Ferramentas Programação. UDESC - Prof. Juliano Maia 1

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Ferramentas Programação. UDESC - Prof. Juliano Maia 1"

Transcrição

1 Ferramentas Programação UDESC - Prof. Juliano Maia 1

2 Índice Seção 1 Linguagens de Programação Seção 2 Interpretador Seção 3 Compilador / Linkeditor Seção 4 Ambientes de Desenvolvimento UDESC - Prof. Juliano Maia 2

3 Linguagens de Programação Seção 1 Linguagem de Programação LP de Alto Nível LP de Baixo Nível Interpretador / Compilador UDESC - Prof. Juliano Maia 3

4 Linguagem de Programação Método padronizado para expressar instruções para um computador. Conjunto de regras sintáticas e semânticas usadas para definir um programa de computador. UDESC - Prof. Juliano Maia 4

5 LP de Alto Nível Linguagens de programação com um nível de abstração relativamente elevado, longe do código de máquina e mais próximo à linguagem humana. Ex.: COBOL, Pascal, Delphy, Java, C. UDESC - Prof. Juliano Maia 5

6 Exemplo Programa C Imprime o caracter * em tela: #include <stdio.h> //adiciona biblioteca padrão de I/O ao programa int main() { //declara/inicia função principal do programa puts("*"); //escreve o caratcer * em tela } //finaliza a função principal e o programa UDESC - Prof. Juliano Maia 6

7 LP de Baixo Nível Linguagem de programação mais próxima ao código da máquina e, portanto, menos abstrata. Possui forte relação entre as operações implementadas pela linguagem e as operações implementadas pelo hardware. Ex.: Assembly. UDESC - Prof. Juliano Maia 7

8 Exemplo Programa Assembly Imprime o caracter * em tela:.model small ;modelo de memória.stack ;espaço de memória para instruções do programa na pilha.code ;as linhas seguintes são instruções do programa mov ah,2h ;move o valor 2h p/ o registrador ah mov dl,2ah ;move o valor 2ah p/ o registrador dl (ASCII do caractere *) int 21h ;interrupção 21h mov ah,4ch ;função 4ch, sai para o sistema operacional int 21h ;interrupção 21h end ;finaliza o programa UDESC - Prof. Juliano Maia 8

9 Interpretador / Compilador Programas (utilitários) que processam linguagens de alto nível, traduzindo-as em linguagens de baixo nível. UDESC - Prof. Juliano Maia 9

10 Interpretador Seção 2 Interpretador Fluxo / Iteração Interpretação Vantagens / Desvantagens UDESC - Prof. Juliano Maia 10

11 Interpretador Um interpretador, no momento da execução do programa, traduz cada instrução do programa e a executa em seguida. UDESC - Prof. Juliano Maia 11

12 Fluxo / Iteração Interpretação Programa Fonte Interpretador Saída Dados UDESC - Prof. Juliano Maia 12

13 Vantagens / Desvantagens Vantagem: Permite implementação de sub-processos / rotinas dinâmicas, ou seja, que podem mudar durante a execução do programa. Desvantagem:Tempo gasto na tradução das instruções de um programa toda vez que este for executado. UDESC - Prof. Juliano Maia 13

14 Compilador Compilador / Linkeditor Seção 3 Fluxo / Iteração Compilação Vantagens / Desvantagens Linkeditor Processo Compilação - Linkedição Bibliotecas UDESC - Prof. Juliano Maia 14

15 Compilador Um compilador lê um programa e o traduz completamente antes que o programa seja executado. Neste caso, o programa escrito em linguagem de alto nível é chamado de código fonte, e o programa traduzido é chamado de código objeto. Uma vez que um programa é compilado, você pode executá-lo repetidamente, sem que precise de nova tradução. UDESC - Prof. Juliano Maia 15

16 Fluxo / Iteração Compilação Código Fonte Compilador Dados Arquivo Executável Saída UDESC - Prof. Juliano Maia 16

17 Vantagens / Desvantagens Vantagem: A execução é mais rápida, pois o programa executado já se encontra totalmente traduzido. Desvantagem: Programa totalmente estático não é possível a implementação de sub-processos / rotinas dinâmicas. UDESC - Prof. Juliano Maia 17

18 Linkeditor Programa (utilitário) responsável por gerar, a partir de um ou mais códigos objeto, um único programa executável. Suas funções básicas são resolver todas as referências simbólicas existentes entre os módulos e reservar memória para a execução do programa. UDESC - Prof. Juliano Maia 18

19 Processo Compilação - Linkedição Programa Fonte Programa Fonte Compilador Compilador Programa Objeto Programa Objeto Ligador ou ou Linkeditor Biblioteca Biblioteca Programa Executável UDESC - Prof. Juliano Maia 19

20 Bibliotecas Bibliotecas são conjuntos de sub-rotinas (programas ou funções) que podem ser utilizadas em qualquer programa. A biblioteca stdio.h (Standart Input and Output) da linguagem C, por exemplo, é a biblioteca que contem todas as funcionalidade de leitura / escrita (entrada e saída de dados). UDESC - Prof. Juliano Maia 20

21 Ambientes de Desenvolvimento Seção 4 Ambiente Integrado (IDE) O IDE Dev-C++ Depurador de Programa UDESC - Prof. Juliano Maia 21

22 IDE IDE, Integrated Development Environment ou Ambiente de Desenvolvimento Integrado, é um utilitário que reúne características e ferramentas de apoio ao desenvolvimento de software com o objetivo de agilizar este processo. UDESC - Prof. Juliano Maia 22

