PROPLAD Plano de Desenvolvimento Institucional PDI UFOP

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROPLAD Plano de Desenvolvimento Institucional PDI UFOP"

Transcrição

1 PROPLAD Plano de Desenvolvimento Institucional PDI UFOP Reunião de trabalho da Comissão e dos Coordenadores dos GTs, 15 Fev 2016

2 Pauta #1. Acompanhamento das atividades dos GTs; #2. Definição da estrutura básica do PDI; #3. Próximas etapas...

3 Calendário de Reuniões e Seminários : Definição Visão, Missão e Valores pela Comissão PDI (Comissão PDI) : Apresentações da Proposta de Novo Estatuto UFOP (Comissão Estatuinte) e do Relatório de Autoavaliação Institucional (Comissão Própria de Avaliação CPA) (Comissão PDI e Coordenadores de GT s) : Palestra PDI Campus Morro do Cruzeiro Local: Auditório do DEGEO, 10h : Reunião Comissão PDI e Coordenadores de GT s : Palestra PDI Campi Mariana Local: Auditório do ICHS, 17h : Palestra PDI Campus Morro do Cruzeiro Local: Auditório da Escola de Farmácia, 10h : Palestra PDI Campus João Monlevade Local: Auditório do ICEA, 13h : Reunião Comissão PDI e Coordenadores de GT s : Reunião Comissão PDI e Coordenadores de GT s Resolução CUNI Nº DE

4 PROCESSO DE PLANEJAMENTO PDI UFOP: PROPOSTA PROPLAD QUEM SOMOS E COMO ESTAMOS? Missão Visão Valores PARA ONDE QUEREMOS IR? Eixos Temáticos / Objetivos Estratégicos (qualitativo) COMO CHEGAREMOS LÁ? Metas (quantitativo) Ações Operacional e Orçamentário (metas intermediárias) Indicadores Acompanhamento Tomada de Decisão COMO ESTAMOS INDO? COMO CORRIGIR? INTEGRAÇÃO PLANO ANUAL DE AÇÕES PDI

5 PROCESSO DE PLANEJAMENTO PDI UFOP: PROPOSTA PROPLAD IDEIA GERAL DA ESTRUTURAÇÃO DO PDI Futuro Tema (processos finalísticos e de apoio) Estratégico / Macro (qualitativo) Metas Intermediárias (quantitativo) O que executar? PLANO ANUAL DE AÇÃO & ORÇAMENTO

6 CONTEXTO DO PLANEJAMENTO INSTITUCIONAL Reflexão sobre o futuro da UFOP Inovação Excelência acadêmica Transparência Parcerias Avaliação Gestão Transparência Qualificação e Capacitação

7 FORMULÁRIO PDI UFOP MISSÃO: Produzir e disseminar o conhecimento científico, tecnológico, social, cultural, patrimonial e ambiental, contribuindo para a formação do sujeito como profissional ético, crítico-reflexivo, criativo, empreendedor, humanista e agente de mudança na construção de uma sociedade justa, desenvolvida socioeconomicamente, soberana e democrática. VISÃO: Ser uma universidade de excelência e reconhecida pela produção e integração acadêmica, científica, tecnológica e cultural comprometida com o desenvolvimento socioeconômico do país. VALORES: Autonomia; Compromisso, inclusão e responsabilidade social; Criatividade; Democracia, liberdade e respeito; Democratização do ensino e pluralização do conhecimento; Eficiência, qualidade e excelência; Equidade; Indissociabilidade; Integração e Interdisciplinaridade; Parcerias; Preservação do patrimônio artístico, histórico e cultural; Saúde e qualidade de vida; Sustentabilidade; Transparência. EIXO TEMÁTICO: Objetivo (Qualitativo): Meta (Quantitativo): Meta Intermediária (desmembrar a meta em período de 2 anos?): Ação(ões) (para atingir a meta): Indicador(es):

8 FORMULÁRIO PDI UFOP EIXO TEMÁTICO: Ensino de Graduação Objetivo (Qualitativo): Melhorar a qualidade dos cursos de graduação Meta (Quantitativo): Aumentar em X% o número de cursos de graduação com conceito MEC superior a 04. igual ou Meta Intermediária (a cada 2 anos): Aumentar em Y% a cada 02 anos o número de cursos de graduação da UFOP com conceito MEC igual ou superior a 04. Ações: 1. Revisar os Projetos Políticos Pedagógicos dos cursos Indicador: Variação percentual dos cursos com nota igual ou superior a 04

9 Calendário de Reuniões e Seminários : Definição Visão, Missão e Valores pela Comissão PDI (Comissão PDI) : Apresentações da Proposta de Novo Estatuto UFOP (Comissão Estatuinte) e do Relatório de Autoavaliação Institucional (Comissão Própria de Avaliação CPA) (Comissão PDI e Coordenadores de GT s) : Palestra PDI Campus Morro do Cruzeiro Local: Auditório do DEGEO, 10h : Reunião Comissão PDI e Coordenadores de GT s : Palestra PDI Campi Mariana Local: Auditório do ICHS, 17h : Palestra PDI Campus Morro do Cruzeiro Local: Auditório da Escola de Farmácia, 17h : Palestra PDI Campus João Monlevade Local: Auditório do ICEA, 13h : Reunião Comissão PDI e Coordenadores de GT s : Reunião Comissão PDI e Coordenadores de GT s Resolução CUNI Nº DE

10 PDI UFOP Avaliando o presente. Pensando o futuro!

E I X O S

E I X O S 0011 0010 1010 1101 0001 0100 1011 5 E I X O S 10 dimensões 5 eixos 8- Planejamento e Avaliação. 1- Missão e Plano de Desenvolvimento Institucional. 0011 3- Responsabilidade 0010 1010 1101 Social 0001

