PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO PEDAGÓGICA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO PEDAGÓGICA"

Transcrição

1 PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO PEDAGÓGICA A gestão da Universidade do Contestado - UnC tem como meta atingir patamares conceituais mais significativos no âmbito estadual e nacional e aplicar os resultados da avaliação institucional, visando a melhoria da qualidade do ensino, da pesquisa e da extensão. Logo, os investimentos na formação contínua de profissionais de todas as áreas da UnC, impõe-se como condição sinequa non para a evolução qualitativa do processo de ensino aprendizagem, desencadeada pela relação entre professores e acadêmicos. Aliado a isso, a formação pedagógica do professor de ensino superior da UnC, na maioria das vezes, tem sua formação com foco no exercício técnico da profissão e, no caso das Licenciaturas, a formação pedagógica não está voltada, via de regra, para o nível superior do ensino. A legislação (Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional - LDB) estabelece que as instituições formativas devam manter Programas de Formação Continuada para os Profissionais de Educação dos Diversos Níveis (LDB, Art. 63, inciso III). Nesse contexto, a premência de uma política de formação de professores para o ensino superior na UnC que privilegie, entre outros aspectos, a relação teoria/prática, a articulação entre a formação inicial e a formação continuada, a interdisciplinaridade, a formação cultural e a indissociabilidade do ensino com a pesquisa constitui-se no diferencial ofertado aos nossos acadêmicos. A relação professor aluno e o resultado da aprendizagem interessam diretamente a UnC e espera que a política estabelecida no Programa de Capacitação Pedagógica na UnC por meio de Cursos, Projetos e Pesquisas que visem à melhoria da qualidade da formação dos professores e ajudem a construir o conhecimento em parceria com o acadêmico. A expectativa é que a estrutura organizacional e a ação proposta de formação propiciem a formação do docente crítico, reflexivo, que incorpore a pesquisa como princípio educativo, de modo que a atuação dos professores seja coerente com a missão da UnC e os objetivos da formação acadêmica. Avançar na superação do processo de ensino fragmentado de alguns cursos, privilegiando ações integradas e pensando o currículo em sua amplitude de saberes, diversidade de modalidades e de desenvolvimento é objetivo do Programa de Capacitação Pedagógica na UnC.

2 Etapa 2014: Capacitação Núcleo de Educação a Distância - NEAD Objetivo: Capacitar Professores EAD quanto às práticas pedagógicas e ações de apoio aos alunos. a) O papel do professor da EAD presencial e online; b) A linguagem EAD para comunicação com os alunos; c) A elaboração de atividades avaliativas: Shorts Papers e formativas; d) Aula Inaugural; e) Estágios Curriculares obrigatórios e postagem MOODLE; f) Trabalhos de Conclusão de Curso Pós postagem AVA; Palestrante: Pró-Reitora de Ensino; Diretoria de EAD; Coordenação Pedagógica EAD; Coordenação TICs EAD; Participantes: Professores presenciais/online/coordenadores de Polo e orientadores de TCC de Pós. Carga Horária: 8 horas. Local: UnC Campus Mafra. Oficina (data): 21 de maio de Encontro de Coordenadores de Extensão e Coordenadores do PROESDE Modalidade: Oficina Objetivo: capacitar os coordenadores locais acerca das atribuições do Setor e coordenadores do PROESDE sobre o processo de bolsas do referido programa. Conteúdos: Processo de bolsas do Programa PROESDE Avaliação da Grade curricular do curso de extensão Organização dos seminários Orçamento da Extensão Estruturação dos projetos Palestrantes: Pró-Reitora de Pesquisa, pós-graduação e Extensão, Diretora de Extensão e Diretor financeiro. Carga Horária: 8 horas. Local: UnC Campus Mafra. Oficina (data): 10 de julho de 2014.

3 1. Núcleo de Estudos da Reitoria Diretrizes e Políticas da UnC Objetivo: avaliar as diretrizes e a política da UnC, enquanto comunidade de pesquisadores e educadores. a) Oficina 01: - Diagnóstico do Ensino, PPI, PDI e CPA; - Diagnóstico Administrativo; - Diagnóstico de Pesquisa, Pós-Graduação e Extensão; - Diagnóstico dos Campi; - Sistematização dos Planos de Ação; c) Oficina 02 e 03 - Planejamento Estratégico UnC. Carga Horária: 33 horas. Palestrantes: Reitora, Pró-Reitores e Diretores de Área e Campus. Participantes: Reitora, Pró-Reitores e Diretores de Área e Campus. Local: Oficina 01 - Treze Tílias; Oficina 02 e 03 - Mafra Data das Oficinas: Oficina e 11 de abril; Oficina e 30 de maio; Oficina de julho de I Encontro da Pesquisa UnC Objetivo: capacitar os coordenadores locais de pesquisa sobre as atribuições do setor a) Atribuições do Setor de Pesquisa; b) Grupos de Pesquisa (revisão e reformulação); c) Currículo lattes (treinamento); d) Comitê/Comissão de Ética UnC (CEP e CEUA); e) Organização de eventos científicos (SIPEX e MOCISC); f) Divulgação do Programa Ciência Sem Fronteiras; g) Atualização dos Periódicos UnC. Carga Horária: 12 horas. Palestrante: Pró-Reitora e Diretor de Pesquisa Participantes: Coordenadores de pesquisa Local: UnC Campus Concórdia Oficina (data): 23 de junho de 2014.

4 3. Planejamento Pedagógico dos Campi Objetivo: Refletir sobre a prática pedagógica do professor universitário, buscando relação com os saberes necessários para atuação docente. Oficina 01: a) Excelência na interação do professor com o acadêmico; b) Planejamento Curricular Integrado c) Competências e Habilidades com foco interdisciplinar Oficina 02: a) Sistematização de aprendizagem e inclusão b) Ensino Superior e ENADE c) Sistema Acadêmico: Planos de Ensino e Diários de Classe. Oficina 03: a) Pesquisa e Ensino na Universidade: novos direcionamentos b) Extensão universitária: como fazer? Carga Horária: 12 horas. Palestrantes: Oficina 01: Coordenadores de Campus e Professores; Oficina 02: Coordenadores de Ensino e Coordenadores de Curso; Oficina 03:Coordenadores de Pesquisa e Extensão. Participantes: Coordenadores e Docentes Local: UnC Campus Concórdia, Curitibanos, Mafra, Canoinhas, Porto União e Rio Negrinho. Data das Oficinas: 14 a 24 de julho de Núcleo de Estudos da Reitoria Perspectivas da EaD na UnC Objetivo: avaliar a oferta de cursos na Educação a Distância visando o recredenciamento da Instituição. a) EaD na UnC; b) Auditoria Interna; c) E-mec; d) Biblioteca Virtual. Carga Horária: 2 horas. Palestrante: Pró-Reitoria de Ensino, Diretoria de EaD e Ensino e Auditores Internos. Participantes: Coordenadores de Polos Ead. Local: UnC Campus Mafra Oficina (data): 19 de agosto de 2014.

