Plano de Aulas. Biologia. Módulo 7 Desenvolvimento dos animais

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Plano de Aulas. Biologia. Módulo 7 Desenvolvimento dos animais"

Transcrição

1 Plano de Aulas Biologia Módulo 7 Desenvolvimento dos animais

2 Resolução dos exercícios propostos Retomada dos conceitos CAPÍTULO 1 1 d A maturação dos espermatozoides é caracterizada pela divisão II da meiose, em que cada espermatócito secundário origina duas células de tamanho equivalente as espermátides, que são haploides. As espermatogônias são diploides e possuem a mesma quantidade de DNA do zigoto; o segundo corpúsculo polar (glóbulo polar) é resultado da segunda divisão da meiose e, portanto, haploide. Nas meninas, o processo de formação dos gametas inicia-se antes do nascimento, na vida intrauterina. As ovogônias param de se dividir e iniciam a meiose, mas a interrompem, completando-a somente no momento da fecundação do ovócito secundário pelo espermatozoide. 4 c A gametogênese, processo de formação de gametas, é um tipo de reprodução sexuada. Os óvulos e os espermatozoides são resultado de um processo de meiose, que origina, portanto, células haploides. 6 b Como os espermatozoides apresentam a metade da quantidade de DNA de uma célula somática, a célula somática apresenta o dobro de DNA do gameta masculino. O ovócito II e o óvulo têm, de fato, o mesmo número de cromossomos, porém no ovócito II eles estão estacionados na metáfase II da meiose. A célula A representa o espermatócito, diploide, que, por meiose, dá origem aos espermatócitos II (células B), e estes, às espermátides (células C), que, por fim, formam os espermatozoides esses três últimos tipos celulares são haploides. 9 a) Durante a ovulogênese, um oócito primário origina um óvulo e dois (ou três) corpúsculos polares. b) O espermatócito primário é uma célula diploide (2n = 20), que dará origem aos espermatozoides pela meiose. Os espermatozoides, resultantes de uma divisão reducional, terão 10 cromossomos (células haploides). c) O espermatozoide tem pouquíssimo citoplasma e possui um flagelo utilizado para a movimentação até o óvulo. O gameta feminino é imóvel e possui grande quantidade de substâncias de reserva (vitelo) em seu citoplasma Acrossomo: digestão das membranas do óvulo para permitir a fecundação. 2. Núcleo: material cromossômico (genético). 3. Mitocôndrias: fornecimento de energia para o batimento flagelar. 4. Flagelo: locomoção do espermatozoide. CAPÍTULO 2 1 c A gastrulação é a etapa que se segue à blastulação, em que se dá o plano de organização corporal do animal e o início da diferenciação das células em conjuntos, chamados folhetos germinativos. Por terem muito vitelo, o polo germinativo dos ovos telolécitos fica limitado a um pequeno espaço chamado disco germinativo, na superfície do ovo; exemplos desses ovos são encontrados em aves e répteis, e não nos grupos citados. Os folhetos germinativos formados na gástrula são três: ectoderma, endoderma e mesoderma. A clivagem, ou segmentação, é o período que vai desde a primeira divisão do zigoto até a formação da blástula nesse período, pode ocorrer a formação de gêmeos. 11

3 Os ovos isolécitos são também chamados oligolécitos e apresentam pouco vitelo. Os folhetos germinativos geram todos os tecidos do corpo. O ectoderma, o folheto mais externo, origina a epiderme e o sistema nervoso. O mesoderma forma músculos, ossos, sistema cardiovascular, urinário, genital, entre outros. O endoderma é o folheto mais interno e forma o revestimento interno do tubo digestório, glândulas e sistema respiratório. Os sistemas genital (reprodutor) e excretor são originários do mesoderma. A seta A aponta o ectoderma, a B aponta a notocorda e a C, o mesoderma; A estrutura apontada em B (notocorda) desaparece na fase adulta do desenvolvimento do animal. A estrutura D (tubo nervoso) origina o encéfalo e a medula espinal. 8 (001), (004) e (016) Os músculos são de origem mesodérmica; os folhetos germinativos são formados no estágio de gástrula e animais triploblásticos apresentam os três folhetos germinativos: endoderma, mesoderma e ectoderma. 9 V F F V V O celoma é delimitado pelo mesoderma. O mesoderma diferencia-se antes da formação da notocorda. 10 a A ectoderme origina a epiderme da pele e o esmalte dos dentes; a mesoderme origina os músculos e os ossos; a ectoderme neural origina o cérebro; e a endoderme, o epitélio de revestimento do sistema digestório. 11 b A endoderme não forma o aparelho reprodutor, que é originário da mesoderme. O esqueleto é originário da mesoderme, e não da ectoderme. 12 a) Ectoderma Mesentoderma Blastóporo Arquêntero b) Organismos triblásticos apresentam três folhetos embrionários, sendo um deles o mesoderma; quando ele envolve uma cavidade por inteiro, essa cavidade é denominada celoma. 13 a) Ectoderma, endoderma e mesoderma. b) Ossos, encéfalo e pulmões têm origem embrionária mesodérmica, ectodérmica e endodérmica, respectivamente. CAPÍTULO 3 1 e As glândulas são parte do epitélio glandular, conjunto de células especializadas em produzir e eliminar secreções. As fibras cardíacas são células uninucleadas, de contração involuntária, porém rápida. 3 a Células do tecido nervoso e do tecido muscular não apresentam capacidade de se dividir (ou a apresentam de forma reduzida); portanto, não se regeneram. 4 d Entre os tipos de tecido epitelial, encontramos o glandular, com a função de produzir secreções. 1 epitélio cúbico simples, presente nos túbulos renais; 2 epitélio prismático simples, presente no estômago; 3 epitélio pavimentoso estratificado, observado no esôfago e na boca; 4 epitélio pavimentoso simples, dos pulmões; 5 epitélio prismático estratificado, observado na uretra. 6 c Nas mucosas, encontramos epitélio glandular; o tecido epitelial de revestimento apresenta células intimamente unidas; a camada de revestimento interna dos vasos sanguíneos é chamada endotélio; os epitélios não são ricamente vascularizados. O tecido muscular é classificado, de acor do com o papel que desempenha no organis mo, em liso (ou não-estriado), estriado e cardíaco. 8 Glândulas exócrinas são aquelas que lançam suas secreções para fora do corpo ou para a cavidade dos órgãos, como as glândulas sali

