PDI Plano de Desenvolvimento Institucional AVALIAÇÃO E ACOMPANHAMENTO DO PDI

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PDI Plano de Desenvolvimento Institucional AVALIAÇÃO E ACOMPANHAMENTO DO PDI"

Transcrição

1 PDI Plano de Desenvolvimento Institucional AVALIAÇÃO E ACOMPANHAMENTO DO PDI

2 6. AVALIAÇÃO E ACOMPANHAMENTO DO DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL Coordenação: Maria Helena Krüger Diretora de Desenvolvimento Institucional - CESUMAR Maringá PR 2005

3 REITOR Professor Wilson de Matos Silva VICE-REITOR E PRÓ-REITOR DE ADMINISTRAÇÃO Wilson de Matos Silva Filho PRÓ-REITOR ACADÊMICO Professor Cláudio Ferdinandi DIRETOR DE PÓS-GRADUAÇÃO Valdecir Bertoncello DIRETORA DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL Maria Helena Krüger DIRETOR DE ENSINO Paulo Roberto Wollinger DIRETORA DE PESQUISA Ludhiana Ethel Silva Bertoncello DIRETOR DE EXTENSÃO E AÇÃO COMUNITÁRIA Weslley Kendrick Silva DIRETOR DE CLÍNICAS E LABORATÓRIOS Willian Victor Kendrick de Matos Silva Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) CENTRO UNIVERSITÁRIO DE MARINGÁ. Pró-Reitoria de. Administração. Diretoria de Desenvolvimento Institucional: C397 Plano de Desenvolvimento Institucional / coordenadora:.. Maria Helena Kruger. - CESUMAR: Maringá, v. Conteúdo: v.1.perfil institucional v. 2 Gestão Institucional v.3 Organização acadêmica v.4 Infra-estrutura v.5 Aspectos financeiros orçamentais - v.6 Avaliação e acompanhamento do PDI. I. Kruger, Maria Helena CDD - 21.ed. 378 CIP - NBR AACR/2 Produzida elaborada pela Biblioteca CESUMAR

4 SUMÁRIO 6. AVALIAÇÃO E ACOMPANHAMENTO DO DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL 6.1 Projeto de Avaliação e Acompanhamento das atividades acadêmicas de Ensino, Pesquisa e Extensão PÁG Planejamento e Gestão Metodologia Desenvolvimento Consolidação Relatórios Divulgação Revisão do PDI 04

5 6. AVALIAÇÃO E ACOMPANHAMENTO DO DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL De acordo com o Ministério da Educação 1, as orientações gerais sobre as dimensões e os tópicos estabelecidos para a avaliação institucional não esgotam as diversas atividades que acontecem na Instituição e devem ser, portanto, consideradas como um ponto de partida para a construção de uma ampla discussão e reflexão sobre as diversas situações e atividades institucionais. Nesse sentido, o projeto de Auto-Avaliação do CESUMAR e o documento que estabelece a estruturação e dinâmica de funcionamento da Comissão Própria de Avaliação - CPA - contemplam uma forma organizativa e executiva, explicitada a seguir, para o acompanhamento do Plano de Desenvolvimento Institucional e sua articulação com as atividades de ensino, pesquisa, extensão, gestão acadêmica, gestão e avaliação institucional. 6.1 Projeto de Avaliação e Acompanhamento das atividades acadêmicas de Ensino, Pesquisa e Extensão. Com o objetivo de promover a organização dos processos nas dimensões da auto-avaliação, assegurar a unidade entre os diversos setores e garantir o rigor da documentação e dos dados utilizados para as dimensões de análise, foram instituídas duas Comissões Institucionais de apoio à ação avaliativa: Comissão Institucional Acadêmica e Comissão Institucional de Gestão Acadêmica. Comissão Institucional Acadêmica - sob a liderança do Núcleo de Apoio Pedagógico, é constituída pelas Diretorias de Ensino, Pesquisa, Extensão e Pós-Graduação e tem como atribuições: Elaborar planilhas com a sumarização das informações da situação institucional; 1 BRASIL. Ministério da Educação. INEP. CONAES. Roteiro de auto-avaliação institucional. Brasília: INEP, 2004.

6 2 Analisar os instrumentos utilizados no Programa de Avaliação Institucional do CESUMAR PAIC; Acompanhar e analisar as dimensões que abrigam a política para o ensino, a pesquisa, a pós-graduação, a extensão e as respectivas normas de operacionalização, incluídos os procedimentos para estímulo à produção acadêmica, às bolsas de pesquisa, de monitoria e demais modalidades, bem como as políticas de atendimento aos estudantes e egressos. 6.2 Planejamento e Gestão A Comissão Institucional de Gestão, que compõe a estrutura da CPA, sob a a liderança da Superintendência Administrativa do CESUMAR, é formada pela diretoria de desenvolvimento institucional e as gerências: administrativa, financeira e de recursos humanos, tendo como atribuições: Atender às solicitações das Comissões referentes aos dados dos setores por ela reunidos; Elaborar planilhas com a sumarização das informações sobre a situação institucional e acompanhar com vistas a avaliação e o planejamento institucional as dimensões que abrigam os itens: A Missão e o Plano de Desenvolvimento Institucional; Organização e Gestão; As políticas de pessoal, de carreiras do corpo docente e corpo técnicoadministrativo, seu aperfeiçoamento, desenvolvimento profissional e suas condições de trabalho; Estrutura física, especialmente a de ensino e de pesquisa, biblioteca, recursos de informação e comunicação; Planejamento e avaliação, especialmente em relação aos processos, resultados e eficácia da auto-avaliação institucional; Sustentabilidade financeira, tendo em vista o significado social da continuidade dos compromissos na oferta da educação superior; A responsabilidade social da instituição, considerada, especialmente, no que se refere à sua contribuição em relação à inclusão social, ao

