COLÉGIO MONS. JOVINIANO BARRETO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "COLÉGIO MONS. JOVINIANO BARRETO"

Transcrição

1 GABARITO DISCIPLINA: QUÍ. II/ BIO. II COLÉGIO MONS. JOVINIANO BARRETO 52 ANOS DE HISTÓRIA ENSINO E DISCIPLINA QUEM NÃO É O MAIOR TEM QUE SER O MELHOR Rua Frei Vidal, 1621 São João do Tauape/Fone/Fax: º ANO Nº TURNO: MANHÃ TURMA: ÚNICA PROFESSOR: ENSINO: MÉDIO DATA: /09/2013 ALUNO(a) GABARITO 3ª ETAPA QUÍMICA - EDUARDO 2º ANO Resposta da questão 1: [D] Todas as alternativas mostram sais. De acordo com o enunciado do texto, deseja-se aumentar o ph de uma solução ácida. Para isso, deve-se introduzir no sistema um sal que sofra reação de hidrólise com água, produzindo íons OH. Observe as equações abaixo: 2 Na2CO 3(aq) 2Na (aq) CO 3 (aq) Dissociação do sal CO (aq) H O(l) HCO (aq) OH (aq) Reação do carbonato com a água Na equação da reação do íon carbonato com água, há a produção de íons OH contribuindo para uma diminuição da acidez da solução. Resposta da questão 2: [B] Os compostos que poderiam substituir o hidróxido de magnésio devem apresentar caráter básico. Isso significa que devem apresentar a capacidade de reagir com água gerando íons OH -. Observe as reações: O sal NaHCO 3 sofre dissociação liberando íons bicarbonato HCO3 que, em água produzem OH HCO H O H CO OH O ácido carbônico, por ser estável, sofre decomposição: H2CO 3 H2O CO2 2 O sal CaCO 3 sofre dissociação liberando íons carbonato CO3 que, em água produzem OH CO H O HCO OH

2 Resposta da questão 3: [E] O mais baixo valor de ph implica numa solução mais ácida, ou seja, um sal derivado de um ácido forte e de uma base fraca (NH ) SO 2NH SO 2NH 2 4 SO4 2 2H O 4 3 meio ácido 2NH 2H 2NH 2NH3 2 2H SO 2 4 2H O Resposta da questão 4: [A] De acordo com os valores de solubilidade fornecidos na tabela, teremos: 1,20 x 10 3 (NaBr) > 5,41 x 10 2 (MgCl 2 ) > 3,60 x 10 2 (NaCl e MgSO 4 ) > 6,80 x 10-1 (CaSO 4 ) > 1,30 x 10-2 (CaCO 3 ). Os sais com menor solubilidade precipitarão antes, ou seja, carbonato de cálcio, sulfato de cálcio, cloreto de sódio e sulfato de magnésio, cloreto de magnésio e, por último, brometo de sódio. Resposta da questão 5: [B] Resolução: Como a água é um péssimo condutor de eletricidade verificamos que esta ionização ocorre numa escala muito reduzida. Vamos analisar 1 litro de água destilada na temperatura de 25 º C: Densidade da água = 1000 g/l Massa molar da água = 18 g/mol. Como 1 L de água tem 1000 g, então: 1 mol H 2 O g n(h 2 O) g n(h 2 O) = (1 mol x 1000 g)/18 g = 55,5555 mol Conclusão, em um litro encontramos 55,56 mols de moléculas de água e apenas 0, mol, ou seja, 10-7 mol estão ionizadas:

3 A concentração molar da água antes e depois da ionização tem aproximadamente o mesmo valor, ou seja, pode ser considerada constante! [H 2 O] = 55,56 mol/l O equilíbrio: apresenta a seguinte constante: Como a concentração molar da água ([H 2 O]) é constante, podemos deduzir uma nova constante de equilíbrio: Como o produto de dois valores constantes é constante, então: é chamada de produto iônico da água. Como, vem:

4 Resposta da questão 6: [B] Análise das afirmativas: I. Afirmativa correta: o sistema é ácido, pois o suco de limão tem ácido cítrico. II. Afirmativa incorreta: o ph do sistema é menor do que 7, pois o meio é ácido. III. Afirmativa correta: no sistema, a concentração dos íons H + é maior que a dos íons OH. Resposta da questão 7: B Resposta da questão 8: D Resposta da questão 9: A Resposta da questão 10: A

5 GABARITO 3ª ETAPA BIOLOGIA - MAGNO 2º ANO EMBRIOLOGIA 1. Após a fecundação, o zigoto sofre sucessivas divisões e tem como resultado a formação da blástula. As características desta são determinadas pela quantidade e distribuição do vitelo presente no ovo. Sabendo disso, assinale a alternativa que corresponde aos tipos de segmentação que ocorrem no sapo, no cachorro, no robalo e na mosca. a) telolécito incompleto oligolécito telolécito completo centrolécitos. b) oligolécito centrolécito telolécito completo telolécito incompleto. c) telolécito completo alécito centrolécito oligolécito. d) telolécito incompleto alécito telolécito completo oligolécito e) centrolécito telolécito completo telolécito incompleto oligolécito. 2. Conforme o esquema, a blástula está sofrendo invaginação e dará origem a dois folhetos embrionários: a ectoderme e a endoderme. Assinale a alternativa que atende a fase do desenvolvimento embrionário citada. a) Mórula. b) Blástula. c) Gástrula. d) Nêurula. e) Notocorda. 3. De acordo com seus conhecimentos sobre gemelidade, marque a alternativa falsa. a) São chamados irmãos gêmeos aqueles que nascem de uma mesma gestação da mãe, podendo ou não apresentar características fenotípicas ou genotípicas semelhantes. b) A formação de gêmeos dizigóticos é resultado da fecundação independente de dois ovócitos com dois espermatozoides. c) Gêmeos monozigóticos originam-se a partir de uma fecundação única e apresentam cavidade amniótica, coriônica e placenta em comuns.

