rua de agosto, com a alteração da Lei n. 45/2007 de 24 de agosto, apresentar perante em anexo, vem, nos termos dos

Leia mais

Relatório de evolução da atividade seguradora

Relatório de evolução da atividade seguradora Relatório de evolução da atividade seguradora 1.º Semestre 214 I. Produção e custos com sinistros 1. Análise global 2. Ramo Vida 3. Ramos Não Vida a. Acidentes de Trabalho b. Doença c. Incêndio e Outros

Leia mais

Trabalho realizado por: Disciplina: Formação Cívica. Ano letivo: 2011-2012

Trabalho realizado por: Disciplina: Formação Cívica. Ano letivo: 2011-2012 Trabalho realizado por: Disciplina: Formação Cívica Ano letivo: 2011-2012 Realizámos um estudo relativo à Gestão do Orçamento Familiar a 46 alunos do 7º ao 9º ano da Escola Secundária Poeta Al Berto de

Leia mais

Condições actuais do Protocolo para Colaboradores

Condições actuais do Protocolo para Colaboradores Direcção de Parcerias Comerciais Protocolos Condições actuais do Protocolo para Colaboradores Novembro de 2009 Conta Ordenado BPI Isenção das principais despesas do dia-a-dia: Isenção das despesas de manutenção

Leia mais

Protocolo para Colaboradores

Protocolo para Colaboradores Protocolo para Colaboradores Março 2014 O PROTOCOLO E SUAS VANTAGENS O Protocolo é um acordo entre um Parceiro e o Banco, atribuindo vantagens aos seus Colaboradores em produtos e serviços financeiros

Leia mais

Seguro Poupança Crescente. Condições Gerais e Especiais da Apólice. www.ocidentalseguros.pt

Seguro Poupança Crescente. Condições Gerais e Especiais da Apólice. www.ocidentalseguros.pt Ocidental Companhia Portuguesa de Seguros de Vida, SA. Sede: Avenida Dr. Mário Soares (Tagus Park), Edifício 10, Piso 1, 2744-002 Porto Salvo. Pessoa coletiva n.º 501 836 926, matriculada sob esse número

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS ÉPOCA DESPORTIVA 2013/2014

MANUAL DE PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS ÉPOCA DESPORTIVA 2013/2014 MANUAL DE PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS ÉPOCA DESPORTIVA 2013/2014 Versão 2 agosto 2013 Índice 1. Nota introdutória... 3 2. 1ª Filiação de Clubes e Entidades Coletivas... 3 3. Refiliação de Clubes e Entidades

Leia mais

MINUTA DE RESOLUÇÃO. Art.1º Dispor sobre as regras e os critérios para operação do seguro Viagem.

MINUTA DE RESOLUÇÃO. Art.1º Dispor sobre as regras e os critérios para operação do seguro Viagem. MINUTA DE RESOLUÇÃO A SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP, no uso da atribuição que lhe confere o art. 34, inciso XI, do Decreto nº 60.459, de 13 de março de l967, e considerando o inteiro teor

Leia mais

Recebi um boleto do seguro de vida que eu contratei na MetLife e detectei que o prêmio do seguro sofreu aumento e queria saber do que se trata?

Recebi um boleto do seguro de vida que eu contratei na MetLife e detectei que o prêmio do seguro sofreu aumento e queria saber do que se trata? Atualização Monetária Recebi um boleto do seguro de vida que eu contratei na MetLife e detectei que o prêmio do seguro sofreu aumento e queria saber do que se trata? Na realidade, não houve um aumento

Leia mais

SEGURO ESPECIAL VIAGEM

SEGURO ESPECIAL VIAGEM SEGURO ESPECIAL VIAGEM Sempre que viajar, deve fazê-lo com segurança! Mesmo que não possa adquirir a sua viagem com o Cartão Unibanco, o Especial Viagem permite-lhe subscrever um seguro sem burocracias,