Leia mais

Plano de Desenvolvimento Institucional

Plano de Desenvolvimento Institucional data Plano de Desenvolvimento Institucional PDI - 2016-2020 Prof. Esper Cavalheiro Pró-Reitor de Planejamento - PROPLAN Profa. Cíntia Möller Araujo Coordenadora de Desenvolvimento Institucional e Estudos

Leia mais

EIXO 2 DIMENSÃO 1 A MISSÃO E O PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL

EIXO 2 DIMENSÃO 1 A MISSÃO E O PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL EIXO 1 DIMENSÃO 8 PLANEJAMENTO E AVALIAÇÃO 1 O plano de desenvolvimento do instituto PDI ( http://www.ufopa.edu.br/arquivo/portarias/2015/pdi20122016.pdf/view ) faz referência a todos os processos internos

Leia mais

PDI UNIVASF Notas sobre questões legais-normativas e sobre o processo de elaboração

PDI UNIVASF Notas sobre questões legais-normativas e sobre o processo de elaboração UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO Pró-Reitoria de Planejamento e Desenvolvimento Institucional Propladi Av. José de Sá Maniçoba, s/n, Centro Petrolina-PE - CEP.: 56.304-917 Fone: (87) 2101-6804

Leia mais

PLANO DE AÇÃO

PLANO DE AÇÃO INSTITUTO FLORENCE DE ENSINO SUPERIOR COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO PLANO DE AÇÃO 2016-207 São Luís 2016 1 INTRODUÇÃO O plano de ações da CPA define os rumos dos trabalhos que serão desenvolvidas pela

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ 1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO DE 2016 DO CAMPUS BELÉM RELATÓRIO PARCIAL

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO PDI: Documento elaborado pela Equipe de Assessoria da Pró-reitoria de Planejamento da UEMA

ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO PDI: Documento elaborado pela Equipe de Assessoria da Pró-reitoria de Planejamento da UEMA ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO PDI: Documento elaborado pela Equipe de Assessoria da Pró-reitoria de Planejamento da UEMA Agosto de 2015 INTRODUÇÃO O Ministério de Educação (MEC) através do Sistema Nacional

Leia mais

CARTA PROGRAMA. Marta de Lana e José Geraldo A. de A. Brito

CARTA PROGRAMA. Marta de Lana e José Geraldo A. de A. Brito CARTA PROGRAMA Marta de Lana e José Geraldo A. de A. Brito APRESENTAÇÃO É com entusiasmo e motivação que nos apresentamos como candidatos a Reitora e Vice-Reitor da Universidade Federal de Ouro Preto com

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL - PRPDI Orientação Geral O Plano de Desenvolvimento Institucional -PDI, elaborado para um período de 5

Leia mais

Alimentação e Nutrição na Cidade do Rio de Janeiro. Instituto de Nutrição/UERJ

Alimentação e Nutrição na Cidade do Rio de Janeiro. Instituto de Nutrição/UERJ Construindo a Política Municipal de Alimentação e Nutrição na Cidade do Rio de Janeiro I tit t d N t i ã A Di /SPS/SUBPAV/SMSDC Instituto de Nutrição Annes Dias/SPS/SUBPAV/SMSDC Instituto de Nutrição/UERJ

Leia mais

Faculdade de Direito da Alta Paulista Faculdade da Alta Paulista Comissão Própria de Avaliação (CPA)

Faculdade de Direito da Alta Paulista Faculdade da Alta Paulista Comissão Própria de Avaliação (CPA) PLANO DE AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DA FAP 2016 1. Introdução Desde 2004, a avaliação interna da Instituição Dom Bosco de Ensino e Cultura Ltda. está sob as normas do Sistema Nacional de Avaliação dos

Leia mais

Acompanhamento do Planejamento

Acompanhamento do Planejamento MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE ENSINO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICO INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL PROPLAN Acompanhamento do Planejamento A

Leia mais

Comissão. Própria de Avaliação Relatório Ano-Base 2016

Comissão. Própria de Avaliação Relatório Ano-Base 2016 Comissão INSTITUTO FEDERAL Farroupilha Própria de Avaliação Relatório Ano-Base 2016 Núcleo São Borja Anelise Silva Cruz Deise Busnelo Prestes Roos Éderson Tavares dos Santos Renilza Carneiro Disconci Sabrina

Leia mais

Plano de Desenvolvimento Institucional

Plano de Desenvolvimento Institucional Plano de Desenvolvimento Institucional Âmbito de atuação Missão Visão Elementos Duráveis Princípios Elementos Mutáveis (periodicamente) Análise Ambiental Objetivos Estratégicos Metas Planos de Ação PDI

Leia mais

Programa de Cooperação Científica e Tecnológica Subprograma de Empresas Juniores. Plano de trabalho

Programa de Cooperação Científica e Tecnológica Subprograma de Empresas Juniores. Plano de trabalho Programa de Cooperação Científica e Tecnológica Subprograma de Empresas Juniores Plano de trabalho 2016-2017 1. JUSTIFICATIVA O Subprograma de Empresas Juniores, vinculado ao PDI PROGRAMA 10 PROGRAMA UNESP

Leia mais

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PROJEÇÃO DE FUTURO MUDANÇA TRANSFORMAÇÃO A TRANSFORMAÇÃO É DA NATUREZA DO MUNDO VOCÊ SE TRANFORMA CENÁRIOS um conjunto harmônico e consistente de hipóteses de trabalho, quantitativas

Leia mais

Plano de Desenvolvimento Institucional PDI -

Plano de Desenvolvimento Institucional PDI - Plano de Desenvolvimento Institucional PDI - Diretrizes para Elaboração Eixos Temáticos Essenciais do PDI Perfil Institucional Avaliação e Acompanhamento do Desenvolvimento Institucional Gestão Institucional

Leia mais

Comissão de Revisão dos Instrumentos

Comissão de Revisão dos Instrumentos MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SISTEMA NACIONAL DE AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR SINAES Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior - CONAES Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio

Leia mais

PROPOSTA DE AUTO-AVALIAÇÃO

PROPOSTA DE AUTO-AVALIAÇÃO PROPOSTA DE AUTO-AVALIAÇÃO Nesta proposta, que se enquadra perfeitamente no objetivo da Autoavaliação que é identificar o perfil e o significado de atuação da UFSJ, por meio de suas atividades, cursos,

Leia mais

ASSOCIAÇÃO UNIFICADA PAULISTA DE ENSINO RENOVADO OBJETIVO ASSUPERO INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DO RIO GRANDE DO NORTE - IESRN

ASSOCIAÇÃO UNIFICADA PAULISTA DE ENSINO RENOVADO OBJETIVO ASSUPERO INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DO RIO GRANDE DO NORTE - IESRN ASSOCIAÇÃO UNIFICADA PAULISTA DE ENSINO RENOVADO OBJETIVO ASSUPERO INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DO RIO GRANDE DO NORTE - IESRN COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO INTERNA CPA REGULAMENTO INTERNO CPA/IESRN A

Leia mais

DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL EXTERNA

DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL EXTERNA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior - Sinaes Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior - Conaes Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio

Leia mais

ATUAÇÃO DA CPA. Roteiro. Avaliação do ensino superior. Avaliação do Ensino Superior. Autoavaliação na UFMS

ATUAÇÃO DA CPA. Roteiro. Avaliação do ensino superior. Avaliação do Ensino Superior. Autoavaliação na UFMS ATUAÇÃO DA CPA Avaliação do ensino superior Roteiro Avaliação do Ensino Superior Legislação SINAES Autoavaliação Institucional Dimensões Autoavaliação na UFMS Instrumentos AVALIAÇÃO DO ENSINO SUPERIOR

Leia mais

II FÓRUM CPA Comissão Própria da Avaliação

II FÓRUM CPA Comissão Própria da Avaliação II FÓRUM CPA Comissão Própria da Avaliação 25 de maio de 2016 EIXO 1: PLANEJAMENTO E AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL Dimensão 8: Planejamento e avaliação Fragilidades Melhorar as reuniões da CPA e reestruturar

Leia mais

FILOSOFIA INSTITUCIONAL

FILOSOFIA INSTITUCIONAL FILOSOFIA INSTITUCIONAL A N T Ô N I O R O B E R T O C O E L H O S E R R A D E A C C S A P R O P L A N R O B E R T O. S E R R A @ P R O F E S S O R. U E M A. B R Filosofia Institucional MISSÃO, VISÃO E

Leia mais

PORTARIA Nº 300 DE 30 DE JANEIRO DE 2006 (D. O nº 22 Seção I 31/01/2006 Pág. 5 a 7)

PORTARIA Nº 300 DE 30 DE JANEIRO DE 2006 (D. O nº 22 Seção I 31/01/2006 Pág. 5 a 7) PORTARIA Nº 300 DE 30 DE JANEIRO DE 2006 (D. O nº 22 Seção I 31/01/2006 Pág. 5 a 7) Aprova, em extrato, o Instrumento de Avaliação Externa de Instituições de Educação Superior do Sistema Nacional de Avaliação

Leia mais

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO. Missão

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO. Missão Curso Administração Campus: Angra dos Reis SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO Missão Formar profissionais, éticos, criativos e empreendedores, com competências e habilidades técnicas, humanas e conceituais, visão

Leia mais

RELAÇÕES INTERNACIONAIS. 1- Em relação ao trabalho realizado pela Comissão Própria de Avaliação - CPA, como você avalia:

RELAÇÕES INTERNACIONAIS. 1- Em relação ao trabalho realizado pela Comissão Própria de Avaliação - CPA, como você avalia: RELAÇÕES INTERNACIONAIS Senhor (a) coordenador (a), a seguir estão os dados referentes às respostas obtidas no questionário de autoavaliação da Comissão Própria de Avaliação, aplicado entre os meses de

Leia mais

Arquitetura e Urbanismo. 1- Em relação ao trabalho realizado pela Comissão Própria de Avaliação - CPA, como você avalia:

Arquitetura e Urbanismo. 1- Em relação ao trabalho realizado pela Comissão Própria de Avaliação - CPA, como você avalia: Arquitetura e Urbanismo Senhor (a) coordenador (a), a seguir estão os dados referentes às respostas obtidas no questionário de autoavaliação da Comissão Própria de Avaliação, aplicado entre os meses de

Leia mais

Enfermagem. 1- Em relação ao trabalho realizado pela Comissão Própria de Avaliação - CPA, como você avalia:

Enfermagem. 1- Em relação ao trabalho realizado pela Comissão Própria de Avaliação - CPA, como você avalia: Enfermagem Senhor (a) coordenador (a), a seguir estão os dados referentes às respostas obtidas no questionário de autoavaliação da Comissão Própria de Avaliação, aplicado entre os meses de agosto e novembro

Leia mais

Avaliação de Cursos, Novo Instrumento de Avaliação Institucional e a. Função da CPA neste contexto

Avaliação de Cursos, Novo Instrumento de Avaliação Institucional e a. Função da CPA neste contexto Avaliação de Cursos, Novo Instrumento de Avaliação Institucional e a Função da CPA neste contexto Profa. Dra. Marion Creutzberg Coordenadora da CPA / PUCRS Papel da CPA na avaliação de cursos de graduação

Leia mais

Alinhamento PPA e o Inpe

Alinhamento PPA e o Inpe Alinhamento PPA e o Inpe Modelo de gestão por programas Décio Castilho Ceballos ceballos@dir.inpe.br Apresentação ao grupo gestor PE do INPE 06 de outubro de 2006 Alinhamentos diversos Alinhamento político

Leia mais

APÊNDICE A Questionários Aplicados

APÊNDICE A Questionários Aplicados APÊNDICE A Questionários Aplicados CPA Comissão Própria de Avaliação 60 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SÃO PAULO CAMPUS SERTÃOZINHO COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA AUTOAVALIAÇÃO

Leia mais

40% 60% AVALIAÇÃO IFRJ EM DEBATE

40% 60% AVALIAÇÃO IFRJ EM DEBATE AVALIAÇÃO IFRJ EM DEBATE DATA: 14 de março de 2010 LOCAL: Auditório da FIRJAN TEMA: Seminário de Planejamento Estratégico do IFRJ Arranjos Produtivos Locais, Mercado de Trabalho e Indicadores de Gestão.

