Manual da Marca e Identidade Visual

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Manual da Marca e Identidade Visual"

Transcrição

1 Manual da Marca e Identidade Visual

2 02

3 CONCEITO Design A representação gráfica de pessoas, a base do cooperativismo, livres de qualquer discriminação, mobilizadas para atingir o bem comum, apresentado como uma estrela formada pela união de várias mãos, simboliza a realização de sonhos, o brilho de ter concretizado aquilo que se almeja. A estrela também remete à imagem de uma flor, visto que a capital nacional do cooperativismo também é o jardim da serra gaúcha. As cores desta flor, com sete pétalas, representam as cores da bandeira do cooperativismo - reflexo da luz emitida pela estrela. Suas pétalas (ou pessoas) representam os sete princípios do cooperativismo. Todos estes elementos se unem ao símbolo do cooperativismo, que apresenta um círculo abraçando dois pinheiros para indicar a união do movimento, a imortalidade dos seus princípios, a fecundidade de seus ideais, a vitalidade de seus adeptos. Os pinheiros apontam para o alto, demonstrando uma trajetória ascendente constante no movimento. Palavras-Chave: Pessoas - a base do cooperativismo. Cooperativismo - A união de pessoas em busca de um objetivo comum. 03

4 MARCA Desenho da marca A marca é o elemento central de uma identidade visual. Quando bem utilizada, torna-se o item primário para o reconhecimento de uma instituição no menor tempo de leitura e espaço. A assinatura principal é formada pela união de símbolo + logotipo. Prioritariamente, ela deve ser aplicada nas cores institucionais sobre fundo branco, respeitando sempre as proporções e os alinhamentos entre todos os elementos que constituem a marca. símbolo logotipo 04

5 MARCA Assinaturas Existem duas configurações possíveis para a utilização da marca: vertical e horizontal. A assinatura vertical é prioritária e deve ter predominância nas aplicações. A assinatura horizontal deverá ser utilizada apenas nos casos em que não houver possibilidade de uso da assinatura vertical (faixas sem altura necessária, lombada de livros, etc.). Não é permitida a utilização do logotipo isolado, bem como a utilização do símbolo isolado. A utilização deve ser sempre na forma completa. 05

6 MARCA Malha de construção O desenho da marca se constitui a partir das relações entre seus elementos: as distâncias e os alinhamentos estabelecidos proporcionam uma sensação visual de equilíbrio, harmonia e estabilidade. Os diagramas a seguir possibilitam a visualização da geometria da marca e a malha quadriculada estabelece as proporções entre os elementos. Não é permitido redesenhar a marca. Os arquivos digitais, com todas as versões permitidas, podem ser encontrados no site oficial da Capital Nacional do Cooperativismo. capitaldocooperativismo.com.br

7 MARCA Dimensionamento mínimo Para garantir a reprodução legível da marca, foi estabelecida a redução máxima para cada uma de suas assinaturas. Deve-se respeitar a proporção entre os elementos de cada assinatura, não podendo haver nenhum tipo de alteração nas respectivas formas e espaçamentos para não comprometer a legibilidade. IMPRESSO: DIGITAL: 15 mm 180 px 10 mm 120 px 07

8 MARCA Área de Proteção A área de proteção objetiva preservar a visibilidade e leitura da marca, evitando a aproximação excessiva de outros elementos. Portanto, nenhuma informação ou elemento gráfico (textos ou outras assinaturas) podem ultrapassar o espaço delimitado pela linha verde indicada no gráfico abaixo. O módulo X equivale a altura da letra «N» da palavra «Nova» e a área de proteção definida é obtida pela relação 2X. 2x 2x medida X 2x 2x 2x 2x 2x 2x 08

9 MARCA Parcerias e Programas A Capital Nacional do Cooperativismo estabelece uma série de parcerias, em diversas áreas de atuação, sempre com o objetivo de valorizar pessoas, promover a união e a cooperação. Com o intuito de preservar a integridade da marca, não é permitido criar assinaturas que englobem a marca institucional da Capital Nacional do Cooperativismo. Foram estabelecidos alguns parâmetros para não causar interferências na marca da Capital Nacional do Cooperativismo e para facilitar as aplicações em que ela figure com outras assinaturas: EXEMPLO 1: Nos materiais impressos, a marca da Capital Nacional do Cooperativismo deve se apresentar, preferencialmente, à direita das demais marcas e assinaturas; Marcas e logotipos de outras entidades e programas devem estar totalmente desvinculadas da marca da Capital Nacional do Cooperativismo, obedecendo a área de proteção. (Veja exemplo 1 ao lado). OUTRA MARCA A distância mínima requerida entre a marca Capital Nacional do Cooperativismo e demais elementos está definida na seção «Área de proteção» deste manual (vide página 8). 09

10 CORES Cromias Institucionais As cores possuem grande importância na identificação visual de uma marca e sua utilização de forma estratégica otimiza o reconhecimento por parte do público. A logomarca da Capital Nacional do Cooperativismo possui diversas cromias, que devem ser utilizadas em todos os veículos de comunicação. A relação a seguir apresenta a representação e as especificações técnicas nas principais escalas para impressão e reprodução digital: Pantone, CMYK, RGB e Hexacromia. VERMELHO Preenchimento Escala Pantone 485C Escala Europa C0 M100 Y100 K0 Luz Cor R230 G34 B41 Web Safe #E62229 Contorno Escala Pantone 7592C Escala Europa C0 M60 Y80 K20 Luz Cor R205 G111 B60 Web Safe #CD6F3C ALARANJADO Preenchimento Escala Pantone 157C Escala Europa C0 M40 Y80 K0 Luz Cor R250 G169 B84 Web Safe #FAA954 Contorno Escala Pantone 465C Escala Europa C0 M40 Y60 K20 Luz Cor R206 G143 B100 Web Safe #CE8F64 10

