SIOPS. Sistema de Informações sobre Orçamento Público em Saúde

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SIOPS. Sistema de Informações sobre Orçamento Público em Saúde"

Transcrição

1 SIOPS Sistema de Informações sobre Orçamento Público em Saúde

2 O que é o SIOPS? Sistema que coleta, armazena e disponibiliza informações sobre as Receitas Totais e Despesas com Ações e Serviços Públicos de Saúde das três esferas de governo; Declaratório de responsabilidade da União, Estados, Municípios e Distrito Federal; Com a LC 141/2012 o SIOPS - BIMESTRAL As informações estão no sítio do SIOPS - siops.datasus.gov.br/.

3 Financiamento do SUS Não é possível fazer qualquer discussão sobre necessidade de financiamento sem saber quanto recurso é alocado em ações e serviços públicos de saúde (ASPS) SIOPS possibilitou a consolidação dos dados para estados, municípios e Distrito Federal Somados aos dados da União, tem-se o montante de recursos alocados em ASPS no Brasil 3

4 Institucionalização do SIOPS 1993, Inquérito Civil Público sobre o financiamento do SUS (CNS; CONASS e Procuradoria Federal); CNS idealizou o SIOPS; 2000, Portarias do Ministério da Saúde, estabelecendo criações de duas instâncias: - Câmara Técnica-interinstitucional e deliberativa - NESIOPS- suporte técnico aos estados e municípios

5 Legislação pertinente ao SIOPS Constituição Federal; Emenda Constitucional nº29/00; Resolução nº. 322/03 do CNS; Portaria GAB/MS 2.047/02; Lei Complementar 101/00; Lei 4.320/64; Lei Complementar 141/

6 Missão Subsidiar o planejamento, a gestão e a avaliação das políticas públicas de saúde; Dar visibilidade às informações sobre financiamento e gastos em saúde; Instrumentalizar o controle social. 6

7 Lei Complementar 141/2012 Ações e Serviços Públicos de Saúde Art. 2º - Critérios: acesso universal, igualitário e gratuito; estejam em conformidade com objetivos e metas explicitadas nos Planos de Saúde; recursos específicos do setor de saúde, não confundir com despesas relacionadas a outras políticas públicas, mesmo com reflexos sobre as condições de saúde; Recursos movimentados pelos fundos de saúde.

8 Lei Complementar 141/2012 Art. 3º - Despesas com ASPS Assistência a Saúde em todos os níveis de complexidade; Vigilância epidemiológica e controle de doenças; Vigilância sanitária; Vigilância nutricional; Assistência farmacêutica; Capacitação de recursos humanos do SUS; Saneamento básico dos distritos sanitários especiais indígenas... Outras

9 Lei Complementar 141/2012 Art. 4º - Despesas NÃO consideradas ASPS Pagamentos de aposentadorias e pensões; Assistência à saúde não universal (clientela fechada); Merenda escolar; Saneamento básico (com recursos de taxas e tarifas e do Fundo de Combate e Erradicação da Pobreza); Limpeza urbana e remoção de resíduos sólidos (lixo); Preservação e correção do meio ambiente; Outras...

10 Dados Coletados Dados Gerais; Informações Adicionais; Receitas Totais; Despesas com Saúde; Por Categoria econômica Por Fonte de recursos Por Subfunção Controle de Restos a pagar; Execução Financeira (Blocos).

11 Receitas p/base de cálculo Base de Cálculo Estadual Base de Cálculo Municipal ICMS (75%) ICMS (25%) IPVA (50%) IPVA (50%) ITCD IPTU Simples ISS Imposto de Renda Retido na Fonte ITBI Quota-parte FPE Quota-parte FPM Quota-parte IPI - exportação (75%) Quota-parte IPI - exportação (25%) Transferência LC 87/96 - Lei Kandir (75%) Quota-parte ITR Dívida Ativa Tributária de Impostos Transferência LC 87/96 / lei Kandir (25%) Multas, juros de mora e correção monetária Dívida Ativa Tributária de Impostos Multas, juros de mora e correção monetária

12 Planilha Resumo

13 Indicadores de Receitas Receita de Impostos e Transferência Constitucionais e Legais Transferências SUS Transferências SUS por Habitante %Transferências SUS / Total de recursos transferidos (Estado/Município) %Receita de impostos/receita Total %Receita de Impostos e Transferências Constitucionais e Legais/Receita Total OUTROS RELATÓRIOS: Relatório Resumido de Execução Orçamentária (LRF) Demonstrativo da RLI e das despesas próprias c/ saúde (LRF)

14 Indicadores de Despesas % de Recursos Próprios aplicados em Saúde (LC nº 141/2012) %Despesa Pessoal/Despesa Total %Despesa Investimentos/Despesa Total Despesa Total com Saúde por habitante Despesa Total com Saúde Despesa com Recursos Próprios Despesa Pessoal %Despesa com medicamento/despesa Total

15 Constatações Decorrentes Ausência do Plano Municipal de Saúde e do Relatório de Gestão; O Fundo gerenciado pelo Prefeito e Secretário de Finanças ou Tesoureiro do Município; Conselhos alheios as suas atribuições: (fiscalizar e controlar os recursos do saúde);

16 Recomendações: Relatório de gestão Análise do perfil dos municípios. Planejamento e elaboração do orçamento dos municípios e Estados. Utilizado pelos Conselheiros municipais/estaduais e auditores. Utilizado pelo setor acadêmico e outros segmentos da sociedade para estudos, pesquisas e análise de dados, além de possibilitar o controle social.

17 Contatos Alrenice Oliveira (85) /

18 OBRIGADA

Financiamento da Saúde. Fortaleza, 15 de maio de 2015.

Financiamento da Saúde. Fortaleza, 15 de maio de 2015. Financiamento da Saúde Fortaleza, 15 de maio de 2015. BASE LEGAL Constituição Federal Lei 8080 / 8142 Lei Complementar n. 141 (Regulamentação EC 29) EC 86 Linha do tempo do financiamento do SUS EC Nº 29

Leia mais

Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Saúde - SIOPS:

Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Saúde - SIOPS: Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Saúde - SIOPS: Congresso de Secretarias Municipais de Saúde 27º Seminário de Municipalização da Saúde PORTO ALEGRE, 14 DE JULHO DE 2015. BASE LEGAL Constituição

Leia mais

FINANCIAMENTO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE. Blenda Pereira Assessora Tecnica Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde

FINANCIAMENTO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE. Blenda Pereira Assessora Tecnica Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde FINANCIAMENTO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE Blenda Pereira Assessora Tecnica Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde CONSTITUIÇÃO FEDERAL CAPÍTULO DA SEGURIDADE SOCIAL Art. 194. A seguridade social

Leia mais

Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação. SIOPE Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Educação

Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação. SIOPE Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Educação Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Educação O que é o É um sistema de acesso público via internet, operacionalizado pelo Fundo Nacional de

