SACYR VALLEHERMOSO, S.A.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SACYR VALLEHERMOSO, S.A."

Transcrição

1 SACYR VALLEHERMOSO, S.A. Sede: Paseo de la Castellana, 83-85, Madrid Capital Social: EUR Matriculada na Conservatória do Registo Comercial de Madrid sob a referência: Tomo 1.884, Folha 219, Secção M Pessoa Colectiva: A ANÚNCIO DE LANÇAMENTO DE UMA OFERTA PÚBLICA DE AQUISIÇÃO GERAL E OBRIGATÓRIA SOBRE AS ACÇÕES E OS WARRANTS DA SOMAGUE, SOCIEDADE GESTORA DE PARTICIPAÇÕES SOCIAIS, S.A., Sociedade Aberta Nos termos e para os efeitos do disposto no artigo 123.º do Código dos Valores Mobiliários ( Cód.VM ), torna-se público o lançamento, pela Sacyr Vallehermoso, S.A., ( Oferente ), de uma Oferta Pública de Aquisição geral e obrigatória ( Oferta ) sobre a totalidade das acções e dos warrants da Somague - Sociedade Gestora de Participações Sociais, S.A., Sociedade Aberta ( Sociedade Visada ), nos termos e condições constantes do presente anúncio de lançamento e dos demais documentos relativos à Oferta. 1. Identificação do Oferente O Oferente é a Sacyr Vallehermoso, S.A., sociedade de direito espanhol, com sede em Madrid, no Paseo de la Castellana, 83-85, pessoa colectiva n.º A , inscrita na Conservatória do Registo Comercial de Madrid sob a referência Tomo 1.884, Folha 219, Secção M e com o capital social de EUR O Oferente actua em nome próprio e em substituição da Sofip, S.G.P.S., S.A., ( Sofip ) com sede em Lisboa, na Av. Eng.º Duarte Pacheco, Torre 1, 4º andar, Sala 11, pessoa colectiva n.º , inscrita na Conservatória do Registo Comercial de Lisboa sob o n.º e com o capital social de EUR Identificação da sociedade visada A Sociedade Visada é a Somague Sociedade Gestora de Participações Sociais, S.A. Sociedade Aberta, com sede em Sintra, na Rua da Tapada da Quinta de Cima Linhó, pessoa colectiva n.º , inscrita na Conservatória do Registo Comercial de Cascais sob o n.º e com o capital social de EUR

2 3. Identificação do intermediário financeiro e qualidade em que intervém na oferta O intermediário financeiro representante do Oferente e responsável pela assistência à Oferta é o Banco Espírito Santo de Investimento, S.A., com sede em Lisboa, na Rua Alexandre Herculano, n.º 38, pessoa colectiva n.º , matriculada na Conservatória do Registo Comercial de Lisboa sob o n.º , com o capital social de EUR Características e quantidade dos valores mobiliários que são objecto da oferta Os valores mobiliários objecto da Oferta são a totalidade das acções ordinárias, escriturais, ao portador, com o valor nominal unitário de EUR 5, representativas do capital social da Sociedade Visada, integralmente realizadas ( Acções ), com excepção das Acções representativas de 93,97% do capital social da Sociedade Visada detidas directamente pelo Oferente, bem como a totalidade dos warrants escriturais e ao portador, destacados do empréstimo obrigacionista denominado Somague (Warrants) 1998/2005, emitido pela Sociedade Visada ( Warrants ). Apenas integram o objecto da Oferta as Acções e os Warrants ( Valores Mobiliários ) com todos os direitos patrimoniais e/ou sociais a eles inerentes, e que se encontrem livres de quaisquer ónus ou encargos, bem como de quaisquer limitações ou vinculações, nomeadamente quanto aos respectivos direitos patrimoniais e/ou sociais, à sua transmissibilidade ou, no caso dos Warrants, ao seu exercício. Os Valores Mobiliários encontram-se admitidos à negociação no Mercado de Cotações Oficias da Euronext Lisbon Sociedade Gestora de Mercados Regulamentados S.A. A Sociedade Visada não tem emitidos quaisquer outros valores mobiliários que devam ser objecto da Oferta. 5. Tipo da oferta A Oferta é geral e obrigatória para o Oferente, em nome próprio e em substituição da Sofip, obrigando-se o Oferente, em consequência, nos termos e condições do presente anúncio de lançamento e dos demais documentos da Oferta, a adquirir a totalidade das Acções e dos Warrants que até ao termo do prazo da Oferta forem objecto de aceitação pelos seus destinatários. A Oferta é lançada em cumprimento do previsto no artigo 187º do Cód.VM, em resultado da imputação, nos termos do artigo 20.º, n.º 1 do Cód.VM, quer ao Oferente quer à Sofip de mais de metade dos direitos de voto correspondentes ao capital social da Sociedade Visada. Estas participações nos direitos de voto da Sociedade Visada resultaram de um acordo celebrado, no dia 11 de Dezembro de 2003, entre o Oferente, a Sofip e a Freman Investments LLC, então designada por Freman Investments Ltd. que, nessa mesma data, foi objecto de divulgação pela Sociedade Visada

3 6. Direitos de voto da sociedade visada detidos pelo oferente e pela Sofip Tanto quanto o Oferente representa no seu melhor conhecimento: (i) São-lhe imputáveis, nos termos do artigo 20.º, n.º 1 do Cód.VM, 94,39% da totalidade dos direitos de votos correspondentes ao capital social da Sociedade Visada. Tais votos correspondem a (i) Acções, representativas de 93,97% do capital social da Somague, detidas directamente pela Sacyr Vallehermoso e (ii) Acções, representativas de 0,42% do capital social da Somague, detidas por membros do órgão de administração da Sociedade Visada. (ii) São imputáveis à Sofip, nos termos do artigo 20.º, n.º 1 do Cód.VM, 0,42% da totalidade dos direitos de votos correspondentes ao capital social da Sociedade Visada. Tais votos correspondem a um total de Acções detidas pelos membros do seu órgão de administração. (iii) Nem o Oferente nem a Sofip detêm Warrants. (iv) A Sociedade Visada detém, à data do presente anúncio, Warrants. Tanto quanto é do conhecimento do Oferente, nem a SyV, a Sofip ou qualquer pessoas que com aquelas se encontra em alguma das situações previstas no art.20º do CódVM., adquiriu Acções ou Warrants, entre os seis meses anteriores à data de publicação do anúncio preliminar e a data do registo da Oferta, acima do valor das contrapartidas fixadas no ponto 7. Nos últimos 6 meses o Oferente e a Sofip, nos termos do artigo 20.º, n.º 1 do Cód.VM, não realizaram quaisquer aquisições de Acções e Warrants, excepto as que resultaram do acordo celebrado entre estas sociedades e a Freman Investments LLC.. 7. Preço da oferta, natureza e condições de pagamento A contrapartida oferecida é de EUR 9,80 por Acção e de EUR 0,29 por Warrant, a pagar em numerário. A liquidação física e financeira da Oferta ocorrerá após a Sessão Especial de Bolsa destinada a apurar os resultados da Oferta, nos termos do Sistema de Liquidação e Compensação previsto no Regulamento da Central de Valores Mobiliários e de acordo com o estipulado no Aviso de Sessão Especial de Bolsa. Serão da conta dos destinatários da Oferta todos os encargos inerentes à venda dos Valores Mobiliários da Sociedade Visada, designadamente as comissões de corretagem, os quais deverão ser-lhes indicados pelos intermediários financeiros no momento da entrega das ordens de venda, bem como os impostos que couberem na situação tributável do vendedor. 8. Prazo da oferta O prazo da Oferta decorrerá entre as 8h30m. do dia 23 de Julho e as 15h. do dia 12 de Agosto, podendo as ordens de venda da Oferta ser recebidas até ao termo deste prazo