7 3 desenvolvimento econômico e social, à defesa do meio ambiente, da memória cultural, da produção artística e do patrimônio cultural; A comunicação com a sociedade Metodologia Definidas a proposta e o planejamento da avaliação, seu desenvolvimento ocorrerá permanentemente buscando assegurar a coerência entre as ações planejadas e as metodologias adotadas para atendimento do SINAES. Sendo assim a avaliação e acompanhamento do desenvolvimento institucional está em consonância com as etapas previstas na proposta de auto-avaliação institucional Desenvolvimento 2 Nesta etapa são desenvolvidas as seguintes atividades: Implementação dos procedimentos de coleta e análise das informações; elaboração de relatórios parciais relativos às diferentes etapas de autoavaliação e avaliação externa; integração com os demais instrumentos de avaliação do SINAES; elaboração de relatórios finais da avaliação interna e externa; revisão do Projeto de Auto-Avaliação ; e replanejamento das atividades para a continuidade do processo de avaliação SINAES Consolidação 3 Nesta etapa serão elaborados os relatórios, a divulgação dos resultados da avaliação e a revisão do Plano de Desenvolvimento Institucional. 2 Em conformidade com as Diretrizes da CPA. MEC.COMISSÃO NACIONAL DE AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR (CONAES) Diretrizes para a avaliação das Instituições de Educação Superior 3 Idem

8 Relatórios Os relatórios do processo de avaliação serão elaborados mediante os resultados das discussões, da análise dos dados e da interpretação das informações e ser submetido aos colegiados superiores da instituição. Serão encaminhados a comunidade acadêmica, a CONAES, o MEC e a sociedade Divulgação A divulgação deve oportunizar a socialização dos resultados com a utilização de diversos meios, tais como: reuniões, documentos informativos, seminários Revisão do PDI Como finalização de cada fase da avaliação, a reflexão sobre o processo é necessária, visando a sua continuidade. Assim, uma análise das estratégias utilizadas, das dificuldades e dos avanços que se apresentaram durante o processo, permitirá a Instituição planejar ações futuras; redirecionar objetivos e metas; corrigir de rumos e planejar-se para o futuro com maior qualidade acadêmica e pertinência social.

ATUAÇÃO DA CPA. Roteiro. Avaliação do ensino superior. Avaliação do Ensino Superior. Autoavaliação na UFMS

ATUAÇÃO DA CPA. Roteiro. Avaliação do ensino superior. Avaliação do Ensino Superior. Autoavaliação na UFMS ATUAÇÃO DA CPA Avaliação do ensino superior Roteiro Avaliação do Ensino Superior Legislação SINAES Autoavaliação Institucional Dimensões Autoavaliação na UFMS Instrumentos AVALIAÇÃO DO ENSINO SUPERIOR

Leia mais

ASSOCIAÇÃO UNIFICADA PAULISTA DE ENSINO RENOVADO OBJETIVO ASSUPERO INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DO RIO GRANDE DO NORTE - IESRN

ASSOCIAÇÃO UNIFICADA PAULISTA DE ENSINO RENOVADO OBJETIVO ASSUPERO INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DO RIO GRANDE DO NORTE - IESRN ASSOCIAÇÃO UNIFICADA PAULISTA DE ENSINO RENOVADO OBJETIVO ASSUPERO INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DO RIO GRANDE DO NORTE - IESRN COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO INTERNA CPA REGULAMENTO INTERNO CPA/IESRN A

Leia mais

PORTARIA Nº 300 DE 30 DE JANEIRO DE 2006 (D. O nº 22 Seção I 31/01/2006 Pág. 5 a 7)

PORTARIA Nº 300 DE 30 DE JANEIRO DE 2006 (D. O nº 22 Seção I 31/01/2006 Pág. 5 a 7) PORTARIA Nº 300 DE 30 DE JANEIRO DE 2006 (D. O nº 22 Seção I 31/01/2006 Pág. 5 a 7) Aprova, em extrato, o Instrumento de Avaliação Externa de Instituições de Educação Superior do Sistema Nacional de Avaliação

Leia mais

AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL: UMA CONSTRUÇÃO COLETIVA

AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL: UMA CONSTRUÇÃO COLETIVA AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL: UMA CONSTRUÇÃO COLETIVA Vanessa Martins Hidd Santos NOVAFAPI INTRODUÇÃO A avaliação institucional constitui objeto de preocupação e análise na NOVAFAPI, desde sua fundação quando

Leia mais

REGULAMENTO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO - CPA

REGULAMENTO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO - CPA REGULAMENTO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO - CPA I - DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO Art. 1º. O presente regulamento interno disciplina a organização, o funcionamento e as atribuições da Comissão Própria

Leia mais

REGULAMENTO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO DA FACULDADE EVANGÉLICA DE GOIANÉSIA

REGULAMENTO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO DA FACULDADE EVANGÉLICA DE GOIANÉSIA REGULAMENTO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO DA FACULDADE EVANGÉLICA DE GOIANÉSIA TÍTULO I DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA CAPÍTULO I DA CONSTITUIÇÃO DA COMISSÃO Art. 1º - O presente Regulamento Interno

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FACULDADE VENDA NOVA DO IMIGRANTE COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL CPA REGULAMENTO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FACULDADE VENDA NOVA DO IMIGRANTE COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL CPA REGULAMENTO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FACULDADE VENDA NOVA DO IMIGRANTE COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL CPA REGULAMENTO A Comissão Própria de avaliação da Faculdade Venda Nova do Imigrante CPA/FAVENI, constituída

Leia mais

PDI UNIVASF Notas sobre questões legais-normativas e sobre o processo de elaboração

PDI UNIVASF Notas sobre questões legais-normativas e sobre o processo de elaboração UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO Pró-Reitoria de Planejamento e Desenvolvimento Institucional Propladi Av. José de Sá Maniçoba, s/n, Centro Petrolina-PE - CEP.: 56.304-917 Fone: (87) 2101-6804

Leia mais

RELATÓRIO DA AUTO AVALIAÇÃO CICLO 8

RELATÓRIO DA AUTO AVALIAÇÃO CICLO 8 Instituto Paulista de Ensino FIPEN CPA - Comissão Própria de Avaliação RELATÓRIO DA AUTO AVALIAÇÃO CICLO 8 Dezembro/2014 SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 4 A O PROCESSO DE AUTO AVALIACÃO... 6 B - DIMENSÕES... 7 1.