Leia mais

Para circular na via pública, qualquer automóvel tem de possuir

Para circular na via pública, qualquer automóvel tem de possuir na DINHEIRO & DIREITOS n.º 111, maio 2012 Condições especiais em www.deco.proteste.pt/seguroauto XXAUTOMÓVEL Além do seguro obrigatório, há coberturas facultativas, que cobrem vários riscos. Mas nem sempre

Leia mais

Conheça os bancos que mais subiram as comissões desde o início da crise. Desde 2010 que as instituições financeiras têm vindo a aumentar as comissões

Conheça os bancos que mais subiram as comissões desde o início da crise. Desde 2010 que as instituições financeiras têm vindo a aumentar as comissões Conheça os bancos que mais subiram as comissões desde o início da crise Desde 2010 que as instituições financeiras têm vindo a aumentar as comissões dos serviços associados às contas à ordem. Em média,

Leia mais

Perguntas e Respostas sobre Portabilidade de Carência em Planos de Saúde

Perguntas e Respostas sobre Portabilidade de Carência em Planos de Saúde Perguntas e Respostas sobre Portabilidade de Carência em Planos de Saúde Atos Normativos ANS Agência Nacional de Saúde Suplementar Resolução Normativa 186, de 14 de janeiro de 2009 - ANS Instrução Normativa

Leia mais

80.000 CLIENTES E SUAS FAMÍLIAS

80.000 CLIENTES E SUAS FAMÍLIAS 80.000 CLIENTES E SUAS FAMÍLIAS CONFIAM NA PROTEÇÃO DOS SEGUROS COMBINED INSURANCE PROTEÇÃO É O QUE FAZEMOS MELHOR. SEM AGRAVAMENTO POR ATIVIDADE PROFISSIONAL VALOR DE PRÉMIOS COMPETITIVOS PAGAMOS DIRETAMENTE

Leia mais

Decreto-Lei nº 222/2009, de 11 de Setembro

Decreto-Lei nº 222/2009, de 11 de Setembro Decreto-Lei nº 222/2009, de 11 de Setembro No nosso país, é generalizada a prática de as instituições de crédito exigirem, como condição sine qua non da concessão de crédito à habitação, a contratação,

Leia mais

500.000 FAMÍLIAS JÁ GEREM MELHOR AS SUAS DESPESAS

500.000 FAMÍLIAS JÁ GEREM MELHOR AS SUAS DESPESAS 500.000 FAMÍLIAS JÁ GEREM MELHOR AS SUAS DESPESAS CLIENTE FREQUENTE Poupe mais com esta solução integrada de produtos e serviços bancários e pague o mesmo todos os meses. MILLENNIUM. É PARA AVANÇAR. www.millenniumbcp.pt

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 38/15 ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 38/15 ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA PREGÃO ELETRÔNICO Nº 38/15 ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA 1. Especificação do Serviço 1.1 Contratação de empresa especializada na prestação de serviços de Seguro de Vida em Grupo e de Auxílio Funeral para

Leia mais

Santander Totta. Santander Totta. Especializado no Negócio de PME

Santander Totta. Santander Totta. Especializado no Negócio de PME Santander Totta Santander Totta Especializado no Negócio de PME O Banco Santander Totta está integrado num dos maiores Grupos Financeiros a nível Mundial. Distingue-se pela sua capacidade de oferecer as

Leia mais

Luso-Atlântica, o Parceiro que se preocupa com a Sua Saúde e a da Sua Família. Boletim Informativo Nº 1 Junho 2015 SEGURO de SAÚDE

Luso-Atlântica, o Parceiro que se preocupa com a Sua Saúde e a da Sua Família. Boletim Informativo Nº 1 Junho 2015 SEGURO de SAÚDE Luso-Atlântica, o Parceiro que se preocupa com a Sua Saúde e a da Sua Família O Seguro de Saúde adquiriu ao longo dos tempos uma importância crescente no apoio aos cuidados de Saúde da Comunidade Farmacêutica,