4 A aceitação da presente Oferta, por parte dos seus destinatários, deverá manifestar-se durante o período da Oferta nas sociedades corretoras, nas sociedades financeiras de corretagem e nos balcões dos intermediários financeiros habilitados a prestar o serviço de registo e depósito de valores mobiliários. Os destinatários da Oferta poderão revogar a sua declaração de aceitação, através de comunicação escrita dirigida ao intermediário financeiro que a recebeu: a) Em geral, até 5 dias antes do termo do prazo da presente Oferta, ou seja, até às 15h. do dia 6 de Agosto de 2004; b) No caso de ser lançada uma oferta concorrente, nos cinco dias seguintes ao lançamento dessa oferta; c) No caso de a Oferta ser suspensa, até ao final do 5º dia posterior ao termo da suspensão, com direito à restituição de todas as Acções e Warrants que tenham sido objecto de aceitação. 9. Condições de eficácia a que a oferta está sujeita A Oferta não se encontra sujeita a quaisquer condições de eficácia. O Oferente, após a conclusão da Oferta e independentemente do respectivo resultado, uma vez que já detém mais de 90% dos direitos de voto correspondentes ao capital social da Sociedade Visada, poderá solicitar à Comissão do Mercado dos Valores Mobiliários a perda da qualidade de sociedade aberta, nos termos do disposto nos artigos 27º a 29º do Cód.VM, o que implicará, após a respectiva publicação, a imediata exclusão da negociação em mercado regulamentado dos Valores Mobiliários, ficando vedada a sua readmissão durante um ano. 10. Apuramento e divulgação dos resultados da oferta O resultado da Oferta será apurado em Sessão Especial de Bolsa que terá lugar na Euronext Lisbon - Sociedade Gestora de Mercados Regulamentados, S.A., no dia 13 de Agosto de 2004, sendo esta entidade igualmente responsável pela divulgação do resultado da Oferta. O resultado será objecto de publicação no Boletim de Cotações da Euronext Lisbon e num jornal de grande circulação no país e disponibilizado no sítio da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários ( CMVM )(www.cmvm.pt). A liquidação física e financeira da Oferta será efectuada no terceiro dia útil seguinte à data da Sessão Especial de Bolsa destinada a apurar os resultados da Oferta, ou seja, em 18 de Agosto de Locais da publicação e distribuição do prospecto de oferta O Prospecto relativo à Oferta, divulgado unicamente sob a forma de brochura, pode ser livremente consultado pelo público na sede da Sacyr Vallehermoso, S.A., sita no Paseo de la Castellana, 83-85, em Madrid, Espanha, na sede do Banco Espírito Santo de Investimento, S.A. sita na Rua Alexandre Herculano, n.º 38, em Lisboa e na sede da Euronext Lisbon - Sociedade Gestora de Mercados Regulamentados, S.A., sita na Praça - 4 -

5 Duque de Saldanha, n.º 1-5.º A, Lisboa. O Prospecto pode igualmente ser consultado no sítio na internet da CMVM (www.cmvm.pt.). 12. Relatório do Conselho de Administração da Sociedade Visada O relatório do Conselho de Administração da Sociedade Visada foi publicado no dia 8 de Julho de 2004 no Jornal de Negócios, no Boletim de Cotações da Euronext Lisbon datado de 7 de Julho de 2004 e encontra-se disponível para consulta no sítio na internet da CMVM. A Oferta foi objecto de registo prévio na Comissão do Mercado de Valores Mobiliários sob o n.º Lisboa, 21 de Julho de O Oferente Sacyr Vallehermoso, S.A. (assinaturas ilegíveis) O Intermediário Financeiro Banco Espírito Santo de Investimento, S.A. (assinaturas ilegíveis) - 5 -

ANÚNCIO DE LANÇAMENTO PELA TEIXEIRA DUARTE, S.A. DE OFERTA PÚBLICA GERAL DE AQUISIÇÃO DE ACÇÕES DA TEIXEIRA DUARTE ENGENHARIA E CONSTRUÇÕES, S.A.

ANÚNCIO DE LANÇAMENTO PELA TEIXEIRA DUARTE, S.A. DE OFERTA PÚBLICA GERAL DE AQUISIÇÃO DE ACÇÕES DA TEIXEIRA DUARTE ENGENHARIA E CONSTRUÇÕES, S.A. TEIXEIRA DUARTE, S.A. Sede: Lagoas Park, Edifício 2, Porto Salvo, Oeiras Capital social: 287.880.799,00 Matriculada na Conservatória do Registo Comercial de Cascais sob o n.º único de matrícula e pessoa

Leia mais

ANÚNCIO DE LANÇAMENTO DE OFERTA PÚBLICA DE AQUISIÇÃO PARCIAL E VOLUNTÁRIA SOBRE 12.750.000.001 ACÇÕES CATEGORIA B E 3.750

ANÚNCIO DE LANÇAMENTO DE OFERTA PÚBLICA DE AQUISIÇÃO PARCIAL E VOLUNTÁRIA SOBRE 12.750.000.001 ACÇÕES CATEGORIA B E 3.750 METALGEST Sociedade de Gestão, SGPS, S.A. Sede Social: Rua da Torrinha, n.º 32 Funchal Capital Social: 51.603.790 Euros Matriculada na Conservatória do Registo Comercial do Funchal (ZFM) sob o número único

Leia mais

PROJECTO ANÚNCIO DE LANÇAMENTO DE OFERTA PÚBLICA GERAL E OBRIGATÓRIA DE AQUISIÇÃO DE ACÇÕES EMITIDAS PELA FUTEBOL CLUBE DO PORTO FUTEBOL, SAD

PROJECTO ANÚNCIO DE LANÇAMENTO DE OFERTA PÚBLICA GERAL E OBRIGATÓRIA DE AQUISIÇÃO DE ACÇÕES EMITIDAS PELA FUTEBOL CLUBE DO PORTO FUTEBOL, SAD PROJECTO ANÚNCIO DE LANÇAMENTO DE OFERTA PÚBLICA GERAL E OBRIGATÓRIA DE AQUISIÇÃO DE ACÇÕES EMITIDAS PELA FUTEBOL CLUBE DO PORTO FUTEBOL, SAD Na sequência da divulgação do anúncio preliminar em 2 de Outubro

Leia mais

SONAECOM - S.G.P.S., S.A

SONAECOM - S.G.P.S., S.A SONAECOM - S.G.P.S., S.A Sociedade Aberta Sede: Lugar do Espido, Via Norte, Maia Matrícula: Conservatória do Registo Comercial da Maia Número único de matrícula e de pessoa coletiva 502 028 351 Capital

Leia mais

CIDADELA SOCIEDADE DE INVESTIMENTOS TURÍSTICOS, S.A.

CIDADELA SOCIEDADE DE INVESTIMENTOS TURÍSTICOS, S.A. CIDADELA SOCIEDADE DE INVESTIMENTOS TURÍSTICOS, S.A. Sede: Avenida 25 de Abril, Cascais Capital Social: 5.250.000 Matriculada na Conservatória do Registo Comercial de Cascais sob o número 3.329 Pessoa

Leia mais

SONAECOM - S.G.P.S., S.A.