6 d) A fertilização independente de dois óvulos nunca irá acarretar na malformação que caracteriza os gêmeos coligados. d) Gêmeos monozigóticos apresentam o mesmo genótipo e o mesmo fenótipo necessariamente. e) A formação de gêmeos dizigóticos é resultado da fecundação independente de dois ovócitos com dois espermatozoides. 4. Analise as afirmativas a seguir quanto ao desenvolvimento embrionário de mamíferos. I. Ocorre a formação da mórula e essa irá sofrer gastrulação, sendo que a gástrula se transformará em blástula. II. A segmentação é o período compreendido entre a primeira divisão, originando dois blastômeros, até a formação de um aglomerado de células com uma cavidade interna (blástula). III. Os blastômeros, no estágio de gástrula, diferenciam-se em três conjuntos de células, sendo denominados de endoderma, mesoderma e epiderme. Com base nas afirmativas anteriores, podemos dizer que, apenas, a) II está correta. b) I está correta. c) III está correta. d) II e III estão corretas. e) I e III estão corretas. 5. Na formação do tubo neural no embrião de mamífero, a ectoderme dorsal da gástrula sofre um achatamento originando primeiramente a placa neural, que, por invaginação, dará origem ao tubo neural, o qual no futuro formará a) arquêntero. b) blastóporo. c) notocorda. d) sistema nervoso. e) celoma. 6. Analise as afirmações relacionadas ao estudo dos anexos embrionários: I. O saco vitelino é uma bolsa que abriga o vitelo e que participa no processo de nutrição do embrião, sendo bem desenvolvida nos peixes, répteis e aves e reduzida nos mamíferos. II. O âmnio é uma membrana que envolve o embrião, delimitando a cavidade amniótica, que contém o líquido amniótico, cuja principal função é de proteger o embrião contra choques mecânicos e contra a dessecação.

7 III. O alantóide é um anexo que deriva da porção posterior do intestino do embrião, tendo como função, nos répteis e nas aves, armazenar excretas nitrogrenadas e participar de trocas gasosas. IV. A placenta não é considerada um anexo embrionário, por ser um órgão formado pela interação entre tecidos materno e fetal. Está correta ou estão corretas: a) Apenas III e IV. b) Apenas I. c) Apenas II. d) Apenas I e II. e) Todas. 7. No estudo da reprodução nos animais citam-se nomes de diferentes tipos de ovos (zigoto), classificados conforme o teor e distribuição do vitelo. Quando o vitelo é pouco e distribuído de forma homogênea, classificamos o óvulo como: a) heterolécito ou telolécito incompleto. b) oligolécito, isolécito ou alécito. c) telolécito completo ou megalécito. d) centrolécito, oligolécito ou isolécito. e) oligolécito, centrolécito ou isolécito. 8. O vitelo é uma substância muito importante para o desenvolvimento embrionário, pois é ela que supre o embrião quando este ainda não pode ingerir alimentos. No entanto, existem óvulos sem, praticamente, nenhum vitelo, como os da espécie humana. Esses óvulos são denominados: a) oligolécitos. b) telolécitos. c) megalécitos. d) centrolécitos. e) heterolécitos. 9. Os folhetos embrionários, através de processos de desenvolvimento e diferenciação, darão origem a diferentes estruturas nos indivíduos adultos. Considere as afirmações abaixo relacionadas ao desenvolvimento embriológico. I. A ectoderme origina a medula espinhal. II. A mesoderme origina o tecido muscular e ósseo. III. A endoderme origina o tecido urogenital.

8 Quais estão corretas? a) Apenas I. b) Apenas I e II. c) Apenas I e III. d) Apenas II e III. e) I, II e III. 10. Os gêmeos univitelinos originam-se: a) a partir de um único óvulo fecundado por um único espermatozóide, podendo originar um indivíduo do sexo masculino e outro do sexo feminino. b) a partir de dois óvulos fecundados por dois espermatozóides, originando dois gêmeos do mesmo sexo. c) a partir de um único óvulo fecundado por um único espermatozóide, originando dois indivíduos do mesmo sexo. d) a partir de dois óvulos fecundados por dois espermatozóides, originando dois gêmeos de sexos diferentes. e) a partir de um único óvulo fecundado por dois espermatozóides, originando dois indivíduos de sexos diferentes.

EMBRIOLOGIA. Definições Tipos de Óvulos Tipos de Clivagens Embriogênese Destino dos folhetos Classificação embriológica Anexos Embrionários

EMBRIOLOGIA. Definições Tipos de Óvulos Tipos de Clivagens Embriogênese Destino dos folhetos Classificação embriológica Anexos Embrionários EMBRIOLOGIA EMBRIOLOGIA Definições Tipos de Óvulos Tipos de Clivagens Embriogênese Destino dos folhetos Classificação embriológica Anexos Embrionários TIPOS DE OVOS Oligolécitos / Alécitos - São ovos que

Leia mais

BIOVESTIBA.NET BIOLOGIA VIRTUAL Profº Fernando Teixeira UFRGS EMBRIOLOGIA

BIOVESTIBA.NET BIOLOGIA VIRTUAL Profº Fernando Teixeira UFRGS EMBRIOLOGIA UFRGS EMBRIOLOGIA 1. (Ufrgs 2012) Assinale a alternativa que preenche corretamente as lacunas do enunciado abaixo, na ordem em que aparecem. Em mamíferos, o... e as células trofoblásticas interagem com

Leia mais

Embriologia estuda o desenvolvimento embrionário, desde a formação do zigoto até o nascimento do indivíduo.

Embriologia estuda o desenvolvimento embrionário, desde a formação do zigoto até o nascimento do indivíduo. Embriologia Embriologia estuda o desenvolvimento embrionário, desde a formação do zigoto até o nascimento do indivíduo. Para que ocorra a formação do zigoto, o espermatozóide precisa penetrar no óvulo

Leia mais

2. O desenvolvimento embrionário dos vertebrados é dividido nas seguintes etapas: segmentação, gastrulação e organogênese.

2. O desenvolvimento embrionário dos vertebrados é dividido nas seguintes etapas: segmentação, gastrulação e organogênese. 1. O estudo da embriologia fornece subsídios para a compreensão dos processos biológicos envolvidos na formação e no desenvolvimento embrionário e fetal humano. Sobre esse assunto, é CORRETO afirmar: a)

Leia mais

Etapas de desenvolvimento embrionário. Prof. Weber

Etapas de desenvolvimento embrionário. Prof. Weber Etapas de desenvolvimento embrionário. Prof. Weber Etapas de desenvolvimento embrionário. A embriologia compreende o estudo do desenvolvimento do embrião a partir da célula-ovo, ou zigoto, até a formação

Leia mais

REPRODUÇÃO. Prof. Edgard Manfrim - Biologia

REPRODUÇÃO. Prof. Edgard Manfrim - Biologia REPRODUÇÃO Prof. Edgard Manfrim - Biologia REPRODUÇÃO ASSEXUADA BROTAMENTO OU GEMIPARIDADE ESPONGIÁRIO E CELENTERADO ESTROBILIZAÇÃO MEDUSAS REGENERAÇÃO PLANÁRIAS Prof. Edgard Manfrim - Biologia Prof. Edgard