11 CORES Cromias Institucionais AMARELO Preenchimento Escala Pantone 3945C Escala Europa C0 M0 Y100 K0 Luz Cor R255 G242 B18 Web Safe #FFF212 Contorno Escala Pantone 617C Escala Europa C0 M0 Y60 K20 Luz Cor R215 G204 B117 Web Safe #D7CC75 VERDE Preenchimento Escala Pantone 7482C Escala Europa C100 M0 Y100 K0 Luz Cor R0 G168 B89 Web Safe #00A859 Contorno Escala Pantone 7730C Escala Europa C73 M0 Y73 K27 Luz Cor R92 G164 B122 Web Safe #5CA47A AZUL Preenchimento Escala Pantone 2975C Escala Europa C40 M0 Y0 K0 Luz Cor R145 G216 B247 Web Safe #91D8F7 Contorno Escala Pantone 550C Escala Europa C30 M0 Y0 K27 Luz Cor R167 G198 B210 Web Safe #A7C4D2 11

12 CORES Cromias Institucionais ANIL Preenchimento Escala Pantone 312C Escala Europa C100 M0 Y0 K0 Luz Cor R0 G175 B239 Web Safe #00AFEF Contorno Escala Pantone 7703C Escala Europa C73 M0 Y0 K27 Luz Cor R81 G168 B177 Web Safe #51A8B1 VIOLETA Preenchimento Escala Pantone 7672C Escala Europa C100 M100 Y0 K0 Luz Cor R62 G64 B149 Web Safe #3E4095 Contorno Escala Pantone 7674C Escala Europa C42 M42 Y0 K9 Luz Cor R134 G130 B171 Web Safe #8682AB AMARELO Preenchimento Escala Pantone 3945C Escala Europa C0 M0 Y100 K0 Luz Cor R255 G242 B18 Web Safe #FFF212 12

13 CORES Cromias Institucionais VERDE Preenchimento Escala Pantone 7733C Escala Europa C100 M50 Y100 K0 Luz Cor R72 G136 B123 Web Safe #48887B Pinheiro: aos cooperativistas é símbolo da imortalidade e da fecundidade pela sua sobrevivência em terras menos férteis e pela facilidade na sua multiplicação. Círculo: representa a vida eterna, pois não tem começo, nem fim. Verde: o verde escuro das árvores lembra o princípio vital na natureza. Amarelo: o amarelo ouro simboliza o sol, fonte de energia e calor. Assim nasceu o emblema do Cooperativismo: um círculo abraçando dois pinheiros, para indicar a união do movimento, a imortalidade de seus princípios, a fecundidade de seus ideais, a vitalidade de seus adeptos. Tudo isso marcado na trajetória ascendente dos pinheiros que se projetam para o alto, procurando subir cada vez mais. Vermelho: coragem. Alaranjado: visão de futuro. Amarelo: desafio em casa, família e comunidade. Verde: crescimento das pessoas. Azul: ajuda mútua e união. Anil: ajuda a si próprio e ao outros através da cooperação. Violeta: beleza, calor humano e coleguismo. 13

14 CORES Versão Monocromática A marca da Capital Nacional do Cooperativismo possui uma versão monocromática que difere levemente da sua assinatura principal. Nesta versão, há um contorno a mais envolvendo os pinheiros, permitindo uma boa leitura e o correto reconhecimento da marca. Contorno a mais na versão monocromática, caracterizando o círculo envolvendo os pinheiros. versão monocromática positiva A versão monocromática deve ser aplicada exclusivamente nas cores preta (versão positiva) ou branca (versão negativa). Qualquer outra cromia pode comprometer a caracterização da identidade visual. versão monocromática negativa 14

15 CORES Fundos Coloridos Fundos claros Para permitir uma maior flexibilidade na aplicação da marca, é possível aplicá-la com as cores originais sobre fundos homogêneos e claros até uma porcentagem de 20% da saturação total da cor. fundo = 10% ciano fundo = 10% magenta fundo = 10% amarelo fundo = 10% preto 15

16 CORES Fundos Coloridos Fundos escuros Para aplicações em fundo escuro, deve-se optar pela versão monocromática, respeitando critérios de contraste e legibilidade. Exemplos: C100 M100 C100 Y30 C100 Y100 M70 Y100 M30 Y100 M50 Y100 K70 M100 Y1000 M100 Y100 16

17 CORES Versão em retícula de preto Quando se fizer necessário o uso da marca para impressão em retícula de preto, deve ser aplicada sobre fundo branco com a seguinte configuração. K 30% (para todos os contornos) K 30% K 60% K 10% K 80% K 40% K 80% K 50% K 20% K 60% K 100% Para utilização da marca sobre fundos em tonalidades de cinza, deve-se optar pela versão monocromática, de acordo com a tabela de legibilidade apresentada abaixo. 10% 20% 30% 40% 50% 60% 70% 80% 90% 100% 17

18 CORES Fundos fotográficos As aplicações em fundos fotográficos são permitidas, desde que sua visualização não seja prejudicada, obedecendo aos seguintes critérios de utilização. a marca deve ser aplicada sobre uma área de cor homogênea da imagem; deve-se respeitar a Área de Proteção da marca, de forma que objetos figurativos ou quaisquer elementos que chamem a atenção não tenham uma aproximação excessiva da marca; as mesmas diretrizes para aplicação sobre fundos coloridos (claros e escuros) devem ser adotadas, considerando como cor de fundo as cromias contidas na área de inserção da marca. EXEMPLOS: 18

19 CORES Versão em outline A versão em outline, também conhecida como linhas ou contorno, é recomendada para uso em papel de fax e aplicações de bordado e deve respeitar as instruções a seguir. Redução máxima em outline As linhas podem ser aplicadas nas cores preta ou branca, de acordo com os critérios de contraste e legibilidade em cada situação. 25 mm A espessura da linha pode variar dependendo dos materiais, da superfície e da escala de aplicação. Portanto, para se obter uma reprodução fiel da marca, é aconselhado adquirir os arquivos digitais desenvolvidos especialmente para cada aplicação. 15 mm Para garantir a legibilidade da marca em outline, deve-se obedecer aos dimensionamentos para a redução máxima de cada uma das assinaturas, conforme estabelecido ao lado. 19

20 Padrão com a marca PADRONAGEM Ao reproduzir uma malha gráfica com a aplicação repetida da marca, deve ser utilizada sempre a assinatura vertical. Considerando a medida X da Área de Proteção (vide página 08 deste manual), o afastamento entre as marcas deve ser igual ou maior que esta distância, conforme demonstrado abaixo. 2x 2x 20

21 PADRONAGEM Padrão com a marca Deslocamento 50% horizontal Deslocamento 50% vertical 21

22

Desenho da marca. símbolo. logotipo. A marca Embras está registrada no INPI (Instituto Nacional de Propriedade Industrial).