4 vares. As glândulas endócrinas são aquelas que lançam suas secreções diretamente no sangue, como a hipófise. CAPÍTULO 4 1 a Analisando os gráficos e a tabela com os valores, verifica-se que Maria apresenta a quantidade de glóbulos brancos abaixo do normal, podendo ter deficiência no sistema de defesa do organismo, uma vez que os glóbulos brancos são as células responsáveis pela defesa imunitária. José apresenta a quantidade de hemácias abaixo do normal, podendo apresentar prejuízo no transporte de gases respiratórios, uma vez que as hemácias são as células responsáveis pelo transporte de O 2 e CO 2 pelo corpo. Roberto apresenta baixa na quantidade de plaquetas, fragmentos de células que participam do processo de coagulação sanguínea, e por isso pode apresentar deficiência nesse processo. 2 e Os raios solares atingem o tecido epitelial, da epiderme até a derme. 3 d Os osteoclastos destroem áreas lesadas ou envelhecidas do osso, abrindo caminho para sua regeneração pelos osteoblastos. 4 b O colágeno é o principal constituinte das fibras da matriz e tem função de tração. Substância fundamental mineralizada pode ser encontrada nos ossos e tem função de resistência. Muitos ossos apresentam camadas concêntricas de matriz óssea mineralizada, depositadas ao redor de um canal central dotado de vasos sanguíneos e nervos. O tecido hematopoiético é o responsável pela formação dos diversos tipos de células do sangue e pode ser encontrado na medula óssea vermelha. A alternativa c apresenta a relação correta entre o tecido e sua função no organismo. Os macrófagos são células do sangue. 9 e A medula vermelha dos ossos tem função hematopoiética, originando os elementos do sangue. 10 c Os leucócitos efetivamente agem na defesa do organismo, porém as células mais numerosas do sangue são as hemácias. Exercícios de integração 1 Tecido muscular. 3 Tecido nervoso. 2 Tecido epitelial. 4 Tecido conjuntivo. 5 b Sendo os ovos dos mamíferos do tipo oligolécito, a segmentação do zigoto é holoblástica ou total, e igual. 6 a As células 1 podem ser elementos de defesa do sangue (tecido conjuntivo hematopoiético); as células 2 são fibras musculares estriadas; e as células 3 são neurônios. 7 (001), (004) e (016) A neuroglia (ou células glias) são componentes do tecido nervoso cuja função é envolver e nutrir os neurônios. O tecido ósseo é mais resistente do que o cartilaginoso. O tecido responsável pela formação de células do sangue pode ser encontrado na medula óssea vermelha e no baço, porém o baço é um órgão e não um tecido. 8 b O tecido conjuntivo mais amplamente distribuído pelo corpo é o tecido conjuntivo frouxo. As glândulas endócrinas não têm canal para liberação das secreções, que são eliminadas diretamente no sangue. O tecido muscular liso é formado por fibras uninucleadas. 13

5 9 c O tecido muscular esquelético é formado por fibras em feixes, envolvidos por tecido conjuntivo. As fibras são multinucleadas. 10 d A alternativa d associa corretamente a célula fibroblasto, do tecido conjuntivo, a sua função de síntese de substâncias intercelulares, como fibras e substância gelatinosa desse tecido. 11 e Os genes são iguais para todas as células do corpo; o que as diferencia é a expressão gênica. 12 a A partir do zigoto, todas as divisões até a formação do girino são mitóticas, que dão origem a células somáticas do animal, diploides. 13 c As células-tronco ainda não se diferenciaram em células especializadas e podem dar origem a qualquer célula do organismo. 14 Paciente X. A quantidade de plaquetas é menor que a normal, e essas células são essenciais para a coagulação sanguínea. 14

6 Gabarito Retomada dos conceitos CAPÍTULO 1 1 d 4 c 6 b 9 a) Durante a ovulogênese, um oócito primário origina um óvulo e dois (ou três) corpúsculos polares. b) O espermatócito primário é uma célula diploide (2n = 20), que dará origem aos espermatozoides pela meiose. Os espermatozoides, resultantes de uma divisão reducional, terão 10 cromossomos (células haploides). c) O espermatozoide tem pouquíssimo citoplasma e possui um flagelo utilizado para a movimentação até o óvulo. O gameta feminino é imóvel e possui grande quantidade de substâncias de reserva (vitelo) em seu citoplasma Acrossomo: digestão das membranas do óvulo para permitir a fecundação. 2. Núcleo: material cromossômico (genético). 3. Mitocôndrias: fornecimento de energia para o batimento flagelar. 4. Flagelo: locomoção do espermatozoide. CAPÍTULO 2 1 c (001), (004) e (016) 9 V F F V V 10 a 11 b 12 a) b) Organismos triblásticos apresentam três folhetos embrionários, sendo um deles o mesoderma; quando ele envolve uma cavidade por inteiro, essa cavidade é denominada celoma. 13 a) Ectoderma, endoderma e mesoderma. b) Ossos, encéfalo e pulmões têm origem embrionária mesodérmica, ectodérmica e endodérmica, respectivamente. CAPÍTULO 3 1 e 3 a 4 d 6 c 8 Glândulas exócrinas são aquelas que lançam suas secreções para fora do corpo ou para a cavidade dos órgãos, como as glândulas salivares. As glândulas endócrinas são aquelas que lançam suas secreções diretamente no sangue, como a hipófise. CAPÍTULO 4 1 a 2 e 3 d Ectoderma Mesentoderma Blastóporo Arquêntero 15

7 4 b 9 e 10 c Exercícios de integração 1 Tecido muscular. 2 Tecido epitelial. 3 Tecido nervoso. 4 Tecido conjuntivo. 5 b 6 a 7 (001), (004) e (016) 8 b 9 c 10 d 11 e 12 a 13 c 14 Paciente X. A quantidade de plaquetas é menor que a normal, e essas células são essenciais para a coagulação sanguínea. 16

Embriologia. Prof. Bruno Ramello

Embriologia. Prof. Bruno Ramello Embriologia REPRODUÇÃO SEXUADA Ovulíparos: fêmeas e machos lançam um número grande de gametas na água, ocorrendo a fecundação nesse ambiente (fecundação externa) peixes e anfíbios Ovíparos: são animais

Leia mais

Característica exclusiva dos seres vivos. Fundamental para a manutenção da espécie e não do indivíduo. Em nível molecular a reprodução está associada

Característica exclusiva dos seres vivos. Fundamental para a manutenção da espécie e não do indivíduo. Em nível molecular a reprodução está associada Prof. Júlio Característica exclusiva dos seres vivos. Fundamental para a manutenção da espécie e não do indivíduo. Em nível molecular a reprodução está associada à capacidade do DNA se autoduplicar. SEXUADA

Leia mais

EMBRIOLOGIA. Prof. André Maia. Conceito. 1. Ovos Isolécitos

EMBRIOLOGIA. Prof. André Maia. Conceito. 1. Ovos Isolécitos EMBRIOLOGIA Prof. André Maia Conceito É a parte da Biologia que estuda os processos através dos quais se forma o embrião, a partir da célula ovo ou zigoto (embriogênese). Períodos de desenvolvimento Clivagem

Leia mais

REPRODUÇÃO. Prof. Edgard Manfrim - Biologia

REPRODUÇÃO. Prof. Edgard Manfrim - Biologia REPRODUÇÃO Prof. Edgard Manfrim - Biologia REPRODUÇÃO ASSEXUADA BROTAMENTO OU GEMIPARIDADE ESPONGIÁRIO E CELENTERADO ESTROBILIZAÇÃO MEDUSAS REGENERAÇÃO PLANÁRIAS Prof. Edgard Manfrim - Biologia Prof. Edgard

Leia mais

2. O desenvolvimento embrionário dos vertebrados é dividido nas seguintes etapas: segmentação, gastrulação e organogênese.