Leia mais

Embriologia. Prof. César Lima

Embriologia. Prof. César Lima Embriologia A embriologia é a parte da Biologia que estuda o desenvolvimento dos embriões animais. Há grandes variações, visto que os animais invertebrados e vertebrados apresentam muitos diferentes aspectos

Leia mais

ANEXOS EMBRIONÁRIOS EMBRIOLOGIA

ANEXOS EMBRIONÁRIOS EMBRIOLOGIA ANEXOS EMBRIONÁRIOS EMBRIOLOGIA Embriologia A embriologia é a parte da Biologia que estuda o desenvolvimento dos embriões animais. Há grandes variações, visto que os animais invertebrados e vertebrados

Leia mais

Tipos de ovos: Oligolécito - Pouco vitelo distribuição homogênea. Alécito Não possuem vitelo Mamíferos

Tipos de ovos: Oligolécito - Pouco vitelo distribuição homogênea. Alécito Não possuem vitelo Mamíferos EMBRIOLOGIA Tipos de ovos: Oligolécito - Pouco vitelo distribuição homogênea Anfioxo Alécito Não possuem vitelo Mamíferos Heterolécito - Mais vitelo distribuição heterogênea Anelídeos e Anfíbios Telolécito

Leia mais

Embriogênese. Natália A. Paludetto

Embriogênese. Natália A. Paludetto Embriogênese Natália A. Paludetto nataliaapaludetto@gmail.com Embriogênese Após fusão dos núcleos durante a fecundação, formase uma célula ovo ou zigoto. Zigoto primeira célula de um novo ser vivo (2n).

Leia mais

Em Biologia, o desenvolvimento envolve diversos aspectos:

Em Biologia, o desenvolvimento envolve diversos aspectos: Embriologia A embriologia é a parte da Biologia que estuda o desenvolvimento dos embriões animais. Há grandes variações, visto que os animais invertebrados e vertebrados apresentam muitos diferentes aspectos

Leia mais

Exercícios de Embriogênese e Anexos

Exercícios de Embriogênese e Anexos Exercícios de Embriogênese e Anexos Material de apoio do Extensivo 1. (VUNESP) Uma senhora deu à luz dois gêmeos de sexos diferentes. O marido, muito curioso, deseja saber informações sobre o desenvolvimento

Leia mais

EMBRIOLOGIA. Prof. André Maia. Conceito. 1. Ovos Isolécitos

EMBRIOLOGIA. Prof. André Maia. Conceito. 1. Ovos Isolécitos EMBRIOLOGIA Prof. André Maia Conceito É a parte da Biologia que estuda os processos através dos quais se forma o embrião, a partir da célula ovo ou zigoto (embriogênese). Períodos de desenvolvimento Clivagem

Leia mais

NOÇÕES BÁSICAS DE EMBRIOLOGIA 8º ANO BIOLOGIA LUCIANA ARAUJO 4º Bimestre

NOÇÕES BÁSICAS DE EMBRIOLOGIA 8º ANO BIOLOGIA LUCIANA ARAUJO 4º Bimestre NOÇÕES BÁSICAS DE EMBRIOLOGIA 8º ANO BIOLOGIA LUCIANA ARAUJO 4º Bimestre VÍDEOS Os vídeos aqui indicados são curtos e bem didático, vale a pena assistir. Siga a ordem apresentada. Links: Vídeo 1 Fecundação

Leia mais

Reprodução e Embriologia. Leonardo Rodrigues EEEFM GRAÇA ARANHA

Reprodução e Embriologia. Leonardo Rodrigues EEEFM GRAÇA ARANHA Reprodução e Embriologia. Leonardo Rodrigues EEEFM GRAÇA ARANHA Ciclo Menstrual Menstruação - fluxo de sangue e restos de mucosa uterina periodicamente eliminados pela vagina. Ciclo Menstrual Menstruação

Leia mais

BIOLOGIA - 1 o ANO MÓDULO 46 ANEXOS EMBRIONÁRIOS

BIOLOGIA - 1 o ANO MÓDULO 46 ANEXOS EMBRIONÁRIOS BIOLOGIA - 1 o ANO MÓDULO 46 ANEXOS EMBRIONÁRIOS Como pode cair no enem? (PUC) O desenvolvimento embrionário nos vertebrados leva à formação, em determinado estágio, de certas estruturas que não

Leia mais

Bio. Semana 17. Rubens Oda Alexandre Bandeira (Hélio Fresta) (Rebeca Khouri)

Bio. Semana 17. Rubens Oda Alexandre Bandeira (Hélio Fresta) (Rebeca Khouri) Semana 17 Rubens Oda Alexandre Bandeira (Hélio Fresta) (Rebeca Khouri) Este conteúdo pertence ao Descomplica. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos

Leia mais

Embriologia. Prof. Mateus Grangeiro

Embriologia. Prof. Mateus Grangeiro Embriologia Prof. Mateus Grangeiro OBJETIVOS DA AULA Comparar a espermatogênese com a ovulogênese. Descrever os principais eventos da fecundação. Introduzir os processos básicos do desenvolvimento embrionário,

Leia mais

EMBRIOLOGIA. Prof. Leonardo F. Stahnke. Embriologia (Ontogênese)

EMBRIOLOGIA. Prof. Leonardo F. Stahnke. Embriologia (Ontogênese) EMBRIOLOGIA Prof. Leonardo F. Stahnke Embriologia (Ontogênese) São os processos de transformação que ocorrem no zigoto após a fecundação e que levam à formação de um indivíduo. 1 Embriologia (Ontogênese)

Leia mais

Bio. Semana 12. Nelson Paes (Rebeca Khouri) (Hélio Fresta)

Bio. Semana 12. Nelson Paes (Rebeca Khouri) (Hélio Fresta) Semana 12 Nelson Paes (Rebeca Khouri) (Hélio Fresta) Este conteúdo pertence ao Descomplica. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados. CRONOGRAMA

Leia mais

01) (UFRRJ/2003) Os óvulos apresentam diferentes quantidades e distribuição do vitelo ou deutoplasma (substância de reserva).