5 5. I Encontro de Coordenadores da UnC Objetivo: Compreender as normativas e diretrizes do ENADE como forma de estabelecer estratégias de melhoria de resultados da UnC frente as demais instituições de Ensino Superior em Santa Catarina. Normativas e Diretrizes do ENADE Carga Horária: 8 horas. Palestrante: Dr. Mário Cesar Barreto Moraes Participantes: Coordenadores de curso Local: Marcílio Dias Oficina: 01(data): 30 de outubro. 6. I Seminário dos Grupos de Pesquisa Objetivo: produzir a integração e traçar metas para os grupos de pesquisa institucionais. a) Socialização das atividades dos grupos de pesquisa; b) Discussão de modelos de promoção da pesquisa institucional. Carga Horária: 2 horas. Palestrante: Líderes dos Grupos de Pesquisa Institucionalizados Participantes: Membros dos Grupos de Pesquisa Institucionalizados Local: UnC Campus Curitibanos Oficina (data): 05 de novembro de Núcleo de Estudos da Reitoria Ações Administrativas 2014/2015 Objetivo: planejar as ações administrativas e gerencias da Universidade. a) Ações administrativas Palestrante: Reitora e Pró-Reitor de Administração Participantes: Diretores de Campus Local: UnC Campus Mafra Oficina (data): 17 de novembro de 2014.

6 8. Núcleo de Estudos da Reitoria Recredenciamento UnC Objetivo: avaliar a evolução institucional a partir dos processos de desenvolvimento institucional, políticas acadêmicas, políticas de gestão e infraestrutura. a) Análise e compilação dos dados e documentos coletados; b) Avaliação e atualização dos indicadores, com base nos documentos regimentais. Carga Horária: 18 horas. Palestrante: Reitora, Pesquisador Institucional e Auditores internos. Participantes: Pró-Reitores, Diretores de Área e de Campus. Local: UnC - Mafra Oficina (data): 16, 17 e 18 de dezembro de Etapa 2015: 1. Ações Administrativas 2015 Objetivo: apresentar as ações administrativas para o ano de Palestrante: Reitora e Pró-Reitoria de Administração e Planejamento Participantes: Pró-Reitores, Diretores de Área e de Campus. Local: UnC - Mafra Oficina (data): 23 de janeiro de Recredenciamento UnC Objetivo: avaliar a evolução institucional a partir dos processos de desenvolvimento institucional, políticas acadêmicas, políticas de gestão e infraestrutura. Carga Horária: 22 horas. Palestrante: Auditoria Interna. Participantes: Pró-Reitores, Diretores de Área e de Campus, Coordenador CPA e Pesquisador Institucional. Local: Oficina 1 -Marcílio Dias; Oficina 2 Mafra. Oficina (data): Oficina 01 28, 29 e 30 de janeiro de 2015; Oficina e 05 de fevereiro de 2015.

7 3. Planejamento Acadêmico 2015 Objetivo: capacitar os diretores de campus e coordenadores de área quanto as ações acadêmicas 2015, no âmbito de Ensino, Pesquisa e Extensão. a) Conceituação e articulação entre ensino, pesquisa e extensão; b) Manual de Metodologia Científica UnC (2015); c) Atividades complementares; d) Elaboração de Planos de Ensino e Plano de Aula articulados ensino, pesquisa e extensão; Carga Horária: 8 horas. Palestrante: Reitora, Pró-Reitores e Diretores de áreas. Participantes: Diretores de campus e Coordenadores de área Local: UnC Campus Mafra Oficina (data): 06 de fevereiro de Planejamento Pedagógico dos Campi Objetivo: planejar as ações a serem desenvolvidas no campus articulando ensino, pesquisa e extensão. a) Conceituação e articulação entre ensino, pesquisa e extensão; b) Manual de Metodologia Científica UnC (2015); c) Atividades complementares; d) Elaboração de Planos de Ensino e Plano de Aula articulados ensino, pesquisa e extensão; Carga Horária: 12 horas. Palestrante: Diretores de Campus e Coordenadores de Ensino, Pesquisa e Extensão. Participantes: Docentes e Técnicos Administrativos. Local: UnC Campus Concórdia, Curitibanos, Mafra, Canoinhas, Porto União e Rio Negrinho. Oficina 01 (data): 9 a 10 de fevereiro de 2015; Oficina 02 (data): 29 e 30 de julho de 2015.

8 5. Procedimentos Recursos Humanos UnC Objetivo: padronizar o funcionamento e ações do setor de recursos humanos da Universidade. Carga Horária: 4horas. Palestrante: Pró-Reitoria de Administração e Planejamento Participantes: Equipe de Recursos Humanos Local: UnC - Mafra Oficina (data): 11 de fevereiro de Procedimentos Compras e Almoxarifado UnC Objetivo: padronizar o funcionamento e ações do setor de compras e almoxarifado da Universidade. Palestrante: Pró-Reitoria de Administração e Planejamento Participantes: Equipe de Compras e Almoxarifado Local: UnC - Mafra Oficina (data): 12 de fevereiro de Planejamento Pedagógico dos Cursos Objetivo: elaborar o planejamento do curso e das disciplinas visando articulação entre ensino, pesquisa e extensão. a) Planejamento das ações integradas de ensino, pesquisa e extensão. Carga Horária: 16 horas. Palestrante: Coordenadores de curso Participantes: Professores que atuam na modalidade presencial e a distância. Local: UnC Campus Concórdia, Curitibanos, Mafra, Canoinhas, Porto União e Rio Negrinho. Oficina 01 (data): 11 e 12 de fevereiro de 2015; Oficina 02 (data): 29 e 30 de julho de 2015.

9 8. Planejamento Acadêmico e Administrativo Objetivo: planejar as ações acadêmicas e administrativas dos campi da UnC. Palestrante: Reitora, Pró-Reitor de Administração e Planejamento, Pró-Reitor de Ensino. Participantes: Diretores de Campus. Local: UnC - Mafra Oficina (data): 19 de fevereiro de Planejamento Pedagógico do NEAD Objetivo: elaborar o planejamento dos cursos e das disciplinas visando articulação entre ensino, pesquisa e extensão. a) Práticas professores presenciais e EaD; b) O Planejamento e disciplinas EaD na formação do acadêmico; c) Estágios d) Articulação entre ensino, pesquisa e extensão e) Padronização e logística da documentação EaD. Carga Horária: 8 horas. Palestrante: Neide Maria Favretto / Maria Alcenir de Carvalho / Gilmar Luiz Mazurkievcz. Participantes: Corpo Docente/Tutores e Técnicos Administrativos. Local: UnC Campus Concórdia, Curitibanos, Mafra, Canoinhas, Porto União e Rio Negrinho. Oficina 01 (data): 17 de Março de 2015 Oficina 02 (data): 30 de julho de O processo de ensino e aprendizagem no ensino superior da UnC Objetivo: estudar as metodologias ativas no ensino superior a) Metodologias Ativas Palestrante: Pró-Reitoria de Ensino Participantes: Coordenadores de Ensino/ EaD. Local: Curitibanos Oficina (data): 07 de março de 2015.

10 11. II Encontro de Pesquisa da UnC Objetivo: capacitação para a disciplina de Metodologia Científica e procedimentos para obtenção de bolsas e fomento externo a) Mudanças e novidades para desenvolvimento da disciplina de Metodologia Científica; b) Procedimento para obtenção de bolsas; c) Busca de financiamento em agências de fomento. Palestrante: Itaira Susko, Gabriel Bonetto Bampi Participantes: Coordenadores de Pesquisa/EaD Local: Curitibanos Oficina (data): 20 de março de Extensão UnC Objetivo: capacitação para elaboração de projetos e planejamento orçamentário, institucionalização dos programas a) Elaboração de projetos; a. Etapas do projeto; b. Ações e áreas de extensão; c. Planejamento orçamentário; b) Institucionalização de programas. Palestrante: Itaira Susko, Marilene Stroka. Participantes: Coordenadores de Extensão e Coordenadores de Programas, EaD Local: Curitibanos Oficina 01: 20 de março de 2015.