2. O desenvolvimento embrionário dos vertebrados é dividido nas seguintes etapas: segmentação, gastrulação e organogênese. 1. O estudo da embriologia fornece subsídios para a compreensão dos processos biológicos envolvidos na formação e no desenvolvimento embrionário e fetal humano. Sobre esse assunto, é CORRETO afirmar: a)

Leia mais

Gametogênese e Embriogênese

Gametogênese e Embriogênese Gametogênese e Embriogênese Material de Apoio para Monitoria 1. Analisando o processo de gametogênese em mamíferos, é correto afirmar que: 01. O gameta feminino é uma célula grande e imóvel cujo citoplasma

Leia mais

Resumo Teórico: Histologia O Estudo dos Tecidos Vivos

Resumo Teórico: Histologia O Estudo dos Tecidos Vivos Nesse texto, vamos falar um pouco sobre os diversos tecidos que formam nosso corpo. Vamos entender as características de cada tipo de tecido e sua relação com o funcionamento do nosso corpo. Resumo Teórico:

Leia mais

Histologia 19/11/2018. Tecido epitelial. Histologia

Histologia 19/11/2018. Tecido epitelial. Histologia Histologia Histologia Tecido epitelial Tecido conjuntivo Definição de tecido : conjunto de células da mesma origem embrionária que desempenham uma atividade específica; Células; Substância intercelular

Leia mais

Aulas Multimídias Santa Cecília. Profª Ana Gardênia

Aulas Multimídias Santa Cecília. Profª Ana Gardênia Aulas Multimídias Santa Cecília Profª Ana Gardênia HISTOLOGIA O ESTUDO DOS TECIDOS Do grego, hyston, tecido + logos, estudos. Cada grupo de células reunidas para executar uma ou mais funções específicas

Leia mais

Embriologia. Prof. Mateus Grangeiro

Embriologia. Prof. Mateus Grangeiro Embriologia Prof. Mateus Grangeiro OBJETIVOS DA AULA Comparar a espermatogênese com a ovulogênese. Descrever os principais eventos da fecundação. Introduzir os processos básicos do desenvolvimento embrionário,

Leia mais

Embriologia estuda o desenvolvimento embrionário, desde a formação do zigoto até o nascimento do indivíduo.

Embriologia estuda o desenvolvimento embrionário, desde a formação do zigoto até o nascimento do indivíduo. Embriologia Embriologia estuda o desenvolvimento embrionário, desde a formação do zigoto até o nascimento do indivíduo. Para que ocorra a formação do zigoto, o espermatozóide precisa penetrar no óvulo

Leia mais

Conjunto de células semelhantes e interdependentes. Condição básica da multicelularidade. Vantagens: aumento do tamanho, divisão de trabalho

Conjunto de células semelhantes e interdependentes. Condição básica da multicelularidade. Vantagens: aumento do tamanho, divisão de trabalho Conjunto de células semelhantes e interdependentes Condição básica da multicelularidade Vantagens: aumento do tamanho, divisão de trabalho Origens embrionárias dos tecidos animais: Ectoderme Mesoderme

Leia mais

Cap. 8: A arquitetura corporal dos animais. Equipe de Biologia

Cap. 8: A arquitetura corporal dos animais. Equipe de Biologia Cap. 8: A arquitetura corporal dos animais Equipe de Biologia Histologia Estuda os tecidos orgânicos. Tecido: Agrupamento de células com as mesmas características e função. Além de suas próprias células,

Leia mais

Gametogênese e Embriologia

Gametogênese e Embriologia Material de apoio para Aula ao Vivo 1. (Fuvest) Um pesquisador fez o seguinte desenho de uma célula observada ao microscópio óptico. Pode tratar-se de uma célula de a) ovário. b) sangue. c) linfa. d) medula

Leia mais

Os tecidos. Tecidos biológicos. Aula 1 e 2. Tecido epitelial Tecido conjuntivo. 1º bimestre. Professora calina

Os tecidos. Tecidos biológicos. Aula 1 e 2. Tecido epitelial Tecido conjuntivo. 1º bimestre. Professora calina 1º bimestre Professora calina Aula 1 e 2 Tecidos biológicos Tecido epitelial Tecido conjuntivo Tecidos do corpo humano Tecido é um conjunto de células desempenham uma mesma função. semelhantes que Tecido

Leia mais

Embriologia. Prof. César Lima

Embriologia. Prof. César Lima Embriologia A embriologia é a parte da Biologia que estuda o desenvolvimento dos embriões animais. Há grandes variações, visto que os animais invertebrados e vertebrados apresentam muitos diferentes aspectos

Leia mais

Níveis de Organização do Corpo Humano

Níveis de Organização do Corpo Humano Níveis de Organização do Corpo Humano Ao estudar o corpo humano, podemos analisá-lo por meio de diferentes níveis de organização. Podemos estudá-lo analisando os sistemas do corpo ou então seus tecidos

Leia mais

BIOLOGIA FOLHETOS EMBRIONÁRIOS. a) Hydra. b) Planária. c) Actínea. d) Esponja. e) Obélia.

BIOLOGIA FOLHETOS EMBRIONÁRIOS. a) Hydra. b) Planária. c) Actínea. d) Esponja. e) Obélia. BIOLOGIA Prof. Fred FOLHETOS EMBRIONÁRIOS 1. Observe a figura ao lado, que representa um corte transversal de um cordado. A estrutura apontada pela seta está presente a) na galinha. b) na minhoca c) no

Leia mais

Etapas de desenvolvimento embrionário. Prof. Weber

Etapas de desenvolvimento embrionário. Prof. Weber Etapas de desenvolvimento embrionário. Prof. Weber Etapas de desenvolvimento embrionário. A embriologia compreende o estudo do desenvolvimento do embrião a partir da célula-ovo, ou zigoto, até a formação

Leia mais

NOÇÕES BÁSICAS DE EMBRIOLOGIA 8º ANO BIOLOGIA LUCIANA ARAUJO 4º Bimestre

NOÇÕES BÁSICAS DE EMBRIOLOGIA 8º ANO BIOLOGIA LUCIANA ARAUJO 4º Bimestre NOÇÕES BÁSICAS DE EMBRIOLOGIA 8º ANO BIOLOGIA LUCIANA ARAUJO 4º Bimestre VÍDEOS Os vídeos aqui indicados são curtos e bem didático, vale a pena assistir. Siga a ordem apresentada. Links: Vídeo 1 Fecundação

Leia mais

Reprodução. Profa. Daniela Bueno Suda1

Reprodução. Profa. Daniela Bueno Suda1 Reprodução Profa. Daniela Bueno Suda1 Reprodução Processo pelo qual seres vivos originam novos indivíduos semelhantes a si mesmos. Tipos: Sexuada Assexuada Reprodução Assexuada 1. Divisão binária ou cissiparidade

Leia mais

BIOLOGIA FOLHETOS EMBRIONÁRIOS. a) Hydra. b) Planária. c) Actínea. d) Esponja. e) Obélia.