Leia mais

PDI Plano de Desenvolvimento Institucional AVALIAÇÃO E ACOMPANHAMENTO DO PDI

PDI Plano de Desenvolvimento Institucional AVALIAÇÃO E ACOMPANHAMENTO DO PDI PDI Plano de Desenvolvimento Institucional 2005-2009 6 AVALIAÇÃO E ACOMPANHAMENTO DO PDI 6. AVALIAÇÃO E ACOMPANHAMENTO DO DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL Coordenação: Maria Helena Krüger Diretora de Desenvolvimento

Leia mais

TERMO DE ABERTURA DO PROJETO

TERMO DE ABERTURA DO PROJETO 1 Nome do Projeto 2 Código Projeto Fiscalização do Exercício e Atividade Profissional 3 Coordenador(a) 4 Tipo de Projeto João Augusto de Lima Estratégico 5 Gestor(a) 6 Programa Igor de Mendonça Fernandes

Leia mais

Avaliação Institucional Docentes

Avaliação Institucional Docentes Avaliação Institucional Docentes A avaliação é um processo fundamental para a qualidade do trabalho desenvolvido nas Instituições de Ensino Superior. Nesse sentido, a Comissão Própria de Avaliação (CPA)

Leia mais

O que é Planejamento Estratégico?

O que é Planejamento Estratégico? O que é Planejamento Estratégico? Conforme Oliveira (2003, p. 47) planejamento estratégico é o processo administrativo que proporciona sustentação metodológica para se estabelecer a melhor direção a ser

Leia mais

Humberto de Sá Garay

Humberto de Sá Garay Humberto de Sá Garay Representantes Brasília- DF 15 Empresas Aproximadamente 100 consultores Planejamento e Gestão Estratégica Prospectiva Estratégica Inteligência Estratégica Projetos Internacionais Análise

Leia mais

Formular a Gestão da Estratégia da Previdência Social para o novo ciclo Disseminar da Gestão da Estratégia na Previdência Social

Formular a Gestão da Estratégia da Previdência Social para o novo ciclo Disseminar da Gestão da Estratégia na Previdência Social Estrutura Analítica do Projeto - EAP Formular a Gestão da Estratégia da Previdência Social para o novo ciclo 2016-2019 Gerenciar o projeto Planejar a gestão da estratégia Desdobrar a estratégia Programar

Leia mais

Plano de Desenvolvimento da Unidade

Plano de Desenvolvimento da Unidade Plano de Desenvolvimento da Unidade Níveis de Planejamento Planejamento UFSM METODOLOGIA PDU PROGRAMA DE FOMENTO À CULTURA DE PLANEJAMENTO DA UFSM PROCESSO BASE Macro processo PREPARAÇÃO DIAGNÓSTICO ELABORAÇÃO

Leia mais

EDITAL N.º 17/2016 ANEXO I TRILHAS DE APRENDIZAGEM DO PFGC. Competência: Visão Estratégica

EDITAL N.º 17/2016 ANEXO I TRILHAS DE APRENDIZAGEM DO PFGC. Competência: Visão Estratégica 1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA DIREÇÃO GERAL DO CAMPUS JOÃO PESSOA PROGRAMA DE FORMAÇÃO DE GESTORES

Leia mais

SESSÃO DE APRESENTAÇÃO Cursos Técnicos Superiores Profissionais TeSP

SESSÃO DE APRESENTAÇÃO Cursos Técnicos Superiores Profissionais TeSP Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020 SESSÃO DE APRESENTAÇÃO Cursos Técnicos Superiores Profissionais TeSP Identidade, Competitividade, Responsabilidade Lezíria do Tejo Alto Alentejo Alentejo

Leia mais

SINDICATO NACIONAL DOS SERVIDORES FEDERAIS DA EDUCAÇÃO BÁSICA, PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA SINASEFE SEÇÃO SINDICAL IFPR

SINDICATO NACIONAL DOS SERVIDORES FEDERAIS DA EDUCAÇÃO BÁSICA, PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA SINASEFE SEÇÃO SINDICAL IFPR PLANO DE TRABALHO COMO MEMBRO DO CONSUP DO INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ - 2016/2020 Guilherme Basso dos Reis candidato a representante técnico administrativo Marco Antônio Lima Rizzo candidato a representante

Leia mais

ANEXO 2 PLANO DE AÇÃO COMISSÃO SETORIAL DE AVALIAÇÃO DO COLÉGIO POLITÉCNICO DA UFSM

ANEXO 2 PLANO DE AÇÃO COMISSÃO SETORIAL DE AVALIAÇÃO DO COLÉGIO POLITÉCNICO DA UFSM ANEXO 2 PLANO DE AÇÃO COMISSÃO SETORIAL DE AVALIAÇÃO DO COLÉGIO POLITÉCNICO DA UFSM EIXO 1 PLANEJAMENTO E AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL Dimensão 8: Planejamento e Avaliação 1 Publicização dos resultados no sítio

Leia mais

CONSIDERANDO os princípios referendados na Declaração Universal dos Direitos Humanos;

CONSIDERANDO os princípios referendados na Declaração Universal dos Direitos Humanos; RESOLUÇÃO Nº 066-CONSELHO SUPERIOR, de 14 de fevereiro de 2012. REGULAMENTA A POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RORAIMA IFRR. O PRESIDENTE DO

Leia mais

Como você avalia a atuação do seu orientador em relação ao acompanhamento e orientação do seu projeto de pós-graduação?