23 Exemplo IDE Dev-C++ UDESC - Prof. Juliano Maia 23

24 Depurador de Programa O depurador, ou debuger, é um utilitário que permite ao programador controlar toda a execução de um programa a fim de detectar erros. UDESC - Prof. Juliano Maia 24

25 Funcionalidades Acompanhar a instrução de um programa instrução por instrução. Alterar e visualizar o conteúdo de variáveis em tempo de execução. Implementar breakpoints pontos de parada na execução do programa. UDESC - Prof. Juliano Maia 25

26 Depurando um Programa... UDESC - Prof. Juliano Maia 26

27 Informações úteis Baixe o IDE Dev-c++ (free) em: Em plataforma Linux, não há um IDE similar. Neste caso, usar: Editor de texto Kedit Utilitário console, para compilação e execução: gcc o <arq exe> <código fonte>./ <arq exe> UDESC - Prof. Juliano Maia 27

PROGRAMAÇÃO I. Introdução

PROGRAMAÇÃO I. Introdução PROGRAMAÇÃO I Introdução Introdução 2 Princípios da Solução de Problemas Problema 1 Fase de Resolução do Problema Solução na forma de Algoritmo Solução como um programa de computador 2 Fase de Implementação

Leia mais

Aula 5 Oficina de Programação Introdução ao C. Profa. Elaine Faria UFU

Aula 5 Oficina de Programação Introdução ao C. Profa. Elaine Faria UFU Aula 5 Oficina de Programação Introdução ao C Profa. Elaine Faria UFU - 2017 Linguagem de Programação Para que o computador consiga ler um programa e entender o que fazer, este programa deve ser escrito

Leia mais

Programação: Compiladores x Interpretadores PROF. CARLOS SARMANHO JR

Programação: Compiladores x Interpretadores PROF. CARLOS SARMANHO JR Programação: Compiladores x Interpretadores PROF. CARLOS SARMANHO JR Introdução Compiladores e interpretadores são formas de tradução de um código geralmente de alto nível (escrito em uma linguagem de

Leia mais

Linguagens de Programação Classificação

Linguagens de Programação Classificação Classificação Classificação A proximidade que a linguagem de programação tem com a humana determina sua classe (o nível): Linguagem de máquina (primeira geração) Linguagem assembly - de montagem (segunda

Leia mais

Linguagem de Programação

Linguagem de Programação Linguagem de Programação aula 4 Engenharia Elétrica e Engenharia de Automação Introdução à Computação 1.o sem/2013 Profa Suely (e-mail: smaoki@yahoo.com) Programas Programas são seqüências de instruções

Leia mais

Sistemas Operacionais

Sistemas Operacionais Sistemas Operacionais CAP 2: Conceitos de Hardware e Software Prof. MSc. Diego R. Moraes diegorm@anhanguera.com Download de todo conteúdo da disciplina https://sites.google.com/site/diegorafaelmoraes/downloads

Leia mais

Prof. Antonio Almeida de Barros Jr. Prof. Antonio Almeida de Barros Junior

Prof. Antonio Almeida de Barros Jr. Prof. Antonio Almeida de Barros Junior Prof. Antonio Almeida de Barros Jr. Prof. Antonio Almeida de Barros Junior Meio pelo qual se pode indicar os passos que devem ser realizados pelo computador para resolver problemas; Através da linguagem,

Leia mais

Algoritmos e Programação

Algoritmos e Programação ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE ESTADO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE SINOP FACULDADE DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGICAS CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA

Leia mais

Aula 23: Noções de Compilação, Montagem, Link-edição, e Interpretação

Aula 23: Noções de Compilação, Montagem, Link-edição, e Interpretação Aula 23: Noções de Compilação, Montagem, Link-edição, e Interpretação Diego Passos Universidade Federal Fluminense Fundamentos de Arquiteturas de Computadores Diego Passos (UFF) Compilação, Montagem, Link-edição,

Leia mais

Linguagem de Programação C

Linguagem de Programação C Linguagem de Programação C Aula 08 Diogo Pinheiro Fernandes Pedrosa Universidade Federal Rural do Semiárido Departamento de Ciências Exatas e Naturais 13 de novembro de 2009 Introdução O que é uma linguagem

Leia mais

Métodos de implementação de linguagens. Kellen Pinagé

Métodos de implementação de linguagens. Kellen Pinagé Métodos de implementação de linguagens Kellen Pinagé Sumário Métodos de implementação de linguagens Compilação Interpretação pura Híbrido Métodos de implementação de linguagens Principais componentes de

Leia mais

COMPILAÇÃO. Ricardo José Cabeça de Souza

COMPILAÇÃO. Ricardo José Cabeça de Souza COMPILAÇÃO Ricardo José Cabeça de Souza www.ricardojcsouza.com.br Programas Código-fonte escrito em linguagem de programação de alto nível, ou seja, com um nível de abstração muito grande, mais próximo

Leia mais

Conversões de Linguagens: Tradução, Montagem, Compilação, Ligação e Interpretação

Conversões de Linguagens: Tradução, Montagem, Compilação, Ligação e Interpretação Conversões de Linguagens: Tradução, Montagem, Compilação, Ligação e Interpretação Para executar uma tarefa qualquer, um computador precisa receber instruções precisas sobre o que fazer. Uma seqüência adequada