Leia mais

INFORMAÇÕES FUNDAMENTAIS AO INVESTIDOR PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO

INFORMAÇÕES FUNDAMENTAIS AO INVESTIDOR PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO MAPFRE INVEST CRESCENTE 2015 NÃO NORMALIZADO Entidade gestora: Instrumento de Captação de Aforro Estruturado Contrato de Seguro ligado a Fundo de Investimento MAPFRE Seguros de Vida, S.A., com sede social:

Leia mais

Divulgação de Resultados ECSI 2012

Divulgação de Resultados ECSI 2012 Divulgação de Resultados ECSI 2012 Banca, Seguros, Comunicações, Combustíveis, Gás em Garrafa, Gás Natural, Eletricidade, de Passageiros e Águas Equipa ECSI: Parceiro no sector dos Seguros Índice Introdução

Leia mais

Perguntas frequentes sobre o Seguro Acidentes de Trabalho

Perguntas frequentes sobre o Seguro Acidentes de Trabalho Perguntas frequentes sobre o Seguro Acidentes de Trabalho O que é um acidente de trabalho? Por acidente de trabalho, entende-se o acidente: a) Que se verifique no local de trabalho ou no local onde é prestado

Leia mais

Projeto de Lei n.º 818/XII/4ª

Projeto de Lei n.º 818/XII/4ª Projeto de Lei n.º 818/XII/4ª Determina a obrigatoriedade de as instituições de crédito disponibilizarem uma conta de depósito à ordem padronizada, designada de conta base, e proíbe a cobrança de comissões,

Leia mais

15,00% Taxa fixa e não sujeita a arredondamento. Não aplicável.

15,00% Taxa fixa e não sujeita a arredondamento. Não aplicável. 6. Contrato coligado 6.1 Bem ou Serviço 6.2 Preço a pronto 7. Garantias 8. Reembolso antecipado 8.1. Comissão de reembolso antecipado 8.2. Condições de exercício C. Custos do Crédito 1. Taxa de juro anual

Leia mais

OS PLANOS POUPANÇA-REFORMA

OS PLANOS POUPANÇA-REFORMA 7 OS PLANOS POUPANÇA-REFORMA 7 OS PLANOS POUPANÇA-REFORMA As alterações no sistema de Segurança Social, bem como a importância da manutenção do nível de vida após a idade de aposentação, têm reforçado

Leia mais

GUIA PRÁTICO PENSÃO SOCIAL DE VELHICE INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P

GUIA PRÁTICO PENSÃO SOCIAL DE VELHICE INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P GUIA PRÁTICO PENSÃO SOCIAL DE VELHICE INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Pensão Social de Velhice (7009 v4.15) PROPRIEDADE Instituto da Segurança Social, I.P. AUTOR Centro

Leia mais

SEGURO EMPREGADA DOMÉSTICA

SEGURO EMPREGADA DOMÉSTICA SEGURO EMPREGADA DOMÉSTICA Se tem empregada(o) doméstica(o) é legalmente responsável pelas consequências de qualquer acidente que lhe aconteça durante o período de trabalho em sua casa. Porque se trata

Leia mais

Perguntas Frequentes sobre a Rede de Apoio ao Consumidor Endividado

Perguntas Frequentes sobre a Rede de Apoio ao Consumidor Endividado Perguntas Frequentes sobre a Rede de Apoio ao Consumidor Endividado A Direção-Geral do Consumidor (DGC) apresenta um conjunto de respostas às perguntas suscitadas com maior frequência. Em caso de dúvida,

Leia mais

3º Alargamento de Prazo das Linhas de Crédito PME Investe - Documento de divulgação - V.1

3º Alargamento de Prazo das Linhas de Crédito PME Investe - Documento de divulgação - V.1 1. Beneficiários: As empresas que tenham operações contratadas ao abrigo das Linhas de Crédito PME Investe e que à data de contratação do alargamento do prazo não tenham incumprimentos não regularizados