SONAECOM - S.G.P.S., S.A. SONAECOM - S.G.P.S., S.A. Sociedade com o capital aberto ao investimento do público Sede: Lugar do Espido - Via Norte - Maia sob o n.º único de matrícula e Pessoa Colectiva n.º 502 028 351 Capital Social:

Leia mais

ANÚNCIO DE LANÇAMENTO DE OFERTA PÚBLICA DE TROCA DE OBRIGAÇÕES PELO BANIF BANCO INTERNACIONAL DO FUNCHAL, S.A. ( BANIF )

ANÚNCIO DE LANÇAMENTO DE OFERTA PÚBLICA DE TROCA DE OBRIGAÇÕES PELO BANIF BANCO INTERNACIONAL DO FUNCHAL, S.A. ( BANIF ) Banif Banco Internacional do Funchal, S.A. Sede Social: Rua de João Tavira, n.º 30, 9004-509 Funchal, Portugal Capital Social: 780.000.000 Euros Matriculado na Conservatória do Registo Comercial do Funchal

Leia mais

SEMAPA - SOCIEDADE DE INVESTIMENTO E GESTÃO, SGPS, S.A. Sociedade com o capital aberto ao investimento do público

SEMAPA - SOCIEDADE DE INVESTIMENTO E GESTÃO, SGPS, S.A. Sociedade com o capital aberto ao investimento do público SEMAPA - SOCIEDADE DE INVESTIMENTO E GESTÃO, SGPS, S.A. Sociedade com o capital aberto ao investimento do público Sede Social: Av. Fontes Pereira de Melo, 14-10º, 1050-121 Lisboa N.º Pessoa Coletiva e

Leia mais

ANÚNCIO DE LANÇAMENTO DE OFERTA PÚBLICA GERAL E OBRIGATÓRIA DE AQUISIÇÃO DE AÇÕES EMITIDAS PELA BRISA AUTOESTRADAS DE PORTUGAL, S.A.

ANÚNCIO DE LANÇAMENTO DE OFERTA PÚBLICA GERAL E OBRIGATÓRIA DE AQUISIÇÃO DE AÇÕES EMITIDAS PELA BRISA AUTOESTRADAS DE PORTUGAL, S.A. Tagus Holdings S.à r.l. sociedade de responsabilidade limitada Sede: 6 rue Jean Monnet, L- 2180 Luxemburgo Matriculada no Registre de Commerce et des Sociétés do Luxemburgo sob o número: B 167224 Capital

Leia mais

IMOBILIÁRIA CONSTRUTORA GRÃO-PARÁ, S.A.

IMOBILIÁRIA CONSTRUTORA GRÃO-PARÁ, S.A. IMOBILIÁRIA CONTRUTORA GRÃO-PARÁ,.A. ociedade Aberta ede: Rua Castilho, n.º 50, Lisboa Capital ocial: 12.500.000 Euros Matriculada na Conservatória do Registo Comercial de Lisboa, sob o nº 30.365 Pessoa

Leia mais

A PRESENTE OFERTA PÚBLICA DE DISTRIBUIÇÃO FOI OBJECTO DE REGISTO PRÉVIO NA COMISSÃO DO MERCADO DE VALORES MOBILIÁRIOS (CMVM) SOB O Nº 9.

A PRESENTE OFERTA PÚBLICA DE DISTRIBUIÇÃO FOI OBJECTO DE REGISTO PRÉVIO NA COMISSÃO DO MERCADO DE VALORES MOBILIÁRIOS (CMVM) SOB O Nº 9. CIMPOR Cimentos de Portugal, SGPS, S.A. Sociedade Aberta Sede: Rua Alexandre Herculano, 35, em Lisboa Capital Social: 672.000.000 de Euros Matriculada na Conservatória do Registo Comercial de Lisboa sob

Leia mais

A PRESENTE OFERTA PÚBLICA DE SUBSCRIÇÃO FOI OBJECTO DE REGISTO NA COMISSÃO DO MERCADO DE VALORES MOBILIÁRIOS ( CMVM ) SOB O Nº 9109

A PRESENTE OFERTA PÚBLICA DE SUBSCRIÇÃO FOI OBJECTO DE REGISTO NA COMISSÃO DO MERCADO DE VALORES MOBILIÁRIOS ( CMVM ) SOB O Nº 9109 SPORTING SOCIEDADE DESPORTIVA DE FUTEBOL, SAD Sociedade Aberta Sede Social: Estádio José de Alvalade, Rua Professor Fernando Fonseca - Lisboa, Pessoa Colectiva n.º 503 994 499 Capital Social: 42.000.000

Leia mais

FIDELIDADE COMPANHIA DE SEGUROS, S.A.

FIDELIDADE COMPANHIA DE SEGUROS, S.A. FIDELIDADE COMPANHIA DE SEGUROS, S.A. Sede: Largo do Calhariz, 30, 1249-001 Lisboa Número de matrícula na C.R.C. de Lisboa e de identificação de pessoa coletiva: 500 918 880 Capital social: 381.150.000,00

Leia mais

REGULAMENTADO SESSÃO ESPECIAL DE MERCADO

REGULAMENTADO SESSÃO ESPECIAL DE MERCADO SESSÃO ESPECIAL DE MERCADO REGULAMENTADO Resultado da Oferta Pública, geral e obrigatória, de Aquisição das acções representativas do capital social da FUTEBOL CLUBE DO PORTO FUTEBOL, SAD Entidade oferente:

Leia mais

PROJECTO DE ANÚNCIO DE LANÇAMENTO DE OFERTA PÚBLICA GERAL DE AQUISIÇÃO DE ACÇÕES REPRESENTATIVAS DO CAPITAL SOCIAL DA PORTUGAL TELECOM, SGPS, S. A.

PROJECTO DE ANÚNCIO DE LANÇAMENTO DE OFERTA PÚBLICA GERAL DE AQUISIÇÃO DE ACÇÕES REPRESENTATIVAS DO CAPITAL SOCIAL DA PORTUGAL TELECOM, SGPS, S. A. Sonaecom, S.G.P.S., S.A. Sociedade com o capital aberto ao investimento do público Sede: Lugar do Espido - Via Norte - Maia Matriculada na Conservatória do Registo Comercial da Maia sob o n.º único de

Leia mais

SEMAPA - SOCIEDADE DE INVESTIMENTO E GESTÃO, SGPS, S.A. Sociedade com o capital aberto ao investimento do público

SEMAPA - SOCIEDADE DE INVESTIMENTO E GESTÃO, SGPS, S.A. Sociedade com o capital aberto ao investimento do público SEMAPA - SOCIEDADE DE INVESTIMENTO E GESTÃO, SGPS, S.A. Sociedade com o capital aberto ao investimento do público Sede Social: Av. Fontes Pereira de Melo, 14-10º, 1050-121 Lisboa N.º Pessoa Coletiva e

Leia mais

ANÚNCIO PRELIMINAR DE LANÇAMENTO DE OFERTA PÚBLICA GERAL DE AQUISIÇÃO DE ACÇÕES REPRESENTATIVAS DO CAPITAL SOCIAL DA PORTUGAL TELECOM, SGPS, SA.

ANÚNCIO PRELIMINAR DE LANÇAMENTO DE OFERTA PÚBLICA GERAL DE AQUISIÇÃO DE ACÇÕES REPRESENTATIVAS DO CAPITAL SOCIAL DA PORTUGAL TELECOM, SGPS, SA. SONAECOM, S.G.P.S., S.A. Sociedade Aberta Sede: Lugar do Espido, Via Norte, Maia Pessoa Colectiva nº 502 028 351 Matriculada na Conservatória de Registo Comercial da Maia sob o nº 45 466 Capital Social

Leia mais

ANÚNCIO PRELIMINAR DE LANÇAMENTO DE OFERTA PÚBLICA GERAL DE AQUISIÇÃO DE ACÇÕES REPRESENTATIVAS DO CAPITAL SOCIAL DO BANCO BPI, S.A.