Como você avalia a atuação do seu orientador em relação ao acompanhamento e orientação do seu projeto de pós-graduação? Na Unidade Des. sei/ se Pós- Co você avalia a atuação do seu orientador em relação ao acompanhamento e orientação do seu projeto de pós-graduação? 90,06% 6,63% 2,76% 0,55% Possuir currículos interdisciplinares,

Leia mais

ORGANOGRAMA IFTM - REITORIA

ORGANOGRAMA IFTM - REITORIA ORGANOGRAMA IFTM - REITORIA CONSELHO SUPERIOR - Reitoria COLÉGIO DE DIRIGENTES REITOR CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO - CEPE COORDENAÇÃO GERAL DE AUDITORIA INTERNA COORDENAÇÃO DE APOIO AOS SERVIÇOS

Leia mais

Auditoria Interna. Planejamento Estratégico 2015

Auditoria Interna. Planejamento Estratégico 2015 Auditoria Interna Planejamento Estratégico 2015 1 Sumário APRESENTAÇÃO... 3 METODOLOGIA DO PLANEJAMENTO... 4 MISSÃO... 5 VISÃO... 5 VALORES... 5 ANÁLISE AMBIENTAL... 6 OBJETIVOS ESTRATÉGICOS... 6 MACROPROCESSO

Leia mais

Universidade Federal do Pará Pró-Reitoria de Planejamento e Desenvolvimento Institucional. Como será a elaboração do novo PDI da UFPA?

Universidade Federal do Pará Pró-Reitoria de Planejamento e Desenvolvimento Institucional. Como será a elaboração do novo PDI da UFPA? Universidade Federal do Pará Pró-Reitoria de Planejamento e esenvolvimento Institucional Como será a elaboração do novo PI da UFPA? Premissas básicas para a construção do Novo PI Participação multidisciplinar

Leia mais

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO. Missão

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO. Missão SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO Curso: Administração Campus: Teresópolis Missão O curso de Graduação em Administração tem como missão formar profissionais, éticos, criativos e empreendedores, com competências

Leia mais

Promover a competitividade e o desenvolvimento dos pequenos negócios e fomentar o empreendedorismo para fortalecer a economia nacional

Promover a competitividade e o desenvolvimento dos pequenos negócios e fomentar o empreendedorismo para fortalecer a economia nacional Excelência na Gestão Desafio dos Pequenos Negócios INSTITUCIONAL SEBRAE MISSÃO Promover a competitividade e o desenvolvimento dos pequenos negócios e fomentar o empreendedorismo para fortalecer a economia

Leia mais

ARTICULAÇÃO ENTRE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL E PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO UM REQUISITO PARA A GESTÃO ESTRATÉGICA EM INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR

ARTICULAÇÃO ENTRE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL E PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO UM REQUISITO PARA A GESTÃO ESTRATÉGICA EM INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR SEMINÁRIO NACIONAL DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL ARTICULAÇÃO ENTRE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL E PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO UM REQUISITO PARA A GESTÃO ESTRATÉGICA EM INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR Suzana Salvador

Leia mais

Relatório de Ações referente a avaliação Institucional de 2014

Relatório de Ações referente a avaliação Institucional de 2014 Relatório de Ações referente a avaliação Institucional de 2014 Questões Eixo/ Item EIXO 1 - PLANEJAMENTO E AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL Ações desenvolvidas para manter ou melhorar 1.1 Como você avalia a Comissão

Leia mais

Programa de Avaliação Acadêmica- Institucional

Programa de Avaliação Acadêmica- Institucional Programa de Avaliação Acadêmica- Institucional PROGRAMA DE AVALIAÇÃO ACADÊMICA- INSTITUCIONAL I. AVALIAÇÃO E ACOMPANHAMENTO DO DESEMPENHO INSTITUCIONAL A avaliação institucional da Faculdade Presbiteriana

Leia mais

EDITAL N.º 16/2016 ANEXO I TRILHAS DE APRENDIZAGEM DO PFGC. Competência: Visão Estratégica

EDITAL N.º 16/2016 ANEXO I TRILHAS DE APRENDIZAGEM DO PFGC. Competência: Visão Estratégica 1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA DIREÇÃO GERAL DO CAMPUS JOÃO PESSOA PROGRAMA DE FORMAÇÃO DE GESTORES

Leia mais

UNIVERSIDADE DE RIO VERDE CPA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO FACULDADE DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO

UNIVERSIDADE DE RIO VERDE CPA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO FACULDADE DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO UNIVERSIDADE DE RIO VERDE CPA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO 2011 2012 FACULDADE DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO 1 1 Dimensão 2 - Acadêmico avaliando professor 1 - O professor comparece

Leia mais

IX Seminário de Ensino de Línguas Estrangeiras (SELES) V Seminário de Ensino de Língua Materna (SELM)

IX Seminário de Ensino de Línguas Estrangeiras (SELES) V Seminário de Ensino de Língua Materna (SELM) IX Seminário de Ensino de Línguas Estrangeiras (SELES) V Seminário de Ensino de Língua Materna (SELM) I Seminário Nacional Integrado da Área das Linguagens, Códigos e suas Tecnologias: Língua Portuguesa,

Leia mais

VIII Congresso Nacional de Excelência em Gestão

VIII Congresso Nacional de Excelência em Gestão VIII Congresso Nacional de Excelência em Gestão Integração Indústria Universidade para a Sustentabilidade: Ações do IEL/Sistema FIRJAN 8 de junho de 2012 Alberto Besser Superintendente IEL-RJ Quem Somos

Leia mais

SEMINÁRIO Planejamento Estratégico Elaborado por: Jesus Borges (Pró-Reitor de Desenvolvimento Institucional) Fabrício Sobrosa Affeldt (Coordenador de

SEMINÁRIO Planejamento Estratégico Elaborado por: Jesus Borges (Pró-Reitor de Desenvolvimento Institucional) Fabrício Sobrosa Affeldt (Coordenador de SEMINÁRIO Planejamento Estratégico Elaborado por: Jesus Borges (Pró-Reitor de Desenvolvimento Institucional) Fabrício Sobrosa Affeldt (Coordenador de Ensino - Campus Feliz) Cláudia Lorenzon (RH-Reitoria)