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º 822/XII/4.ª

PROJETO DE LEI N.º 822/XII/4.ª Grupo Parlamentar PROJETO DE LEI N.º 822/XII/4.ª ELIMINA AS COMISSÕES POR REEMBOLSO ANTECIPADO E DE TERMO DO CONTRATO, INSTITUINDO AINDA A OBRIGATORIEDADE E GRATUITIDADE DE EMISSÃO DO DISTRATE E DE DECLARAÇÃO

Leia mais

Texto complementar à Proposta Simplificada de Vida em Grupo / Acidentes Pessoais Coletivo

Texto complementar à Proposta Simplificada de Vida em Grupo / Acidentes Pessoais Coletivo Texto complementar à Proposta Simplificada de Vida em Grupo / Acidentes Pessoais Coletivo 1. Definições 1.1. Apólice: é o documento emitido pela Seguradora que expressa o contrato celebrado entre a Seguradora

Leia mais

Informações Fundamentais ao Investidor PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO

Informações Fundamentais ao Investidor PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO Informações Fundamentais ao Investidor PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO Um investimento responsável exige que conheça as suas implicações e que esteja disposto a aceitá-las. TODOS OS INVESTIMENTOS TÊM RISCO

Leia mais

Limite de Retenção Orientações da Susep ao Mercado

Limite de Retenção Orientações da Susep ao Mercado Limite de Retenção Orientações da Susep ao Mercado JUNHO/2013 Sumário 1. INTRODUÇÃO... 2 1.1. Área Responsável... 2 1.2. Base Legal... 2 1.3. Abrangência... 2 1.4. Contextualização... 2 2. LIMITE DE RETENÇÃO...

Leia mais

Simulação de Crédito Imobiliário

Simulação de Crédito Imobiliário Simulação de Crédito Imobiliário Data de Impressão: 16-02-2015 19:45 Número de Simulação: 14616115 / x944719 Gestor de Projeto: MIGUEL VELEZ (211126702) Resumo Prestação inicial Prestação Comissão manutenção

Leia mais

Provedores dos clientes

Provedores dos clientes Provedores dos clientes Ace European Group Limited ACP Mobilidade - Sociedade de Seguros de Assistência, S.A. ADA, Ayuda del Automovilista, S.A. de Seguros y Reaseguros Dra. Ada Pereira Nunes dos Santos

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS ÉPOCA DESPORTIVA 2013/2014

MANUAL DE PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS ÉPOCA DESPORTIVA 2013/2014 MANUAL DE PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS ÉPOCA DESPORTIVA 2013/2014 JULHO 2013 Índice 1. Nota introdutória... 4 2. 1ª Filiação de Clubes e Entidades Coletivas... 4 a) Documentação necessária - Clubes:...

Leia mais

Procedimentos a adoptar em caso de:

Procedimentos a adoptar em caso de: Procedimentos a adoptar em caso de: Sinistro; Vencimento; Resgate; Reembolso Prazos máximos de liquidação De acordo com a Circular nº 10/2009, de 20 de Agosto, do Instituto de Seguros de Portugal 1. SEGUROS

Leia mais

ANEXO AO BALANÇO E À DEMONSTRAÇÃO DOS RESULTADOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2013

ANEXO AO BALANÇO E À DEMONSTRAÇÃO DOS RESULTADOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2013 ANEXO AO BALANÇO E À DEMONSTRAÇÃO DOS RESULTADOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2013 EMPRESA: UNISEGUROS- CORRETORES DE SEGUROS, LDA SEDE: Rua de Castilho nº 65 2º Dto. Sala 10 Lisboa, Concelho de Lisboa Nº CONTRIBUINTE

Leia mais

Crédito para Estudantes do Ensino Superior com Garantia Mútua

Crédito para Estudantes do Ensino Superior com Garantia Mútua Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior Crédito para Estudantes do Ensino Superior com Garantia Mútua Termos de referência para as condições mínimas de acesso ao Fundo de Contragarantia Mútua,

Leia mais

A Satisfação do Cliente no Sector dos Seguros

A Satisfação do Cliente no Sector dos Seguros A Satisfação do Cliente no Sector dos Seguros Introdução Num contexto de uma economia de mercado em acelerada mudança, afigura-se fundamental que as empresas em geral, e em particular o sector segurador,