ANÚNCIO PRELIMINAR DE LANÇAMENTO DE OFERTA PÚBLICA GERAL DE AQUISIÇÃO DE ACÇÕES REPRESENTATIVAS DO CAPITAL SOCIAL DO BANCO BPI, S.A. BANCO COMERCIAL PORTUGUÊS,S.A. Sociedade Aberta Sede: Praça D.João I,, Porto Mat. CRC Porto: 40.043 NIPC: 501.525.882 Capital Social Registado: 3.257.400.827 Euros ANÚNCIO PRELIMINAR DE LANÇAMENTO DE OFERTA

Leia mais

PROSPECTO DE OFERTA PÚBLICA DE AQUISIÇÃO PARCIAL E VOLUNTÁRIA SOBRE 12.750.000.001 ACÇÕES CATEGORIA B E 3.750

PROSPECTO DE OFERTA PÚBLICA DE AQUISIÇÃO PARCIAL E VOLUNTÁRIA SOBRE 12.750.000.001 ACÇÕES CATEGORIA B E 3.750 METALGEST Sociedade de Gestão, SGPS, S.A. Sede Social: Rua da Torrinha, n.º 32 Funchal Capital Social: 51.603.790 Euros Matriculada na Conservatória do Registo Comercial do Funchal (ZFM) sob o número único

Leia mais

REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES Rua 16 Fevereiro, Palácio da Conceição, 9504-509 Ponta Delgada (Oferente)

REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES Rua 16 Fevereiro, Palácio da Conceição, 9504-509 Ponta Delgada (Oferente) ELECTRICIDADE DOS AÇORES, S.A. Sede: Rua Engenheiro José Cordeiro, n.º 6, em Ponta Delgada Matriculada na Conservatória do Registo Comercial de Ponta Delgada sob o n.º 1.958 Capital Social: 70.000.000,00

Leia mais

ANÚNCIO DE OFERTA PÚBLICA DE SUBSCRIÇÃO E DE ADMISSÃO À COTAÇÃO E NEGOCIAÇÃO NA BOLSA DE VALORES DE CABO VERDE

ANÚNCIO DE OFERTA PÚBLICA DE SUBSCRIÇÃO E DE ADMISSÃO À COTAÇÃO E NEGOCIAÇÃO NA BOLSA DE VALORES DE CABO VERDE Caixa Económica de Cabo Verde, S.A Sede: Avenida Cidade de Lisboa, Praia Capital Social: 348.000.000 (trezentos e quarenta e oito milhões) Escudos Matriculada na Conservatória do Registo Comercial da Praia

Leia mais

considera-se estarem reunidos os requisitos para a dispensa de divulgação de prospecto.

considera-se estarem reunidos os requisitos para a dispensa de divulgação de prospecto. ALLIANZ AKTIENGESELLSCHAFT Sede: Koeniginstrasse 28 D 80802 Munique, Alemanha Capital Social: 1.039.462.400,00 euros Matriculada no Registo Comercial B do Tribunal da Comarca de Munique, Alemanha, sob

Leia mais

ANÚNCIO PRELIMINAR DE LANÇAMENTO DE OFERTA PÚBLICA GERAL E VOLUNTÁRIA DE AQUISIÇÃO DE AÇÕES REPRESENTATIVAS DO CAPITAL SOCIAL DO BANCO BPI, S.A.

ANÚNCIO PRELIMINAR DE LANÇAMENTO DE OFERTA PÚBLICA GERAL E VOLUNTÁRIA DE AQUISIÇÃO DE AÇÕES REPRESENTATIVAS DO CAPITAL SOCIAL DO BANCO BPI, S.A. CaixaBank, S.A. Sede: Avenida Diagonal, 621 Barcelona Capital Social: 5.714.955.900,00 Matriculada no Registo Comercial de Barcelona com o C.I.F A-08663619 (Oferente) ANÚNCIO PRELIMINAR DE LANÇAMENTO DE

Leia mais

ADENDA AO PROSPETO DE OFERTA PÚBLICA CONCORRENTE GERAL E VOLUNTÁRIA DE AQUISIÇÃO DAS AÇÕES REPRESENTATIVAS DO CAPITAL SOCIAL DA

ADENDA AO PROSPETO DE OFERTA PÚBLICA CONCORRENTE GERAL E VOLUNTÁRIA DE AQUISIÇÃO DAS AÇÕES REPRESENTATIVAS DO CAPITAL SOCIAL DA FIDELIDADE COMPANHIA DE SEGUROS, S.A. Sede: Largo do Calhariz, 30, 1249-001 Lisboa Registada na Conservatória do Registo Comercial de Lisboa sob o número único de matrícula e pessoa coletiva: 500 918 880

Leia mais

REGULAMENTADO SESSÃO ESPECIAL DE MERCADO

REGULAMENTADO SESSÃO ESPECIAL DE MERCADO SESSÃO ESPECIAL DE MERCADO REGULAMENTADO Resultado da Oferta Pública concorrente, geral e voluntária, de aquisição das acções representativas do capital social da Entidade oferente 15 de Outubro de 2014

Leia mais

3. OFERT FER AS PÚBLICAS

3. OFERT FER AS PÚBLICAS . OFERTAS 3.. O PÚBLICAS 3. Ofertas Públicas O QUE É UMA OFERTA PÚBLICA NO MERCADO DE CAPITAIS? O QUE SÃO OPAS, OPVS, OPSS E OPTS? Uma oferta pública no mercado de capitais é uma proposta de negócio feita

Leia mais

AVISO PARA EXERCÍCIO DE DIREITOS DE SUBSCRIÇÃO

AVISO PARA EXERCÍCIO DE DIREITOS DE SUBSCRIÇÃO Sonae Indústria, SGPS, S.A. Sociedade Aberta Sede Social: Lugar do Espido, Via Norte, na Maia Capital Social integralmente subscrito e realizado: 700.000.000 Matriculada na Conservatória do Registo Comercial

Leia mais

A QUEM PODE DAR ORDENS PARA INVESTIMENTO COMO E ONDE SÃO EXECUTADAS

A QUEM PODE DAR ORDENS PARA INVESTIMENTO COMO E ONDE SÃO EXECUTADAS COMISSÃO DO MERCADO DE VALORES MOBILIÁRIOS COMISSÃO DO MERCADO DE VALORES MOBILIÁRIOS A QUEM PODE DAR ORDENS PARA INVESTIMENTO COMO E ONDE SÃO EXECUTADAS NOVEMBRO DE 2007 CMVM A 1 de Novembro de 2007 o

Leia mais

PROSPETO DE OFERTA PÚBLICA CONCORRENTE GERAL E VOLUNTÁRIA DE AQUISIÇÃO DAS AÇÕES REPRESENTATIVAS DO CAPITAL SOCIAL DA

PROSPETO DE OFERTA PÚBLICA CONCORRENTE GERAL E VOLUNTÁRIA DE AQUISIÇÃO DAS AÇÕES REPRESENTATIVAS DO CAPITAL SOCIAL DA FIDELIDADE COMPANHIA DE SEGUROS, S.A. Sede: Largo do Calhariz, 30, 1249-001 Lisboa Registada na Conservatória do Registo Comercial de Lisboa sob o número único de matrícula e pessoa coletiva: 500 918 880

Leia mais

. INFORMAÇÃO E EMITENTES MOBILIÁRIOS

. INFORMAÇÃO E EMITENTES MOBILIÁRIOS . INFORMAÇÃO 4.. I E EMITENTES DE VALORES MOBILIÁRIOS 4. Informação e Emitentes de Valores Mobiliários O QUE É PRECISO SABER PARA INVESTIR EM VALORES MOBILIÁRIOS? A informação desempenha um papel fundamental

Leia mais

Comunicado. Lisboa, 29 de Junho 2015. O Emitente

Comunicado. Lisboa, 29 de Junho 2015. O Emitente Comunicado Banif informa sobre segundo período de exercício da faculdade de aquisição de acções ao Estado Português, pelos accionistas a 25 de Janeiro de 2013, no termos do parágrafo 9.º do Despacho n.º

Leia mais

ANEXO. Procedimentos para o exercício das opções de compra

ANEXO. Procedimentos para o exercício das opções de compra ANEXO Procedimentos para o exercício das opções de compra I. Enquadramento 1. Operação O presente documento é relativo aos procedimentos estabelecidos para o segundo período de exercício da faculdade de