Desenho da marca. símbolo. logotipo. A marca Embras está registrada no INPI (Instituto Nacional de Propriedade Industrial). MARCA Desenho da marca A marca é o elemento central de uma identidade visual. Quando bem utilizada, torna-se o item primário para o reconhecimento de qualquer produto no menor tempo de leitura e espaço.

Leia mais

Manual da Marca e da Identidade Visual. Versão reduzida

Manual da Marca e da Identidade Visual. Versão reduzida Manual da Marca e da Identidade Visual Versão reduzida conceito Design O ensino do futuro do mundo: pessoas inovando pela transformação do Brasil A representação gráfica do pensamento inovador é dada

Leia mais

Manual da Marca e da Identidade Visual

Manual da Marca e da Identidade Visual Manual da Marca e da Identidade Visual fev 2017 versão 20170223 índice apresentação 2 marca desenho da marca 3 assinaturas 4 malha de construção 5 dimensionamento mínimo 6 área de proteção 7 cores cromia

Leia mais

Sumário 1. A MARCA APRESENTAÇÃO 05

Sumário 1. A MARCA APRESENTAÇÃO 05 Sumário 1. A MARCA APRESENTAÇÃO 05 1.1 Logo 06 1.2 Símbolo 07 1.3 Marca vertical 08 1.4 Marca horizontal 09 1.5 Aplicação sobre fundos 10 1.6 Paleta de cores 11 1.7 Aplicação monocromática 12 1.8 Aplicação

Leia mais

Manual da Marca Versão 2017

Manual da Marca Versão 2017 Manual da Marca Versão 2017 Conteúdo Apresentação Assinaturas Malha de Construção Área de Proteção Dimensionamento............... 4 5 6 7 8 Cromias Institucionais... 9,. 10 Tipologia Padrões da Marca Assinaturas

Leia mais

MARCA DESENHO DA MARCA

MARCA DESENHO DA MARCA MARCA DESENHO DA MARCA A marca é o elemento central de uma Identidade Visual. Quando bem utilizada, torna-se item primário para o reconhecimento de qualquer produto no menor tempo de leitura e espaço.

Leia mais

Universidade Aberta da Terceira Idade Sub-Reitoria de Extensão e Cultura

Universidade Aberta da Terceira Idade Sub-Reitoria de Extensão e Cultura MANUAL DA MARCA iversidade Aberta da Terceira Idade Este manual contém todos os elementos gráficos que representam a padronização visual da marca ati. Aqui são especificados todos os formatos, tamanhos,

Leia mais

Olá, Este manual tem como objetivo apresentar a correta aplicação de nossa marca em toda a sua comunicação.

Olá, Este manual tem como objetivo apresentar a correta aplicação de nossa marca em toda a sua comunicação. Olá, Este manual tem como objetivo apresentar a correta aplicação de nossa marca em toda a sua comunicação. Qualquer dúvida entre em contato com ascom@fuvs.br 1 2 3 4 5 6 7 Sumário ASSINATURA PRINCIPAL

Leia mais

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL SUMÁRIO SUMÁRIO Apresentação 3 Logotipo - versões cromáticas 4 Diagrama de construção, área de reserva e redução 6 Aplicações da marca 7 Aplicações sobre fundos 8 Aplicações

Leia mais

Manual de Identidade Visual

Manual de Identidade Visual Manual de Identidade Visual Índice 1.Logotipo Apresentação Marca...03 Cores Completa...04 Cores Fundo Completa...05 Família Tipográfica...08 Reprodução da Marca...10 Versão Simples Apresentação...12 Versão

Leia mais

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL. Fevereiro de 2012 Revisão 02

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL. Fevereiro de 2012 Revisão 02 Índice 1. Apresentação...3 1.1. Revisões...3 2. O Programa...4 3. Identidade...5 3.1. A Marca...5 3.2. Construção...6 3.3. Especificação de Cores...6 3.4. Versões Cromáticas...7 4. Normas de Uso...8 4.1.

Leia mais

Manual de uso da marca da UTFPR 2016

Manual de uso da marca da UTFPR 2016 Manual de uso da marca da UTFPR 2016 Apresentação Os meios de comunicação vêm se tornando mais complexos a cada dia. Essa complexidade, junto à quantidade de informações distribuídas ao público, exige

Leia mais

MIG - Identidade Sicoob. da marca

MIG - Identidade Sicoob. da marca MIG - Identidade Sicoob Construção da marca Construção da Marca 1. introdução Uma das formas de contato com a marca Sicoob é por meio da sua composição gráfica, responsável por facilitar a identificação

Leia mais

Manual Marca e Identidade Visual

Manual Marca e Identidade Visual Manual Marca e Identidade Visual 1. Introdução Branding é o processo envolvendo a criação de um nome e imagens únicos para um produto na mente dos consumidores, principalmente através de identidade visual

Leia mais

WCA Inteligência de Negócio Manual de Identidade Visual 2016

WCA Inteligência de Negócio Manual de Identidade Visual 2016 WCA Inteligência de Negócio Manual de Identidade Visual 2016 02 Manual de Identidade Visual 2016 O Objetivo deste Manual e das cores, procuram estabelecer uma relação direta com o lado humano ( Pensar

Leia mais

Manual de Identidade Visual

Manual de Identidade Visual Manual de Identidade Visual Introdução O manual da marca do Consultório na Rua tem a função de ordenar e padronizar o signo que distingue e diferencia o serviço, compreendendo os padrões e regras de aplicação

Leia mais

Manual de identidade visual

Manual de identidade visual Manual de identidade visual 2.0 - Manual de identidade visual 2.1 - Elementos da marca 2.2 - Redução 2.3 - Área de proteção 2.4 - Aplicação 2.5 - Versões PB 2.6 - Malha construtiva 2.7 - Paleta de cores