Leia mais

BOLETIM ESCLARECIMENTOS II A partir de 01 Agosto 2010

BOLETIM ESCLARECIMENTOS II A partir de 01 Agosto 2010 BOLETIM ESCLARECIMENTOS II A partir de 01 Agosto 2010 Plano Base oferecido pelo OTOC O que é este seguro? Este seguro de saúde foi negociado em 2007 pela OTOC com o Grupo Espírito Santo (Banco Espírito

Leia mais

Abra uma Conta Ordenado BBVA e conheça todas as vantagens que tornam a sua vida mais fácil:

Abra uma Conta Ordenado BBVA e conheça todas as vantagens que tornam a sua vida mais fácil: Protocolo BBVA Soluções Financeiras Conheça as soluções financeiras que o BBVA tem para lhe oferecer e aproveite o Protocolo BBVA com condições exclusivas para os Sócios e Filhos dos Sócios do COFRE DA

Leia mais

PARECER Nº, DE 2009. RELATOR: Senador GILVAM BORGES

PARECER Nº, DE 2009. RELATOR: Senador GILVAM BORGES PARECER Nº, DE 2009 Da COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO, JUSTIÇA E CIDADANIA, sobre o Projeto de Lei do Senado nº 158, de 2008, que dispõe sobre o seguro no arrendamento residencial e imobiliário especial e dá

Leia mais

Função autónoma responsável pela gestão de reclamações (Lista em atualização)

Função autónoma responsável pela gestão de reclamações (Lista em atualização) Função autónoma responsável pela gestão de reclamações (Lista em atualização) Ace Europe Group Limited Sucursal em Portugal Departamento de e Qualidade de Negócio Quinta da Fonte Edf. D. Manuel I Piso

Leia mais

Protocolo para Colaboradores Unicer Janeiro 2015

Protocolo para Colaboradores Unicer Janeiro 2015 Protocolo para Colaboradores Unicer Janeiro 2015 O PROTOCOLO E SUAS VANTAGENS O Protocolo é um acordo entre um Parceiro e o Banco, atribuindo vantagens aos seus Colaboradores em produtos e serviços financeiros

Leia mais

RESOLUÇÃO CNSP N o 296, DE 2013.

RESOLUÇÃO CNSP N o 296, DE 2013. MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS RESOLUÇÃO CNSP N o 296, DE 2013. Dispõe sobre as regras e os critérios para operação do seguro de garantia estendida, quando da aquisição de

Leia mais

BBVA Fundos Sociedade Gestora de Fundos de Pensões, S.A.

BBVA Fundos Sociedade Gestora de Fundos de Pensões, S.A. N.º de Processo: 2/2009 Entidade Reclamada: Identificação: Futuro - Sociedade Gestora de Fundos de Pensões, S.A. Morada: Avª. General Firmino Miguel, n.º 5, 9º B, 1600-100 Lisboa Fundo de Pensões Aberto:

Leia mais

ÁREA DE FORMAÇÃO: CONTRAIR CRÉDITO CARTÃO DE CRÉDITO

ÁREA DE FORMAÇÃO: CONTRAIR CRÉDITO CARTÃO DE CRÉDITO ÁREA DE FORMAÇÃO: CONTRAIR CRÉDITO CARTÃO DE CRÉDITO Índice O que é o cartão de crédito? Ficha de Informação Normalizada (FIN) Modalidades de reembolso Custo do crédito Taxas máximas Livre revogação Contrato

Leia mais

Ocrédito à habitação barato,

Ocrédito à habitação barato, risco de explosão Ocrédito à habitação barato, com spreads (margem financeira do banco) abaixo de 1% e financiamentos de 100% ou mais, ainda é uma recordação recente. Durante muito tempo, os bancos de