BIOLOGIA FOLHETOS EMBRIONÁRIOS. a) Hydra. b) Planária. c) Actínea. d) Esponja. e) Obélia. BIOLOGIA Prof. Fred/Vitor FOLHETOS EMBRIONÁRIOS 1. Observe a figura ao lado, que representa um corte transversal de um cordado. A estrutura apontada pela seta está presente a) na galinha. b) na minhoca

Leia mais

EMBRIOLOGIA EXERCÍCIOS

EMBRIOLOGIA EXERCÍCIOS EMBRIOLOGIA Gametogênese Na gametogênese são formados os gametas a partir de células especializadas chamadas células germinativas, que passam por várias mitoses e se multiplicam. Depois elas crescem e

Leia mais

Complexo educacional FMU Curso de Ciências Biológicas. Zoologia de invertebrados I. Reino Animal Principais Características

Complexo educacional FMU Curso de Ciências Biológicas. Zoologia de invertebrados I. Reino Animal Principais Características Complexo educacional FMU Curso de Ciências Biológicas Zoologia de invertebrados I Reino Animal Principais Características Prof: Biólogo Luiz A.B. Mello Lula 2º semestre 2011 2ºsemestre Gráfico da distribuição

Leia mais

Resoluções de Exercícios

Resoluções de Exercícios Resoluções de Exercícios BIOLOGIA IV 01 Embriologia Humana I) espermatócitos II, espermátides e espermatozoides J) acrossomo complexo de Golgi K) centríolos mitocôndrias As espermatogônias são células

Leia mais

Reprodução. Biologia Ambiental Professora: Keffn Arantes

Reprodução. Biologia Ambiental Professora: Keffn Arantes Reprodução Biologia Ambiental Professora: Keffn Arantes GAMETAS E FECUNDAÇÃO NOS ANIMAIS *MEIOSE-significa diminuição. *Seres humanos têm 46 cromossomos nas células corporais. *Gametas apresentam

Leia mais

Reprodução e Noções de Embriologia. Professora: Emmanuelle Disciplina: Biologia Turma: 2º Médio

Reprodução e Noções de Embriologia. Professora: Emmanuelle Disciplina: Biologia Turma: 2º Médio Reprodução e Noções de Embriologia Professora: Emmanuelle Disciplina: Biologia Turma: 2º Médio São Paulo, 2013 Estrutura da Aula Tipos de Reprodução Processos assexuados de Reprodução Ciclos de vida Gametogênese

Leia mais

Aula II Organização geral do corpo dos animais, Embriologia

Aula II Organização geral do corpo dos animais, Embriologia ZOOLOGIA E PARASITOLOGIA Aula II Organização geral do corpo dos animais, Embriologia Professora: Luciana Alves de Sousa Padrões de Simetria SIMETRIA Partes do corpo com correspondência, em grandeza, forma

Leia mais

Aulas Multimídias Santa Cecília. Profº. Alan Alencar Biologia 1-2º ano EM

Aulas Multimídias Santa Cecília. Profº. Alan Alencar Biologia 1-2º ano EM Aulas Multimídias Santa Cecília Profº. Alan Alencar Biologia 1-2º ano EM Noções de embriologia Introdução De forma simplificada podemos dizer que é o estudo do desenvolvimento do embrião. Baseia-se na

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO DOS EPITÉLIOS DE REVESTIMENTO - SIMPLES X ESTRATIFICADO - FORMATO DAS CÉLULAS. células cúbicas. células prismáticas

CLASSIFICAÇÃO DOS EPITÉLIOS DE REVESTIMENTO - SIMPLES X ESTRATIFICADO - FORMATO DAS CÉLULAS. células cúbicas. células prismáticas HISTOLOGIA ANIMAL Histologia é a parte da Biologia que estuda os tecidos. Tecidos são agrupamentos de células semelhantes e/ou que possuem função semelhante, tomadas em conjunto com a substância intercelular.

Leia mais

EMBRIOLOGIA. Prof. Leonardo F. Stahnke. Embriologia (Ontogênese)

EMBRIOLOGIA. Prof. Leonardo F. Stahnke. Embriologia (Ontogênese) EMBRIOLOGIA Prof. Leonardo F. Stahnke Embriologia (Ontogênese) São os processos de transformação que ocorrem no zigoto após a fecundação e que levam à formação de um indivíduo. 1 Embriologia (Ontogênese)

Leia mais

HISTOLOGIA ESTUDO DOS TECIDOS

HISTOLOGIA ESTUDO DOS TECIDOS HISTOLOGIA ESTUDO DOS TECIDOS TIPOS DE TECIDOS DO CORPO HUMANO O organismo humano é formado por quatro tipos básicos de tecidos: o epitelial, o conjuntivo, o muscular e o nervoso. Estes tecidos são formados

Leia mais

O humano e o ambiente

O humano e o ambiente Aula 01 O humano e o ambiente O ser humano é formado por um conjunto de células. Um conjunto de células forma os tecidos. Um conjunto de tecidos forma os órgãos. Um conjunto de órgão forma os sistemas.

Leia mais

Embriogênese. Natália A. Paludetto

Embriogênese. Natália A. Paludetto Embriogênese Natália A. Paludetto nataliaapaludetto@gmail.com Embriogênese Após fusão dos núcleos durante a fecundação, formase uma célula ovo ou zigoto. Zigoto primeira célula de um novo ser vivo (2n).

Leia mais

Escola Monteiro Lobato Disciplina: Ciências Professora: Sharlene Regina Turma: 8º ano 1º bimestre 2017

Escola Monteiro Lobato Disciplina: Ciências Professora: Sharlene Regina Turma: 8º ano 1º bimestre 2017 Escola Monteiro Lobato Disciplina: Ciências Professora: Sharlene Regina Turma: 8º ano 1º bimestre 2017 Organização dos seres vivos Tecidos do corpo humano Histologia Histologia é a ciência que estuda os

Leia mais

Embriologia. Móds. 31 e 32 Biologia B Prof. Rafa

Embriologia. Móds. 31 e 32 Biologia B Prof. Rafa Embriologia Móds. 31 e 32 Biologia B Prof. Rafa Embriologia: estuda o desenvolvimento do embrião, da formação do zigoto Embriologia: estuda o desenvolvimento do embrião, da formação do zigoto Embriologia:

Leia mais

TECIDO EPITELIAL HISTOLOGIA ANIMAL

TECIDO EPITELIAL HISTOLOGIA ANIMAL HISTOLOGIA Histologia é a parte da Biologia que estuda os tecidos. Tecidos são agrupamentos de células semelhantes e/ou que possuem função semelhante, tomadas em conjunto com a substância intercelular.