Leia mais

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL O relacionamento cotidiano do público com uma empresa ou instituição se dá através da marca. E a forma como este contato acontece acaba fazendo com que a marca ganhe personalidade

Leia mais

Manual de Identidade Visual

Manual de Identidade Visual Manual de Identidade Visual Introdução O Programa Academia da Saúde é uma nova estratégia da Atenção Básica que compõe a Rede de Atenção à Saúde a fim de contribuir para a promoção da saúde e produção

Leia mais

Manual de Identidade Visual. 4Normas para a construção do Logotipo 4Uso correto da Marca 4Aplicações em material Promocional 4Papelaria Institucional

Manual de Identidade Visual. 4Normas para a construção do Logotipo 4Uso correto da Marca 4Aplicações em material Promocional 4Papelaria Institucional Manual de Identidade Visual 4Normas para a construção do Logotipo 4Uso correto da Marca 4Aplicações em material Promocional 4Papelaria Institucional ÍNDICE Introdução A Marca Um pouco da História... 03

Leia mais

Manual de Identidade Visual

Manual de Identidade Visual Manual de Identidade Visual Obrigado! Este manual apresenta as normas e orientações para o uso da identidade visual do INEA. No entanto, somente com a sua participação será atingido o objetivo de comunicar

Leia mais

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL SUMÁRIO A MARCA... 03 GRADE DE CONSTRUÇÃO... 04 VARIAÇÕES DE ASSINATURA... 05 APLICAÇÃO VERTICAL... 06 LIMITE DE REDUÇÃO... 06 TIPOGRAFIA... 07 CORES... 08 APLICAÇÃO SOBRE FUNDOS...

Leia mais

Manual de Identidade Visual. Normas e padrões de utilização

Manual de Identidade Visual. Normas e padrões de utilização Manual de Identidade Visual Normas e padrões de utilização Apresentação A Fundep - Fundação de Desenvolvimento da pesquisa, vem através deste documento consolidar o bem mais valioso que uma instituição

Leia mais

Apresentação. FHE e POUPEX são as nossas marcas. Elas são o nosso principal ativo. É com elas que nosso público nos reconhece.

Apresentação. FHE e POUPEX são as nossas marcas. Elas são o nosso principal ativo. É com elas que nosso público nos reconhece. Apresentação A marca é o somatório de representações que caracterizam, identificam e diferenciam uma empresa. É a expressão visual e verbal que a distingue de todas as outras empresas. FHE e POUPE são

Leia mais

Apresentação. A letra F, vem abraçando as letras APG, demonstrando a união e a cooperação da entidade.aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

Apresentação. A letra F, vem abraçando as letras APG, demonstrando a união e a cooperação da entidade.aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa LOGOMARCA Apresentação A FAPG é uma fundação da APG do Ita, Fundação de Apoio à Pesquisa de Pós- Graduandos, logo a sua logomarca é uma derivação da logomarca da APG do ITA, mantendo a apresentação bem

Leia mais

Selo de Formação de Atletas Comitê Brasileiro de Clubes. Manual de Identidade Visual

Selo de Formação de Atletas Comitê Brasileiro de Clubes. Manual de Identidade Visual Selo de Formação de Atletas Comitê Brasileiro de Clubes Manual de Identidade Visual COMITÊ BRASILEIRO DE CLUBES 5 Índice Selo Assinaturas Área e proteção Redução mínima Positivo e negativo Área de proteção:

Leia mais

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL. Faculdade de Educação - UFG

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL. Faculdade de Educação - UFG MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL Faculdade de Educação - UFG INDICE 1. Apresentação 2. Versões 3. Cores 4. Tipografia 5. Reprodução 6, Usos incorretos 7. Redução da marca 8. Arejamento da marca 9. Verão monocromática

Leia mais

Manual de Identidade Visual Indústria de Impressoras Tecnológicas da Amazônia Ltda

Manual de Identidade Visual Indústria de Impressoras Tecnológicas da Amazônia Ltda Manual de Identidade Visual INTRODUÇÃO Com a importância que a IITA tem conquistado no Brasil, é essencial que a nossa marca seja utilizada seguindo o Manual de Identidade Visual. Uma marca sempre bem

Leia mais

Manual de Identidade Visual. Versão 2.0 Atualizado em Setembro / 2015

Manual de Identidade Visual. Versão 2.0 Atualizado em Setembro / 2015 Manual de Identidade Visual Versão 2.0 Atualizado em Setembro / 2015 Diretrizes para gestão da marca A marca, é a representação simbólica de determinada entidade, produto ou serviço. Sendo assim, regras

Leia mais

Sumário. manual da marca Pet Pois

Sumário. manual da marca Pet Pois Sumário. ois Pet Pet Poi ois Pet Pet Poi ois Pet Pet Poi ois Pet Manual da Marca. Pet Poi Marca. conceito. Marca composta pela representação sintética de uma garrafa PET, onde um círculo preenchido com

Leia mais

Manual de utilização de marca

Manual de utilização de marca Manual de utilização de marca M a n u a l d e u t i l i z a ç ã o d e m a r c a Índice Apresentação...4 A Marca...5 Malha Construtiva...6 Cores...7 Monocromia e Negativo...8 Redução da Marca...9 Arejamento

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO INTEGRADA PADRÃO DE USO E APLICAÇÃO DA LOGOMARCA DA SICAL

SISTEMA DE GESTÃO INTEGRADA PADRÃO DE USO E APLICAÇÃO DA LOGOMARCA DA SICAL Elaboração/ Responsável Alessandra Data 8/07/006 Homologação Responsável Almiro Data 8/07/006 1 - OBJETIVO Este procedimento estabelece os padrões para utilização da logomarca da SICAL. - DOCUMENTOS COMPLEMENTARES

Leia mais

Manual de. Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. Identidade Visual

Manual de. Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. Identidade Visual Manual de Identidade Visual Introdução O Manual de Identidade Visual da Universidade Federal do (UFRB) busca ser um instrumento fundamental à organização e aplicação da marca da instituição. Nele, normas