01) (UFRRJ/2003) Os óvulos apresentam diferentes quantidades e distribuição do vitelo ou deutoplasma (substância de reserva). 01) (UFRRJ/2003) Os óvulos apresentam diferentes quantidades e distribuição do vitelo ou deutoplasma (substância de reserva). Considerando-se o vitelo das aves, podemos afirmar que, ao longo do desenvolvimento

Leia mais

02)(UFPEL-2007) O desenvolvimento embrionário dos vertebrados é dividido nas seguintes etapas: segmentação, gastrulação e organogênese.

02)(UFPEL-2007) O desenvolvimento embrionário dos vertebrados é dividido nas seguintes etapas: segmentação, gastrulação e organogênese. COLÉGIO CEC CENTRO EDUCACIONAL CIANORTE ED. INFANTIL, ENS. FUNDAMENTAL E MÉDIO - SISTEMA ANGLO DE ENSINO REVISÃO DE EMBRIOLOGIA PROFESSOR NANNI (TERCEIRÃO 2012) 01)(UFPR-modificado) Os diferentes modos

Leia mais

ANATOMIA DE UM ESPERMATOZÓIDE

ANATOMIA DE UM ESPERMATOZÓIDE EMBRIOLOGIA ANATOMIA DE UM ESPERMATOZÓIDE Acrossomo: vesícula formada por lisossomos, com função de romper as barreiras do óvulo. Gameta masculino Responsável pela determinação do sexo do bebê. Região

Leia mais

ENSINO MÉDIO TRABALHO DE RECUPERAÇÃO

ENSINO MÉDIO TRABALHO DE RECUPERAÇÃO ENSINO MÉDIO Valor da prova/atividade: 2,0 Nota: Data: / /2017 Professora: Barbara Disciplina: Biologia Nome: n o : Série: 3ª TRABALHO DE RECUPERAÇÃO 3º Bimestre APRESENTAR JUSTIFICATIVA DE CADA EXERCÍCIO.

Leia mais

BIOLOGIA. 3ª série LISTA: Ensino Médio. Aluno(a): Professor(a): Renato (feijão) DIA: MÊS: 08. Segmento temático: Turma: A ( ) / B ( )

BIOLOGIA. 3ª série LISTA: Ensino Médio. Aluno(a): Professor(a): Renato (feijão) DIA: MÊS: 08. Segmento temático: Turma: A ( ) / B ( ) BIOLOGIA LISTA: 3ª série Ensino Médio Professor(a): Renato (feijão) Turma: A ( ) / B ( ) Aluno(a): Segmento temático: DIA: MÊS: 08 2017 01 - (UFJF MG/2015) Após a segmentação do zigoto, inicia-se a gastrulação,

Leia mais

Tipos de Ovos ou. óvulos ou. ovócitos ou. gametas femininos. Onde Ficam?

Tipos de Ovos ou. óvulos ou. ovócitos ou. gametas femininos. Onde Ficam? Tipos de Ovos ou óvulos ou ovócitos ou gametas femininos Onde Ficam? Nos ovários ou gônadas (glândulas) das fêmeas. artropodes Total blastômeros Holoblástica ocorre em todo o ovo; Meroblástica ocorre em

Leia mais

Gametogênese e Embriologia

Gametogênese e Embriologia Material de apoio para Aula ao Vivo 1. (Fuvest) Um pesquisador fez o seguinte desenho de uma célula observada ao microscópio óptico. Pode tratar-se de uma célula de a) ovário. b) sangue. c) linfa. d) medula

Leia mais

REPRODUÇÃO E DESENVOLVIMENTO EMBRIONÁRIO. Professor Heverton Alencar

REPRODUÇÃO E DESENVOLVIMENTO EMBRIONÁRIO. Professor Heverton Alencar REPRODUÇÃO E DESENVOLVIMENTO EMBRIONÁRIO Professor Heverton Alencar Sistema reprodutor masculino Testículo - produção de espermatozoides e também a produção de testosterona (hormônio sexual masculino);

Leia mais

BIOLOGIA FOLHETOS EMBRIONÁRIOS. a) Hydra. b) Planária. c) Actínea. d) Esponja. e) Obélia.

BIOLOGIA FOLHETOS EMBRIONÁRIOS. a) Hydra. b) Planária. c) Actínea. d) Esponja. e) Obélia. BIOLOGIA Prof. Fred FOLHETOS EMBRIONÁRIOS 1. Observe a figura ao lado, que representa um corte transversal de um cordado. A estrutura apontada pela seta está presente a) na galinha. b) na minhoca c) no

Leia mais

BIOLOGIA FOLHETOS EMBRIONÁRIOS. a) Hydra. b) Planária. c) Actínea. d) Esponja. e) Obélia.

BIOLOGIA FOLHETOS EMBRIONÁRIOS. a) Hydra. b) Planária. c) Actínea. d) Esponja. e) Obélia. BIOLOGIA Prof. Fred/Vitor FOLHETOS EMBRIONÁRIOS 1. Observe a figura ao lado, que representa um corte transversal de um cordado. A estrutura apontada pela seta está presente a) na galinha. b) na minhoca

Leia mais

ATIVIDADE: PLANTÃO DATA: 03/05/2011

ATIVIDADE: PLANTÃO DATA: 03/05/2011 ATIVIDADE: PLANTÃO DATA: 03/05/2011 Professor(a): Nanni Turma: 3º/EXT Disciplina: Biologia 01º Material deste professor para esta atividade 35º Material para esta turma 01) Tomando como referência o embrião

Leia mais

Biologia. Rubens Oda (Julio Junior) Embriologia

Biologia. Rubens Oda (Julio Junior) Embriologia Embriologia Embriologia 1. Recentemente pesquisadores brasileiros conseguiram produzir a primeira linhagem de células-tronco a partir de embrião humano. As células-tronco foram obtidas de um embrião em

Leia mais

Atividades de Embriologia

Atividades de Embriologia DISCIPLINA: Biologia I DATA: 13/09/2017 Atividades de Embriologia 01 - (Cefet MG 2015) Analise a representação da sequência de eventos que ocorrem no aparelho reprodutor feminino humano. 03 - (Mackenzie

Leia mais

Resoluções de Exercícios

Resoluções de Exercícios Resoluções de Exercícios BIOLOGIA IV 01 Embriologia Humana I) espermatócitos II, espermátides e espermatozoides J) acrossomo complexo de Golgi K) centríolos mitocôndrias As espermatogônias são células

Leia mais

Utilize-se das informações acima e de seus conhecimentos sobre esse assunto e assinale a melhor resposta a ser fornecida pelo ginecologista:

Utilize-se das informações acima e de seus conhecimentos sobre esse assunto e assinale a melhor resposta a ser fornecida pelo ginecologista: Avaliação: Aluno: Data: Ano: Turma: Professor: Biologia Questão 1 A questão da fertilização é muito discutida hoje na mídia, principalmente em programas que visam a informação para leigos interessados

Leia mais

a) multiplicação de células, através de mitoses sucessivas.

a) multiplicação de células, através de mitoses sucessivas. Embbr ri iiool llooggi iiaa Huumaannaa... 1 Introdução... 1 Gastrulação... 1 Tipos de óvulos (ovos): classificação e ocorrência.... 2 Tipos de clivagem:... 2 Fases do Desenvolvimento... 3 Destino dos Folhetos

Leia mais

Tipos de óvulos: os óvulos possuem uma substancia de reserva nutritiva chamada vitelo, de acordo com a quantidade e a distribuição do vitelo, os

Tipos de óvulos: os óvulos possuem uma substancia de reserva nutritiva chamada vitelo, de acordo com a quantidade e a distribuição do vitelo, os Embriologia Embriologia é a parte da Biologia que estuda as transformações que se processa no embrião, desde a formação da célula-ovo até o nascimento. Tipos de óvulos: os óvulos possuem uma substancia

Leia mais

Introdução à Biologia. Profª Laís F. O.

Introdução à Biologia. Profª Laís F. O. Introdução à Biologia Profª Laís F. O. SERES VIVOS Organização celular Composição química Reprodução Metabolismo Hereditariedade Adaptação ao meio Variabilidade Excitabilidade... BIOLOGIA CITOLOGIA HISTOLOGIA

Leia mais

CRESCIMENTO E DESENVOLVIMENTO

CRESCIMENTO E DESENVOLVIMENTO CRESCIMENTO E DESENVOLVIMENTO Desenvolvimento animal Indirecto - Metamorfoses Directo Forma definitiva - ovo - fase embrionária - fase juvenil - fase adulta ou de maturidade Transformações no desenvolvimento

Leia mais

EMBRIOLOGIA. Prof. Kauê Costa 2014

EMBRIOLOGIA. Prof. Kauê Costa 2014 EMBRIOLOGIA Prof. Kauê Costa kaue.costa@ymail.com 2014 Zigoto Ocorre variação na reserva nutricional (vitelo) dos zigotos de diferentes seres vivos. Clivagem É o nome que se dá à divisão, por mitose, do

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA LEIA COM MUITA ATENÇÃO

INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA LEIA COM MUITA ATENÇÃO 2º EM Biologia B Marli Av. Trimestral 06/03/15 INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA LEIA COM MUITA ATENÇÃO 1. Verifique, no cabeçalho desta prova, se seu nome, número e turma estão corretos. 2. Esta prova

Leia mais

Gametogênese e Embriogênese

Gametogênese e Embriogênese Gametogênese e Embriogênese Material de Apoio para Monitoria 1. Analisando o processo de gametogênese em mamíferos, é correto afirmar que: 01. O gameta feminino é uma célula grande e imóvel cujo citoplasma

Leia mais

Biologia Professor Vianna 2ª série / 1º trimestre

Biologia Professor Vianna 2ª série / 1º trimestre Biologia Professor Vianna 2ª série / 1º trimestre Módulo 1 EMBRIOLOGIA 1 Atualmente já existem protocolos de pesquisa utilizando células-tronco embrionárias na busca de tratamento para várias doenças humanas,

Leia mais

Reprodução e Noções de Embriologia. Professora: Emmanuelle Disciplina: Biologia Turma: 2º Médio

Reprodução e Noções de Embriologia. Professora: Emmanuelle Disciplina: Biologia Turma: 2º Médio Reprodução e Noções de Embriologia Professora: Emmanuelle Disciplina: Biologia Turma: 2º Médio São Paulo, 2013 Estrutura da Aula Tipos de Reprodução Processos assexuados de Reprodução Ciclos de vida Gametogênese

Leia mais

Bio. Semana 12. Nelson Paes (Rebeca Khouri) (Hélio Fresta)

Bio. Semana 12. Nelson Paes (Rebeca Khouri) (Hélio Fresta) Semana 12 Nelson Paes (Rebeca Khouri) (Hélio Fresta) Este conteúdo pertence ao Descomplica. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados. CRONOGRAMA

Leia mais

TIPOS DE OVOS. Tipos de ovos e de clivagem. Prof. Dr. Wellerson Rodrigo Scarano

TIPOS DE OVOS. Tipos de ovos e de clivagem. Prof. Dr. Wellerson Rodrigo Scarano Tipos de ovos e de clivagem Prof. Dr. Wellerson Rodrigo Scarano Departamento de Morfologia Instituto de Biociências - UNESP Botucatu - SP 1 TIPOS DE OVOS 2 1 TIPOS DE OVOS Os ovos (zigotos) podem ser classificados

Leia mais

Característica exclusiva dos seres vivos. Fundamental para a manutenção da espécie e não do indivíduo. Em nível molecular a reprodução está associada

Característica exclusiva dos seres vivos. Fundamental para a manutenção da espécie e não do indivíduo. Em nível molecular a reprodução está associada Prof. Júlio Característica exclusiva dos seres vivos. Fundamental para a manutenção da espécie e não do indivíduo. Em nível molecular a reprodução está associada à capacidade do DNA se autoduplicar. SEXUADA

Leia mais

Professor: Fernando Stuchi

Professor: Fernando Stuchi Professor: Fernando Stuchi Reprodução Sexuada Ação de células especiais chamadas de gametas, que possuem em seu núcleo metade do material genético de uma célula normal do indivíduo; Com a união dos gametas

Leia mais

31. Com relação aos principais componentes orgânicos celulares, assinale a afirmativa INCORRETA.

31. Com relação aos principais componentes orgânicos celulares, assinale a afirmativa INCORRETA. PASES 1 a ETAPA TRIÊNIO 2004-2006 1 o DIA GABARITO 1 19 BIOLOGIA QUESTÕES DE 31 A 40 31. Com relação aos principais componentes orgânicos celulares, assinale a afirmativa INCORRETA. a) Proteínas, quando

Leia mais

Aula II Organização geral do corpo dos animais, Embriologia

Aula II Organização geral do corpo dos animais, Embriologia ZOOLOGIA E PARASITOLOGIA Aula II Organização geral do corpo dos animais, Embriologia Professora: Luciana Alves de Sousa Padrões de Simetria SIMETRIA Partes do corpo com correspondência, em grandeza, forma

Leia mais

BIOLOGIA ANEXOS EMBRIONÁRIOS

BIOLOGIA ANEXOS EMBRIONÁRIOS BIOLOGIA Prof. Fred/Vitor ANEXOS EMBRIONÁRIOS 1. A eficácia do uso de células-tronco retiradas do cordão umbilical para o tratamento de leucemia e outras doenças do sangue já foi comprovada. A grande questão

Leia mais

Tipos de reprodução. Reprodução:origem de novos indivíduos de uma espécie. Assexuada:único genitor origina descendentes geneticamente idênticos a si.