Leia mais

GAMETOGÊNESE ESPERMATOGÊNESE OVOLUGÊNESE

GAMETOGÊNESE ESPERMATOGÊNESE OVOLUGÊNESE BIOLOGIA FRENTE A SÉRIE: 9º ANO GAMETOGÊNESE ESPERMATOGÊNESE OVOLUGÊNESE Profª. LUCIANA ARAUJO MEIOSE E GAMETAS É por meio da divisão meiótica que as células da linhagem germinativa fabricam os gametas,

Leia mais

Histologia Animal. Prof. Santhiago Dalcin

Histologia Animal. Prof. Santhiago Dalcin Histologia Animal Prof. Santhiago Dalcin Histologia Animal Após a fecundação do espermatozoide com o óvulo forma-se o embrião que sofre interruptas divisões ocorrendo diferenciação celular. No desenvolvimento

Leia mais

BIOLOGIA. Moléculas, Células e Tecidos Gametogênese. Prof. Daniele Duó

BIOLOGIA. Moléculas, Células e Tecidos Gametogênese. Prof. Daniele Duó BIOLOGIA Moléculas, Células e Tecidos https://www.qconcursos.com Prof. Daniele Duó - A reprodução sexuada começa com a formação dos gametas, denominado gametogênese. espermatogênese ovulogênese ou ovogênese

Leia mais

Bio. Semana 12. Nelson Paes (Rebeca Khouri) (Hélio Fresta)

Bio. Semana 12. Nelson Paes (Rebeca Khouri) (Hélio Fresta) Semana 12 Nelson Paes (Rebeca Khouri) (Hélio Fresta) Este conteúdo pertence ao Descomplica. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados. CRONOGRAMA

Leia mais

ORGANIZAÇÃO DO CORPO HUMANO - CÉLULAS. 8 ano Prof. Jair Nogueira Turma 82 - Ciências

ORGANIZAÇÃO DO CORPO HUMANO - CÉLULAS. 8 ano Prof. Jair Nogueira Turma 82 - Ciências ORGANIZAÇÃO DO CORPO HUMANO - CÉLULAS 8 ano Prof. Jair Nogueira Turma 82 - Ciências O corpo humano apresenta uma estrutura complexa, formada por vários órgãos que realizam suas funções em conjunto. Assim

Leia mais

Histologia histologia é a ciência que estuda os tecidos do corpo humano. Os tecidos são formados por grupos de células de forma e função semelhantes.

Histologia histologia é a ciência que estuda os tecidos do corpo humano. Os tecidos são formados por grupos de células de forma e função semelhantes. Histologia histologia é a ciência que estuda os tecidos do corpo humano. Os tecidos são formados por grupos de células de forma e função semelhantes. Histologia CÉLULAS TECIDOS ORGÃOS ORGANISMOS SISTEMAS

Leia mais

ENSINO MÉDIO TRABALHO DE RECUPERAÇÃO

ENSINO MÉDIO TRABALHO DE RECUPERAÇÃO ENSINO MÉDIO Valor da prova/atividade: 2,0 Nota: Data: / /2017 Professora: Barbara Disciplina: Biologia Nome: n o : Série: 3ª TRABALHO DE RECUPERAÇÃO 3º Bimestre APRESENTAR JUSTIFICATIVA DE CADA EXERCÍCIO.

Leia mais

EMBRIOLOGIA. LISTA VII 20 QUESTÕES PROFESSOR: CHARLES REIS CURSO EXPOENTE

EMBRIOLOGIA. LISTA VII 20 QUESTÕES PROFESSOR: CHARLES REIS CURSO EXPOENTE EMBRIOLOGIA. LISTA VII 20 QUESTÕES PROFESSOR: CHARLES REIS CURSO EXPOENTE 01. (UFPB) Considere a figura abaixo que representa um corte longitudinal de embrião de ave, e o texto a seguir: Anexos embrionários

Leia mais

NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO DOS SERES VIVOS E PRINCIPAIS TIPOS DE TECIDOS

NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO DOS SERES VIVOS E PRINCIPAIS TIPOS DE TECIDOS NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO DOS SERES VIVOS E PRINCIPAIS TIPOS DE TECIDOS Profª MSc Monyke Lucena Átomos Compostos químicos Célula Tecidos Órgão Sistema Organismo Os animais apresentam diferentes tipos de tecidos,

Leia mais

DESENVOLVIMENTO EMBRIONÁRIO

DESENVOLVIMENTO EMBRIONÁRIO Ensino Médio Biologia 1 Professor João C4 H15, 16 DESENVOLVIMENTO EMBRIONÁRIO INTRODUÇÃO A embriologia é a ciência que estuda o desenvolvimento do organismo desde a formação do zigoto até a definição dos

Leia mais

Bio. Semana 12. Nelson Paes (Rebeca Khouri) (Hélio Fresta)

Bio. Semana 12. Nelson Paes (Rebeca Khouri) (Hélio Fresta) Semana 12 Nelson Paes (Rebeca Khouri) (Hélio Fresta) Este conteúdo pertence ao Descomplica. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados. CRONOGRAMA

Leia mais

NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO DO SER HUMANO. CIÊNCIAS Prof. Simone Camelo

NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO DO SER HUMANO. CIÊNCIAS Prof. Simone Camelo NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO DO SER HUMANO CIÊNCIAS Prof. Simone Camelo MOLÉCULAS CÉLULAS TECIDOS ÓRGÃOS SISTEMAS ORGANISMO TECIDOS Conjunto de células semelhantes, que desempenham a mesma função. Existem quatro

Leia mais

Profª MSc Monyke Lucena

Profª MSc Monyke Lucena Profª MSc Monyke Lucena Átomos Compostos químicos Célula Tecidos Órgão Sistema Organismo Os animais apresentam diferentes tipos de tecidos, que se agrupam de acordo com sua função. É possível distinguir

Leia mais

Classificação dos Tecidos Humanos: Tecido Epitelial e Tecido Conjuntivo

Classificação dos Tecidos Humanos: Tecido Epitelial e Tecido Conjuntivo Ciências Morfofuncionais 1 Faculdade Pitágoras Classificação dos Tecidos Humanos: Tecido Epitelial e Tecido Conjuntivo Prof. Mário Abatemarco Júnior Classificação dos Tecidos Humanos Existem 4 tipos básicos

Leia mais

BIOVESTIBA.NET BIOLOGIA VIRTUAL Profº Fernando Teixeira UFRGS EMBRIOLOGIA

BIOVESTIBA.NET BIOLOGIA VIRTUAL Profº Fernando Teixeira UFRGS EMBRIOLOGIA UFRGS EMBRIOLOGIA 1. (Ufrgs 2012) Assinale a alternativa que preenche corretamente as lacunas do enunciado abaixo, na ordem em que aparecem. Em mamíferos, o... e as células trofoblásticas interagem com