11 13. Capacitação Comitê de Ética Objetivo: capacitação sobre a Plataforma Brasil e documentos para submissão de projetos de pesquisa ao Comitê de Ética a) Plataforma Brasil; b) Documentação; c) Ética na Pesquisa Carga Horária: 2 horas. Palestrante: Gabriel Bonetto Bampi, Tadeu Geronazzo e Josiane Spuldaro. Participantes: Professores e Pesquisadores da UnC, EaD. Local: Campus Concórdia, Curitibanos, Mafra, Canoinhas, Porto União e Rio Negrinho Oficina (data): 11, 12 e 13 de março de UnC: Ensino, Pesquisa e Extensão Núcleo de Estudos da Reitoria Objetivo: elaboração das políticas de ensino, pesquisa e extensão. a) Revisão do PDI e PPI; b) Adequação das Políticas Institucionais. Carga Horária: 15 horas. Palestrante: Reitora, Pró-Reitor de Administração e Planejamento, Pró-Reitor de Ensino, Pró-Reitora de Ensino, Pesquisa e Extensão. Participantes: Diretores de Área e de Campus Local: Mafra Hotel Susin. Oficina 01 (data): 26 e 27 de fevereiro de 2015; Oficina 02 (data): 16 e 17 de julho de 2015; Oficina 03 (data): 04 de dezembro de 2015.

12 16. Ensino - Pensamento Crítico e Criativo. Etapa I a distância e presencial Objetivo: proporcionar aos professores de ensino superior o conhecimento necessário para a inserção de novas práticas metodológicas a partir dos avanços tecnológicos e científicos. a) Material On-line sobre metodologias ativas de estudo (Ambiente Virtual); b) Metodologias ativas (Palestras); c) Grupos de Estudo; d) Módulo de Aplicação: construção e aplicação de projetos pedagógicos de intervenção em sala de aula no segundo semestre de Carga Horária: 80horas. Palestrante: 1) Romero Tori, Marcilene Bueno e Ives Solano Araújo 2) Elton Ivan Scheider e Gian Carlo França Aguiar 3) Vidal Martins Participantes: Professores de ensino superior e comunidade externa, EaD Local: Mafra e Marcílio Dias Oficina 01 (data): 24 de abril de 2015; Oficina 02 (data): 15 de maio de 2015; Oficina 03 (data): 24 de junho de II Etapa: Intervenção em sala de aula no 2º semestre. Data: novembro: Socialização dos projetos desenvolvidos em sala de aula. 17. II Encontro de Coordenadores da UnC Objetivo: capacitar os coordenadores para realizar a gestão acadêmica e administrativa de seu curso de graduação. c) Gestão de curso de graduação; d) Perfil, competências e habilidades; Carga Horária: 8 horas. Palestrante: Mauro Kreuz Participantes: Coordenadores de curso, EaD. Local: Mafra Oficina 01 (data): 17 de setembro de

ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO PDI: Documento elaborado pela Equipe de Assessoria da Pró-reitoria de Planejamento da UEMA

ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO PDI: Documento elaborado pela Equipe de Assessoria da Pró-reitoria de Planejamento da UEMA ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO PDI: Documento elaborado pela Equipe de Assessoria da Pró-reitoria de Planejamento da UEMA Agosto de 2015 INTRODUÇÃO O Ministério de Educação (MEC) através do Sistema Nacional

Leia mais

Plano de Desenvolvimento Institucional

Plano de Desenvolvimento Institucional data Plano de Desenvolvimento Institucional PDI - 2016-2020 Prof. Esper Cavalheiro Pró-Reitor de Planejamento - PROPLAN Profa. Cíntia Möller Araujo Coordenadora de Desenvolvimento Institucional e Estudos

Leia mais

Plano de Desenvolvimento Institucional PDI -

Plano de Desenvolvimento Institucional PDI - Plano de Desenvolvimento Institucional PDI - Diretrizes para Elaboração Eixos Temáticos Essenciais do PDI Perfil Institucional Avaliação e Acompanhamento do Desenvolvimento Institucional Gestão Institucional

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL - PRPDI Orientação Geral O Plano de Desenvolvimento Institucional -PDI, elaborado para um período de 5

Leia mais

PDI Plano de Desenvolvimento Institucional AVALIAÇÃO E ACOMPANHAMENTO DO PDI

PDI Plano de Desenvolvimento Institucional AVALIAÇÃO E ACOMPANHAMENTO DO PDI PDI Plano de Desenvolvimento Institucional 2005-2009 6 AVALIAÇÃO E ACOMPANHAMENTO DO PDI 6. AVALIAÇÃO E ACOMPANHAMENTO DO DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL Coordenação: Maria Helena Krüger Diretora de Desenvolvimento

Leia mais

PROPLAD Plano de Desenvolvimento Institucional PDI UFOP

PROPLAD Plano de Desenvolvimento Institucional PDI UFOP PROPLAD Plano de Desenvolvimento Institucional PDI UFOP 2016-2025 Reunião de trabalho da Comissão e dos Coordenadores dos GTs, 15 Fev 2016 Pauta #1. Acompanhamento das atividades dos GTs; #2. Definição

Leia mais

Programa de Formação Continuada para Docentes

Programa de Formação Continuada para Docentes Programa de Formação Continuada para Docentes Objetivos do programa Consolidar a identidade didático-pedagógica da instituição realizando reflexões com seus docentes sobre as diretrizes educacionais da

Leia mais

REGIMENTO DO CEDUC Centro de Educação da Universidade Federal de Itajubá

REGIMENTO DO CEDUC Centro de Educação da Universidade Federal de Itajubá REGIMENTO DO CEDUC Centro de Educação da Universidade Federal de Itajubá Dispõe sobre a constituição e funcionamento do Centro de Educação da Universidade Federal de Itajubá. CAPÍTULO I DO CENTRO DE EDUCAÇÃO

Leia mais

ASSUNTO: REGULAMENTO DO NÚCLEO DE EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA NEAD.

ASSUNTO: REGULAMENTO DO NÚCLEO DE EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA NEAD. Processo CONSUN Nº 009-2011 ASSUNTO: REGULAMENTO DO NÚCLEO DE EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA NEAD. PROTOCOLADO EM: 24/03/2011 INTERESSADO: Universidade do Contestado PROCEDÊNCIA: Reitoria COMISSÃO DE LEGISLAÇÃO

Leia mais

ATUAÇÃO DA CPA. Roteiro. Avaliação do ensino superior. Avaliação do Ensino Superior. Autoavaliação na UFMS

ATUAÇÃO DA CPA. Roteiro. Avaliação do ensino superior. Avaliação do Ensino Superior. Autoavaliação na UFMS ATUAÇÃO DA CPA Avaliação do ensino superior Roteiro Avaliação do Ensino Superior Legislação SINAES Autoavaliação Institucional Dimensões Autoavaliação na UFMS Instrumentos AVALIAÇÃO DO ENSINO SUPERIOR

Leia mais

TEMA ESTRATÉGICO 3: Garantir apoio técnico necessário ao funcionamento pleno das atividades, tanto de graduação quanto de pesquisa.