Tipos de reprodução. Reprodução:origem de novos indivíduos de uma espécie. Assexuada:único genitor origina descendentes geneticamente idênticos a si. Tipos de reprodução Reprodução:origem de novos indivíduos de uma espécie Assexuada:único genitor origina descendentes geneticamente idênticos a si. Sexuada:origem de indivíduo pela união de dois gametas

Leia mais

COLEGIO SALESIANO DOM BOSCO

COLEGIO SALESIANO DOM BOSCO COLEGIO SALESIANO DOM BOSCO EMBRIOLOGIA Prof. Edilson Soares www.profedilson.com TIPOS DE SEGMENTAÇÃO OU CLIVAGEM HOLOBLÁSTICA IGUAL Formação de blastômeros com tamanhos aparentemente. Exemplos: Ovos oligolécitos.

Leia mais

3ª Série / Vestibular. As equações (I) e (II), acima, representam reações que podem ocorrer na formação do H 2SO 4. É correto afirmar que, na reação:

3ª Série / Vestibular. As equações (I) e (II), acima, representam reações que podem ocorrer na formação do H 2SO 4. É correto afirmar que, na reação: 3ª Série / Vestibular 01. I _ 2SO 2(g) + O 2(g) 2SO 3(g) II _ SO 3(g) + H 2O(l) H 2SO 4(ag) As equações (I) e (II), acima, representam reações que podem ocorrer na formação do H 2SO 4. É correto afirmar

Leia mais

Segmentação ou clivagem; Gastrulação; Organogênese.

Segmentação ou clivagem; Gastrulação; Organogênese. A embriologia é o estudo do crescimento e da diferenciação sofridos por um organismo no curso de seu desenvolvimento, desde o estágio de ovo até o de um ser altamente complexo, de vida independente e semelhante

Leia mais

Fisiologia. (Reprodução comparada)

Fisiologia. (Reprodução comparada) Fisiologia (Reprodução comparada) REPRODUÇÃO Perpetuar a Espécie Criar Descendentes Iguais aos pais Diferentes dos pais CONSERVAÇÃO Meio constante VARIAÇÃO Meio em mudança Repr. ASSEXUADA Repr. SEXUADA

Leia mais

Síntese de Proteínas, Divisão Celular e Embriologia

Síntese de Proteínas, Divisão Celular e Embriologia Síntese de Proteínas, Divisão Celular e Embriologia Síntese de Proteínas, Divisão Celular e Embriologia 1. A imagem abaixo representa o processo de tradução. Biologia a) Quais são as estruturas representadas

Leia mais

AULA 17- ph e poh. Equilíbrio Iônico da Água. K w = [H + ].[OH - ] Tipos de Soluções (a 25 C)

AULA 17- ph e poh. Equilíbrio Iônico da Água. K w = [H + ].[OH - ] Tipos de Soluções (a 25 C) AULA 17- ph e poh Hoje iremos falar sobre um caso particular de equilíbrio iônico, o equilíbrio iônico da água. A água sofre uma auto-ionização, só que a água é um eletrólito muito fraco, portanto, ela

Leia mais

Embriologia: É a parte da Biologia que estuda as transformações que se tem no embrião, desde a formação da célula-ovo até o nascimento.

Embriologia: É a parte da Biologia que estuda as transformações que se tem no embrião, desde a formação da célula-ovo até o nascimento. Embriologia Embriologia: É a parte da Biologia que estuda as transformações que se tem no embrião, desde a formação da célula-ovo até o nascimento. Fecundação Mitoses sucessivas; Crescimento celular: Zigoto:

Leia mais

Segmentação ou clivagem

Segmentação ou clivagem Universidade de Brasília (UnB) Universidade Aberta do Brasil (UAB) Aula 4: Segmentação ou clivagem Síntese: Tipos de ovos e processos de segmentação e blastulação 1 Sumário Informações gerais da aula 1-

Leia mais

Exercícios de Equilíbrio Iônico II

Exercícios de Equilíbrio Iônico II Exercícios de Equilíbrio Iônico II 1. Com relação às funções inorgânicas, assinale a alternativa incorreta. a) O acetato de sódio é um sal de características básicas, pois é resultante da reação entre

Leia mais

2005 by Pearson Education. Capítulo 04

2005 by Pearson Education. Capítulo 04 QUÍMICA A Ciência Central 9ª Edição Capítulo 4 Reações em soluções aquosas e estequiometria de soluções David P. White Propriedades gerais das soluções aquosas Propriedades eletrolíticas As soluções aquosas

Leia mais

, para vários sais, assinale a opção correta. CrO 4. (aq) em concentrações iguais, haverá precipitação, em primeiro lugar, do sal PbSO 4

, para vários sais, assinale a opção correta. CrO 4. (aq) em concentrações iguais, haverá precipitação, em primeiro lugar, do sal PbSO 4 Resolução das atividades complementares 3 Química Q47 Coeficiente de solubilidade p. 72 1 (UFV-MG) Com base na tabela, na qual são apresentados os valores das constantes de produto de solubilidade,, para

Leia mais

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 1ª PROVA SUBSTITUTIVA DE BIOLOGIA

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 1ª PROVA SUBSTITUTIVA DE BIOLOGIA COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 2012 1ª PROVA SUBSTITUTIVA DE BIOLOGIA Aluno(a): Nº Ano: 1º Turma: Data: Nota: Professor(a): Regina Volpato e Gabriela Valor da Prova: 65 pontos Orientações

Leia mais

Química Geral I. Química - Licenciatura Prof. Udo Eckard Sinks

Química Geral I. Química - Licenciatura Prof. Udo Eckard Sinks Química Geral I Química - Licenciatura Prof. Udo Eckard Sinks Conteúdo 04/04/2017 Rendimento Determinar Fórmulas Moleculares Reações em Solução aquosa Propriedades dos Compostos em Solução Aquosa, Reações