Leia mais

Portaria nº 913-I/2003, de 30 de Agosto

Portaria nº 913-I/2003, de 30 de Agosto Portaria n.º 913-I/2003 de 30 de Agosto * Na sequência do Decreto-Lei n.º 183/2003, de 19 de Agosto, que alterou o Estatuto da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), aprovado pelo Decreto-Lei

Leia mais

(Entidade Emitente) ANÚNCIO DE LANÇAMENTO DE OFERTA PÚBLICA DE SUBSCRIÇÃO E DE ADMISSÃO À NEGOCIAÇÃO NA BOLSA DE VALORES DE CABO VERDE

(Entidade Emitente) ANÚNCIO DE LANÇAMENTO DE OFERTA PÚBLICA DE SUBSCRIÇÃO E DE ADMISSÃO À NEGOCIAÇÃO NA BOLSA DE VALORES DE CABO VERDE BANCO AFRICANO DE INVESTIMENTOS CABO VERDE, S.A. Sede: Edifício Santa Maria R/C, Chã D'Areia, C.P. 459, Praia, Santiago, Cabo Verde Capital Social: 1.000.000.000$00 (Mil Milhões de Escudos) Registada na

Leia mais

CONDIÇÕES DAS OBRIGAÇÕES

CONDIÇÕES DAS OBRIGAÇÕES CONDIÇÕES DAS OBRIGAÇÕES 15.1. Admissão à negociação e código ISIN A presente admissão à negociação na Euronext Lisbon diz respeito às Obrigações com o código ISIN PTJMRJOE0005 e destina-se a permitir

Leia mais

CONDIÇÕES FINAIS OBRIGAÇÕES CONTINENTE 7% 2015 [aprovado em 22 de Junho de 2012] Sonae, SGPS, S.A.

CONDIÇÕES FINAIS OBRIGAÇÕES CONTINENTE 7% 2015 [aprovado em 22 de Junho de 2012] Sonae, SGPS, S.A. CONDIÇÕES FINAIS OBRIGAÇÕES CONTINENTE 7% 2015 [aprovado em 22 de Junho de 2012] Sonae, SGPS, S.A. Emissão de até 100.000.000 de Obrigações, com a possibilidade de alocação de um montante adicional até

Leia mais

SEMAPA - SOCIEDADE DE INVESTIMENTO E GESTÃO, SGPS, S.A. Sociedade com o capital aberto ao investimento do público

SEMAPA - SOCIEDADE DE INVESTIMENTO E GESTÃO, SGPS, S.A. Sociedade com o capital aberto ao investimento do público SEMAPA - SOCIEDADE DE INVESTIMENTO E GESTÃO, SGPS, S.A. Sociedade com o capital aberto ao investimento do público Sede Social: Av. Fontes Pereira de Melo, 14-10º, 1050-121 Lisboa N.º Pessoa Coletiva e

Leia mais

REGULAMENTADO SESSÃO ESPECIAL DE MERCADO. Apuramento dos Resultados da Oferta Pública de Subscrição das Obrigações FC PORTO SAD 2014-2017

REGULAMENTADO SESSÃO ESPECIAL DE MERCADO. Apuramento dos Resultados da Oferta Pública de Subscrição das Obrigações FC PORTO SAD 2014-2017 SESSÃO ESPECIAL DE MERCADO REGULAMENTADO Apuramento dos Resultados da Oferta Pública de Subscrição das Obrigações FC PORTO SAD 2014-2017 4 de Junho de 2014 Não dispensa a consulta do prospecto e respectiva

Leia mais

Título IV Ofertas públicas de transacção. CAPÍTULO I D isposições Gerais. Artigo 98 (Autoridade fiscalizadora)

Título IV Ofertas públicas de transacção. CAPÍTULO I D isposições Gerais. Artigo 98 (Autoridade fiscalizadora) (Código do Mercado de Valores Mobiliários) Título IV Ofertas públicas de transacção CAPÍTULO I D isposições Gerais Artigo 98 (Autoridade fiscalizadora) Compete ao Banco de Cabo Verde, através da Auditoria

Leia mais

ANÚNCIO PRELIMINAR DE LANÇAMENTO DE OFERTA PÚBLICA GERAL E OBRIGATÓRIA DE AQUISIÇÃO DE AÇÕES EMITIDAS PELA BRISA AUTOESTRADAS DE PORTUGAL, S.A.

ANÚNCIO PRELIMINAR DE LANÇAMENTO DE OFERTA PÚBLICA GERAL E OBRIGATÓRIA DE AQUISIÇÃO DE AÇÕES EMITIDAS PELA BRISA AUTOESTRADAS DE PORTUGAL, S.A. ANÚNCIO PRELIMINAR DE LANÇAMENTO DE OFERTA PÚBLICA GERAL E OBRIGATÓRIA DE AQUISIÇÃO DE AÇÕES EMITIDAS PELA BRISA AUTOESTRADAS DE PORTUGAL, S.A. Nos termos e para os efeitos do disposto nos artigos 175.º,

Leia mais

DOCUMENTO INFORMATIVO

DOCUMENTO INFORMATIVO DOCUMENTO INFORMATIVO Oferta Pública de Venda de Ações da ANA Aeroportos de Portugal, S.A. representativas de 5% do capital social reservada a Trabalhadores, incluindo ex-trabalhadores, da ANA, S.A. e

Leia mais

Os valores mobiliários que fazem parte de uma mesma emissão conferem aos seus titulares os mesmos direitos e deveres.

Os valores mobiliários que fazem parte de uma mesma emissão conferem aos seus titulares os mesmos direitos e deveres. VALORES MOBILIÁRIOS O QUE SÃO VALORES MOBILIÁRIOS? Valores mobiliários são documentos emitidos por empresas ou outras entidades, em grande quantidade, que representam direitos e deveres, podendo ser comprados

Leia mais

Intercement Austria Holding GmbH

Intercement Austria Holding GmbH Intercement Austria Holding GmbH Sede: Hohenstaufengasse, n.º 10, 3.º Piso, 1010 Viena, Áustria Capital Social: 35.000 Inscrita no Tribunal do Comércio de Viena sob o número FN 358795s ANÚNCIO PRELIMINAR

Leia mais

TÍTULOS. Entrada em vigor: 29-julho-2015

TÍTULOS. Entrada em vigor: 29-julho-2015 TÍTULOS Entrada em vigor: 29-julho-2015 Na contratação de serviços de investimento em valores mobiliários, os investidores não qualificados devem analisar atentamente o preçário para calcular os encargos

Leia mais

Decreto-Lei nº 70/2004, de 25 de Março

Decreto-Lei nº 70/2004, de 25 de Março Decreto-Lei nº 70/2004, de 25 de Março O Decreto-Lei nº 172/99, de 20 de Maio, reconheceu no ordenamento nacional os warrants autónomos qualificando-os como valores mobiliários. Em decorrência de normas

Leia mais

DE QUE FORMA OS CONHECIMENTOS

DE QUE FORMA OS CONHECIMENTOS COMISSÃO DO MERCADO DE VALORES MOBILIÁRIOS COMISSÃO DO MERCADO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE QUE FORMA OS CONHECIMENTOS E A EXPERIÊNCIA DOS INVESTIDORES DETERMINAM O MODO COMO SÃO TRATADOS PELOS INTERMEDIÁRIOS

Leia mais

Condições Particulares de Distribuição Atrium Investimentos Sociedade Financeira de Corretagem, S.A.