TEMA ESTRATÉGICO 3: Garantir apoio técnico necessário ao funcionamento pleno das atividades, tanto de graduação quanto de pesquisa. CTC - CENTRO DE TECNOLOGIA E CIÊNCIAS MISSÃO DA UNIDADE: O Centro de Tecnologia e Ciências tem seu objetivo maior consubstanciado nos objetivos gerais de Ensino, Pesquisa e Extensão. No que tange ao objetivo

Leia mais

Resolução n 225, de 21 de junho R E S O L V E: Art. 1º - Alterar a redação do parágrafo 2º artigo 12 do Regimento Geral da Universidade:

Resolução n 225, de 21 de junho R E S O L V E: Art. 1º - Alterar a redação do parágrafo 2º artigo 12 do Regimento Geral da Universidade: Resolução n 225, de 21 de junho 2016. Aprova emendas ao Regimento Geral da Universidade, cria setores e dá outras providências. O Conselho Universitário CONSUNI, da Universidade do Planalto Catarinense

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADES EXECUTADAS PELA CPA- Ano: 2011

RELATÓRIO DE ATIVIDADES EXECUTADAS PELA CPA- Ano: 2011 COMISSÃO PROPRIA DE AVALIAÇÃO RELATÓRIO DE ATIVIDADES EXECUTADAS PELA CPA- Ano: 2011 São Luis- MA 2011 1 RELATÓRIO DE ATIVIDADES EXECUTADAS PELA CPA - 2011 Programa de sensibilização de discente, coordenadores

Leia mais

PRO-REITORIA REITORIA DE ENSINO,

PRO-REITORIA REITORIA DE ENSINO, INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ PROJETO IFPR/VIZIVALI INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ PRO-REITORIA REITORIA DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO DIREÇÃO DE ENSINO COORDENAÇÃO DE ENSINO SUPERIOR DIRETORIA DE EaD Equipe

Leia mais

II FÓRUM CPA Comissão Própria da Avaliação

II FÓRUM CPA Comissão Própria da Avaliação II FÓRUM CPA Comissão Própria da Avaliação 25 de maio de 2016 EIXO 1: PLANEJAMENTO E AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL Dimensão 8: Planejamento e avaliação Fragilidades Melhorar as reuniões da CPA e reestruturar

Leia mais

IV Encontro Pedagógico do IFAM 2016 DIRETORIA DE ENSINO MÉDIO E TÉCNICO SISTÊMICA DET/PROEN

IV Encontro Pedagógico do IFAM 2016 DIRETORIA DE ENSINO MÉDIO E TÉCNICO SISTÊMICA DET/PROEN DIRETORIA DE ENSINO MÉDIO E TÉCNICO SISTÊMICA DET/PROEN AVALIAÇÃO DOS CURSOS TÉCNICOS DE NÍVEL MÉDIO DO IFAM Lei Nª 11.872/2008 Art. 7ª - Objetivos dos Institutos Federais: I - ministrar educação profissional

Leia mais

EDITAL N.º 17/2016 ANEXO I TRILHAS DE APRENDIZAGEM DO PFGC. Competência: Visão Estratégica

EDITAL N.º 17/2016 ANEXO I TRILHAS DE APRENDIZAGEM DO PFGC. Competência: Visão Estratégica 1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA DIREÇÃO GERAL DO CAMPUS JOÃO PESSOA PROGRAMA DE FORMAÇÃO DE GESTORES

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO CEARÁ CONSELHO SUPERIOR

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO CEARÁ CONSELHO SUPERIOR MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO CEARÁ CONSELHO SUPERIOR RESOLUÇÃO N 034, DE 02 DE SETEMBRO DE 2010 Aprova

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR DIRETORIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA PRESENCIAL DEB

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR DIRETORIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA PRESENCIAL DEB MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR DIRETORIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA PRESENCIAL DEB ANEXO II Edital Pibid n /2012 CAPES PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO

Leia mais

Acompanhamento do Planejamento

Acompanhamento do Planejamento MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE ENSINO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICO INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL PROPLAN Acompanhamento do Planejamento A

Leia mais

Formando profissionais de saúde com as novas tecnologias: a experiência da ENSP/Fiocruz na educação à distância

Formando profissionais de saúde com as novas tecnologias: a experiência da ENSP/Fiocruz na educação à distância Seminário de Educação a Distância na Administração Pública: Cursos Mistos e Redes Virtuais Formando profissionais de saúde com as novas tecnologias: a experiência da ENSP/Fiocruz na educação à distância

Leia mais

Plano de Desenvolvimento Institucional

Plano de Desenvolvimento Institucional Plano de Desenvolvimento Institucional Âmbito de atuação Missão Visão Elementos Duráveis Princípios Elementos Mutáveis (periodicamente) Análise Ambiental Objetivos Estratégicos Metas Planos de Ação PDI

Leia mais

Anexo II. Tabela de Pontuação do RSC do IF Baiano

Anexo II. Tabela de Pontuação do RSC do IF Baiano MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA BAIANO Anexo II Tabela de do RSC do IF Baiano RSC I - de 100 pontos Diretriz

Leia mais

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS PELO NAI ANO LETIVO DE 2009

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS PELO NAI ANO LETIVO DE 2009 UNIVERSIDADE DANTA CECÍLIA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO - NÚCLEO DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL É preciso avaliar para mudar RELATÓRIO DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS PELO ANO LETIVO DE 2009 PERÍODO FEVEREIRO

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº03/2016, DE 17 DE MAIO DE 2016

RESOLUÇÃO Nº03/2016, DE 17 DE MAIO DE 2016 RESOLUÇÃO Nº03/2016, DE 17 DE MAIO DE 2016 Regulamenta a proposição, a aprovação, a certificação e o funcionamento das ações de extensão universitária. A CÂMARA DE EXTENSÃO DO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA

Leia mais

OBJETIVOS DO CURSO DE ENFERMAGEM

OBJETIVOS DO CURSO DE ENFERMAGEM FACULDADE DO NORTE GOIANO OBJETIVOS DO CURSO DE ENFERMAGEM Objetivos do curso O Curso de Graduação em Enfermagem tem por objetivo formar bacharel em enfermagem (enfermeiro) capaz de influenciar na construção

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 142-CONSELHO SUPERIOR, de 26 de setembro de 2013.