Leia mais

PLANO DE AÇÃO

PLANO DE AÇÃO INSTITUTO FLORENCE DE ENSINO SUPERIOR COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO PLANO DE AÇÃO 2016-207 São Luís 2016 1 INTRODUÇÃO O plano de ações da CPA define os rumos dos trabalhos que serão desenvolvidas pela

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL - PRPDI Orientação Geral O Plano de Desenvolvimento Institucional -PDI, elaborado para um período de 5

Leia mais

Universidade Federal do Piauí. Pró-Reitoria de Planejamento e Orçamento Diretoria de Informação e Avaliação Institucional

Universidade Federal do Piauí. Pró-Reitoria de Planejamento e Orçamento Diretoria de Informação e Avaliação Institucional Universidade Federal do Piauí Pró-Reitoria de Planejamento e Orçamento Diretoria de Informação e Avaliação Institucional ABRIL/2011 FUNDAMENTOS LEGAIS DA EDUCAÇÃO SUPERIOR Constituição Federal (art. 205-214)

Leia mais

REGULAMENTO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL

REGULAMENTO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL REGULAMENTO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL REGULAMENTO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO DA FACULDADE CESUMAR DE PONTA GROSSA. CAPÍTULO I DA NATUREZA, OBJETIVOS E FINALIDADES. Art. 1º O

Leia mais

E I X O S

E I X O S 0011 0010 1010 1101 0001 0100 1011 5 E I X O S 10 dimensões 5 eixos 8- Planejamento e Avaliação. 1- Missão e Plano de Desenvolvimento Institucional. 0011 3- Responsabilidade 0010 1010 1101 Social 0001

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO PDI: Documento elaborado pela Equipe de Assessoria da Pró-reitoria de Planejamento da UEMA

ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO PDI: Documento elaborado pela Equipe de Assessoria da Pró-reitoria de Planejamento da UEMA ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO PDI: Documento elaborado pela Equipe de Assessoria da Pró-reitoria de Planejamento da UEMA Agosto de 2015 INTRODUÇÃO O Ministério de Educação (MEC) através do Sistema Nacional

Leia mais

Plano de Desenvolvimento Institucional

Plano de Desenvolvimento Institucional data Plano de Desenvolvimento Institucional PDI - 2016-2020 Prof. Esper Cavalheiro Pró-Reitor de Planejamento - PROPLAN Profa. Cíntia Möller Araujo Coordenadora de Desenvolvimento Institucional e Estudos

Leia mais

REGULAMENTO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DA FACULDADE DE INHUMAS

REGULAMENTO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DA FACULDADE DE INHUMAS FACULDADE DE INHUMAS REGULAMENTO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DA FACULDADE DE INHUMAS INHUMAS, JANEIRO DE 2015. SUMÁRIO CAPÍTULO I - DA NATUREZA E DAS FINALIDADES... 3 CAPÍTULO II - DA

Leia mais

Plano de Desenvolvimento Institucional PDI -

Plano de Desenvolvimento Institucional PDI - Plano de Desenvolvimento Institucional PDI - Diretrizes para Elaboração Eixos Temáticos Essenciais do PDI Perfil Institucional Avaliação e Acompanhamento do Desenvolvimento Institucional Gestão Institucional

Leia mais

PROPOSTA DE AUTO-AVALIAÇÃO

PROPOSTA DE AUTO-AVALIAÇÃO PROPOSTA DE AUTO-AVALIAÇÃO Nesta proposta, que se enquadra perfeitamente no objetivo da Autoavaliação que é identificar o perfil e o significado de atuação da UFSJ, por meio de suas atividades, cursos,

Leia mais

FACULDADE SANTA MARIA DA GLÓRIA - SMG REGIMENTO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA

FACULDADE SANTA MARIA DA GLÓRIA - SMG REGIMENTO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA FACULDADE SANTA MARIA DA GLÓRIA - SMG REGIMENTO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA Maringá 01/2017 1 REGIMENTO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA CAPÍTULO I Da Comissão Própria de Avaliação CPA Concepção

Leia mais

Art. 1º. Aprovar o Regulamento relativo à Comissão Própria de Avaliação (CPA) da Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas de Cascavel.

Art. 1º. Aprovar o Regulamento relativo à Comissão Própria de Avaliação (CPA) da Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas de Cascavel. Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas de Cascavel Av. Tito Muffato, 2317 Bairro Santa Cruz 85806-080 Cascavel PR Fone: (45) 3036-3636 30363806 http://www.univel.br cpe@univel.br RESOLUÇÃO Nº 01 DE JULHO

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERALDE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA SUL-RIO-GRANDENSE IFSul COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERALDE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA SUL-RIO-GRANDENSE IFSul COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERALDE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA SUL-RIO-GRANDENSE IFSul COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA REGULAMENTO PRÓPRIO CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1. O

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ 1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO DE 2016 DO CAMPUS BELÉM RELATÓRIO PARCIAL

Leia mais

COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO INSTRUMENTO DE CONHECIMENTO, REFLEXÃO E DECISÃO

COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO INSTRUMENTO DE CONHECIMENTO, REFLEXÃO E DECISÃO COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO INSTRUMENTO DE CONHECIMENTO, REFLEXÃO E DECISÃO ALBUQUERQUE, Rosa 1 NEGREIROS, Gláucia 2 VASCONCELOS, Maria Auxiliadora Marques 3 Introdução No ano de 2004 o Governo Federal

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADES EXECUTADAS PELA CPA- Ano: 2011

RELATÓRIO DE ATIVIDADES EXECUTADAS PELA CPA- Ano: 2011 COMISSÃO PROPRIA DE AVALIAÇÃO RELATÓRIO DE ATIVIDADES EXECUTADAS PELA CPA- Ano: 2011 São Luis- MA 2011 1 RELATÓRIO DE ATIVIDADES EXECUTADAS PELA CPA - 2011 Programa de sensibilização de discente, coordenadores

Leia mais

REGIMENTO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO DO IFMT TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

REGIMENTO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO DO IFMT TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES INSTITUTO FEDERAL MATO GROSSO REGIMENTO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO DO IFMT TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º O presente Regimento disciplina a constituição, o funcionamento e as competências

Leia mais

REGIMENTO TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

REGIMENTO TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS COMISSÃO PROPRIA DE AVALIAÇÃO COMISSÃO CENTRAL Avenida Prof.