Leia mais

Princípios basilares da organização legal do SUS e o contexto atual

Princípios basilares da organização legal do SUS e o contexto atual Princípios basilares da organização legal do SUS e o contexto atual Tema 1: A legislação do SUS: a Lei 141/2012 e o Decreto 7.508/2011 no contexto atual Tema 3: Os Sistemas de Informação: e-sus, SIOPS,

Leia mais

BASE DE CÁLCULO E APLICAÇÃO MÍNIMA PELOS ENTES FEDERADOS EM AÇÕES E SERVIÇOS PÚBLICOS DE SAÚDE

BASE DE CÁLCULO E APLICAÇÃO MÍNIMA PELOS ENTES FEDERADOS EM AÇÕES E SERVIÇOS PÚBLICOS DE SAÚDE PELOS ENTES FEDERADOS EM AÇÕES E SERVIÇOS PÚBLICOS DE SAÚDE A Constituição Federal de 1988 determina em seu art. 198 que: 1º. O sistema único de saúde será financiado, nos termos do art. 195, com recursos

Leia mais

SIOPS - SISTEMA DE INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS PÚBLICOS EM SAÚDE. MUNICÍPIO:Barra de Guabiraba

SIOPS - SISTEMA DE INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS PÚBLICOS EM SAÚDE. MUNICÍPIO:Barra de Guabiraba UF:Pernambuco SIOPS - SISTEMA DE INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS PÚBLICOS EM SAÚDE RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRATIVO DA RECEITA DE IMPOSTOS LÍQUIDA E DAS DESPESAS PRÓPRIAS COM AÇÕES

Leia mais

O papel do controle interno na fiscalização do gasto público em Saúde

O papel do controle interno na fiscalização do gasto público em Saúde O papel do controle interno na fiscalização do gasto público em Saúde Bases Legais do Controle Interno Controle interno na Administração Pública Brasileira previsto nos artigos 75/80 da Lei 4.320/64. O

Leia mais

Fundos Municipais de Saúde e a Lei Complementar Considerações. Curitiba, 03 de abril de 2013.

Fundos Municipais de Saúde e a Lei Complementar Considerações. Curitiba, 03 de abril de 2013. Fundos Municipais de Saúde e a Lei Complementar 141 - Considerações Curitiba, 03 de abril de 2013. Fundos Especiais Base legal: Arts. 71 a 74 Lei 4.320/64 Art. 71: Constitui fundo especial o produto de

Leia mais

DIÁRIO OFICIAL DO MUNICIPIO DE BAIA DA TRAIÇÃO

DIÁRIO OFICIAL DO MUNICIPIO DE BAIA DA TRAIÇÃO RECEITA RESULTANTE DE IMPOSTOS (caput do art. 212 da CF) RECEITAS DO ENSINO Continua (1/5) 1 - RECEITAS DE IMPOSTOS 360.720,00 360.720,00 202.602,88 56,17 1.1 - Receita Resultante do Imposto sobre a Propriedade

Leia mais

Diário Oficial do Distrito Federal Nº 58, segunda-feira, 28 de março de 2016

Diário Oficial do Distrito Federal Nº 58, segunda-feira, 28 de março de 2016 PÁGINA 6 Diário Oficial do Distrito Federal Nº 58, segundafeira, 28 de março de 2016 SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA PORTARIA Nº 50, DE 23 DE MARÇO DE 2016. O SECRETÁRIO DE ESTADO DE FAZENDA DO, no uso

Leia mais

VINCULAÇÃO RECEITA PLANO DE CONTAS CODIGO RECEITA PLANO DE CONTAS %

VINCULAÇÃO RECEITA PLANO DE CONTAS CODIGO RECEITA PLANO DE CONTAS % VINCULAÇÃO RECEITA PLANO DE CONTAS CODIGO RECEITA PLANO DE CONTAS % 1.1.1.2.02.00.00 Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana 4.1.1.1.2.02.00.01 - IPTU - PROPRIO 60 4.1.1.1.2.02.00.02 -

Leia mais

Departamento de Economia da Saúde e Desenvolvimento Secretaria Executiva / Ministério da Saúde

Departamento de Economia da Saúde e Desenvolvimento Secretaria Executiva / Ministério da Saúde SIOPS Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Saúde Departamento de Economia da Saúde e Desenvolvimento Secretaria Executiva / Ministério da Saúde 1 Organograma SE/MS Secretaria Executiva ASSESS.

Leia mais

SIOPS. Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Saúde. Orçamento e Contabilidade aplicável ao SIOPS

SIOPS. Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Saúde. Orçamento e Contabilidade aplicável ao SIOPS SIOPS Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Saúde Orçamento e Contabilidade aplicável ao SIOPS Departamento de Economia da Saúde e Desenvolvimento Secretaria Executiva / Ministério da Saúde

Leia mais

ITIRAPINA PERÍODO: 2º TRIMESTRE EXERCÍCIO: 2013

ITIRAPINA PERÍODO: 2º TRIMESTRE EXERCÍCIO: 2013 RECEITAS E DESPESAS DO ENSINO - PUBLICAÇÃO (ARTIGO 256 DA CONSTITUIÇÃO ESTADUAL) MUNICÍPIO: ITIRAPINA PERÍODO: 2º TRIMESTRE EXERCÍCIO: 2013 RECEITAS ARRECADADAS Acumulado DESPESAS DO ENSINO Aplicação Acumulado

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 141/2012

LEI COMPLEMENTAR Nº 141/2012 LEI COMPLEMENTAR Nº 141/2012 Regulamenta o 3 o do art. 198 da Constituição Federal para dispor sobre os valores mínimos a serem aplicados anualmente pela União, estados, Distrito Federal e municípios em

Leia mais

SEMINÁRIO MACRORREGIONAL SOBRE O CONTROLE SOCIAL REGIÃO METROPOLITANA. 31 de outubro de 2013 Auditório da Fetag Porto Alegre - RS

SEMINÁRIO MACRORREGIONAL SOBRE O CONTROLE SOCIAL REGIÃO METROPOLITANA. 31 de outubro de 2013 Auditório da Fetag Porto Alegre - RS SEMINÁRIO MACRORREGIONAL SOBRE O CONTROLE SOCIAL REGIÃO METROPOLITANA 31 de outubro de 2013 Auditório da Fetag Porto Alegre - RS LEI COMPLEMENTAR N 141/2012 E O PROCESSO DE FINANCIAMENTO DO SUS Sistema

Leia mais

RREO - ANEXO 12 (LC 141/2012, art. 35) R$ Receitas Realizadas Atualizada Receitas para apuração da aplicação em Ações e Serviços Públicos de Saúde

RREO - ANEXO 12 (LC 141/2012, art. 35) R$ Receitas Realizadas Atualizada Receitas para apuração da aplicação em Ações e Serviços Públicos de Saúde 1º /2014 RECEITA DE IMPOSTOS LÍQUIDA (I) Receitas para apuração da aplicação em Ações e Serviços Públicos de Saúde (a) (b/a) x 100 1.402.614,83 1.402.614,83 174.351,79 12,43 Imposto Predial e Territorial