Leia mais

BIOSEG SEGURANÇA, SAÚDE E MEIO AMBIENTE BRANDING BOOK

BIOSEG SEGURANÇA, SAÚDE E MEIO AMBIENTE BRANDING BOOK BRANDING BOOK Este manual tem como objetivo formular regras para a aplicação da marca em suas áreas institucionais, publicações e produtos. Com a correta utilização, a empresa mantém sua integridade visual

Leia mais

Manual de Identidade Visual. Núcleo de Extensão em Direito Previdenciário

Manual de Identidade Visual. Núcleo de Extensão em Direito Previdenciário Manual de Identidade Visual 04 Plataforma de Marca 05 Conceito 06 Símbolo 07 Logotipo 08 A marca Sumário 09 Versões da marca 10 Tipografia 11 Arejamento 12 Orientações da marca 13 e 14 Redução Mínima

Leia mais

Manual de Identidade Visual

Manual de Identidade Visual 2014 Manual de Identidade Visual Dealernet Automotive Ecosystem Identidade Visual é a representação gráfica que caracteriza uma empresa. TK ATHAYDE DEALERNET Automotive Ecosystem 08/04/2014 Uma marca é

Leia mais

Diretrizes de Utilização da Marca Corporativa. Manual de Identidade Visual da CTIS

Diretrizes de Utilização da Marca Corporativa. Manual de Identidade Visual da CTIS Diretrizes de Utilização da Marca Corporativa Assinatura Visual O símbolo e o logotipo devem ser sempre usados com tamanho e relação de proporção fixos. Versão vertical Símbolo acima do logotipo. Esta

Leia mais

marca gerdau A versão horizontal configura a versão preferencial da marca.

marca gerdau A versão horizontal configura a versão preferencial da marca. 1. versão HORIZONTAL A versão horizontal configura a versão preferencial da marca. X/5 X X/10 X/10 X/10 Redução máxima 20mm 2. versão vertical A versão vertical tem uso restrito. Deverá ser aplicada somente

Leia mais

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL ÍNDICE MARCA--------------------------------------------- Apresentação--------------------------------------------- Assinaturas----------------------------------------- Cores

Leia mais

Manual de uso da marca das Superintendências da UFBA

Manual de uso da marca das Superintendências da UFBA Manual de uso da marca das Superintendências da UFBA Apresentação Logotipo Nomenclatura Símbolo Exemplo das marcas das outras Superintendências: A marca é o elemento central de uma identidade visual. Quando

Leia mais

apresentação Respeitar as regras aqui estabelecidas. Em caso de dúvida sobre o uso do manual ou alteração na marca, consultar o estúdio.

apresentação Respeitar as regras aqui estabelecidas. Em caso de dúvida sobre o uso do manual ou alteração na marca, consultar o estúdio. manual de marca 2 apresentação apresentação Este manual tem por objetivo padronizar as aplicações da marca Lona e nortear a criação para os materiais de comunicação e peças institucionais. A identidade

Leia mais

Manual de Marca 1 MANUAL DE MARCA

Manual de Marca 1 MANUAL DE MARCA Manual de Marca 1 ÍNDICE Apresentação Proporção Área de proteção Cores Monocromáticas Negativo Uso incorreto Redução Aplicações Bordado, silk e outros 02 04 07 09 11 14 15 16 19 22 1 APRESENTAÇÃO Este

Leia mais

manual de identidade visual ABCR

manual de identidade visual ABCR manual de identidade visual ABCR apresentação 01 A imagem corporativa de uma instituição nasce e cresce à medida que todos os elementos de comunicação com o público estejam integrados num padrão de homogeneidade

Leia mais

FUNDAÇÃO BANCO DO BRASIL MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL 2017

FUNDAÇÃO BANCO DO BRASIL MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL 2017 FUNDAÇÃO BANCO DO BRASIL MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL 2017 2 SUMÁRIO Introdução... 03 Versões... 04 Slogan... 05 Aplicação em fundos coloridos... 06 Usos Incorretos... 07 Área de Não Interferência... 08

Leia mais

Manual de marca. Aplicações da marca

Manual de marca. Aplicações da marca Manual de marca Aplicações da marca 1 assinatura institucional 2 1. assinatura institucional Logotipos são assinaturas institucionais e devem ser usados em todas as manifestações visuais da empresa. Sua

Leia mais

Índice. Índice...2. Logomarca do Ipasgo...3. Logomarca do Ipasgo em Tons de Cinza...4. Uso do Selo NBR ISO 9001:

Índice. Índice...2. Logomarca do Ipasgo...3. Logomarca do Ipasgo em Tons de Cinza...4. Uso do Selo NBR ISO 9001: 1 Índice Índice...2 Logomarca do Ipasgo...3 Logomarca do Ipasgo em Tons de Cinza...4 Uso do Selo NBR ISO 9001:2008...5 Modelos Vetoriais e Monocromáticos...6 Aplicação de Fundo Escuro...7 Cores...8 Tipografia...9

Leia mais

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL Sumário 1. Marca 2. Aplicações 03 Apresentação 18 Papelaria 04 Conceito 22 Identificação 05 Marca 23 Frota 06 Grid de Construção 24 Uniformes 07 Tipografia 28 Brindes 08 Padrão

Leia mais

Manual de Identidade Visual

Manual de Identidade Visual Manual de Identidade Visual O conceito da marca Dinamize, verbo imperativo que traz consigo uma imensidão de possibilidades a serem exploradas. Apesar de ser uma empresa séria e focada em resultados o

Leia mais

Assessoria de Comunicação e Marketing Instituto Nacional de Telecomunicações

Assessoria de Comunicação e Marketing Instituto Nacional de Telecomunicações Dez/16 Revisão 02 Assessoria de Comunicação e Marketing Instituto Nacional de Telecomunicações índice 1. Logotipo 2. Construção do Logotipo 3. Área Mínima 4. Alfabeto Complementar 5. Logotipo Finatel 6.