RESOLUÇÃO Nº 142-CONSELHO SUPERIOR, de 26 de setembro de 2013. RESOLUÇÃO Nº 142-CONSELHO SUPERIOR, de 26 de setembro de 2013. ALTERA A RESOLUÇÃO Nº 040- CONSELHO SUPERIOR QUE ESTABELECE OS PROCEDIMENTOS PARA ELABORAÇÃO E ADEQUAÇÃO CURRICULAR DOS PLANOS DOS CURSOS

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA CONSULTOR POR PRODUTO

TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA CONSULTOR POR PRODUTO Organização dos Estados Ibero-americanos Para a Educação, a Ciência e a Cultura TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA CONSULTOR POR 1. Título do Projeto: Aprimoramento da sistemática de

Leia mais

PLANO DE AÇÃO

PLANO DE AÇÃO INSTITUTO FLORENCE DE ENSINO SUPERIOR COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO PLANO DE AÇÃO 2016-207 São Luís 2016 1 INTRODUÇÃO O plano de ações da CPA define os rumos dos trabalhos que serão desenvolvidas pela

Leia mais

ANEXO I TRILHAS DE APRENDIZAGEM DO PFGC

ANEXO I TRILHAS DE APRENDIZAGEM DO PFGC 1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA DIREÇÃO GERAL DO CAMPUS JOÃO PESSOA PROGRAMA DE FORMAÇÃO DE GESTORES

Leia mais

do país. Esse resultado nos faz acreditar que estamos no caminho certo: promovendo o aperfeiçoamento dos programas acadêmicos, investindo na

do país. Esse resultado nos faz acreditar que estamos no caminho certo: promovendo o aperfeiçoamento dos programas acadêmicos, investindo na Transtorno de déficit de atenção e hiperatividade: estratégias no processo de ensino e aprendizagem em aulas de educação física Programa de preparação para a aposentadoria com ênfase na autonomia pessoal

Leia mais

AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA

AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA COORDENADORIA DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL COAI COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA PARTE I O DISCENTE AVALIA AS AÇÕES DO CURSO Prezado(a)

Leia mais

ANEXO IV FORMULÁRIO DE PONTUAÇÃO POR CRITÉRIO. Fator de pontuação

ANEXO IV FORMULÁRIO DE PONTUAÇÃO POR CRITÉRIO. Fator de pontuação RECONHECIMENTO DE SABERES E COMPETÊNCIAS RSC I ANEXO IV FORMULÁRIO DE PONTUAÇÃO POR CRITÉRIO Fator de pontuação Unidade Quantidade Máximas de unidades Quantidade de unidades comprovadas obtida I - Experiência

Leia mais

Educador A PROFISSÃO DE TODOS OS FUTUROS. Uma instituição do grupo

Educador A PROFISSÃO DE TODOS OS FUTUROS. Uma instituição do grupo Educador A PROFISSÃO DE TODOS OS FUTUROS F U T U R O T E N D Ê N C I A S I N O V A Ç Ã O Uma instituição do grupo CURSO 2 OBJETIVOS Discutir e fomentar conhecimentos sobre a compreensão das potencialidades,

Leia mais

FACULDADE EDUCACIONAL ARAUCÁRIA CURSO DE PEDAGOGIA. PORTARIA NORMATIVA 3, de 18 de fevereiro de 2010.

FACULDADE EDUCACIONAL ARAUCÁRIA CURSO DE PEDAGOGIA. PORTARIA NORMATIVA 3, de 18 de fevereiro de 2010. FACULDADE EDUCACIONAL ARAUCÁRIA CURSO DE PEDAGOGIA PORTARIA NORMATIVA 3, de 18 de fevereiro de 2010. Institui as orientações e as atividades aprovadas para a realização da carga horária de Estágio Supervisionado

Leia mais

Diretrizes curriculares nacionais e os projetos pedagógicos dos cursos de graduação

Diretrizes curriculares nacionais e os projetos pedagógicos dos cursos de graduação Diretrizes curriculares nacionais e os projetos pedagógicos dos cursos de graduação Curso de Atualização Pedagógica Julho de 2010 Mediador: Adelardo Adelino Dantas de Medeiros (DCA/UFRN) Diretrizes Curriculares

Leia mais

Formulário de Aprovação de Curso e Autorização da Oferta

Formulário de Aprovação de Curso e Autorização da Oferta MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA Formulário de Aprovação de Curso e Autorização da Oferta PROJETO

Leia mais

Curso do Superior de Tecnologia em Marketing

Curso do Superior de Tecnologia em Marketing Curso do Superior de Tecnologia em Objetivos do curso 1.5.1 Objetivo Geral O Curso Superior de Tecnologia em na modalidade EaD da universidade Unigranrio, tem por objetivos gerais capacitar o profissional

Leia mais

AVALIANDO AS POLÍTICAS PÚBLICAS DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES. Sérgio Roberto Kieling Franco

AVALIANDO AS POLÍTICAS PÚBLICAS DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES. Sérgio Roberto Kieling Franco AVALIANDO AS POLÍTICAS PÚBLICAS DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES Sérgio Roberto Kieling Franco SINAES Política de promoção de qualidade (combinado com política regulatória) Avaliação de instituições e de cursos

Leia mais

Avaliação de Cursos, Novo Instrumento de Avaliação Institucional e a. Função da CPA neste contexto

Avaliação de Cursos, Novo Instrumento de Avaliação Institucional e a. Função da CPA neste contexto Avaliação de Cursos, Novo Instrumento de Avaliação Institucional e a Função da CPA neste contexto Profa. Dra. Marion Creutzberg Coordenadora da CPA / PUCRS Papel da CPA na avaliação de cursos de graduação

Leia mais

CURSO: PEDAGOGIA EMENTAS º PERÍODO

CURSO: PEDAGOGIA EMENTAS º PERÍODO CURSO: PEDAGOGIA EMENTAS - 2016.1 1º PERÍODO DISCIPLINA: HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO Estudo da história geral da Educação e da Pedagogia, enfatizando a educação brasileira. Políticas ao longo da história engendradas

Leia mais

EDITAL N.º 16/2016 ANEXO I TRILHAS DE APRENDIZAGEM DO PFGC. Competência: Visão Estratégica

EDITAL N.º 16/2016 ANEXO I TRILHAS DE APRENDIZAGEM DO PFGC. Competência: Visão Estratégica 1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA DIREÇÃO GERAL DO CAMPUS JOÃO PESSOA PROGRAMA DE FORMAÇÃO DE GESTORES

Leia mais

FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS E APLICADAS DE DIAMANTINO. 12 (doze) meses. 12 (doze) meses. 12 (doze) meses. 12 (doze) meses.

FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS E APLICADAS DE DIAMANTINO. 12 (doze) meses. 12 (doze) meses. 12 (doze) meses. 12 (doze) meses. FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS E APLICADAS DE DIAMANTINO 3.1.1.1. Organização Didático-Pedagógica (3) (4) (5) previsão de alunos por turma em disciplina teórica de, no máximo, 80. relação aluno por docente,

Leia mais

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA UFPR

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA UFPR PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA UFPR 1. Apresentação O Departamento de Matemática - DMAT da UFPR possui atualmente 45 professores efetivos, 42 dos quais trabalhando em regime de dedicação

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO. SEMESTRE ou ANO DA TURMA: 5º semestre

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO. SEMESTRE ou ANO DA TURMA: 5º semestre EIXO TECNOLÓGICO: Ensino Superior Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO CURSO: Licenciatura em Matemática FORMA/GRAU:( )integrado( )subsequente( ) concomitante ( ) bacharelado( x )licenciatura( ) tecnólogo MODALIDADE:

Leia mais

A Câmara Superior de Ensino da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições e,

A Câmara Superior de Ensino da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições e, SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO RESOLUÇÃO Nº 08/2016 Aprova a estrutura curricular do Curso de Letras Libras, modalidade

Leia mais

D E C R E T A. a) dos cursos de licenciaturas; b) das residências pedagógicas; c) das práticas pedagógicas curriculares;