Leia mais

HISTOLOGIA ESTUDO DOS TECIDOS

HISTOLOGIA ESTUDO DOS TECIDOS HISTOLOGIA ESTUDO DOS TECIDOS TIPOS DE TECIDOS DO CORPO HUMANO O organismo humano é formado por quatro tipos básicos de tecidos: o epitelial, o conjuntivo, o muscular e o nervoso. Estes tecidos são formados

Leia mais

Existem 4 tipos básicos de tecidos: Epitelial. Conjuntivo. Muscular. Nervoso

Existem 4 tipos básicos de tecidos: Epitelial. Conjuntivo. Muscular. Nervoso Histologia Animal Existem 4 tipos básicos de tecidos: 1) Epitelial 2) Conjuntivo 3) Muscular 4) Nervoso Tecido epitelial de revestimento Tecido conjuntivo denso modelado Tecido muscular liso Tecido Nervoso

Leia mais

TRABALHO POVOS E CULTURAS

TRABALHO POVOS E CULTURAS TRABALHO POVOS E CULTURAS 8 grupos Povos e culturas: Indígena, africano, asiático, europeu, brasileiro, aborígenes, chineses, indiano Pesquisar alguma característica marcante desta cultura e apresentar

Leia mais

Bio. Semana 17. Rubens Oda Alexandre Bandeira (Hélio Fresta) (Rebeca Khouri)

Bio. Semana 17. Rubens Oda Alexandre Bandeira (Hélio Fresta) (Rebeca Khouri) Semana 17 Rubens Oda Alexandre Bandeira (Hélio Fresta) (Rebeca Khouri) Este conteúdo pertence ao Descomplica. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos

Leia mais

Histologia Animal. - Estuda a classificação, estrutura, distribuição e função dos tecidos animais.

Histologia Animal. - Estuda a classificação, estrutura, distribuição e função dos tecidos animais. Histologia Animal - Estuda a classificação, estrutura, distribuição e função dos tecidos animais. - Tecidos: Grupamento de células harmonizadas e diferenciadas que realizam uma determinada função. - Principais

Leia mais

BIOLOGIA - 1 o ANO MÓDULO 47 HISTOLOGIA ANIMAL: TECIDO EPITELIAL

BIOLOGIA - 1 o ANO MÓDULO 47 HISTOLOGIA ANIMAL: TECIDO EPITELIAL BIOLOGIA - 1 o ANO MÓDULO 47 HISTOLOGIA ANIMAL: TECIDO EPITELIAL Sistema Esquéletico Sistema Muscular Sistema Digestivo Sistema Respiratório TECIDOS ÓRGÃOS Sistema Circulatório Sistema Excretor Sistema

Leia mais

Tecidos estrutura geral

Tecidos estrutura geral Tecido Epitelial Tecidos estrutura geral Célula Meio extracelular Os tecidos em geral apresentam na sua organização básica: (1) células e (2) meio extracelular. Órgãos estrutura geral Componentes: Parênquima:

Leia mais

ANATOMIA E FISIOLOGIA

ANATOMIA E FISIOLOGIA ANATOMIA E FISIOLOGIA DEFINIÇÕES Anatomia é a ciência que estuda, macro e microscopicamente, a constituição e o desenvolvimento do organismo do homem. Estuda a forma e a estrutura do corpo. Fisiologia

Leia mais

HISTOLOGIA Parte da biologia que estuda os tecidos Prof. Junior (www.apcbio.com.br)

HISTOLOGIA Parte da biologia que estuda os tecidos Prof. Junior (www.apcbio.com.br) HISTOLOGIA Parte da biologia que estuda os tecidos Prof. Junior (www.apcbio.com.br) Tipos de tecidos Tecido Epitelial TECIDO EPITELIAL Características: avascular, formado por células justapostas, com pouca

Leia mais

GOIÂNIA, / / PROFESSOR: FreD. DISCIPLINA: BioFera SÉRIE: 9º. Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações:

GOIÂNIA, / / PROFESSOR: FreD. DISCIPLINA: BioFera SÉRIE: 9º. Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações: GOIÂNIA, / / 2017 PROFESSOR: FreD DISCIPLINA: BioFera SÉRIE: 9º ALUNO(a): No Anhanguera você é + Enem Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações: - É fundamental a

Leia mais

Ciclo Menstrual. O ciclo menstrual regular dura em média 28 dias, contados a partir do primeiro da menstruação propriamente dita.

Ciclo Menstrual. O ciclo menstrual regular dura em média 28 dias, contados a partir do primeiro da menstruação propriamente dita. Ciclo Menstrual O ciclo menstrual regular dura em média 28 dias, contados a partir do primeiro da menstruação propriamente dita. Os hormônios relacionados nesse processo são: Progesterona e Estrógeno.

Leia mais

OS TECIDOS PROF LUIS BRUNO

OS TECIDOS PROF LUIS BRUNO OS TECIDOS PROF.: LUIS BRUNO HISTOLOGIA E TECIDOS Histologia (do grego hystos = tecido + logos = estudo) é o estudo dos tecidos biológicos, sua formação, estrutura e função. Tecidos, é um conjunto de células

Leia mais

Exercício /1 CAMPUS FORTALEZA - CURSO DE ENFERMAGEM BHE - BIOLOGIA, HISTOLOGIA E EMBRIOLOGIA /1. Página 1

Exercício /1 CAMPUS FORTALEZA - CURSO DE ENFERMAGEM BHE - BIOLOGIA, HISTOLOGIA E EMBRIOLOGIA /1. Página 1 AMPUS FORTALZA - URSO D NFRMAGM BH - BIOLOGIA, HISTOLOGIA MBRIOLOGIA - 2017/1 xercício 688-2017/1 opyright - 2017, by aesar artesius. Todos os direitos reservados. Distribuição, cópia e venda proibidas

Leia mais

Exercícios de Embriogênese e Anexos

Exercícios de Embriogênese e Anexos Exercícios de Embriogênese e Anexos Material de apoio do Extensivo 1. (VUNESP) Uma senhora deu à luz dois gêmeos de sexos diferentes. O marido, muito curioso, deseja saber informações sobre o desenvolvimento

Leia mais

Atividades de Embriologia

Atividades de Embriologia DISCIPLINA: Biologia I DATA: 13/09/2017 Atividades de Embriologia 01 - (Cefet MG 2015) Analise a representação da sequência de eventos que ocorrem no aparelho reprodutor feminino humano. 03 - (Mackenzie

Leia mais

AS CÉLULAS ORGANIZAM-SE EM TECIDOS

AS CÉLULAS ORGANIZAM-SE EM TECIDOS AS CÉLULAS ORGANIZAM-SE EM TECIDOS AS CÉLULAS ORGANIZAM-SE EM TECIDOS 1 AS CÉLULAS ORGANIZAM-SE EM TECIDOS Um grupamento de células diferenciadas e especializadas na execução de certa função denomina-se

Leia mais

30/04/2018 TECIDO EPITELIAL DE REVESTIMENTO TECIDO EPITELIAL DE REVESTIMENTO EPIDERME

30/04/2018 TECIDO EPITELIAL DE REVESTIMENTO TECIDO EPITELIAL DE REVESTIMENTO EPIDERME TECIDO EPITELIAL DE REVESTIMENTO -Constitui superfícies externas e internas do organismo. - Células fortemente aderidas, escassa substância intercelular. - Proliferam-se tecido adjacente formando as glândulas.