Leia mais

EAm EMPRESA JÚNIOR DE ENGENHARIA AMBIENTAL MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

EAm EMPRESA JÚNIOR DE ENGENHARIA AMBIENTAL MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL Manual de Identidade Visual da bjr. Diretoria de Marketing. Andresa Sampaio Santos Soares; Lucas Dias Costa. 1ª versão, Vitória da Conquista, Brasil.

Leia mais

Símbolos do Governo da República do Congo MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

Símbolos do Governo da República do Congo MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL Símbolos do Governo da República do Congo MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL ÍNDICE 2 INTRODUÇÃO... 3 O BRASÃO DE ARMAS...4 A BANDEIRA NACIONAL... 5 CONSTRUÇÃO...6 CORES INSTITUCIONAIS... 7 CORES INSTITUCIONAIS

Leia mais

Manual de Uso e Aplicação da Marca

Manual de Uso e Aplicação da Marca Manual de Uso e Aplicação da Marca O Valor da Marca A marca é o maior patrimônio de uma empresa. Leva-se muitos anos para se construir uma marca forte. É preciso compreender o impressionante poder que

Leia mais

Manual de Normas C ONSELHO D E

Manual de Normas C ONSELHO D E Manual de Normas Manual de Normas Julho 2010 O manual da marca Conselho de Prevenção da Corrupção define um conjunto de regras e recomendações que garantem a sua correcta utilização. É indispensável o

Leia mais

Manual da Marca BRANDING GUIDELINE

Manual da Marca BRANDING GUIDELINE Manual da Marca BRANDING GUIDELINE 1 ÍNDICE MANUAL DA MARCA WEBCO2ZERO Índice Manual da Marca 2 2 ELEMENTOS ADICIONAIS DA MARCA 16 O manual de normas gráficas webco2zero tem como objetivo garantir a coerência

Leia mais

01. Apresentação. in Carta de Armas

01. Apresentação. in Carta de Armas A simbologia da Emblemática é a seguinte: dos metais, o ouro simboliza a justiça, a prata a fidelidade; dos esmaltes, o vermelho simboliza o ânimo, o azul a lealdade, o negro a ciência; das peças, os dois

Leia mais

IDENTIDADE VISUAL manual

IDENTIDADE VISUAL manual IDENTIDADE VISUAL manual Em conformidade com a Lei 3.527/11 que obriga o Poder Executivo de Parnaíba a utilizar como símbolo da administração municipal apenas a bandeira, o brasão e o selo municipal. objetivo

Leia mais

TRANSFORMANDO REALIDADES

TRANSFORMANDO REALIDADES TRANSFORMANDO REALIDADES Lá onde a identidade individual se apaga, não há nem punição nem recompensa. Ernst Junger 2 Sumário APRESENTAÇÃO OBJETIVOS E BENEFÍCIOS INTRODUÇÃO A Logomarca O Símbolo Padrão

Leia mais

GUIA RÁPIDO DE APLICAÇÃO DE MARCAS

GUIA RÁPIDO DE APLICAÇÃO DE MARCAS GUIA RÁPIDO DE APLICAÇÃO DE MARCAS INTRODUÇÃO GUIA RÁPIDO DE APLICAÇÃO DE MARCAS Este é o guia rápido de aplicação de marcas do Grupo NotreDame Intermédica. Produzimos esse material para garantir uma unidade

Leia mais

P R O J E T O VIVEIRO CIDADÃO

P R O J E T O VIVEIRO CIDADÃO Sumário Apresentação 03 Cores 04 Família Tipográfica 05 Área de Reserva e Redução 06 Aplicações 07 Aplicações Incorretas 08 Versão Vertical USO PREFERENCIAL Apresentação Este manual visa estabelecer os

Leia mais

Marca e da Identidade Visual CONCEITO, ESTRATÉGIA E APLICAÇÕES

Marca e da Identidade Visual CONCEITO, ESTRATÉGIA E APLICAÇÕES Manual da Marca e da Identidade Visual CONCEITO, ESTRATÉGIA E APLICAÇÕES SENAC SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL Presidente Antonio Oliveira Santos DEPARTAMENTO NACIONAL Diretor Geral Sidney Cunha

Leia mais

Manual de Aplicação da Marca

Manual de Aplicação da Marca Manual de Aplicação da Marca 1 F143m Faculdade Independente do Nordeste. Manual de aplicação da marca. / Org. Assessoria de comunicação. FAINOR, Vitória da Conquista, 2014. 22 f. 1. Manual 2. Marca visual

Leia mais

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL 2 MOVIMENTO PAULISTA DE SEGURANÇA NO TRÂNSITO O Movimento Paulista de Segurança no Trânsito é um programa do Governo do Estado de São Paulo que tem como objetivo reduzir as

Leia mais

HOSPITAL DAS CLÍNICAS FACULDADE DE MEDICINA DE BOTUCATU - UNESP

HOSPITAL DAS CLÍNICAS FACULDADE DE MEDICINA DE BOTUCATU - UNESP HOSPITAL DAS CLÍNICAS FACULDADE DE MEDICINA DE BOTUCATU - UNESP índice APRESENTAÇÃO o processo de simplificação A NOVA MARCA padrão cromático padrão tipográfico redução e área de reserva usos incorretos

Leia mais

Guia Prático de Uso da Assinatura Visual da Universidade Federal de Juiz de Fora

Guia Prático de Uso da Assinatura Visual da Universidade Federal de Juiz de Fora Guia Prático de Uso da Assinatura Visual da Universidade Federal de Juiz de Fora Versão Beta - Agosto de 2014 Índice 1 2 3 4 5 6 7 Assinatura Preferencial Malha Construtiva Códigos Cromáticos Assinaturas

Leia mais

MANUAL DE APLICAÇÃO DE MARCA

MANUAL DE APLICAÇÃO DE MARCA MANUAL DE APLICAÇÃO DE MARCA A construção do logotipo Ordena Vida parte do princípio de que em um ambiente deve existir harmonia para existir qualidade de vida, alegria, organização, inspiração e prazer

Leia mais

MANUAL DE USO E APLICAÇÃO DA MARCA INSTITUCIONAL

MANUAL DE USO E APLICAÇÃO DA MARCA INSTITUCIONAL MANUAL DE USO E APLICAÇÃO DA MARCA INSTITUCIONAL INTRODUÇÃO A finalidade deste Manual é normatizar a utilização da nova marca do Governo do Estado de Pernambuco, de forma a garantir a uniformidade de sua

Leia mais

Manual de Identidade Visual DAI Y FRA CA DESIGN GRÁFICO. Tel. [31]

Manual de Identidade Visual DAI Y FRA CA DESIGN GRÁFICO. Tel. [31] TEC Manual de Identidade Visual DEIG GRÁFICO Tel. [31] 9151.4461 daisyfranca@gmail.com índice Apresentação............................................. 03 Redesign.................................................