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE BANANAL Exercício de 2015

PREFEITURA MUNICIPAL DE BANANAL Exercício de 2015 DE IMPOSTOS E TRANSFERÊNCIAS DE IMPOSTOS IMPOSTOS MUNICIPAIS 1.1.1.2..01.00 - Imposto Predial 144.249,75 534.645,90 1.1.1.2...00 - Imposto Territorial 26.271,84 101.2,77 1.1.1.2.04.31.00 - Imposto de Renda

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PRESIDENTE FIGUEIREDO

PREFEITURA MUNICIPAL DE PRESIDENTE FIGUEIREDO BR 174 KM 107 C.N.P.J. : 04.628.681/000198 RECEITA VALORES ARRECADADOS RECEITA TRIBUTÁRIA (1) 864.597,74 4.871.014,01 IMPOSTOS 860.348,21 4.807.245,87 IPTU Imp. s/ a Prop. Territ. Urbana 114.924,21 216.122,86

Leia mais

Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Saúde - SIOPS

Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Saúde - SIOPS Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Saúde - SIOPS II Seminário Estadual do SIOPS MACEIO / AL 14 DE AGOSTO de 2014 O que é o SIOPS? Sistema de informação que coleta, recupera, processa,

Leia mais

Contabilizando para o Cidadão Entendendo as Finanças Públicas

Contabilizando para o Cidadão Entendendo as Finanças Públicas Despesas Realizadas por Área de Governo - Ano 2015 Em Milhões de 239,596 226,803 207,372 174,885 50,045 17,0% 37,104 23,452 Saneamento Básico Poder Legislativo (Água, Esgoto e Limpeza Urbana) 4,9% 21,327

Leia mais

Os compromissos do Gestor Municipal de Saúde à luz da Lei Orçamentária Anual; o Plano Municipal de Saúde e Relatório Anual de Saúde

Os compromissos do Gestor Municipal de Saúde à luz da Lei Orçamentária Anual; o Plano Municipal de Saúde e Relatório Anual de Saúde Os compromissos do Gestor Municipal de Saúde à luz da Lei Orçamentária Anual; o Plano Municipal de Saúde e Relatório Anual de Saúde São Paulo, 13 de abril de 2016 No momento em que se aproxima o fim da

Leia mais

BEM-VINDO a mais um Curso

BEM-VINDO a mais um Curso BEM-VINDO a mais um Curso Professor Instrutor: JOÃO HENRIQUE MILDENBERGER SIOPE Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Educação O que é o SIOPE É um sistema de acesso público via internet,

Leia mais

Área Técnica: Equipe responsável pelo SIOPS Área de Economia da Saúde e Desenvolvimento Secretaria Executiva Ministério da Saúde.

Área Técnica: Equipe responsável pelo SIOPS Área de Economia da Saúde e Desenvolvimento Secretaria Executiva Ministério da Saúde. Assunto: Composição dos indicadores municipais calculados automaticamente pelo SIOPS após a declaração de dados contábeis, pelos municípios, a partir do SIOPS 2007 semestral. Área Técnica: Equipe responsável

Leia mais

Investimentos em Saúde em Ribeirão Preto

Investimentos em Saúde em Ribeirão Preto SECRETARIA DA SAUDE D Conquistas e Desafios na Atenção à Saúde Pública em Ribeirão Preto Darlene Caprari Pires Mestriner Assistente da Secretaria de Saúde Investimentos em Saúde em Ribeirão Preto 1 PORTARIA

Leia mais

CARTILHA DE ORÇAMENTO FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE

CARTILHA DE ORÇAMENTO FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE CARTILHA DE ORÇAMENTO FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE 2017 1 Cartilha sobre Orçamento 1 - Entendendo o orçamento público A lei do orçamento conterá a discriminação da receita e despesa de forma a evidenciar a

Leia mais

ANEXO 2 da Lei nº 4.320, de 17 de março de 1964 Exercício de 2015 DEMONSTRAÇÃO DA RECEITA POR CATEGORIA ECONÔMICA

ANEXO 2 da Lei nº 4.320, de 17 de março de 1964 Exercício de 2015 DEMONSTRAÇÃO DA RECEITA POR CATEGORIA ECONÔMICA 100000000000 RECEITAS CORRENTES 14.567.731,50 110000000000 RECEITA TRIBUTARIA 267.991,50 111000000000 IMPOSTOS 111200000000 IMPOSTOS SOBRE O PATRIMONIO E A RENDA 111202000000 IPTU - DO EXERCICIO 111202010000

Leia mais

AUDIÊNCIA PÚBLICA LOA

AUDIÊNCIA PÚBLICA LOA SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO E REGULAÇÃO URBANA SEPLAN AUDIÊNCIA PÚBLICA LOA - 2016 Fioravante Batista Ballin Prefeito Municipal Suimar João Bressan Secretário de Planejamento e Regulação Urbana

Leia mais

Ministério da Saúde EMENDA 29. Mais Dinheiro e Estabilidade para Saúde. Versão preliminar

Ministério da Saúde EMENDA 29. Mais Dinheiro e Estabilidade para Saúde. Versão preliminar Ministério da Saúde EMENDA 29 Mais Dinheiro e Estabilidade para Saúde Versão preliminar Brasília DF 2002 1 2002. Ministério da Saúde. É permitida a reprodução parcial ou total desta obra, desde que citada

Leia mais

Despesas Realizadas - Ano 2015 Em Milhões de 255, ,181 60,231 23,446 Folha de Pagamento Servidores Ativos Folha de Pagamento - Inativos e Pensio

Despesas Realizadas - Ano 2015 Em Milhões de 255, ,181 60,231 23,446 Folha de Pagamento Servidores Ativos Folha de Pagamento - Inativos e Pensio Despesas Realizadas por Área de Governo - Ano 2015 Em Milhões de 145,961 136,354 87,428 47,670 41,220 46,801 29,730 17,723 Saneamento Básico Assistência (Água, Esgoto e Social, Trabalho e Limpeza Urbana)

Leia mais

Contabilizando para o Cidadão Entendendo as Finanças Públicas

Contabilizando para o Cidadão Entendendo as Finanças Públicas Despesas Realizadas por Área de Governo - Ano 2015 Em Milhões de 498,465 370,460 139,406 111,902 109,570 50,164 25,8% Dívida Pública (Pagamentos de Financiamentos e Parcelamentos) 9,7% 35,902 33,882 31,716

Leia mais

São Paulo Balancete da Receita Julho/2015 Folha: 1 Prefeitura Municipal de Paranapanema

São Paulo Balancete da Receita Julho/2015 Folha: 1 Prefeitura Municipal de Paranapanema São Paulo Balancete da Receita Julho/2015 Folha: 1 1.0.0.0.00.00.00.00 Receitas Correntes 68.354.025,44 4.701.262,71 40.825.761,37-27.528.264,07 1.1.0.0.00.00.00.00 Receita Tributária 9.998.225,44 424.168,30