Leia mais

PLANO DE GESTÃO PLANO ANUAL DE AÇÕES

PLANO DE GESTÃO PLANO ANUAL DE AÇÕES PROPLAD /DOF/ UFOP Pró-reitoria de Planejamento e Desenvolvimento Diretoria de Orçamento e Finanças Universidade Federal de Ouro Preto PLANO DE GESTÃO PLANO ANUAL DE AÇÕES INSTRUMENTOS DE GESTÃO PARA A

Leia mais

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO. Missão

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO. Missão SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO Curso Design de Moda - Bacharelado Campus: Tom Jobim Missão Formar profissionais reflexivos e com sensibilidade artística para a construção do pensamento e cultura de moda, aptos

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO METODISTA IPA POLÍTICA AMBIENTAL

CENTRO UNIVERSITÁRIO METODISTA IPA POLÍTICA AMBIENTAL CENTRO UNIVERSITÁRIO METODISTA IPA POLÍTICA AMBIENTAL Porto Alegre 2014 CENTRO UNIVERSITÁRIO METODISTA IPA Reitor e Pró-Reitor de Graduação Roberto Pontes da Fonseca Coordenadora de Graduação Luciane Torezan

Leia mais

GESTÃO POR RESULTADOS DA PREFEITURA DE OSASCO/SP Uma reflexão sobre planejamento, monitoramento e avaliação

GESTÃO POR RESULTADOS DA PREFEITURA DE OSASCO/SP Uma reflexão sobre planejamento, monitoramento e avaliação Seminário Reforma Gerencial 20+20 GESTÃO POR RESULTADOS DA PREFEITURA DE OSASCO/SP Uma reflexão sobre planejamento, monitoramento e avaliação Prefeito Jorge Lapas 27 de agosto 2015 TEMAS A SEREM ABORDADOS

Leia mais

Missão, Visão, Princípios, Finalidades e Valores da UFOP

Missão, Visão, Princípios, Finalidades e Valores da UFOP PROPLAD Comissão de Gestão do Processo de Elaboração do PDI UFOP 2016-2025 Missão, Visão, Princípios, Finalidades e Valores da UFOP 04 Fevereiro 2016 PAUTA ÚNICA Definir e/ou Alinhar a Missão, a Visão

Leia mais

PROJETO NOSSO IFNMG. em números. Agosto de 2017

PROJETO NOSSO IFNMG. em números. Agosto de 2017 PROJETO 03 NOSSO IFNMG em números Agosto de 2017 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 3 2. OBJETIVOS... 5 3. MAPA ESTRATÉGICO... 5 4. METODOLOGIA... 6 5 LOGOMARCA DO SISTEMA... 6 1. INTRODUÇÃO O Instituto Federal

Leia mais

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PROCESSOS ADMINISTRATIVOS PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO O que é e para que serve? Para quem serve? Quem deve participar? Onde vem sendo utilizado? ETAPAS DO PLANEJAMENTO Avaliação da

Leia mais

O PROCESSO DE CONSTRUÇÃO DO PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO INSTITUCIONAL

O PROCESSO DE CONSTRUÇÃO DO PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO INSTITUCIONAL O PROCESSO DE CONSTRUÇÃO DO PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO INSTITUCIONAL Manaus, abril/2016 www.ifam.edu.br www.ifam.edu.br O QUE É PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO INSTITUCIONAL? É um documento teórico metodológico

Leia mais

Categoria: Gestão da Inovação

Categoria: Gestão da Inovação Prêmio Nacional de Inovação Edição 2014/2015 Anexo I Categoria: Gestão da Inovação Prêmio Nacional de Inovação - Ciclo 2014/2015 Questões para a Autoavaliação na categoria Gestão de Inovação Dimensão Método

Leia mais

RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO CURSO DE FISIOTERAPIA

RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO CURSO DE FISIOTERAPIA RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO CURSO DE FISIOTERAPIA No Curso de Fisioterapia, tanto o Enade quanto o Enem assumem lugar de destaque, já que a primeira verificará o nível de formação dos egressos do Curso,

Leia mais

Agência Nacional de Vigilância Sanitária - ANVISA. Escritório de Gestão de Processos

Agência Nacional de Vigilância Sanitária - ANVISA. Escritório de Gestão de Processos - ANVISA Escritório de Gestão de Processos III Congresso Paraibano da Qualidade IV Seminário em Busca da Excelência João Pessoa - PB 25/08/2010 Cenário Desejado Cumprimento efetivo de sua missão Agência

Leia mais

Projeto Político Pedagógico

Projeto Político Pedagógico Projeto Político Pedagógico INSTITUINTE DO PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO DO CURSO DE GPP/EACH/USP Diretrizes da Pró Reitoria de Graduação para orientar o processo de formulação Instituinte do Projeto Político

Leia mais

ACOMPANHAMENTO E MONITORAMENTO DOS PROJETOS DO PROGRAMA DE BOLSA ACADÊMICA DE EXTENSÃO

ACOMPANHAMENTO E MONITORAMENTO DOS PROJETOS DO PROGRAMA DE BOLSA ACADÊMICA DE EXTENSÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RORAIMA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO Fone: (095) 3224-9273 E-mail: proex@ifrr.edu.br

Leia mais

WS3-O4- MACROESTRATÉGIAS BASE PARA O BSC

WS3-O4- MACROESTRATÉGIAS BASE PARA O BSC WS3-O4- MACROESTRATÉGIAS BASE PARA O BSC 1 2 AGENDA 3º Workshop 4ª Oficina Alinhamento de Conceitos Metodológicos Atividades: Estágio 1 perspectiva Financeira Estágio 2 perspectiva Clientes Estágio 3 perspectiva

Leia mais

Diretoria de Ensino Guarulhos Norte PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO. 1 - E.E Jardim Santa Cecilia