Leia mais

A versão padrão da assinatura corporativa tem dois elementos: o símbolo e o decodificador.

A versão padrão da assinatura corporativa tem dois elementos: o símbolo e o decodificador. LOGOMARCA O Manual de Identidade Visual da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ) foi concebido para ser parte fundamental da imagem da instituição. O sucesso de um programa de identidade

Leia mais

Manual de uso da logomarca UEMS

Manual de uso da logomarca UEMS Manual de uso da logomarca UEMS Introdução A logomarca oficial alternativa da UEMS é uma forma gráfica própria e exclusiva para representar a Universidade Estadual do Mato Grosso do Sul. Seu desenho original

Leia mais

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL SUMÁRIO Nova Marca...04 Conceito...05 Fontes...05 Alfabeto Secundário... 05 Assinaturas...06 Cores...07 Escala de Cinza... 08 Aplicação Negativa e Positiva... 08 Aplicação

Leia mais

Cinco eixos, dentro da Secretaria de Estado da Assistência Social, Trabalho e Habitação, visam fortalecer as políticas públicas e dar

Cinco eixos, dentro da Secretaria de Estado da Assistência Social, Trabalho e Habitação, visam fortalecer as políticas públicas e dar M A N U A L D E I D E N T I D A D E V I S U A L Cinco eixos, dentro da Secretaria de Estado da Assistência Social, Trabalho e Habitação, visam fortalecer as políticas públicas e dar voz e vez às pessoas

Leia mais

Manual de Identidade Visual. agrega

Manual de Identidade Visual. agrega Manual de Identidade Visual 1.Versão Preferencial 1.1 Versão Padrão Versão de uso preferencial. Deve-se usar a logomarca na cor apresentada sobre fundo branco. No caso do fundo totalmente preto ou na cor

Leia mais

I N S T I T U T O D E A Ç Ã O S O C I A L E C U L T U R A L MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

I N S T I T U T O D E A Ç Ã O S O C I A L E C U L T U R A L MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL 1. MARCA Í N D I C E Apresentação Cores Institucionais Família Tipográfica Reprodução da Marca Usos Incorretos Redução da Marca Arejamento da Marca Versão Monocromática Marca

Leia mais

BRAND BOOK designed by Celeuma 2016

BRAND BOOK designed by Celeuma 2016 BRAND BOOK designed by Celeuma 2016 BRAND BOOK designed by Celeuma 2016 BrandBook / Municípicio São Pedro do Sul / 2016 P.2 BrandBook / Municípicio São Pedro do Sul / 2016 P.3 CONCEITO ELEMENTO INSPIRADOR

Leia mais

Manual de Identidade Visual. da Universidade Estadual do Paraná UNESPAR. Universidade Estadual do Paraná

Manual de Identidade Visual. da Universidade Estadual do Paraná UNESPAR. Universidade Estadual do Paraná Manual de Identidade Visual da SUMÁRIO O LOGOTIPO VERSÃO PRINCIPAL O logotipo da (Unespar) foi escolhido por meio da realização de um concurso com a participação da comunidade acadêmica: agentes universitários,

Leia mais

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL A identidade visual da UNIJUÍ divide-se O uso correto desses três elementos em 3 partes: garantirá que a qualidade e estabilida-? marca; de dos elementos sejam mantidos,? padrão cromático; garantindo a

Leia mais

DA MARCA. Manual de aplicação da marca FUNDIÇÃO BARBOSA

DA MARCA. Manual de aplicação da marca FUNDIÇÃO BARBOSA MANUAL DE APLICAÇÃO DA MARCA Manual de aplicação da marca FUNDIÇÃO BARBOSA Este é um manual elaborado para fixar os padrões de utilização da nova marca da Fundição Barbosa em suas diversas formas de aplicação.

Leia mais

Manual de Utilização da Marca

Manual de Utilização da Marca Manual de Utilização da Marca Índice Introdução... 03 Sistema de assinaturas... 04 - Padrões básicos... 05 - Tamanho mínimo e arejamento... 08 - Variações cromáticas... 09 - Aplicação sobre fundos... 10

Leia mais

Madeira Manual de Marca. Elementos Básicos

Madeira Manual de Marca. Elementos Básicos Madeira Manual de Marca Elementos Básicos Madeira Manual de Marca Elementos Básicos ESTE MANUAL TEM COMO OBJETIVO DEFINIR UM CONJUNTO DE REGRAS E RECOMENDAÇÕES QUE GARANTAM UMA APLICAÇÃO CORRETA DA MARCA

Leia mais

INTRODUÇÃO. Conheça essas regras nas próximas páginas deste manual.