Condições Particulares de Distribuição Atrium Investimentos Sociedade Financeira de Corretagem, S.A. Condições Particulares de Distribuição Atrium Investimentos Sociedade Financeira de Corretagem, S.A. I. Identificação do Distribuidor A Atrium Investimentos Sociedade Financeira de Corretagem, S.A. (doravante,

Leia mais

Commerzbank Aktiengesellschaft

Commerzbank Aktiengesellschaft Commerzbank Aktiengesellschaft Sede: Kaiserplatz, 60261 Frankfurt am Main, Alemanha Sociedade Anónima Alemã Capital Social: EUR 1.409.737.227,60 Número de Registo Comercial. HRB 32.000 PROSPECTO COMPLEMENTAR

Leia mais

REGULAMENTADO SESSÃO ESPECIAL DE MERCADO. 1 de Julho de 2015

REGULAMENTADO SESSÃO ESPECIAL DE MERCADO. 1 de Julho de 2015 SESSÃO ESPECIAL DE MERCADO REGULAMENTADO Apuramento dos Resultados de: - Oferta Pública de Subscrição de Obrigações ME Fev-2020 - Oferta Pública de Troca de Obrigações ME Mar-2016 1 de Julho de 2015 Não

Leia mais

ALTRI, S.G.P.S., S.A. (SOCIEDADE ABERTA)

ALTRI, S.G.P.S., S.A. (SOCIEDADE ABERTA) 30 de Junho de 2005 ALTRI, S.G.P.S., S.A. (SOCIEDADE ABERTA) Relatório do Conselho de Administração Altri, S.G.P.S., S.A. (Sociedade Aberta) Contas Individuais Rua General Norton de Matos, 68 4050-424

Leia mais

Seminário: emissão de valores mobiliários e. António Soares

Seminário: emissão de valores mobiliários e. António Soares Seminário: emissão de valores mobiliários e ofertas públicas em tempos de crise Ofertas Públicas de Aquisição de Acções António Soares 3 e 4 de Junho de 2013 Sala Conferência Hotel Praia Mar As Ofertas

Leia mais

SACYR VALLEHERMOSO, S.A.

SACYR VALLEHERMOSO, S.A. SACYR VALLEHERMOSO, S.A. Sede: Paseo de la Castellana, 83-85, Madrid Capital Social: EUR 259.661.799 Matriculada na Conservatória do Registo Comercial de Madrid sob a referência: Tomo 1.884, Folha 219,

Leia mais

DOCUMENTO INFORMATIVO

DOCUMENTO INFORMATIVO DOCUMENTO INFORMATIVO Oferta Pública de Venda de Ações da FIDELIDADE COMPANHIA DE SEGUROS, S.A. representativas de 5% do capital social reservada a Trabalhadores, incluindo ex-trabalhadores, da Fidelidade

Leia mais

. MERCADOS MOBILIÁRIOS

. MERCADOS MOBILIÁRIOS . MERCADOS 5.. M DE VALORES MOBILIÁRIOS 5. Mercados de Valores Mobiliários O QUE SÃO OS MERCADOS DE VALORES MOBILIÁRIOS? Os mercados de valores mobiliários são um espaço ou uma organização que se destina

Leia mais

O investidor deve assumir um papel activo na recolha de informação que lhe permita tomar decisões de investimento fundamentadas.

O investidor deve assumir um papel activo na recolha de informação que lhe permita tomar decisões de investimento fundamentadas. O presente documento visa fornecer-lhe informações simples e práticas sobre como deve investir de forma responsável. Independentemente da protecção conferida pela legislação aos investidores não profissionais,

Leia mais

TOTAL, S.A. Deste modo, considera-se estarem reunidos os requisitos para a dispensa de divulgação de prospecto na presente OFERTA.

TOTAL, S.A. Deste modo, considera-se estarem reunidos os requisitos para a dispensa de divulgação de prospecto na presente OFERTA. TOTAL, S.A. Sede: 2, place de la Coupole, La Défense 6 92400 Courbevoie Capital Social: 5.988.830.242,50 euros Registada no Registre Commerce et Sociétés sob o número: 542 051 180 Documento informativo

Leia mais

VALORES MOBILIÁRIOS. Data de Entrada em vigor: 09-Mar-2015. Clientes Particulares e Empresas

VALORES MOBILIÁRIOS. Data de Entrada em vigor: 09-Mar-2015. Clientes Particulares e Empresas Data de Entrada em vigor: 09-Mar-2015 VALORES MOBILIÁRIOS Clientes Particulares e Empresas 21 FUNDOS DE INVESTIMENTO 21.1. Fundos Banif 21.2. Fundos de Terceiros Internacionais 22 TÍTULOS 22.1. Transacção

Leia mais

AUDITORIA GERAL DO MERCADO DE VALORES MOBILIÁRIOS 2. VALORES MOBILIÁRIOS

AUDITORIA GERAL DO MERCADO DE VALORES MOBILIÁRIOS 2. VALORES MOBILIÁRIOS AUDITORIA GERAL DO MERCADO DE VALORES MOBILIÁRIOS 2. VALORES MOBILIÁRIOS Banco de Cabo Verde O QUE SÃO VALORES MOBILIÁRIOS? Valores mobiliários são documentos emitidos por empresas ou outras entidades,

Leia mais

Relatório e Contas 1º semestre de 2002

Relatório e Contas 1º semestre de 2002 Relatório e Contas 1º semestre de 2002 A Comissão do Mercado de Valores Mobiliários, ao abrigo do disposto no nº 3 do artº 250º do Código de Valores Mobiliários, dispensou a publicação da informação semestral

Leia mais

ZON Multimédia - Serviços de Telecomunicações e Multimédia, SGPS, S.A. (Sociedade Aberta)

ZON Multimédia - Serviços de Telecomunicações e Multimédia, SGPS, S.A. (Sociedade Aberta) ZON Multimédia - Serviços de Telecomunicações e Multimédia, SGPS, S.A. (Sociedade Aberta) Sede: Avenida 5 de Outubro, nº 208, Lisboa Capital Social: 3.090.968,28 Euros Número de matrícula na Conservatória

Leia mais

. FUNDOS DE INVESTIMENTO

. FUNDOS DE INVESTIMENTO . FUNDOS 7.. F DE INVESTIMENTO 7. Fundos de Investimento O QUE É UM FUNDO DE INVESTIMENTO? Um fundo de investimento é um património que pertence a várias pessoas, destinado ao investimento em determinados

Leia mais

BANCO SANTANDER, S.A.

BANCO SANTANDER, S.A. BANCO SANTANDER, S.A. Sede social: Paseo de Pereda, 9-12, Santander, Espanha Capital Social: 4.220.749.230,50 euros Registada no Registro Mercantil de Santander - Cantabria H286, F. 64, Livro n.º 5, Ins.

Leia mais

Portaria n.º 913-I/2003 de 30 de Agosto

Portaria n.º 913-I/2003 de 30 de Agosto Não dispensa a consulta do diploma publicado em Diário da República. Portaria n.º 913-I/2003 de 30 de Agosto (com as alterações introduzidas pela Portaria nº 1018/2004 (2ª Série), de 17 de Setembro e pela

Leia mais

MERCADOS, INSTRUMENTOS E INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS ENQUADRAMENTO DO MERCADO DE TÍTULOS ESPAÇO O FINANCEIRO EUROPEU

MERCADOS, INSTRUMENTOS E INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS ENQUADRAMENTO DO MERCADO DE TÍTULOS ESPAÇO O FINANCEIRO EUROPEU MERCADOS, INSTRUMENTOS E INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS ENQUADRAMENTO DO MERCADO DE TÍTULOS ANÁLISE INSTITUCIONAL DO MERCADO DE TÍTULOS 1 ENQUADRAMENTO DO MERCADO DE TÍTULOS 2 ESPAÇO O FINANCEIRO EUROPEU CEE

Leia mais

TRANSACÇÃO DE ACÇÕES EFECTUADAS POR ENTIDADES RELACIONADAS COM DIRIGENTE

TRANSACÇÃO DE ACÇÕES EFECTUADAS POR ENTIDADES RELACIONADAS COM DIRIGENTE COMUNICADO TRANSACÇÃO DE ACÇÕES EFECTUADAS POR ENTIDADES RELACIONADAS COM DIRIGENTE A CIMPOR informa, em cumprimento do disposto nos artigos 248.º-B do CVM e 14.º do Regulamento n.º 5/2008 da CMVM, sobre

Leia mais

Millennium bcp 2 Julho 2011

Millennium bcp 2 Julho 2011 Preçário de Títulos Na contratação de serviços de investimento em valores mobiliários, os investidores devem analisar atentamente o preçário para calcular os encargos totais previsíveis do investimento

Leia mais

O valor da remuneração do Depósito Indexado não poderá ser inferior a 0%. O Depósito garante na Data de Vencimento a totalidade do capital aplicado.