D E C R E T A. a) dos cursos de licenciaturas; b) das residências pedagógicas; c) das práticas pedagógicas curriculares; Imprimir "Este texto não substitui o publicado no Diário Oficial do Estado." DECRETO Nº 16.718 DE 11 DE MAIO DE 2016 Dispõe sobre a instituição e organização dos Complexos Integrados de Educação, no âmbito

Leia mais

E I X O S

E I X O S 0011 0010 1010 1101 0001 0100 1011 5 E I X O S 10 dimensões 5 eixos 8- Planejamento e Avaliação. 1- Missão e Plano de Desenvolvimento Institucional. 0011 3- Responsabilidade 0010 1010 1101 Social 0001

Leia mais

UNIVERSIDADE DE RIO VERDE CPA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO FACULDADE DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO

UNIVERSIDADE DE RIO VERDE CPA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO FACULDADE DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO UNIVERSIDADE DE RIO VERDE CPA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO 2011 2012 FACULDADE DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO 1 1 Dimensão 2 - Acadêmico avaliando professor 1 - O professor comparece

Leia mais

ETAPAS E CRONOGRAMA DO PROGRAMA DE REESTRUTURAÇÃO

ETAPAS E CRONOGRAMA DO PROGRAMA DE REESTRUTURAÇÃO ETAPAS E CRONOGRAMA DO PROGRAMA DE REESTRUTURAÇÃO ETAPA ATUAL: PROPOSIÇÕES DATA 12 e 15 de Abril Locais: Paranavaí e Curitiba Maio a julho (em cada Colegiado) ENCONTRO, ATIVIDADE E CONTEÚDOS 2º Encontro

Leia mais

COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO INSTRUMENTO DE CONHECIMENTO, REFLEXÃO E DECISÃO

COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO INSTRUMENTO DE CONHECIMENTO, REFLEXÃO E DECISÃO COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO INSTRUMENTO DE CONHECIMENTO, REFLEXÃO E DECISÃO ALBUQUERQUE, Rosa 1 NEGREIROS, Gláucia 2 VASCONCELOS, Maria Auxiliadora Marques 3 Introdução No ano de 2004 o Governo Federal

Leia mais

AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL

AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL Bibliotecas Universitárias e a Avaliação pelo MEC. Mírian Rocha Bibliotecária / Assessoria Educacional mqrocha@gmail.com (17) 8135-7993 PROCESSOS DE REGULAÇÃO DO ENSINO SUPERIOR

Leia mais

República Federativa do Brasil Governo Federal. Educação a Distância. e as novas tecnologias

República Federativa do Brasil Governo Federal. Educação a Distância. e as novas tecnologias República Federativa do Brasil Governo Federal Ministério da Educação Educação a Distância e as novas tecnologias Educação Personalizada Vencendo as Barreiras Geográficas e Temporais EAD NO ENSINO PRESENCIAL

Leia mais

A EDUCAÇÃO PERMANENTE EM SAÚDE. Profª Fabiana

A EDUCAÇÃO PERMANENTE EM SAÚDE. Profª Fabiana A EDUCAÇÃO PERMANENTE EM SAÚDE Profª Fabiana Principais Legislações que regem a Educação Permanente em Saúde : 8ª Conferência Nacional de Saúde - 1986 Constituição Brasileira de 1988 Lei 8080, de 19 de

Leia mais

Tema 2 - Avaliação do estudante no ENADE

Tema 2 - Avaliação do estudante no ENADE Eixo 3 - Processos de avaliação na formação de qualidade em Enfermagem Tema 2 - Avaliação do estudante no ENADE Prof. Dr. Marcos Antonio Ferreira Júnior Universidade Federal do Rio Grande do Norte Comissão

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA EIXO TECNOLÓGICO: Gestão e Negócios MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO CURSO: Superior em Administração FORMA/GRAU:( )integrado ( )subsequente ( ) concomitante (X ) bacharelado ( ) licenciatura

Leia mais

PROGRAMA QUALIDADE DE VIDA E BEM ESTAR DO FUNCIONÁRIO DA UNIVERSIDADE DE RIO VERDE

PROGRAMA QUALIDADE DE VIDA E BEM ESTAR DO FUNCIONÁRIO DA UNIVERSIDADE DE RIO VERDE UNIVERSIDADE DE RIO VERDE PRÓ-REITORIA DE ETENSÃO, CULTURA E ASSUNTOS ESTUDANTIS PROGRAMA QUALIDADE DE VIDA E BEM ESTAR DO FUNCIONÁRIO DA UNIVERSIDADE DE RIO VERDE 2013/1 FORMULÁRIO PARA PROJETOS DAS AÇÕES

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO VERBO EDUCACIONAL

PÓS-GRADUAÇÃO VERBO EDUCACIONAL PÓS-GRADUAÇÃO VERBO EDUCACIONAL A Verbo Educacional, uma das empresas do Grupo Verbo, oferece aos profissionais de múltiplas áreas do conhecimento a praticidade do ensino a distância aliado a possibilidade

Leia mais

Instituto Olímpico Brasileiro

Instituto Olímpico Brasileiro Instituto Olímpico Brasileiro Departamento de educação do COB - Linha do tempo 2007/2008 Projetos / SOI 2010 Área funcional 2011 Superintendência 1995 Universidade do Esporte 2009 Lançamento oficial do

Leia mais

Programa EaD em REDE

Programa EaD em REDE Programa EaD em REDE Regulamento Interno Regulamenta o Programa EaD em Rede da Associação Brasileira de Reitores das Universidades Estaduais e Municipais - ABRUEM. CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS Art.

Leia mais

PLANO DE CAPACITAÇÃO DOCENTE TÍTULO I DOS OBJETIVOS

PLANO DE CAPACITAÇÃO DOCENTE TÍTULO I DOS OBJETIVOS PLANO DE CAPACITAÇÃO DOCENTE TÍTULO I DOS OBJETIVOS Artigo 1º. O Plano de Qualificação Docente tem por objetivo o aprimoramento profissional dos professores da FACULDADE JAUENSE, de modo a promover a melhoria

Leia mais

PLANO DE TRABALHO CPA GESTÃO 2011

PLANO DE TRABALHO CPA GESTÃO 2011 Faculdades Integradas Einstein de Limeira LANO DE TABALHO CA GESTÃO 2011 Comissão rópria de Avaliação CA Faculdades Integradas Einstein de Limeira FIEL Associação Limeirense de Educação e Cultura - ASLEC

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA CEAD PLANO DE ENSINO

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA CEAD PLANO DE ENSINO UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA CEAD PLANO DE ENSINO I IDENTIFICAÇÃO Curso: Pedagogia a Distância Departamento: Departamento de Pedagogia a Distância Disciplina:

Leia mais

CPA. Comissão Própria de Avaliação

CPA. Comissão Própria de Avaliação CPA Comissão Própria de Avaliação CPA O espelho da instituição A Avaliação reflete os sentidos, sentimentos e percepções. A consciência é requisito básico para garantir a veracidade do diagnóstico. CPA

Leia mais

DIRETOR GERAL DO CAMPUS FEIRA DE SANTANA

DIRETOR GERAL DO CAMPUS FEIRA DE SANTANA Nome do candidato ao cargo de Diretor Geral do Campus Feira de Santana: Juliano Marques de Aguilar Cargo efetivo: Professor EBTT Matrícula Siape: 0268289 Data de admissão no IFBA: 03 de Julho de 1972 Campus

Leia mais

Avaliação do Curso de Engenharia Civil da UTFPR Campus Apucarana por seus Docentes.