Leia mais

Tecnólogo em Análise e Desenvolvimento de Sistemas. Sistemas Operacionais (SOP A2)

Tecnólogo em Análise e Desenvolvimento de Sistemas. Sistemas Operacionais (SOP A2) Tecnólogo em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Sistemas Operacionais (SOP A2) Conceitos de Hardware e Software Referências: Arquitetura de Sistemas Operacionais. F. B. Machado, L. P. Maia. Editora

Leia mais

Algoritmos e Técnicas de Programação Introdução Givanaldo Rocha de Souza

Algoritmos e Técnicas de Programação Introdução Givanaldo Rocha de Souza Algoritmos e Técnicas de Programação Introdução Givanaldo Rocha de Souza givanaldo.rocha@ifrn.edu.br http://docente.ifrn.edu.br/givanaldorocha Conceitos Lógica de Programação técnica de encadear pensamentos

Leia mais

Linguagens de Programação

Linguagens de Programação Universidade Federal do Rio Grande do Norte Centro de Tecnologia Departamento de Computação e Automação Linguagens de Programação Professor Responsável: Luiz Affonso Henderson Guedes de Oliveira Prof.

Leia mais

Algoritmos Computacionais

Algoritmos Computacionais UNIDADE 1 Processador e instruções Memórias Dispositivos de Entrada e Saída Software ARQUITETURA BÁSICA UCP Unidade central de processamento MEM Memória E/S Dispositivos de entrada e saída UCP UNIDADE

Leia mais

3. Linguagem de Programação C

3. Linguagem de Programação C Introdução à Computação I IBM1006 3. Linguagem de Programação C Prof. Renato Tinós Departamento de Computação e Matemática (FFCLRP/USP) 1 Principais Tópicos 3. Linguagem de programação C 3.1. Conceitos

Leia mais

Introdução à Computação: Máquinas Multiníveis

Introdução à Computação: Máquinas Multiníveis Introdução à Computação: Máquinas Multiníveis Beatriz F. M. Souza (bfmartins@inf.ufes.br) http://inf.ufes.br/~bfmartins/ Computer Science Department Federal University of Espírito Santo (Ufes), Vitória,

Leia mais

a) Computador b) Estrutura do sistema i. Hardware ii.software c) Linguagens de Programação i. Paradigmas e Programação 1.

a) Computador b) Estrutura do sistema i. Hardware ii.software c) Linguagens de Programação i. Paradigmas e Programação 1. a) Computador b) Estrutura do sistema i. Hardware ii.software c) Linguagens de Programação i. Paradigmas e Programação 1. Estruturada 2. Orientada a eventos 3. Orientada a objetos d) Sistemas Operacionais

Leia mais

Introdução à Programação de Computadores Fabricação Mecânica

Introdução à Programação de Computadores Fabricação Mecânica Introdução à Programação de Computadores Fabricação Mecânica Edilson Hipolito da Silva edilson.hipolito@ifsc.edu.br - http://www.hipolito.info Aula 04 - Linguagens de Programação, Interpretador, compilador

Leia mais

Informática I. Aula 9. Aula 9-17/05/2006 1

Informática I. Aula 9.  Aula 9-17/05/2006 1 Informática I Aula 9 http://www.ic.uff.br/~bianca/informatica1/ Aula 9-17/05/2006 1 Ementa Histórico dos Computadores Noções de Hardware e Software Microprocessadores Sistemas Numéricos e Representação

Leia mais

Conceitos de Linguagens de Programação

Conceitos de Linguagens de Programação Conceitos de Linguagens de Programação Aula 03 Processo de Compilação Edirlei Soares de Lima Métodos de Implementação Arquitetura de Von Neumann: A linguagem de máquina de um computador

Leia mais

Linguagens de Programação

Linguagens de Programação Universidade Federal do Rio Grande do Norte Departamento de Engenharia de Computação e Automação Linguagens de Programação DCA0800 - Algoritmos e Lógica de Programação Heitor Medeiros 1 Tópicos da aula

Leia mais

Arquitetura e Organização de Computadores. Compiladores e processamento

Arquitetura e Organização de Computadores. Compiladores e processamento Arquitetura e Organização de Computadores Compiladores e processamento Verificar a existência dos pacotes: - GCC (Gnu C Compiler); - GDB (Gnu Debuger); - Libc (blibliotecas C); - nano, vi, emacs ou outro

Leia mais

Linguagem de Programação

Linguagem de Programação Linguagem de Programação Aula 2 Introdução Universidade Federal de Santa Maria Colégio Agrícola de Frederico Westphalen Curso Técnico em Informática Prof. Bruno B. Boniati www.cafw.ufsm.br/~bruno O que

Leia mais

Introdução a Ciência da Computação

Introdução a Ciência da Computação Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Câmpus Santa Helena Introdução a Ciência da Computação Bacharelado em Ciência da Computação Professor : Agnaldo da Costa 1 Camadas do Usuário

Leia mais

Programação de Computadores IV. Introdução a Linguagens de Programação Simone Martins SLIDES CEDIDOS POR BRUNO MARQUES 1

Programação de Computadores IV. Introdução a Linguagens de Programação Simone Martins SLIDES CEDIDOS POR BRUNO MARQUES 1 Programação de Computadores IV Introdução a Linguagens de Programação Simone Martins simone@ic.uff.br SLIDES CEDIDOS POR BRUNO MARQUES 1 Arquitetura de programação 2 O Que é um Dado? Dado é o elemento