Leia mais

RECEITAS DE CONTRIBUICOES , CONTRIBUICOES SOCIAIS ,71

RECEITAS DE CONTRIBUICOES , CONTRIBUICOES SOCIAIS ,71 1.0.0.0.00.00.00.00 RECEITAS CORRENTES 7.959.410,31 1.1.0.0.00.00.00.00 RECEITA TRIBUTARIA 358.666,34 1.1.1.0.00.00.00.00 IMPOSTOS 262.922,72 1.1.1.2.00.00.00.00 IMPOSTOS SOBRE O PATRIMONIO E A RENDA 182.921,52

Leia mais

Financiamento do SUS. Financiamento da ESF

Financiamento do SUS. Financiamento da ESF Financiamento do SUS Financiamento da ESF FINANCIAMENTO DO SUS SITE DE ACESSO: http://portalsaude.saude.gov.br/index.php/o-ministerio/principal/siops/mais-sobresiops/5976-financiamento-do-sus FINANCIAMENTO

Leia mais

Despesas Realizadas - Ano 2015 Em Milhões de 101,197 71,797 9,346 7,317 Folha de Pagamento Servidores Ativos Folha de Pagamento - Inativos e Pensionis

Despesas Realizadas - Ano 2015 Em Milhões de 101,197 71,797 9,346 7,317 Folha de Pagamento Servidores Ativos Folha de Pagamento - Inativos e Pensionis Despesas Realizadas por Área de Governo - Ano 2015 Em Milhões de 75,726 49,571 17,989 17,636 25,3% 7,443 6,135 Dívida Pública (Pagamentos de Financiamentos e Parcelamentos) 9,0% 5,449 5,113 Cultura, Esporte

Leia mais

Recebido Classificação Descrição No Bimestre Até o Bimestre

Recebido Classificação Descrição No Bimestre Até o Bimestre 1.0.0.0.00.00.00.00.00 RECEITAS CORRENTES 1.315.593,35 8.842.106,89 1.1.0.0.00.00.00.00.00 RECEITA TRIBUTARIA 33.030,61 202.620,37 1.1.1.0.00.00.00.00.00 IMPOSTOS 29.822,35 182.289,31 1.1.1.2.00.00.00.00.00

Leia mais

NOVA DISCIPLINA DO FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE

NOVA DISCIPLINA DO FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE NOVA DISCIPLINA DO FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE Abril de 2016 HISTÓRICO: A Lei nº 4320/64, em seus artigos 71 a 74, instituiu, dentro das normas do direito público financeiro, os fundos especiais, que constituem

Leia mais

Detalhamento da Receita

Detalhamento da Receita Detalha da Receita 1.0.0.0.00.00 RECEITAS CORRENTES 4.922.905.00 1.1.0.0.00.00 RECEITA TRIBUTÁRIA 1.1.1.0.00.00 IMPOSTOS 132.200.00 1.1.1.2.00.00 Impostos sobre o Patrimônio e a Renda 1.1.1.2.02.00 Imposto

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTANA

PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTANA RREO - ANEXO 1 (LRF, Art 52, inciso I, alíneas "a" e "b" do inciso II e 1º) RECEITAS RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA BALANÇO ORÇAMENTÁRIO JANEIRO A DEZEMBRO 2016 / BIMESTRE NOVEMBRO - DEZEMBRO

Leia mais

Lista Date,

Lista Date, Lista Date, 03.03.2017 Rubrica Classificacao ValorOrcado ValorRealizado RECEITAS CORRENTES 1000000000 110463200 18633143,71 RECEITA TRIBUTÁRIA 1100000000 13714550 1162071,27 IMPOSTOS SOBRE O PATRIMÔNIO

Leia mais

Prefeitura Municipal de Tubarão Resumo das Finanças Despesas Realizadas Ano 2015 Em Milhões de 98,393 63,290 12,920 6,813 Folha de Pagamento Servidore

Prefeitura Municipal de Tubarão Resumo das Finanças Despesas Realizadas Ano 2015 Em Milhões de 98,393 63,290 12,920 6,813 Folha de Pagamento Servidore Prefeitura Municipal de Tubarão Resumo das Finanças Despesas Realizadas por Área de Governo Ano 2015 Em Milhões de 54,422 42,156 29,334 16,780 9,551 7,301 7,295 6,813 Cultura, Esporte e Turismo 5,1% 6,667

Leia mais

APLICAÇÃO NA MANUTENÇÃO E DESENVOLVIMENTO DO ENSINO ART. 212 DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL Impostos e Transferências considerados para o Cálculo

APLICAÇÃO NA MANUTENÇÃO E DESENVOLVIMENTO DO ENSINO ART. 212 DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL Impostos e Transferências considerados para o Cálculo RECEITA ESTIMADA E DESPESA FIXADA - EDUCAÇÃO APLICAÇÃO NA MANUTENÇÃO E DESENVOLVIMENTO DO ENSINO ART. 212 DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL Impostos e Transferências considerados para o Cálculo IPTU 134.000,00 IRRF

Leia mais

Despesas Realizadas - Ano 2015 Em Milhões de 219, ,475 41,768 13,637 9,267 Folha de Pagamento Servidores Ativos Folha de Pagamento Inativos e Pe

Despesas Realizadas - Ano 2015 Em Milhões de 219, ,475 41,768 13,637 9,267 Folha de Pagamento Servidores Ativos Folha de Pagamento Inativos e Pe Despesas Realizadas por Área de Governo - Ano 2015 Em Milhões de 153,554 88,670 86,394 42,557 27,550 23,672 Assistência Social, Trabalho e Habitação 18,2% 18,6% 13,637 13,405 12,009 11,503 Dívida Pública

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE IPIRANGA GOIAS

PREFEITURA MUNICIPAL DE IPIRANGA GOIAS Página 1 de 26 ESTADO DE GOIÁS PÁG: 001 BALANÇO ORÇAMENTÁRIO RREO ANEXO 1 (LRF, Art. 52, inciso I, alíneas a e b do inciso II e 1º) R$ RECEITAS RECEITAS REALIZADAS NO BIMESTRE ATÉ BIMESTRE RECEITAS (I)

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PRESIDENTE FIGUEIREDO

PREFEITURA MUNICIPAL DE PRESIDENTE FIGUEIREDO BR 174 KM 107 C.N.P.J. : 04.628.681/000198 RECEITA VALORES ARRECADADOS RECEITA TRIBUTÁRIA (1) 978.588,57 9.148.299,29 IMPOSTOS 973.260,89 9.044.199,14 IPTU Imp. s/ a Prop. Territ. Urbana 39.094,96 369.781,82

Leia mais

ARRECADAÇÃO E GASTOS PÚBLICOS

ARRECADAÇÃO E GASTOS PÚBLICOS ARRECADAÇÃO E GASTOS PÚBLICOS FOCO nas CONTRIBUIÇÕES SOCIAIS Vanderley José Maçaneiro Vice-Presidente de Assuntos Fiscais vanderley@anfip.org.br ANFIP ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS AUDITORES-FISCAIS DA RECEITA

Leia mais

VII CONGRESSO BRASILEIRO E VIII CONGRESSO PAULISTA DE POLITICA MEDICA FINANCIAMENTO DO SUS. São Paulo, 21 de março de 2014.