Leia mais

Embriologia. Prof. Dr. Tharsus Dias Takeuti. Guarantã do Norte MT 2018

Embriologia. Prof. Dr. Tharsus Dias Takeuti. Guarantã do Norte MT 2018 Embriologia Prof. Dr. Tharsus Dias Takeuti Guarantã do Norte MT 2018 Terceira semana Disco embrionário ganha mais uma camada Aparecimento da linha primitiva Desenvolvimento da notocorda Diferenciação das

Leia mais

Tipos de reprodução. Reprodução:origem de novos indivíduos de uma espécie. Assexuada:único genitor origina descendentes geneticamente idênticos a si.

Tipos de reprodução. Reprodução:origem de novos indivíduos de uma espécie. Assexuada:único genitor origina descendentes geneticamente idênticos a si. Tipos de reprodução Reprodução:origem de novos indivíduos de uma espécie Assexuada:único genitor origina descendentes geneticamente idênticos a si. Sexuada:origem de indivíduo pela união de dois gametas

Leia mais

HISTOLOGIA DO TECIDO EPITELIAL

HISTOLOGIA DO TECIDO EPITELIAL Introdução HISTOLOGIA DO TECIDO EPITELIAL Vera Regina Andrade, 2015 Apesar de toda a complexidade, o organismo humano é constituído de 4 tipos básicos de tecidos Tecido epitelial Tecido conjuntivo Tecido

Leia mais

Ano: 9 Turma: 9.1 e 9.2

Ano: 9 Turma: 9.1 e 9.2 COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Final 3ª Etapa 2014 Disciplina: Ciências Professor (a): Juliana Brito Ano: 9 Turma: 9.1 e 9.2 Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de recuperação.

Leia mais

BIOLOGIA - 3 o ANO MÓDULO 39 GAMETOGÊNESE

BIOLOGIA - 3 o ANO MÓDULO 39 GAMETOGÊNESE BIOLOGIA - 3 o ANO MÓDULO 39 GAMETOGÊNESE Espermatogônia (diploide) primeira divisão Espermatócito primário (diploide) Espermatócito secundario segunda divisão Espermátides (haploides) Espermatozoides

Leia mais

Prof.: Carolina Bossle

Prof.: Carolina Bossle Prof.: Carolina Bossle EVOLUÇÃO Acredita-se que o grupo mais primitivo, seja o das esponjas cujos representantes não apresentam tecidos. Os cnidárias são animais diploblástico (diblástico) = apenas 2 folhetos

Leia mais

Recuperação Contínua. 8º anos- 1º PERÍODO 2012 Professores: Cláudio Corrêa Janine C. Bandeira Maria Aparecida Donangelo

Recuperação Contínua. 8º anos- 1º PERÍODO 2012 Professores: Cláudio Corrêa Janine C. Bandeira Maria Aparecida Donangelo Recuperação Contínua 8º anos- 1º PERÍODO 2012 Professores: Cláudio Corrêa Janine C. Bandeira Maria Aparecida Donangelo Microscopia Campo microscópico Visualização AT = valor da objetiva X valor ocular

Leia mais

1º EM Biologia Professor João C4 H13, 14 TECIDO EPITELIAL

1º EM Biologia Professor João C4 H13, 14 TECIDO EPITELIAL 1º EM Biologia Professor João TECIDO EPITELIAL Introdução A histologia é o ramo da Biologia que estuda a formação, composição e função do tecidos vivos. O corpo de um organismo multicelular é constituído

Leia mais

CIÊNCIAS EJA 5ª FASE PROF.ª SARAH DOS SANTOS PROF. SILONE GUIMARÃES

CIÊNCIAS EJA 5ª FASE PROF.ª SARAH DOS SANTOS PROF. SILONE GUIMARÃES CIÊNCIAS EJA 5ª FASE PROF.ª SARAH DOS SANTOS PROF. SILONE GUIMARÃES CONTEÚDOS E HABILIDADES Unidade I Tecnologia 2 CONTEÚDOS E HABILIDADES Aula 2.1 Conteúdo Tecidos 3 CONTEÚDOS E HABILIDADES Habilidade

Leia mais

Gametogênese (espermatogênese)

Gametogênese (espermatogênese) Gametogênese (espermatogênese) Células germinativas (2n) Epidídimo (armazena espermatozóides) Período germinativo Período de crescimento Mitose 2n Mitoses Crescimento sem divisão celular 2n 2n 2n Túbulo

Leia mais

REPRODUÇÃO E DESENVOLVIMENTO EMBRIONÁRIO. Professor Heverton Alencar

REPRODUÇÃO E DESENVOLVIMENTO EMBRIONÁRIO. Professor Heverton Alencar REPRODUÇÃO E DESENVOLVIMENTO EMBRIONÁRIO Professor Heverton Alencar Sistema reprodutor masculino Testículo - produção de espermatozoides e também a produção de testosterona (hormônio sexual masculino);

Leia mais

Recursos para Estudo / Atividades. Conteúdo. 2ª Etapa 2012

Recursos para Estudo / Atividades. Conteúdo. 2ª Etapa 2012 Rede de Educação Missionárias Servas do Espírito Santo Colégio Nossa Senhora da Piedade Av. Amaro Cavalcanti, 2591 Encantado Rio de Janeiro / RJ CEP: 20735042 Tel: 2594-5043 Fax: 2269-3409 E-mail: cnsp@terra.com.br

Leia mais

TECIDO EPITELIAL 13/10/2014. Mamíferos: Tipos de tecidos. Epitelial Conjuntivo Muscular Nervoso. Tecido epitelial: Origem ECTODERMA MESODERMA

TECIDO EPITELIAL 13/10/2014. Mamíferos: Tipos de tecidos. Epitelial Conjuntivo Muscular Nervoso. Tecido epitelial: Origem ECTODERMA MESODERMA TECIDO EPITELIAL Mamíferos: Tipos de tecidos Epitelial Conjuntivo Muscular Nervoso Origem ECTODERMA MESODERMA ENDODERMA 1 Tecido epitelial Ectoderma: epitélios sensoriais dos olhos; aparelho auditivo e

Leia mais

Das células ao organismo: CCAT Prof: Jéssica Macedo Ciências 2019

Das células ao organismo: CCAT Prof: Jéssica Macedo Ciências 2019 Das células ao organismo: OS NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO CCAT Prof: Jéssica Macedo Ciências 2019 As células - Todos os seres vivos são formados por células; - Células: Unicelulares - Pluricelulares - Células

Leia mais

HISTOLOGIA ANIMAL. Estudos dos principais tecidos animais. 05/08/2014 Telmo Giani - Direitos Protegidos 1