Leia mais

Aplicação. Programa Linguagem de Alto Nível. Programa em Linguagem Assembly. Programa em Linguagem Máquina

Aplicação. Programa Linguagem de Alto Nível. Programa em Linguagem Assembly. Programa em Linguagem Máquina Níveis de Abstracção Nível 5 Nível 4 Nível 3 Nível 2 Nível 1 Nível 0 Aplicação Programa de Alto Nível Programa em Assembly Programa em Máquina Micro-programa em de Transferência de Registos Sistema Digital

Leia mais

Introdução aos computadores, à Internet e à World Wide Web. Prof. Marcelo Roberto Zorzan

Introdução aos computadores, à Internet e à World Wide Web. Prof. Marcelo Roberto Zorzan Introdução aos computadores, à Internet e à World Wide Web Prof. Marcelo Roberto Zorzan História do Java Origem Linguagem desenvolvida pela Sun Microsystems Sintaxe similar ao C++ Inicialmente chamada

Leia mais

Máquinas. Visão geral O que você precisa Fatores de sucesso O futuro. realizar algo, precisa que alguém m lhe indique o que fazer V.V.

Máquinas. Visão geral O que você precisa Fatores de sucesso O futuro. realizar algo, precisa que alguém m lhe indique o que fazer V.V. Introdução a Programação Visão geral O que você precisa Fatores de sucesso O futuro Máquinas O O Computador é uma máquina, m que para realizar algo, precisa que alguém m lhe indique o que fazer V.V.Vilela

Leia mais

Estruturas de Dados Aula 1: Introdução e conceitos básicos 28/02/2011

Estruturas de Dados Aula 1: Introdução e conceitos básicos 28/02/2011 Estruturas de Dados Aula 1: Introdução e conceitos básicos 28/02/2011 Web site http://www.inf.ufes.br/~pdcosta/ensino/ Profa. Patrícia Dockhorn Costa Email: pdcosta@inf.ufes.br Introdução O que são estruturas

Leia mais

Introdução à Programação

Introdução à Programação Introdução à Programação Linguagens de Programação: sintaxe e semântica de linguagens de programação e conceitos de linguagens interpretadas e compiladas Engenharia da Computação Professor: Críston Pereira

Leia mais

Curso Profissional de Gestão e Programação de Sistemas Informáticos. Programação e Sistemas de Informação. Módulo 1. 1ª Parte Prof. Sandra Pais Soares

Curso Profissional de Gestão e Programação de Sistemas Informáticos. Programação e Sistemas de Informação. Módulo 1. 1ª Parte Prof. Sandra Pais Soares Curso Profissional de Gestão e Programação de Sistemas Informáticos Programação e Sistemas de Informação Módulo 1 1ª Parte Prof. Sandra Pais Soares Linguagens de Programação Linguagens de Programação Uma

Leia mais

Procedimentos. Sistemas de Computação

Procedimentos. Sistemas de Computação Procedimentos Chamada de Procedimentos Utilização de procedimentos: Facilitar entendimento do programa Reutilização de código Passos necessários para execução de um procedimento: Os parâmetros a serem

Leia mais

AULA 03: FUNCIONAMENTO DE UM COMPUTADOR

AULA 03: FUNCIONAMENTO DE UM COMPUTADOR ORGANIZAÇÃO E ARQUITETURA DE COMPUTADORES I AULA 03: FUNCIONAMENTO DE UM COMPUTADOR Prof. Max Santana Rolemberg Farias max.santana@univasf.edu.br Colegiado de Engenharia de Computação O QUE É UM COMPUTADOR?

Leia mais

Introdução. (Aula 2) Organização Estruturada de Computadores

Introdução. (Aula 2) Organização Estruturada de Computadores Introdução (Aula 2) Organização Estruturada de Computadores Introdução Arquitetura de Hardware 01- Monitor 02- Placa-Mãe 03- Processador 04- Memória RAM 05- Placas de Rede, Som, Vídeo, Fax... 06- Fonte

Leia mais

Algoritmos. Prof. Jonatas Bastos Site:

Algoritmos. Prof. Jonatas Bastos   Site: Algoritmos Prof. Jonatas Bastos Email: jonatasfbastos@gmail.com Site: http://jonatasfbastos.wordpress.com/ 1 Dúvidas! p p p Como os computadores entendem os algoritmo? Os computadores não entendem os passos

Leia mais

Construção de Compiladores. Capítulo 1. Introdução. José Romildo Malaquias. Departamento de Computação Universidade Federal de Ouro Preto 2014.

Construção de Compiladores. Capítulo 1. Introdução. José Romildo Malaquias. Departamento de Computação Universidade Federal de Ouro Preto 2014. Construção de Compiladores Capítulo 1 Introdução José Romildo Malaquias Departamento de Computação Universidade Federal de Ouro Preto 2014.2 1/22 1 Linguagens de programação 2 Compilação 2/22 Tópicos 1

Leia mais

Classificação das linguagens de programação

Classificação das linguagens de programação Introdução Linguagem É um meio de comunicação entre pessoas. Faculdade de expressão audível e articulada do homem. Conjunto de sinais falados, escritos ou gesticulados de que se serve o homem para demonstrar

Leia mais

Estrutura e funcionamento básico de um computador

Estrutura e funcionamento básico de um computador Estrutura e funcionamento básico de um computador O que é um computador? Um computador é uma máquina composta por um conjunto de dispositivos electrónicos e electromecânicos capazes de processar informação.