VII CONGRESSO BRASILEIRO E VIII CONGRESSO PAULISTA DE POLITICA MEDICA FINANCIAMENTO DO SUS. São Paulo, 21 de março de 2014. VII CONGRESSO BRASILEIRO E VIII CONGRESSO PAULISTA DE POLITICA MEDICA FINANCIAMENTO DO SUS São Paulo, 21 de março de 2014. BASE LEGAL Constituição Federal Lei 8080 / 8142 Lei Complementar n. 141 (Regulamentação

Leia mais

RELATÓRIO E PARECER DO SISTEMA DE CONTROLE INTERNO SOBRE A GESTÃO DOS RECURSOS VINCULADOS A SAÚDE

RELATÓRIO E PARECER DO SISTEMA DE CONTROLE INTERNO SOBRE A GESTÃO DOS RECURSOS VINCULADOS A SAÚDE RELATÓRIO E PARECER DO SISTEMA DE CONTROLE INTERNO SOBRE A GESTÃO DOS RECURSOS VINCULADOS A SAÚDE O Órgão de Controle Interno do Município de Frederico Westphalen, atendendo ao que determina o art. 113,

Leia mais

Financiamento da Saúde novos desafios

Financiamento da Saúde novos desafios MINISTÉRIO DA SAÚDE CONSELHO NACIONAL DE SAÚDE Financiamento da Saúde novos desafios Série E. Legislação de Saúde Brasília DF 2009 2007 Ministério da Saúde Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução

Leia mais

Financiamento da Saúde

Financiamento da Saúde Financiamento da Saúde Goiânia, 18 de junho de 2015. BASE LEGAL Constituição Federal Lei 8080 / 8142 Lei Complementar n. 141 (Regulamentação EC 29) EC 86 1 Linha do tempo do financiamento do SUS EC Nº

Leia mais

VII CONGRESSO MINEIRO DE VEREADORES

VII CONGRESSO MINEIRO DE VEREADORES VII CONGRESSO MINEIRO DE VEREADORES SITUAÇÃO FINANCEIRA DOS MUNICÍPIOS EM FACE DO REEQUILÍBRIO FEDERATIVO Março/2017 Palestrante: Antônio José Calhau de Resende FORMAS DE ESTADO: Estado Federal ou Federação:

Leia mais

Hang out Saúde: Sistema de Orçamento Público em Saúde ( Siops)

Hang out Saúde: Sistema de Orçamento Público em Saúde ( Siops) Hang out Saúde: Sistema de Orçamento Público em Saúde ( Siops) Data: 10/02/2017 Horário: 10:00 Áreas técnicas: Saúde e contabilidade O que é SIOPS? É o sistema de registro eletrônico centralizado das informações

Leia mais

Gasto com ações e serviços públicos de saúde per capita Descrição

Gasto com ações e serviços públicos de saúde per capita Descrição Ind03004 Gasto com ações e serviços públicos de saúde per capita, por ano, segundo região e nível de governo Indicador Gasto com ações e serviços públicos de saúde per capita Descrição Gasto com ações

Leia mais

Despesas com Saúde e Educação. de Contabilidade

Despesas com Saúde e Educação. de Contabilidade Despesas com Saúde e Educação Secretaria do Tesouro Nacional Conselho Federal de Contabilidade 2012 Programa do Módulo 8 Despesas com Educação e Saúde CH: 04 h Conteúdo: Manutenção e Desenvolvimento do

Leia mais

Prefeitura Municipal de Guarapuava Exercicio de 2016 - Anexo 2, da Lei 4.320/64 Unidade Gestora: CONSOLIDADO Natureza Codigo Especificacao

Prefeitura Municipal de Guarapuava Exercicio de 2016 - Anexo 2, da Lei 4.320/64 Unidade Gestora: CONSOLIDADO Natureza Codigo Especificacao 1.0.0.0.00.00.00.00 RECEITAS CORRENTES 327.198.765,92 1.1.0.0.00.00.00.00 RECEITA TRIBUTARIA 54.932.798,74 1.1.1.0.00.00.00.00 IMPOSTOS 46.219.482,29 1.1.1.2.00.00.00.00 IMPOSTOS SOBRE O PATRIMONIO E A

Leia mais

RECEITA SEGUNDO AS CATEGORIAS ECONOMICAS. Anexo 2, Lei 4.320/64 UF: MINAS GERAIS MUNICÍPIO: PONTE NOVA FOLHA: 1 ORÇAMENTO 2013 ENTIDADE: CONSOLIDADA

RECEITA SEGUNDO AS CATEGORIAS ECONOMICAS. Anexo 2, Lei 4.320/64 UF: MINAS GERAIS MUNICÍPIO: PONTE NOVA FOLHA: 1 ORÇAMENTO 2013 ENTIDADE: CONSOLIDADA FOLHA: 1 1.0.0.0.00.00 Receitas Correntes 127.995.044.00 1.1.0.0.00.00 Receita Tributária 13.187.300.00 1.1.1.0.00.00 Impostos 10.850.000.00 1.1.1.2.00.00 Impostos Sobre o Patrimônio e a 5.150.000.00 1.1.1.2.02.00

Leia mais

Prefeitura Municipal de Cosmópolis Exercício 2017 Balancete Financeiro da Receita de Janeiro por Código da Aplicação Emissão 31/03/2017

Prefeitura Municipal de Cosmópolis Exercício 2017 Balancete Financeiro da Receita de Janeiro por Código da Aplicação Emissão 31/03/2017 Balancete Financeiro da de Janeiro por Código da Aplicação 100.00 - GERAL TOTAL 1 1122.99.00.02 176 100.00 TAXA DE ILUMINACAO PUBLICA 19.742,98 19.742,98 19.742,98 1 1122.99.00.03 177 100.00 TAXA DE CONSERVACAO

Leia mais

Diário Oficial Prefeitura Municipal de Canavieiras Índice do diário Responsabilidade Fiscal ba/canavieiras

Diário Oficial Prefeitura Municipal de Canavieiras Índice do diário Responsabilidade Fiscal  ba/canavieiras Páginas: 24 Índice do diário Responsabilidade Fiscal Relatório Resumido da Execução Orçamentária 1 BIMESTRE Página 1 Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.2002/2001 de 24/08/2001, que institui