HISTOLOGIA ANIMAL. Estudos dos principais tecidos animais. 05/08/2014 Telmo Giani - Direitos Protegidos 1 HISTOLOGIA ANIMAL Estudos dos principais tecidos animais 05/08/2014 Telmo Giani - Direitos Protegidos 1 Níveis de Organização do Corpo Humano No corpo humano existem vários grupos de células semelhantes

Leia mais

CIÊNCIAS FÍSICAS E BIOLÓGICAS FUNDAMENTAL NII NOME: TURMA: DATA:

CIÊNCIAS FÍSICAS E BIOLÓGICAS FUNDAMENTAL NII NOME: TURMA: DATA: CIÊNCIAS FÍSICAS E BIOLÓGICAS FUNDAMENTAL NII NOME: TURMA: DATA: Atividade de estudo - Tecidos Responda as questões: 1. Quais são as diferenças de funcionamento entre a musculatura lisa e estriada? Em

Leia mais

28/04/2010. Espermatozóides são formados e lançados no espaço do tubos. Tubos Seminíferos. Epidídimo. Testículo Células em divisão (mitose x meiose)

28/04/2010. Espermatozóides são formados e lançados no espaço do tubos. Tubos Seminíferos. Epidídimo. Testículo Células em divisão (mitose x meiose) GAMETOGÊNESE - -OVOGÊNESE gustavosimas@gmail.com Tubos Seminíferos Espermatozóides são formados e lançados no espaço do tubos Epidídimo Testículo Células em divisão (mitose x meiose) 1 EPIDÍDIMO (armazena

Leia mais

PROFESSORA:ANDRÉA ALMEIDA

PROFESSORA:ANDRÉA ALMEIDA PROFESSORA:ANDRÉA ALMEIDA Menor porção viva de um organismo Cresce Morre Capacidade de se auto-duplicar (reprodução) Eucarioto Presença de núcleo celular Partes básicas Membrana plasmática Citoplasma Núcleo

Leia mais

Histologia. Professora Deborah

Histologia. Professora Deborah Histologia Professora Deborah Histologia Histologia (do grego hystos = tecido + logos = estudo) é o estudo dos tecidos biológicos, sua formação, estrutura e função. Tecidos É um conjunto de células que

Leia mais

NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO DOS SERES VIVOS. Prof.ª Leticia Pedroso

NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO DOS SERES VIVOS. Prof.ª Leticia Pedroso NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO DOS SERES VIVOS Prof.ª Leticia Pedroso NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO DOS SERES VIVOS Vamos estudar toda a escala que compõem um único individuo, desde o átomo como menor elemento até os sistemas.

Leia mais

EMBRIOLOGIA. Prof. Kauê Costa 2014

EMBRIOLOGIA. Prof. Kauê Costa 2014 EMBRIOLOGIA Prof. Kauê Costa kaue.costa@ymail.com 2014 Zigoto Ocorre variação na reserva nutricional (vitelo) dos zigotos de diferentes seres vivos. Clivagem É o nome que se dá à divisão, por mitose, do

Leia mais

Reprodução e Embriologia. Leonardo Rodrigues EEEFM GRAÇA ARANHA

Reprodução e Embriologia. Leonardo Rodrigues EEEFM GRAÇA ARANHA Reprodução e Embriologia. Leonardo Rodrigues EEEFM GRAÇA ARANHA Ciclo Menstrual Menstruação - fluxo de sangue e restos de mucosa uterina periodicamente eliminados pela vagina. Ciclo Menstrual Menstruação

Leia mais

Histologia. Profª Andréa Roveré

Histologia. Profª Andréa Roveré Histologia Profª Andréa Roveré Tecido Epitelial TECIDO EPITELIAL DE REVESTIMENTO -Constitui superfícies externas e internas do organismo. - Células fortemente intercelular. aderidas, escassa substância

Leia mais

Aula: Histologia I. Serão abordados os temas sobre Células Tronco,Tecido Epitelial, Tecido Conjuntivo TCPD, Cartilaginoso e Ósseo.

Aula: Histologia I. Serão abordados os temas sobre Células Tronco,Tecido Epitelial, Tecido Conjuntivo TCPD, Cartilaginoso e Ósseo. Aula: Histologia I Serão abordados os temas sobre Células Tronco,Tecido Epitelial, Tecido Conjuntivo TCPD, Cartilaginoso e Ósseo. PROFESSOR: Brenda Braga DATA: 03/04/2014 Histologia (Estudo dos Tecidos)

Leia mais

Atividades de Gametogênese

Atividades de Gametogênese DISCIPLINA: Biologia I DATA: 03/08/2017 Atividades de Gametogênese 1. (Ufrgs 2017) Assinale com V (verdadeiro) ou F (falso) as afirmações abaixo, referentes à gametogênese em humanos. ( ) Em homens e em

Leia mais

Programa Analítico de Disciplina BIO220 Histologia e Embriologia

Programa Analítico de Disciplina BIO220 Histologia e Embriologia Catálogo de Graduação 206 da UFV 0 Programa Analítico de Disciplina Departamento de Biologia Geral - Centro de Ciências Biológicas e da Saúde Número de créditos: Teóricas Práticas Total Duração em semanas:

Leia mais

Exercícios sobre Anatomia do Anfioxo

Exercícios sobre Anatomia do Anfioxo Exercícios sobre Anatomia do Anfioxo Exercícios sobre Anatomia do Anfioxo 1. (UNIFESP) Atualmente, os seres vivos são classificados em cinco grandes reinos. Na caracterização do Reino Animalia (animais),

Leia mais

Capítulo 9 Histologia animal I Epitelial, Conjuntivo, adiposo, ósseo, cartilaginoso

Capítulo 9 Histologia animal I Epitelial, Conjuntivo, adiposo, ósseo, cartilaginoso Capítulo 9 Histologia animal I Epitelial, Conjuntivo, adiposo, ósseo, cartilaginoso TECIDO: conjunto de células com uma ou mais funções TECIDO LÍQUIDO - Sangue TECIDO GELATINOSO conjuntivo TECIDO ÓSSEO

Leia mais

Tecidos Epiteliais e Conjuntivos

Tecidos Epiteliais e Conjuntivos Tecidos Epiteliais e Conjuntivos Aula ao Vivo O termo histologia (do grego hystos = tecido + logos = estudo) refere-se ao estudo dos tecidos biológicos de animais e plantas, sua formação, estrutura e função.

Leia mais

Histologia Animal. Histologia Animal

Histologia Animal. Histologia Animal Definição: estudo dos tecidos (conjunto de células diferenciadas e adaptadas à uma determinada função) em animais. Tipos básicos de Tecidos Animais: Epitelial. Conjuntivo. Muscular. Nervoso. Tecido Epitelial:

Leia mais

Tecido Epitelial e Conjuntivo

Tecido Epitelial e Conjuntivo Tecido Epitelial e Conjuntivo Objetivos os estudantes deverão ser capazes de... - descrever as características (constituintes e sua organização) e funções gerais do epitélio de revestimento e do epitélio

Leia mais