Leia mais

Algoritmos e Programação

Algoritmos e Programação Universidade Federal do Vale do São Francisco Curso de Engenharia da Produção / Elétrica Parte 04 Prof. Jorge Cavalcanti jorge.cavalcanti@univasf.edu.br www.univasf.edu.br/~jorge.cavalcanti www.twitter.com/jorgecav

Leia mais

Algoritmos Fundamento e Prática

Algoritmos Fundamento e Prática Everton Coimbra de Araújo Algoritmos Fundamento e Prática 3 a Edição Ampliada e Atualizada Visual Books Sumário Prefácio... 15 Introdução... 17 Capítulo 1 - Os Cursos de Informática e Computação... 23

Leia mais

Introdução à Computação

Introdução à Computação UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA Introdução à Computação Prof. Yandre Maldonado - 1 Prof. Yandre Maldonado e Gomes da Costa yandre@din.uem.br Histórico da Computação Prof. Yandre

Leia mais

Projeto de Compiladores

Projeto de Compiladores Projeto de Compiladores FIR Faculdade Integrada do Recife João Ferreira 26 e 27 de fevereiro de 2007 Agenda da Aula Revisão Linguagem de Programação Tradutores Compilador As Fases de Um Compilador Linguagem

Leia mais

Montador (assembler)

Montador (assembler) Montador (assembler) Linguagem Assembly Linguagem de máquina Montador (assembler) Traduz um programa fonte em linguagem de montagem (linguagem assembly) em um módulo-objeto (em linguagem de máquina) não

Leia mais

Linguagem C Princípios Básicos (parte 1)

Linguagem C Princípios Básicos (parte 1) Linguagem C Princípios Básicos (parte 1) Objetivos O principal objetivo deste artigo é explicar alguns conceitos fundamentais de programação em C. No final será implementado um programa envolvendo todos

Leia mais

Capítulo 1. Aspectos Preliminares

Capítulo 1. Aspectos Preliminares Capítulo 1 Aspectos Preliminares Tópicos do Capítulo 1 Razões para estudar conceitos de linguagens de programação Domínios de programação Critérios de avaliação de linguagens Influências no projeto de

Leia mais

Linguagem de Montagem do NeanderX

Linguagem de Montagem do NeanderX Universidade Estácio de Sá Curso de Informática Arquitetura de Computadores Linguagem de Montagem do NeanderX 11.5.2006 Geração Programa Executável Linguagens de Programação As linguagens de programação

Leia mais

IDES E PROGRAMAÇÃO. Prof. Dr. Cláudio Fabiano Motta Toledo PAE: Maurício A Dias

IDES E PROGRAMAÇÃO. Prof. Dr. Cláudio Fabiano Motta Toledo PAE: Maurício A Dias 1 IDES E PROGRAMAÇÃO Prof. Dr. Cláudio Fabiano Motta Toledo PAE: Maurício A Dias {claudio,macdias}@icmc.usp.br 2 Agenda Conceitos Instalação e Configuração Compilação e Execução de Código IDEs Exemplo

Leia mais

Fundamentos de Programação 1

Fundamentos de Programação 1 Fundamentos de Programação 1 Slides N. 2 E / Prof. SIMÃO Slides elaborados pelo Prof. Robson Linhares elaborados pelo Prof. Robson Linhares http://www.dainf.ct.utfpr.edu.br/~robson/ Jean Marcelo SIMÃO

Leia mais

Disciplina de Linguagem de Programação e Aplicações [ Eng. Elétrica / Automação ]

Disciplina de Linguagem de Programação e Aplicações [ Eng. Elétrica / Automação ] USP - ICMC - SSC SSC 0300-2o. Semestre 2013 Disciplina de [ Eng. Elétrica / Automação ] Prof. Dr. Fernando Santos Osório / PAE: Rafael Klaser (LRM / ICMC) LRM - Laboratório de Robótica Móvel do ICMC /

Leia mais

Linguagens de Programação Aula 11

Linguagens de Programação Aula 11 Linguagens de Programação Aula 11 Celso Olivete Júnior olivete@fct.unesp.br Na aula passada Uma definição de subprograma descreve as ações representadas pelo subprograma Subprogramas podem ser funções

Leia mais

2 Paradigmas de linguagens de programação João B. Rocha- Junior. As linguagens evoluem com o passar do tempo

2 Paradigmas de linguagens de programação João B. Rocha- Junior. As linguagens evoluem com o passar do tempo Agenda Paradigmas de Linguagens de ção joao@ecomp.uefs.br Principais paradigmas de linguagem de programação imperajvo funcional declaração Departamento de Ciências Exatas Universidade Estadual de Feira

Leia mais

Ambiente de desenvolvimento

Ambiente de desenvolvimento Linguagem C Ambiente de desenvolvimento Um programa em C passa por seis fases até a execução: 1) Edição 2) Pré-processamento 3) Compilação 4) Linking 5) Carregamento 6) Execução Etapa 1: Criação do programa

Leia mais

Compiladores. Geração de Código Objeto

Compiladores. Geração de Código Objeto Compiladores Geração de Código Objeto Cristiano Lehrer, M.Sc. Atividades do Compilador Arquivo de origem Arquivo de destino Análise Otimização Geração de Código Intermediário Geração de Código Final Síntese