Leia mais

Gabinete do Conselheiro Antônio Carlos Andrada

Gabinete do Conselheiro Antônio Carlos Andrada PROCESSO: 716941 NATUREZA: CONSULTA CONSULENTE: ÚLTIMO BITENCOURT DE FREITAS PROCEDÊNCIA: PREFEITURA MUNICIPAL DE MONTE ALEGRE DE MINAS ASSUNTO: CONSULTA QUANTO À LEGALIDADE DE REPASSE DE RECURSOS FINANCEIROS,

Leia mais

I Seminário Internacional UNDIME/MG

I Seminário Internacional UNDIME/MG I Seminário Internacional UNDIME/MG Tema: Divulgação dos custos educacionais e sua utilização pelas políticas públicas Base adotada: Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Educação SIOPE Apresentação:

Leia mais

SECRETARIA DE SAÚDE SECRETARIA EXECUTIVA DE COORDENAÇÃO GERAL DIRETORIA GERAL DE PLANEJAMENTO GERÊNCIA DE GESTÃO ESTRATÉGICA E PARTICIPATIVA

SECRETARIA DE SAÚDE SECRETARIA EXECUTIVA DE COORDENAÇÃO GERAL DIRETORIA GERAL DE PLANEJAMENTO GERÊNCIA DE GESTÃO ESTRATÉGICA E PARTICIPATIVA NOTA TÉCNICA Nº 04 ORIENTAÇÕES GERAIS SOBRE O RELATÓRIO QUADRIMESTRAL DE ACORDO COM A LEI COMPLEMENTAR Nº141 DE 13 DE JANEIRO DE 2012 Introdução: Até 2011, a forma de prestar contas sobre as ações, recursos

Leia mais

Prefeitura Municipal de Cosmópolis Exercício 2017 Balancete Financeiro da Receita de Março por Código da Aplicação Emissão 03/05/2017

Prefeitura Municipal de Cosmópolis Exercício 2017 Balancete Financeiro da Receita de Março por Código da Aplicação Emissão 03/05/2017 100.00 - GERAL TOTAL 1 1122.99.00.02 176 100.00 TAXA DE ILUMINACAO PUBLICA 19.742,98 19.742,98 19.742,98 1 1122.99.00.03 177 100.00 TAXA DE CONSERVACAO DE REDE 3.443,79 3.443,79 3.443,79 1 1122.99.00.04

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE VITÓRIA DA CONQUISTA

PREFEITURA MUNICIPAL DE VITÓRIA DA CONQUISTA RREO - ANEXO I (LRF, Art.52, inciso I, alíneas "a" e "b" do inciso II e 1º R$ 1,00 RECEITAS BALANÇO ORÇAMENTÁRIO JANEIRO A DEZEMBRO 2008 / BIMESTRE NOVEMBRO - DEZEMBRO INICIAL SALDO A REALIZAR No Bimestre

Leia mais

LRF, Art.52, inciso I, alíneas "a" e "b" - Anexo I PREVISÃO P/ O EXERCÍCIO

LRF, Art.52, inciso I, alíneas a e b - Anexo I PREVISÃO P/ O EXERCÍCIO LRF, Art.52, inciso I, alíneas "a" e "b" - Anexo I RECEITAS PREVISÃO P/ O RECEITAS REALIZADAS ATÉ O MÊS SALDO R$1,00 RECEITAS CORRENTES 30,118,600 14,711,229 15,407,371 Receita Tributária 1,075,000 438,954

Leia mais

Receitas - João Costa Detalhadas

Receitas - João Costa Detalhadas 4 de Março de 2017 às 10:52 Receitas - João Costa - 2013 - Detalhadas Busca Detalhada Tipo Valor Orçado(R$) Valor Arrecadado(R$) (%) Realizado Deducoes da receita R$ 1.216.080,00 R$ 1.189.492,56 97.81

Leia mais

AS FINANÇAS MUNICIPAIS E A REFORMA TRIBUTÁRIA

AS FINANÇAS MUNICIPAIS E A REFORMA TRIBUTÁRIA SEMINÁRIO DE GESTÃO PÚBLICA MUNICIPAL Ribeirão Preto julho de 2017 AS FINANÇAS MUNICIPAIS E A REFORMA TRIBUTÁRIA François E. J. de Bremaeker Gestor do Observatório de Informações Municipais Membro do Núcleo

Leia mais

Diário Oficial Prefeitura Municipal de Canavieiras Índice do diário Responsabilidade Fiscal ba/canavieiras

Diário Oficial Prefeitura Municipal de Canavieiras Índice do diário Responsabilidade Fiscal  ba/canavieiras Páginas: 24 Índice do diário Responsabilidade Fiscal Relatório Resumido da Execução Orçamentária 3 BIMESTRE Página 1 Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.2002/2001 de 24/08/2001, que institui

Leia mais

Taxas de Inflação e PIB. Fonte: www3.bcb.gov.br/expectativas/publico/

Taxas de Inflação e PIB. Fonte: www3.bcb.gov.br/expectativas/publico/ PARÂMETROS PARA PROJEÇÕES Preencher com as expectativas de aumentos percentuais das receitas ou despesas DISCRIMINAÇÃO 2014 2015 2016 2017 1. INFLAÇÃO MÉDIA ANUAL (I P C A) 5,61% 5,25% 5,12% 5,07% 2. CRESCIMENTO

Leia mais

FINANCIAMENTO FEDERAL

FINANCIAMENTO FEDERAL FINANCIAMENTO FEDERAL SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE O art. 198 da CF preconiza que as ações e serviços públicos de saúde - asps integram uma rede regionalizada e hierarquizada e constituem um sistema único organizado

Leia mais

Aula 5 Teoria da Tributação e Gastos Públicos

Aula 5 Teoria da Tributação e Gastos Públicos Aula 5 Teoria da Tributação e Gastos Públicos Curso: Tendências Contemporâneas na Gestão do Orçamento Público - Módulo Básico Profª Drª Fernanda Graziella Cardoso email: fernanda.cardoso@ufabc.edu.br Março/2014

Leia mais

Variações Patrimoniais Quantitativas

Variações Patrimoniais Quantitativas : 2015 Quantitativas VARIAÇÃO PATRIMONIAL AUMENTATIVA 254.357.617,98 IMPOSTOS, TAXAS E CONTRIBUIÇÕES DE MELHORIA 7.926.292,10 IMPOSTOS 7.769.372,44 IMPOSTOS SOBRE PATRIMÔNIO E A RENDA 3.809.542,30 IMPOSTOS

Leia mais

ÍNDICE. Assunto: Incidência do PASEP sobre as transferências de recursos do FNDE, CIDE e FUNDEF e SUS... 2

ÍNDICE. Assunto: Incidência do PASEP sobre as transferências de recursos do FNDE, CIDE e FUNDEF e SUS... 2 REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL 15 de Novembro de 1889 ÍNDICE Nota Técnica nº 1.432/2004/GENOC/CCONT-STN... 2 Assunto: Incidência do PASEP sobre as transferências de recursos do FNDE, CIDE e FUNDEF e SUS...