Avaliação do Curso de Engenharia Civil da UTFPR Campus Apucarana por seus Docentes. Avaliação do Curso de Engenharia Civil da UTFPR Campus Apucarana por seus Docentes. AVALIAÇÃO DOCENTE DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL O processo de autoavaliação do Curso de Engenharia Civil constitui-se

Leia mais

Dispõe acerca das atividades dos docentes no âmbito do Instituto Federal da Bahia

Dispõe acerca das atividades dos docentes no âmbito do Instituto Federal da Bahia Resolução XX, de XX de 2016 PROPOSTA REGULAMENTO Dispõe acerca das atividades dos docentes no âmbito do Instituto Federal da Bahia O PRESIDENTE DO CONSELHO SUPERIOR DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA

Leia mais

MINUTA REGULAMENTO- DIRETRIZES OPERACIONAIS PARA INCLUSÃO DE CARGA HORÁRIA SEMIPRESENCIAL EM CURSOS PRESENCIAIS DO IFG

MINUTA REGULAMENTO- DIRETRIZES OPERACIONAIS PARA INCLUSÃO DE CARGA HORÁRIA SEMIPRESENCIAL EM CURSOS PRESENCIAIS DO IFG MINUTA REGULAMENTO- DIRETRIZES OPERACIONAIS PARA INCLUSÃO DE CARGA HORÁRIA SEMIPRESENCIAL EM CURSOS PRESENCIAIS DO IFG CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia

Leia mais

ORGANOGRAMA IFTM - REITORIA

ORGANOGRAMA IFTM - REITORIA ORGANOGRAMA IFTM - REITORIA CONSELHO SUPERIOR - Reitoria COLÉGIO DE DIRIGENTES REITOR CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO - CEPE COORDENAÇÃO GERAL DE AUDITORIA INTERNA COORDENAÇÃO DE APOIO AOS SERVIÇOS

Leia mais

O Diretor Geral do Instituto Federal Catarinense Câmpus Rio do Sul, no uso das suas atribuições,

O Diretor Geral do Instituto Federal Catarinense Câmpus Rio do Sul, no uso das suas atribuições, INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE CAMPUS RIO DO SUL Nº 01/2012 Dispõe sobre as normas para elaboração, trâmite, análise e aprovação dos Planos de Ensino dos Cursos de Educação Profissional Técnica de Nível

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE FISIOTERAPIA CAPÍTULO I DAS CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE FISIOTERAPIA CAPÍTULO I DAS CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE FISIOTERAPIA CAPÍTULO I DAS CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES Art.1º O presente Regulamento disciplina a oferta, o funcionamento e o registro acadêmico das

Leia mais

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO TOCANTINS PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E PÓS-GRADUAÇÃO DIRETORIA DE EXTENSÃO ESCOLA DE CONSELHOS Edital nº 03/2009

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO TOCANTINS PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E PÓS-GRADUAÇÃO DIRETORIA DE EXTENSÃO ESCOLA DE CONSELHOS Edital nº 03/2009 FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO TOCANTINS PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E PÓS-GRADUAÇÃO DIRETORIA DE EXTENSÃO ESCOLA DE CONSELHOS Edital nº 03/2009 Seleção Simplificada de Candidatos para a Escola de Conselhos 1.

Leia mais

AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA

AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA COORDENADORIA DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL COAI COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA PARTE I O DOCENTE AVALIA AS AÇÕES DO CURSO Prezado(a)

Leia mais

Avaliação da Educação Superior

Avaliação da Educação Superior CENTRO UNIVERSITÁRIO METODISTA IPA Avaliação da Educação Superior Profa. Dra. Luciane Torezan Viegas luciane.viegas@metodistadosul.edu.br AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL AVALIAÇÃO EXTERNA: Coordenadoria de Avaliação

Leia mais

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO Curso: PSICOLOGIA Campus: MACAÉ Missão O Curso de Psicologia da Estácio de Sá tem como missão formar profissionais Psicólogos generalistas que no desempenho de suas atividades

Leia mais

Faculdade de Direito da Alta Paulista Faculdade da Alta Paulista Comissão Própria de Avaliação (CPA)

Faculdade de Direito da Alta Paulista Faculdade da Alta Paulista Comissão Própria de Avaliação (CPA) PLANO DE AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DA FAP 2016 1. Introdução Desde 2004, a avaliação interna da Instituição Dom Bosco de Ensino e Cultura Ltda. está sob as normas do Sistema Nacional de Avaliação dos

Leia mais

INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA. Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes ENADE

INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA. Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes ENADE INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA DIRETORIA DE AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes ENADE SINAES AVALIAÇÃO DE IES AVALIAÇÃO DE

Leia mais

Ofício nº 003/2003 DGP Cáceres-MT., 31 de janeiro de Prezada Superintendente

Ofício nº 003/2003 DGP Cáceres-MT., 31 de janeiro de Prezada Superintendente Ofício nº 003/2003 DGP Cáceres-MT., 31 de janeiro de 2003. Prezada Superintendente Em atenção ao ofício circ. N 003/ESP/SAD, datado de 24 de janeiro do presente ano, estamos enviando em anexo, as necessidades

Leia mais

INDEPAC MISSÃO VISÃO

INDEPAC MISSÃO VISÃO O INDEPAC é especializado em serviços de Consultoria e Assessoria Educacional, nas dimensões: administrativa, jurídica e pedagógica, além de oferecer cursos de formação em serviço, voltados para o aprimoramento

Leia mais

O que é EAD? Quais as competências necessárias ao professor e tutor para a EAD?

O que é EAD? Quais as competências necessárias ao professor e tutor para a EAD? O que é EAD? Quais as competências necessárias ao professor e tutor para a EAD? Educação à distância A educação a distância (EaD) é definida como [...] o aprendizado planejado que ocorre normalmente em

Leia mais

FUNDAÇÃO SÃO PAULO PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL PDI PONTIFICIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PUC-SP 2005 a 2009

FUNDAÇÃO SÃO PAULO PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL PDI PONTIFICIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PUC-SP 2005 a 2009 FUNDAÇÃO SÃO PAULO PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL PDI PONTIFICIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PUC-SP 2005 a 2009 PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL PDI PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA

Leia mais

VÍDEO AULA 1 APRESENTAÇÃO DO CURSO 100% ON LINE

VÍDEO AULA 1 APRESENTAÇÃO DO CURSO 100% ON LINE Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas VÍDEO AULA 1 APRESENTAÇÃO DO CURSO 100% ON LINE Coordenador Prof. Dorival Magro Junior Mestre em Ciência da Computação EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO CONSELHO DELIBERATIVO RESOLUÇÃO CD/FNDE Nº 18 DE 16 DE JUNHO DE 2010.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO CONSELHO DELIBERATIVO RESOLUÇÃO CD/FNDE Nº 18 DE 16 DE JUNHO DE 2010. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO CONSELHO DELIBERATIVO RESOLUÇÃO CD/FNDE Nº 18 DE 16 DE JUNHO DE 2010. Altera a Resolução CD/FNDE nº 36, de 13 de julho de 2009, que