Leia mais

Comissão Própria de Avaliação: estrutura, organização e processos a experiência da Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP)

Comissão Própria de Avaliação: estrutura, organização e processos a experiência da Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP) Comissão Própria de Avaliação: estrutura, organização e processos a experiência da Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP) Explicitando o início da autoavaliação institucional A Unicap se inscreve

Leia mais

Avaliação nas IES O papel estratégico das CPAs

Avaliação nas IES O papel estratégico das CPAs Avaliação nas IES O papel estratégico das CPAs Prof. Marcos Eduardo Casa (mecasa@ucs.br) Comissão Própria de Avaliação Universidade de Caxias do Sul Avaliação Institucional Avaliar Verificar se objetivos

Leia mais

Plano de Desenvolvimento Institucional

Plano de Desenvolvimento Institucional Plano de Desenvolvimento Institucional Âmbito de atuação Missão Visão Elementos Duráveis Princípios Elementos Mutáveis (periodicamente) Análise Ambiental Objetivos Estratégicos Metas Planos de Ação PDI

Leia mais

SINAES SISTEMA NACIONAL DE AVALIAÇÃO DO ENSINO SUPERIOR

SINAES SISTEMA NACIONAL DE AVALIAÇÃO DO ENSINO SUPERIOR SINAES SISTEMA NACIONAL DE AVALIAÇÃO DO ENSINO SUPERIOR Elza Cristina Giostri elza@sociesc.org.br PROGRAMA Apresentação Diagnóstico de conhecimento e necessidades Conceito Geral Elaboração do relatório

Leia mais

TREVISAN ESCOLA SUPERIOR DE NEGÓCIOS REGULAMENTO. Núcleo de Apoio Psicopedagógico - NAP

TREVISAN ESCOLA SUPERIOR DE NEGÓCIOS REGULAMENTO. Núcleo de Apoio Psicopedagógico - NAP TREVISAN ESCOLA SUPERIOR DE NEGÓCIOS REGULAMENTO Núcleo de Apoio Psicopedagógico - NAP SÃO PAULO 2015 4 Sumário 1. DISPOSIÇÕES PRELIMINARES... 5 2. FINALIDADE E OBJETIVOS DO NAP... 5 3. ATUAÇÃO DO NAP...

Leia mais

Faculdade de Tecnologia de Garça Deputado Julio Julinho Marcondes de Moura

Faculdade de Tecnologia de Garça Deputado Julio Julinho Marcondes de Moura REGULAMENTO INTERNO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA FACULDADE DE TECNOLOGIA DE GARÇA DEPUTADO JULIO JULINHO MARCONDES DE MOURA - CENTRO PAULA SOUZA CAPÍTULO I Das Disposições Preliminares Art. 1º

Leia mais

CPA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO REGULAMENTO INTERNO. Regulamento Interno CPA Comissão Própria de Avaliação

CPA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO REGULAMENTO INTERNO. Regulamento Interno CPA Comissão Própria de Avaliação CPA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO REGULAMENTO INTERNO MANTENEDORA ACRTS Associação Cultural de Renovação Tecnológica Sorocabana CNPJ: 45.718.988/0001-67 MANTIDA Faculdade de Engenharia de Sorocaba FACENS

Leia mais

Faculdade de Direito da Alta Paulista Faculdade da Alta Paulista Comissão Própria de Avaliação (CPA)

Faculdade de Direito da Alta Paulista Faculdade da Alta Paulista Comissão Própria de Avaliação (CPA) PLANO DE AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DA FAP 2016 1. Introdução Desde 2004, a avaliação interna da Instituição Dom Bosco de Ensino e Cultura Ltda. está sob as normas do Sistema Nacional de Avaliação dos

Leia mais

Regulamento do Programa de Avaliação Acadêmica-Institucional

Regulamento do Programa de Avaliação Acadêmica-Institucional Regulamento do Programa de Avaliação Acadêmica-Institucional I AVALIAÇÃO E ACOMPANHAMENTO DO DESEMPENHO INSTITUCIONAL 1.1 Natureza A avaliação institucional da Faculdade Moraes Júnior Mackenzie Rio FMJ

Leia mais

INSTITUTO METODISTA IZABELA HENDRIX

INSTITUTO METODISTA IZABELA HENDRIX INSTITUTO METODISTA IZABELA HENDRIX CENTRO UNIVERSITÁRIO METODISTA IZABELA HENDRIX RELATÓRIO AVALIAÇÃO DO CURSO DE FONOAUDIOLOGIA PERÍODO 2015 TABELA 1 Adesão de docentes e discentes na avaliação 2015

Leia mais

Programa de Avaliação Acadêmica- Institucional

Programa de Avaliação Acadêmica- Institucional Programa de Avaliação Acadêmica- Institucional PROGRAMA DE AVALIAÇÃO ACADÊMICA- INSTITUCIONAL I. AVALIAÇÃO E ACOMPANHAMENTO DO DESEMPENHO INSTITUCIONAL A avaliação institucional da Faculdade Presbiteriana

Leia mais

II FÓRUM CPA Comissão Própria da Avaliação

II FÓRUM CPA Comissão Própria da Avaliação II FÓRUM CPA Comissão Própria da Avaliação 25 de maio de 2016 EIXO 1: PLANEJAMENTO E AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL Dimensão 8: Planejamento e avaliação Fragilidades Melhorar as reuniões da CPA e reestruturar

Leia mais

ASSUNTO: REGULAMENTO DO NÚCLEO DE EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA NEAD.