Leia mais

Antigamente... problema crônico de financiamento Elaboração da Emenda Constitucional nº 29 (EC 29) - alterou a Constituição Federal em 13 de setembro

Antigamente... problema crônico de financiamento Elaboração da Emenda Constitucional nº 29 (EC 29) - alterou a Constituição Federal em 13 de setembro FINANCIAMENTO Modelo descentralizado de gestão do SUS: a União é a responsável por distribuir a maior parte dos recursos financeiros para Estados, Municípios e Distrito Federal; Transferência fundo a fundo:

Leia mais

Contextualização. Desmonte das iniciativas conduzidas pelos governos federal e estadual no financiamento de programas urbanos

Contextualização. Desmonte das iniciativas conduzidas pelos governos federal e estadual no financiamento de programas urbanos Financiamento Municipal e Urbano no Brasil: Uma abordagem analítica Maria Cristina Mac Dowell Diretora de Educação Escola de Administração Fazendária ESAF/MF Urban Research Symposium Brasília, 05 de abril

Leia mais

Tabela 1 - Balanço Orçamentário

Tabela 1 - Balanço Orçamentário Tabela 1 Balanço Orçamentário PREFEITURA MUNICIPAL DE VITORIA DA CONQUISTA BALANÇO ORÇAMENTÁRIO SETEMBRO/OUTUBRODE 2012 RREO Anexo I (LRF, Art. 52, inciso I, alíneas "a" e "b" do inciso II e 1º) R$ 1,00

Leia mais

FINANCIAMENTO DA EDUCAÇÃO PÚBLICA BRASILEIRA

FINANCIAMENTO DA EDUCAÇÃO PÚBLICA BRASILEIRA FINANCIAMENTO DA EDUCAÇÃO PÚBLICA BRASILEIRA A Constituição Federal Estabelece a educação como direito social e universal, obrigatório dos 4 aos 17 anos (CF Art. 208 / LDB Art. 4º) Enfatiza a gratuidade

Leia mais

Diário Oficial. Índice do diário Responsabilidade Fiscal. Atos Oficiais. Prefeitura Municipal de Candeias

Diário Oficial. Índice do diário Responsabilidade Fiscal. Atos Oficiais. Prefeitura Municipal de Candeias Diário Oficial Ano: Edição: 131 Páginas: 32 Índice do diário Responsabilidade Fiscal Relatório Resumido da Execução Orçamentária 3º BIMESTRE Atos Oficiais Decreto DECRETOS Página 1 Diário Oficial Ano:

Leia mais

Prefeitura Municipal de Assis Fevereiro de 2014 - Anexo 2, da Lei 4.320/64 Unidade Gestora: PMA - FDO.ILUM.- EDUC. - FUNDEF - A.

Prefeitura Municipal de Assis Fevereiro de 2014 - Anexo 2, da Lei 4.320/64 Unidade Gestora: PMA - FDO.ILUM.- EDUC. - FUNDEF - A. 1000.00.00.00.00 Receitas Correntes 16.651.676,17 1100.00.00.00.00 Receita Tributaria 2.616.972,78 1110.00.00.00.00 Impostos 2.487.479,95 1112.00.00.00.00 Impostos sobre o Patrimonio e a Renda 1.297.863,85

Leia mais

Lei de Diretrizes Orçamentárias. Lei Orçamentária Anual

Lei de Diretrizes Orçamentárias. Lei Orçamentária Anual Lei de Diretrizes Orçamentárias Lei Orçamentária Anual 2017 Constituição Federal Art. 165. Leis de iniciativa do Poder Executivo estabelecerão: I - o plano plurianual II - as diretrizes orçamentárias III

Leia mais

CONTROLE SOCIAL e PARTICIPAÇÃO NO SUS: O PAPEL DO CONSELHO ESTADUAL DE SAÚDE

CONTROLE SOCIAL e PARTICIPAÇÃO NO SUS: O PAPEL DO CONSELHO ESTADUAL DE SAÚDE CONTROLE SOCIAL e PARTICIPAÇÃO NO SUS: O PAPEL DO CONSELHO ESTADUAL DE SAÚDE EDERSON ALVES DA SILVA Vice-Presidente Conselho Estadual de Saúde de Minas Gerais conselhoestadualdesaudemg@gmail.com O Sistema

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE BOM JESUS DA SERRA Balanço 2006

PREFEITURA MUNICIPAL DE BOM JESUS DA SERRA Balanço 2006 RECEITAS Anexo I - Demonstrativo da Receita e Despesa segundo as Categorias Econômicas DESPESAS Receitas Correntes RECEITAS CORRENTES 8.533.554,33 RECEITA TRIBUTÁRIA 99.926,38 RECEITA PATRIMONIAL 999,73

Leia mais

POLÍTICAS PÚBLICAS Aula 11. Prof. a Dr. a Maria das Graças Rua

POLÍTICAS PÚBLICAS Aula 11. Prof. a Dr. a Maria das Graças Rua POLÍTICAS PÚBLICAS Aula 11 Prof. a Dr. a Maria das Graças Rua O Financiamento do SUS: CF-88 art. 198: O SUS é financiado por recursos do Orçamento da Seguridade Social da União, dos estados, do Distrito

Leia mais

FINANCIAMENTO DA EDUCAÇÃ FUNDEB. João o Batista do Nascimento Professor, Filósofo e

FINANCIAMENTO DA EDUCAÇÃ FUNDEB. João o Batista do Nascimento Professor, Filósofo e FINANCIAMENTO DA EDUCAÇÃ ÇÃO O BÁSICA: B FUNDEB João o Batista do Nascimento Professor, Filósofo e Economista Especialista em Políticas Públicas. P Marco Legal do Financiamento da Educação Básica Pública.

Leia mais

Prefeitura do Município de Foz do Iguaçu

Prefeitura do Município de Foz do Iguaçu LEI N o 3.941, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2011. Estima a receita e fixa a despesa do Município de Foz do Iguaçu, Estado do Paraná, para o exercício financeiro de 2012. A Câmara Municipal de Foz do Iguaçu, Estado

Leia mais

RECEITA TRIBUTÁRIA

RECEITA TRIBUTÁRIA 10000000000 RECEITAS CORRENTES 102.390.600,00 11000000000 RECEITA TRIBUTÁRIA 7.454.000,00 11100000000 IMPOSTOS 6.8 11120000000 IMPOSTOS SOBRE O PATRIMÔNIO E A RENDA 2.280.000,00 11120200000 IMPOSTO SOBRE

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE JABORANDI

PREFEITURA MUNICIPAL DE JABORANDI RREO - ANEXO 1 (LRF, Art 52, inciso I, alíneas "a" e "b" do inciso II e 1º) RECEITAS BALANÇO ORÇAMENTÁRIO JANEIRO A DEZEMBRO 2016 / BIMESTRE NOVEMBRO - DEZEMBRO INICIAL ATUALIZADA (a) No Bimestre (b) RECEITAS

Leia mais

IRRF sobre o Trabalho R$ 33.225,17 IRRF sobre outros rendimentos R$ ITBI R$ 157.333,95 ISSQN R$ 260.979,91 S U B - T O T A L R$ 461.