Diretoria de Ensino Guarulhos Norte PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO. 1 - E.E Jardim Santa Cecilia - Breve histórico da escola: : A EE JARDIM SANTA CECÍLIA, está localizada na Rua Lagoa Dourada nº 275 - cocaia - Guarulhos S.P.- CEP 07130-210 Código da escola: 0046314 Telefone: 2279-1810/2279-1921 E-mail

Leia mais

ANEXO IV FORMULÁRIO DE PONTUAÇÃO POR CRITÉRIO. Fator de pontuação

ANEXO IV FORMULÁRIO DE PONTUAÇÃO POR CRITÉRIO. Fator de pontuação RECONHECIMENTO DE SABERES E COMPETÊNCIAS RSC I ANEXO IV FORMULÁRIO DE PONTUAÇÃO POR CRITÉRIO Fator de pontuação Unidade Quantidade Máximas de unidades Quantidade de unidades comprovadas obtida I - Experiência

Leia mais

ANTE-PROJETO DE LEI ORGÂNICA DA UDESC MINUTA COMISSÃO ESPECIAL (PORTARIA Nº 765/06) TÍTULO I DA NATUREZA, SEUS PRINCÍPIOS, FINS E AUTONOMIA

ANTE-PROJETO DE LEI ORGÂNICA DA UDESC MINUTA COMISSÃO ESPECIAL (PORTARIA Nº 765/06) TÍTULO I DA NATUREZA, SEUS PRINCÍPIOS, FINS E AUTONOMIA ANTE-PROJETO DE LEI ORGÂNICA DA UDESC MINUTA COMISSÃO ESPECIAL (PORTARIA Nº 765/06) TÍTULO I DA NATUREZA, SEUS PRINCÍPIOS, FINS E AUTONOMIA Capítulo I Natureza Art. 1º - A Fundação Universidade do Estado

Leia mais

PDI IFCE/PRPI

PDI IFCE/PRPI PDI 2014-2019 IFCE/PRPI Perspectiva dos Clientes da PRPI Expansão e consolidação da pesquisa científica e tecnológica Captação de recursos externos para Pesquisa e Inovação Cronograma de Metas 01 R$ 34.000.000,00

Leia mais

CONSTRUINDO O FUTURO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI. Diamantina, agosto de 2009.

CONSTRUINDO O FUTURO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI. Diamantina, agosto de 2009. CONSTRUINDO O FUTURO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI Diamantina, agosto de 2009. Até 2013 UFVJM estará entre as melhores instituições de ensino superior do Brasil... B SITUAÇÃO

Leia mais

CONTEXTO HISTÓRICO DE CRIAÇÃO DOS IF E DO IFB. Maria Cristina Madeira da Silva

CONTEXTO HISTÓRICO DE CRIAÇÃO DOS IF E DO IFB. Maria Cristina Madeira da Silva CONTEXTO HISTÓRICO DE CRIAÇÃO DOS IF E DO IFB Maria Cristina Madeira da Silva TRAJETÓRIA DA REDE FEDERAL DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA 1909 ESCOLA DE APRENDIZES ARTÍFICES 1937 LICEUS DE ARTES

Leia mais

Departamento Municipal de Água e Esgotos DMAE

Departamento Municipal de Água e Esgotos DMAE Departamento Municipal de Água e Esgotos DMAE Porto Alegre: 1,4 milhão de habitantes (censo 2010) 100% da população com Água 80% de Capacidade de Tratamento de Esgoto 1.939 servidores ativos Um conjunto

Leia mais

Categoria: Agente Local de Inovação

Categoria: Agente Local de Inovação Prêmio Nacional de Inovação Edição 2014/2015 Anexo II Categoria: Agente Local de Inovação Prêmio Nacional de Inovação - Ciclo 2014/2015 Questões para a Autoavaliação na categoria Agente Local de Inovação

Leia mais

UNIVERSIDADE METROPOLITANA DE SANTOS CPA-UNIMES

UNIVERSIDADE METROPOLITANA DE SANTOS CPA-UNIMES UNIVERSIDADE METROPOLITANA DE SANTOS CPA-UNIMES Projeto de Avaliação Institucional 2015-2017 COMPOSIÇÃO DA CPA Presidente: Prof. Dr. Gustavo Duarte Mendes Docentes: Prof. Me. Amaury Alípio Pimentel Profa.

Leia mais

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO INSTITUCIONAL UFV/PPO/DAD 1

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO INSTITUCIONAL UFV/PPO/DAD 1 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO INSTITUCIONAL UFV/PPO/DAD 1 - Pode dizer-me que caminho devo tomar? - Isto depende do lugar para onde você quer ir. (Respondeu com muito propósito o gato) - Não tenho destino certo.

Leia mais

PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO PEDAGÓGICA

PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO PEDAGÓGICA PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO PEDAGÓGICA A gestão da Universidade do Contestado - UnC 2014-2018 tem como meta atingir patamares conceituais mais significativos no âmbito estadual e nacional e aplicar os resultados

Leia mais

COORDENADORA GERAL Profa. Ms. PAULA CRISTINA HOTT EMERICK; REPRESENTANTE DOCENTE Profa. Ms. MARINA CARNEIRO MATOS SILLMANN; REPRESENTANTE DO CORPO

COORDENADORA GERAL Profa. Ms. PAULA CRISTINA HOTT EMERICK; REPRESENTANTE DOCENTE Profa. Ms. MARINA CARNEIRO MATOS SILLMANN; REPRESENTANTE DO CORPO COORDENADORA GERAL Profa. Ms. PAULA CRISTINA HOTT EMERICK; REPRESENTANTE DOCENTE Profa. Ms. MARINA CARNEIRO MATOS SILLMANN; REPRESENTANTE DO CORPO DISCENTE DIEGO AMARAL DE OLIVEIRA REPRESENTANTE DO CORPO