Leia mais

Métodos Computacionais

Métodos Computacionais Métodos Computacionais Objetivos da Disciplina e Introdução a Linguagem C Construções Básicas Objetivos da Disciplina Objetivo Geral Discutir técnicas de programação e estruturação de dados para o desenvolvimento

Leia mais

Tópicos Avançados em Sistemas Computacionais: Infraestrutura de Hardware Aula 06

Tópicos Avançados em Sistemas Computacionais: Infraestrutura de Hardware Aula 06 Tópicos Avançados em Sistemas Computacionais: Infraestrutura de Hardware Aula 06 Prof. Max Santana Rolemberg Farias max.santana@univasf.edu.br Colegiado de Engenharia de Computação COMO UM PROGRAMA ESCRITO

Leia mais

Paradigmas de Programação

Paradigmas de Programação Paradigmas de Programação Prof.: Edilberto M. Silva http://www.edilms.eti.br Aula 2 Linguagens de Programação Desenvolvimento e execução de programas Características de linguagens Execução de programas

Leia mais

Linguagem de Programação C. Prof. Fabrício Olivetti de França

Linguagem de Programação C. Prof. Fabrício Olivetti de França Linguagem de Programação C Prof. Fabrício Olivetti de França Linguagem C 2 Linguagem C Imperativo e estruturado Pequeno conjunto de palavras-chaves, operadores, etc. Tipagem estática, porém fraca Permite

Leia mais

Introdução à Computação para Engenharia MAC2166 Prof. Dr. Paulo Miranda IME-USP. Aula 1 Introdução à Computação

Introdução à Computação para Engenharia MAC2166 Prof. Dr. Paulo Miranda IME-USP. Aula 1 Introdução à Computação Introdução à Computação para Engenharia MAC2166 Prof. Dr. Paulo Miranda IME-USP Aula 1 Introdução à Computação Eventos históricos: 1) Primeiro computador a válvulas, o Eletronic Numeric Integrator And

Leia mais

AULA 1 INTRODUÇÃO AO JAVA

AULA 1 INTRODUÇÃO AO JAVA AULA 1 INTRODUÇÃO AO JAVA Ao término dessa aula você terá aprendido: História e características do Java Ambientes e plataformas Java O Java é a base para praticamente todos os tipos de aplicações em rede

Leia mais

Atividade prática: Criando e rodando um programa assembly

Atividade prática: Criando e rodando um programa assembly Atividade prática: Criando e rodando um programa assembly Fluxogramas (ou diagramas de fluxo): Descrevem algoritmos (idéias) quanto à sequência de operações realizadas. Ajudam a estruturar a solução de

Leia mais

Linguagens de Programação Sistemas de Linguagens

Linguagens de Programação Sistemas de Linguagens Linguagens de Programação Sistemas de Linguagens Andrei Rimsa Álvares Sumário Introdução A sequência clássica Sobre o;mizações Variações da sequência clássica Depuradores (Debuggers) Suporte em tempo de

Leia mais

Introdução Linguagem C. UDESC - Prof. Juliano Maia 1

Introdução Linguagem C. UDESC - Prof. Juliano Maia 1 Introdução Linguagem C UDESC - Prof. Juliano Maia 1 Índice Seção 1 A linguagem C Seção 2 Esqueleto Básico Programa em C UDESC - Prof. Juliano Maia 2 A linguagem C Seção 1 História Características Orientação

Leia mais

Aula 2 - Programação de Computadores - CI208 1/21

Aula 2 - Programação de Computadores - CI208 1/21 Aula 2 - Programação de Computadores - CI208 Professor: Leonardo Gomes leonardog@inf.ufpr.br Universidade Federal do Paraná Brazil 2016 - Segundo semestre Aula 2 - Programação de Computadores - CI208 1/21

Leia mais

Aula 2 - Introdução Cleverton Hentz

Aula 2 - Introdução Cleverton Hentz Aula 2 - Introdução Cleverton Hentz Sumário de Aula } Programas } Linguagens de Programação } Formas de Estruturação de Algoritmos 2 Programas } Os algoritmos são utilizados na construção de programas

Leia mais

Introdução aos computadores, à Internet e à World Wide Web. Prof. Marcelo Roberto Zorzan

Introdução aos computadores, à Internet e à World Wide Web. Prof. Marcelo Roberto Zorzan Introdução aos computadores, à Internet e à World Wide Web Prof. Marcelo Roberto Zorzan História do Java Origem Linguagem desenvolvida pela Sun Microsystems Sintaxe similar ao C++ Inicialmente chamada

Leia mais

Algoritmos e Programação

Algoritmos e Programação ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE ESTADO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE SINOP FACULDADE DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGICAS CURSO DE MATEMÁTICA profericomartins@unemat.br

Leia mais

Análise de Dados em Oc. Física

Análise de Dados em Oc. Física Análise de Dados em Oc. Física Aula 1 - Introdução Paulo S. Polito, Ph.D. polito@usp.br Instituto Oceanográfico da Universidade de São Paulo P. S. Polito (IOUSP) Análise de Dados em Oc. Física 1 / 26 Roteiro

Leia mais

UTILIZANDO O CODE BLOCKS

UTILIZANDO O CODE BLOCKS UTILIZANDO O CODE BLOCKS Prof. André Backes INTRODUÇÃO Existem diversos ambientes de desenvolvimento integrado ou IDEs (Integrated Development Environment) que podem ser utilizados para a programação em