IRRF sobre o Trabalho R$ 33.225,17 IRRF sobre outros rendimentos R$ ITBI R$ 157.333,95 ISSQN R$ 260.979,91 S U B - T O T A L R$ 461. Apuracao dos Gastos com SAUDE 1º Quadrimestre 2013 APLICAÇÃO DE RECURSOS NA SAUDE PREFEITURA MUNICIPAL DE LUZ Janeiro, Fevereiro, Março e Abril de 2013 1º Quadrimestre/2013 RECEITA TRIBUTARIA IPTU 364,93

Leia mais

Diário Oficial. Atos Oficiais Decreto - Nº 817/2014 Portaria - Nº 818/2014 Portaria - Nº 815/2014 Portaria - Nº 816/2014 Edital - Nº 64/2014

Diário Oficial. Atos Oficiais Decreto - Nº 817/2014 Portaria - Nº 818/2014 Portaria - Nº 815/2014 Portaria - Nº 816/2014 Edital - Nº 64/2014 Diário Oficial Ano: 4 Edição: 474 Páginas: 36 Índice do diário Responsabilidade Fiscal Relatório Resumido da Execução Orçamentária 2º BIMESTRE Relatório de Gestão Fiscal 1º QUADRIMESTRE Atos Oficiais Decreto

Leia mais

F/F150/REL/5770 PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO EMISSAO : 29/12/2003

F/F150/REL/5770 PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO EMISSAO : 29/12/2003 REFERENCIA NOVEMBRO/2003 DIRETA + INDIRETAS CONSOLIDADAS 10/207405-2 PAGINA : 1 RECEITAS CORRENTES 8.374.003.106,00 509.918.735,21 6.067.756.298,82 2.306.246.807,18 RECEITA TRIBUTARIA 2.558.756.194,00

Leia mais

RELATÓRIO DETALHADO DO QUADRIMESTRE ANTERIOR 1º E 2º QUADRIMESTRE

RELATÓRIO DETALHADO DO QUADRIMESTRE ANTERIOR 1º E 2º QUADRIMESTRE RELATÓRIO DETALHADO DO QUADRIMESTRE ANTERIOR 1º E 2º QUADRIMESTRE ANO 2013 Conforme previsto no art. 36 da Lei Complementar N.º 141/2012, o Relatório Detalhado do Quadrimestral Anterior contém informações

Leia mais

Associação Brasileira de Economia da Saúde - ABrES

Associação Brasileira de Economia da Saúde - ABrES Funcia Associação Brasileira de Economia da Saúde - ABrES SEMINÁRIO POLÍTICA ECONÔMICA E FINANCIAMENTO DA SAÚDE PÚBLICA PAINEL 2 O SUS FRENTE AO AJUSTE FISCAL: IMPACTO E PROPOSTAS Ajuste fiscal e os impactos

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS UFT CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE PALMAS CURSOS DE FILOSOFIA E ARTES FÓRUM DE DISCUSSÃO DO PMEP-2012 Prof. Dr.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS UFT CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE PALMAS CURSOS DE FILOSOFIA E ARTES FÓRUM DE DISCUSSÃO DO PMEP-2012 Prof. Dr. UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS UFT CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE PALMAS CURSOS DE FILOSOFIA E ARTES FÓRUM DE DISCUSSÃO DO Prof. Dr. Roberto Carvalho POLÍTICA PÚBLICA: social e econômica Política pública:

Leia mais

Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Saúde SIOPS Adequações ao PCASP. Alinhamento Técnico Pedagógico/2016

Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Saúde SIOPS Adequações ao PCASP. Alinhamento Técnico Pedagógico/2016 Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Saúde SIOPS Adequações ao PCASP Alinhamento Técnico Pedagógico/2016 Sumário 1. MÓDULO 1 - INFORMAÇÕES GERAIS PÁGINAS 3 a 23 2. MÓDULO 2 - ACESSO A PÁGINA

Leia mais

DEMONSTRATIVO DAS RECEITAS E DESPESAS COM MANUTENÇÃO E DESENVOLVIMENTO DO ENSINO - MDE

DEMONSTRATIVO DAS RECEITAS E DESPESAS COM MANUTENÇÃO E DESENVOLVIMENTO DO ENSINO - MDE RECEITA BRUTA DE IMPOSTOS RECEITAS DO ENSINO 1. RECEITA DE IMPOSTOS 439.793.725,00 519.368.647,37 97.300.419,80 449.039.568,59 86,46 1.1- Receita Resultante do ICMS 352.668.725,00 407.786.079,26 80.105.839,11

Leia mais

Municipio de Santa Vitória

Municipio de Santa Vitória Estado de Minas Gerais 000 - CONSOLIDADO Período: 01-10-2013 a 31-10-2013 01021 03-12-2013 08:12:05 1.0.0.0.00.00.00 Receitas Correntes 7.646.732,06 67.437.301,44 1.1.0.0.00.00.00 Receita Tributária 834.156,32

Leia mais

Tributária Bruta

Tributária Bruta Evolução da Carga Tributária Bruta 1990 2009 Setembro de 2010 1 Os INFORMATIVOS ECONÔMICOS da (SPE) são elaborados a partir de dados de conhecimento público, cujas fontes primárias são instituições autônomas,

Leia mais

Fabiola Sulpino Vieira Coordenadora-Geral de Economia da Saúde Departamento de Economia da Saúde, Investimentos e Desenvolvimento Secretaria

Fabiola Sulpino Vieira Coordenadora-Geral de Economia da Saúde Departamento de Economia da Saúde, Investimentos e Desenvolvimento Secretaria Financiamento e Gasto em Saúde no Brasil Fabiola Sulpino Vieira Coordenadora-Geral de Economia da Saúde Departamento de Economia da Saúde, Investimentos e Desenvolvimento Secretaria Executiva Ministério

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE BOM JESUS DA SERRA Orçamento 2007

PREFEITURA MUNICIPAL DE BOM JESUS DA SERRA Orçamento 2007 Anexo I - Sumário Geral da Receita por Fontes e da Despesa por Função de Governo (LDO) FONTES VALOR VALOR RECEITAS CORRENTES 8.073.249,21 RECEITA TRIBUTÁRIA 107.581,59 RECEITAS DE CONTRIBUIÇÕES 0,00 RECEITA

Leia mais

5- FINANÇAS PÚBLICAS Abaixo seguem os dados que retratam a conjuntura das finanças públicas do município de Corumbá.

5- FINANÇAS PÚBLICAS Abaixo seguem os dados que retratam a conjuntura das finanças públicas do município de Corumbá. 5- FINANÇAS PÚBLICAS Abaixo seguem os dados que retratam a conjuntura das finanças públicas do município de Corumbá. Tabela 1 Demonstrativo da Receita Total Arrecadada 2012-2013 Receitas Correntes Discriminação

Leia mais