Leia mais

CHAMAMENTO PÚBLICO PARA CURSO DE TUTORIA À DISTÃNCIA N.3

CHAMAMENTO PÚBLICO PARA CURSO DE TUTORIA À DISTÃNCIA N.3 CHAMAMENTO PÚBLICO PARA CURSO DE TUTORIA À DISTÃNCIA N.3 O Curso de Especialização em Saúde da Família, modalidade à distância, da Faculdade de Medicina/Instituto de Ciências da Saúde, da Universidade

Leia mais

Laboratório de Didática da Biologia - LDBio

Laboratório de Didática da Biologia - LDBio PROPOSTA DE PROJETO DE EXTENSÃO Laboratório de Didática da Biologia - LDBio PROPONENTE: PROF. DR. VALDIR MARCOS STEFENON CAMPUS SÃO GABRIEL SÃO GABRIEL, JUNHO DE 2011 I. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO DO PROJETO

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO. SEMESTRE ou ANO DA TURMA: 4º Semestre EMENTA

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO. SEMESTRE ou ANO DA TURMA: 4º Semestre EMENTA Plano de Ensino EIXO TECNOLÓGICO: GESTÃO E NEGÓCIOS IDENTIFICAÇÃO CURSO: Curso Superior em Administração FORMA/GRAU:( )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( x ) bacharelado ( ) licenciatura ( ) tecnólogo

Leia mais

NÚCLEOS DE ENSINO Convite 2011

NÚCLEOS DE ENSINO Convite 2011 A Reitoria, por intermédio da Pró-Reitoria de Graduação PROGRAD, torna público e CONVIDA os professores da UNESP, interessados em Educação, a apresentarem propostas para obtenção de financiamento de projetos

Leia mais

DIRETRIZES PARA A DISCIPLINA DE PRÁTICA PEDAGÓGICA

DIRETRIZES PARA A DISCIPLINA DE PRÁTICA PEDAGÓGICA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO MEC UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ UNIFAP PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO PROGRAD COORDENADORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO COEG COLEGIADO DO CURSO DE GEOGRAFIA DIRETRIZES PARA A DISCIPLINA

Leia mais

AEMS-ASSOCIAÇÃO DE ENSINO E CULTURA DE MS FACULDADES INTEGRADAS DE TRÊS LAGOAS RELATÓRIO GERAL RESPOSTA DE ALUNOS DA I.E.S. 2º SEMESTRE DE 2015

AEMS-ASSOCIAÇÃO DE ENSINO E CULTURA DE MS FACULDADES INTEGRADAS DE TRÊS LAGOAS RELATÓRIO GERAL RESPOSTA DE ALUNOS DA I.E.S. 2º SEMESTRE DE 2015 AEMS-ASSOCIAÇÃO DE ENSINO E CULTURA DE MS FACULDADES INTEGRADAS DE TRÊS LAGOAS RELATÓRIO GERAL RESPOSTA DE ALUNOS DA I.E.S. 2º SEMESTRE DE 2015 1.1 Organização Institucional Q1 Cumprimento da missão das

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNINTER Portaria do MEC 688, de 25 de maio de 2012.

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNINTER Portaria do MEC 688, de 25 de maio de 2012. CENTRO UNIVERSITÁRIO UNINTER Portaria do MEC 688, de 25 de maio de 2012. PLANO DE AÇÃO E MELHORIAS CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO AMBIENTAL MODALIDADE A DISTÂNCIA CURITIBA 2015 1 Plano de de Melhorias

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N DE 10 DE SETEMBRO DE 2007

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N DE 10 DE SETEMBRO DE 2007 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 3.603 DE 10 DE SETEMBRO DE 2007 Homologa o Parecer n. 028/07-CEG, que aprova o Projeto

Leia mais

LDB Lei de Diretrizes e Bases

LDB Lei de Diretrizes e Bases PEDAGOGIA LDB Lei de Diretrizes e Bases Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional O pedagogo estuda as teorias da ciência da educação e do ensino É

Leia mais

REGULAMENTO DO CENTRO DE PESQUISA (CEPES) DA ESCOLA DE DIREITO DE BRASÍLIA EDB/IDP

REGULAMENTO DO CENTRO DE PESQUISA (CEPES) DA ESCOLA DE DIREITO DE BRASÍLIA EDB/IDP REGULAMENTO DO CENTRO DE PESQUISA (CEPES) DA ESCOLA DE DIREITO DE BRASÍLIA EDB/IDP TEXTO COMPILADO CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1 O presente Regulamento tem por finalidade normatizar as

Leia mais

O Ibmec Online se reinventando tendo a Blackboard como parceiro estratégico

O Ibmec Online se reinventando tendo a Blackboard como parceiro estratégico O Ibmec Online se reinventando tendo a Blackboard como parceiro estratégico 1 Do começo aos dias de hoje A história do Grupo Ibmec Criação e Desenvolvimento Nasce o Ibmec-RJ, como Instituto para Pesquisa

Leia mais

NORMATIVA PARA OFERTA DE CARGA HORÁRIA SEMIPRESENCIAL EM CURSOS DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL TÉCNICA E TECNOLÓGICA PRESENCIAIS DO IFNMG

NORMATIVA PARA OFERTA DE CARGA HORÁRIA SEMIPRESENCIAL EM CURSOS DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL TÉCNICA E TECNOLÓGICA PRESENCIAIS DO IFNMG Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal do Norte de Minas Gerais Pró-Reitoria de Ensino NORMATIVA PARA OFERTA DE CARGA HORÁRIA SEMIPRESENCIAL EM CURSOS

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: Ensino Superior Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO CURSO: FÌSICA FORMA/GRAU:( )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( X) licenciatura ( ) tecnólogo MODALIDADE: ( X) Presencial

Leia mais

DIRETRIZES PARA A GESTÃO DAS ATIVIDADES DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO DA UTFPR

DIRETRIZES PARA A GESTÃO DAS ATIVIDADES DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO DA UTFPR Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Pró-Reitoria de Graduação e Educação Profissional Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação Pró-Reitoria de Relações Empresariais e Comunitárias

Leia mais

Projeto Político Pedagógico

Projeto Político Pedagógico Projeto Político Pedagógico INSTITUINTE DO PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO DO CURSO DE GPP/EACH/USP Diretrizes da Pró Reitoria de Graduação para orientar o processo de formulação Instituinte do Projeto Político

Leia mais

DAS COORDENAÇÃO DE EIXO_TECNOLÓGICO

DAS COORDENAÇÃO DE EIXO_TECNOLÓGICO DAS COORDENAÇÃO DE EIXO_TECNOLÓGICO TÍTULO I DA NATUREZA E FINALIDADES Art. 1 - À coordenação de eixo-tecnológico compete: I - Convocar e presidir as reuniões do Colegiado de Curso; II - Submeter à Coordenação

Leia mais

Cód. Disciplina Período Créditos Carga Horária 7 Semanal Mensal 6 24

Cód. Disciplina Período Créditos Carga Horária 7 Semanal Mensal 6 24 Cód. Disciplina Período Créditos Carga Horária 7 Semanal Mensal 6 24 Nome da Disciplina ESTÁGIO EM GESTÃO EDUCACIONAL I Curso PEDAGOGIA GESTÃO DE SISTEMAS EDUCACIONAIS Orientação individual e grupal aos

Leia mais