Leia mais

INFORMÁTICA: Informação automática

INFORMÁTICA: Informação automática INTRODUÇÃO INFORMÁTICA: Informação automática Definição: é a ciência que estuda o tratamento automático e racional da informação (encarregada pelo estudo e desenvolvimento de máquinas e métodos para processar

Leia mais

Programação Estruturada Aula 2 - Introdução

Programação Estruturada Aula 2 - Introdução Programação Estruturada Aula 2 - Introdução Prof. Luis Carlos Retondaro Técnico em Telecomunicações 2 o Ano CEFET/RJ - Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca Campus Petrópolis 2017

Leia mais

Introdução e Conceitos

Introdução e Conceitos Introdução e Conceitos Aula 1 11/08/2017 diegoquirino@gmail.com 1 Agenda 1. Motivações: porque estudar linguagens de programação? 2. Breve Histórico sobre as Linguagens de Programação 3. Processos de Tradução

Leia mais

Como construir um compilador utilizando ferramentas Java

Como construir um compilador utilizando ferramentas Java Como construir um compilador utilizando ferramentas Java p. 1/2 Como construir um compilador utilizando ferramentas Java Aula 1 - Introdução Prof. Márcio Delamaro delamaro@icmc.usp.br Como construir um

Leia mais

GFM015 Introdução à Computação

GFM015 Introdução à Computação GFM015 Introdução à Computação Noções básicas sobre os componentes de microcomputadores (cont...) - Terminologia: Sw, Hw, Programas, Bit, Byte e Códigos Ilmério Reis da Silva ilmerio@facom.ufu.br www.facom.ufu.br/~ilmerio/ic

Leia mais

TCC 00308: Programação de Computadores I Organização de programas em Python

TCC 00308: Programação de Computadores I Organização de programas em Python TCC 00308: Programação de Computadores I 2017.1 Organização de programas em Python Vamos programar em Python! Como um programa é organizado? Quais são os tipos de dados disponíveis? Como variáveis podem

Leia mais

INE5421 LINGUAGENS FORMAIS E COMPILADORES

INE5421 LINGUAGENS FORMAIS E COMPILADORES INE5421 LINGUAGENS FORMAIS E COMPILADORES PLANO DE ENSINO Objetivo geral Conhecer a teoria das linguagens formais visando sua aplicação na especificação de linguagens de programação e na construção de

Leia mais

Algoritmos e Linguagem de Programação em C. Professor: Bernard Cardoso Oliveira

Algoritmos e Linguagem de Programação em C. Professor: Bernard Cardoso Oliveira Algoritmos e Linguagem de Programação em C Professor: Bernard Cardoso Oliveira E-mail: bernard_engtelecom@yahoo.com.br 21/07/2014 Conceitos Básicos - Revisão Linguagem de Programação: é um conjunto de

Leia mais

Compiladores. Eduardo Ferreira dos Santos. Fevereiro, Ciência da Computação Centro Universitário de Brasília UniCEUB 1 / 38

Compiladores. Eduardo Ferreira dos Santos. Fevereiro, Ciência da Computação Centro Universitário de Brasília UniCEUB 1 / 38 Compiladores Eduardo Ferreira dos Santos Ciência da Computação Centro Universitário de Brasília UniCEUB Fevereiro, 2017 1 / 38 Sumário 1 Compiladores 2 Linguagens de programação 3 Ciência dos compiladores

Leia mais

Linguagem Técnica I. Prof. Jonatas Bastos

Linguagem Técnica I. Prof. Jonatas Bastos Linguagem Técnica I Prof. Jonatas Bastos Email: jonatasfbastos@gmail.com 1 Objetivo da Disciplina p Entender os conceitos da programação orientada a objetos; p Aplicar conceitos básicos relativos a objetos

Leia mais

Fundamentos de Programação

Fundamentos de Programação Fundamentos de Programação CP41F Aula 2 Prof. Daniel Cavalcanti Jeronymo Conceito de algoritmo. Raciocínio lógico na construção de algoritmos. Estrutura de algoritmos. Universidade Tecnológica Federal

Leia mais

Arquitetura e Organização de Computadores. Compiladores e processamento

Arquitetura e Organização de Computadores. Compiladores e processamento Arquitetura e Organização de Computadores Compiladores e processamento Verificar a existência dos pacotes: - GCC (Gnu C Compiler); - GDB (Gnu Debuger); - Libc (blibliotecas C); - nano, vi, emacs ou outro

Leia mais

AULA 01 ESTRUTURA DE DADOS

AULA 01 ESTRUTURA DE DADOS AULA 01 ESTRUTURA DE DADOS Apresentação da Disciplina Norton T. Roman & Luciano A. Digiampietri Disciplina Objetivo: Familiarizar os alunos com a modelagem e a implementação de diferentes estruturas de

Leia mais

Semântica Denotacional

Semântica Denotacional Semântica Denotacional Uma introdução ISBN 0-321-19362-8 Semântica denotacional é um método formal para definir a semântica de linguagens de programação. Interessa a: projetista de linguagens, quem escreve

Leia mais

SOP Sistemas Operacionais Módulo 04: Processo

SOP Sistemas Operacionais Módulo 04: Processo SOP Módulo 04: Processo Prof. Charles Christian Miers e-mail: charles.miers@udesc.br Multiprogramação Tornar mais eficiente o aproveitamento dos recursos do computador Execução simultânea de vários programas