Leia mais

Prof.: Carolina Bossle

Prof.: Carolina Bossle Prof.: Carolina Bossle EVOLUÇÃO Acredita-se que o grupo mais primitivo, seja o das esponjas cujos representantes não apresentam tecidos. Os cnidárias são animais diploblástico (diblástico) = apenas 2 folhetos

Leia mais

III OLIMPÍADA DE QUÍMICA DO GRANDE ABC - 03/06/2017 ENSINO MÉDIO - FASE 2

III OLIMPÍADA DE QUÍMICA DO GRANDE ABC - 03/06/2017 ENSINO MÉDIO - FASE 2 III OLIMPÍADA DE QUÍMICA DO GRANDE ABC - 03/06/2017 ENSINO MÉDIO - FASE 2 INSTRUÇÕES: 1. A prova consta de 3 questões discursivas (5 pontos cada) e de 17 questões objetivas (1 ponto cada), cada uma com

Leia mais

Profª Priscila F Binatto

Profª Priscila F Binatto Profª Priscila F Binatto Multicelulares Eucariontes Ausência de parede celular Heterotróficos Mobilidade em pelo menos um estágio LOPES, S.; MENDONÇA, V. L. Bio: volume 2. São Paulo: Saraiva, 2006, p.

Leia mais

01) [1,00 ponto] Analise a figura a seguir que representa a gástrula, uma estrutura embrionária.

01) [1,00 ponto] Analise a figura a seguir que representa a gástrula, uma estrutura embrionária. MOGI GUAÇU Pré-vestibular Ensino Médio Ensino Fundamental Educação Infantil Nome: 1ª Avaliação de Biologia - GABARITO Prof.: Chico 1º Ano E.M. Valor: 2º Trimestre 2015 10,0 Nº: Instruções para a prova:

Leia mais

Disciplina de Química Geral Profa. Marcia Margarete Meier

Disciplina de Química Geral Profa. Marcia Margarete Meier Soluções 1 Propriedades gerais das soluções Os materiais são feitos geralmente de misturas de substâncias mais simples. Ex.: ar, sangue, água do mar, ligas metálicas, perfumes, etc As composições precisam

Leia mais

Questões de Embriologia 01

Questões de Embriologia 01 Questões de Embriologia 01 1) (F. M. Catanduva-SP) Assinale a afirmativa incorreta. a) A notocorda está ausente no embrião dos crustáceos. b) Ovos pobres em vitelo são característicos exclusivamente de

Leia mais

CURSO ABSOLUTO VESTIBULARES - ISOLADO DE QUÍMICA EQUILÍBRIO IÔNICO Prof.: Mazzei

CURSO ABSOLUTO VESTIBULARES - ISOLADO DE QUÍMICA EQUILÍBRIO IÔNICO Prof.: Mazzei 01. O ácido cianídrico tem ampla aplicação industrial, sendo matéria-prima para a fabricação de vários bens de consumo. Entretanto, ao trabalhar-se com essa substância deve-se tomar o devido cuidado. Esse

Leia mais

Atividade de Autoavaliação Recuperação 2 os anos Rodrigo ago/09

Atividade de Autoavaliação Recuperação 2 os anos Rodrigo ago/09 Química Atividade de Autoavaliação Recuperação 2 os anos Rodrigo ago/09 Re Resolução 1. O carbeto de cálcio CaC 2 (s) (massa molar = 64 g mol 1 ), também conhecido como carbureto, pode ser obtido aquecendo-se

Leia mais

2. O equilíbrio iônico da água pura pode ser representado de maneira simplificada por: + OH. H + aq ( )

2. O equilíbrio iônico da água pura pode ser representado de maneira simplificada por: + OH. H + aq ( ) Equilíbrio Iônico 1. Uma substância química é considerada ácida devido a sua tendência em doar íons H + em solução aquosa. A constante de ionização Ka é a grandeza utilizada para avaliar essa tendência.

Leia mais

Exercícios de Equilíbrio Iônico I

Exercícios de Equilíbrio Iônico I Exercícios de Equilíbrio Iônico I 1. Uma substância química é considerada ácida devido a sua tendência em doar íons H + em solução aquosa. A constante de ionização Ka é a grandeza utilizada para avaliar

Leia mais

- pouco vitelo distribuído uniformemente nos polos vegetativo e animal; - clivagens do tipo holoblásticas iguais.

- pouco vitelo distribuído uniformemente nos polos vegetativo e animal; - clivagens do tipo holoblásticas iguais. 1. (Unifor 2014) Imagine que você é um cientista! Ao chegar a um laboratório de embriologia, verificou que havia um material a ser identificado no microscópio. O material tratava-se de um zigoto (ou ovo)

Leia mais

1º trimestre Sala de Estudos Data: 12/04/17 Ensino Médio 3º ano classe: A_B_C Profª Danusa Nome: nº

1º trimestre Sala de Estudos Data: 12/04/17 Ensino Médio 3º ano classe: A_B_C Profª Danusa Nome: nº 1º trimestre Sala de Estudos Data: 12/04/17 Ensino Médio 3º ano classe: A_B_C Profª Danusa Nome: nº Conteúdo: Soluções (concentração comum e molaridade) e Gases Caso seja necessário, utilize a tabela periódica.

Leia mais

1. Os óvulos de aves e répteis, por possuírem grande quantidade vitelo no pólo vegetativo, denominam-se:

1. Os óvulos de aves e répteis, por possuírem grande quantidade vitelo no pólo vegetativo, denominam-se: 1. Os óvulos de aves e répteis, por possuírem grande quantidade vitelo no pólo vegetativo, denominam-se: a) oligolécitos b) heterolécitos c) mediolécitos d) telolécitos e) centrolécitos 2. O esquema abaixo

Leia mais

EMBRIOLOGIA MÓDULO 2 CITOLOGIA

EMBRIOLOGIA MÓDULO 2 CITOLOGIA EMBRIOLOGIA MÓDULO 2 CITOLOGIA EMBRIOLOGIA EMBRIOLOGIA é o estudo do desenvolvimento do animal antes do nascimento. Nosso estudo começa com a gametogênese, a formação dos gametas masculino e feminino.

Leia mais

1. (Ufg 2014) Analise a figura a seguir que representa a gástrula, uma estrutura embrionária.