Leia mais

Regulamento do Programa de Avaliação Acadêmica-Institucional

Regulamento do Programa de Avaliação Acadêmica-Institucional Regulamento do Programa de Avaliação Acadêmica-Institucional I AVALIAÇÃO E ACOMPANHAMENTO DO DESEMPENHO INSTITUCIONAL 1.1 Natureza A avaliação institucional da Faculdade Moraes Júnior Mackenzie Rio FMJ

Leia mais

COMISSÃO DE CONSTRUÇÃO DO PDI (PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL)

COMISSÃO DE CONSTRUÇÃO DO PDI (PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL) UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO UNIRIO PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO COMISSÃO DE CONSTRUÇÃO DO PDI (PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL) RICARDO SILVA CARDOSO PRESIDENTE LOREINE HERMIDA

Leia mais

AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA

AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA COORDENADORIA DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL COAI COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA PARTE I O DISCENTE AVALIA AS AÇÕES DO CURSO Prezado(a)

Leia mais

AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2011

AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2011 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2011 NATAL/RN MARÇO/2012

Leia mais

Proposta de Mecanismo de Controle, a partir do Programa de Apoio Acadêmico PAA/SESu/MEC.

Proposta de Mecanismo de Controle, a partir do Programa de Apoio Acadêmico PAA/SESu/MEC. Seminário Andifes Eficiência e Qualidade na ocupação de Vagas Discentes nas Universidades Federais Proposta de Mecanismo de Controle, a partir do Programa de Acadêmico. COGRAD GT Evasão e Retenção Prof.

Leia mais

EDITAL INTERNO USJ Nº 026/2016/USJ

EDITAL INTERNO USJ Nº 026/2016/USJ EDITAL INTERNO USJ Nº 026/2016/USJ ABRE INSCRIÇÕES PARA SELEÇÃO DE ATIVIDADES DE EXTENSÃO PARA O SEGUNDO SEMESTRE DE 2016. O Reitor do Centro Universitário Municipal de São José, Prof. Dr. Juarez Perfeito,

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico Etec Etec: Professor Mário Antônio Verza Código: 164 Município: Palmital Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Habilitação Profissional: Técnico em Logística

Leia mais

CENÁRIO ATUAL DE SSO NA MINERAÇÃO Elevadas Taxas de Mortalidade FONTE: MTE - ANUÁRIO ESTATÍSTICO DA RAIS MPS - ANUÁRIO ESTATÍSTICO

CENÁRIO ATUAL DE SSO NA MINERAÇÃO Elevadas Taxas de Mortalidade FONTE: MTE - ANUÁRIO ESTATÍSTICO DA RAIS MPS - ANUÁRIO ESTATÍSTICO CENÁRIO ATUAL DE SSO NA MINERAÇÃO Elevadas Taxas de Mortalidade FONTE: MTE - ANUÁRIO ESTATÍSTICO DA RAIS MPS - ANUÁRIO ESTATÍSTICO CENÁRIO ATUAL DE SSO NA MINERAÇÃO Carência de informações sobre riscos

Leia mais

Programa de Formação de Coordenadores de Curso

Programa de Formação de Coordenadores de Curso Programa de Formação de Coordenadores de Curso Coordenação de Avaliação Pró-reitoria de Planejamento, Desenvolvimento e Avaliação Universidade Federal do Pampa Instituído pela Lei 10.861 de 14 de Abril

Leia mais

CICLO MCT. Mentoring, Coaching e Training. Coordenador Estratégico de IES

CICLO MCT. Mentoring, Coaching e Training. Coordenador Estratégico de IES CICLO MCT Mentoring, Coaching e Training Coordenador Estratégico de IES Ciclo MCT Mentoring, Coaching e Training Coordenador Estratégico de IES Mentoring Inspira o participante a melhorar seu desempenho

Leia mais

VERSÃO PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE DIREITO

VERSÃO PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE DIREITO VERSÃO 2014-2 PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE DIREITO ARACRUZ 2014 1. INTRODUÇÃO 1.1. Missão No intuito de fortalecer e promover uma educação de qualidade em que o discente é o principal protagonista, a

Leia mais

Eixo 4: Políticas de Gestão Dimensão 5: Políticas de Pessoal Quadro-Resumo da Autoavaliação

Eixo 4: Políticas de Gestão Dimensão 5: Políticas de Pessoal Quadro-Resumo da Autoavaliação Eixo 4: Políticas de Gestão Dimensão 5: Políticas de Pessoal Quadro-Resumo da Autoavaliação Os itens listados abaixo referem-se a indicadores relacionados ao Planejamento e Avaliação Institucional, constantes

Leia mais

As Diretrizes Gerais deveriam preceder os Requisitos, já que estes são instâncias específicas pautadas pelas Diretrizes.

As Diretrizes Gerais deveriam preceder os Requisitos, já que estes são instâncias específicas pautadas pelas Diretrizes. COMENTÁRIOS EM VERMELHO SUGESTÕES DE REDAÇÃO EM VERDE As Diretrizes Gerais deveriam preceder os Requisitos, já que estes são instâncias específicas pautadas pelas Diretrizes. REQUISITOS DO PROJETO ACADÊMICO

Leia mais

Plano de Ação Coordenadoria de Desenvolvimento Ins9tucional

Plano de Ação Coordenadoria de Desenvolvimento Ins9tucional Plano de Ação 2013 Coordenadoria de Desenvolvimento Ins9tucional Áreas estratégicas Ensino Pesquisa Desenvolvimento Ins.tucional Administração Extensão Coordenadoria de Desenvolvimento Ins9tucional DIRETRIZES

Leia mais

OBJETIVOS DO CURSO DE ENFERMAGEM

OBJETIVOS DO CURSO DE ENFERMAGEM FACULDADE DO NORTE GOIANO OBJETIVOS DO CURSO DE ENFERMAGEM Objetivos do curso O Curso de Graduação em Enfermagem tem por objetivo formar bacharel em enfermagem (enfermeiro) capaz de influenciar na construção

Leia mais