Leia mais

Compiladores. Introdução à Compiladores

Compiladores. Introdução à Compiladores Compiladores Introdução à Compiladores Cristiano Lehrer, M.Sc. Introdução (1/2) O meio mais eficaz de comunicação entre pessoas é a linguagem (língua ou idioma). Na programação de computadores, uma linguagem

Leia mais

Universidade Federal de Goiás Bacharelado em Ciências da Computacão Compiladores

Universidade Federal de Goiás Bacharelado em Ciências da Computacão Compiladores Universidade Federal de Goiás Bacharelado em Ciências da Computacão Compiladores 2013-2 Compilador para a Linguagem Cafezinho Especificação dos trabalhos: T2 (Geração da Representação Intermediária e Análise

Leia mais

Algoritmos. Um algoritmo pode ser expresso de diversas maneiras, dentre elas: Linguagem Natural Fluxograma Pseudocódigo Linguagem de Programação

Algoritmos. Um algoritmo pode ser expresso de diversas maneiras, dentre elas: Linguagem Natural Fluxograma Pseudocódigo Linguagem de Programação capa Um algoritmo pode ser expresso de diversas maneiras, dentre elas: Linguagem Natural Fluxograma Pseudocódigo Linguagem de Programação Método para resolver problemas. É a descrição de uma sequência

Leia mais

Autômatos e Linguagens

Autômatos e Linguagens Autômatos e Linguagens Eduardo Ferreira dos Santos Ciência da Computação Centro Universitário de Brasília UniCEUB Agosto, 2016 1 / 41 Sumário 1 Compiladores 2 Linguagens de programação 3 Ciência dos compiladores

Leia mais

Ambiente de Desenvolvimento

Ambiente de Desenvolvimento Ambiente de Desenvolvimento Walter Fetter Lages w.fetter@ieee.org Universidade Federal do Rio Grande do Sul Escola de Engenharia Departamento de Engenharia Elétrica ENG04008 Sistemas de Tempo Real Copyright

Leia mais

Compiladores. Fabio Mascarenhas

Compiladores. Fabio Mascarenhas Compiladores Fabio Mascarenhas 2017.1 http://www.dcc.ufrj.br/~fabiom/comp Introdução Compiladores x Interpretadores Offline x Online Um compilador transforma um programa executável de uma linguagem fonte

Leia mais

Linguagens de Programação Aula 3

Linguagens de Programação Aula 3 Aula 3 Celso Olivete Júnior olivete@fct.unesp.br Na aula passada... Classificação das LPs (nível, geração e paradigma) Paradigmas Imperativo, OO, funcional, lógico e concorrente 2/33 Na aula de hoje...

Leia mais

Linguagens de Domínio Específico

Linguagens de Domínio Específico Linguagens de Domínio Específico Fabio Mascarenhas 2017.1 http://www.dcc.ufrj.br/~fabiom/dsl Por que DSLs? Melhorar a produtividade dos programadores input =~ /\d{3}-\d{3}-\d{4}/ Facilitar a escrita e

Leia mais

Computadores Digitais 2. Prof. Rodrigo de Souza Couto

Computadores Digitais 2. Prof. Rodrigo de Souza Couto Computadores Digitais 2 Linguagens de Programação DEL-Poli/UFRJ Prof. Miguel Campista Informações Gerais E-mail: rodsouzacouto@ieee.org Página da disciplina: http://www.lee.eng.uerj.br/~rodrigo/compdig2

Leia mais

18/10/2010. Unidade de Controle Controle. UC Microprogramada

18/10/2010. Unidade de Controle Controle. UC Microprogramada Arquitetura de Computadores Unidade de Controle Controle Microprogramado Prof. Marcos Ribeiro Quinet de Andrade Universidade Federal Fluminense - UFF Pólo Universitário de Rio das Ostras - PURO UC Microprogramada

Leia mais

Olá pessoal, Hoje vamos entender os conceitos sobre linguagem de programação. Definição, tipos de linguagens e as linguagens mais utilizadas

Olá pessoal, Hoje vamos entender os conceitos sobre linguagem de programação. Definição, tipos de linguagens e as linguagens mais utilizadas Olá pessoal, Hoje vamos entender os conceitos sobre linguagem de programação. Definição, tipos de linguagens e as linguagens mais utilizadas atualmente. Uma linguagem de programação é um conjunto padronizado

Leia mais

Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul Ciência da Computação Algoritmos e Estruturas de Dados I (AED-I) Prof. Nilton

Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul Ciência da Computação Algoritmos e Estruturas de Dados I (AED-I) Prof. Nilton Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul Ciência da Computação Algoritmos e Estruturas de Dados I (AED-I) Prof. Nilton nilton@comp.uems.br Introdução A linguagem C foi inventada por Dennis Ritchie e

Leia mais

Aula 02. MC Algoritmos e Programação de Computadores. Algoritmos: Definição e Exemplos.

Aula 02. MC Algoritmos e Programação de Computadores. Algoritmos: Definição e Exemplos. Aula 02 MC 102 - Algoritmos e Programação de Computadores Algoritmos: Definição e Exemplos. 2o. Sem. 2007 Algoritmos e Programação de Computadores - Turmas I J K L 1 Programação de Computadores Atividade

Leia mais

Estrutura de Dados Básica

Estrutura de Dados Básica Estrutura de Dados Básica Professor: Osvaldo Kotaro Takai. Aula 2: Revisão dos itens básicos O objetivo desta aula é revisar os conceitos envolvidos na abordagem da Programação Estruturada. Representações

Leia mais