O valor da remuneração do Depósito Indexado não poderá ser inferior a 0%. O Depósito garante na Data de Vencimento a totalidade do capital aplicado. Designação Depósito Indexado PSI 20 Classificação Caracterização do Produto Garantia de Capital Garantia de Remuneração Factores de Risco Instrumentos ou variáveis subjacentes ou associados Perfil de cliente

Leia mais

2. TÍTULOS (PARTICULARES)

2. TÍTULOS (PARTICULARES) 2. TÍTULOS (PARTICULARES) Entrada em Vigor: 05-Mar-2012 (ÍNDICE) 2.1. Títulos e/ou outros valores depositados Euros (Mín/Máx) A - GUARDA DE VALORES (TRIMESTRAL) Comissão Guarda es 12,50 / 50,00 Nota (3)

Leia mais

COMISSÃO DO MERCADO DE VALORES MOBILIÁRIOS

COMISSÃO DO MERCADO DE VALORES MOBILIÁRIOS COMISSÃO DO MERCADO DE VALORES MOBILIÁRIOS OUTUBROUTUBRO DE 2004 Í N D I C E Apresentação... 02 1. A CMVM... 03 2. Os Valores Mobiliários... 07 3. As Ofertas Públicas... 19 4. Os Emitentes e a Informação...

Leia mais

COMISSÃO DO MERCADO DE VALORES MOBILIÁRIOS

COMISSÃO DO MERCADO DE VALORES MOBILIÁRIOS COMISSÃO DO MERCADO DE VALORES MOBILIÁRIOS Índice Apresentação... 03 1. A CMVM... 04 2. Valores Mobiliários... 09 3. Ofertas Públicas... 23 4. Informação e Emitentes de Valores Mobiliários... 27 5. Mercados

Leia mais

Regulamento da CMVM n.º 10/98 Operações de Reporte e de Empréstimo de Valores Efectuadas por Conta de Fundos de Investimento Mobiliário

Regulamento da CMVM n.º 10/98 Operações de Reporte e de Empréstimo de Valores Efectuadas por Conta de Fundos de Investimento Mobiliário Não dispensa a consulta do diploma publicado em Diário da República Regulamento da CMVM n.º 10/98 Operações de Reporte e de Empréstimo de Valores Efectuadas por Conta de Fundos de Investimento Mobiliário

Leia mais

As Novas Formas Organizadas de Negociação de Instrumentos Financeiros

As Novas Formas Organizadas de Negociação de Instrumentos Financeiros Comissão do Mercado de Valores Mobiliários Consulta Pública sobre os Anteprojectos de Transposição da Directiva dos Mercados de Instrumentos Financeiros (DMIF) As Novas Formas Organizadas de Negociação

Leia mais

- Rectifica-se o número de acções do Administrador Pedro Miguel Matos Borges de

- Rectifica-se o número de acções do Administrador Pedro Miguel Matos Borges de COFINA SGPS, S.A. Sociedade Aberta Capital Social de 25.641.459 Euros Rua General Norton de Matos, n.º 68, Porto Pessoa Colectiva n.º 502 293 225 Matriculada na Conservatória do Registo Comercial do Porto

Leia mais

AÇÕES CMVM Comissão do Mercado de Valores Mobiliários OUTUBRO 2012

AÇÕES CMVM Comissão do Mercado de Valores Mobiliários OUTUBRO 2012 AÇÕES CMVM Comissão do Mercado de Valores Mobiliários OUTUBRO 2012 Ações O que são ações? Uma ação é um título que representa uma fração do capital social de uma empresa, constituída sob a forma de uma

Leia mais

Informações Fundamentais Destinadas aos Investidores (IFI)

Informações Fundamentais Destinadas aos Investidores (IFI) Informações Fundamentais Destinadas aos Investidores (IFI) O presente documento fornece as informações fundamentais destinadas aos investidores sobre este Fundo. Não é material promocional. Estas informações

Leia mais

visite o nosso site em:

visite o nosso site em: 1 O QUE É A BOLSA DE VALORES? As bolsas de valores são mercados secundários especialmente organizados onde são transaccionados valores mobiliários. Trata-se de mercados estruturados e dotados de instrumentos

Leia mais

Energia, SGPS, S.A., Fundação Millennium BCP e Banco Espírito Santo, S.A. Seguidamente, o Presidente da Mesa procedeu à leitura da referida proposta

Energia, SGPS, S.A., Fundação Millennium BCP e Banco Espírito Santo, S.A. Seguidamente, o Presidente da Mesa procedeu à leitura da referida proposta ----------------------Extracto da Acta n.º 1/2008 da Assembleia Geral da EDP -------------------- -----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

NOVABASE - Sociedade Gestora de Participações Sociais, S.A.

NOVABASE - Sociedade Gestora de Participações Sociais, S.A. NOVABASE - Sociedade Gestora de Participações Sociais, S.A. Sociedade Aberta Sede: Av. D. João II, lote 1.03.2.3., Parque das Nações, Lisboa Capital Social: 15.700.697 Euros Número de matrícula na Conservatória

Leia mais

Os riscos do DUETO, produto financeiro complexo, dependem dos riscos individuais associados a cada um dos produtos que o compõem.

Os riscos do DUETO, produto financeiro complexo, dependem dos riscos individuais associados a cada um dos produtos que o compõem. Advertências ao Investidor Os riscos do, produto financeiro complexo, dependem dos riscos individuais associados a cada um dos produtos que o compõem. Risco de perda total ou parcial do capital investido

Leia mais

Organização, Montagem e Liderança. Banif Banco de Investimento, S.A. - MARÇO DE 2003 -

Organização, Montagem e Liderança. Banif Banco de Investimento, S.A. - MARÇO DE 2003 - BANIF, SGPS, S.A. Sociedade aberta ao investimento do público Sede na Rua de João Tavira, n.º 30, Funchal Capital Social integralmente subscrito e realizado no valor de 200.000.000 Euros Matriculada na

Leia mais

Impossibilidade de reembolso antecipado, quer pelo emitente quer pelo investidor.

Impossibilidade de reembolso antecipado, quer pelo emitente quer pelo investidor. Documento Informativo Montepio Top Europa - Março 2011/2015 Produto Financeiro Complexo ao abrigo do Programa de Emissão de Obrigações de Caixa de 3 000 000 000 Advertências ao investidor: Impossibilidade

Leia mais

A INDÚSTRIA DA GESTÃO DE ACTIVOS 2002

A INDÚSTRIA DA GESTÃO DE ACTIVOS 2002 A INDÚSTRIA DA GESTÃO DE ACTIVOS 2002 ÍNDICE 1. Caracterização da Indústria de Gestão de Activos...pág. 01 2. Evolução da Indústria de Gestão de Activos...pág. 04 2.1 A Gestão Colectiva de Activos...pág.

Leia mais

REGULAMENTO DA INTERBOLSA N.º 3/2004 Regras operacionais gerais de funcionamento dos sistemas de liquidação de valores mobiliários

REGULAMENTO DA INTERBOLSA N.º 3/2004 Regras operacionais gerais de funcionamento dos sistemas de liquidação de valores mobiliários REGULAMENTO DA INTERBOLSA N.º 3/2004 Regras operacionais gerais de funcionamento dos sistemas de liquidação de valores mobiliários Ao abrigo do disposto no artigo 269.º do Código dos Valores Mobiliários

Leia mais

Banco Português de Investimento, S.A.