1. (Ufg 2014) Analise a figura a seguir que representa a gástrula, uma estrutura embrionária. 1. (Ufg 2014) Analise a figura a seguir que representa a gástrula, uma estrutura embrionária. Considerando a figura: a) denomine os folhetos embrionários primordiais X, Y e Z, respectivamente, e identifique

Leia mais

Embriologia / Wbio. Etapas da fecundação:

Embriologia / Wbio. Etapas da fecundação: Embriologia / Wbio Fecundação ou fertilização: é a fusão de um par de gametas, com formação do zigoto. Na fecundação ocorre no terço inicial da tuba uterina. Aproximadamente 300 milhões de espermatozóides

Leia mais

1. FAMECA-SP) Qual o valor de Ka para o HCN, sabendo-se que o ácido em solução 0,10 mol/l encontra-se 0,006% ionizado?

1. FAMECA-SP) Qual o valor de Ka para o HCN, sabendo-se que o ácido em solução 0,10 mol/l encontra-se 0,006% ionizado? 1. FAMECA-SP) Qual o valor de Ka para o HCN, sabendo-se que o ácido em solução 0,10 mol/l encontra-se 0,006% ionizado? a) 3,6 x 10 10 b) 3,6 x 10 8 c) 3,6 x 10 5 d) 6,0 x 10 5 e) 1,2 x 10 4 2. (Ufes) No

Leia mais

1- Reação de auto-ionização da água

1- Reação de auto-ionização da água Equilíbrio Iônico 1- Reação de auto-ionização da água A auto- ionização da água pura produz concentração muito baixa de íons H 3 O + ou H + e OH -. H 2 O H + (aq) + OH - (aq) (I) ou H 2 O + H 2 O H 3 O

Leia mais

Química C Semiextensivo V. 4

Química C Semiextensivo V. 4 Química C Semiextensivo V. Exercícios 01) E 02) B 0) D 0) C 05) B Quanto maior a constante ácida, maior a força do ácido (acidez). Assim, HF

Leia mais

QUÍMICA - 2 o ANO MÓDULO 19 EQUILÍBRIO IÔNICO - PARTE 1

QUÍMICA - 2 o ANO MÓDULO 19 EQUILÍBRIO IÔNICO - PARTE 1 QUÍMICA - 2 o ANO MÓDULO 19 EQUILÍBRIO IÔNICO - PARTE 1 H O 2 + H + 2 - H - 2 O + 2 - H + - H O 2 2 + H + - Como pode cair no enem (PUC) A tabela abaixo se refere a dados de forças relativas de ácidos

Leia mais

O aluno deverá elaborar resumos teóricos dos textos do livro e de outras fontes sobre os tópicos do conteúdo.

O aluno deverá elaborar resumos teóricos dos textos do livro e de outras fontes sobre os tópicos do conteúdo. Disciplina QUÍMICA Curso ENSINO MÉDIO Professor GUILHERME Série 1ª SÉRIE ROTEIRO DE ESTUDOS DE RECUPERAÇÃO E REVISÃO 1º SEMESTRE / 2012 Aluno (a): Número: 1 - Conteúdo: Ácidos e bases propriedades, conceito

Leia mais

Programa Analítico de Disciplina BIO220 Histologia e Embriologia

Programa Analítico de Disciplina BIO220 Histologia e Embriologia Catálogo de Graduação 206 da UFV 0 Programa Analítico de Disciplina Departamento de Biologia Geral - Centro de Ciências Biológicas e da Saúde Número de créditos: Teóricas Práticas Total Duração em semanas:

Leia mais

QUÍMICA 3 - APOSTILA 4. Prof. Msc João Neto

QUÍMICA 3 - APOSTILA 4. Prof. Msc João Neto QUÍMICA - APOSTILA Prof. Msc João Neto A (g) B (g) C (g) D (g) Em um sistema fechado, o equilíbrio é atingido quando: as propriedades macroscópicas ficam inalteradas; no estado final, coexistem reagentes

Leia mais

Colégio XIX de Março Educação do jeito que deve ser

Colégio XIX de Março Educação do jeito que deve ser Colégio XIX de Março Educação do jeito que deve ser 2017 2ª PROVA PARCIAL DE BIOLOGIA Aluno(a): Nº Ano: 1º Turma: Data: 24/06/2017 Nota: Professor(a): Regina Volpato Valor da Prova: 40 pontos Orientações

Leia mais

ULTI RESUMOS BIOLOGIA ULTIRESUMOS.COM.BR - TECIDO CONJUNTIVO PROPRIAMENTE DITO: UltiResumos - Biologia

ULTI RESUMOS BIOLOGIA ULTIRESUMOS.COM.BR - TECIDO CONJUNTIVO PROPRIAMENTE DITO: UltiResumos - Biologia ULTI RESUMOS BIOLOGIA ULTIRESUMOS.COM.BR - TECIDO CONJUNTIVO PROPRIAMENTE DITO: - FROUXO Finalidade: - DENSO + Unir os espaços localizados entre a pele e os órgãos + Apoio aos epitélios + Formam camadas

Leia mais

Equilíbrio Ácido-base

Equilíbrio Ácido-base Universidade Federal de Juiz de Fora Instituto de Ciências Exatas Departamento de Química Disciplina Química das Soluções QUI084 II semestre 2016 AULA 03 Equilíbrio Ácido-base Hidrólise de Sais Profa.

Leia mais

BC Transformações Químicas

BC Transformações Químicas Transformações Químicas BC0307 Prof. Anderson O. Ribeiro http://www.andersonorzari.com BC 0307 Transformações Químicas ANDERSON ORZARI RIBEIRO Bloco B, 10º andar - Sala 1043 www.andersonorzari.com Transformações

Leia mais

FUNÇÕES INORGÂNICAS. As substâncias são agrupadas de acordo com as suas propriedades. ÁCIDO BASE SAL ÓXIDO

FUNÇÕES INORGÂNICAS. As substâncias são agrupadas de acordo com as suas propriedades. ÁCIDO BASE SAL ÓXIDO FUNÇÕES INORGÂNICAS As substâncias são agrupadas de acordo com as suas propriedades. ÁCIDO BASE SAL ÓXIDO ÁCIDOS e BASES de ARRHENIUS Acidos são substâncias que em solução aquosa liberam H +. Ex. HCl +

Leia mais

2ª Série do ensino médio _ TD 13

2ª Série do ensino médio _ TD 13 2ª Série do ensino médio _ TD 13 01. O aperfeiçoamento das técnicas da chamada reprodução assistida já permite que homens incapazes de produzir espermatozóides sejam pais, desde que realizem parte do processo

Leia mais