ASSUNTO: REGULAMENTO DO NÚCLEO DE EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA NEAD. Processo CONSUN Nº 009-2011 ASSUNTO: REGULAMENTO DO NÚCLEO DE EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA NEAD. PROTOCOLADO EM: 24/03/2011 INTERESSADO: Universidade do Contestado PROCEDÊNCIA: Reitoria COMISSÃO DE LEGISLAÇÃO

Leia mais

Relatório apresentado em março/2011

Relatório apresentado em março/2011 RESULTADOS DA CPA 2009 2010 Relatório apresentado em março/2011 Dimensões Primeira dimensão Comparar os Padrões de Qualidade estabelecidos pela CONAES, bem como aqueles definidos pela Filosofia e Diretrizes

Leia mais

CPA. Comissão Própria de Avaliação

CPA. Comissão Própria de Avaliação CPA Comissão Própria de Avaliação CPA O espelho da instituição A Avaliação reflete os sentidos, sentimentos e percepções. A consciência é requisito básico para garantir a veracidade do diagnóstico. CPA

Leia mais

Questões Gerais Planejamento e Avaliação Institucional

Questões Gerais Planejamento e Avaliação Institucional Como você avalia a gestão ambiental da Instituição? Questões Gerais Planejamento e Avaliação Institucional 4 3,36% 8,53% Boa 28 23,53% 36,91% Como você avalia a divulgação dos resultados da Pesquisa de

Leia mais

RELATÓRIO DE RESPOSTAS OBTIDAS NA PESQUISA DE AUTOAVALIAÇÃO 2016 CENTRO DE CIÊNCIAS RURAIS CCR: MODALIDADE PRESENCIAL

RELATÓRIO DE RESPOSTAS OBTIDAS NA PESQUISA DE AUTOAVALIAÇÃO 2016 CENTRO DE CIÊNCIAS RURAIS CCR: MODALIDADE PRESENCIAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO COORDENADORIA DE PLANEJAMENTO E AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL RELATÓRIO DE RESPOSTAS OBTIDAS NA PESQUISA DE AUTOAVALIAÇÃO 2016 DE CIÊNCIAS RURAIS

Leia mais

IUNI Educacional FIS FACULDADE DE CIÊNCIAS JURÍDICAS, GERENCIAS E EDUCAÇÃO DE SINOP

IUNI Educacional FIS FACULDADE DE CIÊNCIAS JURÍDICAS, GERENCIAS E EDUCAÇÃO DE SINOP IUNI Educacional FIS FACULDADE DE CIÊNCIAS JURÍDICAS, GERENCIAS E EDUCAÇÃO DE SINOP RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL R.A.I. Documento elaborado pelos membros da CPA FIS FACULDADE DE CIÊNCIAS JURÍDICAS,

Leia mais

Avaliação de Cursos, Novo Instrumento de Avaliação Institucional e a. Função da CPA neste contexto

Avaliação de Cursos, Novo Instrumento de Avaliação Institucional e a. Função da CPA neste contexto Avaliação de Cursos, Novo Instrumento de Avaliação Institucional e a Função da CPA neste contexto Profa. Dra. Marion Creutzberg Coordenadora da CPA / PUCRS Papel da CPA na avaliação de cursos de graduação

Leia mais

COMISSÃO DE CONSTRUÇÃO DO PDI (PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL)

COMISSÃO DE CONSTRUÇÃO DO PDI (PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL) UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO UNIRIO PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO COMISSÃO DE CONSTRUÇÃO DO PDI (PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL) RICARDO SILVA CARDOSO PRESIDENTE LOREINE HERMIDA

Leia mais

REGIMENTO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO (CPA)

REGIMENTO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO (CPA) REGIMENTO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO (CPA) FACULDADE DE CIÊNCIAS MÉDICAS DA SANTA CASA DE SÃO PAULO CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1 - O presente regimento disciplina a organização,

Leia mais

Comissão de Revisão dos Instrumentos

Comissão de Revisão dos Instrumentos MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SISTEMA NACIONAL DE AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR SINAES Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior - CONAES Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA-UNILA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO REGIMENTO INTERNO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA-UNILA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO REGIMENTO INTERNO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA-UNILA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO REGIMENTO INTERNO TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º O presente regimento disciplina

Leia mais

PORTARIA N 71 DE 12 DE JANEIRO DE 2012

PORTARIA N 71 DE 12 DE JANEIRO DE 2012 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COLÉGIO PEDRO II PORTARIA N 71 DE 12 DE JANEIRO DE 2012 Redefine as atribuições dos Chefes de Departamentos Pedagógicos e dos Coordenadores Pedagógicos/ Responsáveis por Coordenação

Leia mais

COMISSÃO PRÓPRIA DE AUTOAVALIAÇÃO

COMISSÃO PRÓPRIA DE AUTOAVALIAÇÃO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO- SETEC INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO-CPA COMISSÃO PRÓPRIA DE AUTOAVALIAÇÃO PLANO DE TRABALHO BELEM-

Leia mais

INSTRUMENTO DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL EXTERNA

INSTRUMENTO DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL EXTERNA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior - CONAES Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira INEP SISTEMA NACIONAL DE AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO

Leia mais

EIXO 2 DIMENSÃO 1 A MISSÃO E O PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL

EIXO 2 DIMENSÃO 1 A MISSÃO E O PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL EIXO 1 DIMENSÃO 8 PLANEJAMENTO E AVALIAÇÃO 1 O plano de desenvolvimento do instituto PDI ( http://www.ufopa.edu.br/arquivo/portarias/2015/pdi20122016.pdf/view ) faz referência a todos os processos internos

Leia mais

COORDENADORA GERAL Profa. Ms. PAULA CRISTINA HOTT EMERICK; REPRESENTANTE DOCENTE Profa. Ms. MARINA CARNEIRO MATOS SILLMANN; REPRESENTANTE DO CORPO