Banco Português de Investimento, S.A. 1 Banco Português de Investimento, S.A. TABELA GERAL DE REMUNERAÇÕES, COMISSÕES E DESPESAS PRODUTOS E SERVIÇOS Actualizada em 2008-07-16 7 VALORES MOBILIÁRIOS TRANSACÇÕES 1. Mercado a Contado a) Comissão

Leia mais

[tradução livre dos Termos Finais em língua inglesa. Em caso de discrepância, a versão inglesa prevalecerá]

[tradução livre dos Termos Finais em língua inglesa. Em caso de discrepância, a versão inglesa prevalecerá] [tradução livre dos Termos Finais em língua inglesa. Em caso de discrepância, a versão inglesa prevalecerá] Termos Finais datados de 22 de Dezembro de 2011 Banif Banco Internacional do Funchal, S.A. Emissão

Leia mais

Informação Importante

Informação Importante Informação Importante Independentemente das condições de prestação de serviços bancários, de investimento, de recepção e transmissão de ordens por conta de outrem, cujos termos se encontram expressos nas

Leia mais

Balcão. 0,58% 0,58% -- -- Mínimo / Máximo 36,23/-- 36,23/-- -- -- Aplica-se o preçário do ponto 1.1. Aplica-se o preçário do ponto 1.

Balcão. 0,58% 0,58% -- -- Mínimo / Máximo 36,23/-- 36,23/-- -- -- Aplica-se o preçário do ponto 1.1. Aplica-se o preçário do ponto 1. Na contratação de serviços de investimento em valores mobiliários, os investidores não qualificados devem analisar atentamente o preçário para calcular os encargos totais previsíveis do investimento a

Leia mais

Preçário de Títulos Transacções Custódia de Títulos

Preçário de Títulos Transacções Custódia de Títulos Preçário de Títulos Transacções Custódia de Títulos Na contratação de serviços de investimento em valores mobiliários, os investidores não qualificados devem analisar atentamente o preçário para calcular

Leia mais

Ou seja, na data de maturidade, o valor garantido por unidade de participação será aquele que resulta da aplicação da seguinte fórmula:

Ou seja, na data de maturidade, o valor garantido por unidade de participação será aquele que resulta da aplicação da seguinte fórmula: 1.Tipo e Duração 2.Entidade Gestora 3.Consultores de Fundo de Capital Garantido Aberto, constituído em Portugal. A sua constituição foi autorizada pela Comissão do Mercado de Valores Mobiliários, em 12/

Leia mais

a) Quanto, quando e a que título o investidor paga ou pode pagar? b) Quanto, quando e a que título o investidor recebe ou pode receber?

a) Quanto, quando e a que título o investidor paga ou pode pagar? b) Quanto, quando e a que título o investidor recebe ou pode receber? Informações Fundamentais ao Investidor PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO Um investimento responsável exige que conheça as suas implicações e que esteja disposto a aceitá-las PFC Valorização Retalho Entidade

Leia mais

PROSPECTO SIMPLIFICADO (actualizado a 07 de Julho de 2003) FUNDO DE INVESTIMENTO MOBILIÁRIO ABERTO POUPANÇA INVESTIMENTO FPR/E (*)

PROSPECTO SIMPLIFICADO (actualizado a 07 de Julho de 2003) FUNDO DE INVESTIMENTO MOBILIÁRIO ABERTO POUPANÇA INVESTIMENTO FPR/E (*) Tipo de Fundo Início de Actividade Entidade Gestora Banco Depositário Entidades Colocadoras Consultores de Investimento Política de Investimento Fundo Poupança Reforma/Educação Iniciou a sua actividade

Leia mais

Preçário de Títulos Transações Custódia de Títulos Serviços de Conservadoria

Preçário de Títulos Transações Custódia de Títulos Serviços de Conservadoria Preçário de Títulos Transações Custódia de Títulos Serviços de Conservadoria Na contratação de serviços de investimento em valores mobiliários, os investidores devem analisar atentamente o preçário para

Leia mais

( ZON Optimus ou Sociedade ) Assembleia Geral Anual de 23 de abril de 2014

( ZON Optimus ou Sociedade ) Assembleia Geral Anual de 23 de abril de 2014 ZON OPTIMUS, SGPS, S.A. (Sociedade Aberta) Sede Social: Rua Actor António Silva, número 9 Campo Grande, freguesia do Lumiar, 1600-404 Lisboa Pessoa Coletiva número 504.453.513, matriculada na Conservatória

Leia mais

CONSOLIDAÇÃO DA INFORMAÇÃO ANUAL

CONSOLIDAÇÃO DA INFORMAÇÃO ANUAL SPORTING SOCIEDADE DESPORTIVA DE FUTEBOL, SAD Sociedade Aberta Capital Social: 42 000 000 euros Capital Próprio (2 595 000) euros Sede Social: Estádio José Alvalade - Rua Professor Fernando da Fonseca

Leia mais

Obrigações CMVM Comissão do Mercado de Valores Mobiliários OUTUBRO 2012 1

Obrigações CMVM Comissão do Mercado de Valores Mobiliários OUTUBRO 2012 1 CMVM Comissão do Mercado de Valores Mobiliários OUTUBRO 2012 1 O que são obrigações As obrigações são instrumentos financeiros que representam um empréstimo contraído junto dos investidores pela entidade

Leia mais

Toyota Caetano Portugal, S.A.

Toyota Caetano Portugal, S.A. Toyota Caetano Portugal, S.A. Sociedade Aberta Sede: Av. Vasco da Gama - Oliveira do Douro Vila Nova de Gaia Capital Social: 35.000.000 Euros Matriculada na Conservatória do Registo Comercial de Vila Nova

Leia mais

RELATÓRIO SOBRE O GOVERNO DAS SOCIEDADES

RELATÓRIO SOBRE O GOVERNO DAS SOCIEDADES Capital Social: 115.000.000 Capital Próprio a 30 de Junho de 2009: ( 11.790.198) Sede: Av. General Norton de Matos Estádio do Sport Lisboa e Benfica 1500-313 Lisboa Matriculada na Conservatória do Registo

Leia mais

Obrigações, Fundos Públicos e outros Valores Mobiliários de dívida. 0,5% (min. 7) 0,4% (min. 7) 0,035% (min. 7) > 25.000 e 100.000

Obrigações, Fundos Públicos e outros Valores Mobiliários de dívida. 0,5% (min. 7) 0,4% (min. 7) 0,035% (min. 7) > 25.000 e 100.000 VALORES MOBILIÁRIOS Na contratação de serviços de investimento em valores mobiliários, os investidores devem analisar atentamente o preçário para calcular os encargos totais previsíveis do investimento

Leia mais

Exmo. Senhor. Geral. 4471-909 Maiaa. por extinção das ações. próprias; mantém, na. b) Se. no dia. ações

Exmo. Senhor. Geral. 4471-909 Maiaa. por extinção das ações. próprias; mantém, na. b) Se. no dia. ações Exmo. Senhor Presidente da Mesa da Assembleia da Sonaecom, SGPS, S.A.. Lugar do Espido, Via Norte, 4471-909 Maiaa Geral Maia, 30 de outubro de 2013 Pontoo Único da Ordem de Trabalhos Considerando que:

Leia mais

Balcão. 0,58% 0,58% -- -- Mínimo / Máximo 36,23/-- 36,23/-- -- --

Balcão. 0,58% 0,58% -- -- Mínimo / Máximo 36,23/-- 36,23/-- -- -- Na contratação de serviços de investimento em valores mobiliários, os investidores não qualificados devem analisar atentamente o preçário para calcular os encargos totais previsíveis do investimento a

Leia mais