Leia mais

PROPOSTA ÉPOCA DESPORTIVA 2012 / 2013

PROPOSTA ÉPOCA DESPORTIVA 2012 / 2013 PROPOSTA ÉPOCA DESPORTIVA 2012 / 2013 Proponente: Federação Portuguesa de Rugby Pág. 1 SEGURO DESPORTIVO DE ACIDENTES PESSOAIS ( Decreto-Lei Nº. 10/2009 ) FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE RUGBY ÉPOCA DESPORTIVA

Leia mais

SEGURO DE RESPONSABILIDADE CIVIL. ASF Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões

SEGURO DE RESPONSABILIDADE CIVIL. ASF Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões SEGURO DE RESPONSABILIDADE CIVIL ASF Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões Responsabilidade Civil 1 SEGURO DE RESPONSABILIDADE CIVIL 2 Quais são os seguros de responsabilidade civil

Leia mais

SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS GRUPO ADVOGADOS E SOLICITADORES OFERTA CPAS

SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS GRUPO ADVOGADOS E SOLICITADORES OFERTA CPAS SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS GRUPO ADVOGADOS E SOLICITADORES OFERTA CPAS 1 - RISCOS E COBERTURAS a) Riscos Profissionais e Extra-Profissionais b) Morte ou Invalidez Permanente 2 - SEGURADO E PESSOAS SEGURAS

Leia mais

BOLETIM ESCLARECIMENTOS Anuidade de 01.Abril.2013 a 31.03.2014

BOLETIM ESCLARECIMENTOS Anuidade de 01.Abril.2013 a 31.03.2014 BOLETIM ESCLARECIMENTOS Anuidade de 01.Abril.2013 a 31.03.2014 Plano Base oferecido pelo OTOC O que é este seguro? Este seguro de saúde foi negociado em 2007 pela OTOC com o Grupo Espírito Santo (Banco

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÃO NORMALIZADA EM MATÉRIA DE CRÉDITO AOS CONSUMIDORES GERAL INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL

FICHA DE INFORMAÇÃO NORMALIZADA EM MATÉRIA DE CRÉDITO AOS CONSUMIDORES GERAL INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL FICHA DE INFORMAÇÃO NORMALIZADA EM MATÉRIA DE CRÉDITO AOS CONSUMIDORES GERAL INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL (ao abrigo do artigo 6.º do Decreto-Lei n.º 133/2009, de 2 de Junho) A. ELEMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO

Leia mais

PME Investe III Sector do Turismo

PME Investe III Sector do Turismo PME Investe III Sector do Turismo Linha Turismo de Habitação e Turismo em Espaço Rural Beneficiários Poderão beneficiar desta linha as empresas que: Comprovem ser Micro e Pequenas Empresas através da certificação

Leia mais

ZÁS - Zurich Absolutamente Simples

ZÁS - Zurich Absolutamente Simples Apoio à subscrição, ligue: 962 021 370 E-mail para envio de propostas: vaiseguro.seguros@gmail.com ota: anexar cópia cartão cidadão ou BI + Contribuinte ZÁ - Zurich Absolutamente imples Proposta de eguro

Leia mais

LINHA DE CRÉDITO INVESTE QREN. Condições Gerais da Linha - Documento de Divulgação -

LINHA DE CRÉDITO INVESTE QREN. Condições Gerais da Linha - Documento de Divulgação - LINHA DE CRÉDITO INVESTE QREN Condições Gerais da Linha - Documento de Divulgação - A - Condições Gerais 1. Montante Global e Linhas Específicas: (Milhões de Euros) Montante Global da Linha 1.000 Linhas

Leia mais

GUIA PRÁTICO PAGAMENTO DE CONTRIBUIÇÕES À SEGURANÇA SOCIAL INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P

GUIA PRÁTICO PAGAMENTO DE CONTRIBUIÇÕES À SEGURANÇA SOCIAL INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P GUIA PRÁTICO PAGAMENTO DE CONTRIBUIÇÕES À SEGURANÇA SOCIAL INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Pagamento de Contribuições à Segurança Social (2015 v5.9) PROPRIEDADE Instituto

Leia mais