COORDENADORA GERAL Profa. Ms. PAULA CRISTINA HOTT EMERICK; REPRESENTANTE DOCENTE Profa. Ms. MARINA CARNEIRO MATOS SILLMANN; REPRESENTANTE DO CORPO COORDENADORA GERAL Profa. Ms. PAULA CRISTINA HOTT EMERICK; REPRESENTANTE DOCENTE Profa. Ms. MARINA CARNEIRO MATOS SILLMANN; REPRESENTANTE DO CORPO DISCENTE DIEGO AMARAL DE OLIVEIRA REPRESENTANTE DO CORPO

Leia mais

DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL EXTERNA

DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL EXTERNA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior - Sinaes Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior - Conaes Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio

Leia mais

ARTICULAÇÃO ENTRE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL E PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO UM REQUISITO PARA A GESTÃO ESTRATÉGICA EM INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR

ARTICULAÇÃO ENTRE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL E PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO UM REQUISITO PARA A GESTÃO ESTRATÉGICA EM INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR SEMINÁRIO NACIONAL DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL ARTICULAÇÃO ENTRE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL E PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO UM REQUISITO PARA A GESTÃO ESTRATÉGICA EM INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR Suzana Salvador

Leia mais

Fundação Presidente Antônio Carlos - FUPAC Faculdade Presidente Antônio Carlos de Aimorés

Fundação Presidente Antônio Carlos - FUPAC Faculdade Presidente Antônio Carlos de Aimorés REGULAMENTO DO NÚCLEO DE ATENDIMENTO PSICOPEDAGÓGICO DA FACULDADE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS DE AIMORÉS Regulamenta o funcionamento do Núcleo de Atendimento Psicopedagógico no âmbito da Faculdade Presidente

Leia mais

Programa de Formação de Coordenadores de Curso

Programa de Formação de Coordenadores de Curso Programa de Formação de Coordenadores de Curso Coordenação de Avaliação Pró-reitoria de Planejamento, Desenvolvimento e Avaliação Universidade Federal do Pampa Instituído pela Lei 10.861 de 14 de Abril

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 261. Pôr em vigência, a partir da presente data, as NORMAS PARA

RESOLUÇÃO Nº 261. Pôr em vigência, a partir da presente data, as NORMAS PARA RESOLUÇÃO Nº 261 PÕE EM VIGÊNCIA AS NORMAS PARA AFASTAMENTO DE DOCENTES PARA DOUTORADO SANDUÍCHE E ESTÁGIO DE PÓS-DOUTORADO O Reitor da Universidade Católica de Pelotas, no uso de suas atribuições, considerando

Leia mais

PLANEJAMENTO ATIVIDADES COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO

PLANEJAMENTO ATIVIDADES COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO PLANEJAMENTO ATIVIDADES COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO Metodologia A metodologia adotada para desenvolvimento da Autoavaliação Institucional é de caráter científico, sendo as abordagens, de pesquisa quantitativa

Leia mais

PLANO DE TRABALHO COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA- 2016

PLANO DE TRABALHO COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA- 2016 Faculdades Unidas do Vale do Araguaia Rua Moreira Cabral, 1.000 Setor Mariano CEP: 78.600-00 Barra do Garças MT Tel. (66) 3401-1602 www.univar.edu.br PLANO DE TRABALHO COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA-

Leia mais

Representante do corpo técnicoadministrativo. Comissão Gislei Amorim de Souza Rondon e Neiva Propodoski Representantes do corpo docente

Representante do corpo técnicoadministrativo. Comissão Gislei Amorim de Souza Rondon e Neiva Propodoski Representantes do corpo docente AVALIAÇÃO DAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR Gláucia Cristina Negreiros Silva Fonseca Representante do corpo técnicoadministrativo e Coordenadora da Comissão Gislei Amorim de Souza Rondon e Neiva Propodoski

Leia mais

I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES FEFISO Faculdade de Educação Física da ACM de Sorocaba - Comissão Própria de Avaliação CPA REGULAMENTO INTERNO Capítulo I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º - O presente Regulamento contém as disposições

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO DA UNIVERSIDADE DO OESTE DE SANTA CATARINA UNOESC CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

REGIMENTO INTERNO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO DA UNIVERSIDADE DO OESTE DE SANTA CATARINA UNOESC CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES REGIMENTO INTERNO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO DA UNIVERSIDADE DO OESTE DE SANTA CATARINA UNOESC CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º - O presente Regimento regula a organização, as atribuições

Leia mais

RESULTADOS AVIN FACULDADE PERUÍBE Elaboração coordenação CPA: Profa. Msc. Indira Coelho de Souza

RESULTADOS AVIN FACULDADE PERUÍBE Elaboração coordenação CPA: Profa. Msc. Indira Coelho de Souza RESULTADOS AVIN 2016 - FACULDADE PERUÍBE Elaboração coordenação CPA: Profa. Msc. Indira Coelho de Souza OBJETIVO: A Comissão Própria de Avaliação é um órgão de natureza consultiva e deliberativa com a

Leia mais

REGIMENTO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO

REGIMENTO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO REGIMENTO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1 - O presente regimento disciplina a organização, o funcionamento e as atribuições da Comissão Própria de Avaliação

Leia mais

Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões - URI

Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões - URI PROGRAMA INSTITUCIONAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL 2011 EDITAL PROPEPG Nº 07/2010 A Pró-Reitoria de Pesquisa, Extensão e Pós-Graduação PROPEPG, visando aperfeiçoar as ações relativas à Assistência Social, em

Leia mais

PROJETO DE AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2010 a 2012

PROJETO DE AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2010 a 2012 CENTRO UNIVERSITÁRIO DE ANÁPOLIS CURSO DE FISIOTERAPIA PROJETO DE AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2010 a 2012 Anápolis, setembro de 2010. 0 CENTRO UNIVERSITÁRIO DE ANÁPOLIS CURSO DE FISIOTERAPIA PROJETO DE

Leia mais

AVALIAÇÃO EXTERNA DE INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR Instrumento

AVALIAÇÃO EXTERNA DE INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR Instrumento MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SISTEMA NACIONAL DE AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR SINAES Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior - CONAES Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio

Leia mais

Guia de Orientações sobre as Atividades dos Técnicos em Assuntos Educacionais (TAEs) da UNIRIO

Guia de Orientações sobre as Atividades dos Técnicos em Assuntos Educacionais (TAEs) da UNIRIO Guia de Orientações sobre as Atividades dos Técnicos em Assuntos Educacionais (TAEs) da UNIRIO Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas Diretoria de Desenvolvimento

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE ENSINO PROCURADORIA EDUCACIONAL INSTITUCIONAL AVALIAÇÃO DO CURSO SINAES ENADE. Prof. Nandi

PRÓ-REITORIA DE ENSINO PROCURADORIA EDUCACIONAL INSTITUCIONAL AVALIAÇÃO DO CURSO SINAES ENADE. Prof. Nandi PRÓ-REITORIA DE ENSINO PROCURADORIA EDUCACIONAL INSTITUCIONAL AVALIAÇÃO DO CURSO SINAES ENADE Prof. Nandi Lages, fevereiro de 2017 INFORMAÇÕES DO CURSO Ciência da Computação IFSC - Campus Lages Bacharelado

Leia mais

FACULDADES DOS GRANDES LAGOS - UNILAGO

FACULDADES DOS GRANDES LAGOS - UNILAGO ASSOCIAÇÃO EDUCACIONAL DE ENSINO SUPERIOR FACULDADES DOS GRANDES LAGOS - UNILAGO REGULAMENTO DO NÚCLEO DE APOIO PSICOPEDAGÓGICO São José do Rio Preto 2015 REGULAMENTO DO NÚCLEO DE APOIO AO PSICOPEDAGÓGICO

Leia mais

I FORUM BRASILEIRO DOS COORDENADORES DE PROGRAMAS DE RESIDÊNCIA EM MEDICINA VETERINÁRIA/CNRMS/MEC ESTRUTURA E FUNÇÕES DA COREMU

I FORUM BRASILEIRO DOS COORDENADORES DE PROGRAMAS DE RESIDÊNCIA EM MEDICINA VETERINÁRIA/CNRMS/MEC ESTRUTURA E FUNÇÕES DA COREMU I FORUM BRASILEIRO DOS COORDENADORES DE PROGRAMAS DE RESIDÊNCIA EM MEDICINA ESTRUTURA E FUNÇÕES DA COREMU Profa. Gilcinéa de Cássia Santana Coordenadora da COREMU/UFMG COREMU RESOLUÇÃO Nº 2, DE 4 DE MAIO

Leia mais

Proposta de auto avaliação continuada do curso de Jornalismo

Proposta de auto avaliação continuada do curso de Jornalismo UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS COMUNICAÇÃO SOCIAL JORNALISMO Proposta de auto avaliação continuada do curso de Jornalismo Apresentador: Giulia Micheli POZZOBON

Leia mais

FACULDADE BARRETOS COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO - CPA

FACULDADE BARRETOS COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO - CPA FACULDADE BARRETOS COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO - CPA AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DISCENTES Barretos, Março 2010 RELATÓRIO FINAL DE AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL RELATOR: Prof. Dr. Rodrigo Ruiz Sanches

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL CONSELHO UNIVERSITÁRIO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO Nº 006/2012 CONSUNI Homologa o Regimento Interno da Comissão Própria de Avaliação (CPA) da Universidade Federal da Fronteira Sul. O Conselho Universitário CONSUNI, da Universidade Federal da

Leia mais

AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA

AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA COORDENADORIA DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL COAI COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA PARTE I O DISCENTE AVALIA AS AÇÕES DO CURSO Prezado(a)

Leia mais

O Sistema de Avaliação da Educação Superior no Brasil

O Sistema de Avaliação da Educação Superior no Brasil O Sistema de Avaliação da Educação Superior no Brasil Jacqueline Moreno Theodoro Silva Outubro/2016 Avaliação Educacional Avaliar é o ato de atribuir valor ou mérito a alguma coisa. Avaliação educacional:

Leia mais

PROGRAMA DE AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL PROGRAMA DE AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL PROAVI

PROGRAMA DE AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL PROGRAMA DE AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL PROAVI PROGRAMA DE AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL PROGRAMA DE AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL PROAVI 1 CONTEXTO NACIONAL. DOS PROGRAMAS E PROCEDIMENTOS DE AVALIAÇÃO Envolvendo Conselho Nacional de Educação, Secretaria

Leia mais

REGULAMENTO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO - CPA

REGULAMENTO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO - CPA Mantenedora FLAMINGO 2001 CURSO FUNDAMENTAL Mantida FACULDADE FLAMINGO REGULAMENTO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO - CPA São Paulo / SP 2004 Atualizado 05 de abril de 2012 Pg.1 Capítulo I Da Instalação

Leia mais

REGIMENTO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO

REGIMENTO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO REGIMENTO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO E S C O L A D E E N G E N H A R I A K E N N E D Y, F A C U L D A D E S K E N N E D Y E F A C U L D A D E S D E C I Ê N C I A S J U R Í D I C A S P R O F E S S

Leia mais

Avaliação I nstitucional M odelo de Avaliação Ănima Educação

Avaliação I nstitucional M odelo de Avaliação Ănima Educação Avaliação I nstitucional Modelo de Avaliação Ănima Educação Apresentação A auto avaliação constitui um processo por meio do qual um curso ou instituição analisa internamente o que é e o que deseja ser,

Leia mais

FUNDAÇÃO SÃO PAULO PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL PDI PONTIFICIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PUC-SP 2005 a 2009

FUNDAÇÃO SÃO PAULO PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL PDI PONTIFICIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PUC-SP 2005 a 2009 FUNDAÇÃO SÃO PAULO PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL PDI PONTIFICIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PUC-SP 2005 a 2009 PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL PDI PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 034/ CEPE DE 23 de Agosto de 2006.