INTRODUÇÃO. Conheça essas regras nas próximas páginas deste manual. MANUAL DA MARCA INTRODUÇÃO Este manual tem o objetivo de orientar as aplicações da marca ACIAP São José dos Pinhais. Os elementos gráficos que compõem a identidade visual são o logotipo, as cores institucionais

Leia mais

Manual de Identidade Visual

Manual de Identidade Visual Manual de Identidade Visual Ano de Elaboração 2014 Apresentação A empresa E. Orlando Roos Comércio de Cereais Ltda, vem através deste documento consolidar o bem mais valioso que uma instituição pode ter:

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ SECRETARIA DE CULTURA ARTÍSTICA MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL NORMAS E PADRÕES DE UTILIZAÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ SECRETARIA DE CULTURA ARTÍSTICA MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL NORMAS E PADRÕES DE UTILIZAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ SECRETARIA DE CULTURA ARTÍSTICA MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL NORMAS E PADRÕES DE UTILIZAÇÃO APRESENTAÇÃO A Secretaria de Cultura Artística tem por objetivo trabalhar pela articulação

Leia mais

w e A manual de normas gráficas 2016

w e A manual de normas gráficas 2016 r w e A manual de normas gráficas 2016 manual de normas gráficas 2016 índice Este manual tem como objetivo orientar a utilização prática da identidade visual weareaware, fornecendo um conjunto de regras

Leia mais

guia de uso da marca

guia de uso da marca guia de uso da marca sumário Clique nos itens abaixo para navegar pelo conteúdo. 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 HISTÓRIA DA MARCA FNQ VERSÕES DA MARCA CONSTRUÇÃO DA MARCA MARGEM DE SEGURANÇA REDUÇÕES MONOCROMIA

Leia mais

Confie na estratégia. No futuro, ela vai te ensinar por quê.

Confie na estratégia. No futuro, ela vai te ensinar por quê. Território da marca Estratégia de marca Confie na estratégia. No futuro, ela vai te ensinar por quê. No dicionário, estratégia quer dizer combinação engenhosa para atingir um objetivo. Quando falamos de

Leia mais

Manual de uso da marca

Manual de uso da marca Este manual estabelece as regras de aplicação e orienta o uso da marca do Programa Estadual de Fomento e Incentivo à Cultura do Paraná (PROFICE) que, por meio de renúncia scal de ICMS, possibilita a valorização,

Leia mais

manual de identidade visual Cremer

manual de identidade visual Cremer manual de identidade visual Cremer 2 A marca Cremer apresenta sua nova identidade visual. A percepção dos em contato com a nova logomarca dependerá da máxima clareza e coerência na sua forma de aplicação.

Leia mais

manual de identidade

manual de identidade manual de identidade MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL Sumário Visando o fortalecimento da marca Agência Peixe Vivo, disponibilizamos este Manual de Identidade Visual, essencial para a correta aplicação do logotipo

Leia mais

Identidade Visual da Unitel T+

Identidade Visual da Unitel T+ Manual da Marca O manual de Normas Básicas estabelece um conjunto de regras e recomendações que garantem uma aplicação correcta e coerente da marca UNITEL T+. A aplicação consistente deste conjunto de

Leia mais

Seguir as linhas de orientação definidas neste documento contribui para projetar a empresa de forma clara e consistente.

Seguir as linhas de orientação definidas neste documento contribui para projetar a empresa de forma clara e consistente. O modo como as pessoas entendem e reagem à imagem que se pretende transmitir depende da clareza e consistência da forma de comunicação. Por isso, são cruciais a qualidade e as diretrizes na implementação

Leia mais

GUIA DE LINGUAGEM VISUAL

GUIA DE LINGUAGEM VISUAL ÍNDICE INTRODUÇÃO 05 EMBALAGENS POSICIONAMENTO 07 Objetivos 30 Abordagem 31 LOGOMARCA Versões preferenciais 08 ELEMENTOS COMPONENTES Versões secundárias 10 Posicionamento da marca 32 Versões de uso restrito

Leia mais

manual de normas gráficas

manual de normas gráficas 6 MARCA GRÁFICA 6 7 Marca principal Variações formais da marca 13 DIMENSÕES MÍNIMAS 13 14 Marca principal Marcas complementares 21 COR 1 2 3 4 5 6 7 8 9 21 22 Versões cromáticas Cores oficiais 26 26 27

Leia mais

MANUAL DA MARCA (VERSÃO COMPACTA)

MANUAL DA MARCA (VERSÃO COMPACTA) MANUAL DA MARCA (VERSÃO COMPACTA) SUMÁRIO 1.0 Apresentação... 03 2.0 Malha construtiva e área de reserva... 04 2.1 Versões... 05 2.2 Cores... 06 2.3 Distorções... 07 2.4 Tipografia... 09 2.5 Aplicação

Leia mais

Material protegido pelas leis de direito autoral Proibida qualquer tipo de divulgação sem à devida autorização ou citada a fonte de forma correta.

Material protegido pelas leis de direito autoral Proibida qualquer tipo de divulgação sem à devida autorização ou citada a fonte de forma correta. O que é cor? É a percepção visual provocada pela ação de um feixe de fótons sobre as células especializadas da retina, células essas que transmitem informação através do nervo óptico para o sistema nervoso,

Leia mais

Manual de Normas Gráficas

Manual de Normas Gráficas Manual de Normas Gráficas Manual de Normas Gráficas Este manual estabelece as normas básicas da Identidade Visual PROMAIS, bem como, as respectivas normas para a sua correcta utilização e reprodução. Perante

Leia mais

Manual de Identidade Visual

Manual de Identidade Visual Manual de Identidade Visual O Manual Este Manual tem como objetivo estabelecer um conjunto de regras para aplicações da marca da Casa Hope, garantindo sua integridade e fidelidade com a instituição junto

Leia mais

Manual de Imagem Normas Gráficas da AAFDL Cores Manual de Imagem Normas Gráficas da AAFDL Abril de

Manual de Imagem Normas Gráficas da AAFDL Cores Manual de Imagem Normas Gráficas da AAFDL Abril de Cores Manual de Imagem Normas Gráficas Abril de 2008 1 Logótipo Logótipo São componentes do logótipo o símbolo e o lettering referente ao nome da entidade. Estes componentes estão agregados de uma forma

Leia mais

PTI Parque Tecnológico Itaipu

PTI Parque Tecnológico Itaipu Introdução Para manter e fortalecer a percepção desejada da marca, foram estabelecidas diretrizes, a identidade visual foi otimizada e as melhores práticas definidas e documentadas com o objetivo de enfatizar

Leia mais

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL ÍNDICE 1. MARCA APRESENTAÇÃO CORES INSTITUCIONAIS FAMÍLIA TIPOGRÁFI CA REPRODUÇÃO DA MARCA USOS INCORRETOS REDUÇÃO DA MARCA AREJAMENTO DA MARCA 04 05 06 07 09 10 11 2. PAPELERIA

Leia mais