RESOLUÇÃO Nº 034/ CEPE DE 23 de Agosto de 2006. RESOLUÇÃO Nº 034/2006 - CEPE DE 23 de Agosto de 2006. APROVA A ALTERAÇÃO DA RESOLUÇÃO CEPE N.º 003- A/2003 NORMAS DE ESTÁGIO. O Reitor da Universidade Castelo Branco, usando de suas atribuições legais

Leia mais

Campus Sorriso. FORMULÁRIO PARA COLETA DE OPINIÕES DOS DISCENTES Questionário Avaliação Discente CPA SRS 3 semestre Gestão ambiental

Campus Sorriso. FORMULÁRIO PARA COLETA DE OPINIÕES DOS DISCENTES Questionário Avaliação Discente CPA SRS 3 semestre Gestão ambiental Campus Sorriso FORMULÁRIO PARA COLETA DE OPINIÕES DOS DISCENTES Questionário Avaliação Discente CPA SRS 3 semestre Gestão ambiental Esta pesquisa tem por objetivo obter informações sobre as variáveis em

Leia mais

Realidade e perspectivas do ENADE

Realidade e perspectivas do ENADE Avaliação de cursos de Graduação em Ciência Contábeis: Realidade e perspectivas do ENADE Profa. Dra. Marion Creutzberg Coordenadora da Comissão Própria de Avaliação (CPA/PUCRS) Tópicos Coordenador x avaliação

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE AÇÃO SOCIAL

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE AÇÃO SOCIAL PROGRAMA INSTITUCIONAL DE AÇÃO SOCIAL E D I T A L / P R O P E P G N º 1 2 d e 0 4 d e a g o s t o d e 2 0 1 7 A Pró-Reitoria de Pesquisa, Extensão e Pós-Graduação PROPEPG, visando aperfeiçoar as ações

Leia mais

D E C R E T A. a) dos cursos de licenciaturas; b) das residências pedagógicas; c) das práticas pedagógicas curriculares;

D E C R E T A. a) dos cursos de licenciaturas; b) das residências pedagógicas; c) das práticas pedagógicas curriculares; Imprimir "Este texto não substitui o publicado no Diário Oficial do Estado." DECRETO Nº 16.718 DE 11 DE MAIO DE 2016 Dispõe sobre a instituição e organização dos Complexos Integrados de Educação, no âmbito

Leia mais

APÊNDICE A Questionários Aplicados

APÊNDICE A Questionários Aplicados APÊNDICE A Questionários Aplicados CPA Comissão Própria de Avaliação 60 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SÃO PAULO CAMPUS SERTÃOZINHO COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA AUTOAVALIAÇÃO

Leia mais

FACULDADE DE PAULÍNIA FACP

FACULDADE DE PAULÍNIA FACP PROJETO DE AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL FACULDADE DE PAULÍNIA FACP Comissão Própria de Avaliação - CPA Paulínia SP 2005 SUMÁRIO Introdução... 3 1. Princípios... 4 2. Objetivos... 8 3. Metodologia... 9

Leia mais

EDITAL Nº 90, DE 22 DE FEVEREIRO DE 2016

EDITAL Nº 90, DE 22 DE FEVEREIRO DE 2016 EDITAL Nº 90, DE 22 DE FEVEREIRO DE 2016 O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP), por meio de sua Pró-reitoria de Extensão (PRX), tendo em vista o estabelecido na Portaria

Leia mais

REGIMENTO DO CEDUC Centro de Educação da Universidade Federal de Itajubá

REGIMENTO DO CEDUC Centro de Educação da Universidade Federal de Itajubá REGIMENTO DO CEDUC Centro de Educação da Universidade Federal de Itajubá Dispõe sobre a constituição e funcionamento do Centro de Educação da Universidade Federal de Itajubá. CAPÍTULO I DO CENTRO DE EDUCAÇÃO

Leia mais

Manual de referência para Visitas In loco

Manual de referência para Visitas In loco Manual de referência para Visitas In loco Com vistas a orientar as coordenações de curso e demais gestores da UFAL no processo de visita in loco, a procuradoria divulga um manual de referência para visita

Leia mais

Acompanhamento do Planejamento

Acompanhamento do Planejamento MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE ENSINO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICO INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL PROPLAN Acompanhamento do Planejamento A

Leia mais

Projeto Político Pedagógico

Projeto Político Pedagógico Projeto Político Pedagógico INSTITUINTE DO PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO DO CURSO DE GPP/EACH/USP Diretrizes da Pró Reitoria de Graduação para orientar o processo de formulação Instituinte do Projeto Político

Leia mais

Como você avalia a atuação do seu orientador em relação ao acompanhamento e orientação do seu projeto de pós-graduação?

Como você avalia a atuação do seu orientador em relação ao acompanhamento e orientação do seu projeto de pós-graduação? Na Unidade Des. sei/ se Pós- Co você avalia a atuação do seu orientador em relação ao acompanhamento e orientação do seu projeto de pós-graduação? 90,06% 6,63% 2,76% 0,55% Possuir currículos interdisciplinares,

Leia mais

SÍNTESE DO DESENVOLVIMENTO DO PROCESSO DE AUTO-AVALIA AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL

SÍNTESE DO DESENVOLVIMENTO DO PROCESSO DE AUTO-AVALIA AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL SÍNTESE DO DESENVOLVIMENTO DO PROCESSO DE AVALIA Apresentação aos Centros março/2009 1 I II III IV CONTEXTO NACIONAL DOS PROGRAMAS E PROCEDIMENTOS DE Envolvendo Conselho Nacional de Educação, Secretaria

Leia mais

RESOLUÇÃO N.º 11, DE 22 DE MARÇO DE 2017

RESOLUÇÃO N.º 11, DE 22 DE MARÇO DE 2017 UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO- CONSEPE Secretaria dos Órgãos Colegiados Superiores (Socs) Bloco IV, Segundo Andar, Câmpus de Palmas (63) 3232-8067 (63) 3232-8238

Leia mais

Avaliação Institucional Docentes

Avaliação Institucional Docentes Avaliação Institucional Docentes A avaliação é um processo fundamental para a qualidade do trabalho desenvolvido nas Instituições de Ensino Superior. Nesse sentido, a Comissão Própria de Avaliação (CPA)

Leia mais